O BRILHANTISMO DE UM GÊNIO INJUSTAMENTE DESCONHECIDO…

Nikola-Tesla

Nikola Tesla: um homem muito à frente de seu tempo

Por: Júlio (Ebrael)

Você está aí, gozando os frutos da tecnologia em sua casa ou escritório, e não sabe de onde saíram as ideias para aqueles dispositivos estranhos? Já pensou, alguma vez, como surgiram inventos como o microondas e as tecnologias wireless (sem fio)? Sim, o nome que deu vida a todas essas benesses da modernidade é o que consta no título deste artigo: Nikola Tesla.

200px-tesla_sarony

Nikola Tesla: Smiljan, Croácia, 10/07/1856 – Nova York, EUA, 07/01/1943.

 

Nikola Tesla foi um inventor, nascido na então cidade sérvia de Smiljan (localizada no atual território da Croácia), que veio a emigrar para os Estados Unidos. É considerado como um dos grande vultos do engenho científico do século XX. Especializado nas áreas de Engenharia Mecâncica e Eletrotécnica, foi nos estudos e experimentos com eletromagnetismo que Tesla escreveu seu nome nos anais dos grandes inventores contemporâneos.

Não, Tesla não projetou somente os protótipos do que conhecemos por controle remoto de TV ou forno por microondas. Tesla revolucionou todo o uso de correntes elétricas nos séculos XIX e XX, contra a fome por lucros fáceis de homens do quilate de Thomas Edison. Enquanto alguns louvam Edison por inventar a lâmpada de bulbo incandescente, de pouca durabilidade, poucos sabem que Tesla já propunha a lâmpada fluorescente e o LED.

Tesla sempre foi assombrado por visões estranhas de clarões, após os quais projetava seus inventos “esquisitos” e que, mais tarde, vieram a se provarem revolucionários. Segundo seus colegas de trabalho e de faculdades (as quais jamais concluiu), ele tinha uma impressionante memória fotográfica. Lia livros em lotes industriais, sobre quase todas as áreas da Ciência, principalmente na área da Física. Quando foi para os Estados Unidos, seu espírito inovador chocou-se com o ranço mercantilista dos donos de fábricas de produtos elétricos.

De gênio inquestionável, Tesla era libertário no que concerne ao uso da energia. Como dito, Tesla sempre foi na contramão da fome desmedida por lucros de alguns cientistas de sua época, especialmente os norte-americanos. Prezava a eficiência, ao invés do desperdício; a liberdade de uso, ao invés do monopólio privado dos recursos públicos. Foi ele que inaugurou o conceito de “energia livre” infinita, sem consumo de recursos naturais, apenas usando leis simples do eletromagnetismo e do “éter” (vácuo). Não precisamos ir muito longe para perceber porque a indústria, voltada ao consumo de série, o odiava.

Você já imaginou como seria transmissão de energia elétrica sem uso de cabos de alta tensão, cuja produção é cara e manutenção ineficiente? Bem, já há recarregadores wireless (sem uso de fios) para baterias de telefones celulares. E se algum experimento de Nikola Tesla, como aquele realizado em Colorado Springs, nos livrasse da dependência eneregética do carvão, petróleo e da sempre perigosa energia atômica? Energia livre, gratuita e para todos, sem custos. No entanto, muitos dos estudos e experimentos de Tesla foram sequestrados por nazistas e pelos militares norte-americanos para uso espúrio. Enquanto os nazistas produziam seus foo fighters, cientistas militares dos EUA colocaram em prática os experimentos de Tesla relacionados às ondas HF (High Frequency, alta frequência).

Criou-se, então, o HAARP (High-frequency Active Aurora Research Program, Programa de Pesquisa de Aurora Ativa de Alta Frequência), um programa “discreto” norte-americano de estudo das ondas de alta frequência que atuam na Ionosfera, mas que também podem causar efeitos na estrutura climática e geológica da Terra. Sim, através de complexos de antenas emissoras de pulsos eletromagnéticos à Ionosfera, Tesla acreditava ser possível controlar o clima do mundo e levar chuvas aonde hoje há apenas desertos. Segundo anúncio da Força Aérea dos EUA, de 2014, o HAARP teria encerrados suas atividades. Confesso que não acredito muito em anúncios “oficiais”.

Dezenas de outros inventos e experimentos de Tesla foram bem sucedidos, tais como o Experimento Filadélfia, que bem pode ter focado em teletransporte e viagem no tempo. Especificamente sobre este último, há farto acervo documental em fontes confiáveis na internet versando sobre os detalhes técnicos e a cronologia do mesmo. Por sua importância para a Ciência humana e como um tributo ao seu gênio visionário, a Central Matrix presta uma homenagem a este homem, Nikola Tesla, que estava muito à frente de seu tempo.


VEJA TAMBÉM:

LEIA MAIS:

Via: Nikola Tesla: um homem muito à frente de seu tempo – Central Matrix

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s