O MEDO LIMITA E APRISIONA…

como-libertar-do-medo

8 Dicas para se libertar do medo

Por: Gustavo Tanaka

 

O medo é o que nos impede de sermos que somos de verdade.

Temos muito medo.

Medo de morrer, de ficarmos sozinhos, da crítica, do julgamento, de “dar errado”, de perdermos dinheiro, de falhar, de decepcionar os nossos pais, de altura, de andar na rua, de dirigir…

São muitos medos.

E é natural que a gente que a gente sinta medo, afinal de contas, vivemos num ambiente hostil. Tudo que nos cerca nos coloca no medo.

Você liga a televisão e em poucos minutos sente medo.

Crise, crimes, violência, roubo, demissões, falências.

Você conversa com seus pais e eles têm medo que você arrisque.

Seus amigos têm medo que você mude.

O tempo inteiro estamos nos protegendo. Tentamos ter segurança. Queremos estabilidade.

Mas isso é impossível.

A vida é instável. O mundo é instável. Tudo muda o tempo inteiro.

Apenas achamos que estamos no controle.

Mas na verdade não temos controle de nada.

Temos apego e achamos que as coisas são nossas.

Mas nada é nosso. A posse é uma ilusão. Você não é dono de ninguém e de nada.

Tudo é impermanente.

Ao se libertar do medo, você ganha liberdade.

Liberdade para arriscar.

Liberdade para experimentar.

Liberdade para criar.

Liberdade para errar.

Liberdade para começar de novo.

Liberdade para ser.

E é sendo quem você é que você vive de verdade.

Precisamos nos libertar do medo.

Mas afinal de contas, o que é o medo e como saio dele?

Eu entendi que o medo é uma frequência.

Quando estamos vibrando na frequência do medo, vamos ficar travados e paralisados.

É como o frio. Quando estamos em uma temperatura baixa, tipo 0 graus, vamos ter frio e ficar paralisados. Não conseguimos pensar em outra coisa, senão o frio.

Precisamos elevar a temperatura para parar de sentir frio e precisamos elevar nossa vibração para sair do medo. Precisamos vibrar mais alto que o medo.

Algumas dicas minhas de como sair do medo:

1  –  Desligar a televisão

Parece simples e clichê.

Mas a televisão é uma fábrica de medo. Praticamente tudo o que acontece na televisão te faz pensar que você não é bom o suficiente, te faz se sentir menor e pior que os outros.

Eu vejo alguns minutos de jornal e começa a duvidar de mim mesmo, acho que o mundo está em crise, que está tudo errado, que nenhum lugar é seguro e que as pessoas são ruins.

Desligue a televisão e cuide da sua vibração.

2  –  Escutar músicas que elevem a vibração.

Música é vibração. E são a forma mais óbvia de elevar a vibração.

É só ouvir músicas com a vibração mais alta.

Hoje eu procuro ouvir músicas mais sutis, mais leves e mantras.

Músicas que me fazem vibrar mais alto.

Quando eu ameaço ficar com medo, quando eu ameaço pensar demais, eu mudo a trilha sonora. Coloco músicas que me levam pra outro lugar e parece que o mundo muda.

3  – Conectar-se à natureza

A natureza tem uma vibração mais alta que as cidades.

As plantas vibram mais alto que o concreto dos apartamentos.

Quanto mais próximo a natureza você estiver, mais alto você vai vibrar.

E a natureza é muito, mas muito poderosa. Na natureza sua percepção se expande, você tem insights, você vibra alto e fica muito mais fácil de sair da vibração do medo.

4  – Se expressar

Sabe aquela atividade que você faz e o tempo desaparece?

Aquela atividade que faz seu coração gritar de alegria!

Cantar, dançar, desenhar, pintar, pular, andar de bicicleta, correr, tocar, se expressar!

Toda expressão eleva a sua frequência.

Quanto mais você se expressa, mais você você está sendo.

5  – Estar próximo de pessoas com a frequência alta

Pessoas que te elevam. Pessoas que te inspiram. Pessoas que vibram alto.

São essas que eu quero perto de mim.

Essas pessoas me fazem me sentir melhor. Eu fico melhor na presença delas.

Elas acreditam nas mesmas coisas que eu. Elas têm uma visão otimista da vida. Elas me fazem acreditar num mundo melhor.

Esteja perto de pessoas que elevam a sua frequência.

Você não tem medo quando está perto de pessoas inspiradoras.

Você não tem medo perto de pessoas que não têm medo.

6  –  Entendimento das suas sombras

Todos temos sombras.

São aquelas emoções que temos dentro de nós e não queremos olhar.

Aquelas feridas não curadas.

Aquelas dores que não foram embora.

Apenas varremos para baixo do tapete.

E são essas sombras que nos mantém presos e paralisados.

Temos que olhar para elas. Temos que colocar luz nas nossas sombras.

Vai doer? Vai.

Você vai chorar? Vai.

Mas logo depois disso vai se sentir livre. É libertador.

E assim você dá um salto para se libertar do medo.

7  – Fechar ciclos

Nós abrimos um monte de portas e não fechamos.

Começamos um monte de coisa e não terminamos.

Acessamos um monte de emoções e não lidamos direito com elas.

Precisamos dos rituais para encerrar ciclos, para fechar portas e para deixar no passado o que já não nos serve mais.

Precisamos queimar coisas.

Precisamos jogar coisa fora.

Precisamos nos libertar do passado.

Fazer as pazes e agradecer o passado.

8  – Sentir gratidão

Gratidão é a chave de tudo.

Nossa vida muda quando conseguimos transformar tudo em gratidão.

Sentir gratidão por dores. Sentir gratidão por coisas que não gostamos que nos aconteceram.

Pode parecer desafiador.

Mas é a chave. Isso é alquimia.

Transformar emoções negativas em gratidão.

E aí a vida muda.

……………………………………………………………………………………………………………………………..

Essas foram algumas das minhas dicas.

Olhe para isso.

Tome consciência.

Coloque luz no que está escuro e encoberto.

Sua vida vai mudar.

Você vai sair do medo.


Veja mais em: GUSTAVO TANAKA | 8 Dicas para se libertar do medo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s