A UNIÃO FÍSICA E ESPIRITUAL DAS ALMAS GÊMEAS NA NOVA TERRA…

 

almas gemeas

Uniões de Almas-Gêmeas: Corpo, Alma e Espírito, na Nova Terra da Quinta Dimensão

Arcanjo Miguel através de Celia Fenn

 

Meus caros, uma das maiores dádivas da Quinta Dimensão serão os alegres e amorosos relacionamentos que vocês criarão e usufruirão como seres despertos. Quando vocês despertarem para o vosso poder e abrirem os vossos corações, então criarão os mais belos e amorosos relacionamentos de almas-gêmeas. Vocês não se fixarão em nada que não seja uma união de almas-gêmeas.

Muitos de vocês perguntam “Quem é a minha Alma-Gêmea?”, especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos encontram-se sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão.

Nós dizemos-vos que vossa alma-gêmea não é nenhuma pessoa em particular. Frequentemente existem muitas pessoas que poderiam oferecer padrões de alma compatíveis com vocês. Neste momento de transformação e “atualização”, pode ser oferecida a vocês mais de uma oportunidade de formarem uma ligação de alma-gêmea.

A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma-gêmea terão almas cujas harmônicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.

Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma-gêmea. Vossa alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das vossas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como vossas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem vossos aspectos físicos com os vossos aspectos superiores.

Mas o que vos diremos é que as vossas almas escolhem um par por uma razão, e esta razão é servir um bem maior. Uniões de almas não são definidas pelo ego. Elas não são para a felicidade pessoal do ego, mas sobre como a energia das duas almas podem ser combinadas para servirem ao bem maior. E neste aspecto de serviço é encontrada a felicidade e a alegria que une os dois no plano material e forma a fundação para a felicidade no mundo físico.

No passado, uma união de alma-gêmea podia ser formada para fazer intenso trabalho interno. Nem todas as uniões de almas-gêmeas eram felizes, pois o trabalho das duas almas pode ter envolvido o esclarecimento de profundos padrões disfuncionais que fossem comuns a ambos. Mas esse processo foi concluído e completado. Deste ponto em diante, uniões de almas-gêmeas são sobre a criação de alegria e felicidade através do serviço. As uniões da Nova Terra serão para servir o planeta num estado de harmonia jubilosa onde os dois tornam-se um em seu comprometimento com seu trabalho como seres de luz no planeta. Isto não significa que precisarão trabalhar juntos fisicamente, mas que suas almas e energias darão apoio uma a outra nos níveis superiores para o bem comum.

Trazendo para o Físico um Relacionamento de Almas-Gêmeas : O Papel do Sexo Sagrado

Quando um relacionamento é estabelecido pelos princípios da alma, a ideia do serviço e da espiritualidade é conduzida através do reino físico ou reino de manifestação. A união física do casal é vista como um ato sagrado no qual as energias do masculino e feminino, ou yin e yang, são trazidas para uma harmonia amorosa e de êxtase.

Isto significa que numa união de alma-gêmea, deverá haver uma decisão sobre que tipo de energia será ativada por cada parceiro na relação. Idealmente, o homem ativará a energia Yang do Divino Masculino, ou Deus, e a mulher ativará a energia do Divino Feminino ou Deusa. Sua união será então uma harmônica equilibrada do Yin e do Yang.

Contudo, poderão haver também relacionamentos onde a mulher escolherá ser a energia yang, e o homem solicitará a energia feminina ou Yin. Em uniões homossexuais ou lésbicas, os parceiros deverão decidir quem ativará uma energia em particular a fim de criarem a união das energias Yin e Yang que criarão o caminho para as Dimensões Superiores.

A dificuldade que muitos de vocês estão tendo é a de ajustarem-se a estes novos papéis. O parceiro que escolher a energia Feminina precisará render-se à liderança ativa do parceiro que assumir a energia masculina. Isto não é dominação ou controle, mas um ajuste necessário para permitir o fluxo da energia harmônica equilibrada dos Níveis Superiores que cria milagres entre as duas pessoas. Quando o Feminino rende-se à liderança ativa do Masculino, a Ordem Divina é estabelecida. A Graça Divina pode então fluir. Mas, este é um ato de rendição mútua, pois o parceiro masculino precisa render-se ao amor do parceiro feminino, e em troca ambos os parceiros rendem sua vontade à orientação superior.

No presente, muitos de vocês estão resistindo a estes ajustes, porque a vossa experiência tridimensional os levou a resistirem ao que entendem como dominação ou controle, ou manipulação e coerção. Mas, além da disfunção das mentiras tridimensionais encontra-se o reino de equilíbrio e harmonia da quinta-dimensão, onde o masculino e feminino existem em perfeita harmonia e como iguais perfeitos, não há medo ou raiva neste lugar de equilíbrio, apenas aceitação e amor.

Este equilíbrio perfeito vai-se refletir nas uniões sexuais do casal. Na Nova Terra, o sexo e a sexualidade serão baseadas no espírito e serão prazerosas e alegres. Os velhos padrões de abuso e domínio desaparecerão. Os casais aprenderão sobre a energia ou chi em relação aos seus corpos e à sua sexualidade. Aprenderão como usar o sexo não apenas como ferramenta de procriação ou expressão de amor, mas também como uma forma de permanecerem jovens e saudáveis. Os antigos segredos da alquimia sexual tornar-se-ão novamente de conhecimento comum e serão praticados como Sexo Sagrado, o que se tornará parte das uniões de almas-gêmeas.

Abrindo o Caminho para o Espírito e Uniões de Chamas-Gêmeas

Quando um casal de almas-gêmeas unirem-se nesta ligação de corpo e alma, começarão a misturar as suas energias da alma. A prática do sexo sagrado lhes permitirá vivenciarem a alegria extática do retorno à Unidade como uma experiência física.

Esta união e mistura de energias do corpo e da alma criarão um vórtex espiral ou caminho para o reino do Espírito e da Fonte. Esta energia será então drenada dos Planos Superiores para ativar e energizar as almas e corpos dos dois parceiros. No mundo antigo, os rituais do casamento sagrado e sexo sagrado eram praticados por sacerdotes e sacerdotisas para assegurar o fluxo de Graça Divina para a comunidade mantendo o equilíbrio do microcosmo em perfeita ordem. Na Nova Terra, todos os casais unidos pela alma terão a oportunidade de entrarem em “casamentos sagrados” onde aprenderão a unirem as suas energias e trazerem o fluxo da Graça Divina ao Planeta.

Quando a Graça fluir através de um casal de almas-gêmeas desta forma, eles terão acesso às mais altas expressões de Divino Amor Incondicional e poderão tornar-se Chamas-Gêmeas. Tornar-se-ão um na energia da Fonte ou Espírito. Seu amor um pelo outro inclui e é refletido pelo Amor Incondicional da Essência Divina. Eles serão então, verdadeiramente, o Deus e Deusa unidos no serviço da Chama do Divino Amor Incondicional e as suas manifestações no Planeta Terra. E, repetimos, isto está disponível para todos que formarem uniões de almas-gêmeas na Nova Terra de Quinta-Dimensão. Esta é uma dádiva de grande alegria para a qual vocês todos trabalharam por muitas vidas de dualidade. É a dádiva de Consciência da Unidade em prática.

Amor Incondicional, Sexo e Espírito: Uma Antiga História Egípcia

Meus caros, ao retornar ao Planeta a sabedoria dos antigos, vocês apreciarão novamente as histórias de sabedoria dos Deuses e Deusas. Trazemos à vossa atenção uma bela história de sabedoria do antigo Egito. Para demonstrar o seu entendimento da importância do sexo sagrado ao serviço da harmônica sagrada do equilíbrio, eles contaram a história de Geb e Nut.

Nut era a mãe do céu, a Cósmica ou Galáctica Deusa Mãe. Geb era o Pai da Terra, e representava o Planeta Terra, que era visto como um homem (uma identificação que novamente começará a se tornar evidente na Nova Terra quando os homens reassumirem o seu papel shamânico ativo). Nesta história, Nut e Geb, ou Terra e Céu, juntavam-se diariamente em união sexual. Desta união, Nut dava a luz ao sol a cada dia, o que trouxe luz a tudo. Portanto, entendia-se que o sexo sagrado trazia luz ao Planeta. Isto cria o equilíbrio sagrado que permite a Graça Divina fluir. E quando a Graça Divina flui, os milagres são criados!

Portanto, meus caros, ao assumirem os papéis do Deus e da Deusa que é o vosso direito como anjos humanos, vocês também serão conduzidos, pelo espírito, a parceiros de alma-gêmea potenciais. Se assim o escolherem, poderão então entrarem num casamento sagrado que será parte de vosso serviço de trazerem luz para o planeta. É a dádiva de alegria que é oferecida a todos Anjos Humanos de Quinta-Dimensão!

Observação da Celia: Se desejar ler mais sobre este tópico, por favor, visitem os seguintes sites:
http://www.circleoflight.net/
http://www.unitingtwinflames.com/

 


Fonte: Starchild | Soulmate Unions: Uniting Body, Soul and Spirit in the Fifth-Dimensional New Earth
Tradução e Divulgação: Solange Christtine Ventura – CURA E ASCENSÃO

Via: CURA E ASCENSÃO | Uniões de Almas-Gêmeas: Corpo, Alma e Espírito, na Nova Terra da Quinta Dimensão

VOCÊS SÃO O CRISTO A RETORNAR À TERRA…

Incarnare la Luce

Sananda – Todos se tornarão mestres

Mensagem canalizada por: Sandra Ramos

Mensagem canalizada em 1° novembro 2016   – Sananda, Salusa, Iamon e Nada.

Olá aqui é Sananda e vim lhes dizer que vocês atingiram o ponto de retorno, que já se demonstra nítido que a fragmentação das consciências dá cada vez mais lugar à união das consciências, um a um vocês vão se encontrando, quantas almas gêmeas perdidas terão a oportunidade de se reencontrar e de se sentir um só novamente!

É mágico de ver vocês encontrando amigos por todo o planeta, sentindo conexões poderosas e bem maiores de que a internet em seus corações, vemos reencontros de seres encarnados ou não, não importa mais a dimensão a que habitam, agora é a hora do reencontro… de entenderem um vazio que sentiram por anos e anos, é hora de encontrar grandes amigos das estrelas… não importa sua distância física, nem a linguagem, simplesmente são seus amigos e a tecnologia está pronta para este reencontro.

Tudo foi planejado para este momento, toda a informação, conexão, tradução está disponível nesta internet que imita suas conexões energéticas… não se enganem a internet é que é inspirada na tecnologia natural de suas telepatias há tanto tempo perdidas… e com ajuda da tecnologia estão retreinando suas aptidões naturais, estão se reconectando em energia. Cada vez mais, cada um percebe uma sensibilidade… uns veem , outros ouvem e uma grande maioria está sentindo cada vez mais forte a nossa aproximação como almas amigas e felizes por finalmente nos sentir.

Não duvides do que sente, não tenha medo do amor, nós te amamos profundamente pois somos um, não tenha medo de reencontrar seus amigos das estrelas que resolveram não nascerem no planeta Terra… Eles também sentem falta de você, da troca de amor entre almas antes tão unidas, muitas almas gêmeas tão ligadas que não vivem no mesmo plano se reencontram e finalmente podem se completar em luz e amor…

O véu está finalmente caindo, agora podemos ver o tão comentado retorno do Cristo… que não é apenas o meu retorno, mas também o retorno de sua alma de luz, seus grandes amigos de luz, seu complemento de luz, seu Cristo interno brilha mais e mais, e o sentimento se torna cada vez mais inegável, vocês estão cada vez mais abertos à verdade.

Nesta verdade o reencontro, o amor e a luz se ampliando se tornam nítidos, a união em intensão se espalha mais e mais de forma exponencial… muitos e muitos encontros se dão e a Re União será a próxima característica.

Até há pouco tempo, o Universo se expandia, dividia, explodia de alegria experienciando formas mais fragmentadas de pontos de vista, como se Deus estivesse se expandindo, Respirando profundamente e enchendo ao máximo seu corpo de prana.

Agora, na nova Era o ponto de retorno nos faz buscar as almas separadas de nós, conforme afinidade e nos reunirmos um a um, primeiramente em simples reencontros enquanto vivem experiências fora da 5a dimensão, e logo a união será real… 1+1 será 1 cada vez maior em luz, e cada vez círculos de almas gêmeas ainda maiores se unirão, mais e mais até que toda a expansão se reúna novamente e sinta a unicidade do 1 , do Todo, se sintam novamente o Universo, que todos sejam Deus… que desta vez comprimiu toda a respiração unificando a todos novamente… Para então, logo que haver frequência, o ciclo de expansão e união recomece.

Vocês estão neste momento mágico de vivência… onde a luz e o conhecimento se agregam a vocês, os aumentam em sua luz, e isto faz atrair ainda mais luz e consequentemente sentir sua alma gêmea somando à sua luz… é lindo de se ver, o quanto se abrem para sentir mais e mais energias da luz e de seus grandes amigos que aguardavam a tanto tempo para serem realmente sentidos por vocês.

Sinta sem medo, sinta-se unindo à natureza, ao céu, ao desconhecido na rua, se unindo ao amor incondicional, sintam-se o Cristo… pois vocês são o Cristo a retornar à Terra… eu apenas descobri isto um pouco antes.

Quando além de descobrir, vocês acreditarem completamente que são o Cristo, são perfeitos e toda a energia que sentem é 100% real… Todos se tornarão mestres, todos irão sentir, ver, ouvir telepaticamente, não haverá diferença alguma no quão real será um ser com corpo físico ou não, estaremos conectados o tempo todo, cada vez agindo mais na unicidade do Deus que somos, haverá total controle do corpo ativado em 100% de saúde, não haverá como mentir nem para si mesmo… o auto conhecimento estará em todos será um novo mundo com lindas e maravilhosas vivências mágicas, misturando as dimensões como queiram, não haverá limitações… Serão ilimitados assim como já acontece em outros sistemas planetários.

Resumindo as experiências com a dor terminarão por completo no planeta Terra nesta maravilhosa e acolhedora Mãe Gaia… Mas vamos galgar um degrau de cada vez e sentir cada descoberta única, cada reencontro, se entreguem, se joguem de cabeça, não temam o amor… sintam pra valer, vivam este momento de descobertas, de lembrar quem vocês são… Foi tão duro esquecer, e será um alívio lembrar-se de que são Deus em ação.

Sintam meu amor juntinho ao seu coração… agora.

Sou um contigo e te amo profundamente.

Nesta grande irmandade de luz Somos Um… cada vez maiores e mais brilhantes

Eu Sou Sananda, Eu Sou o Cristo, Eu Sou Jeshua,Eu Sou Jesus… não importa nomes.
apenas Sou o que Eu Sou.


Fonte: http://correntesdeluz.blogspot.com

Via: Trabalhadores da Luz | Sananda – Todos se tornarão mestres

NO SEU DNA EXISTEM REGISTROS AKASHICOS DE SUA ALMA…

registrosdedna

Os registros akashicos e o DNA

Por: Selacia

 Mensagem de 23 de Março de 2017

Nosso mundo pode parecer virado de cabeça para baixo agora, mas a sua vida não precisa estar. De fato, alguns de seus maiores avanços e progressos podem ocorrer durante estes tempos incertos. Neste artigo, eu descreverei o recurso fundamental que existe em seu próprio DNA – conectado aos registros akashicos de sua alma – que poderá ajudá-lo a se libertar de coisas muito antigas e a viver mais o seu propósito de vida.

O QUE HÁ EM SEUS REGISTROS AKASHICOS NO DNA

Aqui estão alguns antecedentes sobre o vasto tesouro alojado em seus registros akashicos no DNA. Há um campo ao redor do DNA que pode ser lido como um mapa, revelando os registros akashicos da jornada de sua alma ao longo do tempo. Eventos fundamentais lá estão, assim como as suas respostas a estes eventos. Qualidades principais como dons para a escrita ou a cura estão também lá registradas. Impressões fundamentais das lições de sua alma ao longo do tempo se encontram lá. Principais tendências e experiências – as suas, de seus antepassados, ou até mesmo os da humanidade também se encontram lá. As codificações-chave que o ajudam em sua iluminação, incluindo a sua mestria dos ensinamentos espirituais, são encontradas lá.

Quando eu falo da jornada de sua alma ao longo do tempo, estou me referindo a esta vida, vidas passadas e até mesmo aos períodos entre as vidas quando você pode ter feito acordos ou votos de alma. A jornada de sua alma está interligada com a jornada de sua família ou antepassados, à humanidade em geral, e às pessoas principais de outras vidas que estão aparecendo novamente agora.

Aqui estão alguns exemplos específicos dos tipos de coisas que eu vejo intuitivamente quando faço as sessões de cura intuitiva do DNA.

PRIMEIRO – Relacionamentos – Uma questão fundamental para todos que estão vivos agora e que procuram criar um mundo mais amoroso. Este é, com frequência, o melhor lugar por onde começar e há muito aí. Exemplo: Uma mulher veio a mim para curar um relacionamento antigo que ela tinha dificuldade de liberar para seguir em frente. Quando eu trabalhei com ela, pude ver um padrão que começou muito antes desta vida e que precisava ser eliminado em suas raízes no passado, antes que ela tivesse um encerramento. Eliminar padrões em sua raiz no DNA é o que faz a diferença.

SEGUNDO – Dinheiro – outra questão-chave em torno de muitas formas ao longo dos séculos. Mesmo as pessoas ricas podem manter votos de pobreza, ou outras crenças limitantes sobre o dinheiro; os padrões do passado, muitas vezes, surgem quando a economia é afetada, ou quando outros catalisadores fundamentais ocorrem. A instabilidade do mundo hoje está catalisando temas de dinheiro para muitas pessoas.

O que acontece é que uma questão latente no DNA da pessoa vem à tona como resultado de algum tipo de crise – pessoal ou no mundo externo. Saber o que está no registro akashico, no DNA da pessoa, então, fornece o ponto de partida para a cura através do tempo. Assim como o primeiro exemplo, o objetivo é conhecer a causa raiz e eliminar as coisas de lá.

TERCEIRO – Confiança – É uma imensa questão na frente e no centro em 2017, quando temas de desconfiança e divisão têm escalado para proporções de crise. Os temas de confiança podem ser pessoais – como na própria dúvida e desconfiança de decisões pessoais, ou na direção de vida. Os temas são também entre as pessoas, em todos os tipos de relacionamentos – sejam eles 1 a 1, em grupos, ou o indivíduo em relação ao governo, e outras figuras de autoridade. A um nível de DNA muitas pessoas têm uma desconfiança condicionada de certas pessoas ou grupos de pessoas. Na verdade, as raízes do racismo são geralmente ao nível genético do DNA, transmitido ao longo das gerações.

QUARTO – Propósito de Vida. Muitas pessoas nestes dias sentem ou uma falta de clareza sobre o seu caminho ou com um bloqueio para expressarem plenamente os dons de sua alma. Quaisquer que sejam os sucessos ou desafios que você experiencie, saiba que eles são uma parte do caminho de sua alma para encontrar a totalidade. Exemplo: Quando uma pessoa adquire a perspectiva quântica de seu caminho de alma, incluindo os dons e talentos principais de vidas passadas, um interesse atual ou direção pode começar a entrar em foco relevante. Simultaneamente, quando a pessoa se torna consciente e elimina os bloqueios ao nível do DNA para a manifestação do propósito, novos caminhos são criados. Um exemplo de um bloqueio ao nível do DNA poderia ser uma experiência de rejeição ou perseguição em uma vida passada, envolvendo o uso dos talentos. As habilidades necessárias nesta vida para expressar o propósito de vida frequentemente foram aprimoradas durante uma série de vidas. Algumas experiências inspiraram confiança, outras poderiam ter deixado impressões problemáticas no DNA.

Tenha em mente a grande cena desta vida. Esta não é uma vida comum e certamente não tem uma estrutura comum de tempo. Quaisquer que sejam os sucessos ou desafios que você experiencie, saiba que eles são uma parte do caminho de sua alma para encontrar a totalidade. Não há realmente trabalhos, casos amorosos ou circunstâncias de vida ao acaso. Cada um deles surge de sementes plantadas antes, e você pode crescer espiritualmente a partir de qualquer um deles.

Você é um agente de mudanças divino, afinal, vivo agora para trazer o seu amor e luz a este mundo. Ao fazer isto, você atrairá naturalmente o que precisa e será uma força significativa para o bem. As repercussões desta bondade não têm fim.

 


Fonte: www.Selacia.com / Spirit Library | Selacia | What’s in Your DNA Akashic Records
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: Trabalhadores da Luz | Os registros akashicos e o DNA

ENCONTRANDO A LUZ DO AMOR ATRAVÉS DOS CONFLITOS FAMILIARES…

familia-tarsila-do-amaral-1925

Compreendendo as relações familiares

Mãe Maria-Chama Trina_Cláudio Gianfardoni

Mãe Maria

Canalizado por: Thiago Strapasson e Michelinha OM

 

Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.

Amados filhos, hoje trago a vocês a mensagem da humildade e da simplicidade como exemplo a ser observado nas manifestações de amor em volta de vocês diariamente.

Observem por breve instante em volta de vocês, todas as manifestações de entrega abnegada a serviço da sua paz e do seu equilíbrio.

Àqueles que são agraciados com a companhia de animais de estimação em seus lares, observem o amor que esses animais dedicam a vocês de forma a trazer o exemplo da simplicidade e da humildade, simplesmente estando presentes para os dedicarem o amor que vocês buscam dentro de vocês mesmos.

E aos filhos que possuem crianças em seus lares, que possuem outras pessoas em convívio, observem de forma atenta, meus filhos, o amor que esses também enviam a vocês diariamente, estando presentes em suas vidas, mostrando tantas lições para que vocês observem a si mesmos e sejam levados cada vez mais a se transformarem em pessoas melhores, mais compassivas e mais compreensivas.

Venho aqui lembrar a vocês de que estão rodeados de manifestações de amor e paz, de oportunidades de olhar para vocês mesmos através dessas relações, que trazem a vocês os exemplos de dedicação e inspiração para que possam ver em todas essas companhias, aquilo que falta em vocês, filhos.

A energia do amor está presente em todas as relações. Vocês não conseguem observar com os olhos físicos, amados, mas sentem os impulsos emocionais que são os avisos de que o coração está sendo tocado a despertar o chamado para o amor.

Nas relações que trazem aprendizados, lições e também lágrimas de superação de seus aspectos inferiores, todas estão presentes nas vidas de vocês para abrirem os seus corações à conexão com o amor.

É através das relações mais próximas que vocês são chamados a olhar para aquele Eu que vocês tentam esconder, dentro das aparências aceitas pela sociedade, filhos.

Eu, como mãe de Jesus, estive inserida nessa experiência, a observar a transformação de meu filho, que desde pequeno fora chamado pelas pessoas de nosso convívio de O Messias, daquele que veio para despertar a humanidade, para salvar a humanidade. Mas filhos, ele ainda estava fechado à essa realidade no coraçãozinho dele. Mas os chamados estavam presentes na vida dele, como repetições incessantes aos ouvidos dele já cansados de ouvir. Ele ainda não estava pronto para essa verdade, e assim saiu em busca de estabelecer outras relações, que acabaram por mostrá-lo o verdadeiro caminho a que veio a esse planeta.

Mas filhos, aquelas relações familiares mais próximas, dos irmãos, do pai e da mãe dentro do lar, estão sempre presentes para nos mostrar os aspectos que devemos superar, os quais muitas vezes ainda não estamos prontos a olhar. Mas que, depois da caminhada pela vida, retornamos para então podermos absorver aquele ensinamento, e então olharmos para dentro de nós a superar os últimos aspectos que nos prendem à vida de sofrimento.

Ao retornar ao lar, após a experiência no deserto, meu amado filho já era outro em personalidade, em atitudes e relacionamento com os irmãos no lar. A experiência que teve ao retornar de sua caminhada em busca do encontro com ele mesmo, foi transformadora na sua vida. Mas ainda era necessário algum período de convívio no lar, no berço da sua essência na vida material, e foi onde teve a oportunidade de ouvir essa mãe que tanto tentava falar-lhe ao coração. Foi quando ouviu os irmãos. Foi quando transmutou todas as relações familiares estabelecidas na matéria, para então seguir ao que foi destinado naquela encarnação. Foi onde encontrou forças e transmutou os aspectos que o mantinham preso ao velho Eu. E então saiu em sua jornada levando a palavra de Deus e a Verdade para todos em sua caminhada.

As relações dentro do lar, com os animais, com as pessoas, quando observadas com gratidão, com o sentimento de despertar do coração aberto a absorver todo esse amor, são simplesmente maravilhosas fontes de luz e aprendizado, que estão sempre presentes a nos dar o suporte necessário na nossa caminhada, mas que, para conseguirmos realmente absorver todo o amor contido nessas formas de energia presentes em nossas vidas, devemos abrir o chamado do coração, devemos estar despertos e com o sentimento de simplicidade, humildade e gratidão dentro de nós, a brotar para se tornar aquele novo ser que, com muita atenção, observará a absorverá a energia amorosa dessas relações.

É através das experiências que obtemos na caminhada pela vida, filhos, que estaremos preparados a observar, a sentir e a agradecer pelas nossas relações do lar, a sentir as energias benéficas que surgem desses aprendizados do lar e da transmutação dessas relações, do olhar às diferenças e do trabalho para que essas sejam aceitas com muito amor, transmutando aqueles aspectos que ainda restam dentro de nós após tantos aprendizados pela vida.

Eu os digo que de todas as relações que vivenciamos no berço familiar estão os indícios a nossa superação, aqueles aspectos que trouxemos com a missão de transmutar, de nos elevar em amor.

Pois o momento, filhos amados, é de transcender as relações familiares que por tanto tempo os mantiveram presos ao ciclo de encarnações. Relações essas que foram trazidas a vocês justamente para que pudessem aprender mutuamente como ter um olhar compassivo a partir de tudo aquilo que os restringia.

Eu sei meus filhos, que na família há muito amor, há muito carinho, mas há também muitos vínculos enérgicos que nos prendem a antigos hábitos, que nos colocam no círculo de restrição da matéria. Pois é no círculo familiar que estão os principais aspectos de nossa própria superação. Ali, apesar do amor que existe, estão os pontos que justamente nos prendem ao círculo de vidas.

O que necessitamos fazer é nos superar nesse círculo, transcender, para que possamos ao final nos encontrar livres de todo e qualquer aspecto que esteja vinculado a nossa memória cósmica e de vidas passadas. Superando as lições que nos impõe o círculo familiar estaremos a transcender os aspectos que nos vinculam à matéria e à antiga grade de sofrimento.

Cada encarnação, cada vida, é cuidadosamente planejada para que possa nos trazer um pouco mais de nossa própria restrição. Porque quando vieram a esse mundo vocês se estudaram, se analisaram, e concluíram justamente os pontos, os vínculos que necessitavam romper para se libertar da roda de vidas e vidas.

E na família, justamente, foi onde decidiram agregar um pouco mais dessa energia que necessitam superar em vocês mesmos, dos vícios interiores, para que justamente eles se sobressaiam, se ressaltem, e então todos possam conjuntamente se ajudar a superar aquilo que já era uma restrição interior, mas que agora necessita ser trabalhado para a liberação.

Atentem-se, filhos, aos costumes, as maiores restrições que afligem seu círculo familiar, pois ali terão um indício daquilo que precisam transcender dentro de vocês mesmos. Por isso, meus filhos, a compaixão, a paciência, o amor é tão exigido dentro da família de nascimento ou de criação, pois ali há espelhos a refletir seus próprios vícios interiores.

No âmbito familiar, amados, há, além do amor, tantas disputas entre os membros porque ali há justamente os irmãos que são capazes de tocar no nosso ponto mais profundo de dor, naquilo que nos recusamos a olhar dentro de nós mesmos. Há espelhos a nos apontar, são os mestres de nossa vida que, por isso, precisamos ancorar o entendimento, a compaixão, o olhar amoroso tão necessários, amados.

Foi, por isso, então, que meu filho Jesus voltou ao Lar após a peregrinação no deserto, pois ele veio se buscar, observar onde estava suas maiores dificuldades interiores. Mas teve humildade de o fazer com simplicidade, com compaixão, reconhecendo que as dores e dificuldade que vivenciava eram suas e não de seus irmãos. E nesse olhar ele se libertou para seguir seu caminho purificado, liberto de suas próprias restrições.

Ancorem esse exemplo, meus amados, e sempre que retornarem ao seu lar familiar, aproveitam a oportunidade de buscar suas aflições, seus medos, suas dores, mas, acima de tudo, busquem o amor, a compaixão, sempre conscientes que todo desafio, toda disputa, jamais é externa, mas sempre será interior no sentido de encontrarmos nossa própria libertação.

Estejam em paz, filhos, sou sua Mãe Maria e derramo sobre vós as minhas bênçãos de mãe amorosa estendendo o meu manto de proteção a iluminar os vossos caminhos.

Sou Maria sua Mãe

 


Canais: Thiago Strapasson e Michelinha OM – 18 de fevereiro de 2017
Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/ e http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/

Via: Verdade Transmutadora: Compreendendo as relações familiares – Mãe Maria

A PRESENÇA EU SOU E A CHAMA TRINA…

presenca-eu-sou-e-chama-trina

Imagem do Eu Divino

Summit Lighthouse do Brasil

A Imagem do Eu Divino é uma representação criada pelos Mestres Ascensos, com o intuito de facilitar a compreensão do relacionamento existente entre o indivíduo e Deus. A Imagem do seu Eu Divino é um retrato de si mesmo e de Deus dentro de você. É um diagrama seu e do seu potencial, para que você possa se tornar quem realmente é. Em síntese, é um diagrama de sua anatomia espiritual.

Existem três figuras representadas na Imagem do seu Eu Divino. A figura superior representa nosso Deus Pai/Mãe, a quem chamamos de Presença do EU SOU, isto é, a Presença de Deus individualizada em cada pessoa.

A Presença do EU SOU é rodeada por sete esferas concêntricas de luz que formam o que denominamos de o seu “Corpo Causal”. Essas esferas de energias contêm os registros de todas as obras boas que você realizou desde a sua primeira encarnação na Terra. Podem ser consideradas como a sua conta bancária cósmica.

A figura do meio é o Filho Unigênito do Pai, o Cristo Universal. Ele é o seu Mediador pessoal e advogado da sua alma diante de Deus. É o Eu Superior, a quem chamamos também de Santo Cristo Pessoal. É o seu instrutor interior, Divino Esposo e melhor amigo, e é mais conhecido como Anjo da Guarda. Também é chamado de Corpo Mental Superior ou Consciência Superior. Acima da cabeça do Cristo paira a pomba do Espírito Santo. Quando a sua alma realiza o casamento alquímico com o Cristo, ela está pronta para receber o batismo do Espírito Santo.

A figura inferior é uma representação sua como discípulo na senda, a caminho da reunião com Deus. É a sua alma evoluindo nos planos da matéria e usando como veículos os quatro corpos inferiores para equilibrar carma ou realizar o seu plano divino. Os quatro corpos inferiores são o corpo etérico ou da memória, o corpo mental, o corpo, do desejo ou emocional, e o corpo físico.

A alma e os quatro corpos inferiores estão destinados a ser o templo do Espírito Santo. Por isso, a Chama Violeta do Espírito Santo envolve e purifica a alma. Você pode invocar a Chama Violeta diariamente, em nome da sua Divina Presença do EU SOU e do Santo Cristo Pessoal, para purificar seus quatro corpos inferiores.

A figura inferior (etérico, mental, emocional e físico) está envolvida também por um tubo de luz, que é projetado do coração da Presença do EU SOU sempre que o pedido é feito. O tubo de luz é um cilindro de luz branca que mantém um campo de força de proteção durante 24 horas se, neste período, houver harmonia de pensamentos, sentimentos, palavras e ações.

Selada na câmara secreta do coração está a Chama Trina da vida. É a sua centelha divina, vinda da sua amada Presença do EU SOU. Também denominada chama crística, a Chama Trina é a centelha da Divindade da alma, o seu potencial para se tornar o Cristo.

O cordão de prata, ou cordão de cristal, é a corrente de vida. Ele desce do coração da sua Presença do EU SOU para o Santo Cristo Pessoal, penetrando no ser do homem pelo chakra da coroa. É este “cordão umbilical” de luz que nutre e mantém em atividade a alma, os quatro corpos inferiores e a chama trina.


Chama Trina – o passaporte  para  a  imortalidade

Summit Lighthouse do Brasil

No coração está o elo da alma para a divindade. Isto acontece porque a Presença do EU SOU colocou uma chama espiritual no coração de cada um, que está localizada num centro denominado câmara secreta do coração. Os Mestres Ascensos chamam-na Chama Trina, centelha divina ou Santa Chama Crística, porque é por meio dela que comungamos com nosso Santo Cristo Pessoal.

A chama do coração é chamada “trina” porque tem três plumas. Cada pluma representa um aspecto da divina Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo ou, em terminologia hindu, Brahma, Vishnu e Shiva. Também é denominada trina porque encarna os três atributos primários do Espírito: poder, sabedoria e amor. Os elementos da Trindade, assim como as suas qualidades correspondentes, são representadas pelas cores azul (Pai/poder), amarela (Filho/sabedoria) e rosa (Espírito Santo/amor). O núcleo de fogo a partir do qual emerge a chama trina corresponde ao aspecto de Deus-Mãe e é representado pela cor branca.

O que significa para o indivíduo a natureza trina desta chama do coração? Ao exercer as qualidades divinas do amor, sabedoria e poder podemos manifestar a trindade da consciência de Deus e ter uma mestria maior naquilo que fazemos.

A chama rosa é o fogo da criatividade nascido do amor, da compaixão e da graça do Espírito Santo, que pode ajudar a dotar toda a criação com esse Espírito. A pluma amarela-dourada representa o Filho, a sabedoria, a mente de Cristo que está dentro de nós e que confere a inteligência. E a chama azul contém o poder e a determinação do Pai que pode manifestar o padrão divino da alma.

Equilibrar essas três plumas é um dos requisitos que temos de cumprir para fazermos a ascensão.


Fonte: Summit Lighthouse do Brasil

Via: Summit Lighthouse do Brasil | Imagem do Eu Divino
Via: Summit Lighthouse do Brasil | Chama Trina – o passaporte para a imortalidade

AS VERSÕES NÃO REVELADAS SOBRE A VIDA DE JESUS…

apocrifo

A história secreta do cristianismo

Por: Superinteressante
Texto de Michelle Veronese

 

Em 1945, um pastor encontrou um jarro de cerâmica numa gruta próxima a sua aldeia no Egito. Ao abri-lo, achou vários livros escritos em idiomas que ele não compreendia. Algumas folhas amareladas serviram alimentaram o forno a lenha de sua casa. As restantes caíram nas mãos de um religioso local, circularam no mercado de antiguidades e foram resgatadas por um funcionário do governo egípcio. Mais tarde, descobriu-se que a “lenha” era um tesouro de valor incalculável: a coleção de Nag Hammadi, 13 livros com 1600 anos e histórias que a Igreja tentou abafar durante todo esse tempo. Mas não conseguiu. Depois de sobreviver ao tempo e à censura religiosa, o achado tornou-se o maior e mais importante acervo de evangelhos apócrifos, literatura que tem ajudado a elucidar vários mistérios sobre as origens do cristianismo.

Tesouro dos primeiros cristãos

A maioria dos escritos de Nag Hammadi foi produzida entre os séculos 1 e 3 e seus autores faziam parte das primeiras comunidades cristãs. Nesse acervo, é possível conhecer livros que ficaram de fora do Novo Testamento, como evangelhos de Tomé e Tiago. O interessante desses relatos é que destoam bastante do que aparece na Bíblia. Neles, Jesus tem um lado humano, Madalena é uma grande líder, Deus é um princípio masculino e feminino… Diferenças polêmicas que deixam claro por que os apócrifos sempre foram uma pedra no sapato da Igreja. “Eles representavam outro cristianismo, não oficial, marginalizado”, explica o padre e teólogo Luigi Schiavo, professor do Departamento de Ciências da Religião da Universidade Católica de Goiás. “Eles têm grande valor histórico e religioso porque mostram novas interpretações sobre a figura de Jesus na origem do cristianismo”, enfatiza o especialista.

Naquela época não havia um cânone – nome dado ao conjunto oficial de livros que compõem a Bíblia – mas vários textos, cada qual escrito pelas diferentes seitas existentes, que registravam seus próprios valores e crenças sobre a origem do mundo e da vida, sobre Deus e o messias. E havia muitas divergências. Os docetas, por exemplo, negavam a realidade material de Cristo. Consideravam que Jesus possuía um corpo etéreo e que, por isso, não nasceu nem foi morto na cruz e muito menos ressuscitou. Os ebionitas, por sua vez, defendiam que Jesus tinha nascido de forma natural e só depois de batizado é que Deus decidiu adotá-lo. Já os ofitas acreditavam que Caim era o representante espiritual mais elevado. Para eles, a morte de Jesus foi um crime do Universo, mas um evento necessário para a salvação da humanidade.

Um dos grupos mais influentes do cristianismo primitivo foi o dos gnósticos, que adotavam uma vida ascética, negavam a matéria e acreditavam que o conhecimento era o caminho para a salvação. Algumas facções também defendiam que Deus possuía um princípio masculino e outro feminino. De fato, as mulheres desses grupos atuavam como mestras, líderes e profetisas – uma idéia ainda hoje revolucionária para a Igreja.

E havia também o chamado cristianismo apostólico, baseado nas narrativas dos primeiros discípulos de Jesus. Eles contavam que o messias havia morrido na cruz para salvar a humanidade e aos seguidores cabia a missão de espalhar sua mensagem pelo mundo. Essa tradição começou a ser registrada por volta dos anos 30 e 40 do século 1, em livros como os evangelhos de Marcos, Mateus, Lucas e João. Esses textos eram lidos por muitos grupos, que os consideravam os relatos mais antigos e precisos da vida de Cristo.

A babel de cristianismos resistiu até o século 2, quando alguns bispos decidiram organizar as Escrituras. “Eles precisavam adotar um cânon definitivo para que a religião pudesse se expandir”, explica o frei Jacir. Mas para isso não adiantava traduzir os textos para várias línguas e divulgá-los entre vários povos. Era preciso aparar as diferenças e chegar a uma espécie de “versão oficial”. Na hora de selecionar os livros, o espírito democrático que permitiu a existência das diferentes versões deu lugar às disputas de poder.

Por uma versão oficial

As igrejas maiores e mais influentes tentaram impor seus textos, o que as menores não aceitavam. Havia debates e acusações mútuas de heresia entre elas. A peleja continuou até o século 4, quando tudo indicava que o cristianismo apostólico iria prevalecer sobre os outros cristianismos. Seus 4 evangelhos já eram populares naquela época e, desde o século 2, eram elogiados pelos pensadores da Igreja. Mas faltava tornar esses livros oficiais.

Foi quando o imperador de Roma, Constantino, entrou em cena e interveio no impasse. Na época, com o império em crise, ele precisava de uma bandeira para justificar a expansão e convencer outros povos a aceitarem seu domínio. E a solução estava numa aliança com os cristãos, que por sua vez desejavam espalhar a mensagem de Jesus mundo afora. “Constantino percebeu que era uma grande oportunidade e decidiu fazer do cristianismo a religião oficial do império”, explica o frei Jacir.

Os cristãos deixaram de ser perseguidos em 313 e apenas 12 anos depois seus bispos foram convocados para o Concílio de Nicéia, primeiro passo dado para a criação do Novo Testamento. Na reunião, os evangelhos de Marcos, Lucas, Mateus e João foram escolhidos para narrar a biografia de Jesus por uma razão simples: expressavam a visão dominante na Igreja. E todos os demais foram considerados apócrifos, falsos e perigosos para o estabelecimento do novo livro.

Começou, então, a perseguição a todos que ousavam discordar da recém-formulada Escritura Sagrada. Os gnósticos, docetas, ebionitas e ofitas foram acusados de heresia. Os que insistiam em desrespeitar o cânon eram punidos com a excomunhão ou a morte. Dezenas de livros – ou centenas, já que ninguém sabe ao certo quantos eram – foram destruídos ou queimados. Foi nessa época que alguém decidiu esconder 13 volumes numa gruta, na aldeia de Nag Hammadi, no alto Egito – talvez um cristão perseguido ou um monge do Mosteiro de São Pacômio, que ficava ali perto. Eram evangelhos, cartas e atos dos apóstolos escritos em copta, língua falada pelos cristãos do Egito. O tesouro só foi descoberto 16 séculos depois, por aquele pastor que apresentamos lá no começo, e hoje está no Museu Copta do Cairo, à disposição do público.

O legado

Além desses, muitos outros apócrifos foram excluídos da Bíblia. É o caso dos Manuscritos do Mar Morto, descobertos em 1947, que apresentam cópias de livros do Antigo Testamento, deixadas pela seita judaica dos essênios. E do Evangelho Segundo Judas, descoberto na década de 1970, que conta uma história diferente sobre o discípulo que traiu Jesus. No total, são mais de 100 livros de valor inquestionável para os estudiosos das Escrituras. “São documentos essenciais para compreender a história do cristianismo no 1º e 2º séculos”, afirma o teólogo Paulo Nogueira, professor da Universidade Metodista de São Paulo.

Os apócrifos revelam que o Novo Testamento não nasceu pronto e acabado e que os textos que servem de base para a atual doutrina cristã passaram por um complicado processo de “edição”. Também deixam claro que, ao contrário do que se imaginava, o cristianismo praticado hoje não era o único nos primeiros séculos. Existiam vários cristianismos, cada um com sua própria interpretação da vida de Jesus e seus ensinamentos. Quem lê os escritos deixados por esses grupos pode conhecer outros pontos de vista sobre uma história contada há mais de 2 mil anos.

No entanto, é necessário afrouxar o julgamento antes de mergulhar na leitura. “Devemos compreender esses livros de modo ecumênico e tentando dialogar com os cristianismos de origem”, sugere o frei Jacir. É verdade que esse textos, muitas vezes coloridos e aberrantes, costumam chocar o leitor de primeira viagem. “Mas alguns também podem complementar a nossa fé”, adianta Jacir. Uma prova de que eles não são apenas uma “ameaça” aos cânones da Igreja Católica estão na religiosidade popular e na arte sacra, que buscaram inspiração nas histórias apócrifas. A famosa história dos 3 reis magos que levaram presentes ao menino Jesus e tudo que inspira os presépios natalinos, por exemplo, vêm dos evangelhos apócrifos.

Magdala, a favorita de Jesus

Apócrifos revelam que Maria despertava o ciúme dos apóstolos e que Jesus a beijava na boca

Maria Madalena – ou Miriam de Magdala, como está no hebraico – aparece nos apócrifos como uma mulher sábia e respeitada por Jesus. Ela acompanha o mestre em suas pregações e o ajuda a liderar os primeiros cristãos. O Evangelho de Filipe, do século 2, conta que ela era a seguidora preferida de Cristo, o que despertou o ciúme dos outros apóstolos. “Por que a amas mais que a todos nós?”, perguntavam eles ao Senhor. Uma passagem que ainda enfurece muitos cristãos diz que “o Senhor amava Maria mais do que a todos os discípulos e a beijava freqüentemente na boca”. A liderança de Madalena também é mencionada no evangelho apócrifo que leva seu nome, também do século 2. Numa passagem, Pedro questiona: “Devemos mudar nossos hábitos e escutarmos todos essa mulher?” O texto revela que, apesar dos preconceitos, ela consegue se impor. É uma imagem distante da mulher impura e pecadora que a tradição da Igreja enfatizou durante séculos. Em 1969, o Vaticano reconheceu que houve uma confusão na interpretação das Escrituras (ela teria sido confundida com a pecadora que unge os pés de Jesus no Evangelho de Lucas) e retirou a denominação de prostituta que durante séculos pesou sobre Maria Madalena.

A redenção de Judas

Judas teria entregue Jesus a seu pedido

A história do discípulo que traiu seu mestre por 30 moedas de prata é uma das mais conhecidas do cristianismo. Segundo o Evangelho de Judas – um manuscrito copta (língua falada pelos antigos egípcios) escrito entre os séculos 3 e 4 – o apóstolo pode ter sido condenado injustamente pela história. No texto, descoberto nos anos 70, no Egito, o personagem mais odiado do cristianismo aparece como o discípulo mais próximo e querido de Jesus. Ele denuncia o mestre às autoridades romanas a pedido do próprio Messias, num plano que seria essencial em sua missão de salvar a humanidade. “Nesse contexto, a figura de Judas representa o ideal do discípulo que, recebida a iluminação, cumpre a vontade de Deus, mesmo que ela tenha a ver com a entrega de Jesus à morte”, diz o teólogo Luigi Schiavo. Na versão do Novo Testamento, Judas enforca-se, arrependido. No texto apócrifo é diferente. Ao compreender a importância de sua missão, Judas teria se retirado para meditar no deserto.

A infância de Cristo

Evangelhos mostram lado humano e divino

A literatura apócrifa conta várias histórias sobre a gravidez de Maria e os primeiros anos de vida de Jesus. É uma tentativa de preencher a lacuna da Bíblia, que faz uma única referência à infância do Messias, quando ele visita o Templo de Jerusalém, aos 12 anos. O Evangelho do Pseudo-Mateus, do século 3, conta que o menino fazia milagres ainda na barriga da mãe e que, desde criança, usava seus poderes para curar doentes e ressuscitar os mortos. Mas, quando irritado, ele se comportava como uma criança mimada e vingativa. Certo dia, um menino o derrubou no chão. Jesus então ordenou: “Caia morto!”, e o amigo morreu. Depois, arrependido, o fez ressuscitar. Um de seus passatempos preferidos seria criar seres de barro e lhes dar vida com um sopro. Essa faceta de Jesus pode assustar quem lê os apócrifos. Mas, para teólogo Jacir de Freitas, ela deve ser compreendida no contexto em que o livro foi escrito. “A intenção é mostrar que Jesus tem um lado humano e outro divino, o que é um reflexo de uma época em que a Igreja discutia qual era a natureza do filho de Deus.”

O quinto evangelho

Historiadores acreditam que Evangelho de Tomé seja inspiração de 3 dos canônicos

O Evangelho Segundo Tomé, do apóstolo que precisava “ver para crer”, é o mais polêmico do acervo de Nag Hammadi. O manuscrito contém 114 parábolas e frases atribuídas a Jesus. As citações são semelhantes às da Bíblia, mas refletem o pensamento gnóstico. Nele, Jesus aparece como um mestre mais místico, que orienta os discípulos a reconhecer sua identidade divina e a buscar Deus em qualquer lugar. Ele foi excluído, apesar de ter sido escrito por volta dos anos 60 e 70 do século 1, mesma época dos evangelhos que entraram para o cânone sob a justificativa de serem os relatos mais antigos do messias. Os pesquisadores chamam esse apócrifo de Quinto Evangelho e suspeitam que ele seja o famoso Fonte Q, escrito nunca achado que teria sido a base de 3 dos 4 evangelhos canônicos. Se isso for verdade, os textos bíblicos são adaptações desse apócrifo, dono dos verdadeiros ensinamentos de Cristo.

Copyright © Abril Mídia S A. Todos os direitos reservados.


Via: A história secreta do cristianismo | Superinteressante

A LINGUAGEM UTILIZADA POR MUITOS QUE BUSCAM CAMINHO DA ASCENSÃO…

livro

30  Termos  Espirituais  Importantes  Que  é  Bom  Você  Conhecer

Por: Michelle Walling

 

Conforme uma pessoa sobe a escada da progressão espiritual nesta vida, existem determinados termos que descrevem vários estágios do desenvolvimento. A fim de maximizar a oportunidade desta vida, existem pelo menos trinta termos espirituais importantes para você se familiarizar. Todos esses termos são parte da razão pela qual encarnamos na Terra, dominar o significado de cada um deles é comparado à iniciação. Quando você domina a iniciação você prova que está pronto para passar para a próxima experiência.

A seguir estão os 30 termos espirituais importantes para você conhecer:

1. Despertar: É a percepção de que você é mais do que apenas um corpo físico e que você está aqui para realizar mais do que apenas ser um escravo do sistema. A consciência surge quando seus códigos são ativados pela luz fotônica a fim de que você comece a perceber quem você é e o que você veio realizar nesta vida.

2. Vibração: Toda a matéria é energia. Átomos são elétrons que oscilam para frente e para trás em uma determinada frequência. A medida da velocidade desta frequência é conhecida como densidade vibracional. Estamos despertando para a necessidade de elevar a nossa vibração de uma frequência de 3ª dimensão para uma frequência de 5ª dimensão.

3. Alma: A substância etérea ou espírito particular a um único ser vivo. A alma é imortal e sua energia pode ser vista ao redor do corpo físico como a aura. A alma é um aspecto da consciência da energia a partir de uma essência maior de uma mônada e tem uma personalidade que continua a existir após a “morte” do corpo físico. O propósito da alma é a evolução através das orientações das Leis Universais.

4. EU superior: É o aspecto mental etéreo de alta vibração de sua alma que serve como ligação entre sua alma e sua Mônada. Descobrir como se comunicar com o seu EU superior que é seu guia é essencial no processo do despertar espiritual. Buscar o seu interior é o método para encontrar seu EU superior. A verdade e as respostas para qualquer pergunta podem ser respondidas por seu EU superior e é uma parte vital no desenvolvimento do seu discernimento.

5. Mônada: É a “Superalma” que criou o aspecto da consciência de sua alma. A mônada é composta por um aspecto masculino e um feminino, quando encarnados em uma densidade vibracional inferior esses dois aspectos se separam e continuam a se dividir ainda mais nas vidas que experimentam. Imagine uma roda de madeira de uma bicicleta em que o cubo é a parte masculina ou feminina da mônada e os raios são os aspectos da consciência da alma ou vidas. Todos os tempos de vida da Mônada ocorrem no “AGORA”, fora do espaço e do tempo e as experiências de todas as vidas paralelas podem ser acessadas por cada alma assim que a conexão é reconhecida e fortalecida.

6. Criador/Fonte: É um termo usado para descrever o “Tudo o Que é” dentro da nossa experiência. O Criador de tudo é uma fonte de energia que criou os anjos e dimensões e, em seguida, enviou aspectos de si mesmo (o Criador é tanto masculino quanto feminino) para as dimensões de baixa vibração, a fim de ter experiências e ter experiências. A Mônada envia então estes aspectos que são partes de si mesma como almas para as baixas densidades para obter experiências. A criação é infinita e não pode ser totalmente compreendida dentro de um pensamento/conhecimento tridimensional. Recuperar o conhecimento que você é um aspecto do Criador dentro de um corpo físico é a realização mais importante do despertar.

7. Dimensão/Multidimensionalidade: O Tudo o Que é criou dimensões a fim de experimentar vários níveis de vibração, porque é tão grande que não pode experimentar de outra maneira. A dimensão é uma frequência específica de vibração. Todas as dimensões estão conectadas e se sobrepõem umas as outras e todas as dimensões são interdependentes umas das outras, o que descreve o termo multidimensional. Existem muitos níveis dentro de cada dimensão.

8. Grupo de Alma/Almas gêmeas: Quando o Tudo o Que é criou as mônadas criou-as fora dos raios de sua luz branca. Quando esta luz é diferenciada fica nas cores do arco-íris. As mônadas foram divididas em grupos de cores conhecidos como raios. Por exemplo, uma mônada de raio azul terá uma finalidade ou características diferentes do que uma mônada de raio verde. Mônadas de raio azul têm mais em comum e vibram com a mesma taxa que outras mônadas de raio azul, assim, elas são naturalmente atraídas umas pelas outras. Além disso, as mônadas se dividem em almas e grupos vibracionais são formados dentro de cada alma. Estas almas encarnam em conjunto para ajudar umas as outras a avançar espiritualmente. Almas gêmeas de um grupo de alma em particular se reconhecem umas as outras quando se encontram em uma vida. A alma gêmea pode encarnar como sua mãe ou pai em uma vida e, em seguida, ela pode se alternar para ser a filha ou filho em outra vida. Ela pode ser marido ou esposa ou ela é uma pessoa influente em sua vida que ajuda a equilibrar a energia da vida passada ou aprender a lição necessária. Almas gêmeas de um grupo de alma se amam tanto que elas podem se oferecer para ser um aspecto difícil de sua vida, o que é uma bênção disfarçada, pois estas lições proporcionam um salto em seu caminho espiritual.

9. Noite escura da alma: É usada para descrever um processo de limpeza e de reequilíbrio que envolve enfrentar sua própria sombra. Sua própria sombra é o aspecto de sua alma que carrega as experiências vibracionais mais escuras ou mais baixas das diversas vidas. Nesta fase, parece que tudo dá errado e que você foi abandonado por seus guias e anjos. É o que leva a questionar tudo e a resolver seus problemas. Assim que você sair desta noite escura da alma você olha para trás de uma perspectiva superior, como uma bênção, sentindo-se mais iluminado e mais limpo do que nunca.

10. Espírito Guia: Além de revisar os nossos projetos antes de virmos para cá, fazemos contratos com entidades sagradas do “outro lado” para cuidar de nós, nos proteger, ajudar e nos aconselhar, nesta jornada terrena que optamos por realizar. Estes são os nossos guias espirituais. O trabalho do guia espiritual é estimular, encorajar, cutucar, dar suporte, aconselhar e nos guiar no nosso caminho na vida. Os guias espirituais enviam mensagens muitas vezes através da mente subconsciente. O que nós sempre entendemos como instinto ou nossa consciência ou sonhos extraordinariamente nítidos, são os guias espirituais transmitindo mensagens. Os guias espirituais e todos os outros espíritos são tanto do sexo masculino quanto do sexo feminino. Os guias espirituais também podem ter aspectos de vibração mais elevada de si mesmo, ou vidas paralelas. Os guias espirituais estão sempre prontos e esperando por você para contatá-los, mas não podem interferir em todos os assuntos por causa da Lei do livre arbítrio. Estes conselheiros ajudam a conceber e avaliar o nosso projeto conosco e estão ao nosso lado a cada passo do caminho desde a encarnação até a “morte”. Além deste guia dedicado, temos outros guias que podem auxiliar por um tempo e depois sair, dependendo da especialidade do seu campo consultivo. Cada um de nós tem um guia que é alguém que está sempre muito próximo e é de confiança da nossa alma. Todos os guias espirituais passaram pelo menos um tempo de vida na Terra. Devido a isso, eles são capazes de sentir empatia pelos erros, problemas, medos, tentações e todas as fragilidades que encontramos no mundo.

11. Anjo Guardião: O Tudo o Que é criou os anjos para refletir o amor de volta para si mesmo. Assim ele pode ser conhecido como o amor final. Estes anjos têm um grande desejo de servir o Criador de todas as formas, por causa do grande amor que eles têm pelo Criador. Às vezes estes anjos assumem tarefas específicas no serviço. Orientar a humanidade é uma maneira em que os anjos podem estar a serviço. Esses anjos atuam como guias e são da mais alta vibração de amor. Alguns anjos realmente estão encarnados, mas a maioria não. Para agir em uma dimensão inferior os anjos precisam enviar um aspecto de sua consciência, assim como uma mônada faz. Os aspectos da consciência do anjo estão sempre em torno de nós, mantendo o espaço para a criação do amor em nossos corações. Os anjos podem criar milagres, que é apenas uma maneira de mudar a realidade para experimentarmos um resultado favorável a nós. Assim como os guias espirituais, seu anjo da guarda está esperando você reconhecer que ele existe e pedir ajuda.

12. Chama Gêmea: A mônada é um aspecto da consciência da Fonte que tem uma polaridade feminina (yin) e uma polaridade masculina (yang). Após descer para a 3ª dimensão, estes aspectos se separam, embora eles permaneçam conectados no nível superior da mônada. Estamos sempre ansiando por encontrar nosso aspecto da outra polaridade para satisfazer uma necessidade gerada pela nossa separação, no entanto, a experiência de separação de nossa alma gêmea e do nosso Criador nos impulsiona para o crescimento espiritual e a compreensão de quem somos. Chamas Gêmeas raramente encarnam no mesmo tempo de vida por causa da necessidade de experiência diversificada, no entanto recentemente mais chamas gêmeas encarnaram juntas para ajudar umas as outras na ascensão.

13. Livre Arbítrio: Nós existimos em um Universo de livre arbítrio. As Leis Universais nos permitem o poder com a responsabilidade de escolher como definir e perceber a nossa realidade. O livre arbítrio é responsável pela existência das trevas no planeta e, portanto, em todo o Universo, pois o Criador deu a todas as almas a capacidade de criar o que quiserem. A maior ironia da escolha do livre arbítrio é ser diferente de luz/amor o que ameaça destruir a experiência de viver em uma existência de livre arbítrio. Universos que não são de livre arbítrio funcionam através de metas e acordos onde um grupo de consciência superior indica a direção para a experiência.

14. Lei Universal: Um conjunto de diretrizes acordadas em um Universo particular que orienta a alma ao longo do caminho para níveis superiores na evolução. É o que define a evolução e a existência e devem ser as próximas leis da Terra à medida que avançamos em direção a uma consciência mais elevada.

15. Contrato de Alma: Antes de encarnar nós planejamos certos acontecimentos que nos permitem realizar coisas que nós definimos no nosso contrato de alma. Algumas destas coisas incluem quem são os pais ou responsáveis, o tipo de situação socioeconômica em que vamos nascer, a assinatura de energia que teremos por ter nascido em um signo do Zodíaco. Há muitas pessoas nesta vida que fizeram contratos de alma com seus pais, com seu cônjuge, com os professores do ensino básico.

16. Encarnação: É o ato de uma alma quando envia um aspecto de sua consciência para um corpo físico. A alma entra no feto no útero da mãe antes do bebê entrar pelo canal do parto. Quando uma alma encarna desta forma, assume o risco de não se lembrar de que está ligada ao Criador. O objetivo da encarnação é proporcionar uma oportunidade para a evolução da alma, no entanto ao encarnar uma pessoa pode ficar presa na roda do carma.

17. Ascensão: É o termo usado para descrever quando nos movemos de uma consciência vibracional inferior para uma consciência mais elevada. Trata-se de reconhecer que temos conhecimento do poder de quem somos e que co-criamos a realidade em que vivemos, enquanto existentes em um alto estado vibracional de amor. Isto é realizado ao conscientemente nos conectarmos com as experiências do registro Akáshico liberadas do interior do ADN com a ajuda do EU superior. Isso é feito por meio da fusão e equilíbrio com a essência vibracional superior de quem você é na manifestação física. A ascensão é reconhecer quem você é e se conectar a esse aspecto de si mesmo, elevando a sua consciência através da vibração. Para algumas pessoas, o principal objetivo desta vida é ascender.

18. Propósito de Vida: É o principal objetivo de uma pessoa ou os objetivos que ela escolheu realizar antes de encarnar. O propósito de vida pode ser uma carreira, com o objetivo de ser um músico famoso trazendo a beleza da música para o planeta. Também pode ser um ato de equilíbrio, como reencarnar com a alma gêmea e cumprir um papel, a fim de limpar a lousa do carma entre as duas almas. Pode haver muitas tarefas envolvidas em um propósito de vida que conduzem a uma tarefa maior, se todas as outras tarefas são executadas. Por exemplo, pode haver várias tarefas de despertar e cura envolvidas e se todas elas forem concluídas com sucesso, o resultado final pode ser a ascensão. Se uma pessoa não concluir um propósito de vida normalmente vai reencarnar para tentar novamente. Compreenda que o propósito de vida é mais fácil do que a maioria das pessoas imagina ser, geralmente é o que eles mais gostam de fazer na vida.

19. Lei do Carma: Newton afirma que para cada ação existe uma reação igual ou oposta. Quando encarnamos em um corpo físico e vivemos uma vida sob o véu do esquecimento, podemos incorrer em carma se não tratarmos os outros com o mesmo cuidado e amor que devemos tratar a nós mesmos. Assim, acabamos encarnando repetidas vezes nesta escola da vida para finalmente, aprendermos esta regra de ouro. Isto foi denominado de roda do carma e porque estamos chegando ao final de um ciclo da reencarnação, transmutar o carma nesta vida é geralmente um dos principais propósitos de vida de muitas pessoas. Felizmente temos uma ferramenta chamada de Lei Universal da Sabedoria para nos ajudar a concluir esta tarefa, permitindo-nos o acesso a toda a sabedoria acumulada que reunimos em todas as nossas vidas. Uma das ferramentas mais importantes desta lei é o perdão, que encerra o padrão de repetição e, assim, neutraliza o carma.

20. Chacra: A palavra chacra é sânscrito para “vórtice” ou “roda”. Os chacras são centros de energia dentro do nosso corpo físico. Existem sete chacras principais entre a coroa ou parte superior da cabeça até a base da coluna. Existem também muitos chacras menores que regulam a energia dentro do corpo.

Cada um dos sete chacras corresponde a uma grande glândula endócrina no corpo e cada uma delas controla áreas e funções físicas específicas.

21. Atualização de ADN: O ADN é o código genético que possibilita a nossa existência multidimensional. Além do padrão de dimensão superior não física, o ADN contém as instruções necessárias para um organismo vivo físico crescer e funcionar. O ADN se encontra no núcleo de cada célula do nosso corpo, exceto nas células vermelhas do sangue e é totalmente repetido em cada célula. As fitas latentes do ADN vibracional mais elevado em nossas células foram chamadas de “ADN lixo” pelos cientistas. Um dos objetivos que a maioria de nós definiu nesta encarnação foi receber a atualização do ADN que está disponível para nós, à medida que nos movemos para a Era de ouro e fora da 3ª dimensão. Esta atualização do ADN vai abrir a porta para experimentarmos a vida multidimensional enquanto existimos em um corpo físico que é exclusivo para os seres físicos no nosso Universo.

22. Meditação: Uma das mais poderosas ferramentas espirituais. A meditação é um ritual que cria um estado em que o corpo fica relaxado conscientemente e a mente é capaz de se tornar calma e focada. A preparação para a meditação inclui aterramento, respirar profundamente, pedir orientação e proteção espiritual. O objetivo da meditação é acalmar os pensamentos do lado esquerdo do cérebro (mente de macaco), a fim de permitir que possa fluir a informação do lado cérebro do direito (inspiração, conexão com o EU superior). Os aspectos de vibração mais elevada de nós mesmos para trazer clareza na vida. Outro objetivo da meditação pode ser ter conversas através de telepatia com outros espíritos ou guias. A meditação também pode ser usada para limpar as energias negativas e para trazer mais luz para dentro do corpo.

23. Aura: É o campo energético que é único para cada ser vivo. Sua aura interior é um reflexo de sua saúde espiritual e sua aura exterior é o seu campo de energia luminosa. Ambas estas auras emanam de sua pele para fora. Sua aura interior vai se expandir entre 15 a 30 centímetros de seu corpo, enquanto a sua aura exterior vai se estender a vários metros de seu corpo. Dependendo de qual estado emocional você está experimentando atualmente, a sua aura vai se transformar em uma cor que combine com a emoção.

Com a prática, pode-se ver as cores da aura de outra pessoa, a fim de identificar a energia desequilibrada dentro do corpo. O campo áurico fraco pode fazer uma pessoa se sentir drenada, é uma boa prática espiritual manter sua aura protegida e forte.

24. Proteção/Limpeza Espiritual: Os nossos guias espirituais e anjos podem fornecer proteção espiritual das interferências em nosso campo energético à medida que avançamos em nosso caminho para um modo de vibração mais elevada de existência. Parte do processo de aprendizagem nesta vida envolve ser submetido à baixa vibração, a fim de aprender a identificar, transmutar e limpar as energias mais baixas que possam existir em nosso campo áurico. Estas energias podem ter sido parte de uma vida passada que levamos adiante nas próximas vidas, mas não pode ser levada adiante para a 5ª dimensão, ou podem ser entidades de carona que se infiltraram no nosso campo áurico através de fissuras. A compensação dessas energias é necessária a fim de passarmos para a vibração do amor da 5ª dimensão. Depois que elas são apagadas, ao pedirmos proteção contra outras energias e entidades de baixa vibração ajuda a continuar a elevarmos a nossa vibração. Uma meditação guiada para a limpeza é uma maneira de limpar e se proteger. A água é um excelente agente de limpeza quando infundida com amor e intenção, banhos de sal do mar com bicarbonato de sódio também podem ajudar com a limpeza. Os cristais também são uma excelente maneira de limpar e se proteger, à medida que eles absorvem e transmutam as energias.

25. Merkaba: “Mer” significa Luz, “Ka” significa Espírito, e “Ba” significa Corpo. Mer-Ka-Ba, ou “carruagem da ascensão”, significa o espírito/corpo rodeado por campos de contra rotação de luz. De acordo com Drunvalo Melchizedek, o campo merkaba é uma estrutura permanente e altamente ordenada merkábica de espirais interligados de energia eletromagnética de contra rotação (rodas dentro de rodas) que existem como parte integrante de toda a criação. A ativação do campo merkaba dentro do nosso corpo vai nos permitir o acesso às dimensões mais elevadas através da consciência. O campo merkaba ativado parece com uma esfera multicolorida girando.

26. Nova Terra: Este é o termo usado para descrever a Terra da 5ª dimensão que será acessada através da mudança em direção à ascensão. O requisito para experimentar uma Nova Terra será a combinação da vibração de acordo com a Lei da Realização Vibracional, como a Nova Terra estará vibrando em uma frequência de 5ª dimensão.

27. Perdão: É um ato de bondade que devemos estender a nós mesmos e aos outros no processo de cura. O perdão também é uma parte importante para transmutar carma entre outras almas. Ho’oponopono é um antigo código havaiano de perdão usado para corrigir as coisas que deram errado na vida de uma pessoa. O perdão pode ser alcançado face a face, por pensamento silencioso e pela intenção, ou escrevendo uma carta e queimando-a como uma maneira de simbolizar sua aceitação. Perdoar a si mesmo é uma maneira altamente vibracional de amar a si mesmo e é importante para subir a escada da ascensão espiritual.

28. Amor/Amar a si Mesmo: O amor é a maior conquista vibracional. O amor é tudo o que há literalmente já que é a vibração do Criador. Amar a si mesmo é uma parte importante para curar as energias presas à medida que avançamos para a existência na 5ª dimensão. Tal como definido pela lei da atração, quando você ama a si mesmo você se abre para ser capaz de receber amor. Ao receber amor, somos capazes de existir em uma vibração de amor em alinhamento com a Nova Terra.

29. Gratidão: No caminho espiritual, a gratidão anda de mãos dadas com a atração da abundância. Todos devem dar graças pela abundância e pelas oportunidades das lições que recebem na vida. O poder e a vibração da gratidão podem ser definidos na forma como ele pode afetar a água no artigo do Dr. Emoto Masuru “O Milagre da Água”. A gratidão é um dos maiores atos de vibração de amor que uma pessoa pode apresentar. Dar graças por ter conseguido através da intenção e da oração é mais verbalizado.

30. EQM/Revisão de Vida: A Experiência de Quase Morte (EQM) pode ocorrer quando o espírito de uma pessoa deixa o corpo e vai para outra dimensão (4ª) e, em seguida, retorna para o corpo para continuar a vida física. Histórias de EQM são úteis para perceber que nossa alma não morre com a morte do corpo físico e que somos espíritos tendo uma experiência em um corpo físico. Isto ajuda uma pessoa a transmutar o medo de morrer, que é um aspecto importante da progressão espiritual. As pessoas que relatam sobre EQM muitas vezes falam sobre ter uma revisão de vida como um filme de tudo o que aconteceu em sua vida. Isso traz a percepção de que tudo o que fazemos é importante e que a nossa vida é gravada nos registros akáshicos. Nós somos o juiz durante uma revisão de vida e parte da sabedoria espiritual inclui perceber que podemos expiar nossas ações agora, graças a experiências de EQM quando é explicado pela revisão de vida.

O processo de despertar é a realização da alma que eleva a vibração conforme é necessário, com a ajuda de seu EU superior no processo de ascensão. Isso permitirá que a vida em uma Nova Terra seja construída sobre as Leis Universais. Estamos todos conectados a Fonte que criou a nossa alma e nossa mônada ou conglomerado multidimensional de nossas vidas passadas. Nós encarnamos com nossos companheiros de alma e com a ajuda dos nossos guias espirituais e anjos da guarda vamos completar nossos contratos de alma e cumprir o nosso propósito de vida. A noite escura da alma traz oportunidades de transmutar o carma e limpar os nossos chacras. Isso permitirá atualizarmos o nosso ADN o que fará a nossa merkaba girar. Através do conhecimento aprendemos a importância do perdão, de amar a nós mesmos e ter gratidão nesta vida. Nós podemos curar nossa aura por meio da meditação, que irá nos proteger para subirmos a escada espiritual e avançarmos em direção à união com a nossa alma gêmea para desfrutarmos de um nível mais elevado de existência do amor e do livre arbítrio.

© Michelle Walling


Origem: In5d | Top 30 Spiritual Terms You Should Know
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Via: 30 Termos Espirituais Importantes Que é Bom Você Conhecer | A Luz é Invencível

LIMPANDO RELACIONAMENTOS, SITUAÇÕES E MÁS LEMBRANÇAS COM ENERGIAS DE PAZ E SERENIDADE …

hooponopono

Ho’oponopono

Por Angela Mauro Peixoto

Ho’oponopono é uma expressão oriunda do Havaí, que significa: Ho’o – causa,  ponopono- perfeição, ou seja, trazer a perfeição para o que não está em ordem, tornar certo.

É uma prática curativa que consiste em repetir algumas palavras, que são como chaves de luz, cuja vibração tem o poder de limpar e curar situações desagradáveis pelas quais passamos e vivenciamos.

Esta prática foi criada pelos sábios Kahunas do Havaí, os Guardiões do Segredo, e transmitida à humanidade por sua representante e sacerdotisa (lapa’au) Morrnah Simeona, falecida em 1992.

Seu discípulo, o professor e psicólogo havaiano Ihaleakalá Hew Len é hoje o responsável pela divulgação desta prática de cura e paz.

A filosofia do Ho’oponopono consiste em repetir algumas palavras que acalmam o pensamento e limpam as emoções. Quando sofremos alguma injustiça, algum trauma ou algo que nos traga o sentimento da raiva ou indignação, é recomendado fazer o Ho’oponopono. Ele libera as energias negativas e põe em ordem o que antes estava desarmonizado.

É um sistema simples, mas muito profundo, que se baseia nos valores ensinados por Jesus e que são os pilares da paz no mundo: Humildade, Pureza, Gratidão, Amor.

Chaves de Luz Ho’oponopono:

Sinto muito
Me perdoa
Sou grato
Eu te amo

Ao repetir as palavras Sinto muito / Me perdoa / Sou grato / Eu te amo, estamos movimentando energias de paz e harmonia. Paz interior em primeiro lugar e, em consequência, paz exterior.

Mesmo que o aquilo que estamos vivendo seja algo impossível à primeira impressão de ser perdoado ou esquecido, o Ho’oponopono deve ser dito. Muitas vezes, sempre.

Ele age como uma vassourinha mágica que limpa sem cessar. Depois de alguns dias já estamos vendo e sentindo aquela situação de outra forma, mais branda ou positiva.  Já se torna possível perdoar, deixar para trás.

A insistência mental cessa, o turbilhão emocional se acalma.

A pessoa  ou situação em questão começa a ser transformada pela energia do amor, da gratidão, do perdão e da humildade, porque essas energia agiram em nós em primeiro lugar.

O Ho’oponopono transforma. Traz ordem mental, emocional, espiritual, física.

Dr. Ihaleakalá Len aconselha: “ Não pense muito sobre como esta prática vai agir. Simplesmente faça.”

Isto porque temos a tendência de procurar respostas, de racionalizar, quando o que precisamos fazer é simplesmente deixar Deus agir.

O Ho’oponopono faz isso: permite que Deus aja, que abra os caminhos para a perfeição em nossa vida.

Não espere, comece hoje a limpar os seus relacionamentos, situações e más lembranças da sua vida, através da energia da paz e da serenidade pela qual o Ho’oponopono trabalha.

Shanti!

Para saber mais: Ho’oponopono Brasil

Via:  Via Pax: Ho’oponopono


HO’OPONOPONO – ORAÇÃO ORIGINAL

Por: Regina Tavares

 

Ho’oponopono, Oração Original
Morrnah Namalaku Simeona

Divino Criador, Pai, Mãe, filho – todos em um.

Se eu, minha família, os meus parentes e antepassados ofendemos Sua família, parentes e antepassados em pensamentos, fatos ou ações, desde o início de nossa criação até o presente, nos pedimos o Seu perdão. Deixe que isto se limpe, purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute essas energias indesejáveis em pura LUZ. E assim é.

Para limpar o meu subconsciente de toda a carga emocional armazenada nele, digo uma e outra vez durante o meu dia as palavras-chave do Ho’oponopono.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem tenho dívidas pendentes. Por esse instante e em seu tempo, por tudo o que não me agrada de minha vida presente

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que eu fiz a eles antes, em alguma vida passada.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu quem pede perdão a esse alguém agora, por este instante, em todo o tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Por este espaço sagrado que habito dia-a-dia e com o qual não me sinto confortável.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Pelas difíceis relações das quais guardo somente lembranças ruins.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade, limpa em mim o que está contribuindo com minha escassez.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: Minhas memórias, eu te amo! Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Neste momento, afirmo que TE AMO. Penso na minha saúde emocional e na de todos os meus seres amados… TE AMO.

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento.

SINTO MUITO, TE AMO.

Minha contribuição para a cura da Terra:

Amada Mãe Terra, que é quem Eu Sou…

Se eu, a minha família, os meus parentes e antepassados te maltratamos com pensamentos, palavras, fatos e ações desde o inicio de nossa criação até o presente, eu peço o Teu perdão deixa que isso se limpe e purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas, transmute estas energias indesejáveis em pura LUZ e assim é.

Para concluir, digo que esta oração é minha porta, minha contribuição, à tua saúde emocional, que é a mesma minha,  então, esteja bem. E na medida em que você vai se curando eu te digo que…

Eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho com você.

Te peço perdão por unir meu caminho ao seu para a cura.

Te agradeço por estar aqui para mim…

E TE AMO por ser quem você é.

Aloha!
Regina Tavares

Via: Ho’oponopono Mente Livre: HO’OPONOPONO – ORAÇÃO ORIGINAL

OS IRMÃOS CONFEDERADOS NA LUZ JÁ ESTÃO ATUANDO NO PLANO ASTRAL DA TERRA…

contato

A chegada de outros seres

Por: Luzbela

Existe um lugar ao qual costumo chamar de “Casa Portal”, por onde tenho tido inúmeras experiências quando estou em plano astral.

Meu espírito constantemente me levava para lá, com objetivo de acessar aos portais que existem disponíveis para que eu tenha contato com outros seres.

Prometo em outro momento escrever mais detalhadamente sobre a “Casa Portal”, mas quero primeiramente compartilhar com vocês o que vivenciei nesta madrugada, pois fui solicitada que fizesse, pois desta forma estaria cooperando com o esclarecimento de muitos que também estão sendo contatados em sonhos.

Ao chegar na “Casa Portal”, encontrei alguns humanos ao qual minha alma teve ligação de espírito e carmas e muito deles já estão desencarnados.

Meu mentor me acompanhava, pelos cantos da casa, em alguns momentos ele era imperceptível, em outros tão visível quanto os outros.

Percebi que todos estavam seguindo para o quintal dos fundos da casa, pois havia algo de estranho acontecendo na parte externa. Vimos diferentes cores se manifestar no céu, que alternava entre cores lilás, rosa e roxo, em tons brilhantes, semelhante a uma aurora boreal, as cores moviam-se de um lado para o outro, parecendo fazer ondas no céu.

Algum tipo de energia estática que vinha do universo começou a atrair os objetos para as nuvens, roupas e até carros estavam voando como se fossem balões de gás, neste momento tudo ficou muito confuso para nós, até que em poucos estantes percebemos que não estávamos mais sozinhos.

Fomos para frente da casa, pois toda a rua estava repleta de seres que vieram do espaço. Eles estavam a todo lugar, eram muitos, dentro e fora de casa, por todas as residências, as pessoas se assustaram, mas de alguma forma, a presença deles conseguia controlar o pânico entre os humanos que estavam em choque.

A presença deles era algo tão impressionante que começamos a ouvir os pensamentos uns dos outros, naquele instante todos nós estávamos nos comunicando de forma telepática, pude ouvir vários pensamentos, principalmente dos que estavam emanando vibrações de medo.

As perguntas que faziam eram:
– Será que seremos feitos de escravos? Será que vieram nos matar? Vão nos levar para algum lugar? Vamos sofrer, vamos sentir dor? Alguns diziam que aquilo deviam ser sinais do fim dos tempos.

Era possível distinguir as vibrações energéticas de cada um de nós, segundo os pensamentos que eles emitiam. Nossos visitantes espaciais estavam separando essas pessoas em grupos, eles eram levados para fora das casas por um ou mais extraterrestres.

Para os de vibrações sutis, eles pediam para manter-se dentro de suas casas. As pessoas que estavam na mesma casa que eu, foram chamadas para sair, todas elas foram guiadas a seguir junto aos grupos que estavam se formando no lado de fora.

Alguns humanos começaram a separar alimentos em pratos, na intenção de oferecer aos extraterrestres. Outros quando saiam das casas pegavam suas melhores roupas, alguns com objetos feitos em ouro, eles seguiam para os grupos formados no lado de fora e colocaram objetos, comidas e roupas no chão, como uma espécie de oferenda, semelhante a essas religiões que colocam doce para oferecer aos santos. Todos foram repreendidos quando disseram a eles “chega de crenças tolas”.

Depois disso não vi para onde eles foram levados, sei apenas que não estavam mais ali, haviam todos desaparecido diante dos meus olhos. Os seres continuavam entrando nas casas, eles abriam as portas e janelas de todas as residências. Não passavam pelas portas, simplesmente apareciam dentro da casa, transitando por todos os corredores, iam até os fundos da casa e depois sumiam. Não mexiam nem pegavam em nada apenas transitavam, mas podia perceber a mudança vibracional que ocorria apenas pela presença deles no local. Tudo era tão calmo e claro, como se houvesse havido uma grande limpeza.

Em um momento, entraram dois seres extraterrestres, um deles sentou no sofá que estava a minha frente e ficou apenas me olhando.

Ele me disse que em breve eu iria com ele, perguntei se isso seria uma ordem, ele respondeu que não, mas que estava ali para ajudar-me a recordar sobre quem eu era.
Perguntei a ele “quem eu sou?” Ele respondeu “você e a minha esposa!”
Ao ouvir passei a observa-lo para encontrar algum vestígio na minha memória sobre aquele rosto. Ele disse que sua aparência se tratava apenas de um holograma que ele escolheu segundo o que eu hoje considero agradável. Disse que todos ali estavam assim, em formas holográficas, até que nossos olhos pudessem acostumar-se com suas reais aparências.

Depois do nosso diálogo, ele começou a falar em um idioma totalmente desconhecido para mim. Havia um outro ser extraterrestre ao meu lado escrevendo em uma superfície eletrônica tudo que ele falava. Depois ele mudou sua forma de falar para o inglês, e dizia que seria estabelecido um idioma universal.

Levantei para ver o que estava acontecendo no lado de fora das casas, vi centenas, talvez milhares de naves planando no céu, era em forma triangular, pareciam pipas de metal. Muitos dos extraterrestres estavam abrindo buracos no asfalto, pareciam estar construindo uma nova cidade.

Nenhum humano estava trabalhando. Eles pediam para todos que se sentiam bem com a presença deles que ficassem nas suas casas. Muitos deles desciam das naves com ferramentas enormes, pude ver quando tiraram as tubulações de esgoto do chão.

Perguntei sobre os grupos de humanos que tinham ido para o lado de fora das casas. Ele disse “foram conduzidos aos templos de compaixão e estão bem”.

Acabou assim a minha projeção. Quando acordei pela manhã sentia-me muito aliviada, na verdade ao abrir os olhos, já estava com um enorme sorriso.

Pela manhã, recebi de meu mentor a orientação para compartilhar tudo que vi, de forma que as pessoas compreendam como eles já estão agindo nos planos sutis.

Vejam bem, nada disso se trata de uma previsão! Tudo que foi relatado é um fato que já acontece atualmente em lugares específicos da terra. Primeiramente com os que estão desencarnados, pois muitos estão presos as realidades da 3D e receberão primeiro a chance de escolher se querem alternar a polaridade de suas frequências ou se preferem ser transferidos para os lugares que correspondem as suas baixas energias, que atualmente está sendo varrida da terra.

Depois, nós, encarnados, veremos suas aparições, e talvez tudo aconteça de forma bem semelhante ao que eu pude presenciar.

O que meu mentor pede para destacar é que tudo será pacífico, apesar de espantoso. Não julgue suas formas apenas sintam com o coração. Façam escolhas conscientes e na dúvida invoque a intervenção de seus mentores e guias.

Por fim, quero agradecer a esses irmãos galácticos que me permitiram ir ao local para que eu pudesse ver e relatar tudo que aconteceu a vocês. Confesso que senti por muitas vezes desconforto por não saber em exato o que acontecia, mas me senti extremamente amparada por meu mentor, e pela aproximação cautelosa e pacífica que todos tiveram comigo.

Outro detalhe que não posso deixar de mencionar, é que todas as conversas que foram feitas no plano astral aconteceu de forma telepática, nenhum deles falavam movendo os lábios, eu também não movia os meus lábios, apenas pensava e após a projeção, durante o meu dia de hoje, passei por uma situação dentro do transporte público onde tive a certeza de estar ouvindo o que duas pessoas pensaram, até foi um pouco constrangedor porque fiquei olhando para um deles pois achei que estava falando comigo, depois a segunda pessoa a mesma coisa então preferi não encarar novamente para evitar confusão. Bom, acho melhor eu ter mais clareza sobre esse fato, antes de confirmar algum avanço mental (hehehe).

Desde já agradeço aos que ouviram todo o meu relato com atenção, digo a vocês que, se chegaram até o final é porque suas almas possui familiaridade com o que foi falado, e saberá tirar proveito no momento mais oportuno.

É como se tivessem treinando suas mentes, para que no momento certo tudo não pareça tão impactante. Poderão então, concentrar-se no profundo amor e luz de seus seres para de forma consciente, escolher a ajuda que desejam receber.

Seja para os que ficarem quanto para os que forem levados, todos estarão sendo ajudados. Tudo já esta sendo feito com grande cuidado e amor para o bem maior de cada alma, portanto não há o que temer. Deixem que seus corações sejam a bússola e contem sempre com o trabalho de orientação e proteção de seus mentores.

Envio amor e luz a toda terra, e aos nossos irmãos do universo sem extinção de raça ou espécie. Gratidão!

Por: Luzbela em 8 de dezembro de 2016.

“ao compartilhar inclua os créditos, informando o link de origem desta mensagem”


 

Via: ANTIGA ALMA: A chegada de outros seres

A COMPATIBILIDADE É FUNDAMENTAL PARA RELAÇÕES DURADOURAS E FELIZES…

relacionar

A compatibilidade e os relacionamentos

rp_acturianos-300x154-300x154-1-300x154.jpg
Os Acturianos

Mensagem canalizada por: Laura Vendas

Amados irmãos

Estamos aqui hoje para lhes falar sobre a compatibilidade, esta ferramenta de união que precisa ser mais explorada por vocês para conquistarem momentos mais prazerosos em suas vidas.

Nós vemos que para vocês esse é um tema de muitos dissabores, porque vocês se aliam e muitas vezes constroem relacionamentos sem levar em conta a compatibilidade com as pessoas ou grupos com os quais vocês se relacionam.

A compatibilidade é prima irmã da sintonia e dos sincronismos. Para iniciar qualquer relacionamento e ter a certeza de que vocês serão felizes em suas escolhas de amores, amizades ou trabalho é preciso levar em consideração o grau de compatibilidade que vocês tem com as demais pessoas envolvidas.

São frutíferos os relacionamentos onde haja maior grau de compatibilidade. Interesses afins são ancoradouros de uniões longas e felizes, porque através de desejos e metas comuns, a busca e realização de seus sonhos se tornam mais leves quando compartilhadas com outras pessoas.

É através da compatibilidade que casais e grupos afins realizam seus projetos, inclusive os mais íntimos e prazerosos. Normalmente, humanos se envolvem facilmente em grupos de compatibilidades comuns e aí são felizes nos resultados desses encontros.

Mas é nos relacionamentos mais íntimos, especialmente dos casais, que a compatibilidade é ignorada, levando a relações fracassadas, que fatalmente terminam de forma desastrosa, deixando atrás de si rastros de mágoas e ressentimentos.

Isso seria bastante minimizado se as pessoas buscassem além da paixão, a compatibilidade de gênios e objetivos em suas relações amorosas. Este seria o primeiro requisito para um relacionamento duradouro e feliz.

No entanto, o que observamos é que os casais só se dão conta da incompatibilidade depois de efetivarem suas uniões. Deixam a paixão inicial falar mais alto e não buscam nutrir seus relacionamentos por interesses comuns.

Ao contrário, entram em disputa e jogos que atiçam o rancor, a mágoa e até mesmo o ódio entre si. Isto acontece porque essas pessoas ainda não aprenderam a amar incondicionalmente e tentam driblar sua frustração, jogando para o outro a responsabilidade pela sua felicidade ou infelicidade.

Se tivessem investido seus sentimentos em alguém com objetivos semelhantes, certamente esses interesses em comum nutririam a relação até que a paixão inicial fosse substituída pelo amor real, o amor que ama o outro aceitando-o como é, sem procurar mudar a pessoa, na crença equivocada de que se o outro mudasse poderia te-lo feito feliz.

É essa a razão, meus queridos, do fim de muitas relações em seu mundo polarizado. Onde as diferenças podem se equilibrar e minimizar quando os relacionamentos buscam prazeres e objetivos em comum.

Nós lamentamos quando observamos o quanto vocês se frustam e se machucam em seus relacionamentos íntimos, familiares e sociais, porque se esquecem de buscar e compartilhar relações com pessoas compatíveis com seus interesses.

A compatibilidade é um imã eficiente de prazer, de relaxamento e de aceitação do outro. É um caminho seguro para a realização e satisfação em suas relações, inclusive espirituais.

Quando vocês se reúnem em grupos compatíveis espiritualmente, certamente terão melhor desenvolvimento de suas faculdades psíquicas e emocionais. Isto porque, aliada à empatia, a compatibilidade é o combustível para o sucesso de toda e qualquer relação humana.

Orientem-se pela intuição e usem e abusem dos diálogos para descobrir a compatibilidade em qualquer área de relacionamentos que vocês desejam construir. Fujam daqueles onde vocês percebem que os interesses e os objetivos diferem daquilo que vocês realmente desejam atrair para suas vidas.

A compatibilidade é uma ferramenta que deve ser observada e cuidada para garantir a sua felicidade conjugal, social, profissional e espiritual. Ela pode e deve ser exercitada em todas as áreas de sua vida.

Essa ferramenta agrupa e reúne os seres em interesses compatíveis, minimizando as frustrações e os fins rancorosos e perniciosos de relacionamentos.

Usem a vossa intuição, ela é a mais perfeita bússola para leva-los a descobrir relações duradouras e felizes.

Nós somos os Arcturianos e nos juntamos em grupos de seres compatíveis para criar e realizar os nossos desejos e é desta forma que estamos construindo a nossa relação com a humanidade, nos comunicando com pessoas compatíveis com as nossas intenções e nossas áreas de atuação.

Estamos lembrando-lhes desta ferramenta para que vocês meditem sobre ela e a usem daqui por diante para atrair para si o mundo de paz e alegria que todos nós desejamos para vocês.

Somos Um.

Os Arcturianos.

Cuiabá/MT – 29.10.2016


Via: A compatibilidade e os relacionamentos – Acturianos » Coração Avatar

O VERDADEIRO AMOR VAI ALÉM DE TODOS OS CONDICIONAMENTOS…

sol-coração

Amor

Por: Prama Shanti

O Amor é o seu próprio ser, é o seu estado natural. Quando você ama, sua alma respira. Mas isto se tornou difícil, você foi afastado de sua origem, não se reconhece mais. Você foi afastado de sua natureza, foi violentado para que não soubesse mais quem você é. Isto foi preciso para que você pudesse ser escravizado.

Se você não souber mais quem é e de onde vem, perde sua identidade e pode ser escravizado. Todos vocês sofreram este mesmo processo.

E o amor é a chave que pode levá-lo de volta à sua origem. O amor é perigoso porque pode desfazer toda a violência que você sofreu, pode levá-lo de volta a sua origem natural. Aí você não poderá mais ser dominado e escravizado.

Este foi o segundo passo da estratégia de dominação. Primeiro lhe fizeram esquecer quem você é. Depois fizeram esquecer o que o Amor realmente é. Encherem o amor de sentimentos antagônicos para que você nunca mais o reencontrasse. Hoje o amor é entendido como posse e apego. Domínio e sofrimento. Amar passou a ser o sinônimo de sofrer. As pessoas tem medo de amar, porque amor virou sofrimento.

Amar deveria ser natural, pois é a sua natureza. Mas isto foi tirado de você. Você tem medo de amar e não sabe mais quem é, não se reconhece.

Agora é necessário reaprender a amar, reaprender a ser você. Amar verdadeiramente vai contra todos os padrões de sua sociedade, ninguém vai entendê-lo, você se tornará uma ameaça aos seus amigos e muitos se afastarão de você. Amor é uma revolução, e mostra aos outros o caminho de volta e a transformação. E as pessoas tem medo de mudar, tem medo do desconhecido, foram violentadas, escravizadas e se tornaram submissas e covardes. Se você amar verdadeiramente, elas se sentirão agredidas porque você lhes mostrará o quanto estão perdidas.

Amar é cuidar do outro, ser responsável pelo outro e sentir as suas necessidades. E ao mesmo tempo respeitá-lo como um ser divino, puro e livre. E também ter a capacidade de colocar-se em seu lugar e compreende-lo. Tudo isto é natural em você, mas lhe fizeram esquecer. Ensinaram-lhe coisas diferentes sobre o amor.

Se você amar desta maneira, sentirá uma alegria interior muito grande, pois será o reencontro com a sua essência. Você se sentirá tão gratificado que não precisará receber nenhum retorno pelo seu amor. Você verá que o ato de amar lhe gratifica e este amor será naturalmente incondicional.

Estes são dois atributos que foram deturpados: que o amor seja incondicional. Fizeram-lhe parecer que isto é coisa de santos e que você não poderia amar desta maneira. Mas se você amar realmente, se sentirá gratificado e amará incondicionalmente. Também lhe condicionaram a ter medo do futuro, a viver apenas pelo futuro. Aprenda a celebrar o agora e você sentirá que o amor precisa de liberdade e só pode ser vivido no presente. Não existe amor futuro, porque amor é o ato de amar. Não existe “estar amando” !

O amor é incondicional e só acontece agora e em liberdade.

Aprenda a amar assim, é o primeiro passo para sua libertação.

Se você amar assim, verá que isto repercute em você, sua alma respira e você se conecta ao seu verdadeiro Eu. Verá que o amor é você e não o objeto do seu amor. Se amar assim, amará a todos indistintamente. Seu amor não terá foco neste ou naquele, mas em todos. E amando todos você se sentirá um com todos, e estará amando também a si mesmo.

É natural que mesmo amando a todos, você prefira se relacionar especialmente por algumas pessoas. Ensinaram-lhe que neste caso o amor deveria ser diferente, que deveria ser um amor maior ou mais completo. Isto também foi feito para deturpar o amor. Misturaram o amor com outras coisas.

Você pode ter vontade de estar ao lado de determinada pessoa. Suas energias podem ter afinidades maiores e o relacionamento pode trazer situações mais gostosas. Pode haver atração física e sexual. Mas nada disso modifica o amor, são apenas outras coisas que a sociedade mistura com o amor para deturpá-lo.

O amor é sempre livre e incondicional, nunca o misture com saudades, desejos e vontades. Permita que ele continue puro, senão não será mais amor, mas apenas um apego egoísta.

Seja livre e feliz, reencontre seu caminho de volta amando verdadeiramente!

através de Prama Shanti, em 27/10/2016

 


 

Via: Amor | Prama Shanti

QUANDO AS CHAMAS GÊMEAS SE REENCONTRAM NA TERRA…

radha-e-krishna

O VERDADEIRO ENCONTRO ENTRE ALMAS GÊMEAS

Por: Prof. Alexandre Campelo

(Quando ler no texto “alma” com “a” minúsculo, entenda como “jiva”, o ego e, quando ler “Alma” com “A” maiúsculo, entenda como o Atman ou Deus em nós.)

As almas gêmeas existem e o verdadeiro encontro entre elas é regado por doce e profundo romantismo, pois é um encontro entre almas. O romantismo entre almas é puro, inocente como o encontro doce entre crianças. Em essência, a Alma é perfeita em si mesma, pois é o Atman. Como tal, não necessita de uma contraparte, mas quando a Consciência desce aos reinos causal, astral e físico, surgem as chamadas almas gêmeas como polaridades de um mesmo Eu.

Visualize uma vela. Faça de conta de que a vela representa o Eu maior, o Atman. No reino do Absoluto não existe dualidade, portanto, só há uma vela que é a Consciência pura, imaculada. Essa mesma vela, o Atman, no reino da ilusão ou dualidade, é dividida em duas, o que acaba gerando as almas gêmeas.

Elas existem, mas somente no reino da dualidade, não no Absoluto.  No Absoluto ou Nirvana, o estado puro, somente Atman é real. O surgimento das almas gêmeas ocorre com a queda do estado Nirvânico para os reinos causal, astral e físico, a mesma queda narrada no Gênesis do Antigo Testamento, a Torá. Adão e Eva representam as consciências gêmeas de toda a humanidade. Ao descer do elevado estado de Consciência Edênica, a Alma, sempre pura e única, dividiu-se em duas polaridades complementares: Adão e Eva, ou seja, as forças da razão e da emoção tanto no homem quanto na mulher.

Aqui, no reino da dualidade, as almas gêmeas se encontram com o propósito de acelerar a própria evolução. O encontro entre elas é uma benção para a humanidade. Rama e Sita, Francisco e Clara de Assis, Krishna e Radha, Ramakrishna e Sarada Devi, são alguns exemplos desse sublime reencontro.

Claro que, entre almas tão excelsas como as que acabei de citar não há o contato físico ou sexual. Santos e avatares superaram as limitações carnais e esse encontro puro existe apenas para a elevação da consciência de milhões.

No panteão hindu vemos os deuses (as forças cósmicas que representam o Deus único) com as suas respectivas contrapartes. Brahma, o Pai, o manifestador cósmico com Sarasvati, a deusa da sabedoria, das artes e da música. Vishnu, o preservador cósmico, o Filho, com Lakshmi, a deusa da beleza, da fortuna e da generosidade e Shiva, o destruidor cósmico, o Espírito Santo, com Parvati, a deusa Shakti, a força suprema do universo.

Quando autênticas almas gêmeas se encontram, o amor é indescritível. Existe um poderoso laço de união. Esse tipo de encontro é raro e somente está predestinado ao sucesso quando ambos elevam suas consciências, buscando o reino de Deus e não os fugazes prazeres dos sentidos.

O verdadeiro encontro entre almas gêmeas é uma tremenda força espiritual capaz de levar o casal à realização divina. Não que não existam percalços, dificuldades, inclusive para estarem juntos, pois maya trabalha no sentido de impedir tal união, mas, seja como for, a verdadeira união entre almas gêmeas será, sempre, de grandes afinidades e o intenso desejo por crescimento espiritual. Sentir-se completo, realizado ou realizada na presença do ser amado é o requisito primeiro em tal relacionamento.

Quando não há crescimento espiritual, quando não há autêntica alegria na presença da pessoa amada, desconfie! Ali não há o verdadeiro encontro entre almas gêmeas. Mas, lembre-se, mais vale o encontro entre almas afins do que entre supostas almas gêmeas que não caminham em direção a Deus.

As verdadeiras almas gêmeas caminham para a felicidade interior e construção de um mundo melhor, pois a meta final desse encontro é o reencontro consigo mesmo, o Atman, a origem edênica. O real encontro entre almas gêmeas é uma bênção para o mundo.


Via: O VERDADEIRO ENCONTRO ENTRE ALMAS GÊMEAS – Yogabook

A ELEVAÇÃO DE CONSCIÊNCIA NOS TRARÁ A AUTOSSUSTENTABILIDADE…

Hyperions-by-Vincent-Callebaut-21-1020x610

UMA VISÃO DA NOVA TERRA

Por: Owen K. Waters

 

Uma grande mudança para uma consciência mais elevada esteve se acelerando desde a década de 60. A parte progressiva da humanidade está estendendo a consciência humana para novo território.

À medida que a Mudança progride ao longo das décadas à frente, a intuição irá se desenvolver e as pessoas começarão a notar que os seus cinco sentidos adquiriram uma nova sutileza. A Terra será vista como mais bela do que nunca, cheia de sutilezas de cor e de perfumes que estiveram sempre lá e que, entretanto, nunca foram antes detectados. O espírito da humanidade estará focado na paz e na esperança de um novo amanhã, que se revelará como se fosse a chegada do céu na terra.

A Humanidade de amanhã se desenvolverá no sentido da cooperação e não da competição. As pessoas tratarão outras pessoas como entes queridos e como se elas fossem uma família amada, porque elas verão a luz no outro e saberão que estamos todos conectados. Aquilo que costumava ser um fardo agora se tornará uma alegria, enquanto as pessoas trabalham para se ajudarem e se apoiarem.

Desaparecerá a velha maneira de se concentrar principalmente no ganho materialista, porque as pessoas, estando centradas no coração, desejarão que todos tenham tudo o que elas precisam e tudo o que ajude a tornar a vida uma experiência alegre.

Na frente da tecnologia, a energia será, um dia, limpa e abundante, depois que aprendermos a nos ligarmos e convertermos a energia etérica revigorante que flui do Sol. A energia etérica tem sido utilizada há milhares de anos nas aplicações não tecnológicas sob os nomes de chi, prana e força vital universal. É a energia principal do Sol, enquanto a energia elétrica mais densa é uma energia secundária relativamente menor. Nikola Tesla, o inventor dos sistemas de energia de corrente alternada de hoje, experimentou a energia etérica e reconheceu que ela se comportava de forma bastante diferente da energia elétrica e a descreveu como “eletricidade fria”.

Há menos de 200 anos os princípios fundamentais da energia elétrica foram descobertos. Quando os princípios de seu irmão mais velho, a energia etérica, forem dominados, a porta poderá potencialmente ser aberta para uma ampla variedade de tecnologias há muito tempo procuradas. Estas podem incluir a energia abundante e limpa, blindagem gravitacional, propulsão magnética de veículos espaciais, telas de força protetora, teletransporte e porque a energia etérica é a energia vital, uma grande variedade de tecnologia avançada de cura.

Eventualmente, todas as formas de toxicidade serão abordadas e corrigidas. Desaparecerá a poluição impensada por produtos químicos tóxicos e a fumaça de queima de combustíveis. Não haverá mais a toxicidade do sofrimento humano que polui a atmosfera mental que todos nós compartilhamos. Não haverá a toxicidade do medo e todas as suas manifestações incapacitantes.

O Amor será o caminho e o Caminho será o Amor. As pessoas verão Deus nos outros e manterão um sentimento de tolerância para que todos possam buscar seu próprio caminho espiritual. Desaparecerão as rivalidades de facções religiosas mesquinhas. A nova visão da natureza de Deus será universal.
Não haverá a necessidade tóxica de exercer o controle sobre os outros, pois os medos que causam isto irão se dissolver e serão levados suavemente com o vento.

A Humanidade irá construir um mundo de grande beleza, em harmonia com a natureza. A própria natureza será honrada como uma bela expressão do Criador. As pessoas irão dar graças à consciência da Mãe Terra que nos apóia e à consciência do Sol que nos nutre continuamente com a energia vital. E acima de tudo, as pessoas agradecerão à consciência de Deus pela própria vida e pela alegria que a comunhão com o Espírito Divino traz as nossas próprias almas e ao nosso sentido de ser mais profundo.


Owen Waters é o autor de “Love, Light Laughter:The New Spirituality”, disponível em livro impresso ou como e-book em:http://www.infinitebeing.com/ebooks/love.htm

Fonte: The Spiritual Dynamics Academy | Articles | A Vision of the New Earth
Tradução: Regina Drumond  – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: Luz de Gaia | Uma Visão da Nova Terra Mensagem de Owen K. Waters 14.10.16

NADA ACONTECE POR ACASO…

wearetrulyhappy_thumb.jpg

DESTINO, SORTE E CONTRATOS DE ALMA

Por: Tanaaz

Antes de você estar incorporado neste espaço a sua alma fez um Acordo. Antes de vir para a forma humana, sua alma teve um Propósito ou o Destino que concordou em cumprir. Este destino foi escrito e é o seu Contrato de Alma.

Todos nós temos Contratos de Alma e, essencialmente, é a lista de lições que são destinadas a aprendermos neste tempo de vida, a fim de avançar a nossa alma a um nível superior de consciência.

Eu já visualizei Contratos de Alma muitas vezes através da meditação e ao fazer leituras intuitivas, e aqui está o que eu sei:

• Sua hora, data e local de nascimento não acontecem ao acaso
• A família que você nasceu foi escolhida especificamente para você
• Algumas pessoas estão destinadas a entrar em sua vida para ajudar a curar algo, quer de uma vida passada ou desta
• Os acontecimentos em sua vida acontecem para ajudar a evoluir para um estado superior de consciência
• A morte também está incluída em seu contrato de alma, mas não como uma data, é um Momento em sua vida – momento em que você percebe que realizou tudo o que precisa para retornar à forma espiritual

Você foi enviado para essa dimensão da Terra em um momento específico, para um lugar específico e com um propósito específico.

A vida é cheia de escolhas. Todos nós temos o livre arbítrio, somos todos responsáveis (até certo ponto) pela forma como queremos que a nossa vida se desenvolva aqui.

Estas escolhas são vistas como nossa sorte/sina – podemos escolher qual o caminho da queda, podemos escolher qual o caminho a evitar e que caminho seguir, mas uma coisa que não podemos mudar é o nosso Destino.

Nosso Destino é essencialmente experimentar o Amor Incondicional do Universo e, muitas vezes, isso leva muitas jornadas, através de muitas vidas e dimensões, a fim de retornar finalmente à esta Energia.

Todas as almas na Terra estão aqui em diferentes fases da sua evolução consciente, algumas estão concluindo e algumas estão apenas começando, mas de qualquer forma estamos todos ‘de acordo’ para estar aqui.

Essencialmente, o seu Contrato de Alma é o acordo (Pacto/Aliança) que você fez com você mesmo, a fim de ajudá-lo a crescer e evoluir para um estado superior de consciência, mas, não está sozinho. A você também é dada ajuda ao longo do caminho por seus Guias/Instrutores e Anjos.

A fim de cumprir o seu Contrato de Alma você também recebe um conjunto de Guias espirituais, Anjos e pessoas para ajudá-lo. Se você está aberto o suficiente, você sempre receberá Sinais, mensagens e pistas sobre se você está seguindo o Caminho superior ou o Destinado.

Uma das melhores pistas físicas de que você está seguindo o seu Contrato de Alma ou Caminho superior é quando ocorre a Sincronicidade ou coincidências estranhas para levá-lo de um lado para o outro.

Outro bom sinal de que você está seguindo o Caminho elevado é quando você parece conhecer as pessoas certas no momento certo, que podem oferecer-lhe informação, orientação e assistência, quando você estiver em dúvida ou quer aprender.

Há algum debate sobre se você pode, ou não, quebrar o seu Contrato de Alma. Alguns argumentam que tudo que você faz é parte do seu Contrato, e outros acreditam que você pode passear fora de seu caminho escolhido. Mas quebra sua parte no Acordo?

Eu não acho que seja possível nunca realmente quebrar seu Contrato, mas pode haver momentos em que suas escolhas nem sempre fluem com o seu Destino. Quando isso ocorre você pode experimentar confusão, negatividade ou doenças, mas lembre-se que tudo isso às vezes é necessário para ajudá-lo naturalmente a alinhar-se e retornar ao Fluxo.

Pense no seu Contrato de Alma como a montanha que você estava destinado a subir. Você pode escolher a forma de chegar ao topo, você pode escolher o caminho que você quiser subir; cada uma destas escolhas resulta numa experiência completamente diferente, mas o Destino será sempre o mesmo.

Sua montanha vai continuar a crescer, mudar e evoluir à medida que você caminha, mas seu Propósito aqui na forma humana sempre permanecerá.

Não é uma corrida para ver quão rápido você pode chegar ao topo, não é um desafio necessário tentar escalar a montanha de outra pessoa, o desafio está em ser fiel a si mesmo e escalar a sua montanha com facilidade e graça; entusiasmado por onde a viagem vai levá-lo.


Tradução Vilma Capuano vilmacapuano@yahoo.com.br
Origem: FOREVER CONSCIUS | Destiny, Fate and Soul Contracts

Fonte: DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br / DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: DESTINO, SORTE E CONTRATOS DE ALMA

O AMOR ENTRE CHAMAS GÊMEAS…

Chamas-Gmeas_thumb.jpg

Chamas Gêmeas

Por: Instituto Aura Mater

Cada um de nós tem uma Chama Gêmea. As Chamas Gêmeas foram criadas juntas, por Deus, como um só ser. Desceram do plano espiritual e, no atual ciclo evolutivo da humanidade, deveriam ter-se mantido unidas, ainda que em corpos separados, feminino e masculino. No entanto, separaram-se por causa do carma e a necessidade de transmutá-los fez com que ficassem distantes uma da outra. Apesar disso, o grande amor que as une faz com que sempre se busquem. A Chama Gêmea de cada pessoa é única; é a sua outra metade, seu complemento, o seu outro eu. Encontrar a Chama Gêmea é importante para que possamos manifestar a unidade na qual fomos criados.
A HISTÓRIA DAS CHAMAS GÊMEAS

Quando fomos criados, éramos um só ser e, na unidade inicial, manifestávamos as características às quais chamamos atualmente femininas e masculinas. Éramos uma grande esfera de luz, um único corpo de fogo branco, portador da essência e da individualidade divina. No processo de descida aos planos da matéria, aconteceu a polarização da esfera de luz, que passou a apresentar separadamente os aspectos femininos e masculinos, como num tai-chi celestial, no qual os dois lados opostos se completam. Na polarização, ambas as partes mantiveram o mesmo padrão de identidade e cada uma tornou-se uma “Presença Eu Sou”.

Cada Presença Eu Sou emanou um raio de sua luz e formou corpos, que passaram a evoluir nos planos da matéria. O plano divino era que as Chamas Gêmeas descessem à matéria tomando a forma masculina e feminina e expressassem o amor que as une, relacionando-se com harmonia e vivendo o êxtase do amor, durante toda a sua evolução. O plano divino para elas era, embora em corpos separados, permanecessem juntas, manifestando em Ômega a mesma unidade na qual foram criadas em Alfa. No entanto, ao longo do tempo, isso não aconteceu. As Chamas Gêmeas afastaram-se do ideal de felicidade, harmonia e perfeição. Fizeram escolhas que as levaram para longe uma da outra, adquiriram carma uma com a outra, com outras pessoas e também com outras expressões de vida. Isso fez com que se separassem. Cada uma precisou transmutar as energias que corrompeu.

À medida que transmutam seus carmas, vão se preparando para o retorno ao estado inicial de união. Quando as Chamas Gêmeas se encontram no plano físico, nem sempre isso representa o retorno à unidade permanente, mas seu reencontro é sempre sentido por elas como plenitude, como se aquilo que faltasse a uma fosse encontrado na outra. A grande atração que existe entre as polaridades opostas das Chamas Gêmeas cria um ímpeto de busca de uma pela outra para se completarem. O grande amor que as une fará com que, de encarnação em encarnação, procurem sempre se reencontrar e viver juntas, embora nem sempre isso realmente se realize no plano físico. Quando todo o aprendizado na matéria se completa, as Chamas Gêmeas retornam à unidade inicial, agora como resultado da mestria adquirida durante as várias passagens pela matéria. E são felizes para sempre…

ONDE ESTÁ NOSSA CHAMA GÊMEA?
  • Encarnada? Nesse caso, estará perto ou longe de nós? Formamos um par ou não? Nós nos conhecemos ou não?
  • Desencarnada? Em qual situação encontra-se? Estará com sua identidade divina preservada ou estará como uma alma sem rumo?
  • Ascensa?
OS TIPOS DE CASAMENTO, SEGUNDO OS ENSINAMENTOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA
  • Casamento cármico: entre pessoas que têm carma negativo uma com a outra. Estão unidas pelo carma. O objetivo desse tipo de casamento é a transmutação do carma que elas tem uma para com a outra.
  • Casamento de almas companheiras: entre pessoas que não são Chamas Gêmeas.  Estão unidas pelos laços de amizade, de amor fraterno, pelas semelhanças e afinidades ou pelo serviço que desejam prestar aos filhos e à humanidade. Geralmente são uniões estáveis.
  • Casamento entre Chamas Gêmeas: a união, na matéria, das Chamas Gêmeas. Essa união, na maioria das vezes não tem a aparência de um conto de fadas, porque as Chamas Gêmeas têm carma uma com a outra e estão juntas para se resolverem. No entanto há uma grande atração entre elas e, embora vivam muitas vezes um casamento com muitos conflitos, há entre elas uma força muito grande que as impulsiona a permanecer juntas.
  • Casamento alquímico: é um elevado estado de consciência no qual a alma (os quatro corpos inferiores) une-se ao espírito (os três corpos superiores).
O IDEAL A SER VIVIDO NO CASAMENTO PODE SER EXPRESSO NESTE TEXTO

“O homem e a mulher, sacerdote e sacerdotisa diante de Deus, unidos em profundo amor, conferem um ao outro o complemento de suas individualidades. Olhos nos olhos contemplam, em adoração mútua, a face de Alfa e Ômega espelhada no seu par. Esse amor verdadeiro gerará esferas de luz, círculos santificados de vida e amor, que se alargarão para incluir  a progênie, em seguida a comunidade e depois o mundo inteiro.”

COMO NOS UNIR ESPIRITUALMENTE COM A NOSSA CHAMA GÊMEA
Fazendo o Círculo da Unidade:

De pé, visualize a imagem do seu Eu Divino e, em especial, a Presença Eu Sou. Visualize um raio de amor unindo o seu coração ao coração de sua Presença Eu Sou. Mergulhe a mão direita no fogo espiritual da câmara secreta do coração e trace com ele um círculo de união em torno de você e de sua Chama Gêmea. Visualize esse círculo de união com 4 metros de diâmetro, como um aro de fogo sagrado que repelirá tudo o que se oponha à união de vocês. Visualize você e sua Chama Gêmea como focos de energias espirituais com polaridade positiva e negativa, as duas metades da figura do tai-chi girando. Consagre o amor que os une a Deus.

Mantendo o contato interno

Na realidade, o contato entre as Chamas Gêmeas existe, mesmo quando elas não se conhecem na matéria. O que acontece com uma delas influencia a outra. Há um circuito constante ligando uma à outra. Mesmo quando estão em níveis evolutivos diferentes ou não se conhecem, podem manter o contato interno. Esse contato amplia a luz uma da outra, pois cada Chama Gêmea precisa daquela que a completa. O contato interno pode ser feito por meio da oração, da visualização, do sentimento, da invocação e da simples lembrança de que ela existe. Neste site há algumas orações que mencionam as Chamas Gêmeas. Veja aqui.

EXEMPLOS DE CHAMAS GÊMEAS NA LITERATURA E NA HISTÓRIA

Dante e Beatriz
Elza e Lohengrin
Romeu e Julieta
Tristão e Isolda
Jeannette MacDonald e Nelson Eddy
Hiawata e Minnehaha
Lancelot e Guinevere

EXEMPLOS DE CHAMAS GÊMEAS ASCENSAS

Jesus e Magda
Sanat Kumara e Vênus
Saint Germain e Pórcia
Paulo Veneziano e Ruth Hawkins
Maha Chohan e Pallas Athena
Mark e Elizabeth Prophet
Godfre e Lotus

CHAMAS GÊMEAS NOS OUTROS REINOS DA CRIAÇÃO

As Chamas Gêmeas têm a sua expressão também nos outros reinos da criação divina. Os Elohim apresentam a polaridade masculina e feminina, como Hércules e Amazônia, Arcthurus e Vitória, Apollo e Lumina. Entre os hierarcas dos elementos, temos Virgo e Pelleur, Áries e Thor, Netuno e Luara, Oromasis e Diana. No reino angélico, temos os Arcanjos e as Arqueias: Arcanjo Miguel e Arqueia Fé, Arcanjo Samuel e Arqueia Caridade, Arcanjo Gabriel e Arqueia Esperança.

Veja mais em: Instituto Aura Mater – Chamas Gêmeas

O SEXO, ESPIRITUALMENTE FALANDO…

amor amando

A energia trocada do sexo e suas consequências

Por: Cristina Longhi

Sexo é maravilhoso, não podemos negar isso. Se relacionar com alguém significa trocar, compartilhar algo, principalmente trocar “informações” que vem através da energia. Cada pessoa que passa pela sua vida deixa em você um “fio” de energia conectado e com o sexo isso não é diferente. Mas no sexo existe algo a mais que é trocado e este pode vir a ser um problema dependendo da pessoa que tiver transado porque estes fios ficam por muito tempo conectados a você e você fica então trocando informações energéticas por muitos anos ainda. Com o tempo os fios vão diminuindo de espessura e os vínculos são cortados, mas leva-se anos.

Nos fluídos corporais existe uma informação que carrega como um código aquilo que cada um é. Quando através do sexo entramos em contato com esta energia “puxamos” parte desta informação para a gente, como se estivéssemos puxando parde dos problemas desta pessoa. Se você então tiver transado com alguém problemático por exemplo, você fica contaminado com estes problemas de certa forma muito mais que outras pessoas. É como uma teia de informações, que se espalham do outro para você e vice versa. Imagine que você deixa de estar totalmente “puro” quando se mistura desta forma com outras pessoas. Usar camisinha ajuda a não misturar tanto essa energia, mas mistura mesmo assim, com menos intensidade.

Claro que não dá para ficar sem sexo, até porque através do orgasmo é possível se conectar com a energia divina e com isso trazer poder de criação para a sua vida, mas esta já é outra história para ser explicada num futuro artigo. Bem, quando você puxa para você informações, que não são suas, isso pode atrapalhar sua caminhada, pois você levará mais tempo para limpar tudo isso, ou melhor, resolver. O importante é ter consciência destas trocas e também ter respeito pela história do outro. Quando a gente abençoa a vida do outro, sua história de vida e seu caminho a gente começa a desfazer estes vínculos, agora quando a pessoa fica com raiva, etc…aumenta este vínculo. Tudo é energia.

O outro e nós somos na verdade um só, viemos da mesma fonte. A questão é que estamos em momentos diferentes, e quando você transa com alguém mais “atrasado” neste aspecto que você “volta” um pouco para trás novamente. É como uma influência que acontece como nos vínculos que temos na vida no geral. Você pode pereceber que sua turma de amigos ou conhecidos, enfim, as pessoas que você mais convive dia a dia são a “média” daquilo que você é. Ou seja, aquilo que nos conectamos, faz parte daquilo que somos no momento. Quando estamos no meio de pessoas bem resovidas por tabela vamos ser influenciados e vice versa. Portanto, a chave é a consciência, o respeito e a entrega de corpo e alma. A entrega para si mesmo. Quando isso acontecer você só se envolverá com tudo aquilo que sente que vale a pena, pois estará cuidando do seu templo, do seu corpo! Pense nisso.

Cuidado com a energia sexual!

Por: Flávio Bastos

Energia sexual é energia criativa que move a vida, nosas vontades e desejos”. (Carl Gustav Jung). O objetivo desse artigo não é julgar moralmente o praticante do sexo casual ou adeptos das demais modalidades sexuais ditas não “convencionais”, mas resgatar do milenar ensinamento filosófico-religioso taoísta da China antiga, do também milenar conhecimento tântrico indiano e do secular espiritismo, algumas informações e tópicos que sejam compatíveis com o tema escolhido para o texto. É o que vermos a seguir. O sexo, admirável fonte de felicidade e prazer, devido ao fácil apego que gera, sempre foi causa também de sofrimentos e deturpações. Prostituição e exploração sexual existem desde tempos imemoriais, mas atualmente adquiriram uma dimensão tal que o sexo, associado a propaganda, estimulado pela mídia e incentivado como uma maneira de viver, desviou-se totalmente da fonte de alegria e prazer que sempre foi. A banalização do sexo veio como consequência da banalização do amor. Não deveria haver problemas ou proibições religiosas, exigências de celibato ou cobranças de fidelidade, mas como se perdeu a noção do que seja o amor e esse foi substituido pelo apego, gerando ciúmes, vinganças e desejos irrefreados de repetição do prazer sexual, o sexo acabou se tornando um problema a ser enfrentado e combatido.

Sexo, permuta de energias

Sempre que corpos se unem num beijo, num abraço ou até num simples toque, ocorre uma troca de energias. Se a união é sensual, num beijo ou num ato sexual, a liberação energético-informativa hormonal que ocorre, estimula todas as célula do corpo e torna a transferência energética muito mais intensa. A relação sexual é uma troca íntima de flúidos vitais, hormônios e energia sutil. O climax, no orgasmo, é o ápice na formação de um vínculo energético entre os parceiros. Cria-se, então, uma memória energética celular comum, um evento que liga permanentemente os dois pareceiros. Desse ponto de vista não há sexo seguro, pois sempre há troca e vínculo energéticos que fazem com que o(a) parceiro(a) permaneça em nós. Dessa forma, como dentro da experiência sexual, há uma troca química, hormonal e energética profunda, se o ato sexual é efetuado com pessoas fora de sintonia com a nossa frequência pessoal, todo o “lixo” daquela pessoa virá para desarmonizar a nossa vibração.

Sexo e Amor

Toda vez que determinada pessoa convida outra à comunhão sexual ou aceita de alguém um apelo neste sentido, em bases de afinidade e confiança, estabelece-se entre ambas um círcuito de forças, pelo qual a dupla se alimenta psiquicamente de energias espirituais em regime de reciprocidade. Podemos questionar: sem amor, por que querer nos ligar a alguém que pouco ou nada conhecemos?

O verdadeiro amor não é possessivo e não busca incessantemente o sexo, pois por si só ja é desapegado e fonte inesgotável de prazer. Porém, atualmente, quando se fala em amor, fala-se de satisfação de carências do ego. Ama-se com o cérebro e não com o coração.

Ser atraente sexualmente e “livre” é a moda atual e vive-se em busca de valores sensoriais. Na falta de uma maneira mais profunda de se viver, mergulha-se no prazer dos sentidos como uma fuga, e o sexo é o maior desses prazeres. A sexualidade que deveria ser uma ponte em níveis mais elevados de consciência, perde-se no instinto e no apego sensorial, e erra o alvo correto que deveria ser a espiritualidade e a ligação espiritual/amorosa entre dois seres.

Sexo, Freud e a Mídia

Desde o adveno da psicanálise, com Sigmund Freud, o homem descobriu que entre os processos psicológicos havia uma interpretação de fatores sexuais. Freud, entretanto, atribuía a esses fatores sexuais as causas dos processos psicopatológicos. O seu trabalho foi importante porque mostrou como o fator sexual pode entrar no homem, manipulando-o a vontade para fazer dele um indivíduo melhor, pela psicoterapia.

No entanto, como todo o conhecimento humano é bem e mal utilizado, a grande onda de sensualismo que a mídia nos impôe, vem dessa manipulação. O interesse não é outro senão ganhar dinheiro e criar postos de poder, pois utilizam-se para isso, pontos da fraqueza humana que foram descobertos com finalidades terapêuticas para induzir à dependência psíquica, infelizmente. Como fizeram com a pólvora – inventada para fins úteis – em guerras, fizeram dos conhecimentos da sexualidade nos mecanismos psicológicos de Freud, máquinas de ganhar dinheiro e poder, usando manipulação e dependência.

Sexo e (auto) responsabilidade

Se não dominarmos nossos impulsos sexuais, poderemos ser prejudicados pelas amarras cármicas por onde fluem sentimentos entre as pessoas concectadas pelas relações sexuais. Por exemplo, se dormirmos com uma pessoa mal humorada, com crises de depressão ou com muita raiva, passamos a vivenciar essas pesadas emoções, de nosso(a) parceiro(a). Muitas vezes, inclusive, começamos a apresentar o mesmo comportamento daquele(a)…

Seria mais inteligente de nossa parte escolher com cuidado nossos(as) parceiros(as). O estado emocional que experienciarmos na hora da relação, será o que iremos implantar em nosso(as) parceiros(as). Antes de nos envolvermos com alguém, devemos ponderar amorosamente o que isso vai gerar na outra pessoa e em nós mesmos. Por isso, conhecer o caráter dessa pessoa, torna-se importante em toda relação de entrega íntima.

Sexo é espírito e a vida a serviço da felicidade e da harmonia do universo. Consequentemente, reclama responsabilidade e discernimento, onde e quando se expresse. Por isso mesmo, o indivíduo precisa e deve saber o que fazer com a sua energia sexual, observando como, com quem e para quem se utiliza de tais recursos, entendendo-se que todos os compromissos na vida sexual estão igualmente subordinados à Lei de Causa e Efeito. e segundo esse exato princípio, de tudo o que dermos a outrem no mundo afetivo, outrem também nos dará.

Conclusão

Sem “fórmulas prontas” a respeito do comportamento sexual humano, o que na verdde não existe, deixemos que Emmanuel, através da psicografia de Chico Xavier, conclua com a sensibiidade e a visão dos grandes mestres: “Diante do sexo não nos achamos a frente de um despenhadeiro para as trevas, mas perante a fonte viva das energias em que a sabedoria do universo situou o laboratório das formas físicas e a usina dos estímulos espirituais mais intensos par a execução das tarefas que escolhemos, em regime de colaboração mútua, visando ao rendimento do progresso e do aperfeiçoamento entre os homens.”

O sexo é sublime, é a troca de energia mais potente que existe neste planeta

Mensagem canalizada por: Luciana Attorresi

Não existe para vocês, um assunto tão rotulado como sexo. Ele na verdade, é algo simples, mas que foi colocado como sujo e até mesmo como moeda de troca. O sexo é rejeitado e amado pela maioria de vocês. Muitos poucos conseguem vê-lo com a simplicidade que deveria. Vocês foram ensinados desde criança, que os órgãos genitais deveriam ser escondidos, e que ninguém poderia vê-los ou tocá-los, nem mesmo por vocês. Esse é o motivo que a masturbação é olhada também como algo impuro, proibido em algumas religiões, porque “não é permitido” tocar o próprio corpo? Isso não faz o menor sentido.

Por que não é permitido sentir prazer?

Quando vocês comem um pedaço de chocolate, que muitas vezes vocês até fecham os olhos para sentir toda profundidade daquele momento, vocês não estão se dando prazer?
E qual é a diferença se vocês estão comendo um chocolate ou se estão tocando o próprio corpo? Não existe diferença, e assim também acontece com ato sexual, que deve ser feito somente em base a determinadas regras impostas pela religião e pela sociedade, e com isso não se ensina o mais importante, que o sexo é a exteriorização da vossa energia, e que deve ser compartilhada com uma pessoa que esteja na mesma frequência que a vossa .

Não que seja “pecado” fazer sexo com quem não está na mesma frequência, acontece que a energia que vocês emitem no momento do orgasmo é muito forte, e com ela vem a energia que está no campo aurico do parceiro, e se entrelaça com a vossa, de modo que ao terminar o ato, um “ganha” um pouco da energia do outro, então se a pessoa tem energia de baixa frequência no seu campo, irá enviá-la para o parceiro e vice-versa. Mas de forma alguma existe o fato de que o sexo dentro do casamento é “abençoado e fora dele é pecado”.

Muitas vezes, o sexo dentro de um casamento, é tão nocivo energeticamente do que quando duas pessoas que se conheceram há poucas horas o façam. O sexo é sublime, é a troca de energia mais potente que existe neste planeta. Durante o orgasmo, é desprendido uma energia gigantesca que existe dentro de cada um, e essa energia fica irradiando no vosso campo aurico, a tal ponto, que chega a elevar as vossas frequências.

O sexo também, é uma fonte de troca de amor e Luz, por isso as pessoas que não se permitem à liberdade de fazerem sexo quando tem vontade, são mais tensas e insatisfeitas com suas vidas, pois elas sabem que existe um chamado interno de se liberarem, mas por acreditar nas crenças limitantes, elas abrem mão do prazer que ele pode proporcionar. As mulheres, sem dúvida, são as que mais sofrem com isso, pois foram ensinadas não se darem o prazer de gostarem de fazer sexo, que “sexo é coisa, que só os homens gostam”. Criando em torno de si, uma camada de energia de frustração.

Muitas mulheres casadas, não se sentem à vontade ao serem tocadas pelos seus próprios maridos, por causa das crenças que lhes foram impostas, causando um sentimento de que elas estão sendo desrespeitadas por eles e por elas mesmas. Quando na verdade, o sexo deveria ser visto como apenas uma troca de amor e Luz entre as pessoas, que se você, sentir amor por alguém e ele por você, o sexo vem apenas para emanar mais intensamente esse amor um pelo outro, e naquele momento, a única coisa que conta é o prazer. O sexo é simples, natural e espiritual, é a maneira como vocês o veem, que define se ele é uma fonte de desprazer ou de amor e Luz. Nós esperamos ter ajudado vocês nesta questão,

 

Abraham

Canal: Luciana Attorresi

O sexo casual numa visão espírita

Por: Morel Felipe Wilkon

Atualmente o sexo casual é aceito por boa parte da sociedade, mesmo por alguns conservadores. O artigo que segue é uma opinião espírita sobre o tema. Quem quiser consultar doutrina, procure as questões 696 e 701 do Livro dos Espíritos. Há algum tempo sexo era tabu e quem desafiasse esse tabu era mal visto pela sociedade. Mulheres deviam casar virgens. Muitas desgraças familiares, muitos suicídios foram cometidos por mulheres que se deixaram seduzir e engravidaram. Era tão estupidamente grande a vergonha de ser mãe solteira, condenada ao preconceito e falatório para o resto da vida; era tão assustadora a ideia de encarar um pai ultrajado com isso que era considerada a maior vergonha possível, que muitas preferiam dar fim à própria vida.

Muitos abortos clandestinos e perigosos, muitas mulheres especializadas em tirar a vida que se formava nos ventres jovens de mulheres que não conseguiram superar o desejo. Muitos filhos bastardos, nunca reconhecidos, apartados da vida digna e normal. Muitos casamentos forçados na última hora, para evitar que o escândalo de uma gravidez sujasse o nome da família. Muitos casamentos arranjados apenas por interesse dos pais ou para evitar que as filhas ficassem solteiras além do tempo e perdessem o ensejo de arranjar um marido. E com isso o desgosto, o nojo do sexo, a falta de amor e carinho.

Duvido que a geração de agora saiba o que significava tudo isso. Porque hoje a política sexual vigente é exatamente o contrário; hoje o jovem é pressionado a iniciar sua vida sexual cada vez mais cedo, a experimentar o máximo de relações sexuais, a transitar entre pessoas dos dois sexos. Vivemos uma ditadura sexual. Talvez muitos pais não tenham consciência do que ocorre nas escolas, nas ruas, em suas próprias casas. Em qualquer contato íntimo entre pessoas há troca de energias. Os adolescentes não imaginam que ficar com alguém não é algo apenas momentâneo. Eles ficam durante minutos ou horas, com ou sem relações sexuais. Mas as energias e as companhias espirituais dos ficantes transitam livremente. O sexo forma uma ligação energética entre os parceiros que se estende por muito tempo.

O sexo casual é tido como uma atividade adulta, livre, em que o único cuidado, se houver, é na prevenção de doenças. Tratam isso como se fosse um avanço, uma grande conquista da civilização, quando na verdade se trata de uma tirania dos instintos. O sexo pelo sexo é um retorno à animalidade. Sexo sem afeto é instinto animal. Os praticantes do sexo casual não gostam de pensar a respeito. Ninguém gosta de reconhecer suas fraquezas, analisá-las e questioná-las. Acham que quem tem opinião contrária à sua é moralista.

Não conheço nenhuma – nenhuma! – pessoa que se entregue a quantos parceiros se lhe apeteçam, durante a vida, que não sofra a partir de uma determinada idade. Quando o tesão começa a diminuir e a pessoa percebe que não formou afetos, só erotismo, o vazio aperta, o desgosto pela vida, a depressão. Fora a banalização cada vez maior do sexo, a busca por prazeres mais intensos, a experimentação com parceiros do mesmo sexo. Acho que a homoafetividade deve ser respeitada como manifestação autêntica da personalidade humana. Mas a experiência por curiosidade ou por modismo ou por pressão do grupo é um mergulho no desconhecido. Estão lidando com sentimentos, emoções e sensações energeticamente poderosas, que mais cedo ou mais tarde exigem o reajuste. Aí a dor é inevitável…

Frequentemente sou perguntado pela opinião do Espiritismo a respeito do sexo livre e casual. O Espiritismo não tem como princípio ser um norteador de condutas à maneira dos antigos códices. O Espiritismo deixa claro que temos o livre-arbítrio, que tudo nos é permitido mas nem tudo nos convém, que toda ação gera uma reação.

Mas o mais importante é que sempre estamos acompanhados pelos espíritos que se afinizam conosco. Somos rodeados de espíritos que gostam do que gostamos. Nada que seja estritamente material pode atrair espíritos bem intencionados. O sexo casual, sem afeto, apenas pelo prazer, atrai muitos espíritos que sentem necessidade dessas mesmas energias. Forma-se com eles verdadeira simbiose, trocando energias e influências. O sexo é uma dádiva de Deus e uma fonte legítima de prazer e rearmonização energética. Mas a vivência do sexo saudável pressupõe afeto. O resto é animalidade.

A Energia Sexual e a Espiritualidade

Por: Maria Cristina Zacharias

Para quem aspira à ascensão espiritual, esse é um assunto complexo e, às vezes, embaraçoso, se não tratado com seriedade. Temos que examinar as diferenças entre nosso ego e nossa alma. Nosso ego usa o sexo para satisfazer seus desejos e impulsos. Visa ao prazer carnal e à reprodução somente. A alma utiliza a energia sexual quando está amando.Nosso ego controla nossos desejos e luxúria, extravasando a energia sexual apenas pelo chakra sexual, sem elevar a função do chakra cardíaco a um propósito divino, como faz nossa alma. É obcecado pela sexualidade mundana, olhando para todos como se fossem parceiros em potencial, sem intencionar a relação como uma experiência de cunho espiritual. Simplesmente, quer prazer. E pronto! Não consegue sentir felicidade, caso não possua parceiro sexual. Em carências de relação, torna-se irritadiço e mal-humorado.

Nossa alma busca elevar a energia da kundalini para nossa conexão ao Alto e para chegar a orgasmos muito mais satisfatórios, plenos de espiritualidade, além da volúpia carnal, com emoção, responsabilidade, muito carinho. Quando a alma está presente na relação, o sexo não é mais a satisfação de nossas descargas hormonais, mais um ato puro e legítimo de verdadeiro amor! O nível de prazer é incomparável a este caso, podendo ser atingido o êxtase espiritual. Para maiores informações, consulte Tantra.

O sentimento amoroso deve ser partilhado entre o casal, de uma maneira muito lenta e terna, em que os parceiros fundem-se em um só sentimento. A alma coloca em primeiro lugar a outra pessoa e quer partilhar esse amor o maior tempo possível. Nada se espera em troca e tudo se ganha. Nossos sentidos (tato, visão, paladar, audição) se aguçam e nos tornamos muito mais sensíveis ao delicado prazer.

Toda pessoa que está completamente centrada nos princípios divinos do Amor Incondicional e não admite outro tipo de relacionamento que não seja baseado na compreensão, companheirismo, amizade, cumplicidade, carinho, pode passar muito tempo sem ter relações sexuais, sem que isso lhe cause qualquer perturbação, até encontrar um parceiro que divida suas ideias. Mantém-se à espera do parceiro correto para vivenciar uma relação mais amorosa e livre de amarras cármicas.

Por que amarras cármicas?

As amarras são como fios energéticos ligando um ao outro. Em toda relação sexual, existe troca de fluídos entre os parceiros. Cria-se um vinculo espiritual entre eles que não pode ser rompido, a não ser por um processo de purificação do seu corpo, descrito abaixo. Se não dominamos nossos impulsos sexuais, poderemos ser prejudicados pelas amarras cármicas, por onde continuam fluir sentimentos entre as pessoas conectadas. Por exemplo, se dormirmos com uma pessoa mal humorada, com crises de depressão, ou com muita raiva, passamos a vivenciar essas pesadas emoções de nosso (a) (s) parceiro (a) (s). Muitas vezes, começamos a apresentar o mesmo comportamento daquele (a) (s).

Seria mais do que inteligente de nossa parte escolher com cuidado nossos parceiros. O estado emocional que tivermos na hora da relação será o que iremos implantar em nossos companheiros (as). Antes de nos envolvermos com alguém, devemos ponderar amorosamente o que isso vai gerar na outra pessoa e em nós mesmos! Culpa? Remorso? Qual sentimento será gerado em você? Que tipo de energia irá trocar com a(s) outra(s) pessoa(s)? A energia sexual é uma das mais poderosas do Universo. Tentar controlá-la não é tarefa fácil. Precisamos escolher entre nossa consciência animal e nossa Consciência Crística. Devemos elevar nossos instintos mais primitivos para uma condição de Amor Incondicional, quando nos pegamos olhando para alguém ou pensando em alguém com desejo puramente sexual. Isto requer auto-vigilância constante! Precisamos começar a aprender a trabalhar com a energia sexual e purificá-la.

Como purificar essa energia?

Em primeiro lugar, devemos ter em mente que nosso corpo não é isolado de nosso Aspecto Divino. Quando reconhecermos esta verdade, poderemos usar a energia sexual como um instrumento para nos conectarmos com Ele. Precisamos abrir todos os nossos chakras, principalmente o do coração e não utilizar mais só os dois primeiros (basal e sexual). Abrindo nosso chakra do coração para a energia sexual , quando estamos amando nosso par como a nós mesmos, fortalecemo-nos contra doenças físicas e/ou psíquicas. A energia da sexualidade precisa encontrar seu caminho para a Força Criativa de Deus.

Uma das práticas para sublimar a energia sexual é a abstinência de ato sexual por um curto período de tempo, que varia de pessoa para pessoa, conforme sua providência e necessidade. Quando retomarmos as atividades sexuais, procuremos fazê-la com a alma. Sinta suas emoções! Tente ficar só com você mesmo. Conecte com seu Eu Superior. Seja o senhor de sua sexualidade e não se deixe dominar por ela. Eleve sua energia sexual ao Plano Superior, toda vez em que senti-la atuante em você. Peça ajuda ao Mestre Ascencionado que tiver mais afinidade, para que ele o oriente como controlar e equilibrar sua energia sexual, de forma seja usada apenas com amor.

O objetivo disto é a sublimação de sua energia interna. Tente elevar essa energia da seguinte forma:

Inicie o por seu chakra básico. Visualize-o na cor vermelha, girando em sentido horário, por alguns segundos. Em seguida, visualize seu segundo chakra, na cor laranja, girando em sentido anti-horário e reunindo toda sua energia interna sexual. Comece a elevação energética em sua tela mental, na forma de uma esfera de luz laranja que serpenteia, em sua coluna vertebral e passa por todos os seus chakras. Passe a esfera por seu chakra do plexo solar, seu terceiro. Depois, passe-a em seu quarto chakra, o cardíaco. Após isto, pelo quinto chakra, da garganta, pelo sexto da terceira visão, pelo seu coronário (sétimo chakra) e finalmente estabilize essa energia laranja, elevando-a a sua Presença Eu Sou.

Quando sentir sua energia sexual ancorada na Presença, proclame:

Eu Sou abençoado por esta energia, agora!

Peça ao Mestre Ascensionado que o ajudou a manter estável dentro de você a energia sexual elevada.

Faça esses exercícios dos chakras toda vez que sentir impulsos sexuais desenfreados. É muito importante, durante o processo de purificação que se abstenha de relações sexuais. Quando sentir que pode controlar essa energia, volte a pensar em seus relacionamentos com outra postura. Sempre que estiver fazendo amor com seu(sua) parceiro(a), eleve sua energia sexual ao Plano Superior de Luz, à sua Presença Eu Sou. Essa prática deve ser usada assim que começarem as carícias amorosas preliminares. Em seguida, se entregue ao amor de corpo de alma. Além de mantê-lo como uma pessoa sexualmente mais equilibrada, acelera seu processo de ascensão, em virtude da transmutação energética para propósitos além dos mundanos. E lembre-se: o prazer é muito maior…

Dessa forma, você se tornará um gerador de Amor e Luz, emanando apenas isto para quem se relacionar com você. Perceberá que é muito mais gratificante um relacionamento baseado na elevação divina de sua energia sexual.

Amor e Luz.

O Melhor da Energia Sexual

Por: Selma Flavio

A energia sexual desempenha um papel importantíssimo no nosso bem-estar mental, emocional e físico. E para as pessoas empenhadas em seguir um caminho espiritual, a compreensão do que significa energia sexual e o ato de fazer amor é mais preciosa ainda, pois eles são recursos de que dispomos para elevar nossa consciência e avançar para níveis mais altos de energia.

Se estamos com alguém que amamos, o ato de fazer amor e o orgasmo provocam uma expansão de energia nos nossos campos energéticos e a energia sexual se funde com a energia mais profunda do amor. Essas duas energias se tornam então uma só energia, poderosa, criativa, transformadora, que pode operar a cura, a renovação e, se for conduzida até um nível suficientemente elevado, o que alguns chamam de “milagres”.

Mas o que acontece quando usamos a força vital e a energia sexual num relacionamento íntimo em que não existe amor? Simplesmente os nossos centros de energia ficam bloqueados e a energia “não flui”. Isso acontece porque a intimidade sexual, quando não existe amor, cria o que poderia ser descrito como “impressões negativas” nos nossos centros de energia, bloqueando o movimento e o fluxo energético.

Essas impressões negativas e os bloqueios podem ser sentidos energeticamente e alterar as nossas atitudes e os nossos comportamentos. Elas podem nos fazer sentir “travados” sexualmente causando em nós uma perda de vitalidade sexual ou então podem disparar um anseio compulsivo por sexo, num esforço inconsciente para desbloquear as energias sexuais.

Se as nossas energias sexuais não estão ligadas ao amor, elas podem como células cancerígenas, adquirir “vida própria” e acabar nos afastando do amor. E em nossas tentativas de satisfazer nossos impulsos sexuais, acabamos ferindo a nós mesmos e a outras pessoas. Atos meramente sexuais nunca são inofensivos. As energias sexuais são forças poderosas!

Quando utilizadas com amor, elas promovem a nossa expansão como seres humanos. Quando usadas sem amor, elas causam o acúmulo de impressões e energias “escuras” e negativas na nossa aura, que nos mantêm em níveis baixos de percepção, ofuscam a nossa perspectiva mental e só criam obstáculos à nossa experiência da felicidade. Esse é um preço muito alto a pagar por um prazer momentâneo.

Outro efeito da troca de energias sexuais sem amor é o que poderia ser descrito como “buracos ou perfurações” no campo energético dos parceiros. Sem a energia vital do amor, a troca de energias cria lacunas que enfraquecem a aura. Quando, ao contrário, o amor está presente, a mistura ou fusão das energias fortalece o campo energético, porque, nesse caso, mais amor e mais energia são produzidos no ato de fazer amor.

Isso é igualmente verdadeiro para casais casados e não-casados. Não se trata aqui de uma questão moral. Pessoas casadas que não se amam e fazem sexo estão causando prejuízos uma a outra da mesma maneira que casais não casados, quando se entregam ao sexo sem amor.

Quando existe intimidade sexual entre duas pessoas, ocorrem as trocas de energia entre elas. Quando temos intimidade sexual, nós, por hábito, nós abrimos energeticamente de uma maneira muito profunda, que permite a cada parceiro carregar a energia do outro. Desse modo, quando somos sexualmente íntimos a alguém, carregamos a “vibração energética” do campo e dos centros de energia da outra pessoa.

Essa vibração inclui, num grau maior ou menor, os pensamentos e emoções do parceiro, que podem ser positivos ou negativos. Por exemplo, se estamos zangados ou tristes, a vibração de nossa raiva ou de nossa tristeza pode ser transferida para o nosso parceiro sexual juntamente com a troca de outras energias, e o parceiro receptor irá adquirir essa energia de raiva ou tristeza.

O grau em que somos afetados pela energia do parceiro depende da força de nosso próprio campo energético e da intensidade vibracional dos pensamentos e emoções do parceiro. Às vezes, depois de fazer amor com alguém que não amamos, sentimos como se estivéssemos carregando alguma coisa “suja” ou que na realidade não é nossa. Podemos até sentir a necessidade de tomar banho – uma experiência de purificação ritual – para nos livrar dessa sensação.

Por outro lado, quando a experiência é de amor, cada parceiro se sente banhado na energia do amor e no brilho remanescente do ato de fazer amor, e quer conservar esses sentimentos durante o máximo de tempo possível. Os parceiros geralmente carregam as energias um do outro por seis meses ou mais. Na verdade, eles podem carregar essas energias indefinidamente, a menos que se limpem e se libertem delas.

Visualizações, orações, rituais podem ser utilizados, isolada ou conjuntamente, para este propósito. Pessoas sexualmente ativas, portanto, transferem suas próprias energias e a de todos parceiros anteriores e atuais a qualquer novo parceiro. Essa é uma das razões porque elas perdem o senso de identidade.

Quanto mais carregamos as energias de outras pessoas, menos sentimos as energias que são especificamente nossas. Nós também extraímos e carregamos aspectos da personalidade do parceiro, pois as energias que são trocadas carregam a vibração das emoções, dos pensamentos e das experiências das pessoas.

Em outras palavras, nós começamos a sentir a vibração da energia das pessoas como nossa própria energia. Quando isso acontece, também ficamos mais suscetíveis à força e personalidade dessa pessoa, particularmente se ela tiver um campo de energia mais forte do que o nosso. Portanto, cada vez que temos relações sexuais com alguém, estamos criando consequências douradoras que nós nunca tínhamos imaginado para nós mesmos e para as outras pessoas.

As pessoas nunca aprenderam, com os pais, a escola ou quem quer que seja, que a energia sexual é uma força poderosa que deveríamos usar apenas para manifestar mais plenamente a vida em nós e expandir os nossos campos de energia. Portanto “como” e “com quem” nós usamos essas energias estão entre as decisões mais importantes que podemos tomar na vida.

Compilado do livro: Sexo: Verdadeiro ou Falso?
De Michelle Rios Rice Hennelly e R. Keven Hennelly

Fontes:
http://somostodosum.ig.com.br
http://www.espiritoimortal.com.br
http://trabalhadoresdaluz.altervista.org/
http://equilibrioenergeticoessencial.blogspot.com.br/
http://www.selmaflavio.com.br/

Via : A energia trocada do sexo e suas consequências

Um mundo de amor que florescerá quando não houver mais medos dentro de nós…

amor_universal

O poder do amor

Mensagem de Owen K. Waters
31 de Julho de 2016.

O Amor, em suas várias formas, é a energia poderosa que envia as pessoas aos extremos do esforço humano. Esta força potente que permeia o universo é parte e parcela da experiência humana, proporcionando aprendizado e evolução às pessoas. É a força motriz por trás de toda a vida em sua jornada de volta à Unidade de todas as coisas.

Há muitas formas de amor. Há o amor de uma mãe pelo seu bebê. Há o amor de um filho pelos seus pais. Há a camaradagem de pessoas de mentes afins. Há o amor mostrado pelo auto-sacrifício a fim de salvar outros durante uma crise.

Todas estas são manifestações do amor, a energia que permeia toda a existência, em todas as frequências da consciência. O mundo está mudando. Ele está se transformando em um mundo de postura e dignidade humana, onde uma pessoa é honrada por todas as outras pessoas, onde o sofrimento chegou ao fim porque as pessoas chegaram aos seus corações para servirem à humanidade de qualquer maneira que acharem conveniente.

É um mundo de amor que irá florescer quando o medo chegar ao fim. Quando o medo for transformado, as pessoas não lutarão por recursos. Elas criarão meios para garantir que haja o suficiente de tudo para todos. Quando o medo for transformado, as pessoas não precisarão ter poder sobre as outras, a fim de se sentirem mais seguras dentro de si.

O medo é uma energia mental. Ele circula pelo globo dentro do cinturão da mente da humanidade. Ele pode ser transformado em amor pelas preces e intenções de cada indivíduo espiritualizado na face do globo. Quando o medo for neutralizado pelo amor, a paz mundial irá surgir.

Enviar a energia do amor ao mundo é um ato de transformação, e um ato com o seu nome nele. Quando você se unir a milhões de outras pessoas neste ato dinâmico de transformação, teremos a paz na Terra.


Fonte:  Spiritual Dynamics Academy
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Via: O poder do amor » CORAÇÃO AVATAR

A HISTÓRIA NÃO CONTADA DA DISCÍPULA PREFERIDA DE JESUS…

The Last Supper Restored, Leonardo Da Vinic

MARIA MADALENA

Por: Paula De Paula Costa

(* Please use Google translator my International friends for this subject.)

Este ser de Luz, Madalena, fleuma de Arcanjo Mikael, criada com amor e desvelo por este “senhor de mundos”, que é a labareda mais espessa do Criador, é a alma gêmea de Jesus/Sananda, e fez sua evolução em mundos de luz, em outros sistemas planetários como próprio consorte….

Madalena não é da Terra, assim como Jesus, ao contrário dos outros doze apóstolos, que eram terráqueos em plena evolução em amor.

Quando Sananda recebeu a incumbência do Criador de cuidar e fazer evoluir esta embarcação de almas que aqui tinham sido criadas por este, almas ainda em infância espiritual, e por isso se encontravam escravizadas por seres equivocados em amor, que aproveitavam de sua inocência e falta de discernimento, esta alma feminina, se dispôs a ajudar seu consorte no que fosse possível. Trabalho conjunto, cumplicidade de almas afins.

Sananda enviava emissários antes de sua vinda ao planeta, com a intenção de ir começando a plantar as sementinhas de “entendimento” na raça humana. Sócrates é um destes seres especiais totalmente amparado por Sananda. Mas como todos os enviados que pregavam o amor e sementes de entendimento, acabavam mortos, sacrificados, por que os seres que aqui estavam no “comando”, não permitiam que se abrisse luz nas consciências e sabotavam todas as investidas da Luz.

Uma guerra invisível ao olhos humanos sempre se deu. O orbe estava tomado “pelos escuros” e Sananda tinha sido designado por seu Pai/Mãe como comandante do resgate da raça humana.

Quando Ele resolveu que era o momento de sua descida `a carne, e aqui recebeu o nome de Jesus, esta alma feminina que o ama, sua esposa e companheira, resolveu acompanhar seu consorte e aqui recebeu o nome de Maria Madalena, nascendo exatamente no mesmo ano em que Jesus nasceu, em uma cidade vizinha a do Mestre, sua alma gêmea.

Jesus, com sua visão espiritual e com a presciência dos grandes avatares, ja sabia de antemão por tudo que iria passar por conta da escuridão que os homens daqui se movimentavam. Sua companheira simplesmente decidiu que Ele, Sananda, não passaria por tudo aquilo sem que ela estivesse ao seu lado, dando força moral em sua caminhada difícil.

Sim, uma grande história de amor, como tudo que é sagrado.

Maria Madalena teve uma infância comum, apesar de ter sido criada por pais adotivos, por que seus verdadeiros pais foram mortos pela guarda real da época que já estavam sob influência dos escuros atrás de Jesus. Estes já sabiam que o Salvador tinha nascido… desconfiavam desta investida da luz e exercendo, como sempre, influência espiritual sob os homens de poder, intuíram o Rei Herodes(Rei da época) a um ato digno dos grandes assassinos da História deste planeta. Herodes mandou matar todas as crianças de sexo masculino,de até dois anos de idade, em toda a região e seus arredores, em um ato que ficou conhecido como “massacre dos inocentes”.

Os pais verdadeiros de Maria Madalena morreram neste ato absurdo, como muitos outros pais que se recusaram a dar aos guardas, seus bebês para serem mortos na sua frente. Então Madalena, órfã de Pai e único irmão, foi criada por vizinhos que igualmente ficaram órfãos de seus filhos.

Quando já quase na fase adulta, recebeu um “chamado espiritual” e mesmo mergulhada na ilusão da Matrix, algo a lembrou de seus compromissos antes do reencarne e intuitivamente começou a procurar por notícias daquele homem que ela sabia que conhecia e amava. Nesta época Jesus já estava no deserto, sendo preparado…se encontrava inacessível, mas ela acordou e a ansiava por encontrá-lo.O procurava.

Quando soube que o Mestre estava indo em direção a Jerusalém, cidade distante para época de Magdala, onde ela morava, ao lado de Tiberíades, mesmo com a distância e sem meios para isso, ela foi ao encontro de Jesus, que já estava a pregar e já possuía seguidores. Algo a chamou, seu Eu superior falou em sua consciência, Jesus lhe apareceu em sonhos…e ela se decidiu a abandonar sua cidade e ir, mesmo sem ter conhecidos nenhum em Jerusalém.

Quando chegou naquela cidade desconhecida para ela, para não dormir na rua, aceitou a acolhida de cortesãs que ofereceram “de coração” um teto em troca de serviços domésticos e por isso, a confusão dos homens da época, que viam Madalena entrando e saindo desta casa que era “mau vista”, durante algum tempo antes de reencontrar Jesus. E quando reencontrou seu amor…ah, que reencontro! Não mais se separaram, isso já sabemos.

Não, Maria Madalena nunca foi prostituta. (Alguns irmãos já escreveram isso). E muito menos atormentada por espíritos, como a bíblia descreveu. Um ser de luz como ela, não sofria este tipo de influência espiritual. Atraímos o que somos, já sabemos disso. Portanto, não estava ao lado de Jesus por gratidão por Ele te-la livrado de obsediadores e sim, por que ela se “lembrava” e claro, Ele também.

Este desgaste da imagem de Maria Madalena foi o ato mais vil praticado pelos répteis contra Jesus, depois de sua crucificação. Colocar sua amada na situação de prostituta, não só O atingia, mas tinha uma intenção ardilosa por trás, que foi plenamente cumprida: Lançar na consciência do coletivo feminino deste orbe este peso moral. As almas femininas deste planeta o sentiriam.

Depois de terem inventado a história de Eva e Adão e a tal maçã que quem comeu? Eva…culpa de quem? Eva.

Ah, amados… Energias, somos energias conscientes. Se achamos que tal coisa aconteceu e assim acreditamos, aquele fato passa a ser verdadeiro em nossa consciência e nos tornamos consequência daquilo, por que permitimos que assim seja. O que pensamos tem poder, não é isso que vocês todos tem aprendido?

Depois da história fraudulenta e inexistente de Eva, o alvo foi Madalena. Sim, aquela que não se separava de Jesus, causando até ciumeiras nos apóstolos, como todos já sabem, por que Jesus não a largava, ora, mas é claro que não! Era sua companheira dos mundos de luz.

Ah, amados…que estratégia contra o poder da Deusa! Diminuíram o poder feminino, o denegriram, o envergonharam, o calaram por um bom tempo.

Acho incrível não investigarem a predileção de Sananda (Jesus em sua passagem pelo planeta) por Maria Madalena. Era ela sentada ao lado Dele na grande ceia, foi o personagem que Jesus confiou o óleo e fez o pedido pessoal para ser ungido deste, não foi `a sua mãe e nem `aos apóstolos que Ele pediu, foi a ela. Ela que o acompanhou durante todo o calvário, anônima, com seu olhar de dor e fidelidade, esteve ao pé da cruz, e foi a quem Jesus deu a honra de vê-lo ressuscitado após os três dias. Ela foi a primeira a vê-lo e quem levou a notícia a todos.

Res Maria llora en la tumba Jn 20

Sananda só estava repetindo em sua passagem na Terra, seu matrimônio das estrelas. Nada mais.

Um escritor aqui na Terra, Dan Brown ja menciona em sua obra literária um possível casamento de Jesus e Maria Madalena. Obra que virou filme com todas as parafernalhas dignas de Hollywood que se tem direito e todos os apelos mundanos também, mas por mais que o objetivo tenha sido o de sempre, ganhar dinheiro, o escritor Dan com o apoio da industria de cinema estabelecida neste mundo, trouxe uma discussão a tona, que valia a pena começar a ser pensada: O matrimônio de Jesus.

É obvio que o escritor se perde, em detalhes, em símbolos… “a rosa”…esta não está enterrada em um local, não é uma “coisa”. Os milagres da criação não são coisas, e sim espíritos. Os homens precisam parar de tentar entender o que se tem de sólido ao seu redor… e prestar atenção nas ENERGIAS que certos seres trazem.

Este sim, o verdadeiro milagre. A rosa é Madalena.

Em livros apócrifos encontrados, ha menção do matrimônio de Jesus, imediatamente renegada pela Igreja que aí está, por enquanto. E Maria Madalena aparece ali, com bastante importância. Mulher letrada, inteligente, culta, visivelmente em uma situação intelectual diferente das mulheres na época. E aí chegamos a um ponto interessante:
Diante disso tudo, quem era Maria Madalena ANTES de vestir este personagem? Sim, por que se menciono aqui que ela vinha de um mundo de luz, que vivia onde Jesus vive e desceu para acompanhá-lo, quem era ela antes de se vestir com este personagem? O ser cósmico Sananda “se vestiu” de Jesus, por que assim foi chamado na Terra. Maria Madalena foi mais um personagem do ser de luz conhecido como Lady Nada.

Sim, Mestra Nada. Ela não é como afirmam alguns amados canais, Maria, a mãe de Jesus e sim, Maria a companheira de Jesus. A confusão é perfeitamente explicável por que os médiuns que receberam tais informações aqui estavam mergulhados na densidade e como Madalena foi “apagada” da história toda, quando se ouvia um espírito se identificar mentalmente como Maria, antes mesmo que se mencionasse o segundo nome, a mente do médium imediatamente “fazia conexão”, por assim dizer, com o outro ser tão conhecido e tão amado por todos.

Ashtar enquanto me preparava para fazer este texto, me intuiu procurar por um artigo de uma pessoa aqui encarnada que trabalha também com ele e que já havia escrito sobre isso, e tido a coragem de publicar contrariando todos os outros escritos que dizem ser Mãe Maria, a Mestra Nada.

Vou publicar aqui…por que é muito emocionante. Tudo que ele, Ashtar me relembrou em informações, durante este mês em sonhos e telepatia, ele próprio me deu meios de confirmar depois, aqui mesmo na Terra, em vigília, com um outro trabalhador da equipe que recebeu a visita de Madalena em sonhos e publicou sobre isso.

O artigo se chama: “Minha Vivencia do conselho Cármico” e quem escreveu foi Ernesto Shima. Ele descreve encontros astrais de que se lembra, em que esteve nas reuniões astrais que estão ocorrendo neste período da transição. Ja comentei aqui neste perfil algumas vezes sobre estas reuniões. Leiam:

“…Um deles foi com a presença da amada Maria Madalena e foi com ela que tive um encontro pessoal na semana passada e de quem recebi um amoroso abraço, cuja energia me inundou o rosto de lágrimas. Ela estava retribuindo, num gesto de gratidão, a minha intenção de publicar um artigo sobre ela e sobre a atuação que ela teve durante a jornada terrena do nosso querido Mestre Jesus. Quanto a Maria Madalena, ela não era uma prostituta como tem sido divulgado ao longo dos séculos. A Maria Madalena que andava junto com Maria, mãe de Jesus, é na verdade o Complemento Divino do querido Mestre e foi alguém que esteve sempre ao lado dele. A mulher que cometeu o adultério mencionado na Bíblia era outra pessoa e a confusão se estabeleceu justamente pelo fato de que, naquela época, a mulher não podia ter uma posição de destaque, principalmente dentro da religião e então pouco se falou sobre a verdadeira Maria Madalena. Espero um dia poder falar num artigo, sobre essa maravilhosa personagem, que foi quem ancorou a energia feminina enquanto o divino Mestre cumpria a sua jornada terrena. Os dois como Chamas Gêmeas, representaram o Deus Pai-Mãe – Alfa e Ômega- aqui na Terra.

Foi também nos primeiros dias de janeiro deste ano que recebi uma maravilhosa notícia. Haveria um encontro que me causaria uma alegria imensa e cheio de surpresas e estava marcado para acontecer durante os trabalhos junto ao Portal de Burundi. Um ser de grande Luz avisou para uma amiga do Rio, no Brasil, que enviasse a mensagem para mim, dizendo que ele se encontraria comigo e que, neste encontro, estaria acompanhado de um amigo muito especial.

Pois bem, quando cheguei lá no portal percebi logo que o amigo especial dele era o próprio Ashtar. O querido comandante, neste dia, de forma amorosa, virou-se para mim e sorrindo disse: “Vocês dois têm muito sobre o que conversar, por isso pode ir! Eu cuido de tudo aqui!”. E me dispensou dos trabalhos daquele dia para me dedicar a este encontro com Madalena.

Dias atrás, eu estava contemplando a imagem da Mestra Nada que fica pendurada na parede ao lado de Sananda. É uma rotina quando estou questionando algum ponto sobre determinado assunto relacionado à espiritualidade. É uma forma de divagar a minha linha de pensamentos enquanto vou pesquisando meus registros akáshicos. Depois de certo tempo após concluir uma análise, virei-me em direção ao computador para registrar os resultados e ao dar os primeiros passos ouvi mentalmente: “Seu cabeça dura!”…. (risos)

Fiquei paralisado. Apenas uma pessoa me chamava assim numa reencarnação passada: a própria Maria Madalena! Virei-me imediatamente para a imagem da Mestre Nada e ela estava sorrindo para mim.
– Caramba, como nunca percebi isto??!! – quase gritei de tanta emoção.
Ela simplesmente com um lindo sorriso, confirmou a revelação. Ela e a Maria Madalena eram os mesmos seres. E, lembrando-se dos meus encontros com as duas, simplesmente caiu a ficha. Havia semelhança em tudo entre as duas, apenas as vestimentas utilizadas por uma e outra, fazia a diferença.

Nestes últimos sete anos, eu tenho recebido tantas instruções e feito diversos treinamentos com a Mestra Nada justamente porque o raio da atuação da minha personalidade está ligado ao 6º Raio, cujos trabalhos desenvolvidos nestes últimos dois mil anos, sempre foram à serviço do Mestre Jesus, que foi o Chohan deste Raio, antes da Mestre Nada que recebeu Dele o encargo.

Lembrando sempre que o nosso querido Mestre Jesus, hoje já conhecido como Sananda, ocupa o cargo de Instrutor do Mundo no lugar do Buda que assumiu outra função cósmica. E, Sananda é o governador deste nosso Universo Local, onde há milhares de mundos habitados. E, a Mestre Nada é membro do Tribunal do Conselho Cármico.
Paz!
Shiwa ”
—————————————————–

Lindo não? Canal puro. Ele prestou atenção nas energias e não no que dizia sua mente lógica.

O que os mentores dizem ser canal puro? Sem idéias pré-concebidas. Não se inundou de informações, ou se o fez, não as assimilou, exercitando o poder sobre a mente de mantê-la aberta `as novas informações. Quando damos o que já sabemos como certo, o único certo que existe, estamos negando todas as outras possibilidades que aquilo possa ser e vir a se tornar. Nos fechamos. E é o que aconteceu com todos os médiuns que receberam a informação de que seria Mãe Maria e não Maria Madalena a Mestra Nada. Por que ao ouvir em sua mente a menção do nome Maria, imediatamente, com idéias fixadas, que já cultuavam talvez sem se dar conta, fizeram a ligação com o ser de luz errado. E isso amados, é muito normal ocorrer enquanto encarnados. Normalíssimo. O bonito disso tudo é a humildade de reconhecer o erro, e corrigi-lo. Sem teimar ou persistir nele, por simples orgulho. Tai o teste a todos.

Vocês sabem por que Mestra Nada é chamada assim? De todos os feitos desde sua criação por Arcanjo Mikael , seu trabalho com Uriel e sua evolução nas várias etapas desta, acumulou uma enormidade de talentos. Todos eram disponíveis a ela sempre que precisava em várias encarnações. Mas quando indagada por ter curado alguém, ou feito algo grandioso, ou pequenino, mas que fez enorme diferença na vida de muitos, ela sempre teve domínio da necessidade de ser reconhecida. Como se dissesse “Não foi nada…” Nada é energia pura de amor dos mundos de luz, o amor que cura e transcende…é Mestra por trabalhar com energias. Energias não são vistas, reconhecidas e sim sentidas. Mestra Nada. HUMILDADE. Nada nunca fez questão de reconhecimento.

Para mim é fácil verificar esta energia em Madalena…ver Maria Madalena sendo apontada como prostituta nas ruas de Jerusalém e passar “assobiando”, sem fazer questão nenhuma de explicação por orgulho próprio. Sem fazer questão de esclarecer…ora, ela estava com o Rabi dela…e isso é que importava. Um dia isso se esclareceria. A verdade sempre vem a tona.

Eu sempre escrevi aqui em artigos, para vocês acalmarem seu coração diante de um julgamento. E que o que as pessoas pensam de você, é um problema só delas. E isso, neste caso, não poderia ser mais verdadeiro. Foi um problema de um orbe inteiro este mau julgamento sobre a figura de Maria Madalena.

Mas este não foi o único personagem vivido por Mestra Nada cá neste cadinho do Universo. Além do já conhecido por todos, em uma família com várias talentosas irmãs, Nada desceu períodos após a crucificação com outro personagem para ajudar mais uma vez o plano de Sananda de restauração de seu evangelho de amor.

Ela esteve presente em uma época em que a França precisava de um pulso energético por que Jesus planejava trazer um amado amigo de Betelgeuse, estrela de seres benevolentes da constelação de Órion, para exercer um importante papel e ele nasceria na França… Sim, estou falando de Hippolyte Léon Denizard Rivail – o Alan Kardec, que teve igualmente outras encarnações na Terra, inclusive nos tempos de Jesus como o centurião Cornélius, mas que desta vez, viria a nascer na França, tempos depois, para trazer a terceira revelação, que seria como ele próprio denominou de Espiritismo. A doutrina que dava início ao entendimento dos homens sobre a verdadeira vida: a espiritual. Presente de Jesus `a humanidade.

Entendam amados, a doutrina dos espíritos não é o fim, e sim, o inicio do entendimento, dado por Jesus aos homens que aqui estavam cegos na matéria, sobre as leis universais e sobre o ser espiritual que todos somos. Sendo o início, este teria que ser complementado mais tarde. Por isso não devemos nos apegar a doutrinas e sim aos ensinos que estas nos passam…. elas devem ser sempre passageiras em nossas vidas, por que devemos galgar novos conhecimentos sempre! Ha sempre o que aprender.

Mestra Nada aparece então mais uma vez na história da Terra, como uma irmã Jesuíta anônima, na França, abrindo energeticamente o caminho para o amigo que iria encarnar ali. Foi muito difícil para Kardec trazer este novo conceito, esta nova visão a tona, com a França e o momento que vivia aquela região. Mestra Nada esteve ali em silencio, trabalhando energeticamente para que Kardec, que lutou contra tudo, inclusive contra o próprio ceticismo que adquiriu no mergulho, tivesse sucesso.

Ela mais uma vez se deixou ser somente um instrumento divino encarnado, para que a espiritualidade superior atuasse com sucesso, mesmo com as trevas no comando do orbe.

Sananda e Mestra Nada são almas gêmeas. Trabalham em conjunto por eras para que este planeta, esta embarcação de almas, evolua em amor… agora que a Terra saiu do período chamado “quarentena” Eles se revelariam como seres cósmicos que são. Como Eles, outros seres de luz se ocupam da evolução de outras constelações, outros planetas…a casa do Pai tem muitas moradas.

Mestra Nada, amada de Sananda sempre teve o apoio de Mãe Maria, que é tão adorada aqui na Terra. No início deste ano publiquei uma mensagem aqui em meu perfil, onde Mãe Maria prepara os corações quando diz assim:
“ Amados, tereis grandes revelações este ano, abram sua mente e seus corações e confiem que estão sendo guiado pela luz”.

Achei tão lindo isso! Postei. Mas nunca iria imaginar que na verdade, Mãe Maria estavas a falar principalmente de uma revelação sobre sua amada amiga e irmã que fora outrora tão erroneamente julgada e tão esquecida, sua companheira de trabalho na luz, Mestra Nada, a Maria Madalena.

Mãe Maria deu a luz ao ser de Luz, Jesus aqui na Terra, e recebeu esta honra por méritos próprios.
Mas Maria Madalena já é sua amada, O acompanha desde sempre, é sua consorte, é Mestra por méritos.

Sempre digo que o livre arbítrio no crer é assegurado pelas as inteligências angélicas a serviço de Deus Pai/ Mãe. As informações estão chegando e temos sempre a liberdade de acreditarmos nelas ou não.

Ah, amados, esta história de amor só deixa Jesus mais lindo ainda! Cercado de mulheres lindas e que traduzem o mais belo da energia feminina que é a pureza, a meiguice, o aconchego, o companheirismo e o AMOR… enfim, o mais belo de uma mulher.

A Mestra responsável por ancorar a energia feminina no orbe Terra, já tão sabotada desde ha muito, num contínuo e calculado processo de desgaste, sempre foi Madalena/Nada. E acreditem, Ela o fará. Ela já está presente.

Que a volta de Jesus nos traga o amor em sua pureza, a brandura em sua essência e a paz dos mundos de luz no âmago das almas.

Que seja revelado o sagrado feminino por sobre a Terra!

Ah, já está sendo… Como Jesus quer.
Sintam as energias…
Maria Madalena no silêncio trabalhou e vencedora saiu! Sorrindo…Namaste!

Amo vcs!

Paula De Paula Costa

*Mais sobre a Nova Terra em meu perfil…estão todos convidados. Ver mais

Fonte: MARIA MADALENA(GRATIDÃO AMIGA (Paula De Paula Costa) – Ignotus Rede Social

Contratos espirituais estão sendo finalizados e novos contratos começam…

The-nature-of-mankind

Existe uma conexão natural que está acontecendo com as almas que têm mentes semelhantes.

 

MestreHilarion

Mestre Hilarion

Amados,

O amor flui como um rio através da face do planeta e toca cada habitante. Os ventos da mudança estão trazendo constantes revelações às superfícies de suas consciências. Cada indivíduo está em processo de descoberta sobre a sua origem, as suas capacidades verdadeiras e a sua divindade. A sua alma procura saber e tocar esta Presença sublime em seu interior.

Existe muito que está em fase de completude, nestes momentos do tempo, contratos espirituais estão sendo finalizados e novos contratos começam. Existe uma conexão natural que está acontecendo com as almas que têm mentes semelhantes chamando cada uma delas para a nova fase de seus planos de almas. Elas se reúnem para unirem as suas energias para um propósito mais elevado. Existe um amor mais elevado trabalhando agora, um trabalho que manifesta um sentido de união com os seus novos vínculos.

À medida que elas se ajudam entre si para conectarem os seus dotes, um dos mais elevados propósitos é revelado e o caminho adiante se torna mais claro. Como faíscas de Luz, a chama no interior de suas essências do coração está se tornando acesa e as sementes da verdade crescem de forma ascendente em direção ao Sol. A recriação da Terra e de seus habitantes está em processo agora. As sementes da Luz que foram plantadas encontraram a sua marca e agora começam a enraizar-se. Em todo o planeta, a convergência da Luz transmite-se de forma cada vez mais ampla, através de círculos concêntricos, em direção ao coração do planeta. Aqueles que estão a serviço como transdutores do fluxo das energias cósmicas começam a brilhar em sua luminosidade radiante.

Muitos estão agora deixando o planeta de acordo com os seus planos de almas. À medida que fazem isto, a sua Luz deixa os seus filamentos entrelaçados de Luz para permanecerem e somarem forças à rede da vida sobre a superfície do planeta. Com o seu último suspiro deixam impressos o seu impacto sobre os seus entes queridos que são enriquecidos pelas memórias que irão lhes sustentar. Do outro lado do véu, eles param e dão graças pela grande oportunidade de terem vivido na Terra que lhes abençoou com a vida. Eles se acham os sortudos, pois lhes foi dado este presente: – O da experiência, para que as suas almas pudessem acelerar a sua evolução por colocarem-se contra os desafios que lhes foram apresentados.

Saibam disto, Meus Amados, não existem almas que sustentem amargura, à medida que elas atravessam para o outro lado. Em seus corações sustentam profunda gratidão por cada experiência que as suas almas conquistaram, no que tange às qualidades divinas que elas herdaram tão merecidamente. Em todo o universo, não existe planeta que possa dar um crescimento tão acelerado em tão curto espaço de tempo.

Dentre todos os mundos que existem, a Terra é o cobiçado planeta da magia e maravilhas, no que tange a sua vasta riqueza de experiências. Isto usualmente não é apreciado, nem pensado quando se está em seu corpo humano, mas, é sempre profundamente reconhecido quando a alma parte faz a passagem.

Em suas vidas sobre o planeta, a humanidade têm medo da experiência da morte de seu corpo físico. Quando a sua alma parte e descarta o seu veículo humano, a sua grande liberdade retorna e a alma se reencontra com a plenitude de seu Ser maior. Existe uma grande alegria e uma exaltação eufórica que acontece. Existem reuniões com os seus entes queridos que já deixaram a Terra antes deles, e a sua alegria não conhece limites. Existem reuniões com as almas daqueles que desempenharam os papeis como sendo os seus animais de estimação e elas sabem de modo inequívoco que a vida nunca cessa, ela meramente muda de forma. A iluminação de seus novos corpos lhes traz constantes deleites e celebração. É um tempo de júbilo.

Até a semana que vem…

EU SOU Hilarion



The Hilarion Connection©, Book One available here 

Join The Hilarion Connection© Facebook Group here

Canal: Marlene Swetlishoff / Tsu-tana (Soo-tam-ah)

Fonte: Rainbowscribe / Moving into Luminosity

Tradução: Helena Renner (helenarenner1@gmail.com)

Traduções em áudio de Helena Renner no youtube Aqui

Via: Sementes das Estrelas: Mestre Hilarion – “Existe uma conexão natural que está acontecendo com as almas que têm mentes semelhantes” – 19.06.2016

A escolha amorosa de sair do ciclo cármico com seu grupo de almas…

O PRESENTE DAS ESCOLHAS – Mensagem de Jennifer Hoffman

418824_433124036725145_2115428643_n
O caminho da ascensão é um ciclo de opções e de escolhas, onde cada escolha se torna a base para o próximo ciclo. Assim, não pode haver escolhas erradas ou maneira errada de escolher. Cada escolha está baseada no desejo da alma pela totalidade integrada e a congruência. Saber que é o momento de fazer uma escolha é a confirmação de sua conclusão em um ciclo cármico. E quando você compreende o seu poder de escolher, você dá aos outros a dádiva da liberdade para escolher os seus novos potenciais, também.

As ligações energéticas que o mantém alinhado aos ciclos cármicos com os seus grupos de alma surgem de escolhas com base no trauma de uma experiência cármica. Estas escolhas estão baseadas na culpa, no medo e na tristeza. O caminho de vida que elas criam se baseia na expiação, na cura e nas obrigações com os outros. Quando você escolhe novos caminhos e pode fazer novas escolhas para a sua realidade, você alinha a sua energia com o seu novo caminho e presenteia o seu grupo de alma com o potencial de fazer novas escolhas para eles mesmos. Eles farão estas escolhas quando puderem se alinhar com uma frequência superior e liberarem o seu carma.

O alinhamento cármico perde o seu poder quando uma nova escolha é feita por um membro do grupo de alma. Quando os ciclos cármicos perdem os seus membros, eles também perdem a sua coesão e o seu poder. Cada pessoa que aceita o seu poder e se liberta do carma do seu passado, fazendo uma escolha pela alegria, a liberdade, a paz, o amor e a autoconsciência, cria também uma possibilidade de que os membros do seu grupo de alma escolham deixar o caminho cármico. Isto é um presente, não uma obrigação e cada pessoa escolherá de acordo com as necessidades do crescimento de sua alma, com o alinhamento, totalidade e intenção.

A tentação de acreditar que todos devem fazer a mesma escolha afasta a capacitação e o presente que a sua escolha proporciona. É a alma mais amorosa, esclarecida e consciente que tem a coragem de sair de um ciclo cármico. E esta escolha permite ao resto do grupo de alma saber que eles podem escolher além do seu caminho cármico. Mas acreditar que todos devem querer a mesma escolha, ou querer terminar os seus ciclos cármicos e terem concluído a sua cura, é uma fonte de perda de poder para aqueles que não podem estar alinhados com isto, como um potencial para a sua própria jornada.

Concentre-se em seu próprio caminho e jornada agora, esteja consciente das escolhas que abrem seus novos caminhos de potencial, que criam o alinhamento livre do carma, e que integram a intenção de sua alma para a plenitude em sua jornada. Aceite o seu poder de fazer as escolhas que estão plenamente alinhadas com a sua intenção pela presença da energia da paz, do amor e da alegria em sua realidade. Então, ofereça as suas escolhas capacitadas como um presente para o seu grupo de alma e lhes permita a liberdade de suas escolhas, enquanto você forma novos caminhos, longe do carma e a densidade do destino na manifestação criativa que reflete o seu poder e intenção de viver na alegria da escolha poderosa e na liberdade de viver livre do carma. Ofereça o seu dom de escolher sem arrependimento ou expectativa e seja a inspiração para o que é possível quando escolher a partir da coragem e do alinhamento capacitado com o seu potencial mais elevado.

15 de Junho de 2016.

http://enlighteninglife.com

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Fonte: O PRESENTE DAS ESCOLHAS – Mensagem de Jennifer Hoffman » CORAÇÃO AVATAR