CONHECENDO A HISTÓRIA E A SIMBOLOGIA DE SHIVA, O DEUS DA RENOVAÇÃO…

Shiva-Blessing

SHIVA – O DESTRUIDOR

Shiva

 

Há muitíssimo tempo, havia três grandes deuses, filhos do Grande Deus Desconhecido, assim chamado porque – segundo narram os sábios – nenhum homem podia Dele se aproximar, a menos que tivesse o coração puro e limpo e merecesse, por suas virtudes, a graça de Sua visão.

Estas três divindades eram, como seu próprio Pai, imaculadas. Brahma, o primogênito, teve por tarefa a criação de todo o universo; o segundo, Vishnu, dedicou-se á conservação e cuidado da obra de seu irmão; enquanto que o mais difícil de todos os trabalhos, coube a Shiva.

– Eu modelo os mundos disse Brahma – para que todas as almas manifestadas tenham a oportunidade de cumprir seu ciclo e retornar à Consciência de nosso Pai Celeste. E por esta razão que crio estrelas e gotas de orvalho, e algum dia, todos seremos novamente UNO. Tempo e Espaço poderão então descansar, pois ninguém necessitará deles.

– Eu cuido da tua obra – falou Vishnu – e velarei por ela dia após dia, minuto após minuto, para que se mantenha tal qual tu a criaste. Não terei sossego enquanto existir uma só criatura que deva transitar pela “casa das formas” em busca da essência de nosso Divino Pai.

– E tu Shiva? – interrogaram ao terceiro.

– Meu papel é muito difícil, queridos irmãos. Os homens que me contemplam, mas que permanecem aferrados à matéria, verão em mim seu destruidor, porque certamente serei eu quem levará suas almas de regresso ao reino de nosso Senhor. Os sábios, em troca, amar-me-ão buscando-me; e eu, prazeiroso, procurá-los-ei para orientá-los no caminho de retorno àquele mundo do qual jamais voltarão; mundo esse que só podem habitar os homens que alcançaram o supremo estado de perfeição espiritual.

– Sim – disse Vishnu – teu trabalho é árduo, e poucos poderão entendê-lo. Deverás ensinar aos homens que todo este universo criado por Brahma, e custodiado por mim, é pálido reflexo do outro, o real, que mora no coração de nosso Pai. Deverás fazer com que entendam que, ficar apegado a estas formas plasmadas por nós, é pueril. O sábio vê o intimo das coisas, e se une á Essência Suprema da qual tudo isto provém.

Assim foi sempre, e o é ainda agora. Enquanto Brahma cria o cosmos, Vishnu o protege, e Shiva ensina ao coração de todas as coisas, o meio pelo qual atingir a divina meta. Shiva, deus da Misericórdia e do Amor, com infinita ternura, alerta os homens para não se extraviarem na busca daquela Essência Suprema.

– Se souberdes abandonar todos os bens terrenos – diz a seus discípulos -, podereis achar o caminho da Imortalidade, nunca antes. Deveis matar todo apego físico e mental às coisas transitórias, a fim de que vos ilumine a glória dos bens eternos.

E como bom mestre de almas, ele próprio pratica uma austeridade tão rígida, que se tornou conhecido como o maior dos ascetas religiosos. Nada possui na casa-criação de seu irmão Brahma; nela, nada lhe pertence, a não ser as almas que ele, ansiosamente, busca elevar para uni-las a seu Divino Pai. Ainda que príncipe, veste uma humilde túnica de anacoreta, anda descalço, não participa de festa alguma neste mundo, e tudo quanto faz é concentrar sua mente e seu coração naquela amadissima Essência. Na mais alta montanha da índia, lá nos Himalaias, costuma-se vê-lo junto aos monges penitentes que vivem nas neves orando ao Deus Supremo. Eles também adoram Shiva, que reconhecem como seu mestre; e dizem que ele mora no monte Kailasa, perto do lago Mansarovara. Nesse louvado cume onde só chega o vento gelado, ele fica submerso em profunda meditação, tentando colocar toda sua vontade e seu amor na tarefa de despertar almas.

O Kailasa é um monte estranho: quando Shiva está meditando, afirmam que o próprio céu estremece de regozijo, agita-se a neve de suas encostas e as altas montanhas inclinam-se reverentes para, ansiosamente perguntar-lhe:

– Ó misericordioso Shiva! Quando estaremos libertas de nossos corpos de matéria, a fim de nos unirmos outra vez Àquele, nosso Senhor?

Os sábios contam que numa ocasião, quando Shiva estava absorto em profundas meditações, pareceu-lhe por um instante que todos haviam abandonado suas formas materiais; não existiam já nem pássaros, nem estrelas, nem homens, pois tinham-se convertido nesse Grande Desconhecido. Ao ver a criação reintegrada a seu primeiro lar, sentiu-se tão feliz que, no meio do vazio infinito, começou a dançar. Essa maravilhosa dança de Shiva é evocada ainda hoje, em toda a Índia; assim, uma vez por ano os monges a representam, querendo significar com isto que chegará o dia em que o universo inteiro tornar-se-á uma Única Realidade.

Shiva nada pede a seus devotos; uma vareta de incenso, uma flor ou uma simples oração é suficiente para louvá-lo. Todavia, para ele também são louvores as lágrimas de todos os que sofrem as misérias da vida terrestre.

Existe uma árvore que particularmente aprecia, e sob sua generosa sombra costuma abstrair-se em longas meditações. Na Índia chamam-na bael, e os devotos do Misericordioso depositam aos pés de suas estátuas, flores, folhas e pequenas lascas dessa madeira.

Diz a tradição que um dia, quando Shiva orava ao Deus Supremo, foi atacado por uma quadrilha de ladrões que, o desconhecendo e acreditando que fosse um rei, não por suas roupas, mas por seu porte, golpearam-no com bastões de bael para roubar-lhe o dinheiro que, imaginavam, possuía. Shiva não interpretou este ato como uma agressão; ao contrário, pensou que se tratava de devotos que lhe ofertavam pedaços daquela madeira, de um modo muito particular; entretanto, o único que pareciam conhecer. Nem por um instante cogitou em castigá-los, e sim agradeceu-lhes a dádiva de seu amado lenho. Os ladrões fugiram espavoridos, pois não compreendiam como alguém podia sorrir e agradecer cada golpe que recebia.

Numa outra oportunidade, descendo de seu monte Kailasa, pôs-se a contemplar todas as criaturas. Assim, viu nas selvas dos Himalaias um poderoso leão, respeitado por sua ferocidade e admirado por seu porte, que perambulava pelos intrincados caminhos; observou o tigre, as gazelas, o cordeiro, os pássaros, descobrindo com profunda alegria os cuidados e esmeros que havia tido seu irmão Brahma quando lhes deu suas formas adequadas. Por uma ou outra razão, todos eles eram queridos, procurados e elogiados. Mas, ai! quanto sofreu ao ver as serpentes, fugindo sempre das águias, dos homens de todo mundo!

– Ó Senhor da Piedade! – queixou-se tristemente Takshaka, o rei das serpentes – Ninguém nos quer; absolutamente ninguém! Homens e animais procuram sempre nos matar! Não há em todo o reino deste mundo, criatura mais desditosa que o réptil…

E o senhor Shiva, com infinito amor, alçou várias delas e lhes disse:

– Como ninguém vos ama, dar-vos-ei meu coração e proteger-vos-ei com todo zelo. E assim o fez. Para que ninguém as atacasse, acolheu-as junto de si. Timidamente, algumas se enroscaram em seus braços, outras em seu pescoço e cabeça. Desde aqueles remotos tempos, pintores e escultores vêm fazendo quadros e estátuas do deus Shiva e suas serpentes… Muitos procuram um estranho simbolismo neste fato, cujo verdadeiro significado é o infinito amor que Shiva prodigaliza aos desamparados. Entre estes, também está o homem. O Senhor da Misericórdia, dá abrigo àqueles que o mundo rejeita, pois sabe que o Deus Desconhecido depositou sua essência em todas as criaturas, ainda que estas sejam – na aparência – decrépitas ou mentalmente aleijadas. Eis porque ele também ama os maus. Logo serão perfeitos – diz suspirando – Chegarão a descobrir-se e ser realmente o que são, isto é, filhos de nosso Pai Celeste.

Desta forma, Shiva vai de era em era, de cultura em cultura, ensinando às almas o caminho do retorno à Morada Eterna.

 …………..

Fonte: Portal Indu

Via: SHIVA – O DESTRUIDOR | O Mundo de Gaya

 


Ouça também, através deste vídeo, um dos mantras dedicados a Shiva, para que sintonizando-se com ele, você possa atrair a harmonia e a paz interior…

Shiva, Shiva, Shiva Shamboo. “Mantra Alcançar a Paz Interior.”

Shiva (Deus Hindu) é considerado o criador do yoga e da dança indiana. Defende os desprotegidos e conduz os ignorantes á luz.

Shiva possue um tridente que se chama Trishula, é a arma que destrói a ignorância dos homens. Neste tridente, suas pontas representam a qualidade da matéria: Tamas – a inércia, Rajas – o movimento e Sattva – o equilíbrio. A cobra naja representa a imortalidade e a energia do fogo. No alto da cabeça de Shiva tem um jorro de água que alude o rio Ganges, que era um rio muito violento, o qual deixava que primeiro caísse sobre sua cabeça para então correr sobre terra, assim ajudava os homens com sua misericórdia.

Shiva significa “o benevolente” “o favorável”, está ligado ao culto solar. Shiva é conhecido por muitos nomes: de Shamboo – fonte de todas as delícias; e Shankara – que concede a alegria e a serenidade. Ainda como Mahashvara – o “Grande Senhor”; Pashupati – o “Senhor dos Animais”; Mahadeva – “Grande Deus”; Tryambakam – o de Três Olhos; Bhagavat – o Senhor.

Shiva é o primeiro avatar (manifestação da lei divina ou do caminho da iluminação) que veio à Terra e é apontado como o criador do Yoga.

O mantra de Shiva, ou Shiva Mantra, é utilizado nas práticas de Yoga e proporciona consciência, saúde longevidade e alegria com a elevação da energia kundalinî.

SHAMBA SHIVO JAYA MANTRA

Shamba Shiva Jaya Shambha Shivo Jaya Shamba Shivo Jaya Shamba Shivo Om Mata Om Mata Om Sri Mata Shambha Shivo Om Sri Mata Shambha Shivo

Tradução: (Viva o Senhor Supremo, aquele que é auspicioso que traz felicidade, alegria e paz interior , que habita nos corações de todos.)

…………..

Shiva, Shiva, Shiva Shamboo. “Mantra Alcançar a Paz Interior.”

Publicado por Papo Reto Paula Donegá em 8 de fevereiro de 2017.

Via: Shiva, Shiva, Shiva Shamboo.” Mantra Alcançar a Paz Interior.” – YouTube


Anúncios

PERCEBENDO OS PROBLEMAS COMO DESAFIOS INESPERADOS…

goldfish jumping out of the water

RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA

SUPERAR (editado)

Por: Giridhari Das

 

A vida não é fácil. Todo dia temos que encarar ditos problemas. Veja como o Caminho 3T lhe confere todas as ferramentas e saberes que você precisa para reduzir, ou até mesmo superar, os problemas da vida.

Esse poder vem do fato de que você estará lidando com os altos e baixos da vida de dentro para fora. Você tem pouquíssimo poder para mudar os fatos externos da vida, mas você pode desenvolver completo poder para mudar seu interior – como você lida com a vida. Assumir o controle da sua vida de dentro para fora é o cerne e o segredo de todo o caminho do yoga e a chave para superar ou pelo menos suavizar o seu sofrimento.

Qual É o Problema?

Na verdade, não há problemas. Pense sobre isto: o que você chama de problema é quando acontece algo que você não esperava ou não desejava. Onde estavam essa expectativa e esse desejo? No futuro. Isso foi realista? Aparentemente, não. Isso foi fantasia. Isto está no âmago do Caminho 3T: mudar do paradigma de fantasia para o paradigma de realidade. Viver a vida como ela é, aqui e agora.

E o que você tem aqui e agora são desafios: dos menores, como sair da cama, tomar banho e meditar um pouco; aos maiores, como lidar com um cliente difícil ou combater uma gripe; aos épicos, como lidar com uma grande perda ou com a morte de um ente querido. Contudo, isto é a vida: uma série de desafios, desde o começo. Você teve o desafio de lidar com o seu próprio parto, aprender a engatinhar, depender de sono e conforto materno. E isso nunca parou: primeiro dia de aula, dividir os brinquedos, esportes, escola, puberdade, vida social… desafios sem fim. A vida é assim.

O que você chama de problema é simplesmente outro desafio – a vida acontecendo, como sempre aconteceu. Não existem problemas, apenas a realidade. E se isso é diferente do que você esperava ou queria, você pode ver o quanto estava errado em ter expectativas e apegos indevidos, vivendo no futuro em vez de viver no presente. O que você chama de problema tem, no mínimo, o benefício de trazer você de volta para o aqui e agora e fazer você se centrar em sua ação e em ser você mesmo, exercitando sua sabedoria e sua devoção.

Aceite, Seja Grato, Confie e Entregue

Você pode se preparar para lidar com qualquer desafio valendo-se de um processo de quatro passos: 1) aceite, 2) seja grato, 3) confie, e 4) entregue: faça disso uma oferenda.

Primeiro vem o passo mais difícil: aceitar o desafio. Aceite completamente. Você não fará nenhum progresso até fazer isso.

A pior coisa que você pode fazer é se lamentar. Somente vítimas se lamentam. Não tenha pena de si mesmo; não se queixe. Não pragueje que o mundo é injusto, que Deus abandonou você ou como alguém é ruim. Não perca seu tempo precioso com isso. Nada de bom virá disso. Mesmo se você estiver lidando com um desafio de proporções épicas, lamentar e afogar-se em tristeza e depressão não ajudará em nada.

Uma vez que você supere a lamentação e tenha aceitado o desafio, virá a gratidão. Lembre-se de que a gratidão é um instrumento poderoso: use-a para lidar com os desafios da vida. Seja grato. Isso pode parecer estranho a princípio, mas é efetivo e empoderador. Seja grato pela chance de aprender e crescer. Seja grato pelo fato de algo pior não ter acontecido. Seja grato por estar vivo e se mantenha em boa consciência para lidar com quaisquer desafios que se apresentem a você. Acima de tudo, seja grato pelo próprio desafio. Se você estudar a vida das pessoas, verá que são os maiores desafios que as levam à grandeza e ao sucesso. Enfrentando esses desafios, você entra em uma zona de autodescoberta e autodomínio que, de outro modo, seria inalcançável.

Em um estado de aceitação e gratidão, você consegue depositar sua confiança em Deus. Se você ainda não trabalhou sua devoção, você pode investir sua confiança no universo ou na “providência”. Confie que o que está acontecendo a você é exatamente o que você precisa, o que é, em última instância, o melhor para você evoluir. E confie na realidade; ela quer o seu bem. Existe um propósito em tudo, e nada acontece por acaso. Existe uma força de bondade pura controlando o seu destino. Confie que essa força está atuante em apresentar desafios para você.

Agora é ação. Ação em dharma. Qual é seu dever? Qual é a melhor de você? Dentro de quem você é, onde está e o que tem, qual sua melhor resposta? Foco sempre no dharma. Não se trata do que é mais fácil, mais divertido ou que impressionará os outros. Trata-se de quem você é e como você pode se valer de cada desafio para ser a melhor pessoa possível, o mais sincero consigo mesmo.

Por fim, faça de sua resposta uma oferenda. Não deseje algum resultado futuro. Não crie apegos indevidos. Deixe fluir. Faça o seu melhor, aqui e agora, deste ponto em diante. Você não está nisso pelos resultados. O foco primário é o ato em si. Apenas faça o seu melhor com o que a vida lhe deu, dando um passo de cada vez. Entrega, ofereça. A resposta é um presente que você está dando ao mundo. Se você já ativou sua devoção, é uma oferenda a Deus.

Agora você está pronto para lidar com qualquer coisa que cruze seu caminho: aceite, agradeça, faça a ação com foco no dharma, e entregue o resultado.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma seção inteira sobre este tema de como superar os desafios da vida.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.


Via: RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA – Giridhari Das

RECONHECENDO O SIGNIFICADO DA PRÓPRIA EXISTÊNCIA NA TERRA…

de bem com a vida

O SIGNIFICADO DA VIDA

Mestre Saint Germain_Claudio Gianfardoni 171 x 240Mensagem de Saint Germain

Canalizada por Natalie Glasson

 

Eu, Saint Germain, envio minha energia e luz, de uma clareza e purificação violeta e dourada, para que penetre em cada um dos seus chacras. Queiram receber a minha luz em seu ser, permitindo que cada chacra se harmonize e se unifique, criando uma bela onda e atualização de luz em seu ser. À medida que a clareza e a purificação preenchem o seu ser, emanando em todas as direções, permitam que a sua clareza interior desperte e acesse a sua percepção consciente. Vocês são seres de clareza divina. Eu, Saint Germain, os convido a recitar para si mesmos, enquanto experimentam a onda de luz por todo o seu ser. ‘Eu sou a clareza divina em manifestação’. Quando sentirem como se estivessem incorporando a afirmação, sentindo e reconhecendo o seu significado, então, simplesmente sentem-se tranquilamente e observem tudo o que vocês são: a presença divina da clareza. Aproveitem a sensação mesmo que não consigam compreender ou explicar a experiência.

Enquanto começamos nossa comunicação hoje, juntos, com a presença desperta e reconhecida da sua clareza interior, vamos examinar um assunto profundo: o significado da vida. É somente com a presença da clareza interior que este assunto pode começar a ser compreendido. É importante para mim, afirmar que estou falando do significado da vida terrena e das missões da alma.

O significado da vida é pessoal para cada ser na Terra

Não podemos determinar a outro ser qual o significado, propósito ou valor de sua vida. Até com a mais profunda conexão com o Criador, a aceitação da consciência da Terra e a exploração do plano divino do Criador, ainda somos incapazes de compreender plenamente o propósito da sua alma. Também não é para vocês tentar fazê-lo. Com uma conexão com o Criador, aceitação da consciência terrena e a exploração do plano divino do Criador, vocês têm a capacidade de reconhecer o significado da própria existência na Terra. Consequentemente, podemos reconhecer que é no interior do seu ser que a sua exploração pode se aprofundar, enquanto que a sua compaixão, aceitação e perdão são exigidos pelos outros.

Descobrir o significado de sua vida é perceber sua verdade interna

A depender de como vocês se compreendem e a existência na Terra, isso influenciará o nível do significado de sua vida com a qual vocês se conectam. Há uma versão do seu significado de vida dentro dos seus corpos emocional, mental, físico, espiritual e da alma. Cada versão será ligeiramente diferente e trará a realização ao aspecto do seu ser que a contém. Quando um aspecto do seu ser não está cumprindo o seu significado ou propósito em sua atual existência, é quando a desarmonia e o desequilíbrio podem se manifestar em seu ser e em suas experiências. Cada versão do seu significado de vida é semelhante a uma peça do quebra-cabeças, quando tudo está engatado, ativado e energizado, vocês se sentem completos na Terra e em sua existência, sentindo-se íntegros e equilibrados em níveis espiritual e físico.

Para descobrir o significado de sua vida, vocês podem começar perguntando, um após o outro, ao seu corpo emocional, corpo mental, corpo físico, corpo espiritual e alma: ‘Qual é o seu maior objetivo na existência atual? O que você deseja superar ou curar, e o que deseja incorporar plenamente?’ Reservar tempo para se conectar com esses cinco aspectos do seu ser lhes permitirá compilar e formar um cenário de clareza, direção e estímulo em sua percepção consciente, o que permitirá que vocês fluam mais profundamente em sua verdade. À medida que um cenário maior, visão, compreensão ou conhecimento despertar em seu ser, então vocês compreendem o plano divino para a sua existência. Isso irá ativar uma compreensão maior de como vocês podem estar a serviço, como podem se curar, como podem experimentar a realização e muito mais.

Abrir mão das exigências egoicas de separação, medo e drama, os leva a um espaço de paz interna.

Quando vocês experimentam uma presença maior de paz em seu ser, principalmente em seu ego, então é mais fácil reconhecer a presença do Criador em cada momento de sua existência. A paz do ego é quando não se está mais concentrado na sobrevivência, e, em vez disso, há uma concentração na presença do contentamento e da felicidade. Quando o seu ego está focado na sobrevivência, isso influencia todo o seu ser e sua realidade de maneiras poderosas, o que promove experiências de desafios, dor e sofrimento. Assim como os pensamentos negativos e destrutivos e os sentimentos de não ser dignos, não amados e não merecedores. Quando vocês estão vivenciando a percepção do ego e se concentram na sobrevivência de cada dia, vocês estão se distraindo do verdadeiro significado de sua vida. Consequentemente, o foco do ego na sobrevivência torna-se o significado de sua vida.

Vocês podem invocar minhas energias e minha presença, de Saint Germain, para curar e dissipar as energias do medo, da separação e do drama, que vocês podem estar mantendo e incorporando, além de me convidar para realinhar o seu ego ao propósito original de apoiá-los em experimentar plenamente o significado de sua vida.

‘Saint Germain, eu o invoco a trabalhar comigo durante meus períodos de sono, a partir de agora, até que a sua presença e o seu serviço não sejam mais necessários. Queira compartilhar comigo a cura mais apropriada para apoiar-me na liberação de quaisquer energias de medo, separação e drama. Com facilidade e perfeição, apoie-me em fazer essa mudança energética em meu ser. Saint Germain, além disso, o convido a desfazer o alinhamento do meu ego com quaisquer aspectos negativos de sobrevivência e realinhá-lo com o contentamento, a felicidade e apoiar-me em conhecer, experimentar e incorporar o significado de minha vida. Agradeço antecipadamente pelo trabalho que realizar comigo.’

Esse pedido só precisa ser feito uma vez para mim, e eu começarei o processo durante os seus períodos de sono, prosseguindo até que uma percepção maior do significado de sua vida se manifeste em sua consciência.

A inspiração expande sua energia e lhes permite acessar a totalidade do seu ser e do Criador

Quando eu, Saint Germain, vivia na Terra, percebi que se eu me estimulasse a ficar continuamente inspirado e escolhesse as experiências, pessoas e lugares que me inspirassem, então, eu ficava continuamente em um estado de energia expandida capaz de me conectar ao Criador em um nível mais profundo. Isso me serviu e me encorajou a perceber que a minha inspiração e energia expandida/consciência estavam sendo projetadas a partir do meu ser. Então percebi que os sentimentos e o despertar da inspiração eram o Criador falando comigo e por meu intermédio, uma ativação da energia do Criador de dentro de mim, encontrei todos os aspectos do meu ser, pensamentos, emoções e manifestações inspiradores, explorando-os com grande profundidade. A constante agitação da luz, do amor e da conexão em meu ser criou uma unicidade e unidade profundas com o Criador que nasceu em meu íntimo. O nascimento do Criador dentro de mim foi de longe a maior experiência de conexão com o Criador que já tivera anteriormente. Descobri-me como uma verdadeira expressão do Criador, sentindo que adotei o poder para inspirar o despertar do Criador nos outros. Minha trajetória continuou a mergulhar mais fundo nas profundezas do Criador dentro de mim, e assim, os caminhos diante de mim se tornaram uma expressão do Criador, enchendo-me de clareza, direção, paz e significado.

Convidem-me a caminhar a seu lado e a direcionar a sua atenção para aquilo que os inspira interna e externamente.

Com clareza amorosa,

Saint Germain.

…………………………………….

Direitos Autorais:
Natalie Glasson – www.omna.org
Fonte: Sacred School of OmNa | The Meaning of Life by Saint Germain
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: MENSAGEM DE SAINT GERMAIN – 26/01/18 |

 


Ouça também a mensagem através do vídeo:

O SIGNIFICADO DA VIDA MENSAGEM DE SAINT GERMAIN

Publicado por: Luz Das Estrelas em 27 de janeiro de 2018

Via: O SIGNIFICADO DA VIDA MENSAGEM DE SAINT GERMAIN – YouTube


SE EM SEU PLANO DE ALMA FAZ PARTE SE TORNAR UM MISSIONÁRIO DA LUZ…

energia

ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE

Palestra - Plano de Alma (editado)

Palestra de Gabriel RL
inspirada por Mestre El Morya

 

INTRODUÇÃO:

As pessoas nascem, crescem, algumas delas, às vezes, nem cresceram tanto assim, e já conseguem observar a vida como ela está. E desde que tomam consciência de si mesmas e do mundo que as rodeia, elas começam a questionar. Elas têm muitas perguntas. Perguntam primeiro a si mesmas, depois aos pais, professores e demais pessoas ao seu redor. E, na medida em que vão crescendo, frequentando escolas, igrejas e demais instituições, as perguntas vão ficando cada vez mais complexas, e as dúvidas mais intensas e perturbadoras. As respostas, geralmente, não são satisfatórias.

Não satisfeita, o vazio interior da pessoa cresce e cresce. Na adolescência, a insatisfação toma proporções imensas e explode – o que leva muitos jovens a se perderem no mundo das futilidades, do alcoolismo e até mesmo das drogas mais pesadas.

Tem aqueles que acabam por, aparentemente, se satisfazer com as respostas dadas pelas igrejas que frequentam. Ora! Isso tudo é decorrência do que no íntimo, todos sabem. Todos sentem, no nível interno, que têm uma missão para cumprir na vida. E se embrenham por todos os caminhos possíveis em busca de esclarecimento para satisfazer esse desejo: descobrir e cumprir sua missão. Alguns vão passar toda sua vida nessa posição de “buscador” e nada vão encontrar. Outros, de uma forma ou de outra, vão descobrir que o que lhes preenche esse vazio interior, nada tem nada a ver com vida material. Felizes estes, que encontram a sua missão de alma – única coisa que vai lhes preencher o vazio existencial. – E ela se descobre “um missionário”.

A palavra missionário pressupõe algumas mudanças e/ou adequações para que a pessoa cumpra sua missão – única forma de encontrar a paz interior. Essas mudanças, muitas vezes, não são muito confortáveis à vida material, pois vão exigir disciplina e abnegação. Essa parte é muito difícil. É para os fortes e determinados. Quem não se sente forte e determinado o bastante para assumir isso, saiba que acima de qualquer sacrifício, está o bem estar e a paz interior alcançada por quem encontra e cumpre sua missão. É muito gratificante! Um verdadeiro prêmio dos Céus!

Saibam todos os buscadores que há muitas ferramentas disponíveis àquele que descobre sua missão de alma. Os missionários recebem da espiritualidade toda ajuda de que necessitam para seguir adiante com suas missões, basta que se abram para isso.

Gabriel RL é um desses abnegados missionários e tem experiência o bastante para tratar desse assunto, com maestria. Vamos ouvi-lo, então, nessa palestra em que, inspirado por El Morya, ele oferece uma indispensável ajuda aos buscadores e missionários.

Gratidão, Gabriel RL! Gratidão!

Solange Yabushita

—————————————————————————————————————————–

Apresentação: Solange Yabushita
Produção de vídeo: Davi Aguiar / https://www.daviaguiartes.com/

 


Via: Sementes das Estrelas: GABRIEL RL (PALESTRA) – “ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE”

 

RESTAURANDO SEU DNA PELA PERCEPÇÃO DO SOLFEJO DE FREQUÊNCIA DE 528 Hz…

Healing Theta Waves

Sinal do Amor 528 HZ (Frequência de Ondas Cerebrais Binaurais-Teta de 6 Hz)

Por: Unisonic Ascension

O Sinal do Amor é um áudio de meditação de cura afinado em 528 Hz. O solfejo de frequência de 528 Hz é a frequência do amor para transformação e restauração do DNA. Há um som e cor especial do amor, de acordo com o Dr. Horowitz, um premiado pesquisador formado em Harvard. A transmissão na frequência sonora correta pode ajudar a abrir seu coração, induzir à paz e ativar a cura. “Nós sabemos agora que o sinal de amor, 528 Hertz, está entre as seis frequências criativas centrais do universo, porque a matemática não mente, a geometria da realidade física reflete universalmente essa música; esses achados têm sido independentemente procedentes, comparados e empiricamente validados, ” diz o Dr. Horowitz.

Música e vídeo de Jandy.

Para uma experiência de meditação profunda, use fone de ouvidos estéreos para estimular as Ondas Cerebrais Teta.

Embora esta faixa esteja na escala convencional, foi feito um ajuste na sintonia para que se harmonize com o C (dó) de 528 Hz. Também foi enriquecido com a frequência pura de 528 Hz: o Hertz do amor.

A frequência 528 refere à nota Mi na escala musical e resulta da frase “Mi-ra gestorum”, em latim significando “milagre”. Surpreendentemente, esta é a frequência exata usada por bioquímicos genéticos para restaurar DNA danificado – o código genético do qual a vida está baseada! A nota Mi-528 Hz refere-se ao chacra coronário. O Dr. Puleo sugere uma associação com a integridade do DNA.

A regular nota “C” (dó) que todos conhecemos nesta cultura (a qual é da escala diatônica das notas dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó), não é a “C” (dó) de frequência 528 Hz.

A nota “C” (dó) da escala regular vibra na frequência de 532.3 Hz.

A “C” (dó) de 528 Hz usada para restauração do DNA é parte de uma escala musical antiga chamada Escala de Solfejo.

A nota MI – 528 Hz – refere-se ao chakra coronário; Dr. Puleo sugere uma associação com a transformação e restauração da integridade do DNA.

…………………………………………………………………………………..

Batidas sonoras Binaurais fazem parte de um processo de sincronização cerebral cientificamente comprovado que gradualmente começou a ganhar reconhecimento a partir de um artigo intitulado “Batidas Auditivas no Cérebro”, do Dr. Gerald Oster, publicado na edição de Outubro de 1973 da revista Scientific American. (Nota das tradutoras: pelo Google, verificamos que o nome da revista é Scientific American Magazine e não, Scientific America).

Batidas Binaurais nas frequências Alpha, Teta e Delta proporcionam um som contínuo e relaxado, além de serem sinais de áudio que promovem conexões neurológicas saudáveis.  Estas novas experiências sonoras no cérebro desencadeiam uma explosão de novas conexões entre os neurônios. Através da repetição, estas novas vias neurais são exercitadas, se fortalecendo. E são as conexões cerebrais mais fortes que permanecem vivas. O processo rítmico Binaural é mais rápido, mais suave e mais eficiente do que a meditação. Após várias semanas de escuta contínua, o cérebro se torna mais sincronizado e começa a formar mais facilmente memórias permanentes em ambos os hemisférios.

Essas frequências Binaurais têm sido usadas para auxiliar em sonhos lúcidos, estados alterados de consciência e experiências fora do corpo. Com seu uso prolongado, a glândula pineal é ativada e energia positiva é direcionada ao córtex pré-frontal, fazendo das batidas Binaurais uma ferramenta verdadeiramente poderosa para o desenvolvimento de uma consciência mais elevada.

O Cérebro não se torna dependente das batidas sonoras Binaurais para relaxamento. Na verdade, com o tempo, o cérebro se torna mais resistente ao stresse. Com o desenvolvimento contínuo desse processo, mais estímulos Binaurais são recebidos pelo cérebro. Com a sincronização de sons Binaurais, as formas tradicionais de meditação tornam-se mais fáceis de aprender e implementar, sem a necessidade de anos de prática, como as meditações realizadas pelos Monges Budistas.


Fonte: Love Signal 528 Hz (Theta binaural beats 6 Hz) – YouTube
Tradução: Sementes das Estrelas / Flávia Grimaldi e Solange Yabushita

Via Sementes das Estrelas: Sinal do Amor 528 HZ (Frequência de Ondas Cerebrais Binaurais-Teta de 6 Hz)


 

UMA ORAÇÃO A KUAN YIN, A DIVINDADE FEMININA MAIS AMADA NO ORIENTE…

Kuan Yin

Oração para a Mãe dos Mil Rostos

 

Kwan Yin, amada mãe da Humanidade…
Obrigado por estar conosco…
Por nos inspirar a harmonia e o equilíbrio…
Por alimentar nossa alma de bondade e misericórdia…
Por nos mostrar o caminho que nos leva até você.

Você é a Rosa Mística do mundo,
que com sua fragância purifica tudo.

Você é a mãe redentora
que nos protege…
e nos banha no manancial da pureza…
Para nos ajudar a sarar nossos medos, inseguranças
e falsas crenças sobre nós…

E para que possamos chegar a ser os donos de nosso mundo…
De um mundo construído com consciência.

Obrigado, Mãe Divina, por essa sabedoria ancestral…
que nos presenteias a cada instante.

Senhora da paz…
Mestra da contemplação…
Mãe do mundo…
Nutre-nos com a beleza de suas flores…
com sua graça e plenitude…

Senhora do Arco-Iris…
Nutre-nos com os raios do Universo…
e derrama sobre nós seu amor infinito…
Aqui e Agora…

Serena nossos pensamentos…
e nossos sentimentos…
para podermos seguir o caminho de nosso Ser.

Pois você é o sol que ilumina nossa Alma.

 


Sobre Mãe Kwan Yin

.

Trecho extraído do Livro “Reiki da Chama Violeta”

por: Carlos Rebouças Junior

 

kuan_yin08Você pode ver seu rosto quase em qualquer lugar onde os chineses moram. A Deusa da Misericórdia (a Deusa da Compaixão) é a mais popular e difundida entre as divindades do Budismo Chinês. No entanto, somente agora o Ocidente começa a saber dela. Ela e conhecida como Quan Yin, Quan’Am (Vietnã), Kannon (Japão), e Kanin (Bali), ou Kwan Yin. Ela é a encarnação da compassiva amorosa bondade. Como a Bodhisattva da Compaixão, Ela ouve os lamentos de todos os seres. Quan Yin tem uma grande semelhança com a Maria do Cristianismo, a Mãe de Jesus, e com a deusa tibetana Tara. Sua influência se estende desde a criação até os desejos profundos de toda mulher que anseia ser mãe. Em momentos de doença e problemas, a primeira invocada é ela. Ela é geradora, criadora, compaixão viva, amiga e intercessora. Ela é a grande deusa da vida em si mesma. Quan Yin significa “alguém que ouve os lamentos do mundo.” Suas maiores virtudes são: misericórdia, modéstia, valentia, justiça e sabedoria.

Uma aliada próxima de Quan Yi é Tara (estrela), deusa da proteção e compaixão, venerada pelos Budistas Tibetanos, Mongolianos e Nepaleses. De acordo com “Mandalas: The Architecture of Enlightenment”, de Denise Patry & Robert A. F. Thurman (Shambala, 1997): “Tara é a bodhisattva-deidade arcangélica e arquetípica que representa a atividade miraculosa de todos os budas. No mito, ela nasce das lágrimas de compaixão de Avalokitesvara ou de seu voto de ser iluminada e permanecer mulher. Há muitas manifestações de Tara, “como muitos seres requerem”, sendo que a mais famosa é a Tara Branca pacífica, que traz proteção, vida longa e paz, e a Tara Verde dinâmica, que vence todos os obstáculos e salva os seres de situações perigosas.” Quan Yin, como ela é conhecida por muitos budistas, é a bodhisattva que recusa ascender como uma mestra, até que seja permitida toda a humanidade abandonar a roda da reencarnação, e suas lágrimas sejam curadas. Ela é a compassiva. Sua cor é lilás, ou a sombra suave da Chama Violeta de Saint German. É um matiz violeta-dourado, a cor da cura e proteção.

 

Via Slide Share | Carlos Rebouças Jr – Reiki da Chama Violeta


.

Kwan Yin

kuan-imCom diversas variações de grafia Kuan Yin, Guan Yin ou Guãnyin é uma divindade chinesa que representa a compaixão e a misericórdia. Está associada também às características femininas de maternidade e proteção.

Para os chineses, a energia yin refere-se à suavidade e aos sentimentos profundos, por isso Kuan Yin é descrita como “aquela que ouve os sentimentos do mundo”. É capaz de atrair do Coração Celeste a Chama do Amor para a atmosfera mais baixa da Terra, atuando em situações e experiências dolorosas da vida.

Para conseguir eliminar sentimentos de ódio e manifestar sentimentos verdadeiros de misericórdia e perdão, peça ajuda a Kuan Yin, que por meio da intercessão da Luz de Deus, atuará diretamente na situação produzida, contribuindo na transformação dos impulsos negativos em positivos.

Kuan Yin também presta auxílio na transição do ser, favorecendo uma passagem de paz, sem cicatrizes, desilusões aparentes e remorsos.

.

Fonte: Summit Lighthouse do Brasil

Via: Summit Lighthouse do Brasil | Grande Fraternidade Branca | A Hierarquia | Mestres Ascensos


AS TREVAS SÃO APENAS UM REFLEXO DAQUILO QUE NÃO SOMOS…

The Other Side_Design by Katt (edited)

Porque ainda há escuridão em nosso interior?

Por: Thiago Strapasson

 

A escuridão, o medo, não existem por si sós, pois são apenas a representação da ausência de algo. E a ausência não existe por si só, pois basta que haja luz que ela se dissipa.

Por isso a treva não é algo palpável, existente, não é algo que se lute contra, pois é apenas uma ausência, algo que não existe, um vácuo de luz.

Compreender nossas dificuldades interiores é falar sobre aquele ponto que ainda não compreendemos, não completamos e não iluminamos. É falar sobre a carência, sobre a ausência e sobre aquilo que não é e que, portanto, não pode ser destruído. Pois como se destrói algo que não existe?

Aquele que luta contra sua escuridão está apenas buscando maneiras de apaziguar sua própria dor. Mas não percebe que as trevas são apenas um reflexo daquilo que não somos e que está apagado em nossa existência.

Lutar contra a dor, a angústia, a ansiedade, o desamor, contra as trevas, significa apenas criar mais espaço ausente de luz. A treva precisa apenas ser iluminada e nada mais. Porque ela não existe por si só, e sim é apenas algo que negamos e deixamos de iluminar.

É por isso que os Mestres de Luz não falaram de trevas, mas sim de iluminação. Eles iluminaram aquilo que estava apagado. E somente iluminamos o caminho quando falamos de luz, pois falar de trevas é falar sobre aquilo que não existe e está ausente.

As trevas estão em nosso interior porque há pontos que não fomos capazes de iluminar, de banhar com nossa própria luz. São dons amortecidos que ficaram apagados em nosso interior e que nos conduzem à ira, à ganância, à soberba, à inveja e a tantos outros vícios que mostram apenas aquilo que precisa ser iluminado.

É por isso que não adianta lutar contra nossos sentimentos, contra aquilo que somos. Se sentimos cólera, raiva, ódio, não somos capazes de lutar contra isso, pois significa apenas que tocamos um ponto de ausência de luz. Algo nos conduziu a um medo, a uma dor, a uma ausência daquilo que somos. E assim nos tornamos esse algo que não representamos.

E é por isso também que não conseguimos modificar nossos comportamentos inferiores com facilidade, que sempre manifestamos os mesmos vícios ainda que haja um desejo sincero de modificação. É apenas algo que precisa ser iluminado, uma contradição.

Mas então como iluminamos as trevas? Pois se somos amorosos e não raivosos porque repetimos esse padrão de cólera, de mesquinharia, de ganância, etc? Simplesmente porque tocamos nossas trevas interiores e não nos silenciamos a permitir a compreensão de nossas dores.

É no silêncio, na compreensão de nossas dores, que buscamos a origem de nossas trevas. Não é lutando contra um sentimento, não é o negando. Mas sim o deixando aflorar, brilhar, que encontraremos a luz a iluminar nossas dores, a apagar nossas trevas. E assim nos faremos luz e a tudo a nosso redor.

 


Fonte: CORAÇÃO AVATAR

Via: CORAÇÃO AVATAR: Porque ainda há escuridão em nosso interior? – Thiago Strapasson

A PRESENÇA DO CAOS VERSUS A HARMONIA SERÁ ENFATIZADA EM 2018…

luz e cores

AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 (Parte 1)

UM  NOVO  CICLO  DE  EVOLUÇÃO  CONSCIENTE  &  INICIAÇÃO  GALÁCTICA

Por: Natalia Alba
em 30 de dezembro, 2017

 

“Uma vida de escolha é uma vida de ação consciente. Uma vida de chance é uma vida de criação inconsciente”
~ Neale Donald Walsch.

Amados Emissários da Luz,

É com grande alegria que compartilho a frequência deste novo mês energético! Porque mesmo que na verdade não haja inícios ou fins, visto que ambos estão interligados, já estamos habitando na Linha do Tempo Iluminada da 5D, que escolhemos conscientemente. Este momento, conforme recebi, veio com a última Lua Nova em Sagitário, pois está alinhada com a Terra, o Sol e Saturno, com o Centro Galáctico – finalmente nos coroando como seres galácticos que somos. É uma etapa de integração da consciência galáctica, de cura da polaridade e acima de tudo, para nós, que sempre permanecemos nesta nova frequência, visto que somente permanecendo em um estado amoroso e calmo de ser, podemos criar esta mesma realidade externamente.

Há muitas pessoas que me perguntam se algo no externo, no Planeta, vai mudar. Elas gostariam de saber quando esta Era chegará exatamente. O que esta vinda produzirá? Quais as mudanças que observaremos no coletivo? A única mudança visível que vocês terão é aquela criada internamente, visto que é exatamente a partir dessa mudança interna que as externas começam – não para mudar – mas para ajustar-se às suas frequências atuais.

Na minha realidade, não vejo violência, eu saio e vejo somente pessoas gentis, e quando os outros tendem a encontrar drama e indelicadeza, eu apenas encontro sorrisos e dádivas preciosas, onde quer que eu vá, porque isso é o que eu sinto internamente, que irradio, e daí, com o que posso ser alinhada. Não diz respeito ao exterior. Nada irá salvá-los exceto vocês mesmos. Agora estamos acessando um ciclo de criação consciente e de autocapacitação, deixando para trás os arquétipos de vítimas, assim como outros mecanismos egoicos. Não se trata de esperar por algo, mas de criar por nós mesmos.

Este Ano Novo de 2018 será regido por uma frequência universal 11/2. Refere-se ao despertar das massas, ao adquirir a mestria para os que estão prontos para dar esse passo e ajudar-nos a recuperar a Sabedoria Divina que reside dentro de nós, e começar novamente, ao nos desligar da consciência tridimensional, algo que cada vez mais almas estão escolhendo fazer diariamente.

Para as almas em ascensão, 11 é um sinal da automestria que atingimos, embora esse trabalho interior nunca cesse, assim como o trabalho profundo que estamos fazendo de integração da polaridade. Visto que o número 1 possui uma energia masculina, enquanto o 2, a soma de ambos os números, possua uma essência feminina, algo que está nos mostrando a necessidade de todos nós, finalmente, acolher ambos os polos, como iguais.

Para alguns, este será um ano para unificar os aspectos internos que ainda não estão unificados, trabalhando em si mesmos mais do que em seus relacionamentos. Para outros, que fizeram esse trabalho interno, será um ano baseado na harmonização dos seus relacionamentos, como o número 2 nos faz recordar. É tudo de acordo com o que precisamos devido ao lugar em que estamos.

Esse também é um número criativo, que traz a inovação e uma nova maneira de ver a realidade, algo fundamental em um momento em que cada vez mais almas estão tentando desvincular-se da matriz da terceira dimensão e da sua realidade manipuladora. O número 11 é uma frequência que nos apresenta aos planos invisíveis, visto que a sua natureza é etérea e sua essência está conectada  aos Reinos Iluminados, para onde vamos, para um novo espaço onde começamos a estar um pouco mais próximos das frequências superiores dos planos da 6D/7D e da nossa verdadeira origem divina.

2018 é um ano em que a presença do caos versus a harmonia será enfatizada no Planeta. É nossa a escolha continuar optando pela unidade no meio do caos, que outros desejam criar, para continuar o controle da Terra, ou permanecer alimentando essa ilusão da separação. Durante este ano, as almas ascendentes que já dominaram a fusão de ambas as polaridades, vão vivenciar os resultados dos anos de automestria, e mesmo que apenas dominemos determinados aspectos do self para continuar descobrindo outros novos, a fim de continuar trabalhando, também estaremos experimentando a harmonia, o equilíbrio e o amor divino que essas novas frequências oferecem.

Como sempre, a presença de ambas as forças – escuridão e luz – estarão presentes para que vocês escolham com qual delas desejam alinhar-se. Este ano, se bem entendido, oferecerá uma oportunidade única para as almas que estão ainda aprendendo como exercer a mestria e ver como iguais ambas as polaridades opostas – escuridão e luz/feminino e masculino.

Para a maioria das almas ascendentes, este é um ano para semear e dominar novos horizontes enquanto continuam também a dominar os relacionamentos humanos, fazer novas parcerias, trabalhar em uníssono, não mais de um modo solitário, porque mesmo que estejamos aqui como um aspecto individualizado da Fonte, estamos deixando para trás mais de nosso velho senso de separação, nos unindo como uma equipe para cocriar nossas visões anímicas mais profundas, finalmente compreendendo que não se trata de nós, mas sim, de ajudar ao Todo.

Nova passagem de integração galáctica

Meus amados, daqui para frente estaremos plenamente imersos em uma nova onda galáctica até o início de fevereiro.  Naquele novo mês estaremos no modo de integração, porque há muito para ser baixado e ancorado em nosso corpo e no plano físico.

Este é um momento de expansão, mas também de trabalho árduo para aqueles que estão trabalhando em tempo integral nesta missão, que é a maioria de nós, porque começamos a ajudar pela própria essência nossa. Ainda há muito trabalho a fazer com as Grades da Nova Terra, visto que a restruturação das Grades da Terra, assim como a ativação de muitos lugares na Terra ainda não terminaram.

Existem apenas alguns pequenos locais no mundo, de acordo com a minha orientação, que são realmente cristalinos e que detêm uma frequência pentadimensional, como é por exemplo o caso bem conhecido do Monte Shasta, nos Estados Unidos, ou, por exemplo, Montserrat (Barcelona) na Espanha. Portanto, o Planeta precisa de muita ajuda para se purificar e ajudar em tudo que pudermos para trazer de volta essa pureza perdida.

Durante esse período, vocês podem ter algumas sensações físicas, porque todos nós somos únicos e os nossos corpos nos dirão o que precisamos liberar. Determinados papeis de alma podem ter mais essas sensações, porque trabalham em estreita colaboração com a Terra. São estes:

  • Ativadores da Terra e curadores em geral
  • Purificadores da Terra
  • Guardiães
  • Trabalhadores da Grade
  • Estabilizadores
  • Unificadores da Terra – como eu chamo aqueles que estão aqui para restaurar o nosso senso profundo de polaridade. Eles já vêm com esse conhecimento de como unificar as polaridades e agem como professores, e por sua essência, o equilíbrio entre ambas é restaurado.

E aqueles cuja missão principal é ajudar a curar as estruturas tridimensionais manipuladas da Terra sentirão a necessidade de descansar mais e terão mais sensações, porque o trabalho é muito intenso, tanto no plano físico quanto no plano astral.

Para os que estão começando a se abrir para os seus papeis anímicos e sentem que os papeis acima podem ser uma de suas missões, utilizar os Raios diamantino, esmeralda e branco podem ajudá-los a purificar e ancorar as frequências específicas a que se referem, é de grande ajuda!

Existem algumas sensações físicas comuns que me disseram para compartilhar e que eu mesma estou enfrentando:

  • Desorientação – devido ao sentimento que temos de estar perdendo todo o senso do tempo, principalmente para os solitários, como é o meu caso, que estamos literalmente vivendo dentro e fora deste mundo. Visto que criamos nossa própria realidade e há muitas coisas que nos ligaram ao velho.
  • Tonturas e/ou vertigens – lembrem-se de que tudo em nosso interior está sendo recalibrado de um modo jamais experimentado, portanto, a menos que vocês tenham alguma evidência física, isso é comum.
  • Palpitações cardíacas.
  • Memórias de muitas linhas do tempo e de experiências, mesmo acordados, de vidas paralelas. Isso é algo que para mim,  para ser honesta, está sendo uma experiência difícil. Porque parece tão real que eu não sou totalmente capaz de me desvincular sempre das outras linhas do tempo.
  • Intolerância a certos alimentos: há muitas pessoas que estão começando a ficar intolerantes literalmente a alimentos que costumavam comer antes. Isso é porque o seu corpo não consegue mais digerir essas frequências inferiores e o seu verdadeiro desejo, conforme escolhido e planejado, é começar a mudar para uma essência cristalina, algo que exige autodisciplina, assim como a ingestão de alimentos mais leves.

Como sempre, ser compassivo consigo mesmos, uma coisa em que se é em todos os momentos, no serviço, raramente aplica a si, conforme acontece comigo, com frequência, e preciso me desconectar por pelo menos dois dias. Cuidem-se, sejam neutros ao observar tudo e todos e sejam a semente da mudança e do amor que vocês são e que gostariam de ver no mundo.

(Continua…)

.


Direitos Autorais:

Natalia Alba – Star Seed Soul

Fonte: Star Seed Soul | The Energies of January 2018 ~ A New Cycle of Conscious Evolution & Galactic Initiation
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 (Parte 1) |


 

COMO LIDAR COM OS DESAFIOS MAIS COMUNS NA VIDA DE UM EMPATA…

empath-challenges

10 conselhos importantíssimos para empatas e sensitivos:

 

Por: Angel Chernoff
… 

“E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos, por aqueles que não podiam ouvir a música”.
~ Friedrich Nietzsche

As pessoas sensíveis muitas vezes são percebidas como fracas ou defeituosas. Mas sentir as coisas intensamente não é um sintoma de fraqueza, é a característica de um ser humano verdadeiramente vivo e compassivo. Não é a pessoa sensível que é defeituosa, é a compreensão da sociedade que se tornou disfuncional e emocionalmente incapacitada. Não há vergonha em expressar seus sentimentos autênticos.

É como se você nascesse sem uma camada protetora de pele que outros parecem ter. Você tenta esconder isso. Mas os comentários ainda atravessam sua armadura: “Você pensa demais. É sensível demais, tome jeito!” Então você se pergunta o que há de errado contigo. Muitas pessoas sensíveis se sentem incompreendidos e diferentes, e, geralmente, não sabem o porquê. Eles simplesmente não percebem que eles têm uma característica simples que explica sua confusa variedade de sintomas e peculiaridades.

Mas quando não percebemos como lidar com nossa sensibilidade, acabamos nos forçando demais para acompanhar os outros. Tentamos lidar com as coisas que os demais lidam com facilidade e isso leva a problemas.

Aqui estão 10 ações que você, sensitivo ou empata, pode praticar, para parar de lutar e começar a prosperar:

1. Pare de procurar algo ou alguém para consertá-lo!

A sensibilidade é um traço de temperamento, não uma desordem médica. Então, não há nada de errado com você. Certamente, as pessoas altamente sensíveis são mais propensas a ter alergias ou sensibilidades a alimentos, produtos químicos, medicamentos e assim por diante. E também são mais propensas aos estímulos e assim, são mais rápidos para sentir estresse – o que pode levar a outros problemas de saúde.

Mas a sensibilidade em si não é algo que precisa ser consertado. Se sua mente está cansada de procurar outra solução para acabar com suas “falhas”, saiba que as respostas para viver em harmonia com sua natureza sensível estão dentro de você.

2. Diga a si mesmo, quantas vezes for necessário, que você não é uma fraude.

A síndrome do Impostor não é exclusiva de pessoas sensíveis. Muitas pessoas são vítimas deste medo e  não consideram que passam uma vida inteira se sentindo diferentes dos outros e tentando se encaixar?

Se você está constantemente pensando sobre quem você deveria ser, mas não é, e o que você deveria fazer, mas não pode, entenda que, avaliar suas realizações e pontos fortes permite que você se mostre como você realmente é, mais confortavelmente – mesmo quando você é o estranho.

3. Procure por semelhantes (e saiba que você NÃO ESTÁ sozinho).

Você provavelmente se sente diferente e sozinho. Mas a verdade é que você não está. Muitos sentem uma confusão no isolamento, antes de descobrir que hordas de pessoas passam pelo mesmo. A chave é: sempre que possível, saia com pessoas sensíveis que já estão prosperando, ou pelo menos estão abertas a essas possibilidades. Se você está se sentindo incompatível ou incompreendido, encontre um mentor ou uma comunidade que o acolha e tenha essa conexão.

4. Procure a positividade escondida em cada situação e aproveite-a.

O cérebro é um filtro poderoso que molda experiências e percepções da realidade. Se você acha que o mundo é um lugar perigoso, seu cérebro está preparado para procurar evidências de perigo. Se você acredita que é um lugar amoroso, você passa a enxergar o amor no seu dia a dia. Sobre o que você foca, você obtém mais.

As pessoas sensíveis e de sucesso decidem ver o mundo cheio de oportunidades para se ter gratidão e aproveitam as ondas de positividade. Se você está se sentindo à mercê de suas emoções e circunstâncias, entenda isso, seus pensamentos (e as cargas emocionais que o desencadeiam) estão sempre sob seu controle.

5. Encontre outros pontos de vista.

Seus dons de sensibilidade incluem reflexão profunda e um instinto para ver todos os ângulos e consequências. Mas, sendo tão profundamente sintonizado com os detalhes, você é facilmente sobrecarregado e exausto por estímulos inflexíveis. E quando você não entende por que você se sente e se comporta das maneiras que você faz, é fácil ver isso como falhas.

Na verdade, essas “fraquezas” são, simplesmente, suas necessidades não atendidas e dons únicos para se nutrir. Ao reformular seu passado e nutrir o seu presente, você se prepara para o sucesso em seu futuro. Procure descobrir o ouautotro lado da moeda … onde você encontrará alguns dos seus maiores pontos fortes: intuição, visão, consciência – e a lista continua.

6. Trate-se com compaixão.

Como uma pessoa altamente sensível, você é compassivo. Tanto que coloca o conforto e as necessidades dos outros antes das suas. Além disso, você ainda é seu maior crítico. Você se crítica de maneiras que nunca sonhou em julgar os outros. Controlar este senso crítico é essencial para a autocompaixão.

Assuma o controle ouvindo seus pensamentos sem julgamento (afinal, podem haver pérolas de sabedoria) e, em seguida, torne em pensamentos que desencadeiam emoções mais gentis e mais amorosas para si. A partir desse ponto, você é mais capaz de escolher ações para cuidar de si mesmo e de outros.

7. Crie fronteiras saudáveis, não paredes emocionais rígidas.

Vivemos em uma cultura que valoriza “tomar um analgésico e continuar” muito mais do que valoriza a sensibilidade. Crescemos ouvindo: “sem dor, sem ganho; sobrevivência do mais forte; a vida não é justa – acostume-se a isso“. Nós admiramos aqueles que mostram o poder para prevalecer sobre suas terríveis dificuldades. Como uma pessoa sensível, sua reação pode ser se tornar frio ou se tornar rígido. Você constrói paredes para se proteger, paredes emocionais, como a supressão de sentimentos. Se você lutar para colocar suas próprias necessidades primeiro (algo que não vem naturalmente para um alguém sensível), faça uma escolha consciente para praticar a habilidade de dizer “não” com gentileza, ou se afastar um pouco para “recarregar”, além de decidir se sentir bem com isso.

8. Sintonize seu corpo (para não ser afetado por extremos emocionais).

Muitos aprendem a ignorar as mensagens que seus corpos estão enviando. Desligam-se para evitar a sobrecarga ou se sintonizam com as necessidades dos outros, em vez das próprias, para atender o que se espera deles. Se você tem o hábito de se esconder dos sentimentos ou passar dos limites de aborrecimento, aprenda a reconhecer os sutis sinais de super estímulos do seu corpo. Você vai gastar menos tempo fora de equilíbrio e mais tempo lidando sutilmente com qualquer desavença que vier.

9. Crie hábitos saudáveis.

Eventualmente, você ficará sobrecarregado com o cotidiano. É uma armadilha fácil de se cair porque você está simplesmente vivendo do jeito que você vê a maioria das pessoas fazendo. Se você luta com questões de energia ou bem-estar, priorize os hábitos que nutrem essas áreas de sua vida (como mais tempo de sono e tempo sozinho) e limite aqueles que o estimulam excessivamente ou o drenam (como atividades de muita pressão – mesmo que sejam consideradas saudáveis).

10. Pare de sufocar sua sensibilidade.

Depois de uma vida sendo bombardeada por estímulos, torna-se uma segunda natureza afastar a sensibilidade da consciência. Suprimindo as emoções para evitar sensações. Este mecanismo autoprotetor pode enganar sua mente consciente, mas não engana seu corpo. Isso chega a sua saúde, seus relacionamentos, sua carreira, todos os aspectos da sua vida… ou, constrói a tensão dentro até que algo desabe.

Quando você libera a energia usada para se conter, você liberta os dons de sensibilidade para você, como empatia, criatividade e alegria. E você permite que seu verdadeiro potencial aflore.

.


Fonte: Mystical Raven | 10 Life-Changing Pieces Of Advice For Empaths And Highly Sensitive People
Tradução e divulgação: O Segredo

Via: O Segredo | 10 conselhos importantíssimos para empatas e sensitivos:

UM IMPORTANTE TEXTO TIBETANO SOBRE A TRANSFORMAÇÃO DA MENTE…

Chenrezig Bodhisattva

Ensinamentos: Oito Versos que Transformam a Mente

Sua Santidade o Dalai Lama

Por: Sua Santidade O Dalai Lama

Vou agora ler e explicar brevemente um dos mais importantes textos sobre a transformação da mente, Lojong Tsigyema (Oito Versos que Transformam a Mente). Este texto foi composto por Geshe Langri Tangba, um bodisatva bastante incomum. Eu próprio o leio todos os dias, tendo recebido a transmissão do comentário de Kyabje Trijang Rinpoche.

1. Com a determinação de alcançar
O bem supremo em benefício de todos os seres sencientes,
Mais preciosos do que uma jóia mágica que realiza desejos,
Vou aprender a prezá-los e estimá-los no mais alto grau.

Aqui, estamos pedindo: “Possa eu ser capaz de enxergar os seres como uma jóia preciosa, já que são o objeto por conta do qual poderei alcançar a onisciência; portanto, possa eu ser capaz de prezá-los e estimá-los.”

2. Sempre que estiver na companhia de outras pessoas, vou aprender
A pensar em minha pessoa como a mais insignificante dentre elas,
E, com todo respeito, considerá-las supremas,
Do fundo do meu coração.

“Com todo respeito considerá-las supremas” significa não as ver como um objeto de pena, o qual olhamos de cima, mas, sim, as ver como um objeto elevado. Tomemos, por exemplo, os insetos: eles são inferiores a nós porque desconhecem as coisas certas a serem adotadas ou descartadas, ao passo que nós conhecemos essas coisas, já que percebemos a natureza destrutiva das emoções negativas. Embora seja essa a situação, podemos também enxergar os fatos de um outro ponto de vista. Apesar de termos consciência da natureza destrutiva das emoções negativas, deixamo-nos ficar sob a influência delas e, nesse sentido, somos inferiores aos insetos.

3. Em todos os meus atos, vou aprender a examinar a minha mente
E, sempre que surgir uma emoção negativa,
Pondo em risco a mim mesmo e aos outros,
Vou, com firmeza, enfrentá-la e evitá-la.

Quando nos propomos uma prática desse tipo, a única coisa que constitui obstáculo são as negatividades presentes no nosso fluxo mental; já espíritos e outros que tais não representam obstáculo algum. Assim, não devemos ter uma atitude de preguiça e passividade diante do inimigo interno; antes, devemos ser alertas e ativos, contrapondo-nos às negatividades de imediato.

4. Vou prezar os seres que têm natureza perversa
E aqueles sobre os quais pesam fortes negatividades e sofrimentos,
Como se eu tivesse encontrado um tesouro precioso,
Muito difícil de achar.

Essas linhas enfatizam a transformação dos nossos pensamentos em relação aos seres sencientes que carregam fortes negatividades. De modo geral, é mais difícil termos compaixão por pessoas afligidas pelo sofrimento e coisas assim, quando sua natureza e personalidade são muito perversas. Na verdade, essas pessoas deveriam ser vistas como objeto supremo da nossa compaixão. Nossa atitude, quando nos deparamos com gente assim, deveria ser a de quem encontrou um tesouro.

5. Quando os outros, por inveja, maltratarem a minha pessoa,
Ou a insultarem e caluniarem,
Vou aprender a aceitar a derrota,
E a eles oferecer a vitória.

Falando de modo geral, sempre que os outros, injustificadamente, fazem algo de errado em relação à nossa pessoa, é lícito retaliar, dentro de uma ética mundana. Porém, o praticante das técnicas da transformaçãqo da mente devem sempre oferecer a vitória aos outros.

6. Quando alguém a quem ajudei com grande esperança
Magoar ou ferir a minha pessoa, mesmo sem motivo,
Vou aprender a ver essa outra pessoa
Como um excelente guia espiritual.

Normalmente, esperamos que os seres sencientes a quem muito auxiliamos retribuam a nossa bondade; é essa a nossa expectativa. Ao contrário, porém, deveríamos pensar: “Se essa pessoa me fere em vez de retribuir a minha bondade, possa eu não retaliar mas, sim, refletir sobre a bondade dela e ser capaz de vê-la como um guia especial.”

7. Em suma, vou aprender a oferecer a todos, sem exceção,
Toda a ajuda e felicidade, por meios diretos e indiretos,
E a tomar sobre mim, em sigilo,
Todos os males e sofrimentos daqueles que foram minhas mães
.

O verso diz: “Em suma, possa eu ser capaz de oferecer todas as qualidades boas que possuo a todos os seres sencientes,” – essa  é a prática da generosidade – e ainda: “Possa eu ser capaz, em sigilo, de tomar sobre mim todos os males e sofrimentos deles, nesta vida e em vidas futuras.” Essas palavras estão ligadas ao processo da inspiração e expiração.

Até aqui, os versos trataram da prática no nível da bodhicitta convencional. As técnicas para cultivo da bodhicitta convencional não devem ser influenciadas por atitudes como: “Se eu fizer a prática do dar e receber, terei melhor saúde, e coisas assim”, pois elas denotam a influência de considerações mundanas. Nossa atitude não deve ser: “Se eu fizer uma prática assim, as pessoas vão me respeitar e me considerar um bom praticante.” Em suma, nossa prática destas técnicas não deve ser influenciada por nenhuma motivação mundana.

8. Vou aprender a manter estas práticas
Isentas das máculas das oito preocupações mundanas(1),
E, ao compreender todos os fenômenos como ilusórios,
Serei libertado da escravidão do apego.

Essas linhas falam da prática da bodhicitta última. Quando falamos dos antídotos contra as oito atitudes mundanas, existem muitos níveis. O verdadeiro antídoto capaz de suplantar a influência das atitudes mundanas é a compreensão de que os fenômenos são desprovidos de natureza intrínseca. Os fenômenos, todos eles, não possuem existência própria – eles  são como ilusões. Embora apareçam aos nossos olhos como dotados de existência verdadeira, não possuem nenhuma realidade. “Ao compreender sua natureza relativa, possa eu ficar livre das cadeias do apego.”

Deveríamos ler Lojong Tsigyema todos os dias e, assim, incrementarmos nossa prática do ideal do bodisatva.

(Extraído de The Union Of Bliss And Emptiness.)

………………………………………………………………………………………………………………….

Via: Dalai Lama Brasil | Ensinamentos: Oito Versos que Transformam a Mente


(1) Nota de Afinidades Espirituais:

As oito preocupações mundanas consistem em quatro pares de prioridades:

(1) buscar aquisições materiais e (2) evitar sua perda;
(3) buscar o prazer dirigido pelo estímulo e (4) evitar o desconforto;
(5) buscar o elogio e (6) evitar a crítica; e
(7) manter a boa reputação e (8) evitar a má reputação.

Essas oito preocupações resumem, em geral, nossa motivação pela busca da felicidade, e este é exatamente o problema. As oito preocupações mundanas – que  não são erradas em si – são  a base de nossa motivação, e é a motivação, mais do que qualquer outro factor, que determina o resultado da prática espiritual.

Trecho do livro “Buddhism with an Attitude” (2001, pg. 15), de B. Alan Wallace (Traduzido e divulgado por Olhar Budista)

Fonte: Olhar Budista | 8 preocupações mundanas | Alan Wallace

 


CRIANDO A LIBERDADE EMOCIONAL PARA COCRIAR UMA NOVA REALIDADE…

uma nova realidade

PREVISÃO DA ENERGIA PARA DEZEMBRO DE 2017

Por: Emmanuel Dagher
em 4 de Dezembro de 2017

.

INDEPENDÊNCIA EMOCIONAL

É uma bênção que eu me conecte dessa maneira com você novamente. Dezembro é um grande mês de transição e temos muito a abordar, então, vamos direto a isto!!

Os primeiros dias de Dezembro nos oferecem um espaço tranquilo e contemplativo que nos dará a oportunidade de refletir sobre o ano passado, a nossa realidade atual e os próximos passos a dar para nos prepararmos para tudo o que estará acontecendo no novo ano.

AJUSTANDO A NOSSA REALIDADE

À medida que avançamos nas primeiras semanas de Dezembro, este é o momento perfeito para ajustarmos as nossas intenções e escolhas, para garantir que elas estejam alinhadas com o que realmente desejamos criar mais em nossas vidas.

Todas as nossas experiências, sejam elas fáceis ou desafiadoras, proporcionam informações poderosas que nos permitem estar completamente seguros sobre o que fazemos ou não queremos criar mais.

Quando vemos cada experiência como uma oportunidade para ajustar a nossa realidade – informações que nos permitem saber se algo é ou não agradável e expansivo para nós, então os desafios já não se tornam algo que nos retém. Eles então se tornam algo que nos ajuda a avançar.

Torna-se, também, muito mais fácil operar como o observador empoderado, em vez do reator sem poder.

Quando nos tornamos o observador empoderado, é muito mais fácil libertarmo-nos das histórias, dos apegos e da resistência com que a mente se identifica para manter-se segura e confortável – para evitar que tenha que mudar qualquer coisa.

À medida que vemos todas as nossas experiências como informações puras, os padrões antigos de sermos duros com nós mesmos, com os outros e o Universo começam a se dissolver, porque já não operamos a partir de um espaço reativo, mas de um espaço neutro e empoderado.

Saber que cada momento nos dá a chance de nos ajustarmos a nossa realidade, permite uma abertura sagrada para entrar em nossas vidas, que cria mais fluxo, alegria e facilidade.

Dezembro nos oferece a oportunidade de resolver e liberar qualquer carga extra que estivemos carregando, que pode ter nos atrasado ou nos impedido de receber as bênçãos e beleza que a vida sempre nos disponibiliza.

Esta bagagem extra pode incluir relacionamentos, pensamentos, padrões, empregos, ambientes e outras coisas pouco saudáveis, e qualquer outra coisa que não esteja alinhada com sua visão mais elevada, e você com a deles.

MERCÚRIO RETRÓGRADO: UM PERÍODO PARA CRIAR A LIBERDADE EMOCIONAL

Mercúrio estará retrógrado de 3 de Dezembro a 22 de Dezembro. Ainda que Mercúrio retrógrado possa ser um período desafiador em alguns sentidos, sob o ruído superficial, é realmente um ótimo momento para deixar ir a carga extra que estivemos carregando e a luta associada a ela.

Isto é porque estes 19 dias nos oferecem uma grande oportunidade para liberar a dependência – a necessidade que outros sejam ou ajam de determinada maneira, antes que possamos ser felizes.

É vital que assumamos a responsabilidade pela nossa própria felicidade, e não mais dependamos dos outros dizendo ou fazendo o que preferimos, de modo que possamos nos sentir seguros ou satisfeitos em um nível do ego. Porque quando nos tornamos dependentes em nossos relacionamentos, é fácil perder o próprio senso.

Assumir plena responsabilidade pela nossa própria felicidade significa que não mais a estamos buscando em outras pessoas ou em circunstâncias externas. Este é o caminho para a verdadeira liberdade!

É claro, as defesas da mente sempre gostam de nos dizer o contrário.

Muitas vezes, surgirão desculpas como: “Mas eu tenho que ficar neste emprego que eu não gosto, porque não tenho tempo para procurar outro, e o salário é bom.”

“Oh, eu amo o meu parceiro e quero ficar com ele. Não é a minha culpa que eu fique infeliz quando ele não age da maneira que é preciso.”

Nada disto é incomum. Vemos situações como estas nos outros e vemos em nós mesmos. No entanto, estas crenças são uma maneira fácil de não assumir a responsabilidade pela nossa própria felicidade.

A mente nos dirá, também, às vezes, que se formos emocionalmente independentes, acabaremos sozinhos.

Isto nos leva a passar o nosso tempo tentando agradar aos outros, ou procurando maneiras para que eles nos agradem. Este impulso para moldar os eventos externos até que nos sintamos seguros se torna, então, a nossa maior motivação na vida.

E isto apenas resulta em decepção e tristeza, e o sentimento constante e instável de que somente as coisas fora de nós mesmos podem nos tornar felizes.

Estas ideias podem ser difíceis de enfrentar. Mas é importante que sejamos sinceros com nós mesmos e enfrentemos os nossos velhos padrões, para que possamos curá-los completamente!

Não precisa ser difícil criar independência emocional. Precisamos simplesmente aprender a nos interiorizar para encontrar a nossa força emocional, em vez de procurá-la fora de nós mesmos.

Para começarmos a construir uma independência emocional saudável, podemos começar agora a:

1 – Liberarmos a pressão que colocamos em nós mesmos para sermos perfeitos.

2 – Tornar uma prioridade o nosso bem-estar, dando-nos consistentemente atenção, amor próprio e autoaceitação.

3 – Liberar a necessidade de sempre estar certo e ter que provar a nós mesmos.

4 – Mudar as nossas rotinas diárias para manter a nossa energia revigorada e vivaz.

5 – Encontrar formas de incluir a expressão criativa, e a diversão todos os dias.

6 – Compartilhar amor e compaixão com os outros, sem entrar em suas crenças ou expressões de medo e carência.

7 – Estabelecer objetivos que sabemos que podemos alcançar, e tomar medidas para criá-las com alegria.

8 – Decida parecer e sentir da melhor maneira possível a partir de agora – de maneiras que sejam adequadas para o nosso bem-estar individual – alimentando os nossos corpos com alimentos super saudáveis, exercitando e movimentando o corpo diariamente e cuidando da aparência de maneiras que reflitam exteriormente a beleza que levamos interiormente.

9 – Agradeça ao Universo todos os dias, por tudo o que temos e por tudo o que somos.

Ainda que incorporemos somente uma ou duas destas sugestões em nossa rotina diária, elas podem nos ajudar a mudar o nosso foco e as nossas energias, apoiando-nos na criação de uma sensação positiva de independência emocional saudável própria.

Embora as energias de Mercúrio Retrógrado possam resultar em um pouco de turbulência – desafios no local de trabalho, quebra de aparelhos mecânicos, viagens difíceis, falta de comunicação com os outros – elas também podem fazer vir à tona antigos problemas que nos incomodaram por algum tempo, ou colocar as coisas em uma perspectiva totalmente nova.

Por exemplo: Podemos ouvir um velho amigo ou parceiro que pensávamos que não mais queria manter contato conosco.

Ou poderíamos de repente encontrar algum objeto que pensávamos que tínhamos perdido para sempre, ou retornarmos a um velho projeto ou ideia que agora, finalmente, funciona para nós.

Podemos encontrar uma solução para um problema que oprimiu as nossas energias por algum tempo – ou, finalmente, vermos a verdade de uma situação ou relacionamento que não fomos capazes de ver claramente até agora.

Porque Mercúrio Retrógrado nos oferece tal transparência na forma como pensamos, falamos e vemos tudo, pode ser útil colocarmos uma nova luz nos velhos ou atuais problemas, ideias ou relacionamentos.

Fique atento ao que surgir para você durante este período. Pode surpreendê-lo!

GRANDES MUDANÇAS CHEGANDO: SATURNO ENTRA EM ESCORPIÃO

Durante a terceira semana de Dezembro, Saturno entra em Escorpião, após um trânsito de três anos através de Sagitário. Esta é uma GRANDE notícia!

Com Saturno em Capricórnio, nós nos tornamos mais focados em sermos o criador de nossas vidas, ao invés de entrarmos na ilusão de que somos apenas espectadores.

Saturno em Capricórnio se tratará de nós criarmos a nossa própria magia, em vez de confiarmos que ela vem de algo fora de nós mesmos.

As qualidades mais importantes para focar enquanto Saturno está em Capricórnio são: autodisciplina, foco, organização e otimismo.

Ao integrarmos essas quatro qualidades de forma consistente em nossas vidas, experimentaremos grandes ganhos e conquistas nos próximos anos.

Isso pode acontecer especialmente nas áreas da carreira, nos relacionamentos, na felicidade e prosperidade

SOLSTÍCIO DE INVERNO E SOLSTÍCIO DE VERÃO

Belas energias estarão chegando para nós de nosso sol no Solstício de Inverno, no dia 21 de Dezembro (Solstício de Verão para aqueles que estão no Hemisfério Sul). Estas são energias de renovação e cocriação.

Por milênios, esta época do ano foi maravilhosamente celebrada. As culturas antigas sabiam o que quase nos esquecemos no mundo moderno: que as energias do sol que fluem poderosamente durante um solstício podem aumentar os efeitos de nosso foco e intenções.

Elas podem nos apoiar maravilhosamente na manifestação de coisas que servem ao nosso bem superior, e ao bem maior de todos a nossa volta.

As energias para a renovação e a manifestação serão mais fortes durante o solstício, então tenha suas intenções prontas! Escreva-as como afirmações, crie cartões ou passe algum tempo visualizando o que deseja criar.

Use as energias ativas do sol para apoiá-lo neste momento, enquanto a sua mente, espírito e energias globais, especialmente, ganham vida, querendo criar e expressar de maneiras bonitas.

Encontre uma maneira alegre de expressar seu amor pela sua vida e suas próprias visões.

Após o Solstício, os dias começam a ficar mais longos, pois isso também é uma celebração da luz que retorna ao Hemisfério Norte, bem como uma celebração do poder da luz do Sol.

Agora é o momento de estar seguro sobre o que você quer criar. Permita que a alegria desta temporada de cocriatividade flua como uma corrente que o transporta sem problemas para suas novas criações.

Dezembro é um mês emocionante que nos levará ao Ano Novo com um sentimento de alegria por todo o Amor, criatividade e realização que já estamos criando para 2018!

Até a próxima vez,

Milagrosamente, seu,

Emmanuel

 


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
https://emmanueldagher.com

Fonte: EMMANUEL DAGHER | EMOTIONAL INDEPENDENCE – DECEMBER 2017
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: PREVISÃO DA ENERGIA PARA DEZEMBRO DE 2017 – De Coração a Coração

SUA VIDA JÁ ESTÁ NO MELHOR CAMINHO DO JEITO QUE ESTÁ…

A vida está acontecendo AQUI e AGORA.
Fique longe das expectativas e viva a realidade DIVINA de cada momento.

 

Por: Giridhari Das
Com colaboração de: Harlley Alvez 

 

Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo. Entenda por que criar expectativas é a pior atitude que temos com os outros – e com nós mesmos. O #mantradodia nos pede para viver o amor hoje e no presente! E o que acontece em nossa mente e com nossa vida quando criamos expectativas? Veja aqui as respostas a estas importantes dúvidas e mude HOJE as suas atitudes.

 

Criar expectativas é como mover a sua vida em torno de profecias que não podem se cumprir. A decepção é certa. Afinal, por qual motivo alguém gastaria seu tempo e dinheiro em um corredor que não tem chance alguma de vencer. Pois é… viver de expectativas é apostar em um atleta que nunca teve estrutura para ganhar o páreo. Então, por que fazemos isso?

A mente frequentemente está vagueando para encontrar soluções externas para a vida. Em um processo interminável, a pessoa constantemente busca ajustar a realidade externa para adequá-la a seus desejos, por vezes, perdendo-se em fantasias e em zonas de conforto. A expectativa é fruto da ilusão que alguma situação no futuro vai lhe deixar mais feliz, do que a realidade que está vivendo. Realidade que com um olhar mais generoso, pode mostrar que sua vida já está no melhor caminho do jeito que está. Agradecer o que já temos, nos torna disponíveis para receber mais e sair das dificuldades. Eu chamo isso do paradigma da fantasia no livro “O Caminho 3T”, onde eu explico:

“… A mente destreinada, portanto, passa muito tempo no futuro, no que chamo de “mundo de fantasia”, sonhando acordada com o que parece um futuro melhor.  Listas de felicidades condicionais são sempre atualizadas, despertando um comportamento insaciável, sempre buscando novos motivos, para sair do presente.”

Basicamente, esses desejos envolvem mudar o futuro de três maneiras:

1) obtendo coisas (novo carro, telefone, casa, etc.);

2) fazendo pessoas cooperarem com seus planos (como encontrando um esposo ou esposa, ou esperando que o patrão trate você melhor);

e 3) tendo a esperança de que situações favoráveis surgirão (como obter um emprego, ficar em forma ou fechar um contrato).

Como dito anteriormente, é frequente que nada significativo aconteça quando alguém atinge uma dessas metas. Desejos, uma vez que realizados, frequentemente satisfazem muito pouco, e logo outros desejos começam a exercer pressão e assumirem o centro do palco da mente.

Viver assim é um dos principais componentes para se ter uma vida muito ruim. As razões para isso foram exploradas na seção Mindfulness. Quando a mente está no futuro, desejando resultados futuros, ansiedades em relação a consequências futuras são inevitáveis.

Nessa situação, igualmente inevitável é a frustração com a vida como ela é hoje, a ira quando surgem obstáculos que aparentemente adiam a realização desses desejos, e o medo de que tudo termine muito mal. Sejamos honestos: todos nós já tentamos viver assim, e simplesmente não funciona. Nunca funcionou. Esse não é um caminho para se obter paz, satisfação e felicidade.

Então, a mudança de paradigma é necessária.

Em vez de focar no futuro, na crença ilusória de que alguma combinação de realidade externa (estas coisas, com aquelas pessoas naquela situação) será a chave para a sua felicidade, o foco está em simplesmente viver bem a vida, aqui e agora, centrado no seu dharma.

Veja também:

“A Urgência do Despertar nos Dias de Hoje”

UM VIVA À REALIDADE!

A vida está acontecendo a todo momento. É um fluxo, uma constante corrente de eventos. O desafio é estar completamente presente conforme acontece. Diferenciando a Vida, da Fantasia. A felicidade surge de cumprir o seu dharma bem, aqui e agora, indo de um dharma a outro, ao longo do seu dia.

Sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo.

É simples assim. Não há necessidade (e, francamente, pouquíssima utilidade) em ficar sonhando acordado com um futuro. Pense nisso… quantas vezes você já se desapontou porque algo não saiu do jeito que você esperava? Expectativa é torturar-se e garantia de que vai se machucar.

A realidade é mais bela do que qualquer sonho, se você simplesmente aprender a acessar isso por completo. Eventos futuros se descortinarão sob a força todo-poderosa do tempo. A vida, em sua maior parte, acontece de maneira muito diferente do que qualquer coisa que você imaginou anteriormente. E isso não é algo ruim, nem algo bom. Apenas é.

Trata-se da realidade. Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Em vez de imaginar que certa combinação de coisas, pessoas e situações trará paz e felicidade para você no futuro, você deve buscar paz e felicidade na vida como ela é, na bênção maravilhosa de estar ativo em seu dharma, de estar vivo, agora mesmo.

A solução é vigiar sua mente. Sempre que cair nesta cilada, de empurrar sua felicidade para uma data futura, na ilusão que algo externo vai definir seu bem-estar, você para, respira fundo e traz sua mente de volta para o aqui e agora.

Traga de volta para o milagre da vida, do ser, da chance de fazer seu melhor aqui e agora. O verdadeiro prazer está em amar, em ser carinhoso, prestativo e gentil, aqui e agora.

Cada ato de amor e carinho, cada momento que passou em gratidão, em serviço amoroso e devoção… é uma gota de pura bem-aventurança em sua vida.

Fique longe das expectativas e viva a realidade divina de cada momento. Busque o Sagrado nos pequenos e grandes momentos do seu dia a dia. Tudo isso está em  você, sempre esteve. Então, vamos ser generosos com a gente: vamos viver de amor e no presente!

#viverDeAMORhojeEnoPRESENTE #OmantradoDIA

#GiridhariDAS

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Seu amigo,

Giridhari Das

 


Sobre Giridhari Das:

Imagem autorGiridhari Das é mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento.

Encontre-o na Web e nas Redes Sociais:
Informações para a imprensa:

 


 

CADÊ ESSA TAL FELICIDADE?…

people-man-cry-sad-tree-sunset-2562694_960_720.jpg

QUERO TANTO ME SENTIR BEM,

MAS AINDA NÃO SEI COMO

Por: Giridhari Das
com a colaboração de: Harlley Alvez

 

Quando eu me volto para o passado…
Ou quando mergulho meus pensamentos no futuro…
O presente fica de lado.
Renegado.

Mas quando um homem deixa-se ser generoso consigo mesmo.
E quando uma mulher permite-se ser generosa com ela própria.
Doando-se um tempo para respirar, olhar ao redor e ver o que está disponível para o dia, podem escolher conscientemente como responder às situações e é aí que a vida se torna mais equilibrada e centrada novamente.
Era assim quando eramos crianças.
Precisamos reaprender esse tipo de olhar, associando-o a um estado de observância e autoanálise… assoprando para transformar as faíscas da alma, em Fogo.

Reserve um tempo para fazer uma pausa e se reconectar.
Faça algumas respirações profundas antes de continuar com o texto…
Retire de ti o que você não o é, e você será feliz.
Você já é Perfeito.
Você já é Perfeita.
O problema é que agora estamos convencidos pelo ego de sermos coisas que não nascemos para ser:

egoísmo,
inveja, ganância,

um tal status social…

– ter em vez de Ser –

quer uma personagem…
uma roupa, uma marca,
quer um partido,
curtidas…
um time,
carros,
coisas

Em vez de sermos apenas
Luzes Nascidas de Deus
Agora vivendo em corpos materiais neste planeta
para cumprir uma missão pessoal.
que nos dá créditos para retornar
ao Supremo.

Por mais que você queira desfrutar o mundo material, você não é material.
É, de fato, uma consciência.
E consciências não são do mundo material.
A sua consciência é transcendental, por isso não fica totalmente bem na matéria tridimensional.
É quando a alma começa a buscar algo que perdeu – sente falta, mas nem sabe o quê.
Seria ótimo se lazer, prazer e desfrute nos iluminasse e suprissem essa falta. Mas não.
Não é rico quem tem mais, e, sim, quem deseja menos.

Desfrute mundano como a única meta da vida, com gozo desmedido dos sentidos é uma filosofia falsa e imprópria para o interesse verdadeiro da pessoa que vive dentro do seu peito. Escute a Pessoa do Seu Coração.

Angústia,
ansiedade, ganância,
luxúria, inveja, loucura
e depressão são o os estados
que o desfrute e desejo material trazem.
A busca pela matéria é o início da Inquietude.
Na afinidade com eles não tem como
sermos FELIZES

¨¨¨¨¨

clip_image002_thumb.png

Foto: Blobby, By Laura Stwart – https://vimeo.com/92254750

¨¨¨¨¨

Já centrar-se e praticar o desapego, aquietar a mente, meditar, orar, entrar no aqui e agora geram o prazer de estar satisfeito, desejando menos. Experimente esse bem estar de ser a pessoa que está dentro do corpo, que é uma pessoa que não precisa das coisas do mundo, quer apenas paz, bem estar, contentamento… harmonia e essa tal felicidade, que também pode ser o seu reencontro com DEUS, seja o nome que dê a Ele. E nenhuma dessas benesses o mundo material pode produzir por si só. O corpo pode gostar e até viciar no desfrute, mas a consciência não. Pelo contrário, a frugalidade e a superficialidade do mundo a alma entristecem.

Faço um desafio:

O mundo material não pode produzir nada além de agito mental na sua vida. E isso é o que te deixa sem eixos, andando meio que sem rumo, meio desnorteado(a).

Experimente investir a sua energia no seu dharma e na conexão com Deus.
#Experimente uma semana, sem quebrar. Dois dia apenas se para você for muito, um depois outro, para reforçar o experimento. E depois nos conte o que aconteceu ao usar os Cinco Passos na sua rotina. O QUE VOCÊ SENTIU?

DA RODA DE CONVERSAS:

ASSISTA o que a nossa SatSanga falou sobre isso:

“O Defeito de Buscar Apenas o Prazer Material”

 

¨¨¨¨¨

 

A alma, como um Eco-Agricultor Divino, veio semear e colher sentimentos para levá-los ao Cosmos. Não busca coisas. A infelicidade vem quando trabalhamos contra o Dharma, buscando ser algo ou alguém que não nascemos para ser. E cada um desses defeitos ou refúgios e desfrutes focados no material… pensando melhor, FUGAS, deixa-nos um pouco mais infelizes, frustrados, pois a alma sente quais caminhos são certos ou incoerentes. E, logo, nos faz um pouco mais distantes de nossa Perfeição Divina. Mas há uma saída, ou melhor, CINCO!

  • Pratique a auto-observação;
  • Assuma o comando de sua vida;
  • Fique sempre presente (mindfulness);
  • Viva sua essência (seu dharma);
  • Cultive devoção a Deus (bhakti);

Podemos simplificar o caminho para uma vida perfeita em apenas cinco passos. Cinco etapas que vão lhe levar a viver cada dia melhor, cada passo baseado no caminho anterior.

Veja aqui por que são tão eficazes,
à medida que você assume a responsabilidade
por seus próprios pensamentos e decisões.

Lembre-se: #EuVivoaVidaqueEuFiz.

  • Primeiro Passo – Auto-observação

Seja a testemunha de sua mente. Observe seus pensamentos e suas emoções. Observe seu foco. Não só olhe para fora. Acompanhe sempre como você está reagindo aos acontecimentos externos. Onde está seu foco? Está pensando em que? Está atento ao que está acontecendo aqui e agora, ou está perdido no passado ou futuro? Como estão seus filtros? Está vendo a realidade sempre no negativo, vendo problema em tudo? Consegue ter gratidão e ver a beleza da vida?

Quando dirigimos, olhamos para frente, mas também temos os retrovisores. Enxergue o mundo, mas sempre de olho para dentro. Como diz o ditado, “Quem olha para fora, sonha, mas quem olha para dentro, desperta”.

  • Segundo Passo – Auto-comando

Uma vez que estamos de olho na mente, acompanhando seus movimentos, surge então a possibilidade de assumirmos comando das flutuações, foco e o estado em geral da mente.

Aprendemos que além de observar, podemos modificar e direcionar os pensamentos e emoções. Este poder é ignorado por muitos, e o custo de ignorar ele é incalculável. Não é exagero dizer que quem não assume comando de sua vida perde a possiblidade de ser feliz.

Aqui um artigo e vídeo que fiz sobre o assunto: http://giridhari.com.br/ensinamentos/assuma-comando-de-sua-vida/. O resumo: você vive a vida que você fez. Você pode completamente assumir comando de sua mente, radicalmente mudando seu padrão de felicidade e qualidade de vida.

  • Terceiro Passo – Mindfulness

Uma vez assumindo comando de sua mente, o primeiro e mais essencial passo para acessar tudo mais de bom é manter sua mente no aqui e agora. A raiz de toda infelicidade é a mente fora do aqui e agora. Veja este vídeo onde eu explico a questão: https://www.youtube.com/watch?v=8ULG3crkj5M.

“Totalidade na ação” é o termo chave aqui. Na medida que você aprende a direcionar sua mente, verá que nada é melhor do trazer toda sua mente para aquilo que está fazendo aqui e agora. Estar 100% presente em toda e cada ação de sua vida é o portal dos estados superiores de existência e a elevados níveis de bem-estar.

  • Quarto Passo – Dharma

Se totalidade na ação é o caminho, surge a pergunta essencial: qual ação devo realizar? A resposta está no conceito do dharma. Dharma é sua essência em ação. Dharma é o dever que surge de quem você é. Dharma é propósito.

Dharma nos traz o norte do que fazer, e de onde colocar nossa mente. Qual ação se pede de mim agora? A cada momento, de cada dia, para cada um, tem um chamado e este chamado é o dharma. Dharma significa você vivendo a sua vida, a vida que veio viver.

Quem acompanha meu trabalho, sabe que enfatizo bastante a importância de dharma.
Veja aqui um playlist de muitos vídeos sobre o tema: https://www.youtube.com/watch?v=djqMYQC3EHk&list=PLPf150sJ1O JU1Wa-8IlxUlT0Uk3rhSdwj.

  • Quinto Passo – Bhakti

Bhakti significa AMOR, e amor é a perfeição da vida. Agir, acima de tudo, com devoção amorosa é a expressão última da alma. O propósito final da vida é despertar e reviver seu amor por Deus. A força e felicidade que advém de bhakti é inigualável. Quem não conhece, considera que é fantasia ou ilusão e faz graça ou vê com desdém aqueles que tem fé. Mas quem já ativou sua conexão, que já está em yoga, sabe. Quem já está desperto sabe que nada supera e nada jamais pode superar bhakti e que não há posição superior do que estar em crescente amor por Deus, fazendo de tudo na vida uma oferenda amorosa a Deus.

E, mais, quem seguiu o caminho completo, entende que bhakti sem os outros passos pode ser até perigoso. Bhakti é o objetivo final, mas precisa do suporte de uma mente sob controle e pacífica para brilhar. Bhakti precisa do solo fértil do dharma, de uma vida de princípios e moralidade para florescer.

¨¨¨¨¨

image1

¨¨¨¨¨

Conclusão

É impressionante como o simples ato de trazer a mente para o aqui e agora é suficiente para trazer enorme bem-estar, e nos livrar do sofrimento. Observe você mesmo: sempre que não estiver se sentindo bem, sentindo ansiedade, etc., veja onde está sua mente. Veja se está no passado, presente ou futuro. Vai ver que não está no aqui e agora. Com seu crescente poder de auto-comando, direcione sua mente sempre que puder, para sua ação, para o cumprir de seu dharma, para a vida.

Fiz aqui uma brevíssima apresentação de cada passo. Nos vídeos explico mais.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma descrição detalhada de cada elemento, como também de técnicas e ferramentas para você colocar isso tudo em prática em sua vida.

A META é… #SerVocê…

ANDAR na… #SuaHistoria

SER… #QuemRealmenteÉ

Viver… no #AGORA

ATUANDO no seu melhor #SEMPRE.

¨¨¨¨¨

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Seu amigo,

#GiridhariDas

#kdessatalFELICIDADE?
#vivendoavidaQUEnasciparaviver
#EXPERIMENTE
#DESAFIOdoDHARMA


Sobre Giridhari Das:

Imagem autorGiridhari Das é mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento.

Encontre-o na Web e nas Redes Sociais:
Informações para a imprensa:

AS SETE DIFERENTES FORMAS DE VOCÊ VIVER DE ACORDO COM SEU DHARMA…

Dharma

Os 7 Dharmas

os 7 dharmas

Por: Giridhari Das
Da obra O Caminho 3T

.

Desde nossas necessidades fisiológicas até nossa relação com Deus, muitos detalhes formam nossa natureza, e darmos a devida atenção a tudo que nos constitui é uma condição fundamental para podermos nos realizar plenamente.

.Dharma é um conceito muito rico, e a palavra tem muitos significados, mas meu foco será no dharma como aquilo que precisa ser feito – essência e dever. O dever pode ser algo imposto. A essência não pode ser imposta. Dharma, portanto, é aquele dever que nasce de quem você realmente é, que nasce de sua natureza. Não é uma imposição externa ou social. É o que você precisa fazer, em qualquer dado momento, para ser a melhor pessoa que você pode ser. É fazer a coisa certa na hora certa. Ser dhármico é mais do que simplesmente fazer o que é bom ou evitar uma conduta danosa ou violenta, embora isso certamente esteja incluído no conceito, e pode-se reduzir isso a uma lista do que se deve evitar. O dharma é fluídico, vivo e sensível aos diferentes aspectos de sua vida. Grandes mudanças no seu dharma podem ocorrer, literalmente, de um segundo para o outro. Uma maneira de entender o dharma é refrasear os clássicos dizeres: “Não pergunte o que o mundo pode fazer por você, mas pergunte o que você pode fazer pelo mundo”.

Dharma é o princípio orientador da vida, a cada momento lhe demonstrando o que você deve fazer, respondendo suas dúvidas em relação a que curso seguir e simplificando as ações da vida. Dharma é sua integridade na ação e a verdadeira expressão do seu ser. Você encontrará seu lugar no mundo uma vez que você se afine com seu dharma.

dharma é fluídico

O dharma é fluídico, vivo e sensível aos diferentes aspectos de sua vida.

O dharma é uma parte integral da natureza. Não é uma construção psicológica ou um conceito religioso. O nível de fidelidade que você tem ao seu dharma afetará diretamente como você se sente diariamente. Ser fiel a si mesmo significa agir de acordo com seu dharma. Assim, quanto mais você pode se afinar com seu dharma, mais você pode agir com base no seu dharma e mais você se sentirá satisfeito, completo, real e feliz. Quanto mais dhármico for o seu comportamento, mais você se sentirá satisfeito com quem você é agora. Por fim, quanto mais dhármica for a sua vida, mais você poderá recapitulá-la com alegria e com um sentimento de realização.

Estar na Zona

Mindfulness e dharma andam lado a lado. Dharma é algo tão natural que o que você precisa para estar cada vez mais afinado com ele é remover o que não é natural, em especial egoísmo, medo e cobiça. Outra maneira de dizer o mesmo é que, se você for vítima de sua lista de felicidades condicionais, ou simplesmente carecer de consciência suficiente de suas ações, você não conseguirá ver o seu dharma. O foco perfeito no aqui e agora é centrar-se no seu dharma e colocar toda a sua atenção em realizar seu dharma no máximo de sua capacidade. Isso, por si só, trará uma felicidade imediata e sustentável. Você já experimentou isso muitas e muitas vezes. Você talvez se lembre de muitos momentos em que você se focou totalmente em fazer algo que era seu dever, sem qualquer consideração em relação a si mesmo ou a recompensas futuras ou mesmo a perigos. Pais, em especial mães com bebês, experimentam isso com frequência. Essa experiência é chamada de “estar na zona”. A psicologia positiva (o ramo da psicologia que estuda o que torna as pessoas felizes) aponta “estar na zona” como um dos pilares primários de uma vida feliz. Estar focado na ação implica, necessariamente, não estar focado nos sacrifícios ou benefícios materiais que a ação possa suscitar no futuro. Estes dois são diretamente opostos: focar-se no seu dharma aqui e agora, e ansiar por resultados futuros. Este ponto é tão importante que Krishna não o menciona menos do que dez vezes na Bhagavad-gita. Esta mudança de paradigma é a chave para um grande salto de bem-estar.

A Mudança de Paradigma: Vida vs. Fantasia

A mente destreinada frequentemente se esforça por encontrar soluções externas para a vida. Em um processo interminável, a pessoa constantemente busca ajustar a realidade externa para adequá-la a seus desejos. Listas de felicidades condicionais são sempre atualizadas. A mente destreinada, portanto, passa muito tempo no futuro, no que chamo de “mundo de fantasia”, sonhando acordada com o que parece um futuro melhor. Basicamente, esses desejos envolvem mudar o futuro de três maneiras: 1) obtendo coisas (novo carro, telefone, casa, etc.), 2) fazendo pessoas cooperarem com seus planos (como encontrando um esposo ou esposa, ou esperando que o patrão trate você melhor), e 3) tendo a esperança de que situações favoráveis surgirão (como obter um emprego, ficar em forma ou fechar um contrato). É frequente que nada significativo aconteça quando alguém atinge uma dessas metas. Desejos, uma vez realizados, frequentemente satisfazem muito pouco, e logo outros desejos começam a exercer pressão e assumirem o centro do palco da mente. Viver assim é um dos principais componentes para se ter uma vida muito ruim. Quando a mente está no futuro, desejando resultados futuros, ansiedades em relação a consequências futuras são inevitáveis. Nessa situação, igualmente inevitável é a frustração com a vida como ela é hoje, a ira quando surgem obstáculos que aparentemente adiam a realização desses desejos, e o medo de que tudo termine muito mal. Sejamos honestos: todos nós já tentamos viver assim, e simplesmente não funciona. Nunca funcionou. Esse não é um caminho para se obter paz, satisfação e felicidade.

quando-a-mente (editado)

Quando a mente deseja resultados futuros, a ansiedade é algo inevitável.

Então, a mudança de paradigma é necessária. Em vez de focar no futuro, na crença ilusória de que alguma combinação de realidade externa (estas coisas, com aquelas pessoas, naquela situação) será a chave para a sua felicidade, o foco está em simplesmente viver bem a vida, aqui e agora, centrado no seu dharma. Vida vs. fantasia. A vida está acontecendo a todo momento. É um fluxo, uma constante corrente de eventos. O desafio é estar completamente presente conforme acontece. A felicidade surge de cumprir o seu dharma bem, aqui e agora, indo de um dharma a outro, ao longo do seu dia – sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo. É simples assim. Não há necessidade (e, francamente, pouquíssima utilidade) em ficar sonhando acordado com um futuro. A realidade é mais bela do que qualquer sonho, se você simplesmente aprender a acessar isso por completo. Eventos futuros se descortinarão sob a força todo-poderosa do tempo. A vida, em sua maior parte, acontece de maneira muito diferente do que qualquer coisa que você imaginou anteriormente. E isso não é algo ruim, nem algo bom. Apenas é. Trata-se da realidade. Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Em vez de imaginar que certa combinação de coisas, pessoas e situações trará paz e felicidade para você no futuro, você deve buscar paz e felicidade na vida como ela é, na bênção maravilhosa de estar ativo em seu dharma, de estar vivo, agora mesmo.

Os 7 Dharmas

Listarei, agora, sete categorias básicas de dharma para ajudar em um melhor entendimento do que é o dharma e como é fácil identificá-lo. É claro que há sutilezas, mas estas sete categorias maiores servem como forte diretriz.

1. Dharma Vocacional

O primeiro dharma, eu costumo dizer, é o mais difícil de todos, pelo menos para a maior parte das pessoas. O primeiro dharma é o chamado de sua vida, sua vocação. Nasce de sua natureza psicofísica. Algumas pessoas têm a bênção de conhecer sua vocação ainda com pouca idade. Já vi isso pessoalmente no caso de alguns dançarinos, artistas plásticos e atores com que me encontrei. São comuns histórias de atletas que se destacaram tanto que seus parentes e professores naturalmente os orientaram para se tornarem profissionais do esporte. Há outros que têm um QI tão aguçado que naturalmente gravitam em torno de trabalhos acadêmicos e científicos. Para a maioria, isso pode ser uma batalha.

sofrem-por-se-formarem-e-atuarem-em-areas (editado)

Muitos sofrem por se formarem e atuarem em áreas que não correspondem à sua natureza psicofísica.

A razão para isso ser uma batalha é que a sociedade ensina às pessoas desde tenra idade que o que elas realmente precisam é dinheiro, com metas secundárias de estabilidade e respeito. Em outras palavras, quase todos aprendem, desde o nascimento, a escolher o paradigma fantasia. Em vez de ensinarem as pessoas a fazerem aquilo em que são boas e ajudarem-nas a desenvolverem suas inclinações e talentos únicos, o mais frequente é que os pais, a cultura e o sistema escolar tratem as pessoas como folhas em branco, dando-lhes uma educação que supostamente serve para todos e os encorajando a fazer tanto dinheiro quanto possível.

Então, aqui estão algumas dicas para ajudar você a encontrar sua vocação. Lembre-se de que nunca é tarde demais.

  • Quando estiver meditando sobre o que você gostaria de fazer, remova de sua equação qualquer fator externo. A questão é quem você é, e não preocupações práticas.
  • Esqueça o dinheiro. Não pense: “Ah! Não posso trabalhar com arte porque isso não pagará minhas contas”, “Não posso cursar Filosofia porque que tipo de emprego eu conseguiria?” Remova tais considerações da mente. Uma maneira de fazer isso é pensar: “Se eu ganhasse na loteria, eu gostaria de trabalhar com…”
  • Esqueça a pressão social e o orgulho. Não se trata do que seus pais querem que você faça. Se você não se atrai pela vida militar, não faz diferença se existem cinco gerações contínuas de militares na sua família. Não se trata de status social também. Talvez a sociedade não aprecie um porteiro ou garçom, mas são profissões perfeitamente nobres. Quem possui a natureza psicofísica para o ofício de porteiro e está fazendo isso está muito melhor situado do que alguém exercendo a profissão de advogado apesar de ter a natureza psicofísica, na verdade, para a ocupação de musicista. O porteiro pode facilmente encontrar paz e felicidade em seu trabalho, enquanto o advogado sempre se sentirá frustrado e não realizado.
  • Não pense apenas no que você gostaria de fazer. Você talvez goste de fazer muitas coisas. Em vez disso, pense no que é aquela atividade específica que você não consegue ficar sem. Tente pensar qual é o tipo dominante de atividade para a qual você é naturalmente atraído.
  • Uma nota para professores: professores têm uma vocação dupla. Primeiramente, têm de aceitar que nasceram para ensinar e, em seguida, têm que encontrar a temática de ensino para a qual têm maior inclinação.

Encontrar sua vocação envolve quem você é agora e é algo que está ali para ser descoberto, de modo que há ferramentas e processos que você pode usar para ajudá-lo quanto a isso, incluindo: testes vocacionais, conversar com pessoas que são próximas a você e até mesmo astrologia védica. O melhor a fazer é apenas olhar seriamente para dentro do próprio coração e sentir sua natureza. Passe algum tempo sozinho, em silêncio, e reflita demoradamente. Seja corajoso e esteja disposto a aceitar sua verdadeira natureza. Não se traia. Não deixe o medo do futuro parar você.

Encontrar sua natureza é essencial. Passar suas horas de trabalho fazendo algo não adequado à sua natureza psicofísica desgastará suas chances de felicidade. É uma ofensa à sua pessoa. É como manter seu verdadeiro eu trancado em algum lugar distante.

2. Dharma Natural

Krishna explica na Bhagavad-gita que, entre outras coisas, um yogi tem que satisfazer três necessidades naturais: 1) dormir, 2) comer e 3) recrear. Chamo isso de nosso “dharma natural”, porque se tratam de necessidades naturais centrais do corpo e da mente. Krishna enfatiza que não se deve comer ou dormir em excesso nem comer ou dormir menos do que o necessário. Quanto é “em excesso”? Bem, o que seja em excesso para você. Somos todos diferentes. E, em diferentes momentos de sua vida, o que é demais ou insuficiente para você irá variar. Portanto, você tem que encontrar o seu equilíbrio. Viver o seu dharma é, precisamente, ter equilíbrio, sabendo quando mudar de um dharma para outro, em seu limitado dia de 24 horas. O dharma natural significa que você tem que levar a sério, como um dever, como parte de sua essência, os atos simples de comer, dormir e recrear.

Você tem que reservar um tempo para comer, para valorizar esse momento. Comer não deve ser empurrar comida para dentro da boca enquanto se faz um milhão de outras coisas. Não deve ser algo corrido. É algo que deve ser tratado como um dever sagrado. Um tempo para pensar sobre suas escolhas alimentares, sobre o que você está colocando em sua boca. É o momento crucial do dia em que você está reabastecendo o seu corpo. “Esta refeição é compatível com quem eu sou? É realmente boa para mim? É boa para o planeta?” São escolhas sérias, com consequências sérias. Em um mundo onde as pessoas estão se matando e destruindo o planeta com más escolhas alimentares, é fácil ver como tomarmos o ato de comer como um dos dharmas fundamentais pode ser muito importante.

Dormir não é uma perda de tempo. É um componente essencial para sua saúde mental e física. Falta de sono pode ter um impacto negativo tremendo em sua saúde, e até mesmo matar, no caso de dormir ao volante ou em outra situação similar. É seu dever fazer todos os arranjos necessários para dormir bem e dormir o bastante. Dormir não deve ser algo que você faz quando não é mais capaz de ficar de pé e algo que você interrompe porque é forçado a se levantar para trabalhar. Como dormir o bastante é seu dharma, é seu dever, você tem que organizar sua vida de forma que essa necessidade mental e corpórea crucial seja acomodada. Ver o sono como seu dharma significa também que, quando você vai para a cama, não deve estar pensando em outros dharmas, como o trabalho. Você deve simplesmente dormir. Limpe sua mente e esteja no aqui e agora de simplesmente dormir.

dormir-naoc3a9-uma-perda-de-tempo (editado)

Dormir não é uma perda de tempo. É um componente essencial para sua saúde mental e física.

Ver a recreação como um dos seus dharmas significa que você pode dispersar todo sentimento de culpa quando você consegue tempo para se divertir ou sair de férias. Isso também significa que você deve reservar um tempo para se divertir e sair de férias. Alguém que trabalha demais e não se diverte nada acaba se tornando alguém muito carrancudo… e pouco dhármico também. Eu, pessoalmente, acho fascinante e confortador que um texto clássico como a Bhagavad-gita, descrevendo o que é preciso para se iluminar, mencione a importância da recreação.

3. Dharma Ocupacional

Independente de se você encontrou sua verdadeira natureza, quando você aceita um emprego, gerencia seu próprio negócio ou se matricula em um programa de estudo de horário integral, você aceitou um grande dharma. Chamo isso de “dharma ocupacional”. É, em geral, o que mais exige horas do seu dia, em virtude do que é muito importante que você veja seu trabalho ou estudo como um dharma, e não como um fardo ou imposição externa.

Porque é um dharma, você não deve aceitar um trabalho que cause dor e destruição desumana. A expressão de sua vida, por exemplo, não pode ser ajudar a causar câncer e vícios em milhões de pessoas, roubar ou utilizar indevidamente recursos públicos, destruir a economia, tirar o dinheiro de outras pessoas através de mentiras, matar animais inocentes ou contribuir para a destruição do planeta. Não pode haver felicidade nisso, e nenhum argumento deve conseguir convencer você da necessidade de aceitar uma ocupação tão degradante como essas exemplificadas.

nenhumargumento (editado)

Nenhum argumento deve convencê-lo a aceitar uma ocupação degradante, como promover vício e doenças entre a população.

Ver seu trabalho como dharma significa aplicar o mesmo princípio de mindfulness para as muitas ações que o circundam. Isso quer dizer que você jamais deve ver seu trabalho ou estudo como um meio para um fim. O trabalho jamais deve se destinar a ganhar dinheiro, e seus estudos jamais devem ter por finalidade conseguir um diploma para conseguir um emprego. Esse tipo de pensamento torturará você e tornará seus dias longos e sofridos. Em vez disso, cada atividade para a qual você é convocado deve ser feita tão bem quanto você seja capaz, com tanto de sua atenção dedicada a isso quanto possível. O foco deve ser a ação em si, não o dia como um todo, nem a carreira, nem o salário ou outra meta no futuro.

Se você está se sentindo estressado no seu trabalho, é um sinal bem claro de que sua mente está fora de controle. Estresse é um indicador de que você ou está ansiando por algum futuro positivo ou está temendo algum acontecimento negativo. Em outras palavras, sua mente o está arrastando para o futuro e o enlouquecendo. Então, traga seu foco de volta para uma ação por vez. Se é hora de se sentar em uma reunião ou sala de aula, esteja ali, presente, sendo a melhor pessoa que você pode ser naquele momento. Se é hora de preparar uma apresentação, para vender papel ou qualquer outra coisa, então faça isso somente, faça o melhor que pode fazer e não fique se desgastando com pensamentos do que virá depois, não fique percorrendo as postagens de redes sociais ou respondendo a e-mails. Mantenha sua completa atenção em uma coisa de cada vez.

4. Dharma Pessoal

Toda relação pessoal cria uma demanda dhármica. A qualidade e o tipo de relação determina “o peso” das demandas dhármicas ou, em outras palavras, quanto do seu tempo você tem que investir na relação e o quanto de responsabilidade existe no seu papel nesse relacionamento. Mães e pais têm a maior demanda de todas. O dharma de criar os filhos é seríssimo. Donos de animais de estimação também assumem um dharma similar ao de maternidade e paternidade em relação aos seus companheiros animais. O dharma de ser filho ou filha é o segundo mais importante, mas não se compara ao de ser mãe e pai. Amigos muito próximos também criam laços dhármicos. Existem variados níveis de responsabilidade com outros membros familiares, irmãos, vizinhos, colegas de trabalho, etc.

vocetemquepercerber (editado)

Você tem que perceber o que cada relacionamento exige de você e estar pronto para cumprir sua responsabilidade.

Ver toda relação pessoal como dharma, como parte de uma definição de quem somos, como um dever sagrado, significa que você tem que ir além do egoísmo e da preguiça. Você tem que estar ciente dessa relação e sentir o que é preciso para honrá-la, para apreciá-la. Também significa que você quer estar completamente presente quando lida com a pessoa. Se é o momento de dar um telefonema para exercitar seu dharma pessoal com sua esposa, esteja completamente presente, exercendo tanta conexão e tanto amor quanto você seja capaz. Se é hora de passar algum tempo brincando e educando seus filhos, esteja ali por completo. Se entregue a isso. Não deixe sua mente arrastar você para pensamentos referentes ao trabalho. Não dê atenção para sua mente lhe dizendo que, em vez de brincar com um carrinho barulhento, ela preferiria estar malhando na academia ou lendo um livro em um ambiente tranquilo.

O dharma pessoal possui uma importância enorme. Se você não der tempo e energia suficientes para seus relacionamentos pessoais, você está fadado a sofrer, independente do que mais você acredite estar obtendo. Você tem que ter a sensibilidade de perceber o que cada relacionamento exige de você e estar pronto para cumprir essa responsabilidade com plena atenção, dando o seu melhor.

5. Dharma Comunitário

Você é parte de uma comunidade, residente de uma cidade e estado, e cidadão de um país. Isso significa que você tem benefícios e responsabilidades compartilhados. Espera-se que o governo providencie estradas, iluminação pública, eletricidade, água, proteção contra criminosos e invasores estrangeiros, etc., e, em troca, pelo menos, você tem que pagar seus impostos e obedecer às leis. Ainda melhor, você deve ver seu dharma comunitário como um chamado para tornar melhor a vida daqueles que vivem em seu entorno. Você pode ajudar com ideias ou com serviço voluntário? Você pode se engajar na exigência de melhores direitos civis, melhores serviços públicos? Você pode ajudar aprimorando a escola dos seus filhos? Não podemos, todos nós, pensar que isso é problema dos outros. Onde há um crescimento dessa tendência de pensar que outra pessoa deveria se preocupar com o bem público, ali encontraremos políticos corruptos e péssimos serviços governamentais. Assim, de um lado, devemos ser ao menos membros conscientes de nossa comunidade, pagando nossos tributos e seguindo as leis, e, por outro lado, devemos participar ativamente no aprimoramento da sociedade.

6. Dharma Universal

O dharma comunitário possui um foco mais imediato na comunidade e no país em que você vive. Contudo, estamos todos interconectados. Não apenas compartilhamos de uma conexão natural com aqueles da nossa espécie, mas também uma conexão com todos os habitantes do planeta Terra. Essa conexão nos define, é parte de quem somos, diante do que é parte do nosso dharma como um todo. Chamo isso de nosso “dharma universal”. Conforme você evolui, naturalmente você se torna mais e mais afinado com o mundo ao seu redor, sensível ao que está acontecendo. Uma pessoa espiritualmente madura não é indiferente à destruição do planeta e ao sofrimento de outros, e assume a parte que lhe cabe para tornar o mundo um lugar melhor. Isso se chama compaixão.

serecologico (editado)

Ser ecológico é uma das manifestações do dharma universal.

 

7. Dharma Espiritual

Por último, mas certamente não menos importante, está a categoria do dharma espiritual. Seu eu espiritual é a definição última de quem você é, sua essência no sentido último da palavra. Mesmo se, neste ponto, você não “assina embaixo” da ideia de ser mais do que este corpo, você ainda pode compreender o dharma espiritual como seu dever de ser a melhor pessoa possível, de ser completamente justo consigo mesmo.

a conexão

A conexão com Deus, quando experimentada de forma madura, é a parte mais profunda do dharma.

Com o tempo, uma vez que você entenda que você só pode se definir perfeitamente quando entenda sua relação com Deus, então, como parte de sua essência mais íntima, como a definição central de si mesmo, você gozará alegremente dessa conexão, chamada devoção, como a parte mais profunda do seu dharma espiritual. Exercitar seu dharma espiritual é assumir seriamente a responsabilidade de aprimorar-se e de conhecer-se.

Mudança de Dharma e Mindfulness

Foco no dharma é uma ótima maneira de checar se você está praticando o mindfulness; em outras palavras, se você está realmente focado no aqui e agora. Por exemplo, você está se divertindo com um passeio de bicicleta e um pneu estoura, ou você está trabalhando e recebe uma ligação e toma conhecimento de uma emergência familiar com a qual você tem que lidar. A tendência natural é você se perturbar. Quando isso acontece, simplesmente pare. Respire fundo algumas vezes. O que acabou de acontecer foi uma mudança de dharma. Você estava contente no seu dharma de recreação, andando de bicicleta, então, de repente, isso mudou para o dharma de arrumar a bicicleta. Você estava absorto no seu dharma ocupacional, trabalhando no computador, mas, então, você foi forçado a interromper isso para lidar com um dharma pessoal. Não se perturbe. Apenas entenda que aconteceu uma mudança de dharma. Se fixe no novo dharma, fixe sua mente nele, aqui e agora. Viva bem o novo momento. Não resista ao fluxo da vida e às demandas dhármicas sempre em mutação, que podem vir em momentos muito inesperados.

Antes de fazer qualquer coisa, certifique-se, primeiramente, que é seu dharma fazer isso. Algumas vezes, surgem em nossa mente ideias sem sentido que é melhor não executarmos. Outras vezes, alguém talvez queira pressioná-lo a fazer algo que é contra o seu dharma. Então, primeiro cheque e, então, seja firme o bastante para dizer não a você mesmo ou a outros caso a ação em questão não seja o seu dharma. Se é, entretanto, se fixe nisso, apesar de algum apego por fazer outra coisa, preguiça ou mesmo medo. Se é o seu dever, seu dharma, simplesmente faça, com sua mente inteiramente centrada nisso. Não permita que sua mente torture você. Não faça uma coisa desejando fazer outra. Se você tem que fazer algo, se é parte do seu dharma, realmente se entregue a isso, mesmo caso não estivesse nos seus planos ou mesmo caso não se sinta apto para isso. O resultado será que você mais uma vez se sentirá harmônico e em paz.

Dharma como um Guia e um Caminho para Simplificar a Vida

Conforme você desenvolva sua sensibilidade às demandas dhármicas do momento, saber o que fazer de um momento a outro se torna tão claro e fácil quanto trafegar por uma rodovia. À medida que você desenvolve essa habilidade, você terá a clareza de conhecer qual é a melhor coisa para se fazer agora, e terá, portanto, a determinação natural, nascida de estar livre de dúvidas, para se fixar completamente nisso. Isso permite que você aproveite ao máximo cada dia, aproveite ao máximo cada ato, absorto em mindfulness, sendo o melhor que você pode ser.

O dharma também ajudará você a se aliviar do estresse de múltiplas demandas, seja no trabalho, seja em casa ou, ainda pior, por múltiplos desejos. Dharma é sinônimo de uma ação principal por vez. Desejos são ilimitados, e, se você permitir isso, clientes, membros familiares, colegas e seu patrão irão colocar em cima de você uma lista infindável de demandas. Todavia, uma vez que você fique confiante no exercício de identificar seu dharma, de priorizar suas ações de acordo com seu dharma, você terá a paz de fazer uma coisa de cada vez, com sua mente focada nessa única ação. Nunca é seu dharma fazer mais do que você consegue – somente fazer o melhor que você pode.

Focar-se no seu dharma conduz ao desenvolvimento de simplicidade, que é uma qualidade maravilhosa. Quanto mais você foca naquilo que você tem que fazer, na expressão de si mesmo, você naturalmente se interessa menos em criar demandas desnecessárias em sua vida ou em comprar coisas que você não precisa. Você desejará comprar apenas coisas que ajudem na realização do seu dharma e nada mais. Viver essa mudança de paradigma de se centrar no seu dharma significa que você dedica cada vez menos atenção aos desejos caprichosos e planos ilusórios e extravagantes para a felicidade. Simplesmente viver seu dharma em mindfulness é algo tão completo e recompensador que você não sente mais a necessidade de buscar felicidade em comprar coisas que você não precisa. Conforme você desenvolva uma crescente sensibilidade em relação ao seu dharma, você não precisará buscar coisas para ocupar seu tempo. Você saberá o que fazer de um momento ao outro, e você valorizará ter tanta liberdade quanto possível para exercer os seus dharmas com toda a sua atenção. Você entenderá que tempo é a posse mais valiosa. Quanto mais demandas você conseguir remover do seu cronograma, mais paz você experimentará em relação a ser capaz de focar em seus dharmas centrais. Casas menores significam menos manutenção e menos tempo gasto com limpeza. Menos roupas significam guarda-roupas menores. Andar de bicicleta ou usar o transporte público, em vez de dirigir, significa menos tempo cuidando do carro. Viver perto do trabalho significa menos tempo no trânsito. Qualquer coisa que você possa fazer para simplificar sua vida resultará em mais paz e, então, mais felicidade. Essa simplicidade é priorizar o seu verdadeiro eu.

Visite o site: www.3T.org.br

Adquira a obra:

capa 3T

 


Via: Os 7 Dharmas | Volta ao Supremo Pagina Oficial

O EQUILÍBRIO ALCANÇADO ATRAVÉS DO CONFLITO NO PROCESSO DE ASCENSÃO…

Universum

SINTOMAS DE ASCENSÃO PARADOXAIS: ESTOU FICANDO LOUCO?

sintomas-da-ascensao

Por: Conscious Reminder

 

À medida que avançamos cada vez mais no processo de Ascensão que está agora se desdobrando em todos os lugares, muitos de nós estamos frequentemente experimentando sintomas de Ascensão cada vez mais intensos. Algumas pessoas que conheço estão tendo sérios sintomas físicos, sintomas exacerbados que já tiveram cronicamente no passado, que pensaram que já haviam curado.

Outros estão experimentando muitas situações carregadas emocionalmente – em uma forma aumentada e também com a sensação de que estão em uma experiência repetida de algo que eles viveram no passado. O medo, a raiva, o vazio e o desespero entram e saem, causando uma perturbação intrigante em suas vidas.

LIBERANDO A “BAGAGEM” 3D

Pode ser confuso e até assustador ter essas experiências se não entendemos o que está acontecendo. Mas pode ter sentido se compreendemos que agora estamos nos movendo em tempos em que toda a nossa “bagagem” 3D precisa ser revelada para que possa ser reconhecida e liberada, porque não pode entrar conosco na Quinta Dimensão.

Muitos de nós experimentamos sintomas físicos e emocionais, há algum tempo, que sabemos que são os resultados do rápido processo de Despertar que ocorre em nós durante esses tempos. Alguns de nós experimentamos uma enorme perda em nossas vidas – em nossos relacionamentos, nosso trabalho, nossos interesses e paixões, e em nossa identidade.

Podemos cometer o erro de pensar que todos os aspectos mais difíceis estão agora acabados e que nós saímos do outro lado. Em alguns casos, isso pode ser verdade. Mas para muitos de nós, estamos percebendo que nós já passamos por muito até agora e aprendemos a navegar em um novo território com confiança e gratidão – mas ainda há mais para avançar.

Problemas mais profundos agora são decorrentes do nosso inconsciente – questões que não só desenvolvemos nesta vida, mas também nas anteriores. E essas questões estão agora se desenrolando em nossas vidas, física e emocionalmente, trazendo-nos às vezes para novos níveis de perda e incerteza.

Para aqueles que experimentam isso, é realmente um momento de deserto e perseverança. Precisamos continuar, continuar, continuar. E confie que, em algum momento, a “Limpeza da Ascensão” terá se completado.

PARADOXAIS SINTOMAS DE ASCENSÃO

Mas o que é realmente interessante é que a maioria de nós experimentando essa intensa limpeza e liberação também está tendo algumas das mais profundas experiências de despertar nas vidas.
Essas experiências estão cheias de alegria profunda e uma paz que nunca conheceram antes. Elas muitas vezes oferecem uma abertura para um novo capítulo de sua vida em que uma liberdade muito maior já pode ser sentida.

O que pode ser muito confuso – e às vezes divertido – é que esses dois tipos de experiências paradoxais podem realmente acontecer ao mesmo tempo.

Alguém pode estar com dor excruciante, física ou emocional; e ao lado disso há uma alegria sobre uma nova abertura espiritual. Pode ser positivamente louco!

A ASCENSÃO É TANTO A MORTE QUANTO O NASCIMENTO

Tudo pode fazer sentido se percebermos que a Ascensão é sobre mudar para a Consciência Superior, sim – mas também é sobre ter que deixar de lado a velha consciência que vivemos em todas as nossas vidas durante muitos éons na Terceira Dimensão.

Por esse motivo, todo o processo pode facilmente produzir experiências paradoxais.

Não é mais uma questão de Despertar lentamente a nossa natureza espiritual e, gradualmente, deixar de lado velhos padrões e crenças sobre quem pensamos que somos.

O processo de Despertar que ocorre em cada um de nós – especialmente aqueles de nós nas “linhas de frente”, por assim dizer, da transição da Ascensão – é um impulso inusitadamente rápido, e por isso os sintomas de ascensão – de “nascer” – e os sintomas – de “morrer” – podem estar acontecendo ao mesmo tempo.

A chave, é claro, não é colocar muito foco sobre o que estamos deixando ir e os aspectos de nós mesmos que estão morrendo.

Se nos relacionarmos com essas experiências negativas que estamos por liberar, se resistirmos a elas, nos julgarmos por senti-las, ou tentemos analisá-las demais, isso irá interromper o processo de liberação.

Precisamos estar cientes delas, reconhecê-las e aceitá-las no nosso espaço no momento; mas é importante ficar neutro sobre elas e não lhes dar energia.

FIQUE FOCADO NO NOVO DESPERTAR

É muito mais eficaz prestar atenção às experiências que estamos tendo de maior Despertar, liberdade e alegria.

É importante lembrar que aquilo em que prestamos atenção e continuamos focando é o que continuaremos a criar nas nossas vidas.

Portanto, permanecer focado na nova alegria e liberdade que entra em nossas vidas é o que não só irá trazer mais do mesmo – também ajudará o antigo a evaporar e sair de nossas vidas.

Os sintomas de ascensão “moribundos” certamente não são muito divertidos para experimentar. Mas se pudermos confiar em que eles serão temporários, que são simplesmente para liberação, pode ser muito mais fácil.

E quando percebemos o que está indo e o que está desdobrando na nossa frente – há algo mais emocionante que poderia estar acontecendo?

 .


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com 

Fonte: Conscious Reminder | Paradoxical Ascension Symptoms: Am I Going Crazy?
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: SINTOMAS DE ASCENSÃO PARADOXAIS: ESTOU FICANDO LOUCO?

ALCANÇANDO O PERDÃO E A CURA ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO…

cura e perdao

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

Mensagem de Arcanjo Gabriel

Canalizada por: Shelley Young
em 21 de Novembro 2017

 

Queridos, se uma velha ferida continua com muita insistência, não é sinal de que você esteja regredindo.  É um sinal de que você está pronto para curá-lo de uma vez por todas. Isto é uma coisa maravilhosa!

Se for uma dor antiga que aconteceu por alguém, uma técnica efetiva e pelo meio da meditação, conectando-se com essa pessoa e expressando a ela como fez você se sentir. Às vezes, a coisa mais libertadora é poder falar sua verdade para o outro de uma maneira que é completamente segura de fazer.

Reunir através da meditação é uma ótima maneira de se fazer. Você pode até ficar surpreso ao receber informações sobre as feridas que eles carregam e que levaram a comportar-se daquela forma com você, para lhe dar uma compreensão mais profunda da situação.

Não estamos querendo que você prejudique ou ataque o outro por qualquer justificativa. Simplesmente mostrar-se sua verdade para ser ouvido e reconhecido. Preste atenção no que está acontecendo em seu corpo durante esse processo. Você poderá se surpreender ao ver que esta questão está ligada a algum desconforto em seu corpo físico. Isso será curado se estiver pronto.

Uma vez que você se permitiu dizer tudo que precisava, provavelmente sentirá uma liberação da energia que o manteve vinculado à situação. Você pode solicitar cicatrização em todos os níveis para ambos, e ver quaisquer Cordões, Carma ou Contratos que existiram entre vocês se dissipando e, em seguida, você pode vê-los simplesmente seguindo o caminho seguro que você procura há tanto tempo.

Isso mudará sua energia. 

Seja gentil consigo mesmo nos dias que se seguem. Peça assistência de seus Guias e Mentores, se você sentir que precisa, sabendo que eles sempre dispostos em ajudar você. Ame e comemore a cura e o empoderamento que criou para si mesmo para estar pronto e dar um passo adiante nesta próxima e bela expressão de si mesmo! 

~ Arcanjo Gabriel 

 


Direitos Autorais:
Shelley Young
Fonte: TRINITY ESOTERICS | 21 NOV DAILY MESSAGE ~ TUESDAY NOVEMBER 21, 2017
Tradução: Feliphe Gama (www.portalreinodaluz.com)

Via: Reino da Luz Reino da Luz | PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO – Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel (21 de Novembro 2017)

NINGUÉM PASSA POR AQUILO QUE NÃO PRECISA PASSAR…

Caminho-a-Luz

O reconhecimento, o entendimento e a aceitação do mal

Mensagem de Mãe Maria Canalizada por: Maria Silvia P. Orlovas 

 

Meus amados, o mal é necessário.
Não se vive a luz sem ter atravessado o portal das trevas.
A verdadeira luz é alimentada pelas sombras.
A profunda e verdadeira consciência brota de um tenebroso momento de escuridão.
A escuridão é absolutamente necessária para a evolução.

Neste plano de consciência onde o planeta Terra orbita, a luz e a sombra são espectros da mesma energia evolutiva.
O mal deve ser respeitado.
As pessoas evitam as dificuldades.
As pessoas evitam todo e qualquer sofrimento.
E nós não fazemos apologia do mal.
Queremos apenas descaracterizar a potência do mal por si mesmo.
Como já explicamos a vocês, o mal serve ao bem.
O mal é um instrumento sagrado do divino e compreendam o mal como situações de dificuldade, situações cármicas familiares, situações de desentendimento, situações de pobreza e limitação, situações de doença e impedimentos.
Tudo isso, para as pessoas, é compreendido como o mal.

Mas esse é um impulso, é o movimento necessário para que vocês façam a lapidação da sua alma, dos seus interesses, da sua motivação no caminhar pela Terra.
Não existe sequer uma vida neste planeta que passeie de sucesso a sucesso. Que passeie de alegrias a mais  alegrias, de realizações a mais realizações. Simplesmente isso não existe neste plano de consciência.
A alegria eterna, o júbilo constante, é alcançado através da elevação espiritual. Quando o mal deixa de ser mal e quando o bem não é tão necessário, porque tudo se transforma em bem.
O processo da ascensão espiritual verdadeira transforma tudo em bem. Inclusive situações difíceis, inclusive limitações sejam elas físicas, emocionais ou materiais.

A alma, quando alcança esse patamar de vibração, ela encara cada momento da vida dela como um momento necessário, um aprendizado necessário; deixa de sofrer, deixa de reclamar e deixa de querer fugir e evitar.
Quanto mais você evita uma situação, mais refém dela você se transforma.
Quanto mais você foge do leão, mais perto ele está de você.
Quanto mais você evita olhar para um problema, mais você pensa nele constantemente.
Compreenda que essas energias, essas forças, estão ativadas em você.
Basta alguém lhe dizer “Pense no bem!” e imediatamente você lembrará de todos os seus problemas e percalços.

Por isso, meus filhos, nós pedimos “Se envolvam profundamente nas orações mântricas, encantem a sua mente.”
Como faz o sábio, o sadhu, que encanta a serpente. Ele treina a sua mente, ele treina o seu pensamento para ver o bem em todas as circunstâncias. Para agradecer os desafios, porque esta é a forma mais fácil para superar toda e qualquer adversidade.

E mesmo que você se ache fraco, impotente ou infantil para ter esse pensamento, essa postura, nós aqui dizemos a você:
– Isto é possível! Você é capaz de vencer a sua escuridão. Você é capaz de vencer todos os problemas turbulentos. Você é maior que os seus problemas. Você é um ser de infinita luz, infinita grandeza, que está apenas esquecido de toda a força e de todo o poder que carrega dentro de si mesmo.
Não há nenhum mal que dure para sempre e você não é vítima de um destino infeliz.
São experimentos combinados por você antes do seu nascimento. Aceitos e honrados pelo seu espírito.
Você vive exatamente aquilo que deve viver.
Então escolha, neste momento, superar, aceitar e se libertar de tudo isso.

A alegria, a bem-aventurança, a paz está em você. Trabalhe a sua espiritualidade.
Nós sabemos que muitas almas maduras estão passando por severas adversidades, mas assim estão porque estão crescendo.
Estão tirando da sua vista os véus de Maya, estão enxergando quem são, estão abrindo mão de coisas e sentimentos desnecessários.
Seu espírito é próspero, saudável, abundante e generoso.
Faça a sua conexão com o seu Eu Maior e as ferramentas necessárias para a superação chegarão até você.

Força na sua luz, foco no seu bem, que é o seu maior poder.
Orações mântricas, orações continuadas, pelo menos uma vez por dia, serão o seu ponto de conexão com o sagrado, com o divino, e é o seu pedágio para a sua ascensão espiritual.

A Terra, o planeta, está em profunda transformação e muitos estão sendo chamados para o lado espiritual. Muitos estão sendo chamados para esse despertar.
Faça sua conexão com a luz, se comprometa com o bem e compreenda a função do mal na sua vida.
Ninguém passa por aquilo que não precise passar.
Se você está passando por alguma dificuldade, ela tem uma função absolutamente clara na sua vida.
E essa resposta, essa compreensão, virá de você, por você. E ali está a sua força de superação, de abertura e de cura.
Você encarnou para resolver os seus processos cármicos, então força na sua luz, força no seu bem, força na sua superação.

A serviço da Fraternidade Branca, eu sou Mãe Maria, e aqui estou entre vocês vibrando amor e luz em cada um de vocês.

___________________________________________________________________________

  ÁudioOuça também esta mensagem através de áudio clicando aqui.

 .


Via: O reconhecimento, o entendimento e a aceitação do mal | Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas

OS BENEFÍCIOS DOS ÓLEOS ESSENCIAIS PARA O CORPO E PARA A ALMA…

essential oils and medical flowers herbs

A Aromaterapia e Os Efeitos Emocionais dos Óleos Essenciais

Texto compilado do livro “Aromaterapia” de Secretas Rosana Bertolini

 .

Como Funciona a Aromaterapia

Podemos absorver o óleo essencial através da pele e do nariz, que são as vias mais seguras. Na pele deve-se tomar cuidado extra, para evitar reações alérgicas, sensibilizações, queimaduras, irritações, etc. Para o uso seguro, deve-se diluir os óleos essenciais em veículos carreadores, como cremes neutros e óleos vegetais. Penetrando na pele, os óleos essenciais entrarão na corrente sanguínea e agirão nos órgãos internos, sendo excretadas as quantidades não metabolizadas. Pode-se fazer isto através de cremes e óleos corporais, massagens, tratamentos estéticos, compressas, etc.

Via olfato deve-se tomar cuidado com tempo de exposição e concentração. Uma parte do aroma inalado vai para os pulmões via traquéia, penetrando nos brônquios, bronquíolos e alvéolos, passando para a corrente sangüínea nas trocas gasosas, agindo da mesma forma da penetração cutânea. Outra parte do aroma vai para o cérebro, atingindo o Sistema Nervoso Central e mais especificamente o Sistema Límbico, que é nosso antigo Cérebro das Emoções, responsável por nossas emoções, nossos comportamentos e atitudes, nossa memória e nossos humores. Para esta via, pode-se usar aromatizadores pessoais, aromatizadores à vela ou elétricos e pot pourris.

Desta forma, cada óleo essencial agirá de uma forma diferente no nosso corpo, físico mental e emocionalmente, de acordo com sua composição química. Por isto, podemos dizer que a Aromaterapia é Holística, pois podemos atacar diversos males sob todos os aspectos, pois não podemos tratá-los isoladamente.

Efeitos Emocionais de Óleos Essenciais

ALECRIM – Rosmarinus officinalis: Mental e emocional: Estimulante circulatório, dos nervos e mental. Ordena os pensamentos e aumenta a concentração. Benéfico para fadiga do coração, eleva pressão arterial e elimina a letargia. É um óleo que anima, alegra, combate a apatia e a melancolia.
“Como erva das recordações!”, ajuda-nos a relembrar nosso padrão verdadeiro.
O campo de força de luz azul violeta produzido pelo Alecrim confirma sua reputação dos tempos antigos como protetor psíquico e para ajuda no desenvolvimento da ‘Visão interior’. Estimula a sensibilidade e reaviva o espírito lânguido. A inalação do Alecrim proporciona a longevidade.

BERGAMOTA – Citrus aurantium: Mental e emocional: De efeito sedativo, acalma os estados emocionais; indicado para quando se está em estado de choque ou histérico.
Encoraja a libertação de sentimentos contidos, que muitas vezes conduzem não apenas a depressão, mas a insônia, ansiedade e mudança brusca de humor. Trata-se também de um maravilhoso óleo antidepressivo. É um dos óleos mais indicados para ajuda em situações de doenças relacionadas ao stress físico e emocional.
O aroma cítrico e doce deste óleo faz as pessoas mais alegres, eleva e inspira; por suas qualidades estimulante e equilibradora, é um óleo bastante indicado para combater a depressão, apatia, ansiedade e o stress.
Seu perfume penetrante e definido pode auxiliar na recuperação do controle emocional. Ele encoraja o repouso relaxante de uma noite de sono.

CAMOMILA ROMANA – Anthemis nobilis: Mental e emocional: Calmante do sistema nervoso central, trabalha para relaxar a tensão nervosa, diminui a pressão causada pelo stress emocional e tensão mental. A Camomila traz leveza, suavidade, gentileza e é especialmente indicada para dispersar raiva, frustração e irritação. A vibração com o Azul deste óleo o faz relaxante para as emoções e a mente, aliviando o sofrimento e o stress. Sua ação calmante é excelente para todo o tipo de condição emocional fatigante, especialmente em traumas, quando a pessoa sente que não suportará o peso. Estes benefícios se estendem para os corpos sutis, aliviando dor e sofrimento nos níveis mais profundos; traz harmonia, tranquilidade e paz para o espírito cansado. Possibilita a interação com a criança interior, com isto havendo o contato com o lado espiritual.

CEDRO – Cedrus atlântica: Mental e emocional: De ação tônica para o sistema nervoso. Age bem na tensão nervosa. Particularmente bom para aliviar condições crônicas, como energias que estão reprimidas, principalmente nos pulmões. Dissolve preocupações, medos, angústia e raiva. Em situações de dificuldade, fornece conforto e calor, ajuda a estabilizar a energia fora de equilíbrio. Por sua ação centralizadora, permite a conexão da mente inferior com a superior.
É o óleo da força e persistência. A natureza energizante desta árvore permite-nos ser um pilar de força, resistência e coragem; ajudará quando estivermos em busca do nosso caminho e propósito, dando determinação e sabedoria. Perseverança, serenidade e estabilidade são as mensagens do espírito do Cedro.

CIPRESTE – Cupressus sempervirens: Mental e emocional: Óleo terreno e reequilibrante nervino, compatível para pessoas desequilibradas com esgotamento nervoso devido à falta de estabilidade.
Atua muito bem na depressão, esquecimento e amnésia devido ao medo. Alivia a ira, previne o retraimento, a mágoa, desgosto e a oscilação de humor. Promove aprendizado com confiança e força. Concede proteção quando em fases de mudanças com sentimentos de insegurança; garante equilíbrio e serenidade. Útil para pessoas de todas as idades.
O Cypress é associado com a passagem da alma em presença divina. Traz conforto para quem fica do lado oposto. É o grande consolador. Traz paz interior e pureza no coração.

EUCALIPTO – Eucalyptus globulus: Mental e emocional: Revitalizante e estimulante de todo o sistema nervoso central. Age benéficamente em exaustão nervosa e perda de energia. Por sua ação libertadora, age no nível mental, com grande habilidade para conceder abertura quando se tem a mente muito fechada, permitindo com isto a libertação de pensamentos obsessivos, que muitas vezes consomem grande parte de nossa energia, causando o stress mental. Acalma e conforta o coração, dissolvendo amargura e ressentimento, dando liberdade para a alma. Ajuda a dissipar melancolia.
Limpa do inconscìente sentimentos estagnados, que frequentemente podem nos tornar limitados. Possibilita a obtenção de maior liberdade, para novas experiências na vida. Desobstrui o caminho para a chegada do novo. Regenera e abre a mente e o coração. Seu aroma cria um sentimento de expansão e paz. Acaba com o medo que temos de expressar nossos verdadeiros sentimentos e pensamentos.

GERÂNIO – Pelargonium graveolens: Mental e emocional: Indicado para pessoas que racionalizam os sentimentos e habitualmente se contradizem ao invés de sentirem e se expressarem. Ajuda na reconexão dos sentimentos e o desenvolvimento da sensibilidade emocional, trazendo relaxamento espontâneo. Oferece a capacidade do despertar da comunicação íntima, tornando a pessoa capaz de receber e experimentar. Com isto, diz o quão importante é poder dar-se e expressar-se verdadeiramente. Trata-se de um fortalecedor de energia vital. Reunindo sentimentos de calma, força e segurança, torna-se benéfico para ansiedade crônica e aguda, particularmente quando houver exaustão nervosa, devido ao stress por excesso de trabalho. O Gerânio fornece um poderoso óleo, ideal para trabalhadores perfeccionistas, sem imaginação e intuição. Ajuda estas pessoas a aprender a ouvir e confiar em sua voz interior. Também abre o coração e deixa fluir o Amor universal. Protege contra forças negativas. Trabalhando na área dos sentimentos, oferece paz e tranquilidade.

HISSOPO – Hissopus officinalis: Mental e emocional: No plano mental, a inalação do aroma da erva do Hissop ajuda a clarear e fortalecer. Atua também como um sedativo mental, quando estamos vivenciando o processo da busca da intuição de ouvir nosso Eu Superior. É um precioso óleo para dar direção para os pensamentos.
No nível emocional, este quente aroma ajuda a acalmar reações emocionais extremas, concedendo consciência para o que se está vivenciando. Trata-se de um óleo de grande ação equilibradora, no nível psicológico. O Hissop nos dá completa consciência, de que devemos nos empenhar com integridade para nos tornarmos independentes de influências externas. Purifica-nos de emoções negativas de outros: é conhecido tradicionalmente como “erva de proteção”, erva santa descrita por Dioscórides. Fortalece a esfera psíquica: (a aura). Com sua ajuda e proteção, será permitida a manifestação da luz generosa, emanada do espírito.

ILANG ILANG – Cananga odorata: Mental e emocional: Atua fortemente no sistema nervoso central para tratar do stress mental. Muito eficaz para dor de cabeça proveniente de tensão. Bastante recomendado para dificuldades psicológicas e emocionais, especialmente conectadas à falta de confiança. Seu aroma poderoso e forte ajuda a amenizar o medo e encorajar atitudes relaxadas.
Valioso por atenuar situações estressantes que causam irritação, impaciência e ansiedade. Dissipa e suaviza sentimentos carregados de raiva, decorrente da frustração. Cria sensação de paz e bem estar. Este óleo ampara e conduz a paixão e o Amor à verdadeira emoção. Desperta a sensualidade verdadeira. Sua energia unificadora e quente nos ajuda quando estamos em busca de nós mesmos.
Com a alegria no coração, despertada por este óleo, nós compreenderemos quem realmente somos, porque estamos aqui. Ajuda quando há desordem sexual de origem emocional, acalma o coração diminui a respiração, permitindo o relaxamento e o desenvolvimento da sensibilidade em relação aos outros.

JUNÍPERO – juniperus communis: Mental e emocional: Purificador mental, limpa as vibrações negativas que acumulamos de outros. Liberta pensamentos obsessivos, quando a mente está confusa e agitada.
Fortalecedor quando há fadiga mental e muita ansiedade, causada por conflitos de sentimentos e fortes emoções. Devemos usar o Júniper quando estamos em fases de grandes transições no nível sentimental e temos medos de sentirmos que matamos nossos sentimentos e nos tornamos frios; ele nos trará de volta o calor da vida. Considerado como erva do sol, é benéfico para aquecer o coração.
Este óleo traz paz e sabedoria, ajuda-nos a reconhecer quais são as emoções que mais nos prejudicam. Dá tranqüilidade para que nos tornemos mais observadores de nós mesmos.

LAVANDA – Lavandula officinalis: Mental e emocional: Sua fragrância concede sentimento de liberdade interior. Agindo firmemente na psique, remove indecisões e toda espécie de conflitos emocionais, acalmando estados conturbados e incontroláveis; traz moderação e sentimento de racionalidade, fortalece a consciência com serenidade e nobreza. Encoraja-nos a libertarmos sentimentos contidos tais como: irritação, raiva e mágoa, que se dissipam tranquilamente, sem causar grandes sofrimentos. Também liberta medos que impedem a expressão do ser verdadeiro. Podemos chamar a Lavanda de mãe ou avó dos óleos essenciais. Permite-nos pureza de pensamento e humildade; faz homens gentis e mulheres fortes.

LARANJA – Citrus aurantium: Mental e emocional: De efeito sedativo no sistema nervoso central. Tem ação de libertar, estimular e ensinar. Sua maior qualidade é a de dissipar a depressão e trazer alegria para as nossas vidas: Estimula-nos quando estamos aborrecidos e nos torna flexíveis quando estamos egoístas. É um óleo maravilhoso para ser usado quando levamos tudo muito a sério e esquecemos de sorrir. Seu óleo regenera quando nos sentimos tensos, nervosos e retraídos. Transmite calor, alegria e refrescância.
A laranja é impregnada com a energia da luz solar, traz inovação e regeneração. Abre o coração e traz vitalidade. Combate depressão, desesperança, medo, obsessão e tristeza.

LIMÃO – Citrus limonum: Mental e emocional: O Limão clareia os pensamentos e concede concentração. Em fases de grande confusão mental, ajuda-nos na tomada de decisão com tranquilidade e certeza de que estamos no caminho certo. Sua ação mais importante, a nível mental, refere-se ao estímulo do poder de concentração.
O limão é sempre recomendado em difusores, na mesa de pessoas que executam trabalho intelectual. Ajuda a encontrar luz em situações dúbias, através de sua atuação no nervo parassimpático. O aroma de limão faz a meditação mais profunda, pois acalma a mente. Traz ânimo, jovialidade e senso de humor.

MANJERONA – Origanum marjoram: Mental e emocional: Acalma os delírios provocados por ansiedade; promove tranquilidade para toda forma de agitação mental. Ajuda a emergir da mente o confronto que está retido na memória. Útil em casos onde o cansaço é alternado pela tensão ou é caracterizado pela ansiedade e insônia. Unifica o corpo físico com a mente consciente, na meditação. Acalma os nervos; é um “equilibrante” por natureza. Em doses pequenas, tem efeito sedativo sobre as emoções; atenua tristeza pela perda ou separação, assim como a solidão. Oferece conforto emocional. Ajuda no despertar da intuição.

MANJERICÃO – Ocimum basilicum: Mental e emocional: Promove sentimento de autovalorização. Ajuda as pessoas tímidas, estimula a mente, focalizando-a num objetivo. Por seu efeito elevante, ajuda a superar a falta de confiança, indecisão e pensamentos negativos. Elimina a fadiga mental e aumenta a consciência. Acalma o desequilibrio nervoso e ataques histéricos. Limpa a cabeça, dando a força e clareza para os pensamentos. Vivifica o espírito daqueles que necessitam de proteção. Seu aroma agradável e refrescante nos ajuda na revelação do caminho correto, quando ansiamos por isto.Também atua em fortes emoções, dando-nos força quando estamos sofrendo por uma grande tristeza. Abre o coração e traz harmonia.

MENTA – Mentha piperita: Mental e emocional: Seu aroma estimula e acalma, eleva e suaviza; sua fragrância pode nos prover de muitas de nossas necessidades. Quando estamos letárgicos e pensamos que tudo está perdido, a menta nos energiza, coloca-nos em contato com nosso eu interior, o divino que habita em nós. Concede-nos compreensão tranquila para o mental. O óleo refrescante da menta é excelente para desbloquear emoções que estão represadas, principalmente da raiva. Por sua ação refrescante natural pode acalmar estados de choque e histeria. Ajuda na autoaceitação, promove expansão da consciência do divino no ser humano. Atua para aliviar fadiga mental, depressão, nervos trêmulos e stress.

MIRRA – Commiphora myrrha: Mental e emocional: Seu efeito no sistema nervoso é gentilmente calmante; seu aroma é capaz de incutir uma profunda tranquilidade na mente; suaviza, clareia e fortifica o intelecto. Elimina a preocupação e distração, quando o mental está muito agitado. Traz calma e paz interior com consciência de liberdade dos interesses apenas nos objetivos do mundo terreno. O significado da vida tão procurado não tem nenhum sentido, quando o propósito da vida não foi realizado. Esta realização pode acontecer depois do fechamento das feridas emocionais, que o óleo da Mirrha promove. Seu aroma limpa nossas mágoas e ajuda-nos a seguir em direção ao nosso propósito, fortalecendo-nos e concedendo-nos perseverança e motivação.

OLÍBANO (Frankincense) – Bowellia carterii: Mental e emocional: Relaxante e antidepressivo, seu aroma acalma a mente. Sua fragrância protetora proporciona tranquilidade, aceitação e entendimento. Por seu efeito relaxante, seu uso é benéfico para momentos de confusão ou de dificuldades. Como era usado na antiguidade, ajuda a restaurar a fé e o equilíbrio da vida pessoal.
Por seu efeito de elevar e aliviar a mente, auxilia a conexão com o “Eu Superior”, através da meditação e da abertura do chakra da coroa. No dia a dia, alivia estados de agitação mental e dissipa o medo. Seu aroma proporciona uma noite de sono relaxante. O óleo de Olíbano é tido como aprofundador da respiração, podendo ser útil para quando se está sofrendo de “aperto” no peito.
Este é um verdadeiro óleo protetor, que envolve-nos com o perfume dos deuses. Atua muito além do campo áurico.

PATCHOULI – Pogostemom cablin: Mental e emocional: Seu aroma terreno e forte tende a tirar-nos de pensamentos abstratos; integra nossa mente ao corpo, ensina-nos a valorizar a verdadeira riqueza do mundo físico. Auxilia-nos com sabedoria a viver o momento presente e ter ambições direcionadas com firmeza de propósito. Seu aroma precioso confere habilidade para desenvolvimento do sentido olfativo. Ajuda na liberação da intuição. Ao inalá-lo, seremos conduzidos a compreender e aceitar o mundo e as pessoas exatamente como são, compreendendo que não podemos mudar ninguém, mas sim devemos nos transformar.
Em pequenas doses é sedativo para o sistema nervoso central; em doses maiores, atua como estimulante. Traz bem estar e contentamento. Este óleo traz estabilidade e equilíbrio para situações desafiadoras como: exames, entrevistas e confrontos, onde é fundamental a concentração e “pé no chão” para uma boa performance. Reduz medo, obsessão e distúrbios mentais. Liberta o fluxo de pensamentos, dissolvendo atitudes duras e posturas emocionais rotineiras.

PINUS – Pinus sylvestris: Mental e emocional: O óleo de Pine, através de sua fragrância forte e refrescante, “abre o peito”. Traz positividade e ajuda a restaurar a autoconfiança. Dissipa a autoimagem
negativa, sentimentos de remorso, eliminando a culpa e desenvolvendo em seu lugar aceitação e autoperdão. Seu aroma anima, acalma e cura.
Age como tônico para a mente, especialmente quando há fadiga mental. Promove força e coragem para as fases de transformações significativas da vida, dando-nos direção e oferecendo perseverança, para que possamos criar condições emocionais e físicas para prosseguirmos no caminho escolhido.

SÁLVIA – Sclareia: Mental e emocional: Por sua ação marcante no sistema nervoso central, é excelente para tratar todo e qualquer tipo de depressão, incluindo a pós parto. Acalma e elimina o pânico, paranóia e histeria. Liberta de culpa, desenvolve força interior e confiança. Traz grande alívio quando houver tensão nervosa, onde a mente está obsessiva e os pensamentos estão descontrolados. Encoraja pensamentos calmos e bons sentimentos. Ajuda a restaurar o equilíbrio dos nervos; por sua ação sedativa ele traz bem estar.
Na T.P.M. é bastante confortante, por sua ação equilibradora no nível emocional, ajudando a restaurar a paz. Seu aroma de qualidade almiscarada, terrena e doce reflete sua capacidade de manter a mente equilibrada, renovando a confiança, enquanto sua suave pungência vivifica os sentidos e dissipa ilusões, restaurando a clareza ecoada por seu nome. Sua fragrância herbácea desenvolve lucidez e libera a inspiração represada no corpo vital, permitindo que ela volte a fluir, tornando-nos mais criativos em nossas atividades. Seu aspecto afrodisíaco se dá pelo fato de controle fundamental do stress e por exercer efeito positivo na fertilidade masculina e feminina.

SÂNDALO – Santalum álbum: Mental e emocional: Estimula o sistema nervoso central, dispersa a ansiedade e depressão. Conforta, trazendo relaxamento ao sentimento de euforia. Oferece paz e serenidade profunda. Seu aroma doce e balsâmico acalma a agressividade descontrolada, que pode conduzir ao colapso nervoso, resultando dor de cabeça, insônia e tensão nervosa. Diminui a tirania do intelecto. Traz equilíbrio para sentimentos possessivos, ajudando ao desenvolvimento do perdão.
Coloca-nos em contato com nossa fonte criativa. Traz-nos para o presente, ensina-nos a viver no aqui e agora. Seu aroma está capacitado para ajudar-nos na integração do corpo, alma e espírito.

TOMILHO – Thymus vulgaris: Mental e emocional: Seu aroma penetrante e herbáceo é antidepressivo e reanimador. Por sua ação purificadora, acredita-se que vivifica o espírito através de seu aroma. É um óleo fortalecedor dos nervos. Ativa as células do cérebro, auxiliando na concentração e estimulando a capacidade intelectual, principalmente quando há sinais de cansaço mental ou depressão nervosa. Age como calmante para pessoas angustiadas, com tendência a momentos de melancolia. Como óleo símbolo de força, eleva o espírito, promove coragem e bravura. Seu aroma protetor tem habilidade para fortalecer-nos.

TEA TREE – Melaleuca alternifólia: Mental e emocional: Revigora a mente, especialmente para pessoas fisicamente delicadas que lutam não apenas com problemas físicos, mas sofrem o sentimento do medo da perseguição e da morte, o que pode facilmente exacerbar as doenças crônicas. Age basicamente contra o medo da enfermidade e da morte. Encoraja a força para enfrentar as adversidades sofridas no corpo físico. Traz-nos confiança para seguirmos a orientação Superior.

VETIVER – Vetiveria zizanoides: Mental e emocional: O óleo de vetiver é um presente da mãe Terra para os seres humanos. O poderoso aroma deste capim nutridor, chamado Vetiver, ajuda a despertar segredos da consciência, sentimentos fortes que podem estar causando sofrimento; com sua ajuda, teremos o aprendizado para que não tornemos a repeti-lo.
Sua fragrância terrena é fortalecedora mental e emocional; é uma verdadeira fonte de regeneração e resgate de energia vital. É muito útil para mulheres que exercem várias funções no dia a dia, o que as tornam vulneráveis ao stress mental e cansaço físico. Para o homem que perdeu seu contato com seu “Eu Superior”, este é o óleo que poderá ajudá-lo com a sua sensibilidade e intuição.

Propriedades e usos dos óleos essenciais nas diferentes situações da vida moderna

Podemos receber os benefícios das propriedades curadoras dos óleos essenciais em doenças do corpo físico, assim como em situações ou problemas emocionais e mentais.

É importante lembrar que o uso dos óleos essenciais é extremamente eficaz e age no corpo físico, por conter componentes químicos naturais; para tanto, use em seu corpo óleos essenciais de procedência conhecida e de qualidade; o bem estar é alcançado também através da conscientização de que é necessário uma mudança no estilo de vida para isso, assuma viver de acordo com o que há de mais natural no universo.

“Cuidar-se é Amar-se”

O seu corpo, seus cabelos e sua pele agradecem; sua alma responde bem, mostrando as coisas belas que a vida oferece proporcionando as oportunidades para a sua assimilação. Liberte-se do estresse e participe da vida com prazer e satisfação; permita que os óleos essenciais entrem em sua vida e passem a fazer parte dela como amigos cooperadores, apoiadores e estimulantes.

Os óleos essenciais mais indicados para nos trazer calma, relaxamento e quietude, ou seja, os que nos permitem estarmos mais relaxados, para desfrutarmos da vida com alegria e satisfação são: Bergamota, Camomila, Cypress, Juniper, Laranja, Lavanda, Limão, Manjerona, Vetiver e Ylang ylang.

Permita que os óleos essenciais façam parte de sua vida no dia a dia, pois não só oferecem ajuda física, como também trabalham no despertar da consciência. Para termos uma estrutura bonita e saudável devemos mudar nossos padrões mentais e comportamentais nisso os óleos essenciais são muito especiais.


Via: Aromaterapia Por Secretas Rosana Bertolini

OS BENEFÍCIOS DA AROMATERAPIA PARA A SAÚDE FÍSICA, MENTAL E ESPIRITUAL…

-aromaterapia-

Aromaterapia

Texto compilado do livro “Aromaterapia” de Secretas Rosana Bertolini

 

Aromaterapia é um ramo da osmologia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo.

Dos vegetais é extraída a essência a ser aplicada isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo.

É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística.

Aromaterapia é uma técnica milenar que utiliza o uso terapêutico do aroma das flores, frutas e outras partes da planta, extraindo delas sua parte mais sutil, a ESSÊNCIA, que atua diretamente sobre a harmonia das três esferas do corpo humano: mental, físico e emocional.

O olfato é o único sentido que tem ligação direta com o centro primitivo do cérebro, responsável pelas nossas emoções.

Quando cheiramos uma fragrância agradável, imediatamente há uma elevação espiritual, uma compensação emocional. O aroma predispõe ao sono, à atividade, ao repouso, criatividade, sensualidade, raciocínio etc.

Aromaterapia é feita com essências e óleos essencias.

A diferença entre eles é que as essências são produzidas sinteticamente em laboratório e os óleos essencias são extraídos diretamente da natureza, possuem propriedades terapêuticas e possuem preços mais elevados devido sua alta concentração.

Os OE (óleos essencias), constituem as partes voláteis da planta que se liberam mediante um processo de destilação a vapor das folhas, flores, madeiras, caules, cascas ou sementes. Os OE contém vitaminas, hormônios, antibióticos e agem como antisépticos, estimulantes, calmantes, etc. Sua utilização pode ser feita pela ação direta em massagens, banhos, compressas, ou pela ação indireta, na aromatização de ambientes, vaporização e sauna. Também pode ser utilizado como repelente de inseto.

Existem dois tipos de OE: puros ou diluídos, o óleo puro, deve ser previamente diluído em óleos carreadores, antes de ser usado sobre a pele, pois caso contrário pode provocar alergias, dermatites ou ate queimaduras na pele. Os OE cítricos mancham a pele se houver exposição ao sol após seu uso (convém evitá-los).

As gestantes, os hipertensos, crianças com menos de 2 anos e os epilépticos, devem consultar seu médico antes de utilizá-los.

Como agem: os OE tem grande capacidade de absorção pela pele e rapidamente penetram as suas diversas camadas até alcançar a circulação. São completamente absorvidos pela pele num período que varia de 60 a 120 minutos, e sua ação é prolongada.

As moléculas aromáticas dispersas no ar, alem de terem suas propriedades antisépticas, bactericidas, desodorizantes, ativam nosso centro olfativo, que agindo diretamente nos centros emocionais de uma forma sutil, afetam os sentidos e estados de espírito; relaxando ou revigorando, excitando ou acalmando, ajudando a afastar a depressão e o stress.

Um dos aspectos mais apreciados no uso da aromaterapia é o fato de que ela dá a pessoa muito mais controle sobre sua vida. A saúde é evidentemente o maior bem, e os óleos essenciais dizem respeito sobretudo à manutenção da saúde e do bem estar,

Óleos e suas Utilidades

ALECRIM: Reumatismo, artrite, gota, dores de cabeça, fadiga, asma, sinusite, catarro, digestivo, tônico, ativador da memória, antiséptico. Aroma quente, refrescante e estimulante.

ALFAZEMA: Tônico geral, estimula a memória, combate a tristeza, ansiedade, fadiga, trata sinusite.

ALMÍSCAR: Afrodisíaco

ARRUDA: Estimulante do 2º. chacra, alivia ansiedade, dor de cabeça, stress e ajuda no relaxamento.

BERGAMOTA: Aroma cítrico contra stress, cistite, resfriado, depressão, ansiedade, perda de apetite. Nunca use antes de tomar sol.

CAMOMILA: Usado para depressão, irritabilidade, insônia, angústia e Dermatites. Aroma quente e doce. Não use se for dirigir.

CÂNFORA: Analgésico, estimulante da circulação, antinflamatório e descongestionante, calmante e antidepressivo.

CEDRO: Antiséptico,fungicida, estimulante do sistema nervoso, abre a mente a outras formas de percepção, facilita a meditação e o relaxamento, elimina o medo e a tensão nervosa.

CITRONELA: Repelente natural contra insetos

CRAVO: Limpa energeticamente o ambiente, dissolve mágoas, é antidepressivo e afrodisíaco.

ERVADOCE: Relaxante, ajuda nos problema de frigidez e impotência.

EUCALIPTO: Relaxante, expectorante, repelente contra insetos, aumenta a concentração e o equilíbrio das emoções, trata asma, tosse e bronquite. antitérmico, bactericida, cicatrizante e desintoxicante. Auxilia a concentração, equilibra as emoções.
Muito útil em banhos e inalações. Ótimo para sinusite, catarro, dores musculares, febre, artrite.

GERÂNIO: Antidiabético, diurético, cicatrizante, calmante, antidepressivo.

HORTELÃ: Aumenta atenção, é descongestionante e digestivo.

HORTELÃ PIMENTA Aroma agradável, fresco e animador, dores musculares, bronquite, febre, catarro, fadiga. Não use juntamente com medicação homeopática, nem durante a gravidez.

JASMIM: Doenças psicossomáticas, ajuda a dar sensação de otimismo, autoconfiança e combate medo e depressão e ajuda no rejuvenescimento.

LAVANDA: Aroma fresco e floral, afasta energias negativas, purifica o ambiente, é relaxante, analgésico, bactericida, cicatrizante, desintoxicante, antidepressivo, calmante, atua nas dores de cabeça, enxaqueca, depressão, TPM, insônia, mordidas de inseto, gripe, reumatismo, artrite, cólicas.

LARANJA: Digestivo, tonificante estimulante linfático, antidepressivo, antistress e energético.

LIMÃO: Estimula concentração, ajuda no tratamento do reumatismo, antiesclerótico, bactericida e estimulante da leucocitose.

MANGERICÃO: Aroma doce, contra fadiga mental e associadas a dores de cabeça e insônia. Nunca use durante a gravidez.

MANGERONA: Analgésico, hipotensor e sedativo. Usado no tratamento das doenças psicossomáticas.

MENTA: Eficaz contra enjôo, enxaqueca, aumenta memória e concentração, antiséptico, adstringente, digestivo, refrescante, antidepressivo e estimulante do sistema nervoso.

NEROLI (flor de laranjeira): Antiespasmódico, antidepressivo, antistress, calmante e afrodisíaco.

PATCHULI: Aroma picante e prolongado, energizante, antidepressivo e afrodisíaco.

PIMENTA DO REINO: Aroma quente e agradável, para dores musculares, contra equimose, artrite. Use moderadamente.

PINUS: Antiséptico, balsâmico, expectorante e descongestionante, antifadiga,refrescante e relaxante.

ROSA: Ativa o chacra cardíaco despertando o sentimento de amor, paciência, compaixão, combate insônia, stress e depressão, bactericida, depurativo e afrodisíaco.

SALVIA: Aroma doce, relaxante, antidepressivo, enxaqueca e asma, dores musculares, tensão nervosa. Não use se for dirigir.

SÂNDALO: Antidepressivo, tônico, afrodisíaco, antiséptico, diurético, antistress.

TANGERINA: Digestivo, estimulante linfático, sedativo e afrodisíaco.

TEATREE: Aroma quente e picante uso antiséptico, acne, tosse, febre e gripe.

TOMILHO: Estimulante da circulação, sistema gênitourinário, pulmões, intestinos, antiséptico. Estimula a energia vital.

VETIVER: Tonificante vascular, bom em casos de artrite antidepressivo e estimulante.

YLANG YLANG: Hipotensor, diminui a hiperpnéia e a taquicardia, afrodisíaco, relaxante, antistress e antidepressivo.

Osmologia

Osmologia é o estudo dos odores e aromas. Ramo do conhecimento humano que se ocupa da compreensão do olfato e das partículas que, dispersas no meio, são captadas através de células especializadas, interpretando-as como cheiros.

Na atualidade a osmologia vem se tornando um ramo da Ciência Médica, através do uso de técnicas terapêuticas conhecidas genericamente como aromaterapia.

Essências

As essências, não tem poder curativo, porém psicologicamente, através do aroma, atua em nosso estado de espírito. Podemos usá-las em perfumes, incenso, sabonetes, spray aromatizante, aromatizadores, etc. Assim como os óleos essencias, cada essência tem sua função específica, e aí vão algumas:

ACACIA: Proporciona maior força física, estimula a busca espiritual e aumenta a autoconfiança. Quando usado antes de dormir diminue a incidência de pesadelos.

ALECRIM: Ajuda a superar os problemas afetivos, o cansaço, o desânimo, a tristeza, destrói o ódio, afasta o medo, é ótimo para combater a fadiga mental, é estimulante, aumenta a força, coragem, inspiração, disposição e a autoconfiança, melhora o humor, é energético natural para dores musculares. Limpeza de ambientes. Combate a depressão e ajuda nos casos de enxaqueca.

ALFAZEMA: Afasta o medo, a insegurança, ajuda a equilibrar as emoções, supera as desilusões, permite raciocinar com maior clareza e serenidade, estimula o sistema nervoso deixando as pessoas mais calmas, é ótimo purificador contra mau olhado, atrai a paz, é bom para pessoas sensíveis a odores e para crianças. A essência de flores ou folhas de alfazema são muito empregadas em banhos relaxantes por possuir propriedades calmantes.

ALMÍSCAR: Ligado a sexualidade, é ideal para ser usado durante os encontros amorosos, atrativo para negócios com sucesso, comando, força.

ALOE VERA: Age como calmante para o stress mental, restaura a energia e a resistência.

AMBAR: Aumenta o senso de responsabilidade, estimula a sexualidade e favorece a saúde e a força física. É ótimo para quem esta fazendo qualquer tratamento de saúde.

ANGELICA: Estimula a fé e permite desenvolver qualidades como a generosidade, a compreensão e a tolerância. Usado a noite, garante um sono muito mais tranqüilo.

ARRUDA: Ajuda a eliminar as energias negativas e afasta as vibrações das doenças, da angustia. É indicado para pessoas que sentem medos inexplicáveis. Alivia dor de cabeça, Afasta mau olhado e reumatismo.

BALSAMO: Combate asma, tosses, bronquite e rouquidão.

BAUNILHA: Fortifica o sistema nervoso, alivia a tensão, faz retornar o bem estar e a tranqüilidade, é tonificante e estimulante sexual.

BENJOIM: Proporciona sentimentos de generosidade e compaixão, favorece as atividades intelectuais, a criatividade, é ótimo para quem vai prestar exames ou concurso. Age favoravelmente sobre os pulmões como expectorante

CALENDULA: Equilibra a falta de concentração, facilita e ajuda a melhorar a sensibilidade nos diálogos, aumenta a capacidade de memória, calmante, tranqüilizante, melhora a compreensão.

CAMOMILA: Estimula a pratica da oração, da meditação o bom senso e a tranqüilidade, ajuda a ter mais disciplina e objetividade no dia a dia, na falta de reconhecimento dos próprios erros, vaidade, remorso, reações agressivas e rancor. Usada no local de trabalho, contribui para apaziguar os ânimos, promovendo o entendimento e a compreensão entre os colegas.

CANELA: Ajuda a controlar a agressividade, regulariza o apetite, aumenta a autoconfiança o amor próprio, reequilibra o organismo, pode ser usado como afrodisíaco, promove o sentimento de inspiração, proteção, consagração e sabedoria. Melhora a saúde, antiséptico, estimulante cardíaco e pulmonar . (NÃO DEVE SER USADO NA PELE).

CÂNFORA: Limpeza energética, melhora o equilíbrio psicológico, dilata os alvéolos pulmonares, facilitando os processos de desintoxicação.

CEDRO: Purifica o ambiente, proporciona força física, estimula a sensualidade e atrai paz e harmonia. É ótimo para afastar o medo,e a insegurança, é próprio para concentração, proporciona boa memória, estimula a autoconfiança, combate a tristeza e dá energia.

CRAVO: Ajuda a atrair prosperidade, afasta forças negativas, fofocas. Aumenta a resistência contra doenças, estimula o sono, apetite, memória e sistema respiratório; ideal para quem precisa da voz como professores e cantores. Faz aflorar o desejo sexual, usado antes de fazer amor, permite que você e seu parceiro liberem o desejo e as emoções. (NÃO DEVE SER USADO NA PELE).

CRISTAL: Ótimo para limpeza de ambientes, excelente para ser usado após brigas e discussões.

DAMA DA NOITE: Amor, sensualidade e afrodisíaco.

ERVA DOCE: É considerada a essência da longevidade, transmite força, coragem, confiança, fertilidade, amor. Contra cãibras e cólicas.

ESPIRITUAL: Meditação auxilia na evolução espiritual.

EUCALIPTO: Calmante, Auxilia nos problemas respiratórios, ajuda a combater a sinusite, bronquite, tosse e rinite. Essa essência transmite liberdade. É indicado para pessoas que estão com sentimento de culpa, peso ou com obrigações. Melhora o estado emocional. Útil também como repelente de insetos.

FLOR DO CAMPO: Harmonização Interior e com o Cosmo. Ótimos para crianças.

FLOR DE LARANJEIRA: No tratamento das palpitações, histeria, insônia, tensão nervosa. Equilibra as emoções em geral; é sedativo, antidepressivo. A flor de laranjeira estimula a sensualidade, criando um clima de envolvimento e romantismo.

HORTELÃ: Aroma forte e refrescante, eficaz no alivio das dores de cabeça, gripes e resfriados, é analgésico. As folhas possuem propriedades refrescantes e adstringentes, três gotas da essência ou algumas folhas no banho de imersão dará novo ânimo e disposição para realizar as suas tarefas.

JASMIM: Promove a descontração o otimismo, aumenta a resistência física, combate o stress. Desperta o desejo sexual, melhora o estado de espirito promovendo a harmonia, calma e relaxamento. Indicado para doenças psicossomáticas produz sensação de otimismo, confiança e euforia.

LARANJA: Boa sorte, felicidade e prosperidade. (NÃO DEVE SER USADO NA PELE).

LAVANDA: Tonificante do sistema nervoso estimula os centros psíquicos elevando e equilibrando os sentimentos. Possui ação refrescante, relaxante, calmante, auxilia nos casos de insônia, tristeza, e preocupações, estimulante do cérebro, antidepressivo, diminui a energia quando há agitação. Tem ação cicatrizante, analgésico, é eficiente também contra doenças dos pulmões e do aparelho genital.

LIRIO: Calmante e alivia dor, também usado para sonhos proféticos.

LIMÃO: Ajuda a equilibrar as emoções, estimula a fé e se mostra eficaz no combate as doenças físicas, principalmente do aparelho digestivo. Possui propriedades que estimulam e facilitam a concentração e a criatividade. É muito útil na purificação de ambientes e no combate às energias negativas. Deve ser usado sempre que você se sentir triste ou desenergizada. (NÃO DEVE SER
USADO NA PELE)

LÓTUS: Favorece a amizade e espiritualidade, estimula a sensibilidade, o amor, a criatividade. Ajuda a superar lembranças negativas e aumenta a autoconfiança. Você deve usá-lo sempre que estiver com duvidas ou receios.

MAÇÃ: Ótimo para pessoas que fazem trabalhos intelectuais, pois clareia as idéias e melhora a memória e o raciocínio.

MAÇÃ VERDE: Paz e elevação das energias do ambiente. Amor e boa sorte.

MADEIRA DO ORIENTE: Proteção e prosperidade. Aumenta a glória individual e o vigor.

MIRRA: Alem de servir para eliminar as energias negativas do ambiente, é um importante auxiliar nos casos de inflamações, insônia, estimula a intuição, a memória e a capacidade de raciocínio. Além disso favorece a prática da oração e todas as atividades espirituais.

MORANGO: Amor, beleza e fertilidade. Refresca a atmosfera tensa.

MUSK: Desenvolve a coragem, o autocontrole e a disciplina. É um poderoso estimulante sexual; além de beneficiar a saúde física e aumentar o poder de sedução feminino.

ÓPIUM: Afasta a tristeza, a negatividade e acalma os ânimos. Refaz o sistema depois de um susto.

ORQUIDEA: Permite superar os medos e dizer adeus a insegurança. É muito útil na purificação de qualquer ambiente; também ajuda a entrar em meditação e a orar com fé e devoção. Afrodisíaco, calmante e favorece o estudo.

PATCHOULY: Tonificante, auxilia nos casos de doenças causadas por inflamações e infecções. Favorece os negócios, estimula o bom senso, a objetividade, afasta o medo, a ansiedade e a raiva. Quando usado à noite pelas mulheres, oferece um beneficio adicional; intensifica seu poder de sedução.

PINHO: Auxilia no tratamento da bronquite, sinusite, insônia, expectorante, descongestionante, e auxilia na baixa de imunidade.

PITANGA: Eleva as vibrações do ambiente.

PÊSSEGO: Fazer novas amizades e harmonização. Calmante geral. Provoca nas pessoas uma sensação de alegria.

RAÍZES MÁGICAS: Clarividência, consagração, desenvolvimento e crescimento psíquico. Proporciona paz de espirito.

ROSAS: Harmonia, longevidade, paz, tranqüilidade e casamentos. Ajuda no despertar da fé e renovação espiritual, Possui propriedades adstringentes e depurativas. Estimula a serenidade e atitudes pacificas. Seu aroma traz bem estar e auxiliam no desgaste físico e stress mental. Atua sobre o fígado e o aparelho circulatório, é também indicado para problemas de hipertensão, insônia e dores de cabeça.

ROSA BRANCA: Proporciona serenidade, lucidez, intuição aguçada e combate a insônia. Ajuda a decifrar mistérios e enigmas. Permite vencer a insegurança e o egoísmo.

ROSA VERMELHA: Ajuda a controlar a impulsividade e o comportamento explosivo. Estimula a sensibilidade e a fé, favorece as reconciliações.

SÁLVIA: Relaxamento profundo. Ajuda a melhorar a auto estima, eliminar o egoísmo, a insegurança e o stress.

SÂNDALO: Estimula os poderes sensoriais e espirituais, purifica o ambiente e favorece o amor e o erotismo, harmoniza o espírito trazendo paz. É antidepressivo e bom para meditação, aumenta a resistência física. Usado antes de dormir permite ter sonhos esclarecedores.

VERBENA: É indicado aos casais que querem ter filhos, pois estimula a fertilidade. Também favorece o entendimento e a harmonia familiar. Melhora a voz, pois atua diretamente sobre a garganta, faringe e a tireóide. É excelente para prevenir gripes e resfriados. Induz ao descanso e sono. Afugenta maus espíritos, evita pesadelos.

VETIVER: Ótimo para colocar em lugares que circulam muitas pessoas. Afasta más influências.

VIOLETA: Diminue a agressividade e também atua como expectorante e tonificante. Beneficia a saúde física, ajuda a desenvolver a autoestima e elimina o orgulho e o egoísmo. Estimula sentimentos e ideias elevadas. Ajuda a superar o ciúme, a inveja e a possessividade. Desenvolve a criatividade e a liberdade de expressão. Equilibra o emocional depois de choques e traumas. Calmante para pessoas aborrecidas ou irritadas. Fidelidade, gentileza, transmutação e paz.

YLANG YLANG : Tranquiliza os medos, raiva, pânico e ansiedade. É uma essência sensual, desperta os sentidos, estimulando a busca do prazer. Acalma os sentimentos de culpa, de preocupação, leva a um estado de relaxamento e bem estar.

Historiologia da Aromaterapia

Aromaterapia é o nome dado aos tratamento realizados através da aplicação dos óleos essenciais, o qual é extraído do reino vegetal (flores, folhas, frutos ou raízes).

Acredita-se que os conhecimentos dos chineses sobre óleos medicinais chegaram ao Ocidente por intermédio dos gregos e dos romanos. Os egípcios embalsamavam suas múmias com resinas e óleos aromáticos, os soldados romanos utilizavam o óleo essencial de zimbro nos banhos para dar disposição, os monges usavam a resina do incenso para purificar o ambiente. Na verdade, os aromas são descritos por quase todas as antigas civilizações através do uso de óleos, incensos e perfumes, tanto na cosmética quanto para os ritos mágicos ou nas seções de cura espiritual.

Contudo, a estruturação medicinal da aromaterapia surgiu por volta de 1928/1930 através do químico francês Maurice René de Gattefossé (1881/1950) a partir de um acidente pessoal. Quando realizava uma série de testes com cosméticos, queimou seriamente sua mão; instintivamente mergulhou-a numa vasilha contendo óleo puro de lavanda até que a dor atenuasse. O ferimento cicatrizou rapidamente sem deixar marcas. Ele repetiu a experiência em soldados feridos na Primeira Guerra Mundial com grande sucesso; também, durante a guerra notou que outros óleos aceleravam o processo de alívio e cura.

O trabalho de Gattefosse foi ampliado pelo médico francês Jean Valnet (1920/1995) descobrindo que os óleos essenciais continham propriedades cicatrizantes, antivirais, antibacterianas, antifúngicas e antissépticas, sendo também poderosos oxigenadores com as habilidades de agir como agente de transporte na entrega de nutrientes nas células do corpo. Junto com outros dois médicos, Belaiche e Lapraz, eles realizaram várias pesquisas em pacientes com câncer, tuberculose, diabete e outras doenças graves, obtendo grande sucesso na aceleração dos tratamentos convencionais que estavam sendo administrados.

Porém, a bioquímica Margaret Maury (1895/1968) foi a pioneira em introduzir a visão holística para os óleos essenciais, desenvolvendo assim um método de aplicação através da massagem e de acordo com as características da personalidade do indivíduo.

Os óleos essenciais estimulam, através do olfato, o sistema nervoso central, o cérebro, a memória e a psique, pois induzem a liberação de substâncias neuroquímicas, que podem ser sedativas, estimulantes ou relaxantes. Quando usados na pele, suas propriedades medicinais penetram nos poros atingindo a corrente sanguínea, o sistema linfático, chegando aos órgãos. Os óleos possuem a capacidade de restabelecer o equilíbrio da mente e de todos os sistemas do corpo humano; suas propriedades também auxiliam na elevação espiritual, ao relaxamento, à meditação e à sensação de bem estar.

 .


Fonte: Aromaterapia por Secretas Rosana Bertolini

É HORA DE ESCOLHER A QUE LADO SERVIR: AO DA LUZ OU AO DAS SOMBRAS…

paz interior

A BUSCA DA PAZ INTERIOR

Arcanjo Miguel_Claudio Gianfardoni

Mensagem de Arcanjo Miguel

Transmitida por: Ronna Vezane
em outubro de 2017

 

Amados mestres, chegou a hora de fazer um inventário do que vocês estão pensando e da energia emocional que estão projetando durante esses dias de conflito, turbulência e estresse em seu planeta. Vocês estão diluindo ou distorcendo a aura de harmonia que vocês criaram em seu entorno ao se permitir ficar aprisionados no caos da criação errônea e da destruição que ocorre no planeta Terra, neste momento? Vocês estão absortos nos cenários que se apresentam, vezes após vezes, por meio da televisão, do rádio e dos jornais? Vocês se permitiram novamente ser atraídos de volta para a densidade do ambiente negativo da ilusão? Se a sua resposta for sim a qualquer uma dessas perguntas, vocês estão abastecendo as vibrações caóticas da situação do mundo com a sua energia, em vez de acrescentar o seu Amor/Luz/Poder ao de outros emissários da paz ao redor do mundo. Vocês permanecerão ao lado daqueles cujo maior desejo é produzir uma solução pacífica para o benefício maior de todos, ou se alinharão involuntariamente com aqueles que desejam perpetuar a separação, o sofrimento e a dominação?

Com isso, não queremos dizer que vocês não deveriam se informar quanto ao que está acontecendo no mundo, mas estamos dizendo que, agora, como nunca antes, vocês precisam superar o que está ocorrendo e se juntar a nós, como observadores, a partir de uma perspectiva superior, onde não há um modo certo ou errado, apenas diferentes nuances da verdade e diferentes motivos, um ponto de vista em que nenhuma raça, país ou religião seja totalmente justo ou inculpe, nem totalmente errado. Lembrem-se, todas e quaisquer Almas na Terra carregam uma Centelha do Divino internamente. Vocês devem permanecer centrados no coração e sintonizados com o seu Eu Superior, com uma consciência inspirada no espírito, de modo que suas ações e decisões estejam sempre alinhadas com o Plano Divino. Então, amados, vocês permanecerão entre as fileiras dos justos cujo desejo maior é fazer com que a Terra e a humanidade voltem a um verdadeiro estado de coexistência pacífica em um ambiente onde nosso Deus Pai/Mãe reine supremo.

Admitimos que haja os que concordaram em representar o “advogado do diabo”, aqueles que estão lhes apresentando o seu lado sombrio em sua forma mais destrutiva. Há outros que alegam justificadamente ter somente os motivos mais elevados e mais altruístas, mas percebemos e reconhecemos os motivos ocultos por trás das decisões que são tomadas e das ações que são iniciadas em nome da paz e da justiça. O jogo da dualidade está sendo representado na Terra em sua forma mais dramática exatamente neste momento, e depende de vocês se serão ou não atraídos para o turbilhão da espiral descendente da ação cármica de massa que está acontecendo agora.

Falamos muitas vezes acerca das leis de causa e efeito ou de que para cada ação há uma reação. O que resulta naquilo que se conhece como carma negativo ou positivo. Durante muitas eras, vocês, como Iluminados, vêm trabalhando diligentemente para trazer ao equilíbrio o seu carma pessoal, carma ancestral e influências cármicas raciais. Esta foi uma parte importante do jogo da dualidade e da polaridade: retornar ao equilíbrio e à harmonia em todas as Facetas do seu Ser. E assim, o que acontecerá agora, à medida que os ventos da guerra, do conflito e da destruição rodopiam como uma nuvem escura e pesada ao redor da Terra, tocando e afetando tudo e todos? Depende do que vocês estão sentindo e pensando, meus queridos, o que estiver em sua mente e em seu coração, quanto a se vocês permanecerão firmemente na Luz ou agregarão às formas-pensamento de carma negativo que estão sendo criadas a cada momento. Muitos dentre vocês foram admiravelmente bem-sucedidos em equilibrar o seu registro cármico da vida, e deixem-nos chamá-lo de “Livro-caixa da Vida”. Em que vocês têm uma coluna de mais e uma de menos, e a sua meta é transformar os menos em mais, ou em padrões energéticos positivos.

Não estamos lhes pedindo que se sentem passivamente à beira da estrada e não façam nada. Vocês estão sendo convidados a levantar-se e ser considerados, porque a sua energia dinâmica da Força Vital é necessária agora como nunca antes. Vocês são muito mais poderosos do que conseguem imaginar, meus corajosos amigos; vocês estão desempenhando um papel importante em conseguir uma solução pacífica para uma situação mundial muito inquietante.  A energia que vocês estão irradiando, a partir do centro do seu coração, tem tanta influência no resultado desse grande conflito como aqueles que estão nas “linhas de frente”. Vocês, também, estão nas linhas de frente, por assim dizer, porque vocês possuem a capacidade de entrar em contato com a substância não manifestada do Criador e moldá-la em formas-pensamento e ações poderosas que podem sobrepujar qualquer adversidade. Aquelas almas corajosas que foram chamadas ao campo de batalha, independentemente do lado em que estejam lutando, se estão fazendo isso com um desejo de verdadeira justiça para todos e com compaixão de espírito por seus semelhantes, em vez de ódio, desejo de vingança e de escravizar ou controlar os demais, então, eles estão atuando como guerreiros justos e as forças dos Céus estão com eles.

O fato de utilizarmos expressões tais como, “Guerreiros da Paz” e “Guerreiros da Luz”, ou o que pode ser interpretado como terminologia combativa, tem perturbado e confundido muitos de vocês. Aqui, novamente, existem muitas interpretações diferentes e facetas diferentes da verdade. Desde que a Terra e a humanidade caíram na densidade da separação e da dor, temos lutado diligentemente por vocês e com vocês. Lutamos com as sombras da ilusão e a negatividade criadas pelas crenças da consciência de massa do medo, culpa e desmerecimento. Lutamos para ajudá-los a se reconectar à sua divindade e se lembrar de como vocês são realmente magníficos. Cumprimos diligentemente as ordens e as diretrizes transmitidas por nosso Deus Pai/Mãe e o Criador: “Ajudem nossos filhos a retornar à Luz e recuperar sua Herança Divina”. Sim, estamos envolvidos durante eras em uma guerra entre a Luz do Criador e as sombras da humanidade, mas nossas armas foram o amor, a compaixão, a compreensão e o apoio, à medida que vocês atravessam os vales do desespero e buscam planar no topo da montanha da esperança e da iluminação.

Se vocês se juntarem a nós em nossos esforços de trazer a Luz para o mundo sombrio e para o coração da humanidade; se vocês permanecerem firmemente em suas convicções de que, no final das contas, prevalecerão (sabendo que somente nosso Deus Pai/Mãe conhece o quadro total e qual é verdadeiramente o melhor resultado); se vocês puderem manter uma sensação de paz e alegria internamente, e irradiar o amor expansivo do Criador para TODA a humanidade; então, vocês são realmente  guerreiros em nossas Legiões de Luz.

Aqueles que protestam, gritam e marcham pela paz estão acrescentando a sua energia ao caldeirão do caos. Eles não estão oferecendo soluções ou adotando ações positivas, mas culpando e protestando contra as ações dos outros, embora declarem que a não ação é a única maneira de alcançar a paz e a harmonia. Trata-se de outra forma de ficar em cima do muro ou não tomar uma posição.  Dissemos muitas vezes que é o momento de “sair de cima do muro”. se vocês puderem manter uma sensação de paz e alegria internamente, e irradiar o amor expansivo do Criador para TODA a humanidade; então, vocês são realmente  guerreiros em nossas Legiões de Luz. É hora de declarar de que lado vocês servirão: à Luz ou às sombras. É hora de declarar que vocês são Emissários da Luz, cintilantes Centelhas Divinas e cocriadores do amor, da alegria, da abundância e da harmonia, ou que são seres humanos que estão dispostos a tomar o caminho fácil, ao seguir os ditames alheios, deixando de lado, assim, o seu Direito de Nascimento Divino.

“Paz” é uma palavra frequentemente usada nestes tempos inquietantes, e isso pode ser interpretado de diversas formas. Vocês utilizam a expressão: “paz mental”, que quer dizer ter um estado mental calmo e tranquilo, que é livre de discórdia, de pensamentos desarmônicos ou conflito mental. Paz pode significar um acordo mútuo entre duas pessoas, uma família, um grupo, vizinhos, cidade ou nação, que beneficia a todos que estão envolvidos e que produz uma atmosfera calma, serena e segura, assim como uma ordem legal. Pode também significar um tratado ou acordo para prevenir ou impedir um conflito entre duas facções dissidentes. Vocês podem ser chamados de pessoas pacíficas ou pacifistas porque estão inclinados a buscar um ambiente pacífico ou a promovê-lo. Vocês podem “buscar a paz” ou se empenhar em “manter a paz” por meio de ações conciliatórias ou por resolver desacordos por meio de compromisso. A paz é o resultado final de se conseguir harmonia e equilíbrio em qualquer situação. A paz nunca é atingida pela natureza emocional ou pela mente egoica, mas por meio das energias de vibrações mais elevadas do espírito, que sempre buscam o maior e melhor resultado para TODOS os envolvidos. Em seu mundo de dualidade e polaridade, o objetivo ideal é buscar a harmonia e o equilíbrio em todas as coisas, mas essa harmonia deve começar a partir de dentro. Deve florescer no coração, enquanto vocês permitem que o espírito descenda e, mais uma vez, assuma o domínio em seu receptáculo físico. Então, vocês começarão a ver através de olhos filtrados pelo amor e escutar com ouvidos temperados pela compaixão. Vocês saberão que tudo de que precisam é seu, é só pedir, e não buscarão mais tomar o que pertence ao outro.

Vocês sempre se empenham por uma solução em que todos ganham e reconhecem que quando alguém perde, todos perdem também. Vocês se tornam campeões da Luz e caminham suave, porém corajosamente, enquanto carregam a resplandecente espada etérica da vontade, da honra, da verdade e da justiça divinas. Vocês afirmam qual é a sua verdade e a vivem firmemente com integridade e humildade, ensinando pelo exemplo, e permitem a todos os outros o mesmo direito. Vocês devem primeiramente buscar a paz interna, amados, e quando encontrarem o que estão procurando, vocês irradiarão uma aura de paz para o mundo, onde será reunida e ampliada com a dos outros de natureza pacífica e harmoniosa.

Juntos, e em grande número, vocês podem superar qualquer adversidade, e podem criar e aprimorar as células/áreas de Luz que vocês estão construindo na Terra, assim como na quinta dimensão. E quando aquelas formas-pensamento de Luz alcançar um determinado nível de ampliação, elas começarão a se manifestar de modo milagroso no plano terreno. Muitas de suas visões estão se aproximando deste ponto e se manifestarão aparentemente sem esforço. Os toques finais estão sendo dados e os preparativos estão quase concluídos, corações corajosos; agora observem os resultados maravilhosos de todos os seus esforços perseverantes.

A desumanidade dos humanos em relação a uns contra os outros tem sido um processo contínuo e incessante desde a queda na densidade. A coexistência pacífica quase nunca foi o resultado final de um conflito. A intenção subjacente foi, na maioria das vezes, conquistar, desapropriar e forçar os outros à submissão, sem qualquer consideração pelo bem-estar daqueles aprisionados no meio disso ou forçados a lutar.

Explicamos diversas vezes como o abismo entre a Luz e as sombras está se ampliando, quase como se um mundo repleto de padrões vibratórios de Luz estivesse sendo sobreposto a um mundo de terceira e quarta dimensões de ilusão e sombras. Essa condição está se tornando mais dramaticamente definida a cada dia. É imprescindível que vocês permaneçam vigilantes, centrados no coração e inspirados pelo espírito em todos os momentos. Vocês precisam aprender a estabelecer limites energéticos e reforçar de modo constante o seu escudo ou coluna da Luz protetora do Criador. Vocês devem escutar os sussurros do seu coração, porque é aí que os seus guias angélicos e professores deixarão os tesouros da sabedoria para que vocês os acessem e utilizem.

Interiorizem-se, meus fiéis companheiros, e se lembrem de como há muitas eras, planamos através do Universo, juntos, criando novas galáxias, mundos e civilizações, além dos seus sonhos mais extravagantes. Lembram-se de como vocês tiveram à sua disposição toda a substância da Criação Divina e tudo o que precisavam fazer era moldá-la em forma com a sua mente? Lembram-se de como tudo o que vocês tinham que fazer era imaginar algo, e isso milagrosamente aparecia diante de vocês? Tentem lembrar-se das muitas formas que vocês assumiram, algumas humanas, mas também muitas formas diferentes, em uma variedade de composições, texturas e características, sendo tudo belo e perfeito aos olhos de nosso Deus Pai/Mãe. É importante que vocês se lembrem de que experimentaram cada Raça Raiz que já povoou a Terra, o que significa que vocês já foram de toda cor e carregaram as características de toda Raça agora encarnada em seu planeta. Estamos lhes dizendo que vocês são seres multifacetados, que experimentaram todas as riquezas e diversidade que esta Terra, este sistema solar, esta galáxia e Universo têm para oferecer. E, assim, como vocês podem julgar seus irmãos e irmãs, porque nesta existência eles têm uma pele de cor diferente da de vocês, porque eles têm costumes diferentes, creem e adoram de modo diferente ou invocam seu Deus com um nome diferente? Já se disse, mas convém repetir novamente: “QUANDO VOCÊS FAZEM ISSO, ESTÃO APENAS JULGANDO A SI MESMOS”.

Lembrem-se, amados, durante esses períodos de grande mudança, vocês podem fazer a diferença. Deixem brilhar o seu Amor/Luz para que todos vejam. Permitam-nos ajudá-los a realizar a sua missão terrena e acolhê-los com o nosso amor. Juntos, prevaleceremos.

EU SOU ARCANJO MIGUEL

 


Direitos Autorais:

Transmitida por Ronna /Escriba Sagrada * Como a pessoa que transmite este artigo, eu, Ronna, reivindico os direitos autorais universais em nome do Arcanjo Miguel. A publicação em sites é permitida, contanto que a informação não seja alterada, suprimida ou acrescentada, e o crédito da autoria, o meu e-mail e o endereço do site sejam incluídos. Pode ser publicado em jornais, revistas ou impressão pública com a permissão de: RonnaStar@earthlink.net.

Fonte: Star Quest Mastery | SEEKING PEACE FROM WITHIN
Tradução: Ivete Adavaí Brito – adavai@me.com www.adavai.wordpress.com
N.T.: O mesmo procedimento deve ser seguido no caso de se publicar a presente tradução, isto é, dar os créditos à tradutora

Via: ADAVAI | ARCANJO MIGUEL – outubro de 2017