CURANDO-SE DO MEDO DE SE ENTREGAR ÀS NOVAS ENERGIAS…

onda de energia

SER A PONTE PARA A NOVA TERRA

Jesus

Jeshua   

Canalizado por Pamela Kribbe

 Queridos amigos, minha querida família.

Amo todos vocês profundamente. Estou aqui num clima de amizade. Não sou um mestre que esteja acima de vocês; sou seu igual. Quero estar com vocês de alma para alma e também de ser humano para ser humano. Sei o que é ser um humano na Terra e vivenciar emoções profundas de dúvida, medo e raiva. Quero que todos vocês tenham compaixão por si mesmos e por todas as emoções que sentem. Mas, acima de tudo, desejo que cada um de vocês esteja consciente da sua própria grandeza.

Nestes dias e nesta era, estamos nos movendo para uma nova realidade na Terra. Uma nova consciência está nascendo agora. É uma consciência baseada no coração e na unidade da qual todos nós compartilhamos. Todos vocês desejam que esta consciência se manifeste na Terra, e vivem para isto – este é o seu ideal mais elevado. Mas o que eu gostaria de enfatizar é que vocês são os portadores dessa consciência. Isto não é algo que esteja ocorrendo fora de vocês; não é algo pelo qual tenham que esperar, e não precisam depender de outros para obter mensagens e previsões do futuro. Vocês são o próprio centro desta transformação. Vocês é que são os canais desta nova energia e lhes peço que realmente se levantem e sejam tudo o que são, porque vejo muitos de vocês hesitando. Seus corações estão abertos e vocês se aproximam da nova consciência que está despertando; vocês desejam intensamente essa vibração de unidade, mas também estão com medo.

Existem dois tipos de vibração na Terra. Existe a antiga vibração de medo que os vem intimidando há bastante tempo, chegando, inclusive, às células dos seus corpos. Vocês reagem a partir do medo há muito tempo, pois foi assim que lhes ensinaram a fazer. Foi lhes dito que, para sobreviver, vocês precisam agir como uma pessoa pequena, não como uma pessoa grandiosa. Ser uma “boa” pessoa muitas vezes significa ouvir as vozes do medo.

A nova vibração é justamente o oposto disso. Gostaria que cada um sentisse isso por si mesmo – a nova vibração o encoraja a ser grandioso, a compartilhar seus talentos, a ser orgulhoso de si.

Como mover-se entre essas duas vibrações? Às vezes você se conecta com a vibração mais elevada da alegria e isso faz com que se sinta extasiado, como se estivesse meio bêbado até, porque ela o faz lembrar-se da energia do Lar, da energia da sua alma. Você é levado às lágrimas e sabe, no fundo do seu coração, que é isto que você quer! Você deseja isto no seu trabalho e também nos seus relacionamentos. Você deseja isto em todas as áreas da sua vida!

Quero lhe oferecer um pequeno exercício. Imagine que a nova vibração de alegria, de leveza e abundância está chegando para você agora. Eu estou aqui, em pé diante de você, e comigo estão numerosos guias e amigos que sorriem para você, desejando oferecer-lhe esta nova vibração que realmente é a vibração do Lar. Peço-lhe que a receba e fique atento a qualquer coisa dentro de você que resista a essa nova vibração. Observe isto no seu corpo. Você pode perceber uma tensão no corpo, causada pela resistência ou medo. O que estou lhe pedindo é que identifique as partes de você mesmo que não conseguem fundir-se com a nova vibração. E por favor, dê um rosto a essa energia de resistência ou medo, deixe que se pareça com uma criança.

Dentro de você existe uma criança que está com medo de se entregar a esta nova vibração. Ela não confia nessa vibração, porque essa criança não aprendeu a confiar. Peço-lhe que esteja muito consciente dessa criança, porque ela é a chave. O que vejo acontecer com você é que está vivendo em duas realidades ao mesmo tempo. Às vezes se sente muito inspirado e elevado, e outras vezes, cai de volta na antiga vibração e o medo o domina. Tudo que você sentiu antes no seu coração, toda a sua verdade, parece desvanecer-se e você fica deprimido ou bloqueado, impedido de seguir em frente. E, às vezes, até se sente desesperançado; sente que não pertence à Terra, e tem até vontade de ir embora. É por isto que é tão importante reconhecer o que há por trás da realidade do medo. É uma criança assustada, e você tem condições de ajudá-la; esta é a sua verdadeira grandiosidade.

Sua grandiosidade não está tanto no fato de você ser capaz de sentir a unidade, mas no fato de ser capaz de, a partir dessa unidade, entrar em contato com aquilo que está no escuro. Se você não respeitar e compreender essa criança amedrontada no seu interior, não conseguirá entrar totalmente na nova vibração. Portanto, convide essa criança para junto de você agora. Deixe que ela expresse sua dor para você e permita que ela faça isso com liberdade, exageradamente até. Qual é seu medo mais profundo? Será que ela está pronta para estar aqui na Terra?

Só quando você estiver plenamente familiarizado com essa criança, com essa presença interior, é que poderá colocar seus braços ao redor dela e salvá-la do medo que a tem dominado. O medo pode se expressar de várias formas. Pode se expressar através da depressão e também através da raiva e da falta de vontade de fazer parte desta realidade; da desconfiança em relação a outras pessoas, ou do desejo de fuga; e pode levar a todo tipo de comportamento destrutivo. Mas se observar bem, verá que atrás desse comportamento destrutivo se encontra a face de uma criança assustada, para quem você poderá estender a mão compassivamente.

Hoje podemos fazer isto juntos. Então imagine que sua própria criança está à sua frente. Ela está encostada em você, com o rosto voltado para o meio do círculo onde nos encontramos. Diga-lhe que ela está em segurança. Esteja consciente de que experimentar a Luz pode ser assustador para essa criança. Eu o convido a sentir a energia que nós – eu e os guias que estão presentes aqui – estamos enviando para essa criança. Nós nos aproximamos da sua criança com paciência e ternura. Nós a amamos exatamente pelo que ela é neste momento. Você consegue receber este amor de nós?

Curar verdadeiramente a si mesmo significa descer nessa escuridão. A capacidade de fazer isto é a sua grandiosidade. Esta é a essência da energia Crística. Ela não separa, ela não aceita a distinção entre Escuridão e Luz, porque sabe que a unidade está em todo lugar.

Minha mensagem para todos vocês hoje é que vocês são os portadores da energia Crística neste dia e nesta era. Primeiro de tudo, vocês a aplicam em suas próprias vidas; vocês não fogem da realidade, vocês não fogem do medo ou do escuro quando se deparam com eles. Em vez disso, se ajoelham diante deles e perguntam: “Onde está a criança interior?” Não tenham medo do escuro, porque é o seu medo do escuro que os impede de se moverem para a nova vibração.

Todos vocês carregam lembranças, não apenas desta vida, mas de vidas anteriores a esta. Vocês têm lembranças de momentos em que o medo os dominou e vocês se perderam. É por isto que às vezes ficam perdidos hoje e não acreditam em sua própria grandeza. Mas eu lhes digo que este é o momento de mudar. A hora de mudar é agora. E sua verdadeira missão não é apenas deixar para trás a vibração antiga e entrar na nova, mas levar a nova vibração de amor e alegria para a antiga, para curar a criança interior e curar a sociedade do seu estado atual. Porque este é o resultado; é isto que acontece quando as pessoas se curam individualmente – esta energia flui para toda a sociedade; ela entra nas instituições de educação, na política e na medicina. E a nova vibração entrará pacificamente, sem esforço.

Vocês são capazes de fazer isto, e eu lhes agradeço por estarem aqui.

-…..—==II==—-…..-

Direitos Autorais:
© Pamela Kribbe
www.jeshua.net

Fonte: Jeshua.net | Being the bridge to the New Earth
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br
Para ouvir o áudio da canalização, acesse:
http://www.jeshua.net/audio/Channeling10022013.WMA


Via: Luz de Gaia | Ser a Ponte para a Nova Terra – Mensagem de Jeshua canalizada por Pamela Kribbe em fevereiro/13

O SEGREDO POR TRÁS DA MATÉRIA…

percepcao_ou_realidade

Universo Holográfico, um novo paradigma

 

Publicado por: O Arquivo

Baseado no documentário “Universo Holográfico”

Parte 1

holo1

Aviso: o tema deste texto que você esta para ler, revela um segredo crucial em sua vida. Você deve ler atentamente pois refere-se a um tema que poderá provocar alterações fundamentais em sua visão do mundo material. O conteúdo desse texto não é apenas uma visão diferente ou um pensamento filosófico. Na realidade são fatos comprovados pela ciência hoje.

O Segredo por trás da Matéria – O homem é condicionado desde o seu nascimento, a pensar que o mundo em que vive é uma realidade absolutamente material. Assim ele cresce sob o efeito deste condicionamento e constrói toda a sua vida baseado neste ponto de vista.

As descobertas da ciência moderna, entretanto, revelaram a completa diferença entre a realidade significativa e o que é presumido. Toda a informação que recebemos de nosso mundo exterior nos é transmitida por nossos cinco sentidos. O mundo que conhecemos consiste do que nossos olhos veem, nossos ouvidos ouvem, nossos narizes cheiram, nossa língua saboreia e nossas mãos sentem. O homem depende, desde o nascimento, destes cinco sentidos. Assim ele conhece o mundo exterior apenas da forma com que é apresentado por estes cinco sentidos.

Atualmente, pesquisas científicas sobre os nossos sentidos revelaram fatos bem diferentes daquilo que denominamos de “mundo externo”. E estes fatos trouxeram a luz um importante segredo sobre a matéria de que é feito o “mundo externo”. um pensador contemporâneo, Frederick Vester, explica as declarações de alguns cientistas, afirmando que “o homem é uma imagem, toda experiência é temporária e ilusória, e este universo é uma sombra”, parecem estar sendo comprovadas pela ciência em nossos dias.

Para melhor captar este segredo por trás da matéria, devemos nos relembrar de como captamos a informação da realidade que nos prove com a mais extensa informação de nosso mundo exterior.

Como vemos?

A visão ativa ocorre progressivamente. No momento da visão, partículas luminosas, denominadas fótons viajam do objeto até o olho e passam pelo cristalino onde são refratados e focados na retina, no fundo do olho. Aqui, os raios luminosos são transformados em sinais elétricos e transmitidos por neurônios até o centro da visão no parte posterior do cérebro. A visão realmente ocorre no centro da visão no fundo do cérebro. Todas as imagens que vemos durante a vida e todos os eventos que experimentamos são na realidade experimentados neste pequeno e escuro lugar. Tanto o texto que você esta vendo agora, bem como as paisagens sem fronteiras que você vê quando mira o horizonte, na realidade comprimem-se neste espaço de poucos centímetros.

Agora, vamos reconsiderar alguns conceitos, cuidadosamente. Quando dizemos “nós vemos”, na realidade vemos o efeito dos raios atingindo os olhos convertidos em sinais elétricos e formados no cérebro. Quando dizemos “nós vemos”, na realidade observamos os sinais elétricos em nosso cérebro.

A propósito, há um outro aspecto a considerar.

O cérebro esta “selado” para a luz e esta sempre em completa escuridão. Assim, não é possível ao cérebro contatar a luz, por si mesmo. Podemos explicar este interessante fenômeno com um exemplo. Vamos supor que a nossa frente esta uma vela acesa e nós vemos sua luz. Durante o período em que vemos a luz da vela, o interior de nosso crânio e o cérebro estão em completa escuridão. A luz da vela jamais ilumina nosso cérebro e nosso centro de visão.

Entretanto, nós vemos um mundo luminoso e colorido dentro de nosso cérebro sem luz. O mesmo se aplica a todos os nossos outros sentidos, som, tato, sabor e olfato, que são percebidos no cérebro como sinais elétricos. Desta forma, o cérebro, durante nossa vida jamais se confronta com a fonte original da matéria existente fora de nós, mas apenas uma cópia elétrica da mesma, formada dentro do nosso cérebro. Neste ponto somos iludidos a pensar que estas cópias são instancias da realidade material fora de nós.

….

Parte 2

holo11aexteriorO mundo exterior em nosso cérebro – Estes fatos físicos nos fazem chegar a uma indiscutível conclusão. Tudo aquilo que vemos, ouvimos, tocamos e sentimos como matéria, o mundo e mesmo o universo são apenas sinais elétricos em nosso cérebro. Por exemplo, vemos um pássaro em nosso mundo exterior. Mas na realidade este pássaro não esta em nosso mundo exterior, porém em nosso cérebro. As partículas de luz refletidas pelo pássaro alcançam nosso olho e de lá convertidas em sinais eléticos. Esses sinais são transmitidos por neurônios para o centro de visão no cérebro. O pássaro que vemos é na realidade o resultado de sinais elétricos em nosso cérebro.

Se o nervo conduzindo a informação fosse desconectado o pássaro desapreceria subitamente. Da mesma forma os sons dos pássaros são também formados em nosso cérebro, não haveria qualquer som. Colocando de forma simples, o pássaro, a forma do pássaro que vemos e o seu som que ouvimos é apenas a interpretação, efetuada pelo cérebro, de sinais elétricos.

holo11bexterior    holo11cexterior

Outro ponto a ser considerado é a sensação de distância. Por exemplo a distância entre você e a tela do computador. É apenas uma sensação de espaço formada em seu cérerbro, também, objetos que parecem estar muito distantes na visão de um indivíduo, são na realidade imagens plasmadas em um ponto dentro do cérebro.

holo11fexterior    holo11gexterior

holo11hexterior    holo11iexterior

Por exemplo, alguém que observe as estrelas, assume que elas estão a milhóes de anos luz distantes dele. Na realidade as estrelas estão dentro dele. É a visão em seu cérebro. Enquanto voce vê um filme, você assume que você esta em um ambiente, mas na realidade o ambiente esta em você. Você vendo seu corpo o faz pensar que esta dentro dele, entretanto você deve observar que seu corpo também é uma imagem formada em seu cérebro.

holo11jexterior    holo11kexterior

holo11lexterior    holo11mexterior

Até agora falamos de um mundo exterior, de um mundo de percepções formadas em nosso cérebro do que vemos. Entretanto como nunca podemos alcançar o mundo externo, como podemos estar certos de que este mundo externo realmente existe? Definitivamente, não podemos. A única realidade com que lidamos é o mundo de sensações nas quais vivemos em nossa mente.

holo11nexterior    holo11oexterior

holo11pexterior    holo11qexterior

holo11rexterior

Nós acreditamos na existência de objetos somente porque os vemos e tocamos e eles são refletidos para nós por nossas percepções. Entretanto nossas percepções são somente ideias em nossa mente. Assim, objetos que captamos por percepções não são nada além de ideias e estas ideias existem apenas em nossa mente. E se tudo isto existe apenas em nossoa mente, isto significa que nos somos iludidos por enganos quando imaginamos um universo e objetos com existência fora de nossas mentes.

holo11sexterior   holo11uexterior

holo11vexterior   holo11xexterior

Imaginar a matéria como tendo uma exintência fora de nossa mente é na realidade um engano ou ilusão. As sensações que observamos podem estar vindo de uma fonte artificial. É possível ver isto com um exemplo. Primeiro vamos supor que podemos retirar o cérebro de nosso corpo em mantê-lo vivo em uma caixa de vidro. Vamos adicionar um computador com toda a sorte de informações e finalmente vamos enviar todos os sinais elétricos (dados) que temos de luz, som, sabor, tato, olfato para este computador. Vamos conectar esse computador aos sensores de sentidos de nosso cérebro com conectores, e vamos eviar-lhe os dados previamente gravados.

holo11x1exterior   holo11x2exterior

holo11x3exterior   holo11x4exterior

Quando nosso cérebro perceber estes sinais ele vai “ver”, “sentir” e “viver” as cenas que lhe apresentamos. Deste computador também podemos enviar sinais elétricos referentes a imagens e cenas criadas. Por exemplo, podemos mandar sinais referentes ao que percebemos e sentimos enquanto estamos sentados a nossa mesa de trabalho. Neste estágio o cérebro pensará que é um homem de negócios sentados em seu escritório. Este mundo imaginário continuará enquanto a estimulação vinda do computador persistir. Nós nunca nos daríamos conta de que apenas somos um cérebro.

holo11x5exterior   holo11x6exterior

É de fato muito simples para nós, sermos enganados acreditanto que percepções sem qualquer causa material sejam reais. Isso é o que ocorre em nossos sonhos.

…..

PARTE 3

holo12asonhosO Mundo em Sonhos – Para você realidade é tudo aquilo que pode ser tocado com as mãos e visto com os olhos. E nos sonhos também podemos tocar com as mãos e ver com os olhos. Mas na realidade você não tem mãos, olhos e nem existem algo que possa ser tocado ou visto. Tomando o que você percebe no sonho pela realidade material você esta preparado para ser enganado. Por exemplo, uma pessoa profundamente adormecida em sua cama pode ver a si mesma em um mundo totalmente diferente em seu sonho. Ela pode sonhar que é um piloto que comanda um grande jato. E mesmo pode despender muito esforço para comandar o avião.

De fato esta pessoa não se afastou um único passo de sua cama. Em seus sonhos ela pode viver em diferentes cenários e se encontrar com amigos, conversar com eles, come e beber com eles.

holo12bsonhos   holo12csonhos

holo12dsonhos   holo12esonhos

Somente quando a pessoa deperta de seu sonho que ela se dá conta que tudo foram apenas percepções. Se somos capazes de viver facilmente em um mundo irreal durante nossos sonhos o mesmo pode ser também verdadeiro para o mundo no qual vivemos. Quando despertamos de um sonho, não há razão lógica para não pensar que entramos em um sonho mais longo que denominamos de “vida real”.

A razão pela qual consideramos nossos sonhos como fantasia e o mundo como real nada mais é do que o produto de nossos hábitos e preconceitos. Isto sugere que podemos ser despertados de uma vida na terra que acreditamos estar vivendo neste momento. Da mesma maneira que somos depertados de um sonho.

Quem percebe?

Após todos estes fatos físicos, levanta-se a pergunta primordial. Se todos os eventos físicos que conhecemos são essencialmente percepções o que é nosso cérebro? Desde que nosso cérebro é matéria como nosso braço, perna ou qualquer outro objeto, ele também deve ser uma percepção como todos os outros objetos. Um exemplo vai clarear mais este assunto.

holo13apercebe   holo13bpercebe

holo13cpercebe   holo13dpercebe

Vamos imaginar que estendemos os nervos que atingem nosso cérebro e o colocamos fora de nossa cabeça, onde podemos ver com nossos olhos. Neste caso seríamos capazes de ver nosso cérebro e tocá-lo com os dedos. Neste caso podemos perceber que o cérebro nada mais é do que uma percepção formada pela sensação da visão e do tato.

Então qual é a vontade que vê, ouve, sente e percebe todos os outros sentidos, se não é o cérebro? Quem vê, ouve, toca e percebe o sabor e o aroma? Que é este ser que pensa, raciocina, tem sensações, e mais, diz EU e MIM?

holo13epercebe   holo13fpercebe

Um dos importantes pensadores de nossa época, Ken Wilber (Holographic Paradigm, p37), também coloca a mesma pergunta. Desde os gregos, os filósofos pensam sobre os “espíritos na máquina”, o pequeno homem dentro de um pequeno homem. Onde esta o EU, a pessoa que usa o cérebro? Quem é que se da conta da ação do conhecimento? São Francisco de Assis dizia: “Procuramlos aquele que vê.”

Na realidade o ser metafísico que usa o cérebro, que vê e sente, é o espírito. O que denominamos de mundo material é o agregado de percepções vistas e sentidas pelo espírito. Assim como os corpos que possuimos e o mundo material que vemos em nossos sonhos não possuem uma realidade física, o universo que ocupamos e os corpos que possuimos tampouco tem realidade material.

holo13gpercebe   holo13hpercebe

Sim, mesmo se inciamos com ferrenha oposição, afirmando que matéria é real, as leis da física, química e biologia, nos levam todas ao fato de que a matéria consiste em uma ilusão, e a inevitável atualidade de uma “matéria metafísica”.

Este é o segredo por trás da matéria. Este fato é tão definitivo que alarma alguns cientistas materialistas que pensam ser a matéria o absoluto ser. O escritor científico, Lincoln Barnett, diz no seu livro “O Universo e Einstein” que “Em conscordância com a afirmação dos filósofos da redução de toda a realidade objetiva a um mundo paralelo de percepções, os cientistas começaram a se conscientizar da alarmante limitação dos sentidos humanos.”

Todos estes fatos nos conduzem a uma importante e significativa pergunta: Se as coisas que aceitamos ser o mundo material são na realidade formadas por percepções, transmitidas ao nosso cérebro então qual a fonte destas percepções? Respondendo esta pergunta, devemos considerar o fato de que a matéria não tem apenas uma existência autônoma, mas é uma percepção. Assim, esta percepção deve ter sido causada por algum outro poder. O que significa que tem que ter sido criada.

Mais ainda, esta criação tem que ser contínua. Se não fosse uma criação contínua e consistente então o que nós denominamos “matéria” desapareceria e seria perdida. Isto pode ser parecido a uma televisão onde uma imagem é mostrada enquanto o sinal da antena é contínuo. Se a transmissão interrompe a imagem na tela também desaparece.

O ser real e absoluto

holo14aabsoluto

Então, quem faz nosso espírito ver o planeta Terra, corpos, plantas, nossos corpos, e tudo o mais que vemos? É muito evidente que existe um criador superior, que criou todo o universo material. Esta é a soma de todas as percepções e continua sua criação sem interrupção.

Desde que este criador mostra uma tal magnífica criação ele seguramente tem o poder e direitos eternos. Todas as percepções que ele cria são criadas por sua vontade e ele domina a tudo que criou em qualquer instante.

Este criador é DEUS, o Senhor dos céus e da terra. O único ser absoluto é Deus. Tudo fora Ele, são sombras de seres que Ele criou. Esta realidade é explicada da seguinte maneira pelo grande estudioso islâmico Imam Rabani: “Deus, a substância dos seres que Ele criou é o inexistente. Ele criou tudo no âmbito dos sentidos e ilusões. A existência do universo é no âmbito dos sentidos e ilusões, e não é material. Na realidae nada existe fora com a exceção do Glorioso Ser que é Deus.”

holo14babsoluto

Nos quatro cantos deste universo, formado por percepções, está Deus, o único ser real. Assim o ser mais próxomo ao homem é Deus. Isto é explicado no Alcorão com o verso: “Nós criamos o homem e nós estamos mais próximo a ele do que sua veia jugular”. Aonde quer que estivermos Deus estará conosco. Enquanto você lê este texto o ser mais próximo a você é Deus que cria tudo o que você vê em todos os instantes.

holo14cabsoluto

Enquanto Deus nos fizer ver imagens e nos provê com sensações relacionadas ao mundo, continuaremos a viver neste mundo. Quando ele cessa com as imagens e sensações pertencentes a este mundo, mostra-nos o anjo da morte e nos dá percepções de uma dimensão diferente, significa que morremos. O dia da ressureição, julgamento, céu, inferno e a vida eterna será criado por nós da mesma maneira. Criar todas estas coisas é simples para Deus, que nos mostra a evidência de seu eterno poder e infinita sabedoria. Sim, neste mundo.

………………………………………………………………………………………………………..

Fonte: Compilação de textos e imagens, Renato, Gestor de conteúdo do Arquivo. Baseado no documentário “Universo Holográfico


Via: O Arquivo | Universo Holográfico, um novo paradigma – Parte 1
Via: O Arquivo | Universo Holográfico, um novo paradigma – Parte 2
Via: O Arquivo | Universo Holográfico, um novo paradigma – Parte 3

CONHECENDO MELHOR O SEU EGO…

o-que-e-o-ego

O que é o ego e como podemos transcendê-lo?

post-04-30

Por: Michelle Walling

O ego é uma ferramenta de 3ª dimensão que nosso corpo humano usa para sua identidade e proteção, à medida que avançamos em direção à 5ª dimensão alguns dizem que precisamos nos livrar dele, outros dizem que precisamos treiná-lo, outros dizem ainda que devemos amá-lo, o que realmente é o nosso ego e o que devemos fazer com ele?

Por que temos um ego ?

O trabalho do ego é nos proteger e nos impedir de saber quem somos na experiência velada da encarnação na 3ª dimensão, ele tem sido chamado de “eu inferior” em comparação com os aspectos da nossa alma superior que existem em dimensões de vibração mais elevada, como seres multidimensionais quando viemos a este corpo nós sabíamos que iriamos esquecer quem éramos como parte da experiência na existência dimensional inferior.

O ego não é quem você realmente é, ele é a sua autoimagem e nem sequer é a imagem que os outros podem ver.

post-04-30-1É uma máscara de aprovação, ele quer estar no controle, e é conduzido pelo medo, ele é parcialmente responsável por não permitir que você ame a si mesmo 100%, porque ele esconde quem você é.

Identificar porque nós temos esse eu inferior e seus aspectos é essencial no processo de despertar para a ascensão, remover este véu lança mais luz sobre áreas de nós mesmos que precisam de cura, a fim de chegar à essência do ser temos que começar a descascar as camadas de máscaras para revelar o que se encontra abaixo.

A auto sombra

A auto sombra é parte do “alter ego” e enfrentá-la é chamado de atravessar a noite escura da alma, uma das tarefas do ego é permitir que outras partes de sua alma sejam expostas para serem curadas nesta realidade, pois não podemos levar estas partes conosco para as dimensões mais elevadas devido à lei da realização vibracional, o objetivo é curar todas as nossas energias mais baixas e nos tornarmos inteiros novamente em uma existência de vibração mais elevada.

Enfrentar nossa própria sombra pode ser uma experiência assustadora e é provavelmente o medo número um de alguns indivíduos, quando estiver pronto através do espelho do terceiro olho é uma boa maneira de ver os diferentes aspectos multidimensionais de si mesmo, reconhecendo que eles são uma parte de você, mas com a intenção de que eles possam ser curados e integrado em seu espaço do coração a luz é lançada sobre as sombras e um novo modo de ser finalmente é alcançado.

Nossa mente subconsciente está conectada com a Fonte, nossa mente consciente (ego) às vezes sente o oposto, por exemplo, se uma pessoa tem uma doença fatal o ego pode estar com medo de morrer, ao passo que a mente subconsciente ou o EU superior sabe que não há morte real da energia que é a sua alma.

Despertar para quem realmente somos

post-04-30-2Como nós planejamos um ponto de disparo em nossa vida, começamos a despertar para o fato de que somos almas multidimensionais tendo uma experiência humana física, quando nos damos conta de que há um aspecto mais elevado de nós a que estamos amarrados o ego começa a temer a perda da sua identidade, parte da ascensão na escada espiritual é “perder” o ego e expandir sua consciência para se concentrar em um aspecto mais elevado de si mesmo.

Finalmente quando fortalecermos esta conexão com nosso EU superior e nossa alma superior, não precisaremos mais da identidade do ego ou da experiência na 3ª dimensão, no entanto, perder completamente a identidade iria contra o objetivo de viver no mundo físico agora, em vez disso podemos trabalhar com o ego ajudando-o a diminuir o seu domínio sobre o véu que nos esconde a verdade à medida que continuamos elevando nossa capacidade de lidar com a verdade.

Como trabalhar com o ego

Para “perder” o ego é importante primeiro reconhecer que ele foi um componente muito necessário do nosso processo de despertar espiritual, ter uma identidade diferente da que nós realmente somos provocou uma retirada profunda de algo necessário que precisávamos atender, isso nos levou a tentar buscar muitas coisas mais e mais, até que percebemos que não havia nada que nos satisfizesse, mas somente o amor por nós mesmos.

post-04-30-3Neste ponto devemos ao nosso ego uma grande salva de palmas por levar-nos ao ponto de ruptura na busca de respostas fora de nós mesmos, a gratidão é necessária a fim de liberar o ego do trabalho para o qual ele foi criado.

Trabalhe com o ego liberando-o do seu dever, agradeça o seu ego em voz alta pelo trabalho estelar que ele fez ao fornecer identidade durante o aspecto velado de sua consciência na expressão da 3ª dimensão, deixe-o saber que agora você deseja explorar os aspectos mais elevados de si mesmo e que vocês precisam trabalhar em conjunto para permitir que isso venha à tona em sua realidade, mesmo que isso signifique que ele tenha que finalmente se afastar a fim de deixar o seu EU superior assumir o volante.

Tornar-se consciente da programação

Parte do “treinamento” do ego envolve reverter à programação que recebemos como parte da vida social, se o aspecto inferior do ego é o computador, então a programação é o software, é hora de desinstalar o software que nos mantém na realidade vibracional inferior ilusória.

Aqui estão alguns “programas” que podem ser revertidos com consciência e pensamento intencional

  • Pare de se sentir ofendido, como Don Miguel Ruiz diz, não assuma nada como pessoal, o que os outros dizem ou fazem é uma projeção de sua realidade através de seu próprio falso eu, muitas vezes as pessoas conscientemente dizem o oposto do que o seu subconsciente está pensando, o nosso subconsciente segue a regra de ouro e à medida que nós seguirmos mais o nosso subconsciente ou EU superior em nossa realidade, começamos a abster-nos de dizer coisas para os outros que possam ofendê-los também.
  • Deixe de lado a necessidade de vencer, embora os jogos e desafios às vezes podem ter uma influência positiva sobre o nosso progresso, estamos no processo de deixar ir os jogos de 3ª dimensão, à medida que avançamos em direção a uma forma de vida mais elevada, onde não há concorrência.
  • Deixe de lado a necessidade de estar certo, o certo de uma pessoa não é necessariamente o certo de outra pessoa, todos nós vemos as coisas de forma diferente, quando você deixar ir a necessidade de provar que você está certo, você reduz a oportunidade para o atrito e o argumento, isto não significa tornar-se passivo ou parar em pé diante da sua verdade, pelo contrário, é melhor se afastar de situações de baixa vibração e se concentrar em manter a sua vibração elevada ficando na sua verdade, escolhendo suas batalhas com sabedoria, esta é a chave para o avanço.
  • Deixe de lado a necessidade de ser superior, somos todos post-04-30-4uma centelha do Criador tendo uma experiência individual, alguns estão em um caminho mais rápido para a iluminação do que os outros, mas não devemos julgar aqueles que tomam um caminho diferente, pois todos os caminhos convergem para o mesmo destino, nas dimensões mais elevadas ainda mantemos a nossa individualidade pois sabemos que todos nós estamos nadando no mar de amor que compõe o todo, a superioridade é muitas vezes confundida com ter conhecimento ou experiência e é um dos padrões que ocasionaram a queda das civilizações ao longo dos tempos.
  • Deixe de lado a necessidade de ter mais, o materialismo movido pelo ego é a queda da humanidade e é alimentado por aqueles que desejam manter-nos em dívida como escravos de um sistema econômico, quando você percebe que essas coisas não preenchem o interior do buraco negro, você deixa de ficar obcecado pela necessidade na qual eles tentam direcioná-lo, um equilíbrio é somente ter coisas que são necessárias para o conforto, perder a obsessão ou o apego emocional a elas é o caminho mais elevado, ao se livrar da desordem desnecessária na sua vida você abre espaço dentro de si mesmo para a expansão.
  • Deixe de se identificar com suas realizações, muitas pessoas temem olhar para dentro de si e descobrir quem realmente são além do seu título no trabalho ou da situação familiar, isto leva a crise na vida quando chega o tempo da aposentadoria ou quando as crianças vão para a faculdade, não há diploma universitário, cargo, status social, ou prêmio que irá ajudá-lo no processo de ascensão.
  • Deixe de lado a sua reputação, o que as outras pessoas pensam de você não é da sua conta, algumas pessoas ficam tão obcecadas com a forma como são vistas pelos outros que se perdem em identidades falsas, torna-se uma tarefa árdua tentar lembrar se eles são uma ou outra pessoa, sendo verdadeiro, autêntico, é a melhor maneira de mostrar amor por si mesmo, algumas pessoas têm muito o que compartilhar com os outros sobre o seu processo de despertar ou sobre contato extraterrestre, mas seu ego não permite que compartilhem com medo de arruinar sua reputação.

Algumas pessoas precisam de mais ego do que outras

Determinar quanto ego você deseja permitir que molde a sua identidade ainda é uma escolha pessoal, por exemplo, existem grandes mestres espirituais que falam na frente de milhares de pessoas que eles precisam de algum ego a fim de terem a autoconfiança necessária para estarem no olho do público, muitos músicos precisam de algum ego para serem capazes de se apresentar na frente das pessoas, por isso que é melhor trabalhar com o ego em vez de dizer para ele dar uma caminhada, e cada dia pode exigir mais ou menos ego do que o próximo.

post-04-30-5Conhecer-se, envolve conhecer todos os aspectos inferiores e superiores de si mesmo, para manter-se ancorado em um corpo físico um aspecto menor pode precisar ser retido até que nossos corpos assumam formas corporais leves, é bom a auto sombra surgir e estar presente, para que você possa transmutar qualquer energia que não vai passar pelo buraco da agulha conforme as nossas células mudam de base carbono para base cristalina.

O processo gradual de integração holística envolve conscientização e reconhecimento das ferramentas que nosso corpo nos presenteou com a finalidade de concluirmos o nosso trabalho de ascensão, nosso ego pode ser visto como uma ferramenta de despertar para o que estamos fazendo aqui, com ele nos apresentando a oportunidade de vermos o que não somos, em última análise perdoando a nós mesmos, amando a nós mesmos, e deixando de lado o julgamento de nós mesmos, o ego se curva naturalmente e os aspectos mais elevados de nós mesmos, brilham naturalmente.

 


Origem: In5d | What Is The Ego And How Can We Transcend It?
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: O que é o ego e como podemos transcendê-lo ? | A Luz é Invencível

COMPREENDENDO MELHOR A DUALIDADE…

ciclo do tao

A Dualidade

Por: Bernardo Sommer

Yin (Lado Preto): Vazio, Frio, Sombra, Abstrato, Subjetivo, “Caos”, Feminino
&
Yang (Lado Branco): Forma, Calor, Luz, Lógico, Objetivo, “Ordem”, Masculino.

A dualidade é uma das formas que a Fonte (Singularidade) manifesta-se, onde Yang tende a se expandir, se afastar do centro, se tornar mais complexo, gerando variações e Yin tende a contrair, ir em direção do centro, retornar a simplicidade da unidade.

tumblr_mcn95tApEP1qalxxzo1_500Alguns exemplos que dei acima estão relativos a interpretação, eu cito-os apenas para mostrar como é inerente desta existência a interação entre os “opostos”, mas que na realidade não são opostos, apenas diferentes processos dentro do mesmo campo de existência, que em suma, funciona como um grande processo só. Para demonstrar como estas forças não são opostas, mas complementares, cito o exemplo maravilhosamente oferecido pela Psicologia Gestalt, a ideia de Figura e Fundo, que postula que a mente não pode reconhecer objetos sem a presença de um fundo, da mesma maneira que não perceberíamos a existência de um fundo sem a presença de objetos, nem que seja em um aspecto bidimensional, como exemplificado nas imagens do Teste de Rorschach. Normalmente pensamos em preto e branco como algo que se anulam mutuamente, mas, imagine uma situação hipotética onde existisse apenas preto, isso seria o mesmo que ser cego, nada existiria, nada importaria. O mesmo se aplica caso houvesse apenas branco. É somente através do contraste que percebemos a existência de algo, como o exemplo de preto e branco, que são diferentes, mas implicitamente eles são um processo.

As polaridades ditas opostas não devem ser interpretadas como “bem” e “mal”, pois isso é uma criação da mente humana, é uma questão de opinião, de preferências, optamos pelo que nos é agradável e não pelo o que é desagradável, mas na realidade não existe tal coisa, a Singularidade não opina, ela é.
Uma visão mais apropriada seria falar em termos de “positivo” e “negativo”, mas novamente, um precisa do outro para existir, da mesma maneira como você não tem como saber se está certo a não ser que alguém esteja errado. Assim como o “nada”(“negativo”) e o “tudo”(“positivo”) precisam um do outro para existir, pois o nada não seria nada se não houvesse um conteúdo para compararmos o que cada um é, da mesma maneira o conteúdo não poderia existir se não houvesse um espaço no qual ele pudesse estar.

Temos o costume de ver as diferenças como uma dicotomia. Exemplo: a vida é diferente da morte, o bem é diferente do mal, a luz é diferente da escuridão, etc., embora isso seja verdade por um lado, de maneira oculta, ambas polaridades são diferentes partes de um processo só.
Uma dicotomia é uma divisão na qual o campo não é considerado como uma totalidade que possui suas características diferentes e interconectadas, mas como uma diversidade de forças não relacionadas e/ou competidoras entre si. O pensamento dicotomizado interfere na autogestão da consciência, pois gera tendências intolerantes em relação às diversidades que existem nas pessoas, nas situações e as várias faces da existência em si, que são muitas vezes paradoxais.

Existe grande importância em desenvolver o que Alan Watts chamava de “pensamento polar“, apesar de não ser exatamente um pensamento e sim uma forma de percepção, onde a sensação e sentimento também estão envolvidos. O “pensamento polar” é ver a interconexão entre todas as coisas que parecem anularem-se mutuamente por serem “opostas”. A importância nisso é enxergar a si mesmo de uma maneira completa, integrada, pois assim os conflitos podem ser usados de maneiras produtivas para gerar aprendizados e a criatividade necessária para transformarmos a nós mesmos, e assim o mundo. Sem essa visão abrimos espaço para o conflito, e este é o motivo pela qual os administradores da nossa sociedade se utilizam tanto da estratégia de dividir e conquistar.

O externo é reflexo do interno, e os administradores do mundo sabem disso. Toda a ignorância do mundo está dentro de cada um de nós, aquilo que chamamos de maldade está no coração humano, e eles se aproveitam da nossa ignorância, da nossa inconsciência sobre nós mesmos, para nos empurrarem de um lado para outro e servirem suas vontades.
É muito fácil cairmos na crença de que o mal mora no coração dos criminosos, dos traficantes de drogas, dos terroristas, das pessoas de caráter duvidoso, etc. A ideia de que mal mora no coração do outro é um dos pilares que sustenta a teia de ilusões disseminadas pelo Governo Oculto. Nós somos os cocriadores de tudo o que existe, um “pequeno” ato afetará toda existência, pois tudo está interconectado, e isso pode ser usado de maneira produtiva ou destrutiva.

  • Uma visão integradora

“Procurei por Deus e só achei a mim mesmo. Procurei a mim mesmo, e só achei Deus.”

— Proverbio Sufi

O Buddha disse: “Aquele que tem a experiência de unidade da existência vê seu próprio ser em todos os seres, e todos seres em seu próprio ser, com isso ele vê tudo com olhos imparciais.”, com essa percepção jamais faríamos mal a nossos irmãos.

Esse tipo de ensinamento, de que tudo é um, não costuma ser compartilhado na religião cristã com muita frequência, embora esteja na própria bíblia, segundo o profeta Isaías (45:5 e 7): “Eu sou o senhor e não há nada além de mim”, “Eu formo a luz e crio a escuridão, eu trago a prosperidade e crio a desgraça, eu, o senhor, faço todas as coisas”. O motivo disso não ser propagado entre os cristãos é porque abre espaço para o questionamento sobre o conceito que temos de “deus”, e principalmente, quem somos nós e qual nosso papel, de fato, nesta existência. E isso não interessa àqueles que possuem monopólio sobre as crenças humanas, já que sem a nossa crença de medo da morte, de que nossa ganância é justificada, ou qualquer crença de preservação do “eu” nos afasta da conexão com a unidade, e portanto, da compaixão para com todos os seres vivos.

“Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.”       

— 1 João 4:8

Amor não é apenas ter relação sexual, não é atração emocional ou intelectual, ou sequer uma “troca de energias”, e certamente o amor não é a fome do coração pelo afeto. O amor é uma poderosa vibração vindo direto da Fonte. O amor que falamos aqui não é uma emoção, na verdade, é um estado de consciência, uma forma de estar no mundo, uma maneira de ver a si mesmo e aos outros, é o que podemos chamar de empatia ou compaixão, mas no fundo é percepção que nós somos “o outro”.
Apesar desta minha tentativa de definir amor, é importante destacar que o amor não pode ser definido, quando definimos algo estamos usando nosso intelecto para limitar este algo em conceitos e com isso deixamos de amar.
O amor não se encontra no pensar, nem no sentir, ele se encontra no ser.

  • A Dualidade na Cabala

A explicação da origem do Universo, segundo a Cabala, também se resume a dois personagens: a Luz (Yang) e o Recipiente (Yin). Num dado momento, a Luz, que é puro amor infinito, sentiu vontade de compartilhar todo aquele amor e criou o Recipiente, apenas para receber o que ela tinha a oferecer, numa união perfeita. Só que, um dia, de tanto receber amor, o Recipiente começou a absorver as características da própria Luz e também sentiu necessidade de compartilhar. Como a Luz não podia receber do Recipiente, pois ela já contém tudo que existe, este começou a se sentir inferior e usando de seu livre arbítrio, “se separou da Luz” e criou o seu próprio mundo, finito, limitado. Para a Cabala, esse é o instante que os cientistas definem como Big Bang, a criação do Universo a partir de uma gigante concentração de matéria e energia em um único ponto.

Para a Cabala, os seres humanos são descendentes diretos do Recipiente e portanto, essencialmente recebedores. Isso explica a imensa dificuldade de doar e compartilhar e o desejo de sempre receber. Basta observar as crianças. Antes de elas aprenderem a dividir com os amigos, são naturalmente egoístas e querem tudo para si. Faz parte da essência humana.

No fundo, não há nada de errado com o fato de desejarmos bens materiais e não-materiais. A grande questão é o propósito com que pedimos e o que fazemos com o que conquistamos. Nosso grande desafio no mundo da matéria é aprender a transformar o egoísmo extremo em que vivemos hoje – e que gera uma série de conflitos internos e externos – num ato de receber para compartilhar amor, alegria, bondade, tempo, saúde e conhecimento. Exatamente como desejava o Recipiente, no momento em que se separou da Luz.

  • A Separação

O Jogo de Tempo e Espaço

Destacar que a separação é uma ilusão é fundamental aqui, jamais podemos nos separar da totalidade, pois sem nós tudo que existe não seria tudo que existe, seria “tudo que existe, exceto nós”.
A dualidade é só um JOGO, estamos dando forma a parte de nós que é abstrata. Essa realidade é real somente até certo ponto, mas mesmo sendo “real”, não faz dela nossa verdade absoluta. E se existe uma verdade absoluta, ela certamente é o conjunto de verdades relativas, pois necessariamente precisa englobar tudo que existe. O que não existe simplesmente não existe, é impossível sequer imaginar a “não-existência”.

Por isso a pergunta “porque nós existimos” é insignificante, pois nós precisamos existir. Colocando de outra maneira, a existência simplesmente é, a pergunta “porque a existência existe” é uma pergunta criada dentro da existência, portanto, a pergunta está subjugada à existência, mas a existência não está subjugada à pergunta. Além do mais, a característica fundamental da existência é existir, ela não precisa justificar a si mesma seu motivo de existir. Todas as coisas que nunca irão existir já não existem, não há espaço na “não-existência” para algo que existe. E como vimos aqui [A Ilusão de Tempo e Espaço: Matrix] todos os momentos (tempos) e todos os lugares (espaço) existem no eterno agora, portanto, nunca deixaremos de existir, apenas deixaremos de existir nesta forma que estamos vivenciando.

“Pois eu estou dividido pelo bem do amor; para haver a possibilidade de união.”

— “O Criador” (AL I:29) O Livro da Lei. 93

“Toda matéria é somente energia condensada em vibrações baixas, somos todos a mesma consciência tendo experiencias de maneira subjetiva. Não existe o que chamamos de morte, a vida é só um sonho, e nós somos a imaginação de nós mesmos”

— Bill Hicks

  • Concluindo

Como historicamente essa visão de polaridade, Yin e Yang, foi popularizada pelo I-Ching, vou deixar abaixo sua descrição de como funciona a interação entre ambos os lados.
O I-Ching nos diz que para termos corpo e mente saudável é preciso estarmos em equilíbrio com Yin e o Yang, Para entendermos como podemos estar em harmonia entre ambas polaridades há 7 leis, ou padrões que a existência dualística segue, e 12 teoremas das possíveis combinações neste modo da energia interagir.

Os padrões são:
  1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita;
  2. Tudo se encontra em constantes transformações;
  3. Todas as contrariedades são complementares;
  4. Não há duas coisas absolutamente iguais;
  5. Tudo possui frente e verso;
  6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho;
  7. Tudo tem um começo e um fim.
Os teoremas são:
  1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois, ou seja, no momento de criação deste universo;
  2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita;
  3. Yang tende a se afastar do centro; Yin tende a ir para o centro; E ambos produzem energia;
  4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin; Yin repele Yin e Yang repele Yang;
  5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin;
  6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang;
  7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções;
  8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang;
  9. Tudo tem polaridade;
  10. Não há nada neutro;
  11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang;
  12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia.

Não somos anjos ou demônios, somos os dois.”
— Carl Jung 

Por isso…
A coisa mais assustadora que existe é aceitar a si mesmo completamente.”
Carl Jung

Mas…
Não existe como criar consciência sem dor. As pessoas farão de tudo, não importa o quão absurdo seja, para evitar encarar a própria alma. Não nos tornamos iluminados apenas imaginando figuras de luz, mas criando consciência da escuridão. Porém, esse procedimento é desagradável, portanto, não popular.
Carl Jung

Então…
Aprenda a amar com todo o seu coração e aceitar o lado desagradável dos outros (e o seu). Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso ter um grande coração para incluir os espinhos.
Ditado Budista

 


Via: Evolução da Consciência: A Dualidade

ESTAMOS AQUI PARA INTEGRAR NOSSO EU HUMANO E NOSSO EU ETERNO…

meditatorheartblue_danielbholeman

ILUMINAÇÃO – ALGUNS LEMBRETES

Por: Maria Chambers

 

Lá se foram os tempos em que os mestres ascensos se retiravam para o topo das montanhas e ficavam afastados do convívio. Enquanto para alguns isso possa ser uma escolha viável, a maioria de nós aqui na vanguarda da iluminação, está aqui para usufruir a vida.

Embora achemos cada vez mais desafiador nos relacionar com a realidade que estamos deixando para trás, há ainda alegria em se participar da vida.

Pode parecer confuso porque alguns de nós abrimos mão de tanta coisa: família, amigos, companheiros, empregos, e estamos no processo de deixar de lado nossa linhagem, nossos antepassados, nossos velhos padrões, até mesmo nossas famílias espirituais de volta para casa. Tudo em nome de nos libertarmos e a todo mundo. A confusão vem porque, então, queremos saber por que nos sentimos tão sozinhos. Supõe-se que vamos viajar o resto de nossa vida sozinhos?

A resposta para isso é, claro, muito pessoal e cada um de nós possui o próprio e único caminho. Mas, ao mesmo tempo, sabemos que estamos aqui com o propósito de nos conectar ao nosso parceiro eterno, nossa Presença Divina e nossa alma.

EM NOSSOS PRÓPRIOS TERMOS

No entanto, como ser humano, e mesmo como uma alma, queremos experimentar a vida aqui no Planeta Terra de uma nova maneira. Uma em que não carreguemos mais a velha bagagem ancestral ou os fardos da consciência de massa.

Assim, não estamos virando as costas para a vida. Mas estamos querendo experimentá-la em nossos próprios termos agora. Estamos constatando que não sentimos mais a paixão das velhas maneiras, a partir de um lugar de drama ou de ocupação, de conquistas externas ou relacionamentos.

Podemos não estar nos sentindo apaixonados, em absoluto, ou apenas esporadicamente, conforme sentimos nossa alma em nosso corpo. Às vezes queremos saber se seremos capazes de nos conectar à vida aqui, ou nos relacionaremos cada vez menos com ela, à medida que ficarmos mais conscientes e despertos.

Quando nos sentimos assim, é importante nos lembrarmos de que, inicialmente, nós, como nossas almas, éramos cheios de fogo e paixão. Que este ser humano desapaixonado não é quem realmente somos.

De fato, se às vezes nos sentimos cansados, deprimidos e aborrecidos, é fácil demais nos identificar com isso e começar a acreditar que somos assim.

É muito fácil aceitar que somos essa pessoa, especialmente porque o processo de ascensão, de iluminação incorporada, parece estar se movendo no ritmo de um caracol, às vezes. E há momentos em que parece estar se movendo rápido demais, visto que parecemos estar nos transformando de dentro para fora, e a nossa vida externa parece que vai para o caos. E há momentos em que parece que nada está se mexendo, absolutamente.

E, para os que estão passando por algumas questões físicas difíceis, pode parecer uma eternidade.

Mas, apesar das dificuldades deste processo por que estamos passando, em algum lugar dentro de cada um de nós está a consciência de que não somos esses corpos, não somos essas personalidades, e não somos nossa história. Para aqueles dentre nós, na vanguarda da mudança da consciência, viajamos muito. Somos almas avançadas e não estamos aqui para mais lições.

POR QUE ESTAMOS AQUI?

Estamos aqui voluntariamente para inaugurar a mudança do humano para o Humano Divino. Até onde chegamos neste processo, é extremamente individual. Existem muitos fatores. Mas em última análise, realmente não importa. Como almas, não estamos realmente interessados em sermos os primeiros, embora com frequência somos os primeiros a passar pelas mudanças.

Na verdade, como almas, não estamos sequer interessados em ser apreciados por aquilo que estamos fazendo aqui. Apenas queremos experimentar. E outros humanos vão experimentar isso após termos pavimentado o caminho.

E o que vimos fazer é pavimentar o caminho.

Como humanos, tendemos a ser severos com nós mesmos. Fomos preparados para acreditar que somos fracassados, se não formos até o fim, seja lá o que isso signifique mesmo. (Basta olhar os esportes, o mundo empresarial ou como os líderes políticos se concentram na ‘vitória’ a qualquer custo).

Nós nos julgamos severamente se acreditamos que falhamos em algo. Ou se nossa perspectiva não é acolhida pelas massas.

Mas, como almas, valorizamos a experiência, onde quer que ela nos leve. E o que estamos fazendo nesta única existência nunca foi feito antes. Nem desta maneira. Morrer e ser renascidos na mesma vida. Uau! Integrar nosso eu humano e nosso eu eterno. Empalidece em comparação a escalar o Monte Everest, não é?

E até que ponto somos capazes de levar isso, não deveria importar.

Conforme olhamos para os grandes líderes da consciência na história, para outros inovadores das mudanças, muitos deles vão somente até certo ponto. Eles estavam também limitados pela consciência em que nasceram e em que tinham que viver. Eles estavam muitas vezes agindo sozinhos, em obscuridade virtual, sem o benefício do apoio de outras pessoas em sua vida, e mais definitivamente, não havia o apoio do restante da humanidade. Eles eram invisíveis às massas, ou eram vistos como um tanto loucos.

É um pouco diferente para nós, porque temos o apoio das almas de corações semelhantes, ao redor do globo, mesmo que esse grupo seja pequeno em número e seja na maior parte online. No entanto, ainda estamos sujeitos às leis deste mundo tridimensional, às vezes, o que tende a nos puxar para trás e nos desacelerar emocional e fisicamente.

GRANDES EXPECTATIVAS

Como almas, vimos nesta existência com entusiasmo e com fogo. Estávamos animados por estar aqui neste tempo importante na história da humanidade. Este famoso ditado: “É o melhor dos tempos e é o pior dos tempos”, não poderia ser mais adequado.

Mas, agora que estamos aqui, estamos nos sentindo, às vezes, como em uma sopa de ervilhas. E porque essa sopa de ervilha é espessa e lenta para se mexer, duvidamos de nós mesmos. Queremos saber por que não está indo tão suave ou rapidamente conforme esperávamos. Deixamos de sentir a sensualidade da vida com a nossa alma, para nos sentir completamente entediados. Mas isso não é incomum para um pioneiro da mudança. Eles muitas vezes duvidam de si mesmos ao longo do caminho. Eles normalmente subvalorizam o seu trabalho. E isso é porque, entre outras coisas, eles não estão recebendo um milhão de visualizações por semana em seu canal do YouTube. Seus livros não estão voando das prateleiras. Oprah ainda não os contatou. Em outras palavras, eles não são atraentes para as massas.

O trabalho que estamos fazendo é profundo. É revolucionário. E por esse motivo, as massas não estão prontas o suficiente para o que estamos oferecendo. Se estivessem, não seríamos os pioneiros.

E quando vocês olham para o estado do mundo, podem ver claramente que eles terão que fazer o que estamos fazendo, finalmente, ou eles não terão um futuro para aguardar com prazer.

E embora sejamos almas magníficas e capazes, é sempre mais difícil e desafiador com os que passam primeiro. Mas, é também o mais emocionante e o mais recompensador, tédio à parte.


Direitos Autorais:
Copyright © 2017, Maria Chambers. Todos os direitos reservados. Por favor, sintam-se livres para compartilhar este conteúdo com os outros, publiquem em seus blogs, página do Facebook, etc., mas mantenham a integridade deste artigo por incluir o autor, o tradutor e o link do site:

Maria Chambers – https://soulsoothinsounds.wordpress.com

Fonte: Soulsoothinsounds | Enlightenment-Some Reminders
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | ILUMINAÇÃO – ALGUNS LEMBRETES – 03/05/17

O EFEITO DO REIKI EM NOSSOS CÉREBROS COMPROVADO PELA CIÊNCIA…

hands of light

O QUE ACONTECE COM SEU CÉREBRO DURANTE UMA SESSÃO DE REIKI

reike-e-cerebro

Por: Greice Peplau

 

Uma pesquisa realizada pelo Dr. Robert Becker e Dr. Jonh Zimmerman, na década de 1980, investigou os efeitos que algumas terapias, como Reiki, causam nas pessoas enquanto praticam.

A investigação revelou que os padrões de ondas cerebrais de praticantes e receptores se tornaram sincronizados no estado Alfa, ou seja, estado de profundo relaxamento e meditação. E o mais surpreendente é que perceberam também que pulsam em uníssono com o campo magnético da Terra, conhecida pela ciência como a Ressonância Schuman – 7.86 Hz.

A investigação revelou que o campo biomagnético das mãos dos praticantes é 1000 vezes maior do que o normal, e não como um resultado da corrente interna do corpo.

Toni Bunnell (1997) sugere que a ligação dos campos de energia entre o profissional e a frequência do campo eletromagnético da terra permite ao praticante canalizar essa vibração, através da ressonância Schuman.

O Prof. Paul Davies e Dr. John Gribben em “O Mito Matéria” (1991), discutiram este tema ligado ao conceito de quantum e visão física de um “universo vivo” em que tudo está conectado em uma teia de interdependência energética”. Tudo isso promove a experiência subjetiva de “unidade” e “expansão de consciência” relacionado por aqueles que recebem o Reiki regularmente ou até mesmo fazem o autotratamento.

Zimmerman (1990), nos EUA, e Seto (1992), no Japão, investigaram a pulsação do campo biomagnético que é emitido das mãos de praticantes de Reiki, enquanto estes estavam aplicando em seus pacientes. Eles descobriram que os pulsos estão nas mesmas frequências, como as ondas cerebrais, de 0,3-30 Hz, com foco principalmente em 7 – 8 Hz, estado alfa.

Uma investigação médica independente, demonstrou que esta gama de frequências estimulava a cicatrização no corpo, com frequências específicas sendo adequados para diferentes tecidos.

Por exemplo, 2 Hz encoraja a regeneração do nervo e o o crescimento ósseo, 7 Hz, na reparação de ligamento 10Hz e 15 Hz formação capilar.

Com base nesses princípios, a tecnologia ultrassom é comumente usada para limpar artérias obstruídas e desintegrar pedras nos rins. Além disso, tem sido conhecida há muitos anos que a colocação de uma bobina elétrica em torno de uma fratura que se recusa a consertar vai estimular o crescimento ósseo e reparação.

Becker explica que ‘ondas cerebrais’ não estão confinadas ao cérebro, mas circulam por todo o corpo através do sistema perineural, as bainhas de tecido conjuntivo envolvendo todos os nervos.

Durante o tratamento, estas ondas emitem pulsos no tálamo do cérebro do praticante, reunindo forças cumulativas que fluem para os nervos periféricos do corpo, incluindo as mãos.

O mesmo efeito se reflete na pessoa ao receber o tratamento e Becker sugere que é este sistema, mais do que qualquer outro, que regulamenta a reparação de lesões e reequilíbrio dos sistemas biológicos do corpo. Isso destaca uma das características especiais do Reiki (e terapias similares) – que tanto o profissional e o cliente recebem os benefícios de um tratamento, o que torna muito eficiente.

Além disso, parte da popularidade crescente do Reiki é que ele não impõe um conjunto de crenças, e pode, portanto, ser usado por pessoas de todas as crenças religiosas e filosofias. Esta neutralidade o torna particularmente apropriado para um ambiente de tratamento médico-psicológico.


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Fonte: Greice Peplau

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: O QUE ACONTECE COM SEU CÉREBRO DURANTE UMA SESSÃO DE REIKI

SEM AMOR INCONDICIONAL NÃO HÁ PERDÃO. SEM PERDÃO NÃO HÁ UNIDADE…

Red Heart in Space_Daniel B. Holeman

A NECESSIDADE DO PERDÃO NESSE ESTÁGIO DA LIMPEZA DA MEMÓRIA CELULAR

O_Grupo_Arcturiano

O Grupo Arcturiano

Canalizado por: Marilyn Rafaelle

Queridos, nós os saudamos com amor e com grande respeito enquanto testemunhamos as lutas que ocorrem dentro e fora para tantos. Níveis de energia de Luz cada vez mais intensos estão fluindo para a Terra com o propósito de ajudar Gaia e todos os que escolhem, a fim de avançar em sua jornada de ascensão.

Nunca duvidem de que vocês estão encarnados agora porque escolheram isso. Vocês reconheceram o valor de estar na terra durante estes tempos de tremenda oportunidade para completar qualquer negócio remanescente e inacabado com os outros, para limpar a memória celular antiga, experimentar Gaia e também a sua própria ascensão, e ao mesmo tempo estar a serviço dos outros.

Muitos despertos sentem confusão e se questionam porque, a julgar pelas aparências, o mundo não parece estar perto do que era esperado. Sejam pacientes, queridos, e não se deixem levar pelo desânimo, pois vocês estão no meio da intensa purificação interna e externa neste momento. Ainda há muito por vir enquanto esse processo se desenrola.

Liberem quaisquer conceitos de como a sua vida ou o mundo devem ser, pois a mente humana só é capaz de trazer soluções e ideias já presentes na consciência coletiva. O “novo mundo” não será simplesmente uma versão polida do “velho mundo”, mas será novo porque será formado pelas energias mais elevadas da Luz e pelo amor incondicional.

À medida que mais e mais indivíduos mantêm e refletem a verdade e a confiança, reconhecendo a realidade das coisas visíveis e invisíveis, o mundo formado de inverdade e consciência de baixa densidade deve começar a se dissolver. As criações de densidade mais baixa não têm lei para sustentá-las ou mantê-las no lugar porque elas são feitas de crenças de dualidade e separação.

Queremos falar de perdão porque a maioria de vocês está limpando tanto a memória celular antiga quanto a nova, processo que faz com que todas as energias de ressonância mais baixas ressurjam.

Questões e emoções que vocês pensaram que tinham resolvido há muito tempo podem se apresentar mais uma vez. Isso ocorre porque a limpeza de experiências intensas ocorre em camadas, conforme vocês se tornam espiritualmente capazes e prontos, e isso é determinado pelo seu Eu Superior.

Muitos de vocês agora estão espiritualmente prontos para limpar toda a velha energia restante, mesmo aquelas coisas que vocês enterraram profundamente, esperando nunca mais sentir ou pensar. Se vocês se encontram experimentando emoções desconhecidas ou desagradáveis, sintomas físicos ou sonhos loucos, entendam que é muito provável que sejam energias antigas fluindo de dentro para fora.

O verdadeiro perdão não é possível para os seres humanos que vivem totalmente na consciência da terceira dimensão. Quando alguém foi ferido, punido injustamente, ou sofreu com as ações de outros, os pensamentos de vingança que se elevam dentro de um senso de separação são reações normais.

As energias necessárias para o verdadeiro perdão simplesmente não existem nesse caso.

No entanto, à medida que os indivíduos se movem gradualmente para além das falsas crenças da dualidade e da separação (evolução) e para uma realização consciente da Unidade, a porta para o perdão começa a abrir, permitindo que as energias já presentes de amor incondicional e perdão circulem.

O perdão, no seu sentido mais verdadeiro, é o reconhecimento da impossibilidade de qualquer coisa ou alguém existir fora do UM. Enquanto existir uma crença de que alguém ou o ser precisa de perdão, existe a crença na dualidade e na separação. Em algum momento, cada alma em evolução deve ir além dos conceitos de perdão e adentrar a verdade.

O Amor é a única resposta porque o Amor é tudo o que existe. Não importa se um indivíduo acredita que isso é irrelevante e não pode mudar a realidade do que É. Nós não falamos da “lenga-lenga” absurda emocional que tantos consideram ser amor. Falamos de uma consciência que entende que ninguém pode tocar a realidade de quem você é, a menos que você acredite que pode, pois há apenas UM.

As experiências externas continuarão a refletir a consciência pessoal, bem como a consciência coletiva do mundo, até que ele/ela saia da escravidão de uma consciência condicionada por mentiras. Vocês são criadores, mas não o sabem, e assim, por éons, têm ignorantemente criado experiências de dualidade e separação, e depois perguntando por que Deus permitiria tais coisas.

Essas ideias sobre o perdão poderão confundir alguns de vocês, e podem responder com resistência. Levai-os à meditação e contemplai perguntando-vos: “No que eu estou acreditando que está me fazendo sentir dessa maneira? Isso é verdade? Como posso perdoar e realmente amar essa pessoa, igreja, membro da família, negócios, etc., que fez essa coisa terrível para mim?”.

Nós não dizemos que vocês devem esquecer, nem que vocês estão se transformando de repente no melhor amigo de alguém que os feriu, ou que está tudo bem se assumir riscos inseguros em torno daqueles que não podem ter suas melhores intenções em mente. Fingir viver fora de um estado de consciência que ainda não foi atingido é muito humano, mas a maioria de vocês evoluiu para uma disposição para compreender e integrar o verdadeiro perdão.

A realidade é que vocês sempre são e sempre foram expressões de uma Divina Consciência / Fonte / Deus. Deveria ou poderia Deus fazer algo prejudicial e doloroso para si mesmo? À medida que vocês aprenderem a reconhecer a verdadeira natureza das coisas, descobrirão que nada real precisa de perdão porque a ideia de perdão indica que há alguém fora do UM.

A dor da traição (a razão para a maioria das questões que requerem perdão) permanece muito tempo depois que o evento, pessoa ou organização não é mais uma parte da vida de alguém porque as emoções intensas da experiência são geralmente armazenadas de forma “sólida” na memória celular, prontas e capazes de serem reativadas na menor provocação.

Tentem não resistir, porque a resistência simplesmente dá poder e realidade às emoções, crenças, etc. que vocês procuram transcender. Em vez disso, sejam pacientes e amorosos com vocês mesmos quando estiverem sofrendo. Reconheçam que essas emoções dolorosas por enquanto são uma parte de sua energia, mas que não há lei que as mantenha ou as apoie. Falem com as células de seu corpo físico, visualizem-nas cheias de Luz e digam-lhes que está tudo bem e não é preciso temer a liberação da energia antiga e acabada.

Saibam que vocês podem se mimar, não há nada “não espiritual” sobre fazer as coisas que amam, e apenas curtir a vida. Ensinamentos que separam o espiritual e o humano são falsos, baseados na doutrina religiosa criada por mentes humanas não evoluídas e não por Deus. Não há nada fora do UM, é apenas o sistema de crenças falsas da mente humana que interpreta algumas coisas como espirituais e outras como não espirituais. A essência de todas as coisas é Divina, pois é tudo que existe.

Questões dolorosas e não resolvidas entre duas pessoas (geralmente dominador/vítima) permanecerão na memória celular e serão levadas a cada vida, continuando a se manifestar entre as mesmas pessoas em diferentes papéis. Esse tipo de conexão entre as pessoas resulta na formação de cordões de energia.

Esses cordões são criados sempre que há experiências intensas de bem ou mal entre duas pessoas e se tornam uma faceta do campo de energia de cada uma delas até serem removidos ou até que um dos dois evolua além da energia que criou os cordões em primeiro lugar, pois já não tem nada para anexar. A dissolução desses cordões de energia não remove uma pessoa da vida de outra, mas remove o sentimento intenso e muitas vezes insalubre de escravidão que os acompanha.

As cordas de energia se desenvolvem entre parceiros sexuais, frequentemente entre uma criança e um pai, ou com alguém com quem houve intensas experiências compartilhadas. Elas ligam os envolvidos à energia de baixa ressonância e devem ser removidas – isso pode ser feito facilmente por curadores energéticos ou por si mesmos por meio da intenção. “Na presença do meu Eu Superior e dos meus Guias, eu escolho conscientemente remover todos e quaisquer cordões energéticos que me prendem a (nome completo da pessoa).” Visualizem a Luz dissolvendo os cordões que normalmente estão ligados ao chakra do plexo solar e preencham o espaço com a suave Luz dourada. É a intenção que é mais importante, não as palavras.

A percepção consciente de si mesmo como EU é o caminho para a liberdade, queridos, e é como vocês se tornam livres de dor e sofrimento em um mundo formado de energia que nem sequer existe na Mente Divina. Uma vez que vocês se tornam capazes de reconhecer a realidade de quem e o que vocês são, a cena exterior não terá mais poder sobre vocês, porque agora podem reconhecê-la pelo que realmente é.

Vocês estão evoluindo além dos conceitos de perdão, indo para uma realização da unidade. A evolução é um processo. Primeiro vem uma consciência intelectual de alguma verdade seguida por um período de tempo (às vezes, anos) passado com leituras, tendo aulas e contemplação interior. Quando está pronta, a alma integra a verdade e ela se torna um estado de consciência alcançado.

Se um indivíduo já alcançou a consciência de alguma verdade numa vida anterior, a consciência intelectual simplesmente se torna “lembrança” seguida de uma integração rápida e fácil. É por isso que não é sábio comparar sua jornada com a dos outros, já que todos tiveram vidas e experiências diferentes antes desta. Confiem que seu Eu Superior está colocando vocês bem onde precisam estar para aprenderem o que precisam.

O verdadeiro perdão é um estado de consciência alcançado que percebe que não há nada a perdoar. Ao mesmo tempo, é importante lembrar que nem todos estão prontos para entender este sentimento mais profundo de perdão, e assim ainda pode haver ocasiões em que é necessário e apropriado falar as palavras e tomar ações que definem o perdão. Palavras e ações faladas a partir de uma realização consciente da unidade carregam uma vibração mais elevada do que se fossem faladas como um exercício puramente tridimensional.

Aqueles que vivem completamente na consciência tridimensional estão mais sujeitos a acidentes e eventos porque estão expressando e criando com energias de dualidade (pares de opostos) e separação. No entanto, experiências semelhantes (muitas parecendo requerer perdão) que ocorrem na vida daqueles que estão despertos para a verdade não são um sinal de fracasso espiritual, como alguns podem pensar, mas, ao invés disso, são experiências normalmente planejadas antes do nascimento como sendo necessárias para o crescimento espiritual.

Isso nunca significa que vocês devem permanecer em situações abusivas ou prejudiciais à espera de que a outra pessoa mude. Significa tomar quaisquer passos humanos que possam ser necessários, lembrando-se da natureza Divina dos envolvidos. Recusar-se a permitir que outros o desonrem física, emocional ou mentalmente é uma escolha empoderadora porque, com ela, vocês fazem o reconhecimento de si mesmos como o EU.

Nunca voltem aos velhos, conhecidos e confortáveis sistemas de crença uma vez que vocês tenham despertado para o sentido mais elevado dessas coisas. É tentador alinhar-se com a energia de multidões, especialistas, líderes religiosos, políticos, famílias e amigos para serem aceitos e amados. Se forem guiados a isso, participem, mas não se alinhem com estados de consciência de ressonância mais baixa.

Regredir a um estado de consciência que onde vocês já transcenderam cria dissonância física, emocional, mental e espiritual.

Confiem que seu Eu Superior sabe onde vocês precisam estar, o que vocês precisam aprender, e como e quando chegar lá.

Nós Somos o Grupo Arcturiano.


Fonte: Oneness of All / Oneness of All | APRIL 23, 2017

Tradução: Sementes das Estrelas / Amanda Cordeiro (https://www.facebook.com/amandacordeiroterapeuta/)

Via: Sementes das Estrelas: O GRUPO ARCTURIANO – “A NECESSIDADE DO PERDÃO NESSE ESTÁGIO DA LIMPEZA DA MEMÓRIA CELULAR” – 23.03.2017

HAVERÁ A PAZ, QUANDO PERCEBERMOS QUE A VIDA É UNIDADE…

A paz no mundo

O CAMINHO PARA A PAZ

Mensagem de Julie Redstone

 

A Paz virá à Terra, no entanto, ela poderá vir mais cedo a cada decisão de cada coração que liberar o seu próprio medo e atitude defensiva, e buscar colocar o amor no centro de todas as suas ações.

Muitos perderam a esperança pela criação da paz no mundo, porque não podemos ver ainda o caminho através do conflito – não os conflitos que são momentâneos, mas aqueles que continuam por anos, décadas e até séculos.

Temos ainda que descobrir que o caminho para a paz se encontra dentro de nós. Isto não se baseia em estratégias, tratados ou poder militar. Baseia-se no único desejo do coração de substituir o medo pela presença do amor.

Amor ao próximo. Amor pela Terra, cujo sangue é derramado a cada encarnação. Amor pela vida sagrada de Deus, que permeia todos os seres. É somente este amor que pode trazer a paz ao mundo, pois em um mundo de unidade, a guerra e o assassinato não fazem sentido, sob qualquer condição.

Onde está esta paz?
Onde ela está no mundo?

Ela não pode ainda ser encontrada no mundo, porque as forças que levam ao desejo pelo poder e o domínio, em vez do amor, ainda influenciam, e estas forças devem ser desmontadas, a fim de ver a paz ser manifestada.

Mas cada um de nós pode procurar viver na paz de nossa natureza mais profunda, conosco e com os outros, abandonando o julgamento onde quer que ele ocorra, incluindo a nós mesmos, abandonando a atitude defensiva onde quer que isto ocorra, sabendo que a firmeza e a atitude defensiva não são a mesma coisa.

A firmeza envolve pretender algo, ser responsável pelos princípios da luz e da verdade. A atitude defensiva envolve se posicionar contra algo, contra a força do que se julga uma ameaça, ou um risco.

Podemos ser firmes e tranquilos ao mesmo tempo, desde que o que é realizado na luz Divina pode conter toda a verdade dentro de si mesmo. No entanto, esta verdade deve ser a verdade da luz, que inclui o amor.

Não pode ser a verdade de nossa separação dos outros. Não pode ser a verdade do argumento e da raiva. A Luz inclui o amor e pode ser mantida em nossos corações com firmeza. O alinhamento com uma verdade superior inclui o amor, que pode incluir a paz.

Por que, então, encontramos tanta dificuldade nisto?

Encontramos dificuldade quando não somos capazes de nos alinharmos com este princípio mais profundo da verdade, que é fundada no amor. Quando procuramos nos opor a algo que parece errado ou prejudicial para nós, mas não sabemos como localizar o amor dentro de nós mesmos que concilia tudo, que mantém todos.

Então, a fim de evitarmos o que consideramos errado, nós contra-atacamos, defendemo-nos, criamos ataques preventivos, manifestamos o nosso poder e a nossa força. Todos estes são armamentos de guerra, porque não sabemos como nos alinharmos com a Luz que contém amor e paz e que mantém tudo em si mesmo.

A Humanidade ainda tem que descobrir este princípio da auto-afirmação que não exclui o outro, que não impede o outro de seu próprio direito de existir. O extremismo de qualquer forma corre o risco de erradicar o direito do outro da auto-afirmação, portanto, o extremismo não pode ser uma prática que detém a luz.

Nossas políticas, bem como as nossas práticas, devem ser inclusivas dos direitos de todos, das almas de todos, a fim de se alinharem à luz. Elas não podem excluir ninguém do nosso amor abrangente.

E se o outro quiser nos prejudicar?
O que fazemos, então?

Este “outro” precisa ser ajudado para ver que ele não precisa ter medo de nós. Que não procuramos tirar nada dele, mas sim, ajudá-lo a realizar os seus próprios objetivos. Esta é a verdade da reconciliação, mas esta reconciliação deve ser praticada com o coração.

Ela não pode ser uma diretriz eficaz, no sentido exterior, a menos que o coração esteja disposto a manter interiormente os seus próprios desejos, não só o que realiza os próprios objetivos, mas o que realiza os objetivos dos outros ao mesmo tempo.

Onde houver a atitude defensiva, onde houver o ódio, há um medo subjacente do que poderia acontecer se estes fossem deixados de lado. Este medo é impulsionado pelas forças negativas que buscam inflamar o conflito e a separação, e a maneira de remover a sua influência é retornando novamente ao desejo do coração de realizar os objetivos de todos e não apenas os próprios objetivos.

A Paz virá à Terra quando o coração se expandir em sua capacidade de amar a todos, e quando todos se conscientizarem de seu relacionamento com o resto da vida que existe como Unidade.

A Paz virá, no entanto, ela virá mais cedo a cada decisão de cada coração que liberar o seu próprio medo e a sua atitude defensiva, e procurar colocar o amor no centro de todas as suas ações.

Este é o chamado para o nosso tempo. É o chamado do despertar espiritual que busca transformar todo um planeta em um planeta de luz e de paz.


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Fonte: LIGHT OMEGA | LIGHT OMEGA NEWSLETTER | April 27, 2014 | THE ROAD TO PEACE
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: De Coração a Coração | O CAMINHO PARA A PAZ

VOCÊ VEIO AO PLANETA COM UM PROPÓSITO MUITO ESPECÍFICO…

proposito definido

ASSUMA A RESPONSABILIDADE PELA FELICIDADE

Mensagem de O Grupo canalizada por: Steve Rother
em 30 de Julho de 2016

 

 

Os Lembretes do Lar dos Faróis de Luz são apresentados ao Vivo na Internet, transcritos e publicados aqui todos os meses.

 

Saudações, queridos

Abram as suas asas, mesmo quando estiverem cansados.
Somos o vento sob as suas asas.

Saiba que cada um de vocês tem estas belas oportunidades de ser um apoio e de ser apoiado. Nós o vemos como estes belos pássaros com as asas estendidas, voando e compartilhando as energias mais incríveis, apreciando o mundo desta maneira.

Chega um momento em que as suas asas se cansam e você deve descansar.
Assim, a maneira de fazer isto é parar de voar, fazer uma pausa e liberar.

Ou, você pode ter estes belos anjos surgindo sob as suas asas para ajudarem quando você estiver cansado. Cada um de vocês tem estes contratos que são ativados nos momentos perfeitos – pode ser um animal, uma pessoa, ou até mesmo a energia.

Entretanto, muitos de vocês não sentiram este apoio sob as suas asas e se perguntam se estão fazendo algo de errado e devem se ajustar de alguma maneira. Nós lhe pedimos, querido, contem conosco quando isto acontecer. Somos muito fortes e podemos segurá-lo até que se lembre de sua própria força e vibração, deste belo tom que é exclusivamente seu.

Você veio ao Planeta Terra com um propósito muito específico que ainda não está completo, ou você não estaria aqui agora. A realidade é que você tem feito um trabalho incrível por estar aqui e investido na Terra e na humanidade muitas vezes.

Você tem essa oportunidade agora de se atrever a abrir suas asas, mesmo que você possa estar cansado, abrindo espaço para essas energias para ajudá-lo a manter a sua luz, energia e amor.

Stress no Planeta Terra

Agora, vemos com espanto enquanto você atravessa as mudanças que você está enfrentando. Vemos uma tremenda quantidade de stress em seu planeta e não há realmente nenhuma medida disto que exista; não é um nível de pressão ou de energia que não possa ser medido ou quantificado de alguma forma, mas todos vocês sentem isso. Isto afeta o seu pensamento em primeiro lugar e as suas ações, em segundo lugar.

Cada ser humano sente esta energia, que você tem vivido há meses. Sinceramente, há um pequeno caminho a percorrer. Estamos cientes de que alguns de vocês estão esgotados, em parte porque você vê as coisas através de dois olhos.

Você sempre vê as coisas a partir de um campo de dualidade, mas se pudéssemos tirar esse véu e deixá-lo ver o jogo bonito que está ocorrendo no planeta Terra você entenderia o que está realmente acontecendo. Porque, querido, isto está, na verdade, levando a uma evolução incrível em vez de dificuldades. Você deve passar por esses desafios, a fim de chegar a esse espaço, encontrar essa singularidade, e ganhar o direito de viver nisto a cada dia e a cada momento.

Doença mental

Você está fazendo mais do que entende e agradecemos a todos por terem essa oportunidade de estarem aí e trabalharem com essas coisas.

Querido, você vê isso acontecendo quase todos os dias. Você pode olhar para os seus jornais, seus televisores e descobrir que havia alguém que agiu de novo ou talvez até mesmo levou vidas com eles por desespero. Muitas vezes, tem havido anjos que voaram debaixo de suas asas para segurá-los, mas eles não permitiram que isso acontecesse.

Em parte, isso pode ser atribuído ao que você chama de doença mental. É uma área de que você tem pouca compreensão, querido, mas cada um de vocês carrega uma forma de doença mental. Alguns de vocês podem racionalizar e trabalhar com ela, enquanto outros têm mais dificuldade, mas todos vocês lidam com estas questões.

Quando a energia se torna muito opressiva, restritiva e difícil, é difícil uma pessoa se perceber. Ela não entende onde está indo, se ela está no caminho certo, ou como fazer essas conexões. O desafio sobre a maior parte disto, meu querido, é o que você chama de doença mental. Trata-se da separação versus unidade; separação é o que você chama de doença mental.

Olhe para algumas das classificações das pessoas com estas doenças específicas, que se referem a não serem capazes de se encaixar na norma. Mas isso acontece com cada um de vocês, por causa da forma como vocês levaram esta energia espiritual incrível do Lar.

Quase todos vocês que se consideram trabalhadores da luz se sentem como se estivessem sozinhos, como se vocês fossem os únicos a sentirem e entenderem o que vocês fazem. Embora sua fé seja inabalável, o seu reflexo no mundo pode não ser visto e isto faz com que seja muito difícil.

Então, podemos lhe dizer, encontre esses belos anjos que podem surgir sob suas asas e lhes permita fazê-lo. Convide-os a fazê-lo, fale em voz alta e depois veja o que acontece.

ASSUMA A RESPONSABILIDADE PELA SUA FELICIDADE

Crie espaço para que isto aconteça em sua vida, em seguida, vire-se e faça-o com outros, porque essa é a conclusão do ciclo de energia. Se você quiser trazer essa energia, direção e o sentido de propósito para a sua vida, ajude outras pessoas a encontrar isto na deles. Estas são as conexões de que vocês todos estão se tornando conscientes.

Na verdade você está sendo empurrado para mais perto deles por causa dessa energia densa e destes tempos difíceis no planeta Terra e, assim, você está vendo as pessoas agirem de maneiras diferentes.

A maioria de vocês que tem desenvolvido incrivelmente o nervo vago, acha incrivelmente difícil sentir e manter essa energia, porque você também assume a responsabilidade por ela. Não assuma a responsabilidade pela humanidade; esta é uma decisão coletiva e uma vibração coletiva.

Assuma a responsabilidade pela sua felicidade neste planeta.
Sim, isso é o que nós dissemos – a sua própria felicidade.

O que acontece quando você encontrar a sua paixão, quando você entrar em algo que gosta de fazer?

Você começa a vibrar de tal forma que afeta a todos ao seu redor e define uma energia. Isto realmente define o seu próprio futuro e todos os eventos que podem ocorrer com você nesse ponto. Você é muito mais poderoso do que entende.

Um pouco de integridade vibracional neste momento se estenderá para o futuro e limpará grande parte da energia para a sua própria vida e o seu propósito, como um espírito que finge ser um humano.

AS ELEIÇÕES NOS ESTADOS UNIDOS

Você é mágico, querido. Alguns dos eventos na Terra, nós observamos com grande dor, e outros com grande humor. Estamos rindo histericamente com o que você chama de suas eleições nos Estados Unidos. Sim, querido, é uma das coisas mais divertidas que já vimos em seu planeta.

Todos vocês estão perguntando: “Aonde isto irá?”
Já fizemos as nossas previsões.

No entanto, a parte mais importante para entender sobre isso é, não importa quem seja eleito como o próximo presidente, nós duvidamos seriamente que eles irão durar dois semestres.

Embora não possamos lhe dar uma declaração sobre o futuro, podemos compartilhar que poderão haver eventos que provavelmente limitarão o próximo líder dos Estados Unidos em algum grau. Portanto, esteja atento para isso e saiba que ninguém é certo ou errado nisso; todos vocês estão tomando decisões.

A frustração atual no planeta Terra tem um enorme papel na sua tomada de decisão. Se você puder sair disto o tempo suficiente para ver as coisas como elas são, isto irá ajudá-lo a tomar decisões muito claras. Você tem esses níveis de confiança, que são muito difíceis para você ancorar e usar em alguns aspectos, no entanto, você os vê.

Saiba que tem a ver com confiar em si mesmo mais do que qualquer outra coisa. Isso é o que geralmente reflete quando uma pessoa não pode encontrar alguém em quem colocar a sua confiança. Quando as energias avançam da forma com que estão agora, saiba que é também uma oportunidade para o espírito colocar uma mão no que está ocorrendo.

O TERCEIRO ASPECTO DE CADA RELACIONAMENTO NO PLANETA TERRA

Não há certo ou errado no planeta Terra, é simplesmente uma ilusão da dualidade.

A humanidade agora saiu claramente da dualidade. Encontrar o seu novo caminho, o terceiro aspecto de suas vidas e de seus relacionamentos, irá ajudá-lo a entender mais sobre o que está ocorrendo na Terra. Cada um de vocês tem uma relação com o resto da humanidade, que é o que não está sendo entendido. É a terceira etapa, uma relação que é tão difícil.

É por isso que há a incrível tensão no planeta agora; a terceira perna da relação foi removida.

O efeito lança as pessoas no desespero, fazendo-as agir ou empreender qualquer ação, simplesmente porque é uma ação em vez de uma inação. Às vezes, você dá propositadamente um passo para trás em seu caminho; muitas vezes, isto acontece por medo e é uma reação natural do ser humano.

Não é para ser julgado, só avance na direção que o fizer feliz.
Essa é a única parte que lhe pedimos que observe nesses próximos meses.

Há uma nova onda de energia neste planeta que irá acalmar as coisas, mas você tem tantos dramas agora que é fácil se envolver neles – todos e cada um. Saiba que sua visão pode ver apenas uma pequena parte de tudo o que acontece até que você retorne ao Lar.

Então, iremos compartilhar tudo isso e você irá começar a ver o terceiro aspecto de cada relacionamento na Terra – mesmo aqueles que você chama de inimigos. Então, você irá começar a ver tudo a partir de uma perspectiva diferente e você irá começar a abrir as suas asas de novo, todos vocês.

E nestes momentos em que você ficar mais cansado, espere que alguém lhe preste assistência.
Pode ser uma pessoa, um parente, um animal, o espírito, ou até mesmo nós.

ESTAMOS LHE AGRADECENDO

Vocês são seres mágicos que criaram um jogo no planeta Terra. É agora possível passar para um nível inteiramente novo que nunca foi até mesmo antecipado no início do seu jogo. É por isso que todos os olhos estão no planeta Terra. A atenção está focada aqui, porque você está fazendo algo que não tinha sido feito antes.

Muitos de vocês sentem que vocês estão mantendo a energia, mas não podem ver os resultados ou nunca receberam o agradecimento. Saiba que estamos lhe agradecendo, pois vemos o que você tem feito. Vemos o seu caminho como um espírito e nós o amamos mais do que você poderia saber.

Somos este vento sob suas asas. Permita-nos levá-lo nesses momentos em que você precisar de uma pausa. Permita-nos estar aí para você e encontrar todos os outros que virão em seu auxílio. Você não está sozinho, e estes são os tempos da unidade versus separação.

Cada peça que você põe em movimento que ajuda a trazê-lo para a unidade elimina a doença mental, a frustração e a densidade em que todos estiveram vivendo. Saiba que há muito trabalho pela frente, para todos vocês. E o mais importante: você terá a oportunidade de fazer esse trabalho e de ser ouvido de uma maneira nova.

É com a maior honra que o saudamos desta maneira. Nós lhe pedimos que se tratem com o maior respeito como os mestres e os curadores que são. Cuidem-se a cada oportunidade. Saiba que você está participando deste belo jogo que você não consegue ainda descobrir as regras. Joguem bem juntos.

Espavo

A palavra Espavo é uma antiga saudação Lemuriana: “Grato por Assumir o seu Poder.”


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Fonte:  Espavo | The Beacons of Light | ~ Take Responsibility for your Happiness ~
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via ♥ De Coração a Coração ♥: ASSUMA A RESPONSABILIDADE PELA FELICIDADE

APRENDENDO A ACESSAR O SAGRADO MASCULINO A PARTIR DO SEU FEMININO…

ardhanariswar-roop-of-shiva

Um texto sobre o masculino

1-icH5QmuGh0SKWXkYxOCv7w_(edited)

Por: Gustavo Tanaka

 

Eu sempre fui mais baixo que os outros.

Sempre fui muito menor que quase todos os meninos da minha idade.

Também sempre fui mais fraco. Não tinha tanta força física.

Meus primos gostavam de brincar de luta. Eu nunca gostei.

Eu nunca gostei de bater em ninguém e por isso deixava me baterem para não precisar bater. Até mesmo meus primos mais novos me venciam nessas brincadeiras.

Entramos na adolescência e meu corpo tinha menos pêlo que dos meus amigos.

Eu tinha menos libido e pensava em sexo menos que eles.

Eu gostava de escrever. Eu tinha um caderno onde escrevia. Mas diário era coisa de menina. Então eu escondia na gaveta. Não na primeira, mas na terceira gaveta, embaixo de um monte de pastas, pra não correr o risco de ninguém descobrir.

Todo esse cenário me fez me sentir menos homem, menos macho que os meus amigos.

Some a isso o fato de eu ser meio gago na infância e imaginem o resultado disso na minha relação com as mulheres.

Não conseguia me aproximar, não conseguia chegar em mulheres.

Com isso, demorei para dar o primeiro beijo e para ter a primeira relação sexual.

Minha primeira namorada foi aos 27 anos.

Tudo isso foi moldando um personagem em mim.

Eu precisava beber muito. Bebia todos os finais de semana para conseguir preencher um vazio e para ter coragem de me relacionar com mulheres. Bebia para me tornar mais macho que meus amigos. Bebia mais para dizer que eu aguentava mais.

E a minha fuga era o trabalho. Porque no trabalha eu era bom. Eu me sentia forte e capaz no trabalho. Então me tornei um workaholic. Trabalhava muito. Apenas para ganhar dinheiro e ter prestígio e reconhecimento. O trabalho era minha forma de autoafirmação.

Até que chegou um momento em que meu corpo não aguentou mais. Chegou uma hora que minha alma se cansou, disse “basta!”. A vida me derrubou no chão e me acordou.

Eu despertei.

E após esse despertar eu comecei a me desconstruir. Me desconstruir fez eu acessar sombras e traumas de infância. Como essas que eu descrevi agora. E ao olhar para essas sombras, eu ia me libertando delas.

Eu chorava, como choro agora enquanto escrevo esse texto. Minhas mãos tremem um pouco enquanto tocam as teclas do meu computador, com medo de compartilhar essa minha história.

Ter contato com as minhas sombras, com minha vulnerabilidade, com minhas vergonhas me fez acessar a coragem.

A coragem me deu força.

Força para entrar no meu caminho. Para ocupar o meu lugar. Para fazer o que eu vim aqui para fazer.

Aos poucos eu fui lembrando.

E quanto mais eu lembro, mais coragem eu tenho.

Porque tudo passa a fazer sentido. Porque as peças se encaixam e a vida se manifesta de uma forma perfeitamente mágica. Eu começo a ver que nenhum encontro é por acaso, que nenhuma situação acontece sem ser orquestrada e que todas as pessoas que cruzam meu caminho são mestres a me ensinar.

A me ensinar sobre mim mesmo.

A me ensinar sobre quem sou eu e o que vim fazer aqui.

Mestres a me lembrar de quem sou.

E hoje eu sei.

Sei que não sou nada daquilo que me construi. Não sou aquelas máscaras que usava. Não sou menor que ninguém. Não sou mais fraco que ninguém. Não sou menos homem que nenhum homem. Não sou menos capaz que nenhum ser humano.

Eu acesso o Sagrado Masculino à partir da minha vulnerabilidade. Eu acesso o Masculino à partir do meu Feminino.

Você não precisa fazer nada para provar que você é homem. Você já é. É só se permitir ser.

Se você está lendo esse texto é porque tem um chamado pra você aqui, escondido nas entrelinhas dessas palavras.

Um chamado que não é meu. É da sua alma.

A sua alma quer fazer o mesmo. Quer que você desperte. Quer que você se desconstrua. Quer que você entre no seu caminho e ocupe o seu lugar.

Eu estou aqui para te lembrar de quem você é.

Estamos juntos, como sempre estivemos. Ombro a ombro nessa jornada em busca do nosso espaço. Em busca de nós mesmos. E criar aqui na Terra o lugar que queremos viver.

 


Via: Gustavo Tanaka | Um texto sobre o masculino

UMA NOVA ONDULAÇÃO DE CONSCIÊNCIA ESTÁ AFETANDO A TODOS NÓS…

planeta e energia

UMA REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA

 

frequencia

MENSAGEM DA ‘EQUIPE’
Canalizada por:
Peggy Black
16/04/17

Estamos aqui acolhendo-os com o nosso amor e reconhecendo-os devido a sua coragem e conscientização contínuas. Estes tempos são empolgantes à medida que vocês e todo o seu planeta estão enfrentando e se submetendo a uma tremenda transformação e mudança.

Compreendemos que dessa transformação e dessa mudança surgem um caos tremendo. É do caldeirão do caos que se torna possível a ascensão. Quando há intensa perturbação na consciência coletiva, pode desencadear um novo nível de despertar ou um novo nível de negação.

Lembrem-se de que a sua realidade nunca é estabelecida ou sólida, ela é fluida, trata-se de uma vibração ou frequência. A sua realidade é criada por vibrações energéticas, pensamentos e projeções do coletivo. Vocês, mais do que a maioria, compreendem esse princípio.

Vocês estão testemunhando, assim como experimentando, uma alteração de frequência. Considerem por um momento que essa alteração deve ser o resultado de um aumento na frequência vibratória do seu planeta.

A ressonância da frequência magnética da Terra tem sido a mesma durante milhares de anos. Essa frequência natural de pulsação foi compreendida por seus sábios, e mensurada por seus cientistas para girar em torno de 7.8 ciclos por segundo.

Essa ressonância, essa frequência de oscilação, foi pensada como o “batimento cardíaco da Terra” , e é uma ressonância à qual todos os humanos se sintonizam a fim de ficar equilibrados. Influencia a consciência humana. Todos os seres vivos estão cercados por essa frequência natural.

Ao longo das décadas, houve uma conscientização e uma compreensão de que essa ressonância da Terra mudou ligeiramente, e corresponde às mudanças sazonais, tempestades solares e atividades, movimentos dos planetas, assim como os possíveis efeitos nas emoções e comportamentos humanos.

É importante que vocês compreendam que o campo magnético da Terra influencia a sua atividade cerebral, como também os seus sistemas cardiovascular e nervoso. Portanto, agora vocês podem começar a compreender que essas transformações e mudanças nesses campos podem afetar e realmente afetam a sua saúde e o seu comportamento.

Quando há perturbação nesse ambiente do campo magnético, pode provocar problemas de sono, até mesmo uma falta de energia na pessoa ou a sensação de opressão. Essas flutuantes forças magnéticas invisíveis estão interagindo com todas as células do seu corpo.

A pineal, o cérebro e o sistema nervoso são muito sensíveis à energia eletromagnética. A pineal vai sincronizar-se com as atividades solares e com quaisquer flutuações geomagnéticas oferecidas pela Terra, Sol, Lua e influências interplanetárias.

Percebam que todos os humanos estão reagindo a esses campos de energia eletromagnética. Estudos estão sendo feitos relativos a como as perturbações no campo magnético da Terra pode influenciar na violência, acidentes, ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais, suicídios e até mesmo nas guerras. Esses estudos demonstraram que durante determinados ciclos solares houve aumento na instabilidade social.

Animais, pássaros e seres da água utilizam o campo magnético da Terra para navegar durante a migração. Existe uma profunda conexão de todos os seres vivos com os campos eletromagnéticos da Terra. Vocês estão sendo banhados nessa energia em todos os momentos e estão reagindo sempre.

Existem aqueles dentre vocês que estão cônscios e que são sensíveis a esse campo energético e de força, essa frequência de fundo, e há outros que estão totalmente inconscientes disso e dos efeitos em seus circuitos ou sistemas biológicos.

O que vem ocorrendo é um aumento nessa frequência vibratória gerada pela Terra. Essa anomalia chamou a atenção dos que mensuram esse campo eletromagnético. Eles viram um aumento de uma frequência habitual de 7.8 ciclos por segundo para níveis de 15-25 ciclos por segundo. Houve também picos de mais de 30 ciclos por segundo.

Considerem a possibilidade de que essa intensificação de energias e aumentos nos ciclos por segundo, em que a Terra está vibrando, estejam sendo gerados a partir do Centro Galáctico. Considerem que essa velocidade e ressonância muito altas do cosmos estejam agitando a energia dentro de cada ser humano.

Estejam atentos ao fato de que essas diversas faixas de frequência, os ciclos por segundo, que a Terra está oferecendo, pode e de fato vai acionar e ativar diferentes níveis de consciência, a depender das pessoas, inclusive a sombra coletiva, os aspectos dentro de cada pessoa que foram reprimidos, suprimidos e rejeitados.

Com frequência, haverá aumento da violência, descontentamento social, ataques terroristas e intensificação de atos criminosos. Aqueles que estão inconscientes ou sem vontade de curar esses aspectos sombrios internos, reagem a esse aumento no campo de vibração eletromagnético por atuar essas emoções reprimidas. Vocês estão testemunhando isso a cada dia, à medida que mais da sombra coletiva está sendo impelida para a luz para que seja curada e transformada.

A elevação da frequência do campo eletromagnético da Terra está também criando outro evento fenomenal na consciência coletiva. Há uma transformação e um grande despertar da consciência ocorrendo através do mundo.

Há uma conscientização de que algo está acontecendo. As pessoas estão sentindo isso; há uma euforia agitando internamente. Os indivíduos estão se sentindo capacitados e estão começando a colocar o seu foco no que é possível fora do caos que se testemunha.

Essas ressonâncias emergentes estão agitando as atividades das ondas cerebrais, de modo que as pessoas estão despertando. Há uma aceleração da onda cerebral para os estados alfa e theta, o que permite e convida à conscientização e à conexão com o eu divino. Vocês estão pessoalmente experimentando a sua iluminação. Vocês estão se sentindo mais conectados à comunidade global de uma maneira que não se pode descrever em palavras.

Trata-se de uma percepção de que vocês estão se conectando à consciência global, o campo de informação global. De fato, vocês e todos os seres estão contribuindo para esse campo global. Seus pensamentos e emoções interagem com esse campo geomagnético e realmente informam e codificam informações aí.

Imaginem que suas emoções coerentes e/ou desqualificadas e a energia se tornem uma parte do campo magnético. Esse campo em torno da Terra, então, atua como uma onda condutora para tudo o que está sendo oferecido pela humanidade.

O feedback é que essas energias se manifestam como eventos que vocês testemunham acontecendo diariamente. Sejam responsáveis e estejam conscientes do poder dos seus pensamentos, emoções e energias coerentes, que realmente imprimem esses campos e criam as mudanças desejáveis. Apropriem-se desse poder pessoal.

Há uma interconexão entre todos os seres vivos, e essa conectividade está reagindo ao aumento das frequências do campo eletromagnético. Muitos que são sensíveis estão sentindo as emoções intensas, que estão sendo geradas pelos demais. Quando isso ocorre, é uma oportunidade para transformar essas emoções coletivas desqualificadas. Lembrem-se, vocês são os alquimistas.

Aqueles que são sensíveis, conscientes e abertos estão percebendo que estão se tornando até mais intuitivos e expandidos. Muitas pessoas estão recebendo transmissões de informações, percepções e experiências paranormais. Muitos estão se abrindo para a sua conexão, e mesmo parceria, com outros seres divinos não-físicos. Há uma revolução da consciência acontecendo no campo coletivo.

Cada pessoa vai reagir a essa alteração na consciência de uma maneira exclusiva.
Todavia, gostaríamos de reconhecer aqueles que estão lendo nossas palavras.

Vocês são certamente os que estão ancorando essa consciência de luz em seu campo terreno, e somos gratos por sua conscientização e boa-vontade. Vocês têm a capacidade de oferecer esse serviço para transformar a energia desqualificada, por meio da intenção concentrada, seus sons direcionados e sua parceira com os seres divinos de luz.

O aumento na frequência da ressonância eletromagnética do planeta está preparando a humanidade para outro nível de compreensão e um despertar para suas capacidades multidimensionais, enquanto estão na forma física. Tudo está conectado, a ondulação da consciência toca todos e quaisquer seres vivos. Mantenham-se no rumo, lembrem-se de estar ancorados à Terra, plenamente incorporados e sempre conectados à fonte divina.

Somos honrados em oferecer a nossa energia, enquanto os acolhemos com o nosso amor e gratidão. Vocês estão fazendo um grande trabalho. O apoio divino está sempre disponível mediante solicitação. Somos completos.

A ‘equipe’


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

© 2017 Peggy Black – Todos os direitos reservados. Vocês podem compartilhar esta mensagem e distribuí-la desde que nada seja mudado, que deem crédito à autora e incluam este aviso de direitos autorais e o endereço do site, bem como à pessoa que de fato traduziu – www.morningmessages.com FREE 88 messages available.

Também publicado por Paul Backes em April 18, 2017: Golden Age of Gaia | ‘The Team’ via Peggy Black: A Revolution of Consciousness

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: De Coração a Coração | UMA REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA

VIVENDO SEGUNDO O TAO…

Vivendo o Tao

Quatro regras espirituais para a vida – Lao Tzu

Por: Power of Positivity

 

Lao Tzu, um dos maiores mestres chineses que viveu muitos séculos atrás, criou as Quatro Virtudes Cardinais, ou regras de vida.

Quando praticadas, elas podem proporcionar uma vida de verdadeira paz e propósito. Lao Tzu acreditava que centrar a própria vida em torno dessas virtudes permitiria o acesso à verdadeira sabedoria do universo e o alinhamento com a energia da Fonte.

“Quando você conseguir conectar sua energia com o reino divino por meio da alta consciência e da prática da virtude sem discernimento, a transmissão das verdades sutis mais finitas acontecerá.” –Lao Tzu

Lao Tzu literalmente significa “Velho Mestre”, e muitos acreditavam que ele tinha atingido o mais alto estado de consciência disponível para o homem. Você pode encontrar as Quatro Virtudes Cardinais no Tao Te Ching, um texto religioso cheio de ensinamentos e princípios taoistas. O Tao (também conhecido como o Caminho ou o Dao) contém antiga sabedoria universal disposta em um formato muito críptico, mas profundo, que convida os buscadores de sabedoria a ir fundo e encontrar a espiritualidade através de suas próprias interpretações do livro.

Se você se encontra buscando respostas para as perguntas da vida e quer iniciar uma jornada espiritual, pode querer conhecer os antigos ensinamentos de Lao Tzu, para ajudar a guiá-lo através do caos do mundo em um lugar de paz verdadeira.

Aqui estão as regras espirituais de Lao Tzu para a vida:

“Perceber a constância e estabilidade em sua vida é perceber a natureza profunda do universo. Esta realização não depende de nenhuma condição transitória interna ou externa, é uma expressão da própria natureza espiritual imutável. A única maneira de alcançar o Caminho Universal é manter as virtudes integrais da constância, firmeza e simplicidade na vida diária.” –Lao Tzu

____

1. Reverência para toda forma de vida

A primeira regra cardinal afirma que devemos respeitar todas as formas de vida na criação, e não procurar dominá-las ou controlá-las. Primeiro devemos amar e honrar a nós mesmos, e então este amor fluirá para fora em direção a todos os seres. Neste mundo, dependemos de outras formas de vida para a sobrevivência pura, e isso significa que devemos tratá-las com respeito, bondade e gratidão. Lao Tzu acreditava que todos nós poderíamos viver em paz e harmonia, se nos lembrássemos dessa regra espiritual.

____

2. Sinceridade natural

Esta virtude manifesta-se como honestidade, simplicidade e autenticidade. É basicamente permanecer fiel a quem você realmente é, e não permitir que as forças externas te influenciem. Possua sua verdadeira natureza, e não deixe que os outros lhe digam quem ser. Uma vez que chegamos a um lugar de realidade e sinceridade, podemos começar a entender o que precisamos para permanecermos felizes e pacíficos, e podemos estender isso para incluir outros que podem estar com dificuldades, também. Viva em sua verdade, e todo o resto cairá no lugar. Além disso, você vai inspirar outros ao longo do caminho a também mostrarem o seu verdadeiro eu e viverem autenticamente. Permita que seus pensamentos e ações se alinhem, e você conhecerá o significado da sinceridade.

____

3. Gentileza

No mundo em que vivemos hoje, precisamos muito que essa virtude seja praticada com mais frequência. Gentileza significa simplesmente ser bondoso com toda forma de vida, e não agir com base em desejos egoístas. Quando praticamos a gentileza, desistimos da necessidade de estar certos, porque ser bondoso é mais importante do que estar certo. Quando somos sensíveis às necessidades de outras pessoas e jogamos fora o desejo de controlá-las ou dominá-las, podemos viver em harmonia uns com os outros. Muitas pessoas erram confundindo ser gentil com ser fraco, mas é só porque vivemos em um mundo cheio de egos inflados. Pratique a doçura, e você despertará a si mesmo e ao mundo para o que realmente importa.

“Gentileza geralmente implica que você não tem um desejo forte baseado no ego dominando ou controlando outro, o que permite que você se mova em um ritmo com o universo. Você coopera com ele. Gentileza significa aceitar a vida e as pessoas como elas são, ao invés de insistir que elas sejam como você. Conforme você pratica viver desta maneira, a culpa desaparece e você desfruta de um mundo pacífico.” –Wayne Dyer

“Minha religião é muito simples, minha religião é gentileza.” – Dalai Lama

____

4. Apoio

Essa virtude implica que precisamos apoiar todas as formas de vida, inclusive nós mesmos. Quando primeiro atendemos a apoiamos a nós mesmos, podemos mais facilmente ajudar os outros. Esta virtude significa amar e servir a todos, independentemente do que podemos obter em troca. Esta virtude vem naturalmente a nós, mas o mundo nos diz que nos centrarmos em nós mesmos é a única maneira de sermos felizes. Na realidade, muitas pessoas não se sentem satisfeitas seguindo este caminho.

Assim, ajudando os outros, podemos encontrar uma vida de verdadeiro propósito e alegria, esforçando-nos para tornar a vida de outras pessoas um pouco mais fáceis.

“A maior alegria vem de dar e servir, então substitua o seu hábito de se concentrar exclusivamente em si mesmo. Quando você faz uma mudança para apoiar os outros em suas vidas, sem esperar nada em troca, você pensa menos sobre o que quer e encontra conforto e alegria no ato de dar e servir.” – Wayne Dyer

Deixe estas quatro virtudes perfumarem sua vida, e observe a graça e a facilidade que virão em seu caminho.

“As quatro virtudes cardinais são um roteiro para a simples verdade do universo. Venerar toda a vida, viver com sinceridade natural, praticar a doçura e estar no serviço de outros é replicar o campo de energia de onde você se originou.” – Dr. Wayne Dyer

____

 

Fonte: Power of Positivity | Lao Tzu’s Four Spiritual Rules Of Living
Traduzido pela equipe de O Segredo
Publicado por: Luiza Fletcher • 8 de março de 2017


Via: O Segredo | Quatro regras espirituais para a vida – Lao Tzu

ASSUMINDO UM COMPROMISSO COM A ESPIRITUALIDADE MAIOR…

Unidade

O QUE É SER UM ESPIRITUALISTA UNIVERSALISTA?

Por: Luis Medeiros

 

(Texto Postado Originalmente na Lista do Grupo de Estudos do IPPB na Internet)

Ser um Espiritualista Universalista é, acima de tudo, assumir um compromisso consigo mesmo e com a Espiritualidade Maior de ter mente e coração abertos, e de sempre compartilhar com os companheiros de jornada o pouco do que aprendeu; pois o Conhecimento é dádiva do Supremo e, assim como a Verdade, não pertence a nenhum ser em particular.

Para compartilhar, faz-se necessário ser sabidamente humilde; para Ensinar e ser humildemente sábio para Aprender… Sim! Pois a sabedoria não é algo que simplesmente se é dada de presente! Ela precisa ser conquistada através de um longo caminho. Este caminho envolve muita paciência, tempo, conhecimento, amor e dedicação.

Trilhar o caminho da Espiritualidade é agir com conhecimento de causa. É carregar dentro de si uma chama com o poder de iluminar as almas. Mas é saber que a primeira alma a ser iluminada por esta chama será a sua mesma… E isso fará com que seu lado escuro, suas falhas e defeitos, lhe sejam revelados. Saber trabalhar isso faz parte do crescimento do ser.

Uma das principais falhas que o Espiritualista pode cometer é a de sempre achar que ainda não está pronto para compartilhar, de achar que ainda não se sente suficientemente preparado para assumir de frente o seu compromisso sagrado. Normalmente, sentem-se inferiores e inseguros perante companheiros que demonstram um nível maior.

Portanto, fica aqui um aviso: não tenham medo de dizer o que pensam e o que sentem a respeito de algo, desde que o façam com intenções nobres. Não tenham medo de achar que se passarão por ridículos ou de ser motivo de chacotas dos companheiros, pois aqueles que agirem assim, mesmo que demonstrem grande conhecimento, não merecem ser chamados de Espiritualistas e estão, na verdade, muito abaixo de quem criticam.

Ser Espiritualista é saber tolerar as limitações relativas ao grau de desenvolvimento espiritual de cada ser, da mesma forma que seres muito mais elevados toleram as nossas.

O verdadeiro Espiritualista sabe que não serão poderes paranormais nem percepção extra-sensorial que o farão melhor ou pior do que qualquer outro ser, mas, sim, sua conduta perante a vida e os desafios que ela lhe oferece.

Enfim… Ser Espiritualista é buscar o equilíbrio entre mente e coração… Entre razão e emoção… Entre o pensar e o sentir!

Paz e Luz!


Nota de Wagner Borges: Luis Medeiros é nosso amigo há muitos anos. Costumo dizer que ele é o amparador encarnado do site do IPPB, pois é com seu trabalho voluntário e desinteressado que vem postando os textos periódicos e cuidando do andamento do site (junto com o Vanderlei Oliveira, outro grande amigo e também amparador encarnado do site). Ele é espiritualista universalista e estuda de tudo dentro da temática espiritual. É tradutor de inglês da revista UFO, projetor extrafísico e clarividente, além de trabalhar com informática e manter uma postura sempre sóbria no trato com os temas espirituais e humanos.


Via: O QUE É SER UM ESPIRITUALISTA UNIVERSALISTA? – por Luis Medeiros – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas

CHEGANDO À SUA VERDADEIRA IDENTIDADE CRÍSTICA E DIVINA…

soul-and-supreme-soul

A Manifestação Crística

Por: Leandro Pires

 

Todos nós, como seres cocriadores de nossa própria casa-universo, sendo nós Filhos Perfeitos Criados pelo Pai, temos dentro de nós todo um roteiro evolutivo, que inevitavelmente nos conduzirá, num momento ou outro, ao Nível Crístico de consciência e compreensão das leis da vida.

O que seria o Cristo, ou Nível Crístico?

O Cristo, generalizadamente falando, é a mais pura e perfeita expressão do Amor Incondicional. Para que se torne mais claro, dizemos que o Nível Crístico é uma etapa evolutiva básica, a qual o Ser Humano precisa essencialmente conhecer e superar em sua jornada evolutiva. Superar esta etapa, significa passar por todas as experiências possíveis ao espírito, num nível de aprendizado básico das leis da consciência, das leis da natureza e do próprio autoconhecimento, compreendendo a alma, e finalmente descobrindo que ela faz parte de uma Unidade Maior na Criação, e que ela é unida com o Todo.

Durante esta etapa, a alma passará por diversas experiências de prova, e tais vivências ocorrem em mundos próprios para isso, tal como é o plano físico da Terra. As almas então encarnam e passam por diversas situações de vida, problemas dos mais variados tipos, e tudo isto tem um objetivo final que é ensinar e desenvolver a consciência, ainda não desenvolvida ao nível Crístico.

Durante o processo evolutivo, as pessoas perceberão e saberão discernir, após inúmeras vivências, o que de fato é ilusão e o que pertence realmente à realidade de suas almas, de suas essências. As suas essências, que são divinas por origem, nada possuem em si que possam dizer ser de sua propriedade. Ao mesmo tempo que estas almas naturalmente tudo possuem, pela sua divina origem, por serem parte do Pai Único e Absoluto. Assim, tudo o que estas almas em aprendizado vivenciarem, com o tempo saberão que tudo não se passou de uma etapa evolutiva e que tudo o que adquiriram no momento, sejam afetividades, sejam valores materiais, nada mais foram do que instrumentos utilizados para uma Evolução Maior.

TUDO o que existe nos mundos de evolução, como a Terra, são instrumentos utilizados para a evolução. Tudo visa trazer à consciência de cada alma, uma noção mínima da grandeza universal, para que em um outro estágio mais avançado de sua evolução, possa perceber e sentir o Universo de uma forma cada vez mais ampla, tal como ele realmente é: um maravilhoso e infinito universo. À medida que as almas acumulam suas experiências de prova, suas percepções e sensibilidades aumentarão, sendo capazes de se autoconhecer e, naturalmente, conhecer aos seus semelhantes.

Elas perceberão, através de suas inúmeras experiências, que todos os caminhos conduzem o Ser Humano a uma mesma compreensão, que é a compreensão do Amor. Todos os caminhos terrenos, por mais diferentes que sejam, conduzem o Ser Humano à compreensão de que ele faz parte de uma unidade, e que a separação nada mais é do que uma ilusão dos mundos materiais, totalmente governados pelos egos, logo não existe a separação; mas existe sim a unificação, integração e harmonização universal de todos os seres, através do Amor Puro e Incondicional.

A partir desta compreensão básica, e da eliminação de todo e qualquer carma acumulado nas experiências terrenas, a alma finalmente terá atingido o Nível Crístico, terá plena Consciência e será capaz de sentir pulsar em seu interior o seu próprio Cristo que é, que sempre foi, e que sempre será.

O Cristo é o Cristo Interno, é a expressão interior do Amor de cada Alma. Através daquele grande mandamento das leis universais, o maior de todos: “Ama a ti mesmo e ao próximo, e a Deus sobre todas as coisas”, caracteriza-se perfeitamente a atitude Crística, a presença e a atuação do nosso próprio Cristo Interior. Esta é a manifestação Crística.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Texto extraído do livro: “O Eu Superior – Nosso Verdadeiro Mestre” de Leandro Pires
Postado por Fatima dos Anjos  – Portal Arco Íris  em 13/12/2016


Via: PORTAL ARCO ÍRIS: A MANIFESTAÇÃO CRÍSTICA

VOCÊS JÁ CHEGARAM E NÃO ACREDITARAM…

universo

VOCÊS SÃO O PROCESSO DE ASCENSÃO…

O GRUPO ARCTURIANO

Canalizado por: Marilyn Rafaelle
em 26.03.2017

 

Vocês são o processo de ascensão – e qualquer ensinamento dizendo que vocês são menores do que realmente são se baseia na separação. (…) Vocês chegaram.

Queridos, viemos em amor e com mensagens de verdade para vocês nestes tempos de tumulto e incerteza. Há uma energia de luto universal dentro da comunidade espiritual enquanto observam e não veem os sinais aparentes da iluminação mundial que eram esperados.

Entendam que muito do que foi antecipado para esses tempos foi baseado em conceitos tridimensionais que só podem refletir o que já é conhecido. A realidade espiritual não dança com os sonhos da terceira dimensão, mas, apesar disso, nunca duvidamos de que ela está intensamente presente e fluindo abundantemente neste momento. Confiem e permitam o processo interno e externo, sem nunca acreditar que um mundo com cada vez mais Luz Divina poderia regredir a menos do que já foi alcançado.

Não, queridos, essas aparências externas que quebram os corações de tantos não são a nova realidade, mas representam a exposição e a agonia da dualidade e da energia de separação que se acumulou ao longo de milhares de anos.

Frequências novas e mais elevadas são profundamente assustadoras para os não despertos que também as estão experimentando, mas só são capazes de interpretá-las a partir de seu nível de consciência. Assim, muitos desses seres queridos estão atacando com as únicas maneiras que entendem ser as melhores, numa tentativa de alcançar ou manter seus conceitos de bem, fazendo-o através de domínio e violência, regras e regulamentos.

Nunca se esqueçam – Um com Deus é uma maioria.

Todo mundo tem a opção de mover-se para novos níveis de consciência através da aceitação ou rejeição da verdade. Cada pessoa tem livre-arbítrio e é livre para permanecer no que é conhecido, mas saibam que se vocês estão lendo estas mensagens é porque, em algum momento, consciente ou inconscientemente, fizeram a escolha de evoluir.

Tentem não desanimar, queridos. Nunca se esqueçam de que as imagens feitas a partir das ilusões da dualidade e da separação não podem existir permanentemente e se dissolverão quando a energia que as formou não estiver mais presente. Nas energias de ressonância mais baixas da terceira dimensão, a maioria dos seres humanos se esqueceu de que são expressões de Deus e, portanto, criadores, e assim formaram ignorantemente o mundo como vocês o conhecem – aquele de bem e mal (dualidade) e nós versus eles (separação).

Saibam que, se vocês são atraídos para os ensinamentos mais profundos da verdade, é porque escolheram estar na Terra neste momento poderoso para completar todas as lições remanescentes e limpar a velha memória celular para ser parte do processo de ascensão de Gaia e dos seres humanos. Apesar de muitas experiências de vida dolorosas que foram necessárias para lições e limpeza, a maioria de vocês realizou ou está no processo de realizar tudo o que vieram fazer.

No entanto, é neste momento que muitos ainda vivem com um pé em ambos os mundos. Chega um momento, em toda jornada espiritual, em que se deve escolher o mundo onde vocês desejam viver. “Eu realmente acredito e aceito que eu sou a expressão da Fonte e de tudo o que É, ou estou segurando a crença de que a verdade soa maravilhosa, mas é demasiadamente impraticável para ser levada a sério.” Como sempre, a escolha pelo livre-arbítrio é sua.

Todos os estudantes sérios da verdade devem agora começar a se mover para a confiança, a confiança profunda. “Se a Unidade é verdadeira, então esse é um período da Verdade.” Se vocês aceitaram a verdade de que são Consciência Divina se expressando, então vocês também devem aceitar o fato de que seus corpos existem dentro da consciência; a consciência não está dentro de um corpo. A confiança é o descanso nessa consciência, sabendo que tudo de que vocês precisam já está presente dentro desta consciência que é vocês.

Permanecer no que é velho e confortável depois de tomar consciência da verdade por temer a mudança ou a rejeição das outras pessoas só pode servir para mantê-los no lugar e atrasar a expansão.

Interiorizem-se muitas vezes ao longo do dia, fazendo pausas mentais frequentes para simplesmente descansar em uma consciência da Unidade. Aqueles ao seu redor não vão notar. Deixem de lado qualquer sensação que ainda permaneça, como uma pressão para espiritualmente “fazer”, “fazer”, “fazer” e, em vez disso, movam-se para um silêncio, descansando em EU SOU. “As experiências, as verdades, o conhecimento, a consciência, a espiritualidade que estou tentando atrair para mim já estão presentes, porque tudo isso é quem EU SOU”.

Nunca comparem suas experiências espirituais pessoais ou a falta delas com aquelas que vocês podem ler ou ouvir. Fazer comparações ou acreditar que falharam porque vocês não têm as mesmas experiências que alguém ou aquelas que algum livro disse que deveria ter sempre farão com que acreditem que vocês são um fracasso espiritual.

Toda jornada evolutiva do espírito é individual, baseada em experiências de vidas passadas e na disposição espiritual que são determinadas pelo Eu Superior. Muitas das experiências espirituais sobre as quais vocês leem são, na realidade, criações ilusórias trazidas através das energias da religiosidade superestimulada na mente de um indivíduo que mantém crenças intensas, mas falsas, do que constitui a espiritualidade. Nunca se esqueçam: vocês são criadores que formam perfeitamente seu mundo a partir da substância de suas consciências.

Experiências espirituais e habilidades psíquicas manifestam-se sem esforço para alguns porque carregam em sua memória celular técnicas e habilidades atingidas em vidas anteriores passadas em ashrams, escolas de mistério e outras escolas de aprendizado e disciplina espiritual.

Existem válidas e tremendas experiências espirituais que aguardam a todos à medida que sua energia se refina e são capazes de acessar as frequências das dimensões mais altas. Vocês vão saber intuitivamente quando algo é simplesmente formado pela mente ou quando é uma experiência espiritual verdadeira. Nunca tentem criar experiências espirituais. A manipulação da energia trouxe muitos para situações que não esperavam. Permitam que essas coisas se revelem através de seu Eu Superior quando vocês estiverem prontos.

O silêncio é o lugar onde o Divino Você está esperando o seu reconhecimento, queridos. Vocês não precisam mais buscá-lo através de ritos e rituais, apenas em Silêncio. Interiorizem-se com frequência, descansando no Divino Silêncio de sua própria Divindade, deixando de lado qualquer crença remanescente de que vocês devem trabalhar e lutar para encontrá-la.

Ao longo das vidas, vocês estiveram na jornada de se lembrarem. No início, vocês deram os primeiros passos, como bebês, lentamente avançando através das vidas para os passos “de gente grande” de descobrirem quem e o que vocês eram. Sejam pacientes com aqueles que só são capazes de andar com passos de bebê, para que todos façam a viagem em seu próprio ritmo e possam ser novos para a vida na terra. Vocês já fizeram o trabalho e, por isso, agora estão prontos para viverem com seus corações abertos e suas mãos prontas para agarrar as mãos daqueles que procuram mais, com seriedade.

Sabemos que já demos muitas dessas informações em outras mensagens, mas muitos estudantes sérios e evoluídos ainda acreditam que devem continuar a fazer algum rito ou ritual para se tornarem parte do processo de ascensão. Isso não significa que vocês não serão guiados para algum livro ou curso que possa ajudá-los a entender alguma coisa, ou que vocês devem jogar fora todos os seus cristais, mas isso significa perceber que a linha de fundo é – Vocês são o processo de ascensão – e qualquer ensinamento dizendo que vocês são menores do que realmente são se baseia na separação.

Vocês já chegaram, mas não acreditaram. Ensinamentos espirituais que enfatizam uma necessidade de os alunos fazerem isso e aquilo, ou resistirem e lutarem para se tornarem espirituais foram necessários há muito tempo, quando o mundo era muito denso e não desperto. Eles podem ser ferramentas para iniciantes que estão apenas começando a despertar, mas não para vocês que completaram essa fase inicial de seu caminho evolutivo.

Vocês logo verão mudanças na Terra, algumas assustadoras e outras não, porque as energias da Luz deste lado e do lado de vocês estão limpando e dissolvendo muita energia de ressonância mais baixa, a substância a partir da qual as criações tridimensionais são formadas.

Tentem não acrescentar mais energia ao que vocês veem e ouvem dentro do velho sistema de crenças, pois o medo e a preocupação só adicionam energia à substância das coisas que vocês não gostam. Mantenham-se alheios às batalhas de um mundo que ainda não sabe quem é. Vocês são os mostradores do caminho, servindo às pessoas confusas, irritadas e frustradas por meio do seu exemplo e, às vezes, de suas palavras.

Descansar na Divindade não é fazer nada, mas nutrir uma consciência viva da realidade mesmo estando em meio a uma atividade. Permitam que a desconexão da terceira dimensão “jogue sozinha” ao perceberem que qualquer coisa formada a partir das energias de falsos conceitos e crenças não tem uma lei que a sustente.

Há espaço sendo criado para o nascimento de uma consciência mundial nova e mais elevada, em que o amor incondicional que flui livremente entre todos os reinos da vida na terra – cristal/mineral, vegetal, animal, dévico, elemental e humano, tudo no e do Um. Uma consciência universal sem julgamento em relação à cor, orientação sexual, gênero, raça, etc., que reconhece o UM se expressando em forma e variedade infinitas. Isso é evolução.

Sejam aquilo que vocês sabem que são. Vivam, movam-se e mantenham seu ser na verdade de sua Unidade, pois Ela é a realização do que vocês procuraram vida após vida. Integrem, tragam para si inteiramente sua “qualidade Crística” (do original, Christhood), abraçando-a com carinho e a salvo. Vocês chegaram. (Nota da equipe de tradução: nas mensagens anteriores, o Grupo Arcturiano fala muito da nossa busca por chegar a algum lugar, por encontrar a nós mesmos – por isso, aqui, eles querem dizer que nós já chegamos onde queríamos, como espíritos.)

Nós somos o Grupo Arcturiano.

 


Fonte: Oneness of All | Newest – MARCH 26, 2017
Tradução: Sementes das Estrelas / Cintia Libório e Leony Nogueira
Revisão: Sementes das Estrelas / Amanda Cordeiro

 

Via: Sementes das Estrelas: O GRUPO ARCTURIANO – “VOCÊS SÃO O PROCESSO DE ASCENSÃO…” – 26.03.2017

ESTAMOS AQUI NA TERRA PARA TRANSCENDER A ILUSÃO DA SEPARAÇÃO…

friendsholdinghands

Distinguindo o propósito de alma

Ashtar Sheran

Canalizado por: Thiago Strapasson

 

Saudações nobres almas,

Sou seu irmão, Ashtar, e venho hoje a lhes dizer uma simples palavra de amor, para que continuem a jornada de luz a que se propuseram a trilhar.

São vocês, meus irmãos, que passam seus dias a se enfrentar, a trazer ao seu mundo tudo aquilo que lhes foi pedido e que aceitaram que o fariam. Eu sei que nesse trajeto enfrentam as dores humanas, a confusão que a mente os causa quando entram em conflito com o coração. Sei sim meus irmãos, pois já estive onde estão, já me utilizei de uma veste física em tempos longínquos. Foi necessário que assim o fizesse, pois como poderia lhes confiar uma missão se eu mesmo não tivesse passado pelas provas que a matéria nos impõe.

Assim como vocês suportei duros desafios da alma, a ponto de muitas vezes negar a existência de um Deus, ou até mesmo da unidade e da irmandade. Sei do que é feita a vida, de dúvidas que nos levam e arrastam o coração, que nos colocam diante de nós mesmos a duvidar do caminho a prosseguir. Na vida física confundimos o amor, que muitas vezes se torna apego por aqueles que necessitamos ao nosso lado, deixamos a coragem de lado para dar vazão a medos inimagináveis em ambientes mais sutis. Mas tudo isso é aquilo que nos enobrece a alma, pois se somos capazes de nos encontrar nesse ambiente onde permeiam as mais variadas energias, esquecidos de nosso propósito de alma, longe de nossos dons sagrados, diante da ilusão da separação e da luta para sobrevivência diária, o que se dirá da força de nossa luz, do resplandecer de nossa essência em ambientes onde a regra é o amor incondicional.

Passar pelas trilhas da alma pela vida física é a consolidação de tudo aquilo que somos, livres de todas as restrições e cristalinos no propósito. Pois, meus irmãos, viver em um ambiente tridimensional, em tempos de grandes mudanças de paradigmas é para os fortes e valentes, aqueles que sabem da paz de seus corações e confiaram que a encontrariam onde quer que fosse.

Por esse motivo é que não devem adentrar ao jogo ilusório da separação, onde focam naquilo que advém do ego, da mente, que os coloca como seres separados que brigam entre si para se manterem em um planeta. Não é isso meus irmãos, pois esse é o jogo ilusório da separação que vieram justamente a transcender em seus dias. Ao assim fazerem, adentrando aos medos coletivos, afastam-se da maior armadura de luz que possuem, a paz de seus corações, a maior proteção dada pelo Pai/Mãe a todos os seus filhos.

Devem separar tudo aquilo que sentem que são daquilo que disseram que são. Precisam ancorar o real propósito de elevação, da busca de si mesmos, do autoconhecimento, do abandonar os apegos materiais. Somente assim encontram a paz e o amor que são, independentemente de onde estiverem. Porque o propósito maior não é egóico, de se elevar para se livrar de todas as restrições e então seguir de maneira solitária. Não, meus irmãos, vocês vieram para algo mais, para deixar um legado por onde passarem, para deixarem um recado de amor. Esse é o propósito de cada um de vocês. E fazem assim ao encontrar essa paz do coração, pois dela é que parte tudo que são. Ao saírem da crítica, do julgamento, da imposição, do querer, sendo capazes de apenas se manterem em sua verdade sem discussões inúteis.

É por isso que não devem deixar se adentrar na ilusão, no revanchismo, em colocar sua consciência no julgamento, seja ele de que forma for: político, religioso, ideológico, pois vieram a aprender, mas como já trazem um conhecimento, vieram a mostrar que cada ser humano nesse planeta é livre para tomar suas decisões, sejam elas de que espécie forem, não importa. Cada ser possui o livre arbítrio de ancorar suas próprias lições. A vocês cabe seguir a vida, ancorando um propósito maior de elevação, mostrando o que é amar as diferenças, não aceitando as desigualdades impostas pelo mundo, porém mostrando a forma como deve ser feito através de atitudes e não de palavras lançadas que podem ferir outros corações os quais desconhecem a dor.

A cada palavra dita há um coração a escutar e não cabe a vocês distinguir de qualquer maneira esse irmão, julgando como sendo da luz ou não, da verdade ou não, cabe apenas buscarem a si próprios, sempre reconhecendo o conceito maior de irmandade e bem-aventurança que lhe entregamos nesses recados. Cada qual que lança uma palavra de crítica, de julgamento, de menosprezo está em verdade negando a si próprio por deixar ir mais uma oportunidade de buscar por sua verdade.

Quando se lançam no mundo a dizer a quem quer seja uma intenção de julgamento estão novamente a se espelharem, a se compararem, a se mostrarem mais sábios no caminho e no trajeto e isso quem faz é o ego, jamais o coração. Qualquer que seja a escolha deve ser honrada e permitida, ancorada num propósito maior de nós mesmos e jamais como imposição daquilo que pensamos ser o correto.

Então talvez se perguntem se devem aceitar tudo passivamente. E eu lhes digo que um coração puro e verdadeiro não aceita muito daquilo que abrigam em seus dias, pois ele sabe da sua verdade e ela é inabalável. Ele confia e a partir dessa certeza ancora o propósito maior de si mesmo e toma as providências para que a verdade de seu coração se manifeste no mundo, ele conduz com equilíbrio, com confiança, passando sobre o jogo da ilusão com a paz interior que os grandes de coração trazem dentro de si.

Sei bem que nem sempre é fácil tomarmos as decisões que necessitam ser tomadas estando em um ambiente de restrições, mas se ouvirem sua quietude interior, sua paz, ela sempre prevalecerá. Quando deixam de ouvir o medo e passam a pensar no planeta, em tudo que está a nossa volta, encontram essa paz que os digo agora e então podem ser verdadeiros com vocês mesmos.

O caminho do coração sempre será o da unidade plena e jamais da divisão, da disputa, seja ela qual for. Aqueles que adentram na disputa de palavras, do ego, por necessitarem se mostrar certos estão no fundo em grande conflito interior. Pois aquele que conhece sua verdade sabe, confia, não necessita de nada mais senão daquilo que traz dentro de si.

E foi para isso que vieram, para encontrarem esse sentimento da certeza do que são, daquilo que vieram a fazer. Não há outro motivo de estarem nesse ambiente, senão de mostrarem a si mesmos do que são feitos. Tudo o mais, meus irmãos, é a ilusão da vida, da falta de propósito e de confiança em si mesmo.

Estejam certos dessa verdade.

Sou seu irmão Ashtar Sheran.


 

Canal: Thiago Strapasson – 23 de março de 2017.

Fonte: www.pazetransformacao.com.br

Via: Congregação de Paz e Transformação: Distinguindo o propósito de alma – Ashtar Sheran

SENTIMENTOS E PENSAMENTOS SE MATERIALIZAM…

voce_e_o_que_pensa

SUA VIDA NÃO ESTÁ PERFEITA?

Mestre Saint Germain_Claudio Gianfardoni 171 x 240

SAINT GERMAIN EXPLICA O POR QUÊ

Trechos do livro: Mistérios Desvelados

 

1. Você foi criado a Imagem e Semelhança de Deus!

“É muito importante compreender plenamente que o desígnio de Deus para com cada um de Seus filhos é a abundância de todas as coisas boas e perfeitas. Ele criou a Perfeição e investiu cada um de Seus filhos exatamente com o mesmo poder. Também eles podem criar e manter Perfeição, expressar a Sabedoria de Deus sobre a Terra e tudo quanto nela existe.”

“O ser humano foi criado, originariamente, à Imagem e Semelhança de Deus. A única razão pela qual nem todos manifestam Seu Domínio e Majestade é pelo fato de não usarem sua Herança Divina – aquilo de que todo indivíduo é dotado e com que é destinado a governar seu próprio mundo. Então, não estão obedecendo à Lei do Amor, através da qual se derramam bênçãos e paz a toda Criação.”

2. A Grande Lei da Atração:

“Amor e glorificação ao Grande Eu Interior e a atenção mantida focalizada sobre a Verdade, a saúde, a liberdade, a paz, a fartura, ou qualquer outra coisa que desejardes para correto uso, trarão à manifestação para o vosso proveito e de vosso mundo – se com persistência os conservardes em vossa consciência (pensamento e sentimento). Isto é tão certo como existe uma Grande Lei de Atração Magnética no Universo”.

“A Eterna Lei da Vida é: o que pensais e sentis atraireis para o mundo da forma. Onde está vosso pensamento, aí estais, porque sois vossa própria Consciência e vos tomareis naquilo sobre que meditais”.

3. Sentimentos e Pensamentos se tornam coisas!

“Quanto mais intenso for o sentimento contido no desejo, tanto mais depressa este se realizará. Se, entretanto, alguém for tão insensato a ponto de desejar alguma coisa que possa prejudicar a outro filho de Deus, ou a qualquer outra parte de Sua Criação, então essa pessoa pagará a penalidade com discórdia e fracasso, em alguma experiência de sua vida.”

“Quando alguém permite que sua mente se demore em pensamento de ódio, condenação, concupiscência, inveja, ciúme, crítica, medo, dúvida ou desconfiança, e admite que esses sentimentos de irritação sejam gerados dentro dele, certamente terá discórdia, fracasso e infortúnios em sua mente, corpo e mundo.”

4. Para onde vai a sua atenção?

“Enquanto ele permanecer consentindo que sua atenção se prenda a tais pensamentos negativos – tenham eles por objeto nações, pessoas, lugares, condições ou coisas – está absorvendo aquelas atividades na substância de sua mente, de seu corpo e de seus negócios. De fato, ele está induzindo – forçando-as – a que entrem em sua experiência.”

“A atividade de Vida designada como sentimento, é o ponto menos resguardado da consciência humana. É a energia acumuladora, pela qual os pensamentos são impelidos para dentro da substância atômica, e assim, pensamentos se tornam coisas.”

5. Alertas!

“Advirto-vos: a necessidade de vigilância sobre o sentimento nunca será demasiadamente enfatizada, porque o controle das emoções desempenha o papel mais importante em tudo na Vida, mantendo o equilíbrio da mente, a saúde do corpo, sucesso e realização nos negócios e no círculo social do eu-pessoal de todo indivíduo. Pensamentos nunca poderão se converter em coisas, enquanto não se revestirem de sentimento.”

“O maior crime no Universo contra a Lei do Amor é a emissão quase incessante, pela humanidade, de toda espécie de sentimentos negativos e destrutivos.”

“Aquele que não quer controlar seus pensamentos e sentimentos está em mau caminho, porque todas as portas de sua consciência estão abertas de par em par às atividades desintegradoras projetadas pelas mentes e emoções de outras personalidades. Não é preciso nem força, nem sabedoria, nem treinamento, para dar passagem a impulsos malévolos e destrutivos, e os seres humanos adultos que fazem isto, não passam de crianças no desenvolvimento de seu autodomínio.”

6. Sentimentos negativos geram doenças e velhice?

“Assim como o barulho de uma súbita explosão causa um choque no sistema nervoso de quem ouve, imprimindo uma sensação de tremor na estrutura celular do corpo — exatamente do mesmo modo as labaredas do sentimento irritado chocam, perturbam e desordenam as substâncias mais finas da estrutura atômica da mente, do corpo e do ambiente da pessoa que as emite, consciente ou inconscientemente, intencionalmente ou não.”

“O Sentimento discordante é o causador das condições a que chamamos desintegração, velhice, falta de memória e qualquer outra falha no mundo da experiência humana.”[

“Manifestar pensamentos e sentimentos discordantes que brotam de si mesmo, é proceder dentro do menor esforço e constitui uma atividade habitual do indivíduo pouco desenvolvido, rebelde e obstinado, que recusa compreender a ”Lei do seu próprio Ser” e trazer sua personalidade – que é apenas instrumento de expressão – à obediência a ‘Essa Lei’.”

7. Você tem o hábito de criticar, condenar e julgar?

“O tempo que o comum das pessoas gasta criticando, condenando e censurando criaturas, condições e coisas, por não serem algo diferente do que são, se empregado nesse reconhecimento e uso da ‘Luz’, faria o Céu manifestar-se na Terra, para quem ousar experimentar e tiver determinação para perseverar.”

8. Sua mente no Comando!

Cada elétron e átomo no Universo obedece ao nosso desejo e comando, em consequência do Poder Divino pelo qual o controlamos – tendo adquirido o direito de ser seus Dirigentes.”

“Todo Desejo Construtivo é, realmente, o Próprio Deus Interior impulsionando a Perfeição a manifestar-se, para uso e proveito do eu externo.”

“A Grande Energia de Vida está fluindo através de nós, constantemente. Se a dirigirmos para realizações construtivas, Ela nos trará alegria e felicidade. Se a dirigirmos para a satisfação dos sentidos, não pode haver senão miséria como – uma Vida-Energia Impessoal.”

9. As instruções de Saint Germain:

“Conservai diante da atividade externa de vossa mente a lembrança constante de que sois ‘Vida’ — ‘Deus em Ação’ em vós mesmos e em vosso mundo. O eu-pessoal está constantemente clamando pela posse de bens materiais e poder, quando a própria Energia, mediante a qual existe, lhe é cedida pelo seu Deus Interno. A externa atividade humana pessoal não possui nem mesmo a própria pele. Até os átomos de seu corpo lhe são emprestados pela ‘Suprema Presença de Deus’ do Grande Oceano de Substância Universal.”

“Exercitai-vos em fazer voltar todo o poder e autoridade para a ‘Grande e Gloriosa Chama Divina’, que é vosso ‘Eu Real’, e a ‘Fonte’ da qual tendes recebido sempre tudo o que é bom”.

“Nada é impossível! A ‘Luz’ jamais falha.”

 

Trechos do livro: “Mistérios Desvelados”,
Ponte para a Liberdade

 


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/10/saint-germain-sua-vida-nao-esta-perfeita.html
Fonte – Anima Mundhy

via ♥ De Coração a Coração ♥: SAINT GERMAIN – SUA VIDA NÃO ESTÁ PERFEITA?

O VÁCUO QUÂNTICO É PURA CONSCIÊNCIA, CONHECIDA PELO NOME DE DEUS…

universo

Mecânica Quântica VIII

Significado

Por: Hélio Couto

 

A mudança de paradigma, de sistema de crenças, da humanidade depende de entender o que vamos explicar a seguir.

O experimento da Dupla Fenda é o experimento mais fundamental da história da ciência porque ele muda toda a concepção de como o mundo é. Quando se emite um único fóton (luz) e temos uma única fenda aberta (um obstáculo de papelão por exemplo, com um único buraco aberto), encontramos depois do obstáculo pontos específicos onde o fóton chegou. Isto é, ele passou como uma partícula (massa). Quando temos duas fendas abertas, encontramos depois franjas claras e escuras, mostrando que houve uma interferência construtiva (o pico de uma onda colidiu com o pico de outra onda) de ondas com ondas. As ondas do fóton colidiram com as ondas dos fótons e formaram as franjas. Provando que são ondas. Isso acontece mesmo quando emitimos apenas um fóton por vez, mostrando que ele interferiu com ele mesmo. A onda dele interferiu com a onda dele mesmo, após passar pelas fendas. Desta forma ficou provado que o fóton é partícula e é onda ao mesmo tempo. Existem experimentos específicos mostrando que a luz é partícula e é onda. Podemos escolher usar o fóton como partícula (massa) ou como onda.

Mesmo quando se faz o experimento de escolha retardada, fechando ou abrindo uma das fendas, após o fóton já ter passado pelo obstáculo, ele se comporta como optamos. Mesmo ele já tendo passado pela(s) fenda(s). Se ele passou por uma fenda (partícula) e nós abrimos a outra fenda, ele mostrará que interferiu consigo mesmo (onda). Atentem que ele já tinha passado como partícula e nós abrimos a segunda fenda depois que ele passou; e mesmo assim ele apresenta as franjas da interferência de uma onda com outra. Ele sabe o que nós queremos e se comporta como tal. Se tivéssemos aberto duas fendas e depois fechássemos uma delas, ele se comportaria como partícula. Nós escolhemos tratar o universo como partícula (massa) ou como onda.

Esse experimento já foi feito até com 100 moléculas. O que é um tamanho gigantesco em termos quânticos.

De Broglie provou que existem ondas de matéria.

Tudo pode ser tratado como onda em última instância. E tudo que é energia é informação. Na verdade o universo é in-formado pelo Vácuo Quântico.

Quando nos aprofundamos na matéria com um microscópio eletrônico e o apontássemos para a mão de uma pessoa, veríamos células, depois moléculas, depois átomos, depois o núcleo o átomo, depois os prótons, depois os quarks, depois as cordas e depois o Vácuo Quântico. O oceano de energia primordial infinita de onde tudo emerge. Não importa para onde olhemos com nosso microscópio, seja para a mão de uma pessoa, seja para a pele de um cachorro, seja para uma pétala de flor, seja para uma pedra, seja para o ar que respiramos, seja para qualquer coisa que exista no universo, lá no fundo de tudo encontraremos esse Vácuo Quântico. Essa Energia Infinita que vibra de maneira infinita e que quando diminui um pouco sua vibração pode ser tratada como massa (matéria). É assim que a matéria passa a existir no universo. Essa matéria (o Vácuo Quântico), que diminuiu sua vibração (frequência) para poder ser tratado como partícula, pode então ser tratada como quarks, prótons, átomos, moléculas, células, órgãos, pessoas, etc..

Quanto mais Ele sobe em organização menor é sua vibração (freqüência) até ter uma freqüência baixíssima como nosso cérebro que vibra poucas vezes por segundo, para que possamos agir como humanos e interagir com outros humanos.

Tudo que existe é apenas uma redução da freqüência do Vácuo Quântico. Ele se reduz para que possa interagir como matéria. Na verdade Ele muda de dimensão para poder atuar em inúmeras dimensões da única realidade que existe. Tudo é uma única coisa. O Vácuo Quântico. Em última instância só existe uma Única Onda.

O Vácuo Quântico é pura consciência. Inteligente e amoroso. Nossa consciência é uma parte Dele. Uma parte do Todo. De Tudo-O-Que-Existe. A consciência de qualquer pessoa é uma parte da consciência Dele. Uma parte individualizada, personalizada. Saiba disto ou não. Perceber isso é o que se chama evolução ou iluminação. Quando a consciência da pessoa uniu-se totalmente com a consciência do Todo, a pessoa está iluminada. Existem vários graus de iluminação é lógico, da mesma maneira que existem lâmpadas que iluminam mais ou menos. Quando mais unificado com o Todo mais iluminado está e mais manifesta o Todo na realidade. Seja ela em que dimensão for.

O Vácuo Quântico é conhecido normalmente pelo nome de Deus. Quando as pessoas falam de Deus é do Vácuo Quântico que estão falando. Ele é tudo o que existe. Sua consciência é tudo o que existe. De Sua consciência é que surge tudo no universo. Foi Sua consciência que emanou este universo. O que os humanos chamam de Big Bang. Foi uma expansão de uma parte Dele. Da mesma forma Ele emana outros universos, multiversos e consciências individualizadas de Si Mesmo. O que se chama de Centelhas Divinas. Todo ser que existe no universo é uma Centelha Divina do Todo. De Deus. Uma parte de Deus. Existe uma forma teológica de falar tudo isso, mas o significado é o mesmo.

O Todo é onipresente, onipotente e onisciente. Isto é, Ele está em todo lugar (é tudo o que existe), pode fazer tudo (porque é tudo o que existe) e sabe de tudo (porque tem consciência de tudo. E o mais importante é Puro Amor Incondicional. Sua essência é Amor. O Todo é Amor. Deus é Amor.

Agora vem a questão crucial para quem conhece a Mecânica Quântica pela primeira vez. A pessoa intui ou sabe o que está explicado acima. Este fato faz com que a pessoa tenha de tomar uma posição em relação ao Todo. Em relação a Deus. Ela não tem como negar que é parte Dele e que tem de evoluir para unificar-se com Ele. Isso é inevitável. Quer a pessoa queira ou não. Mais cedo ou mais tarde. O amor que a pessoa sente é uma ínfima parte do amor que o Todo sente, mas é uma parte mesmo assim. É por isso que quando a pessoa entendeu o que está explicado aqui seus olhos brilham. A pessoa se transformou. É por isso que dá para perceber na expressão da pessoa se ela entendeu o que a Mecânica Quântica explica. A Centelha Divina fica esperando o quanto for até que a pessoa (ego) decida deixar que a Centelha atue cada vez mais na vida daquela pessoa. A grande questão é como a pessoa se relaciona com o Todo. Com Deus. O quanto amoroso é este relacionamento ou não. Se a pessoa deixa o Todo atuar na sua vida ou não. Se ignora o todo ou não. Se quer saber do Todo ou não. E isso só afeta a própria pessoa, pois a pessoa é o Todo. Saiba disto ou não. O Todo esperará até que a pessoa decida ter um relacionamento consciente com Ele. Quem está perdendo em não se relacionar com o Todo é a pessoa.

Como o Todo é puro amor, Sua capacidade de amar é infinita. Todos sabem que o amor é a coisa mais prazerosa e realizadora que um ser pode sentir. Imagine o quanto o Todo sente de prazer amando da forma que ama. Já que Ele é o próprio amor. O que os humanos sentem é uma gota d’água deste Oceano de Amor que é o Todo. É por isso que o amor que um místico sente é tão imenso que ele muda uma civilização. É por isso que os Avatares mudam um planeta. E estão tendo que conter o Amor do Todo dentro de um corpo humano, caso contrário explodiriam (vide explosão de Hiroshima, quando uma pequena parte da força forte foi expelida do núcleo de alguns átomos).

Portanto, toda a questão se resume neste relacionamento parte/Todo. Pessoa e Deus. É por isso que o paradigma tem de mudar. Para perceber que o Todo é puro amor. Quando a pessoa sente isso todos os problemas estão resolvidos. Não importa em que tempo, dimensão, vida, etc.. A pessoa está nas mãos de Deus. Isto é, uniu-se a Ele. Rendeu-se como falam os budistas. E esse sentimento é extremamente confortador. O Pai nos ama e nunca se deixa vencer em generosidade. Quanto mais a pessoa amar outra criatura, mais o Pai a amará. Quando mais a pessoa der mais ela receberá. Façam essa experiência e todas as dúvidas desaparecerão. E tudo estará resolvido.

Nesse ponto a pessoa estará preparada para ajudar aos outros irmãos a também encontrarem o Pai, a Deus, ao Todo. Nesse ponto a pessoa unificada permitirá que o amor do Todo passe por ela e se derrame pela criação. Seja onde estiver. Nesse ponto não existe mais o ego. Apenas Deus atuando sem cessar. Nesse ponto o ego foi consumido pelo amor de Deus. A Centelha está unificada com o Todo. A individualidade permanece, mas só existe a vontade do Todo. Os dois são uma coisa Só.


Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Via: Prof. Hélio Couto: Mecânica Quântica VIII

O MAPA VIVO DE TODA A CRIAÇÃO DA NOSSA REALIDADE…

geometria da criação

Geometria Sagrada, a Flor da Vida e a Linguagem da Luz.

Postado por: Thoth3126 

flor-da-vida-movimento

Geometria Sagrada,  A Flor da Vida e a Linguagem da Luz.

Este símbolo geométrico é conhecido desde a mais remota antiguidade e chama-se “A Flor da Vida“.

Na verdade, segundo foi revelado, o símbolo da Flor da Vida é bem conhecido em todo o universo, menos aqui na Terra! Cada molécula de vida, cada célula em nosso corpo humano, cada desenho na natureza conhece esse padrão geométrico e por ele é construído. 

Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

UM RESUMO DO CONHECIMENTO MATEMÁTICO SAGRADO UTILIZADO NAS CONSTRUÇÕES DAS GRANDES PIRÂMIDES DO EGITO, TEOTIHUACAN NO MÉXICO E EM OUTROS LOCAIS DA TERRA E EM OUTROS PLANETAS DO UNIVERSO (como em Marte)

Fonte: www.sacredgeometry.com

A Flor da Vida

A Flor da VidaEla é o padrão geométrico da criação e da vida, em todo lugar.  Na verdade, não há nenhum conhecimento, absolutamente nenhum conhecimento no Universo que não esteja contido neste padrão da Flor da Vida. Diz-se que grandes mestres concordaram em mais uma vez revelar esta antiga sabedoria, conhecida como a Flor da Vida. Ela é um código secreto usado por muitas raças avançadas e por navegantes espaciais. O código da Flor da Vida contém toda a sabedoria similar ao código genético contido em nosso DNA.

Esse código genético vai além das formas comuns de ensinamento e se encontra por trás de toda a estrutura da própria realidade. Todos os harmônicos da luz, do som e da música se encontram nessa estrutura geométrica, que existe como um padrão holográfico, definindo a forma tanto dos átomos como das galáxias. O símbolo da Flor da Vida se encontra inscrito nos tetos do Templo de Osíris, em Abidos, no Egito. Sabemos hoje que o símbolo da Flor da Vida também foi encontrado em Massada (Israel), no Monte Sinai, no Japão, China, India, Espanha, entre muitos outros lugares.

Acima: o Templo de Osíris em Abydos.

A maioria das nossas experiências meditativas centra-se no hemisfério direito do cérebro – o nosso lado intuitivo, emocional e sentimental. Quando meditamos, geralmente, sentimo-nos muito bem. Às vezes, durante as meditações, conseguimos ter visões ou imagens, ouvir sons calmos ou vozes inspiradoras. Todas estas sensações se localizam no lado direito do nosso cérebro; o sentimental e intuitivo que nos conecta com nosso corpo mental superior.

Qualquer um que tenha tido experiências meditativas, fica com a sensação de ter tido uma experiência maravilhosa, mas mal começa a tomar consciência da realidade, começa a duvidar da validade da experiência que acabou de ter e começa a ter uma conversa do tipo “Nada disso! É tudo imaginação minha isto não pode ser verdade, devo ter inventado estas coisas…”

O que acontece, é que o lado esquerdo do cérebro, não foi envolvido na experiência, ou seja, o teu lado esquerdo, o teu lado lógico, não teve qualquer envolvimento com o teu lado direito, com o teu lado intuitivo, e por isso não sabe o que fazer com estas experiências.

Acima, a Flor da Vida em desenho no teto do interior do templo de Osíris em Abydos, no Egito.

Então, o teu cérebro desata a fazer o que os pensadores, aqueles que têm a mente muito ativa, geralmente fazem, começa a rejeitar as tuas experiências intuitivas utilizando questões puramente lógicas, emocionais e racionais. E como a tua experiência foi puramente sentimental e (abstrata) intuitiva, não tem por isso uma base lógica, racional de sustentação. E é assim que começamos a diminuir as experiências internas que temos, com tanta facilidade.

Este é só um dos exemplos do que acontece quando os teus dois hemisférios cerebrais não estão a trabalhar em conjunto tal como deveriam. O teu lado lógico mantém-se cético e por vezes até cínico, acerca do valor das experiências que acontecem no teu lado direito ou intuitivo. É como usar só um motor do barco num percurso e, em que, se utilizares os dois motores, chega lá muito mais depressa.

Crop Circle Flor da Vida feito em 24 de Maio de 2009 em Bishop Cannings, Inglaterra.

Então, significa que existe aqui um desafio a ser superado! Ou seja, temos estas experiências maravilhosas, estes ‘insights’ e visões fantásticas que são potencialmente e extremamente úteis ao nosso progresso e desenvolvimento, mas assim que saímos daquele estado meditativo e começamos a utilizar o lado lógico/esquerdo do cérebro surge a dúvida e os questionamentos. E como é que resolvemos esse impasse? Como conseguiremos ter os dois lados do cérebro funcionando em conjunto e em harmonia? Pois bem, a vossa resposta, está na Geometria Sagrada!

A Geometria Sagrada é basicamente a geometria focada em descrever a criação e/ou consciência; o movimento da consciência pela realidade. E como está em movimento (em vez de apenas se ‘ler’ ou ‘observar’, não é por isso uma atividade estática) apela diretamente ao nosso lado racional do cérebro. Mas a Geometria Sagrada não é algo que se olhe e pense “Sim, já percebi!“, tens mesmo que pegar num lápis, num compasso e em papel e começar a desenhar. É uma experiência quase hipnótica, asseguro-vos.

E o que acontece quando começas a desenhar é que o teu lado esquerdo do cérebro está envolvido também – e então começas a fazer, a criar algo. É então que se dá a magia! Ao desenhares estas imagens (não só por olhares para elas) começas a aceder à essência da tua/nossa realidade, a base da criação numa linguagem que o teu lado lógico consegue finalmente entender.

E assim que inicias este processo, começas a permitir ao lado esquerdo do teu cérebro, o racional, a compreender uma explicação lógica para a Unicidade de todas as coisas. E fazes isto porque, em parte, estás a desenhar a realidade, a descrevê-la simplesmente porque estás a usar as formas e figuras construtoras da nossa realidade. Aqui, o teu lado lógico começa a entender! Começa a envolver-se na tua experiência espiritual, e num ápice, tens os dois motores do barco na água e então surge o “equilíbrio” e tudo começa a andar a toda velocidade.

Um Crop Cirle feito com a forma geométrica sagrada da semente da Vida.

Ao olhar para a imagem da Flor da Vida pensamos que é demasiado complicada para se desenhar. Mas por agora, olhemos para esta imagem anterior acima e pensemos que ela é a base para muitas outras. O perímetro do quadrado e a circunferência do círculo são (aproximadamente) do mesmo tamanho. Assim, se um dos lados do quadrado for 3 cm, então a circunferência do circulo tem que ter 12cm – o que significa que o raio do círculo seria de 1,9 cm – mas verifiquem por vós mesmos.]

Quando fiz estes desenhos pela primeira vez, percebi que descreviam a relação entre o círculo e o quadrado, o feminino e o masculino. E mais, descreve a relação num lado bastante masculino, ou seja, através de linhas retas (no lado feminino usam-se as formas curvas). Agora, ao ler o parágrafo acima podes até dizer “sim, isso é verdade”, ou podes agarrar num lápis, compasso e papel e desenhar por ti mesmo. Depois podes começar a sentir a diferença entre olhar para a Geometria Sagrada e praticá-la – “a diferença entre saber o caminho, e caminhá-lo” é enorme.

O Crop Circle de 1997, em Silbury Hill com a Flor da Vida e sobreposição de um Octahedron, um sólido platônico.

Como se pode saber o caminho sem o caminhar? Se o caminho se faz em cada passo que damos? Por isso digo, deixemos fluir a vida, sem pará-la em processos egóticos (puramente mental inferior), porque não saberemos o que temos pela frente se não o vivenciarmos. Nestes desenhos o processo é o mesmo, acontece por vezes ter em mente uma coisa e sai outra totalmente diferente, porque pode haver o envolvimento e a entrega de tal forma, que o resultado é aquilo que os dois lados do cérebro quiserem experienciar. Assim é a vida também!

Contudo, fazer estes desenhos, não é uma experiência unicamente pertencente ao lado racional e lógico. Formas como o Ovo da Vida (imagens abaixo na figura 7), possuem uma beleza tão grande e universal que apelam à nossa parte mais básica, mais essencial, dentro de cada um de nós.

Falam do que de mais belo existe dentro de nós, e que está esquecido, mas pronto a ser relembrado uma vez mais. Uma beleza reconhecida intuitivamente, mas também logicamente, e por isso holisticamente.

Acima: Imagem de apenas UMA Galáxia, a de Andrômeda, vizinha mais próxima da nossa galáxia, com cerca de 1 trilhão de sóis/estrelas, localizada à cerca de 2,5 milhões de anos luz da Terra/sistema solar . Imagem: dailymail.co.uk/sciencetech

Formas e figuras que nos recordam o nosso lugar no universo e a forma como sentimos e entendemos, movimentamos e criamos harmonia no nosso próprio mundo, logo, em tudo o que nos rodeia. São as formas que geram a essência do nosso universo muito particular e do Todo.

Acima: Nesta Imagem do telescópio espacial Hubble Space Telescope -HST  feita do AGLOMERADO de GALÁXIAS Abell 1689, podemos ver o resultado da aplicação pelo Criador do uso da Geometria Sagrada na criação dos universos. São milhares de galáxias SEMELHANTES À DE ANDRÔMEDA em um pequeno conjunto que dá uma ideia da imensidão do Cosmos e das possibilidades que a vida têm para se manifestar…e tem pessoas que ainda pensam que somente na Terra existe vida inteligente… Aglomerado de Galáxias (Galaxy Cluster) Abell 1689HST ACS WFCH. Ford (JHU)

A Criação do Universo e a Geometria Sagrada

Imaginemos que no início tínhamos o vácuo, (o vazio absoluto) a consciência primordial sem forma, chamemos-lhe o Espírito. Com o objetivo de começar a criar, um raio de consciência no vácuo é disparado, primeiro para frente, depois para trás (um eixo), para a esquerda e direita (outro eixo) e por último, para cima e para baixo (terceiro eixo), obtendo-se assim o primeiro desenho da figura 1, isto com a mesma distância nas 6 direções, definindo as coordenadas espaciais (Norte, Sul, Leste, Oeste, Acima e Abaixo e o CENTRO).

Figura 1 – Do vácuo à esfera

Todos nós temos estes 6 raios sensitivos partindo da nossa glândula pineal (um atravessando o chakra da coroa (o sétimo, o Sahasrara) e pescoço, outro atravessando a nuca e o chakra frontal (Ajna) e um terceiro atravessando os dois hemisférios cerebrais), correspondendo aos três eixos cartesianos x, y, z. Esta capacidade criativa é inata a todos os seres humanos.

Se unirmos agora as várias direções tal como era feito nas antigas Escolas de Mistério, obtemos um diamante ou retângulo (segundo desenho, ver em perspectiva), após a formação deste quadrado à volta da consciência é disparado um raio de consciência no sentido ascendente, formando uma pirâmide, e um raio de consciência no sentido descendente formando outra pirâmide (terceiro desenho).

merkabah-movimento-flor-da-vida

É importante referir que a função piramidal assume uma máxima importância no retorno à Fonte Primordial, o que é amplamente descrito no Livro do Conhecimento,  As Chaves de Enoch”, de J.J.Hurtak, “A inteligência humana deve ser iniciada nas funções piramidais de Luz antes que possa ser promovida à próxima ordem de evolução, à próxima célula (a)temporal consciencial”.

Como pode ser observado na figura 2 acabamos de obter um octaedro (na forma tridimensional). É importante observar que isto é só a consciência, não existe um corpo no vácuo. Foi simplesmente criado um campo à volta da consciência.

A partir deste momento é possível, pela primeira vez, imprimir movimento, criar energia cinética, ou seja, temos este octaedro base e podemos criar uma distância (afastarmo-nos ou aproximarmo-nos) ou então o criador pode simplesmente permanecer imóvel levando este primeiro octaedro a movimentar-se, passa a haver uma referência no centro do vácuo, logo passam a existir também distâncias.

Se movimentarmos este octaedro na direção dos vários eixos criamos os parâmetros perfeitos para uma esfera (figura 2), era exatamente isto o que os iniciados no Egito faziam nas suas meditações (quarto desenho da figura 1), tal como na Cabala em que as direções assumem  bastante importância para algumas meditações específicas.

Figura 2 – O Octaedro

Todo indivíduo que estuda geometria sagrada está de acordo quanto ao fato de que uma linha reta representa o masculino e uma linha curva representa o feminino (e também de que toda linha é feita de “minúsculos pontos”, que na realidade são micro esferas e …).

O que os egípcios estavam criando ao realizar esta meditação era passar de uma forma masculina (octaedro) a uma forma feminina (esfera). Isto está diretamente associado à Bíblia e à parábola da separação do feminino (EVA) do princípio masculino (ambos existindo EM EQUILíBRIO na figura do Adam Kadmon, macho e fêmea ao mesmo tempo, ou seja, um ser divino não polarizado, um anjo!!) a partir das  “costelas de Adão”, quando a polaridade masculina e feminina surgem.

Tudo o que conhecemos como “realidade” foi uma criação de uma consciência no infinito vácuo, os Hindus chamam-lhe Maya, que significa ilusão, todos nós podemos criar a nossa realidade (sermos deuses co-criadores) e libertarmo-nos de Maya, da ilusão do mundo material.

Figura 3 – O Padrão da Gênese da Flor da Vida

Partindo desta primeira esfera (com o ponto central) ou bolha no vácuo (primeiro desenho à esquerda da figura 3) o Espírito projeta uma nova esfera (segundo desenho) obedecendo às mesmas regras. Este processo lembra-nos a divisão na Mitose (reprodução assexuada). Temos aqui a associação com o primeiro dia da criação (“Fez-se a Luz”).

Neste momento encontramo-nos perante um símbolo sagrado muito antigo conhecido como Vesica Piscis” (figura 4 a seguir) associado ao Cristianismo e também conhecido como o “Peixe de Cristo” (na simbologia e numerologia).

Se considerarmos uma esfera como sendo Deus ou o Céu e uma segunda esfera como a Humanidade ou a materialidade esta intersecção simboliza o Cristo, o portal que une o Céu e a Terra. Este símbolo está intimamente associado à criação da luz, sem ele a luz não seria possível, sem esta imagem geométrica não seria possível, por exemplo, a criação dos nossos olhos, responsáveis pela recepção da luz.

UMA MERKABAH, dois tetraedros (elemento FOGO) entrelaçados, O veículo de luz DE UM SER HUMANO ASCENCIONADO.

No segundo dia da criação com uma terceira esfera obtemos o símbolo da Santíssima Trindade (figura 4), a geometria básica da estrela tetraédrica, uma das formas geométricas mais importantes na criação (A forma da Merkabah, o corpo de luz que nos permite voltar ao nosso estado de consciência DIVINO e original).  “Quando duas Pirâmides de Luz se unem para formar um Selo de Vishnu, nasce um novo universo estelar de inteligência” (J.J. Hurtak).

Figura 4 – Acima, na água a “Vesica Piscis”

Continuando o movimento matemático da criação vamos chegar ao Sexto dia da criação obtendo-se o símbolo da flor de seis pétalas conhecida como a Semente da vida, o princípio da criação do Universo no qual nós vivemos.

Figura 4: a Trípode da Vida.

Este primeiro movimento em torno da primeira esfera, representa a primeira rotação ou Padrão da Gênese (os seis dias da criação da Bíblia), ilustrados no quadro de Anarion Macintosh.

Se pegarmos no padrão da Gênese, a primeira forma tridimensional que conseguimos extrair é conhecida como um Tórus (figura 5), esta forma é obtida a partir da rotação da Semente da vida em torno do seu eixo central (último desenho da figura representa o Tórus visto de cima em duas dimensões).

Quadro de Anarion Macintosh – A espiral e os seis estágios (os dias da “Criação” no Gênesis) da criação (acrylic on canvas). O universal Padrão da Gênese (Criação) universal.

Foi o matemático Arthur Young que descobriu que esta forma geométrica tem sete regiões conectadas, todas do mesmo tamanho (figura 6), o Tórus representa a forma geométrica base da existência, está presente em todos os planetas, estrelas, galáxias.

Figura 5 – um Tórus

O nosso planeta é um Tórus com dois pólos magnéticos em comunicação (primeiro desenho com o eixo central e os polos) o que permite as precessões dos equinócios (ponto zero).

Um Tórus exemplificando a conexão entre dois universos, de acordo com a teoria de Einstein-Rosen, sendo o eixo central conhecido como Wormhole (buraco de minhoca)

O Tórus está também presente no corpo humano (como por exemplo o nosso coração que tem sete músculos e sete câmaras formando um Toroidal bombeando sangue para suas sete regiões) e pode ser encontrado em todas as formas de vida existentes.

Figura 6 – Espiral Tórus com as sete regiões diferenciadas

Se efetuarmos uma segunda rotação (figura 6-a) em torno da Semente da vida, obedecendo às mesmas regras da primeira, vamos chegar a uma segunda figura tridimensional conhecida como o Ovo da vida.

Figura 6-a – rotações

O Ovo da vida representa a estrutura morfogenética (logo após a fecundação do óvulo, ele começa a se subdividir e em dado momento apresenta essa Formação do Ovo da vida (figura 7), em oito esferas aglomeradas) a partir do qual o nosso corpo foi criado. A nossa existência física depende desta estrutura, desde a cor dos nossos olhos ao formato do nosso nariz…

Figura 7 – Ovo da Vida

Uma forma que também é revelada neste segundo Vortex (rotação) é a Árvore da vida (figura 8) que contém dez círculos que representam os Sefirotes (esferas em Hebraico) na Cabala, 10 aspectos da personalidade sintetizados no Adão Kadmon, o Homem Celeste, Logos. Representa o caminho para iluminação espiritual e um mapa do Universo e da Psique.

Figura 8 – A Árvore da Vida (e árvore sefirótica da Cabala inserida)

Com uma terceira rotação obtemos um padrão determinante na formação da realidade física. Quando olhamos de forma atenta para a Flor da vida (figura 9) vemos 19 círculos inscritos em dois círculos concêntricos, imagem essa encontrada um pouco por todo o mundo nas várias civilizações, a questão é por que parar nos 19 círculos?

Figura 9 – A Flor da Vida e seus dezenove círculos entrelaçados.

Isto se deve à descoberta do próximo componente que era de extrema importância, por essa mesma razão mantiveram-no em segredo. Esse conhecimento era considerado tão sagrado que decidiram não trazê-lo a público, codificando-o.

Se olharmos bem para a Flor da vida nos deparamos com a existência de vários círculos incompletos na periferia (esferas). Tudo o que era preciso era completar estes círculos (técnica antiga para codificar o conhecimento). Se efetuarmos uma quarta rotação torna-se fácil de perceber o padrão misterioso, o Fruto da vida:

Figura 10 – O Fruto da Vida

Este padrão de treze círculos é uma das formas mais sagradas em toda a existência material. Na Terra é chamada de Fruto da vida (figura 10). O Tórus, o Ovo da vida e o Fruto da vida são os três padrões que nos permitem construir tudo aquilo que conhecemos como realidade tridimensional sem exceção, em todo o universo.

Figura 11 – O Cubo de Metatron

Eis a origem do por que o número treze é sagrado em todas as culturas antigas de nossa civilização. Vivemos em um universo multidimensional que existe em treze diferentes níveis de consciência. Eis a razão do porque de um mestre e doze discípulos.

O cubo de Metatron representa um de treze sistemas universais de informação contidos no Fruto da vida, nas linhas do Cubo de Metatron podemos facilmente encontrar os conhecidos sólidos platônicos, os tijolos básicos construtores da nossa realidade física da terceira dimensão (figura 11, acima).

Metatron e seu CUBO, o mundo tridimensional.

O cubo de Metatron demonstra-nos a verdade milenar de que toda a vida emerge, surge da mesma origem, do mesmo centro, da energia única, do Criador primordial.

Figura 12, abaixo – Os cinco sólidos platônicos e os cinco elementos, o cubo (Terra), dodecaedro (O Aether, o elemento primário universal que dá origem a todos os demais e ao Universo “físico”), icosaedro (Água ), octaedro (Ar), a estrela com dois tetraedros superpostos (a Merkabah) e o tetraedro (Fogo).

Foi durante a sua permanência no Egito que Platão afirmou ter recebido conhecimento sagrado (em iniciações) no e do interior das Pirâmides, através dos sacerdotes egípcios. Os cinco sólidos mais tarde apelidados de Platônicos representam na Alquimia os cinco elementos dos quais a nossa realidade material universal é composta.

Figura 13 – Os dois cubos dentro do Cubo de Metatron

Esfera – Vácuo; Tetraedro – Fogo; Cubo – Terra; Octaedro – Ar; Icosaedro – Água e por fim o Dodecaedro – O Aether, (o Akasha) o elemento primário universal INVISÍVEL que dá origem a todos os demais elementos, aos Universos e ao cosmos inteiro.

Figura 14 – Os cinco elementos e suas formas geométricas

“Isto não é apenas matemática, círculos ou geometria. Isto é o mapa vivo de toda a criação da nossa realidade.” Drunvalo Melchizedek. (Publicado originalmente em Abril 2013)

phi-espiral

Mais informações sobre Geometria Sagrada em:

  1. http://thoth3126.com.br/geometria-sagrada-a-flor-da-vida-e-a-linguagem-da-luz/
  2. http://thoth3126.com.br/crop-circles-circulos-nas-plantacoes-na-inglaterra/
  3. http://thoth3126.com.br/crop-circle-de-chilbolton-e-a-mensagem-de-arecibo-de-1974/
  4. http://thoth3126.com.br/a-conexao-terramaldekmarte-em-gize-cydonia-e-teotihuacanmirador/
  5. http://thoth3126.com.br/geometria-sagrada-dia-do-pi-e-sexta-feira-1403/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br


Via: Geometria Sagrada, a Flor da Vida e a Linguagem da Luz. | Thoth3126

RECUPERAR A CONSCIÊNCIA, ENQUANTO AINDA NESTE PLANETA…

Angelo-Taylor-Alone-In-The-Universe

O CONTRATO PARA SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA

ADAMU (PLEIADIANO)

Canalizado por: Arn Allingham (Zingdad)

 

Meus queridos amigos.

Eu sou Adamu, da Entidade Monádica da Civilização Pleiadiana falando mais uma vez através do meu escriba, Zingdad.

Hoje, desejo falar diretamente com as Sementes das Estrelas do Planeta Terra. Todavia, mesmo não achem possível que você, você mesmo, seja uma Semente das Estrelas, convido-o a ler este lançamento, pois penso que qualquer um com uma mente aberta encontrará algum valor nele!

Então, minha cara Semente das Estrelas, tenho muito para compartilhar nesta atualização muitos pontos a tocar sobre como chegar em meu ponto final. E esse ponto final é um convite para que se lembrem de quem realmente são, para que possam entrar em seus divinos poderes criativos. Para que possam fazer o que pretendiam antes de nascerem nesta presente encarnação e para que possam participar na criação de uma nova era dourada da humanidade.

Portanto, há muito a dizer. O melhor lugar para começar lhes dizer sobre o contrato de todas as Semente das Estrelas assinados antes de virem para a Terra. Toda esta informação serve para provocar profundamente em suas memórias lembranças de um lugar distante e de um tempo vivido há muitas vidas. De quem eram. Da coragem e auto sacrifício que os levaram a escolher como fizeram. E dos compromissos que fizeram a si mesmos sobre como agiriam, como iriam ajudar, como iriam curar a si mesmo, como se lembrariam … e, como iriam curar os outros, como fizeram.

O contrato para Semente das Estrelas

Existem seis ingredientes num contrato para Semente das Estrelas de que cada um, como uma Semente das Estrelas, precisa ser lembrado. Eles são conhecidos como o Convite, a Quebra, o Reparo, o Presente Dado, o Retorno e a Rescisão. Discutirei esses ingredientes, um por um.

O Convite

Como Sementes das Estrelas levantaram-se para a autoconsciência a partir da matriz de uma civilização planetária noutro local desta Galáxia, por exemplo, como as Plêiades. Depois do amanhecer de suas consciências, naquele mundo distante, evoluíram espiritualmente, elevando-se através das densidades da consciência e através de numerosas encarnações em seus planetas natais. Em algum momento chegaram ao que é considerado uma alma avançada; Pronto para se graduarem da encarnação na densidade da consciência em seus lares planetários para uma seguinte densidade mais elevada de consciência. E então teriam recebido um convite; Uma oportunidade voltarem a Viver num presente proporcional com tudo aquilo que tinham recebido através de suas vidas. Um ritual de passagem para todos aqueles que evoluem ao longo do caminho do Serviço para os Outros (SpO), quando iniciados.

Existem muitas, varias maneiras de retribuição nesta conjuntura. Uma dessas  é comprometimento, através de  um contrato de Semente das Estrelas, concordando em deixar o conforto e a segurança de sua  família de almas  e lar espiritual para se aventurar e encarnar num grupo, totalmente, diferente do seu. Ao fazê-lo, se comprometem, primeiramente, a abaixarem suas consciências para a frequência vibratória da civilização que estarão visitando. Afinal, não poderão nascer entre eles, se não estiverem numa densidade igual a deste mundo. E, então, concorda em despertar, retornarem a si mesmos, enquanto estão entre eles, a seus estados anteriores de consciência. E, esse, é o coração do contrato Semente das Estrelas: que irão voltar as seus estados anteriores de consciência, enquanto estão lá, neste planeta e, enquanto vivendo entre essa cultura alienígena. Talvez, ainda, não compreendam, intuitivamente, o vasto presente que estarão dando em fazer. Todavia, verão, já que todos são Um que, o que estiverem fazendo para a si mesmo, também, estarão fazendo para os outros e que se fizerem este trabalho de auto cura num planeta,  disponibilizarão para os outros, neste planeta, o mesmo caminho de cura que trilharam. Não precisarão nem falar uma palavra para nenhum deles. Basta apenas curarem-se a si, enquanto contidos naquela grade de consciência planetária é, em si, um magnífico presente para aquela civilização.

É claro que, desde que, por natureza sejam seres amorosos, bondosos e de bom coração. Se encontrarem alguma coisa que valha a pena compartilhar com outras pessoas, irão compartilhá-las.  Se você pode ajuda-las, assim farão. Se puderem servir, ensinar, curar, irão fazê-lo. Essas serão suas naturezas básicas, tendo evoluído para um nível elevado numa sociedade SpO. Dessa forma, não só irão se curar naquele planeta alienígena, mas, quase que, certamente, também serão algum tipo de doador de presentes, como realmente são.

Sementes das Estrelas são profundas bênçãos onde quer que vão.

E quando concluírem seus processos de retorno a seus níveis anteriores de consciência e suas encarnações neste planeta chegarem ao fim, então poderão retornar aos seus grupos de alma, em casa, numa reunião triunfante e alegre com elas num nível mais alto do que o nível de consciência que agora habitam.

E foi assim é que receberam um convite. Estavam vivendo entre suas famílias de almas em seus planetas natais e alcançaram um alto patamar em suas evoluções espirituais, prontos para passarem para as próximas fases de suas jornadas de almas. E na medida em que contemplaram seus Grandes Serviços, foram abordados por algum Mestre de Regresso. Vou  lhes contar mais sobre  eles, daqui a pouco. Então, um ser reverenciado, de grande sabedoria e avanço se aproximou de vocês para informá-los de que tinham sido selecionados, se  estivessem dispostos. Foram  selecionados por terem o temperamento e avanço adequado para os desafios e lutas de um contrato de Semente das Estrelas num dos muitos planetas em evolução nesta galáxia.

Depois que concordaram com este nobre empreendimento, um rigoroso processo de treinamento e preparação começou. Foram informados sobre os vários planetas na galáxia que precisavam de Semente das Estrelas. Planetas cujos conselhos planetários tinham lançado apelos para contratos. E, então, escolheram o destino para  seus Grandes Serviços!

A Terra, neste momento, é um destino bastante focal. É o maior destino para Pleiadianos Semente das Estrelas. Existe uma série de razões para isso. Uma delas é a estreita relação familiar entre os Pleiadianos e os Humanos da Terra. Outra é a grande necessidade, neste momento, na Terra. Também há o fato do alto grau de dificuldade e desafio. Na verdade, a Terra é considerada a tarefa mais difícil de todas.

E os Pleiadianos são por natureza, muito corajosos. Alguns diriam temerários. Sempre dispostos a se entregarem aos empreendimentos mais desafiadores. No entanto, acima de tudo, estamos aqui em grande número, devido à importância crítica para toda a galáxia que a população humana da Terra consiga o processo de ascensão, in situ, que está sendo tentado aqui. Isso nunca foi feito antes. E se tiver êxito, irrevogavelmente, isso irá alterar as relações galácticas. Terminará, de uma vez por todas, as guerras interplanetárias que têm assolado desde o início dos tempos.

A razão pela qual a Terra é tão crucial é complexa, no entanto, vou explicá-la da maneira mais simples possível num momento. Agora, desejo que  entendam que esta é uma missão verdadeiramente crucial e de importância literalmente galáctica! Não posso imaginar uma maneira em que poderiam prestar  um serviço maior do que um contrato de Semente das Estrelas no planeta Terra, nesta conjuntura em particular.

Muitos, muitos Pleiadianos estão aqui, agora, entregando o seus Grandes Presentes.

Antes de virem para cá, os contratados teriam passado algum tempo sob a tutela dos referidos Mestres Regressos. Estes são seres que já completaram seus contratos de Semente das Estrelas, ascenderam as suas consciências em seus planetas de destino e voltaram para ensinar o que sabem. Foram preparados, treinados e ensinados pelo mais respeitados de todos os Mestres Regressos: Aqueles que tinham retornado de suas missões na Terra, que lhes informaram o que poderiam esperar.

Teriam reiterado as grandes dificuldades, inerentes, a este empreendimento. O risco de se perderem nessa realidade por muitas vidas. O choque da aculturação da harmoniosa cultura Pleiadiana à abrasiva e agressiva cultura Terrana. O ruído psíquico sobre a Terra que pode levá-los à beira da insanidade e desabilitar suas habilidades espirituais inerentes. O desafio de saberem que são “diferentes” dos seres humanos terranos, embora, não sabendo por que e não se lembrando de suas missões. A dor do isolamento que a maioria experimentaria, como resultado de encarnarem “sozinhos” entre um mar de estranhos. A dor de sempre serem considerados esquisitos, estranhos e até mesmo perturbados por, simplesmente, falar e agirem de uma maneira que é certa, boa e verdadeira para vocês.

Tudo isso, e muito mais, foi avaliado em suas instruções. Também foram sobre as incríveis maravilhas da Terra. A beleza natural e diversidade que está além do paralelo, por exemplo.

E então, devidamente preparados, o contratante das Sementes das Estrelas, permitiria o inicio do Grande Serviço.

A Quebra

A parte mais difícil do cumprimento de um contrato de Semente das Estrelas acontece em primeiro lugar. A fim de abaixarem as vibrações espirituais da 4ª alta, 5ª ou talvez 6ª densidade na qual residiam, antes do início de seus contratos, para a baixa 3ª densidade  em que você deveriam entrar em seu serviço sobre a Terra, primeiramente precisariam passar por um processo chamado de A Quebra.

Os termos da quebra de cada Semente das Estrelas são acordados entre cada Semente perante  seus guias espirituais e Mestres Regressos para aconselhá-los. A princípio, seria necessário terem passado por duas experiências. Uma delas é uma experiência de vítima e a outra,  uma experiência de perpetrador. Mas estas teriam de ser suficientemente chocantes para as Semente das Estrelas, que pudesse lhes causar uma quebra de suas crenças, em suas próprias e na bondade dos outros.

Em essência, a crença de uma Semente das Estrelas em sua própria e inerente divindade e na divindade inerente de todos os outros, é o que será quebrada. Deixar de ver a si mesma como uma parte da Unidade eterna e ver-se como um mero objeto da criação é o objetivo final. E com isso, é claro, acreditar que todos os outros as suas voltas sejam similarmente, apenas criaturas mortais, perdidas e impotentes.

Sem esta Quebra, não poderiam baixar suas consciências para a profunda dualidade da 3ª densidade – a frequência vibratória da Terra. E se você não baixassem suas frequências, não poderiam nascer na Terra como um terrano: Como um ser humano da Terra. E assim foi que concordaram com isso. Concordaram e contrataram para a Quebra.

Dizer que essas experiências são traumáticas é um eufemismo. Todavia, esta é a única maneira de sobrepor um verniz de desconfiança e desconectar sobre o conhecimento profundo da alma que reside dentro do coração de uma Semente das Estrelas, que todos são Amor, são Um, que carregam uma centelha do divino, dentro de si mesmas. Portanto, uma experiência que, por sua natureza,  seria traumática.

Ser brutalizado por outros. Violado, torturado, abusado. Ser queimada na estaca como uma bruxa. Submetido às atrocidades iterativas como um soldado – ou como um civil capturado numa guerra. Sendo enterrado vivo, rejeitado por sua tribo a morrer de fome, sozinho, no deserto. Esses tipos de experiências vitimizadoras, constituem a primeira parte da quebra. Uma parte que permite a Semente das Estrelas acreditar que os outros são maus, ímpios, não confiáveis, indignos de Amor.

E então, com sua fé nos outros abalada, a Semente das Estrelas estará disposta a se defender de outros e, assim,  ataca-los em autodefesa. E, assim, geralmente em  vidas separadas, as Sementes das Estrelas também se encontram perpetrando abusos e crueldades sobre os outros, usando seus dons naturais e poderes para vitimizá-los em suas comunidades, levando os outros a erros por suas próprias satisfações do ego. Causando estragos, danos e,  chegando ao final dessa vida com provas suficientes para chegar à crença de que eles mesmos são ímpios e indignos de Amor.

E assim a Quebra é concluída. Pode levar apenas uma vida ou duas, mas geralmente levam algumas. Entretanto, o ponto é que as Sementes das Estrelas, então, se encontrarão habitando a mesma consciência de dualidade que todos os outros habitam na 3ª densidade, na Terra. A seguir, elas estarão prontas para a próxima fase.

A Cura

Em algum momento, quando eles estão prontos para ouvi-la, cada Semente das Estrelas sente um chamado dentro de seus corações para Lembrar. Alcançar, além do trauma da Quebra as consciências transcendentes que trazem cura, a verdade da Unidade de todos, os ensinamentos ancestrais, profundamente mantidos de seus povos, a vibração de seu planeta natal. Essas coisas, juntamente com avisos e lembretes contratados (como esta transmissão, é claro!), ajudam todas as Semente das Estrelas a, ativamente, se engajarem em suas próprias curas.

E assim começa a cura. É um trabalho lento e paciente. Não existem atalhos nem rápidas correções. Mas direi que o núcleo do processo é o Amor próprio, que permite que a Semente das Estrelas encontre novamente sua conexão com o coração. Alcançar, além, da camada de dano infligida durante a Quebra, o seu conhecimento mais profundo e mais antigo.

Tornarei  este processo um profundo desserviço se fingir que isso não é um tanto complicado e difícil. Curar-se num lugar tão confuso como a sub-realidade da dualidade, está longe de ser fácil. Encontrar sua conexão de coração num lugar de tanto ruído psíquico é uma tarefa gigantesca.

No entanto, para as Sementes das Estrelas nunca foi prometido que seria fácil. Muito pelo contrário, seria  um desafio digno da mais valente das almas, onde, até as mais corajosas são testadas até seus limites. Mesmo os mais sábios e espiritualmente conectados podem se perder neste lugar. Às vezes, vagando por dezenas, centenas ou mesmo milhares de vidas num estado de profunda amnésia e angústia espiritual, antes que possam ser ajudados a se lembrar do que aconteceu. Mas, qualquer que seja o caso, todo aquele que permanecer no curso acaba por despertar, curar-se corretamente em seu nível vibratório anterior e voltar para casa.

A Doação dos Presentes

Antes de podermos falar no Retorno, devo primeiro abordar a Doação dos Presentes.

Como vê, curar-se é, em si, já um presente maravilhoso. Quando o faz, constrói um caminho na consciência que se torna mais fácil para os outros seguirem. Ao curar-se, você cura outros sem mesmo sequer tentar. E, como mencionado anteriormente, a maioria de vocês, por padrão, também oferece todos os tipos de presentes maravilhosos e amorosos para aqueles que coabitam sua realidade, apenas pelo fato de você ser o tipo de ser que é.

E, assim, quando curados, estiverem prontos para voltar, será fácil argumentar que já deram seus maiores presentes para a Terra e seus habitantes. Entretanto, para muitos de vocês isso não terá sido suficiente. Muitos irão  atravessar o limiar, passando para fora daquela vida para, em seguida, logo depois, ficarem  decepcionado com eles mesmos e muitos dirão algo como: “Oh, não, havia algo de importante que eu realmente poderia ter feito, enquanto ainda vivendo na Terra. Eu poderia ter feito isso. Eu estava lá. Eu tinha tudo o que precisava para fazer… Mas  não fiz”.

Muitos irão sentir isso muito intensamente, que pedirão para retornar à encarnação. Alguns retornarão a essa mesma encarnação, outros começarão uma nova encarnação e outros ainda terão alguma experiência alternativa, como um “walk-in”, por exemplo.

No entanto, não quero ficar atolado em tais detalhes, como tão interessantes como muitos de vocês irão achá-los. O ponto é que estou convidando para já se tornarem cientes deste problema,  para que possam já irem pensando sobre ele, na medida em que aumentam suas consciências e se curam. De vez em quando, deem algum tempo, ao pensamento: Que coisa AMARIAM fazer … Que mensagem têm para entregar a este mundo… Que presente poderiam deixar que iriam deixa-los se sentirem satisfeitos e completos quando estiverem longe daqui?

E quando a Cura e os Presentes estiverem completos, o  Retorno começará…

O Retorno

Com o Retorno, as portas para a Galáxia (e além) estarão abertas para vocês. Depois de retornarem com sucesso de um contrato de Semente das Estrelas, especialmente um difícil contrato no fundo das densidades do esquecimento, como na Terra, terão infinitas opções para onde ir.

Sem dúvida, já ouviram falar dos Mestres Ascensionados?  Bem, irão se juntar às suas fileiras! E, como tal, considerados cocriadores úteis e desejáveis em qualquer uma de uma vasta gama de lugares na Galáxia, realizando qualquer uma de uma vasta gama de papéis. Apenas uma delas será desempenhar o papel de Mestres Regressos, de volta a seus planetas natais para: ensinar, aconselhar e orientar a próxima geração de candidatos a Semente das Estrelas.

Muitos Mestres Ascensionados, no entanto, optarão por permanecer envolvidos com suas culturas planetárias adotadas… Neste caso, escolhendo permanecer ativos como guias e mestres para almas encarnadas aqui na Terra.

Mas, dado o que ao Semente das Estrelas retornando, foi dado de forma completa um profundo autoconhecimento, profunda compaixão e sabedoria que, por definição, alcançaram, estão livres para explorar inúmeras opções alternativas. Alguns gostarão de ter um período sabático em que, simplesmente, viajarão pela Galáxia como uma emérita Semente das Estrelas, visitando planetas habitados, na medida em que seus corações os chamarem a fazê-lo, levando seus dons e sabedoria onde quer que sejam chamados. E então, geralmente, encontrar uma situação que se adapte a seus interesses particulares e habilidades… um lugar para chamar de lar, para o próximo passo em sua evolução na jornada para a Unidade.

A Rescisão

Todavia, nem todas Sementes das Estrelas completam seus contratos. A maioria faz. Entretanto sempre existe um número que, por várias razões, não conseguem.

Por mais que cada Semente das Estrelas seja treinada e preparada, antes de sua missão, acho que nenhuma já tenha completado sua missão sem muitas vezes ter clamando por ajuda dizendo: “Não sabia o quão difícil isso seria!“. Isto porque simplesmente, nenhum treinamento antes da missão, pode preparar completamente uma alma para os choques e rigores de, em primeiro lugar, a Quebra, depois, as longas vidas de profundo isolamento, vividas entre aqueles que não são de sua própria família de almas.

Por esta razão, é justo que alguma Semente das Estrelas seja capaz de rescindir seu contrato. Isto deve ser possível quando ela disser: “Isto é muito, não posso ir até o fim!”. E, na verdade, há uma previsão para tal situação.

No mapa de vida de cada encarnação de cada Semente das Estrelas, uma série de Eventos de Saída são previstos. Este assunto é tratado com alguma profundidade pelo meu estimado colega, Mestre 8, um ser que vigia todos os contratos de almas nesta realidade. Ele fala disso, também através de Zingdad, no Livro 1 de The Ascension Papers.

[Nota de Zingdad:  Estão convidados a fazer, gratuitamente, o download deste livro no meu site. Aqui Adamu está se referindo ao subtítulo “Entendendo a Morte” no Capítulo 8 do Livro 1 de The Ascension Papers].

Embora  aconselhe a lerem esse material para ganharem uma compreensão mais completa, o que vou lhes dizer, agora, é que a simples consciência de que cada vida contém pré-planejada, momentos em que são removidos do fluxo de suas vidas, ficando perante seus mestres e guias, lembrando-os no que se inscreveram e lembrá-los da importância do que estão fazendo e, então, solicitar a confirmação de que gostariam ou não de continuarem suas missões.

Se concordarem em continuar, retornarão a esse fluxo de vida num momento adequado, talvez, em algum tempo, antes, do Evento de Saída e, desta vez, passar por tal evento sem serem retirados, o que significa que não terão memória da retirada, continuando suas missões sem interferências.

Se essa pessoa discordar e optar pela rescisão de seu contrato de Semente das Estrelas, então o Evento de Saída será totalmente promulgado e essa encarnação terminada. Para aqueles que conheceram naquela vida, então, parecerá que morreu, talvez, em algum tipo de acidente ou algum trauma de saúde. Então, receberá um resumo gentil e amoroso e retornará à encarnação entre seu próprio povo em seu sistema estelar nativo, para retornar ao seu equilíbrio e evolução espiritual.

Isso não é visto como falha e não há nenhuma ignomínia inerente em tomar um Evento de Saída. Enfim, de qualquer maneira, melhor seria se fosse realizado por essa Semente das Estrelas antes de sua saída.

Para evitar confusão, gostaria de deixar claro que nenhum Evento de Saída é planejado como um suicídio. Não tenho juízo de suicídio, todavia, o suicídio causa trauma maciço aos entes queridos que ficam para trás. Por este motivo, Eventos de Saída não são planejados desta forma. Por favor, leiam a seção acima mencionada do livro de Zingdad se precisarem de mais compreensão deste tema muito sensível.

Um Caso Especial

E assim, apenas esbocei sobre o que um contrato de Semente das Estrelas trata. Em termos gerais, o teor é o mesmo que se encontra em todos os contratos de Semente das Estrelas, independentemente de onde o contratado seja originário. Aldebaran, Arcturus, os Pleiadianos, Sirius… Estes e muitos outros sistemas estelares enviam regularmente Semente das Estrelas pela Galáxia afora, para fazerem seus bons trabalhos. E, assim, as Semente das Estrelas têm, ao longo dos tempos, encarnadas numa vasta gama de outros planetas. A Terra é apenas um dos muitos destinos que foram servidos. E, sobre a Terra, a sua não é, senão, a última de uma sucessão de civilizações a empenhar-se em sua própria ascensão da consciência e, por conseguinte, a receber um contingente de Sementes Estelares.

Assim, antes de tudo, desejo que compreendam de que se trata de uma prática antiga e generalizada. Após isso, desejo que, em segundo lugar, compreendam que o que ocorre agora aqui na Terra, também, é completamente único, muito especial e absolutamente crucial para o bem-estar e o avanço da consciência de toda a Galáxia. E aqui é onde eu vou fixar a narrativa na minha próxima transmissão.

Na Próxima

Na próxima atualização, falarei da singularidade da situação no Planeta Terra. Vou lhes contar e como a ascensão da Terra é diferente de qualquer outra. E vou lhe dizer por que uma ascensão bem-sucedida é absolutamente crucial para o bem-estar de toda a Galáxia. É toda uma história muito interessante!

No entanto, terão de esperar pela próxima vez. Enquanto isso, se quiserem  ler os lançamentos anteriores desta série, estão convidado a fazer isso em zingdad.com/adamu  e se você quiser estar sempre atualizados, sempre publico uma nova transmissão através de Zingdad, então inscrevam-se para o nosso Boletim informativo em zingdad.com/newsletter.

E com isso desejo a todos um ótimo  e afetuoso até mais, até a próxima vez.

Sou Adamu da Entidade Monádica da civilização Pleiadiana e tenho falado com vocês, como sempre, através de Zingdad.

Blog de compartilhamento de ideias, informações e publicações voltadas para o despertar espiritual e a elevação da consciência individual.

Canal: Arn Allingham (Zingdad)


 

Fonte: Zingdad.com | Publications | The Starseed Contract and Planetary Ascension
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: ADAMU (PLEIADIANO) – “O CONTRATO PARA SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA” – 19.03.2017