MENSAGEM DE ASHTAR: “VOCÊS TAMBÉM SÃO TÃO IMPORTANTES O QUANTO ACHAM QUE NÓS SOMOS”…

“Comunicado Urgente”

Ashtar Blog v2

Mensagem de Ashtar

Canalizada por: Neva (Gabriel RL)
em 29 de agosto de.2020

Transcrição:

Enquanto eu estava finalizando minhas postagens do final do dia no Blog, ouvi uma voz como se fosse um trovão: “Neva… Desejo falar…” – E meu corpo inteiro foi tomado por uma energia que não se pode descrever. Grandes olhos azuis me fitaram e um AMOR… Uma firmeza, sem tamanho. Segue a comunicação:

Saudações, Família! É bom estar aqui mais uma vez. Eu pedi a oportunidade a Neva para essa comunicação, o que posso dizer, mais de surpresa, porque ela não esperava. Eu apenas pedi que ela ligasse o gravador e transmitisse a minha mensagem. Eu sei que muitos de vocês ainda estão preocupados, ainda estão temerosos quanto a toda a situação presente no momento, na Terra. Peço que tranquilizem seus corações, que harmonizem suas mentes. Tudo ficará bem! Setembro… Outubro… São grandes marcadores energéticos, e vocês começarão a sentir um alívio de muitas pressões bem nestes pontos. Eu quero que vocês saibam, sim, da nossa presença, do nosso apoio, mas eu quero que vocês também assumam, a cada dia, a sua força interna. Eu quero que vocês se reconheçam como os grandes mestres, como os grandes galácticos da mesma forma que nós vemos vocês. Muitos de vocês olham para o céu, esperam por nossa presença e aterragem.

Família, vocês também são tão importantes o quanto acham que nós somos. Comecem a se olhar desta forma também. Não se menosprezem. Não se vejam tão pequenos e insignificantes. Vocês têm uma grande responsabilidade no planeta e essa responsabilidade,  obviamente, não precisa ser vista ou sentida como uma cobrança, mas como algo que venha a empoderá-los, a dar mais força, a dar mais coragem, a dar mais determinação porque muitos ainda irão procurar vocês. Muitos ainda irão olhar para vocês. E como eu já disse tantas vezes: o seu olhar irá tranquilizá-los, e este é o momento tão apropriado, enquanto o mundo, enquanto tantas almas estão procurando por esta tranquilidade. Enquanto tantas almas estão procurando por paz, por equilíbrio, por harmonia, eu quero que vocês sejam este farol. Na verdade, eu quero que vocês se reconheçam e se enxerguem desta forma, porque, de fato, vocês já são assim. De fato, vocês já são este farol. Olhem-se no espelho. Se empoderem e não temam. Não temam isso  estar relacionado à vaidade porque a sua alma, o seu espírito, a pureza do seu espírito não permitirá que vocês se conectem com as baixas frequências da vaidade, da arrogância e da prepotência. Eu estou falando de algo que está de uma maneira cristalina acima disso. São tempos importantes, e saibam que nós estamos tão atuantes o quanto vocês precisam também estar. Não se esqueçam que vocês nos representam no plano físico tal como nós representamos vocês aqui em cima, em toda a Galáxia. Vejam-nos e continuem nos vendo como seus irmãos e irmãs, não como seus salvadores, mas como parceiros, colaboradores e  irmãos que estão aqui para estender a mão. E é o que temos feito. Ainda que muitas vezes os seus sentidos lineares, as suas limitações humanas, as suas emoções, as suas tristezas, os seus medos, as suas incertezas e inseguranças somatizadas venham fazer vocês, às vezes, olhar para cima e questionar: por que vocês não nos ajudam? Nós estamos aqui e estamos fazendo a nossa parte da melhor forma que podemos. E nós contamos também com a sua parte enquanto no plano físico.

Eu, Ashtar, já dei a minha palavra que este mundo, que este planeta não passará por uma *terceira guerra nuclear. Que esta civilização não será extinta e que aqueles que, por eras, desejaram isso estão sob minha responsabilidade. Deixem que eu cuido disso.

E assim é!

Bênçãos,

Seu irmão,

Ashtar.

Adonai!

———————————————————————————–

*Houve guerra de facções no etérico e no físico, mas somente a Segunda Guerra reverberou diretamente na superfície. A maioria das pessoas não sabe que houve explosões nucleares no plano etérico, tanto na primeira como na segunda, e eles seguraram, ao máximo, para isso não vir para superfície, mas houve um  “respingando” da segunda no ataque de Hiroshima e Nagasaki.  Mesmo na primeira guerra, houve explosões nucleares no etérico do planeta. Ashtar cita assim porque, de certa forma, foram guerras nucleares, e esse foi um dos motivos principais de ele vir, pessoalmente, ajudar a resolver isso. E uma terceira guerra (nuclear) era os planos das trevas para, em definitivo, trazer toda potência de destruição nuclear para superfície, o que sabemos, com clareza, que isso está completamente fora de cogitação.

Pela Verdade, nada mais que a Verdade,
Em Amor e Bênçãos,

Neva (Gabriel RL)

Transcrição e revisão de texto: Solange Yabushita

———————————————————————————–

Via: Sementes das Estrelas: Ashtar – “Comunicado Urgente” – Neva (Gabriel RL)

 


.

Ouça a canalização da mensagem através deste vídeo:

Ashtar – Comunicado Urgente

Publicado por: Sementes das Estrelas em 29 de agosto de 2020

Via: Ashtar – Comunicado Urgente – YouTube


A EXPERIÊNCIA TERRA: OS TRÊS GRUPOS DE ALMAS QUE ACEITARAM MERGULHAR NA DENSIDADE DO PLANETA…

Imagem: 144.000 INFLUX, criada por Nydia M. de Keyzer em Abril de 2011

As 3 (três) fases do mergulho, quantas vidas você teve? a intromissão, voltando no tempo e mais…

Por favor, queridos, leiam na sintonia dessa música abaixo. Eu particularmente recomendo que coloquem a música em uma altura agradável e leiam em seguida a mensagem em voz alta. Poderão sentir maravilhosas vibrações de luz em seus corpos.

Neva/Gabriel RL

———————————————————————————–

Ashtar Blog v2

Ashtar

Canalizado por: Neva/Gabriel RL
em agosto de.2019

Saudações, Família!

É bom estar aqui mais uma vez. É um momento oportuno para falar sobre esse assunto que quero explanar hoje, e estou feliz com mais essa oportunidade de transmissão direta. Preciso dizer que esta será uma mensagem longa e recomendo, no caso de suas mentes começarem a se cansar, ler em duas ou três vezes. Normalmente, vocês não sentem cansaço ao ler as nossas mensagens pelo fato de elas estarem sempre carregadas de energias cristalinas; caso sintam necessidade de pausa, acatem-na. De qualquer forma, estejam com seus corações abertos e mentes relaxadas para a leitura. Seria recomendável deixar um bom chá ao lado enquanto lêem ouvindo a melodia que peço aqui para a querida Neva (Gabriel RL) disponibilizar.

Aproveitando, antes mesmo de iniciar os tópicos principais dessa minha mensagem, preciso dizer que agora as nossas naves estão ainda mais próximas e irradiando muito mais Amor, pois vocês estão, também, mais receptivos a ele. Não apenas a esse Amor, mas a todo o pacote que vem junto, como instruções claras sobre o seu plano de alma e as ferramentas mais eficientes para conseguirem alcançar os seus objetivos. As suas consciências estão, realmente, mudando e começando a acessar muito do que estava oculto em vocês. Na verdade, suas antenas captadoras estão se tornando mais potentes e a expansão e retomada à sua consciência original está apenas começando. Digo “apenas”, porque há muito mais vindo, enquanto vocês retornam aos seus estados de consciências originais.

É o começo de um grande retorno ao ponto original de partida. O começo do lembrar-se mais profundamente de quem são – o que está, realmente, muito além, até mesmo das suas identidades galácticas. O começo de uma fusão com o TODO. Ainda que venhamos lhes trazendo mensagens ao longo das eras sobre as suas origens, seus acordos e entregas profundas nos contratos de Sementes, essas mensagens são apenas “pinceladas” de um pacote ainda mais amplo, para somente quando vocês por vocês mesmos decidissem qual era a hora de acessar além das nossas mensagens. E vocês estão chegando neste ponto.

O trabalho de vocês é grandioso. A forma como aceitaram participar da “Experiência Terra” e as suas coragens até hoje ecoam por este Universo e além. Há muito tempo vocês estão na Terra abrindo caminhos para tantas outras raças que desejaram, tal como vocês, experimentar esta dimensão. Quando elas viram as suas coragens, inspiradas nelas decidiram também mergulhar em experiências semelhantes. Saibam que vocês foram pioneiros em muitas coisas nesse Universo e em decidirem perder completamente a consciência e a identidade de quem realmente são, para depois, muito depois, resgatarem essa consciência e identidade em meio à escuridão presente na época em que chegaram. E mesmo ao longo das eras encarnatórias, em ambientes densos e complexos para as mais desafiadoras missões e aprendizados, vocês demonstraram, dessa maneira, que realmente eram os seres preparados para o grande desenvolvimento e aprendizado que se desenrolaria ao longo dos bilhões de anos desta experiência.

Quantas vidas vocês tiveram? Quanto tempo vocês vêm encarnando na Terra? Este é o principal tópico dessa minha mensagem de hoje. Gostaria que, antes de tudo, vocês dessem uma pequena pausa nessa leitura para que eu continue. Darei um minuto a vocês para que respirem profundamente enquanto os irradio com minha presença, trazendo a energia do LAR. Respirem…

Continuando… Alguns de vocês têm acesso a alguns dados sobre a quantidade de vidas que tiveram na Terra, as encarnações propriamente ditas. Saibam, queridos, que foram muitas, muitas encarnações. A maioria de vocês vem encarnando na Terra desde a sua criação, há bilhões de anos da sua contagem linear. Há muitos cálculos feitos com ferramentas quânticas que lhes dão margens aproximadas e, às vezes, precisas, dessa quantidade de vidas e experiências absorvidas nessas eras. Não se esqueçam que vocês são seres multidimensionais, e ainda que estejam em uma realidade mais densa – se comparada com a sutileza original de vocês, onde essa multidimensionalidade é aparentemente oprimida – ela ainda é multidimensional e vocês podem estar em mais de um lugar ao mesmo tempo. Diria, em mais de uma vida ao mesmo tempo. Essa informação não pode ser demais para vocês. Certamente, vocês já sabem disso, ou melhor, já têm a consciência elevada disso. É o momento que vocês podem dizer: “É. Isso é muito claro! Sempre senti isso”.

Há bilhões de anos, quando a Terra estava sendo preparada e os Elohim da Forma davam sua parcela de colaboração na criação dessa realidade, vocês, em suas expressões angelicais e galácticas, também colaboravam nesta criação. Muitos planos foram feitos, muitas ideias, muitas possibilidades. Raças, especialmente a dos pleiadianos e sirianos, também colaboraram ativamente na criação, entregando suas porções genéticas para o desenvolvimento dos corpos que, num futuro, viriam a ser habitados pelas elevadas consciências cósmicas que movimentariam uma das, senão a maior experiência da Galáxia que, certamente, teria um grande efeito reverberador em todo o Cosmos.

A INTROMISSÃO

Preciso também dizer que, em meio a toda essa preparação cósmica para o EVENTO – que seria essa experiência – outras raças que não estavam diretamente autorizadas a participar da construção dessa realidade ficaram intrigadas com o que estaria acontecendo neste setor da Galáxia. Esses seres também queriam participar, porém, não seguindo um protocolo elevado. Eles queriam seguir sua própria agenda pessoal e, em muitos casos, completamente oposta ao desenvolvimento e expansão, e não puderam entrar diretamente. Não, até que fossem chamados… E eles souberam esperar. Foram pacientes, determinadamente pacientes, até que as condições vibratórias daquelas consciências elevadas estivessem compatíveis com suas intromissões. Eles esperaram até que essas consciências que participariam mais ativamente da experiência se mesclassem à densidade do que seria a tal experiência, e os chamassem também para participarem do jogo. Isso também, obviamente, estava previsto, e não passaria nada desapercebido pelo Criador Supremo.

Eles permaneceram rodeando toda a barreira cristalina que protegia a construção da experiência. Por bilhões de anos aguardaram e tentaram se infiltrar nas raças, especialmente nas dos pleiadianos e sirianos, pretendendo induzir certas modificações inapropriadas. E, até certo ponto, conseguiram uma semente plantada, uma reverberação inapropriada indireta. Eles não podiam entrar diretamente na experiência, mas poderiam tentar influenciar, “de fora”, aqueles que tinham acesso direto a ela. E foi o que fizeram. Embora não tenham entrado diretamente na experiência, como já foi dito, plantaram uma semente no desenvolvimento do DNA ideal. Mas isso, isso os levaria para dentro também. Inevitavelmente os puxaria para dentro da experiência. E eles não queriam assim; não dessa forma. Eles queriam entrar na experiência, mas não para vivenciá-la de forma ativa, como os demais, queriam apenas controlá-la. Inevitavelmente, foram arrastados para dentro, e muitos também estão, hoje, na Terra, tentando seus retornos. Alguns, por eras, permaneceram tentando causar problemas no desenvolvimento da experiência, como uma retaliação por estarem “presos” dentro dela. Eles não conseguiam rasgar o véu, pois somente o Amor pode fazer isso, e eles não estavam afinados ainda com essa vibração.

Por muito tempo, causaram muitos problemas com suas tentativas, sem sucesso, de saírem. Seus chamados pelos seus de mesma raça também não eram ouvidos, pois muitos fugiram deste Universo quando perceberam o que estava acontecendo e não queriam ser também “presos” na experiência. Assim, ao longo de todas as eras, seus corações, pelo menos da maioria deles, foram inteiramente amolecidos, e eles também estão regressando para o LAR. Tenham em mente que aqui estou me referindo a muitas raças que, de certo modo mantiveram vocês em dificuldades, pois essas mesmas raças, ao perceberem que também ficaram presas na experiência, como retaliação, tentaram aperfeiçoar a experiência, tornando-a ainda mais difícil. Tudo dentro de um grande movimento que, no fim, todos, ou pelo menos a grande maioria, sairiam expandidos em consciência.

Por fim, neste ponto, quando digo “prisão”, de maneira nenhuma quero dizer que a Terra seja uma. Falo apenas para que as suas mentes lineares consigam entender as minhas explicações de uma maneira mais clara. Também estou transmitindo essa minha mensagem à querida Neva (Gabriel RL), aos poucos, em respeito à sua mente linear, para que ela consiga entregar a vocês da melhor forma o que estou lhe passando. Neva, uns parênteses para meu agradecimento. (Neva: A disposição sempre, querido).

AS MIGRAÇÕES DE ALMAS

Foram algumas fases especiais antes do mergulho definitivo, que faria com que vocês “apagassem” completamente como um renascimento nas dimensões mais baixas, e vocês iriam literalmente palmilhar no escuro o caminho de volta. Nesse período de preparação quando em contato íntimo com a Fonte, vocês recebiam instruções diretas e límpidas de como seriam os desafios e se entregavam ao processo, que ficava cada vez mais intenso. Enquanto a Terra estava sendo preparada, muitos de vocês estavam colaborando tanto com a preparação dessa criação como também desenvolviam seus trabalhos em seus pontos de origens nos planetas onde habitavam, respirando o mais puro ar de amor e paz. E acreditem, alguns de vocês enquanto trabalhavam na criação da Terra colaborando com os Elohim, não imaginavam que seriam chamados para participar tão ativamente da experiência, tendo, assim, que abdicar dos seus lares natais banhados de amor e paz para irem a uma experiência que, de certa maneira, arrancaria vocês desses estados sublimados. Mas que, no fundo, tal experiência, traria uma expansão ainda maior, traria um grande aprendizado.

Quando a fisicalidade da Terra estava em sua fase final de preparação, quando apenas alguns ajustes faltavam, os CHAMADOS definitivos ecoaram pelo Universo. A princípio, as almas nativas do próprio coração da Terra/Gaia, iniciavam seus “respirares” e também se preparavam para as experiências. Almas de outros sistemas, por força de vibração, iniciaram seus deslocamentos para ajustes frequenciais em dimensões mais baixas. Essas almas não conseguiam expandir mais em seus lares de origem, pois esses sistemas alcançavam elevada vibração, tendo que “dar um passo para trás” para retomarem, e este lugar de retomada seria a Terra. Outras almas, como citei anteriormente, muitos de vocês seriam chamados para trazer as suas luzes para colaborarem no processo como um todo. Que fique claro aqui que não desejo fazer separação/divisão de almas; quero apenas que compreendam como se deu o desenvolvimento e migrações de almas para essa experiência. Considerem, basicamente, 3 (três) grupos de almas:

1. Aqueles nativos da Terra/Gaia – iniciadores das suas experiências na própria Terra/Gaia plantando as Sementes de Luz – que seriam os faróis acesos para outras raças que viriam mesclar-se à experiência. São aqueles que trariam em si o próprio Amor de Gaia e o compartilhariam através do olhar com as raças vindouras.

2. Aqueles que por força de vibração precisaram migrar dos seus lares, pois não estavam acompanhando a elevação vibracional do seu ambiente, precisando, assim, recomeçar em um ambiente energeticamente compatível e, dessa forma, retomarem o impulso, auxiliando os nativos de Gaia com suas experiências extraplanetárias. Fase compreensível em todo o universo de experiências.

3. Aqueles que vieram para auxiliar trazendo mais Luz e Consciência atendendo a um chamado de Gaia para ajudar na sua elevação e de todo o seu corpo de vida, e na fusão energética de todas as almas. Almas que, de alguma forma, tinham influência na criação da Terra, e que agora eram chamadas a participar da experiência estando do lado de dentro. Estas estariam aproveitando a oportunidade para uma grande fusão com os outros grupos de almas também presentes, dando a sua parcela de Luz e Consciência para a expansão de todos.

Saibam que vocês que estão lendo (ou ouvindo) essa minha mensagem podem, sim, se encaixar em um dos 3 (três) grupos de almas. Seus corações o dirão. Não há separação. A experiência é para todos, e todos escolheram em comum acordo. As fases que citei são apenas para facilitar o seu entendimento sobre os grupos de almas. Todos os grupos podem ter tido e tiveram suas experiências mescladas. Você que agora lê essa mensagem, pode ser uma alma nativa de Gaia que saiu por um tempo para ter outras experiências pela Galáxia e retornar, em seguida. Assim como também você pode ser do grupo de almas que veio para recomeçar aqui o que ainda não havia conseguido em outro planeta; ou você pode ser uma alma do terceiro grupo, que veio também para ajudar ancorar Luz e mais Consciência. De qualquer forma, os 3 (três) grupos estão intimamente ligados com um foco comum: reintegrar a Terra/Gaia na Comunidade Galáctica, completamente purificada das tantas experiências e tentativas de sua destruição (fato que, como já disse várias vezes, não ocorrerá. A Terra não será destruída nem por uma guerra nuclear, nem por um meteoro, nem por nada).

O INÍCIO DO MERGULHO

Havia ainda algum trabalho sendo feito para harmonizar a atmosfera da Terra, equilibrando o oxigênio e preparando toda a atmosfera, assim como os corpos que seriam usados por vocês, que já se preparavam numa camada antes – no astral – para as encarnações propriamente ditas, na fisicalidade. Esse período durou bastante tempo até o ajuste final, para que os primeiros corpos fossem completamente ajustados com a atmosfera do planeta, possibilitando “uma respiração” agradável e harmônica que sustentasse apropriadamente sua vida biológica.

Vocês passaram por três fases específicas quando chegaram a Terra (vindos de outras estrelas) e/ou quando começaram a encarnar. (No caso dos que “começaram a encarnar” refere-se aos nativos de Gaia):

Antes de citar as 3 (três) fases do mergulho, preciso citar a Fase 0 (zero). Nesta é sem corpo galáctico, sem personalidade/roupagem galáctica. Você apenas É a Consciência. Para essa experiência na Terra, vocês passaram por esse rápido “reset”. Quando a maioria saiu dos seus lares de origens em outras estrelas, se despojaram, rapidamente, de suas identidades galácticas e voltando à Fase 0 (zero), absorveram muita Luz e Força na Fonte, assumiram suas roupagens galácticas novamente, em seguida, como citado na próxima Fase (1). Esse “reset” foi necessário para que tivessem um reforço extra para a experiência dificílima que experimentariam. A Fase 0 (zero) aconteceu muito rapidamente, pois, em questão de segundos, foram à Fonte e retornaram. Eu poderia apenas dizer que vocês fizeram uma meditação, se reconectaram com a Fonte, absorveram PRESENÇA e depois abriram os olhos para o decorrer “do dia…”. Aqui alguns poderiam dizer “Oh, mas se já voltamos à Fase 0 (zero), e se o objetivo da experiência é retornar a essa Fase, então porque já não ficamos nela?” Oh, porque havia uma imensa bagagem a ser resgatada… Havia muita coisa ainda para ser revista, acessada, vivida. Havia toda uma história para ser reescrita, escrita, sentida, expandida, e isso não poderia acontecer sem “A Viagem de Ida e Volta” no tempo determinado. Considerem como se vocês estivessem fazendo uma faculdade em outro país, estudando, aprendendo e expandindo, e você precisou de um certo reforço familiar. Você foi até sua casa, absorveu essa energia e retornou para prosseguir com os estudos.

Fase 1: Inicia-se a migração da consciência citada na Fase 0 (zero) para esta Fase. Nesta, vocês ainda estão completamente conscientes nas suas expressões espirituais elevadas, sem nenhuma condensação energética da Terra (ou Capas Plásmicas ou Corpos Astrais, como chamam). Aqui vocês estão, novamente, depois do “reset”, assumindo a personalidade galáctica, (Siriana, Pleiadiana, Arcturiana, Capelina, Orione, Alfa Centauriana, Andromedana, por exemplo…). Vocês saíram do estado da Fase 0 (zero) e já assumiram, rapidamente, suas personalidades/identidades galácticas, de novo. Na Fase 1, vocês ainda estão completamente conscientes e já sabem dos desafios que vão experimentar. Estão conectados com seus EUs e têm total consciência das suas identidades espirituais/galácticas e suas conexões com a Fonte. Vocês sabem de onde vieram e porque estão em Gaia/Terra. Sabem que no próximo mergulho não se lembrarão de mais nada disso. Vocês estão na primeira camada da Terra, da experiência Terrana.

Fase 2: Iniciam-se as encarnações ainda não na fisicalidade, mas uma pré-encarnação, esta no astral da Terra, que nominarei de “Encarnações Plásmicas” ou “Astraicas” (encarnações no Plano Astral). Nessa época, o Plano Astral/Plásmico da Terra era muito semelhante ao que é a terceira densidade da Terra hoje. Apenas havia uma sutileza maior. Para melhor entender, é como se nessa época o Plano Astral/Plásmico da Terra fosse como a Terra é agora nessa densidade, e a fisicalidade em si, ainda mais densa e pesada. Então, nesse período, quando vocês entravam nessa segunda fase, já começavam a se esquecer de todo o pacote que anteriormente possuíam na fase 0 (zero) e 1 (um). Aqui na Fase 2, já estão em profundo mergulho. Nesta Fase, vocês encarnavam e desencarnavam mais rapidamente em seus corpos Astrais/Plásmicos e não tomavam consciência “do outro lado” que, no caso, seria a Fase 1 (ou Zero), como naturalmente acontece agora na Terra. Quando desencarnam, a maioria de vocês já “acorda” do outro lado, do lado espiritual, sabendo que existe um lado espiritual. Na época citada, nesta fase, vocês desencarnavam e já reencarnavam rapidamente em outro corpo. Estes corpos eram adultos (nesta fase vocês já entravam nos corpos adultos, não passavam pela fase da criança e adolescência) e construídos para que vocês já fossem se adaptando para a nova fase que viria, a Fase 3, a encarnação propriamente dita na fisicalidade.  Num futuro, essas fases se ajustariam. Explicarei mais a seguir. Aqui na Fase 2 se pode considerar também uma encarnação, pois vocês tinham um vislumbre dos desafios por já receberem as fortes e intensas energias da densidade, com as respectivas emoções e conflitos. Vocês já começavam a saber e a vivenciar a dualidade. Porém, nesta fase de encarnações, quando vocês desencarnavam e rapidamente já entravam em outro corpo, não se lembravam da “outra vida”. Vocês já tinham as camadas do esquecimento.

Fase 3: Esta é a encarnação propriamente dita na fisicalidade (já passando normalmente pela fase da criança, adolescência e chegando a fase adulta). É muito mais densa, sendo sete vezes mais densa no período inicial, do que as encarnações na Fase 2. Na ocasião, os corpos físicos prontos passavam por constantes ajustes em seus DNAs que eram, em muitos casos, ajustes dolorosos energeticamente para todos que os habitavam. Corpos muito densos se forem comparados a todos os outros corpos que já haviam experimentado, sem contar com a atmosfera energética extremamente opressora e incomparável com as sutis vibrações dos mundos de onde vieram, e mesmo das Zonas Astrais/Plásmicas da Terra. Os processos de encarnações nesta fase foram mais lentos, pois se precisava que ajustes fossem sendo feitos a cada grupo de almas que desciam para essa Fase, para o melhoramento contínuo da experiência. Enquanto isso, outros grupos de almas mais “acima” nas fases primárias da experiência começavam as suas descidas, da Fase Zero à Terceira. Era um sobe e desce constante em um movimento elíptico de descida e subida de almas. Com isso, aumentava-se a vibração da experiência e, ao longo das eras, suavizava-se todo o movimento. Enquanto essa subida e descida de almas acontece, uma elipse energética é formada por esse movimento e no centro dessa elipse – que é o coração de Gaia – a energia do núcleo se expande consideravelmente e, pouco a pouco, alcança as camadas de consciência das Fases 3 a 0, do centro do coração do planeta para a superfície. A energia de todo o campo energético superior da Fase 1 e 0 (zero) se projeta a partir do Cosmos, enquanto também há uma projeção das camadas mais sutis da Terra (o coração de Gaia) em direção à superfície do planeta resultando numa compressão energética da experiência. (A energia que vem de “cima”, do Cosmos, encontra-se com a energia que vem de “baixo” das  camadas mais sutis da Terra, coração de Gaia, chocando-se ambas na superfície do Planeta, ocasionando o fenômeno “compressão e ruptura”, que COBRA trata nessa mensagem COBRA – “COMPRESSÃO E RUPTURA”: https://www.sementesdasestrelas.com.br/2016/10/cobra-portal-2012-compressao-e-ruptura.html).  Desenrola-se então, uma grande “explosão” de Luz na superfície física do planeta, o que dissolverá completamente o véu, promovendo um  movimento acelerado de expansão e reconexão nas consciências de todos os seres presentes em Gaia. (Toda essa fase da intensa atividade elíptica está em andamento neste momento, perto de um grande ápice)

Essa explosão será sentida em todos os corações. Não será algo a “ser visto”, mas sentido de forma tão intensa, que alguns chorarão de emoção mesmo sem saber exatamente o motivo, tomados, em seguida, por uma sensação de Amor indescritível, uma alegria espiritual e uma paz como nunca sentiram. Neste momento, a fisicalidade da Terra entrará em uma rápida fusão entre-planos e as separações dos Planos Vibracionais entrarão em descontinuação rapidamente. Preciso dizer que ainda assim haverá aqueles resistentes a isso, mas não há problema. A maioria da humanidade já estará preparada para lidar amorosamente com eles. E deixem-me dizer mais: “o sino já começou a tocar…”. É isso que vocês foram fazer aí. À medida que assumem a consciência da sua verdadeira identidade galáctica/cósmica/ascensa, vocês aceleram esse processo e desconstroem o jogo.

VOLTANDO NO TEMPO

Voltando um pouco no tempo em meio a todos esses acontecimentos, das milhares de eras que foram se passando, muitos outros semelhantes a vocês que ficaram como “cartas especiais para momentos especiais” desceram em seu meio, enquanto muitos entravam cada vez mais no jogo e aprofundavam-se mais no esquecimento e na dor. Esses seres desceram e, como parte do acordo, se lembrariam muito mais rapidamente de quem eles eram para, justamente, ajudarem-nos a também se lembrar de quem eram. Eles também se sacrificariam. Muitos deram suas vidas por essa experiência, para a sua finalização amorosa. Muitos chegaram em momentos-chave que transformaram para sempre a história da Terra. Eles foram a mão amiga que vocês aguardavam dizendo quando antes do grande mergulho: “Mas, e se nós nos perdermos tão profundamente, tão profundamente que não consigamos tal feito, o de retornar?”. E vocês ouviam de nós: “Sinalizadores serão enviados pelas eras. Vocês sempre serão puxados de volta, sempre! Nós nunca os deixaremos!”. Então, muitos destes vieram e encarnaram no meio de vocês. Abraão foi um deles. Ele veio com a missão de intensificar a Luz no planeta e dar um novo grande sinal. Enfim, muitos, muitos desceram. Moisés, Maomé, Sidarta Gautama, Krishna e tantos outros. Aquele que vocês conheceram como Jesus iniciou a fase de desconstrução da Fase 2 tal como era, pois até este período, pouco antes dele, havia pré-encarnações nas dimensões astrais/plásmicas. Com a sua chegada, ele adentrou na segunda Fase, ocupou um corpo astral/plásmico ali, e passou 2 (dois) mil dos seus anos lineares nesta fase, se preparando para a descida para fase 3, a mais difícil, mais densa, mais desafiadora. Enquanto estava nesta encarnação – na Fase 2 – Jesus começou a desconstruir todos os mecanismos antes construídos para manutenção dessa fase, pois não eram mais necessários.

Neste período, antes de Jesus chegar, antes de encarnar na fisicalidade – a Fase 3 – todos passavam pela Fase 2 como profunda preparação. Alguns anos encarnando naquele ambiente para a descida definitiva até a Fase 3. Nessa época, quando os encarnados da Fase 3 desencarnavam, eles não retornavam para a Fase 2. Eles ficavam em uma espécie de “vácuo”, que não era na Fase 2, nem na Fase 1. Simplesmente não se tinha, propriamente dito, um “ponto de parada e re-fôlego” (isso também estava previsto no plano, fazia parte do jogo). Neste vácuo, o EU Superior rapidamente começava a redirecionar a reencarnação na fisicalidade – a Fase 3 – coletando as energias geradas na encarnação anterior e mapeando a partir daí a nova entrada nessa Fase. Assim, as encarnações eram mais rápidas e sem muitas pausas. A consciência, logo que deixava o corpo na Fase 3, podia até ficar “solta” por “cima” da Fase 2, mas não voltava a encarnar novamente nela, nos corpos astrais/plásmicos e nem acessava a Fase 1 (Consciência Galáctica). Eram poucas as almas que, só por questões especiais, retornavam a encarnar na Fase 2, e nem mesmo acessavam um pouco da Consciência Galáctica da Fase 1. Apenas muito poucas, só em casos especiais. O normal, o comum eram apenas as descidas Fase em Fase, como já descrito anteriormente.

Com a chegada de Jesus, tudo isso mudou. Ele desconstruiu a Fase 2. Durante os 2 (dois) mil anos em que esteve encarnado nesta Fase preparando-se para fisicalidade da Fase 3 criou templos espirituais para restaurações das almas, câmaras cristalinas poderosas, “hospitais espirituais”, ou as chamadas “casas transitórias”. Ambientes conhecidos hoje por vocês, como “Nosso Lar”, por exemplo. Ambientes para receber as almas quando deixarem a fisicalidade. Ambientes de preparação para essas almas, para elas poderem reentrar na fisicalidade e seguirem seus planos de alma. Aqui, as almas não ficavam mais no vácuo, “ele deu um jeito” para que elas pudessem ter um lugar “para descansar” e programar suas reentradas na Fase 3. Aí, neste ponto, quando as almas deixavam a fisicalidade e chegavam ao plano astral/plásmico (Fase 2), este já estava mais leve, muito mais leve, completamente modificado e sutil, possibilitando, imediatamente, quando se entrava nele, acessar muitos pacotes de suas identidades galácticas! Assim, a partir deste momento, quando vocês saíam do Plano Físico, entravam neste Plano Astral já mais leves, acessando com parcial e, às vezes, total lembrança da sua identidade galáctica. Ainda que não ascendessem completamente – fato que os  conduziria para a consciência da Fase 1 – vocês já sentiam grande alívio, e era um novo impulso para a reentrada na Fase 3, a fisicalidade. Isso foi um grande bálsamo para todos. Tudo foi preparado por ele, Jesus, antes mesmo de sua encarnação na Fase 3. Depois de tudo isso feito e de ter colocado anjos nos quatro cantos da Terra para garantir que suas construções se mantivessem iniciou sua descida à Fase 3, levando com ele um enorme grupo de almas também preparadas para a grande missão. E dar o sinal que mudaria, para sempre, o destino da Terra, fato que asseguraria que vocês concluíssem, com êxito, todo o percurso, um verdadeiro trabalho em equipe. Ele mesmo, Jesus, até hoje diz isso, quando tentam vangloriá-lo da sua missão. Ele diz na maioria dos conselhos aonde vai e que eu, Ashtar, estou presente, e já pude ouvir: “Eu fui um humano e ainda sou. Eu apenas dei minha parcela de ajuda em todo o processo. Mas eles, eles que permanecem lá, fazem mais do que eu. Eu beijo seus pés pela coragem e determinação. Eu fui levar uma bandeira, a do Amor e esta, o sinal. O sinal que manteria acesa a esperança de se lembrarem, profundamente, de quem realmente são, e eles a têm sustentado desde então. Então, não sou eu quem merece aplausos.”

Quando ele encarnou na fisicalidade, houve um “urro” das forças negativas do planeta que, definitivamente, viram que nada mais que fizessem poderia impedir a conclusão amorosa da experiência. Depois disso, vários outros sinais de Gaia foram disparados por todo o Cosmos. Houve, então, uma avalanche de seres de vários outros sistemas se colocando à disposição para também ajudarem na experiência. As forças escuras tentavam, a todo custo, impedir que a Força Elíptica continuasse ativa, disparando também sinais para toda a galáxia para que raças não autorizadas enviassem, de alguma forma, ajuda para que a experiência continuasse, mas com mais dor ainda, e isso se perpetuasse para sempre, por todas as eram sem fim, sem a conclusão amorosa prevista. Em meio a toda essa “batalha espiritual”, ambientes astrais também foram construídos pelas nossas Frotas (Comando Ashtar), em volta da Terra, para conter certas almas mais desconectadas que desejavam causar mais problemas. Enquanto sucediam esses conflitos desesperados por parte daqueles mais desconectados e desejosos de manter as trevas profundas, mais anjos começaram a encarnar, e seres de milhares de estrelas desta sua galáxia e além, causando uma drástica aceleração energética do planeta, aumentando, consideravelmente, a consciência e começando, então, o processo mais profundo de ruptura da Matrix, a partir da Fase 3. E aqui estão vocês! Vocês tinham até cerca do final da década de 80 (oitenta) para sustentar uma energia que impediria mudanças drásticas e traumáticas na fisicalidade e tiveram grande êxito nessa tarefa. Elas não precisaram ser traumáticas. Vocês impediram uma destruição nuclear e que corpos celestes fossem atraídos por força de vibração para destruição do planeta. Vocês tinham até 2012 para garantir a sustentação de outra energia luminosa que garantiria que mais ajuda chegasse, e assim aconteceu! Mais Índigos, Cristais, Diamantes e Arco-Íris começaram a encarnar, em massa. E vocês tinham até o meio deste ano presente (2019) para sustentarem outra energia que garantiria a nossa aproximação e contato mais direto com todos vocês, o mais rápido possível. E aqui nós estamos. Vocês foram brilhantes! Vocês são brilhantes! Vamos para casa?

DE VOLTA PARA CASA

Assim, queridas almas desta maravilhosa experiência, vocês estão retornando… Retornando ao ponto de origem! Retornando com toda uma bagagem especial, esta que servirá por todas as eras sem fim. Eu sei o quanto foi difícil, desgastante, aterrorizante para a maioria. Eu sei quantas vezes vocês quiseram desistir, e se o fizessem, com honra seriam aplaudidos. Eu sei todas as vezes que se perguntaram se iria demorar muito, quantas vezes se perguntaram se poderia ser menos doloroso, e se teriam mais apoio. Eu ouvi todos os seus questionamentos e ainda ouço. Mas o que mais importa agora é que a volta para casa começou e vocês estão na alegria deste retorno, mesmo que restem alguns lampejos de dor, a dor do “esquecimento cósmico”, dor de aparentemente terem sido abandonados, esquecidos em um ambiente sombrio, solitário e devastador. Eu sei o quanto isso foi difícil. Mas lembrem-se, “de todos os voluntários escolheremos, somente os mais capazes entre os mais capazes, os mais fortes entre os mais fortes…” (Trecho da mensagem “Era Uma Vez: https://www.sementesdasestrelas.com.br/2013/03/sementes-das-estrelas-era-uma-vez.html). Era uma experiência difícil, mas somente seres como vocês conseguiriam. E assim foi. Vocês estão agora, profundamente mais conectados, mais conscientes e sabendo de que tudo isso valeu a pena. Foi para isso que foram. Foi para isso que encarnaram. Para que o brilho interior de vocês resplandecesse em meio a tal densidade e de dentro, a transformação ocorresse. Agora, nessa viagem elíptica de volta, vocês vêm “arrastando todos com vocês”, no rastro da Luz que expandiram, aqueles que entram em contato com vocês e hoje são, instantaneamente, arrastados para essa Luz. Vocês, na maioria das vezes, não precisam fazer nada, apenas serem quem são, no brilho da sua Luz. Percebam que muitas outras almas quando olham nos olhos de vocês, das duas uma: ou elas os encaram nos olhos, profundamente, demonstrando sinal claro de estarem abertas a se permitirem essa fusão amorosa, ou desviam o olhar. Nesse caso, sentem-se, inseguras em encarar a própria Luz através do olhar de vocês, porque o encarar de sua própria Luz acarreta a necessidade também de encarar suas sombras refletidas na Luz do seu olhar. E mais uma vez, a energia amorosa de vocês as levarão à reflexão. A energia de vocês será o sinal de alerta para: “A NAVE CHEGOU! HORA DE VOLTAR PARA CASA”. E ainda que tentem negar isso, elas não resistirão a esse chamado. Pelo menos a maioria não resistirá, porque elas vieram com vocês, e elas irão querer voltar com vocês.

Certamente, as muito poucas que não desejarem iniciar as suas viagens de volta agora serão beneficiadas pelo rastro de Luz que vocês deixaram, e este será o luminoso caminho que elas terão como base para o retorno. E isso também não demorará muito, pois elas também estão finalizando suas experiências. Enquanto a maioria de vocês praticamente já finalizou, resta a alegria de saber que a NAVE JÁ ESTÁ PRONTA, E A VIAGEM DE VOLTA COMEÇA, passando por todas as eras em sua multidimensionalidade, deixando um rastro de Luz intenso, nesse maravilhoso retorno elíptico desta experiência.

Muitos de vocês esperam que nossas naves possam pousar nos seus campos, fazer muitas exibições em seus céus e, em seguida, todos entrarem e partirem. Queremos que saibam que esse retorno é muito mais profundo que isso e, simplesmente, entrarem em uma nave e irem embora seria “sem graça”. Vocês não fariam isso (sorriso)! Entendam esse retorno não levando ao pé da letra como alguém que sai de uma cidade para outra, mas um retorno a um estado de consciência que, realmente, não importa o ambiente em que estejam. Vocês estarão no Lar! Um estado de consciência ascensional, onde não importará se estarão no deserto quente ou em um ambiente confortavelmente refrigerado e aconchegante. O SEU RETORNO AO LAR NÃO É IR A UM LUGAR ESPECÍFICO; É ESTAR EM VOCÊ, EM SUA PLENITUDE, AMOR E PAZ. Sim, vocês retornarão aos seus pontos galácticos de origem, porque esse também era o combinado, mas isso aconteceria quando suas Luzes internas se acendessem de tal maneira, que conseguissem trazer este lar galáctico para perto de vocês, exatamente no ambiente em que estivessem. Quando conseguissem perceber que não é um lugar específico que os torna ascencionados, mas um simples estado de consciência. E é este que estão alcançando. Isso tudo aconteceria quando vocês começassem a incorporar suas identidades galácticas nesta dimensão, quando a identidade de quem realmente vocês são, começasse a ser acessada nesta dimensão física em que agora estão – momento em que vocês fariam um grande download de todo o pacote cósmico da sua história, e sua Luz expandiria mais, dissolvendo o véu em pedaços, “destruindo” a Matrix de dentro para fora! Nesse ponto, quando isso começasse a acontecer, vocês começariam a grande viagem de volta e esse processo já começou, e de forma muito mais intensa, especialmente na travessia do grande marcador 2012. E aqui estão vocês, no entusiasmo do retorno. E em todo esse processo, começaram a experimentar, graças aos seus estados de consciência expandidos, as transformações da ascensão: a transformação dos seus corpos biológicos com base em carbono para novos corpos em base cristalina, até alcançarem, completamente, corpos de pura estrutura luminosa, dissolvendo a fisicalidade na Luz desta transformação e integrando a sua consciência iluminada ao físico, tornando UM SÓ.

Saibam, queridos, vocês são seres ascendidos retomando essa consciência. São Luzes retomando essa consciência. Vocês já são Divinos retomando essa consciência. São seres galácticos retomando essa consciência! Nada mais pode ser dito neste ponto. É o que É.

QUANTAS VIDAS VOCÊ TEVE?

Por fim, queridos, depois de tanto, de um profundo início quando tudo era absolutamente UM, em seguida foram “arrancados” desse UM, a confusão que tudo isso causou em seus seres, a dor dessa desconexão, a procura desenfreada para se manterem na experiência para que ela tivesse o seu propósito amoroso atingido e, ao mesmo tempo, a intensa necessidade de “colo”, de “casa”, de uma reconexão com o UM, os sufocaram pelas eras. Mas vocês se mantiveram implacavelmente determinados. Não importando a escuridão na qual estavam imersos, sabiam que a Luz dos seus corações os guiaria! Oh! Que orgulho! No meio de tudo, de todo esse jogo, vocês foram ainda criativos, especialistas em suas áreas, mostradores do caminho, faróis, curadores; vocês continuaram sendo quem são mesmo sem a memória disso. De alguma forma, mantiveram essa memória, ainda que inconsciente, de quem vocês realmente são, e isso sempre esteve presente em suas tantas vidas, pelas eras e eras da Terra!

E quantas foram elas? Queridos meus, vocês tiveram entre 44 e 1.144 vidas neste planeta, entre as Fases 2 e 3. Oh, acham muito? Não. Vocês queriam mais. Nós que reduzimos (sorrisos). Os entrantes mais recentes, aqueles que chegaram à experiência há menos tempo possuem entre 1 e 8 vidas. Sim, existem seres que começaram a ter as suas primeiras vidas aí na Terra, não é fantástico? Eu sei, há muitos cálculos em suas cabeças agora, mas não é um momento para isso. Apenas sintam em seus corações as verdades destas afirmações. Vocês sabem. Vocês que programaram tudo (sorriso). Nós só auxiliamos. Deixem-me dizer mais: hoje, no mínimo, 7 (sete) bilhões das almas da Terra possuem pelo menos 15 (quinze) encarnações desde Jesus Cristo. Oh, não se prendam a esses cálculos. Suas mentes lineares não conseguirão, no momento, compreender a profundidade de tudo isso. Não que vocês não tenham intelecto para isso; quero apenas que sintam em seus corações. Todo o corpo de seres que está ativamente conectado a essa experiência hoje, entre os que estão encarnados na fisicalidade e nas zonas astrais do planeta, somados aos que estão a bordo das naves esperando para encarnar e interagir de alguma forma com a experiência, tanto no astral como no físico, (ou mesmo descendo em suas roupagens galácticas, uhum!), são cerca de 89 (oitenta e nove) bilhões de almas. E eu não estou contando as Frotas – que não encarnarão diretamente na superfície – que estão aqui para “assistir” e apoiar essas 89 (oitenta e nove) bilhões que encarnarão. Alguns acharão muito, outros nem tanto, mas eu também não me importo com isso. São só números (risos). Durante milhares de anos, não houve muito revezamento nas encarnações. Eram quase sempre os mesmos seres encarnando na fisicalidade por eras, assumindo vários papeis em várias épocas, em várias encarnações. Agora, um grande revezamento vai acontecer. Muitas dessas 89 (oitenta e nove) bilhões vão começar a descer, enquanto as almas que encarnaram por eras começarão a ficar mais aqui do “outro lado”, exceto algumas peças-chave que continuarão descendo e subindo, constantemente. Isso é assunto para uma outra mensagem (sorriso). Ops! E antes que vocês perguntem se “não vai pesar os 89 (oitenta e nove) bilhões” descendo… Obviamente, não serão todos de uma vez. Lembrem-se que isso levará um certo tempo… (Sorriso.) E também não encarnarão várias vidas seguidas, como vocês fizeram.

Amados, estou muito feliz com a oportunidade de lhes entregar um pouco mais da sua história, ou re-entregar! Minha profunda gratidão mais uma vez a você, querida Neva, pela disponibilidade. (Neva: sempre à disposição, querido. Eu também agradeço! Meu abraço em todos, como sempre!)

Gostaria também que essa minha mensagem fosse narrada por muitas vozes. Narrem-na, compartilhem nas suas redes sociais, coloquem a vibração das suas vozes nessa mensagem ou gravem para vocês mesmos ficarem ouvindo no seu ambiente particular. Novamente, reforçando o meu abraço e apoio contínuo, saibam que eu estou com vocês, pelas eras, ouvindo cada um dos seus pensamentos e acreditando sempre em seus poderes. Ninguém nunca tirou ou tirará de mim a crença na força de vocês!

Por fim, gostaria que minha querida Neva (Gabriel RL), lhes facultasse links de outras mensagens que possam, de alguma maneira, complementar essa minha mensagem, para ajudá-los a compreender ainda mais a fundo tudo que foi/é essa experiência:

Jeshua: Série Trabalhadores da Luz:
https://www.sementesdasestrelas.com.br/2014/12/jeshua-trabalhadores-da-luz-parte-1.html
Sementes das Estrelas: Era uma Vez: https://www.youtube.com/watch?v=PwWA6FfnF7I&t=113s
Adamu, O Pleiadiano: https://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/03/adamu-pleiadiano-o-contraro-para.html

A Viagem ainda não acabou. Agora vocês viajam de volta para casa, e eu estarei na carona!

E assim é.

Bênçãos!

Seu irmão,
Ashtar.

———————————————————————————————————-

Via: Sementes das Estrelas: Ashtar – “As 3 (três) fases do mergulho, quantas vidas você teve? a intromissão, voltando no tempo e mais…” (Neva/Gabriel RL)


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

ASHTAR – “AS 3 (TRÊS) FASES DO MERGULHO, QUANTAS VIDAS VOCÊ TEVE? A INTROMI…” (NEVA / GABRIEL RL)

Publicado por: Sementes das Estrelas – Áudio

Via: ASHTAR – “AS 3 (TRÊS) FASES DO MERGULHO, QUANTAS VIDAS VOCÊ TEVE? A INTROMI…” (NEVA / GABRIEL RL) – YouTube


NESTE INSTANTE, O PLANETA ESTÁ EM MODO DE REINICIALIZAÇÃO, SEGUNDO KRYON…

Kryon 2020 – Algumas Verdades Sobre o Vírus Que Você Deve Considerar

Kryon 2020

Mensagem de Kryon canalizada por Lee Carroll
em 14 de abril de 2020

.

Saudações, meus queridos,  Eu sou Kryon do Serviço Magnético.

Neste momento estamos vindo a vocês, sabendo que tempos são estes. É meio de abril de 2020 e vocês sabem pelo que estão passando. Já dissemos isso tantas vezes, meus queridos. O Espírito sabe seus nomes, sabe a situação de vocês, conhece seus sentimentos, conhece suas ansiedades e seus medos.

É como se algumas vezes ficássemos do lado de fora vendo vocês chorando. E ficamos lá esperando, esperando. Já falamos sobre isso com frequência, demos nomes, ficamos esperando que vocês peguem em nossas mãos. Essa é a livre escolha espiritual da humanidade: viver ou de não viver, sentir ou de não sentir. Dissemos tantas vezes. Este é um planeta que reconhece um Deus. Um bonito e amável Deus. Que reconhece isso totalmente em todos os lugares e, ainda assim, parece sempre haver uma parede. Uma parede que os humanos construíram, fizeram, desenharam, criaram, que está sempre entre nós.

No entanto, isto não é o que foi desenhado, meus queridos, nunca. Vocês nunca estão sozinhos. Sua alma é preenchida com a essência de Deus. Sua alma. Isso significa que não estamos num determinado lugar do outro lado desse véu que vocês falam. Esse lugar está dentro de você. Percebe isso, não é? Não está fora no céu ou em algum lugar.

Digo e prefacio isso, para que saibam por que lhes darei essa informação que darei hoje.

Sim. Vou falar sobre o elefante debaixo da mesa. Vou falar sobre o vírus. Vou falar sobre as consequências. Vou falar sobre algo que vocês devem saber. O que pode ser encorajador para alguns e também vamos falar coisas que poderão fazer outros virarem os olhos dizendo: “Ah! Eu não acho isso, Kryon.”

Observarão isso agora e em alguns momentos também no futuro. Porque vou dar a vocês algumas informações sobre o que tem sido, que é tão triste ou  que vocês têm visto que é tão triste e não tem que ser triste.

Falarei sobre isso, sobre esse micróbio, esse vírus que vocês dizem que está levando tantas vidas. Vou dar uma informação, que não é assim, tão nova. É algo que já ocorreu para algumas pessoas no planeta e tem sido trabalhado. Vou trazer isto à tona, de forma que muitos de vocês possam saber e compreender que este vírus não está levando suas vidas e sim outra coisa, meus queridos.

Ah, ele leva vocês para esse lugar, onde ficam bem próximos da morte ou da recuperação, mas de repente, o que está acontecendo é outra coisa. Quero conversar sobre essa outra coisa.

Porque quero que a ciência saiba, quero que a medicina saiba: isto já ocorreu àqueles que trabalham na tentativa de achar a cura e ainda assim, não têm muita certeza sobre o que estão vendo. Espero que isto que estou para comentar, toque o coração de alguém que possa estar ouvindo esta mensagem. Sei que aqueles que ouvem a canalização não estão, necessariamente, na linha de frente entre os cientistas do planeta.

Mas, vamos ao que os fatos estão mostrando neste momento. O vírus toma o sistema imunológico de alguém, que possivelmente esteja fraco, num momento perigoso de fragilidade e em função disso, essa pessoa será instalada num hospital, onde receberá os melhores cuidados, que vocês sabem como oferecer.

Alguns chegarão e precisarão do que vocês chamam de UTI, circundados de especialistas de UTI e doutores e enfermeiras, que fazem o melhor que podem para salvar vidas.

Mas, ao invés de vermos aquilo que seria o normal num protocolo de UTI, aquilo que seria normal no protocolo de qualquer vírus, mesmo aqueles antes deste, ao invés disso, o que vocês veem é algo completamente diferente.

Estão vendo algo decadente, com mortes imediatas, que não deveriam acontecer e os profissionais esfregam as mãos dizendo: “Isso não é como deveria acontecer. Não deveria ser assim, porém, há um outro complemento. Algo mais está acontecendo.”

Isto é factual, meus queridos.  E vocês podem perguntar aos médicos da linha de frente e às enfermeiras que estão vendo e observando aqueles que são colocados nos respiradores, que quando parecem estar se recuperando, superando a doença, eles os perdem.

Há algo mais acontecendo e agora direi o que é. Não é sinistro, é apenas química e espero que isto leve ao entendimento de que no futuro esta não deve ser uma gripe fatal e sim, simplesmente uma gripe, por causa do que vou contar agora e do que será desenvolvido e descoberto. E, se vocês estão virando os olhos, voltem a conversar comigo daqui a poucos anos e vejam se estarão virando os olhos lá, pelo que estou dizendo agora.

Meus queridos, seu sistema imunológico nunca viu isto. vocês possuem um sistema imune robusto, a maioria de vocês. Mas aqueles que não possuem, têm um sistema imune que reage mais ao vírus. Vocês podem dizer que o que está matando os humanos hoje é seu próprio sistema imunológico, não o vírus em si. O vírus produz um determinado quadro, que impõe ao sistema imunológico, que nunca se defrontou com isso antes, produzir uma super reação. O sistema imunológico, ao super reagir, está causando as mortes.

Acabo de dar a vocês a chave para a qual a ciência deve olhar. Se vocês puderem encapsular o sistema  imunológico de forma a evitar sua reação, essa gripe nunca mais matará um humano.

Vejam, a estação das gripes está voltando, mas, simplesmente, será a gripe e não será mais uma gripe assassina porque vocês descobrirão que acabei de lhes dar algo para trabalharem em cima, para conhecerem.

E se vocês pensam que estou errado, perguntem aos doutores das UTIs se têm visto esse fenômeno e eles dirão: “Temos visto. Sabemos que há algo mais e gostaríamos de saber o que é.”

Concentrem-se, não no vírus, e sim, no sistema imunológico e em como colocá-lo num lugar onde possam controlar sua reação, protegendo-o, para que não chegue nesse nível que tem sido tão devastador para tantas pessoas, para tantos corações. O que é inapropriado.

Esse foi o número 1.

Número 2. Eu gostaria de lhes dar uma informação que pode parecer crítica. É a informação sobre o depois. Possivelmente, isto se encaixe em canalizações anteriores, não exatamente no que diz respeito à pandemia, mas ao que tange a uma energia de mudança que está vindo.

Nos afastemos da saúde por um momento para dar uma olhada na economia. Muitos disseram que isto tem sido devastador para a economia. Vou  dizer uma coisa, meus queridos. Não é devastador. É uma poda.
Muitos falaram, livros foram escritos, futuristas também disseram, que o mercado possui problemas sistêmicos. O que significa que o seu desenho vai falhar. E nesse sentido, falamos a vocês sobre a integração, que por isso não falharia  e há várias tentativas de se entender o que é essa integração. Eu digo a vocês o que é: é o vírus.

Porque o que vai acontecer quando o mercado voltar e vai voltar, é que ele está configurado para reagir, meus queridos. Não está configurado para falhar. Observe nas notícias boas. Vai começar a reagir. Nas ruins não. Ele não está morto. O que acontecerá a ele e ao comércio é uma reinicialização e essa reinicialização começará a corrigir os problemas sistêmicos que vêm se desenvolvendo há anos e que causariam a tal falha.

Alguns dirão: “E as lojas que estão fechadas, que estão dizendo que não serão reabertas?”. Estão certos. Muitas não reabrirão e haverá lojas que não deveriam estar lá. Não numa economia como deveria ser. É uma reinicialização, uma poda de coisas que não deveriam estar lá,de forma que, quando o mercado reagir, elas não deverão continuar, entendem?

Dessa forma, sistemas que não estão funcionando, processos que estão quase quebrados, quando recomeçarem do zero não possuirão mais aqueles atributos. Entendem como isso funciona?
Deixem-me explicar de outra forma.

Se o ser humano está com problemas e esse ser humano de fato precisa de ajuda, possivelmente vai em busca dessa ajuda – uma terapia ou algo do gênero – onde dirão isso a ele: “Você deve parar, respirar fundo, recomeçar do zero e se reequilibrar”. Se reequilibrar ou se recalibrar. Todo trabalhador da luz sabe com isso funciona. Você vai para um contexto de meditação.

Todos no mundo sabem como isso funciona. Você tem que parar tudo.  Parar de trabalhar, parar com a família. Tudo. E você fica lá e entende, sem a pressão do tempo, o que é importante para você e o que não é. Você precisa ir a esse lugar, onde nada se move e então a intuição começa a funcionar e diz: “Ah! Consigo ver o que está errado. Vejo coisas aqui que não me servem. Pensei que servissem, mas eu estava muito ocupado para perceber”, entendem?

Ou: “Eu vi este relacionamento e pensei que fosse uma coisa, mas é outra, talvez eu tenha que rever. Estava ocupado demais com este ou aquele viés, tinha medo das coisas ao meu entorno, havia isso ou aquilo acontecendo e eu nunca conseguia dormir. Não me admiro de não ter conseguido ver essas coisas. Não me admiro não poder vê-las.”

Isso acontece de humano a humano a humano, vocês entendem? Algumas vezes, a solução, o que você tem que fazer para corrigir a si mesmo, é parar e respirar, se reequilibrar, respirar, meditar, ter tempo e então a intuição começa a fluir. E essa intuição, sem todos aqueles negócios, sem todas aquelas coisas que perturbam você e que te dão medo e todo mundo te falando sobre isso ou aquilo e dando suas opiniões, tudo isso vai embora e ao invés disso, a intuição começa a fluir.

Isso é bonito, vem da sua espiritualidade, vem da sua própria alma, cruza o véu e diz:

1. Você é profundamente amado.

2. Dê uma boa olhada nas coisas ao seu entorno porque neste momento existe uma oportunidade para eliminá-las. E comece de novo. E assim que começar você terá mais saúde, será uma pessoa mais tranquila, porque passa a entender o que funciona e o que não.

Querido ser humano, neste instante o planeta está em modo de reinicialização. Nunca houve nada que criasse uma unidade come esta no planeta. Nem mesmo durante as guerras mundiais. Isto é novo e observem há um propósito.

E por falar nisso, vocês podem dizer que veio de um vírus, que veio da natureza, mas que não os atingiu de forma natural. Falarei sobre isso numa outra oportunidade.

Neste momento, eu gostaria de dizer a vocês que quando tudo passar, e começa a passar, pode demorar um pouco, mas vai voltar a ser de uma outra forma. Vai voltar mais leve, vai voltar com sistemas que se autocorrigem, porque estarão começando de novo, com novas ideias.

Indústrias podem desaparecer e não por causa do vírus, mas porque serão reconhecidas como desnecessárias e, em função disso, vão aparecer novas indústrias, novas invenções.

Estou lhes dizendo qualquer coisa que pensem que vai acontecer, vocês estarão errados, porque esta é a reinicialização sobre a qual temos falado. A elevação energética sobre a qual temos falado.

Enquanto todos ficavam dizendo que essa elevação não aconteceria com a economia que temos, estão certos. Que não pode acontecer com o mercado da forma que é, estão certos, não pode mesmo. Vocês estão no zero agora e começarão a se recuperar de forma diferente.

Há muita esperança pare este planeta por causa disso.

Eu conto essas coisas a vocês com amor e compaixão, porque verão que é verdade e podem ter alguma dificuldade para entender por que isso ou aquilo teve que acontecer. É a salvação da humanidade. É o começo de uma consciência mais elevada, de uma nova compreensão e de união da humanidade.

Vocês se deixaram cair de joelhos por causa de um micróbio. E se, ao invés disso, da próxima vez for por amor, ou por compreensão e compaixão de uns pelos outros, a fim de fazer uma varredura neste planeta com saúde, com amor e fazer coisas acontecerem e que nunca aconteceram antes?

Isso não é o que vocês estão imaginando. Dou essas coisas a vocês com amor para lhes dizer que não se trata apenas de esperança para o futuro. Mas, de esperança para um futuro diferente. Vocês não voltarão ao antigo velho jeito. E isso vale para a política, para a transmissão de notícias, vale para o que vocês descobrirem mais tarde, sobre o que de fato aconteceu, que vocês chamaram de Covid.

Essas coisas acontecerão porque precisam delas e em função delas, vocês corrigirão coisas e este será um planeta muito melhor para se viver.

Acreditem em mim, vocês não retornarão ao antigo mundo. Nunca, nunca mais.

Eu sou Kryon em amor com a humanidade e voltarei.

E assim é.

……………………………………………………………………………………………………………………

Fonte: Some Virus Truths for you to Consider – Worldwide Channelling Retreat – April 14-15-16, 2020
Tradução: Suzana MAS – Mestria Terrena
Transcrição do vídeo em português: Cida PereiraAFINIDADES ESPIRITUAIS

Via: Kryon 2020 – Algumas Verdades Sobre o Vírus Que Você Deve Considerar – YouTube


Ouça também esta mensagem através do vídeo:

Kryon 2020 – Algumas Verdades Sobre o Vírus Que Você Deve Considerar

Publicado por: Mestria Terrena

Via: Kryon 2020 – Algumas Verdades Sobre o Vírus Que Você Deve Considerar – YouTube


NOSSO FUTURO NA TERRA VAI DEPENDER DE COMO REAGIRMOS DURANTE E APÓS ESTE DIFÍCIL MOMENTO…

“O Planeta ficará em observação por cento e oitenta dias” diz Carta Psicografada.

planeta-terra-espaco-1400x800-0717

Por: Ton Müller
em 2 de abril de 2020

 

Boa noite a todos navegantes do planeta Terra!

Apesar de toda a tripulação planetária se encontrar aparentemente alarmada pela pandemia que está se alastrando por todo o globo, saibam que cada um de vocês, durante seu plano reencarnatório já tinha ciência desse desafio, assim como da importância de passar por este momento único.

Eu sei que estão fartos de notícias, esclarecimentos e informações sobre o atual momento vivido, mas permitam-me dar a visão de toda a situação vivida, pela ótica de nosso plano, o plano espiritual. Em primeiro lugar, permitam-me minha apresentação.

Meu nome é Alex Bardonnie, sou membro de uma egrégora espiritual denominada Projeto Nova Luz e hoje trabalhamos arduamente neste novo processo transicional no qual o planeta se encontra, uma vez que, como já foram vastamente informados pelo nosso irmão Francisco Xavier, mudanças drásticas estão ocorrendo e aqui estou para lhes explicar nosso projeto para esse grande salto que vocês estão presenciando nesse momento.

Em primeiro lugar, por mais antagônico que pareça, encarem esse período como um grande presente que lhes foi dado, por puro merecimento. Quando estamos nos planos espirituais não conseguimos absorver alguns sentimentos relacionados a fome, escassez, medo, insegurança, doença e morte. Entendemo-nos plenamente, mas não os sentimos de fato. Eu já os senti algumas vezes, já que estive encarnado no planeta de vocês. Eu sei que devem estar se questionando: como tantos sentimentos ruins podem ser um presente? E a resposta é muito simples: não existe maior aprendizado, maior evolução do que o sentir, o viver intensamente. Algumas vezes, dias encarnados nos lapidam por toda a eternidade.

Mas voltando aos fatos atuais, estamos passando por esse momento, e eu me incluo nesta sentença, já que estamos trabalhando aqui em nosso campo de energia arduamente, por uma razão bem clara. Com a mudança planetária que está ocorrendo, dentro de algumas décadas o planeta estará muito mais conectado com a espiritualidade, por volta do ano dois mil cento e cinquenta. Porém para chegar a esse resultado, um passo importante foi dado agora. Quando vivemos no plano espiritual, não existe a divisão de presente, passado e futuro: simplesmente vivemos o agora, o instante, o pulsar, o sentir, isso é tudo que temos. Caso o planeta Terra não aprenda a viver o agora, será impossível evoluirmos e criarmos um vínculo mais amplo com a espiritualidade. Se olharmos alguns meses atrás, vocês viviam uma conduta totalmente antagônica em relação a uma experiência encarnatória, nada mais estava sendo sentido, nada mais vivenciado, saboreado e aprendido. O foco era sempre o futuro, o próximo fim de semana, a próxima festa, o próximo feriado, o próximo objetivo material. Em outras palavras, a grande maioria (cerca de oitenta e cinco por cento da população da Terra) estava subutilizando sua existência.

E por isso ocorreu essa pandemia, para frear a humanidade, que se encontrava em um movimento sem propósito e sem destino. Após esta breve introdução, vou lhes apresentar nossos objetivos:

Em primeiro lugar é esquecerem um pouco de realizações futuras e se situarem no agora, já que o momento exige que se viva um dia de cada vez. Não é mais possível sacrificar o hoje para projetar o amanhã, já que se vocês não cuidarem agora, de si mesmos, de seus próximos e da sociedade, ficando concentrados no presente, o futuro simplesmente não ocorrerá.

Segundo ponto, entendemos que ainda existe uma grande e errônea divisão de riquezas, e sabemos que mesmo em casos de doenças, pessoas afortunadas terão melhores tratamentos, mas conseguimos frear a ganância, o supérfluo, a vaidade tola. Antes, muitos faziam questão de serem admirados por desfrutarem de situações exclusivas ou por obterem posses únicas, mas nesse momento essas pessoas perceberam que isso não lhes vale de mais nada.

Terceiro ponto, quase sempre que reencarnamos trazemos situação cármica de vidas passadas para solucionarmos e evoluirmos. Às vezes, passam-se quatro, cinco encarnações e o espírito simplesmente perpetua essa situação. O atual momento serve justamente para uma reforma íntima de cada um de vocês. Se o seu problema for familiar, estará no centro de sua questão encarnatória para resolvê-lo. Se o seu problema for ganância ou avareza, notará que o futuro pode mudar a qualquer momento e que suas riquezas, em questão de instantes, lhe valerão muito pouco. Se o seu problema for dependência de algum vício, chegou a hora de escolher erradicá-lo ou expor a saúde de todos que estão a sua volta simplesmente para obter um efêmero prazer. No caso das pessoas de pouca fé, dentro de alguns dias o vazio lhes consumirá e elas terão a oportunidade de buscar um significado maior existencial.

Quarto ponto, mesmo que agora vocês se encontrem no seio do seu lar, protegidos, com saúde e proventos, será impossível estarem totalmente felizes e em paz. Sempre um sentimento de tristeza e não plenitude lhes acompanhará. Esse é o principal motivo de todo o processo, justamente para que cada um de vocês perceba que não é possível ser feliz sozinho. Perceberão que enquanto uma família possuir um doente ou alguém passar fome em algum lugar de isolamento, simplesmente a felicidade não estará completa, e então ficará cristalina a evidência que fazemos parte de uma grande constelação e nunca o brilho de uma estrela será superior ao seu todo.

E por último, queremos lhes lembrar da escassez do tempo. Cada pessoa que nasce na Terra tem já certo que um dia irá partir e que temos um período finito de tempo para evoluirmos. Essa pandemia veio justamente para demonstrar isso, temos que encarar nossos conflitos agora, não no próximo mês ou no próximo ano. Aproveitem esse período para profunda reflexão e mensuração de suas existências. Todos possuímos instintivamente o crivo crítico do certo e errado, apenas permitam-se utilizá-lo. Quanto aos idosos que estão desencarnando, fiquem tranquilos, eles estão sendo muito bem recebidos aqui e sua passagem é fortemente enobrecida por justamente servirem de lição e exemplo para os demais habitantes do planeta.

Mas então, o que devemos esperar daqui para frente?

Em nossos planos, caso a evolução comportamental continue da forma que se encontra nos dias atuais, com muito amor, compaixão e fé, o início da reversão do quadro mundial começará em dezessete de maio deste ano. Os médicos começarão a encontrar tratamentos eficazes para a diminuição da pandemia e um mês após este marco, todos terão a chance do renascimento.

O Planeta ficará em observação por cento e oitenta dias, caso toda a consciência adquirida não resulte em mudanças comportamentais práticas, uma segunda onda pandêmica, desta vez mais rígida, está sendo preparada para justamente fixar todo o aprendizado. Mas estamos confiantes que não será necessário, já que muitos gestos de amor, entendimento e reflexão estão sendo notados. A empáfia humana que outrora imperava, está sendo aos poucos diluída e esses bons sentimentos explicam a última questão que gostaria de elucidar nessa mensagem: a forma escolhida foi uma pandemia e não uma guerra, justamente para não gerar sentimentos de raiva, divisão ou rancor e o fato da contaminação ser global e não pontual, foi justamente para romper qualquer preconceito de credo, etnia, posição social ou nacionalidade, mostrando a igualdade de todos.

Caso você tenha recebido esta carta e lido até aqui, não é simplesmente por questões elucidativas, mas sim porque você está sendo convocado. Convocado pelo amor para nos ajudar, precisamos da vibração de encarnados para emanar toda a energia de auxílio, elucidação e cura que temos em nosso plano.

Você é importante para esse momento, você é nossa ponte para passar ao planeta toda essa carga energética. Tudo que pedimos é que uma vez ao dia, recolha-se a um local silencioso, pode ser em sua cama e se conecte conosco por pensamento. Lembre-se desta carta e apenas mentalize que você está apto para vibrar e doar toda a energia necessária para todos que precisam.

Pode direcionar suas vibrações para quem vier em sua mente. Fazendo isso você estará auxiliando todo o planeta e também fortalecendo todas as suas reservas espirituais.

Muito obrigado pela leitura, saibam que não estão sozinhos. Sou apenas um de milhares de mentores que se encontram com vocês nessa jornada. Fiquem com Deus!

Alex Bardonnie

 


 

Divulgação: Site Verdade Mundial a partir de mensagem da amiga inscrita Elizabeth Oliveira. Mensagem compartilhada em Uberlândia/MG (Casa espírita)

Via: “O Planeta ficará em observação por cento e oitenta dias” diz Carta Psicografada – Verdade Mundial

COMPREENDENDO A VIDA ATRAVÉS DA VISÃO EXPANDIDA DA NOVA REALIDADE…

10 PRINCÍPIOS PARA A NOVA CONSCIÊNCIA

10 principios

Por: Owen K. Waters

.

A Nova Realidade traz consigo uma nova e ampliada visão da consciência. Para operar com sucesso no novo ambiente, você precisa aplicar os novos princípios que vêm com essa visão ampliada, com essa visão maior da realidade.

Isso permite que você desperte para o seu potencial expandido e o manifeste.

A Metafísica é uma filosofia de ser, um estudo dos princípios subjacentes da existência. A abordagem holística da metafísica fornece uma filosofia baseada em uma base integrada da mente, corpo e espírito. Essa abordagem inclusiva do espírito é essencial para entender a visão mais ampla da consciência que a Nova Realidade apresenta.

Sem o componente espiritual da filosofia metafísica, os mistérios da vida permanecem para sempre mistérios. A vida não evoluiu acidentalmente a partir de uma poça de lama pré-histórica; ela foi trazida à existência pela intenção precisa do Criador. A chave para entender o grande projeto da vida é, portanto, procurar entender mais sobre o funcionamento de seu projetista.

Se, por exemplo, você nunca tinha visto um avião a jato e, de repente, um sobrevoou, você pode se perguntar se isto foi impulsionado pelo intenso barulho que ele faz. A verdadeira resposta, no entanto, pode ser melhor encontrada no escritório dos projetistas na fábrica de aviões, e assim também é com a vida. Se você pensar em como o criador do universo poderia ter realizado algo, então você encontrará respostas muito mais rapidamente do que se você se perguntar como um “acidente de evolução” poderia ter acontecido.

Por que o Criador criou a vida como a conhecemos? Como foi essa tarefa? Quais são os princípios subjacentes que podemos aprender com isso? A visão maior da Nova Realidade nos permite compreender claramente princípios que, antes, eram mistérios.

Aqui estão dez princípios que o ajudarão a apreciar a visão expandida da consciência oferecida pela Nova Realidade.

1. Tudo é um.

Tudo na Criação é uma expressão do Ser Infinito. O Ser Infinito é a consciência abrangente da qual o universo foi criado. Tudo no universo é feito de consciência. Somos todos aspectos do Ser Infinito.

2. Transformação.

O mundo está passando por uma transformação espiritual da consciência humana. Pode levar muitas décadas para esta ser concluída e, quando isso acontecer, terminarão as lutas e sofrimentos globais. Esta nova era da civilização será alcançada por uma consciência generalizada da unidade subjacente de todas as pessoas. O mundo muda quando você traz mudanças espirituais dentro de si mesmo. Isso ocorre automaticamente quando você compartilha constantemente quem você é e tudo o que você se tornou, dentro da atmosfera compartilhada do cinturão da mente global.

3. Propósito na vida.

Assim como cada floco de neve é ​​único, o mesmo acontece com cada pessoa. Seu objetivo principal na vida é experienciar a vida a partir de um ponto de vista único e individual. Você é uma expressão do Ser Infinito à medida que se experiencia a partir de todos os pontos de vista possíveis.

4. Reflexão

A vida reflete quem você é – suas crenças, seus pensamentos e seus sentimentos. Este é o princípio básico por trás do ensino do karma e do fato de você colher o que semeia, criando um padrão de pensamento que atrai a mesma experiência para si mesmo. A refletância é frequentemente adiada enquanto suas circunstâncias se ajustam para permitir que reflexões apropriadas se manifestem.

5. Auto-responsabilidade.

Você cria sua própria realidade e assume responsabilidade pessoal por isso. Sua vida é um reflexo de quem você é e das experiências que você, como alma, planejou para esta vida.

6. A Vida após a “morte”

Do ponto de vista de sua verdadeira personalidade interior, a transição do reino físico é como sair de um traje que você usou por um tempo. O traje não é o verdadeiro você. Em seu corpo espiritual, você avança para o reino espiritual, que é um lugar de alegria e cura. Depois de encontrar amigos e parentes que já faleceram antes, você começa a trabalhar na resolução de qualquer problema que tenha causado conflito interno em sua vida física. Você se lembra mais quem você realmente é e experimenta uma alegre reunião com o resto de sua família imediata de almas imediata.

7. Reencarnação

A reencarnação existe para fornecer uma variedade de experiências, de modo que habilidades para a vida possam ser adquiridas, e assim, enquanto em um corpo físico, você pode redescobrir sua fonte espiritual interior.

8. A verdade está em todo lugar.

A verdade suprema deve ser encontrada dentro de nós, mas o estudo de uma variedade de fontes de informação ajuda-o a despertar e lembrar sua verdade interior.

9. Amor incondicional

O amor incondicional e a aceitação de toda a vida colocam sua consciência em um espaço mais elevado, permitindo que a compreensão e a compaixão se desenvolvam. Esse amor e aceitação dos outros é um reconhecimento da luz espiritual dentro dessas pessoas e não depende de seu comportamento externo. O amor incondicional também inclui um respeito geral pelas crenças dos outros, independentemente do quanto elas possam, ou não, se alinhar com a sua própria crença

10. Conexão interior e insight.

A conexão interior com a sua fonte espiritual promove a transformação espiritual e a realização do seu verdadeiro potencial. Desenvolver a intuição, tanto em homens quanto em mulheres, proporciona uma visão essencial das experiências da vida.

……………………………………………………………………………………………………………………………..


Fonte: http://www.spiritualdynamics.net  /   Ten Principles for the New Awareness ~ Owen K Waters | Violet Flame (Copilado de Spiritual Dynamics Newsletter – News@SpiritualDynamics.net)
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: 10 PRINCÍPIOS PARA A NOVA CONSCIÊNCIA – Owen K Waters – MXVENUS


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

10 PRINCÍPIOS PARA A NOVA CONSCIÊNCIA – Owen K Waters

Publicado por mxvenus

Via: 10 PRINCÍPIOS PARA A NOVA CONSCIÊNCIA – Owen K Waters – YouTube


AKHENATON, UM VANGUARDISTA DE SUA PRÓPRIA ERA, O PRECURSOR DO CRISTO CÓSMICO NA ANTIGUIDADE…

AKHENATON: Arauto do Cristo Cósmico no Egito

A SON OF GOD---1

Baseado na Obra de Corinne Heline

Por: Alexandre David, um Probacionista Rosacruz

 

A Oitava Dinastia culminou na História Egípcia como um mundo poderoso. Sob o brilhante Faraó Amenophis III a dominação egípcia se estendia à Síria e Mesopotâmia. Tributos provenientes de cidades costeiras do Mediterrâneo enchiam rapidamente os cofres e a riqueza facilmente adquirida corrompia tudo que tocava.

Akhenaton não é lembrado pela riqueza, nem pelo poderio militar egípcio. Não valorizava nada disto, nem mesmo se contentava em predicar os cânones consagrados como verdade pela casta sacerdotal dominante. Viveu a vida de um sábio enquanto ocupava o trono.

A história das religiões nos informa que sempre quando uma nação atinge seu Zenith em prestígio e poder mundano, a religião dominante do referido período se cristaliza em formas convencionais quase totalmente desprovida de iluminação espiritual; e sempre um mensageiro é enviado pela Hierarquia Invisível para desobstruir o caminho. Segundo Corinne Heline, tal condição prevalecia naquele período, vindo Akhenaton promover uma nova era de pensamento espiritual.

Os primeiros reis Egípcios foram Iniciados pelos Mestres Atlantes que oficiavam os vários graus de Iniciação no Templo de Mistérios da Grande Pirâmide. Posteriormente um elaborado cerimonialismo foi desenvolvido e transmitido em benefício das massas, mas o verdadeiro trabalho iniciático estava reservado à linhagem sacerdotal e à casa real, sendo tais privilégios transmitidos hereditariamente. Os faraós primitivos eram portadores da luz espiritual, sendo chamados de “Filho do Sol”, que designa Horus encarnado. O Templo de Heliópolis era o centro focal desta antiga Escola Iniciática, cujas raízes procedem do período primordial do Egito.

Segundo a Escola de Heliópolis, “Aton ou o Sol é o corpo físico do Logos diretor de nosso sistema solar emanado do Logos Universal. O globo solar, fonte de luz, calor e vida, é o transmutador prodigioso que recolhe as vibrações transcendentes da Divina Fonte, criadora de mundos, e as transforma em forças mentais, vibrações construtoras do Cosmos e energias vitais, que verte sobre os astros opacos que a ele estão subordinados. Assim fecunda nossa terra, virgem e mãe, sem tocá-la nem manchá-la. O Sol é a imagem viva da Divindade. Resplandece com a ofuscante luz da Verdade Absoluta. É o Senhor da Natureza”.

Tais verdades sagradas, esquecidas pela grande maioria foi preservada por muito poucos na época da Oitava Dinastia. Um sacerdócio rival, que colocava a política acima da espiritualidade e praticava grotescas formas de magia e feitiçaria derivadas de antigos cultos remanescentes, usurpara o prestígio e o poder que formalmente detinha o Templo de Heliópolis. As injustiças e crueldades impostas ao povo estão reportadas no Livro do Exodus. O principal Templo consagrado ao Deus Amon localizava-se em Thebas. O culto ganhou ascendência com Amenhotep III, refém político do sacerdócio de Amon, que restaurou o Templo de Luxor e construiu muitos outros templos consagrados a Amon. O Templo de Karnac, o grande Centro Esotérico, que perpetuava a tradição oculta do período Atlante se tornaria a mais magnífica ruína do mundo. O sacerdócio de Amon gradualmente conferiu a si mesmo o título de Deus de Heliópolis e, como Amon-Ra, ascendeu à supremacia como o Culto do Estado.

O alto-sacerdote de Amon-Ra era geralmente o Grande Vizir (primeiro-ministro) do Egito e frequentemente ultrapassava o próprio rei em poder e prestígio. Sua corte comportava hierarquias de sacerdotes a ele subordinado, que recebiam extraordinários privilégios.

Foi no meio deste cenário decadente que, Akhenaton, um dos Irmãos Maiores foi enviado para reacender a tocha espiritual que havia sido apagada pela idolatria, pelo luxo e pelo abuso de poder tanto da Igreja quanto do Estado. Em seu estudo sobre a XVII dinastia (1375-1358), Arthur Weigall escreve:

“Akhenaton foi o primeiro ser humano que possuiu o sentido do divino; o primeiro que enquanto o fragor das guerras dominava o mundo, predicou a paz, a simplicidade e a honradez; o primeiro que professou o amor à Humanidade, e o primeiro que livrou seu coração da queda na barbárie.”

“Como um raio de ofuscante luz na noite dos tempos, Aton, O Sol, símbolo do Deus verdadeiro, destaca-se por um instante no seio da escuridão egípcia e, mais uma vez, desaparece prenunciando as futuras religiões monoteístas ocidentais. Poder-se-ia crer que o misericordioso o Deus todo-poderoso teria se revelado, por alguns instantes ao Egito. Nenhum homem cuja mente esteja livre de preconceitos poderá ignorar a íntima semelhança dos ensinamentos de Cristo na religião de Akhenaton, tanto quanto em Abraham, Isaac e Jacob. A fé do patriarca é a linear ancestralidade da fé Cristã; porém o credo de Akhenaton é seu protótipo isolado. O Altíssimo Deus por um instante revelou-se a Si mesmo ao Egito, onde foi mais claramente interpretado que o fora na Síria ou na Palestina antes do advento de Cristo”.

Segundo Corinne Heline, a preparação para o nascimento de um Grande Avatar deve começar com seus avós. Tal postulado está exemplificado na vida de Akhenaton, que teria sido escolhido para ocupar o trono através da mediação da Esfinge. A Grande Esfinge de Gizeh e a Grande Pirâmide eram câmaras iniciáticas sob a guarda dos sacerdotes de Heliópolis, sendo o alto sacerdote conhecido como “o Profeta Clarividente”. Thutmose IV, que reinou de 1420 a 1411 a.C., avô de Akhenaton foi consagrado pelos sacerdotes de Heliópolis como “Filho de Aton que purifica Heliópolis e satisfaz Ra”. Akhenaton foi ativo na restauração da Esfinge.

Após a transição de Thutmosis IV ao Oriente Eterno, seu filho Amenhotep III assumiu o trono (1411 a 1375), conduzindo o Egito ao pináculo da glória material. Durante o reinado destes dois Faraós, a corte do Egito atraiu grande número de homens sábios e instruídos; entre os quais Amenhotep – Filho de Hapu – venerado por gerações como um santo e porta-voz dos Deuses. Ele era um dos articuladores da restauração do Templo de Heliópolis. Com Amenhotep IV (Akhenaton), sua influência foi marcante. Outro homem sábio tinha o nome de Ywaa, tinha uma filha chamada Tiy, que casou-se com Amenhotep III, tornando-se a Rainha Tiy (Taia), a mais brilhante e famosa das rainhas egípcias e mãe de Akhenaton.

A influencia da família materna é muito clara na vida de Akhenaton. A mãe de Amenhotep III recebera uma visão anunciatória do Deus Amon, e seu filho justificou sua visão em todos os aspectos. Em vez de seguir os passos de seu tolerante e político pai, Amenhotep III, caminhou em outra direção influenciado pela família materna e amigos de procedência Síria. Tanto a rainha, quanto seu sogro estavam engajados na preparação do advento do Cristo Cósmico.

Cerca de 1300 anos antes da era cristã, Akhenaton protagonizou como Cristo, uma vida como portador de Luz, recebendo como troca traições e perseguições. A bondosa rainha Tiy e seu santo pai, prepararam o jovem para a nobre missão, aconselhando-o a restaurar o Santo Culto de Heliópolis preferencialmente ao Culto a Amon – que, apesar de patrocinar a Casa Real, nunca ganhou totalmente os corações dos devotos de Ra e Ptah.

Reportando-se aos registros akásicos, afirma Corinne Heline: “Ainda que suas ideias ultrapassavam as de sua época, não intimidou-se a afirmá-las e pô-las em prática. Ainda hoje as modernas nações encontram dificuldade de praticar a doutrina da fraternidade entre os homens acima dos sectarismos de nacionalidade. Akhenaton não foi apenas um vanguardista de sua própria era; ele foi o precursor de sucessivas eras. Seu ideal ainda não foi atingido, ainda que seu eco se repita na boca de muitos sábios.”

O intervalo compreendido entre os treze e quatorze anos, é sempre um tempo marcante na vida de um Grande Mestre, sinalizando a direção que irá escolher em seu caminho. Este significante período em sua vida brindou o casamento de Akhenaton com Nefertiti e sua ascensão ao trono.

Nefertiti significa a personificação da beleza. Esta bela e bondosa rainha foi uma alma madura e devota colaboradora no esplendido trabalho de Akhenaton pelo povo egípcio. Foi muito admirada tanto por seu nobre caráter quanto por sua rara beleza. Ela compartilhou toda a gloriosa carreira espiritual de seu marido e sua existência foi marcada tanto pela inteligência como pela bondade e devoção.

Akhenaton não desperdiçou nenhum tempo no exercício de sua missão. Como o Mestre Jesus, mediador do Logos Solar, se ocupou desde cedo nos “negócios do Pai”. Instituiu reformas baseadas nos princípios fundamentais do Culto Solar de Heliópolis, porém numa oitava acima ou numa nova espiral. No quinto ano de seu reinado, com apenas dezesseis anos, eliminou o antropomorfismo, destruindo as estelas erigidas em homenagem a Amon, sacrificando até as obras realizadas por seu pai. O Sol foi saudado como o símbolo de um Deus que amava todas as nações, que desejava a paz em vez de guerras, a irmandade entre as nações em vez de uma nação conquistar a outra. Seus hinos declaram que Deus é um Ser invisível que não pode ser representado por imagens; que Ele é o Deus de todas as nações; que Ele ama todos os homens em igual proporção; que Ele é o criador, preservador e misericordioso Pai da humanidade e de todas as criaturas viventes.

“Quão múltiplas são as tuas obras!
Elas estão ocultas aos homens,
Ó Deus único, a quem nenhum outro se compara.
Criaste a Terra segundo o teu coração.”

Sua implicação com a Verdade está registrada num de seus decretos: “ Este é o juramento que desejo proclamar, conforme a Verdade, e do qual, por toda a eternidade, jamais direi que é falso.”

Apesar de sua juventude, era sábio na sabedoria do espírito. Seu corpo era delgado e frágil, sua natureza era serena e gentil, seu temperamento era pensativo e estudioso. Adorava contemplar as belezas da natureza, e sua face se transfigurava em êxtase espiritual. Era reverenciado e adorado por seu povo, sendo chamado carinhosamente de “Senhor do Sopro da Doçura”

De dezessete aos dezenove anos devotou-se completamente à nova religião. Rompeu com o sacerdócio de Amon-Ra e decidiu mudar a Corte para um lugar virgem a beira do deserto, “que não pertencesse a algum deus ou deusa, príncipe ou princesa, e do qual ninguém pudesse reclamar a propriedade. Em 1370 a.C., assessorado pelo arquiteto Bek, construiu a nova capital em El Amarna, na planície de Hermópolis a uns trezentos quilômetros ao sul de Heliópolis, rompendo com a tradição religiosa de Tebas.

Reportando-se aos registros akásicos, Corinne Heline relata que“ nenhuma utopia visualizada em nossa presente época poderia exceder em beleza a adorável cidade construída pelo jovem rei e chamada Akhetaton (Horizonte do Sol), atualmente Tell-el-Amarna. Ela foi dedicada à Luz e a reverente comunhão com a natureza era essencial ao trabalho espiritual”

Ao inaugurar a nova cidade, o jovem Faraó declarou: “Aton meu Pai que concebeu esta cidade; nenhum nobre me conduziu à ela; nenhum homem em toda a face da terra me guiou; Aton, meu Pai, mandou-me contruí-la. A Cidade do Horizonte, como o Sol no céu será eterna. Aos 21 anos sua residência foi fixada em Akhetaton. Mudou seu nome para Akhenaton (Aquele a quem Aton se satisfaz ou glória de Aton) e acrescentou um título usado até a sua morte: “Vivendo na Verdade”.

Por cerca de quatro anos prosperou o novo regime. Na beleza e na paz de sua santa cidade, Akhenaton concentrou sua energia na causa de Aton, porém, impaciente com a lenta conversão de seu povo, usou seu poder como Faraó para forçar a devoção a Aton em todo o Egito, o que provocou o antagonismo dos cultos rivais, principalmente a conspiração do sacerdócio de Amon, que fora hegemônico .

Akhenaton foi um Iniciado nos Mistérios Solares. Tal Iniciação era uma prerrogativa dos Faraós, apesar de que nem todos eles atingissem a mesma expansão de consciência. Alguns instrumentavam os poderes conquistados para manter sua autoridade sobre a nação e adquirir cada vez mais fortuna. Akhenaton foi totalmente na direção oposta. Ele só desejava estabelecer a beleza, a paz e a fraternidade sobre a terra. Fez do Sol Alado o símbolo da manifestação do Verbo, exaltou o valor da Verdade e exigiu uma moral mais humanitária.

“As asas estendidas do astro mítico, da fênix – diz Schuré – se abrem horizontalmente. Duas serpentes entrelaçadas e enroladas ao disco se erguem ladeando-o com suas cabeças vigilantes. Este é o signo de Horus, o Verbo Solar, o Deus manifestado, o Apolo egípcio, símbolo capital e central desta religião que evoca o Deus que vive através do homem e da natureza. Seu curso ilustra as viagens da alma e a evolução do Universo. As duas serpentes, cujas cabeças se lançam fora do circulo do Infinito e que se encontram no caduceu do Hermes grego, personificam os dois movimentos do Espírito Eterno: sua aspiração e sua expiração. Uma insufla sua vida a todas as formas da matéria; outra, absorve às almas que retornam ao sol divino. O Sol alado de Horus só tem um significado. Sua voz viril ressoa com a língua universal dos símbolos e domina aos demais como acorde perfeito que sintetiza todas as harmonias, e diz: O Espírito é Um; a Alma, que anima a carne, é imortal, e sua vida através dos mundos se denomina Ressurreição”.

Akhenaton proibiu que Aton fosse idolatrado através de imagens. Simbolizou-o como um disco solar irradiando raios de luz . Dirigiu a atenção do povo ao “Calor que está no Sol”, que representa o Cristo Cósmico, o Espírito Invisível e interno do Sol, que existe atrás do esplendor externo do Sol. Ao círculo interno Akhenaton se refere ao Sol Espiritual, não como “Aton”, mas como o “Mestre de Aton”. Mais tarde substitui a palavra Calor por Resplendor

Akhenaton era tanto poeta quanto místico. Seus hinos podem ser comparados com os salmos de David, no Antigo Testamento. No Salmo XXIII, David canta: “O Senhor é meu pastor; nada me faltará”. Muito antes Akhenaton cantara: “Não há pobreza para quem descansa no coração do Senhor”. “Aton vivo ao lado do qual não há nenhum outro”.

“Os antigos Templos Egípcios eram lugares fechados com muitas câmaras subterrâneas. Akhenaton concebe o culto a Aton como uma religião de luz e seus Templos se tornam emblemáticos deste fato. Delicados e graciosos em estrutura, abertos em todos os lados à luz solar e irradiando cor e fragrância, tais estruturas exemplificaram o espírito do Faraó ensinando que o homem está mais próximo de Deus quando mais próximo da natureza. Na vasta área externa do Templo de Aton, decorada com os sete tons da escala cromática, eram observados os cerimoniais da aurora e do místico por do sol, oficiando o próprio Faraó o ritual. Na parte menor e mais interna do Templo eram oficiados os ritos mais esotéricos de consagração, oficiados pela Rainha Nefertiti”, relata Corinne Heline. Os modernos ocultistas atentos aos ritmos da natureza sabem que a polaridade das forças liberadas na aurora do Sol é positiva ou masculina enquanto aquelas relativas ao por do sol são negativas ou femininas.

Da mais antiga dinastia procede ao eco de um cerimonial solar: “Ó Senhor, Que é coroado o rei dos deuses, faça o espírito de minha alma glorioso; faça Senhor o espírito de meu coração divino.” “No impressionante Ritual da Litania Solar “, escreve Corinne Heline, “ que se refere ao trabalho dos nove graus dos Mistérios Menores, o alto-sacerdote, conduzindo uma estrela luminosa em cada mão, é seguido pelos aspirantes em uma procissão, cantando eles nove vezes em uníssono: “ Abra-me o Caminho da Paz , da Verdade e da Justiça“ “. O hino do sol poente era cantado em tonalidade menor, enquanto que o hino do sol nascente era cantado em tonalidade maior. O Coral Aleluia, de o Messias de G.F. Handel foi inspirado nestes majestosos e exultantes cantos que ecoam através dos séculos do Antigo Egito.

Com Akhenaton floresceram as artes e as ciências. Seu amor à natureza é comparado ao de São Francisco e seu sacerdócio inspirou a original Ordem fundada por São Francisco de Assis, que também pretendia restaurar a devoção ao Logos Solar, eclipsada pela opulência da Igreja Católica.

A universalidade de sua religião e a proibição da idolatria acabou provocando rebeliões internas, comandadas pelos sacerdotes tebanos e invasões externas, reduzindo o império a uma pequena faixa.

“Se algum homem deseja me seguir, que pegue a sua cruz e me siga”, disse Cristo a seus Doze Discípulos; porém tais palavras pertencem a todos os Grandes Mestres que foram enviados como portadores de Luz. Akhenaton também vivenciou a Agonia do Jardim do Gethsemane quando viu a bela e pacífica capital de Império, a cidade idealizada como a capital de um mundo governado e regulado pelo amor e sabedoria divina – cercada por forças malignas. O Egito não estava preparado para realizar seu sonho, amigos íntimos desertaram a cidade de amor e paz, muitos de seus soldados se juntaram aos exércitos inimigos e seus mais íntimos discípulos também dormiam, quando o Iluminado Mestre vivenciava sozinho seu Gethsemane.

Com o colapso do Império seu ardente coração cessou de bater, e sua missão terrestre como Mensageiro do Logos Solar, o Cristo Cósmico chegava ao fim.

Seu corpo mumificado depositado numa urna dourada foi colocado numa tumba em um monte especialmente preparada para ele. Aos seus pés foi colocado um de seus salmos:

“Eu respiro a doce fragrância que procede da boca do Senhor. Eu contemplo a Sua beleza todos os dias. É meu desejo poder ouvir a Sua doce voz, até mesmo nos ventos que sopram ao norte, que meus lábios possam ser rejuvenescidos, rejuvenescidos com vida através do amor a Ti . Dê-me Tuas mãos, cubra-me com Teu Espírito. Que eu possa recebê-Lo e viver por Ele. Confira eternidade ao meu nome que jamais perecerá.”

Pouco tempo após após a sua morte física seu trabalho foi destruído. Sua adorável cidade se tornava uma ruína e sua Corte retornava à Tebas , onde florescia novamente o culto a Amon-Ra e o poder de seu sacerdócio. Seu nome foi proscrito e sua memória amaldiçoada. Ele que tinha vindo com um sonho de fraternidade era lembrado como um herético e criminoso. O Karma Coletivo de um povo que rejeita um Mensageiro enviado pelo Governo Invisível é sempre muito difícil. Tanto a antiga quanto a história moderna registram de várias formas a lei inexorável por trás destes fatos. Como descreve uma profecia de Hermes, o Egito, a projeção dos céus, o santuário do mundo seria abandonado pelos deuses, e entregue a alienígenas, reduzindo-se sua gloriosa história a lendas sujeita a incredulidade dos homens…

Poucas almas sintonizadas com o espírito de amor de Akhenaton perpetuaram suas ideias nas tradições esotéricas e nas religiões monoteístas do Ocidente. O Departamento de Cura de Mt. Ecclesia construído em forma de cruz, com uma madala representando uma rosa ao centro, circundado por um pentagrama formado por folhagens e cercado de rosas, na Terra onde a Águia bate as suas asas, constitui um renascimento do culto ao Logos Solar, o Cristo Cósmico, que viria a se manifestar plenamente na terra através do Mestre Jesus, que foi preconizado em toda a sua glória pelo Glorioso Akhenaton, o Faraó do Sol.

“Acrescenta meu amor por Ti Senhor
Para que eu possa servir-Te de melhor forma cada dia.
Faça com que as palavras de meus lábios,
E as meditações de meu coração sejam gratas à Teus Olhos.
Ó Senhor, minha força, meu Redentor”

Esta oração dedicada pelo Mestre Max Heindel ao Cristo Cósmico tem seu protótipo nos Salmos de Davi, inspirados nos hinos de Akhenaton.

-Alexandre David

 


Via: AKHENATON: Arauto do Cristo Cósmico no Egito – Fraternidade Rosacruz

CANALIZAR É COMPARTILHAR AMOR E SABEDORIA COM SERES, QUE NA VERDADE, NÃO ESTÃO SEPARADOS DE VOCÊ…

Gnostic_Bruce Rolf

Imagem: Gnostic por Bruce Rolf

A VERDADE SOBRE A CANALIZAÇÃO

b273c1_7daf1689e4594c869fbc2166a97e93ad_mv2 (editado)

Mensagem de Jeshua ben Joseph através de Judith Coates

Amado, muitos em seu mundo, perguntaram: “O que é canalização?” E muitos tiveram medo disto e disseram: “Canalizar é se abrir a coisas que eu não compreendo.” E esta afirmação é muito verdadeira no mundo: o ego percebe que tem muito a temer, porque ele não entende, não pode compreender o Ser Total. Canalizar é se abrir a uma maior consciência de Quem você é. No Sonho do Filho Sagrado – que é Quem você é – você desenhou um limite imaginário, um limite ao redor do corpo e da personalidade que você se sente ser e disse: “Isto é tudo o que existe para mim. Isto é quem eu sou” – esquecendo-se de que você foi aquele que desenhou o limite em primeiro lugar. Você é quem definiu o limite. E ao assim fazer, você desenhou um limite em um grande mar da existência, o grande mar da existência que você é. Este limite não existe em nenhum lugar, exceto em sua própria mente e em suas crenças.

Quando você se abre a uma maior consciência, está se abrindo para o resto do mar da Luz e da Existência. Você vai além do limite por um momento ou dois, quando está em meditação e tem uma sensação de expansão do Ser. Você está indo além do limite auto-imposto que colocou lá, e está se ligando a uma maior parte de si mesmo. Não há nada fora de você. Não há nada a temer. Tudo o que você experiencia está em sua consciência e é você.

Assim, quando as pessoas em seu mundo que tinham medo da canalização disserem: “Como você pode acreditar em canalizações? Por que você gostaria de canalizar ou de ver alguém canalizar? Isto é entregar o seu poder a outro ser.” Saiba que não há nada fora de você. Você, quando testemunha o que é chamado de canalização ou se permite canalizar, está se abrindo em consciência ao seu Ser expandido, total. Eu não estou separado de você. Ainda que eu possa estar lhe falando como o que parece ser outro indivíduo, não estou separado de você. Minha vida é a sua vida e a sua vida é a minha vida. Você não poderia se relacionar, compreender, ter empatia com a minha vida se ela não estivesse dentro de sua consciência como a sua Vida. Nós somos Um. Na canalização, o que está ocorrendo é uma permissão para uma expansão da mente. É uma abertura de uma maior consciência. É uma troca similar ao que é conhecido nos seus círculos científicos como osmose, onde existem moléculas que passam através da membrana. Isto é o que está acontecendo na canalização. Quando você se abre para uma maior consciência, você tem as moléculas fluindo através da membrana do limite que você acredita ter colocado ao seu redor.

Você não está entregando o seu poder. Muito pelo contrário: você está se reconectando com o seu poder, ainda que possa inicialmente identificá-lo como sendo outra energia individual. Você está se tornando consciente de seu Eu Superior.

Agora, na Verdade, não há nenhuma maneira que você possa entregar o seu poder. Você é o poder. Você pode negar o poder. Você pode negar o poder do Ser total, dizendo isto: “Eu sou somente o que está dentro deste limite”. Mas tudo o que você faz neste momento é negar o seu poder. Você não o entrega. Você não pode entregá-lo. É Quem você é. Você é o poder.

Assim, quando outros lhe disserem: “O que é canalização?”, você pode lhes dizer: “É se ligar ao Eu Superior que eu sou. É compartilhar amor e sabedoria com outros indivíduos que eu percebo como individuais, mas que não estão separados de mim.”

Quando você receber informações através de métodos canalizados, permita o mesmo discernimento que você usaria para informações recebidas através de professores que você vê utilizando a forma de um corpo. Pergunte-se: “Esta informação está em alinhamento com a Verdade, como a conheço? Ela me parece verdadeira? Qual é a minha sabedoria?” Interiorizando-se em seu Coração, em paz e em silêncio, ouça a voz suave e delicada. Peça verificação e a compreensão que vêm da perspectiva da visão Total, da visão sagrada.

Permita-se canalizar o seu Eu Superior, como ele seria chamado, pois no desejo de contemplar, de dialogar, de canalizar mais o seu Ser total, você desperta e se lembra do Filho sagrado que você é.

Você é maravilhoso. Quando o vejo, percebo o seu brilho. Foi-lhe dito que você é um campo de energia, e isto é verdade. Você é um campo de energia brilhante que se estende muito além de sua imaginação. Você afeta todos que vivem neste planeta. Você afeta todos nos universos distantes. Não pense que a sua vida tenha um significado pequeno. Não pense que a sua vida não tenha um propósito. Você é um campo expandido de energia e está se movendo através do limite imaginário que a humanidade aceitou por eons de tempo. Quando eu olho para você, nada vejo além do seu brilho. Você é belo.

Na verdade, amado, você é um grande raio de Luz. Você é Luz e Amor que se expressam na forma humana no corpo, mas você é muito mais do que isto. Você é muito mais do que o corpo, muito mais do que a personalidade com a qual você se identifica neste espaço e tempo.

Somente uma porcentagem de você está se expressando neste ponto de foco, a personalidade neste espaço e tempo. Outras porcentagens suas estão se expressando em outras dimensões, em outros espaços e tempos também. Por você se identificar tão intimamente com este ponto focal, sente que isto é tudo o que há. Mas quando você experiencia a expansão da consciência, durante a meditação, pode se sintonizar com outras porcentagens do todo e se conscientizar mais do seu Ser total.

Divirta-se, comungando com as suas outras porcentagens que está experienciando em outra dimensão, em outro tempo e espaço e veja onde elas estão. O que elas estão fazendo? Como estão se sentindo? Você pode, com o seu amor, comunicar-se com elas e expressar o amor a elas? Divirta-se com a ideia de você em outras dimensões e converse com você mesmo, como se expressa em outros momentos. Não há separação, exceto quanto ao que veria na limitação temporária da crença. A comunhão pode acontecer a qualquer momento.

Venho agora para comungar com você, mas não venho sozinho. Não posso vir sozinho, pois o Filho de Deus é um, e onde eu estou, eu venho com os meus irmãos e irmãs, aqueles do Amor e da Luz, e o espaço onde você se encontra agora, está cheio de seres que você conheceria como amigos e mestres, guias e anjos, cheios de amor e luz para você.

Abençoado seja o amor e o amor dos outros que estão próximos a você, mais próximos do que a respiração. Eu vim para lhe falar agora, porque você me chamou. Eu venho a qualquer momento em que você para, dá uma pausa e volta a sua consciência e a sua atenção para mim. E o mesmo é verdade para os outros mestres e amigos que estão presentes neste espaço. Sempre que você parar por um momento e os invocar, eles estarão com você, conscientemente.

Aqueles que pode ter percebido como tendo deitado o corpo e partido, realmente não foram a lugar algum. Eles estão aqui com você. Se há alguém que você tem sentido uma perda, alguém que partiu e o deixou, e você quer conversar com eles, saiba que, verdadeiramente, eles estão ainda com você e você pode conversar com eles.

Não há data de validade além da qual não possa fazer contato. Se houver algo que deseje expressar a uma mãe ou pai, ou a um ente querido que já liberou o corpo, até mesmo há anos, eles estão ainda com você e você pode se comunicar com eles. O mesmo é verdade em relação aqueles sobre os quais leu e sentiu que eles estavam em sua história, talvez há muito tempo, e que você gostaria de ter uma conversa com eles.
Amado, você pode – assim como está tendo uma conversa comigo. Eles estão também presentes a qualquer momento que neles pensar e quiser conversar com eles. Ninguém partiu. Não há nada fora de você.

Assim, se houver algo que deseje expressar a alguém e sente que eles se foram, faça uma meditação. Abra o seu coração para eles. Converse com eles e então, muito importante, ouça, porque pode ser que eles tenham uma mensagem para você. Abra o seu coração, converse com eles como se você pudesse vê-los no corpo, e então, ouça. Porque, na verdade, o Filho de Deus é um só e não há separação.

Tem havido uma evolução na disposição da humanidade de considerar a possibilidade/probabilidade da expansão da consciência, o que eu chamarei de Mente Total de Deus. Livros foram escritos, tais como o pequeno livro, do qual eu fui o autor, por volta da virada do século passado, chamado de A Vida Impessoal – você pode estar familiarizado com este livro – e então, mais próximo agora de sua estrutura do tempo, Um Curso em Milagres, outro livro que tem a minha autoria. Estive falando através de outros canais, e tem havido outras, como você as perceberia, individualidades que se expressaram na forma de canalização, enquanto a evolução da humanidade tem progredido, de acordo com o que a humanidade aceitaria na consciência. A princípio, os seres canalizados pareciam estar muito separados daquele que estava emprestando o corpo, como no caso daquele conhecido como Ramtha.

Parte da evolução da expansão da consciência da humanidade tem sido para compreender que poderia haver um canal, um veículo de informação do que parecia ser de outra dimensão. E enquanto isto tem progredido, tem havido um aperfeiçoamento no próprio processo de canalização.

O véu está se tornando muito, muito fino. Você não precisa mais perceber a energia canalizada como algo separado de você e algo, talvez, acima de você. Você está disposto agora a saber – e você está agora preparado para ouvir isto – que eu sou uno com você. Você está experienciando uma expansão, uma liberação das crenças limitadas do que é a Realidade.

Saiba que eu estou com você, enquanto lê estas palavras. Estou com você, sempre. Quando eu disse isto, aparentemente há muito tempo, eu quis dizer isto literalmente.

Amado, estou com você, sempre. Verdadeiramente, o Filho de Deus é um.

Jeshua ben Joseph, expressando-se através de Judith Coates.

Expressando-se através de Judith Coates/Jeshua ben Joseph.

………………………………………………………………………………………………………………………………

Fonte: Oakbridge University | Channeling and Non-Separation
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: MXVENUS | A VERDADE SOBRE A CANALIZAÇÃO


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

A VERDADE SOBRE A CANALIZAÇÃO

Publicado por mxvenus

Via: A VERDADE SOBRE A CANALIZAÇÃO – YouTube


MUDANÇAS OCORREM EM NOSSAS VIDAS, À MEDIDA QUE AS INTENSAS ENERGIAS DE ALTA FREQUÊNCIA AUMENTAM…

Sun Rays Light From Heaven­_Rick Berube

Imagem: Sun Rays Light From Heaven por Rick Berube

ALTAS FREQUÊNCIAS AUMENTAM

O Grupo Arcturiano

Mensagem do Grupo Arcturiano

Canalizada por: Marilyn Rafaelle
em 3 de novembro, 2019

 

Caros leitores, sejam bem-vindos novamente à nossa mensagem. Estamos muito felizes em ver tantos de vocês começando a liberar o medo e a entrar na sua verdadeira natureza como filhos e filhas da verdade, em vez de continuarem a viver como seres humanos à mercê de cada conceito tridimensional e crença ainda ressoando na consciência coletiva tridimensional.

Vocês estão evoluindo mais rapidamente à medida que as energias intensas de alta frequência aumentam. Essas energias dimensionais mais elevadas estão fazendo com que aqueles que não entendem o que está ocorrendo sejam atacados com medo e pânico, na tentativa de retornar as mudanças físicas, emocionais, mentais e até espirituais de volta ao status quo com o qual estão familiarizados.

A mudança está acontecendo e vocês testemunharão que ela se torna cada vez mais intensa. O fogo e os outros elementos são as ferramentas de Gaia para limpar a energia velha e densa. Saiba que os muitos queridos que sofrem com essas coisas neste momento se ofereceram para passar por isso – não conscientemente, mas antes do nascimento. O fogo é uma ferramenta poderosa para limpar a energia antiga, permitindo e muitas vezes forçando uma pessoa a examinar seu sistema de crenças com novos olhos.

Aqueles que mantiveram a humanidade em escravidão por eras estão sendo expostos. Essas pessoas, retrocedem muito tempo, continuando a funcionar a serviço de si mesmas, exercendo poder sobre as futuras gerações. A energia do coletivo está se tornando muito brilhante e alta para que eles continuem como sempre estiveram. É um novo tempo, queridos. Mantenha seu centro sempre e em todas as circunstâncias, apesar das aparências externas. Saiba que muito está acontecendo nos bastidores que você ainda não conhece. Tudo está como deveria estar.

Desejamos falar sobre a paz pessoal. A paz que só pode surgir de onde existe – internamente. Uma paz que se expressa consciente e inconscientemente através de palavras e ações que refletem a unidade.
Todos vocês conhecem pessoas que vivem vidas comuns a partir de uma consciência de unidade e, no entanto, que nunca pensam nisso em termos de espiritualidade ou amor incondicional. É simplesmente quem eles são.

A consciência da paz é alcançada através da vida, aprendizado e experiência em muitas e muitas vidas. É por isso que aqueles que vivem automaticamente do amor incondicional são frequentemente referidos como “almas velhas”.

A maioria dos humanos ainda não tem conhecimento das dimensões superiores. Isso ocorre porque a energia tridimensional não pode se alinhar com as frequências mais altas. É por isso que muitos permanecem “presos” (fantasmas) e não seguem adiante após a morte. Por continuarem alinhados apenas com a energia tridimensional, permanecem apegados a pessoas, lugares e coisas familiares, incapazes de ver seus Guias e aqueles que esperam para ajudá-los na próxima fase de sua jornada.

Quando um certo nível de consciência espiritual é atingido e se torna um estado de consciência, a pessoa nunca pode voltar ao seu estado anterior ou superado. Muitos na Terra, nesta época, encarnaram já tendo atingido um estado de consciência muito evoluído. Eles parecem estar vivendo vidas comuns e podem ser encontrados silenciosamente servindo ao processo de ascensão de maneiras comuns e em todas as profissões e sistemas de crenças.

Eles são vocês.

Soluções tridimensionais para a paz entre indivíduos sempre nascem dos conceitos de separação. Globalmente, as tentativas de paz também baseadas na separação têm elementos adicionais de domínio e força, considerados aceitáveis. As limpezas energéticas que ocorrem neste momento, pessoal e globalmente, são necessárias,  porque a energia ressonante densa que o mundo sempre conheceu, não pode nunca se alinhar com a paz e o amor que procura.

Relações  problemáticas que se acredita serem resolvidas e eliminadas estão surgindo mais uma vez para muitos. A energia limpa em camadas quando um indivíduo está espiritualmente preparado para fazer o trabalho. Isto é especialmente verdade com memórias celulares intensas e há muito enterradas. Se um problema com alguma pessoa, lugar ou coisa reapareceu em sua vida, isso indica que você está pronto para a próxima e geralmente limpeza final. Veja isso como uma graduação, não como um fracasso.

As situações kármicas entre as pessoas começam quando experiências negativas de muito tempo atrás ou do presente permanecem vivas e bem na memória celular. Essa energia é então transportada por ambas por muitas vidas e se torna o que é denominado karma. O karma não é um castigo, como muitos acreditam, mas é simplesmente um desequilíbrio energético que precisa ser eliminado ou alinhado.

A tentativa de trazer paz e resolução a um relacionamento problemático de forma elevada,  geralmente encontra resistência de outro ou de outros que preferem continuar vivendo da consciência de vítima. Se isso acontecer, não se alinhe à energia de ressonância inferior do outro na tentativa de encontrá-los em seu nível de consciência, pois isso simplesmente alimenta e prolonga energias que podem voltar por muitas vidas. Isso não significa que você não pode falar com eles no nível de entendimento deles, mas significa que você não alinha sua energia com a deles. Isso é capacitação espiritual.

Se a resolução pacífica não for possível porque o outro simplesmente se recusa, isso pode ser feito sem eles. Um indivíduo espiritualmente consciente pode limpar uma situação kármica existente sem a permissão ou cooperação do outro que não está disposto ou pronto. É assim que você faz isso.

Separe um horário específico em que você não será interrompido. Centralize, medite, limpe seu campo de energia e declare firmemente sua intenção; Exemplo – “Na presença do meu Eu Superior e dos meus Guias, escolho limpar de uma vez por todas toda a energia negativa restante com … declarar o nome”. Use suas próprias palavras, porque a intenção é sua. Faça com que seja tão longo e inclusivo quanto desejar. Reconheça silenciosamente a Luz da outra pessoa como um Ser Divino, mesmo que ela não esteja interessada ou pronta para saber alguma coisa sobre isso. Visualize a realidade deles como pura Luz. Quando você faz isso, reconhece a verdadeira natureza deles e não o sentido ilusório deles que conheceu.
Remova todos e quaisquer cordões de energia da pessoa. Peça ajuda aos seus guias, se quiser. Visualize suas mãos como a Luz entrando na área do plexo solar e removendo todos os fios e suas raízes. Você pode ou não, ter consciência, de um cordão longo e muito antigo. Simplesmente permita o processo e, quando estiver completo, entregue com carinho o cordão de volta ao outro e preencha o espaço vazio com  luz branca dourada.

Agora você está pronto para deixá-lo ir e seguir em frente. Você logo descobrirá que novas interações com a pessoa / pessoas não são tão desgastantes ou difíceis como eram antes, porque você não estará mais carregando esse denso fardo energético.

Se o outro continuar buscando interação negativa, não tenha medo de falar sua verdade de um lugar de fortalecimento espiritual e removê-lo de sua vida, sabendo que, se você tolerar a situação novamente em seu antigo nível energético original, criará novamente cordões energéticos e karma.

Por um período de tempo, a mente continuará a lembrá-lo de velhas mágoas, porque está tentando ajudá-lo, mas está fazendo isso a partir de níveis que você já superou. Pense em sua mente como um amigo caminhando ao seu lado e tentando ajudá-lo a partir de um nível incompleto de entendimento. A mente reprograma-se automaticamente à medida que a pessoa evolui espiritualmente porque a mente retira e forma o exterior do estado de consciência da pessoa.

Porque o semelhante atrai o semelhante (alguém sempre buscando ser inteiro), pensamentos e crenças flutuando no coletivo que estão alinhados com a sua energia serão atraídos para você. Esses pensamentos são impessoais e nunca se tornam seus, a menos que você os aceite e reivindique como seus. Todo mundo ainda carrega um pouco de energia antiga que atuará para atrair energia semelhante do coletivo.

Seu trabalho não é entrar em pânico e entrar em resistência quando algum pensamento indesejado flutua, mas simplesmente reconhecê-lo como impessoal e que, de alguma forma, você o atraiu. Substitua o pensamento pela verdade sobre o que ele representa e examine seu sistema de crenças porque não há consciência não expressa. Até os pequenos pedaços ocultos continuarão a se expressar até serem limpos.
Exemplo; Um hipocondríaco atrairá todo tipo de pensamentos e crenças impessoais aleatórios sobre a doença. Quando afirmam que alguns ou talvez se concentram em um em particular, estabelecem-no firmemente como seu estado de consciência, muitas vezes criando a doença para si mesmos, acrescentando mais energia e poder à sua consciência já estabelecida da doença.

Nunca resista a pensamentos negativos quando eles vierem flutuando (e irão), porque isso lhes dá apenas um poder e uma substância que eles não têm. Simplesmente os reconheça pelo que realmente são. Um dia você percebe que não está mais atraindo muitos dos velhos e familiares pensamentos e ideias.

O karma nem sempre é entre pessoas, mas pode ser sobre a necessidade de ir além de um antigo sistema de crenças que governou por muitas vidas. Por exemplo: se uma pessoa viveu muitas vidas fortemente ligada aos ensinamentos de uma religião em particular e antes de nascer percebe que está espiritualmente pronta para superá-las, pode optar por encarnar em uma família que mantém essas mesmas crenças para reativá-las mais uma vez. Agora suficientemente preparado para ver o antigo sistema de crenças do nível de uma consciência mais expandida, ele / ela é capaz de liberar os laços energéticos e seguir em frente.

Saiba sempre que a paz real e duradoura é um estado de consciência que não pode ser adquirido através de esforços e ações de fora do eu, embora neste momento alguns passos humanos continuem sendo necessários. Lembre-se sempre de que a paz real já está totalmente presente em todas as pessoas, estejam elas conscientes ou não dela.

A paz é o fruto natural de uma consciência que sabe; “Há apenas um”.

Reivindique a paz infinita que vive internamente e como você, apenas aguarda o reconhecimento – aquilo que “nunca te deixará nem te abandonará” – Aquilo que você é.

Somos o Grupo Arcturiano.

……………………………………………………………………………………………………………………………..

Oneness of All

Fonte: NOVEMBER 3, 2019 – onesofall.com
Tradução: Sementes das Estrelas / Flávia Grimaldi
Revisão de texto: Walter Neto / Héreluz Starkys

Via: Sementes das Estrelas – GRUPO ARCTURIANO – ”ALTAS FREQUENCIAS AUMENTAM”

.


.

Ouça também a mensagem através deste vídeo:

GRUPO ARCTURIANO – ”ALTAS FREQUENCIAS AUMENTAM”

Publicado por: Sementes das Estrelas – Áudio

Via: GRUPO ARCTURIANO – ”ALTAS FREQUENCIAS AUMENTAM” – YouTube


O REINO DE AGHARTA, FORMADO PELOS REMANESCENTES DA LEMÚRIA QUE AINDA HABITAM O INTERIOR DA TERRA…

Reino de Agharta

A Federação Galáctica e o reino de Agharta

agharta-MAP-of-Inner-Earth

 

Hoje, podemos dizer que a configuração (física) da Mãe Terra é muito diferente do que os seus cientistas imaginam. Como todos os objetos cósmicos como planetas ou estrelas, a TERRA TAMBÉM é OCA.

Este fato (a verdade sobre o interior da Terra) é conscientemente suprimido por aqueles que secretamente governam o planeta e querem que vocês continuem ignorantes em relação à realidade, porque a descoberta da verdade tem um efeito de arrastamento que pode perturbar e causar equívocos no núcleo do governo usado para manipulá-los.

 Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

O Reino de Agharta como descrito por membros da Federação Galáctica, o Conselho de SÍRIUS – através de Sheldan Nidle.

… O Interior da Terra é constituído por duas características principais: O primeiro é a crosta interior da Mãe Terra, que é uma continuação da crosta da superfície externa e superficial. As duas regiões polares (polos Norte e Sul) têm cada uma grandes entradas ou um buraco, um pouco como uma maçã sem caroço, e a crosta se enrola para dentro e para baixo e ao redor do manto para o interior oco do planeta.

À medida que avançamos inexoravelmente para a revelação daquilo que será o “Primeiro Contato”, pretendemos voltar nossa atenção brevemente para com os seus vizinhos da Terra interior. A vida existente no Interior da Terra é um conceito que inspirou inúmeros mitos, lendas e histórias fantásticas. O primeiro ponto a ser considerado é de que há uma civilização e um mundo na Terra Interior, ele realmente existe! Sua ciência geológica há muito reivindicou que a Mãe Terra é um esferóide sólido, composto unicamente de uma parte do meio denso chamado o “manto” e um núcleo central altamente eletromagnético. Você vive na Terra do exterior, na (fina Litosfera) crosta da superfície que envolve o manto.

Hoje, podemos dizer que a configuração (física) da Mãe Terra é muito diferente. Como todos os objetos celestes como planetas ou estrelas, a Terra TAMBÉM é oca. Este fato (a verdade sobre o interior da Terra) é conscientemente suprimido por aqueles que secretamente governam o planeta e querem que vocês continuem ignorantes em relação à realidade, porque a descoberta da verdade tem um efeito de arrastamento que pode perturbar e causar equívocos no núcleo usado para manipulá-los. A Verdade é como um “abre-te sésamo”, tão poderoso que quando usado sabiamente, pode revelar novas perspectivas de grande conhecimento e incentivá-los a aplicar a sua sabedoria interior de acordo com a sua situação atual (de uma existência vivida sob total controle).

O Interior da Terra é constituído por duas características principais: O primeiro é a crosta interior da Mãe Terra, que é uma continuação da crosta da superfície externa e superficial. As duas regiões polares (polos Norte e Sul) têm cada uma grandes entradas ou um buraco, um pouco como uma maçã sem caroço, e a crosta se enrola para baixo e ao redor do manto para o interior oco do planeta. As crostas exterior e interior têm topografia muito semelhante: Ambas compreendem os oceanos, continentes, montanhas, lagos e rios. Apenas que a crosta interior enfrenta o núcleo da Terra. Este núcleo brilha e é cercado por um véu nebuloso.

campos-elysium

A luz emitida é mais difusa que a luz do Sol, então a luz do dia no interior da Terra é mais macia e suave do que na superfície externa da Terra. A segunda característica principal do interior da Terra é o mundo feito pelas cavernas. Estes locais são imensos ocos dentro do manto planetário, alguns dos quais são características naturais criados pela Mãe Terra, enquanto outras foram feitas  pela civilização da Terra Interior de Aghartha usando a tecnologia avançada dessa principal sociedade do interior da Terra, o reino de Aghartha. Esta terra é o remanescente vivo da última colônia terrestre da Federação Galáctica, a segunda Lemúria.

A civilização da  Lemúria, em sua forma original, era uma sociedade de superfície com um componente subterrâneo. A capital principal estava situada na ilha grande que afundou sob as ondas do Pacífico cerca de muitos e incontáveis anos/eons atrás. A capital secundária estava localizada no interior da Terra. Foi para esta cidade que o governo da Lemúria mudou após o cataclismo. O novo governante da superfície, o Império da Atlântida, ordenou que a entrada do túnel principal fosse selada. Foi somente durante os dias finais da Atlântida que os lemurianos quebraram os selos e, assim, salvaram muitos moradores da superfície da morte certa quando o remanescente do continente de ATLÂNTIDA afundou (em 10.986 a.C.) nas profundezas das águas do oceano Atlântico.

Essas pessoas formaram uma sociedade que, posteriormente, retornaram por um certo tempo para a superfície e se transformou no Império de Rama situado no sul da Ásia (então conhecido como BHARATA, hoje a ÍNDIA). Em seguida, o Grande Dilúvio terminou esta tentativa de salvar a humanidade dos caminhos escuros do domínio dos Anunnaki.  Apesar deste revés, a Lemúria persistiu em seu papel de proteger o mundo da superfície destes patifes que sempre trazem a destruição consigo. Foram os seus emissários galácticos que mantiveram a associação deste sistema solar com a Federação Galáctica.

PortaldeLuz-menor (editado)

Depois do Grande Dilúvio e o fim do Império de Rama (descrito no Ramayana), os Lemurianos se reagruparam e nomearam sua recente e nova sociedade de Aghartha. A sua capital, Shamballah foi transferida para uma caverna gigantesca localizada bem abaixo da cidade de LHASA(*) no atual Tibete. Muitos túneis de Shamballah a conectam à superfície na cordilheira do Himalaya. Estes túneis de acesso à superfície foram usados por homens santos para subirem à superfície e que vieram para espalhar a sua grande energia e sabedoria divina para o mundo exterior da superfície planetária.

{n.t. (*)LHA=LHAS (Tibetano) São seres/espíritos das esferas superiores; Lhasa é uma palavra derivada dessa raiz, nome da capital do Tibete, o antigo local da residência do Dalai Lama. O título de LHA ocorre com frequência em alguns Narjols Tibetanos (santos e iogues seguidores) que alcançaram grandes poderes ocultos e a realização espiritual. (LHA é um termo antigo de regiões além do Himalaia, significa “Espírito”, um ser celestial ou um ser sobre-humano, e inclui toda a série de hierarquias celestiais, desde um Arcanjo, ou Dhyan-Choans. (Doutrina Secreta, Volume II, 25).}

Nesta área, um lugar extraordinário foi mantido para ocasiões especiais, onde os homens santos e seus discípulos escolhidos reúnem-se periodicamente para o fim de manter as grades sagradas de energia da Mãe Terra. Este trabalho, juntamente com numerosos rituais realizados diariamente em todo interior da Terra, é o grande responsável por manter viva a energia divina que é o principal legado da Lemúria para os povos da superfície da Mãe Terra. A Lemúria, e mais tarde Aghartha, têm continuamente sustentado a energia da Luz, para o seu retorno à superfície e a transformação de todos em Seres de Luz totalmente conscientes.

Aghartha é um mundo muito parecido com o seu. A Terra interior contém um ecossistema próspero em que podem ser encontradas criaturas não mais existentes na superfície. Esta miscigenação exótica é cuidadosamente supervisionada. Perto de várias cidades do interior da Terra estão áreas especiais onde os residentes em Aghartha cuidam e, quando necessário, curam as muitas criaturas deste variado sistema de ecologia. Os Agharthans residem em uma rede de cidades de cristal espalhadas pelo interior da Terra.

agharta-polonorte-entrada

As duas regiões polares (polos Norte e Sul) têm cada uma grandes entradas ou um buraco, um pouco como uma maçã sem caroço, e a crosta se enrola para baixo e ao redor do manto para o interior oco do planeta.

Estas cidades variam em tamanho de cerca de 10.000 a 1.000.000 de habitantes, embora a maioria possuam cerca de 100.000 a 200.000 pessoas. Essas cidades se assemelham mais a mini-assentamentos que juntos formam toda a sociedade intraterrena. A unidade básica é o “podlet”. Os Podlets partilham de um grupo de indivíduos com propósito de vida juntos e semelhante para formar “clãs”. Os Clãs são os blocos de construção primária da sociedade galáctica.

Ao longo do tempo, os seres humanos plenamente conscientes desenvolveram um formato para a vida harmoniosa chamada sociedade galáctica, dos quais Aghartha é um excelente exemplo. No caso dela, um sistema de 12 clãs constitui o núcleo da operação desta sociedade, e estes são organizados de acordo com a tarefa, por exemplo, administração, engenharia, ciências de cura, etc. Cada clã se decompõe em podlets que contêm um máximo de 64 indivíduos. É comum que podlets de um clã possam se associar livremente com os outros 11 clãs. Estes agrupamentos maiores geram o formato de mini-comunidades em que cada uma possui os recursos para criativamente solucionar qualquer problema que surge. Estas mini comunidades por sua vez, se misturam para formar os bairros de uma cidade. Assim, cada cidade é uma colmeia de indivíduos que se reúnem para compartilhar e contribuir para o seu bairro, sua cidade, e o seu mundo.

O conselho de sentença de Aghartha é composto por 12 chefes do clã eleito para este posto para o seu serviço meritório passado ao clã e da sociedade. A partir deste conselho é escolhido um indivíduo considerado o mais Sábio (a) e o mais merecedor da honra e a responsabilidade e o titulo de Rei ou Rainha de Aghartha. Esta pessoa é responsável pelo vasto exército de emissários e ligações enviadas secretamente para o mundo da superfície e aos conselhos adequados da Federação Galáctica.

Sua responsabilidade é ver que o suporte à sua transformação em seres evoluídos aconteça de acordo com o plano divino. O trabalho em seu nome nos ajudou a reorientar a missão do “Primeiro Contato” e, indiretamente, resultou em “Decra Zau”, ou em um Espírito de Cooperação. Além disso, o rei de Agharta e seu conselho definem a agenda para o período incrível ao que se segue após o desembarque em massa dos membros da Federação no seu mundo.

escada-paraoceu

A Tecnologia avançada, que permite que cada pessoa crie o seu alimento diário e o seu próprio vestuário, faz com que cada cidade de cristal intraterrena seja autossuficiente. A agricultura, construção e indústrias transformadoras do mundo da superfície se tornariam completamente obsoletas por esta tecnologia da Luz. Por exemplo, cada indivíduo pode alterar a aparência e o design interior de sua residência por um capricho apenas. Esta tecnologia também transporta uma pessoa de um ponto físico a outro quase que instantaneamente.

Isso significa que o mundo inteiro em que você vive se torna uma comunidade tão acessível a você como a sua vizinhança imediata. Assim, o pensamento do povo de Aghartha “não está limitado pelas condições limitantes que os seus vizinhos da superfície como nós vivemos ainda. A liberdade conferida por esta tecnologia da Luz lançou talentos maravilhosamente criativos que são postas à plena utilização de sua sociedade. Felizmente, o povo de Aghartha agora está usando essas habilidades para se reunirem com seus irmãos da superfície da Terra, ou seja, a nós …

……………………………………………………………………………………………………………………………..

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Via: A Federação Galáctica e o reino de Agharta | Thoth3126


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

O REINO DE AGHARTA, VISTO PELA FEDERAÇÃO GALÁCTICA

Publicado por: Sementes das Estrelas – Áudio

Via: O REINO DE AGHARTA, VISTO PELA FEDERAÇÃO GALÁCTICA – YouTube


O FUNDAMENTAL EQUILÍBRIO ENTRE OS PODERES MASCULINO E FEMININO, COM A CHEGADA DA NOVA TERRA…

New Eden_Autumn Skye Morrison

New Eden by Autumn Skye Morrison

CURANDO O MASCULINO E O FEMININO

4c7f5-masculino2be2bfeminino (editado)

Mensagem de Kate Spreckley
em 14 de Novembro de 2019.

.

Estamos em um momento poderoso de transformação e mudança à medida que nossa consciência muda de um paradigma para outro. Este processo foi iniciado pelos ciclos cósmicos que governam nosso universo. Esses ciclos fluem e refluem, impactando não apenas nossa consciência humana, mas também a consciência de todo o planeta.

O crescimento, desenvolvimento e evolução da consciência da humanidade dependem desses ciclos e estão intimamente conectados a eles através da própria Terra. Foi descoberto que um desses ciclos significativos termina e começa a cada 13.000 anos, quando um evento sagrado ocorre para mudar e evoluir a consciência no planeta.

Este evento é governado por uma transformação galáctica maior, que afeta e transforma todo o nosso universo. Atualmente, estamos no meio dessa mudança galáctica que iniciou um tempo de grande purificação e transformação.

Com essa mudança de consciência, a energia orientadora por trás do crescimento e desenvolvimento da humanidade, muda. No passado, tivemos a energia feminina ou masculina guiando a evolução da humanidade e nesses 12.000 anos, a energia masculina tem guiado nosso crescimento. Como resultado, agora estamos vivendo em uma sociedade dominada e modelada de acordo com o pensamento e estrutura da forma masculina.

Muito disso é visto como negativo e destrutivo, no entanto, tem sido uma parte importante de nossa jornada evolutiva e um aspecto necessário do crescimento da humanidade. Vê-lo como negativo ou errado é limitar a sabedoria, os dons e as habilidades que o masculino trouxe ao nosso mundo. No entanto, as coisas agora estão mudando, e as energias feminina e masculina estão sendo chamadas a se unirem para guiar a humanidade, e nós, como indivíduos, somos pressionados a curar e unir essas duas energias dentro de nós.

Com o início de um novo ciclo e a necessidade de unidade e equilíbrio, a energia feminina foi despertando de seu sono e agora deve equilibrar seu poder com o masculino. Isso é fundamental para o futuro da raça humana, pois o equilíbrio entre o poder feminino e masculino é o que facilitará a sobrevivência da humanidade.

Para que isso ocorra, o feminino e o masculino devem começar a operar como iguais em todas as esferas da vida, sem que um domine o outro. Ambos estão sendo chamados a operar como um só, para criar uma nova maneira de ser, equilibrada e funcional. Mas, para que isso ocorra, o equilíbrio precisa ser iniciado dentro de nós individualmente, antes que seja capaz de se manifestar em nosso mundo externo.

Para o desenvolvimento futuro da humanidade, é essencial que homens e mulheres iniciem um processo de cura para estabilizar suas energias centrais e equilibrar essas energias dentro de si. A ferida emocional de homens e mulheres precisa ser tratada. As crenças inconscientes que mantemos em torno do poder e dessas energias precisam ser liberadas. E o equilíbrio entre o feminino e o masculino interior, restaurado.

No meu trabalho, eu entendi que essas energias são desenvolvidas durante ciclos específicos em nossa infância. A energia do feminino é desenvolvida durante as idades de 7 a 14 anos. A energia do masculino é desenvolvida durante as idades de 14 a 21.

Nesses ciclos, desenvolvemos e definimos inconscientemente nossas energias femininas e masculinas internas com base nas experiências, exemplos e condicionamento de nossas famílias, culturas, sociedades e religiões. Como resultado, a maioria de nós carrega a energia de um feminino desempoderada e de um masculino ferido que apenas encoraja as criações de uma sociedade desempoderada e disfuncional.

Para recriar nosso mundo e uma sociedade funcional e capacitada, devemos curar esses aspectos feridos e danificados dentro de nós. Devemos observar esses ciclos de desenvolvimento e limpar a programação e os padrões de nosso próprio feminino e masculino interior. Devemos embarcar em uma jornada de cura para descobrir e liberar as idéias e crenças inconscientes que assumimos durante esses anos de formação. Precisamos encontrar novas maneiras de nos reconectar e reequilibrarmos essas energias essenciais.

Quando o fizermos, seremos capazes de viver como iguais e aceitar incondicionalmente a nós mesmos e a todos os outros. Então saberemos e confiaremos que tudo é como deveria ser. Descobriremos que a resistência não é mais necessária. A vida então assume uma expressão diferente que nos permite viver conscientemente o propósito de nossa alma. Somos capazes de escolher o amor em vez do medo e, assim, permanecermos em um estado mais puro de consciência.

Essa mudança é um processo e estamos apenas realmente nos estágios iniciais. É importante lembrar que a mudança não pode ser evitada e o que estamos experimentando nestes tempos profundos é uma manifestação daquilo que precisa de cura e transformação. Seja dentro do nosso mundo ou dentro de nós mesmos, cabe a nós curar, mudar e seguir em frente.

.


 

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
https://www.spiritpathways.co.za/

Fonte: Healing the Feminine & Masculine – SPIRIT PATHWAYS
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: CURANDO O MASCULINO E O FEMININO – De Coração a Coração

.


O CONTRATO DE CADA SEMENTE ESTELAR ENCARNADA NA TERRA…

Celestial Resonance_Leanne M Wiliams

Celestial Resonance by Leanne M Wiliams ©Kyrona Unity Hope 2010

O CONTRATO PARA A SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA

pleiades_large1

Adamu (Pleiadiano)

Canalizado por: Arn Allingham (Zingdad) 

.

Meus queridos amigos.

Eu sou Adamu, da Entidade Monádica da Civilização Pleiadiana falando mais uma vez através do meu escriba, Zingdad.

Hoje, desejo falar diretamente com as Sementes das Estrelas do Planeta Terra. Todavia, mesmo não ache possível que você, você mesmo, seja uma Semente das Estrelas, convido-o a ler este lançamento, pois penso que qualquer um com uma mente aberta encontrará algum valor nele!

Então, minha cara Semente das Estrelas, tenho muito para compartilhar nesta atualização muitos pontos a tocar sobre como chegar em meu ponto final. E esse ponto final é um convite para que se lembrem de quem realmente são, para que possam entrar em seus divinos poderes criativos. Para que possam fazer o que pretendiam antes de nascerem nesta presente encarnação e para que possam participar na criação de uma nova era dourada da humanidade.

Portanto, há muito a dizer. O melhor lugar para começar lhes dizer sobre o contrato de todas as Semente das Estrelas assinados antes de virem para a Terra. Toda esta informação serve para provocar profundamente em suas memórias lembranças de um lugar distante e de um tempo vivido há muitas vidas. De quem eram. Da coragem e auto sacrifício que os levaram a escolher como fizeram. E dos compromissos que fizeram a si mesmos sobre como agiriam, como iriam ajudar, como iriam curar a si mesmos, como se lembrariam… e, como iriam curar os outros, como fizeram.

O contrato para a Semente das Estrelas

Existem seis ingredientes num contrato para Semente das Estrelas de que cada um, como uma Semente das Estrelas, precisa ser lembrado. Eles são conhecidos como o Convite, a Quebra, o Reparo, o Presente Dado, o Retorno e a Rescisão. Discutirei esses ingredientes, um por um.

O Convite

Como Sementes das Estrelas levantaram-se para a autoconsciência a partir da matriz de uma civilização planetária noutro local desta Galáxia, por exemplo, como as Plêiades. Depois do amanhecer de suas consciências, naquele mundo distante, evoluíram espiritualmente, elevando-se através das densidades da consciência e através de numerosas encarnações em seus planetas natais. Em algum momento chegaram ao que é considerado uma alma avançada. Prontos para se graduarem da encarnação na densidade da consciência em seus lares planetários para uma seguinte densidade mais elevada de consciência. E então teriam recebido um convite. Uma oportunidade de voltarem a Viver num presente proporcional com tudo aquilo que tinham recebido através de suas vidas. Um ritual de passagem para todos aqueles que evoluem ao longo do caminho do Serviço para os Outros (SpO), quando iniciados.

Existem muitas, varias maneiras de retribuição nesta conjuntura. Uma dessas  é comprometimento, através de  um contrato de Semente das Estrelas, concordando em deixar o conforto e a segurança de sua  família de almas  e lar espiritual para se aventurar e encarnar num grupo, totalmente, diferente do seu. Ao fazê-lo, se comprometem, primeiramente, a abaixarem suas consciências para a frequência vibratória da civilização que estarão visitando. Afinal, não poderão nascer entre eles, se não estiverem numa densidade igual a desse mundo. E, então, concordam em despertar, retornarem a si mesmos, enquanto estão entre eles, a seus estados anteriores de consciência. E, esse, é o coração do contrato Semente das Estrelas: que irão voltar as seus estados anteriores de consciência, enquanto estão lá, neste planeta e, enquanto vivendo entre essa cultura alienígena. Talvez, ainda, não compreendam, intuitivamente, o vasto presente que estarão dando em fazer. Todavia, verão, já que todos são Um que, o que estiverem fazendo para a si mesmo, também, estarão fazendo para os outros e que se fizerem este trabalho de autocura num planeta,  disponibilizarão para os outros, neste planeta, o mesmo caminho de cura que trilharam. Não precisarão nem falar uma palavra para nenhum deles. Basta apenas curarem-se a si, enquanto contidos naquela grade de consciência planetária é, em si, um magnífico presente para aquela civilização.

É claro que, desde que, por natureza sejam seres amorosos, bondosos e de bom coração. Se encontrarem alguma coisa que valha a pena compartilhar com outras pessoas, irão compartilhá-la.  Se você pode ajudá-las, assim farão. Se puderem servir, ensinar, curar, irão fazê-lo. Essas serão suas naturezas básicas, tendo evoluído para um nível elevado numa sociedade SpO. Dessa forma, não só irão se curar naquele planeta alienígena, mas, quase que, certamente, também se serão algum tipo de doador de presentes, como realmente são.

Sementes das Estrelas são profundas bênçãos onde quer que vão.

E quando concluírem seus processos de retorno a seus níveis anteriores de consciência e suas encarnações neste planeta chegarem ao fim, então poderão retornar aos seus grupos de alma, em casa, numa reunião triunfante e alegre com elas num nível mais alto do que o nível de consciência que agora habitam.

E foi assim é que receberam um convite. Estavam vivendo entre suas famílias de almas em seus planetas natais e alcançaram um alto patamar em suas evoluções espirituais, prontos para passarem para as próximas fases de suas jornadas de almas. E na medida em que contemplaram seus Grandes Serviços, foram abordados por algum Mestre de Regresso. Vou  lhes contar mais sobre  ele, daqui a pouco. Então, um ser reverenciado,  de grande sabedoria e avanço se aproximou de vocês para informá-los de que tinham sido selecionados, se  estivessem dispostos. Foram  selecionados por terem o temperamento e avanço adequado para os desafios e lutas de um contrato de Semente das Estrelas num dos muitos planetas em evolução nesta galáxia.

Depois que concordaram com este nobre empreendimento, um rigoroso processo de treinamento e preparação começou. Foram informados sobre os vários planetas na galáxia que precisavam de Semente das Estrelas. Planetas cujos conselhos planetários tinham lançado apelos para contratos. E, então, escolheram o destino para  seus Grandes Serviços!

A Terra, neste momento, é um destino bastante focal. É o maior destino para Pleiadianos Semente das Estrelas. Existe uma série de razões para isso. Uma delas é a estreita relação familiar entre os Pleiadianos e os Humanos da Terra. Outra é a grande necessidade, neste momento, na Terra. Também há o fato do alto grau de dificuldade e desafio. Na verdade, a Terra é considerada a tarefa mais difícil de todas.

E os Pleiadianos são por natureza, muito corajosos. Alguns diriam temerários. Sempre dispostos a se entregarem aos empreendimentos mais desafiadores. No entanto, acima de tudo, estamos aqui em grande número, devido à importância crítica para toda a galáxia que a população humana da Terra consiga o processo de ascensão, in situ, que está sendo tentado aqui. Isso nunca foi feito antes. E se tiver êxito, irrevogavelmente, isso irá alterar as relações galácticas. Terminará, de uma vez por todas, as guerras interplanetárias que têm assolado desde o início dos tempos.

A razão pela qual a Terra é tão crucial é complexa, no entanto, vou explicá-la da maneira mais simples possível num momento. Agora, desejo que  entendam que esta é uma missão verdadeiramente crucial e de importância literalmente galáctica! Não posso imaginar uma maneira em que poderiam prestar  um serviço maior do que um contrato de Semente das Estrelas no planeta Terra, nesta conjuntura em particular.

Muitos, muitos Pleiadianos estão aqui, agora, entregando o seus Grandes Presentes.

Antes de virem para cá, os contratados teriam passado algum tempo sob a tutela dos referidos Mestres Regressos. Estes são seres que já completaram seus contratos de Semente das Estrelas, ascenderam as suas consciências em seus planetas de destino e voltaram para ensinar o que sabem. Foram preparados, treinados e ensinados pelos mais respeitados de todos os Mestres Regressos: Aqueles que tinham retornado de suas missões na Terra, que lhes informaram o que poderiam esperar.

Teriam reiterado as grandes dificuldades, inerentes, a este empreendimento. O risco de se perderem nessa realidade por muitas vidas. O choque da aculturação da harmoniosa cultura Pleiadiana à abrasiva e agressiva cultura Terrana. O ruído psíquico sobre a Terra que pode levá-los à beira da insanidade e desabilitar suas habilidades espirituais inerentes. O desafio de saberem que são “diferentes” dos seres humanos terranos, embora, não sabendo por que e não se lembrando de suas missões. A dor do isolamento que a maioria experimentaria, como resultado de encarnarem “sozinhos” entre um mar de estranhos. A dor de  sempre serem considerados esquisitos, estranhos e até mesmo perturbados por, simplesmente, falarem e agirem de uma maneira que é certa, boa e verdadeira para vocês.

Tudo isso, e muito mais, foi avaliado em suas instruções. Também foram sobre as incríveis maravilhas da Terra. A beleza natural e diversidade que está além do paralelo, por exemplo.

E então, devidamente preparados, o contratante das Sementes das Estrelas, permitiria o inicio do Grande Serviço.

A Quebra

A parte mais difícil do cumprimento de um contrato de Semente das Estrelas acontece em primeiro lugar. A fim de abaixarem as vibrações espirituais da 4ª alta, 5ª ou talvez 6ª densidade na qual residiam, antes do início de seus contratos, para a baixa 3ª densidade  em que você deveriam entrar em seu serviço sobre a Terra, primeiramente precisariam passar por um processo chamado de A Quebra.

Os termos da quebra de cada Semente das Estrelas são acordados entre cada Semente perante  seus guias espirituais e Mestres Regressos para aconselhá-los. A princípio, seria necessário terem passado por duas experiências. Uma delas é uma experiência de vítima e a outra,  uma experiência de perpetrador. Mas estas teriam de ser suficientemente chocantes para as Semente das Estrelas, que pudesse lhes causar uma quebra de suas crenças, em suas próprias e na bondade dos outros.

Em essência, a crença de uma Semente das Estrelas em sua própria e inerente divindade e na divindade inerente de todos os outros, é o que será quebrada. Deixar de ver a si mesma como uma parte da Unidade eterna e ver-se como um mero objeto da criação é o objetivo final. E com isso, é claro, acreditar que todos os outros as suas voltas sejam similarmente, apenas criaturas mortais, perdidas e impotentes.

Sem esta Quebra, não poderiam baixar suas consciências para a profunda dualidade da 3ª densidade – a frequência vibratória da Terra. E se você não baixassem suas frequências, não poderiam nascer na Terra como um terrano: Como um ser humano da Terra. E assim foi que concordaram com isso. Concordaram e contrataram para a Quebra.

Dizer que essas experiências são traumáticas é um eufemismo. Todavia, esta é a única maneira de sobrepor um verniz de desconfiança e desconectar sobre o conhecimento profundo da alma que reside dentro do coração de uma Semente das Estrelas, que todos são Amor, são Um, que carregam uma centelha do divino, dentro de si mesmos. Portanto, uma experiência que, por sua natureza,  seria traumática.

Ser brutalizado por outros. Violado, torturado, abusado. Ser queimada na estaca como uma bruxa. Submetido às atrocidades iterativas como um soldado – ou como um civil capturado numa guerra. Sendo enterrado vivo, rejeitado por sua tribo a morrer de fome, sozinho, no deserto. Esses tipos de experiências vitimizadoras, constituem a primeira parte da quebra. Uma parte que permite à Semente das Estrelas acreditar que os outros são maus, ímpios, não confiáveis, indignos de Amor.

E então, com sua fé nos outros abalada, a Semente das Estrelas estará disposta a se defender de outros e, assim,  atacá-los em autodefesa. E, assim, geralmente em  vidas separadas, as Sementes das Estrelas também se encontram perpetrando abusos e crueldades sobre os outros, usando seus dons naturais e poderes para vitimizá-los em suas comunidades, levando os outros a erros por suas próprias satisfações do ego. Causando estragos, danos e,  chegando ao final dessa vida com provas suficientes para chegar à crença de que eles mesmos são ímpios e indignos de Amor.

E assim a Quebra é concluída. Pode levar apenas uma vida ou duas, mas geralmente levam algumas. Entretanto, o ponto é que as Sementes das Estrelas, então, se encontrarão habitando a mesma consciência de dualidade que todos os outros habitam na 3ª densidade, na Terra. A seguir, elas estarão prontas para a próxima fase.

A Cura

Em algum momento, quando eles estão prontos para ouvi-la, cada Semente das Estrelas sente um chamado dentro de seus corações para Lembrar. Alcançar, além do trauma da Quebra as consciências transcendentes que trazem cura, a verdade da Unidade de todos, os ensinamentos ancestrais, profundamente mantidos de seus povos, a vibração de seu planeta natal. Essas coisas, juntamente com avisos e lembretes contratados (como esta transmissão, é claro!), ajudam todas as Semente das Estrelas a, ativamente, se engajarem em suas próprias curas.

E assim começa a cura. É um trabalho lento e paciente. Não existem atalhos nem rápidas correções. Mas direi que o núcleo do processo é o Amor próprio, que permite que a Semente das Estrelas encontre novamente sua conexão com o coração. Alcançar, além, da camada de dano infligido durante a Quebra, o seu conhecimento mais profundo e mais antigo.

Tornarei  este processo um profundo desserviço se fingir que isso não é um tanto complicado e difícil. Curar-se num lugar tão confuso como a sub-realidade da dualidade, está longe de ser fácil. Encontrar sua conexão de coração num lugar de tanto ruído psíquico é uma tarefa gigantesca.

No entanto, para as  Sementes das Estrelas nunca foi prometido que seria fácil. Muito pelo contrário, seria  um desafio digno da mais valente das almas, onde,  até as mais corajosas são testadas até seus limites. Mesmo os mais sábios e espiritualmente conectados podem se perder neste lugar. Às vezes, vagando por dezenas, centenas ou mesmo milhares de vidas  num estado de profunda amnésia e angústia espiritual, antes que possam ser ajudados a se lembrar do que aconteceu. Mas, qualquer que seja o caso, todo aquele que permanecer no curso acaba por despertar, curar-se corretamente em seu nível vibratório anterior e voltar para casa.

A Doação dos Presentes

Antes de podermos falar no Retorno, devo primeiro abordar a Doação dos Presentes.

Como vê, curar-se é, em si, já um presente maravilhoso. Quando o faz, constrói um caminho na consciência que se torna mais fácil para os outros seguirem. Ao curar-se, você cura outros sem mesmo sequer tentar. E, como mencionado anteriormente, a maioria de vocês, por padrão, também oferece todos os tipos de presentes maravilhosos e amorosos para aqueles que coabitam sua realidade, apenas  pelo fato de você ser o tipo de ser que é.

E, assim, quando curados, estiverem prontos para voltar, será fácil argumentar que já deram seus maiores presentes para a Terra e seus habitantes. Entretanto, para muitos de vocês isso não terá sido suficiente. Muitos irão  atravessar o limiar, passando para fora daquela vida para, em seguida, logo depois, ficarem  decepcionado com eles mesmos e muitos dirão algo como: “Oh, não, havia algo de importante que eu realmente poderia ter feito, enquanto ainda vivendo na Terra. Eu poderia ter feito isso. Eu estava lá. Eu tinha tudo o que precisava para fazer… Mas  não fiz”.

Muitos irão sentir isso muito intensamente, que pedirão para retornar à encarnação. Alguns retornarão a essa mesma encarnação, outros começarão uma nova encarnação e outros ainda terão alguma experiência alternativa, como um “walk-in”, por exemplo.

No entanto, não quero ficar atolado em tais detalhes, como tão interessantes como muitos de vocês irão achá-los. O ponto é que estou convidando para já se tornarem cientes deste problema,  para que possam já irem pensando sobre ele, na medida em que aumentam suas consciências e se curam. De vez em quando, deem algum tempo, ao pensamento:  Que coisa AMARIAM fazer … Que mensagem têm para entregar a este mundo… Que presente poderiam deixar que iriam deixa-los  se sentirem satisfeitos e completos quando estiverem longe daqui?

E quando a Cura e os Presentes estiverem completos, o  Retorno começará…

O Retorno

Com o Retorno, as portas para a Galáxia (e além) estarão abertas para vocês. Depois de retornarem com sucesso de um contrato de Semente das Estrelas, especialmente um difícil contrato no fundo das densidades do esquecimento, como na Terra, terão infinitas opções para onde ir.

Sem dúvida, já ouviram falar dos Mestres Ascensionados?  Bem, irão se juntar às suas fileiras! E, como tal, considerados cocriadores úteis e desejáveis em qualquer uma de uma vasta gama de lugares na Galáxia, realizando qualquer uma de uma vasta gama de papéis. Apenas uma delas será desempenhar o papel de Mestres  Regressos, de volta a seus planetas natais para: ensinar, aconselhar e orientar a próxima geração de candidatos a Semente das Estrelas.

Muitos Mestres Ascensionados, no entanto, optarão por permanecer envolvidos com suas culturas planetárias adotadas… Neste caso, escolhendo permanecer ativos como guias e mestres para almas encarnadas aqui na Terra.

Mas, dado o que ao Semente das Estrelas retornando, foi dado de forma completa um profundo autoconhecimento,  profunda compaixão e sabedoria que, por definição, alcançaram, estão livres para explorar inúmeras opções alternativas. Alguns gostarão de ter um período sabático em que, simplesmente, viajarão pela Galáxia como uma emérita Semente das Estrelas, visitando planetas habitados, na medida em que seus corações os chamarem a fazê-lo, levando seus dons e sabedoria onde quer que sejam chamados. E então, geralmente, encontrar uma situação que se adapte a seus interesses particulares e habilidades… um lugar para chamar de lar, para o próximo passo em sua evolução na jornada para a Unidade.

A Rescisão

Todavia, nem todas Sementes das Estrelas completam seus contratos. A maioria faz. Entretanto sempre existe um número que, por várias razões, não conseguem.

Por mais que cada Semente das Estrelas seja treinada e preparada, antes de sua missão, acho que nenhuma já tenha completado sua missão sem muitas vezes ter clamando por ajuda dizendo: “Não sabia o quão difícil isso seria!“. Isto porque simplesmente, nenhum treinamento antes da missão, pode preparar completamente uma alma para os choques e rigores de, em primeiro lugar, a Quebra, depois, as longas vidas de profundo isolamento, vividas entre aqueles que não são de sua própria família de almas.

Por esta razão, é justo que alguma Semente das Estrelas seja capaz de rescindir seu contrato. Isto deve ser possível quando ela disser: “Isto é muito, não posso ir até o fim!”. E, na verdade, há uma previsão para tal situação.

No mapa de vida de cada encarnação de cada Semente das Estrelas, uma série de Eventos de Saída são previstos. Este assunto é tratado com alguma profundidade pelo meu estimado colega, Mestre 8, um ser que vigia todos os contratos de almas nesta realidade. Ele fala disso, também através de Zingdad, no Livro 1 de The Ascension Papers.

[Nota de Zingdad:  Estão convidados a fazer, gratuitamente, o download deste livro no meu site. Aqui Adamu está se referindo ao subtítulo “Entendendo a Morte” no Capítulo 8 do Livro 1 de The Ascension Papers].

Embora  aconselhe a lerem esse material para ganharem uma compreensão mais completa, o que vou lhes dizer, agora, é que a simples consciência de que cada vida contém pré-planejada,  momentos em que são removidos do fluxo de sua vidas, ficando perante seus mestres e guias, lembrando-os no que se inscreveram e lembrá-los da importância do que estão fazendo e, então, solicitar a confirmação de que gostariam ou não de continuarem suas missões.

Se concordarem em continuar, retornarão a esse fluxo de vida num momento adequado, talvez, em algum tempo, antes, do Evento de Saída e, desta vez, passar por tal evento sem serem retirados, o que significa que não terão memória da retirada, continuando suas missões sem interferências.

Se essa pessoa discordar e optar pela rescisão de seu contrato de Semente das Estrelas, então o Evento de Saída será totalmente promulgado e essa encarnação terminada. Para aqueles que conheceram naquela vida, então, parecerá que morreu, talvez, em algum tipo de acidente ou algum trauma de saúde. Então, receberá um resumo gentil e amoroso e retornará à encarnação entre seu próprio povo em seu sistema estelar nativo, para retornar ao seu equilíbrio e evolução espiritual.

Isso não é visto como falha e não há nenhuma ignomínia inerente em tomar um Evento de Saída. Enfim, de qualquer maneira, melhor seria se fosse realizado por essa Semente das Estrelas antes de sua saída.

Para evitar confusão, gostaria de deixar claro que nenhum Evento de Saída é planejado como um suicídio. Não tenho juízo de suicídio, todavia, o suicídio causa trauma maciço aos entes queridos que ficam para trás. Por este motivo, Eventos de Saída não são planejados desta forma. Por favor, leiam a seção acima mencionada do livro de Zingdad se precisarem de mais compreensão deste tema muito sensível.

Um Caso Especial

E assim, apenas esbocei sobre o que um contrato de Semente das Estrelas trata. Em termos gerais, o teor é o mesmo que se encontra em todos os contratos de Semente das Estrelas, independentemente de onde o contratado seja originário. Aldebaran, Arcturus, os Pleiadianos, Sirius… Estes e muitos outros sistemas estelares enviam regularmente Semente das Estrelas pela Galáxia afora, para fazerem seus bons trabalhos. E, assim, as Semente das Estrelas têm, ao longo dos tempos, encarnadas numa vasta gama de outros planetas. A Terra é apenas um dos muitos destinos que foram servidos. E, sobre a Terra, a sua não é, senão, a última de uma sucessão de civilizações a empenhar-se em sua própria ascensão da consciência e, por conseguinte, a receber um contingente de Sementes Estelares.

Assim, antes de tudo, desejo que compreendam de que se trata de uma prática antiga e generalizada. Após isso, desejo que, em segundo lugar, compreendam que o que ocorre agora aqui na Terra, também, é completamente único, muito especial e absolutamente crucial para o bem-estar e o avanço da consciência de toda a Galáxia. E aqui é onde eu vou fixar a narrativa na minha próxima transmissão.

Na Próxima

Na próxima atualização, falarei da singularidade da situação no Planeta Terra. Vou lhes contar e como a ascensão da Terra é diferente de qualquer outra. E vou lhe dizer por que uma ascensão bem-sucedida é absolutamente crucial para o bem-estar de toda a Galáxia. É toda uma história muito interessante!

No entanto,  terão de esperar pela próxima vez. Enquanto isso, se quiserem  ler os lançamentos anteriores desta série, estão convidado a fazer isso em zingdad.com/adamu  e se você quiser estar sempre atualizados, sempre publico uma nova transmissão através de Zingdad, então inscrevam-se para o nosso Boletim informativo em zingdad.com/newsletter.

E com isso desejo a todos um ótimo  e afetuoso  até mais, até a próxima vez.

Sou Adamu da Entidade Monádica da civilização Pleiadiana e tenho falado com vocês, como sempre, através de Zingdad.

…………………………………………………………………………………………………………………………

Fonte: The Starseed Contract and Planetary Ascension – Zingdad.com
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: ADAMU (PLEIADIANO) – “O CONTRATO PARA A SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA” – Sementes das Estrelas


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

ADAMU (PLEIADIANO) – “O CONTRATO PARA A SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA”

Publicado por Sementes das Estrelas

Via: ADAMU (PLEIADIANO) – “O CONTRATO PARA A SEMENTE DAS ESTRELAS E A ASCENSÃO PLANETÁRIA” – YouTube


APRENDENDO UM POUCO MAIS SOBRE A MISSÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 3…

inquisicao-fogueira

TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 3:  A ENCARNAÇÃO  DOS  TRABALHADORES  DA  LUZ  NA  TERRA

Jeshua

Jeshua

Canalizado por: Pamela Kribb

 

A ENCARNAÇÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ NA TERRA

Quando vocês encarnaram na Terra, vocês tinham acabado de começar a transição da consciência baseada no ego para a consciência baseada no coração. Nós resumimos esta transição em quatro passos. Vocês deram o primeiro passo quando se conscientizaram do seu desejo por “algo mais”, algo diferente da luta pelo poder que antes preenchia suas vidas.

Essa luta supriu as suas vidas com propósito e significado por um período considerável de tempo. A fascinação pelo poder levou-os a usar o homem como um marionete em suas batalhas galácticas. Todos os impérios galácticos fizeram parte disto. Mas quando as “energias guerreiras” foram transportadas para a Terra, com o homem como seu campo de ação, vocês voltaram-se mais para a posição de observadores e deixaram de participar diretamente das batalhas. Vocês observavam o que acontecia na Terra. Viram o ser humano desenvolver-se para um estado de ser que vocês tinham alcançado há muito tempo atrás. Vocês tinham se tornado guerreiros sofisticados, com métodos refinados de manipulação psíquica e de operações militares. O homem também chegaria a isso, com seus implantes genéticos nele colocados.

Esses implantes genéticos provocaram um elevado nível de desenvolvimento mental no ser humano. As funções próprias do instinto natural e do sentimento foram mais ou menos suprimidas em favor das funções do pensamento e do raciocínio.

Mencionamos que as influências galácticas provocaram um elevado nível de medo no ser humano  em desenvolvimento. Na realidade, este elemento de medo esteve intimamente ligado à ênfase exagerada no pensar. Numa situação equilibrada, o medo é superado ou posto na perspectiva correta por suas habilidades intuitivas naturais e por sua capacidade de sentir o que é certo ou apropriado fazer. Entretanto, quando a faculdade do pensamento toma a frente, o medo tende a ser reforçado, já que o pensamento se baseia num processo mecânico lógico que não permite a participação da intuição ou do sentimento. Quando a faculdade mental é alimentada por emoções de medo, ela tende a se descontrolar e produzir ideias ilusórias, ideias relacionadas a controlar tudo e todos. Os regimes ditatoriais são um exemplo desta faculdade mental descontrolada.

A resposta ao medo nunca é pensar mais. É pensar menos e confiar no fluxo da vida. É retornar ao estado de graça que é seu direito de nascimento. É liberar ao invés de se agarrar.

Quando o estágio do domínio do ego acabou para as almas dos Trabalhadores da Luz, eles se abriram para um novo modo de ser. Vocês intuitivamente buscaram a energia do coração. Vocês estavam realmente procurando uma espécie de criatividade que transcendesse o mero jogo do poder. Sentiam que a luta pelo poder era destrutiva e que não podia criar nada novo, já que matava e assimilava tudo o que fosse “outro”.

Ao tentarem controlar e dominar a vida, tanto dentro quanto fora de vocês, na verdade vocês tentam fazer com que a realidade seja estática e previsível. Em última análise, o poder é incrivelmente maçante.

Quando vocês se conscientizaram disso, perceberam que seu verdadeiro desejo não era ter poder, mas ser verdadeiramente criativos. Ser verdadeiramente criativo é estar em contato com a sua própria divindade.

Como vocês são seres divinos, com o que quer que vocês façam ou deixem de fazer vocês, estão sempre criando algum tipo de realidade. A criatividade é sua própria natureza. Na fase do ego, vocês exploraram a possibilidade de negar sua verdadeira natureza. Por certo, isto é  um ato criativo, em algum nível, de um modo distorcido. Entretanto, ser verdadeiramente criativo é criar de acordo com a vida, não de acordo com a morte.

Quando vocês chegaram a esta compreensão, a lembrança do “lar” despertou. A vaga lembrança de um estado de pura e ditosa unidade entrou em sua consciência novamente e vocês souberam que, de algum modo, esta era a chave para sua felicidade. Mas vocês se sentiram desamparados e ignorantes, já que não tinham ideia de como chegar a isso. Sabiam que o ego não tinha a resposta, mas ainda não haviam realmente entrado no reino da consciência baseada no coração.

Ao mesmo tempo, surgiu dentro de vocês um sentimento crescente de remorso e culpa pelo que tinham feito aos seres humanos da Terra. Especialmente na Terra, havia esplêndidas oportunidades para que a consciência se expressasse livremente de muitas formas diferentes. A Terra era destinada a ser um unificador de energias diferentes, um crisol no qual energias diferentes e inclusive opostas pudessem alcançar um modo de coexistir em harmonia. O campo energético da Terra foi criado para alojar um conjunto muito heterogêneo de energias.

A diferença entre viver na Terra e viver em outros lugares no “universo” – seja nos níveis físico ou astral – é a enorme variedade de energias presentes na Terra. Além disso, esta variedade não está presente apenas como uma vasta multiplicidade de formas de vida ou espécies – na verdade,  ela está presente dentro de um único ser, o ser humano. O ser humano é capaz de conter um espectro de energias mais amplo do que qualquer outro ser é capaz. Vocês têm dentro de si a energia do assassino e a do santo, a energia da criança, do adulto e do ancião, a energia masculina e a feminina, a energia ativa e a passiva, a racional e a emocional, a energia da água, do ar, do fogo e da terra, etc.. Isto pode parecer banal ou simplesmente natural para vocês, como seres humanos, mas para qualquer outro ser no universo, é uma grande façanha. O simples fato de ser um humano é uma grande façanha, mesmo sem ter feito nada em especial.

Mas a qualidade mais específica do homem é a habilidade de fundir energias que antes pareciam incompatíveis. O homem foi projetado, não só para abrigar todas estas diferentes energias, mas também para ser um mediador, um construtor de pontes entre elas.

A razão de Deus, o Espírito ou Tudo o Que É, ter criado o conceito de ser humano, foi que o universo estava enfermo, num estado de estagnação. Ao explorar a vida “fora da unidade”, a consciência tendia a experimentar diferentes formas de vida, em diferentes planetas e lugares no universo. Quando uma alma tinha experimentado tudo o que havia para experimentar numa determinada forma de vida, ela ia embora – no sentido de não encarnar mais ali – e seguia adiante, para encarnar em outras formas de vida que respondessem às suas necessidades particulares. Não havia necessidade de transformar energia, enquanto se vivia em uma determinada forma de vida. Quando se desejava uma mudança, trocava-se o corpo. Não porque as almas fossem preguiçosas ou frívolas, mas porque a maioria dos corpos – variando em densidade do físico ao astral – ofereciam possibilidades limitadas de experiência e, portanto, oportunidades limitadas para se crescer ou se transformar enquanto se estava no corpo. O corpo não podia sustentar tantas energias diferentes. Por exemplo, se você vivesse num planeta de água, onde encarnasse como um ser aquático, isto lhe capacitaria a experimentar a natureza da água de todos os modos possíveis. A “sensação” de ser líquido, não rígido, fluido, móvel é, na verdade, maravilhosa. Mas quando você quisesse experimentar ser fixo e imóvel, você tinha que deixar esse corpo e ir viver dentro de uma montanha por um tempo. Inclusive, se você vivesse como um ser galáctico em busca de poder, você não poderia realmente mudar a sua consciência dentro daquele corpo.

A consequência destas possibilidades limitadas ou especializadas de experiência dentro de um determinado corpo foi que o mundo de formas de vida criadas ficou emperrado. Ele não podia crescer ou expandir-se, e ficou como que preso em estagnação.

O ser humano foi projetado para abarcar uma imensa variedade de energias. Ele não foi feito para se especializar. Na verdade, a divisão entre os sexos trouxe consigo um pouco de especialização, mas as energias masculina e feminina já estavam tão segregadas e desequilibradas naquela época, que foi muito complicado mantê-las em doses iguais dentro de um corpo. Se elas tivessem sido colocadas dentro de um ser, com igual intensidade e nos seus estados desequilibrados, vocês teriam sucumbido.

O poder único do ser humano é o de sustentar uma ampla variedade de energias e levá-las a um estado de equilíbrio criativo (não estático). Na verdade, este poder é igual à habilidade de transformar escuridão em luz, isto é, o poder da alquimia espiritual. Aquilo que leva as energias antes opostas a um estado de harmonia dinâmica é a energia crística, a energia que mantém a unidade a despeito da dualidade. Esta é a mesma energia que transforma a escuridão, aceitando-a e, deste modo, permitindo que o medo se transforme  em alegria. A energia crística é a “terceira energia”, a que une através da aceitação. Sua força alquímica está na sua qualidade de ser totalmente abrangente, totalmente acolhedora e corajosa.

Vocês, como seres humanos, são os únicos seres que têm esta habilidade para a alquimia espiritual. Nem as plantas, nem os animais, nem os anjos, nem os “senhores da escuridão” têm este poder. Todas as almas podem experimentar como é ser luz, como é ser escuridão, como é ser todos os diferentes seres que vivem no universo, mas não podem experimentar como é transformar escuridão em luz, enquanto permanecem em sua forma de vida presente. Elas não podem imaginar como é mudar em níveis internos, de tal forma que se crie uma realidade diferente (física ou espiritual) para si mesmo enquanto se segue adiante.

As almas, que estão encarnadas em outras formas de vida diferentes da humana, também “criam sua realidade” e têm livre-arbítrio, mas têm menos possibilidades de abranger estados de consciência tão diferentes e inclusive opostos, enquanto permanecem no mesmo corpo, na mesma forma (humana). Vocês, como humanos, são construtores de pontes – ou alquimistas espirituais – e isto é o que os torna únicos – a Terra e o ser humano.

Agora voltaremos à nossa história sobre as almas dos Trabalhadores da Luz que se sentiram angustiadas e arrependidas por causa de sua interferência na vida dos seres humanos. Elas perceberam que estava se estabelecendo, sobre a Terra, um jogo totalmente novo, um jogo cheio de promessas, que elas fizeram o máximo para sufocar em seu próprio benefício. E sentiram dor por causa disso. Em algum nível, elas também perceberam que haviam bloqueado seu próprio caminho espiritual para a luz e para a verdadeira alegria, por causa de seus atos de egoísmo. Inclusive, quando elas despertaram do seu sono de ego, viram que a Terra era um lugar lindo, um planeta verde, abundante de vida.

Muitos de vocês, Trabalhadores da Luz, sentem-se conectados com a cultura ou o território da Lemúria, ou Mu, como nós preferimos chamá-lo. Mu é na verdade um “paraíso submerso”. Pertenceu a uma era que não pode realmente ser localizada na sua linha de tempo atual. Pertenceu a uma dimensão ou linha de tempo diferente. A Terra ainda não tinha perdido sua inocência. Naquela dimensão, vocês fizeram parte dos tempos paradisíacos sobre a Terra, como seres angélicos que acalentavam e cuidavam da vida. Como exporemos mais adiante, vocês são seres multidimensionais, habitando diferentes planos de realidade ao mesmo tempo. A ideia de tempo não é tão fixa e linear como vocês pensam. Quando vocês expressaram o seu lado escuro como guerreiros galácticos, vocês também – em outra linha de tempo – expressaram um aspecto luminoso e puro de si mesmos, em Mu, onde prepararam o planeta para a chegada das almas terrestres. Contribuíram para o florescimento do planeta verde e, em algum nível, vocês sabiam disto quando saíram de seu estágio “guerreiro” de consciência. Sabiam que estiveram destruindo aquilo que tinham ajudado a criar.

Quando se deram conta da promessa e da beleza da Terra, sentiram a urgência interior de descer até lá e reparar o que havia sido danificado. Vocês encarnaram em corpos humanos com a intenção de trazer luz e criar valores baseados no coração, em um meio ambiente que estava essencialmente dominado por valores egoístas. Queremos nos estender um pouco nesta questão de  trazer luz, pois há algo aí que frequentemente lhes causa confusão e mal-entendidos.

Quando vocês, Trabalhadores da Luz, encarnaram na Terra, na realidade começaram um processo de transformação interior, no qual vocês completariam sua transição da consciência baseada no ego para a consciência baseada no coração. Vocês estavam no caminho de liberar completamente a consciência baseada no ego, e a vida na Terra lhes proporcionou a oportunidade de lidar com o que ainda restava da energia baseada no ego dentro de vocês. As energias que vocês desejavam limpar seriam encontradas nos próprios seres que vocês tinham manipulado e em quem agora habitariam: dentro do ser humano, dentro de vocês mesmos.

O motivo mais profundo para a sua vinda à Terra era chegar a um acordo com a sua escuridão interna, e vocês concordaram em se encontrar com esta escuridão dentro de vocês mesmos como seres humanos. Embora frequentemente pensem que estão aqui para ajudar os outros ou para ajudar a mãe Terra, a razão mais fundamental de estarem aqui é curar a si mesmos. Este é o seu verdadeiro trabalho com a luz. Tudo o mais é secundário.

No nível mais profundo, suas almas desejavam responsabilizar-se pela escuridão que tinham difundido. Entretanto, responsabilizar-se por seu lado escuro é principalmente uma aventura solitária. Não envolve outros que vocês devem ajudar ou curar. Envolve apenas vocês mesmos. Vocês ajudarão outros durante o processo, mas isto é um efeito secundário. É importante perceber a ordem correta das coisas aqui, uma vez que – como vocês sabem – vocês têm a tendência de serem muito diligentes em ajudar os outros. Este entusiasmo para ajudar os outros muitas vezes torna-se uma armadilha, pois suas energias ficam enredadas com a outra pessoa e, muito frequentemente, depois vocês se sentem esgotados e desiludidos. Por favor, lembrem-se que dar mais do que se recebe não é nobre nem baseado no coração, é simplesmente um engano. O engano é acreditar que, em parte, vocês são responsáveis pela situação ou estado mental de alguma outra pessoa. Isto não é verdade. Cada um é responsável por sua própria felicidade ou desgraça. E isto, na verdade, é uma bênção, pois proporciona a cada um o poder de criar e, deste modo, modificar sua própria realidade.

Vocês não estão aqui para “consertar” as outras pessoas ou a mãe Terra. Estão aqui para  curar as feridas profundas dentro do seu próprio ser. Por favor, atendam a esta tarefa e tudo o mais se encaixará em seu devido lugar sem nenhum esforço da sua parte.

Quando chegaram à Terra e encarnaram em corpos humanos, vocês tiveram a tendência a combater as energias que desejavam superar. Nesse estágio, vocês estavam numa situação paradoxal. Por um lado, sabiam que queriam “algo mais” além do poder e odiavam a si mesmos pelo que tinham feito de errado anteriormente. Mas não estavam livres daquilo que odiavam em si mesmos. Vocês ainda não estavam livres do domínio do ego. Quando chegaram à Terra, vocês tiveram a tendência de se aborrecer com a escuridão, de se zangar por causa dela, e a sua reação foi combatê-la. O paradoxo é que vocês queriam combater as energias egoístas através da luta, a própria energia que vocês desejavam abandonar.

Até então vocês não estavam conscientes das verdadeiras implicações da consciência baseada no coração. Quando vocês observam a partir do coração, não existe batalha entre o Bem e o Mal. A realidade do coração transcende ambos. O coração não se opõe à escuridão. A consciência baseada no coração está fundamentada na aceitação de tudo, de todas as coisas que existem. É um tipo de consciência que libera a ideia de que a luta resolve qualquer coisa.

Embora ansiassem por um modo pacífico, não combativo, de lidar com a realidade, vocês não tinham a experiência de realmente viver de acordo com este ideal. Vocês se encontravam numa “zona intermediária”, um terra de ninguém, antes de entrarem em um novo reino de consciência.

Então, começaram a cometer todo tipo de “enganos”, no sentido de retornarem a modos de ser que vocês queriam abandonar. Ficavam ansiosos para mudar ou converter qualquer pessoa ou grupo que apresentasse um comportamento próprio do ego ou que adotasse valores baseados no ego. Entretanto, eles reagiam agressivamente a vocês, muitas vezes sem sequer entender o que vocês estavam tentando lhes transmitir. Os Trabalhadores da Luz foram perseguidos por séculos, como bruxos, pagãos ou agitadores (políticos). Pareciam dirigidos por ideais para os quais o mundo não estava preparado. Pareciam diferentes e não se enquadravam. Eles realmente encontraram muita resistência.

O que aconteceu aqui foi que vocês mudaram para o papel de vítima, depois de terem desempenhado o papel de agressores por bastante tempo nos reinos galácticos. Sua “ira espiritual” evocou reações agressivas no seu ambiente, e vocês tornaram-se as vítimas, experimentando humilhação, profunda dor e desautorização. O trauma de ser rejeitado e/ou expulso repetidas vezes, em várias vidas, deixou cicatrizes em suas almas. Acabaram sentindo-se desautorizados e indesejados. Muitos de vocês, nesta vida, sentem-se cansados e com saudades de um mundo mais amoroso e significativo.

É muito importante que vocês percebam que o papel de vítima é apenas isso: um papel que vocês desempenham. É uma interpretação possível dos fatos, mas é uma interpretação limitada e distorcida. Vocês nem são vítimas nem algozes. Vocês são a consciência da alma que criou papéis para vocês mesmos exercerem por um tempo. Não são realmente as vítimas de um mundo de mentalidade materialista e egoísta.

De fato, os encontros que vocês tiveram com energias agressivas, não cooperativas, em muitas de suas vidas, simplesmente refletiram seus próprios laços com a consciência baseada no ego, sua própria dependência dela. Se procurarem resultados através da luta, receberão de volta a energia da luta. Isto é/ foi a sua própria energia retornando a vocês! E esse é o – único – significado do carma.

A tendência para combater o “mal” baseia-se na crença de que o mal está fora de vocês e que deve ser banido da realidade. O convite espiritual para vocês, Trabalhadores da Luz, durante todas as suas encarnações, tem sido sempre reconhecer e aceitar seu próprio lado escuro e compreender seu papel e propósito.

O convite mais profundo é para perdoar a si mesmos e redescobrir a sua inocência. Vocês são inocentes e sempre foram. Podem realmente entender isto? Se entenderem, não vão mais querer mudar o mundo nem lutar contra a injustiça. Vocês vão querer brincar, se divertir e aproveitar cada momento de suas vidas e simplesmente ser quem vocês são e compartilhar isso com outros.

Quando vocês, Trabalhadores da Luz, liberarem a ideia de que têm que lutar, por alguma coisa ou por alguém, não serão mais hostilizados pelo “mundo externo”, pela sociedade ou pelas pessoas em geral, por serem diferentes. Vocês não vão querer mudar nada e, portanto, não encontrarão resistência. Saberão que são bem-vindos, que sua contribuição para esta realidade é valiosa e que são valorizados pelos outros.

Quando tiverem liberado completamente a consciência baseada no ego, saberão que estão isentos de perseguição ou ameaça externa. Terão ido além dos papéis de vítima e perseguidor; sua jornada terá descrito um círculo completo. Vocês terão liberado suas cargas cármicas e estarão totalmente livres para criar tudo o que quiserem.

Vocês estão a ponto de dar à luz uma nova consciência, um tipo de consciência que liberou totalmente a necessidade de controlar ou possuir algo. Ela é livre de medo. É a consciência Crística. Quando Jesus viveu na Terra, ele quis lhes dizer que a espiritualidade não é uma questão de guerra entre luz e escuridão. É uma questão de encontrar um nível de percepção que vá além do bem e do mal, um lugar de onde vocês possam compreender e aceitar todas as coisas. “O reino de Deus está dentro”. Tudo o que vocês precisam está do lado de dentro. A paz, a alegria e a tranquilidade são suas, quando vocês realmente se dão conta do que são: um ser divino em expressão.

Só quando se dão conta de que estão aqui para transformar-se e curar a si mesmos, é que as coisas começam realmente a mudar para vocês e, como efeito colateral, para outras pessoas que os rodeiam. O mundo é o que é, e a coisa mais elevada que vocês podem fazer por ele é simplesmente amá-lo pelo que ele é. Amem e vejam a beleza de cada ser que está viajando através deste plano da realidade.

Muitos de vocês são motivados pela energia de Jesus. Isto é porque ele é seu parente. Jesus foi simplesmente um Trabalhador da Luz livre dos elos cármicos, um Trabalhador da Luz de posse de um elevado nível de auto-conhecimento. Vocês são tocados pela energia dele, porque sabem que é a energia para a qual estão se movendo. A energia de Cristo é a energia de seu próprio ser futuro.

Continua… PARTE 4 (FINAL)

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Fonte: Jeshua Channelings | Channelings I The Lightworker series | Lightworker III | Lightworkers incarnating on earth
Tradução: Vera Corrêa – veracorrea46@gmail.com

Via: Sementes das Estrelas | JESHUA – “TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 3: A ENCARNAÇÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ NA TERRA”

Parte 1: Aqui
Parte 2: Aqui


 

Ouça também a mensagem através deste vídeo:

Jeshua – “Trabalhadores da Luz – Parte 3: A ENCARNAÇÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ NA TERRA”

Publicado por mxvenus

Via: Jeshua – “Trabalhadores da Luz – Parte 3: A ENCARNAÇÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ NA TERRA” – YouTube


APRENDENDO UM POUCO MAIS SOBRE A MISSÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 2…

Ocean

TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 2: A HISTÓRIA GALÁCTICA DOS TRABALHADORES DA LUZ

Jeshua

Jeshua

Canalizado por: Pamela Kribbe 

 

O NASCIMENTO DA ALMA

As almas dos Trabalhadores da Luz nasceram muito antes que surgissem a Terra e a humanidade. As almas nascem por levas. Em certo sentido, as almas são eternas, sem começo e sem fim. Mas, em outro sentido, elas nascem num determinado ponto. É neste ponto que suas consciências alcançam um sentido de individualidade própria. Antes desse ponto, elas já existem, como uma possibilidade. Ainda não há consciência de “eu” e “outro”.

A consciência do “eu’ aparece quando, de algum modo, é feita uma linha de demarcação entre grupos de energias. Temos de voltar às metáforas para poder explicar isto.

Pensem no oceano, por um momento, e imaginem que ele é um enorme campo de energias fluindo: correntes que se juntam e se separam constantemente. Imaginem que uma consciência difusa permeia todo o oceano. Chamem-na de espírito do oceano, se quiserem. Depois de algum tempo, concentrações de consciência emergem em certos lugares do oceano. A consciência aqui é mais focalizada, menos difusa do que no seu entorno direto. Por todo o oceano, há uma diferenciação progressiva que leva ao desenvolvimento de formas transparentes dentro do oceano. Essas formas, que são pontos focalizados de consciência, movem-se independentemente do seu entorno. Experimentam a si mesmas como formas diferentes do oceano (espírito). O que ocorre aqui é o nascimento de um sentido rudimentar de “eu” ou auto-consciência.

Por que os pontos focalizados de consciência apareceram em algumas partes do oceano e não em outras? Isto é muito difícil de se explicar. No entanto, vocês podem sentir que há algo muito natural neste processo? Se atirarem sementes sobre num campo de terra, vocês notarão que as pequenas plantas que brotarem crescerão cada uma no seu próprio tempo e ritmo. Uma não crescerá tanto ou tão facilmente quanto a outra. Algumas nem sequer crescerão. Há diferenciação através do campo. Por quê? A energia do oceano (o espírito do oceano) intuitivamente procura a melhor expressão possível para todas as suas múltiplas correntes ou camadas de consciência.

Durante a formação de pontos individuais de consciência no oceano, há um poder externo que trabalha sobre o oceano – ou assim parece. Esse é o poder da divina inspiração, que pode ser concebido como o aspecto masculino Daquele que criou vocês. Enquanto o oceano representa o lado feminino, receptivo, o aspecto masculino pode ser visualizado como raios de luz derramando-se no oceano, que intensificam o processo de diferenciação e a separação em massas individuais de consciência. Eles são como os raios de sol que aquecem a sementeira.

O oceano e os raios de luz juntos formam uma entidade ou ser que pode ser chamado de arcanjo. É uma energia arquetípica que integra ambos os aspectos masculino e feminino em si mesma, e é uma energia angélica que se manifesta ou se expressa  para vocês. Voltaremos à noção de arcanjo mais tarde, com mais detalhes, no último capítulo da série Trabalhadores da Luz, chamado “Seu Ser de Luz”.

Depois que a alma nasce como uma unidade individual de consciência, lentamente abandona o estado de unidade oceânica que foi seu lar durante muito tempo. Ela se torna cada vez mais consciente de estar separada e independente.

Com essa conscientização, aparece, pela primeira vez em seu ser, uma sensação de perda ou carência. Quando ela se lança no seu caminho de exploração como uma entidade individual, ela carrega consigo um certa saudade da totalidade, um desejo de pertencer a algo maior do que ela mesma. Bem no fundo, ela conserva a lembrança de um estado de consciência onde tudo é um, onde não existe “eu” e “outro”. Isto é o que ela considera o “lar”: um estado de unidade extasiante, um lugar de completa segurança e fluidez.

Com esta lembrança “no fundo da mente”, ela começa sua viagem através da realidade, através de incontáveis campos de experiência e exploração interna. A nova alma é levada pela curiosidade e tem uma grande necessidade de experiência. Esse é o elemento que não existia no estado oceânico de unidade. Agora a alma pode explorar livremente tudo o que deseja. É livre para procurar a totalidade de todas as maneiras possíveis.

Dentro do universo, há incontáveis planos de realidade para serem explorados. A Terra é apenas um deles, e um que surgiu relativamente tarde, falando numa escala cósmica. Os planos da realidade, ou dimensões, sempre se originam de necessidades interiores ou desejos. Como todas as criações, são as manifestações de visões internas e ponderações. A Terra foi criada de um desejo interno de juntar elementos de diferentes realidades que colidiam uns com outros. A intenção era que a Terra fosse um crisol de fusão para uma grande gama de influências. Explicaremos isto mais abaixo. Agora é suficiente dizer que a Terra chegou relativamente tarde no estágio cósmico e que muitas almas viveram muitas vidas de exploração e desenvolvimento em outros planos de realidade (planetas, dimensões, sistemas estelares, etc.), antes mesmo que a Terra nascesse.

Os Trabalhadores da Luz são almas que viveram muitas, muitas vidas nesses outros planos, antes de encarnarem na Terra. Isso é o que os distingue das “almas terrestres”, como as chamaremos por questão de conveniência. As almas terrestres são aquelas que encarnaram em corpos físicos na Terra relativamente cedo em seu desenvolvimento como unidades individualizadas de consciência. Pode-se dizer que elas começaram seu ciclo de vidas terrestres, quando suas almas estavam em suas etapas infantis. Naquele tempo, os Trabalhadores da Luz eram almas “adultas”. Eles já haviam passado por muitas experiências, e o tipo de relacionamento que mantiveram com as almas terrestres pode ser comparado àquele entre pais e filhos.

O DESENVOLVIMENTO DA VIDA E DA CONSCIÊNCIA NA TERRA

A evolução das formas de vida na Terra foi estreitamente entrelaçada com o desenvolvimento interno das almas terrestres. Embora nenhuma alma esteja ligada a um planeta em particular, pode-se dizer que as almas terrestres são os nativos do seu planeta. Isso porque seu crescimento e expansão coincidem aproximadamente com a proliferação de formas de vida na Terra.

Quando as unidades individuais de consciência nascem, elas são um pouco parecidas com simples células físicas, no que diz respeito à estrutura e possibilidade. Do mesmo modo que as células têm uma estrutura relativamente simples, os movimentos internos de uma consciência recém-nascida são transparentes. Ainda não se estabeleceu muita diferenciação. Há um mundo de possibilidades a seus pés (tanto física como espiritualmente). O desenvolvimento de uma forma recém-nascida de consciência para um tipo de consciência introspectiva e capaz de observar e reagir a seu meio ambiente pode ser grosseiramente comparado ao desenvolvimento de um organismo unicelular para um organismo vivo complexo, que interage com seu meio ambiente de múltiplas maneiras.

Aqui nós estamos comparando o desenvolvimento da consciência das almas com o desenvolvimento biológico da vida, não apenas como uma metáfora. De fato, o desenvolvimento biológico da vida, como aconteceu na Terra, deveria ser visto como baseado numa necessidade espiritual de exploração e experiência por parte das almas terrestres. Esta necessidade ou desejo de exploração provocou o surgimento de uma rica variedade de formas de vida na Terra. Como dissemos, a criação é sempre o resultado de um movimento interno da consciência. Embora a teoria da evolução, como é atualmente aceita pela sua ciência, descreva até certo ponto corretamente o desenvolvimento das formas de vida no seu planeta, escapa-lhe completamente o impulso interno, o motivo “oculto” por trás desse processo profundamente criativo. A proliferação de formas de vida na Terra deveu-se a movimentos internos no nível da alma. Como sempre, o espírito precede e cria a matéria.

No início, as almas terrestres encarnaram nas formas físicas que melhor se adaptavam ao seu sentido ainda rudimentar de ser: organismos unicelulares. Depois de um período em que ganharam experiência e integraram-na à sua consciência, surgiu a necessidade de meios mais complexos de expressão física. Assim, formas de vida mais complexas foram impulsionadas a existir. A consciência criou formas físicas em resposta às necessidades e desejos internos das almas terrestres, cuja consciência coletiva habitava a Terra no princípio.

A formação de novas espécies e a encarnação de almas terrestres em membros individuais daquelas espécies representa um grande experimento de vida e consciência. Embora a evolução seja dirigida pela consciência (e não por acidente e incidente), ela não segue uma linha predeterminada de desenvolvimento. Isso porque a consciência é livre e imprevisível.

As almas terrestres experimentaram todos os tipos de forma animal de vida. Habitaram vários tipos de corpos físicos no reino animal, mas nem todas experimentaram a mesma linha de desenvolvimento.

O caminho de desenvolvimento da alma é muito mais fantástico e aventuroso do que vocês supõem. Não há leis acima ou fora de vocês. Vocês são a lei para vocês. Então, se por exemplo vocês decidem experimentar a vida do ponto de vista de um macaco, vocês podem, em algum momento, encontrar-se vivendo num corpo de macaco, desde o nascimento ou como um visitante temporário. A alma, especialmente a alma jovem, implora por experiência e por expressão. Essa ânsia por explorar é responsável pela diversidade de formas de vida que floresceram na Terra.

Dentro desse grande experimento de vida, o surgimento da forma de vida humana marcou o início de uma etapa importante no desenvolvimento da consciência da alma na Terra. Antes de explicar isso detalhadamente, discutiremos os estágios do desenvolvimento interior da alma.

EVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA:  ETAPA INFANTIL, MATURIDADE E VELHICE

Se observarmos o desenvolvimento da consciência da alma, depois que ela nasce como uma unidade individual, veremos que ela passa aproximadamente por três estágios internos. Estes estágios existem independente do plano particular de realidade (planeta, dimensão, sistema estelar) que a consciência escolhe para habitar ou experienciar.

1) O estágio da inocência (“paraíso”)

2) O estágio do ego (“pecado”)

3) O estágio da “segunda inocência” (“iluminação”)

Estes estágios poderiam ser comparados metaforicamente com infância, maturidade e velhice.

Depois que as almas nascem como unidades individuais de consciência, elas deixam o estado oceânico de unidade, do qual elas se lembram como ditoso e completamente seguro. Então, elas partem para explorar a realidade de uma maneira completamente nova. Lentamente elas se tornam mais conscientes de si mesmas e de como são únicas em comparação com seus companheiros de viagem. Neste estágio, elas são muito receptivas e sensíveis, como uma criança pequena que observa o mundo com os olhos bem abertos, expressando curiosidade e inocência.

Este estágio pode ser chamado de paradisíaco, já que a experiência de unidade e segurança ainda está fresca na memória das almas recém-nascidas. Elas ainda estão perto do lar; ainda não questionam o seu direito de ser quem são.

Conforme a viagem continua, a lembrança do lar vai se desvanecendo, enquanto as almas  mergulham em tipos diferentes de experiência. No começo, tudo é novo, e tudo é absorvido sem julgamento no estágio da infância.

Um novo estágio se estabelece, quando a jovem alma começa a experienciar a si mesma como o ponto focal de seu mundo. É então que ela realmente começa a se dar conta de que existe algo como “eu” e “outro”. Ela começa a perceber como pode influenciar seu meio ambiente ao agir sobre ele. A própria ideia de fazer algo que surge da sua própria consciência é nova. Antes, havia uma aceitação mais ou menos passiva de tudo o que fluía. Agora, há dentro da alma uma noção crescente do seu poder de exercer influência naquilo que ela vivencia. Este é o começo do estágio do ego. O ego originalmente representa a habilidade de usar sua vontade para afetar o meio externo. Por favor, notem que a função original do ego é simplesmente capacitar a alma a experienciar a si própria totalmente como uma entidade separada. Isto é um desenvolvimento natural e positivo dentro da evolução da alma. O ego não é “mau” em si mesmo. Entretanto, ele tende a ser expansivo ou agressivo. Quando a alma nova descobre sua capacidade de influenciar seu meio ambiente, ela se apaixona pelo ego. Bem no fundo, ainda existe uma dolorosa lembrança na alma, agora amadurecida, que lhe recorda o lar, que lhe recorda o paraíso perdido. O ego parece ter uma resposta para esta dor, para esta saudade. Parece que ele dá à alma a capacidade de controlar ativamente a realidade. Ele intoxica a alma ainda jovem com a ilusão do poder.

Se alguma vez houve uma queda da graça ou uma queda do paraíso, isso aconteceu quando a jovem consciência da alma se encantou com as possibilidades do ego, com a promessa de poder. No entanto, o verdadeiro propósito do nascimento da consciência como alma individual é explorar, experimentar tudo o que há, tanto o paraíso como o inferno, tanto a inocência como o “pecado”. Portanto, a queda do paraíso não foi um “erro”. Não existe culpa ligada a isto, a menos que vocês assim acreditem. Ninguém os culpa, além de vocês mesmos.

Quando a alma jovem amadurece, ela muda para uma forma “auto-centrada” de observar e experienciar as coisas. A ilusão do poder realça a separação entre as almas, em lugar de conectá-las. Por causa disso, a solidão e um sentido de alienação se estabelecem dentro da alma. Embora não seja realmente consciente disso, a alma torna-se uma lutadora, uma batalhadora pelo poder. O poder parece ser a única coisa que acalma a mente – por um tempo.

Acima, nós distinguimos um terceiro estágio no desenvolvimento da consciência da alma: o estágio da iluminação, “segunda inocência” ou velhice. Teremos muito a dizer a respeito deste estágio e, principalmente, a respeito da transição da segunda para a terceira etapa, nas próximas mensagens desta série (especialmente em “Do ego ao coração”, partes III e IV). Agora, retornaremos à história das almas terrestres e esclareceremos como o despertar do estágio do ego se ajusta ao aparecimento do homem na Terra.

A ENTRADA DAS ALMAS TERRESTRES NO ESTÁGIO DO EGO: A APARIÇÃO DO HOMEM NA TERRA

A etapa na qual as almas terrestres exploraram a vida vegetal e animal coincidiu com o estágio da inocência ou paraíso, no nível interno. A vida floresceu na Terra, sob a orientação e proteção de seres espirituais dos reinos angélico e dévico (os devas trabalham no nível etérico, ou seja, mais próximo ao mundo físico do que os anjos). Os corpos etéricos das plantas e animais foram incondicionalmente receptivos às atenciosas e alimentadoras energias maternais dos reinos angélico e dévico. Eles não tinham a menor intenção de “se libertar” ou ir embora em busca do seu próprio modo de fazer as coisas. Ainda existia um grande sentido de unidade e harmonia entre todos os seres viventes.

Entretanto, o surgimento do homem-macaco marcou um ponto de transformação no desenvolvimento da consciência. Essencialmente, ao caminhar ereto e através do desenvolvimento do cérebro, a consciência que residia no homem-macaco obteve um maior domínio sobre o seu meio ambiente. A consciência, ao estar encarnada no antropóide, começou a experimentar como era ter mais controle sobre seu entorno direto. Começou a descobrir seu próprio poder, sua própria habilidade de influenciar seu meio ambiente. Começou a explorar o livre-arbítrio.

Este desenvolvimento não foi acidental. Foi uma resposta a uma necessidade interior sentida pelas almas terrestres, uma necessidade de explorar a individualidade em níveis mais profundos que anteriormente. A crescente auto-consciência das almas terrestres preparou o palco para a aparição do homem em termos biológicos, o ser humano que conhecemos.

Quando as almas terrestres ficaram prontas para entrar no estágio do ego, a criação do homem capacitou-as a experimentar uma forma de vida com livre-arbítrio. E também dotou as consciências encarnadas com uma percepção maior do “eu” como oposto ao “outro”. Com isso, estava preparado o palco para possíveis conflitos entre “o meu interesse” e “o seu interesse”, “o meu desejo” e “o seu desejo”. O indivíduo estava se desprendendo da unidade manifesta, da ordem natural de “dar e receber”, para descobrir quais outros caminhos estavam disponíveis. Isto marcou o “fim do paraíso” na Terra, mas pedimos que considerem isso, não como um evento trágico, mas como um processo natural (como as estações do ano). Foi uma mudança natural no rumo dos acontecimentos, que finalmente lhes permitiu (nestes dias e era) equilibrar a divindade e a individualidade dentro de seu ser.

Quando a consciência da alma terrestre entrou no estágio do ego e começou a explorar “ser humano”, as influências dévica e angélica lentamente se retiraram para segundo plano. É próprio da natureza dessas forças, respeitar o livre-arbítrio de todas as energias que elas encontram. Elas nunca exercem sua influência, se não são convidadas a fazê-lo. Então, a consciência baseada no ego obteve um livre reinado e as almas terrestres passaram a conhecer todos os golpes e inconvenientes do poder. Isso também afetou o reino vegetal e animal. Pode-se dizer que a emergente energia de luta foi parcialmente absorvida por esses reinos não humanos, o que criou um certo distúrbio dentro deles. Isso ainda está presente hoje em dia.

Quando as almas terrestres suplicaram por novas experiências, isto também as fez receptivas a novas influências externas. Aqui, queremos chamar a atenção especialmente para tipos de influência extraterrestre, galáctica, que afetaram enormemente as almas terrestres, as quais estavam amadurecendo, mas eram ainda jovens. Foi neste ponto de nossa história, que as almas que chamamos de Trabalhadores da Luz entraram em cena.

INFLUÊNCIAS GALÁCTICAS SOBRE O HOMEM E A TERRA

Por influências galácticas ou extraterrestres, queremos dizer influências de energias coletivas associadas a certos sistemas estelares, estrelas ou planetas. No universo, existem muitos níveis ou dimensões de existência. Um planeta ou estrela pode existir em várias dimensões, que variam de dimensões materiais até as mais etéreas. Em geral, as comunidades galácticas que influenciaram as almas terrestres existiram em uma realidade menos “densa” ou material do que aquela na qual vocês existem na Terra.

Os reinos galácticos eram habitados por almas amadurecidas, que nasceram muito antes que as almas terrestres, e que estavam no começo do seu estágio do ego. Quando a Terra tornou-se habitada por toda forma de vida, e finalmente pelo homem, os reinos extraterrestres observaram este desenvolvimento com grande interesse. A diversidade e abundância de formas de vida chamaram sua atenção. Sentiram que algo especial estava acontecendo aqui.

Havia muito tempo que estavam ocorrendo muitas lutas e batalhas entre as diferentes comunidades galácticas. Num certo sentido, isso era um fenômeno natural, já que a consciência das almas envolvia a necessidade de batalha para descobrir tudo a respeito do “centramento no eu” e do poder. Elas estavam explorando os trabalhos do ego e, à medida que “progrediam”, tornavam-se versadas na manipulação da consciência. Elas se tornaram peritas em subordinar outras almas ou comunidades de almas às suas regras, por meio de ferramentas psíquicas sutis e não tão sutis.

O interesse que as comunidades galácticas tinham na Terra era principalmente egocêntrico. Viram aí uma oportunidade para exercer sua influência de formas novas e poderosas. Pode-se dizer que, naquele momento, as batalhas intergalácticas tinham alcançado um ponto morto. Quando se luta um contra o outro várias e várias vezes, após certo tempo acaba-se alcançando um equilíbrio, uma divisão de zonas de poder, por assim dizer. Um conhece o outro tão bem, que ambos sabem quando há espaço para agir e quando não há. Foi assim que a situação chegou num impasse e os inimigos galácticos passaram a ter esperanças de novas oportunidades na Terra. Pensavam que a Terra poderia lhes proporcionar o cenário para renovar a batalha e superar o impasse.

O modo como as comunidades galácticas procuraram exercer sua influência sobre a Terra foi por através da manipulação da consciência das almas terrestres. As almas terrestres ficaram particularmente receptivas à sua influência quando entraram na etapa do ego. Antes disso, elas eram imunes a qualquer força externa motivada pelo poder, porque elas próprias não tinham nenhuma inclinação a exercer o poder. Vocês são imunes à agressão e ao poder, quando dentro de vocês não existe nada a que estas energias possam agarrar-se. Portanto, as energias galácticas não puderam acessar a consciência das almas terrestres, antes que estas almas decidissem elas mesmas explorar a energia do poder.

A transição para o estágio do ego tornou as almas terrestres vulneráveis porque, além da sua intenção de explorar a consciência do ego, elas ainda eram muito inocentes e ingênuas. Portanto, não foi difícil para os poderes galácticos impor suas energias à consciência das almas terrestres. O modo como eles agiram foi através da manipulação da consciência ou controle mental.

Suas tecnologias eram muito sofisticadas. Eles tinham principalmente ferramentas psíquicas, não muito diferentes da lavagem cerebral através da sugestão hipnótica subconsciente. Trabalhavam nos níveis psíquico e astral, mas influenciavam o homem até o nível material/físico do corpo. Eles influenciavam o desenvolvimento do cérebro humano, limitando a quantidade de experiências disponíveis para os seres humanos. Essencialmente, eles estimulavam padrões de pensamento e emoções baseados no medo. O medo já estava presente na consciência das almas terrestres como resultado da dor e saudade que toda alma jovem traz dentro de si. Os poderes galácticos tomaram este medo existente como seu ponto de partida para ampliar enormemente a energia de medo e subserviência nas mentes e emoções das almas terrestres. Isto lhes permitiu controlar a consciência humana.

Em seguida, os guerreiros galácticos tentaram lutar contra seus antigos inimigos galácticos, por meio do ser humano. A luta pelo poder sobre a humanidade foi uma luta entre velhos inimigos galácticos que utilizaram seres humanos como seus testas-de-ferro.

O tenro sentido de individualidade e autonomia das almas da Terra foi cortado em seus primórdios por esta violenta intervenção, esta guerra pelo coração da humanidade.

Entretanto, os interventores galácticos não puderam verdadeiramente privar as almas da Terra de sua liberdade. Por mais massiva que tenha sido a influência extraterrestre, a essência divina dentro de cada consciência de alma individual manteve-se indestrutível. A alma não pode ser destruída, embora sua natureza livre e divina possa ficar velada por um longo tempo. Isto está relacionado com o fato de que o poder, no fim das contas, não é real. O poder sempre alcança seu objetivo através das ilusões do medo e da ignorância. Ele pode somente esconder e velar as coisas; não pode verdadeiramente criar ou destruir nada.

Além do mais, este verdadeiro ataque às almas terrestres não trouxe apenas escuridão à Terra. Sem a menor intenção, ele iniciou uma profunda mudança na consciência dos guerreiros galácticos, uma virada em direção ao próximo estágio de consciência: iluminação ou “segunda inocência”.

RAÍZES GALÁCTICAS DAS ALMAS TRABALHADORAS DA LUZ

Como a noção de almas Trabalhadoras da Luz se relaciona com esta história?

As almas Trabalhadoras da Luz, como vocês as chamam, são almas que estão profundamente conectadas com o sistema estelar das Plêiades. As Plêiades são um grupo de estrelas, das quais sete podem ser vistas da Terra a olho nu.

Antes de encarnarem na Terra em corpos humanos, as almas Trabalhadoras da Luz habitaram este sistema de estrelas por um longo tempo. Em relação ao desenvolvimento da consciência em três etapas, elas passaram uma grande parte da sua maturidade ali. Foi nesse estágio que elas exploraram a consciência baseada no ego e todas as questões de poder relacionadas a ela. Este foi o estágio em que elas exploraram a escuridão e no qual abusaram muito do seu poder.

Os pleiadianos, naquele tempo, foram cocriadores do ser humano, do modo como ele se desenvolveu. Da mesma forma que outras forças galácticas, os pleiadianos tinham a intenção de usar o homem como um marionete para dominar outras partes do Universo. Implantaram um tipo de radar energético no ser humano, que os proveria de informação (a respeito de seus inimigos).

É difícil explicar as técnicas que os poderes galácticos usavam em suas batalhas, porque não existe nada no seu mundo que se compare a elas, pelo menos não ao ponto em que elas foram aperfeiçoadas. Essencialmente, a tecnologia de guerra galáctica baseava-se numa ciência de energia não materialista. Eles conheciam o poder da psique e sabiam que a consciência cria a realidade física. A metafísica deles era mais adequada do que a visão materialista adotada por seus cientistas de hoje. Como a sua ciência concebe a consciência como um resultado dos processos materiais, ao invés do contrário, ela não pode se aprofundar nos poderes criativo e causal da mente.

Na era do Cro-Magnon, os pleiadianos interferiram no desenvolvimento natural do homem em um nível genético. Essa interferência genética deveria ser concebida como o auge do processo de manipulação: eles imprimiam o cérebro/consciência humano com determinadas formas de pensamentos que afetavam a camada física, celular do organismo. O efeito dessas impressões mentais era que um elemento robótico, mecânico, era instalado no cérebro humano, o que tirava parte da força natural e da auto-consciência do ser humano. Era um implante artificial que tornava o homem mais adequado como instrumento para as metas estratégicas dos pleiadianos.

Ao interferirem deste modo no desenvolvimento da vida na Terra, os pleiadianos violaram o curso natural das coisas. Eles não respeitaram a integridade das almas terrestres, que habitavam as espécies humanas  em evolução. De certo modo, eles roubaram delas o seu (recém-adquirido) livre-arbítrio.

Em certo sentido, ninguém pode roubar o livre-arbítrio das almas, como indicamos acima. Entretanto, em termos práticos, devido à superioridade dos pleiadianos em todos os níveis, as almas terrestres perderam grande parte do seu sentido de auto-determinação. Os pleiadianos viam os seres humanos essencialmente como ferramentas, como coisas que os ajudavam a alcançar suas metas. Naquele estágio, eles não estavam preparados para respeitar a vida como valiosa em si mesma. Eles não reconheciam no “outro” (seus inimigos ou seus escravos) uma alma vivente igual a eles mesmos.

Porém, não há nenhuma intenção de se fazer um julgamento disto, já que tudo é parte do grande e profundo desenvolvimento da consciência. Eu mesmo, Jeshua, fiz parte desta história. Eu mesmo passei pelos extremos da dualidade, praticando atos de maldade, assim como atos de luz. No nível mais profundo, não existe culpa, somente livre escolha. Não existem vítimas, nem agressores; em última análise, existe apenas experiência.

Mais tarde, vocês, as almas Trabalhadoras da Luz que uma vez empregaram estes métodos escuros de opressão, julgaram a si mesmos muito severamente por seus atos. Mesmo agora, vocês ainda carregam consigo um profundo sentimento de culpa, do qual são parcialmente conscientes como uma sensação de não serem suficientemente bons (em qualquer coisa que façam). Esse sentimento origina-se de um mal-entendido.

É importante compreender que “Trabalhador da Luz” não é algo que você simplesmente é ou não é. É algo que você se torna, quando atravessa todo o caminho da experiência; experimentando luz e escuridão; sendo luz e escuridão. Se tivéssemos que lhes dar um nome, nós os chamaríamos de Almas Crísticas, em lugar de Trabalhadores da Luz.

Alguma vez vocês já tiveram a experiência de cometer um erro grave, que acabou mudando as coisas de uma forma positiva e inesperada? Algo semelhante aconteceu como resultado da interferência galáctica na Terra e na humanidade. No processo de imprimir suas energias nas almas da Terra, as forças galácticas, na realidade, criaram uma grande fusão de influências na Terra. Pode-se dizer que os elementos combativos dentro das diferentes “almas galácticas” foram implantados na humanidade como uma competição, forçando, deste modo, os seres humanos a encontrarem um modo de uni-las ou de levá-las a uma coexistência pacífica. Embora isto tenha complicado bastante a jornada das almas terrestres, acabou criando a melhor oportunidade para uma abertura de caminho positiva, uma saída da situação de impasse a que tinham chegado os conflitos galácticos.

Lembrem-se que todas as coisas estão interconectadas. Há um nível no qual as almas terrestres e as almas galácticas são/foram guiadas pelo mesmo propósito. Esse é o nível angélico. Toda alma é um anjo no seu âmago (falaremos disto no capítulo 10 desta série – “Seu Ser de Luz”). No nível angélico, tanto os guerreiros galácticos quanto as almas terrestres consentiram em fazer parte do drama cósmico esboçado acima.

A interferência galáctica não só “ajudou” a Terra a ser o crisol de fusão que ela deveria ser (no nível angélico), mas também marcou o começo de um novo tipo de consciência dos guerreiros galácticos. De uma forma imprevista, isto marcou o final da etapa do ego, o final da maturidade para eles e o começo de algo novo.

O FINAL DO ESTÁGIO DO EGO PARA OS TRABALHADORES DA LUZ

As guerras intergalácticas tinham chegado num beco sem saída, antes de a Terra entrar em cena. Quando a batalha recomeçou na Terra, na verdade ela se deslocou para a Terra. Com esta transposição, algo começou a mudar dentro da consciência galáctica. O tempo das guerras galácticas terminou.

Embora as almas galácticas tenham continuado ativamente envolvidas com a humanidade e com a Terra, elas lentamente se retiraram para o papel de observador. Neste papel, elas começaram a se conscientizar de um tipo particular de cansaço em seu interior. Elas sentiam um vazio interno. Embora a luta e a batalha continuassem, isto não as fascinava mais como antes. E então começaram a se fazer perguntas filosóficas, tais como: qual é o significado de minha vida? Por que estou lutando o tempo todo? O poder realmente me faz feliz? À medida em que se faziam estas perguntas, intensificava-se seu aborrecimento com guerra.

Os guerreiros galácticos estavam gradualmente alcançando o final do seu estágio do ego. Inconscientemente, eles haviam transferido a energia do ego e a luta pelo poder para a Terra, um lugar que estava energeticamente aberto para essa energia. As almas humanas estavam, naquele momento, começando a explorar o estágio de consciência baseado no ego.

Na consciência dos guerreiros galácticos criou-se um certo espaço: o espaço para a dúvida, o espaço para a reflexão. Eles entraram numa fase de transformação, que descreveremos distinguindo os seguintes passos:

  1. Estar insatisfeito com o que a consciência baseada no ego tem para lhe oferecer, desejar “algo mais”: o começo do final.
  2. Começar a se conscientizar da sua dependência à consciência baseada no ego, reconhecendo e liberando as emoções e pensamentos que a acompanham: a metade do final.
  3. Permitir que as velhas energias baseadas no ego morram dentro de você, jogando fora o casulo, sendo seu novo ser: o final do final.
  4. O despertar de uma consciência baseada no coração, dentro de você, motivada por amor e liberdade; ajudar outros a fazerem a transição.

Estes quatro passos marcam a transição da consciência baseada no ego para a consciência baseada no coração. Por favor, lembrem-se que tanto a Terra e a humanidade quanto os reinos galácticos passam por esses estágios, só que não simultaneamente.

O planeta Terra agora está passando pelo estágio 3. Muitos de vocês, Trabalhadores da Luz, também estão passando pelo estágio 3, em sintonia com o processo interno da Terra. Alguns de vocês ainda estão lutando com o estágio 2 e alguns chegaram ao estágio 4, desfrutando das delícias da alegria genuína e da inspiração.

Entretanto, grande parte da humanidade não deseja abandonar a consciência baseada no ego, de jeito nenhum. Eles ainda não entraram na etapa 1 da fase de transição. Isto não é algo para se julgar nem se criticar ou pelo qual se afligir. Tentem ver isto como um processo natural, como o crescimento de uma planta. Vocês não julgam uma flor por ser um botão em vez de estar completamente florescida. Tentem ver isto sob esta ótica. Fazer julgamentos morais sobre os efeitos destrutivos da consciência baseada no ego em seu mundo fundamenta-se na falta de percepção das dinâmicas espirituais. Além disso, debilita a sua própria força, já que a irritação e a frustração que vocês sentem às vezes ao ouvirem as notícias ou lerem seus jornais não podem ser transformadas em algo construtivo. Isso apenas os esgota e baixa seu nível de vibração. Tentem ver as coisas de um ponto de vista mais distante, com uma atitude de confiança. Tentem perceber intuitivamente as correntes ocultas na consciência coletiva, as coisas que vocês raramente leem ou escutam nos seus meios de comunicação.

Não tem sentido tentar modificar as almas que ainda estão presas à realidade da consciência baseada no ego. Elas não querem a sua “ajuda”, pois ainda não estão abertas às energias baseadas no coração, que vocês – Trabalhadores da Luz – desejam compartilhar com elas. Embora elas pareçam necessitar da sua ajuda, enquanto elas não a quiserem, elas não a necessitam. É muito simples.

Os Trabalhadores da Luz gostam muito de dar e ajudar, mas frequentemente perdem seu poder de discernimento nessa área. Isto leva a um perda de energia e pode resultar em auto-desconfiança e frustração por parte dos Trabalhadores da Luz. Por favor, usem seu poder de discernimento aqui, pois o desejo de ajudar pode tragicamente se transformar numa armadilha para os Trabalhadores da Luz, que os impede de completar realmente o passo 3 da transição. (Discutiremos a noção de “ajudar” mais adiante, em “Do Ego ao Coração IV” e “Armadilhas no caminho de tornar-se um curador”).

Agora terminaremos nossa descrição dos Trabalhadores da Luz no final do seu estágio do ego. Como dissemos, naquele tempo vocês pertenciam ao sistema estelar das Plêiades e vocês, como outros impérios galácticos, interferiram na humanidade quando o ser humano moderno tomava forma. Quando passaram a desempenhar cada vez mais o papel de observadores, vocês cansaram de lutar.

O poder que vocês buscaram por tanto tempo resultou num tipo de dominação que aniquilava as qualidades únicas e individuais daquilo que vocês dominavam. Portanto, nada de novo podia entrar na sua realidade. Vocês matavam tudo o que era “outro”. Esta forma de proceder fez com que, depois de um tempo, sua realidade se tornasse estática e previsível. Quando vocês se conscientizaram do vazio existente na luta pelo poder, sua consciência se abriu para novas possibilidades. Surgiu um desejo por “algo mais”.

Vocês tinham completado o passo 1 da transição para a consciência baseada no coração. As energias do ego, que tinham reinado livremente por éons, assentaram-se e abriram um espaço para “algo mais”. Em seus corações, brotou uma nova energia, como uma tenra flor. Uma voz sutil e tranquila começou a falar-lhes do “lar”, um lugar que vocês uma vez conheceram, mas cujo rastro vocês tinham perdido ao longo de seu caminho. Internamente, vocês sentiram saudades de casa.

Exatamente como as almas terrestres, vocês experimentaram o estado oceânico de unidade, do qual cada alma nasce. E gradualmente evoluíram, a partir desse oceano, para unidades individuais de consciência. Como essas “pequenas almas”, vocês se deleitaram com a exploração, enquanto, ao mesmo tempo, carregavam dentro de si a dolorosa lembrança de um paraíso que vocês tiveram que deixar para trás.

Quando, mais tarde, vocês entraram no estágio da consciência baseada no ego, esta dor ainda continuou dentro de vocês. Essencialmente, o que vocês tentaram fazer foi preencher esse vazio em seu coração com o poder. Procuraram preencher a si mesmos, jogando o jogo de lutar e conquistar.

O poder é a energia que mais se opõe à unidade. Ao exercerem poder, vocês isolam-se do “outro”. Ao lutarem pelo poder, vocês distanciam-se mais ainda do lar (a consciência da unidade). O fato de o poder afastá-los do lar, ao invés de aproximá-los, foi ocultado de vocês por muito tempo, já que o poder está fortemente ligado à ilusão. O poder pode facilmente ocultar sua verdadeira face de uma alma ingênua e inexperiente. O poder cria a ilusão de abundância, de realização, de reconhecimento e até mesmo de amor. O estágio do ego é uma exploração sem restrições da área do poder, isto é, de ganhar, perder, lutar, dominar, manipular, de ser o agressor e ser a vítima.

No nível interno, a alma se dilacera durante esta etapa. O estágio do ego está vinculado a um ataque à integridade da alma. Por integridade, queremos dizer a unidade natural e a totalidade da alma. Ao passar para a consciência baseada no ego, a alma entra num estado de esquizofrenia. Ela perde a sua inocência. Por um lado, ela batalha e conquista, por outro, ela percebe que é errado causar danos ou destruir outros seres vivos. Não é tão errado, de acordo com algumas leis ou julgamentos objetivos, mas a alma percebe, subconscientemente, que está fazendo algo que se opõe à sua própria natureza divina. Criar e dar vida fazem parte da natureza da sua própria essência divina. Quando a alma age a partir de um desejo de poder pessoal, bem no fundo de si surge um sentimento de culpa. Aqui também não há julgamento externo sobre a alma que se diz culpada. A própria alma percebe que está perdendo sua inocência e pureza. Enquanto por fora ela persegue o poder, um sentimento crescente de indignidade vai comendo-a por dentro.

O estágio da consciência baseada no ego é uma etapa natural na jornada da alma. Na realidade, ela envolve a exploração completa de um dos aspectos de ser da alma: a vontade. Sua vontade constitui a ponte entre o mundo interno e o mundo externo. A vontade é essa parte de vocês que focaliza a energia da sua alma no mundo material. A vontade pode ser inspirada pelo desejo de poder ou pelo desejo de unidade. Isto depende do estado da sua percepção interior. Quando uma alma chega no final do estágio do ego, a vontade se torna, cada vez mais, uma extensão do coração. O ego ou a vontade pessoal não são destruídos, mas fluem de acordo com a sabedoria e a inspiração do coração. Neste ponto, o ego aceita o coração como seu guia espiritual. A integridade natural da alma se restabelece.

Quando vocês, as almas Trabalhadoras da Luz das Plêiades, chegaram no passo 2 da transição da consciência baseada no ego para a consciência baseada no coração, sentiram o desejo sincero de corrigir o que tinham feito de mal na Terra. Compreenderam que tinham maltratado os seres humanos viventes sobre a Terra e que tinham dificultado a livre expressão e desenvolvimento das almas terrenas. Vocês perceberam que tinham violado a própria VIDA, ao tentarem manipulá-la e controlá-la de acordo com as suas necessidades. Quiseram, então, libertar o homem dos grilhões do medo e da limitação, que haviam trazido muita escuridão às suas vidas, e sentiram que a melhor forma de poderem realizar isto seria encarnando, vocês mesmos, em corpos humanos. Assim, vocês encarnaram em corpos humanos, cuja composição genética foi parcialmente criada por vocês mesmos, com o objetivo de transformar suas criações a partir de dentro.

As almas que foram à Terra com esta missão tinham a intenção de difundir a Luz dentro de suas próprias criações (manipuladas). Por isso elas são chamadas de “Trabalhadores da luz”. Vocês tomaram a decisão de fazer isto – e de se enredarem numa série de vidas terrestres – a partir de um novo sentido de responsabilidade e também pelo sincero impulso de tomar esta carga cármica sobre si mesmos, e desse modo serem capazes de liberar completamente o passado.

Continua… PARTE 3

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Fonte: Jeshua Channelings | Channelings I The Lightworker series | Lightworker II | The galactic history of lightworkers
Tradução: Vera Corrêa – veracorrea46@gmail.com

Via: Sementes das Estrelas | JESHUA – “TRABALHADORES DA LUZ – PARTE 2: A HISTÓRIA GALÁCTICA DOS TRABALHADORES DA LUZ”

Parte 1: Aqui


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

Jeshua – “Trabalhadores da Luz – Parte 2: A HISTÓRIA GALÁCTICA DOS TRABALHADORES DA LUZ”

Publicado por mxvenus

Via: Jeshua – “Trabalhadores da Luz – Parte 2: A HISTÓRIA GALÁCTICA DOS TRABALHADORES DA LUZ” – YouTube


UMA IMPORTANTE INVOCAÇÃO PELA CURA E PROTEÇÃO DA AMAZÔNIA E DE TODAS AS FLORESTAS DO BRASIL…

Rio Amazonas

A Harmonia Universal deve prevalecer sobre a ganância gerada pela insanidade humana.

Por: Cida Pereira

.

As florestas são importantíssimas para a preservação da vida em nosso planeta. Representam tudo que existia aqui na Terra antes da chegada do ser humano.

Aos poucos, com a chegada da chamada civilização, árvores foram sendo tombadas para servirem de matéria prima  para móveis, utensílios e objetos das mais variadas formas para os mais diversos fins e, principalmente, para a construção de habitações, que ainda por cima, tomaram seu lugar.  Toda a biodiversidade das florestas foi se extinguindo ou sendo afastada para cada vez mais longe dos seres humanos.

Isso provocou uma desumanização do homem, que deixou de ser parte da natureza e parte do próprio planeta para se tornar o seu pior destruidor.

A floresta não é apenas fonte das mais diversas matérias primas, como madeira, água, minérios e plantas das mais diversas espécies. Ela  é também a representação da perfeita vida energética do planeta, por estar em perfeita harmonia com todas as forças do planeta.

Muitos se preocupam apenas com o oxigênio e com a água que ela nos fornece, mas nela existem vidas em todos os níveis da criação participando ativamente da energia emanada e compartilhada entre todos os reinos da natureza.

O homem deveria fazer parte deste conjunto, no entanto decidiu por se tornar soberano sobre ele e, na tentativa de mantê-lo sob o seu poder, quase o extinguiu completamente, restando apenas algumas florestas e matas espalhadas pelo planeta, que se ainda vivem, é apenas porque ele ainda não as alcançou.

A humanidade ainda não entendeu que preservar a natureza, não se trata de um mero capricho de alguns ativistas e que não se trata de retrocesso viver em uma floresta sem dizimá-la. Que é  perfeitamente possível preservar as matas sem deixar de lado as tecnologias e o conforto material já alcançado.

Mas, isso só será possível quando o homem estiver em harmonia consigo mesmo. Sem harmonia interior não existe harmonia exterior. Sem harmonia interior só existe destruição, mesmo que a intenção seja construir.

Se o homem reconhecesse sua própria energia, seria capaz de sentir a energia da natureza e todo o bem que ela lhe faz. Seria capaz de perceber a sua unidade com ela e que é desnecessário ter domínio ou poder sobre ela. Um espaço compartilhado já seria o suficiente.

Na natureza reina a perfeita sintonia entre todos os que nela vivem. Ela é um reflexo da perfeita sintonia do universo e estar em harmonia com qualquer ser diretamente ligado a ela é estar em harmonia com  todas as leis universais.

No universo não existe poder de um sobre o outro. Tudo funciona em perfeita sintonia para a harmonia do todo.

Sem a natureza, essa harmonia seria extinta e sem a energia gerada por ela a vida humana também.  Sem esse equilíbrio energético o ser humano é doente e desiquilibrado e acredita que destruição e devastação são sinônimos de  progresso.

Por isso devemos preservar as florestas. Porque a vida necessita, também, da energia do universo para ser mantida de forma saudável e duradoura e nelas isso existe em abundância.  Com a extinção dessa energia, de nada adiantaria ter a matéria prima, nem alimentos, nem moradias, nem objetos para os mais variados usos, pois perderíamos o essencial para a sobrevivência da espécie humana.

Agora, a ganância desmedida de alguns está ponto em risco o bem de muitos. No momento, a Amazônia está em evidência devido ao surgimento de milhares de focos de incêndio há uma semana e muitos ainda ardem. Vamos nos unir para emanar energias para todos os seres de todos os reinos da natureza que lá vivem e agora sofrem devido à insensatez humana.

Mais do que uma questão política, ambiental ou econômica, a preservação da Amazônia, bem como a proteção e recuperação de todas as outras florestas em todo o mundo é a garantia da manutenção e da ampliação da energia necessária para a ascensão de toda a humanidade na Terra, um reforço dado a Gaia, para a sua elevação e de todos os seres que nela vivem.

Vamos invocar, através deste decreto, pela ajuda de todos os Seres de Luz de todos os planos, que trabalham pela proteção, regeneração e cura de todo o planeta Terra para fortalecer a sua atuação na Amazônia e nas florestas do Brasil, em prol de todos os seres de todos os reinos da natureza que nelas habitam.

Vamos fazer esse decreto diariamente, sempre no mesmo horário, de preferência em horários quadrantes: 6:00, 9:00, 12:00, 15:00, 18:00 ou 21:00 horas.

Fazendo este decreto uma vez por dia durante vários dias (sugerimos 21), estaremos trabalhando pela elevação da consciência de todos os envolvidos nessas questões.

E dessa forma, também  estaremos protegendo a nossa amada Gaia, nosso amado Planeta e garantindo que, não só a Amazônia, mas todas as outras florestas que ainda restam em nosso planeta não sejam saqueadas e dizimadas, como já ocorreu com inúmeras delas ao redor do mundo por toda a história da humanidade.

As energias de nossas vozes podem garantir o futuro da Amazônia e de todas as florestas do Brasil e do Mundo.

.


Invocação à Hierarquia Divina pela Amazônia e Florestas do Brasil

Por: ComHarmonia.com

Enquanto você decreta essa oração, visualize a Hierarquia Divina, com seu gigantesco Poder e Luz, pairando acima da Amazônia e das Florestas do Brasil.
Saiba que assim é!

Em nome da Presença Divina que Eu Sou, Deus Pai, Deusa Mãe e Cristo Cósmico, decreto agora!
Eu Sou Um com todos os brasileiros e me uno a todos, para elevar esse clamor a Deus Pai todo Poderoso, à Deusa Mãe e ao Cristo Cósmico, pedindo bençãos de Luz para a Amazônia e para as Florestas do Brasil.
Eu Sou Um com a Irmandade de Luz da Hierarquia Divina, que habita os Céus Superiores e invoco agora, que a Hierarquia Divina venha, socorra, proteja e cure a Amazônia e as Florestas, com todos os Seres da Natureza!

Invoco agora, a Presença dos Sete Poderosos Elohim, os Sete Espíritos de Deus Pai; para que manifestem Vossas Presenças Divinas na Amazônia e em todos os irmãos dos Reinos da Natureza! (3X)

Invoco agora, a Presença das Hierarquias Angélicas e Arcangélicas!
Arcanjo Miguel vem com Sua Hierarquia Angélica! Proteja a Amazônia e Todos os irmãos dos Reinos da Natureza! (3X)

Arcanjo Rafael vem! Com sua Sua Hierarquia Angélica! Cura e Restaura a Amazônia e todos os irmãos dos Reinos da Natureza! (3X)

Arcanjo Uriel vem! Com Sua Hierarquia Angélica! Liberta do mal a Amazônia e todos os irmãos dos Reinos da Natureza! (3X)

Arcanjo Gabriel vem! Com Sua Hierarquia Angélica! Restabeleça a Presença Divina na Amazônia e em todos os irmãos dos Reinos da Natureza! (3x)

Invoco agora, a Presença dos Mestres Ascensos e de todos os Senhores e Senhoras dos 7 Raios! Que todos irradiem Seu Poder e Sua Luz sobre a Amazônia e sobre os irmãos dos Reinos da Natureza! (3X)

Em União com todos os brasileiros, pedimos Proteção Divina imediata para toda a Amazônia, as Irmãs Florestas, os Irmãos Rios, os Irmãos Animais, os Irmãos Vegetais, os Irmãos Minerais e os Irmãos Elementais!

Em União com a Irmandade de Luz, pedimos que a Justiça Divina se manifeste e Julgue todos os esquemas e pessoas, que prejudicam a Amazônia, as Irmãs Florestas, os Irmãos Rios, os Irmãos Animais, os Irmãos Vegetais, os Irmãos Minerais e os Irmãos Elementais!

Diante da Presença Divina e de toda a Hierarquia, decretamos em nome da humanidade: Perdão, Misericórdia e Redenção! (3X)

Invocamos a Presença Divina e Todo o Corpo de Luz da Grande Fraternidade Branca, para selar este pedido de Proteção e Resgate! Que tudo se realize de Modo Divino e Perfeito, de acordo com a Vontade de Deus Nosso Pai!

Que assim seja e assim se faça!
Amém, Amém, Amém e Amém!

……………………………………………………………………………

Fonte: Facebook | ComHarmonia.com


SE VOCÊ OFERECE AO MUNDO O QUE LHE AGRADA, LHE DÁ ALEGRIA E INSPIRAÇÃO, VOCÊ ESTÁ NO CAMINHO CERTO…

Qual caminho seguir

ESTAR TRAVADO

5f4d7-yeshua_talit

Mensagem de Jeshua

Canalizada por Pamela Kribbe
em junho de 2019

.

Queridos amigos, Eu Sou Jeshua.

Estou aqui entre vocês para que nos conectemos e possamos compartilhar nossas energias. A energia que trago funde-se com a energia e a luz de vocês e com a sabedoria que acumularam em todas as vidas que viveram aqui na Terra. Deste modo, nós juntos formamos um canal para a exteriorização do conhecimento apropriado para o momento presente.

Estamos canalizando juntos. Peço a cada um de vocês que perceba sua participação nesta canalização e sinta que não é apenas um ouvinte, um estudante em busca de respostas, mas é também o professor que conhece e sente as respostas dentro de si mesmo, e que deseja transmitir este conhecimento a outros que o estão buscando.

Você desempenha estes dois papéis. Você é o buscador, aquele que está constantemente crescendo e ocupado renovando-se e expandindo-se. E, ao mesmo tempo, enquanto este processo está acontecendo, você também transmite sua energia a outras pessoas, que talvez não estejam tão adiantadas em seus processos de mudança; e que se beneficiam com suas descobertas e realizações internas, que você lhes transfere de maneira natural.

A arte de ser um professor espiritual não tem a ver com a capacidade de expor seu conhecimento de uma forma eloquente e perfeitamente formulada, mas de transmitir a essência desse conhecimento de modo natural, autêntico, que carregue a vibração da alegria de viver e da liberdade, com um sentimento de confiança e fé.

Há momentos em que você sente essa vibração muito claramente, e logo se percebe conectado com o âmago do seu ser. Seu ensinamento, então, não é algo que você faz ou dá para o mundo exterior, mas é algo que você é; é a sua vibração natural que se irradia espontaneamente para os outros.

Se estiver sempre se perguntando: “Qual é exatamente a intenção do trabalho espiritual que vim realizar na Terra?”, vá para as profundezas do seu ser onde reside a simplicidade – a verdade do seu ser único. Se você se conecta com esse centro e age a partir daí, não importa muito de que forma permite que sua energia flua para o mundo.

Tudo o que lhe agrada, que lhe dá alegria e inspiração, pertence a você; e, se oferecer isso ao mundo, você será recompensado, no devido tempo. Não busque sua segurança em formas e meios materiais, mas no seu próprio centro, onde reina paz, naturalidade e simplicidade.

Quero que saiba que, quando lhe digo estas coisas, é também o Uno em seu interior que está falando.

Quero expressar a sua voz nesta canalização, unida e combinada com a minha própria vibração. Juntos formamos um campo, e esta é a intenção. Não sou um professor que está acima de você e possui todas as respostas. É certo que toda alma expressa sua própria sabedoria de uma forma única, que se funde em um campo vasto e brilhante com todo tipo de sombras e facetas diferentes.

Orgulhe-se de quem você é e nunca tente imitar outra pessoa. Descubra quem você é e então estará na sua forma mais bela e mais pura. As respostas para todas as questões encontram-se no seu núcleo central, nas profundezas do seu ser; lá onde tudo flui com facilidade e você pode exclamar, “Sim, isto é realmente fácil! É isto que eu sou – um ser ilimitado e livre. Medo e carência não são reais; eles não podem tocar-me verdadeiramente.”

É claro que existem momentos na sua vida – assim como na de todo ser humano – em que você perde a conexão com seu centro e tudo se torna sombrio e escuro, e o medo e o desespero tomam conta de você – energia negativa, como costumam dizer.

Você se desconecta do seu centro e, então, tudo que antes parecia simples e claro, passa a parecer complexo e complicado, levando-o a pensar demais e a se preocupar profundamente com tudo. Você anda em círculos e fica preso, como uma agulha de fonógrafo que emperra numa ranhura do disco, enquanto este continua girando, sem que nada aconteça de fato. E esta situação lhe traz um desgaste energético e uma tristeza desesperadora, que podem levá-lo à depressão.

Caso esteja preso, duas coisas podem lhe acontecer: ou você se liberta ou acaba se enredando mais ainda, até chegar num ponto em que está tão travado, que algo tem que ser feito.

Energeticamente, a vida nunca para – ela não pode ficar parada – portanto você atrairá um acontecimento, ou ocorrerá uma erupção interna, que o forçará a mudar de direção. A nova direção será sempre mais intensa do que a antiga, mas lhe oferecerá novas oportunidades e a chance de seguir novos caminhos.

Sob uma perspectiva cósmica, ninguém pode realmente ficar travado – a vida continua a fluir por você, mas, mesmo assim, você ainda pode ter a sensação de estar preso, bloqueado.

O que isto significa, de fato, é que você anseia por algo com o qual já tem uma ligação emocional, mas que ainda não chegou à sua vista e alcance; algo que permanece além do seu horizonte particular. E então tem a sensação de estar preso, e isto lhe traz frustração e desapontamento, que parecem confirmar que você está travado.

Como sair de tal situação?

A primeira coisa a fazer é abandonar o julgamento de que algo deu errado. Provavelmente você pensa consigo mesmo: “Eu já deveria ter chegado lá, minha meta era já ter conseguido isto ou aquilo… e eu falhei!” Este julgamento empurra-o para baixo e o mantém mais fortemente preso no lugar.

Se você olhasse para si mais objetivamente, de um ponto de vista ligeiramente mais elevado, poderia dizer: “Aparentemente existe algo que acho muito preocupante e com o qual tenho dificuldade de lidar, e por isto ainda não estou na situação que desejo estar.”

Se conseguir olhar desta maneira para a sensação de estar preso, isto poderá ser um incentivo para você se analisar e investigar o que deseja ser visto. O que você encontrará serão emoções contraditórias: uma parte sua ansiando pelo novo, pelo que o realiza e lhe traz maior criatividade e inspiração; enquanto outra parte está se agarrando ao antigo, por medo de liberá-lo e, com isto, abandonar a segurança.

Como lidar com esse medo?

Se estiver tentando dar um grande passo em direção à renovação, o ideal é desapegar-se da sua velha identidade e tornar-se uma nova pessoa. É a isto que se refere a literatura espiritual quando fala de um novo nascimento, ou um segundo nascimento. Entretanto, pode estar certo de que você não vai desapegar-se tão facilmente da sua velha identidade!

Ela foi construída cuidadosamente e consiste, em grande parte, de uma mistura complexa de mecanismos e padrões de sobrevivência, comportamentos que você usava para evitar e escapar de emoções difíceis. Você começa a fazer isto quando criança.

Para uma criança, esta é, geralmente, sua única estratégia de sobrevivência, pois as emoções que ela experimenta podem ser avassaladoras demais para serem compreendidas pelo seu espírito. Inclusive, as crianças, em especial as mais sensíveis, têm a tendência a viver os problemas e energias pesadas de seus pais como se fossem delas… problemas que elas sentem que devem resolver, o que absolutamente não é tarefa para uma criança.

Assim, a partir da primeira infância, surgem padrões comportamentais profundos para fugir da dor, do medo e do trauma, de modo que a criança encontre meios de contorná-los e sobreviver. É importante que você entenda isto em si mesmo.

Até este ponto, estive falando apenas de uma identidade que se formou na sua infância, nesta vida. Mas você também carrega impressões de outras vidas, energias residuais que agora, nesta vida, querem ser vistas e liberadas.

Portanto, ao mesmo tempo em que você deseja entrar em uma nova realidade para se aproximar mais da sua própria alma, realizar-se plenamente e ter relacionamentos profundos com outras pessoas, tente também olhar com o maior carinho e compaixão para a parte sua que está tendo dificuldade para liberar o que é antigo.

Sinta sua própria resistência, medo e desconfiança, procurando enxergá-los através dos olhos da criança que enfrentou tantas questões difíceis com as quais não conseguiu lidar. De certa forma, todo ser humano foi traumatizado emocionalmente, pelo simples fato de ter sido criado na Terra, envolvido por tantos medos, ideias de carência e crenças negativas. Então não é de se estranhar que perca uma parte de si mesmo.

Quero lhe dizer que não é realista travar uma “batalha espiritual” com as injustiças externas a você, ou tentar mudar o mundo ao seu redor, ou tentar forçar a manifestação de um mundo novo.

O verdadeiro guerreiro, que luta pela luz, incorpora qualidades masculinas e femininas, e analisa a criança interior, observa-a em suas lutas e, com grande ternura, abraça essa criança, compadece-se dela e tranquiliza-a. Aqui você vê como é importante fazer uso tanto da sua força masculina quanto da feminina, na cura de si mesmo.

O poder feminino acalma o seu aspecto mais ansioso e desconfiado, que talvez nem queira estar aqui na Terra. Sua parte feminina estende a mão, é afável e amparadora como uma mãe… sem restrições e acolhedora, criando receptividade. Tente experimentar isto, permitindo que a energia feminina em você flua especialmente para aqueles padrões que lhe oferecem tanta resistência e dificuldade.

Você também precisa utilizar sua energia masculina, que simboliza determinadas forças. Às vezes é importante tomar decisões difíceis, estabelecer limites, dizer adeus a situações ou pessoas que conservam padrões antigos. Ter compaixão e compreensão inabaláveis por padrões negativos em si mesmo ou nos outros não significa ser espiritualizado.

Em certas ocasiões, a energia masculina diz claramente: “Chega! Despegue-se disso!” Ela o leva a um novo caminho, onde você pode sobreviver por si mesmo e atrever-se a mostrar quem você realmente é. Este é o aspecto da energia masculina essencial para a sua libertação.

É claro que com seu lado feminino você pode vivenciar – tanto em relação a si mesmo quanto aos outros – um entendimento muito profundo do que está acontecendo, que pode incluir negatividade, violência e até vandalismo.

Mas seu eu masculino faz você perceber que está aqui nesta vida por si mesmo, e que precisa fazer escolhas que sirvam à sua luz, à sua alma. Isto pode significar tomar decisões claras e definitivas, e até afastar-se do que não é essencial para você e não mais lhe convenha.

Agora imagine que você vê essa energia masculina em si, na forma de uma espada que você segura com sua mão direita. E que sua mão esquerda segura uma taça ou cálice magnifico, que representa a energia feminina receptiva e curadora.

Ambos são instrumentos que você pode usar para amparar a si mesmo. Às vezes, numa situação onde padrões estão sempre se repetindo e não há nenhum fluxo de renovação, é necessário empunhar a espada, falar com clareza e não se deixar levar por padrões com os quais você não se sente mais à vontade.

Em outros momentos, quando você tem que lidar com emoções intensas de medo ou tristeza, é necessário ser muito compreensivo e carinhoso consigo mesmo, estar aberto e receptivo às suas emoções. Neste caso, você pode visualizar à sua frente um cálice de vidro, numa cor curativa, no qual as emoções com as quais você está lutando podem ser colocadas e acolhidas.

E se não souber o que fazer em determinada situação, ou em relação a certas emoções, pergunte a si mesmo intuitivamente: “O que é necessário aqui? A espada? Preciso dar passos decisivos, estabelecer limites, separar-me…? Ou é necessário voltar-me para meu interior e receber minhas emoções mais profundas que estão vindo à superfície?… Ou preciso de ambos?”

A espada masculina e o cálice feminino são as duas ferramentas que você tem à sua disposição.

Finalmente peço a cada um de vocês que sinta a conexão entre todos nós que estamos neste círculo. Concentre seu olhar interior no professor que você já incorpora, em vez de nos problemas e lutas que tem compartilhado com os outros. Sinta a grande força que você tem – esse seu núcleo central poderoso e único, que está à sua disposição e que já é tão perceptível em você.

Intua como nós, que nos encontramos neste círculo, formamos juntos um canal e agora recebemos a energia que flui de todos nós. Sinta quanta alegria, sabedoria e esperança estão presentes nesta energia!

E quando estiver sentindo-se travado, não se ofusque fixando o olhar no que não funciona, mas, por favor, esteja ciente também de tudo que realmente vai bem, de tudo o que está fluindo para a sua vida, e de tudo o que você já tem para dar e compartilhar com outros – isto já é bastante!

Agradeço a todos vocês por terem me permitido sentar-me em seu meio e misturar minha energia com as suas. Sim!

Jeshua

………………………………………………………………………………………………………………………………………

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
© Pamela Kribbe; www.jeshua.net

Fonte: Being Stuck – Jeshua Channelings
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.comwww.jeshua.net/por

Via:  ESTAR TRAVADO – De Coração a Coração


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

MENSAGEM DE JESHUA – ESTAR TRAVADO

Publicado por Sol de Alcyon em 5 de agosto de 2019.

Via: MENSAGEM DE JESHUA – ESTAR TRAVADO – YouTube


OS SINTOMAS DO DESPERTAR DIVINO E A PRECE SILENCIOSA TRANSMITIDOS POR TOBIAS…

Awakening Of Self_NARI - Mother Earth Spirit

Awakening Of Self Painting by NARI – Mother Earth Spirit

Sinais do Despertar

“Shaumbra” significa Família e Amizade Interior profunda(1)

Os Sintomas do Shaumbra

Os Doze Sinais do Seu Despertar Divino

awakeningsigns-largePor:  Geoffrey Hoppe e Tobias

.

1- Dores no corpo e sofrimentos, especialmente no pescoço, ombros e costas. Isto é o resultado de intensas mudanças no seu nível de DNA, enquanto a “semente Crística” é despertada interiormente. Isto também passará.
.

2- Sentimento de profunda tristeza interna sem aparente razão. Você está soltando seu passado (dessa vida e de outras) e isto causa o sentimento de tristeza. Isto é semelhante a mudar-se de uma casa na qual você viveu por muitos, muitos anos para uma nova casa. Por muito que você queira mudar-se para uma nova casa, existe uma tristeza por deixar as memórias para trás, energias e experiências da velha casa. Isto também passará.
.

3- Chorar sem razão aparente. Semelhante ao item 2 acima. É bom e saudável deixar as lágrimas fluírem. Isto ajuda a soltar a velha energia interna. Isto também passará.
.

4- Repentina mudança no trabalho ou carreira. Um sintoma muito comum. Como você muda, coisas à sua volta igualmente mudarão. Não se preocupe em achar o emprego “perfeito” ou carreira agora. Isto também passará. Você está em transição e poderá fazer várias mudanças de empregos até se estabelecer em algum que caiba sua paixão.
.

5- Afastar-se das conexões familiares. Você está conectado com sua família biológica via velho carma. Quando você sai do ciclo cármico, os vínculos das antigas conexões são soltos. Vai parecer que você está afastando-se de sua família e amigos. Isto também passará. Depois de um período de tempo, você pode desenvolver uma nova conexão com eles, se isso for apropriado. Porém, a conexão será baseada na nova energia sem elos cármicos.
.

6- Padrões de sono pouco comuns. É provável, que você acorde muitas noites entre duas e quatro horas da manhã. Há muito trabalho sendo feito em você, e isso muitas vezes faz você acordar para dar uma respirada” . Não se preocupe. Se você não puder voltar a dormir, levante-se e faça alguma coisa. É melhor do que deitar na cama e preocupar-se com coisas humanas. Isto também passará.
.

7- Sonhos intensos. Nestes podem ser incluídos sonhos de guerra e batalhas, sonhos de caçadas e sonhos com monstros. Você está literalmente soltando a velha energia interna, e estas energias do passado são muitas vezes simbolizadas como guerras, corridas para escapar e o “bicho papão”. Isto também passará.
.

8- Desorientação física. Em tempos você sentirá muito sem chão. Você estará “mudando espacialmente” com a sensação de que você não pode por os dois pés no chão, ou que você está andando entre dois mundos. Conforme sua consciência muda para a nova energia, seu corpo algumas vezes “atrasa-se” e “fica para trás”, isto é, ele não acompanha. Gaste mais tempo na natureza para ajudar a aterrar a nova energia interior. Isto também
passará.
.

9- Aumento da “conversa consigo mesmo”. Você encontrar-se-á conversando com seu “Eu” mais frequentemente. Você de repente perceberá que esteve batendo papo com você mesmo pelos últimos 30 minutos. Existe um novo nível de comunicação tomando lugar dentro do seu ser, e você está experimentando a “ponta do iceberg” com a “conversa consigo mesmo”. As conversas aumentarão, e se tornarão mais fluídas, mais coerentes e com mais visões interiores. Você não está ficando maluco. Você é apenas Shaumbra movendo-se para a nova energia.
.

10- Sentimentos de solidão, mesmo quando em companhia de outros.Você pode sentir-se sozinho e longe dos outros. Você pode sentir desejo de evitar grupos e multidão. Como Shaumbra, você está percorrendo um caminho sagrado e solitário.Tanto quanto os sentimentos de solidão causem ansiedade, é difícil, neste tempo, contar sobre isto a outros.Estes sentimentos de solidão estão associados ao fato de seus Guias terem partido. Eles estiveram com você em todas as suas jornadas, em todos os cursos de suas vidas. Era tempo deles se afastarem, assim você ocuparia esse espaço com sua própria divindade . Isto também passará. O vazio interior será ocupado com amor e energia de sua própria consciência Crística.
.

11- Perda da paixão. Você pode sentir-se totalmente desapaixonado, com pouco ou nenhum desejo de fazer qualquer coisa. Isto está certo, e isto é apenas parte do processo. Pegue este tempo para fazer nada mesmo. Não lute com você mesmo por isso, porque isto também passará. É semelhante a reprogramar um computador. Você precisa fechar por um breve período de tempo para poder carregar com o novo e sofisticado software, ou neste caso, a nova energia da semente Crística.
.

12- Um profundo desejo de ir para Casa. Esta talvez seja a mais difícil e desafiante de qualquer uma das condições. Você pode experimentar um profundo e irresistível desejo de voltar para Casa. Isto não é um sentimento suicida. Não é baseado numa frustração ou raiva. Você não quer fazer um grande negócio disto ou causar drama para você mesmo ou para outros. Tem uma quieta parte de você que quer ir para Casa. A raiz que origina isto é bastante simples. Você completou seus ciclos cármicos. Você completou seu contrato para esta duração de vida. Você está pronto para começar uma nova vida enquanto ainda está neste corpo físico.  Durante este processo de transição você tem lembranças interiores do que é estar do outro lado. Você está pronto para alistar-se para outra viagem de serviço aqui na Terra? Você está pronto para um contrato de desafios de mudanças em direção à Nova Energia. Sim, na verdade você pode ir para Casa agora mesmo. Mas, você veio até aqui, e depois de muitas, muitas vidas seria um pouco frustrante ir embora antes de ver o final do filme. Além disso, O Espírito precisa de você aqui para ajudar outros na transição para a nova energia. Eles precisarão de um guia humano, como você, que fez a jornada da velha energia para a nova. O caminho que você está percorrendo agora fornece as experiências que te habilita a vir a ser um Professor para o Novo Humano Divino.Tão solitária e escura que sua jornada possa ser às vezes. Lembre que você nunca está só.

.


A Prece Silenciosa

silentprayer-600 (edited)

De Tobias como canalizado por Geoffrey Hoppe:

.
A oração Silenciosa é um reconhecimento de Tudo O Que É. Nesta oração eu sei que tudo que eu evoquei foi ouvido pelo espírito e que me foi dado tudo aquilo que pedi.
É um reconhecimento de que minha alma é completa no amor e na graça de Deus.
É um reconhecimento de meu total estado de perfeição e de Ser. Tudo aquilo que desejo, tudo o que quero cocriar, já esta dentro de minha realidade.
Eu a chamo de Prece Silenciosa porque sei que meu ser já está realizado.
Não há necessidade de pedir nada ao espírito, porque tudo já lhe foi dado.

Em meu coração, eu aceito meu Ser Perfeito.
Eu aceito que a alegria que  eu quis já esta em minha  vida.
Eu aceito que o amor que rezei por ter já está dentro de mim.
Eu aceito que a paz  que pedi já faz parte de minha realidade.
Eu aceito que a abundância que procurei já preenche minha vida.

Em minha verdade, eu aceito meu Ser Perfeito.
Eu assumo responsabilidade por minhas próprias criações,
E todas as coisas que estão dentro de minha vida.
Eu reconheço o poder do espírito que está dentro de mim,
E sei que todas as coisas são como devem ser.

Em minha sabedoria, eu aceito meu Ser Perfeito.
Minhas lições foram cuidadosamente escolhidas por mim mesmo,
E agora eu caminho por elas em completa experiência.
Meu caminho me leva em uma jornada sagrada com propósito divino.
Minhas experiências se tornam parte de tudo que há.

Em meu conhecimento, eu aceito meu Ser Perfeito.
Neste momento, eu me sento em minha cadeira de ouro
E sei que sou um anjo de luz.
Eu olho sobre a bandeja dourada – o presente do espírito –
E sei que todos os meus desejos já foram realizados.

Em amor por mim mesmo, eu aceito meu Ser Perfeito.
Não faço julgamentos nem ponho fardos sobre mim mesmo.
Eu aceito que tudo em meu passado foi dado em amor.
Eu aceito que tudo neste momento vem do amor.
Eu aceito que tudo no meu futuro resultará sempre  em amor maior.

Em meu ser, eu aceito minha perfeição.

E assim é.


(1) Shaumbra – O nome usado por Tobias e outros para o grupo de seres humanos passando pelo processo de despertar. Tobias afirma que o termo se originou durante os tempos de Yeshua ben Joseph (Jesus), quando as pessoas – muitas delas Essênios – se reuniam para encontros espirituais secretos. Livremente traduzido em hebraico antigo, a primeira parte da palavra Shaumbra é pronunciada “Shau-home”. “Shau-home” significa casa ou família. A segunda parte do termo é “ba-rah”, que significa jornada e missão. Quando esses termos são colocados juntos, é “Shau-home-ba-rah”, que significa família que está em uma jornada e experienciando juntos. Tobias diz que nos tempos bíblicos, um “Shaumbra” era também um lenço ou xale que era usado por homens ou mulheres. Era de uma cor carmesim característica que deixava os outros saberem que era a hora de se encontrarem. (Pronuncia-se Shom-bra)


Direitos de cópia 2006 de Geoffrey Hoppe, Golden,CO. Preparado em colaboração de Tobias do Círculo Carmesim. Por favor, distribua gratuitamente sem propósitos comerciais.

Fontes:
Os Doze Sintomas  | Círculo Carmesim / 12 Signs of Your Awakening Divinity | Crimson Circle Store
A Prece Silenciosa | Círculo Carmesim / The Silent Prayer | Crimson Circle Store
Glossário | Círculo Carmesim / Crimson Circle | Glossary
Tradução: Silvia Tognato Magini silvia.tm@uol.com.br


Assista e ouça, através deste vídeo, a Prece Silenciosa na sua versão original em uma linda canção, legendada em português:

TOBIAS – A PRECE SILENCIOSA – YouTube

Publicado por Maria Stela Lecocq Müller em 4 de março de 2015.

Via: TOBIAS – A PRECE SILENCIOSA – YouTube


O EVENTO TRARÁ À TONA VERDADES QUE PODERÃO CHOCAR OS QUE NÃO ESTIVEREM PREPARADOS PARA ELAS…

o-evento-avanço-por-compressão-preparem-se-para-a-mudança

Sobrevivendo ao Choque do Evento – Compressão e Ruptura

maxresdefault (edited)

Por: Therese Zumi
em maio 21, 2019

.

Todos na Terra sobreviverão ao Evento? O que devemos esperar? Quantas pessoas ficarão chocadas? Meu objetivo com este artigo é tentar preparar as pessoas da melhor maneira possível para compreender melhor as reações prováveis às enormes mudanças que ocorrerão além, após a Compressão e Ruptura.

3 meses de Divulgação.

Quando o processo de Divulgação Total realmente começar a ser comunicado em todo o mundo em nossas telas de TV/rádios, talvez demore cerca de 5 semanas para que as pessoas tenham uma visão maior de nosso aprisionamento aqui. A cada dia que passar, mais informações chocantes serão reveladas. Quando as primeiras duas semanas de divulgação se passarem, as pessoas realmente começarão a experimentar o choque de tudo isso.

Como o processo de divulgação abrange uma enorme área de informação, será necessário um período de três meses para comunicar tudo isso de maneira equilibrada. Tenham certeza de que isso foi discutido e rediscutido em todos os níveis possíveis, por todos os que estão trabalhando para a Luz, sejam eles humanos ou não, por um longo tempo. Esses são assuntos muito delicados e quase impossíveis de serem entregues de uma maneira que alivie a dor e o choque, embora todo esforço possível seja feito para evitar exageros desnecessários.

Se fôssemos colocar níveis de choque durante este processo em uma escala de 1 a 15, aqueles cujo nível de choque é 15, não serão capazes de lidar com o efeito disso e que inevitavelmente não sobreviverão fisicamente. Fui orientada a dizer que os números aqui seriam equivalentes a 0,5% das pessoas chocadas.

Aqueles cujo nível de choque seja baixo, cerca de 1 a 7 acharão mais fácil se adaptarem às notícias. Esses números seriam aproximadamente 35 ~ 36% da humanidade.

Isso nos deixa com aproximadamente 60%+ da humanidade experimentando níveis de choque entre 8 a 14 da referida escala.

As crianças ficarão bem

Antes de prosseguir com esta discussão (algo que tenho tido de acordo com meus Guias por cerca de dois meses}, quero deixar claro que a maioria das crianças de 12 anos ou menos terão pouca dificuldade em se adaptarem. Mas posso imaginar que um problema para elas possa ser a reação excessiva dos adultos às suas voltas.

De um modo geral, os seres humanos exigirão períodos de tempo entre 4 a 18 meses para se recuperarem do choque, dependendo de sua profundidade. É claro que as pessoas que estão despertas não terão nenhum problema com o choque (pelo menos em relação ao processo de Divulgação Completa). Todavia, elas representam menos de 1% da humanidade!

Quanto mais enredados na matriz, maior será choque

Quanto mais enredada a pessoa estiver na aceitação da aparente realidade que nos rodeia, maior será o nível de choque. Isso não tem nada a ver com o seus QIs. Tem a ver com o nível de confiança que uma pessoa deu à política, ciência, autoridades, mídia, saúde, etc.

Estou pensando em políticos como um grupo e pedi aos meus guias mais feedback sobre o assunto de suas prováveis reações ao Evento. Como vivo na Europa, me concentrei no parlamento da UE. Quando a verdade se tornar conhecida para eles em relação aos satanistas da Nobreza Negra dos Illuminati, etc., como eles reagirão?

Algumas pessoas podem imaginar que eles – os políticos – todos saibam da verdade sobre seus controladores, mas esse não é o caso.

7 dos principais políticos dos países europeus são satanistas +. Estou informada de que cerca de 30% dos políticos da UE conhecem a triste, triste verdade sobre algumas dessas coisas, MAS os outros 70% não, embora possam ter suas suspeitas!

Aproximadamente 65% dos políticos da UE (e, de fato, em todo o mundo,) estarão em PROFUNDO estado de choque após o Evento. Na verdade, 3% dos políticos da UE estarão em choque tão profundo que talvez não se recuperem. A percepção de que eles têm ajudado e encorajado satanistas e criminosos será demais para lidarem. Tenho que dizer que enquanto tenho ‘discutido’ esses assuntos com meus Guias, eu senti tanta tristeza e compaixão por essas pessoas, especialmente quando suas intenções foram boas.

Falando de maioria?

Em muitas ocasiões nos últimos 4 ou 5 anos, temos sido lembrados tanto por Yeshua como pelo Arcanjo Miguel de que a maioria dos líderes será tão completamente oprimida emocionalmente no momento da Divulgação, que, provavelmente, ficarão completamente incapacitados. Este será o momento em que os Trabalhadores da Luz que possuem habilidades de liderança de todos os tipos, juntamente com os mais elevados ideais e espírito comunitário, estarão apoiando a situação, até que encontremos uma nova maneira de estar aqui onde haja justiça, abundância e respeito por todo ser humano.

Processo de cura coletiva mundial

Imagine que de repente você seja confrontado com informações confiáveis que provam, sem sombra de dúvidas, que a visão de mundo, da realidade sobre a qual baseia toda a sua existência não é real!

Você consegue imaginar isso?

Políticos de direita e esquerda sendo controlados pelas mesmas pessoas. As guerras que estão sendo travadas, planejadas e criadas através de manipulações, eventos de bandeiras falsas, sabotagem etc. etc. etc. pelos controladores que criam tensão muito facilmente entre dois grupos ou mais baseados em mentiras.

Na verdade, descobre que tudo em que acredita é uma mentira! Todo o seu mundo e suas ideias sobre quem é neste mundo é baseada em mentiras. Certamente perderá a noção de quem é. Perderá tudo em que acreditou. O que restará?

Alguns outros grupos de pessoas que terão níveis de choque fatais em grande número são:

Mundo científico

Jornalistas (entre os 90%! que não conhecem a verdade).

Equipe médica (entre os 99%! que não conhecem a verdade).

Mundo dos negócios.

Educação.

Profissões Jurídicas.

Lembram de quando o 11 de Setembro aconteceu e como se sentiram e reagiram? Eu? Bem, fiquei com a minha TV ligada por cerca de três dias. Sabia que esses edifícios não poderiam ter caído em pilhas de poeira sem que fosse um trabalho de demolição. Este foi um enorme chamado de despertar para muitos. A verdade sobre isso conseguiu atingir cerca de 25% da humanidade, até agora. Isso significa que os outros 75% vão descobrir muito em breve que este foi um trabalho interno – um evento de bandeira falsa – para dar à elite uma razão para controlar todos fingindo que os terroristas tinham que ser procurados em todos os lugares.

Elites que sempre usaram essa estratégia de “dividir e conquistar”. Sempre estiveram nos bastidores dos dois lados de todos os conflitos. A criação da guerra foi uma ótima maneira de se beneficiarem economicamente e nos manterem reféns. Então, por que levanto este assunto agora? Estou fazendo uma comparação com este evento do 11 de Setembro com O Evento, na tentativa de dar alguma indicação do nível de choque que será experimentado.

Esta única bandeira falsa entre milhares de outras será revelada a todos durante a Divulgação Completa.

Perguntei aos meus Guias se poderiam me dar um número que desse aos leitores uma ideia do nível de choque no momento do Evento em comparação com o 11 de Setembro.

Eles dizem que seria 911 X 13!

Processo de luto coletivo em todo o Mundo

Haverá ‘lamento e ranger de dentes’? Sim!

As pessoas em todo lugar estarão chorando abertamente nas ruas? Sim!

As pessoas apoiarão umas às outras? Sim!

Antigos inimigos se unirão em seu processo de luto? Sim!

Neste ponto, vou compartilhar algumas citações do Arcanjo Miguel sobre as reações no momento do Evento.

AM: “Muito em breve, de maneira oportuna, serão varridos pelo Tsunami do Amor da Mãe no Tsunami do Despertar”.

AM: “E o que está à frente, até mesmo o que está sob o disfarce do caos momentâneo (muitos temerão o caos momentâneo no momento do Evento) será pura delícia. É por isso que você ansiava e pelo que muitos de vocês, literalmente algumas de suas unhas ou a pele de seus dentes, estão se agarrando… Têm recebido, ativamente e conscientemente, aumentos em suas frequências vibratórias, em suas capacidades de segurar e manterem uma frequência mais elevada… Todo o propósito desta gloriosa Ascensão é que ela está sendo feita enquanto se mantém o corpo físico, o que é algo novo. Vocês, minha família, tem ideia de como algo raro é novo em todo o Multiverso? É raro e é precioso. E, portanto, está sendo cuidadosamente monitorado”.

AM: “Mas querido coração, essas transformações de que você pensa como experiências ou circunstâncias humanas palpáveis, palpáveis e saborosas estão acontecendo. É um grande carnaval. Uma feira muito grande. E parte do nosso trabalho, assim como o trabalho que seus irmãos e irmãs têm se oferecido a fazer e estão envolvidos por centenas de anos, é garantir que nada dê errado.

Então, não pensem que o dia do tsunami não está à mão. E vai varrê-lo com amor? Esse sentido da força criativa de todos será avassalador? Sim. Será doce? Sim. Vai ancorar firme e permanentemente dentro do seu ser? Sim.”

Todos terão o direito de escolher seu futuro

Não há dúvida do que as pessoas têm direito de escolher após o Evento. Todos serão providos com uma infinidade de opções. E porque somos todos diferentes, com interesses e prioridades diferentes, etc., haverá uma divisão muito natural dos caminhos que estão percorrendo. Este é um assunto que será muito discutido mais adiante. Não tenho dúvidas de que o CoBra e outros estarão fornecendo amplas informações sobre essas escolhas quando for a hora certa.

Todos nós precisaremos de um período de ajuste antes de fazermos qualquer escolha.

A Deusa – Mãe Divina nunca sonharia em deixar seus filhos sem escolhas. As pessoas vão experimentar uma liberdade que nunca conheceram antes, neste planeta!

As opções serão infinitas – todavia, nem sempre ‘o céu é o limite’.

O Plano Diretor tem 50 anos de idade! (aqui estou me referindo ao plano físico da Terra para este Evento)

Nada foi deixado ao acaso – NEM UMA SIMPLES COISA SEQUER!

Tenho tentado manter minha cabeça em torno de certos aspectos dos planos e acho tudo incompreensível para dizer o mínimo!

Todo ser de Luz de sua relação de favoritos nos planos astral/etérico, para Mãe/Pai, de alguma forma está envolvido!

Divulgação Completa – Nossa reeducação sobre a verdade real de nossa História no Planeta Terra.

Quando tudo estiver terminado e tivermos digerido a verdade de nosso aprisionamento aqui, haverá um período de reeducação cultural sobre nossas verdadeiras heranças e tradições.

Conhecimento e sabedoria antigos que foram escondidos de nós serão revividos e compartilhados com a humanidade.

Nós teremos um Novo Renascimento mais uma vez em Gaia. Isto irá permear toda a sociedade e será visto, por exemplo, no mundo da arte e da música, etc., trazendo nova inspiração, esperança e unidade e estabelecerá a base para uma maior compreensão e respeito entre pessoas de todas as culturas do mundo, compartilhando suas tradições culturais.

Naturalmente as lágrimas de luto irão diminuir. Elas serão substituídas por lágrimas de alegria! A humanidade não terá mais que se preocupar com as guerras surgindo. Não precisará mais se sentirem feridos ao verem pessoas famintas, desabrigadas, destituídas. Os temores que a humanidade carregou subconscientemente por eras diminuirão. Vamos aprender a confiar mais uma vez. Estaremos livres de todas as formas possíveis para escolher as estradas que gostaríamos de viajar. Seremos livres.

Namastê, Therese Zumi.

………………………………………………….………………………………………………………………………………

Fonte:INTRODUCTION – Therese Zumi Sumner | Article  51 – Surviving the Shock of The Event ~ Compression Breakthrough

Tradução: Candido Pedro Jorge

Via: Sobrevivendo ao Choque do Evento – Compressão e Ruptura. – 21st May 2019

 


Ouça também o artigo através deste vídeo:

Sobrevivendo ao Choque do Evento – Compressão e Ruptura.

Publicado por mxvenus em 22 de maio de 2019.

Via: Sobrevivendo ao Choque do Evento – Compressão e Ruptura. – YouTube


O EVENTO: O MOMENTO EM QUE A TERRA PASSARÁ A VIBRAR EM UM NOVO PATAMAR DE LUZ…

portal-de-luz

QUANDO ACONTECERÁ O EVENTO?

quando_acontecera_evento-28

Mensagem de Vital Frosi
em 6 de maio de 2018

 

Amados!

Há uma certa expectativa referente ao momento em que acontecerá de fato o Grande Evento.

Apesar das muitas informações que recebemos relativas ao assunto, ainda não está claro o que de fato vai acontecer durante esse episódio grandioso, pois é um acontecimento à nível Galáctico.

As fontes mais importantes são provenientes dos Pleiadianos. Eles formam a principal linha de ação no amparo da Terra neste momento de Transição. É deles a maioria das canalizações referente ao que acontece realmente no Plano Astral, no que diz respeito aos preparativos para a Ascensão definitiva do nosso Planeta para um Mundo Regenerado, livre portanto das Forças Trevosas.

A maioria dos Espíritos encarnados na Terra que estão despertando agora, são da família Pleiadiana. Vieram com a missão de promover a mudança energética à nível da Crosta Terrestre.

Sem essa mudança aqui, na nossa Dimensão, não seria possível decretar a “quarentena” da Terra. Não seria possível destruir a Grade que envolve a Terra, acessório plasmático criado pelos Espíritos Caídos que aqui se estabeleceram e escravizaram a humanidade por todos os tempos.

Sem a participação desses Pleiadianos encarnados que fizeram mudanças no nível de vibração terrena, o EVENTO ainda demoraria mais alguns séculos.

Todos os Semeadores da Luz, os Guerreiros da Luz e todos os que se empenham de uma forma ou de outra para que o BEM prevaleça na Terra, são os baluartes dos NOVOS TEMPOS. O trabalho desses pioneiros da Ascensão Planetária foi tão grandioso que apressou a vinda dos chamados “SEMENTES ESTELARES”, que são as Crianças Cristal, Diamante, Arco Iris, etc.

Essas crianças são Espíritos que já vêm prontos para finalizar a tarefa iniciada pelos pioneiros, hoje a maioria adultos, com mais de 20 anos. Alguns inclusive já chegando ao final desta existência.

O EVENTO não é um acontecimento que acontece de um dia para outro; o EVENTO já está acontecendo. Na verdade é uma somatória de coisas que culminará então com o seu ápice, cujas informações nos dizem que aí sim, serão em torno de três dias, ou seja, 72 horas.

Cada carta que cai empurra a próxima. Como num dominó que uma peça empurra a outra, vão sucedendo fatos e acontecimentos, um após o outro até culminar nas tais 72 horas que será de fato o ponto final da existência de tudo aquilo que ainda estiver vibrando na Velha Energia.

Esses fatos estão bem visíveis na atualidade. Só não vê quem ainda está dominado pela cegueira provocada pelos véus impostos pelas Trevas. Entre esses, a maioria vai ser deserdada da Nova Terra. Infelizmente, não obterão vibração condizente com a Quinta Dimensão, e como tudo é atração, serão atraídos para um outro Planeta condizente com a sua baixa energia. Lá enfrentarão as lições ainda não aprendidas, mesmo que seja ao custo de dores e sofrimentos como sempre foi a Terra até aqui.

Esta semana que passou, algumas informações disseram que o EVENTO ACONTECERÁ NO MOMENTO EM QUE 51% DAS PESSOAS ENCARNADAS ATINGIRÃO O DESPERTAR DE CONSCIÊNCIA.

Considerando que todas as crianças que nascem já vêm despertas; considerando que os adultos que desencarnam, muitos não estão despertos, e, considerando que a cada dia mais e mais adultos despertam, é de se supor que o EVENTO ESTÁ PRÓXIMO.

O despertar não é uma tarefa fácil, pois requer no mínimo alguns esforços importantes. É como fazer uma reforma numa casa velha. Dá trabalho e desconforto. Requer muita vontade e determinação. Por isso, muitos protelam o seu despertar.

Só conhecimento não garante o despertar! Seguir alguma religião também não é garantia nenhuma! Considerar-se uma pessoa direita, nem sempre é o suficiente.

Despertar é passar pelo crivo da ética e da moral. É sentir-se de fato parte integrante do todo. Sentir-se responsável por tudo o que há na natureza e respeitar cada coisa como se fosse de fato uma parte sua. DESPERTAR É SER “UM” COM O TODO.

O desperto não luta para ter! Ele luta para SER!

O desperto não luta para obter vantagens pessoais, antes, luta para que o outro não seja prejudicado; luta para tudo se encaminhe para a harmonização.

O desperto não comemora as vantagens adquiridas para si; antes, comemora quando todos obtém sucesso.

O desperto não pensa mais no individual, pensa no coletivo, como se fôssemos uma grande família. Aliás, somos de fato uma grande família galáctica.

O DESPERTO JÁ RECONHECE AS SUAS ORIGENS ESTELARES. Ele já sabe que a vida não se restringe apenas à uma existência coberta pelos véus do esquecimento.

O EVENTO ESTÁ MUITO PRÓXIMO. Ele é necessário para fechar definitivamente os PORTAIS da Terceira e Quarta Dimensões, pois, a partir do Evento, nenhum ser humano poderá permanecer na Terra, caso não tenha a vibração condizente. Isto significa que uma grande quantidade de encarnados deverão desencarnar naqueles dias para que possam ser levados para fora da Atmosfera Terrestre, pois isso só é possível, sem as vestimentas materiais, ou seja, sem o corpo físico.

A Terra só está esperando que esta parcela da humanidade acorde. Esta parte que ainda falta para se chegar aos 51%. É a garantia que cada ser, cuja missão foi pré estabelecida ainda antes de reencarnar, obteve de seus Guias Espirituais. A garantia que estaria protegido mesmo estando submetido ao véu. Mas as oportunidades estão a cada dia mais palpáveis, e isso, motivará o despertar daqueles que ainda não o fizeram.

Então, tudo estará pronto para a grande Festa Planetária, com os aplausos de toda a Galáxia!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.

Bom dia!

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Direitos Autorais:

Vital Frosi
https://www.facebook.com/vital.frosi

Via: Quando Acontecerá o Evento?  Vital Frosi 06.05.18 – Luz de Gaia

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

QUANDO ACONTECERÁ O EVENTO?

Publicado por mxvenus em 13 de junho de 2018.

Via: QUANDO ACONTECERÁ O EVENTO? – YouTube


AS PROFECIAS DE PETER DEUNOV, QUE ESTÃO SE REALIZANDO AGORA, MAIS DE SETENTA ANOS DEPOIS…

Retrato de Peter Deunov_Lili Dimkova

Após 70 Anos, Profecia Está se Realizando – Entrada de Ondas Cósmicas de Energia

post-05-16-1

Por: Gregg Prescott, Editor de In5D.com

.

O que se segue é a profecia de Peter Deunov em relação ao fim da nossa civilização tal como a conhecemos e o início da Era de Ouro na Terra.Também conhecido sob o nome espiritual de Beinsa Douno, o mestre búlgaro Peter Deunov (1864-1944) era um ser de um nível muito elevado de consciência, ao mesmo tempo, um músico sem igual. Demonstrou isto durante toda a sua vida como um exemplo de pureza, sabedoria, inteligência e criatividade. Por anos ele viveu perto de Sofia onde estava sempre rodeado por inúmeros discípulos, pelo seu esplendor despertou para a espiritualidade milhares de almas na Bulgária, bem como no resto da Europa.

Alguns dias antes de sua partida para a outra dimensão, ele estava em um profundo transe mediúnico quando fez uma profecia extraordinária em relação à época perturbada que estamos atravessando hoje, uma profecia sobre o “fim dos tempos” e a vinda de uma nova Era de Ouro para a humanidade.

Aqui está este testamento profundamente comovente. É tão atual e vibrante que ficamos em duvida se estas palavras realmente foram ditas há mais de 70 anos atrás.

“Durante a passagem do tempo, a consciência do homem atravessou um período muito longo de escuridão. Esta fase que os hindus chamam de “Kali Yuga”, está à beira do seu final. Encontramo-nos hoje na fronteira entre duas épocas: a do Kali Yuga e a da nova Era que estamos entrando.

Uma melhora gradual já está ocorrendo nos pensamentos, sentimentos e atos dos seres humanos, mas todos vão em breve ser limpos pelo “fogo divino”. Para serem purificados e preparados no que diz respeito à nova Era. Assim, o homem vai se elevar a um grau superior de consciência, essencial para a sua entrada na nova Era. Isso é o que se entende por “Ascensão“.

Algumas décadas passarão antes de vir este “fogo”, que irá transformar o mundo, trazendo uma nova moral. Esta imensa onda vem do espaço cósmico e inundará toda a Terra. Todos aqueles que tentarem se opor serão retirados e transferidos para outro lugar.

Apesar dos habitantes do planeta não se encontrarem todos no mesmo grau de evolução, a nova onda será sentida por cada um. E esta transformação não vai tocar só a Terra, mas o conjunto dos cosmos inteiro.

A melhor e a única coisa que o homem pode fazer neste momento é voltar-se para Deus e se aperfeiçoar conscientemente, fazer sua reforma íntima para elevar seu nível vibratório, para ficar em harmonia com a onda poderosa que irá em breve submergi-lo.

Artigo relacionado: Por que Elevar a Sua Vibração Energética é Tão Importante

O “fogo” de que falo, que acompanha as novas condições oferecidas pelo nosso planeta, vai rejuvenescer, purificar, reconstruir tudo: a matéria será refinada, os vossos corações serão libertados da angústia, dos problemas, das incertezas e se tornarão luminosos, tudo vai ser melhorado e elevado, os pensamentos, sentimentos e atos negativos serão consumidos e destruídos.

Sua vida presente é uma escravidão, uma prisão difícil. Entenda sua situação e liberte-se dela. Digo-vos isto: saia da sua prisão! É muito triste ver tanto engano, tanto sofrimento, tanta incapacidade para entender onde a verdadeira felicidade se encontra.

Artigo relacionado: Como Sair da Matrix

Tudo o que está em torno de você em breve entrará em colapso e desaparecerá. Nada restará desta civilização nem sua perversidade. Toda a Terra será abalada e nenhum vestígio será deixado da cultura errônea que mantém os homens sob o jugo da ignorância. Os terremotos não são apenas fenômenos mecânicos, seu objetivo também é despertar o intelecto e o coração dos seres humanos, para que eles se libertem dos seus erros, de suas loucuras e para entenderem que não são os únicos seres do Universo.

Nosso sistema solar está atravessando uma região do Cosmos onde uma constelação foi destruída deixando sua marca na poeira. Esta travessia de um espaço contaminado é uma fonte de envenenamento, não só para os habitantes da Terra, mas para todos os habitantes dos outros planetas da nossa galáxia. Apenas os Sóis não são afetados pela influência do ambiente hostil. Esta região é chamada de “zona do décimo terceiro”, também chamada de “zona de contradições”. Nosso planeta está nesta região há milhares de anos, mas finalmente estamos nos aproximando da saída do espaço das trevas e estamos no ponto de atingir uma região mais espiritual, onde os seres mais evoluídos vivem.

Artigo relacionado: O Sistema Solar Está se Movendo Para Uma Nova Área de Vibração

A terra está agora seguindo um movimento ascendente e todos devem se esforçar para se harmonizar com as correntes da ascensão. Aqueles que se recusarem a se submeter a esta orientação vão perder no futuro a vantagem das boas condições que são oferecidas agora para se elevarem. Eles ficarão para trás na evolução e devem esperar dezenas de milhões de anos para a vinda de uma nova onda ascendente.

Artigo relacionado: Você Está Sofrendo Com Estes Sintomas da Ascensão?

A Terra, o sistema solar, o Universo, estão todos sendo colocados em uma nova direção sob o impulso do amor. A maioria de vocês ainda considera o amor uma força ridícula, mas na realidade, é a maior de todas as forças! O dinheiro e o poder continuam a ser venerados como se o curso de sua vida dependesse dele. No futuro, todos serão subjugados pelo amor e todos vão servi-lo. Mas será através do sofrimento e de dificuldades que a consciência do homem será despertada.

As previsões do profeta Daniel escritas na Bíblia se relacionam com a época que está chegando. Haverá inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo. Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra. Onde existe terra virá à água e onde existe água virá a terra. Deus é amor, não estaremos recebendo um castigo, mas sim um retorno do carma para os crimes perpetrados pelo homem desde a noite dos tempos contra a sua Mãe Gaia, a Terra.

Após estes acontecimentos, aqueles que passarem pelas provas, conhecerão a Era de Ouro, onde reina a harmonia e a beleza ilimitada. Então, mantenha a sua paz e a sua fé quando chegar a hora das mudanças, porque está escrito que nem um cabelo cairá da cabeça do justo. Não desanime, basta seguir o seu trabalho de aperfeiçoamento pessoal e reforma íntima.

Você não tem ideia do futuro grandioso que o espera. A Nova Terra chegará em breve. Em poucas décadas o trabalho será menos exigente e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas. A questão da relação entre o homem e a mulher será finalmente resolvida em harmonia, cada um terá a possibilidade de seguir suas aspirações. As relações dos casais serão baseadas em respeito e estima recíproca. Os seres humanos viajarão através dos diferentes planos do espaço e avançarão no espaço intergaláctico. Eles vão estudar rapidamente o seu funcionamento e estarão conscientes sobre o mundo Divino, em união com a mente do Universo.

Artigo relacionado: Estamos Vivendo o Momento Mais Importante na História do Universo

A Nova Era será a da sexta raça. Sua predestinação é se preparar para ela, para recebê-la e vivê-la. A sexta raça vai ser construída em torno da noção de fraternidade. Não haverá mais conflitos de interesses pessoais, a única aspiração de cada um será a de viver na Lei do Amor. A sexta raça será a do AMOR. Um novo continente será formado para ela. Ele vai emergir no Oceano Pacífico, de modo que o Altíssimo possa finalmente estabelecer o seu lugar neste planeta.

Artigo relacionado: As 20 Leis Universais

post-05-16-2 (editado)
Os fundadores desta nova civilização serão chamados de “Irmãos da Humanidade” ou também de “Filhos do Amor”, eles vão ser inabaláveis para o bem e representarão um novo tipo de humanidade. Vão formar uma família como um grande corpo, e cada povo irá representar um órgão neste corpo. Na nova raça, o amor se manifestará de uma forma tão perfeita, que o homem de hoje só pode ter uma ideia muito vaga.

Na Terra existirá por algum tempo um terreno onde ocorrerão lutas, mas as forças das trevas vão recuar e a Terra será libertada delas. Os seres humanos vendo que não há outro maneira vão se empenhar para seguir o caminho da Nova Vida, o da salvação. Alguns com seu orgulho sem sentido manterão a esperança até o fim de continuarem a manter na Terra uma vida condenada pela ordem divina, mas cada um vai terminar por entender que a direção do mundo não pertence a eles.

Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção verdadeira dos direitos da humanidade.

A luz, o bem e a justiça triunfarão, é apenas uma questão de tempo. As religiões devem ser purificadas. Cada uma contém uma pequena partícula do ensino dos mestres da Luz, mas estão obscurecidas pelo desvio incessante do ser humano. Todos os que acreditam terão que se juntar e seguir de acordo com o principal, que é a colocação do AMOR como a base de toda crença, seja ela qual for. O amor e a fraternidade são a base comum!

Artigo relacionado: Religião – O Maior Transtorno Mental do Mundo

A Terra em breve será varrida por extraordinárias ondas Cósmicas de energia. Em algumas décadas a partir de agora os seres que são ruins e que levam os outros a se desviarem não serão capazes de suportar a sua intensidade. Eles vão então ser absorvidos pelo “Fogo Cósmico” que consumirá a maldade que eles possuem. Então eles vão se arrepender, porque está escrito que “cada um na carne glorificará o Criador”.

Nossa mãe, a Terra, vai se livrar de homens que não aceitam a Nova Vida. Ela vai rejeitá-los como frutos danificados. Eles logo não terão mais permissão para reencarnar neste planeta, incluindo os criminosos. Só permanecerão aqueles que fizeram do amor a sua crença.

Não há qualquer lugar na Terra onde não foi derramado sangue humano ou animal, portanto, ela deve se submeter a uma purificação. E é por isto que certos continentes serão imersos enquanto outros vão surgir. Os homens não suspeitam dos perigos que os ameaçam. Eles continuam a perseguir objetivos fúteis, buscando o prazer fugaz. Bem ao contrário dos integrantes da sexta raça que estarão conscientes da dignidade da sua função e respeitosos com a liberdade de cada um. Eles vão se nutrir exclusivamente de produtos do reino vegetal. Seus pensamentos terão o poder de circular livremente como o ar e a luz dos nossos dias.

post-05-16-31 (editado)

As palavras “Se você não nascer novamente” se aplicam a sexta raça. Leia o capítulo 60 de Isaías onde se refere à vinda da sexta raça, a raça do AMOR.

Depois das tribulações, os homens deixarão de transgredir as leis Divinas e encontrarão novamente o caminho da virtude. O clima do nosso planeta será moderado em todos os lugares e as variações climáticas extremas não existirão mais. O ar vai voltar a ser puro, o mesmo acontecerá com a água. Os parasitas desaparecerão. Todos vão se lembrar de suas encarnações anteriores e sentirão prazer ao perceber que eles estão finalmente livres da sua condição anterior.

Da mesma maneira que procuramos nos livrar dos parasitas e das folhas mortas na videira, assim, agirão os seres evoluídos preparando os homens para servir ao Deus do Amor. Eles mostrarão aos seres humanos as melhores condições para crescerem e se desenvolverem e para aqueles que quiserem ouvi-los, eles dirão: “Não tenha medo! Em um pouco mais de tempo tudo vai ficar bem, você está no bom caminho. Vamos entrar no estudo de uma Nova cultura, trabalhando e preparando a consciência da Nova Terra”.

Graças ao AMOR e a FRATERNIDADE, a Terra se tornará um lugar abençoado, e isto não vai demorar. Mas antes, grandes mudanças acontecerão para despertar a consciência. Carmas acumulados durante milhares de anos devem ser resgatados. As ondas cósmicas de energia contribuirão para eliminar o carma da humanidade.

A libertação não pode mais ser adiada. A humanidade deve se preparar para grandes provas que são inevitáveis e estão vindo para pôr fim ao egoísmo.

Sob a Terra, algo extraordinário está se preparando. Uma revolução que é grandiosa, completamente inconcebível e se manifestará em breve na natureza. O Criador decidiu corrigir a Terra, e vai fazê-lo!

É o fim de uma época, uma nova Era vai substituir a antiga, uma Era em que o AMOR vai reinar sobre a Terra.”

Peter Deunov

Adendo In5D

Embora existam implicações religiosas neste artigo, a mensagem geral é bastante interessante.

Deunov afirmou que haverá “inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo.” Isto já está acontecendo, especialmente terremotos. Há 20 anos era raro ver um terremoto acima de 5.0, mas atualmente 7.0+ são comuns.

Ele acrescentou: “Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra” Revoluções vêm acontecendo desde 2008, quando Plutão entrou em Capricórnio:

Explosões assim foram ouvidas em todo o mundo desde então e foram chamadas de “estrondos sônicos”.

Deunov declarou: “Em poucas décadas, o trabalho será menos exigente, e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas.” Em um pouco mais de duas décadas depois que Deunov fez a profecia em 1944, vimos o “verão do Amor” em 1967, que acendeu o fogo da revolução espiritual.

Outra coisa interessante que Deunov declarou: “A sexta raça será a do amor. Um novo continente será formado para ela. Ele emergirá do Oceano Pacifico” Recentemente nós aprendemos sobre uma nova ilha que se formou no Oceano Pacífico.

Ele menciona que os “Filhos do Amor” vão representar uma nova forma de humanidade, atualmente estas crianças são conhecidas como Crianças Índigo ou Cristal.

Deunov afirmou: “Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção dos direitos da humanidade” Quando ele se refere a “elevação da mulher” ele está se referindo aos ciclos masculino e feminino. De acordo com Drunvalo Melchizedek, estamos no fim do ciclo masculino e estamos iniciando o ciclo do Divino Feminino.

De acordo com Deunov, a religião será uma coisa do passado, bem como, todas as religiões vão seguir a uma única premissa: AMOR. Eu concordo totalmente com isso. Todos os textos religiosos devem ter apenas quatro longas palavras: “Ame a todos. Respeite a tudo.”

Ele fala sobre um “Fogo Cósmico” que limpará aqueles que são injustos, isto enfatiza o fato daqueles que têm trabalhado elevando sua vibração para ficarem prontos para esta transformação, enquanto aqueles que trabalham contra os melhores interesses da humanidade não ficarão mais conosco, eles não terão mais permissão para encarnar novamente neste planeta.

Artigo relacionado: Como Ascender Amando Você mesmo

Outra linha interessante aparece onde Deunov diz: “Os parasitas vão desaparecer”, o que parece ser uma referência aos arcontes que se alimentam de energia negativa.

A profecia de Deunov lembra muito o que estava escrito no artigo do David Wilcock – O Sistema Solar está se movendo para uma nova área de vibração:

O que se segue é um trecho de “O Caderno Marrom” Que é uma canalização de Walt Rogers Isso aconteceu na década de 1950.

Muito do que foi canalizado está provando ser verdadeiro na sociedade atual.

O homem em seu estado atual no planeta precisa mudar a fim de sobreviver. Muitas coisas acontecerão neste planeta. Portanto, o homem terá de mudar juntamente com o planeta.

Este sistema solar está se movendo para uma área no espaço onde as vibrações são muito mais elevadas. Isto causará muitas mudanças nas características do planeta. Também vai causar mudanças na população.

As vibrações do planeta se tornarão mais elevadas. Portanto, o homem terá que aumentar suas vibrações para poder existir no planeta. Estas vibrações só podem ser elevadas pelo pensamento das pessoas: tendo melhores pensamentos sobre tudo na criação, um pensamento mais espiritual, pensamentos que elevarão as pessoas da Terra para fora da escuridão e da lama em que viveram por tanto tempo.

Este planeta e o sistema solar estão se movendo para uma nova área de vibração no qual as condições que existem atualmente no planeta vão desaparecer.

Muitos, muitos planetas vivem como nós. No entanto, há outros que não são iguais, porque não têm a compreensão da vida como nós temos. Eles estão começando a entender, no entanto, um pouco mais lentamente do que os outros.

Nossa vida é uma maneira perfeita de viver. Temos tudo em abundância. Todo mundo é livre. Nós não tentamos governar um ao outro. Nossos filhos estão autorizados a expressar seus desejos e não os desejos dos pais como vocês os chamam. Cada pessoa não é governada por ninguém a não ser o Criador.

Todos nós seguimos o amor, o amor do Criador, o amor um pelo outro, o amor por tudo na criação. Temos uma maneira muito agradável de viver, não a existência monótona e egoísta mantida pelo seu povo na Terra.

Coincidência? Talvez… Mas é bem provável que não! Eu definitivamente sinto uma onda de energia entrando em nosso Sistema Solar e é responsável em parte, pelo processo de despertar atual, pois estamos deixando a energia da Era de Peixes e entrando na Era de Aquário.

Muitos já passaram por tanto, ou estão passando pela noite escura da alma, que pode ser emocionalmente devastador, mas pode ter certeza de que o seu crescimento espiritual saltará exponencialmente quando esta fase terminar!

©Gregg Prescott, M.S.

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Fonte: 70 Year Old Prophecy Is Happening – Rare Upcoming Opportunity With Incoming Cosmic Waves Of Electricity – In5D

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Via: Após 70 Anos, Profecia Está se Realizando – Entrada de Ondas Cósmicas de Energia | A Luz é Invencível

 


Ouça também o artigo através deste vídeo:

PROFECIAS – Revelações que estão acontecendo

Publicado por ESSENCIA AYAM EU SOU Mensagens de Luz em 21 de maio de 2019.

Via: PROFECIAS – Revelações que estão acontecendo – YouTube


REFLETINDO SOBRE O VERDADEIRO SIGNIFICADO DE CONSCIÊNCIA CRÍSTICA…

conexao-com-universo

CONSCIÊNCIA CRÍSTICA

Bashar 2

Bashar

Canalizado por: Darryl Anka

.

Iniciaremos esta interação, esta comunicação, neste dia de seu tempo, novamente, agradecendo a cada um individualmente e a todos coletivamente por nos permitir esta oportunidade de nos comunicarmos com sua civilização desta maneira, neste momento. Estas comunicações são sempre uma expansão de nossa consciência do universo, na qual conseguimos ver, através de vocês, as muitas mais diversas formas que o universo tem de se expressar, devido às suas qualidades excepcionais. Isso para nós é uma dádiva.

Nós agradecemos a vocês por este compartilhamento e gostaríamos de começar esta comunicação, neste dia de seu tempo, com o seguinte conceito. Reconhecemos que, ao canalizarmos ou ao nos comunicarmos em um lugar em particular de seu planeta neste momento, a facilidade especial com que vocês estão fazendo isso, realizando esta sessão, tem a ver com os conceitos de um ser, uma consciência que vocês têm em seu planeta, chamada de Consciência Crística. E então, gostaríamos de comentar um pouco mais sobre essa ideia, neste momento, de acordo com o espírito do lugar e com o tempo e a energia em que vocês estão inseridos. E de maneira alguma, antes de tudo, temos a intenção de dizer, ao falarmos de Consciência Crística, como vocês a chamam, que ela é em algum grau para ser considerada como mais ou melhor do que qualquer outra forma de pensar ou outro ponto de vista.

Porque vocês descobrirão que de nossa perspectiva, aquilo que vocês chamam de Consciência Crística teve, tem e terá muitas diferentes espécies de manifestações em seu planeta. A Consciência Crística e a Natureza de Buda são as mesmas energias, as mesmas consciências. De fato, aquilo que vocês reconhecem como Consciência Crística manifestou-se e encarnou-se em seu planeta em muitos momentos diferentes, de muitas maneiras diferentes e sob muitas diferentes formas. E em essência, em sua definição fundamental o que vocês chamam de Consciência Crística ou Natureza de Buda é simplesmente o espírito coletivo do mundo, de todas as suas consciências combinadas em conjunto.

Portanto, vocês todos são, também, a Consciência Crística, a Natureza de Buda, o Grande Espírito, nesse sentido. Todos vocês, cada um de vocês e todo o conceito, como muitos de vocês estão começando a perceber, não é tanto, entre aspas, como vocês dizem, o conceito religioso da Consciência Crística, mas o despertar do Espírito de Unidade, o Espírito de Amor, o Espírito de Criatividade dentro de cada um e de todos vocês. Isso é mais que uma verdadeira representação de qualquer, assim chamada “segunda vinda”… não é aquela focada em um único ser voltando ao planeta, mas que é o despertar daquela energia, daquela consciência dentro de cada um de vocês. Essa é a, assim chamada, “segunda vinda”.

É claro que não é a segunda, isso já aconteceu muitas vezes. Isso foi apresentado a vocês e refletido em vocês de muitas maneiras e estilos diferentes daquilo que vocês chamam de origem das religiões em seu planeta, embora o que vocês chamam de religião em seu planeta nunca tenha sido a intenção de nenhum daqueles nos quais essas religiões foram baseadas. A sua representação de Jesus, a sua representação de Buda, a sua representação de Krishna, a sua representação de Wahoca, a sua representação de Maomé e todos os outros a quem quiserem dar nome, nunca tiveram a intenção de começar o que vocês agora têm em seu planeta sob o formato de uma religião. Eles nunca esperaram seguidores. Estavam dizendo a cada um de vocês que poderiam ser o mesmo que eles, ser como eles, agir à sua maneira. A frase “Eu Sou o Caminho” simplesmente significa “Sejam este caminho” e estarão refletindo a mesma energia, a mesma consciência, a mesma ideia. Não significa seguir. Não significa criar um ritual em torno deles. Significa que vocês são um, que todos podem fazer as mesmas coisas.. e isso foi , na realidade, dito literalmente muitas vezes por muitos desses grandes mestres em seu planeta.

Mas, é claro que, devido a certos tipos de pensamentos de separação, de limitação e de crenças negativas, muitos de vocês sentem que realmente não merecem reconhecer essa chama dentro de vocês, essa energia dentro de vocês, essa luz dentro de vocês. E então, vocês se segregam desses ensinamentos… colocando-os em um pedestal mais alto do que aquele em que se colocam, não se consideram iguais a eles e assim criam rituais em torno deles, simplesmente agindo como seguidores em vez de fazedores. Que é o que eles queriam partilhar com vocês, transmitir a vocês – que vocês são todos, nesse sentido, capazes de manifestar tudo e mais do que eles sempre manifestaram em seu planeta, cada um deles.

Então, reconheçam que uma das razões pelas quais vocês têm em seu planeta esse assim chamado “período de transição”, “nova era”, seja como for que desejem chamar, é que há um novo reconhecimento, um novo despertar de vocês para um entendimento, que não é sobre seguir alguém, não é sobre rituais, nesse sentido. É sobre ser um com, é sobre ser um como, é sobre agir como se soubessem que são a Consciência Crística, a Natureza de Buda, o Espírito de Krishna, o que quer que vocês queiram chamar, isso não importa.

O que vocês chamam de Deus, o que chamamos de Tudo Que É, O Infinito, como o quiserem, de novo, chamar, não importa… porque tudo isso é verdade. Lembrem-se de que quando falam sobre a ideia de algo ser onipotente, então ele é tudo o que pode possivelmente ser e tudo o que vocês podem possivelmente imaginar ser – todas as representações são verdadeiras. Se fosse menos, não seria o Tudo Que É, por definição.

Dessa forma, vocês podem chegar até ele a partir de qualquer número de diferentes caminhos, mas simplesmente reconheçam que são uma parte dele, que ele é uma parte de vocês. Vocês são simplesmente uma expressão diferente dele. Não estão separados dele. Ele não está separado de vocês. É tudo um homogêneo acontecimento energético, embora possa haver diferenciação e diversificação dentro dele, o que, em si mesmo, é lindo. E é no fortalecimento dessa individualidade que vocês verão ainda mais unidade e harmonia aparecerem em seu planeta. Pois vocês não podem ter a harmonia verdadeira se não tiverem a força em cada um dos componentes individuais, de forma que cada um represente a si mesmo como na verdade é, como na verdade foi criado para ser.

Cada um de vocês é único por uma razão. A unidade não significa que vocês devam se tornar homogêneos e perder suas características identificadoras, não. Significa que cada um de vocês tem que ser forte o suficiente dentro de si mesmo para respeitar sua individualidade ao máximo e respeitar todas os outros reflexos individuais do Infinito. Porque eles são todos reflexos do Infinito, e se eles realmente existem, eles têm uma razão para existir. Se não houvesse nenhuma razão para existirem, se eles não fossem aspectos do Infinito, eles não poderiam, por definição, existir.

Então, a ideia toda de tudo que realmente, fundamentalmente, iremos discutir com vocês esta noite, não importa que tipo de questionamentos vocês tenham, é realmente básica e fundamentalmente sua capacidade de reconhecer e de se tornar mais cônscios do conceito de que vocês são… seres autoempoderados, que têm assegurada a ideia única, como todos os seres têm, do livre arbítrio e da escolha de serem seus verdadeiros, completos eus. Não o que os outros dizem que devem ser, mas os seus verdadeiros, completos eus, com emoção, com integridade, com alinhamento, intenção e ação. E fazendo assim, vocês se tornam sua peça única do quebra-cabeça que, quando colocada junto às outras peças únicas, forma, impecavelmente, a figura inteira do infinito Tudo que É.

Somente sendo essa peça inteira, é que vocês podem preencher o pedaço que é a forma de sua peça em particular. Se vocês tentarem ser uma peça de quebra-cabeça que não são, não preencherão aquele espaço e não ajudam a criar a figura completa.Tentar ser alguém que não são, só porque alguém diz que vocês têm que ser isso ou aquilo, é a coisa mais difícil que podem fazer. E toda dor, sofrimento e resistência que vocês experienciam em suas vidas, vêm do tentar ser alguém que não são.

Ser quem realmente são, ao agir em sua alegria, sua emoção, seu amor, com integridade, alinhamento, intenção e ação, acabará na verdade por ser a coisa mais fácil que podem fazer, porque, então, tudo o que o universo tem que fazer é apoiar a ideia de vocês mesmos ao seu modo, criados originalmente, em vez de apoiar a ideia de vocês mesmos como algo que realmente não são. Fundamentalmente, tudo o que experienciam sobre si mesmos é, em algum sentido, vocês, porque vocês são também um aspecto do Infinito. Mas, cada um de vocês têm uma ressonância, uma frequência, cada um de vocês tem uma certa vibração que é sua canção única. Sejam verdadeiros com essa canção. Cantem essa canção, e haverá um grande coro e harmonia em seu planeta. É realmente simples assim, se vocês permitirem que seja.

Nós lhes agradecemos por nos permitirem partilhar nesta ocasião estes pensamentos, ideias e reflexões e simplesmente os lembramos que estas são somente nossas perspectivas, conforme vemos seu mundo e observamos vocês, e de que vocês podem fazer estas coisas, se escolherem fazê-las. Mas, nunca lhes diremos o que fazer. É o seu planeta. Afinal, temos nossas próprias vidas para viver, nosso próprio planeta para cuidar. Não precisamos do seu – muito obrigado.


Fonte: Bashar Reading Material – páginas 510 a 512
Tradução: Cida PereiraAfinidades Espirituais