A TRANSFORMAÇÃO EM MASSA QUE DARÁ UM FIM À ILUSÃO DE SEPARAÇÃO…

luz da ascensao

Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

publicado em The Edge Magazine em 01 de Fevereiro de 2018

Por: Christine Day

 

Amados, nós os saudamos.

Os ventos da mudança têm fluído livremente, criando novos padrões de luz, dando nascimento a aberturas multidimensionais por todo o plano da Terra desde o Ano Novo. As frequências mais elevadas de Deus contidas nos raios do Sol têm fluído por seus sistemas energéticos e fazendo você reviver, rejuvenescendo você em um nível celular.

Esses raios expandidos têm criado um realinhamento em seu corpo através de uma ativação do que nós chamamos de “Essência da Ressurreição”. Esta frequência está agora fluindo pelo corpo físico e abrindo caminhos energéticos para outros aspectos dimensionais da sua câmara do coração. Esses novos padrões de luz estão criando revelações a partir da forma pura de Amor emanado do Sol, reabrindo um acesso para a sua consciência de luz divina.

A sua luz brilha mais forte dentro de você. Você contém uma iluminação única e com a ação dessas reaberturas você está sendo revelado ao seu Eu. Portas de entrada que estiveram fechadas em você podem agora ser acessadas. Você está se tornando um feixe de luz, que brilha a partir do seu coração para toda a humanidade.

Agora é a hora de desejar Soltar e mover-se adiante, não necessariamente sabendo ou compreendendo o seu processo. Este é um tempo de simplesmente confiar e tornar-se aquilo que você é a cada momento. Não olhando adiante nem para trás de você. Não tentando desvendar o que está acontecendo. Em vez disso, deseje alinhar-se com essa extensão da câmara do seu próprio coração e testemunhe o que está exatamente no momento.

Energia natural do coração

​Há um chamado do destino sendo feito a cada um de vocês para dar um passo adiante e permitir que a vastidão da energia natural do seu Coração flua em seu mundo. Haverá um entrelaçamento do “Amor” que você carrega naturalmente dentro do seu coração multidimensional para que flua para fora, emergindo para a humanidade.

As profecias do “Novo Amanhecer” nos diz que este é o tempo para a ilusão da separação terminar. Esse processo transformacional de tornar-se começa dentro do seu coração. Ele é feito para, em primeiro lugar, desenvolver-se dentro de você, e então o Amor irá transmitir-se naturalmente para outros.

As guerras internas que você criou dentro do seu eu através do autojulgamento e da autocondenação têm perpetuado a ilusão da separação, mantendo-a firme na existência em seu mundo. Vocês, como uma raça, têm vivido isto continuamente em seu cotidiano – e em suas próprias vidas. E então vocês estenderam esta separação para outros em seu mundo.

Transformação em massa

​A transformação energética em seu plano Terrestre, através do reposicionamento do Sol no momento do Ano Novo, contém um novo projeto de frequência para a transformação em massa, retirando a ilusão da separação em seu planeta. Cada um de vocês num caminho consciente tem um papel importante a fazer nessa fase transformacional. Cada um de vocês fez uma série de pré-acordos para sustentar “plataformas energéticas” que transportam uma série de modelos contendo aspectos do Amor. Isso é sustentado em um projeto energético que começará a ser ativado, mudando a ilusão da separação dentro do plano Terrestre nesta altura da transformação.

Esta jornada de construir a “plataforma” começa com você sustentando um espaço de Amor por si mesmo, durante um momento. Esta plataforma, a qual é destinada para ser construída energeticamente e então sustentada dentro do seu coração, conterá automaticamente um espelhamento. Isso pode ser comparado a você criar um caminho para outros seguirem, permitindo que eles se movam com facilidade através dos seus próprios processos de transformação, de autoaceitação e, definitivamente, de autoamor.

Você está sendo solicitado a começar este primeiro passo do processo ao desenvolver inicialmente dentro de você um momento de compaixão e paciência pelos seus traços humanos de imperfeição. Através da autointrospecção, olhe para um aspecto da sua jornada onde você mantém um julgamento contra o seu eu. Reveja a experiência a partir da perspectiva que você fez o melhor que você pôde no momento. Abra-se para a verdade, que na realidade não houve escolhas erradas, que cada escolha leva você a uma experiência perfeita de aprendizado.

Autenticidade da Verdade

​Há grande significância em abrir-se para esta autenticidade da Verdade. Ela alinha você ao potencial pleno de cada momento: cada escolha que você faz abre a experiência necessária. Você não pode condenar a si mesmo por nenhuma decisão que você tomou em sua vida!

Outra Verdade: Como um ser humano você é “perfeitamente imperfeito”. Compreenda que não é possível para você sempre fazer coisas perfeitamente, pois você sempre cometerá erros! Erros criam as experiências de aprendizado necessárias!

Ao abrir-se para essas verdades, abrace a si mesmo com Amor e Compaixão pelo sofrimento causado pelo seu autojulgamento. Então respire com a sua respiração consciente (para dentro e para fora pela boca) e Solte os velhos julgamentos de dentro de si. Ao abraçar-se com Compaixão por todo o sofrimento, por apenas um momento no tempo, cada célula em seu corpo conterá a marca daquele momento.

A cada momento em que você permite-se Soltar o julgamento, a “Energia do Soltar” torna-se cumulativa dentro das células. Uma base forte de autoamor irá desenvolver-se dentro de você, e isso levará você a uma experiência ainda mais profunda de Soltar os momentos de julgamento.

Você começará a construir a “plataforma” para terminar a separação dentro do seu coração. Este processo é um papel essencial para você desempenhar para si mesmo agora, acelerando o seu processo de iluminação. O novo padrão de luz no planeta contém a energia para dar suporte a você nesse processo de ressurreição; ele contém o projeto pronto para este seu novo desabrochar.

Um projeto sagrado

​Lembre-se que esta é a sua jornada, um projeto sagrado que será um processo de desabrochar passo a passo. Não é preciso que seja feito com perfeição. Você terá momentos nos quais você poderá abraçar a si mesmo com aceitação e outros momentos em que você voltará direto a um lugar de autojulgamento. Este é um componente natural da sua composição como um ser humano.

O que é importante é testemunhar os momentos nos quais você entra na separação consigo mesmo. Observar, “Ah, veja, estou julgando a mim mesmo agora”. Quando isso estiver realmente acontecendo, não distancie-se de si mesmo. Simplesmente abrace a si mesmo com Amor, sabendo que você não é perfeito em seu eu humano. Saiba que você nunca fará as coisas com perfeição! Cada vez que você reconhece a sua separação, você muda um aspecto do ciclo poderoso de separação, porque você está fazendo de forma diferente através do reconhecimento.

A sua jornada nunca foi a de saber corretamente e fazer tudo com perfeição. A jornada verdadeira é a respeito de autoaceitação da sua própria imperfeição! Autoaceitação é autoamor. Autoamor termina naturalmente o seu estado de separação dentro de si e leva você em direção à iluminação. Saiba que através da autoaceitação haverá uma construção e surgimento desse elemento de autoamor.

Ao progredir nesse caminho você sustentará firme esta plataforma desenvolvida de autoaceitação dentro das células do seu próprio coração. Você irá então ativar outro nível do seu caminho autorrealizado ao manter no lugar um aspecto ancorado desta “plataforma” para a humanidade. Entre todos vocês ativando esses caminhos haverá uma forte construção dessa “plataforma”, que irá finalmente transformar a consciência das multidões.

Percepção incorreta do ego

​Lembre-se, sempre haverá uma falta de percepção pela ilusão contida em sua mente do ego. O ego interpreta mal o que está verdadeiramente acontecendo no momento. Esta percepção incorreta cria um estado de separação em você naquele momento, distanciando você da Verdade e trazendo você a um lugar de sofrimento. Quando você está nesse estado de separação, você acredita que precisa de algo diferente do que está acontecendo exatamente naquele momento. A história da mente do ego diz a você que de alguma forma você é uma vítima, e naquele momento, você é levado para longe de se apropriar da sua própria criação da experiência.

Essas percepções incorretas do ego levam você para longe de tomar toda a responsabilidade pela sua criação. Em vez de abrir-se para o que está lá para você aprender e compreender sobre a sua própria vulnerabilidade humana, você se desconecta e é pego pela ilusão contida em sua mente do ego. Essas percepções incorretas na verdade separam você do seu coração, da Verdade que existe.

Este é o plano, que já está em andamento: o desenvolvimento gradual da autoaceitação, que é iniciado através do Amor de sustentar e abraçar a sua própria humanidade. Isso será conseguido através da ação consciente de primeiro aceitar tudo o que você experimentou e viveu em sua vida até este momento – e então desejar explorar a profundidade do que você suportou, experimentou emocionalmente, através dos muitos cenários que você criou e das escolhas que fez nesta vida.

Estado de separação

A separação é uma das maiores ilusões encenada dentro da sua experiência humana na Terra. O processo de fechar-se como um resultado do criticismo é um fator dominante acontecendo em seus grupos de família, comunidades e entre países individualmente em seu plano Terrestre. Esse estado de separação tornou-se uma característica básica da sua persona humana.

Um aspecto da transição em andamento na Terra é mais uma construção da “plataforma” para liberar esse elemento de separação dentro da comunidade. O seu coração pode tornar-se a âncora estabilizadora em sua vida diária, e você se torna uma testemunha nas suas interações com outros. A mente do ego se move rapidamente para o julgamento. O julgamento pode até ser um pensamento sutil sobre outra pessoa. (Por exemplo: “Olha só o que eles estão vestindo. Eles são tão barulhentos”). Conforme você faz esse julgamento, mesmo pequeno, um processo de separação imediato é ativado em seu próprio coração. Você constrói uma parede e uma energética é liberada em você e em direção a eles. Esta ação de julgamento interrompe o Amor e a Alegria em você.

Testemunhe a si mesmo junto aos outros, como a sua mente começa a quebrar a comunicação e a comunhão com os outros através desse julgamento. Torne-se consciente de quão suavemente a mente do ego quer quebrar a conexão para fechar-se para os outros nessas formas sutis.

Nunca há uma razão para fechar o seu próprio coração para outra pessoa. Você pessoalmente precisa que o seu coração esteja aberto para permitir que o Amor flua. Com o seu coração totalmente aberto, você acessa o seu Verdadeiro poder interior e sua vulnerabilidade. Vulnerabilidade é força e ela reside na vastidão do seu próprio coração.

Ninguém tem o poder de machucar você. Só a sua mente do ego pode escolher ser machucada por outro. A mente do ego não está alinhada com a Verdade do seu coração. A mente do ego contém percepções erradas da Ilusão. O seu coração contém o seu poder autêntico. O coração é o único caminho para a Verdade e o Amor.

Processo com sons sagrados

​Este é um tempo de grandes oportunidades para a autorrealização do seu coração. Nós trazemos uma série de Sons sagrados para dar suporte a você para construir a “plataforma” para a expressão da canção do seu próprio coração. Você é original. Ninguém tem as mesmas configurações de frequência nas células do Coração que você. Esses Sons são concebidos para ativar totalmente a sua originalidade das suas células do coração.

Aqui está o processo:

1.    Segure seu coração com ambas as palmas das mãos, use a respiração consciente e solte.
2.    Conecte sua consciência com os Raios do Sol.
3.    Use o primeiro Som, ESTAHN ENNN, e traga o Som para dentro dos Raios do Sol.
4.    Então traga o Som, ESTAHN ENNN, para dentro do seu coração.
5.    Use a respiração consciente para dentro do coração e solte.

Agora repita todos os passos (1-5) utilizando esses outros Sons.

Para a segunda rodada, use este Som: ENTAH ENNN.

Para a terceira rodada, use este som: DAHN ESTE.

​​Utilize este processo diariamente para a autorrealização da ativação da Essência original do seu coração. Tire um tempo para SER dentro do seu próprio coração e desenvolva uma âncora interna para a sua estabilização.

Você é aquele por quem você tem esperado! Nós testemunhamos você conforme você nasce.

Bênçãos,

Os Pleiadianos

……………………………………………………………………………………………………………………….………………

Direitos de autor 2017 Christine Day. Todos os direitos reservados.

Publicado originalmente em inglês no endereço:
http://www.edgemagazine.net/2018/02/a-pleiadian-message-activating-the-resurrection-essence/

Tradução para o português no endereço:
http://christineday.wixsite.com/portugues/Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

Tradução autorizada: Letícia Scarpa  (leticia@leticiascarpa.com.br)
Revisão do texto em português: Vilma Capuano (vilmacapuano@yahoo.com.br)

Via: Newsletters | Mensagens de Christine Day | Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018

Publicado por Sementes das Estrelas – Áudio em 6 de fevereiro de 2018.

Via: UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018 – YouTube


 

Anúncios

TUDO OCORRE EM ALINHAMENTO COM O QUE VOCÊ É, INTERIORMENTE…

walking in the spirit

TRANSFORMANDO O MEDO EM PODER

 Mensagem de Kara Schallock

.
Uma das coisas mais importantes que você pode fazer é liberar todo o medo. Ter medo, não importa com o que esteja relacionado, impede-o de ser um criador poderoso. Criar a sua vida é o seu trabalho no Novo. Ninguém mais pode fazer isso por você. Não há bloqueio; só há o medo do seu Poder.

Aceitar plenamente o seu Poder para criar e manifestar é o que está esperando por você. Nada acontece automaticamente; você (como o ser soberano que você é) deve dar um primeiro passo para o que deseja manifestar… depois de reivindicar o seu Poder.

Na verdade, muitas vezes, dar um primeiro passo também ativa o seu poder para criar. Muito está relacionado ao medo: todas as emoções menos elevadas, como a preocupação, a dúvida, a vergonha, a raiva, o controle e todos os outros. Libere o medo e entre no poder para criar e se manifestar.

Você não está sozinho ao transformar algo; na verdade, há um poderoso redemoinho de energia disponível para você em qualquer Oportunidade que você optar por manifestar. Embora isso o ajude a evoluir, isto também o ajuda a liberar o velho que você ainda possa carregar.

Esse redemoinho pode parecer como estar desorientado, não ancorado, desconectado, com insônia, depressão, dores de cabeça e outros fenômenos emocionais e físicos. Isso é verdadeiro se você está liberando ou integrando.

Para acessar esta Luz, simplesmente pretenda receber. Se você ainda está carregando suas feridas antigas, esta Luz pode ajudá-lo a liberá-las e transformá-las. As suas feridas antigas envenenam o espírito, afetando todos os aspectos da sua vida, se elas não forem liberadas.

Essas feridas podem ser o resultado e a percepção de que os pais, amantes passados, filhos, amigos ou qualquer coisa em que você assumiu a percepção da ferida, fizeram algo a você. Depois de liberar a ferida, interiorize-se e encontre onde você carrega a energia de vítima. Esta é a crença de que as coisas acontecem com você e não para você.

O Novo Mundo

Você acha que uma nova Terra irá aparecer?
Não. A Terra continua a ser a mesma, como você… apenas diferente.

É a sua consciência que muda.
A Nova Terra está aqui agora.

Ser novo significa que você vê e experiencia através dos olhos do Amor; não na maneira antiga de ver as coisas na dualidade (bom / ruim, lindo / feio, certo / errado, etc.). Quando você libera o velho, você vê as coisas através da sua Alma; de seu eu perfeito; do Amor. Quando você flui com a consciência, sua consciência se eleva.

Não há julgamento ou raiva; existe apenas a Ordem Divina. Não há resistência aos desafios percebidos. Você passa por eles com Graça. O sofrimento ocorre quando você se liga a algo; quando você julga algo e quando você resiste a alguma coisa. Quando você aceita o que é como ordem divina, você flui. Se não se sentir bem, entre nisto com consciência e compreenda o que você deve aprender ou mudar.

Quando sua consciência se expande, você experiencia o Êxtase. Não importa o que esteja acontecendo em sua vida, você sente a felicidade em seu interior. Sua freqüência permanece elevada e muda continuamente à medida que você incorpora a sua Verdade; a da Alma; a do seu eu mais perfeito. Quando você aceita a sua verdade, que você é Amor, você ancora essa Verdade em todos os aspectos da vida. Pode ainda não parecer confortável, pois é tão novo e muda continuamente.

À medida que ela se move através de você (através de todos os seus corpos, células, DNA, sistema elétrico, etc.), eventualmente você fica confortável com todas as mudanças, mas você não criará outra matriz de zona de conforto, na qual deixe de se expandir. O Novo está sempre mudando e se expandindo, então o único lugar para estar é no momento presente para que você possa observar tudo a partir de um espaço imparcial.

Quando você é imparcial, você flui. No velho, estar desapegado significa que você não se importa. No Novo, o Desapego é diferente em que você é realmente mais amoroso; você apenas não fica preso no drama ou no julgamento. A energia das pessoas não adere em você. Você mantém todos no Amor, sem o velho desejo de corrigir ou de salvar. Você permite aos outros o espaço para criar as suas próprias vidas, sem a necessidade de lhes dizer o que fazer, ou quem ser.

Você não se compara aos outros, sabendo e confiando que cada ser é um criador poderoso, como você. Se você se perceber querendo corrigir, salvar ou se comparar aos outros, entre nesta energia e descubra onde você ainda mantém o medo, e, então, aceite-o e o libere.

Saiba também que a ancoragem neste Novo dentro de você parece diferente do que a ancoragem no velho. No velho, a ancoragem o solidificou a tudo o que você pensou que era. No Novo, a Ancoragem ajuda o Novo Você a estar mais ancorado como você.

Você pode se perguntar como se encaixa com aqueles em sua família (especialmente), amigos, ou grupos, quando parece que você é o único que está evoluindo. Fique fiel a você e lembre-se de que diminuir a sua luz para se adequar aos outros não o ajuda ou a eles. Mantém todos no status quo.

Você pode estar com os outros e ainda ser quem você é. Quanto mais você for o seu Eu Autêntico, mais a sua Luz brilha e mais a sua consciência se expande. Você perceberá que os seus dons aumentam, assim como as oportunidades e você não terá uma tendência para mergulhar na 3D por mais tempo.

Quanto mais você se elevar, menos a dualidade será uma parte de você. Assim, a única coisa a fazer é ser você mesmo e fazer tudo o que o ajude a manter a sua Luz brilhante e a sua vibração elevada. Não espere que os outros, que possam não querer se elevar, sejam atraídos para você. Alguns o rejeitarão. Aqueles que estiverem preparados para mudar serão atraídos para você. Tudo está em Ordem Divina.

Você pode perceber que o seu corpo físico está mudando, bem como os seus corpos mental e emocional. O que você gostava de fazer, comer, ou beber, com quem você gostava de estar e muitas outras coisas, podem não mais atraí-lo. Seus padrões diários estão mudando. Você não pode esperar que o seu corpo físico aja da maneira com que estava acostumado.

Em vez de combater ou resistir a isto, aceite-o, flua com as mudanças. Siga o ritmo do seu corpo, entrando em sintonia com ele e lhe perguntando o que ele quer. Quando se sentir desorientado ou inseguro, flua com o que está sendo apresentado; você está apenas se expandindo para ser Novo. Permaneça no Momento e suavemente libere a maneira com que costumava se sentir fisicamente. Isto o ajuda a fluir com as mudanças.

Você não está sozinho nisto. Embora os amigos e a família possam se afastar, você está cercado e é animado por muitos no físico e além, que estão escolhendo uma nova maneira de ser, também. Gaia está fazendo isto, também. Você pode ter notado. Ela está descartando as energias menos elevadas. Tudo está em um estado de Transformação… morrendo para nascer de novo.

Há aqueles que culpam as entidades de energias menos elevadas, pela negatividade que parece prevalecer agora. Não entre nisto. Isto é a energia de vítima. Apenas você está no comando.

Você pode escolher viver nas energias inferiores ou mais elevadas: a escolha é sua.

Se você se perceber entrando na negatividade, você pode liberá-la permanecendo positivo, meditando, queimando sálvia, usando Rosas ou Água de Rosas, ou entoando mantras positivos… ou seja o que for ao que for guiado a fazer para transformar a energia. Você é Amor, Luz… você não é uma vítima.

Se você trabalha com guias, que não seja a sua própria Alma, não se conecte com qualquer ser que se apresente. Eles poderiam lhe dizer que eles são assim e assim e eles podem não ser quem eles dizem que são.

Em vez disto, diga isto: “Somente aqueles da Luz Divina, do Amor e Plano Divino se apresentem agora.” Aqueles de uma vibração menos elevada devem deixar o seu espaço. Quando a sua energia for apenas Amor, você não será atraído para a negatividade, e nem ela será atraída para você.

Quando você muda para mais positividade, isto é, consciência, você atrai oportunidades maravilhosas para ser mais. Você não tem que controlar isto ou fazer algo para que isto aconteça, pois tudo ocorre em alinhamento com quem você é, interiormente.

Este é o propósito de se purificar e se reivindicar como Amor. Quando você está seguro, você é apenas Amor e tudo o que você atrai é desta vibração. Não pode ser de outra forma.

……………………………………………………………….

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
http://www.soulsticerising.com

Fonte: Soulstice Rising | Ascension Notes | Transforming fear to Power – 26-Jan-2018
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: TRANSFORMANDO O MEDO EM PODER

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

TRANSFORMANDO O MEDO EM PODER

Publicado por Luz Das Estrelas em 30 de jan de 2018

Via: TRANSFORMANDO O MEDO EM PODER – YouTube


PERCEBENDO OS PROBLEMAS COMO DESAFIOS INESPERADOS…

goldfish jumping out of the water

RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA

SUPERAR (editado)

Por: Giridhari Das

 

A vida não é fácil. Todo dia temos que encarar ditos problemas. Veja como o Caminho 3T lhe confere todas as ferramentas e saberes que você precisa para reduzir, ou até mesmo superar, os problemas da vida.

Esse poder vem do fato de que você estará lidando com os altos e baixos da vida de dentro para fora. Você tem pouquíssimo poder para mudar os fatos externos da vida, mas você pode desenvolver completo poder para mudar seu interior – como você lida com a vida. Assumir o controle da sua vida de dentro para fora é o cerne e o segredo de todo o caminho do yoga e a chave para superar ou pelo menos suavizar o seu sofrimento.

Qual É o Problema?

Na verdade, não há problemas. Pense sobre isto: o que você chama de problema é quando acontece algo que você não esperava ou não desejava. Onde estavam essa expectativa e esse desejo? No futuro. Isso foi realista? Aparentemente, não. Isso foi fantasia. Isto está no âmago do Caminho 3T: mudar do paradigma de fantasia para o paradigma de realidade. Viver a vida como ela é, aqui e agora.

E o que você tem aqui e agora são desafios: dos menores, como sair da cama, tomar banho e meditar um pouco; aos maiores, como lidar com um cliente difícil ou combater uma gripe; aos épicos, como lidar com uma grande perda ou com a morte de um ente querido. Contudo, isto é a vida: uma série de desafios, desde o começo. Você teve o desafio de lidar com o seu próprio parto, aprender a engatinhar, depender de sono e conforto materno. E isso nunca parou: primeiro dia de aula, dividir os brinquedos, esportes, escola, puberdade, vida social… desafios sem fim. A vida é assim.

O que você chama de problema é simplesmente outro desafio – a vida acontecendo, como sempre aconteceu. Não existem problemas, apenas a realidade. E se isso é diferente do que você esperava ou queria, você pode ver o quanto estava errado em ter expectativas e apegos indevidos, vivendo no futuro em vez de viver no presente. O que você chama de problema tem, no mínimo, o benefício de trazer você de volta para o aqui e agora e fazer você se centrar em sua ação e em ser você mesmo, exercitando sua sabedoria e sua devoção.

Aceite, Seja Grato, Confie e Entregue

Você pode se preparar para lidar com qualquer desafio valendo-se de um processo de quatro passos: 1) aceite, 2) seja grato, 3) confie, e 4) entregue: faça disso uma oferenda.

Primeiro vem o passo mais difícil: aceitar o desafio. Aceite completamente. Você não fará nenhum progresso até fazer isso.

A pior coisa que você pode fazer é se lamentar. Somente vítimas se lamentam. Não tenha pena de si mesmo; não se queixe. Não pragueje que o mundo é injusto, que Deus abandonou você ou como alguém é ruim. Não perca seu tempo precioso com isso. Nada de bom virá disso. Mesmo se você estiver lidando com um desafio de proporções épicas, lamentar e afogar-se em tristeza e depressão não ajudará em nada.

Uma vez que você supere a lamentação e tenha aceitado o desafio, virá a gratidão. Lembre-se de que a gratidão é um instrumento poderoso: use-a para lidar com os desafios da vida. Seja grato. Isso pode parecer estranho a princípio, mas é efetivo e empoderador. Seja grato pela chance de aprender e crescer. Seja grato pelo fato de algo pior não ter acontecido. Seja grato por estar vivo e se mantenha em boa consciência para lidar com quaisquer desafios que se apresentem a você. Acima de tudo, seja grato pelo próprio desafio. Se você estudar a vida das pessoas, verá que são os maiores desafios que as levam à grandeza e ao sucesso. Enfrentando esses desafios, você entra em uma zona de autodescoberta e autodomínio que, de outro modo, seria inalcançável.

Em um estado de aceitação e gratidão, você consegue depositar sua confiança em Deus. Se você ainda não trabalhou sua devoção, você pode investir sua confiança no universo ou na “providência”. Confie que o que está acontecendo a você é exatamente o que você precisa, o que é, em última instância, o melhor para você evoluir. E confie na realidade; ela quer o seu bem. Existe um propósito em tudo, e nada acontece por acaso. Existe uma força de bondade pura controlando o seu destino. Confie que essa força está atuante em apresentar desafios para você.

Agora é ação. Ação em dharma. Qual é seu dever? Qual é a melhor de você? Dentro de quem você é, onde está e o que tem, qual sua melhor resposta? Foco sempre no dharma. Não se trata do que é mais fácil, mais divertido ou que impressionará os outros. Trata-se de quem você é e como você pode se valer de cada desafio para ser a melhor pessoa possível, o mais sincero consigo mesmo.

Por fim, faça de sua resposta uma oferenda. Não deseje algum resultado futuro. Não crie apegos indevidos. Deixe fluir. Faça o seu melhor, aqui e agora, deste ponto em diante. Você não está nisso pelos resultados. O foco primário é o ato em si. Apenas faça o seu melhor com o que a vida lhe deu, dando um passo de cada vez. Entrega, ofereça. A resposta é um presente que você está dando ao mundo. Se você já ativou sua devoção, é uma oferenda a Deus.

Agora você está pronto para lidar com qualquer coisa que cruze seu caminho: aceite, agradeça, faça a ação com foco no dharma, e entregue o resultado.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma seção inteira sobre este tema de como superar os desafios da vida.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.


Via: RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA – Giridhari Das

COMO LIDAR COM OS DESAFIOS MAIS COMUNS NA VIDA DE UM EMPATA…

empath-challenges

10 conselhos importantíssimos para empatas e sensitivos:

 

Por: Angel Chernoff
… 

“E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos, por aqueles que não podiam ouvir a música”.
~ Friedrich Nietzsche

As pessoas sensíveis muitas vezes são percebidas como fracas ou defeituosas. Mas sentir as coisas intensamente não é um sintoma de fraqueza, é a característica de um ser humano verdadeiramente vivo e compassivo. Não é a pessoa sensível que é defeituosa, é a compreensão da sociedade que se tornou disfuncional e emocionalmente incapacitada. Não há vergonha em expressar seus sentimentos autênticos.

É como se você nascesse sem uma camada protetora de pele que outros parecem ter. Você tenta esconder isso. Mas os comentários ainda atravessam sua armadura: “Você pensa demais. É sensível demais, tome jeito!” Então você se pergunta o que há de errado contigo. Muitas pessoas sensíveis se sentem incompreendidos e diferentes, e, geralmente, não sabem o porquê. Eles simplesmente não percebem que eles têm uma característica simples que explica sua confusa variedade de sintomas e peculiaridades.

Mas quando não percebemos como lidar com nossa sensibilidade, acabamos nos forçando demais para acompanhar os outros. Tentamos lidar com as coisas que os demais lidam com facilidade e isso leva a problemas.

Aqui estão 10 ações que você, sensitivo ou empata, pode praticar, para parar de lutar e começar a prosperar:

1. Pare de procurar algo ou alguém para consertá-lo!

A sensibilidade é um traço de temperamento, não uma desordem médica. Então, não há nada de errado com você. Certamente, as pessoas altamente sensíveis são mais propensas a ter alergias ou sensibilidades a alimentos, produtos químicos, medicamentos e assim por diante. E também são mais propensas aos estímulos e assim, são mais rápidos para sentir estresse – o que pode levar a outros problemas de saúde.

Mas a sensibilidade em si não é algo que precisa ser consertado. Se sua mente está cansada de procurar outra solução para acabar com suas “falhas”, saiba que as respostas para viver em harmonia com sua natureza sensível estão dentro de você.

2. Diga a si mesmo, quantas vezes for necessário, que você não é uma fraude.

A síndrome do Impostor não é exclusiva de pessoas sensíveis. Muitas pessoas são vítimas deste medo e  não consideram que passam uma vida inteira se sentindo diferentes dos outros e tentando se encaixar?

Se você está constantemente pensando sobre quem você deveria ser, mas não é, e o que você deveria fazer, mas não pode, entenda que, avaliar suas realizações e pontos fortes permite que você se mostre como você realmente é, mais confortavelmente – mesmo quando você é o estranho.

3. Procure por semelhantes (e saiba que você NÃO ESTÁ sozinho).

Você provavelmente se sente diferente e sozinho. Mas a verdade é que você não está. Muitos sentem uma confusão no isolamento, antes de descobrir que hordas de pessoas passam pelo mesmo. A chave é: sempre que possível, saia com pessoas sensíveis que já estão prosperando, ou pelo menos estão abertas a essas possibilidades. Se você está se sentindo incompatível ou incompreendido, encontre um mentor ou uma comunidade que o acolha e tenha essa conexão.

4. Procure a positividade escondida em cada situação e aproveite-a.

O cérebro é um filtro poderoso que molda experiências e percepções da realidade. Se você acha que o mundo é um lugar perigoso, seu cérebro está preparado para procurar evidências de perigo. Se você acredita que é um lugar amoroso, você passa a enxergar o amor no seu dia a dia. Sobre o que você foca, você obtém mais.

As pessoas sensíveis e de sucesso decidem ver o mundo cheio de oportunidades para se ter gratidão e aproveitam as ondas de positividade. Se você está se sentindo à mercê de suas emoções e circunstâncias, entenda isso, seus pensamentos (e as cargas emocionais que o desencadeiam) estão sempre sob seu controle.

5. Encontre outros pontos de vista.

Seus dons de sensibilidade incluem reflexão profunda e um instinto para ver todos os ângulos e consequências. Mas, sendo tão profundamente sintonizado com os detalhes, você é facilmente sobrecarregado e exausto por estímulos inflexíveis. E quando você não entende por que você se sente e se comporta das maneiras que você faz, é fácil ver isso como falhas.

Na verdade, essas “fraquezas” são, simplesmente, suas necessidades não atendidas e dons únicos para se nutrir. Ao reformular seu passado e nutrir o seu presente, você se prepara para o sucesso em seu futuro. Procure descobrir o ouautotro lado da moeda … onde você encontrará alguns dos seus maiores pontos fortes: intuição, visão, consciência – e a lista continua.

6. Trate-se com compaixão.

Como uma pessoa altamente sensível, você é compassivo. Tanto que coloca o conforto e as necessidades dos outros antes das suas. Além disso, você ainda é seu maior crítico. Você se crítica de maneiras que nunca sonhou em julgar os outros. Controlar este senso crítico é essencial para a autocompaixão.

Assuma o controle ouvindo seus pensamentos sem julgamento (afinal, podem haver pérolas de sabedoria) e, em seguida, torne em pensamentos que desencadeiam emoções mais gentis e mais amorosas para si. A partir desse ponto, você é mais capaz de escolher ações para cuidar de si mesmo e de outros.

7. Crie fronteiras saudáveis, não paredes emocionais rígidas.

Vivemos em uma cultura que valoriza “tomar um analgésico e continuar” muito mais do que valoriza a sensibilidade. Crescemos ouvindo: “sem dor, sem ganho; sobrevivência do mais forte; a vida não é justa – acostume-se a isso“. Nós admiramos aqueles que mostram o poder para prevalecer sobre suas terríveis dificuldades. Como uma pessoa sensível, sua reação pode ser se tornar frio ou se tornar rígido. Você constrói paredes para se proteger, paredes emocionais, como a supressão de sentimentos. Se você lutar para colocar suas próprias necessidades primeiro (algo que não vem naturalmente para um alguém sensível), faça uma escolha consciente para praticar a habilidade de dizer “não” com gentileza, ou se afastar um pouco para “recarregar”, além de decidir se sentir bem com isso.

8. Sintonize seu corpo (para não ser afetado por extremos emocionais).

Muitos aprendem a ignorar as mensagens que seus corpos estão enviando. Desligam-se para evitar a sobrecarga ou se sintonizam com as necessidades dos outros, em vez das próprias, para atender o que se espera deles. Se você tem o hábito de se esconder dos sentimentos ou passar dos limites de aborrecimento, aprenda a reconhecer os sutis sinais de super estímulos do seu corpo. Você vai gastar menos tempo fora de equilíbrio e mais tempo lidando sutilmente com qualquer desavença que vier.

9. Crie hábitos saudáveis.

Eventualmente, você ficará sobrecarregado com o cotidiano. É uma armadilha fácil de se cair porque você está simplesmente vivendo do jeito que você vê a maioria das pessoas fazendo. Se você luta com questões de energia ou bem-estar, priorize os hábitos que nutrem essas áreas de sua vida (como mais tempo de sono e tempo sozinho) e limite aqueles que o estimulam excessivamente ou o drenam (como atividades de muita pressão – mesmo que sejam consideradas saudáveis).

10. Pare de sufocar sua sensibilidade.

Depois de uma vida sendo bombardeada por estímulos, torna-se uma segunda natureza afastar a sensibilidade da consciência. Suprimindo as emoções para evitar sensações. Este mecanismo autoprotetor pode enganar sua mente consciente, mas não engana seu corpo. Isso chega a sua saúde, seus relacionamentos, sua carreira, todos os aspectos da sua vida… ou, constrói a tensão dentro até que algo desabe.

Quando você libera a energia usada para se conter, você liberta os dons de sensibilidade para você, como empatia, criatividade e alegria. E você permite que seu verdadeiro potencial aflore.

.


Fonte: Mystical Raven | 10 Life-Changing Pieces Of Advice For Empaths And Highly Sensitive People
Tradução e divulgação: O Segredo

Via: O Segredo | 10 conselhos importantíssimos para empatas e sensitivos:

AO REJEITAR ALGO, VOCÊ DESPREZA O ASPECTO MAIS SAGRADO DO UNIVERSO…

rejeitando o amor

SENTADOS NO BANCO DE JARDIM DA EVOLUÇÃO

Uma mensagem dos Pleiadianos

Canalizada por Gillian MacBeth-Louthan

 

Bem-vindos! Nós somos os Pleiadianos. A cada dia, à medida que vocês acolhem e entendem mais a sua energia, nós também nos alinhamos com partes de nós mesmos que ainda não tínhamos acolhido. Pois estamos a apenas poucos degraus acima na escada de luz, que está além do que podem ver no reflexo do espelho de seus banheiros. Nós também estamos nos esforçando para progredir. Assim como vocês, nós nos esforçamos para abraçar todos os aspectos de nós mesmos, os quais nós ainda não evoluímos a ponto de entender totalmente.

Estamos sentados ao lado de vocês no banco da evolução – cada um falando uma língua diferente, cada um representando uma oitava diferente de luz – mas sabendo, interiormente, que estamos caminhando como um só ser. É esta unidade que desejamos apresentar a vocês. É esta unidade, que muitas vezes vocês desprezam e afastam. Ela é a face de Deus, que vocês pensam que é muito feia, muito grande, muito velha, muito pequena, muito gorda, muito magra, muito alguma coisa ou pouco outra.

Entendam isto, queridos – as partes de vocês que VOCÊS NEGAM, REJEITAM, censuram, desvalorizam e subestimam – são 100% Deus. Todas as partes de seus seres que os compõem neste momento são partes de um criador que vocês rejeitam. Falamos de Deus como uma unidade de vida todo-abrangente, uma unidade de luz todo-abrangente, e uma unidade de amor todo-abrangente.

Você não pode acolher um aspecto da sua Deidade e desprezar os outros 143. Você não pode fugir do seu núcleo interior quando vira as costas, sua linda cabeça e seu coração justamente para a Divindade que precisa ser abraçada. Você nega a sua Divindade quando nega a sua beleza, quando nega seus talentos, quando nega suas capacidades. Você nega o Criador quando rejeita a si mesmo. Você nega o Criador quando rejeita a oportunidade de um milagre em sua vida, a oportunidade de um amor verdadeiro que bate à sua porta. Você nega ao Criador a oportunidade de ajudar outra pessoa através de você. Você não nega sua Divindade apenas 3 vezes ao cantar do galo, mas nega-a centenas de vezes por dia, recusando cumprimentos, recusando amizades, recusando as dádivas dos outros.

Observe quantas coisas você afasta de si todos os dias, e repare quantas vezes você afasta o que é bom. Sempre que rejeita algo, você despreza e afasta o aspecto mais Sagrado do Universo. Diariamente você decreta e declara verbalmente que é um com o criador, pedindo mais sabedoria e verdades espirituais. Você busca esses entendimentos e, no entanto, minuto após minuto, respiração após respiração, você nega o universo, a Fonte que vive dentro de você e em cada uma das suas experiências.

Todas as coisas que chegam a você são presentes do Criador que você escolhe não desembrulhar nem reconhecer. A bondade é fácil de se ver e se encontrar nas longas horas do seu dia, mas o que dizer de todas as suas experiências que não são tão fáceis, nem tão bonitas, nem tão divertidas? Todas as partes do universo estão entrando no seu mundo porque você as convocou, você fez o chamado e você emitiu um decreto – “Venham para a minha vida! Ensinem-me. Mostrem-me. E que o aprendizado venha através do prazer, da dor, da bondade, da maldade, das trevas ou da luz. Não importa.” Você invocou tudo o que lhe acontece neste dia, no dia de ontem e no de amanhã, desde o segundo do seu nascimento até o segundo da sua morte. Você chamou tudo isso à existência. Chamou os mocinhos, os bandidos, chamou sua carência e sua prosperidade. Chamou tudo através dos seus pensamentos, das suas palavras e da sua energia.

Repetimos várias e várias vezes: seu mundo é um gigantesco esboço cósmico. Cada um de vocês está desenhando o projeto da sua própria existência. Ele se desenvolve a partir dos seus gostos, seus desgostos, suas raivas, seus amores, seus ódios, seus desejos, suas necessidades. Não rejeitem nada que venha a vocês. Está tudo na proporção Divina.

Olhem para o seu mundo para encontrar a divindade que procuram. Seu mundo reflete a divindade que vocês procuram. Querem anjos? Eles virão. Querem coelhinho da Páscoa? Ele virá também. O que quer que peçam lhes será dado – vocês são os filhos prediletos do Criador. Vocês são o povo escolhido, no entanto não o percebem.

A aceleração está sobre vocês, para vocês, ao lado de vocês, em vocês, atrás e acima de vocês. Nós todos somos membros de uma família, no reino celeste, mas vocês são os caçulas e os favoritos do Pai. Tudo lhes foi dado, mas como uma criança mimada, vocês não apreciam os presentes. Vocês mesmos, que são os filhos prediletos, é que precisam lembrar e escolher. Por que pensam que vivem num planeta de livre arbítrio, de livre escolha? Tudo gira em torno de escolha, escolher, escolhido – O que escolherão? Como escolherão? Quem escolherão? Energeticamente vocês esperam que os outros escolham por vocês, que Deus escolha por vocês, quando a escolha tem sido de vocês mesmos, o tempo todo. Vocês escolhem, vocês criam, vocês manifestam, de dentro para fora!

Tornem-se os Eleitos, aqueles que escolhem a Luz superior. Parem de negar sua divindade. Cada minuto de seus dias, cada atitude com cada pessoa e cada situação são divinamente instruídos e orquestrados. Que músicas vocês estão tocando para os outros? Vocês dividem o pão com o Criador a cada minuto de cada dia, a cada respiração, a cada escolha, a cada situação – vocês estão sempre dividindo o pão com o Divino. Sentem-se à mesa da Luz e saboreiem o que lhes foi dado.

Vocês foram cortados do mais fino tecido do Criador. Vocês são o melhor do melhor que foi colocado sobre a Terra, um lugar onde vocês se esqueceram quem são. Vocês se esqueceram das suas capacidades. Esqueceram-se totalmente. E por agirem a partir do esquecimento, sentem-se esquecidos. Vocês nunca podem ser esquecidos por nenhum aspecto de Deus. Sempre que se encontram com outra pessoa, vocês estão encontrando com a divindade encarnada – e isto deve ser uma dádiva.

Neste momento, nós partimos. Somos o Conselho de Luz Pleiadiano. Nós nos sentamos ao lado de vocês neste banco de jardim do cosmos e compartilhamos nossa refeição de Luz.


Direitos autorais:

Gillian MacBeth-Louthan – PO box 217 – Dandridge, Tennessee 37725-0217 –www.thequantumawakening.com  –   thequantumawakening@hughes.net

Fonte: Sprit Library | Gillian MacBeth-Louthan | Sitting On The Park Bench Of Evolution
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Via: SENTADOS NO BANCO DE JARDIM DA EVOLUÇÃO – O Meu Melhor Modo de Ser


CRIANDO A LIBERDADE EMOCIONAL PARA COCRIAR UMA NOVA REALIDADE…

uma nova realidade

PREVISÃO DA ENERGIA PARA DEZEMBRO DE 2017

Por: Emmanuel Dagher
em 4 de Dezembro de 2017

.

INDEPENDÊNCIA EMOCIONAL

É uma bênção que eu me conecte dessa maneira com você novamente. Dezembro é um grande mês de transição e temos muito a abordar, então, vamos direto a isto!!

Os primeiros dias de Dezembro nos oferecem um espaço tranquilo e contemplativo que nos dará a oportunidade de refletir sobre o ano passado, a nossa realidade atual e os próximos passos a dar para nos prepararmos para tudo o que estará acontecendo no novo ano.

AJUSTANDO A NOSSA REALIDADE

À medida que avançamos nas primeiras semanas de Dezembro, este é o momento perfeito para ajustarmos as nossas intenções e escolhas, para garantir que elas estejam alinhadas com o que realmente desejamos criar mais em nossas vidas.

Todas as nossas experiências, sejam elas fáceis ou desafiadoras, proporcionam informações poderosas que nos permitem estar completamente seguros sobre o que fazemos ou não queremos criar mais.

Quando vemos cada experiência como uma oportunidade para ajustar a nossa realidade – informações que nos permitem saber se algo é ou não agradável e expansivo para nós, então os desafios já não se tornam algo que nos retém. Eles então se tornam algo que nos ajuda a avançar.

Torna-se, também, muito mais fácil operar como o observador empoderado, em vez do reator sem poder.

Quando nos tornamos o observador empoderado, é muito mais fácil libertarmo-nos das histórias, dos apegos e da resistência com que a mente se identifica para manter-se segura e confortável – para evitar que tenha que mudar qualquer coisa.

À medida que vemos todas as nossas experiências como informações puras, os padrões antigos de sermos duros com nós mesmos, com os outros e o Universo começam a se dissolver, porque já não operamos a partir de um espaço reativo, mas de um espaço neutro e empoderado.

Saber que cada momento nos dá a chance de nos ajustarmos a nossa realidade, permite uma abertura sagrada para entrar em nossas vidas, que cria mais fluxo, alegria e facilidade.

Dezembro nos oferece a oportunidade de resolver e liberar qualquer carga extra que estivemos carregando, que pode ter nos atrasado ou nos impedido de receber as bênçãos e beleza que a vida sempre nos disponibiliza.

Esta bagagem extra pode incluir relacionamentos, pensamentos, padrões, empregos, ambientes e outras coisas pouco saudáveis, e qualquer outra coisa que não esteja alinhada com sua visão mais elevada, e você com a deles.

MERCÚRIO RETRÓGRADO: UM PERÍODO PARA CRIAR A LIBERDADE EMOCIONAL

Mercúrio estará retrógrado de 3 de Dezembro a 22 de Dezembro. Ainda que Mercúrio retrógrado possa ser um período desafiador em alguns sentidos, sob o ruído superficial, é realmente um ótimo momento para deixar ir a carga extra que estivemos carregando e a luta associada a ela.

Isto é porque estes 19 dias nos oferecem uma grande oportunidade para liberar a dependência – a necessidade que outros sejam ou ajam de determinada maneira, antes que possamos ser felizes.

É vital que assumamos a responsabilidade pela nossa própria felicidade, e não mais dependamos dos outros dizendo ou fazendo o que preferimos, de modo que possamos nos sentir seguros ou satisfeitos em um nível do ego. Porque quando nos tornamos dependentes em nossos relacionamentos, é fácil perder o próprio senso.

Assumir plena responsabilidade pela nossa própria felicidade significa que não mais a estamos buscando em outras pessoas ou em circunstâncias externas. Este é o caminho para a verdadeira liberdade!

É claro, as defesas da mente sempre gostam de nos dizer o contrário.

Muitas vezes, surgirão desculpas como: “Mas eu tenho que ficar neste emprego que eu não gosto, porque não tenho tempo para procurar outro, e o salário é bom.”

“Oh, eu amo o meu parceiro e quero ficar com ele. Não é a minha culpa que eu fique infeliz quando ele não age da maneira que é preciso.”

Nada disto é incomum. Vemos situações como estas nos outros e vemos em nós mesmos. No entanto, estas crenças são uma maneira fácil de não assumir a responsabilidade pela nossa própria felicidade.

A mente nos dirá, também, às vezes, que se formos emocionalmente independentes, acabaremos sozinhos.

Isto nos leva a passar o nosso tempo tentando agradar aos outros, ou procurando maneiras para que eles nos agradem. Este impulso para moldar os eventos externos até que nos sintamos seguros se torna, então, a nossa maior motivação na vida.

E isto apenas resulta em decepção e tristeza, e o sentimento constante e instável de que somente as coisas fora de nós mesmos podem nos tornar felizes.

Estas ideias podem ser difíceis de enfrentar. Mas é importante que sejamos sinceros com nós mesmos e enfrentemos os nossos velhos padrões, para que possamos curá-los completamente!

Não precisa ser difícil criar independência emocional. Precisamos simplesmente aprender a nos interiorizar para encontrar a nossa força emocional, em vez de procurá-la fora de nós mesmos.

Para começarmos a construir uma independência emocional saudável, podemos começar agora a:

1 – Liberarmos a pressão que colocamos em nós mesmos para sermos perfeitos.

2 – Tornar uma prioridade o nosso bem-estar, dando-nos consistentemente atenção, amor próprio e autoaceitação.

3 – Liberar a necessidade de sempre estar certo e ter que provar a nós mesmos.

4 – Mudar as nossas rotinas diárias para manter a nossa energia revigorada e vivaz.

5 – Encontrar formas de incluir a expressão criativa, e a diversão todos os dias.

6 – Compartilhar amor e compaixão com os outros, sem entrar em suas crenças ou expressões de medo e carência.

7 – Estabelecer objetivos que sabemos que podemos alcançar, e tomar medidas para criá-las com alegria.

8 – Decida parecer e sentir da melhor maneira possível a partir de agora – de maneiras que sejam adequadas para o nosso bem-estar individual – alimentando os nossos corpos com alimentos super saudáveis, exercitando e movimentando o corpo diariamente e cuidando da aparência de maneiras que reflitam exteriormente a beleza que levamos interiormente.

9 – Agradeça ao Universo todos os dias, por tudo o que temos e por tudo o que somos.

Ainda que incorporemos somente uma ou duas destas sugestões em nossa rotina diária, elas podem nos ajudar a mudar o nosso foco e as nossas energias, apoiando-nos na criação de uma sensação positiva de independência emocional saudável própria.

Embora as energias de Mercúrio Retrógrado possam resultar em um pouco de turbulência – desafios no local de trabalho, quebra de aparelhos mecânicos, viagens difíceis, falta de comunicação com os outros – elas também podem fazer vir à tona antigos problemas que nos incomodaram por algum tempo, ou colocar as coisas em uma perspectiva totalmente nova.

Por exemplo: Podemos ouvir um velho amigo ou parceiro que pensávamos que não mais queria manter contato conosco.

Ou poderíamos de repente encontrar algum objeto que pensávamos que tínhamos perdido para sempre, ou retornarmos a um velho projeto ou ideia que agora, finalmente, funciona para nós.

Podemos encontrar uma solução para um problema que oprimiu as nossas energias por algum tempo – ou, finalmente, vermos a verdade de uma situação ou relacionamento que não fomos capazes de ver claramente até agora.

Porque Mercúrio Retrógrado nos oferece tal transparência na forma como pensamos, falamos e vemos tudo, pode ser útil colocarmos uma nova luz nos velhos ou atuais problemas, ideias ou relacionamentos.

Fique atento ao que surgir para você durante este período. Pode surpreendê-lo!

GRANDES MUDANÇAS CHEGANDO: SATURNO ENTRA EM ESCORPIÃO

Durante a terceira semana de Dezembro, Saturno entra em Escorpião, após um trânsito de três anos através de Sagitário. Esta é uma GRANDE notícia!

Com Saturno em Capricórnio, nós nos tornamos mais focados em sermos o criador de nossas vidas, ao invés de entrarmos na ilusão de que somos apenas espectadores.

Saturno em Capricórnio se tratará de nós criarmos a nossa própria magia, em vez de confiarmos que ela vem de algo fora de nós mesmos.

As qualidades mais importantes para focar enquanto Saturno está em Capricórnio são: autodisciplina, foco, organização e otimismo.

Ao integrarmos essas quatro qualidades de forma consistente em nossas vidas, experimentaremos grandes ganhos e conquistas nos próximos anos.

Isso pode acontecer especialmente nas áreas da carreira, nos relacionamentos, na felicidade e prosperidade

SOLSTÍCIO DE INVERNO E SOLSTÍCIO DE VERÃO

Belas energias estarão chegando para nós de nosso sol no Solstício de Inverno, no dia 21 de Dezembro (Solstício de Verão para aqueles que estão no Hemisfério Sul). Estas são energias de renovação e cocriação.

Por milênios, esta época do ano foi maravilhosamente celebrada. As culturas antigas sabiam o que quase nos esquecemos no mundo moderno: que as energias do sol que fluem poderosamente durante um solstício podem aumentar os efeitos de nosso foco e intenções.

Elas podem nos apoiar maravilhosamente na manifestação de coisas que servem ao nosso bem superior, e ao bem maior de todos a nossa volta.

As energias para a renovação e a manifestação serão mais fortes durante o solstício, então tenha suas intenções prontas! Escreva-as como afirmações, crie cartões ou passe algum tempo visualizando o que deseja criar.

Use as energias ativas do sol para apoiá-lo neste momento, enquanto a sua mente, espírito e energias globais, especialmente, ganham vida, querendo criar e expressar de maneiras bonitas.

Encontre uma maneira alegre de expressar seu amor pela sua vida e suas próprias visões.

Após o Solstício, os dias começam a ficar mais longos, pois isso também é uma celebração da luz que retorna ao Hemisfério Norte, bem como uma celebração do poder da luz do Sol.

Agora é o momento de estar seguro sobre o que você quer criar. Permita que a alegria desta temporada de cocriatividade flua como uma corrente que o transporta sem problemas para suas novas criações.

Dezembro é um mês emocionante que nos levará ao Ano Novo com um sentimento de alegria por todo o Amor, criatividade e realização que já estamos criando para 2018!

Até a próxima vez,

Milagrosamente, seu,

Emmanuel

 


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
https://emmanueldagher.com

Fonte: EMMANUEL DAGHER | EMOTIONAL INDEPENDENCE – DECEMBER 2017
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: PREVISÃO DA ENERGIA PARA DEZEMBRO DE 2017 – De Coração a Coração

CADÊ ESSA TAL FELICIDADE?…

people-man-cry-sad-tree-sunset-2562694_960_720.jpg

QUERO TANTO ME SENTIR BEM,

MAS AINDA NÃO SEI COMO

Por: Giridhari Das
com a colaboração de: Harlley Alvez

 

Quando eu me volto para o passado…
Ou quando mergulho meus pensamentos no futuro…
O presente fica de lado.
Renegado.

Mas quando um homem deixa-se ser generoso consigo mesmo.
E quando uma mulher permite-se ser generosa com ela própria.
Doando-se um tempo para respirar, olhar ao redor e ver o que está disponível para o dia, podem escolher conscientemente como responder às situações e é aí que a vida se torna mais equilibrada e centrada novamente.
Era assim quando eramos crianças.
Precisamos reaprender esse tipo de olhar, associando-o a um estado de observância e autoanálise… assoprando para transformar as faíscas da alma, em Fogo.

Reserve um tempo para fazer uma pausa e se reconectar.
Faça algumas respirações profundas antes de continuar com o texto…
Retire de ti o que você não o é, e você será feliz.
Você já é Perfeito.
Você já é Perfeita.
O problema é que agora estamos convencidos pelo ego de sermos coisas que não nascemos para ser:

egoísmo,
inveja, ganância,

um tal status social…

– ter em vez de Ser –

quer uma personagem…
uma roupa, uma marca,
quer um partido,
curtidas…
um time,
carros,
coisas

Em vez de sermos apenas
Luzes Nascidas de Deus
Agora vivendo em corpos materiais neste planeta
para cumprir uma missão pessoal.
que nos dá créditos para retornar
ao Supremo.

Por mais que você queira desfrutar o mundo material, você não é material.
É, de fato, uma consciência.
E consciências não são do mundo material.
A sua consciência é transcendental, por isso não fica totalmente bem na matéria tridimensional.
É quando a alma começa a buscar algo que perdeu – sente falta, mas nem sabe o quê.
Seria ótimo se lazer, prazer e desfrute nos iluminasse e suprissem essa falta. Mas não.
Não é rico quem tem mais, e, sim, quem deseja menos.

Desfrute mundano como a única meta da vida, com gozo desmedido dos sentidos é uma filosofia falsa e imprópria para o interesse verdadeiro da pessoa que vive dentro do seu peito. Escute a Pessoa do Seu Coração.

Angústia,
ansiedade, ganância,
luxúria, inveja, loucura
e depressão são o os estados
que o desfrute e desejo material trazem.
A busca pela matéria é o início da Inquietude.
Na afinidade com eles não tem como
sermos FELIZES

¨¨¨¨¨

clip_image002_thumb.png

Foto: Blobby, By Laura Stwart – https://vimeo.com/92254750

¨¨¨¨¨

Já centrar-se e praticar o desapego, aquietar a mente, meditar, orar, entrar no aqui e agora geram o prazer de estar satisfeito, desejando menos. Experimente esse bem estar de ser a pessoa que está dentro do corpo, que é uma pessoa que não precisa das coisas do mundo, quer apenas paz, bem estar, contentamento… harmonia e essa tal felicidade, que também pode ser o seu reencontro com DEUS, seja o nome que dê a Ele. E nenhuma dessas benesses o mundo material pode produzir por si só. O corpo pode gostar e até viciar no desfrute, mas a consciência não. Pelo contrário, a frugalidade e a superficialidade do mundo a alma entristecem.

Faço um desafio:

O mundo material não pode produzir nada além de agito mental na sua vida. E isso é o que te deixa sem eixos, andando meio que sem rumo, meio desnorteado(a).

Experimente investir a sua energia no seu dharma e na conexão com Deus.
#Experimente uma semana, sem quebrar. Dois dia apenas se para você for muito, um depois outro, para reforçar o experimento. E depois nos conte o que aconteceu ao usar os Cinco Passos na sua rotina. O QUE VOCÊ SENTIU?

DA RODA DE CONVERSAS:

ASSISTA o que a nossa SatSanga falou sobre isso:

“O Defeito de Buscar Apenas o Prazer Material”

 

¨¨¨¨¨

 

A alma, como um Eco-Agricultor Divino, veio semear e colher sentimentos para levá-los ao Cosmos. Não busca coisas. A infelicidade vem quando trabalhamos contra o Dharma, buscando ser algo ou alguém que não nascemos para ser. E cada um desses defeitos ou refúgios e desfrutes focados no material… pensando melhor, FUGAS, deixa-nos um pouco mais infelizes, frustrados, pois a alma sente quais caminhos são certos ou incoerentes. E, logo, nos faz um pouco mais distantes de nossa Perfeição Divina. Mas há uma saída, ou melhor, CINCO!

  • Pratique a auto-observação;
  • Assuma o comando de sua vida;
  • Fique sempre presente (mindfulness);
  • Viva sua essência (seu dharma);
  • Cultive devoção a Deus (bhakti);

Podemos simplificar o caminho para uma vida perfeita em apenas cinco passos. Cinco etapas que vão lhe levar a viver cada dia melhor, cada passo baseado no caminho anterior.

Veja aqui por que são tão eficazes,
à medida que você assume a responsabilidade
por seus próprios pensamentos e decisões.

Lembre-se: #EuVivoaVidaqueEuFiz.

  • Primeiro Passo – Auto-observação

Seja a testemunha de sua mente. Observe seus pensamentos e suas emoções. Observe seu foco. Não só olhe para fora. Acompanhe sempre como você está reagindo aos acontecimentos externos. Onde está seu foco? Está pensando em que? Está atento ao que está acontecendo aqui e agora, ou está perdido no passado ou futuro? Como estão seus filtros? Está vendo a realidade sempre no negativo, vendo problema em tudo? Consegue ter gratidão e ver a beleza da vida?

Quando dirigimos, olhamos para frente, mas também temos os retrovisores. Enxergue o mundo, mas sempre de olho para dentro. Como diz o ditado, “Quem olha para fora, sonha, mas quem olha para dentro, desperta”.

  • Segundo Passo – Auto-comando

Uma vez que estamos de olho na mente, acompanhando seus movimentos, surge então a possibilidade de assumirmos comando das flutuações, foco e o estado em geral da mente.

Aprendemos que além de observar, podemos modificar e direcionar os pensamentos e emoções. Este poder é ignorado por muitos, e o custo de ignorar ele é incalculável. Não é exagero dizer que quem não assume comando de sua vida perde a possiblidade de ser feliz.

Aqui um artigo e vídeo que fiz sobre o assunto: http://giridhari.com.br/ensinamentos/assuma-comando-de-sua-vida/. O resumo: você vive a vida que você fez. Você pode completamente assumir comando de sua mente, radicalmente mudando seu padrão de felicidade e qualidade de vida.

  • Terceiro Passo – Mindfulness

Uma vez assumindo comando de sua mente, o primeiro e mais essencial passo para acessar tudo mais de bom é manter sua mente no aqui e agora. A raiz de toda infelicidade é a mente fora do aqui e agora. Veja este vídeo onde eu explico a questão: https://www.youtube.com/watch?v=8ULG3crkj5M.

“Totalidade na ação” é o termo chave aqui. Na medida que você aprende a direcionar sua mente, verá que nada é melhor do trazer toda sua mente para aquilo que está fazendo aqui e agora. Estar 100% presente em toda e cada ação de sua vida é o portal dos estados superiores de existência e a elevados níveis de bem-estar.

  • Quarto Passo – Dharma

Se totalidade na ação é o caminho, surge a pergunta essencial: qual ação devo realizar? A resposta está no conceito do dharma. Dharma é sua essência em ação. Dharma é o dever que surge de quem você é. Dharma é propósito.

Dharma nos traz o norte do que fazer, e de onde colocar nossa mente. Qual ação se pede de mim agora? A cada momento, de cada dia, para cada um, tem um chamado e este chamado é o dharma. Dharma significa você vivendo a sua vida, a vida que veio viver.

Quem acompanha meu trabalho, sabe que enfatizo bastante a importância de dharma.
Veja aqui um playlist de muitos vídeos sobre o tema: https://www.youtube.com/watch?v=djqMYQC3EHk&list=PLPf150sJ1O JU1Wa-8IlxUlT0Uk3rhSdwj.

  • Quinto Passo – Bhakti

Bhakti significa AMOR, e amor é a perfeição da vida. Agir, acima de tudo, com devoção amorosa é a expressão última da alma. O propósito final da vida é despertar e reviver seu amor por Deus. A força e felicidade que advém de bhakti é inigualável. Quem não conhece, considera que é fantasia ou ilusão e faz graça ou vê com desdém aqueles que tem fé. Mas quem já ativou sua conexão, que já está em yoga, sabe. Quem já está desperto sabe que nada supera e nada jamais pode superar bhakti e que não há posição superior do que estar em crescente amor por Deus, fazendo de tudo na vida uma oferenda amorosa a Deus.

E, mais, quem seguiu o caminho completo, entende que bhakti sem os outros passos pode ser até perigoso. Bhakti é o objetivo final, mas precisa do suporte de uma mente sob controle e pacífica para brilhar. Bhakti precisa do solo fértil do dharma, de uma vida de princípios e moralidade para florescer.

¨¨¨¨¨

image1

¨¨¨¨¨

Conclusão

É impressionante como o simples ato de trazer a mente para o aqui e agora é suficiente para trazer enorme bem-estar, e nos livrar do sofrimento. Observe você mesmo: sempre que não estiver se sentindo bem, sentindo ansiedade, etc., veja onde está sua mente. Veja se está no passado, presente ou futuro. Vai ver que não está no aqui e agora. Com seu crescente poder de auto-comando, direcione sua mente sempre que puder, para sua ação, para o cumprir de seu dharma, para a vida.

Fiz aqui uma brevíssima apresentação de cada passo. Nos vídeos explico mais.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma descrição detalhada de cada elemento, como também de técnicas e ferramentas para você colocar isso tudo em prática em sua vida.

A META é… #SerVocê…

ANDAR na… #SuaHistoria

SER… #QuemRealmenteÉ

Viver… no #AGORA

ATUANDO no seu melhor #SEMPRE.

¨¨¨¨¨

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Seu amigo,

#GiridhariDas

#kdessatalFELICIDADE?
#vivendoavidaQUEnasciparaviver
#EXPERIMENTE
#DESAFIOdoDHARMA


Sobre Giridhari Das:

Imagem autorGiridhari Das é mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento.

Encontre-o na Web e nas Redes Sociais:
Informações para a imprensa:

ALCANÇANDO O PERDÃO E A CURA ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO…

cura e perdao

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

Mensagem de Arcanjo Gabriel

Canalizada por: Shelley Young
em 21 de Novembro 2017

 

Queridos, se uma velha ferida continua com muita insistência, não é sinal de que você esteja regredindo.  É um sinal de que você está pronto para curá-lo de uma vez por todas. Isto é uma coisa maravilhosa!

Se for uma dor antiga que aconteceu por alguém, uma técnica efetiva e pelo meio da meditação, conectando-se com essa pessoa e expressando a ela como fez você se sentir. Às vezes, a coisa mais libertadora é poder falar sua verdade para o outro de uma maneira que é completamente segura de fazer.

Reunir através da meditação é uma ótima maneira de se fazer. Você pode até ficar surpreso ao receber informações sobre as feridas que eles carregam e que levaram a comportar-se daquela forma com você, para lhe dar uma compreensão mais profunda da situação.

Não estamos querendo que você prejudique ou ataque o outro por qualquer justificativa. Simplesmente mostrar-se sua verdade para ser ouvido e reconhecido. Preste atenção no que está acontecendo em seu corpo durante esse processo. Você poderá se surpreender ao ver que esta questão está ligada a algum desconforto em seu corpo físico. Isso será curado se estiver pronto.

Uma vez que você se permitiu dizer tudo que precisava, provavelmente sentirá uma liberação da energia que o manteve vinculado à situação. Você pode solicitar cicatrização em todos os níveis para ambos, e ver quaisquer Cordões, Carma ou Contratos que existiram entre vocês se dissipando e, em seguida, você pode vê-los simplesmente seguindo o caminho seguro que você procura há tanto tempo.

Isso mudará sua energia. 

Seja gentil consigo mesmo nos dias que se seguem. Peça assistência de seus Guias e Mentores, se você sentir que precisa, sabendo que eles sempre dispostos em ajudar você. Ame e comemore a cura e o empoderamento que criou para si mesmo para estar pronto e dar um passo adiante nesta próxima e bela expressão de si mesmo! 

~ Arcanjo Gabriel 

 


Direitos Autorais:
Shelley Young
Fonte: TRINITY ESOTERICS | 21 NOV DAILY MESSAGE ~ TUESDAY NOVEMBER 21, 2017
Tradução: Feliphe Gama (www.portalreinodaluz.com)

Via: Reino da Luz Reino da Luz | PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO – Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel (21 de Novembro 2017)

SE VOCÊ QUER AMOR, TORNE-SE UMA PESSOA AMOROSA…

ser amoroso

SEMELHANTE ATRAI SEMELHANTE

Semelhante atrai semelhante

Por: Osho

 

Somente uma pessoa amorosa, aquela que realmente é amorosa; pode encontrar o parceiro certo.

Essa é minha observação: se você está infeliz você irá encontrar alguém, também infeliz. Pessoas infelizes são atraídas por pessoas infelizes. E isso é bom, isso é natural. É bom que as pessoas infelizes não sejam atraídas por pessoas felizes; senão elas destruiriam a felicidade delas. Isso é perfeitamente bom.

Somente pessoas felizes são atraídas por pessoas felizes.

O semelhante atrai o semelhante. Pessoas inteligentes são atraídas por pessoas inteligentes; pessoas estúpidas são atraídas por pessoas estúpidas.

Você encontra as pessoas do mesmo plano. Então a primeira coisa a lembrar é: um relacionamento está fadado a ser amargo se ele surgiu da infelicidade.

Primeiro seja feliz, seja alegre, seja festivo e então você encontrará alguma outra alma festiva e haverá um encontro de duas almas dançantes e uma grande dança irá surgir disso.

Não queira um relacionamento por causa da solidão, por causa de carência, isso não. Assim você estará indo na direção errada. Então o outro será usado como um meio e o outro usará você como um meio. E ninguém quer ser usado como um meio! Cada indivíduo único é um fim em si mesmo. É imoral usar alguém como um meio.

Primeiro aprenda a estar só e pleno. Meditação é o caminho para estar plenamente só.

Se você puder ser feliz quando você está só, você aprendeu o segredo de ser feliz. Agora você pode ser feliz acompanhado. Se você é feliz, então você tem alguma coisa para compartilhar, para dar. E quando você dá, você recebe; não é de outra maneira. Assim surge a necessidade de amar alguém.

Geralmente a necessidade é de ser amado por alguém. É a necessidade errada. É uma necessidade infantil; você não está maduro. É uma atitude infantil.

Uma criança nasce. Naturalmente, a criança não pode amar a mãe; ela não sabe o que é amar e ela não sabe quem é a mãe e quem é o pai. Ela está totalmente desamparada. Seu ser ainda está para ser integrado; ela ainda não está reunida. Ela é somente uma possibilidade. A mãe precisa amar, o pai precisa amar, a família precisa banhar a criança com amor. Agora ela aprende uma coisa: que todos têm que amá-la. Ela nunca aprende que ela precisa saber amar. Agora a criança irá crescer e se ela permanecer presa nessa atitude que todo mundo tem que amá-la, ela irá sofrer por toda sua vida. Seu corpo cresceu, mas sua mente permaneceu imatura.

Uma pessoa madura é aquela que chega a conhecer a necessidade do outro: que agora tenho que amar alguém.

A necessidade de ser amado é infantil, imatura. A necessidade de amar mostra maturidade.

E quando você está preparado para amar alguém, uma bela relação irá surgir; de outra maneira não.

”É possível que duas pessoas numa relação sejam más uma para com a outra”?

Sim, isso é o que está acontecendo por todo o mundo. Ser bom é muito difícil. Você não é bom nem para si mesmo. Como você pode ser bom para outra pessoa?

Você nem mesmo tem amor próprio! Como você pode amar outra pessoa? Ame a si mesmo, seja bom para si.

Os seus assim chamados santos têm ensinado a você a nunca ter amor próprio, para nunca ser bom para si mesmo. Seja duro consigo mesmo! Eles têm ensinado isso a você, a ser gentil e delicado para com os outros e duro para consigo. Isso é um absurdo.

Eu ensino a você a primeira e mais importante coisa é ser amoroso consigo. Não seja duro; seja gentil e delicado com você mesmo. Cuide de si. Aprenda como se perdoar, cada vez mais, de novo e de novo; sete vezes, setenta e sete vezes, setecentas e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar-se. Não seja duro; não seja antagônico com você. Assim você irá florescer.

Nesse florescimento você atrairá alguma outra flor. Isso é natural. Pedras atraem pedras; flores atraem flores. Assim há uma relação que possui graça, que possui beleza, que possui uma bênção nela. Se você puder achar uma relação assim, seu relacionamento crescerá para ser uma prece; seu amor se tornará um êxtase e através do amor você conhecerá o que é divino.

Osho, Ecstasy: The Forgotten Language, Discurso #2

Para continuar lendo em ingles, click aqui


Via: Semelhante atrai semelhante OSHO Meditation – Mindfulness and the Science of the Inner

COMO AS ENERGIAS DA ASCENSÃO ESTÃO ATUANDO EM NOSSO PLEXO SOLAR…

plexo solar

O CHAKRA DO UMBIGO

Por Elsa Farrus
em 28 de fevereiro de 2016

.

Por que estamos com o digestivo tão agitado?

O umbigo é o centro do chakra umbilical. É o centro do start do plexo, o que os antigos chamavam de estrela do plexo solar que contém diversos chakras em seu interior. O chakra umbilical é um vórtice de energia rotacional.

A união da energia entrante que nos une com o nosso ser solar e que está mais ou menos conectada conosco em função do quanto amamos a nós mesmos e respeitamos nosso corpo físico e o plano de vida de nossa alma em equilíbrio com o Akasha.

Ou seja, a capacidade de estar desenvolvendo nossa vida autêntica.

É ele que transforma as forças do prana e dos corpos sutis em frequências de energia que vão se relacionar com o corpo físico e certas qualidades da mente que são essenciais para a saúde mental.

O chakra do umbigo é bem conhecido como o centro do bem-estar físico. Em algumas culturas se medica com ele, para reforçar os tantiens (na perspectiva chinesa é a área de energia que se encontra três dedos abaixo do umbigo – e também mar de energia). Intuitivamente cada um sabe que está relacionado com a fonte de energia vital.

Durante a gravidez, a mãe nos alimenta pelo cordão umbilical e quando este é cortado, nós nos nutrimos energeticamente pelo cordão de luz que nos une ao ser solar, foi a nossa maior fonte de energia e limpeza. E continua sendo, só que não estamos conscientes dele, ele regula toda a entrada das experiências físicas, emocionais, vitais, sexuais, tudo que vive o nosso ser é incorporado em nós através deste chakra e elabora uma resposta em união com nosso ser solar.

À medida que o chakra umbilical se desenvolve em equilíbrio com os outros chakras, os traços de personalidade associados com ele mudam.

Se estivermos bem unidos em equilíbrio, não há doenças mentais e se nos negarmos no desejo do outro, debilitamos e começam as doenças e as patologias mentais.

A consciência e a realidade da pessoa variam em função deste chakra, ele elabora as respostas do que nos acontece quando vivemos uma experiência. Por isso quase todas as manipulações são colhidas neste chakra em forma de cordões energéticos que vão direto para o cordão de luz do chakra do umbigo. E sem o fluxo da energia umbilical, sem a habilidade de gerar e liberar esta energia, a pessoa se apega à sua realidade de estar centrada em si mesma e não se abrirá a nenhuma visão externa. Chegando a desenrolar uma distorção da realidade: depressões, medos, dependências emocionais, sexuais, vícios, etc..

O chakra do umbigo está associado com o elemento fogo. Gera calor e regula a digestão. E os antigos também o associavam com a capacidade de materializar as coisas, de dar forma ao fogo sagrado do terceiro chakra. Diziam que transformava o vapor da alma em matéria.

Por isso ele pode nos levar a ter uma grande vontade de desenvolvermos como família ou nos autodestruirmos.

Então poderíamos dizer que o chakra do umbigo nos dá a capacidade de romper e criar hábitos.

Quando enfocamos em disciplinas energéticas como reiki, meditação, mantras, ioga, etc., os canais chamados de cordões de prata e de ouro que correm desde a base da coluna para a glândula pituitária e finalmente para a glândula pineal, receberão toda a informação do cordão de luz que entra pelo chakra do umbigo e se funde em energia com o Prana.

MAS MUITAS PESSOAS NESTE PORTAL E NOS ÚLTIMOS MAIS RECENTES SENTEM PROFUNDAS NÁUSEAS OU TRANSTORNOS DIGESTIVOS.

Porque a energia entrante dos corpos sutis é maior, cada vez maior, ou, como dizem nas canalizações e textos antigos, a Ascensão planetária consiste na fusão de todos os corpos, os sutis e o físico, o ser solar e a encarnação presente.

Por isso, em cada portal a intenção é ajustar o máximo possível para nós, e nos mostrar através do digestivo os bloqueios e as energias de que diariamente não somos conscientes que não fluem ainda, e em troca, os dias de portal ou de solstício ou de tormenta solar nos mostram como ainda estamos afastados de nós mesmos.

Muitas pessoas estão fazendo muito bem as coisas e ainda assim seu digestivo está no limite, ou engordam sem comer (isso acontece comigo, quando não estou atenta ao meu descanso, etc.). Inclusive ataques de soluço ou diarreia, segundo as conversas que elas têm no seu ambiente.

Tudo que fazemos a partir do pensamento, a palavra, a emoção, o gesto, emite uma vibração e esta vibração é captada pelo Hara, na parte inferior do chakra do umbigo e se funde no plexo para que elaboremos uma resposta, e se não estamos em nossa vida, no que nascemos para fazer e não no que outros nos têm obrigado a fazer ou, em ocasiões, nos equivocamos e se complica nossa realidade, e deixamos para trás nossas ilusões pelo bem maior… se tudo isso acontece por um longo período, o ser solar não pode se fundir conosco e do mesmo modo o que antes nos deixava doente ou bloqueava, agora Não.

Porque agora não somos nós quem decide, é a nossa alma, nosso ser solar que realmente dirige a tomada do comando, como acertamos antes de nascer, todos nós escolhemos estar em Gaia neste período, encher de luz nosso corpo físico e nos transformar em consciência para renascer ou morrer, para compreender e curar e ascender, ou para compreender a partir da cura psiquiátrica se estivermos tão afastados do propósito de vida.

Se estivermos com o digestivo cheio de alguma coisa, não poderemos fundir com a vibração do ser solar.

O ser solar é físico, a vibração é física, a luz também, mas sua matéria é mais sutil, não a sentimos tanto, os corpos de luz já se desenvolveram, mas agora a vibração que passa por eles, nós a experimentamos muito física, cada vez mais e mais física. Por isso, todos os transtornos digestivos, estomacais e do plexo, ou a ira e polaridade máxima de emoções que alguns experimentam, para que nos centremos no cuidado de nós mesmos, que é o nosso compromisso.

Alimentação, sono, vibração, alegria e paz, são as chaves deste chakra. A ascensão não é um processo de iluminação mais à frente, e sim, a fusão de nosso ser livre de tóxicos de todo tipo com a energia do ser solar.

Por isso, ao aumentar a frequência de luz, nos mostram o que não ocorre, que não pode ocorrer e que há emoções e experiências para revisitar, para equilibrar, para curar e, sobretudo, para liberar.

Seja pela medicina, por alimentação, por meditação, pelos registros, pela consciência, não importa, mas se esquecemos de nós mesmos, este centro nos relembra cada vez mais rapidamente e mais intensamente.

A união plexo, chakra da raiz e a pineal formam uma unidade, por isso quando estamos intoxicados por emoções, relações, alimentos e destruição ou esquecimento do físico, nos afeta até a visão, ou noa dá tonturas, porque se corta o fluxo natural da espiral de energia.

Não procuremos sinais mais longínquos, os primeiros sinais estão no físico, e o propósito deste planeta é encontrar a felicidade da vida em si mesmo, por mais duras que tenham sido as realidades vividas, porque viemos de uma unidade de alma, nascemos em uma dualidade da terra e renascemos em nosso interior quando crescemos em consciência e compreendemos o por quê… de tudo que se viveu e como todos os protagonistas de nossa vida serviam a um plano, a um roteiro, o roteiro de nossa alma, para crescer como seres de luz.

Só que nesta encarnação, podemos alcançar esta informação, compreensão e transformação sem a nossa morte física, somente a partir da Consciência, a consciência é a fusão física dos corpos sutis e o físico mais denso, em concretização da realidade, ou seja, em um corpo só, essa unidade será a chave através do plexo solar para fundirmos com a unidade nos outros planos de consciência.

Tenhamos ânimo todo esse ano, todo o ano, para regularmos, quase uma vez por semana, e assim vamos nos recarregar para enfrentar os assuntos pendentes que nos desequilibram a energia pessoal e assim podermos ir nos calibrando.

Um abraço apertado, Elsa.

.


Fonte: Ascension Gaia | El chacra del ombligo
Tradução: Blog Sintese http://blogsintese.blogspot.com.br

Via: SINTESE: O CHAKRA DO UMBIGO

 

RELAÇÕES CÁRMICAS, RELACIONAMENTOS CURADORES E UNIÃO DE ALMAS GÊMEAS…

Almas Gemeas_Nequitz

Relacionamentos na Nova Era

Jesus

Jeshua

Através de Pamela Kribbe

 

Esta canalização foi apresentada ao vivo, no dia 5 de fevereiro de 2006, em Oisterwijk, Holanda. O texto falado foi ligeiramente modificado para facilitar a leitura.

Queridos amigos,

É com muita alegria e felicidade que estou hoje aqui com vocês. Minha energia flui entre vocês e, como vocês podem sentir, isto não é uma palestra no sentido tradicional. Eu estou passando uma certa energia (além das informações) e vocês fazem parte disto, tanto quanto Pamela e Guerrit. Aos estarmos juntos aqui, nós criamos um campo ou vórtice de energia nesta sala, nesta abertura para a Terra. Portanto, este lugar é sagrado. Qualquer lugar onde pessoas – anjos em corpos humanos – se reúnem e se unem na intenção de semear sua luz na Terra, o solo torna-se sagrado.

Eu gostaria de falar brevemente alguma coisa sobre o fenômeno da “canalização”, que se tornou tão popular ultimamente. Todos vocês conhecem o conceito de “prana”, que é empregado na ioga e na filosofia oriental. Prana é uma energia espiritual que vocês levam para dentro de si a cada inspiração. A idéia é que vocês não respiram simplesmente oxigênio quando inspiram, mas também uma energia de força vital, uma energia cósmica que ultrapassa o físico e que os capacita a viver. Agora, o que eu queria pontuar é o seguinte: assim como todo mundo inala prana junto com o oxigênio ao respirar, todo mundo canaliza continuamente a seu próprio modo. A canalização não é reservada para poucas pessoas com dons especiais. A canalização é a coisa mais natural do mundo. Vejam, vocês não podem viver sem a energia cósmica. Vocês não podem existir, viver e se desenvolver sem inspirar a energia cósmica. Assim como vocês não podem viver apenas com oxigênio, vocês também não podem funcionar – nem mesmo de uma forma básica – sem alguma conexão com a energia cósmica, que é o seu lar. Terra e cosmos, oxigênio e prana, ambos são necessários para que vocês se manifestem completamente como seres humanos na realidade terrena.

Na primeira canalização desta nova série, Eu os chamei de porteiros, aqueles que abrem a porta para que mais Luz entre na Terra. Mas vocês também são os construtores de pontes, aqueles que fazem a intermediação entre os reinos cósmico e terreno, aqueles que canalizam a energia cósmica para a Terra. Isto é uma coisa que vocês realmente fazem e que vocês precisam fazer para se sentirem felizes, úteis e saudáveis. Vocês estão canalizando sempre que usam a sua intuição, sempre que se aprofundam em si mesmos e percebem como as coisas são para vocês e como vocês gostariam de modificá-las. Nesses momentos, vocês formam um canal com o seu Eu Superior, e conectam-se com a sabedoria dos reinos não terrenos, cósmicos, que poderão ampará-los para que alcancem seus objetivos aqui na Terra. Todos vocês canalizam de alguma forma para se re-alinharem com seu Eu Superior que está fora do espaço e do tempo.

Hoje vamos compartilhar nossas energias e nos unir para canalizar a energia cósmica que está tentando encontrar seu caminho para a Terra nesta Nova Era. A Nova Era não é mais uma visão do futuro. Ela já está se manifestando na vida diária de inúmeros indivíduos. Se vocês lerem os jornais e observarem as notícias, poderá parecer que o momento ainda não está maduro. Mas o despertar proporcionado pela Nova Era começa no nível individual, não no nível dos governos, instituições e organizações. É no dia-a-dia de cada um que um novo fluxo de energia se apresenta. É o fluxo do seu coração que os convida e lhes pede que vivam e ajam de acordo com a sua luminosidade e sabedoria. É assim que se dá o nascimento da Nova Era, através de indivíduos comuns que prestam atenção aos sussurros do seu coração. Espiritualmente, as fundações de qualquer mudança ou transformação são sempre construídas no nível individual. A energia que é despertada em seus corações gradualmente encontrará seu caminho para as instituições e organizações que ainda conservam o velho paradigma da consciência baseada no ego. Velhas fortalezas de poder ruirão, não pela violência mas pela suave energia do coração. Se o coração tomar o comando, haverá um colapso do velho, não sob a pressão do poder e da violência, mas sob a pressão do amor.

RELACIONAMENTOS NA NOVA ERA

Nesta Nova Era, os relacionamentos passam por uma grande transformação. Os relacionamentos quase sempre são a fonte das suas emoções mais profundas, indo desde a maior alegria até a profunda agonia. Nos relacionamentos, vocês podem se conscientizar de uma dor interna que é essencialmente muito mais antiga do que o próprio relacionamento, mais antiga até que a sua existência humana.

Nesta era, vocês são convidados, e muitas vezes desafiados, a chegar a uma autocura na área dos relacionamentos. Graças à nova energia que agora se apresenta, é possível transformar os elementos destrutivos de um relacionamento em um fluxo de energia positivo, equilibrado, entre vocês e a outra pessoa. No entanto, cura e transformação pessoal também podem significar que vocês terão que abandonar relacionamentos nos quais vocês não possam se expressar apropriadamente. Com freqüência isto significa que, mesmo que vocês amem muito uma pessoa, vocês terão que lhe dizer adeus, porque o caminho interior de cada um leva-o para um lugar diferente. Quer isso leve à renovação ou à dissolução de um relacionamento, todos vocês são desafiados a encarar as questões mais profundas na área das ligações pessoais. O chamado do coração, da energia baseada no coração que caracteriza a Nova Era, entrou no seu dia-a-dia e vocês não podem mais evitar a nova energia.

Para explicar porque os relacionamentos podem machucá-los tanto e virar a vida de vocês de cabeça para baixo, Eu gostaria de falar algumas coisas a respeito de uma dor antiga que vocês carregam dentro da sua alma. É uma dor muito antiga, muito mais antiga do que esta vida, mais antiga ainda do que as suas vidas anteriores na Terra. Quero levá-los de volta à dor original do seu nascimento como alma.

Houve um tempo em que tudo era inteiro e indiviso. Vocês podem imaginar isto? Permitam que a sua imaginação viaje livremente por uns instantes. Simplesmente imaginem: vocês não estão num corpo, vocês são pura consciência e fazem parte de um vasto campo energético que os envolve de um modo confortável. Vocês sentem que são parte desta unidade e são tratados carinhosa e  incondicionalmente. Sintam como este campo de energia os envolve como um manto imensamente confortável, como uma energia abundantemente amorosa, que lhes permite explorar e se desenvolver livremente, sem jamais duvidar de vocês nem do seu direito intrínseco de ser quem vocês são. Nenhuma ansiedade, nenhum medo. Esta sensação de conforto e segurança constituiu as condições pré-natais, das quais vocês emergiram como almas individuais. Era um útero cósmico. Mesmo que isto esteja remotamente longe do seu atual estado, seus corações ainda anseiam por esta sensação de completude e inteireza, pelo sentimento de absoluta segurança que vocês vivenciaram sob aquele manto de amor e benevolência. A sensação de unidade da qual vocês se lembram era Deus. Juntos, naquele manto de amor, vocês constituíam Deus.

Num determinado momento, dentro dessa consciência divina ou “manto de amor”, decidiu-se criar uma nova situação. É muito difícil colocar isto em palavras humanas, mas talvez vocês possam imaginar que em Deus, essa consciência una, havia um desejo de “algo diferente”, algo além da unidade. Havia, por assim dizer, um desejo de experiência. Quando se está completamente assimilado pela totalidade do puro ser, não se experiencia nada… simplesmente se é. Devido ao êxtase e à total segurança desse estado de ser, havia uma parte de Deus, uma parte dessa consciência cósmica, que queria explorar e evoluir. Esta parte “separou-se de si mesma”.

Vocês são uma parte de Deus. Certa vez a sua consciência concordou com esta experiência de sair da unidade e tornar-se um “eu”, uma entidade em si mesma, uma consciência individual definida. Este foi um grande passo. Do fundo do seu ser, vocês sentiram que isto era uma coisa boa. Sentiram que o anseio por criatividade e renovação era uma aspiração positiva e valiosa. No entanto, no momento em que vocês realmente se separaram do campo da unidade, houve muita dor. Pela primeira vez na sua lembrança, pela primeira vez na sua vida, vocês sentiram uma dor profunda. Vocês foram arrancados de um reino de amor e segurança que tinha sido completamente incontestável para vocês. Esta é a dor do nascimento, à qual Eu me referi. Mesmo nas primeiras experiências intensas de desolação, alguma coisa nas profundezas de si mesmos, lhes dizia que “tudo estava bem”, que esta era a sua própria escolha. Mas a dor era tão profunda, que nas camadas mais externas do seu ser, vocês ficaram confusos e desorientados. E ficou difícil manter-se em contato com o seu conhecimento interior mais profundo, com o nível interno no qual vocês são Deus e sabem que “tudo está bem”.

Eu chamo essa parte atormentada, que surgiu nesse momento, de criança interior. A sua alma, a sua individualidade única, carrega dentro de si os dois extremos – de um lado, o puro conhecimento divino e, de outro lado, uma criança cósmica traumatizada. Esta união de Deus e Criança, de conhecimento e experiência, começou uma longa jornada. Vocês começaram como almas individuais. Vocês começaram a investigar e experienciar como é ser um “eu”, um indivíduo definido.

Deus tinha transformado uma parte dele mesmo em Alma. A alma precisa de experiência para reencontrar as suas origens divinas. A alma precisa estar viva, experimentar, descobrir, autodestruir-se e recriar… sentir quem ela verdadeiramente é, ou seja, Deus. A manifestação como  um ser uno e completo tinha se despedaçado e precisava ser reconquistada pela experiência. Isto, por si mesmo, era uma grande proeza de criatividade. O nascimento da consciência do Eu foi uma espécie de milagre! Ela nunca tinha existido antes.

Com freqüência vocês procuram transcender os limites da individualidade do Eu, para experienciar a integridade e a profunda unidade outra vez. Pode-se dizer que este é o verdadeiro objetivo da sua jornada espiritual. Mas, pensem um pouco: do ponto de vista de Deus, a individualidade do Eu, a separação, é  que constitui o milagre! O estado de ser UM era a situação normal, “como sempre tinha sido”. No milagre de ser uma alma individual, oculta-se uma grande beleza, alegria e poder espiritual. O motivo de vocês não experienciarem isto desta forma, é que vocês ainda estão lutando com a dor do seu nascimento como almas. Em algum lugar nas profundezas do seu ser, ainda ressoa o grito primordial de angústia e sentimento de traição; é a lembrança de ter sido arrancado da sua Mãe/Pai, do onipresente manto de amor e segurança.

Na jornada através do tempo e da experiência, vocês passaram por muitas coisas. Vocês experimentaram todos os tipos de formas. Houve várias encarnações nas quais vocês não tinham a forma de um corpo humano, mas isto não é relevante agora. O que me importa, neste contexto, é que, através de toda essa longa história, vocês foram guiados por dois motivos diferentes. Por um lado, havia o prazer da exploração, criação e renovação, e, por outro, havia a saudade, a sensação de ter sido expulso do paraíso, e uma solidão insuportável.

Através da parte aventureira e progressiva de vocês, da energia que os empurrou para fora do útero cósmico, vocês vivenciaram e criaram muitas coisas. Mas, devido à saudade e à dor do nascimento que vocês carregam dentro de si, vocês também tiveram que lidar com muito trauma e desilusão. Assim, as suas criações nem sempre foram benevolentes. Durante a sua jornada através do tempo e do espaço, vocês fizeram coisas das quais se arrependeram mais tarde. Coisas que vocês poderiam chamar de “ruins” (entre aspas). Da nossa perspectiva, estas ações foram simplesmente o resultado da sua determinação de mergulhar na experiência e se aventurar no desconhecido. Vejam, a partir do momento em que vocês decidem tornar-se um indivíduo, separar-se da unidade incontestável, vocês não podem experienciar apenas a luz. Vocês têm que descobrir tudo de novo. Então, vocês vão experienciar inclusive a escuridão. Vocês vão experienciar tudo que existe, em todos os extremos.

No ponto de evolução em que vocês se encontram atualmente, vocês começam a entender que tudo se mantém ou cai com o poder que adquirem ao abraçarem verdadeiramente o seu Eu. É uma questão de abraçar verdadeiramente a sua própria divindade e, a partir dessa autoconsciência, vivenciar alegria e abundância. No instante do seu nascimento cósmico, no momento em que vocês foram envolvidos pela desolação e a dor, vocês começaram a se sentir pequeninos e insignificantes. A partir desse momento, vocês começaram a procurar alguma coisa que pudesse salvá-los – um poder ou força fora de vocês, um deus, um líder, um parceiro, um filho, etc… No processo de despertar que vocês estão vivenciando agora, vocês compreendem que a segurança essencial que vocês estão buscando não vai ser encontrada em nada que esteja fora de vocês, seja num dos pais, num amante, ou em um deus. Por maior que seja a intensidade com que esse desejo ou saudades seja disparado em um determinado relacionamento, vocês não encontrarão esta segurança básica nele, nem mesmo no seu relacionamento com Deus.

Pois o Deus no qual vocês acreditam – o Deus que lhes foi legado pela sua tradição e que ainda influencia intensamente a sua percepção – é um Deus que está fora de vocês. É um Deus que programa as coisas por vocês, que traça o caminho para vocês. Mas este Deus não existe. Vocês são Deus, vocês são a parte criativa de Deus que decidiu seguir o seu próprio caminho e experienciar as coisas de uma forma totalmente diferente. Vocês tinham certeza que conseguiriam curar-se da sua ferida primordial do nascimento.

Pode-se dizer que essa energia expansiva de exploração e renovação é uma energia masculina, enquanto a energia da unificação, da união, a energia do Lar, é feminina. Estas duas energias pertencem à essência de quem vocês são. Como almas, vocês não são nem masculinos nem femininos. Essencialmente, vocês são ambos – masculino e feminino. Vocês começaram a sua jornada com esses dois ingredientes. E agora chegou o momento de permitir que eles trabalhem juntos em harmonia, o que significa vivenciar verdadeiramente a totalidade no seu ser. Depois de terem negado a sua própria grandeza por tanto tempo, finalmente vocês vão começar a tomar consciência de que não há outra alternativa senão a de ser o Deus que vocês estão procurando.

Este é o último passo que vocês têm que dar em direção à iluminação: compreender que vocês são o Deus pelo qual vocês imploram. Não existe nada fora de vocês que possa levá-los ao âmago do seu próprio poder, à sua totalidade. Só vocês mesmos podem fazer isso; vocês são Deus e sempre foram! Vocês sempre estiveram esperando por vocês mesmos.

Acender esta chama de autoconsciência dentro de vocês lhes traz tanta alegria, uma sensação tão profunda de volta ao lar, que põe todos os seus relacionamentos dentro de uma nova perspectiva. Por exemplo, vocês se preocupam menos com o que as outras pessoas lhes dizem. Se alguém os critica ou duvida de vocês, vocês não consideram isso como algo pessoal. Vocês se sentem menos atingidos ou ansiosos para reagir. Vocês deixam isso passar com mais facilidade, e desaparece a necessidade de se defenderem – tanto para si mesmos quanto para a outra pessoa. Se vocês são facilmente abalados emocionalmente pelo que outra pessoa pensa de vocês, isso indica que existe uma desconsideração por si mesmos, que faz com que vocês dêem crédito às opiniões negativas dos outros. Este falta de apreço por si mesmos não se resolve procurando um conflito com os outros, mas só voltando-se para o seu próprio interior e entrando em contato com suas feridas emocionais internas, pois elas são muito mais antigas do que esse momento específico de rejeição.

De fato, todas as dores de rejeição, todas as dores de relacionamentos, têm origem na dor primordial, na dor ainda não curada do nascimento. Pode parecer que Eu estou dando um passo muito grande aqui, pois existem vários tipos de situações complexas nos relacionamentos, que parecem indicar que a causa está mais próxima. Pode lhes parecer que a sua dor é causada por algo que o seu parceiro/a fez ou não fez. Pode lhes parecer que alguma coisa externa a vocês está causando a dor. Mas deixem que Eu lhes diga: basicamente vocês estão trabalhando na cura de uma dor antiga que está dentro de vocês mesmos. Se vocês não estiverem conscientes disto, vocês podem facilmente se enredar em problemas de relacionamentos, que podem ser extremamente dolorosos.

Especialmente em relacionamentos entre homem e mulher (relacionamentos amorosos), vocês freqüentemente tentam forjar uma espécie de unidade e segurança entre ambos, que lembra o estado primordial de unidade do qual vocês têm uma vaga lembrança. Subconscientemente, vocês tentam recriar a sensação de estar confortavelmente envolvidos em um manto de amor e aceitação incondicionais. Existe uma criança dentro de cada um de vocês, que está chorando por essa aceitação incondicional. No entanto, se essa criança coloca seus braços ao redor da (parte) criança do seu parceiro/a, isto muito freqüentemente resulta num controle sufocador, que bloqueia a auto-expressão genuína de ambos os parceiros.

O que acontece é que vocês se tornam emocionalmente dependentes e sempre vão precisar do amor ou da aprovação de outra pessoa para o seu bem estar. Dependência sempre acaba se transformando em questões de poder e controle, pois precisar de uma pessoa é o mesmo que querer controlar o comportamento dela. Este é o começo de um relacionamento destrutivo. Desistir da sua própria individualidade num relacionamento, guiados por um anseio subconsciente pela unidade absoluta, é destrutivo tanto para vocês mesmos quanto para a outra pessoa.

O verdadeiro amor entre duas pessoas mostra dois campos de energia que podem funcionar em completa independência um do outro. Cada um deles é uma unidade em si mesmo e se conecta com o outro na base da unidade. Em relacionamentos nos quais os parceiros dependem um do outro, encontramos um esforço não coordenado por uma “totalidade orgânica”: um não querendo ou não sendo capaz de funcionar sem o outro. Isto leva a um entrelaçamento de energias que pode ser observado no campo áurico de ambos como cordões, através dos quais os parceiros alimentam um ao outro. Eles se alimentam com as energias adicionais de dependência e controle. Este tipo de entrelaçamento de energia indica que vocês não se responsabilizam por si mesmos, que vocês não encaram a antiga ferida da alma que só vocês mesmos podem curar. Se vocês simplesmente se voltassem para essa dor mais profunda e assumissem a responsabilidade por si mesmos, veriam que vocês não precisam de ninguém mais para ser completos, e se libertariam do aspecto destrutivo do relacionamento.

RELAÇÕES CÁRMICAS

Neste contexto, Eu gostaria de dizer alguma coisa sobre “relacionamentos cármicos”. Com isso, Eu me refiro a relacionamentos entre pessoas que se conheceram em outras vidas e que experimentaram emoções intensas, um em relação ao outro. A característica de um relacionamento cármico é que os parceiros carregam emoções não resolvidas dentro de si, tais como culpa, medo, dependência, ciúme, raiva ou algo do tipo. Devido a essa “carga” de emoções não resolvidas, eles se sentem atraídos um ao outro em uma outra encarnação. O objetivo do reencontro é proporcionar uma oportunidade para se resolver o problema em questão. Isto acontece recriando-se o mesmo problema em um curto espaço de tempo. Quando eles se conhecem, os “jogadores” cármicos sentem uma compulsão de estar mais perto um do outro, e depois de algum tempo, eles começam a repetir os padrões emocionais dos seus antigos papéis. Então, o palco está armado para que ambos enfrentem um antigo problema de novo e talvez lidem com ele de uma forma mais iluminada. O propósito espiritual do reencontro, para ambos os parceiros, é que eles façam escolhas diferentes das que fizeram naquela vida passada.

Vou lhes dar um exemplo. Imaginem uma mulher que, numa vida passada, teve um marido que era muito possessivo e dominador. Ela aceitou isso durante algum tempo, mas chegou um ponto em que ela decidiu que já era o bastante e terminou o relacionamento. Um pouco mais tarde, o marido se suicida. A mulher sente remorsos. Ela acredita que é culpada – será que ela não deveria ter lhe dado mais uma chance? Ela carrega essa sensação de culpa consigo pelo resto da sua vida.

Então eles se encontram de novo em uma outra vida. Existe uma estranha atração entre eles. No começo, o homem é excepcionalmente charmoso e ela é o centro das atenções dele. Ele a adora. Eles começam um relacionamento. Desse momento em diante, ele se torna cada vez mais ciumento e possessivo. Ele suspeita de adultério por parte dela. Ela fica brava e aborrecida por ser acusada de algo que ela não fez, mas também sente uma estranha obrigação de ser tolerante e lhe dar uma outra chance. “Ele é um homem ferido” – ela pensa – “e não pode evitar esse medo de ser abandonado. Talvez eu possa ajudá-lo a superar isso.” Ela justifica seu próprio comportamento desta forma, mas na verdade ela permite que os seus limites pessoais sejam violados. O relacionamento afeta negativamente a sua auto-estima.

A escolha mais libertadora para essa mulher seria romper esse relacionamento, nesse instante, e seguir seu próprio caminho sem sentimentos de culpa. A dor e o medo que o seu marido sente não são responsabilidade dela. A dor dele e o sentimento de culpa dela levam-nos a um relacionamento destrutivo. O relacionamento deles já estava emocionalmente carregado por causa de uma outra vida. A razão para um novo encontro é que a mulher deve aprender a deixar as coisas acontecerem sem sentimentos de culpa, e que o homem deve aprender a se sustentar emocionalmente por si só. Então, a única solução verdadeira é romper o relacionamento. A solução para o carma da mulher é abandonar o seu sentimento de culpa finalmente. O “erro” que ela cometeu na sua vida passada não foi ter abandonado o marido, mas ter se sentido responsável pelo suicídio dele. A partida da sua esposa, nesta vida, faria o marido se confrontar outra vez com a sua própria dor e medo e lhe ofereceria a oportunidade de encarar suas emoções em vez de fugir delas.

Um encontro carmático pode ser reconhecido pelo fato de que a outra pessoa imediatamente lhes parece estranhamente familiar. Com muita freqüência há também uma atração mútua, uma urgência “no ar”, que os impulsiona a estar juntos e descobrir um o outro. Se a oportunidade estiver disponível, essa forte atração poderá se transformar num relacionamento amoroso ou numa intensa paixão. As emoções que vocês experimentam podem ser tão avassaladoras, que vocês pensam que encontraram a sua alma gêmea. No entanto, as coisas não são o que parecem. Sempre haverá problemas em uma relação como essa, que virão à tona mais cedo ou mais tarde. Geralmente os parceiros acabam se envolvendo num conflito psicológico, cujos ingredientes principais são poder, controle e dependência. Desta forma, eles repetem uma tragédia que o seu subconsciente reconhece de uma vida anterior. Numa vida passada, eles podem ter sido amantes, pai e filho, patrão e funcionário, ou algum outro tipo de relacionamento. Mas sempre eles tocaram uma ferida interna profunda do outro, através de atos de infidelidade, abuso de poder ou, de um outro lado, uma afeição muito forte. Houve um encontro emocional profundo entre eles, que provocou cicatrizes profundas e trauma emocional. É por isso que as forças de atração, assim como as de repulsão, podem ser tão violentas quando eles se encontram novamente em uma outra encarnação.

O convite espiritual para todas as almas que estão enredadas desta forma é que cada um deixe o outro ir e se torne uma “entidade em si mesma”, livre e independente. Relacionamentos cármicos, como os que acabo de mencionar, quase nunca são duradouros, estáveis e amorosos. São relacionamentos muito mais destrutivos do que curadores. Com muita freqüência, o propósito básico do encontro é que ambos consigam se desapegar do outro. Isto é algo que não pôde ser feito em uma ou mais vidas passadas, mas agora existe uma nova oportunidade para que cada um libere o outro com amor.

Se vocês se encontram em um relacionamento caracterizado por emoções intensas e que evoca muita dor e tristeza, mas do qual vocês não conseguem se libertar, por favor entendam que nada os obriga a ficar com a outra pessoa. Inclusive, percebam que é muito mais freqüente que as emoções intensas estejam relacionadas com dor profunda do que com amor mútuo. A energia do amor é essencialmente calma e pacífica, alegre e inspiradora. Não é pesada, cansativa nem trágica. Se um relacionamento adquire estas características, é hora de abandoná-lo, ao invés de tentar “trabalhar nele” mais uma vez.

Algumas vezes, vocês se convencem de que precisam ficar juntos porque “compartilham o mesmo carma” e precisam “resolver algumas questões juntos”. Vocês utilizam a “natureza do carma” como um argumento para prolongar o relacionamento, enquanto vocês dois estão sofrendo imensamente. Na verdade, vocês estão distorcendo o conceito de carma aí. Vocês não resolvem um carma juntos: o carma é uma coisa individual. O carma que está em jogo em relacionamentos, como os mencionados anteriormente, geralmente requer que vocês se desapeguem completamente um do outro, que vocês se afastem de tais relacionamentos, para que possam experienciar que vocês são completos em si mesmos. Repito: resolver um carma é algo que cada um faz sozinho. Uma outra pessoa pode tocar ou disparar algo em vocês que cria bastante drama entre ambos. Mas a tarefa e o desafio exclusivos de cada continuam sendo lidar com a sua própria ferida interna e não com as questões da outra pessoa. Cada um tem responsabilidade apenas por si mesmo.

É importante entender isto, porque esta é uma das principais armadilhas nos relacionamentos. Vocês não são responsáveis pelo seu parceiro e ele não é responsável por vocês. A solução dos seus problemas não está no comportamento da outra pessoa. Muitas vezes, vocês ficam tão ligados à criança interior do seu parceiro – à parte emocionalmente ferida de dentro dele – que sentem que vocês é que têm que resgatá-la. Ou o seu parceiro pode estar tentando fazer o mesmo com vocês. Mas isto não vai funcionar, porque vocês estarão reforçando a sensação de impotência e o sentimento de vítima da outra pessoa, quando, em última análise, seria mais proveitoso se vocês fixassem os limites e cada um se mantivesse por si mesmo. Esta é a condição mais importante para um relacionamento verdadeiramente satisfatório.

RELACIONAMENTOS CURADORES

Existem relacionamentos curadores e destrutivos. Uma característica dos relacionamentos curadores é que os parceiros respeitam um ao outro como ele é, sem que um tente mudar o outro. Eles sentem muito prazer na companhia do outro, mas não se sentem inquietos, desesperados ou sós quando o outro não está por perto. Neste tipo de relacionamento, cada um oferece compreensão, amparo e encorajamento ao seu ente querido, sem tentar resolver os problemas dele. Existe liberdade e paz nesse relacionamento. É lógico que pode haver desentendimentos, de vez em quando, mas as emoções que eles provocam têm vida curta. Os dois parceiros estão preparados para perdoar. Existe uma conexão entre seus corações e, como resultado disso, eles não tomam as emoções e os erros do outro como algo pessoal. Como isso não atinge uma camada mais profunda de dor, eles não lhe dão tanta importância. Emocionalmente, ambos os parceiros são independentes. Eles não retiram sua força e bem-estar da aprovação ou da presença do seu parceiro. Um não preenche um vazio na vida do outro, mas lhe acrescenta algo novo e vital.

Em um relacionamento curador, os parceiros podem inclusive se conhecer de uma ou mais vidas passadas. Mas, nestes casos, raramente existe uma carga emocional cármica como a descrita acima. Essas duas almas podem ter se conhecido numa vida passada de uma forma essencialmente encorajadora e sustentadora. Como amigos, parceiros ou como pai e filho, eles reconheceram um ao outro como companheiros de alma. Isso cria um laço indissolúvel entre ambos através de várias vidas.

Darei um outro exemplo. Um jovem cresce numa família pobre em algum lugar na Idade Média. Ele é bondoso e sensível por natureza e não se adapta muito bem ao seu ambiente. Sua família é formada por pessoas que trabalham duro, pessoas um tanto rudes, que dão pouca importância à sua natureza sonhadora e nada prática. Quando ele já está crescido, ele entra para um mosteiro. Ele também não é feliz lá, porque a vida é rigidamente regulamentada e não existe calor humano nem companheirismo entre as pessoas que vivem lá. No entanto, há um homem ali que é um pouco diferente. É um padre, que tem um posto elevado, mas que não tem nenhum ar de autoridade e que está realmente interessado nele. De vez em quando, ele lhe pergunta como as coisas estão indo e lhe dá algumas tarefas agradáveis, como jardinagem. Cada vez que eles olham um para o outro, existe uma sensação de reconhecimento, algum tipo de afinidade entre eles. Há uma conexão silenciosa que vem do coração. Embora eles não se encontrem sempre nem conversem muito, o padre é uma fonte de esperança e encorajamento para o jovem.

Numa encarnação posterior a essa, esse homem é uma mulher. Mais uma vez, ela tem uma natureza bondosa e sonhadora. Ela tem dificuldade para se manter sozinha. Quando se torna adulta, ela se vê atolada num casamento com um homem muito autoritário e dominador. No começo, ela foi atraída pelo seu notável e poderoso carisma, mas mais tarde ela percebe o quanto o domínio dele a restringe e oprime. Entretanto, ela acha muito difícil libertar-se dele. No seu trabalho, algumas vezes ela menciona essa questão para um colega, um homem um pouco mais velho que ela. Ele a encoraja a se manter por si mesma e permanecer fiel às suas próprias necessidades. Cada vez que ela conversa com ele, ela sabe intuitivamente que ele está certo. Aí, depois de muito conflito interior, ela acaba se divorciando do marido. Então, o contato com aquele colega muda. Ela sente afeição por ele. Ela descobre que ele é solteiro. Ela se sente tão à vontade com ele, que parece que eles se conhecem há séculos. Eles começam um relacionamento, que é afetuoso, relaxado e encorajador para ambos. A simpatia que fluía entre eles numa vida passada, agora toma a forma de um relacionamento satisfatório como marido e mulher.

Isto é um relacionamento curador. A mulher tomou uma decisão essencial ao abandonar o marido e escolher por si mesma. Com isso, ela afirmou a sua independência emocional. Isto criou a base para um relacionamento equilibrado e amoroso com uma alma afim.

ALMAS GÊMEAS

Neste ponto, Eu gostaria de falar alguma coisa sobre o conceito de almas gêmeas, que provavelmente é familiar para vocês. A idéia de almas gêmeas exerce uma profunda atração sobre vocês. No entanto, ele é potencialmente muito perigoso, porque pode ser interpretado de forma a reforçar a dor do nascimento e a dependência emocional em cada um de vocês, em vez de solucioná-las. Isto acontece quando vocês concebem o conceito de almas gêmeas de forma que exista uma outra pessoa que se adapte perfeitamente a vocês e que os torne “completos”. Esta idéia concebe a alma gêmea como a sua “outra metade”. Então vocês assumem que a unidade e a segurança, que vocês tanto desejam, serão encontradas em outra pessoa que combina perfeitamente com vocês.

De acordo com esta noção “imatura” de almas gêmeas, as almas são consideradas como duas metades que, juntas, formam uma unidade. Geralmente, as duas metades são respectivamente masculina e feminina. Então, esta idéia sugere, não só que vocês são incompletos em si mesmos, mas que também são essencialmente “masculinos” ou “femininos”. Provavelmente vocês podem perceber que esta noção de almas gêmeas não é saudável nem curadora, do ponto de vista espiritual. Ela torna vocês dependentes de algo fora de vocês. Ela nega a sua origem divina, que pressupõe que vocês são TUDO, masculino e feminino, e que vocês são inteiros e completos em si mesmos. Ela cria todo tipo de ilusão que os leva para muito longe do Lar. E por “Lar”, Eu quero dizer o seu próprio ser, a divindade do seu Eu. Nenhuma alma é a metade de qualquer outra pessoa.

Almas gêmeas realmente existem, e elas são literalmente o que essa palavra sugere: elas são gêmeas. Elas são almas com a mesma “tonalidade de sentimento” ou vibração, ou – pode-se dizer – com o mesmo momento de nascimento, como é o caso dos gêmeos biológicos. O momento particular de nascimento, esse momento único no tempo e no espaço, contribui para uma carga única de tonalidade de sentimento dentro das almas que nascem. Elas não dependem uma da outra de nenhum modo. Elas não são nem masculinas nem femininas. Mas elas certamente estão sintonizadas uma com a outra, como espíritos aparentados.

Qual é o motivo para a criação de almas gêmeas? Por que elas existem? Ah… vocês geralmente pensam que a razão de ser de alguma coisa é o processo de aprendizado e seus efeitos. Mas este não é o caso das almas gêmeas. O motivo da existência de almas gêmeas não é aprender alguma coisa. O propósito é simplesmente alegria e criatividade. As almas gêmeas não têm nenhuma função na dualidade. Vocês encontrarão suas almas gêmeas quando estiverem transcendendo a dualidade, quando se identificarem novamente com o Deus dentro de vocês, que é inteiro e indivisível e que é capaz de tomar qualquer forma ou aparência. As almas gêmeas se reencontram na sua jornada de volta ao Lar.

Vamos voltar um pouco ao começo da jornada. No momento em que vocês abandonam o estado de unidade e se tornam indivíduos, vocês entram na dualidade. De repente passa a existir escuridão e luz, grande e pequeno, doente e saudável, etc… A realidade se dissocia. Vocês não têm mais ponto de referência para o que vocês realmente são. No começo, vocês se identificavam como “uma parte do todo”. Agora, vocês são uma parte isolada do todo. Mas, sem o seu conhecimento consciente, vocês são acompanhados por alguém que é igual a vocês, que se parece com vocês tão exatamente como nada mais poderia parecer. Vocês ocupavam o “mesmo lugar” no manto da unidade, tão próximos um do outro, que vocês não sabiam que eram dois, até que nasceram. O que os conecta é algo além da dualidade, algo que antecede a história da dualidade. Isto é difícil de se expressar apropriadamente em palavras, porque desafia a sua definição corrente de identidade, segundo a qual vocês ou são um ou são dois e não podem ser ambos ao mesmo tempo.

Então, vocês dois empreenderam uma viagem, uma longa viagem, através de muitas experiências. Ambos experienciaram os extremos da dualidade, para descobrir gradualmente que a sua essência não se encontra na dualidade, mas fora dela, em algo que é subjacente a ela. Logo que vocês se tornam profundamente conscientes dessa unidade implícita, a sua jornada de volta começa. Pouco a pouco, vocês se tornam menos ligados a coisas externas, como poder, fama, dinheiro ou prestígio. Cada vez mais, vocês compreendem que a chave não é o que vocês experienciam, mas como o experienciam. Vocês criam sua própria felicidade ou infelicidade através do seu estado de consciência. Vocês descobrem o poder da sua própria consciência.

Depois de passarem por todos os altos e baixos da dualidade, há um momento em que vocês encontram a sua alma gêmea. Na energia e aparência da sua alma gêmea, vocês reconhecem uma parte muito profunda de si mesmos, sua essência além da dualidade e, através desse mesmo reconhecimento, vocês começam a entender melhor a si mesmos e tornam-se conscientes de quem vocês realmente são. O seu gêmeo é um ponto de referência para vocês, que os leva para fora das crenças limitadoras com as quais vocês foram alimentados e que vocês assumiram nesta vida e em outras vidas passadas. Vocês se libertam ao enxergarem esse reflexo de si mesmos no seu gêmeo. Isto é como um lembrete e não tem nada a ver com dependência emocional. O encontro entre vocês dois ajuda cada um de vocês a se tornar um indivíduo mais forte e autoconsciente, expressando a sua criatividade e amor na Terra. Esse encontro acelera a sua jornada de volta, já que os ajuda a se elevar a um nível superior de unidade, enquanto conservam e expressam completamente o seu eu, a sua individualidade única.

Em última instância, todos nós somos um. Somos sustentados por uma energia que é universal e está em todos nós. Mas, ao mesmo tempo, existe individualidade em todos nós. A alma gêmea é a ligação entre a individualidade e a unidade. É como um degrau para a unidade. Se vocês se conectam com suas almas gêmeas, consciente e materialmente, vocês provocam a criação de uma coisa nova:- uma terceira energia é gerada a partir da combinação das suas ações. Essa energia sempre ajuda a ampliar a consciência da unidade, numa escala maior do que se fossem somente as duas. Como as almas gêmeas estão no seu caminho de volta ao Lar, elas sentem-se inspiradas a ancorar as energias de amor e unidade na Terra, e fazem isso de uma forma que está de acordo com seus talentos e habilidades únicas. Deste modo, as almas gêmeas adoram construir degraus entre “ser um” e “ser Um”.

Existe uma ligação profunda entre almas gêmeas, mas isto não altera o fato de que elas são unidades completas em si mesmas. A sua união gera amor e alegria e o seu encontro aumenta a criatividade e a auto-realização. Elas apóiam uma à outra, sem cair na armadilha da dependência emocional ou do hábito. O amor entre almas gêmeas não é para que um complete o outro, mas para criar algo novo: em vez de os dois se tornarem um, os dois devem se tornar três.

CURA DA DOR DO NASCIMENTO CÓSMICO

Em algum momento, vocês encontrarão a sua alma gêmea. Por favor, permitam que este conhecimento seja o suficiente para vocês. Tentem não se envolver com esperanças e expectativas que poderiam tirá-los do aqui e agora. O que importa, neste preciso momento, é que vocês compreendam completamente que o amor e a segurança, que vocês tanto desejam, está presente dentro de si mesmos. A chave é compreender que esta absoluta auto-aceitação nunca lhes poderá ser dada por mais ninguém, nem mesmo por sua alma gêmea.

Não apenas nos relacionamentos amorosos, mas também nos relacionamentos entre pais e filhos, existe a tentação de encontrar a unidade absoluta ou a segurança um no outro. Pensem num pai que secretamente deseja que seu filho realize todos os sonhos que ele mesmo não conseguiu concretizar; ou num filho que, já adulto, ainda se prende aos seus pais e os considera como seu porto absolutamente seguro.

É importante que vocês se conscientizem das dinâmicas e motivos por trás dos seus relacionamentos, e curá-los à luz da sua consciência. As suas saudades cósmicas não serão curadas por um relacionamento nem em um relacionamento. Isto será feito apenas por vocês mesmos, através da completa conscientização de quem vocês são, através da percepção da sua própria luz, beleza e divindade. Este é o destino da sua jornada.

Inclusive, vocês não retornarão ao estado de unidade do qual vocês vieram. O “manto de amor” do qual vocês nasceram constituiu o seu estágio embrionário. Agora, vocês estão se tornando deuses amadurecidos. Vocês criarão campos de absoluta segurança e amor a partir dos seus próprios corações e permitirão que outros participem disto, sem nenhuma condição. Esta é a essência de Deus: amor incondicional que irradia, cria e cuida sem nenhuma programação, nem nenhum cálculo.

Agora Eu gostaria de pedir a cada um de vocês que fique em silêncio por alguns instantes e sinta verdadeiramente o seu Eu, o seu ser único em você mesmo. Se estiver rodeado de pessoas, então sinta mais intensamente o seu “Eu”. Incondicionalmente, você é essa parte de Deus. Não é algo que possa ser tirado de você, mas uma presença inegável que É.

E agora sinta como o fato inegável da presença do seu Eu pode ser uma fonte de alegria e força para você. Diga sim para o milagre do seu próprio ser e abrace-o. “Sim, Eu sou Eu. Eu sou separado e único, meu próprio ser. Eu posso me conectar profundamente com outros, mas também me conservar sempre um ‘Eu’.” Você pode pensar que há solidão e desolação, por trás deste fato, mas por favor vá além destes pensamentos e sinta o poder e vitalidade dentro de você. Se você realmente disser “sim” para a sua individualidade, você experimentará confiança e fé em si mesmo. Com base nisto, você criará relacionamentos amorosos, e a solidão e a desolação se dissolverão.

Quando sentimentos de solidão e desolação tomarem conta de você, pegue a sua criança interior no colo. Observe a dor dessa criança. Ela anseia pela total segurança que ela conheceu um dia, como um embrião. Ela quer ver essa segurança refletida no rosto do seu parceiro, no rosto do seu filho, no rosto da sua mãe ou do seu pai, no rosto do seu terapeuta… Então, mostre a essa criança o seu rosto. Para essa criança, você tem o rosto de um anjo. Você tem o poder de curar essa criança da forma mais absoluta que você pode sonhar. Nem Eu, nem nenhum “mestre” é capaz de fazer isto por você. Nós só podemos lhe mostrar a direção. Você mesmo é o seu próprio salvador.

Finalmente, Eu gostaria de convidar todos vocês a sentir a união de todos nós juntos, por uns instantes. Mesmo se vocês não estiverem presentes, se estiverem lendo este material, sintam a nossa conexão. Não focalizem o Eu agora, mas a nossa união, de uma forma bem livre e tranqüila. Sintam a energia, sintam aquilo que nos une. É um anseio pelo estado de totalidade. Agora, imaginem que nós estamos rodeados pela energia mais poderosa que existe, a energia dos seus seres despertos, a energia do anjo dentro de vocês. Vamos inspirar esta energia e vamos nos dar uns minutos para senti-la profundamente dentro de nós.

Obrigado pela sua presença.


Fonte: http://www.jeshua.net/por/ / Jeshua Channelings| Relationships in the New Era
Tradução: Vera Corrêa
Revisão: Luiz Corrêa

Via: Jeshua Channelings Português | Relacionamentos na Nova Era

O TANTRA LEVA VOCÊ DE VOLTA ÀS SUAS ORIGENS, PORQUE É AMOR PURO…

Tantra and Kundalini Activation

OS CAMINHOS DO TANTRA

les femmes jumelles a 800x765.jpg

Por: Prama Shanti

 

O Tantra tem apenas um propósito: a sua Liberdade.

Sim a ideia é que você seja livre de tudo e de todos, e principalmente de você mesmo.

Ninguém pode ser livre se não for livre antes de si mesmo.

Você nasce livre, mas é forjado desde cedo em um molde que a sociedade lhe impõe. É a maior das tiranias, porque lhe forçam a construir sua própria prisão, sem que você se de conta.

Isso é feito porque a sociedade não tolera homens livres, a liberdade é uma ameaça.

Liberdade e felicidade são muito próximas, uma leva à outra.

Na sociedade você também não pode ser feliz, porque aí vai querer ser livre e vai se tornar uma ameaça.

Uma pessoa livre e feliz, não precisa consumir, não precisa de carros ou tênis novos, não suporta trabalhar onde não goste, não interessa à sociedade.

O Tantra lhe leva de volta às suas origens em um trabalho de desconstrução de toda esta opressão.

Tantra é Amor puro, porque o Amor é a energia da Felicidade.

Assim, o Tantra também é uma ameaça à sociedade, e é combatido e deturpado.

Seu primeiro chacra é o raiz ou Muladhara, é a sua base, é por onde você capta a energia magnética da Terra. Está ligado à energia vital, à sobrevivência e ao sexo.

Este é o primeiro alvo da sociedade para lhe manter cativo. Como ele é bloqueado pelo medo, a mídia lhe vende medo em todos os seus veículos, você liga a televisão e recebe medo, em toda parte lhe jogam medo.

Como este chacra é ligado ao sexo, e o sexo é uma das formas de acesso ao divino, a sociedade também deturpa o sexo, para que você não possa usá-lo em liberdade, mas apenas com culpa.

Por isso um dos caminhos do Tantra também passa pelo sexo. São várias fases de aprendizado e prática.

Primeiro você deve conhecer o sexo, pois a sociedade o deturpou e ele não é mais conhecido. Esta é a fase da libertação, onde você aprende a se conhecer, a praticar o sexo sem culpa e com base no amor, até satisfazer os desejos. Vai aprender a se amar verdadeiramente, sozinho e acompanhado.

Na segunda fase você vai aprender a não precisar mais do sexo, vai aprender técnicas superiores que vão lhe permitir atingir estados orgásticos apenas pelo controle da kundalini. Você vai conhecer o sexo não físico, em muito superior ao sexo carnal. Você vai se reconhecer e se amar em muitas dimensões. Não terá mais necessidade do sexo físico, nem de um par.

Na próxima fase você vai voltar ao físico, mas sem precisar dele. Vai voltar pelo afeto, vai aprender que o sexo é apenas uma extensão do amor incondicional. Aqui você poderá praticar o sexo em outras dimensões, será apenas o observador e o ato sexual será entre um Deus e uma Deusa. Vai conhecer o outro e o Todo em uma dimensão diferente de tudo que você já imaginou. Uma dimensão acessada pelo amor incondicional.

Mas porque você precisa do outro e porque voltar ao físico, se já chegou a um estágio tão elevado?
Por que o outro vai lhe permitir a entrega, será o objeto de sua entrega, e quando os dois se fundirem nas dimensões superiores, a entrega será ao Todo. A entrega é importante porque representa a dissolução do Ego, e ela é mais completa quando é feita dentro da dimensão do Ego. A entrega é feita a outro Ego, que depois também se dissolve.

Depois desta fase o casal poderá praticar sem o contato físico, pois já houve a dissolução do ego.
Mais adiante a presença do outro será apenas imaginária, e finalmente será novamente dispensada.

Este é apenas um dos caminhos do Tantra, é um caminho de meditação orgástica centrada no amor, e após estas etapas, o caminhante estará totalmente liberto das amarras tridimensionais. É a liberdade real, do mundo dos desejos, onde o véu das ilusões se dissipa e nos deparamos com o mundo como ele realmente é.

 .

Prama Shanti
Ano da Semente Cristal Amarela
dia 6 da Lua do Desafio
28/08/2017
(sobre a autoria …)

.


Veja mais em: Os Caminhos do Tantra | Prama Shanti

 

SUA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL É ESTAGNADA, ATÉ VOCÊ SUPERAR SEUS MEDOS…

vencendo o medo

As 5 Estratégias Mais Perigosas do Medo

pavor extremo

Por: Dylan Charles

 

Parece que o medo está assumindo o controle. Afinal, ele tem sido uma parte integrante de nossas vidas há tanto tempo até agora, que infelizmente não sentimos a vida normal sem ele.

Costuma-se dizer que se sangrava, queria dizer que o proxeneta do medo era de alguma forma uma parte aceitável do crescimento econômico. Mas, sabemos que existe mais nesta história. Sabemos que o medo é uma ferramenta usada para o controle social. É uma arma de destruição em massa e deterioração em massa da saúde mental. É uma técnica usada para levar a nossa consciência para baixo, nos manter cantarolando e satisfeitos em uma vibração inferior. Ele mantém o cérebro reptiliano no banco do motorista e costuma criar conflitos e caos.

Mais importante ainda, o medo, seja real ou imaginário, nos mantém focados na sobrevivência e segurança, esquecendo que abundância e cooperação são possíveis e muito mais agradáveis.

“O medo começa e termina com o desejo de se sentir seguro. Segurança interna e externa, com o desejo de ter certeza, de permanecer. A continuidade da permanência é procurada em todas as direções, na virtude, no relacionamento, na ação, na experiência, no conhecimento, nas coisas externas e internas. Encontrar segurança e se sentir seguro é o grito eterno. É esta demanda insistente que cria o medo”.
~Jiddu Krishnamurti

Os que ocupam cargos de poder no governo e na mídia sabem disso muito bem. Eles usam o medo para influenciar o comportamento das massas. Eles o apresentam como uma oferta difícil de recusar, dizendo-nos que é bom ter medo, porque, nós temos que nos proteger. Eles usam isto como justificativa para manter o complexo industrial militar sempre em expansão e a guerra Orwelliana permanente. Eles o usam para fabricar o consentimento político e fabricar a tolerância aos incessantes ataques à privacidade e à liberdade.

Este é um beco sem saída: Quanto mais cedemos à tirania do medo, menos seguros estamos. O medo é uma armadilha, a seguir estão cinco truques usados para escravizar você.

1. O Medo Diz Para Você se Indignar e Ceder a Raiva e ao Ódio

Isto é amplamente compreendido, mas vale a pena repetir. Se você não consegue superar o medo, então você está aberto à raiva e ao ódio, o que vemos muito em nosso mundo atualmente. O que raramente é discutido, no entanto, é que o medo é que alimenta a raiva e o ódio e este medo é que desencadeia a agitação e o caos que vemos em nosso mundo.

Yoda, é claro, disse o que é melhor:

“O medo leva à raiva. A raiva leva ao ódio. O ódio leva ao sofrimento”.
~Yoda

2. O Medo Espera que Você Abandone a Racionalidade

Existe uma diferença entre o medo e a cautela. O cuidado é um processo funcional que ocorre no momento presente para nos manter fora do perigo imediato. O medo em questão aqui, é mais como uma forma de arte, um tipo de capacidade refinada da imaginação humana. E a imaginação não precisa de racionalidade.

O medo nos diz para ignorar fatos, estatísticas e experiência direta, e focarmos no hiper, no sensacionalismo e nas mentiras confortadoras. Chama a atenção para o pior dos cenários, por mais ridículos que sejam. Nesta perspectiva, soluções sensíveis aos problemas são praticamente invisíveis, e as opções são mínimas.

3. O Medo Quer Que Você Tente Controlar Coisas Que Estão Além do Seu Controle

“Nós pensamos que estamos fazendo coisas. Mas, a menos que conciliemos nossos medos e motivações inconscientes e subconscientes, somos apenas uma criança em um ônibus com um volante de brinquedo fazendo sons “vroom vroom” com nossa boca. Não temos controle de nada”.
~Aubrey Marcus

Como indivíduo, existe apenas uma coisa neste mundo que controlamos: nós mesmos. Não temos absolutamente nenhum controle sobre os pensamentos e julgamentos de outras pessoas, não temos controle sobre as ações dos outros e não temos controle sobre o desenvolvimento ou o curso dos eventos mundiais. Nós só temos a capacidade de controlar nossos próprios pensamentos, ações e reações, embora, o medo tente nos fazer acreditar de outra forma.

4. O Medo Condiciona a Escolher um Lado ou Seguir um Movimento

Dividir e conquistar funciona como uma estratégia política porque capitaliza o medo ao empurrar as pessoas para grupos e movimentos na tentativa de encontrar segurança. Percebemos isto de uma forma marcante na sociedade atualmente, e à medida que os corações se endurecem e a guerra da retórica se aquece, as pessoas vão achar cada vez mais reconfortante se juntar a um grupo e participar da ação de movimentos. O medo está nos levando a um novo feudalismo, a uma nova divisão.

“Não é preciso nada para se juntar à multidão. Precisa muito para ficar sozinho”.
~Hans F. Hansen

Você tem coragem de ficar sozinho ?

5. O Medo Ordena Que Você Feche o Seu Coração

O ser centrado no coração expressa tudo, menos um sinal de fraqueza. Pelo contrário, é a maneira mais corajosa de ser, pois exige que você seja vulnerável, uma façanha que só é possível quando você abandona totalmente o medo. Mas o medo ordena que você mantenha o coração fechado. Isto lhe diz para fechar o amor em um lugar seguro e protegê-lo com a ferocidade de um leão enjaulado.

Quando o medo subjuga o amor, os seres humanos tornam-se animais selvagens, incapazes de sentir empatia ou de mostrar compaixão.

“Não ceda aos seus medos. Se você fizer isto, não poderá falar com o seu coração”.
~Paulo Coelho

Pensamentos Finais

O medo certamente pode ser um mestre perigoso, mas o que é exatamente isto? Você pode tocá-lo? Você pode vê-lo? Que cor ele tem? É mesmo real, ou realmente é apenas um lapso na disciplina da mente?

O crescimento espiritual fica estagnado até que o medo seja confrontado e superado, no caminho do autodomínio, o medo é a primeira coisa a deixar ir. É a primeira parte desnecessária de você que é afastada da psique e arrastada para a luz das escuras cavidades da mente subconsciente. Ele não serve para o seu bem, e a sua alma sabe disto. Você realmente entendeu isto?

“Como você se reconcilia com o seu subconsciente? Reserve um tempo para ouvi-lo sussurrar para você, e depois levá-lo a expandir sua consciência. Como você pode ficar quieto? Meditação, yoga, respiração, dança extática, plantas medicinais, tempo na natureza… existem muitas maneiras, até caminhar na montanha”.
~Aubrey Marcus

©Dylan Charles
WAKING TIMES

 


Fonte: WAKING TIMES | THE 5 MOST DANGEROUS DEMANDS OF FEAR
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: As 5 Estratégias Mais Perigosas do Medo | A Luz é Invencível

 

ALINHANDO-SE À ESSÊNCIA EXPANDIDA DO EU ATRAVÉS DO CORAÇÃO…

Essencia do Eu

Uma Mensagem Pleiadiana:Um Encontro do Destino: Você Dando Nascimento a Você

publicado em The Edge Magazine em 1 de julho de 2017

Por Christine Day

 

Amados, nós os saudamos.

É hora da humanidade se afastar dos antigos hábitos do passado, das velhas maneiras de ser. É hora de experimentar e expressar uma comunhão sagrada ao abrir-se novamente para a multidimensionalidade do seu próprio Espaço do Coração. Esta é a hora de você formar uma nova aliança com o seu Eu através de seu próprio Coração.

Conforme as energias de ressurreição da Videira Sagrada chegam e se intensificam em seu planeta, haverá uma oportunidade profunda de abertura de um espaço de percepção completamente diferente para você entrar. Este caminho será colocado à sua frente, permitindo que você se reúna com seu potencial ilimitado em todo momento de sua vida diária.

Ao escolher alinhar-se através do seu Coração, você começará a perceber e receber clareza de ajustes simples aos quais você pode se abrir, que permitirão que a mudança ocorra, trazendo momentos transformacionais à sua vida. Esses momentos simplificados alterarão suas experiências de forma contínua através dessas novas percepções recebidas da conexão do seu Coração.

Comparamos este processo de viver através do Coração a acender uma luz num quarto escuro. De repente você pode ver muito mais! Até este ponto, muitos de vocês estiveram tropeçando no escuro sem saber ou compreender seu poder ilimitado e seu potencial pleno no momento.

Há um forte sistema de suporte energético em torno de cada um de vocês para habilitar você a utilizar seu Coração como uma ferramenta, de forma que você possa se proporcionar a experiência direta de abrir-se ao Eu. Esse desdobramento acontecerá como resultado direto da sua ação de escolha consciente de mudar a relação que você tem com a sua conexão com seu próprio Coração.

Sua consciência precisa ser acessada através do seu espaço do Coração, e através do seu Coração você começará a acessar e canalizar um novo ponto de vista acerca da Verdade que será revelado a você em sua vida diária. É como se você estivesse olhando em uma direção e vendo um panorama ilusório, e então, de repente, você se vira e testemunha a Verdade, que contém uma perspectiva ou ponto de vista totalmente diferente para a sua vida.

No espaço de um momento no tempo, uma série de experiências alternadas poderá abrir-se para você, um espaço onde você pode se alinhar energeticamente a uma outra percepção energética de si mesmo. Isso está acontecendo dentro da dinâmica do seu próprio Coração.

Este seu movimento consciente pode abri-lo para aquele realinhamento de uma estrutura energética dentro do seu Coração, e é através dessa estrutura que sua consciência é religada a um lugar de reunião da Verdade. Esse espaço de pureza em seu próprio Coração é livre do medo perpetuado pela Ilusão dentro da 3a Dimensão em seu planeta.

Para ter acesso ao seu coração, será necessário que você abra sua consciência a essa série de momentos transicionais que estão sendo ativados através das energias da Videira Sagrada. Isso é parte do seu sistema de suporte que foi criado para você nesta fase de Transição.

Lembre-se, todo esse processo é baseado em “você dar nascimento a você” através da integridade do seu próprio Coração. Não há outra dinâmica envolvida, somente você. Cada um tem um encontro do destino consigo mesmo. Você tem as chaves para o Eu através da ferramenta do seu Coração.

Você é aquele por quem você tem esperado

Nós, os Pleiadianos, continuamos a falar sobre o aparecimento de formas energéticas, dos Marcadores no céu que estão levando a essência da Videira Sagrada para cada um de vocês nessa conjuntura.
Essa essência da Videira Sagrada está acenando, e o Chamado dessa frequência ativa uma forte aceleração energética em você. As células do seu coração estão respondendo a este Chamado e seu Coração está esperando que você se junte a ele conscientemente.

O seu caminho para o Coração requer um comprometimento seu.
O que realm ente é solicitado aqui é o processo de “Soltar” contínuo.

A velha forma de interagir com a mente do ego já não pode mais ser sustentada; em vez disso, você e sua consciência são atraídos para escolher o caminho do seu Coração – permitindo que você se realinhe com essa incrível expansão da capacidade de Luz que você naturalmente é.

Não importa como as coisas pareçam ser dentro da ilusão da sua vida, seu Coração leva você em direção à clareza e à Verdade.

Relembramos o processo de como você “Soltar” e realinhar-se com o seu Coração. Você precisa tomar uma Respiração Consciente, colocar as mãos em seu Coração ao trazer sua atenção a ele. Nesse processo de Respiração Consciente você inspira pela boca e então expira pela boca.

A Respiração Consciente é simples e desvia a mente do ego enquanto permite a construção de uma reconexão com o seu Coração.

A Respiração Consciente é o ativador do processo de Soltar. Ela diz: “Sim, eu desejo Soltar” e “Sim, desejo realinhar-me com a minha Luz, com o meu Coração.

Cada Respiração Consciente cria uma energia do Soltar em você, e essa ação de Soltar traz o realinhamento natural, ancorando você de volta em seu Coração.

Movimento de Expansão

Conforme as mudanças dimensionais aumentam rapidamente em seu Plano da Terra, a percepção do tempo está se desconstruindo em seu planeta. Isso é, na Verdade, um movimento de expansão que está criando em você um desenvolvimento da percepção. Na verdade, um movimento de expansão está criando um desdobramento de consciência dentro de você.

Você está realmente acelerando através desses realinhamentos e há um reposicionamento energético abrindo através de cada um de vocês dentro de seus Corações, se você tem consciência disso ou não. Você está sendo movido e passando por um realinhamento dimensional com outro aspecto do Eu através do seu Coração em preparação para encontrar as mudanças dimensionais contínuas que estão chegando em breve.

Todo esse processo está criando uma desorientação poderosa em sua consciência – e isso é um componente essencial do seu Despertar. A mente do ego está entrando em parafuso por não ser capaz de reconhecer ou criar estratégias para o que está acontecendo a cada momento. A mente do ego está sendo desalojada e não pode manter seu controle neste novo cenário energético que ancorou no planeta.

Soltar e alinhar-se com seu próprio Coração é a sua melhor opção nesta conjuntura para manter seu equilíbrio. É importante para você compreender que você está numa fase expandida de não “saber” durante este estágio da sua transição. Então, “Soltar” é a sua única opção para manter seu equilíbrio. Novamente dizemos que “está tudo sob controle” nesse caos aparente.

Compreensão do Eu

Esta energética multidimensional que se desenvolve em seu planeta, com a qual você está sendo realinhado, trará a cada um de vocês, em última instância, uma compreensão profunda do Eu. Essas ativações impactarão fortemente o planeta e cada um de vocês.

Você é chamado a abrir-se conscientemente e dizer sim ao seu processo. Esse “sim” consciente ajudará você a ajustar-se ao novo terreno energético que será revelado dentro do seu mundo multidimensional. Essas ativações acontecerão por volta do fim de julho e continuarão durante todo o mês de agosto.

Esta é a sua hora de permitir um derramamento das velhas formas de ser, de se permitir abrir-se e utilizar a Essência que está vindo ao planeta agora. Considere seu Coração como uma ferramenta, uma Ferramenta Sagrada de reconexão para você utilizar agora. Seu coração é na verdade uma estação receptora, uma ferramenta para ativar e então receber plenamente aquilo que é o desejo do seu coração.

Neste novo ambiente em seu planeta, o Coração pode ser totalmente utilizado. Dentro desta nova era você deve abrir-se para a reconexão com a nova percepção e compreensão de quem você é. Você pode mover-se para uma mudança de padrão do Eu e então navegar para além das percepções equivocadas da mente do ego através da reconciliação com o seu Coração.

Um aspecto criado por essas percepções equivocadas cria medo e luta, algumas vezes levando você a um sentimento de desamparo. Você está separado do seu poder somente pela crença conectada à sua mente do ego.

Na Verdade, há um nível de Amor ilimitado para você receber e para ser nutrido através da sua conexão do Coração, empoderando você para acessar uma nova forma de Ser. A mente do ego limita a sua habilidade de experimentar esta abundância de Amor.

Seu Coração multidimensional aguarda a sua conexão consciente. Agora é a sua hora de dar um passo adiante de uma forma diferente do que antes neste caminho que está totalmente aberto.

Há incontáveis momentos de oportunidades aos quais você pode se conectar através do seu Coração e alcançar para juntar-se com este aspecto do Eu que sempre se originou dentro do seu Coração. Este aspecto seu é uma parte mais completa e autêntica que não foi utilizada conscientemente nesta sua vida.

Agora há o surgimento, como o Sol surgindo no horizonte, você sendo revelado a você. Esta autorrevelação tem um momento energético, um tempo sagrado que deve se construir nos próximos meses. Você está sendo capacitado, através desse novo projeto de energia em seu planeta, a acessar seu Coração multidimensional e alinhar-se a essa Essência expandida do Eu.

Uma Mudança Dramática

Você viverá uma mudança interna dramática nos próximos meses enquanto cada um de vocês está sendo embalado num casulo desta frequência de Luz vinda das energias da Videira Sagrada que está chegando até você. Você é uma parte, um aspecto dessas Energias Sagradas. Enquanto você está sendo sustentado dentro desse casulo nesse processo profundamente expandido, você está passando por um processo profundo de metamorfose.

Essas ativações e o desenrolar do seu nascimento cria experiências muito desafiadoras enquanto você vive sua experiência de 3ª Dimensão aqui no planeta. Todo esse nascimento está empurrando você, levando você a Soltar e ao mesmo tempo permitindo que você se alinhe com uma nova forma de interrelacionar-se com o seu Eu, com seu Coração. Há uma ação de despir, um deixar cair, da sua identidade durante este processo poderoso.

Você terá momentos de mal reconhecer a si mesmo dentro deste estado profundamente mudado de consciência. Você testemunhará que você está trabalhando a partir de uma plataforma muito diferente, de frequência muito elevada.

Este novo ambiente no qual você se encontra pode ser desconcertante, no entanto esse é o momento de tomar uma Respiração Consciente, e Soltar. É a mente do ego que fica desequilibrada por esta experiência em mudança. Seu Coração reconhece este caminho. Toda a sua jornada é a respeito de reconexão, reunião e relembrança. Não há nada de novo no que está sendo revelado ao seu Coração aqui.

Saiba que os bloqueios que você carregou com você dentro das suas limitações de 3ª Dimensão estão sendo dissipados para você dar este próximo passo adiante. Você não precisa lutar para fazer isso corretamente. Você naturalmente Vem para Casa, para o seu Eu, através do Coração. Esta reconexão com seu Coração é um processo simples. Você é o suficiente exatamente como você é neste momento do tempo.

Nós estamos lhe dando um Som de Frequência para o seu Coração. Saiba que as células do seu Coração reconhecerão a frequência única da sua voz quando você fizer o Som. Isso dará suporte e irá acelerar o seu realinhamento com seu Coração para você usar como uma ferramenta.

Use este Som diariamente. É melhor que seja de manhã cedo. Sempre coloque as mãos em seu Coração fisicamente. Alimente seu coração diretamente com o Som. Faça isso por cinco minutos, no mínimo, por dia. O som é: ANNN… TAEST. (pronuncia-se ANN… TAIST).

Este Som irá fortalecê-lo durante o seu dia. Toda vez que sentir-se fora do centro devido aos dramas da 3ª Dimensão, coloque sua mão em seu Coração e utilize o Som só uma vez.

Saiba que continuamos a testemunhar você conforme continua sua jornada. Invoque-nos a qualquer momento para apoio. Não podemos ajudá-lo sem essa permissão.

Bênçãos,
Os Pleiadianos


Direitos de autor 2017 Christine Day. Todos os direitos reservados.

Publicado originalmente em inglês no endereço:
http://www.edgemagazine.net/2017/07/a-pleiadian-message-a-destiny-meeting-you-birthing-you/

Tradução para o português no endereço: http://christineday.wixsite.com/portugues/mensagem-dos-pleiadianos-jul-2017

Tradução autorizada: Letícia Scarpa
Revisão do texto em português: Vilma Capuano

Via Christine Day – Traduções para o português | Uma Mensagem Peliadiana – Julho 2017

APRENDENDO A VIVER NO MUNDO SEM DEPENDER DO MUNDO…

Alexandra Nedzvetskaya

Se permitindo fluir nas ondas da consciência

resize-img (editado)

Mensagem canalizada por Maria Silvia P Orlovas

 

A medida em que você acorda, desperta para o seu caminho espiritual, você pode sentir algumas dores e muitas pessoas estão sentindo essas dores e reclamando do momento e se sentindo inadequadas com várias situações que estão na sua vida.

O desconforto meus amados, faz parte.
As energias angélicas, as energias espirituais elevadas, compreende a dor como um ajuste necessário.
Seria de se estranhar que vocês, aquelas almas que estão despertas buscassem um equilíbrio completo, sem dor no mundo material.

Vocês estão enfrentando as dores do crescimento espiritual e quando estiverem devidamente crescidos, aprumados no seu corpo de luz, a dor deixará de existir.

Os desentendimentos não serão mais importantes, as pessoas desalinhadas, às vezes cruéis deixaram de ter significado pra você. Então suporte as suas dores do crescimento. O desajuste com um mundo materialmente evoluído em muitas coisas e muito perdido e sofrido em outras, não precisa ser o seu mundo.
Uma vez já dissemos: aprenda a amar sem pertencer.
Agora explicamos a vocês: aprendam viver no mundo sem depender do mundo.
As coisas do mundo, trabalho, dinheiro, posição, pessoas, tudo que é ligado ao material, vivem sempre em flutuações. Momentos em que você tem mais e se sente mais feliz. Momentos em que você tem menos e pode se sentir triste.

Equilibre as suas necessidade e não pertença ao sofrimento. Deixe as decepções, expectativas; deixe que elas passem por você.
Não se alimente delas.
Não se alimente das injustiças, nem tampouco das frustrações.
Há na consciência dos homens despertos a capacidade de olhar o todo e ajustar os seus sonhos e expectativas.
Acalme o seu desejo.
Acalme os seus sentimentos.
E lide com as suas frustrações.
Frustrações mostram apenas que você desejou e apostou em coisas erradas.
Permita que as ondas de transformação passe por você.
Não se afogue nas ondas.
As coisas vem pra você e elas saem de você.
Elas passam por você e a turbulência só será maior se você não permitir que as experiências venham e passem.

O momento de transformação da terra, os carmas acelerados, as situações em aparente descontrole, só estão mostrando que as águas das praias estão mais perto.

Nós estamos vivendo o momento real de transformação. Aqueles que estão neste movimento estão abrindo mão do materialismo.
Isso não significa pobreza ou riqueza, isso significa apenas dar importância relativa as coisas.

Não se deixem dominar pelas ambições, nem pelo desejo de segurança total.
Simplesmente porque isso não existe.

.Lembrem se das ondas do mar, energias que vem, energias que vão.
Histórias que se formam, histórias que se dissolvem naturalmente.
Liberem as energias, liberem os sentimentos, liberem as vibrações.
Mergulhem na profunda luz da cura do Eu Sou.

.

Nesse momento se imaginem dentro de um pilar de luz.

Uma luz profunda verdadeira, inteira, que vem do céu e entra no alto da sua cabeça e alinha você no Eu sou.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Se alimente disso.
Se alimente da sua consciência de luz, é você se alimentando direto do pai criador.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou.

Respire, se alimente da luz do Eu Sou.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou

Vejam a luz da sua divina presença Eu Sou.

Alinhando todos os seus chakras, harmonizando a sua natureza, fortalecendo você em si mesmo.

Você se alimentando da força e da luz da sua divindade.
As curas, o equilíbrio, a segurança, a consciência estão servindo a esse alinhamento.

Eu sou Fé, energia complementar do arcanjo Miguel e estou a serviço junto com as hostes angélicas do movimento de ascensão deste mês de agosto.
Estamos trabalhando na consciência planetária, alinhando as vibrações para que haja evolução e não medo; sabedoria e não escuridão, amor e compaixão.

Recebam as nossas emanações de luz e amor.

Tenham paz.

 

 Áudio Para ouvir o áudio da canalização “Se permitindo fluir nas ondas da consciência” clique aqui

______________________________________________________________________________

Meditação para a cura na vibração do Ho´oponopono

 

 

 Áudio

Meditação para a cura na vibração do Ho´oponopono

 

Ouça no link acima a meditação realizada no Espaço Alpha Lux.
Vamos na luz!

 

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br
Data: 02/08/2017
Canal: Maria Silvia P. Orlovas

 


Via: Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas: Se permitindo fluir nas ondas da consciência

ABRINDO AS PORTAS PARA O DESPERTAR DA PAZ INTERIOR…

paz interior

As 8 Chaves da Paz

evo66 (editado)

Por: Sri Prem Baba

 

A paz é a mais elevada das virtudes. É o anseio secreto de todos os seres. Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém. A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas ao Universo e deixa que o fluxo da vida a leve. Entregar significa não pensar mais a respeito. Você relaxa e sente autoconfiança. Para isso, é preciso abrir mão do controle. A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.

Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem. Antes mesmo da adolescência entrei numa escola de conhecimentos espirituais. Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides – criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”

Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria. E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute. Mas esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.

Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil. Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado. Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.

Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento. Eu diria que essa é a principal doença da humanidade. Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos. O sofrimento é o principal enigma da humanidade. Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?

Através da minha experiência, no trilhar do Caminho do Coração, eu descobri algumas chaves que abrem as portas para o despertar da paz interior, as quais eu compartilho com você agora:

Primeira chave: Silêncio.

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silêncio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das ideias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar. Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.

Segunda chave: Verdade.

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida. Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.

Terceira chave: Ação Correta.

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.

Quarta chave: Não Violência.

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.

Quinta chave: Amor Consciente

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor. Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho. Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.

Sexta chave: Presença.

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação, que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

Sétima chave: Serviço Desinteressado.

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.

Oitava chave: Lembrança Constante de Deus.

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares. Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namastê: “a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.”

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.

(Trecho extraído do livro “Transitando do Sofrimento para a Alegria” de Sri Prem Baba)


Via: DESPERTAR COLETIVO | As 8 Chaves da Paz

AME INCONDICIONALMENTE! VOCÊ É APENAS AMOR…

Magic_Colorful_Wallpapers_laba.ws

AMOR

10941865_10202672661852249_2922601385172899124_n.jpg

Por: Prama Shanti

Sua estadia neste planeta não é para ser nem agradável, nem monótona. Os dias não serão iguais, você estará constantemente recebendo influências externas, naturais e inteligentes.

Mesmo que você se estabilize, estará sendo tentado por outras inteligências que são contrárias ao seu desenvolvimento.

Deixamos que isso aconteça porque isto o fortifica. Da mesma forma as dificuldades materiais tem um propósito. Você está aqui para aprender a superar estes obstáculos, precisa entender que eles são Maya, não são o que realmente interessa. São apenas pequenas distrações interpostas para os que não acreditam em seu poder.

Na medida em que você se apoderar de seu Eu verdadeiro, terá consciência do que realmente interessa. Quando isto ocorre, as dificuldades materiais se desfazem como a fumaça que são.

Os apegos precisam ser desfeitos e isto só pode ser feito pela dificuldade. Entendemos o quão difícil é para vocês desapegarem de certas coisas.

Não existe uma ordem correta de desapego, por isto as dificuldades ocorrem em todos os campos, materiais e emocionais.

Para que o desapego ocorra é necessário que ele esteja no centro de sua mente, precisa ser um problema para que seja trabalhado. Pegue o problema e entre nele como um bom Vipassana, penetre o seu núcleo, analise-o, separe cada pedaço, enfrente o pior pedaço e novamente refaça sua análise até não sobrar nada.

É como seus cientistas fazem com a análise da matéria, chegam até o átomo, às suas partículas elementares, ao núcleo de uma pequena partícula, aos seus pedaços e enfim chegam à energia pura. E se soubessem ir adiante, chegariam à consciência.

Da mesma forma é preciso que você chegue à consciência do problema, ao seu propósito. Entenda-o, decifre-o e ele deixará de existir.

Assim ocorre com tudo em seu mundo, porque nada existe, e quando você penetra no âmago, você desfaz. Você se entrega, se dissolve e assimila. E passa a ser um com Ele.

Então, silencie seu coração e ame incondicionalmente cada coisa, e pelo amor você se torna um com Ele e o compreende.

Ame incondicionalmente, pois você é apenas Amor.

Através de Prama Shanti, em 04/02/2016

(sobre a autoria …)

 


Via: Amor | Prama Shanti

A UNICIDADE NOS RELACIONAMENTOS, COM A ALMA COMO GUIA, E NÃO O EGO…

best friends forever

OS RELACIONAMENTOS E A SUA UNIÃO SAGRADA

Arcanjo Miguel_Claudio Gianfardoni

Arcanjo Miguel

Canalizado por Ronna/Escriba Sagrada

 

Amados mestres, as frequências refinadas da Nova Era estão tendo um efeito profundo sobre como vocês se veem. À medida que aprendem a recuperar o seu poder, estabelecer limites e reivindicar um sentido de autoestima, isso também terá um efeito intenso em seus relacionamentos com os outros, principalmente nos relacionamentos românticos.

No passado, vocês tiveram muitas questões não resolvidas, que criaram aquilo que se poderia chamar de “manchas desequilibradas ou vulneráveis”, em seu corpo emocional e no sistema de chacra, principalmente nos primeiros quatro chacras. Vocês tiveram muitas questões não resolvidas internamente, sob a forma de culpa, medo, raiva, uma sensação de abandono, e de não serem amados. Todas essas formas-pensamento possuem uma frequência vibratória, e vocês irradiaram essas frequências de desmerecimento para o mundo. Vejam essas frequências se irradiando em sua frente e ao seu redor, em um Sinal do Infinito, em que elas são captadas por aqueles que estão ressoando com os mesmos níveis de frequência, e, assim, são atraídos para a sua vida de uma maneira ou de outra. Inconscientemente, vocês atraíram também aqueles que vieram sob uma perspectiva de “necessidade”. Vocês esperavam que eles pudessem consertar tudo para vocês e fazê-los felizes, mas, na realidade, toda essa espécie de relacionamento cria mais fricção, por meio dos sentimentos de carência e de uma sensação interna de desmerecimento. No passado, a maioria dos relacionamentos era baseada na atração física, o que normalmente se desvanece um tanto rapidamente se não houver maior profundidade na atração.

Havia outros componentes incapacitantes, tais como dependência, um desejo por segurança ou uma tentativa de encontrar validação da autoestima fora de si mesmos. Questões não resolvidas e problemas são ampliados, quando alguém que entra em sua vida reflete essas situações negativas de volta para vocês. Essas questões e esses problemas invariavelmente criam fricção, o que não é necessariamente algo ruim, se vocês os reconhecem, se estão dispostos a reconhecê-los e concordam em fazer um esforço combinado para mudá-los para melhor.

A ênfase agora está no retorno à totalidade interna, ao assumir responsabilidade pessoal por suas ações, e pela construção da autoestima e de um sentido de dignidade, por meio do centro do seu coração solar, em cooperação com o Eu da Alma e o Eu Superior. A verdade e a integridade serão as bases de qualquer relacionamento do futuro. Primeiramente, devem aceitar quem vocês são no momento presente, enquanto se esforçam para se tornar as melhores pessoas que possam ser, por examinar suas atitudes, crenças, hábitos e fraquezas. Vocês aprenderão que a base de um relacionamento duradouro com outras pessoas é, em primeiro lugar, ter um “caso de amor” consigo mesmos, em que vocês se esforçam para se tornar mais amorosos e amáveis. Finalmente, percebem que “vocês são o amor personificado”, e que não precisam de mais ninguém para validar essa verdade, porque vocês, bem lá no fundo, reivindicaram isso. Vocês conectam o seu Coração Sagrado e essa fonte de amor incondicional à própria Centelha Divina, e se lembram de que existe um suprimento infinito de Amor/Luz à disposição de vocês, através da sua conexão com a Fonte. Essa é a sua Herança Divina, queridos corações. Por que não a reivindicam?

Requer um compromisso forte e mútuo, sem culpa, julgamento ou acusações egoicas para se trabalhar diferenças pessoais, e chegar a conclusões que sejam mutuamente benéficas, que sejam justas para todas as partes envolvidas. Em um relacionamento que cresce, e evolui não haverá mais ênfase em quem está “certo” ou em quem está “errado”, mas no compromisso, e em um desejo de satisfazer as necessidades de todos os envolvidos de uma maneira mais equitativa.

Nenhuma área de sua vida pode ficar estagnada, principalmente para aqueles que estão dedicados ao caminho espiritual e à evolução da Alma. Nem sempre é possível, para os que estão em um relacionamento, crescer ou evoluir no mesmo ritmo. Todavia, é possível não se sentir ameaçado, permanecer em um papel coadjuvante e deixar que aqueles ao redor se desenvolvam no próprio ritmo, se vocês hão de estabelecer uma “união sagrada” internamente. Essa “união sagrada” está retornando ao equilíbrio e à harmonia os seus corpos físico, mental, emocional e espiritual, assim como recuperando os atributos e virtudes da sua natureza masculina e feminina. Os papéis estritamente definidos de machos e fêmeas estão, aos poucos, sendo alterados, por meio de que uma combinação de papéis sexualmente definidos está se tornando mais a norma. Mais uma vez, o poderoso brilho da Deusa está sendo emanado sobre a Terra e sobre a humanidade. O status das mulheres está mudando rapidamente, e a igualdade masculina/feminina se tornará a norma, quando, tanto os homens quanto as mulheres reivindicarem sua natureza intrínseca masculina/feminina. A batalha entre os sexos tem suas origens internamente, porque a humanidade lutou durante eons para reunir o deus e a deusa internos. As mulheres estão aprendendo a resgatar o seu poder; no entanto, elas sabem que precisam utilizar essa dádiva com amor e compaixão como envoltórios. Os que estão em um corpo masculino estão, paulatinamente, aprendendo a permitir que o amor incondicional da Deusa “Ilumine o fogo da compaixão e da gentileza internas”. Estão aprendendo que existe força na criatividade, na intuição e na disposição de se permitir ser gentil e franco.

Conforme vocês se empenham em obter a maturidade espiritual, muitos aspectos de sua vida mudarão. Haverá um forte desejo de apoiar-se mutuamente, juntamente a um intenso anseio de crescer e expandir-se, mesmo que às vezes os seus caminhos possam tomar direções diferentes. Vocês vão reivindicar a verdade de que estão ligados em um nível de Alma, e que nunca podem realmente estar separados.

A verdadeira união sexual é e pode ser uma experiência espiritual incrível, não apenas a junção de dois corpos. A sexualidade divina exige uma total abertura do coração, uma combinação dos aspectos mental, emocional e físico do seu Ser, o que resulta em uma experiência profunda e duradoura. Esse tipo de união pode redundar em um verdadeiro sentido de unidade, se vocês estiverem harmonizados em um profundo nível de Alma um com o outro.

Vocês devem remover as barreiras ou filtros etéricos que colocaram ao redor do seu coração e das suas emoções, se hão de conseguir receber e irradiar amor incondicional. Devem confrontar seus medos acerca de perder aqueles a quem amam, e das decepções e traições do passado, que muitas vezes se manifestam como um medo da intimidade ou de assumir um compromisso com o outro. À medida que aprendem a acreditar e a confiar em si mesmos, vocês desenvolverão uma confiança fundamental nos demais, e os outros colocarão sua fé e confiança em vocês, porque confiança gera confiança.

Não é apropriado sacrificar os seus sonhos e desejos pelo outro – ou que as pessoas em sua vida façam sacrifícios por vocês. Deve haver um objetivo comum entre todos os envolvidos, ao participarem da maneira combinada – compartilhando a carga e colhendo as recompensas.

Cada um de vocês pertence a uma enorme e complexa família de Alma, e vocês certamente desempenharam muitos e diversos papéis uns com os outros, através das eras. As pessoas com quem vocês estão envolvidos nesta existência, ou que entraram em sua vida, de modo que vocês pudessem aprender as “lições da vida”, fazem parte de um drama cósmico maior em progresso. Quando julgarem o outro, vocês precisam se conscientizar de que, na verdade, estão apenas julgando a si mesmos. Vocês desempenharam todos os papéis durante a sua jornada através deste universo: amantes, amigos, mãe, pai, irmã, irmão, filho e filha. Vocês estão integrando todos os atributos dos múltiplos papéis que desempenharam: a força e a sabedoria de um pai; o acolhimento suave e o cuidado amoroso de uma mãe; a paixão, o compromisso e o companheirismo de um amante; a lealdade firme de um amigo; e as interações alegres e joviais entre uma irmã, um irmão, um filho ou uma filha.

É o momento de reunir-se, de se juntarem – o início do retorno à UNICIDADE. Vocês não podem mais se esconder atrás de um manto de medo ou isolamento, amados. Chegou a hora de assumir um compromisso consciente, em primeiro lugar, com consigo mesmos e com o seu Eu Divino, e, em seguida, com aqueles ao seu redor com quem vocês estão destinados a experimentar a “dança da nova vida”. Vocês devem fazer um acordo detalhado consigo mesmos acerca do que desejam e esperam dos que os cercam, e, então, devem abrir-se para examinar seus desejos e expectativas com todas as pessoas com quem interagem.  No futuro, à medida que os relacionamentos se revelarem, níveis cada vez mais profundos de compreensão e de compromisso florescerão, porque todos estarão dispostos a falar a partir do coração, com o Espírito como o seu guia, e não o ego.

Conforme muitos de vocês sabem, fui honrado em dar-lhes muitas “leituras galácticas” pessoais durante anos. Foi um grande prazer e devo afirmar que também foi uma benção e uma dádiva da minha amada mensageira, porque isso tomou muito do seu tempo e energia, para lhes trazer essas mensagens. Durante estes momentos de grande mudança e de grandes oportunidades, estou enviando uma leitura galáctica aberta para todos vocês, de modo que possam saber como são especiais, e as maravilhosas dádivas que os aguardam.

Bem-amado: É maravilhoso observar, à medida que você se lembra e traz à tona todos os dons e sabedoria que guardou em sua estrutura cerebral. Você possui uma experiência tão vasta para utilizar, querido, não apenas provinda das suas residências provisórias nos reinos superiores, mas das suas experiências terrenas, também. Chegou a hora de você se lembrar de que a Terra não é o seu lar. Você planou por todo este Universo, e você sempre se adiantou avidamente para se voluntariar para uma nova tarefa, independentemente de quão difícil fosse. Suas experiências terrenas têm sido uma maravilhosa variedade de empreendimentos cocriativos, e você fez progressos lentos, porém firmes, em direção à sua verdadeira identidade como um Ser de Luz. Chegou o momento de perceber que você é muito mais do que apenas a identidade que você escolheu nesta existência. Você e aqueles semelhantes a você estão recebendo a oportunidade de integrar as múltiplas Facetas de si mesmos, e, ao assim fazer, você começará a ver como você é verdadeiramente poderoso e sábio. Todas as provas, testes e aparentes fracassos fizeram-lhe o Ser humano/Espírito brilhante e belo que é hoje. Quando você ensina, o faz a partir da experiência, e você demonstrará, pelo seu exemplo, como quaisquer obstáculos podem ser superados – que outros, como você, podem triunfar sobre a adversidade.

Este é o momento em que a sua Alma alcançou o ponto mais distante da sua jornada de separação, e está agora pronta para começar a jornada da “Reunião e Integração”, mais uma vez. A sua Alma, aos poucos, foi infundida com um descontentamento divino, que lentamente se infiltra em sua mente consciente e em suas emoções, e você começa a voltar-se para dentro, a fim de domesticar o ego e reconectar-se à Alma, à  Superalma e às múltiplas Facetas do Eu Superior. Você agora tem o potencial de conectar-se às muitas Facetas da sua família de Alma, seu Eu Superior, suas muitas Superalmas, e finalmente, o seu Átomo-Semente Divino (Presença Eu Sou). Em um nível cósmico, o Criador Supremo está agora enviando o seu brilho via o Grande Sol Central. Essa energia está sendo infundida na Terra em grandes rajadas da Chama Viva da Vida, via o Sol de seu sistema.

O seu maior desejo para esta existência foi integrar as muitas Facetas da seu Ser; contudo, primeiramente, elas precisam ser curadas e harmonizadas, de modo que possam ser preenchidas com Luz. Dessa forma, você não terá que enfrentar o desconforto, os desafios ou as interações cármicas da experiência da terceira e quarta dimensões, porque essa é a forma antiga. À medida que você permite que o seu Eu Divino o ilumine intensamente e o oriente, cada vez mais pensamentos inspirados virão até você. Existem muitas maneiras de permitir que o Espírito se manifeste por seu intermédio; apenas deixe que isso aconteça naturalmente, meu querido.

O que lhe traz alegria e satisfação? Como você deseja servir? Existem muitas maneiras e você possui muitos talentos (mais do que poderá reconhecer), mas a escolha é sua. Apenas se lembre de que isso deve trazer-lhe alegria e fazer com que o seu coração cante, enquanto você oferece aos outros as dádivas que você recebeu. Sua recompensa será a Luz nos olhos deles, e a alegria que eles expressam, à medida que também permitem a integração do Espírito para criar os milagres em suas vidas.

Chegou a hora de abrir mão do passado doloroso. Chegou a hora de reivindicar a sua mestria, criar a própria versão do paraíso, e, então, ensinar aos outros a fazer o mesmo. Ajude aqueles que vêm a você para curar suas feridas emocionais e seus corpos físicos, e, em seguida, eles estarão prontos para escutar as advertências do Espírito. Nós todos estamos nos tempos da grande mudança, que foi predita por milhares de anos. Você carrega internamente as frequências vibratórias refinadas do futuro, e você PODE fazer a diferença. Atraia o Amor/Luz da Criação do seu Eu Divino, utilize o que você precisar para trazer para si harmonia e saúde vibrante, e, então, permita que o seu gentil coração irradie o belo brilho da energia amorosa aos demais.

Concentre-se no que está certo em seu mundo, olhe para o melhor naqueles ao seu redor, e isso é o que você reforçará e ajudará a criar. Você pode mudar o mundo que o rodeia, um pensamento de cada vez.

Você tem guias angélicos maravilhosos, apenas esperando-o para ajudá-lo. Invoque-os e, juntos, vocês podem criar milagres para compartilhar com as outras pessoas. Permita que o ajudemos a realizar sua missão e acolhê-lo com o nosso amor.

EU SOU ARCANJO MIGUEL.


Direitos Autorais:

Transmitida por Ronna /Escriba Sagrada * Como a pessoa que transmite este artigo, eu, Ronna, reivindico os direitos autorais universais em nome do Arcanjo Miguel. A publicação em sites é permitida, contanto que a informação não seja alterada, suprimida ou acrescentada, e o crédito da autoria, o meu e-mail e o endereço do site sejam incluídos. Pode ser publicado em jornais, revistas ou impressão pública com a permissão de: RonnaStar@earthlink.net.

N.T.: O mesmo procedimento deve ser seguido no caso de se publicar a presente tradução, isto é, dar os créditos à tradutora.

Texto em inglês: StarQuest Archangel Michael Through Ronna | RELATIONSHIPS AND YOUR SACRED UNION
Tradução: Ivete Adavaí Brito adavai@me.com  /  www.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | ARCANJO MIGUEL – junho de 2017

O ENCONTRO DO AMOR  PERDIDO, QUE SEMPRE ESTEVE DENTRO DE VOCÊ…

amor carmico

O DESABROCHAR DOS NOVOS RELACIONAMENTOS ATRAVÉS DO AMOR QUE SEMPRE ESTEVE EM VOCÊ

ASHTAR SHERAN_Claudio Gianfardoni

Ashtar

Canalizado por: Gabriel RL

Por favor, queridos, leiam na sintonia dessa música abaixo. Eu particularmente recomendo que coloquem a música em uma altura agradável e leiam em seguida a mensagem em voz alta. Poderão sentir maravilhosas vibrações de luz em seus corpos. – Gabriel RL

———————————————————————————–

Saudações, Família!

Mais um momento oportuno para compartilhar com vocês algumas informações, graças às intensas energias que têm banhado a Terra nos últimos meses, e continuará. Vocês têm percebido uma intensa aceleração dos acontecimentos nas suas vidas. Têm percebido com muito mais clareza e entendimento os encaixes perfeitos de tudo. É natural, e continuará sendo assim, à medida que vocês avançam nesses próximos meses de transformação. Transformação que, claro, engloba os seus relacionamentos, sejam estes amigáveis, familiares ou amorosos particulares.

Vocês começarão a dar a si mesmos mais atenção, carinho e Amor, já que essas novas ondas magnéticas irão provocar um efeito “olhar para dentro” e valorizar os seus próprios dons inatos. Vocês começarão a ver a si mesmos como seus parceiros ideais. Não que vocês irão, a partir de então, abandonar seus parceiros e parceiras de relacionamento amoroso. Muito pelo contrário! Vocês estarão gostando muito mais de si e isso acabará por resolver pendências entre você e seu parceiro – se  houver. Aqui, especificamente, eu falo do seu namorado, namorada, esposo, esposa, de qualquer tipo de relacionamento amoroso que tenham. Vocês estão recebendo energias que irão possibilitar ajustes de pendências. Somente ao observarem a si mesmos, de maneira mais amorosa, vocês tirarão o foco da cobrança que possa haver sobre o seu parceiro ou parceira. E isso vale para ele também, já que essa onda magnética afeta a todos no Planeta. As pessoas começarão a olhar mais os seus valores, a reconhecerem-se como fonte de toda alegria, bem-estar e Amor plenos, e o efeito “cobrança” começará a dissolver-se neste Amor abundante, que sempre fluiu de você.

Durante muitas vidas, vocês foram tratados de maneira dolorosa, maneiras que os fizeram recuar e não darem espaço ao coração. Vocês tiveram seus corações machucados, maltratados, pisoteados e vocês guardaram esses momentos dentro de si. E por que foram machucados, maltratados, pisoteados…? Porque quando vocês chegaram neste mundo eram puro Amor, não havia filtros, medos, inseguranças. Vocês eram joias brilhantes neste planeta – e, obviamente, ainda são. Mas vocês, por serem assim, outros os viram como fracos – o  que nós sabemos que não são – porque  poucos tiveram a coragem que tiveram. Poucos quiseram descer ao seu planeta na fase em que desceram, justamente para serem as mais lindas expressões do mais puro Amor. Os que aqui já estavam, aqueles mais endurecidos vindos de outros sistemas, não compreenderam o Amor de vocês. Vocês foram humilhados e maltratados. O Amor dos seus corações foi, aparentemente, se “apagando” com uma simples pergunta, que começou a ecoar nas suas mentes: “Por quê? Eu apenas amo, porque sou tratado assim?” E nisso, muitos de vocês sucumbiram, se fecharam para o Amor e começaram a, inconscientemente, procurar alguém que realmente os amassem, realmente merecesse esse Amor.

Ainda que não se lembrem completamente, no mais íntimo, isso ainda afeta vocês. Entram em relacionamentos amorosos, quase que 100% das vezes na busca por si mesmos, sem saberem. Na busca por aquilo que vocês acham que está fora. Na busca daquele ou daquela que venha a aliviar essa carência amorosa, essa necessidade de serem bem tratados e cuidados. Nisso, a cobrança já é quase que imediata e, no primeiro momento que o seu parceiro ou parceira não corresponde à sua enorme expectativa – de  que ele ou ela preencherá essa lacuna, aliviará seus machucados, suprirá suas carências – os  conflitos iniciam, como todos já sabem. Tudo parte de cobranças, pelo simples fato de não terem parado ainda, para encararem suas dores e passarem a compreendê-las. Nessa compreensão, começam a permitir que elas se dissolvam no Amor, que é abundante como uma fonte de água da vida a jorrar de si mesmos, eternamente.

Meus queridos, vocês sabiam dos riscos que correriam. Sabiam que isso iria acontecer, mas foram corajosos o suficiente para descerem, doarem o seu Amor, serem maltratados, se fecharem e, agora, no momento certo, o reativarem. É isso que quero deixar claro para vocês. Chegou o seu momento de expandir esse Amor novamente, de permitir que ele venha para fora. Chegou o momento! Não há mais necessidade de cobrar do seu parceiro ou parceira um Amor, algo que preencha essa lacuna que vocês mesmos criaram devido ao medo de serem machucados novamente. Vejam! Vocês se fecharam em si mesmos, por medo de se machucarem e, ao mesmo tempo, cobram que alguém externo os curem. Essa nova onda magnética lhes mostrará que vocês não precisarão mais disso, meus queridos. Vocês se reconhecerão como plenos.

E aqueles de vocês que estiverem em algum relacionamento amoroso, se confiarem no que estou lhes dizendo, começarão, claramente, a ver mudanças extremas, porque, simplesmente, vocês irão parar de cobrar o seu parceiro ou parceira. Naturalmente, eles também serão envolvidos nessas energias e, mesmo alguns não entendendo o que está acontecendo ficarão felizes, sentir-se-ão mais leves, simplesmente porque começarão a se amar mais. Ao se amarem mais, doarão mais Amor, sem nenhum medo e não haverá mais necessidade de cobranças, porque vocês já estarão cheios de si mesmos e cheios do Amor abundante em si. Os relacionamentos tornar-se-ão mais prazerosos e coisas que antes os levavam a discussões, simplesmente agora os levarão à boas risadas, abraços e beijos apaixonados! Eis as transformações dos novos tempos. Eis o tema para minha mensagem de hoje: O DESABROCHAR DOS NOVOS RELACIONAMENTOS ATRAVÉS DO AMOR QUE SEMPRE ESTEVE EM VOCÊ.

Meus queridos, vocês verão mais encontros de Almas Gêmeas na superfície deste planeta, perceberão que o Amor fluindo delas é contagiante porque, simplesmente, elas estão imersas nesse Amor sem prisões. Foi justamente programado para essa época, que elas começassem a encarnar em pontos estratégicos, para que o Amor genuíno pudesse ir tocando os corações daqueles em volta, de maneira a despertar as almas adormecidas para o Amor sem limitações, sem cobranças e, principalmente, sem dores. Almas Irmãs, Almas Afins, Almas Companheiras de Jornada, milhares delas estão encarnando, em massa, em vários pontos da Terra, para assegurar que essa onda magnética reverbere em todo o planeta. Surpreender-se-ão com o poder do Amor genuíno a jorrar, e mais ainda, quando perceberem que são portadores deste Amor. Sempre foram e sempre serão! Verão que o medo não fará mais sentido e cobrar Amor do outro muito menos, já que você se reconhecerá como uma fonte a jorrar esse Amor. Eis, meus amados, os novos tempos bem diante de vocês e essa geração estará alavancando todo esse potencial adiante.

Obviamente, isso vale não apenas para os seus relacionamentos amorosos, mas para os seus relacionamentos com parentes e amigos. Essas novas ondas estão banhando todos na Terra e permitindo, claramente, que passem a se perceber mais sabiamente. E todos começarão a se colocar no lugar do outro e a se amarem mutuamente, sem cobranças e apegos porque, simplesmente, vocês começarão a se ver como realmente são! Simples assim! E vocês são AMOR INFINITO! Não se surpreendam se, por acaso, seus pais que, em muitos momentos, os cobraram certas coisas, simplesmente os deixarem mais à vontade. Se seus amigos que lhes cobravam mais atenção, simplesmente os deixarem mais livres. Isso é apenas resultado da onda reverberando e os fazendo ver que o AMOR É ABUNDANTE em si mesmo. Mesmo que em um primeiro momento eles não saibam conscientemente o que esteja acontecendo, simplesmente, seus corações tornar-se-ão mais leves, porque eles começarão a dar a si mesmos o que costumavam cobrar nos outros. Eles simplesmente começarão a se colocar mais no lugar dos seus irmãos e irmãs. Empatia, meus queridos, a empatia aflorará definitivamente em todos vocês.

Vocês são seres incríveis. Dotados de um amor sem limite! Nunca precisaram cobrar amor, atenção, carinho… E o que acontece agora? Simplesmente vocês começarão a perceber isso. Simplesmente começarão a se olhar no espelho e amarem aquela expressão. E o mais importante, eu diria, o que realmente têm mais dificuldade: começarão a amar as suas próprias companhias! Oh! Como vocês desprezaram suas próprias companhias por éons! Sigam o exemplo das Almas Gêmeas! Um dos pontos que possibilitam os seus lindos encontros na superfície é por, simplesmente, elas antes de se encontrarem gostarem de si mesmas e  amarem suas próprias companhias! Ouço muitos de vocês dizerem… “Preciso encontrar minha Alma Gêmea!”… Oh, não!… Você não precisa, e saiba que nós não iremos permitir que você a encontre nestas condições (risos), senão você a torturará com cobranças de Amor (risos)! Quando você não precisar encontrar, ela chegará! Não irá completar você, porque você já estará cheio de si! Irá somar e você será um portal por onde milhares de outras Almas Gêmeas, Irmãs, Afins, Companheiras passarão. Eis uma informação que poderá ser “demais” para alguns. Almas Gêmeas são portais para outras Almas Gêmeas entrarem. São vórtex poderosos reativadores e magnetizadores. Isso vale para Almas Afins, Irmãs, Companheiras… E outro ponto importante: você, em si mesmo é um portal. Um portal para o Amor infinito, um portal para a entrada do Amor mais puro neste planeta. Reconheça isso em você, e as demais coisas se manifestarão. Simples assim.

Surfem nessa onda! Sem cobranças, sem medos, sem incertezas e sabendo que vocês são tudo que sempre procuraram. E não é apenas porque eu estou dizendo isso. Vocês verão isso por si mesmos. Sintam nos próximos meses. Vocês comprovarão isso. Eu os vi antes de irem à Terra, eu os vi no meio do caminho e estou aqui, de braços abertos, esperando vocês de volta com o mesmo sorriso que os vi irem, com a mesma confiança e força que os fizeram deixar os reinos da Luz e se aventurarem nas baixas dimensões. Eu vi, eu sei quem vocês são, eu sei o que vocês podem fazer. Chegou a hora, a sua hora, a hora de vocês voltarem a brilhar aquela Luz, a hora de deixarem jorrar novamente aquele amor primordial, a hora de não dependerem mais uns dos outros para serem amados, mas de amarem a si mesmos e nesta mesma corrente serem UM no mais puro e verdadeiro Amor.

E assim é.

Bênçãos!

Seu irmão,
Ashtar.

Gabriel: Muito grato, amado Ashtar.

Via: Sementes das Estrelas: ASHTAR – “O DESABROCHAR DOS NOVOS RELACIONAMENTOS ATRAVÉS DO AMOR QUE SEMPRE ESTEVE EM VOCÊ” – 19.06.2017

 


Ouça  também a mensagem através do vídeo:

ASHTAR – “O DESABROCHAR DOS NOVOS RELACIONAMENTOS…

Publicado por: Gabriel Raio Lunar

 

Via: ASHTAR – “O DESABROCHAR DOS NOVOS RELACIONAMENTOS … – YouTube

EXPERIENCIANDO O ESTAR SOZINHO COM A SOLIDÃO…

sozinho consigo mesmo

O PESO – SOZINHO COM A SOLIDÃO

Por:  Alexandrian Kosmos
em 29 de maio de 2017

“Sem a remoção do Peso, cada alma individual na Terra falhará individualmente na experiência de estar Sozinha com a Solidão!

Estar Sozinho com a Solidão é a experiência direta de ser único/individual na Presença de Deus, que é a experiência absoluta da Unidade com Deus sem a experiência do Tempo!”

A influência das experiências de nossa Alma dentro da 3ª e 4ª Dimensões da Mãe Terra ainda é uma grande parte de nossas memórias individuais e coletivas do passado. A maioria de nossas memórias serviu para aumentar o crescimento e expansão da Alma no passado, mas agora, queridos, estamos nos movendo para aperfeiçoar nosso aprendizado, para expandir e aumentar nossas experiências dentro da 5ª D da Mãe Terra. Embora nem todos aprendam no mesmo ritmo, todos têm uma habilidade inata e aprendizado para Deixar Ir o passado e avançar em um futuro previsível.

Estamos agora dentro da influência da 5ª D da Mãe Terra, já que Ela completou sua própria Transição em 27 de março de 2017.

Agora é a vez de cada Alma fazer a transição por ser e se tornar uma parte proficiente e plena na 5ª D. A maneira mais eficiente de ser uma parte habilitada/capaz será Soltando o passado.

E aí reside o problema, o Peso que cada Alma suportará por hesitar em cumprir sua própria transição para experimentar plenamente a 5ª D da Mãe Terra – o Peso de deixar ir o passado para a transição para o PRESENTE!

Ao hesitar e esperar para a transição da experiência da 4ª D da Mãe Terra em sua 5ª D, muitos prolongarão o Fardo/Peso de sua Alma, e isso só servirá para produzir experiências de aprendizado individuais e coletivas ainda mais exagradas para a evolução de uma Alma na 5ª D!

O Peso de nossos dias atuais – a Transição com a Mãe Terra para a 5ª D do Universo – se origina pelo avanço de cada Alma de um estado de Separação de Deus para Unificar dentro da Presença Divina.

A experiência de cada Alma dentro da 3ª e 4ª Dimensões da Mãe Terra serviu para individualizar a sua Alma, para que ele ou ela possa desvendar a sua verdadeira identidade no Universo.

Se a Separação de Deus não acontecesse, cada Alma simplesmente “replicaria” Deus, como uma inteligência artificial, sem qualquer alteração, para permitir que seu poder contribuísse individualmente com seus dons e talentos exclusivos projetados para ela: O Propósito de toda Alma – ajudar Deus a incrementar e expandir o Universo!

Muitas Almas na Terra, queridos, ainda permanecerão dentro da fase de individualização de sua alma, algumas por escolha e outras pela falta de compreensão sobre a Transição atual da Mãe Terra.

Em 15 de junho de 2017, a humanidade começará a sentir a razão pela qual o Peso de não passar do passado para a transição para o PRESENTE será uma escolha tão crítica para cada Alma na Terra, assim como nossos dias de estar em um aparente estado de Separação de Deus sobre a Mãe Terra começará a atingir seu ponto final de conclusão.

Sem a remoção do Peso, cada alma individual na Terra falhará individualmente na experiência de estar Sozinho com a Solidão!

Estar Sozinho com a Solidão é a experiência direta de ser único/individual na Presença de Deus, que é a experiência absoluta da Unidade com Deus sem a experiência do Tempo!

Embora vocês já tenham uma multiplicidade dessas experiências diretas de estar Sozinho com a Solidão, queridos, são muitos os que evoluem como Almas do Homem de Luz na Terra que não possuem a experiência direta de se diferenciar entre estar em um Estado de Separação e estar em um estado de Unidade com Deus.

Sem a experiência de saber como sequer diferenciar as grandes diferenças desses dois estados, muitas das Almas do Homem da Luz em evolução continuarão a carregar o Peso de não se moverem do passado para o PRESENTE. Este estágio evolutivo é esperado, mas não será em detrimento do Propósito de sua própria Alma: ensinar, orientar, demonstrar e modelar cada faceta da Vida dentro da 5ª D da Mãe Terra!

Ao longo prazo, esta é apenas uma parte da transição da Humanidade para a 5ª D da Mãe Terra, e será um sinal para demonstrar quanto o seu valioso serviço dentro da 5ª D estará em demanda, conforme a Mãe Terra está agora dentro da “Grande Fusão” de sua frequência vibratória de 4ª D, que durará até 27 de dezembro de 2018.

Nossa direção individual dentro da 5ª D da Mãe Terra será totalmente percebida e concebida através do Chakra do Coração da nossa Alma.

O Chakra do Coração da Alma está a serviço da nossa conexão direta com Deus dentro de todo o espectro Universal. Profundamente dentro de seus corações, queridos, estão TODAS AS RESPOSTAS, TODO O AMOR QUE VOCÊ DÁ E RECEBE, e o mais importante, o plano inteiro do Propósito Espiritual de sua Alma dentro da 5ª D da Mãe Terra!

Para acessá-lo completamente, todos nós precisaremos remover a carga do Peso sobre a nossa Alma passando do passado para a transição para o PRESENTE!

Em nossas experiências passadas dentro da 3ª e 4ª Dimensões da Mãe Terra, geralmente precisávamos confiar nos nossos cinco sentidos físicos de audição, visão, tato, olfato, e provas para manobrar dentro de nosso mundo físico. Mesmo que todos nós tenhamos um Sistema de 7 Chakras Associados intacto dentro de nós, não precisamos de todos os Sete Chakras para experimentar nosso mundo.

Só precisamos permanecer saudáveis, produzir prole e ter a capacidade de ganhar uma renda, e tudo pareceria bem. Esses dias acabaram e agora foram convertidos para o passado em nossas experiências de 3ª 4ª D – o Chakra do Coração da Alma agora fará todo o trabalho atribuído aos nossos cérebros nas nestas Dimensões.

E aí haverá o problema, o Peso que cada alma suportará ao hesitar em realizar sua própria transição para experimentar completamente a 5ª D da Mãe Terra – não passar do passado para a transição para o PRESENTE. Se cada Alma na Terra pudesse entender que estamos todos passando de um estado de Separação de Deus para Unificação dentro da Presença de Deus!

Em 15 de junho de 2017, nossas Almas começarão a emergir do que aparentemente se sentiu como eons para cumprir, a transição de um estado de Separação de Deus para estar Unificada mais uma vez com a Presença de Deus.

Considerando que todas as Almas de Trabalhador da Luz se sentirão mais como festejando, cada desenvolvimento do Homem da Luz se intensificará com um sentimento de pavor e medo. Mas por que alguém se sentiria temerário e medroso de acabar com uma fase da evolução da Mãe Terra para alcançar toda sua Transição para a 5ª D do Universo – movendo cada Alma de um estado de Separação de Deus para Unificar dentro da Presença de Deus?

O pavor e o medo de nossos dias atuais derivam do medo do desconhecido e só prolongará a experiência do Peso – o fracasso de passar do passado para a transição para o PRESENTE, como farão muitas das Almas do Homem de Luz em evolução na Terra.

A Mãe Terra concluiu inteiramente sua própria Transição da 5ª D e agora é a vez da Humanidade fazer a passagem COM Ela para o Universo!

Não há mais tempo disponível para experimentar a 4ª D, pois tudo se foi, exceto em nossas memórias.

Estamos agora dentro de um grande deslocamento da Realidade mais uma vez. A Realidade chamando para que todos nós avancemos para além do passado, para a transição para o PRESENTE – experimentar estar Sozinho com a Solidão como a experiência absoluta da Unidade com Deus sem a experiência do Tempo!

 


Fonte: Alexandrian Kosmos | The Weight – Alone with the Alone
Tradução: Vilma Capuano
https://www.facebook.com/vilma.capuano

Publicado por: Fátima dos Anjos em 1 junho 2017 – Portal Arcoíris – Núcleo de Integração Cósmica

Via: Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica | O PESO – SOZINHO COM A SOLIDÃO