NOS PREPARANDO PARA AMAR INCONDICIONALMENTE…

mahatma-gandhi

A tolerância é o primeiro passo para o amor incondicional

 

 

 

Mensagem canalizada por: Laura Vendas

Amados filhos,

A tolerância é uma virtude que deve ser conquistada por todos aqueles que almejam seguir a senda da Ascensão. Todos vocês, filhos da luz, precisam desenvolver essa qualidade que é predecessora do amor incondicional.

Aprendendo a tolerar as diferenças, os julgamentos, os conflitos vão se dissolvendo e vocês começam a conquistar a paz. Saber tolerar é saber lidar com seus problemas pessoais e de relacionamentos de forma madura, agindo com gentileza, discernimento e lucidez.

A tolerância deve abranger todas as áreas de sua vida, especialmente aquelas onde os conflitos parecem ser maiores e exige de vocês um grau maior de maturidade e conectividade.

Sempre que se perceberem intolerantes, respirem profundamente e observem sua reação e façam as seguintes perguntas a si mesmo: Será que vocês têm mesmo razão para serem intolerante? O que justifica sua raiva, nervosismo ou estresse diante da pessoa ou situação que os levam a ser tão impacientes e intolerantes?

Façam um exame de consciência. Comecem a listar as pessoas ou situações que fazem trazer à tona este sentimento que é causa de seus problemas pessoais, sociais e profissionais.

Ao fazer esse exame, se permitam sair da condição de vítima e percebam o que está por trás da sua intolerância. Provavelmente você vai descobrir que a causa é você mesmo e não o outro.

Nada justifica alguém agir com intolerância ou mesmo impaciência diante do outro. Isso só causa estresse e impede você de alcançar a paz necessária para encontrar as soluções para seus problemas, que muitas vezes nada tem a ver com a situação que você está enfrentando.

Lembre-se que não existem culpados ou responsáveis pelas situações presentes em sua vida. Você, só você é responsável por seus problemas e pelas soluções que estão ao seu dispor, desde que você se permita a calma necessária percebê-las.

Observe que muitas vezes você tem sido intolerante com as pessoas que mais ama e isso não pode ter uma justificativa, a não ser ser verdadeiro consigo mesmo e admitir que a intolerância está muito próxima do julgamento e da impaciência.

Esses dois estados mentais são verdadeiras ervas daninhas que corroem relações e suas próprias emoções. Ao ser intolerante, em qualquer situação, você se impede de sentir amor por si mesmo e pelo próximo.

Isso o afasta do seu principal objetivo, que é conquistar a paz interna para poder se conectar com a Fonte, elevando sua vibração às frequências mais altas do amor.

Ao se permitir ser mais tolerante, você está se permitindo sentir a incondiconalidade do amor, que é paciente e pacificador.

Lembrem-se sempre que é nos detalhes que vocês irão conquistar os valores mais elevados, transmutando cada vez mais os sentimentos menos nobres por padrões elevados de consciência.

Sejam firmes, porém tolerantes com vocês mesmos ao fazer o auto exame sobre seus comportamentos e reações. Deixem ir tudo o que os afasta da paz interior e do sentimento amoroso que brota naturalmente, trazendo novas percepções para sua experiência.

Orientem-se sempre pelo coração e verão que seus conflitos se dissolvem como gelo ao sol. Lembrem-se que vocês são naturalmente pacientes e generosos e reconheçam que a intolerância é apenas um reflexo da falta de amor.

Eu os abençoo e lhes envio energias de raio amarelo, para que comecem, desde esse momento, a exercitarem as virtudes necessárias para a vossa evolução espiritual.

Com tolerância e amor,

Mestre Lanto

Cuiabá 16.12.2016


 

Via: A tolerância é o primeiro passo para o amor incondicional – Mestre Lanto » CORAÇÃO AVATAR

Anúncios

É centrada no coração que cada atitude se transforma numa obra de Luz na Terra….

 

Mestre Lanto (Cláudio Gianfardoni)

Mestre Lanto

Pode ser sua última oportunidade

Canalizado por: Thiago Strapasson

Filhos,
Quantas sensações, quantos amores, quantos sentimentos nos privamos em nossa jornada terrestre! 
Adiamos uma palavra, uma conversa, um carinho, um abraço fraterno, porque temos outros compromissos. 
Esquecemos da ternura, do olhar, das emoções, porque temos muitos compromissos materiais. 
A nossa mente é que nos impele a estar sempre fazendo, buscando, construindo e atraindo segurança à nossa vida. 
E com isso, muitas vezes, perdemos a oportunidade de conhecer um novo amigo, de ter uma nova experiência, até mesmo de vermos nossos filhos crescerem. 
Vocês já deram um beijo naquelas pessoas que ama, hoje? Já olhou nos olhos deles e simplesmente sorriu com a fronte baixa em sinal de agradecimento? Do que é feita a vida sem os sentimentos sublimes que derivam do carinho fraterno? 
Sabe, Filhos, em minhas passagens pela Terra, eu cheguei desse lado do véu e, muitas vezes, me mostraram como a mente nos tira do coração, porque ela está sempre nos impulsionando à vida e, justamente isso, nos leva a sair de nossa essência que se resume ao Amor. 
Na vida terrena, temos que projetar nossa consciência em atos para que haja a manifestação. Na densidade, nossos desejos exigem persistência, sem esmorecimento, apenas foco continuado. É diferente nos Reinos de Luz, onde o desequilíbrio momentâneo pode gerar grandes prejuízos. 
Na densidade, podemos nos desequilibrar, porque a manifestação não é imediata. Ela exige foco continuado. Então, não há necessidade de um equilíbrio perfeito em todo o tempo nessa dimensão. Há a possibilidade de se adentrar nos meandros da mente e retornar ao coração, observando o que cada sensação, cada emoção provoca em seu corpo físico. Cada ato trará uma determinada reação que pode ser modificada através da Luz do Coração. Há tempo entre os efeitos da manifestação e o foco momentâneo. 
Para atingirem os reinos mais sutis, o equilíbrio é muito mais exigido, pois a manifestação se dá de forma instantânea, assim como a diluição dos sentimentos. O ser necessita estar em constante vigília. E isso exige o Amor incondicional, o amadurecimento das emoções, o vigiar, o olhar para si. É um estado no qual se exige o alinhamento energético. Mas não é diferente da densidade, pois embora não haja a manifestação imediata nesse plano – o que é uma oportunidade de se treinar a paciência tão requerida nos Reinos de Luz para manutenção do equilíbrio – vocês manifestam muitos desamores nesse plano, que se reflete na Lei Moral da Reação da Consciência. 
É necessário o equilíbrio e o Amor que se manifesta através do carinho constante, da suavidade, da mansidão e da conduta pacífica. Por isso lhe perguntamos: vocês são pacíficos com aqueles que cruzam seus caminhos? São amorosos com todos em seu dia a dia? Vejam que não dizemos para que se curvem à vontade alheia, para que “abram mão” de sua autenticidade, mas apenas que mantenham sua força interior centrada no coração com respeito e paciência a todos. Se não forem capazes de permanecer nesse estado no reino material, não há possibilidade de acessarem esferas mais elevadas onde a manifestação é imediata. 
É centrado no coração que cada uma de suas atitudes se transformará numa obra de Luz no plano terreno. 
Eu vos abençoo de todo coração. 
Eu sou Mestre Lanto
Canal: Thiago Strapasson – 07/07/2016 
 

Fonte:  Pode ser sua última oportunidade – Mestre Lanto » CORAÇÃO AVATAR