A IMPORTÂNCIA DE CADA UM NO APOIO MÚTUO ENTRE TRABALHADORES DA LUZ…

A luz de cada um

A Missão de cada Trabalhador da Luz

Mestre Seraphis Bey_Claudio GianfardoniMestre Serapis Bey

Canalizado por: Thiago Strapasson

 

Amados Irmãos,

Viemos a lhes trazer um recado de equilíbrio no caminhar em grupo, para que se busquem entre si em cooperação e irmandade.

Vemos muitas intrigas e equívocos entre os seres que estão em missão planetária de ancoramento e elevação da Luz. Há uma confusão geral que, muitas vezes, é causada: primeiro, porque muitos deixam de acreditar em seu próprio potencial interior; segundo, porque estão a todo tempo buscando respostas exteriores e esquecem de olharem para dentro de si em busca do entendimento de sua missão e de seu processo; terceiro, porque não compreendem que estão numa equipe de apoio mútuo com diversas funções.

Entre os seres que ancoram missões ao desenvolvimento planetário temos aqueles que vêm com a tarefa de esclarecer, de trazer ideias e, muitas vezes, ser a ponte de contato entre os dois lados do véu: esses são os “Mostradores do Caminho”, cuja missão é ancorar Sabedoria, Amor, Fé através de sua própria exposição. Vocês os conhecem e sabem de quem falamos.

Esses abençoados irmãos são os que aceitaram a missão de sua exposição, a fim de manter a pureza do projeto e não deixar que os demais se esqueçam de seu propósito. No entanto, é apenas a ponta do iceberg que está exposta. Há muito, mas muito mais, que não aparenta ser o que é.

Dizemos isso, porque vemos muitos irmãos buscando um ponto de apoio naqueles que possuem a missão específica de manter o trajeto através do ensinamento e de sua própria exposição pessoal.

Mas, Meus Amados, muito seria facilitado se compreendessem que se encontram em um verdadeiro exército de Portadores e Trabalhadores da Luz, havendo até mesmo alguns abnegados guerreiros que dedicam toda uma vida a esse serviço.

Vocês se encontram em um grupo de Curadores, Ancoradores, Terapeutas, Músicos, Artistas, Humanos, cuja missão é, simplesmente, ouvir aqueles que necessitam expor suas dores e ancorar energia através do olhar e do apoio das mãos. Ah, como é grande tudo isso!

Há entre vocês aqueles que meditam para que os demais estejam em paz e há aqueles cuja missão é se manter junto à natureza, ancorando energia pura do planeta aos demais.

Existe uma conexão energética entre vocês, onde o trabalho de um auxilia os demais a continuarem o trajeto da Luz. É algo invisível que realizam de forma inconsciente, porque está agregado à sua missão de alma nesse plano.

Dizemos isso porque há Mostradores que pensam ter todas as respostas, ou Trabalhadores que pensam ver, nesses Mostradores, as soluções para seus questionamentos. Mas nenhum de vocês possui todas as respostas! E, por tal motivo, muitas vezes, vemos os Mostradores sobrecarregados em seus questionamentos e alguns Ancoradores, Meditadores, Trabalhadores e até Curadores, ociosos e sem a oportunidade de buscarem seu potencial mais elevado em auxílio mútuo.

Todos vocês vêm com missões específicas, cujo propósito é aprenderem e compreenderem o sentido da irmandade, da fraternidade e do apoio mútuo. É como uma máquina que funciona em perfeição apenas se estiver com todas suas peças ativas e perfeitas.

Mas quando vocês colocam suas expectativas, por exemplo, na resposta de um Mostrador, vocês deixam de buscar seu próprio processo, deixam de buscar a realização de sua missão de alma e tiram a oportunidade de auxílio daquele que veio destinado a o fazer.

Muitas vezes, o que precisam é de uma mão estendida que irá irradiar energia pura da Fonte no plano físico, algo invisível aos seus olhos. Por isso, trouxemos os Portadores da Luz e os Ancoradores Energéticos. Outras vezes, vocês estarão passando por um processo de cura e enfrentamento pessoal, no qual um Mostrador poderá ajudar muito pouco e, então, vocês precisarão de um Terapeuta ou Curador Energético. Ou, ainda, em um momento de grande ansiedade, bastará a presença de um Meditador que, imediatamente, sentirão o alívio que ele irradia a todos ao seu redor. É uma equipe, Amados! É algo grande, muito grande e estrategicamente feito.

Mas quando procuram as respostas sem ouvirem o Coração, buscando apenas aqueles que, por missão, se encontram naturalmente expostos e, por isso, vem às suas mentes, teremos duas complicações: primeiro, vocês estarão ainda na velha energia de buscarem algo externo; segundo, vocês estarão deixando de se conhecer e se apoiarem entre si.

Há Trabalhadores que fazem o trabalho mais elevado e invisível entre vocês, cuja missão é ouvir, dar um sorriso, um apoio, canalizar mensagens de paz através de seus gestos suaves e doces.

Não que haja o mais importante entre todos, mas cada peça apenas funciona bem se estiver em perfeição com o todo. E o trabalho de um Mostrador seria muito lento sem o Ancorador Energético, sem a benevolência e auxílio do Curador ou sem aquele que é o exemplo diário em suas atitudes.

Disso, podemos extrair alguns importantes pontos: primeiro, vocês devem se buscar internamente para compreenderem sua missão de alma e seu próprio processo de cura; segundo, devem expor sua maestria, seus anseios, suas vontades, para que outros conheçam seus dons do coração, que também são tão importantes entre vocês. Mas tudo isso deve ser feito livre de todo o ego, abandonando o querer e sendo verdadeiro com seu gostar, com aquilo que te faz bem, porque se cada um buscar seu processo de maneira sincera e verdadeira, todos os demais serão apoiados e amados entre si.

O caminho, Meus Irmãos, é permitirem que seus dons inatos da alma irradiem, que pode ser, simplesmente, sorrir e ancorar a tão importante energia da alegria. Não importa, a resposta está sempre em seu coração e jamais externamente. Mais que isso: vocês devem buscar aquilo que os alegra para darem e prestarem o melhor de si.

Conhecendo seu próprio processo, vocês saberão em seu coração, a quem buscar em auxílio fraterno. Muitas vezes, vocês procuram um Mostrador quando precisariam de um Curador, ou de alguém que tenha a paciência e o prazer de, simplesmente, os ouvir, de estender uma mão. Ou precisam daqueles que os chame a atenção por serem mais enérgicos. Enfim, cada um terá seu dom especial concedido por Deus a doar.

Nos dias atuais, com as tecnologias já disponíveis em seu mundo, vocês já não precisam estar em um mesmo local físico para prestar esse auxílio mútuo, mas precisam: primeiro, conhecer seu processo; segundo, exporem aquilo que os alegra e os torna verdadeiros; terceiro, conhecerem-se mutuamente e se unirem de coração e sem egos à tarefa do ancoramento da Luz; quarto, buscarem aqueles que, diante da dificuldade, trarão os dons corretos a lhes oferecer. Assim, estarão a otimizar essa bela egrégora fraterna da Luz que formam entre si.

Eu os abençoo e os deixo para que, conjuntamente, sintam seu propósito de alma e, a partir daí, irradiem em auxílio mútuo e fraterno entre todos que se colocarem em seu caminho.

Com todo amor.

Serapis Bey

……………………………………………………………………………………

Canal: Thiago Strapasson – 29 de julho de 2016
Revisão de texto: Angelica T. Tosta e Solange Yabushita
Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/

Via: CORAÇÃO AVATAR: A Missão de cada Trabalhador da Luz – Mestre Serapis Bey

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

A Missão de cada Trabalhador da Luz – Mestre Serapis Bey

Publicado por CORAÇÃO AVATAR em 13 de fevereiro de 2018.

Via: A Missão de cada Trabalhador da Luz – Mestre Serapis Bey – YouTube


Anúncios

A TRANSFORMAÇÃO EM MASSA QUE DARÁ UM FIM À ILUSÃO DE SEPARAÇÃO…

luz da ascensao

Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

publicado em The Edge Magazine em 01 de Fevereiro de 2018

Por: Christine Day

 

Amados, nós os saudamos.

Os ventos da mudança têm fluído livremente, criando novos padrões de luz, dando nascimento a aberturas multidimensionais por todo o plano da Terra desde o Ano Novo. As frequências mais elevadas de Deus contidas nos raios do Sol têm fluído por seus sistemas energéticos e fazendo você reviver, rejuvenescendo você em um nível celular.

Esses raios expandidos têm criado um realinhamento em seu corpo através de uma ativação do que nós chamamos de “Essência da Ressurreição”. Esta frequência está agora fluindo pelo corpo físico e abrindo caminhos energéticos para outros aspectos dimensionais da sua câmara do coração. Esses novos padrões de luz estão criando revelações a partir da forma pura de Amor emanado do Sol, reabrindo um acesso para a sua consciência de luz divina.

A sua luz brilha mais forte dentro de você. Você contém uma iluminação única e com a ação dessas reaberturas você está sendo revelado ao seu Eu. Portas de entrada que estiveram fechadas em você podem agora ser acessadas. Você está se tornando um feixe de luz, que brilha a partir do seu coração para toda a humanidade.

Agora é a hora de desejar Soltar e mover-se adiante, não necessariamente sabendo ou compreendendo o seu processo. Este é um tempo de simplesmente confiar e tornar-se aquilo que você é a cada momento. Não olhando adiante nem para trás de você. Não tentando desvendar o que está acontecendo. Em vez disso, deseje alinhar-se com essa extensão da câmara do seu próprio coração e testemunhe o que está exatamente no momento.

Energia natural do coração

​Há um chamado do destino sendo feito a cada um de vocês para dar um passo adiante e permitir que a vastidão da energia natural do seu Coração flua em seu mundo. Haverá um entrelaçamento do “Amor” que você carrega naturalmente dentro do seu coração multidimensional para que flua para fora, emergindo para a humanidade.

As profecias do “Novo Amanhecer” nos diz que este é o tempo para a ilusão da separação terminar. Esse processo transformacional de tornar-se começa dentro do seu coração. Ele é feito para, em primeiro lugar, desenvolver-se dentro de você, e então o Amor irá transmitir-se naturalmente para outros.

As guerras internas que você criou dentro do seu eu através do autojulgamento e da autocondenação têm perpetuado a ilusão da separação, mantendo-a firme na existência em seu mundo. Vocês, como uma raça, têm vivido isto continuamente em seu cotidiano – e em suas próprias vidas. E então vocês estenderam esta separação para outros em seu mundo.

Transformação em massa

​A transformação energética em seu plano Terrestre, através do reposicionamento do Sol no momento do Ano Novo, contém um novo projeto de frequência para a transformação em massa, retirando a ilusão da separação em seu planeta. Cada um de vocês num caminho consciente tem um papel importante a fazer nessa fase transformacional. Cada um de vocês fez uma série de pré-acordos para sustentar “plataformas energéticas” que transportam uma série de modelos contendo aspectos do Amor. Isso é sustentado em um projeto energético que começará a ser ativado, mudando a ilusão da separação dentro do plano Terrestre nesta altura da transformação.

Esta jornada de construir a “plataforma” começa com você sustentando um espaço de Amor por si mesmo, durante um momento. Esta plataforma, a qual é destinada para ser construída energeticamente e então sustentada dentro do seu coração, conterá automaticamente um espelhamento. Isso pode ser comparado a você criar um caminho para outros seguirem, permitindo que eles se movam com facilidade através dos seus próprios processos de transformação, de autoaceitação e, definitivamente, de autoamor.

Você está sendo solicitado a começar este primeiro passo do processo ao desenvolver inicialmente dentro de você um momento de compaixão e paciência pelos seus traços humanos de imperfeição. Através da autointrospecção, olhe para um aspecto da sua jornada onde você mantém um julgamento contra o seu eu. Reveja a experiência a partir da perspectiva que você fez o melhor que você pôde no momento. Abra-se para a verdade, que na realidade não houve escolhas erradas, que cada escolha leva você a uma experiência perfeita de aprendizado.

Autenticidade da Verdade

​Há grande significância em abrir-se para esta autenticidade da Verdade. Ela alinha você ao potencial pleno de cada momento: cada escolha que você faz abre a experiência necessária. Você não pode condenar a si mesmo por nenhuma decisão que você tomou em sua vida!

Outra Verdade: Como um ser humano você é “perfeitamente imperfeito”. Compreenda que não é possível para você sempre fazer coisas perfeitamente, pois você sempre cometerá erros! Erros criam as experiências de aprendizado necessárias!

Ao abrir-se para essas verdades, abrace a si mesmo com Amor e Compaixão pelo sofrimento causado pelo seu autojulgamento. Então respire com a sua respiração consciente (para dentro e para fora pela boca) e Solte os velhos julgamentos de dentro de si. Ao abraçar-se com Compaixão por todo o sofrimento, por apenas um momento no tempo, cada célula em seu corpo conterá a marca daquele momento.

A cada momento em que você permite-se Soltar o julgamento, a “Energia do Soltar” torna-se cumulativa dentro das células. Uma base forte de autoamor irá desenvolver-se dentro de você, e isso levará você a uma experiência ainda mais profunda de Soltar os momentos de julgamento.

Você começará a construir a “plataforma” para terminar a separação dentro do seu coração. Este processo é um papel essencial para você desempenhar para si mesmo agora, acelerando o seu processo de iluminação. O novo padrão de luz no planeta contém a energia para dar suporte a você nesse processo de ressurreição; ele contém o projeto pronto para este seu novo desabrochar.

Um projeto sagrado

​Lembre-se que esta é a sua jornada, um projeto sagrado que será um processo de desabrochar passo a passo. Não é preciso que seja feito com perfeição. Você terá momentos nos quais você poderá abraçar a si mesmo com aceitação e outros momentos em que você voltará direto a um lugar de autojulgamento. Este é um componente natural da sua composição como um ser humano.

O que é importante é testemunhar os momentos nos quais você entra na separação consigo mesmo. Observar, “Ah, veja, estou julgando a mim mesmo agora”. Quando isso estiver realmente acontecendo, não distancie-se de si mesmo. Simplesmente abrace a si mesmo com Amor, sabendo que você não é perfeito em seu eu humano. Saiba que você nunca fará as coisas com perfeição! Cada vez que você reconhece a sua separação, você muda um aspecto do ciclo poderoso de separação, porque você está fazendo de forma diferente através do reconhecimento.

A sua jornada nunca foi a de saber corretamente e fazer tudo com perfeição. A jornada verdadeira é a respeito de autoaceitação da sua própria imperfeição! Autoaceitação é autoamor. Autoamor termina naturalmente o seu estado de separação dentro de si e leva você em direção à iluminação. Saiba que através da autoaceitação haverá uma construção e surgimento desse elemento de autoamor.

Ao progredir nesse caminho você sustentará firme esta plataforma desenvolvida de autoaceitação dentro das células do seu próprio coração. Você irá então ativar outro nível do seu caminho autorrealizado ao manter no lugar um aspecto ancorado desta “plataforma” para a humanidade. Entre todos vocês ativando esses caminhos haverá uma forte construção dessa “plataforma”, que irá finalmente transformar a consciência das multidões.

Percepção incorreta do ego

​Lembre-se, sempre haverá uma falta de percepção pela ilusão contida em sua mente do ego. O ego interpreta mal o que está verdadeiramente acontecendo no momento. Esta percepção incorreta cria um estado de separação em você naquele momento, distanciando você da Verdade e trazendo você a um lugar de sofrimento. Quando você está nesse estado de separação, você acredita que precisa de algo diferente do que está acontecendo exatamente naquele momento. A história da mente do ego diz a você que de alguma forma você é uma vítima, e naquele momento, você é levado para longe de se apropriar da sua própria criação da experiência.

Essas percepções incorretas do ego levam você para longe de tomar toda a responsabilidade pela sua criação. Em vez de abrir-se para o que está lá para você aprender e compreender sobre a sua própria vulnerabilidade humana, você se desconecta e é pego pela ilusão contida em sua mente do ego. Essas percepções incorretas na verdade separam você do seu coração, da Verdade que existe.

Este é o plano, que já está em andamento: o desenvolvimento gradual da autoaceitação, que é iniciado através do Amor de sustentar e abraçar a sua própria humanidade. Isso será conseguido através da ação consciente de primeiro aceitar tudo o que você experimentou e viveu em sua vida até este momento – e então desejar explorar a profundidade do que você suportou, experimentou emocionalmente, através dos muitos cenários que você criou e das escolhas que fez nesta vida.

Estado de separação

A separação é uma das maiores ilusões encenada dentro da sua experiência humana na Terra. O processo de fechar-se como um resultado do criticismo é um fator dominante acontecendo em seus grupos de família, comunidades e entre países individualmente em seu plano Terrestre. Esse estado de separação tornou-se uma característica básica da sua persona humana.

Um aspecto da transição em andamento na Terra é mais uma construção da “plataforma” para liberar esse elemento de separação dentro da comunidade. O seu coração pode tornar-se a âncora estabilizadora em sua vida diária, e você se torna uma testemunha nas suas interações com outros. A mente do ego se move rapidamente para o julgamento. O julgamento pode até ser um pensamento sutil sobre outra pessoa. (Por exemplo: “Olha só o que eles estão vestindo. Eles são tão barulhentos”). Conforme você faz esse julgamento, mesmo pequeno, um processo de separação imediato é ativado em seu próprio coração. Você constrói uma parede e uma energética é liberada em você e em direção a eles. Esta ação de julgamento interrompe o Amor e a Alegria em você.

Testemunhe a si mesmo junto aos outros, como a sua mente começa a quebrar a comunicação e a comunhão com os outros através desse julgamento. Torne-se consciente de quão suavemente a mente do ego quer quebrar a conexão para fechar-se para os outros nessas formas sutis.

Nunca há uma razão para fechar o seu próprio coração para outra pessoa. Você pessoalmente precisa que o seu coração esteja aberto para permitir que o Amor flua. Com o seu coração totalmente aberto, você acessa o seu Verdadeiro poder interior e sua vulnerabilidade. Vulnerabilidade é força e ela reside na vastidão do seu próprio coração.

Ninguém tem o poder de machucar você. Só a sua mente do ego pode escolher ser machucada por outro. A mente do ego não está alinhada com a Verdade do seu coração. A mente do ego contém percepções erradas da Ilusão. O seu coração contém o seu poder autêntico. O coração é o único caminho para a Verdade e o Amor.

Processo com sons sagrados

​Este é um tempo de grandes oportunidades para a autorrealização do seu coração. Nós trazemos uma série de Sons sagrados para dar suporte a você para construir a “plataforma” para a expressão da canção do seu próprio coração. Você é original. Ninguém tem as mesmas configurações de frequência nas células do Coração que você. Esses Sons são concebidos para ativar totalmente a sua originalidade das suas células do coração.

Aqui está o processo:

1.    Segure seu coração com ambas as palmas das mãos, use a respiração consciente e solte.
2.    Conecte sua consciência com os Raios do Sol.
3.    Use o primeiro Som, ESTAHN ENNN, e traga o Som para dentro dos Raios do Sol.
4.    Então traga o Som, ESTAHN ENNN, para dentro do seu coração.
5.    Use a respiração consciente para dentro do coração e solte.

Agora repita todos os passos (1-5) utilizando esses outros Sons.

Para a segunda rodada, use este Som: ENTAH ENNN.

Para a terceira rodada, use este som: DAHN ESTE.

​​Utilize este processo diariamente para a autorrealização da ativação da Essência original do seu coração. Tire um tempo para SER dentro do seu próprio coração e desenvolva uma âncora interna para a sua estabilização.

Você é aquele por quem você tem esperado! Nós testemunhamos você conforme você nasce.

Bênçãos,

Os Pleiadianos

……………………………………………………………………………………………………………………….………………

Direitos de autor 2017 Christine Day. Todos os direitos reservados.

Publicado originalmente em inglês no endereço:
http://www.edgemagazine.net/2018/02/a-pleiadian-message-activating-the-resurrection-essence/

Tradução para o português no endereço:
http://christineday.wixsite.com/portugues/Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

Tradução autorizada: Letícia Scarpa  (leticia@leticiascarpa.com.br)
Revisão do texto em português: Vilma Capuano (vilmacapuano@yahoo.com.br)

Via: Newsletters | Mensagens de Christine Day | Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018

Publicado por Sementes das Estrelas – Áudio em 6 de fevereiro de 2018.

Via: UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018 – YouTube


 

PERCEBENDO OS PROBLEMAS COMO DESAFIOS INESPERADOS…

goldfish jumping out of the water

RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA

SUPERAR (editado)

Por: Giridhari Das

 

A vida não é fácil. Todo dia temos que encarar ditos problemas. Veja como o Caminho 3T lhe confere todas as ferramentas e saberes que você precisa para reduzir, ou até mesmo superar, os problemas da vida.

Esse poder vem do fato de que você estará lidando com os altos e baixos da vida de dentro para fora. Você tem pouquíssimo poder para mudar os fatos externos da vida, mas você pode desenvolver completo poder para mudar seu interior – como você lida com a vida. Assumir o controle da sua vida de dentro para fora é o cerne e o segredo de todo o caminho do yoga e a chave para superar ou pelo menos suavizar o seu sofrimento.

Qual É o Problema?

Na verdade, não há problemas. Pense sobre isto: o que você chama de problema é quando acontece algo que você não esperava ou não desejava. Onde estavam essa expectativa e esse desejo? No futuro. Isso foi realista? Aparentemente, não. Isso foi fantasia. Isto está no âmago do Caminho 3T: mudar do paradigma de fantasia para o paradigma de realidade. Viver a vida como ela é, aqui e agora.

E o que você tem aqui e agora são desafios: dos menores, como sair da cama, tomar banho e meditar um pouco; aos maiores, como lidar com um cliente difícil ou combater uma gripe; aos épicos, como lidar com uma grande perda ou com a morte de um ente querido. Contudo, isto é a vida: uma série de desafios, desde o começo. Você teve o desafio de lidar com o seu próprio parto, aprender a engatinhar, depender de sono e conforto materno. E isso nunca parou: primeiro dia de aula, dividir os brinquedos, esportes, escola, puberdade, vida social… desafios sem fim. A vida é assim.

O que você chama de problema é simplesmente outro desafio – a vida acontecendo, como sempre aconteceu. Não existem problemas, apenas a realidade. E se isso é diferente do que você esperava ou queria, você pode ver o quanto estava errado em ter expectativas e apegos indevidos, vivendo no futuro em vez de viver no presente. O que você chama de problema tem, no mínimo, o benefício de trazer você de volta para o aqui e agora e fazer você se centrar em sua ação e em ser você mesmo, exercitando sua sabedoria e sua devoção.

Aceite, Seja Grato, Confie e Entregue

Você pode se preparar para lidar com qualquer desafio valendo-se de um processo de quatro passos: 1) aceite, 2) seja grato, 3) confie, e 4) entregue: faça disso uma oferenda.

Primeiro vem o passo mais difícil: aceitar o desafio. Aceite completamente. Você não fará nenhum progresso até fazer isso.

A pior coisa que você pode fazer é se lamentar. Somente vítimas se lamentam. Não tenha pena de si mesmo; não se queixe. Não pragueje que o mundo é injusto, que Deus abandonou você ou como alguém é ruim. Não perca seu tempo precioso com isso. Nada de bom virá disso. Mesmo se você estiver lidando com um desafio de proporções épicas, lamentar e afogar-se em tristeza e depressão não ajudará em nada.

Uma vez que você supere a lamentação e tenha aceitado o desafio, virá a gratidão. Lembre-se de que a gratidão é um instrumento poderoso: use-a para lidar com os desafios da vida. Seja grato. Isso pode parecer estranho a princípio, mas é efetivo e empoderador. Seja grato pela chance de aprender e crescer. Seja grato pelo fato de algo pior não ter acontecido. Seja grato por estar vivo e se mantenha em boa consciência para lidar com quaisquer desafios que se apresentem a você. Acima de tudo, seja grato pelo próprio desafio. Se você estudar a vida das pessoas, verá que são os maiores desafios que as levam à grandeza e ao sucesso. Enfrentando esses desafios, você entra em uma zona de autodescoberta e autodomínio que, de outro modo, seria inalcançável.

Em um estado de aceitação e gratidão, você consegue depositar sua confiança em Deus. Se você ainda não trabalhou sua devoção, você pode investir sua confiança no universo ou na “providência”. Confie que o que está acontecendo a você é exatamente o que você precisa, o que é, em última instância, o melhor para você evoluir. E confie na realidade; ela quer o seu bem. Existe um propósito em tudo, e nada acontece por acaso. Existe uma força de bondade pura controlando o seu destino. Confie que essa força está atuante em apresentar desafios para você.

Agora é ação. Ação em dharma. Qual é seu dever? Qual é a melhor de você? Dentro de quem você é, onde está e o que tem, qual sua melhor resposta? Foco sempre no dharma. Não se trata do que é mais fácil, mais divertido ou que impressionará os outros. Trata-se de quem você é e como você pode se valer de cada desafio para ser a melhor pessoa possível, o mais sincero consigo mesmo.

Por fim, faça de sua resposta uma oferenda. Não deseje algum resultado futuro. Não crie apegos indevidos. Deixe fluir. Faça o seu melhor, aqui e agora, deste ponto em diante. Você não está nisso pelos resultados. O foco primário é o ato em si. Apenas faça o seu melhor com o que a vida lhe deu, dando um passo de cada vez. Entrega, ofereça. A resposta é um presente que você está dando ao mundo. Se você já ativou sua devoção, é uma oferenda a Deus.

Agora você está pronto para lidar com qualquer coisa que cruze seu caminho: aceite, agradeça, faça a ação com foco no dharma, e entregue o resultado.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma seção inteira sobre este tema de como superar os desafios da vida.

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.


Via: RECEITA PARA SUPERAR QUALQUER PROBLEMA NA VIDA – Giridhari Das

NA BUSCA POR RESPOSTAS, FAÇA AS PERGUNTAS AO SEU MESTRE INTERIOR…

sabedoria interior

O MESTRE INTERIOR

Jesus

Jeshua Ben Joseph

Canalizado por: Judith Coates

 

Amado, foi-me perguntado se eu iria manifestar um determinado ensinamento que poderia leva-lo do início até o espaço da mestria. Na verdade, eu dei alguma instrução nesta área. Você tem livros que são como guias para estudar. Mas eu quero lhe fazer uma pergunta muito básica. Quando você usa um guia de estudo como este, onde ocorre a maior parte do estudo? Na mente.

E o que eu enfatizo com você é, ainda que você comece com conceitos da mente – que é um bom lugar para começar – o objetivo é chegar ao espaço do coração para que você, como tenho lhe falado por alguns anos, não volte ao início e envolva a mente unicamente.

Porque, na verdade, enquanto uso as palavras, elas não são tão importantes quanto o sentimento. Eu chego a vocês e toco cada um de vocês, coração a coração, enquanto a mente está ocupada lendo as palavras. A mente diz: “Oh, bom, eu posso me agarrar a essa ideia. Vou manter essa ideia”. Então outra ideia chega e você esquece a primeira, e então você se entretém com a segunda na mente. Se você tiver sorte, a mente se cansa, e você chega a uma sensação de paz.

É por isso que eu enfatizo tantas vezes que você reserve um tempo a cada dia para se interiorizar e apenas respirar. Agora, eu sei que quando você começar essa prática  todos os dias, se você for como a maioria dos irmãos e irmãs, a mente estará ocupada com o que aconteceu no dia anterior ou naquele dia, e haverá certas coisas que você resumirá na mente: “Ela disse isso para mim. Isso aconteceu no trabalho. Isto é o que eu tenho que pensar  amanhã. Espero ter tudo preparado para o jantar, com cem pessoas vindo para comer … etc”.

E então, como você praticou se concentrar na respiração, você pode chegar a um espaço de paz interior, aonde chega ao espaço onde você conhece o sentimento de expansão, onde não tem nenhum julgamento, nenhum pensamento, apenas o espaço de paz interior. Eu tenho compartilhado com você muitas vezes, e irei reiterar, que quando você encontrar esse espaço de paz interior, o corpo lhe agradecerá, porque o corpo, em seguida, começará a relaxar sem que você tente controlá-lo.

Você respira, sente-se em paz e o corpo se expande. Todas as células do corpo permitem que a sua Luz se expanda.

Falamos, muitas vezes, dos vários textos, dos escritos que são como pistas para colocá-lo em um caminho. Você tem muitos bons textos que você pode estudar. Você tem muitos bons poetas, escritores, músicos que escreveram melodias e as palavras para as melodias que irão transportá-lo de um espaço para certa emoção. Muitas vezes a música pode movê-lo de uma forma que nada mais pode. Agora, quando a música o mover para um espaço onde você perceba que as lágrimas estão fluindo livremente, alegre-se. Saiba que realmente houve vidas em que você não podia, não ousou derramar as lágrimas. Alegre-se cada vez que sentir as lágrimas descendo pelas bochechas, porque isso mostra que o coração está se abrindo.

Muitas vezes me perguntam: “Mestre, como posso me tornar um mestre? Mostre-me, ensine-me, leve-me aos livros certos para estudar. “Dependendo do que parece ser o próximo passo necessário para eles, irei sugerir.” Mas, muitas vezes, eles irão voltar e dizer: “Eu li os livros que você sugeriu. Eles eram bons. Eles me levaram até certo ponto em meu caminho, mas eu sinto que há mais. Há algo mais que eu deveria estar estudando?”

Quando eles fazem essa pergunta, eu sei que eles querem algo da mente, então eu sugiro algo que eles possam ler para a mente. E depois de um tempo, se eles seguiram o caminho de uma maneira, eles irão voltar para mim e dizer: “Eu li os livros que você sugeriu. Eu refleti sobre eles. Eu os questionei. Eu meditei sobre as ideias nesses livros, mas eu ainda sinto que há algo mais. Diga-me para onde ir, o que fazer.”

E lhes digo, como já lhes disse algumas vezes. “Acesse o professor interior, o seu próprio mestre interior.” Porque todos e cada um de vocês existiram antes do início do tempo, existiram desde o primeiro pensamento criado, e você conhece melhor o seu caminho do que qualquer outra pessoa. Você conhece o seu Mestre interior. Faça as perguntas ao seu Mestre interior.

Não há problema em fazer perguntas a irmãos e irmãs, porque eles estão percorrendo o caminho humano e talvez o que eles leram seja esclarecedor para você. Mas quando você chegar ao espaço onde souber que há algo mais, interiorize-se e pergunte ao mestre interior.

Porque há dois mil anos, você e eu caminhamos juntos, sentamos ao redor da fogueira, caminhamos ao longo da margem do mar e compartilhamos idéias, perguntas. Quando tudo isso foi feito e você partiu, para voltar ao lugar em que morava, ou para sua família, ou para onde você tinha que ir, restaram perguntas, perguntas que eu não poderia responder verdadeiramente. Eu só poderia responder o que era verdade para mim, como eu faço neste dia e tempo.

Mas o verdadeiro professor para você é o Mestre interior. É você, o mestre que você é, interiormente. Agora, a parte mais maravilhosa sobre isso é, como você estará querendo saber, pedindo para saber, realmente desejoso de saber, é que nada pode ser retido de você. Você trará o texto perfeito para você. Você trará os professores perfeitos para você. Você trará as circunstâncias perfeitas para você.

O seu Mestre interior nunca o deixará, nunca o abandonará. Você pode se sentir, às vezes, que você está abandonado, mas nunca poderá ser abandonado, porque o seu Mestre interior tem estado com você desde o tempo em que você pensou primeiro em criar, e você criou mundos, realidades, coisas a experimentar e expressar, porque você é a extensão do Princípio criativo. Portanto, o que você vai fazer? Você irá criar.

E você irá, de acordo com a mente, julgar suas criações. O seu Mestre interior não julga. O seu Mestre interior vive como você e está sempre acessível a você. Então, na verdade, você não precisa de um mestre fora de você.

É divertido jogar com outra pessoa, lançar idéias e dizer: “Bem, como você vê isso?” E, provavelmente, por causa de seu Mestre interior, esta pessoa pode ver as coisas de forma diferente de você, e dizer: “Bem, é assim que eu vejo.” E você diz: “Bem, vamos pensar sobre isso por um momento ou mais. Deixe-me ver como isto é.” E isto pode ou não parecer correto.

Sempre que houver um momento em que você se sinta confrontado por outra pessoa, respire, e, então, interiorize-se, silenciosamente, e acesse o seu Mestre, dentro de você. Peça validação, porque, muitas vezes, o que você experimenta com a mente no mundo não é validação. As idéias virão à mente, e a forma habitual de participar com essas idéias tem sido avaliar, julgar, e muitas vezes o seu julgamento de si mesmo surgiu um pouco inferior do que o valor que você coloca em outra pessoa.

Então, quando isso acontecer, respire e pergunte a si mesmo: “Qual é a minha verdade? Fale-me, Mestre interior, meu Mestre interior”, e ouça. Novamente, não julgue. Não diga: “Bem, eu não acho que isso seja certo, porque eu li em algum lugar em um livro… etc, que tem que ser assim e assim.”

Basta ouvir e sentir. O que será mais importante será o sentimento, o sentimento de paz, o sentimento de aceitação que: “Eu estou bem. Posso ter idéias diferentes de outros, mas ainda estou bem com minhas idéias. Ainda estou bem com meus valores. Eu tenho valor”, porque você tem.

O mundo muitas vezes quer aniquilar o que você considerou como o seu valor. A mente lhe dará uma lista completa de como se valorizar, e muitas vezes você se encontrará perto do final da lista, porque é assim que habitualmente o ensino de gerações tem sido. Você aprendeu isto como os pequeninos. – “Você não sabe de nada. Você tem que me ouvir “, dizem os pais, ou o irmão mais velho, ou a irmã. Você faz isso por algum tempo, e então, começa a pensar, “Bem, não é assim que eu vejo as coisas, e eu não estou muito certo de onde eu irei com isso.”

Ouça o seu Mestre interior. Não seja confrontado com outro, porque o Mestre interior deles pode estar trazendo para eles o que eles disseram que a alma deles quer experimentar. Mas valorize o seu Mestre interior, porque esse Mestre é verdadeiro para você. É importante que você saiba do seu valor e se expresse, mesmo quando os outros não podem ouvi-lo. Permita-se valorizar a si mesmo e ao seu Mestre interior.

Leia os livros. Pergunte coisas. Discuta. Em seguida, leve-o em meditação para o Mestre Interior. Esse Mestre interior, quando você estiver sendo totalmente aberto, sem julgamento irá levá-lo à Verdade de seu ser.

Eu posso falar estas palavras para você agora, porque você está em um espaço onde você entende. Não só com a mente, mas com o Coração aberto. Eu posso falar isso para você como eu fiz há dois mil anos, quando nos divertimos trocando as idéias, porque nós o fizemos. Nós gostamos de usar a ferramenta da mente, então jogamos com a mente. E você fez isso nos primeiros anos desta vida, porque a mente é um grande brinquedo. Se você for tratá-la como tal, não sairá errado.

Mas o coração fala a verdade. Portanto, sempre que você se sentir ansioso e se perguntar o que está acontecendo, respire e então pergunte ao Mestre interior: “Como você vê o que está acontecendo?” Todas as vezes que você perguntar ao seu Mestre interior, você receberá uma resposta. Você pode não ouvi-lo. Você pode não querer. Você pode não confiar nele, mas você receberá uma resposta a que você pode retornar e ver se a resposta é a mesma da próxima vez também. Permita-se confiar no Mestre interior, porque será verdade. Não a mente, mas o sentimento do coração.

Você irá se divertir com isso. A mente já está se divertindo com isto, mas o coração diz: “E daí? Eu amo, Eu Sou, Eu Sou, eternamente.”

Então, interiorize-se e pergunte ao seu Mestre interior, “Fale comigo. Ame-me.” Isso é muito poderoso. Vá ao Mestre interior e peça: “Ame-me”. O sentimento que fluirá sobre você estará com você para sempre. Será poderoso e será para sempre, como eu estou com você. Eu caminho com você agora. Fale comigo de vez em quando.

Eu lhe dou uma promessa. Há dois mil anos, eu lhe dei uma promessa: “Estarei com vocês todos os dias, até o final dos tempos”. Isso será uma boa coisa para celebrar. Eu estou com você sempre, e amo o que você é, porque aquilo que você é, é Quem somos, fomos e seremos para sempre, fora do tempo.

Fale comigo durante o dia. Se você realmente quiser chamar minha atenção, diga algo engraçado, uma piada. Eu gosto de rir. Que a paz esteja com você agora e para sempre.
Que assim seja.

Jeshua ben Joseph (Jesus)
Expressando-se através de Judith Coates

…………

Nota: “Jeshua ben Joseph” é o nome aramaico original de Jesus, a personificação da energia crística na Terra.


Fonte: Oakbridge University | Newsletter | April 2017 The Teacher Within
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: Sementes das Estrelas: JESHUA BEN JOSEPH – “O MESTRE INTERIOR” – 12.04.2017

SE EM SEU PLANO DE ALMA FAZ PARTE SE TORNAR UM MISSIONÁRIO DA LUZ…

energia

ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE

Palestra - Plano de Alma (editado)

Palestra de Gabriel RL
inspirada por Mestre El Morya

 

INTRODUÇÃO:

As pessoas nascem, crescem, algumas delas, às vezes, nem cresceram tanto assim, e já conseguem observar a vida como ela está. E desde que tomam consciência de si mesmas e do mundo que as rodeia, elas começam a questionar. Elas têm muitas perguntas. Perguntam primeiro a si mesmas, depois aos pais, professores e demais pessoas ao seu redor. E, na medida em que vão crescendo, frequentando escolas, igrejas e demais instituições, as perguntas vão ficando cada vez mais complexas, e as dúvidas mais intensas e perturbadoras. As respostas, geralmente, não são satisfatórias.

Não satisfeita, o vazio interior da pessoa cresce e cresce. Na adolescência, a insatisfação toma proporções imensas e explode – o que leva muitos jovens a se perderem no mundo das futilidades, do alcoolismo e até mesmo das drogas mais pesadas.

Tem aqueles que acabam por, aparentemente, se satisfazer com as respostas dadas pelas igrejas que frequentam. Ora! Isso tudo é decorrência do que no íntimo, todos sabem. Todos sentem, no nível interno, que têm uma missão para cumprir na vida. E se embrenham por todos os caminhos possíveis em busca de esclarecimento para satisfazer esse desejo: descobrir e cumprir sua missão. Alguns vão passar toda sua vida nessa posição de “buscador” e nada vão encontrar. Outros, de uma forma ou de outra, vão descobrir que o que lhes preenche esse vazio interior, nada tem nada a ver com vida material. Felizes estes, que encontram a sua missão de alma – única coisa que vai lhes preencher o vazio existencial. – E ela se descobre “um missionário”.

A palavra missionário pressupõe algumas mudanças e/ou adequações para que a pessoa cumpra sua missão – única forma de encontrar a paz interior. Essas mudanças, muitas vezes, não são muito confortáveis à vida material, pois vão exigir disciplina e abnegação. Essa parte é muito difícil. É para os fortes e determinados. Quem não se sente forte e determinado o bastante para assumir isso, saiba que acima de qualquer sacrifício, está o bem estar e a paz interior alcançada por quem encontra e cumpre sua missão. É muito gratificante! Um verdadeiro prêmio dos Céus!

Saibam todos os buscadores que há muitas ferramentas disponíveis àquele que descobre sua missão de alma. Os missionários recebem da espiritualidade toda ajuda de que necessitam para seguir adiante com suas missões, basta que se abram para isso.

Gabriel RL é um desses abnegados missionários e tem experiência o bastante para tratar desse assunto, com maestria. Vamos ouvi-lo, então, nessa palestra em que, inspirado por El Morya, ele oferece uma indispensável ajuda aos buscadores e missionários.

Gratidão, Gabriel RL! Gratidão!

Solange Yabushita

—————————————————————————————————————————–

Apresentação: Solange Yabushita
Produção de vídeo: Davi Aguiar / https://www.daviaguiartes.com/

 


Via: Sementes das Estrelas: GABRIEL RL (PALESTRA) – “ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE”

 

EM QUASE TODA FAMÍLIA EXISTE ALGUÉM “DIFERENTE” DOS DEMAIS…

Yellow tulip field with one red tulip

VOCÊ ESTÁ MAIS DESPERTO DO QUE A SUA FAMÍLIA?

 

4ba05-1516284213418blob (editado)

FORMAS  DE  CURAR  RELACIONAMENTOS  QUANDO  SUA  FAMÍLIA AINDA  ESTÁ  ADORMECIDA

Por: Nanice Ellis

 

Todos estamos despertando!
O problema é que estamos acordando em níveis diferentes.

Isso é particularmente desafiador quando ocorre dentro das famílias. Se você está lendo isso, é provável que você esteja mais acordado do que outros em sua vida, e talvez isso ofereça alguns problemas.

Afinal, quando você está acordado, pode ser super difícil lidar com membros da família, como pais, irmãos e sogros, que ainda estão dormindo, especialmente quando nossas reações habituais à dinâmica familiar podem nos deixar inconscientes (mostrando nós, onde ainda estamos dormindo nós mesmos.)

A chave para manter relações positivas com nossas famílias não está tentando despertá-las, mas sim permanecer Desperto. Então, se você tiver a sorte de estar mais Desperto do que eles, o que é necessário para assim permanecer na presença desses indivíduos?

CONHEÇA SEU GANCHO (GATILHOS)

Todos nós temos ganchos emocionais que, quando empurrados, nos faz voltar às dinâmicas antigas, fazendo com que voltemos a dormir e esqueçamos quem realmente somos.

Um gancho pode ser um problema antigo ou um problema atual, e quando este problema é ativado de alguma forma, você fica preso na reação.

Se você pode identificar seus ganchos pessoais, você também pode conscientemente escolher ficar longe deles, e se alguém ativá-los, você pode conscientemente escolher não se enganchar.

Respire fundo, passeie, ou faça o que for preciso para ficar fora do gancho.

NÃO ENGANCHE NINGUÉM

Vamos ser honestos, todos sabemos o que conecta os membros da nossa família às reações. Conhecemos seus botões e sabemos como pressioná-los. Mas, onde isso nos leva? Se estamos realmente Despertos, isso não nos leva a lugar algum.

Na verdade, ativando as feridas de outra pessoa, apenas para obter uma sensação de poder ou vingança, ou mesmo apenas perpetuar um velho hábito, mantém você adormecido. Quando estamos Despertos, não precisamos mais criar reações nos outros.

O que aconteceria se você apenas Soltasse aqueles que você ama e desativasse o gancho?

Aqui estão 12 maneiras poderosas de reconhecer nossos ganchos e curar nossos relacionamentos

CARÊNCIAS EMOCIONAIS

A maioria de nós termina a infância com necessidades emocionais insatisfeitas e muitos de nós continuamos a olhar para nossos pais ou irmãos para o atendimento dessas necessidades bem depois do prazo de validade.

Quando você olha para qualquer membro da família para aprovação, apreciação ou reconhecimento, você se define, e a eles, para o desapontamento. Para ficar Desperto, é fundamental que você pare de esperar que outros atendam as suas necessidades emocionais.

Se você é um adulto e ainda está buscando a aprovação do seu pai, por exemplo, provavelmente você está emaranhado em uma dinâmica que o mantém adormecido. Despertar dessa dinâmica significa liberar seu pai, não precisando mais dele para lhe dar aprovação.

No estado de alerta, nós atendemos nossas próprias necessidades emocionais para que não precisemos mais de outras pessoas para fazer isso por nós.

SUAS PRÓPRIAS REAÇÕES

Quando você reage negativamente a um membro da família porque acredita que ele ou ela “não mudou” ?? ou “não entendeu” ?? … você imediatamente volta a dormir.

Você não pode reagir negativamente a outro sem baixar sua vibração pessoal e vibrar ao nível daquele que você julga. Normalmente reagimos porque reconhecemos algo em alguém que resistimos em nós mesmos. Ao identificar o problema real em nós, nós acessamos uma oportunidade de autocura.

SEM EXPECTATIVAS

Toda vez que temos expectativas ocultas ou abertas sobre outro, criamos conflitos no relacionamento. Quando se trata da nossa família, muitas vezes essas expectativas são baseadas na infância e, mesmo que já não sejamos crianças mantemos essas expectativas inconscientemente, afetando negativamente nosso comportamento. Liberar expectativas é como destravar a porta da prisão por dentro.

SOLTE A RESPONSABILIDADE

Grande parte da luta familiar vem de acreditar que somos responsáveis ​​um pelo outro.

Assim que você acredita que você é responsável por um membro da família, mesmo um irmão mais novo, você distorce o equilíbrio do relacionamento e você cria uma disputa subjacente.

Você não pode controlar como os outros o veem, mas você pode liberar seu senso de responsabilidade para os outros. Você não é responsável por seus pais ou seus irmãos adultos. Esta mudança de perspectiva tem o poder de transformar a dinâmica familiar. E porque assumir o problema de outra pessoa é ruim para a sua saúde.

JULGAR NÃO É CUIDAR

Porque queremos o que é melhor para aqueles que amamos, muitas vezes disfarçamos o julgamento sob a forma de cuidado. Não importa o quanto você ame alguém, você realmente não sabe o que é melhor para ele.

Você também não pode esperar que outros aprendam com seus erros, então não imponha seu autojulgamento sobre eles. O julgamento é a maneira mais rápida de nos separar do outro e criar fricção.

Mantenha seu conselho para si mesmo e confie que a mesma fonte que o acordou despertará aqueles que você ama.

SUPERE OS CONFLITOS DE PODER

A maioria das famílias tem alguma forma de luta de poder operando entre os seus membros. Uma grande quantidade de discórdias nas famílias vem disso. Se você ainda está lutando pelo poder em sua família, é aqui que você ainda está dormindo.

A boa notícia é que apenas uma pessoa precisa desistir da luta de poder para que acabe. Você supera a luta pelo poder assumindo o seu poder e não dando a ninguém, ou tentando obtê-lo de qualquer um. Solte a corda do cabo de guerra, e todos ganham.

PARE DE VIVER NO PASSADO

Você não pode estar Desperto e viver no passado ao mesmo tempo.

Se você lida com problemas passados ​​em sua família, é somente porque essas questões não estão resolvidas para você. Quando as questões passadas surgirem, é a sua oportunidade de Despertar e curá-las.

O PERDÃO

Liberar o passado e lidar com áreas de sua vida onde você ainda está adormecido muitas vezes requer algum nível de perdão. O perdão não significa que você tolere o comportamento de outro. Isso significa simplesmente que você está disposto a deixar ir e se elevar acima do problema.

Lembre-se, a razão pela qual é difícil perdoar alguém é o núcleo do seu problema. Cure o seu problema, e o perdão fica fácil. A partir do estado Desperto, sabemos que isto nunca é sobre mais ninguém.

PRATIQUE A APRECIAÇÃO

Pode ser muito fácil se concentrar nas coisas que nos incomodam sobre o outro, mas há tantas coisas para apreciar. Quando a sua intenção é apreciar aqueles que você ama, sua atenção é direcionada automaticamente para tudo o que você pode apreciar.

Seu foco determina o resultado de todas as interações.

De um estado adormecido nos concentramos no que está errado.
De um estado Desperto, a apreciação é o nosso guia interno.

PERMITA QUE OUTROS SEJAM QUEM SÃO

Contrariamente à crença popular, você realmente não precisa aceitar nada sobre alguém. Na verdade, quando nos forçamos a aceitar os outros, sempre há um elemento de não aceitação com que estamos lutando.

Então, ao invés de forçar a aceitação, simplesmente permita que outros sejam.

É como permitir que o Sol se levante e se estabeleça.
Não há nada que você possa fazer sobre isso, mesmo que você quisesse.

Ao permitir que outros sejam quem eles são sem tentar mudá-los, a resistência é descartada e a energia entre ambos fica límpida – trazendo-os para um nível mais alto de conexão.

A MAGIA DO DEIXAR IR

Quando tudo falhar, simplesmente deixe ir.

Deixe de lado todas as suas opiniões, medos, julgamentos, bagagens passadas e tudo o mais que pesa e o desanima. Ao abandonar universalmente tudo, você fica presente no Agora. Quando você está presente no Agora, você está Desperto, e então não importa o que alguém faz ou diz. É tudo harmoniosamente perfeito.

CONVIDE OUTROS PARA SE ELEVAREM

É nossa tendência humana encontrar pessoas “onde elas estão”. Se alguém está bravo ou chateado, confluímos rapidamente para a sua energia – mesmo que tenhamos resistência a isso.

O que aconteceria se você fizesse uma escolha consciente para manter uma energia elevada e não comprometer essa energia por qualquer um? Em outras palavras, o que aconteceria se você se elevasse acima da desarmonia até chegar a um estado de amor, paz e apreciação, e se comprometer com esse estado de ser?

Quando outros aparecem em estados inferiores, você não vai encontrá-los reagindo, julgando ou tentando alterá-los. Você mantém seu estado elevado e você os convida. Eles podem não querer, e está tudo bem, mas eles não poderão estar em sua presença, por muito tempo, se não o fizerem.

De qualquer maneira, você sente que não é dependente de ninguém ou de qualquer coisa, e você mantém um estado Desperto sem compromisso.

Quando você permanece consistentemente como quem você realmente é, você alcançará um limiar energético onde as pessoas do seu mundo, de fato, se aproximam da sua alta vibração. Esta é a manifestação de viver no estado Desperto, e é o nosso maior presente para aqueles que amamos.

Esteja Desperto, fique acordado e convide o mundo para celebrar com você.

…………………………………………….………………..…………..………………………………………………….

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com

Fonte: Wake Up World | Are You More Awake Than Your Family? 12 Ways to Heal Relationships When Your Family Is Still Asleep
Tradução – Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

via VOCÊ ESTÁ MAIS DESPERTO DO QUE A SUA FAMÍLIA? – De Coração a Coração


Ouça também este artigo através do vídeo:

VOCÊ ESTÁ MAIS DESPERTO DO QUE A SUA FAMÍLIA?

Publicado por: Luz Das Estrelas em 18 de jan de 2018

Via: VOCÊ ESTÁ MAIS DESPERTO DO QUE A SUA FAMÍLIA? – YouTube


A NOVA ENERGIA SÓ SERÁ MANIFESTADA SE ASSUMIRMOS NOSSO PRÓPRIO VALOR…

paz-com-deus

IMAGENS DE DESMERECIMENTO

JesusMensagem de Jeshua

Através de Pamela Kribbe

Queridos amigos, Eu Sou Jeshua.

Venho recordar-lhes quem vocês são, e lembrá-los de sua força e grandiosidade. Vocês são uma fonte inexaurível de Luz que se renova continuamente, que cresce e se expande; um fluxo exuberante de energia divina.

Quero infundi-los com esta energia e pedir a cada um de vocês que permita que ela flua totalmente em sua mente, seu corpo e em toda a sua vida, de modo que a energia da sua alma possa se expressar aqui na Terra.

Rogo-lhes que abandonem as velhas e falsas imagens de desmerecimento. Quero lhes falar hoje sobre autoestima e auto empoderamento, sobre ter a ousadia de levantar-se e acreditar no fogo que carregam dentro de si. Este fogo é sua Luz, ele quer arder brilhantemente aqui e agora.

Mas vocês têm assumido tantas informações falsas sobre quem são e quem deveriam ser, que houve um enfraquecimento de seu poder espiritual e sua originalidade, sua singularidade.

Neste momento da evolução da humanidade, novas forças espirituais estão sendo liberadas, mas isto só pode ocorrer completamente através das pessoas que estão vivento agora na Terra. Um novo tempo e uma nova energia estão nascendo através de vocês e só podem se manifestar de uma forma profundamente enraizada, se cada um assumir totalmente seu próprio valor.

Homens e mulheres vem sendo enganados pela sociedade, através de suas tradições e sistemas educacionais, de modo que as imagens de pecado, vergonha e culpa continuam agarradas a eles, vivendo no interior de cada um. A vida é retratada como um teste para pôr à prova o ser humano, e uma luta para sobreviver.

Nesta tradição, uma forma muito limitada de energia masculina está sendo considerada necessária à vida, e esta postura repousa essencialmente numa base instável de medo e necessidade de controle. Esta forma de energia masculina há séculos vem dominando inclusive a espiritualidade.

A espiritualidade Cristã foi dominada pelo masculino através da Igreja, tendo, assim, perdido a conexão com sua origem. Vocês estão aqui para restaurar a energia do Cristo em sua origem; para restaurar seu coração, que está vivo dentro de cada um de vocês; para trazer tudo isso à luz e transmiti-lo aos outros.

Eu os reconheço como meus irmãos e minhas irmãs. Eu os amo muito, e o que mais me entristece é ver como vocês se diminuem e se depreciam, como se sentem desanimados com o que são. As imagens de pecado, vergonha e culpa iludem todos vocês. Observemos o papel que essas imagens desempenham, tanto na vida dos homens quanto na das mulheres.

Nos homens, essas imagens são impressas durante sua educação infantil, através da ênfase que é colocada no desempenho, na competição e na importância de destacar-se dos outros, de defender seu território, ser duro e mostrar sua masculinidade.

A sensibilidade e as qualidades femininas, como a empatia e a capacidade de se conectar com os outros, são rejeitadas como características não apropriadas para um homem. Na mulher, a ênfase é colocada em não se destacar, mas em ser capaz de entender os outros e estar preparada para servir, cuidar e doar de si.

Estes dois modelos ainda estão afetando a psique masculina e a feminina, e apresentam imagens falsas. Supõe-se que a mulher deva encontrar seu verdadeiro valor na entrega de si mesma, na sua empatia e no cuidado para com os outros. Desta forma, ela perde sua própria força e a capacidade de se erguer e assumir uma posição clara no mundo.

Mas a energia feminina só pode fluir com seu verdadeiro poder, se a mulher reivindicar sua autonomia, sua liberdade e independência no mundo. Se essa base de autonomia estiver faltando, as mulheres ficam enfraquecidas e não assumem a posição e poder no mundo aos quais teriam direito. O modelo tradicional para a mulher encobre sua mente aguçada e seu espírito de aventura.

Para o homem, num certo sentido, é justamente o contrário. No decorrer de sua criação, ele geralmente é blindado contra seu coração, sua sensibilidade e a necessidade de cuidar, amar e proteger.

Ele deve distinguir-se e acaba sendo forçado à solidão, ao isolamento e ao sentimento de estar perdido, o que o separa do todo. Às vezes ele realmente perde a sensibilidade e não ousa entregar-se ao fluxo de emoções, sentimentos e do amor que certamente também está presente em seu coração.

Na alma masculina, existe um desejo de incorporar também a natureza feminina, que já é uma parte intrínseca dessa alma. Mas os homens tendem a projetar esse desejo fora deles – nas mulheres. Da mesma forma, as mulheres tendem a projetar seu desejo de poder e discernimento nos homens.

Mas se os dois sexos não conseguem ver essas qualidades em si mesmos, acaba surgindo uma relação dolorosa entre homens e mulheres. Eles sentem a necessidade um do outro, mas, ao mesmo tempo, há um conflito porque a dependência nunca é uma boa base para um relacionamento verdadeiramente amoroso.

Ambos precisam fazer uma conexão interna com seus próprios poderes masculinos e femininos. Essas energias devem estar juntas; elas são como as pás de uma hélice que são entrelaçadas entre si. Somente juntas elas podem crescer e florescer.

O que acontece com a autoestima dos homens e mulheres, quando eles têm que viver de acordo com tais estereótipos unidimensionais de masculinidade e feminilidade?

O homem geralmente desenvolve uma persona, ou falso ego, que ele deve apresentar para o mundo, porque sente que precisa se autoafirmar, realizar, ser um homem de ação. A mulher também desenvolve uma persona, porque deve ser charmosa, boazinha, útil e aquela que cede, que doa.

Quando o homem ou a mulher tenta mostrar o outro lado de si mesmo, geralmente provoca sentimento de culpa, de vergonha, de inferioridade, ou o oposto – a impressão de ser presunçoso ou arrogante.

Vejam na sua História, por exemplo, o ódio como reação à homossexualidade. Homens que assumiram explicitamente seu lado feminino, e mostraram prazer em fazer isso, foram considerados o epítome da depravação. Limites, que supostamente deveriam permanecer intactos, foram ultrapassados.

E por que isso foi assim? Aparentemente porque era necessário colocar homens e mulheres em caixas apertadas, de modo a suprimir seu verdadeiro poder espiritual e força original, pois todos esses estereótipos se expressaram contra o pano de fundo da energia da dominação e poder.

Todos vocês tiveram que lidar com essa energia repressiva, algumas vezes como vítimas e outras como algozes; então talvez se perguntem por que essa atitude se desenvolveu. Podemos olhar para essa situação da seguinte forma: a aventura criativa na Terra – todo o ciclo de vidas e mais e mais vidas – é um vasto processo de crescimento.

É uma longa jornada, na qual vocês aprendem os extremos da “dualidade” no mundo da forma: luz e escuridão, conexão e separação, masculino e feminino… Vocês viajaram para muito longe do Lar, mas isto tem um propósito. Esta experiência tem um grande valor e gera uma riqueza imensa em cada alma que dela participa.

Mas isto também significa que tiveram que descer aos domínios do medo, desolação e esquecimento do seu ser verdadeiro. Estou aqui para lembrar-lhes de quem vocês são nesta descida para as trevas, e da sua experiência em ambos os lados das energias de poder e dominação: vítima e algoz.

Neste momento do ciclo de vida na Terra, estamos no ponto de retornar a um maior equilíbrio e harmonia, por isto os exorto agora a se lembrarem quem são. Vocês vieram de uma fonte de Luz inesgotável, uma Luz que é pacífica, mas flui, é dinâmica, experimenta e explora.

Não havia nenhum deus onisciente, nenhum governador que ditasse as regras e determinasse a vida de vocês, mas sim um fluxo de Luz completamente livre, que se revelava tanto nas energias masculinas quanto nas femininas, e nas diferentes formas em que tudo se encaixa tão lindamente. Sintam novamente a ligação original entre as energias, a dança entre o feminino e o masculino.

O poder feminino refere-se a conexão e unificação; ele une as energias. A energia feminina abre-se para o exterior, a partir do coração, e acolhe com amor e ternura. De certa forma, a energia feminina carrega o universo. Ela é a fonte da conexão, da Unicidade.

Sintam o poder desta energia. Ela está presente em toda a diversidade que vocês enxergam ao seu redor: pessoas, animais, plantas… Através de tudo flui o Um: a mãe, a deusa, a energia conectiva e unificadora.

O poder masculino refere-se à distinção e é criativo de um modo diferente; ele cria indivíduos. Na alma, vocês estão conectados uns com os outros, enquanto que, ao mesmo tempo, cada um é um ser individual, distinto, diferente e único – exclusivo. Em todo o imenso universo, não existe nada nem ninguém que seja exatamente igual a você. Que milagre!

Tente, então, além de perceber-se como parte do Um, da fonte da qual você veio, perceber-se também como um dentro da diversidade – “um em um milhão” – vivenciando a magia completamente única de ser você! Sinta-o, embora não consiga expressá-lo em palavras – este é “você” dentro de você. Este é o poder criativo a energia masculina.

A maior alegria na criação é quando o Um encontra a si mesmo através do Outro. Se estiver vivendo num corpo masculino, você pode encantar-se com uma mulher, com sua aparência, sua beleza, o acesso que ela tem a determinadas energias, as forças unificadoras em seu interior. Como mulher, você pode encantar-se com um homem: seu corpo, sua força, a sentido de proteção que pode emanar dele.

O jogo entre o masculino e o feminino torna-se uma alegria e uma fonte de criatividade quando ambos os sexos acolhem naturalmente sua própria força e valor. Os dois são parte da mesma Luz, eternamente conectados um com o outro. Mas, ao mesmo tempo, existe aquela diferença que torna tudo emocionante e aventuroso; uma viagem de descoberta plena de experiências em potencial que enriquecem a ambos. Esta é a promessa do jogo entre o masculino e o feminino.

Hoje estamos falando particularmente sobre a energia masculina, e quero dizer mais uma coisa sobre ela. No modo espiritual tradicional de pensar, muitas vezes acontece de o ego ser retratado como algo ruim, que precisa ser transcendido. Certamente, no passado, ascender para os reinos celestes era visto como o ideal da verdadeira espiritualidade. Mas o que é a verdadeira espiritualidade?

Para a espiritualidade, não são fundamentais apenas a conexão, a comunhão e a unidade, mas também a capacidade de distinguir os poderes únicos de ser um “Eu”. Permitir que os seus poderes exclusivos fluam e se desenvolvam é tão importante quanto conectar-se, e isto oferece uma forma terrena, manifestadora para a Luz da sua alma. É especificamente devido a esta força distintiva que você precisa de um ego.

Mas não estou falando do ego como tem sido representado na tradição masculina; não um ego valentão e endurecido que quer se destacar às custas de todos e de tudo, que deseja acumular poder, que deseja governar os outro ou a vida. Esta é uma imagem falsa do que o ego é.

Em sua forma verdadeira, o ego é um ponto focal, um prisma, para a sua individualidade essencial, seu poder único. Ele precisa existir e é uma parte muito especial e insubstituível da criação, como uma peça de um quebra-cabeça que faz de você uma parte do todo maior.

Acolha esse poder! Diga “sim” para ele. Responda com alegria a quem você é; você é insubstituível. E quando você se sustenta em sua força verdadeira, não precisa transcender o ego, sua personalidade, e deixá-lo de lado; não precisa negar nada em você mesmo. Pelo contrário, você se torna quem realmente é.

A Luz da sua alma desce e penetra plenamente todas as suas células, todo o seu corpo, todo a sua humanidade. Tudo que lhe pertence é iluminado por essa Luz. Então você diz “sim” para si mesmo – tudo o que faz parte da sua humanidade tem permissão para ser – e seu eu único flui para tudo o que você é e faz. Você não precisa se esconder da sua humanidade, não precisa envergonhar-se dela.

Imagine como a Luz se irradia da sua fonte por seu intermédio. Permita que a Luz flua para baixo, através do seu chacra coronário e, em seguida, através de todo o seu ser. Ela é uma Luz branca e universal, amorosa e delicada. Ela flui por toda a vida e, inclusive, por você. Por seu intermédio, a Luz adquire um brilho exclusivo, uma tonalidade especial, um som diferente.

Olhe para dentro de si por um instante, e talvez possa perceber certas cores, ouvir determinados sons, ou simplesmente ter alguma sensação em particular; e então sinta-se profundamente… “Este sou eu; este é o mistério do que eu sou.”

Você está aqui para receber este mistério e ninguém pode fazer isto por você. Deixe-o fluir pelo seu corpo, pelo seu abdome, pernas e pés. Isto é a integração, a fusão, do masculino e do feminino dentro de você.

Sinta-se acolhido na Terra e desfrute de quem você é. Não se envergonhe nem se sinta culpado. Abandone as velhas imagens de pecado. Eles não são úteis a ninguém; nem a você e nem ao mundo.

Deixe o fogo queimar e a luz se irradiar! Este é o meu desejo mais profundo; que você se erga e se mantenha em sua própria força, em seus próprios pés. Deixe que a semente da energia de Cristo desabroche no seu interior e não seja dependente de ninguém.

Eu saúdo todos vocês, em igualdade e profunda alegria.

Jeshua


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
© Pamela Kribbe – www.jeshua.net
www.jeshua.net/por

Original em inglês: Jeshua Channellings | Mornings with Jeshua | Images of Unworthiness
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com

Via:  ♥ De Coração a Coração ♥: IMAGENS DE DESMERECIMENTO

 


ESCOLHENDO A CORAGEM E NÃO O MEDO, SUA REALIDADE SERÁ A LIBERDADE…

Light At End Of Tunnel by Olga Zavgorodnya

A Mudança Energética na Consciência – Encontrando Coragem Para Evoluir

post-12-21-1 (editado)

Por: Rachel Horton White
em 19 de Dezembro, 2017

 

A energia agora está puxando, indo para dentro. Isto acontece parcialmente devido a Mercúrio retrógrado, mas em grande parte devido à mudança energética sísmica na consciência e o despertar coletivo acontecendo em todo o planeta.

Estamos sendo confrontados com nossas sombras. Estamos sendo convidados a fazer escolhas. E nossas escolhas importam. Nós escolhemos olhar o telefone ou passar algum tempo com as pessoas? Recolhemos um lixo do chão ou seguimos caminhando, assumindo que não é nosso problema? Nós sorrimos ou oferecemos uma palavra ou um gesto amável aos sem-teto que cruzamos pela rua, ou caminhamos fingindo não vê-los?

Sim, estes pequenos momentos são importantes. Mesmo que pareça que ninguém está olhando, nossa alma está.

O que você vai escolher? Vai ouvir a sua voz interior que cutuca você para viver como deseja viver? Ou cederá ao medo e se preocupará por ser diferente/louco/estranho/sozinho/sem dinheiro? Estamos enfrentando nossos medos mais profundos e estamos sendo convidados a confrontá-los de uma vez por todas. É hora de liberá-los para que possamos nos expandir completamente para quem realmente somos. Nossa alma deseja sair e ser livre.

Oh, sim, é como descascar as camadas de uma cebola, trabalhamos durante anos nos libertando da programação e condicionamento das instituições que tentam nos manter sentindo pequenos, com medo e completamente alheios aos nossos incríveis poderes (como curar doentes apenas enviando luz para ele, semelhante a Cristo ou a qualquer outro curador místico).

Ninguém disse que isto seria fácil. Mesmo que nosso estado natural como seres humanos seja a alegria, não quer dizer que é fácil o tempo todo. (Lembre-se, estabelecemos isto para nós mesmos como parte do nosso contrato de alma.) Caso contrário, como cresceríamos? Afinal, a nossa missão em cada vida subsequente é melhorar, evoluir.

Então, o que vai ser? É preciso coragem. É preciso muita coragem. Eu me considero uma pessoa muito corajosa, mas também enfrentei meus lados sombra, e é preciso muita disciplina interior, fé, paciência e confiança na orientação superior (eu tenho passado algum tempo nos registros Akáshicos) .

Aqui estão algumas coisas que podem ajudá-lo em sua liberação e expansão. Algumas delas podem surpreendê-lo.

Pare de Tentar Tanto

Sim está certo. Só por um tempo. Apenas permita-se estar presente e parar de tentar. Aproveite a sensação do Sol em seu rosto. Passe algum tempo com aqueles que você ama (crianças e animais são especialmente maravilhosos). Sim, visualize como você quer que seja a sua vida. Anote. Então, depois esqueça disso, assuma como um fato consumado. Tentar muito fazer algo acontecer é baseado em um estado de falta. E esta vibração de falta não se alinha com uma vibração de abundância. Trata-se claro, de aumentar a sua vibração, mas não a ponto de tentar viver no futuro o tempo todo, como se você não fosse perfeito (porque você é perfeito! Você está sempre se expandindo, assim como o Universo, que também é perfeito). Então, apenas relaxe e viva.

Busque Informação

Reúna recursos (vídeos, artigos, sites) para ajudá-lo a entender o que está acontecendo com a Terra, com a humanidade e com você em sua vida. Isto irá desencadear algo no seu interior que você já conhece. Você lembrará o que esqueceu de suas encarnações em corpos humanos. Isso inclui aprender sobre a verdade e a realidade em que vivemos há milhares de anos. Mas use o seu discernimento sobre o que encontrar na internet. Muitos sites são baseados no medo, e se um artigo/site causar medo, não se baseia no amor e não é para o seu bem mais elevado. Encontre recursos que ressoam com você e o elevem, que você possa absorver (mesmo que possa ser difícil de entender completamente a quantidade de informação que pode ser chocante… além do que você já experimentou até agora).

Processe Suas Emoções

Quando realmente vemos o que foi feito para nós, é muito fácil ficar com raiva. Depois passamos pelos estágios de sofrimento. Realmente negação, raiva, barganha são os três que muitas pessoas estão passando. Esperamos que a depressão seja uma fase temporária quando estiver presente. Tenho notado que às vezes algumas pessoas que despertam ficam presas em uma fase, com raiva ou depressão. Então, fale sobre o que está sentindo, mova o seu corpo, grite/corra, escreva/cante, faça qualquer coisa para se expressar, liberar e espere a emoção se afastar. Finalmente, você chega à aceitação.

Desenvolva Seus Presentes Intuitivos, Aqueles Que Todos Nós Temos

Ao tocar na sua intuição e no reino espiritual, você receberá um nível de orientação, apoio, encorajamento e informações úteis para qualquer área da sua vida. É como ter sua própria equipe pessoal de treinadores/terapeutas/melhores amigos à sua disposição sempre que precisar. Eu pessoalmente amo os anjos, pois eles são puro amor, conectados diretamente à Fonte de amor mais alta que existe (Criador ou o termo que você escolher). Eles me protegem de qualquer energia negativa e inferior (por isto que estou escrevendo estas palavras agora para você). O reino espiritual já está falando com você de qualquer forma, é este sussurro impulsionando-o a fazer o bem. Quando você começa a aprimorar esta capacidade de ouvir, ouça e confie em sua equipe de suporte, sua vida fluirá pelos melhores caminhos. Eles querem muito se conectar conosco, precisamos apenas aprimorar nossa capacidade de ouvir, compreender e então simplesmente pedir ajuda! Você pode fazer isto simplesmente imaginando uma luz em seu coração, como uma bola incandescente, todos os dias, e expandindo a luz do topo da cabeça para a Terra, como um pilar de luz. Essa luz gera cicatrização e traz informações (recebemos conhecimento universal Divino para começar).

Escute e Confie na Sua Intuição

Isto é mais fácil dizer do que fazer. Acredite, passei muito tempo tentando obter respostas de outra pessoa. E às vezes isso realmente me ajudou. Mas depois de obter muitas leituras psíquicas e treinamento pessoal, percebi que estava procurando a confirmação do que eu já sabia. Só que não confiei na minha intuição. Agora eu confio e estou ouvindo seus conselhos e orientações. Muitas vezes este conselho é completamente oposto ao que os “especialistas” me dizem para fazer. No fundo, todos sabemos melhor o que é certo para nós do que qualquer outro.

É um momento estranho e maravilhoso para estar vivo. Sim, haverá alguns que escolherão um caminho de medo, e para eles a realidade pode parecer diferente do que realmente é agora. Mas para outros que escolherem um caminho de coragem, sua realidade será de liberdade. Livre de limitações, livre de padrões de confinamento, livre de pensamentos e emoções prejudiciais, livre para se expandir, curar, amar e compartilhar. É emocionante pensar como será o mundo que imaginamos viver. É realmente um tempo diferente de qualquer outro. Entre no fluxo e experimente a magia!

 .


Origem: Wake Up World  | The Energetic Shift in Consciousness – Finding the Courage to Evolve
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: A Mudança Energética na Consciência – Encontrando Coragem Para Evoluir | A Luz é Invencível

 

SE UM DOM O ILUMINA, LHE TRAZ ALEGRIA, ELE É A SUA MISSÃO ESPIRITUAL…

Jimmy_Romero Britto

ALEGRIA PARA O MUNDO

space-blue-star-supernova

Por: Dreama Vance

.

Quanta alegria você pode conter?

Você acha que pode manter tanta alegria que alcance o ponto de explosão?

Você seria então uma supernova?

A NASA pode não concordar, mas eu gosto de pensar em estrelas que explodem em uma supernova por causa da luz adicionada, mas e se elas estourassem de alegria e toda essa luz fosse emitida? Você pode se ver assim?

(N.T.: Supernova é um evento astronômico que ocorre durante os estágios finais da evolução de algumas estrelas, que é caracterizado por uma explosão muito brilhante. Por um curto espaço de tempo, isto causa um efeito similar ao surgimento de uma estrela nova, antes de desaparecer lentamente.)

De onde esse tipo de alegria se materializa? Como você pode encontrá-la? É algo dado apenas a alguns? Existem respostas para essas perguntas? Estamos destinados a passar nossas vidas procurando esse tipo de alegria? Será que a maioria das pessoas nunca a encontra? É mesmo algo que queremos, ou é melhor apenas nos contentarmos com o status quo?

E se todos tivessem esse êxtase e vivessem a sua vida nesse estado de alegria? Como seria o mundo? Como você seria e para onde você iria a partir daqui? O que vem depois da alegria?

Você sabia que você nasce na criação a cada momento?

Eu sei, é quase impossível envolvermos os nossos cérebros em torno desse conceito, mas é verdade. Nós viemos do eterno Agora … só do Agora.

Desde que isso é verdade (não importa o quanto seja difícil de entender), isto o faz se perguntar por que estamos arrastando toda a bagagem do passado que carregamos conosco. Por que carregamos todos os medos e preocupações do futuro conosco?

Apenas ao pensar em afastar todas essas malas, você já se sente mais leve, não é?

Você acha que a alegria vem de viver no momento presente? Bem, talvez. Embora eu pense que é mais provável que o primeiro atributo que você encontre ao residir no momento presente seja a paz.

Eu tenho outra resposta para a alegria. A alegria vem do Espírito. Está envolta no amor e lhe é concedida quando você desperta, não para quem você é (Surpresa!), mas por você estar aqui.

Agora, a maioria de nós pensa que estamos aqui para crescer espiritualmente, para lembrarmos de nossa conexão com a Fonte, para elevarmos a nossa vibração, para nos tornarmos Iluminados e assim por diante. Tudo isso é verdade. Mas eu tenho que lhe dizer que eu vi muitas pessoas infelizes fazendo isso. (Shh, não diga.)

Ok, antes de dizer isso, eu só quero que você saiba que posso ouvi-lo gemendo quando você ler esta próxima parte, então, persevere. Isso ficará melhor, eu prometo.

Cada um de nós tem uma missão espiritual para realizar (talvez mais do que uma durante a vida). Nossa missão espiritual é nosso presente para o mundo.

É verdade que algumas pessoas entram no mundo “dotadas”. Existem artistas, músicos, matemáticos, crianças precoces. Seu dom é visível já muito cedo..

Depois, temos os outros que crescem, conseguem um emprego e perambulam pela vida, perguntando: “Qual é o meu propósito?”

Você realmente está aqui para prestar um serviço, não apenas para “tornar-se iluminado”.

O segredo para descobrir sua missão espiritual, se ainda não a encontrou ainda, é encontrada no paradoxo. Quando você descobre sua missão espiritual, você descobre o dom da alegria.

Paradoxalmente, o que lhe traz alegria, qual é a sua paixão, no que você passa o seu tempo livre, o que você gosta de fazer, é a sua missão espiritual. Tem sido um fio percorrendo sua vida. Observe e a encontre.

É tão simples e tão fácil!
Não é complicado, então não a torne assim.

Está bem sob o seu nariz. Talvez você tenha sempre gostado de construir coisas e sempre teve um projeto em construção, em casa. Talvez você goste de inventar histórias para crianças pequenas. Talvez você goste de estar na cozinha preparando uma comida deliciosa. Estes são os seus dons.

Se eles o iluminam e lhe trazem alegria, eles são a sua missão espiritual! Eles têm que lhe trazer alegria. Quando você descobrir o que é, você estará cheio de alegria. Você irá rir e dizer: “Mas eu sempre amei fazer isso!”

Você sabe, existem pessoas que gostam de limpar. Que dom! Algumas pessoas realmente gostam de organizar coisas e são boas nisso. Seja qual for a sua missão espiritual, você já será bom nisto, porque isto faz parte de você. Ela retrata seus interesses e, consequentemente, as habilidades que você desenvolveu ao longo do tempo.

Quando você encontrar a sua missão espiritual, encontre uma maneira de organizá-la, para que você possa dar isso ao mundo. Comece dando aos vizinhos e às comunidades locais. Observe isso crescer. Comece a ensinar aos outros como fazer o que você faz. Há inúmeras maneiras de compartilhar o seu dom..

Depois de descobrir sua missão espiritual, faça dela um foco em sua vida. Comece a compartilhar e seja útil ao mundo. Quando você fizer isso, você permitirá que o Espírito se mova através de você para o mundo e sua alegria será ilimitada.

No início do artigo, perguntei: “O que vem depois da alegria?”

Todos os dons do Espírito começarão a se revelar quando você começar a dar alegria e a cumprir sua missão. Será como se você abrisse as comportas para o Espírito fluir para o mundo.

Dê seu dom ao mundo.

O mundo está esperando que você se torne uma supernova!

 .


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação da mensagem: DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
http://spiritualdynamics.net

Fonte: Spiritual Dynamics | Articles | Joy to the World
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: ALEGRIA PARA O MUNDO – De Coração a Coração

SE ENTENDER A SUA IMPORTÂNCIA, VOCÊ ENTENDERÁ A IMPORTÂNCIA DO OUTRO…

sepia_buddhism_shells_boys_monks_gregory_colbert_1280x800_69143

Humildade é a verdade

Mensagem de Mestra Pórtia

Mestra Portia_Claudio Gianfardoni

Canalizada por: Maria Silvia P. Orlovas

.

Mais um tempo na terra se passa.
Mais um ciclo se conclui.
Mais um movimento como uma onda desse grande mar se faz na vida das pessoas.

Nada é tão sério, que não encontre solução.
Nada é tão banal, que não  tenha importância,
Todas as gotas do mar fazem o mar.
Todas as ondas são formadas de infinita partículas.

Quando você olha pra você, nunca se veja pequeno demais, para não ter valor aos olhos de Deus.

Quando você olha pra você, nunca se veja importante demais, que vale o seu lugar, um lugar maior do que aquele que ocupa o seu irmão.

Há um aprendizado coletivo no planeta.
E esse aprendizado coletivo do planeta é a humildade.
Você entender a sua importância e igualmente entender a importância do outro.

As pessoas se deixam conduzir pelo material.
Pelos anseios, pelos sonhos, pelos desejos, pelas necessidades.
Quando na verdade elas deveriam se conduzir pelo sagrado, pelo amor, pelo respeito e pelos valores espirituais.

Há uma inversão de energias no planeta.
E é o momento daqueles que já foram chamados pelo despertar espiritual de reverter esses valores.
Não há nada errado em vocês trabalharem.
Serem reconhecidos pelo que fazem.
Ter os seus rendimentos pra contribuir para o sustento da sua família e dos ambientes em que vocês vivem.

Mas esta não é a importância principal da sua vida.
A sua maior importância é você.
É a sua consciência.
É como você se relaciona com seus filhos, com seus pais, com seus irmãos e com o planeta.
É o momento de colocar as coisas no seu devido lugar.

Muitos reclamam do sofrimento.
Muitos passam ainda por momentos delicados.
Essas pessoas que sofrem, olhem para a forma que vocês valorizam as coisas.
O sofrimento pode acabar, por você mesmo.
Você pode acabar com o seu sofrimento.
Olhe pra você.
Se você morresse hoje o que você levaria da sua vida?

Quais das suas missões como homem, como irmão, como pai, como filho, como amigo, estariam cumpridas?

Quais das suas missões como parceiros do seus irmãos estaria cumprida? E quais estariam em aberto?

Na hora do seu movimento para o plano espiritual, do seu despertar num outro mundo, o que realmente teria valor?

Seria sua conta bancaria ou o seu trabalho?
O maior valor é você.
Você é a sua luz, você é a sua sombra.
Você é a gota do oceano que compõem as ondas.

Nós investimos em cada homem, em cada mulher. Nós investimos a nossa presença, a nossa luz, em cada pessoa que se permite ser tocada por nós.
Cada pessoa é importante pra nós.
Cada pessoa que ouve a nossa voz, que se coloca na nossa energia, que pede por nós é muito importante pra nós.
É diferente, tem a sua individualidade, tem o seu jeito de caminhar, de falar, de vestir, todas as pessoas são únicas. E você é único no amor de Deus.
Não se menospreze.
Nunca se veja menos do que a outra pessoa.
E nunca se veja mais do que alguém.
A sua luz contribui para a luz de todos.

Essa é a grande beleza espiritual, Deus que se faz nos pequenos e os pequenos que se tornam Deus.

Meus amados, o despertar é interno, as atitudes começam no coração e a vida é bela e sua.
Escolha amar, ser único, firme, forte na sua luz.

A serviço da fraternidade branca e da chama violeta que hoje se coloca nesta casa, eu sou mestra Pórtia e abençoo vocês. Envolvo cada um na minha luz, porque somos todos um, somos todos irmãos, somos todos amados pelo pai.

Estamos ativando no corpo sutil de vocês a energia de cura e de luz.

Estejam e vibrem em paz.

__________________________________________________________________________

 Áudio

 

Ouça também esta mensagem através de áudio clicando aqui

__________________________________________________________________________

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br
Data: 20/12/2017
Canal: Maria Silvia P. Orlovas
Colaboração: Luana e Maria Francisca

Via: Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas | Humildade é a verdade


AS TREVAS SÃO APENAS UM REFLEXO DAQUILO QUE NÃO SOMOS…

The Other Side_Design by Katt (edited)

Porque ainda há escuridão em nosso interior?

Por: Thiago Strapasson

 

A escuridão, o medo, não existem por si sós, pois são apenas a representação da ausência de algo. E a ausência não existe por si só, pois basta que haja luz que ela se dissipa.

Por isso a treva não é algo palpável, existente, não é algo que se lute contra, pois é apenas uma ausência, algo que não existe, um vácuo de luz.

Compreender nossas dificuldades interiores é falar sobre aquele ponto que ainda não compreendemos, não completamos e não iluminamos. É falar sobre a carência, sobre a ausência e sobre aquilo que não é e que, portanto, não pode ser destruído. Pois como se destrói algo que não existe?

Aquele que luta contra sua escuridão está apenas buscando maneiras de apaziguar sua própria dor. Mas não percebe que as trevas são apenas um reflexo daquilo que não somos e que está apagado em nossa existência.

Lutar contra a dor, a angústia, a ansiedade, o desamor, contra as trevas, significa apenas criar mais espaço ausente de luz. A treva precisa apenas ser iluminada e nada mais. Porque ela não existe por si só, e sim é apenas algo que negamos e deixamos de iluminar.

É por isso que os Mestres de Luz não falaram de trevas, mas sim de iluminação. Eles iluminaram aquilo que estava apagado. E somente iluminamos o caminho quando falamos de luz, pois falar de trevas é falar sobre aquilo que não existe e está ausente.

As trevas estão em nosso interior porque há pontos que não fomos capazes de iluminar, de banhar com nossa própria luz. São dons amortecidos que ficaram apagados em nosso interior e que nos conduzem à ira, à ganância, à soberba, à inveja e a tantos outros vícios que mostram apenas aquilo que precisa ser iluminado.

É por isso que não adianta lutar contra nossos sentimentos, contra aquilo que somos. Se sentimos cólera, raiva, ódio, não somos capazes de lutar contra isso, pois significa apenas que tocamos um ponto de ausência de luz. Algo nos conduziu a um medo, a uma dor, a uma ausência daquilo que somos. E assim nos tornamos esse algo que não representamos.

E é por isso também que não conseguimos modificar nossos comportamentos inferiores com facilidade, que sempre manifestamos os mesmos vícios ainda que haja um desejo sincero de modificação. É apenas algo que precisa ser iluminado, uma contradição.

Mas então como iluminamos as trevas? Pois se somos amorosos e não raivosos porque repetimos esse padrão de cólera, de mesquinharia, de ganância, etc? Simplesmente porque tocamos nossas trevas interiores e não nos silenciamos a permitir a compreensão de nossas dores.

É no silêncio, na compreensão de nossas dores, que buscamos a origem de nossas trevas. Não é lutando contra um sentimento, não é o negando. Mas sim o deixando aflorar, brilhar, que encontraremos a luz a iluminar nossas dores, a apagar nossas trevas. E assim nos faremos luz e a tudo a nosso redor.

 


Fonte: CORAÇÃO AVATAR

Via: CORAÇÃO AVATAR: Porque ainda há escuridão em nosso interior? – Thiago Strapasson

NOS RECONHECENDO COMO SERES DIVINOS, EM UNIDADE COM O TODO…

Ser Divino

AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 – (continuação)

UM  NOVO  CICLO  DE  EVOLUÇÃO  CONSCIENTE  &  INICIAÇÃO  GALÁCTICA

Por: Natalia Alba
em 30 de dezembro, 2017

 

PARTE 2

Transformação mental

Para que uma transformação dimensional como a que estamos enfrentando ocorra, primeiramente exige-se uma transformação mental, a partir de dentro – assim como no coletivo – de modo que todo o Planeta possa começar a manifestar um segundo – e mais evoluído corpo – que é onde estivemos por anos, até que nós e o nosso Planeta fôssemos finalmente capazes de bifurcar da matriz 3D.

A transformação mental acontece quando o nosso aspecto humano finalmente desperta, confronta as sombras e começa a discernir se tudo o que aprendemos era verdade ou fazia parte de um sistema manipulado. Uma vez que comecemos a nos desprogramar de todas meias verdades, de uma realidade tridimensional distorcida, finalmente podemos nos libertar de uma matriz de escravidão e começar a acessar uma jornada infindável de integração e cocriação conscientes, que é o que a humanidade está vivenciando atualmente, porque podemos passar para esse novo espaço dimensional, não por causa da ajuda de alguns, mas pela ajuda de muitos que trabalham como Um.

Estas são algumas das primeiras mudanças físicas de uma civilização em evolução, que podemos ver no exterior, devido à nossa escolha de acessar um nível mais elevado de consciência:

  • Troca energética na 3D versus 5D: um dos principais e mais importantes resultados de uma espécie evoluída é como administra sua energia e a troca dela. Estamos começando a utilizar nossos dons interiores, e daí as criações físicas para ajudar não apenas o eu egoico, mas o Todo. Isso é algo que mudará completamente, com o tempo, como nos valorizamos e aos demais, porque quando nos reconhecemos como seres divinos, também fazemos isso com o Todo, compreendendo como a sua energia também é preciosa.

Na matriz 3D, a energia era destinada a escravizar, controlar e manipular as pessoas. A velha matriz 3D deveria usar as pessoas, já programadas pelas forças sombrias e seres humanos que trabalhavam para elas, para somente servir à matriz, como meros robôs. Visto que o DNA humano foi profundamente danificado e manipulado, há muitos eons, esse é um dos muitos motivos por que as almas evoluídas escolheram livremente descer à Terra, pois não foram aprisionadas na matriz da alma 3D e poderiam finalmente ajudar a humanidade a libertar-se desse ciclo.

Os controladores, no mundo da terceira dimensão, eram para manter as pessoas em modo de sobrevivência o tempo todo, trabalhavam para si mesmos, somente para ter o bastante para a sobrevivência diária. Em contraste, em uma realidade pentadimensional, os seres evoluídos começam a passar do serviço egoísta para um altruísta, deixando de satisfazer o eu egoico para satisfazer um Propósito Superior, que também esteja alinhado com o nosso.

Nesse novo espaço dimensional, os seres conscientes conhecem o valor de sua energia, como integrá-la e administrá-la sabiamente, não apenas para satisfazer propósitos egoicos, mas para oferecer ajuda e alegria ao Todo, porque o lugar em que habitamos é um espaço de unidade, onde estamos somente começando a sentir o que ser Um verdadeiramente significa.

A energia, como é em meu caso, é utilizada para dar, a partir de um espaço de amor e ajuda, e daí essa mesma energia está de volta. Não permitimos mais que os outros direcionem ou controlem quem somos e o que fazemos, porque nos conhecemos e também os dons exclusivos que o divino nos deu, e só nós podemos saber como é valioso o que damos.

Por valorizar quem somos, assim como o propósito divino do que estamos para fazer aqui, que também vemos os outros com o mesmo valor, apreciando o que eles têm para oferecer e vendo suas criações como únicas e preciosas, não apenas como algo que possamos possuir por diversão.

Isso não significa que todos agora devem tornar-se um trabalhador independente, porque tudo é sagrado e serve ao Plano Divino e ajuda a despertar a consciência. Todavia, essas são algumas das mudanças que vamos ver, não apenas a importância de lidar com o nosso emprego humano, mas nossa energia, no que quer que trabalhemos e com quem quer que seja, que é no final o que realmente importa, como nos valorizamos e onde colocamos nossa energia. Já há muitos exemplos disso, vejam quantas pessoas trabalham online, oferecendo seus dons a todos no Planeta, não simplesmente manipuladas para trabalhar apenas com uma minoria, controlando a abundância que podem receber ou não.

Há muitas pessoas que desejam mudar dos seus empregos atuais para algo que finalmente combine com quem elas se tornaram e com a maneira como agora percebem o seu mundo – que, em um futuro próximo, a humanidade estará começando a perceber como esta matriz 3D começa a desaparecer – e o resultado será uma sociedade capacitada em lugar de uma escravizada.

  • Dissolução de relacionamentos tridimensionais: Isso é algo que muitos de nós vimos enfrentando durante nossa jornada ascensional, principalmente nos últimos anos. Isso não tem nada a ver com o fato de deixar alguém para trás que não é como somos, mas simplesmente permanecer firme em quem somos e em nossa verdade, e a partir de um espaço de respeito em relação a nós mesmos e aos outros, podermos dizer NÃO ao que fere nossa sensibilidade e o que não estiver em ressonância com quem nós somos.

Neste ponto, a maioria dos arquétipos criados pelo nosso ego, assim como os apegos em nossos relacionamentos, e todos os mecanismos egoicos devem ser cancelados ou começar a fazê-lo, porque esse é o primeiro passo para manter relacionamentos iluminados e cocriativos.

Nos relacionamentos da 3D, costumávamos amar de um jeito egoico, o que pode parecer como o amor real, em algum momento, mas que não tem nada a ver com o amor verdadeiro e incondicional. Quando usamos: “Eu me sacrifico porque o amo mais do que a mim mesmo”, “tirei de mim para dá-lo a você”, ou “Não posso viver sem você”- e inúmeras outras táticas egoicas – ainda estamos amando a partir do ego. Sei que isso é difícil de ouvir, mas não vim aqui para agradar egos, inclusive o meu, mas para compartilhar a verdade que recebo, portanto, como sempre digo, pegue o que ressoar e que se origina da sua orientação, com base no lugar em que você estão agora.

Sei que é muito difícil para o ego aceitar esse tipo de amor egoísta, mas quando se começa a despertar e a ascender, algo que nunca cessa, a pessoa começa a se tornar humilde, observando-se, e percebe que nunca soube o que é o amor incondicional divino, porque fomos ensinados a não nos amar, não encontrar a felicidade em nós mesmos e tentar encontrar nos outros, tentar cobrir nossos vazios com o amor alheio…

Por isso não podemos saber o que o amor divino realmente é, até que comecemos a nos amar, não com o ego, mas com a essência incondicional e compassiva que está em nossa natureza, como seres divinos. Isso é o que significa amar com a alma, dar sem nos esvaziar, porque se assim fizermos, sabemos que não há mais nada bom que possamos oferecer. Compartilhar, cocriar como iguais e usufruir desta experiência humana, sabendo que liberar com gratidão e amor, é essencial, porque é da nossa natureza que devemos nos separar para nos reunir de novo, em uma dança eterna de amor e unicidade.

Nunca fomos destinados a ficar apegados às coisas e às pessoas, isso foi profundamente distorcido em nós há eons. Acreditamos que isso era o verdadeiro amor, mas quanto mais despertamos, mais começamos a ter apenas lampejos do que é o amor, percebendo que estávamos programados para apenas vivenciar o tipo de amor tridimensional que a matriz nos forçou a acreditar.

Alinhamentos planetários

Visto que o Universo nunca está em conflito e todas as suas mensagens chegam imediatamente, com perfeita clareza, para aqueles que optam por estar em sintonia, começamos este novo mês em um novo ciclo, com uma amorosa e ao mesmo tempo poderosa super Lua Cheia no grau 11 de Câncer, juntamente a Urano em movimento direto no dia seguinte.

A Lua Cheia em Câncer nos convida a trazer a unificação para o nosso profundo senso humano de polaridade, acolhendo o feminino/masculino, assim como todos os aspectos opostos de que nós somos, como Um. Pois essa Lua possui ambas as essências, tanto masculina quanto muito feminina – trazendo o poder feminino, algo que ajudará as almas cujo papel anímico é trazer de volta para o Planeta a essência feminina perdida. O masculino vem de Saturno, Plutão, Vênus, Sol, todos em Capricórnio, em oposição à Lua em Câncer, o que é perfeito para que possamos curar a dualidade e trabalhar na descensão dos aspectos superiores de quem nós verdadeiramente somos.

Este será o mês mais movimentado de todo o ano em nossos céus! Porque não temos apenas uma Lua Cheia e uma Lua Nova, mas outro eclipse total de Lua Cheia no fim do mês, em 31 de janeiro, também acontecendo no grau 11 de Leão! Essas são as boas-vindas galácticas, assim como o apoio ao nosso reino de quinta dimensão.

Isso nos oferecerá a frequência perfeita para desfazer em um espaço amoroso e protegido os remanescentes do velho e começar a integrar essas novas atualizações galácticas que, quando incorporadas e direcionadas de modo sábio, também são demonstradas em nossa realidade física – mudança de empregos, de lugares, encontros com novos companheiros, que estão agora alinhados com a nossa frequência atual, e por muitas outras mudanças que a maioria de vocês, já pode ter vivenciado.

A segunda Lua será uma Lua Nova, que acontece no grau 26 de Capricórnio. Durante este mês, a dança entre o masculino e o feminino, bem como o lembrete para que possamos ancorar tudo o que está sendo experimentado – internamente – em nosso domínio físico, será visível. Essa Lua nos convida a prestar atenção não apenas em nosso aspecto físico, mas na necessidade que temos de transmutar nosso velho senso de sociedade patriarcal, com o amoroso poder feminino, como Vênus nos fará recordar porque isso vai se harmonizar com a Lua Nova.

Esta também é uma etapa para a queda das estruturas e para os que são âncoras da mudança começar a utilizar os seus dons para trazer profundas mudanças à sociedade, alterando velhas regras, que foram criadas para destruir, com a desculpa falsa de trazer ordem e tudo o que precisa para ser desfeito em um sistema já corrupto, conforme Urano, em uma quadratura com a Lua, também nos fará recordar.

Nos dois dias seguintes e um pouco mais tarde, teremos três planetas: Vênus, Sol e Marte, no dia 31 de janeiro, entrando em Aquário, trazendo uma mensagem de libertação e de dissolução daquilo que ainda nos mantém apegados aos nossos modos de ser e de viver tridimensionais. Essa também é uma oportunidade para trabalhar com o plano mental, porque está sempre repleto de nossas interpretações humanas e que criamos e deixamos sem solução aí – tendendo a estragar os verdadeiros desejos de nossa alma, e, portanto, criando manifestações que não combinam com o que realmente desejamos. Consequentemente, é muito importante trabalhar diariamente em purificar nossos corpos mental e emocional de todos os pensamentos humanos, assim como dos conflitos, confusões, e tudo que pode permanecer estagnado se manifestará de alguma maneira.

A capacitação para nos ajudar, neste momento, vem com o eclipse lunar total da Lua Cheia no grau 11 de Leão. Terá também uma essência feminina, conforme explicarei em detalhes quando a Lua chegar, e isso é para mim mais focado no poder feminino, algo que todos, independentemente de nosso gênero, possuem internamente. Vivemos durante eons sob o comando de nossa essência masculina, todos vimos o que isso trouxe para o mundo. Agora, é o momento de trazer de volta o amor, a compaixão e a intuição feminina, que certa vez foram bloqueados em nós, e criar o equilíbrio apropriado entre ambos.

Há um momento para se trazer a transformação e um fim para o velho, fechando a janela que nos conecta ao nosso passado, e dissipando antigas linhas do tempo, ainda que estejam ativas na nossa atual, nos impedindo de acolher plenamente nosso novo espaço vibratório. O tempo que gastamos trabalhando nisso foi, pelo menos, por dois anos, porque não é algo que possamos simplesmente fazer de um dia para o outro. Esse tempo passou para a maioria de nós.

Agora, neste momento único na Criação, o precioso tempo que temos nas mãos é para nos fortalecer, ao lembrar de quem somos, concentrar-nos nas visões de nossa alma, para este novo ciclo, e por finalmente acolher nosso verdadeiro poder divino, em vez de rastejar como seres sem esperança, controlados por circunstâncias externas.

O tempo de se sentir indigno ou como meras vítimas acabou. Gastamos tempo demais aprendendo quem não somos, sofrendo sob o controle do ego e experimentando o que não desejamos. Neste momento, neste novo espaço, que escolhemos conscientemente, não há mais tempo para que continuemos a nos diminuir, mas para nos lembrar finalmente da Centelha Divina dentro de nós e começarmos a utilizá-la para trazer unidade, amor, compaixão e ajuda para toda simples vida que tocamos. Pois não vimos aqui para apenas nos dominar e lembrar, mas para cocriar e ajudar os outros a fazer o mesmo, lembrando de que eles são nós e nós somos eles, dançando na ilusão da separação, mas voltando para o mesmo Lar de onde Todos fomos originados.

Desejo a Todos, um amoroso, abundante e acima de tudo milagroso Ano Novo, agora, galáctico, e um Novo Ciclo Consciente, amados companheiros.

Obrigada por tudo o que vocês são e fazem pelo Todo. Obrigada por outro ano de amor e apoio infinitos, gentileza, e acima de tudo, por serem meus companheiros, ajudando-me a crescer, a estar constantemente aprendendo, porque isso não diz respeito apenas ao que eu sou ou faço, mas acerca de vocês oferecendo-me a possibilidade de incorporar mais sabedoria e amor enquanto cocriamos juntos, e não posso ser mais grata, para ser honesta, por todos vocês, amada Família!

Com amor e luz infinitos.

Natalia Alba.

 .


Direitos Autorais:

Natalia Alba – Star Seed Soul

Fonte: Star Seed Soul | The Energies of January 2018 ~ A New Cycle of Conscious Evolution & Galactic Initiation
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via:  ADAVAI | AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 – (continuação)


A PRESENÇA DO CAOS VERSUS A HARMONIA SERÁ ENFATIZADA EM 2018…

luz e cores

AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 (Parte 1)

UM  NOVO  CICLO  DE  EVOLUÇÃO  CONSCIENTE  &  INICIAÇÃO  GALÁCTICA

Por: Natalia Alba
em 30 de dezembro, 2017

 

“Uma vida de escolha é uma vida de ação consciente. Uma vida de chance é uma vida de criação inconsciente”
~ Neale Donald Walsch.

Amados Emissários da Luz,

É com grande alegria que compartilho a frequência deste novo mês energético! Porque mesmo que na verdade não haja inícios ou fins, visto que ambos estão interligados, já estamos habitando na Linha do Tempo Iluminada da 5D, que escolhemos conscientemente. Este momento, conforme recebi, veio com a última Lua Nova em Sagitário, pois está alinhada com a Terra, o Sol e Saturno, com o Centro Galáctico – finalmente nos coroando como seres galácticos que somos. É uma etapa de integração da consciência galáctica, de cura da polaridade e acima de tudo, para nós, que sempre permanecemos nesta nova frequência, visto que somente permanecendo em um estado amoroso e calmo de ser, podemos criar esta mesma realidade externamente.

Há muitas pessoas que me perguntam se algo no externo, no Planeta, vai mudar. Elas gostariam de saber quando esta Era chegará exatamente. O que esta vinda produzirá? Quais as mudanças que observaremos no coletivo? A única mudança visível que vocês terão é aquela criada internamente, visto que é exatamente a partir dessa mudança interna que as externas começam – não para mudar – mas para ajustar-se às suas frequências atuais.

Na minha realidade, não vejo violência, eu saio e vejo somente pessoas gentis, e quando os outros tendem a encontrar drama e indelicadeza, eu apenas encontro sorrisos e dádivas preciosas, onde quer que eu vá, porque isso é o que eu sinto internamente, que irradio, e daí, com o que posso ser alinhada. Não diz respeito ao exterior. Nada irá salvá-los exceto vocês mesmos. Agora estamos acessando um ciclo de criação consciente e de autocapacitação, deixando para trás os arquétipos de vítimas, assim como outros mecanismos egoicos. Não se trata de esperar por algo, mas de criar por nós mesmos.

Este Ano Novo de 2018 será regido por uma frequência universal 11/2. Refere-se ao despertar das massas, ao adquirir a mestria para os que estão prontos para dar esse passo e ajudar-nos a recuperar a Sabedoria Divina que reside dentro de nós, e começar novamente, ao nos desligar da consciência tridimensional, algo que cada vez mais almas estão escolhendo fazer diariamente.

Para as almas em ascensão, 11 é um sinal da automestria que atingimos, embora esse trabalho interior nunca cesse, assim como o trabalho profundo que estamos fazendo de integração da polaridade. Visto que o número 1 possui uma energia masculina, enquanto o 2, a soma de ambos os números, possua uma essência feminina, algo que está nos mostrando a necessidade de todos nós, finalmente, acolher ambos os polos, como iguais.

Para alguns, este será um ano para unificar os aspectos internos que ainda não estão unificados, trabalhando em si mesmos mais do que em seus relacionamentos. Para outros, que fizeram esse trabalho interno, será um ano baseado na harmonização dos seus relacionamentos, como o número 2 nos faz recordar. É tudo de acordo com o que precisamos devido ao lugar em que estamos.

Esse também é um número criativo, que traz a inovação e uma nova maneira de ver a realidade, algo fundamental em um momento em que cada vez mais almas estão tentando desvincular-se da matriz da terceira dimensão e da sua realidade manipuladora. O número 11 é uma frequência que nos apresenta aos planos invisíveis, visto que a sua natureza é etérea e sua essência está conectada  aos Reinos Iluminados, para onde vamos, para um novo espaço onde começamos a estar um pouco mais próximos das frequências superiores dos planos da 6D/7D e da nossa verdadeira origem divina.

2018 é um ano em que a presença do caos versus a harmonia será enfatizada no Planeta. É nossa a escolha continuar optando pela unidade no meio do caos, que outros desejam criar, para continuar o controle da Terra, ou permanecer alimentando essa ilusão da separação. Durante este ano, as almas ascendentes que já dominaram a fusão de ambas as polaridades, vão vivenciar os resultados dos anos de automestria, e mesmo que apenas dominemos determinados aspectos do self para continuar descobrindo outros novos, a fim de continuar trabalhando, também estaremos experimentando a harmonia, o equilíbrio e o amor divino que essas novas frequências oferecem.

Como sempre, a presença de ambas as forças – escuridão e luz – estarão presentes para que vocês escolham com qual delas desejam alinhar-se. Este ano, se bem entendido, oferecerá uma oportunidade única para as almas que estão ainda aprendendo como exercer a mestria e ver como iguais ambas as polaridades opostas – escuridão e luz/feminino e masculino.

Para a maioria das almas ascendentes, este é um ano para semear e dominar novos horizontes enquanto continuam também a dominar os relacionamentos humanos, fazer novas parcerias, trabalhar em uníssono, não mais de um modo solitário, porque mesmo que estejamos aqui como um aspecto individualizado da Fonte, estamos deixando para trás mais de nosso velho senso de separação, nos unindo como uma equipe para cocriar nossas visões anímicas mais profundas, finalmente compreendendo que não se trata de nós, mas sim, de ajudar ao Todo.

Nova passagem de integração galáctica

Meus amados, daqui para frente estaremos plenamente imersos em uma nova onda galáctica até o início de fevereiro.  Naquele novo mês estaremos no modo de integração, porque há muito para ser baixado e ancorado em nosso corpo e no plano físico.

Este é um momento de expansão, mas também de trabalho árduo para aqueles que estão trabalhando em tempo integral nesta missão, que é a maioria de nós, porque começamos a ajudar pela própria essência nossa. Ainda há muito trabalho a fazer com as Grades da Nova Terra, visto que a restruturação das Grades da Terra, assim como a ativação de muitos lugares na Terra ainda não terminaram.

Existem apenas alguns pequenos locais no mundo, de acordo com a minha orientação, que são realmente cristalinos e que detêm uma frequência pentadimensional, como é por exemplo o caso bem conhecido do Monte Shasta, nos Estados Unidos, ou, por exemplo, Montserrat (Barcelona) na Espanha. Portanto, o Planeta precisa de muita ajuda para se purificar e ajudar em tudo que pudermos para trazer de volta essa pureza perdida.

Durante esse período, vocês podem ter algumas sensações físicas, porque todos nós somos únicos e os nossos corpos nos dirão o que precisamos liberar. Determinados papeis de alma podem ter mais essas sensações, porque trabalham em estreita colaboração com a Terra. São estes:

  • Ativadores da Terra e curadores em geral
  • Purificadores da Terra
  • Guardiães
  • Trabalhadores da Grade
  • Estabilizadores
  • Unificadores da Terra – como eu chamo aqueles que estão aqui para restaurar o nosso senso profundo de polaridade. Eles já vêm com esse conhecimento de como unificar as polaridades e agem como professores, e por sua essência, o equilíbrio entre ambas é restaurado.

E aqueles cuja missão principal é ajudar a curar as estruturas tridimensionais manipuladas da Terra sentirão a necessidade de descansar mais e terão mais sensações, porque o trabalho é muito intenso, tanto no plano físico quanto no plano astral.

Para os que estão começando a se abrir para os seus papeis anímicos e sentem que os papeis acima podem ser uma de suas missões, utilizar os Raios diamantino, esmeralda e branco podem ajudá-los a purificar e ancorar as frequências específicas a que se referem, é de grande ajuda!

Existem algumas sensações físicas comuns que me disseram para compartilhar e que eu mesma estou enfrentando:

  • Desorientação – devido ao sentimento que temos de estar perdendo todo o senso do tempo, principalmente para os solitários, como é o meu caso, que estamos literalmente vivendo dentro e fora deste mundo. Visto que criamos nossa própria realidade e há muitas coisas que nos ligaram ao velho.
  • Tonturas e/ou vertigens – lembrem-se de que tudo em nosso interior está sendo recalibrado de um modo jamais experimentado, portanto, a menos que vocês tenham alguma evidência física, isso é comum.
  • Palpitações cardíacas.
  • Memórias de muitas linhas do tempo e de experiências, mesmo acordados, de vidas paralelas. Isso é algo que para mim,  para ser honesta, está sendo uma experiência difícil. Porque parece tão real que eu não sou totalmente capaz de me desvincular sempre das outras linhas do tempo.
  • Intolerância a certos alimentos: há muitas pessoas que estão começando a ficar intolerantes literalmente a alimentos que costumavam comer antes. Isso é porque o seu corpo não consegue mais digerir essas frequências inferiores e o seu verdadeiro desejo, conforme escolhido e planejado, é começar a mudar para uma essência cristalina, algo que exige autodisciplina, assim como a ingestão de alimentos mais leves.

Como sempre, ser compassivo consigo mesmos, uma coisa em que se é em todos os momentos, no serviço, raramente aplica a si, conforme acontece comigo, com frequência, e preciso me desconectar por pelo menos dois dias. Cuidem-se, sejam neutros ao observar tudo e todos e sejam a semente da mudança e do amor que vocês são e que gostariam de ver no mundo.

(Continua…)

.


Direitos Autorais:

Natalia Alba – Star Seed Soul

Fonte: Star Seed Soul | The Energies of January 2018 ~ A New Cycle of Conscious Evolution & Galactic Initiation
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | AS ENERGIAS DE JANEIRO DE 2018 (Parte 1) |


 

COMPREENDENDO O SEU VERDADEIRO PROPÓSITO NA TERRA…

Sua vida na Terra

O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA VIDA NA TERRA

Jesus

Jeshua

Canalizado por: Pamela Kribbe 

 

Queridos amigos de almas afins,

Sou Jeshua falando. Vocês são meus irmãos e irmãs. Reúno-me com vocês aqui como um igual, não como alguém que está acima de vocês, mas como um amigo, um companheiro. Sintam a fonte comum através da qual nós estamos conectados. Sintam a vida fluindo entre nós, a conexão que cura e nos liberta.

Que cada um de vocês tenha respeito por si mesmo, do mesmo modo que tem pelos outros que estão reunidos aqui. Respeitar-se significa valorizar a si próprio, entendendo quem você realmente é e o que você assumiu nesta jornada para estar num corpo de carne e osso, aqui e agora, nesta Terra. Foi um salto de fé, e no fundo do seu ser há uma crença, uma força, uma consciência profunda que o fizeram escolher estar aqui. Você disse “sim” para esta encarnação, para a sua vida atual. O instante em que você disse “sim” fundamentou-se num conhecimento muito profundo, entretanto dúvidas logo surgiram, devido a antigas lembranças de experiências de outras vidas na Terra. Essas dúvidas encobriram o “sim” claro e óbvio, e fizeram com que ele se tornasse nebuloso e obscurecido. Você sentiu-se perdido nesta experiência terrena, sozinho e abandonado. Conheço essa dor, pois eu mesmo a vivenciei.

Muitas vezes tenho sido retratado com um santo, um iluminado que sabia tudo. Mas não foi bem assim, pois passei por dúvidas e medos intensos. Isso fazia parte da minha jornada, como faz da sua. Então veja-me na minha imperfeição, na minha fragilidade. Quando vivi na Terra, fui inspirado por uma luz da qual eu gostaria de dar testemunho; uma luz que está além das palavras, que contém amor, encanto, beleza, humor e sabedoria. Essa luz não era minha, mas era doada por meu intermédio, exatamente como acontece com cada um de vocês. Mas eu também tinha momentos de profundo desespero, devido à falta de entendimento daqueles que me cercavam, por não me sentir reconhecido… assim como acontece com você. E foi por isto que consegui atingir pessoas que eram muito solitárias; pessoas desesperadas, que sofriam, tanto física quanto emocionalmente; pessoas que se encontravam num terreno espiritual árido, inculto. Eu podia entender essas pessoas, porque vivenciara, em mim mesmo, as emoções, os estados de espírito e os pensamentos que elas estavam experimentando.

A experiência humana, com todos os seus altos e baixos, é necessária para que sua luz possa brilhar aqui. O que você vivencia agora em sua vida como trevas, tristeza, obstáculos – tudo isto faz parte da sua jornada. Não são empecilhos que você deveria evitar. Têm mais a ver com a sua capacidade de aceitar estas coisas e levar a luz do seu coração para elas, assim como uma pedra bruta pode ser despertada para a bela pedra preciosa que ela é internamente. Esta é a sua tarefa: vivenciar a escuridão, entendê-la a partir de dentro, e então iluminá-la e enfrentar toda a gama da experiência humana; envolvê-la com consciência e senti-la completamente.

E assim a energia do Cristo desperta no ser humano – mas, para que isto aconteça é necessário ser um humano. Não é possível desenvolver essa energia, esse poder singular e o brilho exclusivo da energia Crística, nos reinos altamente etéreos, onde faltam a resistência e intensidade da experiência humana. Então, perceba que o que aparentemente o retém, que o faz resistir, que o desencoraja ou incomoda, e que talvez você deteste, é exatamente o seu propósito – o motivo de você estar aqui.

É uma experiência mágica ajudar outro ser humano a iluminar-se a partir de dentro, de modo que se transforme em um ser através do qual podem acontecer milagres. Existem histórias sobre milagres que eu realizei, sobre curas físicas e mentais repentinas. Mas o poder que eu tinha não era o de um mágico; não era um truque místico. Eu conseguia atingir pessoas que estavam prontas para isso, que estavam no ponto de vivenciar uma ruptura no nível interno, através do meu entendimento profundo da natureza humana. Eu não fazia nenhum tipo de julgamento a respeito de quem elas eram, de seus aspectos negativos ou positivos; eu simplesmente estava lá. E havia pessoas que, quando estavam comigo, experimentavam o amor, e esse amor as tornava íntegras, inteiras. Era como se sua natureza fosse chamada a despertar de repente, e era isto que acontecia em tais momentos mágicos. Não era algo que eu fazia de fato, mas algo que acontecia na interação entre nós.

O fato de eu estar aberto era o que me possibilitava receber a luz do Cristo e ser capaz de transmiti-la a outros. E esta abertura, da qual estou falando, muitas vezes é alcançada por um ser humano através da vivência de uma crise. Geralmente você fica preso a todo tipo de crença sobre o que pode ou não acontecer, ou o que deve ou não dever ser, antes de realmente se abrir para a luz de Cristo. Você está cheio de ideias e padrões de pensamento que criam uma infinidade de emoções e estados de espírito. Você tenta moldar seu mundo, sua vida, a partir de tais ideias e padrões, até se defrontar com algo tão enorme que você não consegue encontrar nenhuma forma aceitável de evitá-lo, e então todas as suas certezas, crenças e padrões de pensamento caem por terra. Você cai num poço profundo que pode lhe causar um medo esmagador.

Você pode, inclusive, chamar isso de “noite escura da alma”, que é realmente uma experiência assustadora. Ao mesmo tempo, ela traz a possibilidade de você se abrir e perceber que não sabe mais qual é o modo “certo” de ser e agir, e então uma parte sua desiste, enquanto outra parte se abre. A parte que desiste é a defensiva, a resistente, que sempre pensa que sabe mais; é a impaciente, que quer e exige todo tipo de coisas da vida. Essa parte geralmente definha numa crise, e se você tiver a coragem de deixá-la morrer, a luz poderá começar a brilhar no seu interior. Aqui você pode ver que uma crise – uma experiência que lhe parece demais para ser digerida – também tem o potencial para ser uma abertura para a luz. Mas esta é uma experiência muito intensa, porque a parte que morre não quer morrer – ela deseja persistir… e resiste.

Peço-lhe que traga à mente a sua parte que é oposta à sua luz e contra a luz em geral, contra a luz do cosmos que deseja fluir através de você. Algo dentro de você deseja proteger-se contra essa possibilidade; então sinta, se puder, a hesitação, quando lhe peço para imaginar a luz fluindo através de você com muita facilidade e livremente, através de todas as partes do seu corpo e para fora, para todo o mundo. O que esta imagem invoca em você? Você pode aceitar esta possibilidade? Você sente que isto é possível? Ou existe algo em você que deseja se proteger, se defender? Se for este o caso, olhe para esta sua parte protetora e veja-a diante de si como um guardião. Pergunte a si mesmo: “Por que preciso deste escudo?” Leve a sério esta defesa, porque há algo em você que sente a necessidade de ter esta proteção. Respeite esta parte sua porque o escudo sempre tem um propósito. Ele está aí para proteger uma parte sua muito vulnerável.

Que parte sua não permitiria a luz? Que parte sua a vivencia como algo que é demais para se pedir a você, ou como uma ameaça, ou até como algo perigoso? Aproxime-se dessa sua parte gentilmente, como se ela fosse uma criança. Veja-a como uma criança que se tornou desencorajada, uma criança que voltou sua energia vital para dentro. Aproxime-se dessa criança muito delicadamente e veja o quanto ela é bonita; ela ainda irradia beleza, mesmo com essa vulnerabilidade e defensiva extremas. Ajoelhe-se diante dela e envolva-a com sua generosidade e bondade. Ajoelhe-se em carinhosa aceitação, sem querer que a criança mude, sem querer impor nada a ela. Sente-se tranquilamente, relaxadamente, com essa criança e sinta como você poderia tomar o lugar desse “escudo”. Até agora, a criança vem se sentindo protegida por essa barreira defensiva entre você e o mundo exterior, mas essa proteção é também uma barreira entre você e seus sentimentos mais profundos.

Pergunte à criança se você pode substituir o escudo. Simplesmente pergunte: “Você me permite tomar conta de você? Isto estaria bem para você?” Pergunte sincera e abertamente: “Estou protegendo-a o suficiente?” E deixe que ela fale livremente. Talvez ela diga “Não, não me sinto suficientemente segura. Estou com medo.” Pergunte-lhe, então, do que ela precisa, ou o que você pode fazer para que ela se sinta segura. Use o tempo que for necessário para fazer isto; você pode ter esta conversa com sua criança interior várias e várias vezes. Ela é um ser vivo, uma parte de você que carrega muito amor, e, portanto, tem muito amor para dar. Mas precisaria sentir-se segura na Terra, e é por isto que sua delicadeza e lealdade são necessárias.

Ao construir uma barreira defensiva, um escudo para proteger e esconder sua criança interior, você deixa de estar conscientemente conectado com ela; ela passa a ficar escondida de você. Em certos momentos da sua vida, você salta na defensiva, por exemplo, ou se fecha completamente, sem saber por que isto está acontecendo. Você pode ficar com raiva, ou frustrado, ou desanimado, ou desencorajado… Quando isto acontece é porque existem padrões reativos automáticos em ação, que se colocam entre você e sua criança interior. Ao renovar a conexão com essa criança vulnerável em seu interior, e começando a conversar com ela repetidas vezes, aos poucos você poderá encontrar uma forma de resolver esses padrões reativos automáticos – a barreira defensiva – mas isto requer paciência e delicadeza de sua parte. E também que você entenda, muito profundamente, que esta sua parte vulnerável não é nenhum obstáculo que deva ser evitado ou vencido, e que ele não deve ser eliminado.

A intenção é que você cresça por meio dessa criança, envolvendo-a com compreensão e amor, para que depois a luz Crística desperte em você. A partir desse momento, ficam para trás todas as suas ideias fixas, julgamentos e crenças, assim como o esforço e a luta incessantes por algo que você pensa que precisa. Em vez disto, surge em você uma disposição e abertura para se encontrar consigo mesmo, sempre que necessário, com atenção e admiração. Ao abandonar a certeza de que você já sabe o que precisa e o que é bom para si, você se permite surpreender-se com as respostas da sua criança interior.

Este é o seu caminho, porque a alma tem algo a aprender com a experiência humana. Às vezes você vê o céu – o mundo ao qual as almas pertencem – como um mundo perfeito, mas também um mundo do qual você foi banido. E você foi forçado a sobreviver em um mundo imperfeito e muitas vezes estranho – a Terra – onde tantas emoções o abatem; e tudo isto lhe parece um castigo. Mas o plano de onde você veio – o mundo da alma – também não é perfeito. Há algo essencial faltando lá, e é por isto que você tem sempre dado o salto de fé para a encarnação. É a própria vida – esta busca tateante, este modo intenso de experimentar, que é possível especialmente na Terra, através do qual o seu entendimento, sua paciência, percepção e compaixão tornam-se profundos e substanciais. Este é o significado espiritual da vida na Terra. Os vislumbres de perfeição que você pode vivenciar aqui – muitas vezes em momentos de simplicidade, ou através de insights, ou de alguma experiência de puro contentamento e beleza – esses vislumbres têm mais peso e valor do que simplesmente manter-se em estado de euforia durante anos nos reinos celestes.

Certamente é maravilhoso estar numa atmosfera de harmonia, com menos resistência e menos altos e baixos; e você anseia por isto. Mas não negue a beleza e o profundo valor espiritual da vida na Terra, em tudo o que você está passando agora. Leve a experiência, a sabedoria e os avanços, que você vivencia aqui, para os reinos de luz, e esses reinos adquirirão mais substância e vivacidade com isso. Existe uma interação constante entre o plano da Terra e os planos “do outro lado”. Aprecie sua própria vida e considere-a valiosa. Você é corajoso; você age com força e poder; portanto reconheça sua própria luz.

Gosto muito de nossas reuniões aqui. Quando estou aqui, embora não esteja em um corpo físico, torno-me humano, de uma certa forma, e me lembro de como é ser um humano. Sim, existem os pesos, mas há também momentos de leveza, amizade e solidariedade, que tocam a alma muito profundamente. Os laços de amizade, construídos aqui na Terra, permanecem com a alma e continuam fazendo seu trabalho para sempre – tão preciosa é a vida na Terra!

Agradeço a todos por estarmos juntos e saúdo cada um de vocês de coração.

……………………………………………………………………………………………………………

Fonte: Jeshua Channelings Português | O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA VIDA NA TERRA
Tradução: Vera Corrêa – veracorrea46@gmail.com

Via: Sementes das Estrelas: JESHUA – “O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA VIDA NA TERRA” – DEZEMBRO / 2017

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

JESHUA – “O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA VIDA NA TERRA” – DEZEMBRO / 2017

Publicado por Sementes das Estrelas – Áudio em 28 de dez de 2017

Via: JESHUA – “O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA VIDA NA TERRA” – DEZEMBRO / 2017 – YouTube


SUA VIDA JÁ ESTÁ NO MELHOR CAMINHO DO JEITO QUE ESTÁ…

A vida está acontecendo AQUI e AGORA.
Fique longe das expectativas e viva a realidade DIVINA de cada momento.

 

Por: Giridhari Das
Com colaboração de: Harlley Alvez 

 

Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo. Entenda por que criar expectativas é a pior atitude que temos com os outros – e com nós mesmos. O #mantradodia nos pede para viver o amor hoje e no presente! E o que acontece em nossa mente e com nossa vida quando criamos expectativas? Veja aqui as respostas a estas importantes dúvidas e mude HOJE as suas atitudes.

 

Criar expectativas é como mover a sua vida em torno de profecias que não podem se cumprir. A decepção é certa. Afinal, por qual motivo alguém gastaria seu tempo e dinheiro em um corredor que não tem chance alguma de vencer. Pois é… viver de expectativas é apostar em um atleta que nunca teve estrutura para ganhar o páreo. Então, por que fazemos isso?

A mente frequentemente está vagueando para encontrar soluções externas para a vida. Em um processo interminável, a pessoa constantemente busca ajustar a realidade externa para adequá-la a seus desejos, por vezes, perdendo-se em fantasias e em zonas de conforto. A expectativa é fruto da ilusão que alguma situação no futuro vai lhe deixar mais feliz, do que a realidade que está vivendo. Realidade que com um olhar mais generoso, pode mostrar que sua vida já está no melhor caminho do jeito que está. Agradecer o que já temos, nos torna disponíveis para receber mais e sair das dificuldades. Eu chamo isso do paradigma da fantasia no livro “O Caminho 3T”, onde eu explico:

“… A mente destreinada, portanto, passa muito tempo no futuro, no que chamo de “mundo de fantasia”, sonhando acordada com o que parece um futuro melhor.  Listas de felicidades condicionais são sempre atualizadas, despertando um comportamento insaciável, sempre buscando novos motivos, para sair do presente.”

Basicamente, esses desejos envolvem mudar o futuro de três maneiras:

1) obtendo coisas (novo carro, telefone, casa, etc.);

2) fazendo pessoas cooperarem com seus planos (como encontrando um esposo ou esposa, ou esperando que o patrão trate você melhor);

e 3) tendo a esperança de que situações favoráveis surgirão (como obter um emprego, ficar em forma ou fechar um contrato).

Como dito anteriormente, é frequente que nada significativo aconteça quando alguém atinge uma dessas metas. Desejos, uma vez que realizados, frequentemente satisfazem muito pouco, e logo outros desejos começam a exercer pressão e assumirem o centro do palco da mente.

Viver assim é um dos principais componentes para se ter uma vida muito ruim. As razões para isso foram exploradas na seção Mindfulness. Quando a mente está no futuro, desejando resultados futuros, ansiedades em relação a consequências futuras são inevitáveis.

Nessa situação, igualmente inevitável é a frustração com a vida como ela é hoje, a ira quando surgem obstáculos que aparentemente adiam a realização desses desejos, e o medo de que tudo termine muito mal. Sejamos honestos: todos nós já tentamos viver assim, e simplesmente não funciona. Nunca funcionou. Esse não é um caminho para se obter paz, satisfação e felicidade.

Então, a mudança de paradigma é necessária.

Em vez de focar no futuro, na crença ilusória de que alguma combinação de realidade externa (estas coisas, com aquelas pessoas naquela situação) será a chave para a sua felicidade, o foco está em simplesmente viver bem a vida, aqui e agora, centrado no seu dharma.

Veja também:

“A Urgência do Despertar nos Dias de Hoje”

UM VIVA À REALIDADE!

A vida está acontecendo a todo momento. É um fluxo, uma constante corrente de eventos. O desafio é estar completamente presente conforme acontece. Diferenciando a Vida, da Fantasia. A felicidade surge de cumprir o seu dharma bem, aqui e agora, indo de um dharma a outro, ao longo do seu dia.

Sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo.

É simples assim. Não há necessidade (e, francamente, pouquíssima utilidade) em ficar sonhando acordado com um futuro. Pense nisso… quantas vezes você já se desapontou porque algo não saiu do jeito que você esperava? Expectativa é torturar-se e garantia de que vai se machucar.

A realidade é mais bela do que qualquer sonho, se você simplesmente aprender a acessar isso por completo. Eventos futuros se descortinarão sob a força todo-poderosa do tempo. A vida, em sua maior parte, acontece de maneira muito diferente do que qualquer coisa que você imaginou anteriormente. E isso não é algo ruim, nem algo bom. Apenas é.

Trata-se da realidade. Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Em vez de imaginar que certa combinação de coisas, pessoas e situações trará paz e felicidade para você no futuro, você deve buscar paz e felicidade na vida como ela é, na bênção maravilhosa de estar ativo em seu dharma, de estar vivo, agora mesmo.

A solução é vigiar sua mente. Sempre que cair nesta cilada, de empurrar sua felicidade para uma data futura, na ilusão que algo externo vai definir seu bem-estar, você para, respira fundo e traz sua mente de volta para o aqui e agora.

Traga de volta para o milagre da vida, do ser, da chance de fazer seu melhor aqui e agora. O verdadeiro prazer está em amar, em ser carinhoso, prestativo e gentil, aqui e agora.

Cada ato de amor e carinho, cada momento que passou em gratidão, em serviço amoroso e devoção… é uma gota de pura bem-aventurança em sua vida.

Fique longe das expectativas e viva a realidade divina de cada momento. Busque o Sagrado nos pequenos e grandes momentos do seu dia a dia. Tudo isso está em  você, sempre esteve. Então, vamos ser generosos com a gente: vamos viver de amor e no presente!

#viverDeAMORhojeEnoPRESENTE #OmantradoDIA

#GiridhariDAS

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Seu amigo,

Giridhari Das

 


Sobre Giridhari Das:

Imagem autorGiridhari Das é mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento.

Encontre-o na Web e nas Redes Sociais:
Informações para a imprensa:

 


 

JÁ PODEMOS ESTAR NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE NOSSOS CORPOS DE LUZ…

Art by Daniel B. Holeman

Estamos em Uma Enorme Atualização de Expansão da Consciência Que Leva à Formação do Corpo de Luz

post-11-23-1 (editado)

Por: Diane Canfield
em 14 de Novembro, 2017.

 

Amada Tribo,

Nós estamos AGORA no início da transformação MAIS IMPORTANTE que a humanidade já viu. Tudo está sendo revelado e todos os segredos serão trazidos para a LUZ. Quando isto acontece, não é somente na 3ª dimensão, mas também em todas as comunidades da Terra, incluindo a comunidade espiritual. As falsas luzes também serão expostas já que não poderão mais espalhar sua agenda.

Como uma psíquica eu sei quando as coisas estão chegando e onde elas vão acabar. Este é um presente que eu tive toda a minha vida, vendo como as coisas vão acontecer no futuro, dependendo da linha de tempo selecionada.

No mês passado, desde a ONDA de 10/10 experimentamos enormes melhorias na nossa consciência que trabalha para construir o corpo de luz. A Consciência do corpo de luz ultrapassa a 3ª dimensão e tudo o que a maioria das pessoas já experimentou. Ela transporta a consciência dos seres para a 5ª dimensão e além. O ser começa então a experimentar outras realidades que não a da 3ª dimensão. Este é agora um indicador de que você está expandindo sua consciência e construindo seu corpo de luz.

À medida que aumentamos a consciência, nosso corpo de luz é construído. Devemos elevar nossa consciência primeiro e, em seguida, a cada novo nível alcançado, o corpo de luz passa por uma construção. Estas dores e sintomas que experimentamos são causados pela expansão do corpo de luz. À medida que mais construções do corpo de luz acontecem, as dores tendem a diminuir.

Um sintoma enorme da transformação do nosso corpo de luz está acontecendo AGORA, que começa a alcançar níveis superiores de consciência e serve como IMPULSO para nos tornarmos mais autênticos e os outros fazerem o mesmo. A manipulação que existiu por éons em toda a sociedade afirmando que somos todos iguais, agora está sendo ignorada. Na verdade, somos únicos. É por isto que estamos no planeta Terra neste momento. Cada pessoa tem qualidades únicas que a torna necessária para a expansão que estamos experimentando. À medida que nos tornamos mais o nosso EU autêntico, abrimos um PORTAL para que outros façam o mesmo.

Este impulso para nos tornarmos AUTÊNTICOS também vem junto com um poderoso impulso para dizermos a VERDADE e os outros fazerem o mesmo. Muitos estão experimentando estes novos sintomas e os que eu mencionarei a seguir e começarão a se afastar da comunidade espiritual que ainda está espalhando falsa luz porque compreenderão que não existe verdade ou autenticidade em suas palavras. Eles agora começarão a ser capazes de ler nas entrelinhas e ver a agenda daqueles que ainda estão presos e querem manter os outros presos onde eles estão. Isto se tornará cada vez mais intenso para todos no ano que vem.

Alguns outros novos sintomas de elevação da consciência que notei são uma maior conscientização sobre os alimentos e como ele afeta o corpo físico e a construção do corpo de luz. Muitos já estão conscientes dos cuidados com sua saúde, mas esta é uma nova consciência que chegou e agora começará a se espalhar. O corpo de luz que está sendo ativado nos auxilia através deste processo, guiando-nos para o que é melhor para a sua construção.

Existe uma grande quantidade de pessoas que pararam de comer carne. Isto agora começará a se tornar cada vez mais comum na população. Se você sente que deve mudar sua dieta para mais plantas, eu aconselho a começar a diminuir lentamente os alimentos que você não quer mais e gradualmente adicionar mais alimentos que você sente que são mais saudáveis. Este é o caminho mais fácil para a transição dentro e fora, no corpo e na consciência. Precisamos fazer tudo dentro de nós mesmos da maneira mais amorosa que podemos.

Nosso corpo reage a forma como o tratamos, então este é um passo muito importante que devemos seguir ao mudar as coisas suavemente para integrar as mudanças. O corpo que temos agora já é um corpo infundido com luz, então o que fazíamos anteriormente não funcionará mais para o nosso novo corpo que está no meio da transição para o corpo de luz completo.

Eu falei há um ano que os EUA e o mundo enfrentariam grandes mudanças e eu reafirmei em 17 de outubro como as mudanças estavam agora prontas para acontecer. Veremos mudanças cada vez mais intensas acontecendo na sociedade à medida que nos atualizamos para um nível de consciência maior do que antes.

Isto mudará a sociedade para o tipo de paraíso que todos queremos, mas que até agora ainda não tínhamos conseguido. Junto com isto está acontecendo a remoção das forças das trevas que foram responsáveis há tanto tempo por manipulações, mentiras e controle. No passado eles ganharam poder porque conseguiram convencer as pessoas de que seus programas eram para seu próprio bem. Estas pessoas não perceberam que era exatamente o contrário, eles só serviam para o lado negro adquirir mais poder e controle.

Como temos visto na mídia (alternativa), muitas dessas forças escuras estão sendo trazidas para a luz. Isso continuará a acontecer e acontecerá em todas as partes da sociedade, não deixando pedra sobre pedra. Muitos capangas escuros estão sendo retirados e isto continuará enquanto os capangas restantes ligam uns para os outros para tentar descobrir o que está acontecendo.

À medida que a sociedade e a comunidade espiritual na 3ª dimensão continuam recebendo atualizações, sua consciência segue se expandindo, acionando a construção do corpo de luz.

Para nos tornarmos UM com a luz, devemos dizer somente a verdade e honrar nossa autenticidade acima de tudo. Este é o caminho para a consciência expandida e a transformação do corpo de luz que está acontecendo.

A VERDADE é o que procuramos e o que desejamos. Agora, cada vez mais podemos ver a verdade por nós mesmos e descartar tudo o que não é. Esta é a maneira de ativar a consciência superior e o corpo de luz.

A nova Terra está sendo construída em uma sobreposição logo acima da 3ª dimensão da Terra, como uma atualização da 3ª dimensão da Terra, onde nos tornamos UM com nossa NOVA Terra.

Nossos amigos, nossas irmãs e irmãos galácticos cuja consciência já está expandida, podem se mover para dentro e para fora do corpo de luz à vontade. Eles estão esperando por nós para recuperarmos o atraso!

………………………………………………………………………………….

Fonte: Diane Canfield | We Are In A Huge Upgrade of Expanded Consciousness Which Leads To Light Body Formation
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: Estamos em Uma Enorme Atualização de Expansão da Consciência Que Leva à Formação do Corpo de Luz A Luz é Invencível

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA e TUDO SENDO REVELADO

Publicado por: ESSENCIA AYAM Mensagens de Luz  em 23 de nov de 2017

Via: EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA e TUDO SENDO REVELADO – YouTube


AS SETE DIFERENTES FORMAS DE VOCÊ VIVER DE ACORDO COM SEU DHARMA…

Dharma

Os 7 Dharmas

os 7 dharmas

Por: Giridhari Das
Da obra O Caminho 3T

.

Desde nossas necessidades fisiológicas até nossa relação com Deus, muitos detalhes formam nossa natureza, e darmos a devida atenção a tudo que nos constitui é uma condição fundamental para podermos nos realizar plenamente.

.Dharma é um conceito muito rico, e a palavra tem muitos significados, mas meu foco será no dharma como aquilo que precisa ser feito – essência e dever. O dever pode ser algo imposto. A essência não pode ser imposta. Dharma, portanto, é aquele dever que nasce de quem você realmente é, que nasce de sua natureza. Não é uma imposição externa ou social. É o que você precisa fazer, em qualquer dado momento, para ser a melhor pessoa que você pode ser. É fazer a coisa certa na hora certa. Ser dhármico é mais do que simplesmente fazer o que é bom ou evitar uma conduta danosa ou violenta, embora isso certamente esteja incluído no conceito, e pode-se reduzir isso a uma lista do que se deve evitar. O dharma é fluídico, vivo e sensível aos diferentes aspectos de sua vida. Grandes mudanças no seu dharma podem ocorrer, literalmente, de um segundo para o outro. Uma maneira de entender o dharma é refrasear os clássicos dizeres: “Não pergunte o que o mundo pode fazer por você, mas pergunte o que você pode fazer pelo mundo”.

Dharma é o princípio orientador da vida, a cada momento lhe demonstrando o que você deve fazer, respondendo suas dúvidas em relação a que curso seguir e simplificando as ações da vida. Dharma é sua integridade na ação e a verdadeira expressão do seu ser. Você encontrará seu lugar no mundo uma vez que você se afine com seu dharma.

dharma é fluídico

O dharma é fluídico, vivo e sensível aos diferentes aspectos de sua vida.

O dharma é uma parte integral da natureza. Não é uma construção psicológica ou um conceito religioso. O nível de fidelidade que você tem ao seu dharma afetará diretamente como você se sente diariamente. Ser fiel a si mesmo significa agir de acordo com seu dharma. Assim, quanto mais você pode se afinar com seu dharma, mais você pode agir com base no seu dharma e mais você se sentirá satisfeito, completo, real e feliz. Quanto mais dhármico for o seu comportamento, mais você se sentirá satisfeito com quem você é agora. Por fim, quanto mais dhármica for a sua vida, mais você poderá recapitulá-la com alegria e com um sentimento de realização.

Estar na Zona

Mindfulness e dharma andam lado a lado. Dharma é algo tão natural que o que você precisa para estar cada vez mais afinado com ele é remover o que não é natural, em especial egoísmo, medo e cobiça. Outra maneira de dizer o mesmo é que, se você for vítima de sua lista de felicidades condicionais, ou simplesmente carecer de consciência suficiente de suas ações, você não conseguirá ver o seu dharma. O foco perfeito no aqui e agora é centrar-se no seu dharma e colocar toda a sua atenção em realizar seu dharma no máximo de sua capacidade. Isso, por si só, trará uma felicidade imediata e sustentável. Você já experimentou isso muitas e muitas vezes. Você talvez se lembre de muitos momentos em que você se focou totalmente em fazer algo que era seu dever, sem qualquer consideração em relação a si mesmo ou a recompensas futuras ou mesmo a perigos. Pais, em especial mães com bebês, experimentam isso com frequência. Essa experiência é chamada de “estar na zona”. A psicologia positiva (o ramo da psicologia que estuda o que torna as pessoas felizes) aponta “estar na zona” como um dos pilares primários de uma vida feliz. Estar focado na ação implica, necessariamente, não estar focado nos sacrifícios ou benefícios materiais que a ação possa suscitar no futuro. Estes dois são diretamente opostos: focar-se no seu dharma aqui e agora, e ansiar por resultados futuros. Este ponto é tão importante que Krishna não o menciona menos do que dez vezes na Bhagavad-gita. Esta mudança de paradigma é a chave para um grande salto de bem-estar.

A Mudança de Paradigma: Vida vs. Fantasia

A mente destreinada frequentemente se esforça por encontrar soluções externas para a vida. Em um processo interminável, a pessoa constantemente busca ajustar a realidade externa para adequá-la a seus desejos. Listas de felicidades condicionais são sempre atualizadas. A mente destreinada, portanto, passa muito tempo no futuro, no que chamo de “mundo de fantasia”, sonhando acordada com o que parece um futuro melhor. Basicamente, esses desejos envolvem mudar o futuro de três maneiras: 1) obtendo coisas (novo carro, telefone, casa, etc.), 2) fazendo pessoas cooperarem com seus planos (como encontrando um esposo ou esposa, ou esperando que o patrão trate você melhor), e 3) tendo a esperança de que situações favoráveis surgirão (como obter um emprego, ficar em forma ou fechar um contrato). É frequente que nada significativo aconteça quando alguém atinge uma dessas metas. Desejos, uma vez realizados, frequentemente satisfazem muito pouco, e logo outros desejos começam a exercer pressão e assumirem o centro do palco da mente. Viver assim é um dos principais componentes para se ter uma vida muito ruim. Quando a mente está no futuro, desejando resultados futuros, ansiedades em relação a consequências futuras são inevitáveis. Nessa situação, igualmente inevitável é a frustração com a vida como ela é hoje, a ira quando surgem obstáculos que aparentemente adiam a realização desses desejos, e o medo de que tudo termine muito mal. Sejamos honestos: todos nós já tentamos viver assim, e simplesmente não funciona. Nunca funcionou. Esse não é um caminho para se obter paz, satisfação e felicidade.

quando-a-mente (editado)

Quando a mente deseja resultados futuros, a ansiedade é algo inevitável.

Então, a mudança de paradigma é necessária. Em vez de focar no futuro, na crença ilusória de que alguma combinação de realidade externa (estas coisas, com aquelas pessoas, naquela situação) será a chave para a sua felicidade, o foco está em simplesmente viver bem a vida, aqui e agora, centrado no seu dharma. Vida vs. fantasia. A vida está acontecendo a todo momento. É um fluxo, uma constante corrente de eventos. O desafio é estar completamente presente conforme acontece. A felicidade surge de cumprir o seu dharma bem, aqui e agora, indo de um dharma a outro, ao longo do seu dia – sendo a melhor pessoa que você pode ser hoje, neste exato momento, sincero consigo. É simples assim. Não há necessidade (e, francamente, pouquíssima utilidade) em ficar sonhando acordado com um futuro. A realidade é mais bela do que qualquer sonho, se você simplesmente aprender a acessar isso por completo. Eventos futuros se descortinarão sob a força todo-poderosa do tempo. A vida, em sua maior parte, acontece de maneira muito diferente do que qualquer coisa que você imaginou anteriormente. E isso não é algo ruim, nem algo bom. Apenas é. Trata-se da realidade. Quanto mais conseguimos nos sintonizar com a realidade, mais felizes ficamos. Em vez de imaginar que certa combinação de coisas, pessoas e situações trará paz e felicidade para você no futuro, você deve buscar paz e felicidade na vida como ela é, na bênção maravilhosa de estar ativo em seu dharma, de estar vivo, agora mesmo.

Os 7 Dharmas

Listarei, agora, sete categorias básicas de dharma para ajudar em um melhor entendimento do que é o dharma e como é fácil identificá-lo. É claro que há sutilezas, mas estas sete categorias maiores servem como forte diretriz.

1. Dharma Vocacional

O primeiro dharma, eu costumo dizer, é o mais difícil de todos, pelo menos para a maior parte das pessoas. O primeiro dharma é o chamado de sua vida, sua vocação. Nasce de sua natureza psicofísica. Algumas pessoas têm a bênção de conhecer sua vocação ainda com pouca idade. Já vi isso pessoalmente no caso de alguns dançarinos, artistas plásticos e atores com que me encontrei. São comuns histórias de atletas que se destacaram tanto que seus parentes e professores naturalmente os orientaram para se tornarem profissionais do esporte. Há outros que têm um QI tão aguçado que naturalmente gravitam em torno de trabalhos acadêmicos e científicos. Para a maioria, isso pode ser uma batalha.

sofrem-por-se-formarem-e-atuarem-em-areas (editado)

Muitos sofrem por se formarem e atuarem em áreas que não correspondem à sua natureza psicofísica.

A razão para isso ser uma batalha é que a sociedade ensina às pessoas desde tenra idade que o que elas realmente precisam é dinheiro, com metas secundárias de estabilidade e respeito. Em outras palavras, quase todos aprendem, desde o nascimento, a escolher o paradigma fantasia. Em vez de ensinarem as pessoas a fazerem aquilo em que são boas e ajudarem-nas a desenvolverem suas inclinações e talentos únicos, o mais frequente é que os pais, a cultura e o sistema escolar tratem as pessoas como folhas em branco, dando-lhes uma educação que supostamente serve para todos e os encorajando a fazer tanto dinheiro quanto possível.

Então, aqui estão algumas dicas para ajudar você a encontrar sua vocação. Lembre-se de que nunca é tarde demais.

  • Quando estiver meditando sobre o que você gostaria de fazer, remova de sua equação qualquer fator externo. A questão é quem você é, e não preocupações práticas.
  • Esqueça o dinheiro. Não pense: “Ah! Não posso trabalhar com arte porque isso não pagará minhas contas”, “Não posso cursar Filosofia porque que tipo de emprego eu conseguiria?” Remova tais considerações da mente. Uma maneira de fazer isso é pensar: “Se eu ganhasse na loteria, eu gostaria de trabalhar com…”
  • Esqueça a pressão social e o orgulho. Não se trata do que seus pais querem que você faça. Se você não se atrai pela vida militar, não faz diferença se existem cinco gerações contínuas de militares na sua família. Não se trata de status social também. Talvez a sociedade não aprecie um porteiro ou garçom, mas são profissões perfeitamente nobres. Quem possui a natureza psicofísica para o ofício de porteiro e está fazendo isso está muito melhor situado do que alguém exercendo a profissão de advogado apesar de ter a natureza psicofísica, na verdade, para a ocupação de musicista. O porteiro pode facilmente encontrar paz e felicidade em seu trabalho, enquanto o advogado sempre se sentirá frustrado e não realizado.
  • Não pense apenas no que você gostaria de fazer. Você talvez goste de fazer muitas coisas. Em vez disso, pense no que é aquela atividade específica que você não consegue ficar sem. Tente pensar qual é o tipo dominante de atividade para a qual você é naturalmente atraído.
  • Uma nota para professores: professores têm uma vocação dupla. Primeiramente, têm de aceitar que nasceram para ensinar e, em seguida, têm que encontrar a temática de ensino para a qual têm maior inclinação.

Encontrar sua vocação envolve quem você é agora e é algo que está ali para ser descoberto, de modo que há ferramentas e processos que você pode usar para ajudá-lo quanto a isso, incluindo: testes vocacionais, conversar com pessoas que são próximas a você e até mesmo astrologia védica. O melhor a fazer é apenas olhar seriamente para dentro do próprio coração e sentir sua natureza. Passe algum tempo sozinho, em silêncio, e reflita demoradamente. Seja corajoso e esteja disposto a aceitar sua verdadeira natureza. Não se traia. Não deixe o medo do futuro parar você.

Encontrar sua natureza é essencial. Passar suas horas de trabalho fazendo algo não adequado à sua natureza psicofísica desgastará suas chances de felicidade. É uma ofensa à sua pessoa. É como manter seu verdadeiro eu trancado em algum lugar distante.

2. Dharma Natural

Krishna explica na Bhagavad-gita que, entre outras coisas, um yogi tem que satisfazer três necessidades naturais: 1) dormir, 2) comer e 3) recrear. Chamo isso de nosso “dharma natural”, porque se tratam de necessidades naturais centrais do corpo e da mente. Krishna enfatiza que não se deve comer ou dormir em excesso nem comer ou dormir menos do que o necessário. Quanto é “em excesso”? Bem, o que seja em excesso para você. Somos todos diferentes. E, em diferentes momentos de sua vida, o que é demais ou insuficiente para você irá variar. Portanto, você tem que encontrar o seu equilíbrio. Viver o seu dharma é, precisamente, ter equilíbrio, sabendo quando mudar de um dharma para outro, em seu limitado dia de 24 horas. O dharma natural significa que você tem que levar a sério, como um dever, como parte de sua essência, os atos simples de comer, dormir e recrear.

Você tem que reservar um tempo para comer, para valorizar esse momento. Comer não deve ser empurrar comida para dentro da boca enquanto se faz um milhão de outras coisas. Não deve ser algo corrido. É algo que deve ser tratado como um dever sagrado. Um tempo para pensar sobre suas escolhas alimentares, sobre o que você está colocando em sua boca. É o momento crucial do dia em que você está reabastecendo o seu corpo. “Esta refeição é compatível com quem eu sou? É realmente boa para mim? É boa para o planeta?” São escolhas sérias, com consequências sérias. Em um mundo onde as pessoas estão se matando e destruindo o planeta com más escolhas alimentares, é fácil ver como tomarmos o ato de comer como um dos dharmas fundamentais pode ser muito importante.

Dormir não é uma perda de tempo. É um componente essencial para sua saúde mental e física. Falta de sono pode ter um impacto negativo tremendo em sua saúde, e até mesmo matar, no caso de dormir ao volante ou em outra situação similar. É seu dever fazer todos os arranjos necessários para dormir bem e dormir o bastante. Dormir não deve ser algo que você faz quando não é mais capaz de ficar de pé e algo que você interrompe porque é forçado a se levantar para trabalhar. Como dormir o bastante é seu dharma, é seu dever, você tem que organizar sua vida de forma que essa necessidade mental e corpórea crucial seja acomodada. Ver o sono como seu dharma significa também que, quando você vai para a cama, não deve estar pensando em outros dharmas, como o trabalho. Você deve simplesmente dormir. Limpe sua mente e esteja no aqui e agora de simplesmente dormir.

dormir-naoc3a9-uma-perda-de-tempo (editado)

Dormir não é uma perda de tempo. É um componente essencial para sua saúde mental e física.

Ver a recreação como um dos seus dharmas significa que você pode dispersar todo sentimento de culpa quando você consegue tempo para se divertir ou sair de férias. Isso também significa que você deve reservar um tempo para se divertir e sair de férias. Alguém que trabalha demais e não se diverte nada acaba se tornando alguém muito carrancudo… e pouco dhármico também. Eu, pessoalmente, acho fascinante e confortador que um texto clássico como a Bhagavad-gita, descrevendo o que é preciso para se iluminar, mencione a importância da recreação.

3. Dharma Ocupacional

Independente de se você encontrou sua verdadeira natureza, quando você aceita um emprego, gerencia seu próprio negócio ou se matricula em um programa de estudo de horário integral, você aceitou um grande dharma. Chamo isso de “dharma ocupacional”. É, em geral, o que mais exige horas do seu dia, em virtude do que é muito importante que você veja seu trabalho ou estudo como um dharma, e não como um fardo ou imposição externa.

Porque é um dharma, você não deve aceitar um trabalho que cause dor e destruição desumana. A expressão de sua vida, por exemplo, não pode ser ajudar a causar câncer e vícios em milhões de pessoas, roubar ou utilizar indevidamente recursos públicos, destruir a economia, tirar o dinheiro de outras pessoas através de mentiras, matar animais inocentes ou contribuir para a destruição do planeta. Não pode haver felicidade nisso, e nenhum argumento deve conseguir convencer você da necessidade de aceitar uma ocupação tão degradante como essas exemplificadas.

nenhumargumento (editado)

Nenhum argumento deve convencê-lo a aceitar uma ocupação degradante, como promover vício e doenças entre a população.

Ver seu trabalho como dharma significa aplicar o mesmo princípio de mindfulness para as muitas ações que o circundam. Isso quer dizer que você jamais deve ver seu trabalho ou estudo como um meio para um fim. O trabalho jamais deve se destinar a ganhar dinheiro, e seus estudos jamais devem ter por finalidade conseguir um diploma para conseguir um emprego. Esse tipo de pensamento torturará você e tornará seus dias longos e sofridos. Em vez disso, cada atividade para a qual você é convocado deve ser feita tão bem quanto você seja capaz, com tanto de sua atenção dedicada a isso quanto possível. O foco deve ser a ação em si, não o dia como um todo, nem a carreira, nem o salário ou outra meta no futuro.

Se você está se sentindo estressado no seu trabalho, é um sinal bem claro de que sua mente está fora de controle. Estresse é um indicador de que você ou está ansiando por algum futuro positivo ou está temendo algum acontecimento negativo. Em outras palavras, sua mente o está arrastando para o futuro e o enlouquecendo. Então, traga seu foco de volta para uma ação por vez. Se é hora de se sentar em uma reunião ou sala de aula, esteja ali, presente, sendo a melhor pessoa que você pode ser naquele momento. Se é hora de preparar uma apresentação, para vender papel ou qualquer outra coisa, então faça isso somente, faça o melhor que pode fazer e não fique se desgastando com pensamentos do que virá depois, não fique percorrendo as postagens de redes sociais ou respondendo a e-mails. Mantenha sua completa atenção em uma coisa de cada vez.

4. Dharma Pessoal

Toda relação pessoal cria uma demanda dhármica. A qualidade e o tipo de relação determina “o peso” das demandas dhármicas ou, em outras palavras, quanto do seu tempo você tem que investir na relação e o quanto de responsabilidade existe no seu papel nesse relacionamento. Mães e pais têm a maior demanda de todas. O dharma de criar os filhos é seríssimo. Donos de animais de estimação também assumem um dharma similar ao de maternidade e paternidade em relação aos seus companheiros animais. O dharma de ser filho ou filha é o segundo mais importante, mas não se compara ao de ser mãe e pai. Amigos muito próximos também criam laços dhármicos. Existem variados níveis de responsabilidade com outros membros familiares, irmãos, vizinhos, colegas de trabalho, etc.

vocetemquepercerber (editado)

Você tem que perceber o que cada relacionamento exige de você e estar pronto para cumprir sua responsabilidade.

Ver toda relação pessoal como dharma, como parte de uma definição de quem somos, como um dever sagrado, significa que você tem que ir além do egoísmo e da preguiça. Você tem que estar ciente dessa relação e sentir o que é preciso para honrá-la, para apreciá-la. Também significa que você quer estar completamente presente quando lida com a pessoa. Se é o momento de dar um telefonema para exercitar seu dharma pessoal com sua esposa, esteja completamente presente, exercendo tanta conexão e tanto amor quanto você seja capaz. Se é hora de passar algum tempo brincando e educando seus filhos, esteja ali por completo. Se entregue a isso. Não deixe sua mente arrastar você para pensamentos referentes ao trabalho. Não dê atenção para sua mente lhe dizendo que, em vez de brincar com um carrinho barulhento, ela preferiria estar malhando na academia ou lendo um livro em um ambiente tranquilo.

O dharma pessoal possui uma importância enorme. Se você não der tempo e energia suficientes para seus relacionamentos pessoais, você está fadado a sofrer, independente do que mais você acredite estar obtendo. Você tem que ter a sensibilidade de perceber o que cada relacionamento exige de você e estar pronto para cumprir essa responsabilidade com plena atenção, dando o seu melhor.

5. Dharma Comunitário

Você é parte de uma comunidade, residente de uma cidade e estado, e cidadão de um país. Isso significa que você tem benefícios e responsabilidades compartilhados. Espera-se que o governo providencie estradas, iluminação pública, eletricidade, água, proteção contra criminosos e invasores estrangeiros, etc., e, em troca, pelo menos, você tem que pagar seus impostos e obedecer às leis. Ainda melhor, você deve ver seu dharma comunitário como um chamado para tornar melhor a vida daqueles que vivem em seu entorno. Você pode ajudar com ideias ou com serviço voluntário? Você pode se engajar na exigência de melhores direitos civis, melhores serviços públicos? Você pode ajudar aprimorando a escola dos seus filhos? Não podemos, todos nós, pensar que isso é problema dos outros. Onde há um crescimento dessa tendência de pensar que outra pessoa deveria se preocupar com o bem público, ali encontraremos políticos corruptos e péssimos serviços governamentais. Assim, de um lado, devemos ser ao menos membros conscientes de nossa comunidade, pagando nossos tributos e seguindo as leis, e, por outro lado, devemos participar ativamente no aprimoramento da sociedade.

6. Dharma Universal

O dharma comunitário possui um foco mais imediato na comunidade e no país em que você vive. Contudo, estamos todos interconectados. Não apenas compartilhamos de uma conexão natural com aqueles da nossa espécie, mas também uma conexão com todos os habitantes do planeta Terra. Essa conexão nos define, é parte de quem somos, diante do que é parte do nosso dharma como um todo. Chamo isso de nosso “dharma universal”. Conforme você evolui, naturalmente você se torna mais e mais afinado com o mundo ao seu redor, sensível ao que está acontecendo. Uma pessoa espiritualmente madura não é indiferente à destruição do planeta e ao sofrimento de outros, e assume a parte que lhe cabe para tornar o mundo um lugar melhor. Isso se chama compaixão.

serecologico (editado)

Ser ecológico é uma das manifestações do dharma universal.

 

7. Dharma Espiritual

Por último, mas certamente não menos importante, está a categoria do dharma espiritual. Seu eu espiritual é a definição última de quem você é, sua essência no sentido último da palavra. Mesmo se, neste ponto, você não “assina embaixo” da ideia de ser mais do que este corpo, você ainda pode compreender o dharma espiritual como seu dever de ser a melhor pessoa possível, de ser completamente justo consigo mesmo.

a conexão

A conexão com Deus, quando experimentada de forma madura, é a parte mais profunda do dharma.

Com o tempo, uma vez que você entenda que você só pode se definir perfeitamente quando entenda sua relação com Deus, então, como parte de sua essência mais íntima, como a definição central de si mesmo, você gozará alegremente dessa conexão, chamada devoção, como a parte mais profunda do seu dharma espiritual. Exercitar seu dharma espiritual é assumir seriamente a responsabilidade de aprimorar-se e de conhecer-se.

Mudança de Dharma e Mindfulness

Foco no dharma é uma ótima maneira de checar se você está praticando o mindfulness; em outras palavras, se você está realmente focado no aqui e agora. Por exemplo, você está se divertindo com um passeio de bicicleta e um pneu estoura, ou você está trabalhando e recebe uma ligação e toma conhecimento de uma emergência familiar com a qual você tem que lidar. A tendência natural é você se perturbar. Quando isso acontece, simplesmente pare. Respire fundo algumas vezes. O que acabou de acontecer foi uma mudança de dharma. Você estava contente no seu dharma de recreação, andando de bicicleta, então, de repente, isso mudou para o dharma de arrumar a bicicleta. Você estava absorto no seu dharma ocupacional, trabalhando no computador, mas, então, você foi forçado a interromper isso para lidar com um dharma pessoal. Não se perturbe. Apenas entenda que aconteceu uma mudança de dharma. Se fixe no novo dharma, fixe sua mente nele, aqui e agora. Viva bem o novo momento. Não resista ao fluxo da vida e às demandas dhármicas sempre em mutação, que podem vir em momentos muito inesperados.

Antes de fazer qualquer coisa, certifique-se, primeiramente, que é seu dharma fazer isso. Algumas vezes, surgem em nossa mente ideias sem sentido que é melhor não executarmos. Outras vezes, alguém talvez queira pressioná-lo a fazer algo que é contra o seu dharma. Então, primeiro cheque e, então, seja firme o bastante para dizer não a você mesmo ou a outros caso a ação em questão não seja o seu dharma. Se é, entretanto, se fixe nisso, apesar de algum apego por fazer outra coisa, preguiça ou mesmo medo. Se é o seu dever, seu dharma, simplesmente faça, com sua mente inteiramente centrada nisso. Não permita que sua mente torture você. Não faça uma coisa desejando fazer outra. Se você tem que fazer algo, se é parte do seu dharma, realmente se entregue a isso, mesmo caso não estivesse nos seus planos ou mesmo caso não se sinta apto para isso. O resultado será que você mais uma vez se sentirá harmônico e em paz.

Dharma como um Guia e um Caminho para Simplificar a Vida

Conforme você desenvolva sua sensibilidade às demandas dhármicas do momento, saber o que fazer de um momento a outro se torna tão claro e fácil quanto trafegar por uma rodovia. À medida que você desenvolve essa habilidade, você terá a clareza de conhecer qual é a melhor coisa para se fazer agora, e terá, portanto, a determinação natural, nascida de estar livre de dúvidas, para se fixar completamente nisso. Isso permite que você aproveite ao máximo cada dia, aproveite ao máximo cada ato, absorto em mindfulness, sendo o melhor que você pode ser.

O dharma também ajudará você a se aliviar do estresse de múltiplas demandas, seja no trabalho, seja em casa ou, ainda pior, por múltiplos desejos. Dharma é sinônimo de uma ação principal por vez. Desejos são ilimitados, e, se você permitir isso, clientes, membros familiares, colegas e seu patrão irão colocar em cima de você uma lista infindável de demandas. Todavia, uma vez que você fique confiante no exercício de identificar seu dharma, de priorizar suas ações de acordo com seu dharma, você terá a paz de fazer uma coisa de cada vez, com sua mente focada nessa única ação. Nunca é seu dharma fazer mais do que você consegue – somente fazer o melhor que você pode.

Focar-se no seu dharma conduz ao desenvolvimento de simplicidade, que é uma qualidade maravilhosa. Quanto mais você foca naquilo que você tem que fazer, na expressão de si mesmo, você naturalmente se interessa menos em criar demandas desnecessárias em sua vida ou em comprar coisas que você não precisa. Você desejará comprar apenas coisas que ajudem na realização do seu dharma e nada mais. Viver essa mudança de paradigma de se centrar no seu dharma significa que você dedica cada vez menos atenção aos desejos caprichosos e planos ilusórios e extravagantes para a felicidade. Simplesmente viver seu dharma em mindfulness é algo tão completo e recompensador que você não sente mais a necessidade de buscar felicidade em comprar coisas que você não precisa. Conforme você desenvolva uma crescente sensibilidade em relação ao seu dharma, você não precisará buscar coisas para ocupar seu tempo. Você saberá o que fazer de um momento ao outro, e você valorizará ter tanta liberdade quanto possível para exercer os seus dharmas com toda a sua atenção. Você entenderá que tempo é a posse mais valiosa. Quanto mais demandas você conseguir remover do seu cronograma, mais paz você experimentará em relação a ser capaz de focar em seus dharmas centrais. Casas menores significam menos manutenção e menos tempo gasto com limpeza. Menos roupas significam guarda-roupas menores. Andar de bicicleta ou usar o transporte público, em vez de dirigir, significa menos tempo cuidando do carro. Viver perto do trabalho significa menos tempo no trânsito. Qualquer coisa que você possa fazer para simplificar sua vida resultará em mais paz e, então, mais felicidade. Essa simplicidade é priorizar o seu verdadeiro eu.

Visite o site: www.3T.org.br

Adquira a obra:

capa 3T

 


Via: Os 7 Dharmas | Volta ao Supremo Pagina Oficial

NINGUÉM PASSA POR AQUILO QUE NÃO PRECISA PASSAR…

Caminho-a-Luz

O reconhecimento, o entendimento e a aceitação do mal

Mensagem de Mãe Maria Canalizada por: Maria Silvia P. Orlovas 

 

Meus amados, o mal é necessário.
Não se vive a luz sem ter atravessado o portal das trevas.
A verdadeira luz é alimentada pelas sombras.
A profunda e verdadeira consciência brota de um tenebroso momento de escuridão.
A escuridão é absolutamente necessária para a evolução.

Neste plano de consciência onde o planeta Terra orbita, a luz e a sombra são espectros da mesma energia evolutiva.
O mal deve ser respeitado.
As pessoas evitam as dificuldades.
As pessoas evitam todo e qualquer sofrimento.
E nós não fazemos apologia do mal.
Queremos apenas descaracterizar a potência do mal por si mesmo.
Como já explicamos a vocês, o mal serve ao bem.
O mal é um instrumento sagrado do divino e compreendam o mal como situações de dificuldade, situações cármicas familiares, situações de desentendimento, situações de pobreza e limitação, situações de doença e impedimentos.
Tudo isso, para as pessoas, é compreendido como o mal.

Mas esse é um impulso, é o movimento necessário para que vocês façam a lapidação da sua alma, dos seus interesses, da sua motivação no caminhar pela Terra.
Não existe sequer uma vida neste planeta que passeie de sucesso a sucesso. Que passeie de alegrias a mais  alegrias, de realizações a mais realizações. Simplesmente isso não existe neste plano de consciência.
A alegria eterna, o júbilo constante, é alcançado através da elevação espiritual. Quando o mal deixa de ser mal e quando o bem não é tão necessário, porque tudo se transforma em bem.
O processo da ascensão espiritual verdadeira transforma tudo em bem. Inclusive situações difíceis, inclusive limitações sejam elas físicas, emocionais ou materiais.

A alma, quando alcança esse patamar de vibração, ela encara cada momento da vida dela como um momento necessário, um aprendizado necessário; deixa de sofrer, deixa de reclamar e deixa de querer fugir e evitar.
Quanto mais você evita uma situação, mais refém dela você se transforma.
Quanto mais você foge do leão, mais perto ele está de você.
Quanto mais você evita olhar para um problema, mais você pensa nele constantemente.
Compreenda que essas energias, essas forças, estão ativadas em você.
Basta alguém lhe dizer “Pense no bem!” e imediatamente você lembrará de todos os seus problemas e percalços.

Por isso, meus filhos, nós pedimos “Se envolvam profundamente nas orações mântricas, encantem a sua mente.”
Como faz o sábio, o sadhu, que encanta a serpente. Ele treina a sua mente, ele treina o seu pensamento para ver o bem em todas as circunstâncias. Para agradecer os desafios, porque esta é a forma mais fácil para superar toda e qualquer adversidade.

E mesmo que você se ache fraco, impotente ou infantil para ter esse pensamento, essa postura, nós aqui dizemos a você:
– Isto é possível! Você é capaz de vencer a sua escuridão. Você é capaz de vencer todos os problemas turbulentos. Você é maior que os seus problemas. Você é um ser de infinita luz, infinita grandeza, que está apenas esquecido de toda a força e de todo o poder que carrega dentro de si mesmo.
Não há nenhum mal que dure para sempre e você não é vítima de um destino infeliz.
São experimentos combinados por você antes do seu nascimento. Aceitos e honrados pelo seu espírito.
Você vive exatamente aquilo que deve viver.
Então escolha, neste momento, superar, aceitar e se libertar de tudo isso.

A alegria, a bem-aventurança, a paz está em você. Trabalhe a sua espiritualidade.
Nós sabemos que muitas almas maduras estão passando por severas adversidades, mas assim estão porque estão crescendo.
Estão tirando da sua vista os véus de Maya, estão enxergando quem são, estão abrindo mão de coisas e sentimentos desnecessários.
Seu espírito é próspero, saudável, abundante e generoso.
Faça a sua conexão com o seu Eu Maior e as ferramentas necessárias para a superação chegarão até você.

Força na sua luz, foco no seu bem, que é o seu maior poder.
Orações mântricas, orações continuadas, pelo menos uma vez por dia, serão o seu ponto de conexão com o sagrado, com o divino, e é o seu pedágio para a sua ascensão espiritual.

A Terra, o planeta, está em profunda transformação e muitos estão sendo chamados para o lado espiritual. Muitos estão sendo chamados para esse despertar.
Faça sua conexão com a luz, se comprometa com o bem e compreenda a função do mal na sua vida.
Ninguém passa por aquilo que não precise passar.
Se você está passando por alguma dificuldade, ela tem uma função absolutamente clara na sua vida.
E essa resposta, essa compreensão, virá de você, por você. E ali está a sua força de superação, de abertura e de cura.
Você encarnou para resolver os seus processos cármicos, então força na sua luz, força no seu bem, força na sua superação.

A serviço da Fraternidade Branca, eu sou Mãe Maria, e aqui estou entre vocês vibrando amor e luz em cada um de vocês.

___________________________________________________________________________

  ÁudioOuça também esta mensagem através de áudio clicando aqui.

 .


Via: O reconhecimento, o entendimento e a aceitação do mal | Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas

DEZ SINAIS DE QUE VOCÊ É UMA PESSOA ESPIRITUALMENTE INTELIGENTE…

Inteligencia Espiritual

O QUE É INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL?

Por: Giridhari Das

 

Você já ouviu falar de QI, né? Depois surgiu a discussão sobre Inteligência Emocional. E agora, finalmente, a humanidade está entendendo a importância de Inteligência Espiritual. Aqui vamos explicar o que é isso, e por que é tão importante você desenvolver sua Inteligência Espiritual.

QI é o quociente de Inteligência, um fator que mede a inteligência das pessoas, em sua capacidade de lidar com formas, números, fatos e palavras. Mede a capacidade e velocidade de processar informação. Seria como ver o cérebro como um computador. Quanto mais processamento, melhor. O foco do QI é mente.

Mas não somos robôs. Ser uma enciclopédia ambulante ou gênio de computação é muito bom, mas pouco adianta se a pessoa não consegue lidar com suas emoções, nem lidar com as emoções dos outros. A pessoa ficará infeliz e até mesmo pouco produtiva. Vendo a importância disso, surgiu em 1990 o conceito de QE, quociente de Inteligência Emocional. O mundo entendeu e valorizou o conceito de sabermos lidar bem com nossa personalidade. Assim, o foco do QE é o coração.

Agora surge no mundo acadêmico a compreensão de uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos. Trata-se do QS, quociente de Inteligência Espiritual. O foco do QS é a alma.

A pesquisadora Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segunda ela, as pessoas que tem inteligência espiritual têm essas características:

  1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo;
  2. São levadas por valores. São idealistas;
  3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade;
  4. São holísticas;
  5. Celebram a diversidade;
  6. Têm independência;
  7. Perguntam sempre “por quê?”;
  8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo;
  9. Têm espontaneidade;
  10. Têm compaixão.

Uma excelente lista de características. Note que a visão espiritual nos leva para o bem-estar último, com a compreensão que nossa felicidade está atrelada ao bem de todos. Com inteligência espiritual podemos ver aquilo que nos une e entender que o bem que faço, gera o bem para mim. A visão espiritual nos permite ver que tudo que nos acontece, inclusive os ditos “problemas”, são oportunidades para crescimento. Conseguimos entender que estamos no comando da vida e que não dependemos de ninguém. Buscando sempre significado em tudo que fazemos, entendemos que tudo precisa ser visto de forma completa: mente, coração e alma.

Considero louvável o trabalho da Dra. Dana Zohar e vejo com entusiasmo o despertar do campo de estudo da inteligência espiritual.

No livro, “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) eu ensino um passo a passo para você desenvolver plenamente sua Inteligência Espiritual.

No vídeo eu faço uma explicação de cada uma dessas características. Veja aqui.

Veja o que estão falando do livro “O Caminho 3T”: “Este livro é incrível! Realmente mudou minha vida e vai mudar a sua também.” – anônimo


Via: O QUE É INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL? – Giridhari Das

MANIFESTANDO A CONSCIÊNCIA DE UNIDADE ILUMINADA NA TERRA…

unity consciousness

ATUALIZAÇÕES CÓSMICAS

Por Morag,
Autor convidado de In5D.com

 

Quando despertamos para a existência quântica, quando experimentamos pela primeira vez a estranheza e a maravilha do Universo, podemos sentir como se o tapete fosse puxado de nossos pés. Tudo o que nos ensinaram e disseram sobre o mundo é desafiado.

Não estamos sozinhos no Universo.
O Universo não é governado pelo tempo linear.
Somos muito mais poderosos do que imaginamos.

A ativação cósmica do DNA adormecido desencadeia a limpeza e expansão do nosso sistema de chakras energético. Isso eleva nossa vibração. Nós sabemos que alguma coisa, talvez tudo, mudou, mas nossa realidade física parece inalterada.

Estamos em transição através de ondas cósmicas de recalibração elevando a nossa vibração celular e do nosso planeta. Essa ascensão de nossas frequências nos abre à existência quântica. Começamos a entender o nosso potencial como criadores, capazes de manifestar a nossa realidade.

Esta transição, recalibração, está sendo dificultada pelo HAARP, CERN e chemtrails, armas usadas pela elite para atrasar ou impedir esse processo de Despertar. A cabala, isto é, a aristocracia, a elite, os super ricos não nos querem Despertos. Não somos adequados para eles.

Como no filme de Guerra nas Estrelas, o lado negro nunca desiste, seu vício em riqueza e obsessão com o poder os consome. Eles procuram manter o controle, para manter o status quo. Sua destruição predatória de Gaia danificou o planeta, manteve a humanidade encarcerada/acorrentada e resultou em morte, destruição, violência e medo, exatamente como eles querem.

No entanto, a Matrix é a casa, é onde interagimos com a natureza, pessoas e lugares. É o tecido da nossa existência percebida. Podemos sentir-nos resistentes a esta ativação do nosso sistema de chakras, à atração para desmontar as toxinas da Matrix.

Podemos resistir à liberação kármica, optando por suprimir, ignorar, evitar as bolhas persistentes de emoções difíceis de enfrentar. Podemos resistir a desprogramar-nos de brechas de pensamento, padrões de comportamento, algoritmos de familiaridade e conforto.

Nós não somos monges levitando no Tibete. Somos pessoas comuns lutando para permanecer presentes em vidas ocupadas, pressionadas e polarizadas. Nós comemos chocolate. Nós bebemos e fumamos (?). Nós surfamos ondas de atualizações cósmicas no melhor que podemos.

Despertar é expandir nossa consciência, soltar todas as ideias preconcebidas de que o Tempo, o Universo e a Realidade são. É para enfrentar a Noite Escura Da Alma.

Para aliviar a nossa carga energética, promovemos o fluxo fluido de energia através do nosso sistema corporal de alma. Mudamos conscientemente a nossa escolha de linguagem, em nossa mente, para os outros e nossos corpos.

A linguagem é a engrenagem da nossa existência percebida. Se a linguagem que usamos é negativa, o nosso mundo sentirá – será negativo. Quando aprendemos isso, começamos a entender o poder que temos sobre nossas próprias vidas. Eu posso – em vez de não posso, eu – em vez de poder, eu sim – em vez de deveria.

Mantras de intenção focada criam novos e positivos sulcos de luz sináptica, reprogramando nossos cérebros para maiores comprimentos de onda.

Estamos em um ambiente hostil. Estamos sob fogo constante. À medida que a Matrix é desmantelada, ela cai gritando e lutando. Os rumores de uma reinicialização financeira global, uma liberação de todas as reservas ocultas para a economia global – afundam.

Os cavaleiros Jedi Obi Wan Corbyn e Yoda Bernie exercem implacavelmente seus sabres iluminados diante da elite corporativa, política e de sangue azul. E estamos aprendendo a meditar na frequência do Amor, chegando online como luzes de Fadas, ancorando nossa Luz na Grade/Rede de Gaia.

Exerça seu livre arbítrio, reponha os algoritmos de sua linguagem, procure paz e calma interior. Realinhe seu sistema em prontidão para abraçar dimensões mais altas da existência. Nós estamos todos juntos nisso. Os Guerreiros da vanguarda manifestam a Consciência da Unidade Iluminada em Gaia.

No Amor e na Luz, pessoas belas.

Mantra:

“Vou ter um dia Mágico e Tranquilo.

Eu Sou Um Com a Energia de Luz do Amor Universal.

Eu Ancoro minha Luz na Grade de Gaia, Expandindo minha Energia para Frequências Mais Altas, Compartilhando a Cura, o Amor e a Paz.”

Namaste


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Fonte: In5d | Cosmic Upgrades
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: ATUALIZAÇÕES CÓSMICAS – De Coração a Coração