A COMPREENSÃO DA NOVA REALIDADE NÃO SE DARÁ PELO CÉREBRO FÍSICO…

new brain

Mais Mudanças, a chegada do Homo Spiritus

a chegada do Homo Spiritus.jpg

Por: Prama Shanti

 

Mais uma etapa vencida, as mudanças dimensionais seguem na medida em que Gaia promove sua elevação dimensional. Pouco a pouco as micro dimensões se desdobram e causam novas mudanças em seu mundo.

Sua velha lógica linear deixa de funcionar. A primeira manifestação exterior de Gaia é seu clima, e ele não acompanha mais suas equações matemáticas. Agora nenhuma equação matemática consegue descrever o comportamento do clima. É Gaia que se desdobra !

Tudo parece confuso, e seus cérebros racionais tentam aumentar sua capacidade de processamento na tentativa de compreender o que se passa. Afastados de suas almas, vocês procuram compreender racionalmente o que não pode mais ser explicado desta maneira. Nesta tentativa desesperada, seus cérebros aproximam-se dos 20 ciclos por segundo, causando cada vez mais stress e dor.

O princípio de causa e efeito não funciona mais, outra dimensão temporal está sendo ativada e causa e efeito agora se referem às múltiplas linhas de realidades. Tudo lhes parece sem sentido, sem explicação. É a teia dimenso-temporal ativando-se, fazendo-se presente nos novos tempos. Na sua velha compreensão da lógica linear, fica mais fácil substituir causa e efeito por sincronicidade. Isto é, tudo está interligado e foge a compreensão de vocês. É o primeiro sinal de humildade de algumas mentes que começam a despertar.

Na medida em que se aproximarem da nova realidade, começarão a perceber que suas velhas mentes racionais precisarão ser substituídas, que novas formas de pensar precisam ser aceitas.

Seus velhos cérebros não possuem a capacidade de processamento necessária à nova compreensão. Coloquem esta calculadora no bolso e deixem surgir o novo cérebro que vai lhes acompanhar nesta nova etapa de sua humanidade. Este novo cérebro não é mais físico, porque a matéria possui limitações espaço-temporais e é incapaz de servir de suporte ao novo pensamento.

Esta nova forma de pensar não será mais consciente, na definição que vocês dão a este termo hoje. Para vocês, consciente é racional e controlado pelo ego. Este modo é muito lento e embora vocês tentem aumentar sua velocidade aproximando-se dos 20 ciclos por segundo, nada será suficiente porque este não é o caminho.

Para acompanhar os novos tempos e as novas mudanças, vocês precisam abrir seus chacras cardíacos, começar a sentir, perceber-se sem pensar. Permitir que o novo cérebro seja aceito e incorporado. Estreitar os laços com sua alma e pensar através dos sentimentos. Estamos presenciando o nascimento de um novo ser, o Homo Spiritus.

E este nascimento só é possível através da entrega, da aceitação do caminho. E esta entrega não é uma capitulação ou rendição, mas uma confiança, uma certeza que nasce da compreensão. E esta compreensão não pode ser atingida pela mente racional. Esta é a grande iniciação de seu tempo, uma iniciação onde você penetra na quinta dimensão, onde o efeito precede a causa e você tem a compreensão através do novo cérebro que terá no futuro.

Esta é a verdadeira iniciação, onde seu Mestre é sua própria alma.

Aproxime-se, nós lhe aguardamos.

Esteja Feliz !

através de Prama Shanti, em 21/03/2017
(sobre a autoria …)

 


Via: Mais Mudanças, a chegada do Homo Spiritus | Prama Shanti

ESSA É A NATUREZA DA PESSOA DE CARÁTER…

ame

O CARÁTER

 

Por:  Ralph Waldo Emerson

 

Pessoas com caráter são tão fáceis de detectar, como se fossem uma cor diferente. A autoconfiança e a percepção de que a virtude é o suficiente é o combustível do caráter.

É a tendência natural para desafiar a falsidade e o incorreto. Elas falam a verdade, e são justas, generosas hospitaleiras, moderadas, desprezam mesquinhez, e desdenham o fato de serem desprezadas.

O Caráter persiste quando a decisão de agir foi feita. O caráter exibe coragem destemida e uma fortaleza que não se reduzem ou desgastam.

Quando a alma não é o mestre das reações para o mundo, então essa alma está enganando a todos.

A pessoa de caráter não está à venda. Ela não pede para jantar bem e dormir aquecida. Ela não precisa de muita provisão; ela pode perder com honra/elegância.

O caráter é persistente.

A pessoa de caráter faz uma escolha com base em considerações honrosas e engaja-se nelas e, não importa o quê, não tenta debilmente se reconciliar com o mundo.

A pessoa de caráter sabe que nasceu em um estado de guerra e seu próprio bem-estar requer que não deveria dançar para a paz. Sabendo disso, ela se recolhe e não desafia nem teme o trovão, toma em sua mão sua reputação e sua própria vida e, com perfeita calma e cortesia, enfrenta o carrasco e a turba pela verdade absoluta do seu discurso, e a correção de seu comportamento.

Em relação a todo mal externo, a pessoa de caráter afirma sua capacidade de lidar sozinha com um exército infinito de inimigos. A esta atitude bélica da alma damos o nome de Heroísmo.

Nenhuma mudança de circunstâncias pode reparar um defeito de caráter. O personagem heróico não aceita as opiniões e práticas convencionais. Ele é um inconformista. Aquiescência ao “convencionado” indica falta de caráter, que deve ver a “casa construída” antes que possa compreender o plano.

Há uma classe de indivíduos que são dotados de caráter, o heroísmo, conhecimento e virtude. Eles são geralmente recebidos com má-vontade pelas massas. Ninguém que pode utilizar crenças comuns compreende estes caracteres.

Eles não podem ser julgados a partir de vislumbres.

Eles precisam de perspectiva, como um panorama.

Você não pode entendê-los pela ética popular nem por mera observação de suas ações.

Diz-se que Ele que enfrenta os deuses conhece o céu. Esta é a natureza da pessoa de caráter.

O caráter heróico é uma pessoa de verdade, mestre de suas próprias ações, e expressa essa mestria em seu comportamento, de modo algum dependente e servil, seja por pessoas, seja em opiniões ou bens.

Pessoas de caráter são uma classe energética, cheia de coragem e de tentativas que intimidam os seus irmãos mais pálidos. Ocupam-se das exigências de sua própria espécie, eles podem orar para santos e ofuscar toda a amabilidade. Eles estão confortáveis com os piratas e estudiosos.

Os tempos do heroísmo são geralmente épocas de terror, mas o dia nunca alvorece no qual este elemento esteja sem mérito.

O poder interno latente é o que chamamos de Caráter, uma força destinada agindo diretamente pela presença e sem intermediários. É concebido como uma certa força indestrutível, uma conhecida do Gênio, por cujos impulsos o Herói é guiado, mas cujos conselhos ele não pode transmitir.

O caráter é de uma grandeza estelar e impossível de ser subtraído.


Compartilhado de Bernhard Guenther
Tradução de Vilma Capuano
Texto publicado por: Vilma Capuano em 18 de abril de 2017

Via: Facebook | Vilma Capuano | O CARÁTER

O DESAFIO DE MANTER-SE EM EQUILÍBRIO ENQUANTO AINDA ESTÁ DESPERTANDO…

vida-em-equilibrio

Como se equilibrar em meio a grandes mudanças vibracionais

Por: Raoni Duarte

 

Pedimos uma sugestão de tema para os que acompanham o Despertando, e, pela maioria, hoje vamos falar sobre como se equilibrar em meio a grandes mudanças vibracionais.

Então antes de mais nada, vamos compreender o que é estar equilibrado.

Algo só está em equilíbrio, quando está em seu estado natural. Por mais que você não aceite isso, por mais que negue a realidade com todas as forças, és Deus, o Todo, e só estará realmente equilibrado, quando se sentir Ele.

E entenda: qualquer sentimento que alude a felicidade, a plenitude, se não oriundo da unificação com o Todo, não passa de um estado de falsa felicidade, fruto do cumprimento das exigências do ego, que por sua vez, não cansará de criar mais e mais exigências.

Nós somos uma nação planetária regida pelo ego. Em algum momento das nossas existências nos esquecemos da realidade, nos esquecemos do amor, e, assim, criamos todos os tipos de traumas, todo sofrimento, todo medo.

Então para se equilibrar, é preciso se autoconhecer. Somente olhando para si, somente se observando, é que se pode ter clareza das origens do seu não-amor, do momento no qual você se equivocou e deixou que o medo fizesse frente à realidade, dando ouvidos ao ego.

Agora vamos entrar na outra parte da questão, que diz respeito as grandes mudanças vibracionais.

Nosso querido planeta, a mãe Terra, foi criado para servir de escola primária para consciências que estão no início de sua jornada espiritual. E foi com esse propósito que ela serviu ao Todo durante esses bilhares de anos.

Acontece que tudo que existe está em evolução, e, com nossa casa, não é diferente. Isso quer dizer que a Terra está em ascensão, o que, tecnicamente falando, significa um salto dimensional. O período de escola primária, a permanência na terceira dimensão, dará lugar a um novo patamar evolutivo, uma nova escola, agora de ensino médio, de quarta e quinta dimensões.

Tudo que existe é feito de átomo, e, todo átomo, tem uma frequência de vibração. Nossa realidade está estruturada em dimensões, sendo que, cada dimensão, corresponde a uma faixa de frequência de vibração. A única maneira de aumentar a frequência, é o amor. Então quanto menor a dimensão, mais densa ela será, e, os seres que a compõe, menos evoluídos. Quanto maior, mais sútil, logo, mais evoluídos.

Para quem tem olhos de ver, é perceptível que estamos passando por um momento histórico. Estamos vivenciando o que Jesus, o Cristo cósmico, denominou de fim dos tempos. E o fim dos tempos nada mais é que o salto dimensional que tá rolando a todo vapor.

É de extrema necessidade que se entenda isto: há dois mil anos não dava para falar de átomo, dimensões, faixas de frequência, etc. Foi preciso usar metáforas, parábolas, formas de se comunicar que transmitisse a informação. Tudo que foi dito por Jesus é pura mecânica quântica, com uma roupagem, um linguajar, compatível com a época.

Temos sete corpos, todos formados por átomos, ou seja, estamos vibrando e temos uma frequência. O tão famoso separar o joio do trigo nada mais é que a separação eletromagnética que haverá entre os habitantes da Terra. São nossos pensamentos e sentimentos que determinam nossa frequência, e, quem manter seus pensamentos e sentimentos nas faixas da quarta e quinta dimensões, irá permanecer na Terra. Quem estiver vibrando na faixa da terceira dimensão, irá continuar sua jornada na terceira dimensão de outro planeta, já que a vida na Terra da terceira dimensão está com seus dias contados.

Esse é o cenário em que você se encontra: com alguns traumas, medos e culpas que te impedem de lembrar quem realmente é, e, de pano de fundo, a transição planetária potencializando todo esse momento.

Só que existe um detalhe, você está despertando.

Vivemos em uma sociedade onde para ser aceito, para ser considerado normal, você deve viver dentro de um “cercadinho” composto por uma série de crenças que dão origem ao paradigma vigente. Acontece que toda limitação, todo “cercadinho”, é um não-amor, pois, no amor, não existem limitações, não existem imposições, e, você, percebeu isso.

A partir do momento que se toma essa consciência, automaticamente, você estará rompendo as barreiras do “cercadinho”. Assim que isso acontecer, todas as luzes serão voltadas para você. A forma como a sociedade está estruturada, o “cercadinho”, é mantido pelas crenças das pessoas que o compõe, são elas as polícias do paradigma não-real que vivemos.

Isso quer dizer que: assim que você iniciar seu despertar, assim que você romper as barreiras, é praticamente inevitável que exista um julgamento por parte de alguém que esteja do lado de dentro da cerca, seja ele um amigo, parente, ou a própria sociedade como coletivo.

E é nesse momento que precisamos agir com calma, com muita paciência, e, acima de tudo, com compaixão.

É preciso compreender que, dentro da cabeça deles, ainda existe o paradigma velho rodando. Eles não estão te julgando por “maldade”, eles apenas ainda ignoram a realidade, ignoram o amor. E para mudarmos esse cenário, não existe outra solução a não ser amor incondicional.

A reação natural do recém desperto é querer mudar todas as pessoas ao seu redor. O que é compreensível, pois, ao termos a real noção do quanto estamos vivendo fora do amor incondicional, ao se enxergar minimamente isso, a vontade que impera é a de levar essa informação, e mais, esse sentimento, aos nossos entes queridos.

E é nesse excesso de vontade que acabamos forçando a barra, o que, muitas vezes, acaba gerando um afastamento do assunto que está sendo transmitido. Por isso é preciso ter paciência, é preciso compreender que cada um tem seu tempo, cada um assimilará a informação na sua hora. Mantenha a certeza do amor dentro de você e aguarde, o despertar é inevitável, apenas tenha paciência, apenas desfrute o caminhar.

É preciso que se entenda isso: existe entre nós e as pessoas que mais gostamos, as mais próximas mesmo que não fisicamente, um intenso duto energético onde trocamos informações. Sempre que você pensa em uma determinada pessoa, a partir desse momento, o que você estiver sentindo será enviado ao remetente.

Agora imaginem a situação: a pessoa está despertando, logo, seus assuntos de interesse estão mudando, o foco está sendo direcionado para outras frentes. De futebol, novela, relacionamentos e trabalho, passamos para transição planetária, meditação, autoconhecimento e extraterrestres.

Esses são seus assuntos do momento, então é normal que você queira abordá-los no seu dia-a-dia. Assim que surge a primeira oportunidade, você comenta com alguém da sua família sobre seus novos estudos, seus novos interesses. A chance dessa pessoa pensar que você está ficando louco é muito grande. E mesmo que não te ache louco, a probabilidade de emanar medo nesse momento é praticamente 100%.

Agora vamos a realidade: assim que o ente querido pensar em você e emanar medo, ele estará te oferecendo medo através do duto energético. É óbvio que ele não faz isso de propósito, isso nunca mais será repetido assim que ele tomar consciência.

Uma vez que isso ocorre, é com você. Se você aceitar o medo, se você pegá-lo para si, além de abaixar sua vibração, você estará respondendo ao seu familiar com medo, o que fará com que aumente ainda mais o medo dele, gerando assim um ciclo exponencial de medo.

Se você se manter consciente, observando, irá compreender que o medo dele é do desconhecido, pois, na maioria dos casos, as pessoas não possuem conhecimento nenhum sobre o assunto, elas são completas ignorantes sobre o tema. Pratique a compaixão, perdoe, sirva como fonte de informação para o próximo, esteja disponível para ajudá-lo, sem forçar, e mais importante, sem mudar sua opinião, sem trocar o medo do desconhecido pelo medo de não ser aceito.

É preciso viver o amor incondicional. É fácil enviarmos sentimentos positivos a quem nos envia sentimentos positivos, não exige esforço, não exige atenção. Contra você estará a mente, sempre que alguém lhe enviar algo de negativo ela falará: não deixa quieto não, deseje coisas ruins para ele também, você não pode deixar barato.

É nessa hora que temos que nos manter atento, nos mantermos no amor. Todo sentimento negativo que nos é enviado, é fruto de uma ignorância ao amor. Se respondermos esse sentimento com outro negativo, estaremos sendo tão ignorantes quanto. Se nos mantermos no amor, estaremos elevando nossa vibração, e, consequentemente, enviando bons sentimentos para todos ao nosso redor, isso é amar incondicionalmente.

E além da compaixão, é hora de desapegar, é hora de soltar.

Toda vez que você não estiver atento, toda vez que você não estiver observando, suas decisões serão tomadas pelo inconsciente. E no seu inconsciente, estarão “rodando” os padrões que compõem o local.

Nas grandes cidades como São Paulo, por exemplo, muitas pessoas trabalham muitas horas por dia, isso faz com que elas se sintam cansadas, estressadas, logo, todo esse estresse fica registrado no campo energético da cidade. Existe muito trânsito, assim, muitas pessoas acabam entrando nas energias da raiva, da impaciência, que também ficam registradas no campo. É um lugar com um histórico de violência, dessa forma, a energia do medo e da insegurança são emanadas o tempo todo, mais vibrações negativas pro inconsciente coletivo.

O que quero dizer é: se você não estiver consciente, estará vulnerável ao inconsciente coletivo, e, nesse caso, os sentimentos que serão oferecidos serão os de baixa frequência como: medo, raiva, insegurança, etc.

É preciso se manter vigilante, é preciso questionar o tempo inteiro as origens dos seus sentimentos. São frutos dos seus pensamentos, ou dos pensamentos sugeridos pelo inconsciente coletivo? Fique atento!

Agora se observe, você não está feliz em seu trabalho, muitas vezes não pelo que se está fazendo, e sim, como está fazendo. As energias da competição, do interesse pessoal, da injustiça, não fazem mais parte do hall de frequências que você quer cultivar.

Sua roda de amigos não tem mais aquele brilho, os assuntos lá debatidos, os objetivos que eles estão buscando, não condizem mais com o que seu coração está dizendo.

Você se sente um peixe fora da água. A forma de pensar das pessoas ao seu redor, a visão de mundo que elas possuem, não te representam mais. Você está despertando, compreendendo que, na verdade, você nunca foi peixe, e, a água, nunca foi sua casa. Chegou a hora da mudança, de dizer não para o velho e abraçar o novo, um novo mundo, uma Nova Era.

É hora de soltar o trabalho, soltar os amigos, soltar a família.

Não caia na tentação da mente de associar o soltar com algum tipo de abandono, com algo ruim. Você só conseguirá enviar amor ao próximo, quando deixar o amor se fazer em você. E para isso acontecer, é preciso que exista um ambiente favorável.

Se reconecte com a mãe Terra, busque novamente uma vida alinhada com a natureza. Procure a vida em comunidade, procure os movimentos que já estão ocorrendo. Existem muitas ecovilas e comunidades nascendo e se sustentando a todo tempo. Vá dividir seu momento com quem está na mesma busca que você, vá procurar sua turma.

A vida na cidade grande foi estruturada para te limitar, para te deixar cansado, vibrando baixo, doando sua energia vital para propósitos negativos. E entenda: eu não estou dizendo que é impossível evoluir na cidade, o que quero dizer é que você estará em um local que foi pensado, planejado, para abaixar sua vibração. Se você estiver consciente disso e ser capaz de observar cada pensamento que vem em sua mente, verificar sua origem, se veio da consciência ou do inconsciente coletivo, será possível se manter no amor, mas para isso, terá um custo energético extremamente elevado.

Para enviarmos amor para nossa família, nossos amigos, é preciso que estejamos vibrando o amor. E isso independe da proximidade física que nos encontremos. Se para estar bem, para estar vibrando alto, for necessária a separação física dos entes queridos, faça-a já.

Nessas horas a mente irá jogar sujo. Ela irá lhe propor sentimentos como a ingratidão, o abandono, fazendo com que você, ao acreditar, se mantenha onde está, em uma vida que não lhe traz felicidade, enviando a todos ao seu redor, sentimentos de baixa vibração. Esse é o objetivo dela.

Não caia na conversa da mente, mantenha-se na lógica do amor. Faça o necessário para estar bem, crescendo, evoluindo, pois, somente assim, será possível presentear quem amamos com nosso verdadeiro amor, o amor incondicional.

Queridos trabalhadores de Luz, vocês chegaram ao Despertando e isso quer dizer que vocês estão acordando. Serão vocês os habitantes da nova Era, da quarta e quinta dimensões.

Não tenham medo da mudança, vocês já sentiram o chamado. Sigam vossas intuições, sigam o coração.

Busque conhecimento, emita amor, seja Luz.

 


Via: Despertando | Como se equilibrar em meio a grandes mudanças vibracionais

ALIMENTAR O MEDO É RESISTIR AO AMOR…

Medo_Jenni Viljaniemi

A força negativa do medo

Por: Vinícius Francis

Texto inspirado em nossa última palestra no Youtube, sobre o medo, que você pode ouvir clicando AQUI.

Neste mês tenho focado em temas que acredito serem indispensáveis para a vivência de um ano positivo, feliz. Independente do que acontece lá fora no mundo e das transformações necessárias, nem sempre agradáveis aos nossos olhos, você pode ter uma vida diferente, especial.

E pra falar de felicidade temos que bater na tecla do medo. O medo é a ação de fluir contra o fluxo natural do Universo, que é amor. Ódio não é o contrário de amor, porque ódio é força, mas empregada de maneira errada. É quando usamos a raiva (energia boa) como combustível de um ressentimento ou qualquer outro sentimento negativo. E podemos odiar as pessoas que amamos em alguns momentos. Portanto, se é possível amar e sentir ódio, um não pode ser o contrário do outro.

E em relação ao medo, não se pode sentir medo e ao mesmo tempo, amar. Porque o amor é confiança, medo é preocupação, tensão. Amor é liberdade, medo é prisão e condicionamento. Amor é permissão, medo é resistência. Então, se o fluxo do Universo é no puro amor, nutrir medo é resistir a ele. E quando resistimos ao Amor, seus atributos positivos e indispensáveis na construção de uma vida promissora não podem fluir em seu real potencial na nossa vida.

O medo paralisa, enquanto que o amor movimenta, gera fluxo, energia, alimenta a dinâmica dos acontecimentos em nossa vida. Os medos que você sente estão segurando sua energia e impedindo-a de produzir as soluções que almeja. Note que onde você sente medo, a vida não flui. Preste atenção em como os medos que você abraçou por causa de crenças que o justificam mexem com a sua prosperidade, por exemplo! Ou mesmo nos relacionamentos, saúde. Onde tem medo, tem resistência ao fluxo. A coisa não anda.

Porque o medo é a negação do Amor, rejeição ao mover dele, permissivo, livre e positivo.

Quando botamos medo freamos o processo. Quando tememos inconscientemente afirmamos a nós mesmos que não cremos, que não somos capazes de fazer fluir determinada solução ou provisão. E essa crença de impotência e incapacidade boicota terrivelmente nosso poder criativo. Pois por trás de todo medo existe uma ideia que o alimenta. Uma crença, um fundamento aprendido, absorvido, em algum momento da vida.

Porque o medo não é nosso. Você não tem medos, você os sente. E nem tudo o que sentimos é nosso. Nosso é só o bom. O negativo não nos pertence, é apenas uma reação do nosso Ser a algum pensamento ou ideia que veio e foi aceita. Se você aceita (abraça) a crença, o corpo reage com sensações. As sensações indicam se aquilo pertence ao seu Eu Superior ou não. Medo machuca, portanto não nos pertence. Você que escolhe abraçar isso. E muitas vezes, as pessoas o fazem por defesa, inconscientemente.

E temos aí outra crença, no perigo iminente, na falta, na adversidade. Só precisamos estar alertas quando acreditamos ou validamos a possibilidade de algo dar errado. Quando não há essa crença não existe tensão, apenas permissão e confiança.

Aprendemos a ter medo. Não temos medo. Medo é um impulso da força anímica responsável por manter nossa integridade, uma reação a algo que a nossa mente julga como ameaçador. Ele não existe em nós. Portanto, não aceite medos, não os tome como seus. Antes, entenda-os, avalie o que está alimentando-os, trabalhe isso e então se libertará do medo. Observação, compreensão, discernimento e ação. Após isso você estará livre para fluir permissivamente no fluxo natural, do Amor, do Bem, da Felicidade.

Crer é a chave!

Vinícius Francis 🙂

 


 

Via: OS FILHOS DA ALVA – UMA ALIANÇA ENTRE O HOMEM E O REINO DE DEUS: A força negativa do medo

VOCÊS ESTÃO, AGORA, SE LEMBRANDO DE QUEM VERDADEIRAMENTE SÃO…

despertar da luz interior

A MASSA CRÍTICA É O FATOR DECISIVO

Arcanjo Miguel_Cláudio Gianfardoni

Arcanjo Miguel

 

Canalizado por Leslie-Anne Menzies

 

Meus queridos,

O desenrolar dos eventos se acelera. Muitas mudanças inegáveis ocorrem agora. Vocês devem certamente sentir a evidência delas interna e externamente. Vocês estão acolhendo a mudança com mais facilidade do que até alguns meses atrás.

Este ano de 2017, conforme afirmamos, é o ano em que enormes mudanças tornar-se-iam a norma. Vocês vêm se preparando para esses momentos durante eons, e vocês agora tendem a seguir o fluxo de modo mais rápido do que no passado. Meus queridos, isso é por causa do seu CONHECIMENTO.

Essas mudanças estão escritas em seu DNA – vocês vieram preparados para esta evolução, mas, pelo fato de que, quando vocês primeiramente pisaram no Planeta, as energias não estavam em alinhamento, vocês, consequentemente, dispenderam toda a sua encarnação na Terra representando jogos ilusórios, até que chegasse o momento certo para avançarem.

O seu conhecimento interior foi despertado. Para muitos dentre vocês, o catalisador para esse despertar foi o trauma pessoal, por meio de doenças, acidentes, grandes perdas de todas as magnitudes. Sem tais catalisadores, vocês poderiam não ter despertado e poderiam ter continuado com as ilusões, conforme muitos ainda estão.

Não agora, meus amigos. O despertar está a pleno vapor e vocês estão mostrando o caminho – permitindo que a sua família e os seus amigos encontrem os próprios catalisadores da mudança. E eles vão encontrar.

Tudo no próprio tempo. Vocês, meus queridos, estão aí para manter a porta aberta e dar boas-vindas a eles, quando eles começarem a fazer as perguntas que somente vocês podem respnder.

Simplesmente SEJAM, meus queridos, e permitam que tudo se revele no tempo perfeito para isso.

Com tudo o que está acontecendo em seu Planeta – ninguém pode permanecer dormindo! A massa crítica é o fator decisivo, e o Grande Despertar não pode mais ser negado.

Estejam preparados para estender as suas mãos, dando boas-vindas a suas irmãs e irmãos de Luz.

Meus queridos, esses últimos dias testemunharam uma infusão ainda maior da Pura Luz Branca Divina, que foi emanada para o Planeta Terra, mais uma vez, para acelerar o processo do despertar. Essa Luz está ativando os códigos de Luz do seu DNA, permitindo que surjam mais lembranças de quem VOCÊS SÃO e do motivo pelo qual estão aqui neste momento de transição.

Vocês sentem o SEU reconhecimento?

Vocês estão se sentindo mais alinhados com os aspectos de sua Alma, um conhecimento interior, um sentimento de estabilidade no meio do caos, que está acontecendo, meus queridos?

Vocês estão começando a SE reconhecer como a LUZ, um sentimento inegável. Esse sentimento está lhes dando o ímpeto para avançar em sua vida, e, mais uma vez, reconhecer quem vocês são – muito mais do que vocês inicialmente acreditavam que a sua vida fosse, se revelará de maneiras milagrosas.

Vocês estão agora se LEMBRANDO de quem verdadeiramente SÃO e do motivo pelo qual VOCÊS escolheram estar aqui neste momento de evolução maciça para os Seres da Terra e do próprio Planeta Terra.

Tempos incríveis, meus queridos, tempos empolgantes de transformação e de regeneração interna de todos os Seres.

Meus queridos, trilhamos com vocês cada passo do caminho – cada passo que vocês dão, está criando um novo. Tempos emocionantes, queridos corações.

Agora é o momento de viver a partir dos seus CORAÇÕES – confiem em seus magníficos corações para orientá-los em todas as decisões que fizerem. Com a mão no coração, façam a pergunta, escutem tranquilamente a resposta. Não haverá mais dúvida. Vocês saberão que estão seguindo a sabedoria do coração e um aspecto verdadeiramente maravilhoso do SELF.

Meus queridos, a Luz no Planeta Terra JÁ está em sua maior capacidade – onde há muita Luz, há também muito AMOR.

O AMOR que agora reina no Planeta Terra observa como o AMOR E A LUZ transmutam a Terra em paz, prosperidade e boa-vontade para todos os seus habitantes.

E assim é.

EU SOU ARCANJO MIGUEL.

 


Direitos Autorais:
Ao compartilhar esta mensagem, favor respeitar os créditos, sem acrescentar, modificar ou extrair nada do texto publicado.

leslie-anne@angelstoinspire.com.auAngels to InspireAngels to Inspire Newsletter

Fonte: Angels to Inspire Newsletter | Monday Message Archangel Michael 6th March, 2017 Leslie-Anne Menzies
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavaiwordpress.com

Via: ADAVAI | ARCANJO MIGUEL (LAM) – 06/03/17 | A MASSA CRÍTICA É O FATOR DECISIVO

QUANDO VOCÊ SE ACEITA, VOCÊ É CAPAZ DE ACEITAR OS OUTROS…

natureza56

NÃO JULGAMENTO

Por:  Osho

Amado Osho,

Eu estou constantemente me criticando e julgando as outras pessoas. Isso me faz sentir-me dividido e tenso, e eu não posso estabelecer um contacto verdadeiro com as pessoas, ou a natureza. Eu quero abrir o meu coração e não sei como fazer isso.

Por favor, Você pode dizer algo sobre isso?

Toda a nossa educação é tão feia, todo o nosso desenvolvimento é tão errado, que ele joga fora toda a possibilidade do seu crescimento interior e lhe dá idéias estúpidas que não têm nenhuma relevância no que tange à sua alegria, à sua compreensão e à sua maturidade.

A toda criança se diz, de mil modos, para criticar a si mesma, assim, isso não é apenas um problema seu. Se diz sempre a ela que ela está errada em tudo. Devagar, devagarinho, ela pega a doença de criticar a si mesma. E uma pessoa que se critica não pode perdoar os outros.

Como você pode perdoar? – pelas mesmas razões, ela critica os outros. Toda a sua vida simplesmente se torna uma condenação – condenar-se, condenar os outros.

Então, o amor se torna impossível, a amizade se torna impossível, e ela simplesmente sofre. E o que ela está criticando é tão absurdo!

Uma criança entrou correndo apressada em casa, foi diretamente para a cozinha e disse para a mãe: “Meu Deus! Deve ser pela graça de Deus que eu estou salva. Um leão estava me seguindo da escola até aqui. Ele está parado lá fora.”

A mãe disse: “Quantos milhões de vezes eu já lhe disse para não exagerar?” – ela está dizendo “Quantos milhões de vezes eu lhe disse para não exagerar?” – “Onde você pode encontrar um leão na cidade?”.

O garoto disse: “Talvez, por medo, parecesse grande. Mas é certamente um cão muito perigoso.”

A mãe disse: “Agora você está voltando ao senso. Se ele fosse perigoso, você não estaria aqui.”

Ele disse: “É verdade. De fato, é um cachorrinho.”

Mas a criança fez o comentário: “Eu estava exagerando, e isso é errado. E você? Você disse: ‘Quantos milhões de vezes você me disse…’.”

Eu estava em Calcutá, na casa de um amigo, de onde eu estava indo para uma conferência. Eu estava sentado com ele em seu carro e nós esperávamos sua esposa. Ele estava tocando a buzina. Ela veio muito brava até a janela e disse: “Já lhe disse mil vezes que estou indo em um minuto!”.

Eu disse ao meu amigo: “Isto é algo… – um milagre! Ela já lhe disse mil vezes que está vindo em um minuto. Na verdade, em um minuto, não se pode dizer isso mil vezes. E ela tornou a desaparecer no banheiro.”

O homem disse: “Você não sabe o quanto ela exagera. E essa doença me pegou também. De vez em quando eu, de repente, vejo que estou exagerando; e é exatamente a minha esposa…”

Os pais vivem fazendo tudo aquilo que eles criticam no filho. E ele fica observando – e a observação dele é muito mais clara. Sua inteligência ainda está aumentado: ele pode ver que a mesma coisa pela qual ele está errado, os pais estão certos. Eles estão vendo televisão até tarde da noite – eles estão certos -, e ele deve ir dormir antes das nove horas. Pouco a pouco ele fica acostumado a essas coisas e começa a sentir: “Eu sou um errado. Tudo que eu faço é errado.”

Certa vez, eu perguntei ao meu pai: “Você me dirá uma vez, algum dia, só uma vez: ‘O que você está fazendo está certo.’? Será que você não pode ver que é impossível se fazer tudo errado durante vinte e quatro horas por dia, trezentos e sessenta e cinco dias por ano… tudo errado? Se isso é verdade, eu realmente estou realizando algo miraculoso. Faça uma exceção – só uma vez, diga-me: ‘O que você está fazendo está certo.’”

Ele ficou chocado, porque ele compreendeu o significado do que eu estava dizendo, que é impossível que eu pudesse fazer tudo errado.

Mas os pais gostam da ideia, porque ela é muito preenchedora: é a sede de poder.

Sempre que você diz “Não.” para alguém, sempre que você diz “Você está errado.” para alguém, você se sente poderoso. Alimenta o seu ego e alimenta o ego de todo mundo – dos professores, dos vizinhos. Onde quer que a criança vá, todo mundo usufrui da sede de poder, e a criança é esmagada. E quando tanta gente está dizendo que ela é errada, naturalmente, ela tem de acreditar.

Mas lembrem-se de que, como uma reação, ela começa a julgar os outros. Quando todos a estão julgando, não há nenhuma razão para que ela não julgue os outros. Você a está ensinando a julgar, a julgar a todos – e, tanto quanto possível, a julgar negativamente. Então, ela começa a julgar que os outros estão errados.

E este é o nosso mundo… onde todos estão se julgando errados e julgando aos demais como errados. Como você pode ser amoroso, amigável, confiante? Como você pode abrir o seu coração? Você ficará isolado, ficará completamente fechado, viverá em um mundo que você condena e o mundo o condenará.

Não é esta uma bela situação, mas você tem que compreender; perguntar-me “Como abrir o meu coração?” não é a pergunta verdadeira. A verdadeira pergunta é saber como você conseguiu fechá-lo.

Pare de julgar.

Seja o que for que esteja fazendo, se você gosta do que faz, faça-o. Não existe a questão do julgamento: nenhuma outra pessoa tem o direito de dizer que o que você está fazendo está errado. Se você gosta de fazê-lo, não está ferindo ninguém, não está perturbando ninguém… Mas este é um mundo esquisito…

Desde a minha infância, eu sempre gostei de sentar-me num canto, silenciosamente. Todo mundo que passasse ali, dizia: “O que você está fazendo?”

Eu dizia: “Nada.”

E todo mundo dizia: “Isso não é bom.”

Eu disse: “Isto é estranho: eu não estou fazendo nada, não estou fazendo mal a ninguém – estou sentado neste canto – e você diz ‘Isto não está certo.’. Parece que se tornou um puro hábito seu, condenar, criticar. Mas eu estou desfrutando sentar aqui sem fazer nada, e vou continuar, a despeito do seu julgamento. Não lhe pedi conselho, e dar conselho sem que seja pedido é insensato.”

Pouco a pouco a pessoa tem de se afirmar, deixar claro sua posição.

A menos que eu passe por cima do direito de outra pessoa… – se eu estou fazendo algo de que estou gostando e que não veja ser prejudicial de modo algum, então, eu não permitirei a ninguém julgar-me, porque não se trata apenas da questão deste ato, trata-se de uma questão de toda a minha vida. “Você está me ensinando uma muito sutil doença de julgamento.” E, quando eu condeno a mim mesmo, como posso deixar alguém sem condenação?

Dizem que Mulla Nasruddin chegava em casa e todo dia tinha confusão. Sua esposa suspeitava – e todas as esposas suspeitam… – de que ele estivesse tendo um caso com outra mulher, porque, ao sair de casa, ele parecia tão feliz e saía tão depressa… Ao voltar, ele parecia triste. Certamente, havia algo fora de casa que o atraía. Então, quando ela pendurava seu casaco no cabide, ela olhava no casaco, na camisa, para ver se descobria algum fio de cabelo ou qualquer coisa para provar que ele tinha estado com outra mulher.

Certo dia – durante sete dias ela esteve procurando e não pôde descobrir um único fio -, no sétimo dia, ela desatou a chorar e a berrar: “Isto é demais! Agora você deu para andar com carecas!”

Ora, é muito difícil descobrir uma mulher careca – quase impossível. Eu só vi uma única mulher que era meio careca, não careca. Mas… durante sete dias, nenhum cabelo…!? A conclusão era clara, que ele tinha caído tão baixo que agora estava saindo com carecas. “Não pode encontrar uma mulher com cabelo?”

Se um marido está sentado silenciosamente, então, a esposa fica com raiva. Se ele está lendo os jornais, a esposa fica com raiva – ela toma o jornal e diz: “Eu estou aqui e você está lendo o jornal como se eu não existisse.”

Todo mundo é tão infeliz que quer descobrir alguma razão em algum lugar para explicar a ele mesmo por que ele é infeliz, por que ela é infeliz. E a sociedade lhe deu uma boa estratégia: julgue.

Primeiro, naturalmente, você julga a si mesmo de todo modo. Nenhum homem é perfeito, e nenhum homem jamais pode ser perfeito – a perfeição não existe -, assim, o julgamento é muito fácil. Você é imperfeito, assim, há coisas que mostram sua imperfeição. E, depois, você fica com raiva, com raiva de si mesmo, com raiva do mundo todo: “Por que eu não sou perfeito?”

Depois, você olha apenas com uma só ideia: descobrir imperfeições em todo mundo. E depois, você quer abrir o seu coração… – naturalmente… porque, a menos que você abra o seu coração, não há nenhuma celebração em sua vida; sua vida é quase morta. Mas você não pode fazê-lo diretamente: você terá de destruir toda essa educação, desde suas verdadeiras raízes.

Assim, a primeira coisa é esta: pare de se julgar. Ao invés de julgar, comece a aceitar-se com todas as suas imperfeições, todas as suas debilidades, todos os seus erros, todos os seus fracassos. Não peça a si mesmo para ser perfeito – isso é, simplesmente, pedir pelo impossível e, depois, você se sentirá frustrado. Você é um ser humano, afinal de contas.

Olhe para os animais, para os pássaros; nenhum deles está preocupado, nenhum deles está triste, nenhum deles está frustrado. Você não vê um búfalo dando fricote. Ele está perfeitamente contente, mascando a mesma grama todos os dias. Ele é quase iluminado. Não há nenhuma tensão: há um tremenda harmonia com a natureza, com ele mesmo, com tudo como é. Os búfalos não criam partidos para revolucionar o mundo, para tornar os búfalos em superbúfalos, para tornar os búfalos religiosos, virtuosos. Nenhum animal está interessado nas idéias humanas.

E eles todos devem estar rindo: “O que aconteceu a vocês? Por que você não pode ser apenas você mesmo, como você é? Qual é a necessidade de ser uma outra pessoa?”

Assim, a primeira coisa é uma profunda aceitação de você mesmo.

Eu era constantemente questionado pelos meus professores: “Você nunca sente que você é nocivo?”

Eu dizia: “Eu estou perfeitamente contente. É desse modo que eu sou e eu não quero ser nenhuma outra pessoa.”

Eles diziam: “Isso é esquisito, porque as coisas que você faz deveriam fazê-lo sentir-se culpado.”

Eu perguntava: “Para quê?”

Um dos meus professores estava constantemente falando de intrepidez – que ele era um homem de intrepidez, que ele podia ir na noite escura, dentro da mais densa floresta. Ouvindo-o sempre repetindo isso, eu disse: “Eu desconfio… – porque o senhor está falando muito do seu destemor. E que destemor é esse de ir na noite escura, dentro da mais densa floresta? Isso não é grande bravura. Meu sentimento é que o senhor é um perfeito covarde.”

Ele ficou com muita raiva; ele disse: “Você terá de prová-lo.”

Eu disse: “Provarei. Quando eu digo isso, significa que eu o provarei”. E eu pude ver que ele começou a transpirar imediatamente.

Naquela mesma noite eu tirei a prova. Ele morava numa casinha com telhas de barro – eu sabia onde ele dormia -, assim, eu apenas fui ao telhado da casa, removi uma telha e deixei cair uma falsa cobra amarrada numa corda, devagarinho, até que ela tocasse seu rosto.

Uma ou duas vezes ele empurrou-a para longe, e novamente a cobra tornava a voltar. Então, ele abriu os olhos, meio dormindo no meio da noite… e uma cobra comprida e perto do rosto… e ele gritou. Eu jamais tinha ouvido tal grito! Aquilo era realmente um grito primal. Tive que puxar a minha cobra e sair correndo.

No dia seguinte, ele chegou à classe, mas suas pernas ainda estavam tremendo; o medo da cobra tocando seu rosto… Ele começou a ensinar e eu disse: “Antes, as primeiras coisas.”

Ele perguntou: “Que primeiras coisas?

Eu disse: “Que diz da noite passada? O senhor queria que algo fosse provado.”

Ele disse: “Então, você estava por trás daquilo?”

Eu disse: “Eu não estava por trás daquilo, eu apenas olhava o que a cobra estava fazendo ao senhor.”

Ele disse: “Você estava lá!?”

Eu disse: “Eu sei de toda a história; o senhor não pode escondê-la. Sei até sobre o seu grito que acordou toda a vizinhança; todo mundo sabe.”

“Mas” – ele disse – “você está dizendo isso tão definitivamente – porque eles devem ter ouvido um grito; mas quando eles todos entraram, a cobra tinha sumido. Nós vimos que uma telha tinha sido afastada, assim, a cobra devia ter fugido.”

Eu disse: “O senhor está certo: aquele foi o local por onde ela veio e por onde ela saiu. E, se o senhor realmente quer a prova…” – eu puxei a cobra da minha mala e mostrei a ele que aquela era a cobra. “O senhor é um homem tão destemido… e esta é uma cobra de borracha. E ela apenas tocou o seu rosto – duas, três vezes, não mais – e um tamanho grito veio do senhor. Eu não esperava que isso criasse tanto medo no senhor.”

Ele ficou tão envergonhado que naquele mesmo dia ele se demitiu e saiu da cidade, porque todos estavam perguntando a ele: “O que aconteceu com a cobra? Ela era de verdade? – porque alguém disse que era uma cobra de borracha e que um certo garoto da sua turma aceitou seu desafio.” A cidade inteira estava falando, e ficou tão difícil para ele, que ele foi embora.

Ele me encontrou dez anos mais tarde, numa estação ferroviária. Ele tentou não me reconhecer. Eu disse: “Não tente não me reconhecer, porque eu ainda tenho a cobra na minha mala. Tenho estado a sua cata durante dez anos. Guardei-a comigo. Onde o senhor esteve durante dez anos?”

Ele disse: “Fale baixo. Não fale tão alto, porque neste lugarejo eu tornei-me um professor e eu não quero que a mesma história se espalhe aqui. E por que você veio aqui?”

Eu disse: “Eu não vim aqui, estou apenas passando por aqui de trem, e o trem está esperando que um outro trem passe. Vendo o senhor, eu saí. Mas, e sobre o seu destemor?”

Ele disse: “Eu abandonei aquela idéia. Uma coisa boa que você fez foi me fazer abandonar uma falsa idéia, de que eu sou destemido. Você deixou isso claro para mim, que é o meu medo que eu estou reprimindo com a idéia de destemor. Eu fiquei com raiva de você, mas agora eu me sinto agradecido. Você fez bem.”

Eu disse: “Eu me diverti bastante. Não preciso de nenhuma gratidão, de nenhum agradecimento do senhor.”

Ele também perguntou: “Você não sente às vezes que está fazendo coisas que não são corretas?”

Eu disse: “Eu jamais senti isso. Eu simplesmente faço as coisas que gosto. Nesta vida curta, quem vai se incomodar e perder tempo imaginando se é certo ou não? Eu apenas não faço mal a ninguém. Eu não lhe fiz mal. Aquele grito que saiu de você, foi bom – ele deve ter limpado todo o seu ser. Ele deve ter tirado muita sujeira de dentro de você com ele.”

Eu jamais julguei, assim, eu não sei a experiência exatamente. Quando você diz que você se julga, isso é tomado emprestado. As pessoas julgaram-no, e você deve ter aceito suas idéias sem nenhuma investigação. Você está sofrendo de todas as espécies de julgamento das pessoas, e você está jogando esses julgamentos nas outras pessoas. E todo esse jogo desenvolveu-se além da proporção – a humanidade inteira está sofrendo disso.

Se você quiser livra-se disso, a primeira coisa é esta: não se julgue. Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas faltas. Não há nenhuma necessidade de fingir outra coisa. Seja você mesmo: “É assim mesmo que eu sou, cheio de medo. Eu não posso andar na noite escura, não posso ir lá na densa floresta”.

O que há de errado nisso? – é humano.

Uma vez que você se aceite, você será capaz de aceitar os outros, porque você terá um clara visão interior de que eles estão sofrendo da mesma doença. E a sua aceitação deles, os ajudará a aceitarem-se.

Nós podemos reverter todo o processo: aceite-se. Isso o torna capaz de aceitar os outros. E porque alguém os aceita, eles aprendem a beleza da aceitação pela primeira vez – quanta tranquilidade se sente! – e eles começam a aceitar os outros.

Se a humanidade inteira chegar ao ponto onde todo mundo é aceito como é, quase noventa por cento da infelicidade simplesmente desaparecerá – ela não tem fundamentos – e os seus corações se abrirão por conta própria e o seu amor estará fluindo.

Neste exato momento, como você pode amar? Quando você vê tantos erros, tantas fraquezas… – como você pode amar? Você quer alguém perfeito. Ninguém é perfeito, assim, você tem de aceitar um estado de não-amor, ou aceitar que não importa se alguém não é perfeito. O amor pode ser compartilhado, compartilhado com todas as espécies de pessoas. Não faça exigências.

O julgamento é feio – ele fere as pessoas. Por um lado, você vai machucando, ferindo-as; e por outro lado, você quer o amor delas, seu respeito. Isso é impossível.

Ame-as, aceite-as e, talvez, seu amor e respeito possa ajudá-las a mudar muitas de suas fraquezas, muitas de suas falhas – porque o amor lhes dará uma nova energia, um novo significado, uma nova força. O amor lhes dará novas raízes para se erguerem contra os ventos fortes, um sol quente, a chuva forte.

Se apenas uma única pessoa o ama, isso o faz tão forte, que você nem pode imaginar. Mas, se ninguém o ama neste vasto mundo, você fica simplesmente isolado; então, você pensa que é livre, mas você está vivendo numa cela isolada em uma cadeia. É que a cela isolada é invisível; você a carrega consigo.

O coração abrirá por si mesmo.

Não se preocupe com o coração.

Faça o trabalho preparatório.

 
______________________________________
OSHO, The Transmission of the Lamp, # 1
FONTE: http://www.oshosukul.com/nao_julgamento.htm


VIDEO: JULGAMENTO…

LINK YOUTUBE


Via: ♥ De Coração a Coração ♥: OSHO – NÃO JULGAMENTO

UM ANO POTENCIALMENTE INOVADOR…

new-year-2017

Dicas para o início do novo ano – Comece 2017 com esperança

Por: Selácia

 

Agora é um momento perfeito para definir o tom energético para a forma como deseja começar 2017. Isto é feito com consciência e intenção, com você decidindo deliberadamente que tipo de experiência deseja ter. Sim, há muitas coisas estranhas acontecendo lá fora no mundo, mas você pode escolher conscientemente as suas respostas.

Um exemplo é a esperança. No núcleo do seu ser, você é esperançoso e cheio de luz. Esta parte sua pode superar qualquer desafio e permanecer confiante de que tudo ficará bem. Esta resposta de esperança tem uma energia palpável. Ela o eleva e lhe dá coragem para prevalecer e persistir. Ela o ajuda a ter sucesso, e a ver o sucesso mesmo no chamado fracasso. Quando você se conecta com esperança, de uma forma espiritual fundamentada, é como um elixir do céu.

Neste artigo, eu esboço algumas maneiras para se conectar com o seu próprio reservatório de esperança e se tornar mais desembaraçado para o que virá em seguida. Quando você ler, convide a sua sabedoria interior para lhe mostrar o que é relevante para a sua vida. Peça compreensão e um conhecimento do tempo divino em todas as coisas.

Grande parte da loucura e da incerteza de 2016 está continuando, enquanto ficamos no vazio de não termos conhecimento do próximo capítulo. Na verdade, como você deve ter notado, este vazio tem energias bem incomuns agora. Nós realmente não testemunhamos nada parecido com isto em nossas vidas. Tivemos acontecimentos imprevisíveis antes, mas o grande número deles que ocorrem simultaneamente é sem precedentes.

JANEIRO, UM MÊS FUNDAMENTAL

Em decorrência disto, o mês de Janeiro será fundamental na determinação de inúmeras novas direções. Isto está acontecendo lá fora em nosso mundo, mas, também, em nós mesmos. É vital que estejamos despertos para o processo e no comando de nossas próprias vidas. Não importa o quão incertas ou sombrias as coisas pareçam, devemos permanecer esperançosos e tomar medidas para criarmos novos inícios em nossas vidas.

Novos inícios estarão se revelando ao nosso redor, no mundo externo. Haverá provavelmente uma sensação grande de expectativa, intensidade e preocupação na sociedade, enquanto as pessoas respondem aos eventos.

Muitas coisas que estarão ocorrendo, estarão fora de nosso controle individual. Sobre o que temos controle, no entanto, é a nossa resposta. Não importa como ocorram coisas estranhas, a chave é encontrarmos o nosso equilíbrio e escolhermos o caminho elevado do espírito. Quando fazemos isto, conectamo-nos com a energia da esperança em nossa essência.

DESPRENDENDO MUITAS PELES

É bem provável que você sinta como se tivesse desprendido muitas peles neste ano. Foi um tempo de mega transformação, de liberação, e de experimentar novas abordagens para viver a sua melhor vida. Algumas de suas experiências podem ter tido uma recepção ou resultado indiferente. Outras podem ainda estar se impregnando, não ainda maduras. Outras ainda, podem estar totalmente formadas, mas não podem ainda ser manifestadas porque o momento não é ainda adequado.

O QUE ESTÁ ARMAZENADO PARA JANEIRO

Aqui estão alguns destaques do que está armazenado para Janeiro.

Primeiro, é o início de um novo ano, com a energia de novos inícios no ar. Isto, provavelmente, será diferente neste Janeiro por causa dos eventos imprevisíveis e tensões de não saber como as coisas se revelarão. Dicas pessoais: Preste atenção ao que está acontecendo, mas preste mais atenção na administração de sua própria energia e reações emocionais. Você pode precisar de mais sono ou de um reabastecimento mais frequente para se estabilizar, quando tanto stress está no ar. Faça o melhor que puder para evitar levar as coisas pelo lado pessoal, sendo um observador neutro. Retorne ao seu centro com frequência, para ser lembrado do que realmente lhe importa, e para sentir a esperança em sua essência.

Segundo, estaremos ainda no Mercúrio Retrógrado até a primeira semana de Janeiro. Isto significa rever questões, fazer uma revisão de planos e, ás vezes, refazer coisas quando elas não correram bem na primeira vez. É normal querer estar a toda a velocidade, à frente, enquanto o ano se inicia, mas com Mercúrio Retrógrado, isto, às vezes, pode ser mais como viajar em primeira marcha ou marcha neutra. Dicas de Mercúrio: tranquilize-se e respire com frequência. Lembre-se de que você é um ser quântico e que quando você está operando no modo quântico, o que precisa acontecer pode ser feito em um flash de tempo.  Não permita que atrasos aparentes o irritem. Confie na orquestração divina.

Terceiro, anote em seu calendário, a Lua Cheia de 12 de Janeiro. Esta será uma poderosa Lua Cheia em Câncer, com o potencial para dinâmicas desafiadoras e intensas emoções. Questões nos bastidores poderiam surgir inesperadamente. A melhor maneira para trabalhar com estas energias é permanecer ancorado e em seu coração. Esforce-se por ser paciente e tolerante. Se algo chegar a um ponto de ebulição, energeticamente, considere uma pausa para que não diga ou faça algo com que possa se arrepender mais tarde. Outras datas fundamentais de energia: temos alguns alinhamentos planetários tensos e o Sol entrando em Aquário em 19 de Janeiro, um dia antes da Posse Presidencial dos Estados Unidos, em 20 de Janeiro. Na semana seguinte, teremos a Lua Nova em Aquário, em 27 de Janeiro, ocorrendo no dia anterior ao início do Ano Chinês do Galo, no dia 28 de Janeiro. Do ponto de vista energético, será um mês de intensidade, catalisadores para a mudança e desafios em relação aos outros. Faça o melhor para permanecer em seu centro e reagrupe a sua energia com frequência. Reserve um tempo diariamente para ouvir a sua orientação interior sobre ações e tempo.

Ao entrar neste ano potencialmente inovador, lembre-se da grande cena do por que você está aqui. Lembre-se de seu papel como um agente de mudanças divino. Lembre-se de que você não é um turista acidental que está aqui por acaso.

Em um nível da alma, você tem um destino aqui durante estes tempos. O mundo precisa do seu amor, de sua consciência e de sua luz. Você, como um ser humano, precisa ter as conclusões e autorrealizações disponíveis por causa da vida agora. Em nenhuma outra vida até agora você poderia fazer e completar o que é possível agora. Valorize isto pela oportunidade que é. Em uma base diária, convide uma conexão tangível com a energia da esperança que existe em sua essência. Peça para ser guiado a viver a sua melhor vida.

 


 

Fonte: www.Selacia.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: Sementes das Estrelas: Selácia – “Dicas para o início do novo ano – Comece 2017 com esperança” – 30.12.2016

O IMPORTÂNCIA DA SINCRONICIDADE EM NOSSAS VIDAS…

sincronicidades

Sintonizando no Fluxo do Universo

Por: Fiona Reilly


“ A sincronicidade é uma realidade sempre presente para aqueles que têm olhos para ver”

~ Carl Jung


Você sente o apoio e orientação do Universo em sua vida diária? Você está ciente do campo de energia que está se movendo e criando continuamente em torno de você? Existe um fluxo natural de energia que se move através de todas as coisas. Ele cria e molda o momento atual. Você é uma parte significativa deste fluxo e uma parte intrincada da teia da vida que está continuamente sendo tecida.

A todo instante o Universo nos convida e apoia nosso alinhamento com esta dança Divina. Somos uma parte necessária desta interação. Quando prestamos atenção e nos sintonizamos com esta verdade, então surgem milagres notáveis em nossa vida! Nem sempre é fácil ou direto. Às vezes o fluxo pode nos levar a enfrentar desafios para que possamos superar as distorções, deixando de lado o que já não nos serve mais, outras vezes não nos alinhamos com o que é correto por várias razões, como medo, experiências passadas ou condicionamento. Nossa realidade neste momento pode ser um lugar denso e complexo onde provavelmente resistimos e nos perdemos em algumas ocasiões. O maravilhoso sobre o fluxo, é que ele está sempre lá, esperando por nós, só precisamos simplesmente nos sintonizar novamente com ele.

Apoio de Muitas Formas

O apoio divino acontece de muitas formas. Podemos receber conhecimentos intuitivos, visão ou percepção, que apenas surgem de dentro de nós. Podemos sentir o conhecimento intuitivo ao redor do nosso plexo solar, é daí que vem o termo “instinto intestinal ou frio na barriga”. Nosso intestino sabe o que é certo. Quando eu faço uma pergunta internamente, se o assunto não está alinhado eu frequentemente sinto um aperto no meu plexo solar, então se eu considero uma possibilidade alternativa que está alinhada eu sinto meu corpo relaxar e se expandir. Às vezes eu apenas inexplicavelmente sei qual é a ação correta, mesmo que não seja a escolha lógica ou preferível de acordo com minha mente/ego. Cada um de nós é único, então pratique ouvindo seu corpo e conhecimento interior, descubra como ele fala com você. Temos uma notável inteligência continuamente disponível para nós muito além da mente racional.

O fluxo benevolente é evidente nos sinais e sincronicidades que aparecem em nossa vida e é importante prestar atenção ao ambiente e no que está acontecendo ao nosso redor. Quando estamos abertos e conscientes, todos os tipos de magias aparecem em nossa vida. A frase “Mostre-me” pode gerar um resultado benéfico para recebermos orientação Divina. Às vezes, o apoio pode ser discreto, outras vezes é claro e óbvio. Pode ser a forma como o vento sopra através das árvores ou o sorriso de um estranho, ou um encontro “casual” com alguém que você estava lembrando. Esteja aberto para acolher a magia em sua vida, preste atenção nos milagres que acontecem. A chave é perceber como você se sente por dentro em relação ao espelho no seu mundo exterior. Ele está mostrando-lhe algo sobre você mesmo.

Existem também outras energias que não são tão benevolentes operando no Universo. Se no entanto, nos asseguramos de nos mantermos honestos e autênticos e não ficarmos perdidos em nossos dramas ou distorções, estas energias podem ter pouco ou nenhum impacto sobre nossa vibração e a maneira como nos relacionamos com o mundo. Isto não quer dizer que devemos negar quaisquer emoções “negativas”, quando elas surgem é um convite para senti-las profundamente e trabalhar/liberar elas, ao invés de suprimi-las ou cobri-las com pensamentos e afirmações positivas. Quando nos mantemos autênticos, o Universo inteiro está disponível para nos apoiar. Somos parte do Universo e somos convidados a participar do serviço divino. Como uma parte interconectada do Universo, quem somos nós para não desempenhar nosso papel neste fluxo Divino? Lembro-me das palavras de Marianne Williamson:

“Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. Nosso medo mais profundo é que somos poderosos além da medida. É a nossa luz, não nossa escuridão que mais nos assusta. Nós nos perguntamos: quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso? Na verdade, quem é você para não ser? Você é um filho do Criador. Seu papel pequeno não serve ao mundo. Não existe iluminação ao se encolher para que outras pessoas não se sintam inseguras ao seu redor. Somos todos feitos para brilhar como as crianças. Nascemos para manifestar a glória do Criador que está dentro de nós. Não está apenas em alguns de nós, está em todos nós. E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente permitimos outras pessoas fazerem o mesmo. Conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença automaticamente liberta os outros”.

Saindo da Mente e Seguindo Para o Coração

Na sociedade moderna os atributos do pensamento consciente são vistos como o caminho para o sucesso, medido em sinais externos de progresso e realização de metas. Somos ensinados desde cedo a pensar, planejar e elaborar estratégias. O verdadeiro sucesso, no entanto, acontece ao nos conectarmos mais com nosso coração e seguirmos nossa intuição, sendo quem realmente somos, expressando nosso ser divino. Está aqui uma citação inspirada de Open do Openhand em relação a abrir mais espaço para sintonizar com o fluxo da vida e criar com o Divino:

“Um dos maiores desafios desta sociedade, é que você muitas vezes termina
fazendo muito. E simplesmente fazer, não é o mesmo que exercer a criatividade divina, que requer espaço e presença para fluir adequadamente.
Portanto, dê uma olhada em tudo o que você acaba fazendo em um dia e pergunte…
(Eu preciso realmente fazer isto? Isto serve ao meu propósito mais elevado?)
Se não, deixe de lado e permita um espaço aberto se formar.
Concentre-se em não fazer, não pensar sobre o que precisa ser feito.
Isto não é fácil, porque a mente continua funcionando em seus ciclos condicionados.
Então vá para o coração, trabalhe para desvendar os laços da mente,
permaneça centrado no espaço do coração. Crie uma abertura.
Você vai acabar se maravilhando com os milagres que será capaz de criar”.

Reserve algum tempo para se conectar com o fluxo. Gaste mesmo alguns momentos ao longo do seu dia respirando conscientemente. Deixe de lado as agendas ou qualquer necessidade de que as coisas aconteçam de uma maneira particular. Podemos nos fixar em um determinado resultado, porém o Universo tem uma visão mais ampla da nossa realidade e do que pode se desenvolver além do que nossas mentes limitadas jamais poderiam imaginar. Existe uma infinidade de possibilidades disponíveis para nós que talvez ainda não tenhamos considerado. Eu me lembro destas palavras de Gareth Brooks “Alguns dos maiores dons do Criador são orações sem resposta”, alguns de nossos maiores dons também são coisas que nunca teríamos imaginado, portanto fique aberto às possibilidades ilimitadas.

Abaixo está uma explicação de três formas do apoio Universal acontecer em nossa vida diária como espelhos externos, quanto mais nos tornamos conscientes e percebemos, mais este apoio acontece. Estes aspectos são apenas exemplos, existem muitas outras maneiras pelas quais o Universo nos fala. Os três aspectos são: sinais e sincronicidades, apoio angélico e medicina animal.

Sinais e Sincronicidades

Ao prestarmos atenção, percebemos sinais e sincronicidades que se apresentam a todo instante na nossa realidade. Pode ser a forma como o vento se move através das árvores, as palavras que alguém diz ou o número de uma placa de carro falando para nós. Tais sincronicidades podem nem sempre estar nos apontando na direção que parece óbvia, mas podem ser um convite para explorar algo mais profundamente no nosso interior. Elas podem ser bastante abstratas, como a forma das nuvens, onde a forma que identificamos nelas e como nos sentimos por dentro é o que interessa. Inicialmente, talvez seja necessário ser criativo na interpretação do que elas podem significar. À medida que praticamos, as respostas se tornam mais óbvias. Vale a pena ser curioso e brincalhão em nosso engajamento com estas experiências. Confiar no que sentimos e no que interpretamos também é extremamente importante.

Apoio Dos Reinos Angélicos

Os Reinos Angélicos oferecem uma arena bonita, magnífica e amorosa de apoio. Eu sempre tive uma estreita ligação com os anjos. Sou ocasionalmente inspirada a usar cartões de anjos, que podem ser surpreendentemente precisos e reveladores. Eu frequentemente vejo e ando ao lado de penas flutuantes, que para mim é uma confirmação de que os anjos estão por perto. Alguns dias atrás eu estava em uma loja de produto usados e a música “Nos braços de um anjo” estava tocando. Então eu soube que era hora de escrever este artigo.

Quando os anjos estão ao meu redor, sinto um abraço caloroso e reconfortante. Eles são muito solidários e nutrem a nossa alma. Por que não fechar os olhos agora, fazer algumas respirações profundas e convidar os reinos angélicos (e apenas os reinos angélicos) para se aproximarem de você. Observe o que você sente e como sua energia muda.

Medicina Animal

A medicina animal também pode ser uma poderosa ferramenta de orientação em nossa vida. Se a sua atenção é atraída para um determinado animal ou você encontra um no seu caminho, pode ser uma indicação para prestar atenção às características ou medicamentos associados a este animal em particular. Existem alguns cartões maravilhosos disponíveis sobre a medicina animal ou você pode pesquisar on-line pelo medicamento associado com um determinado animal. No entanto, o mais importante é usar a sua intuição, antes de procurar qualquer referência externa preste atenção no que você observa e sente sobre o animal, quais são suas características. Há pouco tempo um esquilo fez xixi em mim e um texugo cruzou na estrada alguns metros à frente no meio da tarde (os texugos são geralmente criaturas noturnas). Ambas ocorrências tinham um enorme significado e relevância para o que eu estava enfrentando na minha vida naquele momento.

Como Você Pode Trazer Mais Apoio Universal Para a Sua Vida

Existem inúmeras maneiras para jogar, se alinhar com o fluxo e trazer mais apoio para a sua vida. Seja curioso, aberto e olhe por onde anda e pelo que se sente atraído. Aqui estão algumas ideias para encorajá-lo no caminho:

  • Sente-se em um lugar calmo, relaxe, respire profundamente e peça o apoio amoroso do Universo. Observe como você se sente por dentro. É uma forma simples de meditação que pode fazer uma diferença dramática.
  • Se você tiver uma dúvida ou problema em sua vida, diga: “me mostre”, a resposta pode não ser imediatamente óbvia ou surgir de uma forma que você espera, então tenha paciência e permaneça aberto.
  • Observe seus sentimentos e a inteligência do seu corpo, eles são indicadores significativos de que sua escolha está correta.
  • Preste atenção no que está acontecendo em seu ambiente, não existem momentos comuns. O que você nota, o que chama sua atenção e como você se sente sobre isto?
  • Os cartões de anjos ou de animais podem ser úteis para sugerir uma orientação.
  • Crie um espaço em sua vida, medite, passe um tempo na natureza, conecte-se com o fluxo do Universo.
  • Encontre sua alegria e expresse-a, esta é uma maneira maravilhosa de sua alma se manifestar.
  • Vá em uma aventura de rodada livre, acompanhe uma excursão sem agenda, siga o fluxo e veja para onde você é levado.
  • Saia de sua mente e vá para o seu coração, faça mais escolhas com o seu coração do que com sua mente.
  • Confie em suas experiências.

O Universo magnífico é parte de você e você é parte dele, nós TODOS SOMOS UM. Temos este apoio excepcional disponível para nós o tempo todo, apenas precisamos tomar conhecimento, nos conectar e fluir com ele. Eu amo esta animação curta e muito sensível (O Monge equivocado). Ela fala (sem palavras) de como podemos estar em um fluxo criativo alinhado (ou não) não importa o que estamos fazendo… como estamos sendo é o que importa.

 


Fonte: wake up world | Attuning to the Flow of the Universe
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: Sintonizando no Fluxo do Universo | A Luz é Invencível

AS ORIENTAÇÕES DADAS PELO UNIVERSO…

universe-space-nebula-galaxy-orgone-energy-life-force

SINAIS: Você está escutando O Universo?

Baseado no texto de  Lissa Rankin

Pode ser totalmente imperceptível, ou mesmo se você notar isso, é fácil desacreditar, considerando como apenas uma coincidência. No entanto, O Universo não deixa você e sua teimosia murcharem. Ignore os primeiros sinais, e O Universo irá persistir e trazer mais do óbvio. Pode vir na forma de sintomas físicos, ou ocorrências que o empurrarão para fora de sua zona de conforto.

Preste atenção quando você notar qualquer um desses:

• As ocorrências que você pode até chamar coincidência, exceto que o momento é perfeito demais.

• Sonhos que oferecem mensagens ou sugestões.

• Livros (ou posts) que falam diretamente sobre onde você está em sua vida.

• Os sintomas físicos que sinalizam algo mais profundo (como dor nas costas quando você está carregando o peso do mundo em suas costas). Consulte Louise Hay (há livros com pdf livre)

• Obstáculos em seu caminho atual. Se algo parece muito mais difícil do que deveria, pode ser um sinal de que você deveria tomar uma bifurcação na estrada. Quando você está ouvindo o seu chamado e no fluxo, as coisas acontecem sem esforço.

• Mensagens que surgem durante a meditação.

• Sentimentos ou instintos você não pode ignorar.

• Algo que alguém diz que atravessa/atinge o seu âmago.

• Um senso de conhecimento interior de que algo é verdadeiro, mesmo que ele seja percebido completamente como loucura, implausível, ou inatingível.

• Letras das músicas que aparecem repetidas vezes.

• As respostas às orações que direcionam seu caminho.

• As pessoas que você atrai que compartilham do seu propósito e guiam o caminho ou compartilham o percurso com você.

O Universo nem sempre fala claramente. Às vezes, está de forma truncada, não necessariamente porque O Universo não sabe como entregar mensagens claras, mas o mais provável é porque você escuta apenas pela metade.

Você poderia dizer que, quando O Universo está tentando se comunicar dão-se estranhas coincidências, acasos felizes afluem, livros caem abertos como que por acidente, sonhos aparecem. Eles estão confundindo. Eles não respondem diretamente as perguntas.

Você ainda tem uma escolha, não importa o que O Universo diz ou faz. Você pode sentir um “tapa na cara” com as respostas, ser afrontado, e ainda decidir não ouvir.

Livre Arbítrio é uma coisa engraçada quando se trata de orientação espiritual. Mas não temos que seguir a Guiança. Podemos aceitar ao observar os sinais, ou ignorá-los.

* Você poderia pedir orientação, direcionando sua pergunta para que somente vozes de espíritos luminosos falem sobre estas decisões importantes, e quaisquer energias negativas que não querem o seu bem, sejam afastadas.

Se puder, vá para a natureza, procure um lugar seguro, como um “casulo” energético à sua volta para sentir a vibração de uma conexão, um pulsar,uma sensação diferente…

Às vezes isso nem sempre acontece. Você pode sentir-se totalmente desconectado, como se a voz Espírito estivesse muda, ou você surdo. Então, quando aquela voz “acende” de forma confiável, continue a perguntar.

E faça perguntas:

– “Se houver qualquer ação que eu deveria tomar, por favor, deixe-me saber.”

– “Se eu tenho que fazer [diga sobre o que você está confuso], por favor, envie-me um sinal.”

– “Por favor, use os meus sonhos para entregar quaisquer mensagens que Você deseja que eu receba.”

Demonstre gratidão após ouvir.

Não se esqueça de que o Universo parece mais suscetível a guiá-lo se você tem realmente suficiente coragem para seguir a orientação.


Fonte: LISSA HANKIN, MD | How To Seek Guidance From The Universe
Tradução: Vilma Capuano vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: SINAIS : Você está escutando O Universo? » CORAÇÃO AVATAR

A ALMA DESPERTA EXPERIENCIA A VIDA BASEADA NA VERDADE DO SEU CORAÇÃO…

KnowThyHeartTempleNight

ONZE SINAIS DA ALMA DESPERTA

Por: Dean Noblett

Uma alma desperta…

1. Encara todos os contratempos como oportunidades de crescimento e evolução

Os reveses na vida são sempre um chamado para o despertar de sua alma. O crescimento é estimulado quando o status atual de sua realidade é abalado em seus alicerces. As almas despertas sabem que elas têm diante delas uma oportunidade para rever e aprender com um revés e usá-lo para criar um melhor avanço da realidade.

2. Permanece em seu poder, não importa quais sejam as circunstâncias

Quando você está sendo desafiado por alguém ou algo, você tem duas escolhas: ou entra no modo de vítima ou culpa, onde você fica à mercê de suas circunstâncias – ou como uma alma desperta, você pode permanecer em seu poder, onde permanece ancorado e centrado, onde a força, a coragem e a verdade irão prevalecer. A partir daí, você é capaz de ver a grande cena e estar aberto para a orientação e a direção.

3. Aceita a mudança com entusiasmo

A mudança é a única constante no universo, assim resistir à mudança é inútil. Como criaturas de hábito, gostamos que as coisas permaneçam como estão, mas todas as coisas estão no fluxo da mudança, o tempo todo. A alma desperta aceita todas as formas de mudança com otimismo e entusiasmo, sabendo que tudo funciona sempre para melhor.

4. Aceita todas as coisas além do seu controle

As coisas na vida nem sempre saem como planejadas, não importa o quanto você possa tentar. Quando as coisas não saem da maneira como você acha que devem, geralmente há uma razão que não é aparente no momento. A alma desperta sabe e aceita esta verdade e compreende que há um poder superior operando, que pode não fazer sentido inicialmente. Aceitar e seguir o fluxo é sempre a melhor resposta!

5. Expressa a sua verdade, independentemente do que os outros possam pensar

Uma alma desperta sempre respeita e representa a sua verdade, em todos os momentos. Sua integridade é impecável, portanto, ela sempre será verdadeira, sabendo que nada que não seja a verdade, não está em alinhamento com quem ela é. A chave é sempre expressar a sua verdade, a partir do espaço gentil e compassivo do coração. A voz da alma sempre expressa a verdade, sem medo do que os outros possam pensar.

6. Sabe que o sucesso é conseguido ao entrar em território desconhecido e além da sua zona de conforto

Um grande sucesso é possível para cada um de nós, no entanto, jogar com segurança é uma abordagem limitada que somente irá gerar resultados limitados. As pessoas mais bem sucedidas no planeta vão além de suas capacidades e se aventuram em território desconhecido que é onde o maior potencial pode ser descoberto. Quando você está em alinhamento com a sua alma, a criatividade e a inspiração fluem e podem levá-lo bem além do que você pensa que é possível. Sair da sua zona de conforto conduz ao sucesso maior.

7. Assume plena responsabilidade pela sua vida e usa as experiências passadas como ferramentas de aprendizagem

Uma alma desperta está muito consciente de que tudo o que ela experiencia na vida é por uma razão e para o seu bem maior. Mesmo quando é difícil de compreender ou explicar por que algumas coisas acontecem, ela assume total responsabilidade, sabendo que ela tem o poder de aprender com a vida e de fazer escolhas para criar novas experiências a partir do amor e compreensão. Tão difícil como possa ser às vezes, a alma desperta irá encontrar a pepita de ouro que oferece grande oportunidade na busca pelo amor próprio.

8. Incentiva e comemora as histórias de sucesso de outras pessoas

Quando você realmente se sente entusiasmado pelas histórias de sucesso de outras pessoas, você está em alinhamento com o sucesso. Se quiser ter sucesso por si mesmo, então ajude outras pessoas a criarem o seu sucesso, pois somos todos um. A alma desperta incentivará e comemorará sempre o sucesso dos outros.

9. Persevera diante do fracasso e da adversidade

Fracasso e adversidade são catalisadores para o crescimento pessoal. A alma sempre reconhece as oportunidades diante destes tempos difíceis e irá perseverar onde outros possam desistir. Quando em alinhamento com a alma, nós somos guiados e dirigidos, enquanto navegamos pelas águas turbulentas. Este ato de fé permite que a criatividade, novas ideias e inspiração sejam transmitidas à consciência, o que acabará por conduzir a sua vida em uma direção nova e excitante.

10. Reserva um tempo para ficar sozinha e se conectar com o aspecto Divino de si mesma

A alma criou um projeto Divino para a sua vida neste planeta. Situações e circunstâncias foram colocadas em movimento, de acordo com a sua missão e propósito. A alma desperta tira um tempo para refletir e meditar, a fim de se conectar com o aspecto divino de si mesma. Isto ajuda a fortalecer o relacionamento com a sua alma e se abrir para a luz de quem ela é. Contida em sua luz está a orientação e a sabedoria para a jornada de sua vida, que são reveladas através da vida baseada no coração. Ter um tempo para silenciar a mente e se conectar é essencial para que você se lembre quem é.

11. Concentra-se no serviço para o bem maior e como ela pode fazer uma diferença nas vidas dos outros e no mundo

Uma vez desperto para a luz da alma, você é naturalmente atraído para querer fazer uma diferença no mundo. Há uma percepção que emerge, e você só se interessa pelo “bem maior do coletivo”, e com isto vem o desejo interior e a motivação de servir de uma maneira que contribua para tornar o mundo um lugar melhor. Quando você compreende quem você é, a um nível mais profundo, sabe, então, que todas as coisas estão ligadas e o que você faz para o outro, está fazendo para si mesmo!

Afinal, uma alma desperta sabe quem ela é e respeita profundamente a extraordinária jornada da vida.


 

Fonte: Heart Light – Eleven Signs of Awakened Souls

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: ONZE SINAIS DA ALMA DESPERTA » CORAÇÃO AVATAR

ABANDONANDO O QUE É LIMITANTE PARA SEGUIR O CAMINHO RUMO AO NOVO…

Florescer da Lotus

Seja Amor, Seja Paz

Por: Kara Schallock
28 de Agosto de 2016.

Continuamos a ter fluxos contínuos de transmissões de Luz. Tudo isto traz mais e mais as antigas energias que já não mais nos servem. Velhas crenças se manifestam, além da dor, a percepção da perda, do abandono e mais. Toda vez que você sente que alguém o magoou, isto lhe mostra que você ainda mantém a energia de vítima. Se você não a libera, continua a criar circunstâncias em que sente que alguém ou algo lhe fez mal. Não somos vítimas. Se, no entanto, você ainda carregar a percepção de velhas mágoas, continuará a criar mais circunstâncias que provam que você, de fato, é uma vítima. Uma maneira de deixar ir alguém que você perceba que lhe fez mal (que é a consciência de vítima e é do ego separado), é usar este exercício que liberta ambos do embaraço, que mantém o ciclo destrutivo. É um exercício de Perdão e de conclusão de velhos contratos cármicos. É também um exercício de Perdão pessoal e de Liberdade.

LIMPEZA DOS VELHOS CONTRATOS

Entre em um estado meditativo. Crie a sua ancoragem e proteção a sua própria maneira. Concentre-se em seu Chacra Cardíaco. Encontre-se em um lugar da Natureza. Encontre um lugar para ficar. No lado direito de você está uma pequena fogueira. Chame a sua alma para você. Convide os seus guias, se assim o desejar. Peça a sua Alma e/ou guias o contrato entre você e aquele que você está optando por liberar. Eles lhe dão uma pilha de papéis; todos são contratos. O contrato com aquele que você está escolhendo liberar está no topo; todos os outros são contratos semelhantes de todas as vidas que mantêm a mesma energia. No alto do contrato com aquele que você está liberando conscientemente está a palavra Contrato. Na parte inferior do contrato está o seu nome à esquerda e o nome da outra pessoa à direita. Ao seu lado se encontra um carimbo de tinta vermelha. Ele diz: “Cancelado”. Pegue-o e o pressione no alto do contrato. Há outro carimbo de tinta vermelha que diz: “Nulo e sem efeito.” Pegue-o e o pressione no alto do contrato. Saiba que todos os contratos de todas as vidas estão também cancelados. Agora, pegue a pilha de papéis e os rasgue facilmente ao meio e os atire na fogueira.

Em seguida, você é instruído a encontrar uma tora. Observe o tamanho. Peça a sua Alma e/ou aos seus guias que joguem na tora todos os contratos, incluindo aquele que você está escolhendo liberar. Quebre a tora em duas e a coloque no fogo.

Finalmente, coloque-se em uma bolha de Luz rosa no Coração. Convide aquele que você está liberando para se sentar a sua frente. Coloque-o em uma bolha de Luz rosa no Coração. Conecte-se Coração a Coração com a Luz do Amor do seu Coração para o dele. Diga ao outro o que está em seu coração. Ouça o que ele tem a lhe dizer. Diga:

Eu o perdôo

Eu me perdôo

Por favor, perdoe-nos

Eu o amo e lhe agradeço

Somos abençoados e estamos livres. Eu o abençoo, eu o libero, e o liberto. Permito-lhe que seja você e que eu seja eu.

Agora diga: “Eu o libero agora.” E ele, em sua bolha, flutua para longe, até desaparecer.

Você impede a manifestação de qualquer coisa se você acreditar que não merece alguma coisa. Isto é velha energia, pois no Novo, você é claro e este estado de ser Cristalino é o Grande Manifestante. Se uma pessoa teve uma história onde nada sai de acordo com o “plano”, ela não acreditará que pode ser diferente. Isto é onde limpar velhas crenças e confiar que tudo é possível, é importante. Faça um cronograma de sua vida e o divida em partes de cinco anos, desde o nascimento até o presente. Inclua que crenças você criou (ou trouxe de outras vidas), se você as perceber como limitantes ou expansivas. Quando concluir, você pode ver o que está pronto para ser liberado. Use a Rosa Sagrada e substitua a velha crença por uma essência, como Amor, Alegria, Paz, Respeito, Poder, etc. Por exemplo, se você descobrir a indignidade no seu exercício, libere-o e a substitua pela essência da dignidade. Pergunte a si mesmo como você quer se sentir e você será guiado a uma essência de integração, o que significa que você age alinhado com essa essência em tudo o que faz e é. Isto pode levá-lo várias vezes a liberar a velha crença ou padrão, de modo que cada vez que você sentir um pouco da velha energia, libere-a e a substitua. Em seguida, aja de acordo com isto. Como é ser digno (ou qualquer essência que você escolher) para você;qual é a sensação; como seria a vida se você sentisse isto em cada fibra do seu ser? Como é uma pessoa que tenha integrado o ato da Dignidade?

Estamos no buraco da agulha. Se quisermos estar do outro lado, devemos nos limpar de velhas crenças, padrões e energias. Se estivermos ainda cheios de velhas energias, as transmissões de Luz simplesmente não podem nos preencher. Se estivermos ainda cheios de velhas energias: não há espaço para nada mais! Se este for o caso, o que o está impedindo de deixar ir? É o medo do desconhecido? É a rejeição pelos outros? Lembre-se de que a qualquer momento em que você defende uma ação, você está se apegando a algo que está pronto para ser liberado. Se você for uma pessoa “sim, mas”, o que está defendendo com veemência? Você pode entregá-lo, abençoá-lo e deixá-lo ir?

Compreenda que tudo é espiritual. Veja, a Terra é o Espírito manifesto. Não há nenhum trabalho, pessoa, lugar que não seja espiritual. Se uma pessoa se refere a si mesma como um trabalhador da luz, ou um zelador, ambos são espirituais. Se você está em um trabalho que o esgota e em que não encontra Alegria ou Paixão, por que está aí? Não importa o trabalho que você tenha, o que importa é quem você é e como resplandece a sua Luz. Há alguns anos, eu tinha certeza de que faria somente o trabalho “espiritual”, assim abandonei o meu emprego e sobrevivia com cartões de crédito, pensando que, certamente, eu seria salva pelo Espírito e a dívida seria magicamente apagada. Bem, isto não aconteceu. Tive muitas dívidas e ainda não conseguia fazer o meu trabalho “espiritual”. Isto foi uma grande lição para mim. Então, eu atraí um emprego que eu gostava e assumi a Responsabilidade por todas as minhas ações. Resplandeci a minha Luz onde quer que estava e encontrei a minha Alegria em viver a Vida. Foi através desta experiência que eu evoluí, percebendo que cada escolha que fazemos, cria uma energia. Aprendi alegremente a ser grata por tudo, incluindo as minhas contas. O que eu noto é que há muitos que se propõem a serem “trabalhadores da luz”, e desistem quando se torna muito difícil, assim eles o liberam e conseguem algum emprego em que eles possam pagar as contas. O ressentimento se instala, a falta de Gratidão é criada e não há Alegria no que eles estão escolhendo fazer. Tudo o que isto faz é criar um imenso bloqueio e este bloqueio, então, cria mais crenças de indignidade, de carência, ódio, etc. Mudar a percepção do que é ser espiritual e o que isto significa no Novo, exige Compromisso, Fé, Alegria, Paciência, Paixão e Coragem.

Enquanto continuamos em nossa limpeza, nós nos preenchemos com mais e mais Luz. Esta Luz serve como uma lanterna, resplandecendo uma luz em qualquer coisa que não seja amor. Isto também nos desperta para sermos mais. A cada energia velha e limitante que liberamos, imediatamente nos abrimos para mais Amor e Luz. A consciência se expande e quando a consciência se expande, a vida muda do velho para o Novo. Há mais Liberdade e, é claro, mais Amor e mais Percepção. Nossas almas habitam mais em nós e continuamos a evoluir cada vez mais. Na verdade, o que está dentro é o que é criado fora. Continuamos na espiral ascendente para o Refinamento e continuamos infinitamente. Deixamos de lado a nossa propensão de procurar os resultados ou o “final do jogo.” Simplesmente, permanecemos no Momento e percebemos como a vida é fácil. Como ela é divertida! É como abrirmos presentes. Nunca sabemos o que está por baixo da bonita embalagem. Assim como não sabemos o que cada dia nos trará, criado por nós. Você pode experienciar a vida com este tipo de Expectativa? Expectativa é encarar a vida com Alegria. Como seres soberanos, temos que escolher! Podemos escolher nos agarrar ao que é familiar ou podemos escolher ficarmos animados com a grande surpresa que nos aguarda. Cada escolha cria consciência e, então, a vida reflete isto de volta para você. Quando você presta atenção a como você se sente, você é guiado. Uau: não é grandioso sermos responsáveis por nossas próprias vidas? Podemos escolher ser escravos de nosso passado ou vitoriosos nas novas escolhas. Agora, isto é Liberdade!

Se você quiser viver em seu potencial mais elevado, então, prestar atenção a como você se sente a cada momento, é fundamental. Se você não gosta como você se sente indo em uma direção particular, mude-a! Observe onde você se sente mais livre e alegre. Você pode tentar muitas coisas; mais ou menos como experimentar roupas diferentes. Há uma que realmente o anima.

Tenho três filhas. Elas são diferentes de mim e diferentes, uma da outra. Tive uma grande conversa com uma delas. Eu estava dizendo como o meu sono estava pertubado. Ela perguntou o motivo. Eu lhe disse que era a Ascensão. Ela respondeu: “Quer dizer como quando um avião sobe ao céu?” Eu disse: “Sim, algo assim.” Mas, por que isto perturba o seu sono?” Em vez de explicar tudo, eu apenas disse que não importa como cada um de nós escolha viver a nossa vida. O que é fundamental é que há o Amor que nos conecta. Como cada pessoa escolhe viver a sua vida é espiritual. Ninguém precisa ser um curador ou um trabalhador da luz ou expressar palavras “espirituais”. Tudo o que importa é que expressemos a nossa Alegria e o Amor em tudo o que escolhamos fazer.

Você percebe que não tem o que quer neste momento? Você percebe que o ato de querer o impede algo de você? É o mesmo para tal busca. Eu quero, eu desejo, eu espero, e eu desejo são coisas que mantêm o futuro no futuro. Afirmar tais coisas não as manifestam. Afirmar estas coisas são uma declaração de falta, pois querer algo é uma declaração que diz: “Eu não tenho isto.” Eu não sou completo sem isto ou aquilo.” Você pode se amar onde está. Você pode estar na Alegria com a sua vida como ela é agora? Pode deixar de buscar fora de si mesmo algo que você acha que não é ou que não tem, como se esta coisa desejada o fizesse feliz? Pois quando você “conseguir” esta coisa que você quer, haverá outra coisa que você irá querer e assim a busca continua. Quando você busca, você está afirmando que não está completo. Você não está feliz, e assim a sua consciência continua a lhe trazer circunstâncias que lhe provem isto. Se você encontrar a Alegria e a Aceitação neste Momento, a sua consciência então, manifesta mais circunstâncias onde você é alegre e receptivo. Veja, você nunca deixa de criar e de manifestar. A questão é: “Você gosta do que cria?”

Você, às vezes, faz suposições ou hipóteses? Isto está realmente baseado no Momento ou na experiência do passado? Geralmente, quando nós presumimos que uma pessoa irá agir de uma forma determinada, ou quando presumimos que as coisas acontecerão da mesma maneira, isto se baseia no passado. Se fazemos suposições, isto também se baseia nas experiências do passado. Em vez disto, esteja no Momento e veja os outros e a si mesmo e as situações com novos olhos, sem o desejo de colocar as suas próprias experiências no outro. Deixe-se surpreender.

Até o resto do ano (pelo menos) estaremos no rápido caminho para o Novo. Para aqueles que estão lá/aqui, eles continuarão a ancorar uma nova maneira de ser. Eles se ajustarão. Alguns não somente continuarão a integrar o Novo. Eles continuarão a deixar ir tudo o que não seja Amor. Isto é, tudo o que serve somente para se limitar. Portanto, teremos mais consciência, as ilusões serão expostas e o nosso sentimento continuará a ser atualizado. Nossos corpos físicos se ajustarão continuamente a viver em uma dimensão, consciência e vibração mais elevada. Temos e continuaremos a ter oportunidades que nos ajudem a permanecer centrados em nossos Corações. Em nosso centro de Paz; estando no olho da tempestade. Isto nos obriga a sermos neutros, desligados do drama e das distrações e permanecermos no Momento presente. Você pode se perceber deixando ir o trabalho, a sociabilidade e não fazendo coisas que costumava apreciar. Faça somente o que você for guiado a fazer. Seu coração é incrivelmente inteligente e nunca irá dirigi-lo para um caminho limitante.

Enquanto permanecemos em silêncio e somos autênticos, nossa Luz é emitida. Não mais enviamos missionários para converter, pois honramos e respeitamos as escolhas de todos. Este é o nosso trabalho… sermos tudo o que somos, exatamente onde estamos. Não há necessidade de corrermos de um lado para o outro na Terra, pois aceitarmos o que, onde e quem nós somos neste Momento é mais do que suficiente. Resplandecemos a nossa Luz, sendo fiéis a nós mesmos. Pois somos amor e como Amor, nós sorrimos em nossa Paz e o nosso sorriso afeta todos os Corações com o nosso Amor e a nossa Paz.

Fonte: Soulstice Rising

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via Seja amor, seja Paz » CORAÇÃO AVATAR

UM CONTO DE FADAS GALÁCTICO…

stars-1081861_1920-700x393

Sementes Estelares… Era uma Vez…

 

Há muito, muito tempo em uma galáxia muito distante, estavam todos estes “pequenos” seres de luz desfrutando de suas existências numa dimensão de amor infinito, quando um dia um magnífico anjo apareceu. Ele tinha um olhar muito sério e estava procurando voluntários para uma missão cósmica de grande importância.

O anjo então falou: “Existe um pequeno – mas muito especial – planeta chamado Gaia, na extremidade da galáxia de Alcyon. É bastante singular, como um lindo jardim abundante de centenas de milhares de diferentes formas de vida. Tem sido – de certo modo – uma estação experimental na galáxia e possui uma interessantíssima forma de vida humanoide que incorpora as mais altas e mais baixas frequências conhecidas no Cosmo. É na realidade o grau máximo do dualismo. Por um lado é uma forma de vida incrivelmente bela e capaz de vibrar nas frequências mais altas de amor, luz & alegria conhecidas no Universo. Por outro lado é capaz de vibrar nas frequências mais densas, mais escuras e terríveis que o Cosmo alguma vez experimentou – frequências que todo o resto da criação já abandonou eons atrás.

A situação atual é a seguinte. Dentro do domínio do tempo, este planeta passa por ciclos cósmicos periódicos. Dois ciclos principais estão agora terminando – um curto de 2.000 anos chamado de Era de Peixes e um longo, um ciclo cósmico de 25.000 anos de viagem ao redor de Alcyon, o sol central da galáxia Via Láctea.

milkyway_cobe

Com a completude do ciclo, muitas coisas terminam e muitas outras estão a ponto de começar. Mas o mais importante, o planeta está experimentando uma infusão de luz que está elevando sua frequência dramaticamente. Como em qualquer época de grande transição, haverá alguma turbulência. Um pouco para Gaia que é um planeta senciente e também está evoluindo, mas principalmente para a espécie humanoide que domina o planeta.

Este não será um tempo particularmente fácil para as espécies – especialmente para aqueles que estão “dormindo” e os que estão vibrando nas mais baixas frequências. Conforme a frequência muda vem um sentimento de insegurança que trás junto o medo.

A primeira Era de evolução neste planeta foi a da fisicalidade e a palavra chave era sobrevivência. A segunda Era que está terminando agora era a mental e a palavra chave era lógica. A terceira Era, a que está começando agora, é a Era do coração e a palavra chave é amor; Esta é a mais alta das frequências.

Os que atualmente detêm o reinado de poder no planeta Gaia são da velha ordem do físico & mental. Na medida em que esta Humanidade puder fazer uma transição graciosa a uma vida divinamente guiada e centrada no coração, será uma transição fácil. Na medida em que não puderem realizar a transição daquele modo, experimentarão muita turbulência.

A razão pela qual eu estou aqui é a de buscar voluntários que estejam dispostos a encarnar no planeta em forma humanoide e ajudar em uma transição o mais fácil e suave possível. No passado enviamos profetas e professores, que muito frequentemente foram brutalmente perseguidos ou assassinados. Outras vezes foram considerados deuses; foram adorados e ao redor deles construíram elaboradas religiões e rituais que foram transformados em instrumentos de dominação. Fizeram de tudo, exceto seguir os ensinamentos simples que foram oferecidos.

Sendo assim, desta vez buscamos uma estratégia diferente. Não mais profetas, salvadores ou avatares que podem ser usados para criar religiões. Desta vez enviaremos milhares – na verdade centenas de milhares – de “simples” seres de luz que deverão seguir apenas duas diretrizes:

1) Permaneçam centrados em seus corações. Não importa o que aconteça, permaneçam centrados em seus corações.

2) Lembrem-se de quem vocês são,   porque estão em Gaia e  qual o significado de tudo o que está acontecendo.

Parece fácil bastante fácil? Infelizmente não será. Como eu disse, a dualidade neste planeta chegou ao ápice. Esta espécie aperfeiçoou ao máximo a ilusão do bem e do mal. O maior desafio que vocês experimentarão será lembrar-se de quem vocês são, porque lá estão e qual o significado.  Quando se lembrarem, serão capazes de permanecerem centrados em seus corações, apesar de todas as circunstancias externas.

Será fácil saber quando vocês estarão esquecendo de tudo. Percebam a inclinação a julgar. No momento em que perceberem que estão no modo de julgamento – a vocês mesmos, aos outros, aos eventos – saberão que realmente esqueceram-se de quem vocês são, porque lá estão e qual o significado. Isso será o sinal.

Agora aqui vai o desafio. A vida neste planeta requer muito discernimento – avaliação sábia do que é a verdade e do que é apropriado e para o bem maior de todos – inclusive o planeta. Sutilmente, discernimento é semelhante a julgamento. Porém, você saberá quando está julgando, quando não estiverem centrados em seus corações e quando estiverem culpando (algo ou alguém).

Nós sabemos como a vida neste planeta pode ser desafiadora. Sabemos como as ilusões neste planeta parecem ser – muito – reais. Compreendemos a incrível densidade desta dimensão e a pressão que vocês enfrentarão. Mas se completarem esta missão – e lembrem-se de que é uma missão voluntária – vocês evoluirão extraordinariamente.

Devemos também dizer que alguns de vocês que descerão ao planeta como sementes estelares nunca germinarão – nunca despertarão para a memória de quem que vocês realmente são. Alguns de vocês despertarão e começarão a brilhar, mas então vão se apagar sob a opinião dos outros e das formas-pensamento ao seu redor. Outros despertarão e permanecerão despertos e a sua luz se tornará uma fonte de inspiração e recordação para muitos.

Encarnarão por todo o planeta, por toda parte; em todas as culturas, “raças”, países, religiões. Mas vocês serão diferentes. Vocês sempre se sentirão e serão vistos como um pouco “desajustados”. Conforme despertem, perceberão que sua verdadeira família não é necessariamente os da sua própria “raça”, cultura, religião, cidade ou mesmo os da família biológica. São os que vieram como vocês – a sua família cósmica – esses que vieram com a tarefa ajudar – de todos os modos – “grandes” ou “pequenos” – na transição atual.

A verdadeira fraternidade e globalização nas suas formas mais altas só virão lembrando-se de quem você são, porque lá estão e qual o significado de tudo o que está acontecendo. Virá conforme retornem ao templo da Presença Divina,  que é o seu coração, aonde a recordação acontece e toma forma,  e através do qual vocês são chamados a servir ao mundo.

Estão prontos? Ótimo.

Ah! … apenas algumas coisas que esqueci de mencionar…

Devido a baixa densidade, vocês não pode operar naquela dimensão sem uma vestimenta adequada. É uma vestimenta biológica que muda com o passar do tempo. Vão entender quando descerem e vivenciarem aquela atmosfera. Vocês devem ser avisados, no entanto de que correm o risco de achar que são a sua vestimenta e não que ela é apenas um veiculo para aquela dimensão. Uma vez lá, você notará que há uma variedade quase infinita de vestimentas e muita atenção é dada a elas. Porém, apesar da variedade quase infinita, todas as vestimentas se encaixam em basicamente dois gêneros, masculino e feminino; e vocês vão descobrir que sua relação com sua vestimenta pode ser muito instrutiva e interessante.

Mais uma coisa. Para operar naquela dimensão, vocês também receberão um microchip chamado ‘personalidade.’ É como uma identidade impressa, que somada a sua vestimenta tornará cada um único entre todos e permitirá que participem do holograma, que eles chamam de ‘realidade consensual’. Vocês correrão o perigo de se envolver tão fortemente nos dramas da realidade consensual que poderão esquecer quem são, e pensar que de fato São a sua personalidade. Eu sei que isto parece absurdo agora, mas esperem chegar lá…

De todos os voluntários escolheremos somente os mais capazes entre os mais capazes, os mais fortes entre os mais fortes. Seu treinamento e preparação antes do mergulho naquela dimensão densa e de baixa frequência será intenso e minucioso para a tarefa que cada um deve desempenhar,  entretanto, como dissemos anteriormente, muitos lá estando não despertarão. Não há problema, outros muitos seguirão como planejado.

Do inicio ao fim estaremos sempre com vocês, mas não perceberão. Desejarão voltar para algum lugar que não sabem aonde é,  se sentirão sozinhos e abandonados,  chamarão por alguém ou algo e muitas vezes sentirão como se tudo fosse um vazio – e quando faltarem respostas sua forte ou tênue intuição os guiará;  até o momento em que pudermos nos manifestar mais abertamente e aí então tudo ficará claro e a sua missão estará próxima de ser completada.

E lembrem-se: Permaneçam centrados em seus corações; não importa o que aconteça, permaneçam centrados em seus corações. Lembrem-se de quem vocês são, porque estão em Gaia e  qual o significado de tudo o que está acontecendo.

Boa Viagem…

 

Origem: A Galactic Fairy Tale by Michael Lightweaver by  Michael Lightweaver

Tradução e adaptação: contato estelar

Fonte: contato estelar: Sementes Estelares… Era uma Vez…

QUANDO A BUSCA PELA PAZ INTERIOR REQUER OUTRAS ESCOLHAS…

tumblr_nckhhue5P21qflcfao1_1280

Como lidar com a solidão no caminho espiritual

Equipe Despertar Coletivo

Para aqueles que são orientados espiritualmente não é incomum se sentir um pouco desconectado das outras pessoas, a experiência de solidão é quase um subproduto natural do despertar espiritual. Embora possamos estar conectados ao nosso sistema de orientação interna, também podemos nos sentir um pouco deslocados na sociedade moderna onde o materialismo, o consumismo e a negatividade reinam supremos. Se você está passando por um processo de despertar, ou se já passou, então você certamente vai saber o que se sente ao ser rejeitado pelo rebanho.

Dessa forma, como podemos manter um sentimento de unidade com todos se estamos nos sentindo emocionalmente separados? Aqui estão algumas maneiras úteis de lidar com a solidão do caminho espiritual:

1) A própria realidade é apenas uma peça de teatro na consciência. É tudo um sonho.

Você está sonhando agora. Você não está sonhando no sentido de que o seu corpo está dormindo, mas você está sonhando no sentido de que, quando você morrer, você vai acordar em uma nova dimensão. Você vai perceber que a sua vida e sua jornada foram tudo um grande jogo que foi instalado para que você pudesse evoluir como uma alma. Alimentar e ganhar uma perspectiva como esta, realmente ajuda a lidar com a solidão, porque permite lembrar que a vida é uma projeção de nossa consciência.

Não leve as coisas tão a sério! Aprenda com o sonho, ouça e explore-o, mas não deixe que o conteúdo do sonho segure você.

2) Agir através do amor e não do medo

Não deixe que pensamentos como “Eu sempre vou ficar sozinho”, “Eu nunca vou encontrar um bom grupo de amigos” ou “Eu nunca vou ter alguém com quem me relacionar” dominar sua consciência. O problema de usar o medo como um motivador na vida é que a tomada de decisões através do medo empurra as coisas que queremos para longe. Por exemplo, se temos medo de ficarmos sozinhos, nós realmente atrairemos mais solidão em nossas vidas.

Será que alguém realmente quer ser energeticamente atraído por um campo de energia de medo e auto-piedade? Crie um espaço de autoconfiança e amor em sua vida, pois o Universo responde àquilo que você transmite.

3) Seguir o fluxo

A vida na sociedade moderna é sempre muito frenética. Mas não há necessidade de pressa e de tentar ganhar a corrida dos ratos. Lembre-se, não há nenhum lugar que você precisa estar, nada que você precisa fazer e ninguém para impressionar. Às vezes causamos ansiedade a nós mesmos mantendo-nos à altura das expectativas que a sociedade nos impõe. Você não precisa de um grupo de 10 amigos que se reúnem a cada fim de semana. Você não precisa de um relacionamento brilhante. Criar expectativas de conseguir uma vida assim só gera estresse e frustração.

Aprender a deixar fluir e relaxar será uma das melhores coisas que você pode fazer para criar uma vida feliz para si mesmo. Siga sua intuição e faça as coisas que vêm naturalmente para você. A vida é sobre uma jornada. Trabalhe com o universo, siga seu coração e mantenha-se aberto às possibilidades.

4) Buscar outras alternativas

Lembre-se sempre, há muitas pessoas espiritualizadas lá fora. Não desanime se você ainda não encontrou nenhuma dentro do seu círculo. Tome uma atitude para com a vida que você quer e procure por novas experiências através de caminhos diferentes. Faça uma aula de yoga ou um curso de terapia alternativa. Junte-se a uma comunidade espiritual local ou até mesmo online. Faça um trabalho voluntário em algum projeto que você acredite que vale a pena. Enfim, deixe todas as suas portas abertas para o novo.

Não é incomum se sentir sozinho ou excluído em nossa sociedade, especialmente se você tem visões e crenças alternativas. Não se sinta mal por isso, a auto-piedade é inútil. Sinta-se feliz por você ter coragem de ser você mesmo em um mundo onde a individualidade é suprimida. Sinta-se animado, contando que seja íntegro você só terá relacionamentos incríveis, há milhões de pessoas que se sentem dessa mesma maneira. Se você estiver disposto a dar um passo pra fora da zona de conforto e fazer essas conexões acontecerem, o universo fornecerá o apoio que você precisa.

(Texto de Steven Bancarz | Traduzido e adaptado por Despertar Coletivo | Via: The Spirit Science)

Fonte: DESPERTAR COLETIVO – Como lidar com a solidão no caminho espiritual

A MAESTRIA NA VISÃO DE UM MESTRE…

263cc4c4730ce52e436cee82dac610ae

Sobre a Maestria

527512_392307414164363_480018823_na

Mestre Confúcio

Canalizado por Thiago Strapasson

Amados mestres!

Que retomem sua maestria nesses tempos que se aproximam.

Mas antes, qual o significado da palavra “Mestre”? O que faz um mestre? Eis aí uma ótima pergunta.

Um mestre é um ser humano que já transcendeu as expectativas materiais da vida. Ele já não mais se preocupa com os aspectos de sobrevivência, do medo da perda, já não possui mais a ilusão de que toda a vida se circunscreve ao que podem ver ou sentir, muito menos ao ter. Ele reconhece a energia do fluxo que garante aos filhos tudo que necessitam e, então, passa a ser.

Um mestre é um ser amoroso, o qual se reconhece pelos gestos suaves, pela voz agradável, pelo bom humor, pela gentileza constante, alguém que se quer estar perto. Porque o mestre não te exige nada. Ele confia, ele sabe, ele irradia o amor. Sua energia contamina aqueles à sua volta porque ele é autêntico.

Autenticidade, outra característica da maestria que sempre está ao lado do equilíbrio. Ele possui sua convicção, mas a manifesta com respeito, sem se expor, nem aos seus irmãos, porque sempre há equilíbrio e amor em suas ponderações.

Um mestre confia. Então, diante dos obstáculos, ele se afasta e aguarda a solução. Ele sabe que aquele incidente está ali para seu crescimento, então não faz parte de seu ser. Ele se mantém isolado em seu ser, protegido, porque confia no Pai e na providência divina. A solução virá, o que lhe permite agir no tempo apropriado, sem desapontamento anterior.

Um mestre jamais impõe sua vontade. Seus irmãos o acompanham, se sentirem ressonância com sua energia. Ele permite. Permite que todos aqueles sejam, assim como ele é. Há respeito, porque até nas manifestações mais escuras de seus irmãos, ele vê uma oportunidade de aprendizado ou de irradiar sua luz. Isso faz um mestre.

O mestre é sábio. Conhece a natureza humana. Sabe que, como filho da criação, movimenta energias com seus pensamentos e sentimentos. Tem conhecimento das energias, assim controla sua realidade porque conhece as leis invisíveis universais.

Mas há equilíbrio, porém, não fraqueza. Sua convicção é inabalável. Ele reconhece sua maestria, então ouve seu coração. Ele é indomável ao escutar sua verdade interior. Há convicção interior.

O mestre é feliz, porque seu coração é seu guia. E aí não há infelicidade.

O mestre reconhece as forças que atuam ao seu redor, mas se mantém em equilíbrio, ainda que elas estejam em direções opostas e sejam muitas. Ele se centrará no coração, que é seu guia.

Nada fácil ser um mestre? Não, eu lhes digo. São mestres por natureza, desde que permitam que sua alma prevaleça. Deixam a maestria quando a mente, na tentativa de proteção, os controla. A mente não compreende o coração, mas o mestre sabe mantê-la junto ao seu ser.

Por isso, mestres, dizemos: retomem sua maestria. São mestres por natureza, porque a maestria está ao seu alcance. É sua natureza. Basta que ouçam o coração, que sejam gentis, amorosos, convictos, sábios, que permitam e aceitem! Que confiem! Basta que se permitam ser em essência, porque são isso tudo e muito mais.

Para isso, devem se treinar. E vocês têm a maior oportunidade já concedida por toda criação para desenvolverem-se em sua maestria: a vida física desse agora nesse planeta. É a maior oportunidade de todas e muitos gostariam de a experimentar. Sejam gratos.

Aliás, outro atributo da maestria, a gratidão. O mestre agradece porque aceita e confia. Então ele é grato, reconhecendo-se como criador de sua realidade. Sim, porque se ele sabe que movimentou as energias da vida, entende-se responsável por sua vida. Então aceita, em gratidão, a experiência que criou.

Um mestre sabe que é apoiado, então está sempre aberto a aceitar. Ele entende que o dar e o receber devem se equilibrar. Então é benevolente, mas está sempre aberto à ajuda. Isso também é confiança.

O mestre é. Não prova, não induz e não controla. Ele se mantém ao seu centro e observa a vida. Deixa o rio correr e o observa com curiosidade, buscando novas lições, procurando se conhecer.

Um mestre se conhece, ou ao menos se enfrenta, se testa, se busca. E, ao assim fazer, cai também, mas não se culpa porque de suas quedas retira grandes aprendizados. Essa é a grande alegria de sua vida, mestres!

Sua vida é divertida, porque ele a vê como uma experiência enriquecedora de busca, de autoconhecimento. A vida é interessante, porque ele se busca e se diverte com isso. Aceita-se, ainda que se depare com sua escuridão. Ele a vê e ri, dizendo: esse também sou eu. Venha até aqui, meu querido.

Um mestre é e pode afirmar: Eu sou o que eu sou.

Eu vos agradeço, mestres! Reconheço-os assim porque assim são vocês, em essência.

Eu sou Confúcio, guardião da sabedoria divina e os amo profundamente, mestres.

Mestre Confúcio.

Canal: Thiago Strapasson –  10.01.2016

 


 

Via: Sobre a Maestria – Mestre Confúcio » CORAÇÃO AVATAR

Para servir à Luz é só se deixar conduzir, seguindo o fluxo ditado pelo seu Interior…

 

ENTREGANDO-SE E FLUINDO COM O QUE É
Mensagem de Kara Schallock

Mesmo quando estamos liberando padrões muito profundos e muito antigos, estamos definitivamente absorvendo mais luz, mais amor e mais Magia! À medida que passamos por uma limpeza, estamos também limpando o nosso espaço (aura e ambiente). Nós liberamos a desordem e o passado para que possamos ser sempre livres e presentes no Novo. Ao fazermos isso, nosso mundo exterior reflete o nosso mundo interior. Nós não podemos mudar interiormente, sem que isso afete o nosso exterior. Estamos incorporando mais a nossa consciência superior agora. Temos o ímpeto do nosso atual portal do Amor para nos ajudar a sermos mais quem realmente somos. Não importa onde você perceba que está, a verdade maior é que você está se tornando mais a sua Autenticidade; e a sua consciência está sendo intensificada, o que cria formas mais refinadas em sua vida exterior. Não há realmente separação entre sua vida interior e exterior. Para muitos, não há outra escolha a não ser se entregar ao que é. Alguns queriam apenas deixar tudo ir, questionando se está realmente acontecendo a Ascensão. Isso tudo é uma parte dela. Ficamos tão intencionados em avançar que, quando há uma calmaria ou uma percepção do nada, só queremos desistir e correr. Este é um passo necessário, na verdade. Então nós nos rendemos, exaustos, a fim de reagruparmos e nos reabastecemos. Nós deixamos ir e dizemos a Fonte: “Faça-o!”

Com o impulso construído de tudo o que estivemos integrando e tudo o que liberamos, tomamos uma respiração profunda e nos entregamos, sentindo como se as coisas estivessem muito difíceis para dar outro passo. Ficamos muito cansados de fazer muitas coisas além de cuidarmos das coisas mundanas diariamente. Muitos quiseram deixar o planeta e muitos estão deixando e deixarão. Com quase nenhuma energia, adiamos tanto quanto pudemos e nos perguntamos o que será de nós. Questionamos os nossos dons, nossas vidas e pedimos orientação, no entanto, a orientação não vem. Isto é absolutamente uma mudança de sermos dependentes da direção exterior para sermos espiritualmente soberanos e completamente independentes (isto não é estar separado da Orientação da Fonte; a Fonte está dentro como nós). Nós nos perguntamos por quê. Tudo faz parte da mudança. Devemos permanecer em nossos próprios pés (por assim dizer), ainda que muitos estejam sobre suas mãos e de joelhos. Toda a nossa liberação de muitas vidas de refugos e impurezas, é claro, levou-nos à exaustão, e, no entanto, aprofundamo-nos e vemos a Beleza de quem estamos nos tornando…enraizados na Paz, no Amor e na Alegria. É por isto que prosseguimos. Nossas almas nos encorajam a avançarmos, enquanto trazemos o Novo que nós somos.

Começamos a nos ver sob uma nova Luz. Através de tudo o que experienciamos, começamos a ver como somos fortes e joviais. Começamos a nos sentir de uma forma totalmente nova. Começamos a ver a bela Luz da Divindade brilhando em todo o nosso Ser. Estamos começando a nos construir à imagem da Fonte; a nossa Divindade. Assim, enquanto continuamos a liberar, se é onde você está, aprofunde-se na sua Verdade e se lembre de que tudo isto é para a nossa maior evolução.

As Novas e velhas energias parecem estar cada vez mais polarizadas. Não é que elas estejam separadas. Estamos nos equilibrando entre elas, pois no velho está o Amor. Seja neutro e perspicaz, em vez de reativo sobre o que parece estar acontecendo no mundo e em sua própria vida. Há muita coisa latente e é sempre melhor não levar as coisas pelo seu valor nominal, mas interiorize-se e veja o Amor e a Verdade. Quando nós vemos o Novo e o velho como opostos, então fortalecemos a nossa própria separação e a velha matriz, pois a crença na dualidade ( bem/mal, certo/errado, etc), é do velho. Quando você é capaz de ser neutro, você pode ver sem ligar um significado a qualquer coisa e desta maneira, você transcende a dualidade e a separação. O mesmo é criado quando você sente que deve salvar ou resgatar. Afinal, você não precisa ter um julgamento sobre algo a fim de salvá-lo? Ao ser neutro, você permite que ocorra a Grande Transformação.

Compreenda que toda a energia, incluindo o Amor da Fonte, é neutra. Isto significa ficar fora do drama do certo ou errado e ser o Observador Compassivo. Permanecer neutro nos ajuda a deixar ir os apegos, expectativas e a maneira que “deve ser”. Isto permite que ocorra a Grande Transformação. Isto solta o domínio da velha matriz. Quando se escolhe um lado, é ser dualista. Deixe ir/permita-se ser. Fazer planos é outra maneira com que ficamos ligados. Quando os planos não saem da maneira que esperamos, podemos fluir com eles, ou ficarmos irritados que o que queremos é adiado ou cancelado? Você pode não fazer planos ou fluir quando eles não sejam concretizados, acreditando, em vez disto, na Ordem Divina e no Tempo Divino?

O portal em que estamos definitivamente nos ajuda a liberar o velho paradigma e a velha crença na separação. Nossa consciência está batendo na porta, gritando: “Desperta. Eu quero me expandir!” Abra a porta e as janelas. Derrube as paredes e diga: “Sim, eu a recebo!” O amor é a consciência em expansão e a partir desta expansão, a vida se torna maior, mais bela e mais mágica. Deixar ir e se permitir ser nos ajuda a deixar ir a luta de tentar manter as coisas de uma forma com que estamos familiarizados. No entanto, nada mais faz do que nos manter em nossa velha zona de conforto, onde a evolução não pode acontecer. Pelo menos sem muita luta. Você já não está cansado de lutar para manter o status quo? Você pode confiar que o Novo não é um espaço ruim, mas um espaço; uma consciência, onde tudo flui maravilhosamente além de suas expectativas?

Quando nos abrimos para a Luz e a convidamos através dos nossos Coronários até o Coração de Gaia, ativamos esta expansão da consciência. Qualquer espaço dentro de nós que ainda esteja adormecido é despertado, não por um alarme estridente, mas pelo canto Angélico e os tons celestiais harmoniosos. Despertamos para a nossa Sacralidade, a nossa Totalidade e a nossa Divindade. Este Portal nos ajuda a mudar mais do que em outros momentos e nos ajuda a equilibrar o nosso Feminino Divino e o Masculino Divino (yin e yang), para estarmos no ponto perfeito de Equilíbrio em nossos Corações. Um exercício simples é imaginar um símbolo da Vesica Piscis a sua frente. (A Vesica Piscis é o símbolo que constitui a base da Geometria Sagrada e de inúmeros outros símbolos. (Trata-se de um desenho representativo da manifestação do próprio universo; uma forma que resulta da interseção de dois círculos, criando um espaço entre eles.) Um círculo simboliza o seu Feminino Divino; o outro círculo simboliza o seu Masculino Divino e o espaço central simboliza o Equilíbrio entre os dois; a Totalidade. Coloque um dos seus pés em um círculo e o outro pé em outro círculo. Então, coloque ambos os pés no espaço entre os dois círculos. Isto o equilibra intensamente, equilibra o seu Coração e mente, seu Feminino Divino e o Masculino Divino e o centraliza em seu Centro Sagrado. A Vesica Piscis simboliza também a Consciência Crística, bem como a Unidade e a Totalidade.

À medida que avançamos através do resto do ano, continuaremos a nos elevarmos e a nos expandirmos ainda mais, e a equilibrarmos o alinhamento de todos os nossos corpos como Um. Um com e como Alma. O Nós perfeito. À medida que nos elevamos em consciência, tornamo-nos mais brilhantes. Nossa Luz brilha ainda mais e qualquer coisa que não tenha ainda sido tocada pela nossa Luz certamente será arrancada, de modo que possamos brilhar ainda mais intensamente. Se houver ainda mais a liberar, definitivamente surgirá para revisão. Tudo está sendo calibrado para a consciência mais e mais elevada… a partir do nosso DNA e células para os nossos corpos físicos. Quando as células são limpas dos velhos programas e crenças, elas se preenchem com toda a consciência que mantemos. Nosso DNA se torna novo, de modo que não mais precisamos continuar repetindo os velhos padrões de linhagens familiares. Podemos ver isto como o nosso Novo DNA. Então, podemos criar como o nosso Novo DNA, completamente livres para mudarmos as velhas idéias de envelhecimento, cultura, morte e outras crenças antigas. O que carregamos e tomamos por certo; para algo mais expansivo e mais alinhado com quem realmente somos.

Podemos mudar tudo se permanecermos no Momento e ficarmos seguros sobre quem somos e o que estamos dispostos a ser. Recebemos luz suficiente agora, de modo que podemos colocar em prática o que dizemos que somos. Nada está definido e continuaremos a mudar de acordo com os nossos sentimentos, pensamentos e ações, de nossa consciência. Ficarmos despertos e cientes a cada momento é a única maneira de podermos estar conscientes o suficiente para mudar. Quando não no Momento, tendemos a voltar a dormir e agirmos nas antigas formas vedadas. Quando permanecemos despertos e cientes, ativamos novas percepções e novos potenciais. Quando demonstramos mais e mais quem somos, não nos agarramos aos velhos programas. Não há energia mantendo-os vivos e assim eles começam a se dissipar na Luz. Então, podemos ver como somos ilimitados. Estávamos tão acostumados a sermos os fantoches da antiga matriz que esta nova Liberdade pode parecer um pouco enervante. Pode até parecer como se não estivéssemos presos a nenhum lugar, mas apenas flutuando, livres. No entanto, nunca estamos sozinhos, pois somos uma parte de tudo e tudo é parte de nós. Sabemos que ao estarmos livres de nossa prisão nos ajuda a compreender realmente o que é realmente ser multidimensional. Aqui estão algumas coisas para refletirmos: Como você se sente em relação às regras? Como você se sente quando alguém tenta controlá-lo ou lhe dizer o que fazer? Como você se sente quando faz as suas próprias escolhas? Você percebe como há mais e mais regras, leis e restrições na terceira dimensão? É uma tentativa de mantê-lo no velho? Você precisa de regras para viver? Pode confiar em si mesmo para ser livre para viver enquanto é auto-guiado?

Enquanto evoluímos, notamos como estamos cientes que estamos cuidando de nós mesmos, dos outros e de Gaia. Podemos ficar mais chocados com aqueles que tratam as formas de vida descuidada e desrespeitosamente. Podemos querer sacudi-los para que se soltem do seu egoísmo. E, no entanto, eles também têm escolha. Ao fazermos o que é mais amoroso a todos de Gaia, nós afetamos como os outros se comportam. Pode ser um processo lento, mas nunca duvide do efeito que temos sobre os outros enquanto permanecemos em nossa própria Integridade e respeito por toda a Vida. Estamos trazendo uma nova Consciência à Terra apenas ao sermos despertos e autênticos. Quando compreendermos plenamente que somos Um com toda a vida, deixaremos a consciência que diz que somos os regentes da Terra. A Terra não está aqui para a governarmos ou termos poder sobre ela. Ela é uma parte nossa. Como a amamos é como nos amamos e ao outro.

Quando estamos transmitindo ou integrando as energias elevadas, pode ser intenso. Isto é porque estamos expandindo a nossa consciência. E quando isto ocorre, experienciamos mais alinhamentos físicos, mentais, espirituais e emocionais e o que alguns se referem como “Sintomas da Ascensão.” Não podemos ter uma coisa que nos afete sem que ela afete a todos nós. Receber as transmissões energéticas das dimensões elevadas é uma atualização para tudo em nós. Podemos fluir com tudo ou resistirmos a isto. É mais fácil quando fluímos. Quando nos movemos com Graça, nós fluímos. Quando aceitamos O Que É, nós fluímos.

Quando você pergunta: “Como eu posso servir?”, você está fluindo. Preste atenção a como você é atraído e para o que. Preste atenção ainda que lhe seja respondido com “Apenas seja”, ou “Fique tranquilo”. Você será guiado quanto ao que é melhor para você, ao que for alinhado com você, interiormente; a partir da orientação do seu Coração. Quando você faz a pergunta, você se alinha com a sabedoria de sua Alma através dos seus sentimentos. Compreenda também que você não pode ser guiado imediatamente, mas quando você confia, será guiado no Tempo Divino. Isto o convida a ser paciente e confiante. Quando você confia, a sua Confiança em confiar em sua Intuição aumenta e você continua a evoluir e a se expandir em Confiança. Pode levar tempo para se acostumar… nesta confiança e nesta entrega. É bem diferente do que impulsionar e controlar. É viver no Fluxo da Graça. Não é a vontade do seu ego, mas a Vontade Divina (dentro de você) que está no comando.

Na verdade, tudo é simples. A Ascensão requer que você deixe ir e se permita ser: este é o caminho do Novo.

 
Direitos Autorais: Luz de Gaia

Kara Schallock
Site original: http://www.soulsticerising.com

Tradução de:
Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Fonte: Luz de Gaia – Entregando-se e Fluindo com o Que É – Kara Schallock 

A Nova Terra I – Mestre Jesus (Jeshua) Qual a razão de estarmos aqui na Terra…

Jesus face
(Jeshua canalizado por Pamela Kribbe)
Nestes dias e nesta era, está ocorrendo uma transição na Terra. Está despontando uma nova consciência, que tomará forma mais cedo ou mais tarde. Como essa transição acontecerá exatamente, que forma ela tomará, não está determinado. O futuro é sempre indeterminado. A única coisa que é realmente revelada é este momento: o Agora. Da fonte do Agora estão brotando incontáveis caminhos possíveis e  uma rede infinita de futuros possíveis.
Baseando-nos no passado, podemos predizer que um determinado futuro é mais provável que outro, mas a escolha é sempre de vocês. São vocês que decidem se permitem que o passado determine o seu futuro! As predições estão sempre baseadas em probabilidades. As probabilidades estão relacionadas com o passado. No poder que você possui como ser humano, está a possibilidade de romper com o passado, para estabelecer um caminho diferente. Você é dotado de livre-arbítrio. Você tem o poder de transformar, de recriar a si mesmo. Neste poder reside a sua divindade. É o poder de criar do nada (criar ex nihilo). Este poder divino pertence à verdadeira essência de quem você é.
Ao falar destes dias e era como uma época de transição, nunca se esqueça que você é o mestre da sua própria realidade. Não existe algo como um Plano predestinado ou um Poder Cósmico, ao qual o seu caminho de alma individual ou seu poder individual para criar sua própria realidade estejam sujeitos. Isso não funciona assim. Cada alma sobre a Terra vivenciará esta transição de um modo que se ajuste às suas predisposições internas. Há muitas realidades. A realidade que você escolher vai responder às suas necessidades internas e aos seus desejos.
O que faz com que este período (1950 a 2070, aproximadamente) seja especial, é que há dois tipos de ciclos diferentes de consciência chegando ao fim: um ciclo pessoal (ou um conjunto de ciclos pessoais) e um ciclo planetário. O término desses ciclos coincide, de modo que um reforça o outro. Para uma parte da humanidade, o fim de seu ciclo pessoal de vidas na Terra está perto. A maioria das almas envolvidas nessa finalização é de Trabalhadores da Luz. Falaremos com muito mais detalhes a respeito deste grupo de almas Trabalhadoras da Luz. (Ver Trabalhadores da Luz I, II e III). Aqui, nós gostaríamos de explicar a natureza deste ciclo pessoal: o que significa passar por ele e qual o objetivo de viver todas estas vidas – bastante complicadas – sobre a Terra.

O CICLO CÁRMICO PESSOAL
As vidas terrestres que você vivencia fazem parte de um ciclo maior da sua alma. Este ciclo foi estabelecido para lhe permitir experimentar completamente a dualidade. Dentro deste ciclo, você experimentou como é ser homem, ser mulher, ser saudável, ser doente, ser rico ou pobre, ser “bom” e “mau”. Em algumas vidas, você esteve intensamente envolvido com o mundo material, sendo, por exemplo, um fazendeiro, um trabalhador braçal ou um artesão. E houve outras vidas mais espiritualmente orientadas, onde você levou dentro de si uma forte conscientização da sua origem espiritual. Nessas vidas, muitas vezes você foi atraído pelos chamados da religião. Também houve vidas nas quais você explorou o domínio mundano do poder, da política, etc.. E pode ter havido vidas dedicadas à sua expressão artística.
Freqüentemente, as almas tendem a se especializar um pouco, ao longo de todas essas vidas. Isto pode ser claramente reconhecido em pessoas que possuem um dom natural em uma área determinada. Desde criança, parece que elas têm um potencial nessa área, o qual só precisa ser contatado no momento oportuno, para depois se desenvolver facilmente.
As almas dos Trabalhadores da Luz muito freqüentemente são atraídas para vidas religiosas, tendo vivido numerosas vidas como monges, freiras, sacerdotes, xamãs, bruxas, espiritualistas, etc. Elas foram levadas a ser intermediárias entre os mundos material, físico, e os reinos espirituais. E assim elas desenvolveram uma “habilidade” nestes campos. Se você sente este chamado, este forte impulso para envolver-se com a espiritualidade, mesmo que isso não se ajuste à sua vida diária normal, isto pode ser um sinal de que você faz parte desta família de Trabalhadores da Luz.
Viver na Terra lhe dá uma oportunidade de experimentar inteiramente como é ser um humano. Agora, você poderia perguntar: o que há de tão especial em ser um humano? Por que eu quereria experienciar isso?
A experiência humana é tão variada quanto intensa. Quando você vive uma vida humana, está temporariamente imerso em um irresistível campo de sensações físicas, pensamentos e sentimentos. Devido à dualidade inerente a este campo, há grande contraste e intensidade em suas experiências – muito maiores do que quando você está nos planos astrais, como vocês o chamam. (Estes são os planos nos quais vocês entram depois que morrem e onde permanecem entre uma e outra vida). Deve ser difícil para você imaginar isto, mas muitas entidades do nosso lado adorariam estar no seu lugar. Elas adorariam ser um humano, ganhar experiência humana. A experiência humana possui um tipo de realidade cujo valor é inestimável para elas. Embora elas possam criar incontáveis realidades com o poder da sua imaginação, isto lhes dá menos satisfação que a criação de uma realidade “real” na Terra.
Na Terra, o processo de criação freqüentemente é uma luta. Você geralmente encontra muita resistência para realizar os seus sonhos. O tipo de criação mental no mundo astral é muito mais fácil. Não existe um intervalo de tempo entre pensar em algo e a criação real disso. Além disso, você pode criar qualquer realidade que quiser ou na qual puder pensar. Não há limites. No momento em que você imagina um lindo jardim, ele já está aí para que você entre nele.
Fazer nascer uma idéia na Terra e torná-la realidade no mundo material é um grande esforço. Exige uma forte intenção, perseverança, clareza mental e um coração confiante. Na Terra, você tem que lidar com a lentidão e a obstinação do mundo material. Você tem que lidar com seus próprios impulsos contraditórios, com as dúvidas, o desespero, a falta de conhecimento, a perda da confiança, etc. O processo de criação pode ser obstruído ou até falhar por causa de qualquer um destes elementos. No entanto, são estes problemas potenciais, e até mesmo os fracassos, que fazem com que a experiência de vida terrestre seja tão valiosa. Neste processo, os desafios que você encontra são seus maiores mestres. Eles dão à sua experiência terrestre uma dimensão tal, que a faz muito mais profunda e ampla que o fácil processo de criação nos planos astrais. Esta facilidade gera falta de motivação. (Voltaremos a este tema mais abaixo). As entidades astrais, que ainda não experimentaram vidas sobre a Terra, sabem e entendem isto.
Muitas vezes você se desanima, se desespera, devido à natureza não condescendente da sua realidade. Muito freqüentemente, a realidade não corresponde aos seus desejos e esperanças. Muito freqüentemente, seus propósitos criativos parecem acabar em dor e desilusão. Entretanto, você vai encontrar a chave para a paz e a felicidade em algum ponto do seu caminho. Você a encontrará dentro do seu próprio coração. E quando isso acontecer, a alegria que lhe advirá não será  comparável a nada do que é criado nos planos astrais. Será o nascimento da sua maestria, da sua divindade.
O êxtase que você experimentará, quando sua divindade despertar, lhe proporcionará o poder de curar a si mesmo. Este amor divino vai ajudá-lo a se recuperar das dores profundas que você sofreu, ao longo das suas vidas na Terra. Depois disto, você será capaz de ajudar a curar outros que passaram pelas mesmas provas e dificuldades. Você reconhecerá a dor deles – você poderá vê-la nos olhos deles. E será capaz de guiá-los em seu caminho para a divindade.

O PROPÓSITO DE PASSAR PELA DUALIDADE
Por favor, não subestimem o significado de suas vidas na Terra. Vocês pertencem à parte mais criativa, avançada e corajosa de Deus (Tudo o Que É). Vocês são exploradores do desconhecido e criadores do novo. Suas explorações através do reino da dualidade têm servido a um propósito que está além da sua imaginação. É difícil explicar-lhes o profundo significado de suas jornadas, mas podemos lhes dizer que vocês criaram um novo tipo de consciência, uma consciência que não existia anteriormente. Esta consciência foi manifestada, pela primeira vez, por Cristo, quando esteve na Terra. Esta consciência, que chamaremos Crística, resulta de uma alquimia espiritual. Alquimia física é a arte de transformar chumbo  em ouro. Alquimia espiritual é a arte de transformar energia escura na “terceira energia”, o ouro espiritual presente na energia Crística.
Por favor, reparem que não estamos dizendo que o propósito é transformar escuridão em luz, ou mal  em bem. Escuridão e luz, mal e bem são opostos naturais; um existe graças ao outro. A verdadeira alquimia espiritual introduz uma “terceira energia”, um tipo de consciência que abrange ambas as polaridades através das energias de amor e compreensão. O verdadeiro propósito da sua jornada não é fazer com que a Luz conquiste a Escuridão, mas ir além destes opostos e criar um novo tipo de consciência, que possa manter a unidade, tanto diante da luz como diante da escuridão.
Explicaremos este ponto bastante difícil por meio de uma metáfora.
Imaginem que vocês são mergulhadores em busca de uma pérola nas profundezas do mar. Vocês mergulham repetidas vezes no oceano, em busca dessa pérola única, da qual todo mundo fala, mas que nunca ninguém realmente viu. Há rumores de que mesmo Deus, o Mergulhador Principal, nunca tocou tal pérola.
Mergulhar no oceano é perigoso, uma vez que vocês podem perder-se ou afundar tanto, que não consigam mais respirar. Ainda assim, vocês persistem e continuam mergulhando neste oceano, porque estão determinados e inspirados. Vocês estão loucos? Não, vocês são exploradores do novo.
O segredo é o seguinte: no processo de procurar a pérola, vocês estão criando-a. A pérola é o ouro espiritual da consciência Crística. A pérola são vocês, transformados pela experiência da dualidade.
O que temos aqui é um verdadeiro paradoxo: ao explorar o Novo, vocês estão criando-o. Vocês se tornaram a pérola da criação de Deus.
Deus não tinha outro jeito de fazer isto, porque o que vocês deveriam encontrar ainda não existia: tinha que ser criado por vocês. Por que estaria Deus tão interessado em criar algo novo? Permitam-nos expor isto da maneira mais simples possível.
Primeiro, Deus era inteiramente BOM. Havia bondade em todo lugar e em toda a volta. Na realidade, como não havia nada além disso, as coisas eram meio estáticas. Sua criação carecia de vivacidade, carecia da possibilidade de crescimento e expansão. Poder-se-ia dizer que estava emperrada.
Para criar mudança, para criar uma oportunidade de movimento e expansão, Deus teve que introduzir um Elemento em sua criação que fosse diferente da Bondade que permeava tudo. Isto foi muito difícil para Deus, pois como você pode criar algo que não é você? Como pode a Bondade criar Maldade? Não pode. Então, Deus teve que usar um truque, por assim dizer. Este truque se chama IGNORÂNCIA.
A ignorância é o elemento que se opõe à Bondade. Ela cria a ilusão de se estar fora da Bondade, de se estar separado de Deus. “Não saber quem você é” é o incentivo por trás da mudança, crescimento e expansão em seu universo. A ignorância gera o medo; o medo gera a necessidade de controlar; a necessidade de controlar gera a luta pelo poder: E, assim, vocês têm todas as condições para que o “Mal” prospere. E está montado o cenário para a batalha entre o Bem e o Mal.
Deus precisou da dinâmica dos opostos para “desemperrar” sua criação. Para vocês, pode ser muito difícil compreender isto, diante de todo o sofrimento causado pela ignorância e pelo medo, mas Deus deu grande valor a estas energias, pois elas Lhe proporcionaram um modo de ir além de Si Mesmo.
Deus pediu a vocês, que pertencem à parte mais criativa, avançada e corajosa Dele Mesmo, que tomassem o véu da Ignorância. Com o objetivo de experimentarem a dinâmica dos opostos da maneira mais completa possível, vocês foram temporariamente mergulhados no esquecimento da sua verdadeira natureza. Vocês consentiram em dar este salto para a ignorância, mas este fato também foi coberto pelo véu do esquecimento. Por isso agora vocês freqüentemente amaldiçoam  Deus por estarem nessa  situação de sofrimento e ignorância – e nós os entendemos. No entanto, em essência, vocês são Deus, Deus é vocês.
Apesar de todos os problemas e pesares, no âmago de vocês ainda existe um sentimento de maravilha e entusiasmo por viverem na dualidade, por experienciarem e criarem o Novo. Isto é o entusiasmo original de Deus, a razão pela que Ele/Ela começou esta viagem através de vocês em primeiro lugar.
Quando vocês começaram sua jornada, enfrentaram o Mal (medo, ignorância) com apenas uma vaga lembrança do Bem (Lar) em suas mentes. Começaram a batalhar contra o medo e a ignorância, enquanto tinham saudades do Lar. Entretanto, vocês não retornarão ao Lar, no sentido de retornar a um estado no seu passado, pois a criação modificou-se por causa de suas jornadas.
O final de sua jornada será quando vocês tiverem se tornando maior do que o bem e o mal, a luz e a escuridão. Vocês terão criado uma terceira energia, a energia Crística, que abrange e transcende ambas. Vocês terão expandido a criação de Deus. Serão a Nova Criação de Deus. Deus terá ido além de Si Mesmo, quando a consciência Crística tiver nascido completamente sobre a Terra.
A consciência Crística não existia antes da “experiência humana”. A consciência Crística é a consciência daquele que viveu a multifacetada experiência da dualidade, chegou ao fim dela, e emergiu “do outro lado”. Este será o habitante da Nova Terra. Ele terá se desapegado da dualidade. Ele terá reconhecido e abraçado sua própria divindade. Ele terá se tornado um com seu Ser divino. Mas seu Ser divino será diferente de antes; será mais profundo e mais rico do que a consciência da qual ele nasceu. Ou poderíamos dizer: Deus terá enriquecido a SI MESMO, ao viajar através da experiência da dualidade.
Esta história está simplificada e distorcida, como tudo que falamos é distorcido pela ilusão do tempo e da separação. Estas ilusões serviram a um valioso propósito, mas chegou o tempo de superá-las. Por favor, tentem sentir a energia por trás das nossas palavras, histórias e metáforas. Num certo sentido, esta energia é a de vocês mesmos. É a energia de seus futuros Seres Crísticos, que está falando através de mim, Jeshua. Estamos esperando que venham juntar-se nós.

COMO SUPERAR A DUALIDADE (A CONCLUSÃO DO CICLO CÁRMICO)
Seu ciclo terrestre de vidas finaliza quando o Jogo da dualidade já não tem mais poder sobre vocês. É essencial para o Jogo da dualidade, que vocês se identifiquem com uma posição particular no campo das polaridades. Por exemplo, vocês se identificam com a condição de pobre ou rico, famoso ou humilde, marido ou esposa, herói ou vilão. Na realidade, não importa muito que parte vocês estão jogando. Enquanto vocês se sentirem um com o ator da cena, a dualidade ainda tem um forte domínio sobre vocês.
Isto não está errado, é claro. Num certo sentido, a intenção era que fosse assim mesmo. Vocês deviam se esquecer do seu verdadeiro ser. Para experimentarem todos os aspectos da dualidade, vocês deviam reduzir sua consciência a um papel particular no Drama da vida na Terra.
E vocês jogaram bem. Ficaram tão envolvidos com seus papéis, que esqueceram completamente da intenção e propósito de passarem por este ciclo de vidas para começar. Vocês se esqueceram tão completamente de si mesmos, que passaram a encarar os jogos e dramas da dualidade como a única realidade existente. No final, isso os tornou muito solitários e cheios de medo. O que não é de se surpreender, já que o próprio jogo da dualidade – como vimos na
seção anterior – baseia-se nos elementos da ignorância e do medo.
Para que compreendam o funcionamento da dualidade na sua vida cotidiana, gostaríamos de mencionar algumas características típicas do jogo da dualidade.
CARACTERÍSTICAS DO JOGO DA DUALIDADE
1) Sua vida emocional é essencialmente instável.
Não existe uma âncora emocional, já que vocês estão sempre no lado de “cima” ou de “baixo” de um determinado humor. Estão zangados ou indulgentes, intolerantes ou generosos, deprimidos ou entusiasmados, felizes ou tristes. Suas emoções flutuam permanentemente entre os extremos. Vocês parecem ter somente um limitado controle sobre estas flutuações.
2) Vocês estão intensamente envolvidos com o mundo exterior.
É muito importante para vocês como as outras pessoas os julgam. Sua auto-estima depende do que o mundo exterior (sociedade ou entes queridos) pensa a respeito de quem vocês são. Vocês estão tentando viver de acordo com os padrões de certo ou errado do mundo exterior. Vocês estão se esforçando ao máximo.
3) Vocês têm uma forte opinião sobre o que é bom e o que é ruim.
Ser julgador lhes dá um sentimento de segurança. A vida fica muito bem organizada, quando se dividem as ações, pensamentos ou pessoas em certo ou errado.
O que todas estas características têm em comum é que, em tudo que vocês fazem ou sentem, vocês não estão realmente presentes. Sua consciência permanece nas camadas externas do seu ser, onde ela é dirigida por padrões de pensamento e comportamento orientados pelo medo.
Deixem-nos dar um exemplo outra vez. Se você está acostumado a ser gentil e agradável o tempo todo, você está exibindo um padrão de comportamento que não brota do seu ser interior. Na realidade, você está suprimindo sinais da sua parte mais interna. Está tentando viver de acordo com as expectativas de outros, a fim de não perder o seu amor, admiração ou cuidado. Você está reagindo a partir do medo. Está limitando a sua própria expressão. No entanto, aquela parte de você que não está sendo expressada viverá uma vida própria, escondida, criando insatisfação e cansaço em seu ser. Poderá haver raiva e irritação presentes na alegria, das quais ninguém estará consciente, nem sequer você!
O modo de sair deste estado de auto-negação é fazer contato com as partes suprimidas e escondidas dentro de você. Não é difícil entrar em contato com essas suas partes, pois isso não requer habilidades nem conhecimentos específicos. Não transforme o “ir para dentro de si” num processo difícil, que outros tenham que ensinar-lhe ou fazer por você. Você pode fazê-lo sozinho e encontrará sua própria forma de fazer isso. Motivação e intenção são muito mais importantes do que “habilidades” e “métodos”. Se você realmente tiver a intenção de conhecer a si mesmo, se estiver decidido a ir fundo dentro de si mesmo e mudar as emoções e pensamentos de medo que bloqueiam seu caminho para uma vida plena e feliz, você o conseguirá, seja qual for o método usado.
Tendo dito isto, gostaríamos de oferecer-lhe uma simples visualização simbólica que pode ajudá-lo a conseguir entrar em contato com suas emoções.
Relaxe os músculos dos seus ombros e pescoço, durante alguns minutos. Sente-se ereto e apóie seus pés firmemente no chão. Respire profundamente.
Imagine-se caminhando por uma estrada rural, sob um céu azul e completamente limpo. Você ouve os sons da natureza, trazendo-os para dentro de si, e sente o vento nos seus cabelos. Você está livre e feliz.
De repente, você vê que, lá adiante, várias crianças vêm correndo pela estrada em sua direção. Elas estão chegando mais perto de você. Como o seu coração reage a esta visão?
Agora as crianças estão na sua frente. Quantas são? Como são essas crianças? São meninos, meninas, ou ambos?
Você diz olá a todos eles. Diga-lhes como você está feliz de encontrá-los.
E então, você faz contato com uma dessas crianças  em particular. Ela está olhando-o nos olhos. Ela tem uma mensagem para você. A mensagem está escrita nos olhos dessa criança. Você pode lê-la? O que ela quer dizer a você? Ela está lhe trazendo uma energia que você necessita neste momento.
De um nome à energia que esta criança interior veio trazer-lhe e não a julgue. Simplesmente agradeça-lhe e então libere a imagem.
Sinta a terra firmemente sob seus pés outra vez e respire profundamente por um instante.
Você acaba de se conectar com uma parte escondida de você mesmo.
Você pode retornar a esta cena todas as vezes que quiser e, talvez, falar com as outras crianças também.
Ao ir para dentro de si e estabelecer contato com as partes escondidas e suprimidas de si mesmo, você está se tornando mais presente. Sua consciência está se elevando acima dos padrões de pensamento e comportamento motivados pelo medo, nos quais você confiou durante tanto tempo. Ela está assumindo a responsabilidade por si mesma, cuidando das mágoas, irritações e feridas internas, como um pai cuida dos seus filhos. Descreveremos este processo com muito mais detalhes em outro momento. (“Veja Trabalhadores da Luz III”)
CARACTERÍSTICAS DA LIBERAÇÃO DA DUALIDADE
1) Escutar a linguagem da alma, que fala através das emoções.
2) Atuar apoiando-se nesta linguagem e criar as mudanças que a alma deseja realizar.
3) Valorizar o tempo em que estão completamente sozinhos, já que só em silencio é possível ouvir os sussurros da alma.
4) Questionar a autoridade dos “padrões de pensamento” ou “regras de comportamento” que bloqueiam a livre expressão da verdadeira inspiração e aspiração.

O PONTO DECISIVO PARA SE ABANDONAR A DUALIDADE
Seu ciclo de vidas na Terra chega ao fim, quando sua consciência é capaz de sustentar todas as experiências da dualidade em suas mãos, enquanto você permanece centrado e completamente presente. Enquanto você se identifica mais com um aspecto da dualidade que com outro (com luz como oposto à escuridão, com rico como oposto a pobre, etc., etc.), sua consciência está em uma gangorra. O carma nada mais é que o harmonizador natural da gangorra na qual se encontra sua consciência. Você libera suas amarras do ciclo cármico, quando sua consciência encontra seu ponto de ancoragem no centro imóvel da gangorra. Este centro é o ponto de saída do ciclo cármico. Os sentimentos predominantes neste centro são tranqüilidade, compaixão e total alegria. Os filósofos gregos tiveram premonições deste estado ao qual chamaram “ataraxia”: imperturbabilidade.
Julgamento e medo são as energias que mais o tiram deste centro. À medida que você libera mais e mais estas energias, torna-se mais sereno e aberto por dentro. Realmente entra em outro mundo, em outro plano de consciência. E isto se manifesta em seu mundo externo.
Estamos num tempo de mudança e de dizer adeus a aspectos de sua vida que já não refletem mais VOCÊ. Grandes cataclismos podem ocorrer nas áreas de relações e trabalho. Muito provavelmente, toda sua forma de vida virará de cabeça para baixo. Da nossa perspectiva, isto é simplesmente natural, já que as mudanças internas sempre são precursoras de mudanças em seu mundo exterior. Sua consciência cria a realidade material na qual você habita. É sempre assim.
Liberar-se da dualidade leva tempo. Desembaraçar-se de todas as camadas de escuridão (inconsciência) é um processo gradual. Porém, uma vez empreendido este caminho, o caminho para o Eu interior, você se distancia lentamente do jogo da dualidade. Quando provar o verdadeiro significado da “ataraxia”, terá chegado ao ponto decisivo. Quando sentir o silêncio, pleno de alegria por simplesmente estar consigo mesmo, saberá que isto é o que você esteve buscando por tanto tempo. Você irá para dentro de si mesmo, mais e mais vezes, para experimentar esta paz interior. Você não fugirá dos prazeres mundanos, mas terá encontrado uma âncora de divindade dentro de si mesmo, e experimentará o mundo e todas suas belezas a partir desse estado de felicidade.
A felicidade nunca está nas coisas materiais. Ela reside, sim, no modo como você as experimenta. Quando há paz e alegria em seu coração, as coisas e pessoas que encontram lhe dão paz e alegria.
Nestes dias e época, certo número de almas está se preparando para completar o ciclo cármico. Falaremos com profundidade sobre esse grupo nas próximas sessões. Entretanto, não é somente um grupo de almas humanas as que agora alcançam o final de um ciclo pessoal transformativo. A Terra, toda ela, está levando a cabo uma profunda e completa transformação. Um ciclo planetário também está chegando ao seu fim.
Esta era é muito especial, porque há a coincidência desses dois ciclos.
Agora falaremos sobre o ciclo planetário.
© Pamela Kribbe
www.jeshua.net
Tradução para o português: Vera Corrêa.
Fonte: CORAÇÃO AVATAR – A Nova Terra I 

 

O Caminho da Felicidade

Criança 2016-05-03.jpg

Muitos procuram encontrar seu caminho, saber quem são realmente e completar sua Missão.

Sim, cada um está aqui para desempenhar uma Missão, e apenas quando estiver neste Caminho sentirá a verdadeira Felicidade. Esta é a Felicidade que vem de dentro, que brota de seu coração, inunda o seu Ser e transborda para os que estão a sua volta na forma de Paz e Serenidade. Quando você alcança esta Felicidade, nenhum momento triste lhe abala, nenhuma tristeza consegue modificar seu estado de Felicidade interior.

Quem percorre o Caminho recebe a compreensão da fugacidade do tempo e da impermanência das coisas à sua volta.

Mas como encontrar este Caminho ?

Primeiro você precisa saber quem você é, escutar-se e sentir o seu Eu interior.
Você não é nada do que pensa ou sente, você está além de tudo isto.
Você é apenas uma testemunha de sua própria vida, esta testemunha eterna que a tudo observa.

Não vai resolver nenhuma questão importante pelo pensamento.
Sua mente concreta, seu Ego, não é você e sabe apenas o que já lhe ensinaram, conhece apenas o que você experiencia neste mundo material. Quando você tem um problema, sua mente fica rodando em círculos sem encontrar solução.

A solução vem sempre de cima, do seu Eu interior, é um insight, uma intuição que clareia sua mente e lhe traz a solução.

Sua mente racional não possui sabedoria, mas apenas conhecimento lógico. E ela detesta tomar decisões. Tem medo de tomar decisões porque sabe que não possui a sabedoria necessária para isto.

Então, medite e acesse seu Eu superior, reconheça-se e aprenda a se sentir.

Pare de andar no automático e comece a se perceber. Observe a cada momento se o que está fazendo lhe deixa feliz. Você está aqui para ser Feliz. Vai deixar para ser feliz quando estiver com 90 anos?

Nós possuímos uma bússola interior que nos guia na direção de Nossa Missão, que nos mostra o Caminho.

Você só vai encontrar o seu Caminho quando aprender a utilizar esta bússola.

Esta bússola está em seu peito, para ficar à frente de tudo.
É o seu coração.
Escute-o, quando você se sentir feliz, estará em seu caminho, cumprindo sua Missão.
Quando não sentir esta felicidade é porque você está se enganando, seguindo sua mente concreta, que não sabe decidir nada e tem medo de tudo.

Pare de se enganar e pensar que está infeliz, mas está garantindo seu futuro !
O futuro não é seu e você não sabe se ele existirá, não tem nenhuma garantia sobre isto.
Mas se ele existir você quer garantir que esteja em uma boa situação econômica, e por isto pode ser infeliz agora. Acha que isto vale a pena ?
Você acha que pode garantir alguma coisa ?

Você pode planejar alguma coisa, isto é certo. Você tem esta inteligência e deve utilizá-la.

Mas você não garante nada !
Veio aqui para passar por determinadas experiências, evoluir sua consciência.
Você pode modificar como estas coisas vão acontecer, pode até evoluir sua consciência e evitar algumas.
Mas ter mais dinheiro e mais posses, não vai evitar nada.

Só poderá evitar um acontecimento desagradável se aprender antes aquela lição.
Isto vem com a sabedoria, ao saber quem você é. Vem com a felicidade de estar em seu Caminho.

Quando estiver em seu Caminho, estiver Feliz e conectado ao Universo, Ele vai conspirar em seu favor.

No final das contas tudo é muito simples.
Faça como uma criança,
faça o que lhe faz Feliz.

Seja Feliz !

através de Prama Shanti, em 03/05/2016 

(sobre a autoria …)