RELAÇÕES CÁRMICAS, RELACIONAMENTOS CURADORES E UNIÃO DE ALMAS GÊMEAS…

Almas Gemeas_Nequitz

Relacionamentos na Nova Era

Jesus

Jeshua

Através de Pamela Kribbe

 

Esta canalização foi apresentada ao vivo, no dia 5 de fevereiro de 2006, em Oisterwijk, Holanda. O texto falado foi ligeiramente modificado para facilitar a leitura.

Queridos amigos,

É com muita alegria e felicidade que estou hoje aqui com vocês. Minha energia flui entre vocês e, como vocês podem sentir, isto não é uma palestra no sentido tradicional. Eu estou passando uma certa energia (além das informações) e vocês fazem parte disto, tanto quanto Pamela e Guerrit. Aos estarmos juntos aqui, nós criamos um campo ou vórtice de energia nesta sala, nesta abertura para a Terra. Portanto, este lugar é sagrado. Qualquer lugar onde pessoas – anjos em corpos humanos – se reúnem e se unem na intenção de semear sua luz na Terra, o solo torna-se sagrado.

Eu gostaria de falar brevemente alguma coisa sobre o fenômeno da “canalização”, que se tornou tão popular ultimamente. Todos vocês conhecem o conceito de “prana”, que é empregado na ioga e na filosofia oriental. Prana é uma energia espiritual que vocês levam para dentro de si a cada inspiração. A idéia é que vocês não respiram simplesmente oxigênio quando inspiram, mas também uma energia de força vital, uma energia cósmica que ultrapassa o físico e que os capacita a viver. Agora, o que eu queria pontuar é o seguinte: assim como todo mundo inala prana junto com o oxigênio ao respirar, todo mundo canaliza continuamente a seu próprio modo. A canalização não é reservada para poucas pessoas com dons especiais. A canalização é a coisa mais natural do mundo. Vejam, vocês não podem viver sem a energia cósmica. Vocês não podem existir, viver e se desenvolver sem inspirar a energia cósmica. Assim como vocês não podem viver apenas com oxigênio, vocês também não podem funcionar – nem mesmo de uma forma básica – sem alguma conexão com a energia cósmica, que é o seu lar. Terra e cosmos, oxigênio e prana, ambos são necessários para que vocês se manifestem completamente como seres humanos na realidade terrena.

Na primeira canalização desta nova série, Eu os chamei de porteiros, aqueles que abrem a porta para que mais Luz entre na Terra. Mas vocês também são os construtores de pontes, aqueles que fazem a intermediação entre os reinos cósmico e terreno, aqueles que canalizam a energia cósmica para a Terra. Isto é uma coisa que vocês realmente fazem e que vocês precisam fazer para se sentirem felizes, úteis e saudáveis. Vocês estão canalizando sempre que usam a sua intuição, sempre que se aprofundam em si mesmos e percebem como as coisas são para vocês e como vocês gostariam de modificá-las. Nesses momentos, vocês formam um canal com o seu Eu Superior, e conectam-se com a sabedoria dos reinos não terrenos, cósmicos, que poderão ampará-los para que alcancem seus objetivos aqui na Terra. Todos vocês canalizam de alguma forma para se re-alinharem com seu Eu Superior que está fora do espaço e do tempo.

Hoje vamos compartilhar nossas energias e nos unir para canalizar a energia cósmica que está tentando encontrar seu caminho para a Terra nesta Nova Era. A Nova Era não é mais uma visão do futuro. Ela já está se manifestando na vida diária de inúmeros indivíduos. Se vocês lerem os jornais e observarem as notícias, poderá parecer que o momento ainda não está maduro. Mas o despertar proporcionado pela Nova Era começa no nível individual, não no nível dos governos, instituições e organizações. É no dia-a-dia de cada um que um novo fluxo de energia se apresenta. É o fluxo do seu coração que os convida e lhes pede que vivam e ajam de acordo com a sua luminosidade e sabedoria. É assim que se dá o nascimento da Nova Era, através de indivíduos comuns que prestam atenção aos sussurros do seu coração. Espiritualmente, as fundações de qualquer mudança ou transformação são sempre construídas no nível individual. A energia que é despertada em seus corações gradualmente encontrará seu caminho para as instituições e organizações que ainda conservam o velho paradigma da consciência baseada no ego. Velhas fortalezas de poder ruirão, não pela violência mas pela suave energia do coração. Se o coração tomar o comando, haverá um colapso do velho, não sob a pressão do poder e da violência, mas sob a pressão do amor.

RELACIONAMENTOS NA NOVA ERA

Nesta Nova Era, os relacionamentos passam por uma grande transformação. Os relacionamentos quase sempre são a fonte das suas emoções mais profundas, indo desde a maior alegria até a profunda agonia. Nos relacionamentos, vocês podem se conscientizar de uma dor interna que é essencialmente muito mais antiga do que o próprio relacionamento, mais antiga até que a sua existência humana.

Nesta era, vocês são convidados, e muitas vezes desafiados, a chegar a uma autocura na área dos relacionamentos. Graças à nova energia que agora se apresenta, é possível transformar os elementos destrutivos de um relacionamento em um fluxo de energia positivo, equilibrado, entre vocês e a outra pessoa. No entanto, cura e transformação pessoal também podem significar que vocês terão que abandonar relacionamentos nos quais vocês não possam se expressar apropriadamente. Com freqüência isto significa que, mesmo que vocês amem muito uma pessoa, vocês terão que lhe dizer adeus, porque o caminho interior de cada um leva-o para um lugar diferente. Quer isso leve à renovação ou à dissolução de um relacionamento, todos vocês são desafiados a encarar as questões mais profundas na área das ligações pessoais. O chamado do coração, da energia baseada no coração que caracteriza a Nova Era, entrou no seu dia-a-dia e vocês não podem mais evitar a nova energia.

Para explicar porque os relacionamentos podem machucá-los tanto e virar a vida de vocês de cabeça para baixo, Eu gostaria de falar algumas coisas a respeito de uma dor antiga que vocês carregam dentro da sua alma. É uma dor muito antiga, muito mais antiga do que esta vida, mais antiga ainda do que as suas vidas anteriores na Terra. Quero levá-los de volta à dor original do seu nascimento como alma.

Houve um tempo em que tudo era inteiro e indiviso. Vocês podem imaginar isto? Permitam que a sua imaginação viaje livremente por uns instantes. Simplesmente imaginem: vocês não estão num corpo, vocês são pura consciência e fazem parte de um vasto campo energético que os envolve de um modo confortável. Vocês sentem que são parte desta unidade e são tratados carinhosa e  incondicionalmente. Sintam como este campo de energia os envolve como um manto imensamente confortável, como uma energia abundantemente amorosa, que lhes permite explorar e se desenvolver livremente, sem jamais duvidar de vocês nem do seu direito intrínseco de ser quem vocês são. Nenhuma ansiedade, nenhum medo. Esta sensação de conforto e segurança constituiu as condições pré-natais, das quais vocês emergiram como almas individuais. Era um útero cósmico. Mesmo que isto esteja remotamente longe do seu atual estado, seus corações ainda anseiam por esta sensação de completude e inteireza, pelo sentimento de absoluta segurança que vocês vivenciaram sob aquele manto de amor e benevolência. A sensação de unidade da qual vocês se lembram era Deus. Juntos, naquele manto de amor, vocês constituíam Deus.

Num determinado momento, dentro dessa consciência divina ou “manto de amor”, decidiu-se criar uma nova situação. É muito difícil colocar isto em palavras humanas, mas talvez vocês possam imaginar que em Deus, essa consciência una, havia um desejo de “algo diferente”, algo além da unidade. Havia, por assim dizer, um desejo de experiência. Quando se está completamente assimilado pela totalidade do puro ser, não se experiencia nada… simplesmente se é. Devido ao êxtase e à total segurança desse estado de ser, havia uma parte de Deus, uma parte dessa consciência cósmica, que queria explorar e evoluir. Esta parte “separou-se de si mesma”.

Vocês são uma parte de Deus. Certa vez a sua consciência concordou com esta experiência de sair da unidade e tornar-se um “eu”, uma entidade em si mesma, uma consciência individual definida. Este foi um grande passo. Do fundo do seu ser, vocês sentiram que isto era uma coisa boa. Sentiram que o anseio por criatividade e renovação era uma aspiração positiva e valiosa. No entanto, no momento em que vocês realmente se separaram do campo da unidade, houve muita dor. Pela primeira vez na sua lembrança, pela primeira vez na sua vida, vocês sentiram uma dor profunda. Vocês foram arrancados de um reino de amor e segurança que tinha sido completamente incontestável para vocês. Esta é a dor do nascimento, à qual Eu me referi. Mesmo nas primeiras experiências intensas de desolação, alguma coisa nas profundezas de si mesmos, lhes dizia que “tudo estava bem”, que esta era a sua própria escolha. Mas a dor era tão profunda, que nas camadas mais externas do seu ser, vocês ficaram confusos e desorientados. E ficou difícil manter-se em contato com o seu conhecimento interior mais profundo, com o nível interno no qual vocês são Deus e sabem que “tudo está bem”.

Eu chamo essa parte atormentada, que surgiu nesse momento, de criança interior. A sua alma, a sua individualidade única, carrega dentro de si os dois extremos – de um lado, o puro conhecimento divino e, de outro lado, uma criança cósmica traumatizada. Esta união de Deus e Criança, de conhecimento e experiência, começou uma longa jornada. Vocês começaram como almas individuais. Vocês começaram a investigar e experienciar como é ser um “eu”, um indivíduo definido.

Deus tinha transformado uma parte dele mesmo em Alma. A alma precisa de experiência para reencontrar as suas origens divinas. A alma precisa estar viva, experimentar, descobrir, autodestruir-se e recriar… sentir quem ela verdadeiramente é, ou seja, Deus. A manifestação como  um ser uno e completo tinha se despedaçado e precisava ser reconquistada pela experiência. Isto, por si mesmo, era uma grande proeza de criatividade. O nascimento da consciência do Eu foi uma espécie de milagre! Ela nunca tinha existido antes.

Com freqüência vocês procuram transcender os limites da individualidade do Eu, para experienciar a integridade e a profunda unidade outra vez. Pode-se dizer que este é o verdadeiro objetivo da sua jornada espiritual. Mas, pensem um pouco: do ponto de vista de Deus, a individualidade do Eu, a separação, é  que constitui o milagre! O estado de ser UM era a situação normal, “como sempre tinha sido”. No milagre de ser uma alma individual, oculta-se uma grande beleza, alegria e poder espiritual. O motivo de vocês não experienciarem isto desta forma, é que vocês ainda estão lutando com a dor do seu nascimento como almas. Em algum lugar nas profundezas do seu ser, ainda ressoa o grito primordial de angústia e sentimento de traição; é a lembrança de ter sido arrancado da sua Mãe/Pai, do onipresente manto de amor e segurança.

Na jornada através do tempo e da experiência, vocês passaram por muitas coisas. Vocês experimentaram todos os tipos de formas. Houve várias encarnações nas quais vocês não tinham a forma de um corpo humano, mas isto não é relevante agora. O que me importa, neste contexto, é que, através de toda essa longa história, vocês foram guiados por dois motivos diferentes. Por um lado, havia o prazer da exploração, criação e renovação, e, por outro, havia a saudade, a sensação de ter sido expulso do paraíso, e uma solidão insuportável.

Através da parte aventureira e progressiva de vocês, da energia que os empurrou para fora do útero cósmico, vocês vivenciaram e criaram muitas coisas. Mas, devido à saudade e à dor do nascimento que vocês carregam dentro de si, vocês também tiveram que lidar com muito trauma e desilusão. Assim, as suas criações nem sempre foram benevolentes. Durante a sua jornada através do tempo e do espaço, vocês fizeram coisas das quais se arrependeram mais tarde. Coisas que vocês poderiam chamar de “ruins” (entre aspas). Da nossa perspectiva, estas ações foram simplesmente o resultado da sua determinação de mergulhar na experiência e se aventurar no desconhecido. Vejam, a partir do momento em que vocês decidem tornar-se um indivíduo, separar-se da unidade incontestável, vocês não podem experienciar apenas a luz. Vocês têm que descobrir tudo de novo. Então, vocês vão experienciar inclusive a escuridão. Vocês vão experienciar tudo que existe, em todos os extremos.

No ponto de evolução em que vocês se encontram atualmente, vocês começam a entender que tudo se mantém ou cai com o poder que adquirem ao abraçarem verdadeiramente o seu Eu. É uma questão de abraçar verdadeiramente a sua própria divindade e, a partir dessa autoconsciência, vivenciar alegria e abundância. No instante do seu nascimento cósmico, no momento em que vocês foram envolvidos pela desolação e a dor, vocês começaram a se sentir pequeninos e insignificantes. A partir desse momento, vocês começaram a procurar alguma coisa que pudesse salvá-los – um poder ou força fora de vocês, um deus, um líder, um parceiro, um filho, etc… No processo de despertar que vocês estão vivenciando agora, vocês compreendem que a segurança essencial que vocês estão buscando não vai ser encontrada em nada que esteja fora de vocês, seja num dos pais, num amante, ou em um deus. Por maior que seja a intensidade com que esse desejo ou saudades seja disparado em um determinado relacionamento, vocês não encontrarão esta segurança básica nele, nem mesmo no seu relacionamento com Deus.

Pois o Deus no qual vocês acreditam – o Deus que lhes foi legado pela sua tradição e que ainda influencia intensamente a sua percepção – é um Deus que está fora de vocês. É um Deus que programa as coisas por vocês, que traça o caminho para vocês. Mas este Deus não existe. Vocês são Deus, vocês são a parte criativa de Deus que decidiu seguir o seu próprio caminho e experienciar as coisas de uma forma totalmente diferente. Vocês tinham certeza que conseguiriam curar-se da sua ferida primordial do nascimento.

Pode-se dizer que essa energia expansiva de exploração e renovação é uma energia masculina, enquanto a energia da unificação, da união, a energia do Lar, é feminina. Estas duas energias pertencem à essência de quem vocês são. Como almas, vocês não são nem masculinos nem femininos. Essencialmente, vocês são ambos – masculino e feminino. Vocês começaram a sua jornada com esses dois ingredientes. E agora chegou o momento de permitir que eles trabalhem juntos em harmonia, o que significa vivenciar verdadeiramente a totalidade no seu ser. Depois de terem negado a sua própria grandeza por tanto tempo, finalmente vocês vão começar a tomar consciência de que não há outra alternativa senão a de ser o Deus que vocês estão procurando.

Este é o último passo que vocês têm que dar em direção à iluminação: compreender que vocês são o Deus pelo qual vocês imploram. Não existe nada fora de vocês que possa levá-los ao âmago do seu próprio poder, à sua totalidade. Só vocês mesmos podem fazer isso; vocês são Deus e sempre foram! Vocês sempre estiveram esperando por vocês mesmos.

Acender esta chama de autoconsciência dentro de vocês lhes traz tanta alegria, uma sensação tão profunda de volta ao lar, que põe todos os seus relacionamentos dentro de uma nova perspectiva. Por exemplo, vocês se preocupam menos com o que as outras pessoas lhes dizem. Se alguém os critica ou duvida de vocês, vocês não consideram isso como algo pessoal. Vocês se sentem menos atingidos ou ansiosos para reagir. Vocês deixam isso passar com mais facilidade, e desaparece a necessidade de se defenderem – tanto para si mesmos quanto para a outra pessoa. Se vocês são facilmente abalados emocionalmente pelo que outra pessoa pensa de vocês, isso indica que existe uma desconsideração por si mesmos, que faz com que vocês dêem crédito às opiniões negativas dos outros. Este falta de apreço por si mesmos não se resolve procurando um conflito com os outros, mas só voltando-se para o seu próprio interior e entrando em contato com suas feridas emocionais internas, pois elas são muito mais antigas do que esse momento específico de rejeição.

De fato, todas as dores de rejeição, todas as dores de relacionamentos, têm origem na dor primordial, na dor ainda não curada do nascimento. Pode parecer que Eu estou dando um passo muito grande aqui, pois existem vários tipos de situações complexas nos relacionamentos, que parecem indicar que a causa está mais próxima. Pode lhes parecer que a sua dor é causada por algo que o seu parceiro/a fez ou não fez. Pode lhes parecer que alguma coisa externa a vocês está causando a dor. Mas deixem que Eu lhes diga: basicamente vocês estão trabalhando na cura de uma dor antiga que está dentro de vocês mesmos. Se vocês não estiverem conscientes disto, vocês podem facilmente se enredar em problemas de relacionamentos, que podem ser extremamente dolorosos.

Especialmente em relacionamentos entre homem e mulher (relacionamentos amorosos), vocês freqüentemente tentam forjar uma espécie de unidade e segurança entre ambos, que lembra o estado primordial de unidade do qual vocês têm uma vaga lembrança. Subconscientemente, vocês tentam recriar a sensação de estar confortavelmente envolvidos em um manto de amor e aceitação incondicionais. Existe uma criança dentro de cada um de vocês, que está chorando por essa aceitação incondicional. No entanto, se essa criança coloca seus braços ao redor da (parte) criança do seu parceiro/a, isto muito freqüentemente resulta num controle sufocador, que bloqueia a auto-expressão genuína de ambos os parceiros.

O que acontece é que vocês se tornam emocionalmente dependentes e sempre vão precisar do amor ou da aprovação de outra pessoa para o seu bem estar. Dependência sempre acaba se transformando em questões de poder e controle, pois precisar de uma pessoa é o mesmo que querer controlar o comportamento dela. Este é o começo de um relacionamento destrutivo. Desistir da sua própria individualidade num relacionamento, guiados por um anseio subconsciente pela unidade absoluta, é destrutivo tanto para vocês mesmos quanto para a outra pessoa.

O verdadeiro amor entre duas pessoas mostra dois campos de energia que podem funcionar em completa independência um do outro. Cada um deles é uma unidade em si mesmo e se conecta com o outro na base da unidade. Em relacionamentos nos quais os parceiros dependem um do outro, encontramos um esforço não coordenado por uma “totalidade orgânica”: um não querendo ou não sendo capaz de funcionar sem o outro. Isto leva a um entrelaçamento de energias que pode ser observado no campo áurico de ambos como cordões, através dos quais os parceiros alimentam um ao outro. Eles se alimentam com as energias adicionais de dependência e controle. Este tipo de entrelaçamento de energia indica que vocês não se responsabilizam por si mesmos, que vocês não encaram a antiga ferida da alma que só vocês mesmos podem curar. Se vocês simplesmente se voltassem para essa dor mais profunda e assumissem a responsabilidade por si mesmos, veriam que vocês não precisam de ninguém mais para ser completos, e se libertariam do aspecto destrutivo do relacionamento.

RELAÇÕES CÁRMICAS

Neste contexto, Eu gostaria de dizer alguma coisa sobre “relacionamentos cármicos”. Com isso, Eu me refiro a relacionamentos entre pessoas que se conheceram em outras vidas e que experimentaram emoções intensas, um em relação ao outro. A característica de um relacionamento cármico é que os parceiros carregam emoções não resolvidas dentro de si, tais como culpa, medo, dependência, ciúme, raiva ou algo do tipo. Devido a essa “carga” de emoções não resolvidas, eles se sentem atraídos um ao outro em uma outra encarnação. O objetivo do reencontro é proporcionar uma oportunidade para se resolver o problema em questão. Isto acontece recriando-se o mesmo problema em um curto espaço de tempo. Quando eles se conhecem, os “jogadores” cármicos sentem uma compulsão de estar mais perto um do outro, e depois de algum tempo, eles começam a repetir os padrões emocionais dos seus antigos papéis. Então, o palco está armado para que ambos enfrentem um antigo problema de novo e talvez lidem com ele de uma forma mais iluminada. O propósito espiritual do reencontro, para ambos os parceiros, é que eles façam escolhas diferentes das que fizeram naquela vida passada.

Vou lhes dar um exemplo. Imaginem uma mulher que, numa vida passada, teve um marido que era muito possessivo e dominador. Ela aceitou isso durante algum tempo, mas chegou um ponto em que ela decidiu que já era o bastante e terminou o relacionamento. Um pouco mais tarde, o marido se suicida. A mulher sente remorsos. Ela acredita que é culpada – será que ela não deveria ter lhe dado mais uma chance? Ela carrega essa sensação de culpa consigo pelo resto da sua vida.

Então eles se encontram de novo em uma outra vida. Existe uma estranha atração entre eles. No começo, o homem é excepcionalmente charmoso e ela é o centro das atenções dele. Ele a adora. Eles começam um relacionamento. Desse momento em diante, ele se torna cada vez mais ciumento e possessivo. Ele suspeita de adultério por parte dela. Ela fica brava e aborrecida por ser acusada de algo que ela não fez, mas também sente uma estranha obrigação de ser tolerante e lhe dar uma outra chance. “Ele é um homem ferido” – ela pensa – “e não pode evitar esse medo de ser abandonado. Talvez eu possa ajudá-lo a superar isso.” Ela justifica seu próprio comportamento desta forma, mas na verdade ela permite que os seus limites pessoais sejam violados. O relacionamento afeta negativamente a sua auto-estima.

A escolha mais libertadora para essa mulher seria romper esse relacionamento, nesse instante, e seguir seu próprio caminho sem sentimentos de culpa. A dor e o medo que o seu marido sente não são responsabilidade dela. A dor dele e o sentimento de culpa dela levam-nos a um relacionamento destrutivo. O relacionamento deles já estava emocionalmente carregado por causa de uma outra vida. A razão para um novo encontro é que a mulher deve aprender a deixar as coisas acontecerem sem sentimentos de culpa, e que o homem deve aprender a se sustentar emocionalmente por si só. Então, a única solução verdadeira é romper o relacionamento. A solução para o carma da mulher é abandonar o seu sentimento de culpa finalmente. O “erro” que ela cometeu na sua vida passada não foi ter abandonado o marido, mas ter se sentido responsável pelo suicídio dele. A partida da sua esposa, nesta vida, faria o marido se confrontar outra vez com a sua própria dor e medo e lhe ofereceria a oportunidade de encarar suas emoções em vez de fugir delas.

Um encontro carmático pode ser reconhecido pelo fato de que a outra pessoa imediatamente lhes parece estranhamente familiar. Com muita freqüência há também uma atração mútua, uma urgência “no ar”, que os impulsiona a estar juntos e descobrir um o outro. Se a oportunidade estiver disponível, essa forte atração poderá se transformar num relacionamento amoroso ou numa intensa paixão. As emoções que vocês experimentam podem ser tão avassaladoras, que vocês pensam que encontraram a sua alma gêmea. No entanto, as coisas não são o que parecem. Sempre haverá problemas em uma relação como essa, que virão à tona mais cedo ou mais tarde. Geralmente os parceiros acabam se envolvendo num conflito psicológico, cujos ingredientes principais são poder, controle e dependência. Desta forma, eles repetem uma tragédia que o seu subconsciente reconhece de uma vida anterior. Numa vida passada, eles podem ter sido amantes, pai e filho, patrão e funcionário, ou algum outro tipo de relacionamento. Mas sempre eles tocaram uma ferida interna profunda do outro, através de atos de infidelidade, abuso de poder ou, de um outro lado, uma afeição muito forte. Houve um encontro emocional profundo entre eles, que provocou cicatrizes profundas e trauma emocional. É por isso que as forças de atração, assim como as de repulsão, podem ser tão violentas quando eles se encontram novamente em uma outra encarnação.

O convite espiritual para todas as almas que estão enredadas desta forma é que cada um deixe o outro ir e se torne uma “entidade em si mesma”, livre e independente. Relacionamentos cármicos, como os que acabo de mencionar, quase nunca são duradouros, estáveis e amorosos. São relacionamentos muito mais destrutivos do que curadores. Com muita freqüência, o propósito básico do encontro é que ambos consigam se desapegar do outro. Isto é algo que não pôde ser feito em uma ou mais vidas passadas, mas agora existe uma nova oportunidade para que cada um libere o outro com amor.

Se vocês se encontram em um relacionamento caracterizado por emoções intensas e que evoca muita dor e tristeza, mas do qual vocês não conseguem se libertar, por favor entendam que nada os obriga a ficar com a outra pessoa. Inclusive, percebam que é muito mais freqüente que as emoções intensas estejam relacionadas com dor profunda do que com amor mútuo. A energia do amor é essencialmente calma e pacífica, alegre e inspiradora. Não é pesada, cansativa nem trágica. Se um relacionamento adquire estas características, é hora de abandoná-lo, ao invés de tentar “trabalhar nele” mais uma vez.

Algumas vezes, vocês se convencem de que precisam ficar juntos porque “compartilham o mesmo carma” e precisam “resolver algumas questões juntos”. Vocês utilizam a “natureza do carma” como um argumento para prolongar o relacionamento, enquanto vocês dois estão sofrendo imensamente. Na verdade, vocês estão distorcendo o conceito de carma aí. Vocês não resolvem um carma juntos: o carma é uma coisa individual. O carma que está em jogo em relacionamentos, como os mencionados anteriormente, geralmente requer que vocês se desapeguem completamente um do outro, que vocês se afastem de tais relacionamentos, para que possam experienciar que vocês são completos em si mesmos. Repito: resolver um carma é algo que cada um faz sozinho. Uma outra pessoa pode tocar ou disparar algo em vocês que cria bastante drama entre ambos. Mas a tarefa e o desafio exclusivos de cada continuam sendo lidar com a sua própria ferida interna e não com as questões da outra pessoa. Cada um tem responsabilidade apenas por si mesmo.

É importante entender isto, porque esta é uma das principais armadilhas nos relacionamentos. Vocês não são responsáveis pelo seu parceiro e ele não é responsável por vocês. A solução dos seus problemas não está no comportamento da outra pessoa. Muitas vezes, vocês ficam tão ligados à criança interior do seu parceiro – à parte emocionalmente ferida de dentro dele – que sentem que vocês é que têm que resgatá-la. Ou o seu parceiro pode estar tentando fazer o mesmo com vocês. Mas isto não vai funcionar, porque vocês estarão reforçando a sensação de impotência e o sentimento de vítima da outra pessoa, quando, em última análise, seria mais proveitoso se vocês fixassem os limites e cada um se mantivesse por si mesmo. Esta é a condição mais importante para um relacionamento verdadeiramente satisfatório.

RELACIONAMENTOS CURADORES

Existem relacionamentos curadores e destrutivos. Uma característica dos relacionamentos curadores é que os parceiros respeitam um ao outro como ele é, sem que um tente mudar o outro. Eles sentem muito prazer na companhia do outro, mas não se sentem inquietos, desesperados ou sós quando o outro não está por perto. Neste tipo de relacionamento, cada um oferece compreensão, amparo e encorajamento ao seu ente querido, sem tentar resolver os problemas dele. Existe liberdade e paz nesse relacionamento. É lógico que pode haver desentendimentos, de vez em quando, mas as emoções que eles provocam têm vida curta. Os dois parceiros estão preparados para perdoar. Existe uma conexão entre seus corações e, como resultado disso, eles não tomam as emoções e os erros do outro como algo pessoal. Como isso não atinge uma camada mais profunda de dor, eles não lhe dão tanta importância. Emocionalmente, ambos os parceiros são independentes. Eles não retiram sua força e bem-estar da aprovação ou da presença do seu parceiro. Um não preenche um vazio na vida do outro, mas lhe acrescenta algo novo e vital.

Em um relacionamento curador, os parceiros podem inclusive se conhecer de uma ou mais vidas passadas. Mas, nestes casos, raramente existe uma carga emocional cármica como a descrita acima. Essas duas almas podem ter se conhecido numa vida passada de uma forma essencialmente encorajadora e sustentadora. Como amigos, parceiros ou como pai e filho, eles reconheceram um ao outro como companheiros de alma. Isso cria um laço indissolúvel entre ambos através de várias vidas.

Darei um outro exemplo. Um jovem cresce numa família pobre em algum lugar na Idade Média. Ele é bondoso e sensível por natureza e não se adapta muito bem ao seu ambiente. Sua família é formada por pessoas que trabalham duro, pessoas um tanto rudes, que dão pouca importância à sua natureza sonhadora e nada prática. Quando ele já está crescido, ele entra para um mosteiro. Ele também não é feliz lá, porque a vida é rigidamente regulamentada e não existe calor humano nem companheirismo entre as pessoas que vivem lá. No entanto, há um homem ali que é um pouco diferente. É um padre, que tem um posto elevado, mas que não tem nenhum ar de autoridade e que está realmente interessado nele. De vez em quando, ele lhe pergunta como as coisas estão indo e lhe dá algumas tarefas agradáveis, como jardinagem. Cada vez que eles olham um para o outro, existe uma sensação de reconhecimento, algum tipo de afinidade entre eles. Há uma conexão silenciosa que vem do coração. Embora eles não se encontrem sempre nem conversem muito, o padre é uma fonte de esperança e encorajamento para o jovem.

Numa encarnação posterior a essa, esse homem é uma mulher. Mais uma vez, ela tem uma natureza bondosa e sonhadora. Ela tem dificuldade para se manter sozinha. Quando se torna adulta, ela se vê atolada num casamento com um homem muito autoritário e dominador. No começo, ela foi atraída pelo seu notável e poderoso carisma, mas mais tarde ela percebe o quanto o domínio dele a restringe e oprime. Entretanto, ela acha muito difícil libertar-se dele. No seu trabalho, algumas vezes ela menciona essa questão para um colega, um homem um pouco mais velho que ela. Ele a encoraja a se manter por si mesma e permanecer fiel às suas próprias necessidades. Cada vez que ela conversa com ele, ela sabe intuitivamente que ele está certo. Aí, depois de muito conflito interior, ela acaba se divorciando do marido. Então, o contato com aquele colega muda. Ela sente afeição por ele. Ela descobre que ele é solteiro. Ela se sente tão à vontade com ele, que parece que eles se conhecem há séculos. Eles começam um relacionamento, que é afetuoso, relaxado e encorajador para ambos. A simpatia que fluía entre eles numa vida passada, agora toma a forma de um relacionamento satisfatório como marido e mulher.

Isto é um relacionamento curador. A mulher tomou uma decisão essencial ao abandonar o marido e escolher por si mesma. Com isso, ela afirmou a sua independência emocional. Isto criou a base para um relacionamento equilibrado e amoroso com uma alma afim.

ALMAS GÊMEAS

Neste ponto, Eu gostaria de falar alguma coisa sobre o conceito de almas gêmeas, que provavelmente é familiar para vocês. A idéia de almas gêmeas exerce uma profunda atração sobre vocês. No entanto, ele é potencialmente muito perigoso, porque pode ser interpretado de forma a reforçar a dor do nascimento e a dependência emocional em cada um de vocês, em vez de solucioná-las. Isto acontece quando vocês concebem o conceito de almas gêmeas de forma que exista uma outra pessoa que se adapte perfeitamente a vocês e que os torne “completos”. Esta idéia concebe a alma gêmea como a sua “outra metade”. Então vocês assumem que a unidade e a segurança, que vocês tanto desejam, serão encontradas em outra pessoa que combina perfeitamente com vocês.

De acordo com esta noção “imatura” de almas gêmeas, as almas são consideradas como duas metades que, juntas, formam uma unidade. Geralmente, as duas metades são respectivamente masculina e feminina. Então, esta idéia sugere, não só que vocês são incompletos em si mesmos, mas que também são essencialmente “masculinos” ou “femininos”. Provavelmente vocês podem perceber que esta noção de almas gêmeas não é saudável nem curadora, do ponto de vista espiritual. Ela torna vocês dependentes de algo fora de vocês. Ela nega a sua origem divina, que pressupõe que vocês são TUDO, masculino e feminino, e que vocês são inteiros e completos em si mesmos. Ela cria todo tipo de ilusão que os leva para muito longe do Lar. E por “Lar”, Eu quero dizer o seu próprio ser, a divindade do seu Eu. Nenhuma alma é a metade de qualquer outra pessoa.

Almas gêmeas realmente existem, e elas são literalmente o que essa palavra sugere: elas são gêmeas. Elas são almas com a mesma “tonalidade de sentimento” ou vibração, ou – pode-se dizer – com o mesmo momento de nascimento, como é o caso dos gêmeos biológicos. O momento particular de nascimento, esse momento único no tempo e no espaço, contribui para uma carga única de tonalidade de sentimento dentro das almas que nascem. Elas não dependem uma da outra de nenhum modo. Elas não são nem masculinas nem femininas. Mas elas certamente estão sintonizadas uma com a outra, como espíritos aparentados.

Qual é o motivo para a criação de almas gêmeas? Por que elas existem? Ah… vocês geralmente pensam que a razão de ser de alguma coisa é o processo de aprendizado e seus efeitos. Mas este não é o caso das almas gêmeas. O motivo da existência de almas gêmeas não é aprender alguma coisa. O propósito é simplesmente alegria e criatividade. As almas gêmeas não têm nenhuma função na dualidade. Vocês encontrarão suas almas gêmeas quando estiverem transcendendo a dualidade, quando se identificarem novamente com o Deus dentro de vocês, que é inteiro e indivisível e que é capaz de tomar qualquer forma ou aparência. As almas gêmeas se reencontram na sua jornada de volta ao Lar.

Vamos voltar um pouco ao começo da jornada. No momento em que vocês abandonam o estado de unidade e se tornam indivíduos, vocês entram na dualidade. De repente passa a existir escuridão e luz, grande e pequeno, doente e saudável, etc… A realidade se dissocia. Vocês não têm mais ponto de referência para o que vocês realmente são. No começo, vocês se identificavam como “uma parte do todo”. Agora, vocês são uma parte isolada do todo. Mas, sem o seu conhecimento consciente, vocês são acompanhados por alguém que é igual a vocês, que se parece com vocês tão exatamente como nada mais poderia parecer. Vocês ocupavam o “mesmo lugar” no manto da unidade, tão próximos um do outro, que vocês não sabiam que eram dois, até que nasceram. O que os conecta é algo além da dualidade, algo que antecede a história da dualidade. Isto é difícil de se expressar apropriadamente em palavras, porque desafia a sua definição corrente de identidade, segundo a qual vocês ou são um ou são dois e não podem ser ambos ao mesmo tempo.

Então, vocês dois empreenderam uma viagem, uma longa viagem, através de muitas experiências. Ambos experienciaram os extremos da dualidade, para descobrir gradualmente que a sua essência não se encontra na dualidade, mas fora dela, em algo que é subjacente a ela. Logo que vocês se tornam profundamente conscientes dessa unidade implícita, a sua jornada de volta começa. Pouco a pouco, vocês se tornam menos ligados a coisas externas, como poder, fama, dinheiro ou prestígio. Cada vez mais, vocês compreendem que a chave não é o que vocês experienciam, mas como o experienciam. Vocês criam sua própria felicidade ou infelicidade através do seu estado de consciência. Vocês descobrem o poder da sua própria consciência.

Depois de passarem por todos os altos e baixos da dualidade, há um momento em que vocês encontram a sua alma gêmea. Na energia e aparência da sua alma gêmea, vocês reconhecem uma parte muito profunda de si mesmos, sua essência além da dualidade e, através desse mesmo reconhecimento, vocês começam a entender melhor a si mesmos e tornam-se conscientes de quem vocês realmente são. O seu gêmeo é um ponto de referência para vocês, que os leva para fora das crenças limitadoras com as quais vocês foram alimentados e que vocês assumiram nesta vida e em outras vidas passadas. Vocês se libertam ao enxergarem esse reflexo de si mesmos no seu gêmeo. Isto é como um lembrete e não tem nada a ver com dependência emocional. O encontro entre vocês dois ajuda cada um de vocês a se tornar um indivíduo mais forte e autoconsciente, expressando a sua criatividade e amor na Terra. Esse encontro acelera a sua jornada de volta, já que os ajuda a se elevar a um nível superior de unidade, enquanto conservam e expressam completamente o seu eu, a sua individualidade única.

Em última instância, todos nós somos um. Somos sustentados por uma energia que é universal e está em todos nós. Mas, ao mesmo tempo, existe individualidade em todos nós. A alma gêmea é a ligação entre a individualidade e a unidade. É como um degrau para a unidade. Se vocês se conectam com suas almas gêmeas, consciente e materialmente, vocês provocam a criação de uma coisa nova:- uma terceira energia é gerada a partir da combinação das suas ações. Essa energia sempre ajuda a ampliar a consciência da unidade, numa escala maior do que se fossem somente as duas. Como as almas gêmeas estão no seu caminho de volta ao Lar, elas sentem-se inspiradas a ancorar as energias de amor e unidade na Terra, e fazem isso de uma forma que está de acordo com seus talentos e habilidades únicas. Deste modo, as almas gêmeas adoram construir degraus entre “ser um” e “ser Um”.

Existe uma ligação profunda entre almas gêmeas, mas isto não altera o fato de que elas são unidades completas em si mesmas. A sua união gera amor e alegria e o seu encontro aumenta a criatividade e a auto-realização. Elas apóiam uma à outra, sem cair na armadilha da dependência emocional ou do hábito. O amor entre almas gêmeas não é para que um complete o outro, mas para criar algo novo: em vez de os dois se tornarem um, os dois devem se tornar três.

CURA DA DOR DO NASCIMENTO CÓSMICO

Em algum momento, vocês encontrarão a sua alma gêmea. Por favor, permitam que este conhecimento seja o suficiente para vocês. Tentem não se envolver com esperanças e expectativas que poderiam tirá-los do aqui e agora. O que importa, neste preciso momento, é que vocês compreendam completamente que o amor e a segurança, que vocês tanto desejam, está presente dentro de si mesmos. A chave é compreender que esta absoluta auto-aceitação nunca lhes poderá ser dada por mais ninguém, nem mesmo por sua alma gêmea.

Não apenas nos relacionamentos amorosos, mas também nos relacionamentos entre pais e filhos, existe a tentação de encontrar a unidade absoluta ou a segurança um no outro. Pensem num pai que secretamente deseja que seu filho realize todos os sonhos que ele mesmo não conseguiu concretizar; ou num filho que, já adulto, ainda se prende aos seus pais e os considera como seu porto absolutamente seguro.

É importante que vocês se conscientizem das dinâmicas e motivos por trás dos seus relacionamentos, e curá-los à luz da sua consciência. As suas saudades cósmicas não serão curadas por um relacionamento nem em um relacionamento. Isto será feito apenas por vocês mesmos, através da completa conscientização de quem vocês são, através da percepção da sua própria luz, beleza e divindade. Este é o destino da sua jornada.

Inclusive, vocês não retornarão ao estado de unidade do qual vocês vieram. O “manto de amor” do qual vocês nasceram constituiu o seu estágio embrionário. Agora, vocês estão se tornando deuses amadurecidos. Vocês criarão campos de absoluta segurança e amor a partir dos seus próprios corações e permitirão que outros participem disto, sem nenhuma condição. Esta é a essência de Deus: amor incondicional que irradia, cria e cuida sem nenhuma programação, nem nenhum cálculo.

Agora Eu gostaria de pedir a cada um de vocês que fique em silêncio por alguns instantes e sinta verdadeiramente o seu Eu, o seu ser único em você mesmo. Se estiver rodeado de pessoas, então sinta mais intensamente o seu “Eu”. Incondicionalmente, você é essa parte de Deus. Não é algo que possa ser tirado de você, mas uma presença inegável que É.

E agora sinta como o fato inegável da presença do seu Eu pode ser uma fonte de alegria e força para você. Diga sim para o milagre do seu próprio ser e abrace-o. “Sim, Eu sou Eu. Eu sou separado e único, meu próprio ser. Eu posso me conectar profundamente com outros, mas também me conservar sempre um ‘Eu’.” Você pode pensar que há solidão e desolação, por trás deste fato, mas por favor vá além destes pensamentos e sinta o poder e vitalidade dentro de você. Se você realmente disser “sim” para a sua individualidade, você experimentará confiança e fé em si mesmo. Com base nisto, você criará relacionamentos amorosos, e a solidão e a desolação se dissolverão.

Quando sentimentos de solidão e desolação tomarem conta de você, pegue a sua criança interior no colo. Observe a dor dessa criança. Ela anseia pela total segurança que ela conheceu um dia, como um embrião. Ela quer ver essa segurança refletida no rosto do seu parceiro, no rosto do seu filho, no rosto da sua mãe ou do seu pai, no rosto do seu terapeuta… Então, mostre a essa criança o seu rosto. Para essa criança, você tem o rosto de um anjo. Você tem o poder de curar essa criança da forma mais absoluta que você pode sonhar. Nem Eu, nem nenhum “mestre” é capaz de fazer isto por você. Nós só podemos lhe mostrar a direção. Você mesmo é o seu próprio salvador.

Finalmente, Eu gostaria de convidar todos vocês a sentir a união de todos nós juntos, por uns instantes. Mesmo se vocês não estiverem presentes, se estiverem lendo este material, sintam a nossa conexão. Não focalizem o Eu agora, mas a nossa união, de uma forma bem livre e tranqüila. Sintam a energia, sintam aquilo que nos une. É um anseio pelo estado de totalidade. Agora, imaginem que nós estamos rodeados pela energia mais poderosa que existe, a energia dos seus seres despertos, a energia do anjo dentro de vocês. Vamos inspirar esta energia e vamos nos dar uns minutos para senti-la profundamente dentro de nós.

Obrigado pela sua presença.


Fonte: http://www.jeshua.net/por/ / Jeshua Channelings| Relationships in the New Era
Tradução: Vera Corrêa
Revisão: Luiz Corrêa

Via: Jeshua Channelings Português | Relacionamentos na Nova Era

Anúncios

OS DESASTRES NATURAIS TRAZEM A MUDANÇA ATRAVÉS DAS DIFICULDADES…

OS VENTOS E AS ÁGUAS DA MUDANÇA – ENTENDENDO AS CATÁSTROFES

inundacao

Arcanjo Metatron
Através de James Tyberonn,
setembro de 2017

Saudações, Mestres!

Eu Sou Metatron, Anjo da Luz, acompanhado por Tyberonn do Serviço Cristalino.
Nós acolhemos cada um de vocês em um vetor de amor incondicional.

Hoje falaremos sobre um tema muito oportuno – os desastres naturais.

Entendemos o trauma e a tristeza profunda, bem como a grande dor e angústia que acompanham eventos catastróficos, como os furacões, incêndios florestais, super tornados e terremotos que ocorreram nos últimos anos. Uma supertempestade aconteceu muito recentemente no Golfo do México, atingindo desastrosamente o Texas e Louisiana.

MOMENTO DE MUDANÇAS

Ser um humano, neste momento de mudanças na Terra, é extremamente difícil para muitas pessoas, e pedimos a todos vocês que ofereçam suas preces àqueles que estão sofrendo perdas angustiantes.

Nós, do Reino Angélico, estamos com vocês.

Embora tenha havido uma perda trágica de vidas, assim como devastação da terra e de estruturas, estas catástrofes não têm nenhuma intenção de castigo.

Mestres, o que está acontecendo precisa acontecer. É um realinhamento necessário; é a mudança da Terra para uma nova energia… e, na verdade, este tipo de ocorrência continuará em nível regional por todo o planeta.

A ENERGIA DA MUDANÇA

Sentimos a dor de vocês por essas perdas e os respeitamos muito por sustentarem a mudança através das dificuldades que estão enfrentando. Nós realmente compreendemos a tristeza dos reinos de dualidade. E os envolvemos com amor nestes tempos de transição. Mas entendam que tudo está acontecendo com um propósito, e o propósito corajoso e sagrado escolhido pela humanidade é o de Ascender.

Toda alma, cuja vida física termina em tais eventos, fez essa escolha livremente e com uma intenção elevada. Também lhes dizemos que, apesar de difíceis, esses eventos unem as pessoas e realmente trazem à tona o melhor dos seres humanos, que se juntam para ajudar uns aos outros.

E, de fato, essa união foi vista nas áreas do Texas e Luisiana atingidas pelo furacão e tempestade tropical. Por outro lado, embora o aspecto purificador dos furacões, tornados, terremotos e tsunamis seja uma necessidade natural do planeta, estas ocorrências mais recentes têm também o efeito de renovação das prioridades.

Temos compartilhado com vocês informações a respeito do aprimoramento e purificação da Terra em sua busca de equilíbrio e preparação para mudanças. Entretanto, muitos de vocês não percebem que também existem relacionamentos muito intrincados entre o ambiente psicológico do fluxo de pensamento humano coletivo e o subsequente efeito no tempo e nos padrões climáticos.

Estamos lhes dizendo que os pensamentos coletivos das pessoas podem e realmente desempenham um papel fundamental. As emoções, os pensamentos e sentimentos coletivos da humanidade fluem para o campo de “consciência” da Terra Viva, influenciando-o em diversos níveis.

Na verdade, é do campo de consciência dos padrões naturais da Terra que emergem todos os efeitos no seu clima e nas suas estações anuais. Consequentemente, a humanidade, coletivamente, pode e de fato desempenha um papel na formação e efeito daquilo que vocês consideram “desastres naturais”… principalmente em tempos de polarização e medo.

POLARIZAÇÃO E REEQUILÍBRIO

Desta forma, os desastres naturais geralmente acabam “corrigindo” um desequilíbrio existente ou emergente, e criando condições para maior realização do propósito real da vida – que é o de amar e ajudar verdadeira e incondicionalmente uns aos outros.

Quando ocorre uma polarização radical no campo humano, ela cria um desequilíbrio frequencial, baseado em atitudes divisórias, que é capaz de afetar negativamente o caminho da ascensão e impedir a qualidade de vida desejada e seus objetivos mais elevados.

Assim, desastres naturais muitas vezes criam um cenário que altera as prioridades, eleva o nível do pensamento coletivo e traz um bem superior, promovendo uma necessidade de unidade, de cuidados e ajuda mútua, diante da catástrofe.

É verdade que quando seres humanos sofrem grandes perdas em desastres devastadores, por mais excruciantes e dolorosos que sejam, os sobreviventes sempre expressam sua gratidão por ainda estarem vivos.

Pois tais eventos traumáticos trazem um sentido de prioridade renovada, uma compreensão da “dádiva da vida”. E, na maioria dos casos, essas pessoas passam a viver a vida com um sentido renovado de harmonia e amor uns pelos outros, e com um entendimento cada vez maior que os modifica para melhor.

O planeta físico que vocês conhecem é altamente consciente; na verdade, mais consciente do que a humanidade neste momento. A Terra Viva está sintonizada com as necessidades, ressonância e padrões de energia vibratória do pensamento humano, e está alinhada com o caminho da Ascensão da humanidade em uma “NovaTerra”.

Não se enganem, os padrões climáticos naturais de limpeza não são apenas necessários, mas também contêm vastos padrões geológicos e códigos imprimíveis. Estes padrões são “fluidos”, de modo que enquanto existem, sua expressão final é geralmente um formato de possibilidades e probabilidades, impresso e dirigido pela consciência. Os próprios padrões podem ser “ativados” em maneiras e efeitos específicos.

Pergunta de Tyberonn para Metatron: “Pelas informações dadas nos últimos anos, entendemos que estas catástrofes são necessárias para a Ascensão. Poderia falar um pouco mais sobre isto?”

Arcanjo Metatron: Furacões, tempestades, terremotos, inundações, etc… são sempre necessários para o equilíbrio e bem-estar da Terra. Consequentemente, o balanceamento eletromagnético do planeta, assim como os propósitos sucintos da humanidade, são “naturalmente” servidos quando acontecem tais eventos.

A Terra é sempre dinâmica. É preciso entender que o equilíbrio do planeta vivo é um processo “natural” constante. A mudança de equilíbrio que sempre ocorreu vai continuar ocorrendo conforme necessário; é um processo contínuo.

Mas, neste momento, estas tempestades servem também para despertar a humanidade para uma verdade maior, um propósito superior. Pois é na difícil arena experiencial dos desastres e catástrofes, que a vida humana é drástica e permanentemente alterada.

Assim como o corpo físico humano e o corpo “áurico” passam por ajustes necessários, de acordo com experiências e forças externas, assim também o corpo do planeta vivo Terra passa por mudanças para se reequilibrar.

Até certo ponto, as atitudes, emoções e desejos coletivos da humanidade se misturam e se fundem com os aspectos físicos da natureza, de modo que tais tempestades e desastres, em determinadas circunstâncias, são o resultado das atividades psicológicas tanto quanto das condições climáticas físicas.

As catástrofes promovem um choque social bastante drástico. Essa confrontação imediata rompe padrões de comportamento habituais institucionalizados e rapidamente leva as pessoas a reagirem no “agora”, abrindo-as para ações mais sensíveis, de ajuda e sobrevivência. Esse efeito pode trazer mudança social, política e pessoal.

INFLUÊNCIA EMOCIONAL COMO UM “EVENTO HUMANO”

A humanidade em massa considera tempestades, furacões, chuvas, terremotos, etc… como eventos naturais, no entanto não considera pensamentos e emoções como eventos naturais nas mesmas condições. Nós lhes dizemos que existe uma interação real e válida entre atitudes emocionais e os eventos físicos da terceira dimensão.

Embora a maioria dos seres humanos perceba que o clima afeta suas emoções e humor, muito poucos percebem e entendem profundamente que seu humor e atitudes resultantes podem ter um efeito total sobre o clima.

Embora isto possa parecer obscuro e até inacreditável para muitas pessoas, saibam que vocês nunca são vítimas inconscientes de desastres naturais.

À primeira vista, pode parecer que sim, mas é preciso que entendam que, em um nível superior, vocês mesmos prepararam o roteiro dos eventos de suas próprias vidas, portanto voluntariamente contribuíram para criá-los… para o bem maior e crescimento superior.

De fato, suas vidas são pré-planejadas pelo eu superior. Vocês estão individualmente, coletivamente e cocriativamente envolvidos em todos os eventos e ciclos da Terra. Entendem?

UM EVENTO GLOBAL

A crescente polarização e consequentes acessos de violência têm influenciado bastante a longevidade e intensidade dos furacões e inundações que vêm ocorrendo nos Estados Unidos.

Não pensem que isto é um castigo específico para uma região determinada. Isto não é uma punição, mas uma oportunidade para a elevação da consciência e a mudança das prioridades. E também não é realmente regional, mas um evento global, no sentido de ser o foco da atenção da mídia do mundo todo.

O que aconteceu diante da catastrófica inundação, e como consequência dela, proporcionou uma oportunidade única e perfeita para mudanças, servindo como um despertar – um desejo unificador de que o ser humano ajude seus companheiros humanos.

Se a qualidade de vida que é considerada espiritual e biologicamente necessária falhar, os ajustes precisam acontecer. Problemas sociais e políticos podem de fato ser modificados, reformulados e reformados por uma catástrofe natural, se os meios políticos falharem.

RESPOSTA CRIATIVA

As catástrofes proporcionam uma liberação temporária do status quo no cotidiano. Preocupações, agressões, preconceitos, inibições e ansiedades associadas ao passado e futuro imediatos são temporariamente deixadas de lado. Isto acontece claramente porque esses desastres literalmente forçam as pessoas a concentrarem toda a atenção na sobrevivência, nas necessidades do momento imediato, dentro do contexto da realidade presente.

Desta forma, as catástrofes estimulam o despertar da coragem e das energias criativas da população. Em situações emergenciais de sobrevivência, os seres humanos tendem a enxergar uns aos outros como companheiros humanos necessitados, não categorizados por raça, religião ou classe econômica. Ajuda é oferecida com base na necessidade comum a todos.

De fato, isto foi exemplificado nas ações altruísticas e heroicas de tantas pessoas nas consequências do recente furacão no Texas. Pessoas de todas as partes dos Estados Unidos, Canadá e México se uniram para oferecer ajuda. Muitos resgates corajosos não vieram de agências governamentais ou militares, mas daqueles aos quais sua mídia se referiu como “As Forças Navais de ‘Cajun e Cowboy’”.

Indivíduos barbudos, tatuados e rudes, prontos e altamente capazes de dirigir seus barcos pela correnteza furiosa até os bairros isolados pelas inundações, para heroicamente resgatarem pessoas de todas as idades, religiões e raças. Esta ação inspirou outros a desempenharem vários papéis, abrindo suas casas, oferecendo alimento e roupas de cama para os menos afortunados.

Conseguem ver o lado bom deste drama?

Percebem que tais ações nobres não teriam acontecido sem o cenário das inundações catastróficas?

Nós lhes dizemos que as ações, tanto dos resgatadores quanto dos resgatados, mudaram as atitudes e o foco de milhões de pessoas, afetando não apenas aquelas das áreas atingidas, mas também de centenas de milhares de almas por todo o planeta, que assistiram os eventos pela televisão, internet e outros meios de comunicação.

SER HUMANO E NATUREZA

O ser humano não pode separar-se, divorciar-se da natureza, nem das intenções experienciais coletivas da natureza. Embora, nesses momentos de expressões violentas, vocês possam considerá-la uma adversária, em um nível superior estão conscientes de que desempenharam, coletivamente, um papel na cocriação do trauma doloroso da experiência… e que este mesmo trauma fez emergir o melhor lado da humanidade.

Desta forma, vocês são forçados a procurar as razões fora de si mesmos para explicar o que parece estar acontecendo. Os sistemas de crenças e a luta pela sobrevivência, sobre os quais vocês baseiam suas vidas, realmente condicionam e programam sua existência de tal modo que vocês negam externamente o que sabem internamente.

Vocês criaram determinadas divisões devido à sua programação cultural e às crenças que tornam este tipo de explanação extremamente importante, mas igualmente difícil de contemplar ou assimilar verdadeiramente num contexto mais elevado.

Vocês pensam nas inundações e terremotos como eventos totalmente naturais, mas não consideram pensamentos ou emoções como tais… nem consideram que seus medos, preconceitos ou pensamentos emocionalmente carregados desempenharam um papel na manifestação de qualquer catástrofe. E que a própria catástrofe os ajuda a elevar sua consciência a um âmbito mais atencioso e nobre.

ENCERRANDO

Mestres, nós enfatizamos que cada um de vocês participou de cada experiência que vivencia. A Universidade da Terra é uma ilusão proposital, mas se não parecesse real, vocês não aprenderiam.

A vida pode ser difícil, e esta é uma grande Verdade. Mas, é geralmente nos momentos muito difíceis, que vocês enfrentam a situação e transcendem as prisões e limites do passado. Pois, é enfrentando seus próprios “projetos”, que vocês dominam as lições de amor oferecidas pelo currículo da dualidade.

Paradoxalmente, os desastres naturais revelam o aspecto altruísta da humanidade, na qual o ser humano se torna um ser amável, e os vizinhos tornam-se verdadeiramente prestativos. As lições aprendidas nessas experiências, apesar de devastadoras na terceira dimensão, também modificam as pessoas para melhor, revelando uma verdade maior, a verdade do Amor.

Eu Sou Metatron, acompanhado por Tyberonn do Serviço Cristalino.
E compartilhamos estas verdades com vocês.

Vocês são profundamente amados.

E Assim É… E É Assim

 

…………………………………………………………………………………………………………….

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
© 2016 – Todos os Direitos Reservados a James Tyberonn e Earth-Keeper – http://www.earth-keeper.com/

Texto original em inglês: AA Metatron via James Tyberonn: The Winds and Waters of Change – Understanding Disasters
Tradução: Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com

Via:♥ De Coração a Coração ♥: OS VENTOS E AS ÁGUAS DA MUDANÇA – ENTENDENDO AS CATÁSTROFES

 


O RESPLANDECER DA LUZ, A CAMINHO DO ENCONTRO DA VERDADE EM SI MESMO…

lotus-flower

Surge uma flor de lótus em meio ao pântano escuro

 

Mãe Maria

Canalizada por: Michele Martini e Thiago Strapasson

 .

Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.

Amados filhos

É chegada a hora de acolhê-los em meu manto de amor e proteção materno.

No seio do meu amor, vocês são bem vindos como doces crianças que estiveram perdidas a encontrar o seu verdadeiro caminho de paz.

Estiveram envolvidos em lutas internas intermináveis, que travaram contra vocês mesmos, e que causaram profundas feridas de dor. Essas feridas fizeram com que desacreditassem na própria capacidade de superação, na força do amor e na luz existente dentro de vocês.

Deixaram-se perder nas vestes da vida material a serem levados nas ondas da ilusão, nas distrações que a vida os traz, e que os distanciam do brilho da sua verdadeira luz, que os distanciam do estado de paz e mansuetude que mora dentro de cada um de vocês.

Vocês deixaram desabrochar todas as dores, expuseram aqueles aspectos inferiores que carregavam, para que a cura ocorresse, para que fossem a verdade manifestada, e então se perderam a ponto de pensarem que não mais seria possível se encontrarem em seus próprios corações em amor.

Apagou-se a luz que brilhava em seus olhos, que permanecia sempre radiante em meio aos obstáculos e aprendizados que se apresentavam, mas que, diante do enfrentamento das suas mais profundas superações, acabaram por perder a conexão com o divino dentro de vocês.

Caminharam por ruas desertas, levando luz àqueles que tanto necessitavam, mas apenas para que tivessem o contato com a luz, a busca-la novamente, pois não mais se sentiam sob a sua irradiação.

Vocês iluminaram, curaram, caminharam por vales de dor, auxiliando aqueles que necessitavam de mãos caridosas, de um olhar amoroso, de um coração terno e determinado em oferecer os seus dons em prol desses que não mais tinham onde recorrer.

Mas isso foi apenas uma fase, que se apresentou para que tomassem contato novamente com a sua luz interior. Aquela luz que estava ofuscada pelas sombras da sua caminhada de superação e da própria transformação.

Ah, meus filhos queridos. Foram sim longas estradas onde não mais querem olhar para traz, mas foram todas elas trilhadas com a coragem que coloquei em vocês, e guiados pelo meu amor. Foram os que levaram a verdade diante da ilusão, conseguiram fazer desabrochar a mais pura luz no mais escuro pântano de medo e temor daqueles irmãos que de vocês necessitavam.

Essas experiencias doces e belas, trouxeram a vocês mais sabedoria, mais nobreza em seus corações, trouxeram a oportunidade de mostrar que podem transformar a sombra em luz e curar os corações mais duros e flori-los em amor.

Vocês trouxeram esperança e paz àqueles que tomaram contato com vocês, meus filhos. E estou a estender sobre vocês o meu manto de gratidão, pois são meus filhos amados, filhos de um Pai/Mãe que os acolhe e abraça em seu amor, para que sintam que verdadeiramente são amados.

Estivemos com vocês a os observar, e acompanhar a escala evolutiva que trilharam, de um longo aprendizado em meio aos rochedos das suas maiores superações. Foram colocados diante de vocês os obstáculos que pensavam ser intransponíveis, mas que apenas dessa forma poderiam se curar para sempre em suas dores mais profundas.

Estiveram caminhando em direção a sua iluminação, a sua purificação, e hoje estão mais reluzentes e brilhantes de luz. Brilham como as mais lindas estrelas do céu, meus queridos filhos. E o meu manto a brilhar sobre vocês já é obscurecido por toda a luz que vocês também brilham.

É um caminho sem volta, aquele da sua iluminação, onde vocês levemente vão se aproximando do estado de plenitude, e se tornam mais leves, mais desprendidos de tudo o que os fazia sentirem inseguros em meio a experiencia material.

Vocês começam a alcançar o estado de paz daqueles que decidiram enfrentar os maiores obstáculos de seus corações, que guardavam profundos pesares em relação a vida, bloqueios, traumas e padrões. Todos esses são dissolvidos em sua luz, que brilha nesse momento a trazer mais paz aos seus dias, meus queridos filhos.

E hoje venho novamente os lembrar desse trajeto que percorreram com tanto afinco, que ao final se destinava justamente a os levar para onde estão, resplandecendo a sua luz, a caminho do encontro da verdade que por tanto tempo guardaram dentro de si mesmos.

Foram dias duros que os conduziram à estrela que agora irradia de seus corações. É uma nova estrela, inexplicável, inexorável, que não era prevista, que da escuridão que andaram surge radiante como um combustível a iluminar as suas vidas.

A vida ilusória de dor, de angústia, de ira, de provações, se esvai em meio aos dedos, como poeira, e o que resta é o vazio e o brilho dessa estrela, que ilumina o trajeto de tantos, que ao encontro de si mesmos veem em vocês um pouco de alento em seus dias, um pouco de luz a os guiar em sua própria trajetória.

E assim, suas trajetórias pessoais se transformam no caminho daqueles que, assim como vocês fizeram, saindo dos becos escuros da vida, procuram a luz a respirar. Essa luz acalenta os corações e, do lodo do pântano, surge a flor de lótus, como mágica, como um brilho de luz onde não era possível se imaginar.

Sim, filhos, é isso que fazem, plantam sementes de luz no pântano, que resplandece em um sutil pólen, que espalha novas flores em lugares também inimagináveis. E o lodo, o pântano, aos poucos se transforma em um jardim, cheio de brilho.

Não que o pântano não tenha sua beleza, ou a sua função, mas a beleza maior é justamente ver a flor de lótus a surgir da profundeza de sua escuridão, a surpreender aqueles que diziam que ali não havia beleza. Vocês são os transmissores do pólen, que se espalha ao vento, a dar luz a novas flores, que nascem em lugares inesperados.

Por isso venho hoje, somente a trazer o meu manto de gratidão pelo que fazem, por permitirem que as flores nasçam nos ambientes mais inesperados da criação e, dessa luz, os corações comecem a brilhar. E a luz que plantei em seus corações nos momentos de dificuldade que passaram, se ofusca. Essa luz, que deixei com todo meu amor para os sustentar na dúvida, na dificuldade, na dor e no sofrimento, fica tão diminuta diante do brilho que vocês irradiam, que se incorporam e somem na imensidão que hoje vocês são.

E assim, meus filhos, vocês se diluem em mim, e eu em vocês, e nos transformamos em um único corpo a sustentar a unidade de corações. São estrelas que se unificam a brilhar e iluminar, vazias, sem propósitos, mas que iluminam e se unificam a aguardar aqueles que no mesmo processo se encantarão por nossa luz, e, em amor, virão a nos encontrar em unificação.

E nessa unidade é que representamos o agasalho, sobre o meu humilde manto de luz, que é pequeno diante do que vocês representam para mim.

Sou sua Mãe, Maria.

 …………………………………………………………………………………………………………

.

Canais: Michele Martini e Thiago Strapasson – 25 de julho de 2017.

Congregação de Paz e Transformação

 


Via: Congregação de Paz e Transformação: Surge uma flor de lótus em meio ao pântano escuro – Mãe Maria

APRENDENDO A VIVER NO MUNDO SEM DEPENDER DO MUNDO…

Alexandra Nedzvetskaya

Se permitindo fluir nas ondas da consciência

resize-img (editado)

Mensagem canalizada por Maria Silvia P Orlovas

 

A medida em que você acorda, desperta para o seu caminho espiritual, você pode sentir algumas dores e muitas pessoas estão sentindo essas dores e reclamando do momento e se sentindo inadequadas com várias situações que estão na sua vida.

O desconforto meus amados, faz parte.
As energias angélicas, as energias espirituais elevadas, compreende a dor como um ajuste necessário.
Seria de se estranhar que vocês, aquelas almas que estão despertas buscassem um equilíbrio completo, sem dor no mundo material.

Vocês estão enfrentando as dores do crescimento espiritual e quando estiverem devidamente crescidos, aprumados no seu corpo de luz, a dor deixará de existir.

Os desentendimentos não serão mais importantes, as pessoas desalinhadas, às vezes cruéis deixaram de ter significado pra você. Então suporte as suas dores do crescimento. O desajuste com um mundo materialmente evoluído em muitas coisas e muito perdido e sofrido em outras, não precisa ser o seu mundo.
Uma vez já dissemos: aprenda a amar sem pertencer.
Agora explicamos a vocês: aprendam viver no mundo sem depender do mundo.
As coisas do mundo, trabalho, dinheiro, posição, pessoas, tudo que é ligado ao material, vivem sempre em flutuações. Momentos em que você tem mais e se sente mais feliz. Momentos em que você tem menos e pode se sentir triste.

Equilibre as suas necessidade e não pertença ao sofrimento. Deixe as decepções, expectativas; deixe que elas passem por você.
Não se alimente delas.
Não se alimente das injustiças, nem tampouco das frustrações.
Há na consciência dos homens despertos a capacidade de olhar o todo e ajustar os seus sonhos e expectativas.
Acalme o seu desejo.
Acalme os seus sentimentos.
E lide com as suas frustrações.
Frustrações mostram apenas que você desejou e apostou em coisas erradas.
Permita que as ondas de transformação passe por você.
Não se afogue nas ondas.
As coisas vem pra você e elas saem de você.
Elas passam por você e a turbulência só será maior se você não permitir que as experiências venham e passem.

O momento de transformação da terra, os carmas acelerados, as situações em aparente descontrole, só estão mostrando que as águas das praias estão mais perto.

Nós estamos vivendo o momento real de transformação. Aqueles que estão neste movimento estão abrindo mão do materialismo.
Isso não significa pobreza ou riqueza, isso significa apenas dar importância relativa as coisas.

Não se deixem dominar pelas ambições, nem pelo desejo de segurança total.
Simplesmente porque isso não existe.

.Lembrem se das ondas do mar, energias que vem, energias que vão.
Histórias que se formam, histórias que se dissolvem naturalmente.
Liberem as energias, liberem os sentimentos, liberem as vibrações.
Mergulhem na profunda luz da cura do Eu Sou.

.

Nesse momento se imaginem dentro de um pilar de luz.

Uma luz profunda verdadeira, inteira, que vem do céu e entra no alto da sua cabeça e alinha você no Eu sou.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Se alimente disso.
Se alimente da sua consciência de luz, é você se alimentando direto do pai criador.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou.

Respire, se alimente da luz do Eu Sou.
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou
Eu sou o que eu sou

Vejam a luz da sua divina presença Eu Sou.

Alinhando todos os seus chakras, harmonizando a sua natureza, fortalecendo você em si mesmo.

Você se alimentando da força e da luz da sua divindade.
As curas, o equilíbrio, a segurança, a consciência estão servindo a esse alinhamento.

Eu sou Fé, energia complementar do arcanjo Miguel e estou a serviço junto com as hostes angélicas do movimento de ascensão deste mês de agosto.
Estamos trabalhando na consciência planetária, alinhando as vibrações para que haja evolução e não medo; sabedoria e não escuridão, amor e compaixão.

Recebam as nossas emanações de luz e amor.

Tenham paz.

 

 Áudio Para ouvir o áudio da canalização “Se permitindo fluir nas ondas da consciência” clique aqui

______________________________________________________________________________

Meditação para a cura na vibração do Ho´oponopono

 

 

 Áudio

Meditação para a cura na vibração do Ho´oponopono

 

Ouça no link acima a meditação realizada no Espaço Alpha Lux.
Vamos na luz!

 

Fonte: mariasilviaorlovas.com.br
Data: 02/08/2017
Canal: Maria Silvia P. Orlovas

 


Via: Um Canal de Luz por Maria Silvia Orlovas: Se permitindo fluir nas ondas da consciência

A UNICIDADE NOS RELACIONAMENTOS, COM A ALMA COMO GUIA, E NÃO O EGO…

best friends forever

OS RELACIONAMENTOS E A SUA UNIÃO SAGRADA

Arcanjo Miguel_Claudio Gianfardoni

Arcanjo Miguel

Canalizado por Ronna/Escriba Sagrada

 

Amados mestres, as frequências refinadas da Nova Era estão tendo um efeito profundo sobre como vocês se veem. À medida que aprendem a recuperar o seu poder, estabelecer limites e reivindicar um sentido de autoestima, isso também terá um efeito intenso em seus relacionamentos com os outros, principalmente nos relacionamentos românticos.

No passado, vocês tiveram muitas questões não resolvidas, que criaram aquilo que se poderia chamar de “manchas desequilibradas ou vulneráveis”, em seu corpo emocional e no sistema de chacra, principalmente nos primeiros quatro chacras. Vocês tiveram muitas questões não resolvidas internamente, sob a forma de culpa, medo, raiva, uma sensação de abandono, e de não serem amados. Todas essas formas-pensamento possuem uma frequência vibratória, e vocês irradiaram essas frequências de desmerecimento para o mundo. Vejam essas frequências se irradiando em sua frente e ao seu redor, em um Sinal do Infinito, em que elas são captadas por aqueles que estão ressoando com os mesmos níveis de frequência, e, assim, são atraídos para a sua vida de uma maneira ou de outra. Inconscientemente, vocês atraíram também aqueles que vieram sob uma perspectiva de “necessidade”. Vocês esperavam que eles pudessem consertar tudo para vocês e fazê-los felizes, mas, na realidade, toda essa espécie de relacionamento cria mais fricção, por meio dos sentimentos de carência e de uma sensação interna de desmerecimento. No passado, a maioria dos relacionamentos era baseada na atração física, o que normalmente se desvanece um tanto rapidamente se não houver maior profundidade na atração.

Havia outros componentes incapacitantes, tais como dependência, um desejo por segurança ou uma tentativa de encontrar validação da autoestima fora de si mesmos. Questões não resolvidas e problemas são ampliados, quando alguém que entra em sua vida reflete essas situações negativas de volta para vocês. Essas questões e esses problemas invariavelmente criam fricção, o que não é necessariamente algo ruim, se vocês os reconhecem, se estão dispostos a reconhecê-los e concordam em fazer um esforço combinado para mudá-los para melhor.

A ênfase agora está no retorno à totalidade interna, ao assumir responsabilidade pessoal por suas ações, e pela construção da autoestima e de um sentido de dignidade, por meio do centro do seu coração solar, em cooperação com o Eu da Alma e o Eu Superior. A verdade e a integridade serão as bases de qualquer relacionamento do futuro. Primeiramente, devem aceitar quem vocês são no momento presente, enquanto se esforçam para se tornar as melhores pessoas que possam ser, por examinar suas atitudes, crenças, hábitos e fraquezas. Vocês aprenderão que a base de um relacionamento duradouro com outras pessoas é, em primeiro lugar, ter um “caso de amor” consigo mesmos, em que vocês se esforçam para se tornar mais amorosos e amáveis. Finalmente, percebem que “vocês são o amor personificado”, e que não precisam de mais ninguém para validar essa verdade, porque vocês, bem lá no fundo, reivindicaram isso. Vocês conectam o seu Coração Sagrado e essa fonte de amor incondicional à própria Centelha Divina, e se lembram de que existe um suprimento infinito de Amor/Luz à disposição de vocês, através da sua conexão com a Fonte. Essa é a sua Herança Divina, queridos corações. Por que não a reivindicam?

Requer um compromisso forte e mútuo, sem culpa, julgamento ou acusações egoicas para se trabalhar diferenças pessoais, e chegar a conclusões que sejam mutuamente benéficas, que sejam justas para todas as partes envolvidas. Em um relacionamento que cresce, e evolui não haverá mais ênfase em quem está “certo” ou em quem está “errado”, mas no compromisso, e em um desejo de satisfazer as necessidades de todos os envolvidos de uma maneira mais equitativa.

Nenhuma área de sua vida pode ficar estagnada, principalmente para aqueles que estão dedicados ao caminho espiritual e à evolução da Alma. Nem sempre é possível, para os que estão em um relacionamento, crescer ou evoluir no mesmo ritmo. Todavia, é possível não se sentir ameaçado, permanecer em um papel coadjuvante e deixar que aqueles ao redor se desenvolvam no próprio ritmo, se vocês hão de estabelecer uma “união sagrada” internamente. Essa “união sagrada” está retornando ao equilíbrio e à harmonia os seus corpos físico, mental, emocional e espiritual, assim como recuperando os atributos e virtudes da sua natureza masculina e feminina. Os papéis estritamente definidos de machos e fêmeas estão, aos poucos, sendo alterados, por meio de que uma combinação de papéis sexualmente definidos está se tornando mais a norma. Mais uma vez, o poderoso brilho da Deusa está sendo emanado sobre a Terra e sobre a humanidade. O status das mulheres está mudando rapidamente, e a igualdade masculina/feminina se tornará a norma, quando, tanto os homens quanto as mulheres reivindicarem sua natureza intrínseca masculina/feminina. A batalha entre os sexos tem suas origens internamente, porque a humanidade lutou durante eons para reunir o deus e a deusa internos. As mulheres estão aprendendo a resgatar o seu poder; no entanto, elas sabem que precisam utilizar essa dádiva com amor e compaixão como envoltórios. Os que estão em um corpo masculino estão, paulatinamente, aprendendo a permitir que o amor incondicional da Deusa “Ilumine o fogo da compaixão e da gentileza internas”. Estão aprendendo que existe força na criatividade, na intuição e na disposição de se permitir ser gentil e franco.

Conforme vocês se empenham em obter a maturidade espiritual, muitos aspectos de sua vida mudarão. Haverá um forte desejo de apoiar-se mutuamente, juntamente a um intenso anseio de crescer e expandir-se, mesmo que às vezes os seus caminhos possam tomar direções diferentes. Vocês vão reivindicar a verdade de que estão ligados em um nível de Alma, e que nunca podem realmente estar separados.

A verdadeira união sexual é e pode ser uma experiência espiritual incrível, não apenas a junção de dois corpos. A sexualidade divina exige uma total abertura do coração, uma combinação dos aspectos mental, emocional e físico do seu Ser, o que resulta em uma experiência profunda e duradoura. Esse tipo de união pode redundar em um verdadeiro sentido de unidade, se vocês estiverem harmonizados em um profundo nível de Alma um com o outro.

Vocês devem remover as barreiras ou filtros etéricos que colocaram ao redor do seu coração e das suas emoções, se hão de conseguir receber e irradiar amor incondicional. Devem confrontar seus medos acerca de perder aqueles a quem amam, e das decepções e traições do passado, que muitas vezes se manifestam como um medo da intimidade ou de assumir um compromisso com o outro. À medida que aprendem a acreditar e a confiar em si mesmos, vocês desenvolverão uma confiança fundamental nos demais, e os outros colocarão sua fé e confiança em vocês, porque confiança gera confiança.

Não é apropriado sacrificar os seus sonhos e desejos pelo outro – ou que as pessoas em sua vida façam sacrifícios por vocês. Deve haver um objetivo comum entre todos os envolvidos, ao participarem da maneira combinada – compartilhando a carga e colhendo as recompensas.

Cada um de vocês pertence a uma enorme e complexa família de Alma, e vocês certamente desempenharam muitos e diversos papéis uns com os outros, através das eras. As pessoas com quem vocês estão envolvidos nesta existência, ou que entraram em sua vida, de modo que vocês pudessem aprender as “lições da vida”, fazem parte de um drama cósmico maior em progresso. Quando julgarem o outro, vocês precisam se conscientizar de que, na verdade, estão apenas julgando a si mesmos. Vocês desempenharam todos os papéis durante a sua jornada através deste universo: amantes, amigos, mãe, pai, irmã, irmão, filho e filha. Vocês estão integrando todos os atributos dos múltiplos papéis que desempenharam: a força e a sabedoria de um pai; o acolhimento suave e o cuidado amoroso de uma mãe; a paixão, o compromisso e o companheirismo de um amante; a lealdade firme de um amigo; e as interações alegres e joviais entre uma irmã, um irmão, um filho ou uma filha.

É o momento de reunir-se, de se juntarem – o início do retorno à UNICIDADE. Vocês não podem mais se esconder atrás de um manto de medo ou isolamento, amados. Chegou a hora de assumir um compromisso consciente, em primeiro lugar, com consigo mesmos e com o seu Eu Divino, e, em seguida, com aqueles ao seu redor com quem vocês estão destinados a experimentar a “dança da nova vida”. Vocês devem fazer um acordo detalhado consigo mesmos acerca do que desejam e esperam dos que os cercam, e, então, devem abrir-se para examinar seus desejos e expectativas com todas as pessoas com quem interagem.  No futuro, à medida que os relacionamentos se revelarem, níveis cada vez mais profundos de compreensão e de compromisso florescerão, porque todos estarão dispostos a falar a partir do coração, com o Espírito como o seu guia, e não o ego.

Conforme muitos de vocês sabem, fui honrado em dar-lhes muitas “leituras galácticas” pessoais durante anos. Foi um grande prazer e devo afirmar que também foi uma benção e uma dádiva da minha amada mensageira, porque isso tomou muito do seu tempo e energia, para lhes trazer essas mensagens. Durante estes momentos de grande mudança e de grandes oportunidades, estou enviando uma leitura galáctica aberta para todos vocês, de modo que possam saber como são especiais, e as maravilhosas dádivas que os aguardam.

Bem-amado: É maravilhoso observar, à medida que você se lembra e traz à tona todos os dons e sabedoria que guardou em sua estrutura cerebral. Você possui uma experiência tão vasta para utilizar, querido, não apenas provinda das suas residências provisórias nos reinos superiores, mas das suas experiências terrenas, também. Chegou a hora de você se lembrar de que a Terra não é o seu lar. Você planou por todo este Universo, e você sempre se adiantou avidamente para se voluntariar para uma nova tarefa, independentemente de quão difícil fosse. Suas experiências terrenas têm sido uma maravilhosa variedade de empreendimentos cocriativos, e você fez progressos lentos, porém firmes, em direção à sua verdadeira identidade como um Ser de Luz. Chegou o momento de perceber que você é muito mais do que apenas a identidade que você escolheu nesta existência. Você e aqueles semelhantes a você estão recebendo a oportunidade de integrar as múltiplas Facetas de si mesmos, e, ao assim fazer, você começará a ver como você é verdadeiramente poderoso e sábio. Todas as provas, testes e aparentes fracassos fizeram-lhe o Ser humano/Espírito brilhante e belo que é hoje. Quando você ensina, o faz a partir da experiência, e você demonstrará, pelo seu exemplo, como quaisquer obstáculos podem ser superados – que outros, como você, podem triunfar sobre a adversidade.

Este é o momento em que a sua Alma alcançou o ponto mais distante da sua jornada de separação, e está agora pronta para começar a jornada da “Reunião e Integração”, mais uma vez. A sua Alma, aos poucos, foi infundida com um descontentamento divino, que lentamente se infiltra em sua mente consciente e em suas emoções, e você começa a voltar-se para dentro, a fim de domesticar o ego e reconectar-se à Alma, à  Superalma e às múltiplas Facetas do Eu Superior. Você agora tem o potencial de conectar-se às muitas Facetas da sua família de Alma, seu Eu Superior, suas muitas Superalmas, e finalmente, o seu Átomo-Semente Divino (Presença Eu Sou). Em um nível cósmico, o Criador Supremo está agora enviando o seu brilho via o Grande Sol Central. Essa energia está sendo infundida na Terra em grandes rajadas da Chama Viva da Vida, via o Sol de seu sistema.

O seu maior desejo para esta existência foi integrar as muitas Facetas da seu Ser; contudo, primeiramente, elas precisam ser curadas e harmonizadas, de modo que possam ser preenchidas com Luz. Dessa forma, você não terá que enfrentar o desconforto, os desafios ou as interações cármicas da experiência da terceira e quarta dimensões, porque essa é a forma antiga. À medida que você permite que o seu Eu Divino o ilumine intensamente e o oriente, cada vez mais pensamentos inspirados virão até você. Existem muitas maneiras de permitir que o Espírito se manifeste por seu intermédio; apenas deixe que isso aconteça naturalmente, meu querido.

O que lhe traz alegria e satisfação? Como você deseja servir? Existem muitas maneiras e você possui muitos talentos (mais do que poderá reconhecer), mas a escolha é sua. Apenas se lembre de que isso deve trazer-lhe alegria e fazer com que o seu coração cante, enquanto você oferece aos outros as dádivas que você recebeu. Sua recompensa será a Luz nos olhos deles, e a alegria que eles expressam, à medida que também permitem a integração do Espírito para criar os milagres em suas vidas.

Chegou a hora de abrir mão do passado doloroso. Chegou a hora de reivindicar a sua mestria, criar a própria versão do paraíso, e, então, ensinar aos outros a fazer o mesmo. Ajude aqueles que vêm a você para curar suas feridas emocionais e seus corpos físicos, e, em seguida, eles estarão prontos para escutar as advertências do Espírito. Nós todos estamos nos tempos da grande mudança, que foi predita por milhares de anos. Você carrega internamente as frequências vibratórias refinadas do futuro, e você PODE fazer a diferença. Atraia o Amor/Luz da Criação do seu Eu Divino, utilize o que você precisar para trazer para si harmonia e saúde vibrante, e, então, permita que o seu gentil coração irradie o belo brilho da energia amorosa aos demais.

Concentre-se no que está certo em seu mundo, olhe para o melhor naqueles ao seu redor, e isso é o que você reforçará e ajudará a criar. Você pode mudar o mundo que o rodeia, um pensamento de cada vez.

Você tem guias angélicos maravilhosos, apenas esperando-o para ajudá-lo. Invoque-os e, juntos, vocês podem criar milagres para compartilhar com as outras pessoas. Permita que o ajudemos a realizar sua missão e acolhê-lo com o nosso amor.

EU SOU ARCANJO MIGUEL.


Direitos Autorais:

Transmitida por Ronna /Escriba Sagrada * Como a pessoa que transmite este artigo, eu, Ronna, reivindico os direitos autorais universais em nome do Arcanjo Miguel. A publicação em sites é permitida, contanto que a informação não seja alterada, suprimida ou acrescentada, e o crédito da autoria, o meu e-mail e o endereço do site sejam incluídos. Pode ser publicado em jornais, revistas ou impressão pública com a permissão de: RonnaStar@earthlink.net.

N.T.: O mesmo procedimento deve ser seguido no caso de se publicar a presente tradução, isto é, dar os créditos à tradutora.

Texto em inglês: StarQuest Archangel Michael Through Ronna | RELATIONSHIPS AND YOUR SACRED UNION
Tradução: Ivete Adavaí Brito adavai@me.com  /  www.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | ARCANJO MIGUEL – junho de 2017

A ESPIRITUALIDADE REVELADA ATRAVÉS DA ARTE…

Cores buscando o espírito - Claudio Gianfardoni

Obra de autoria de Claudio Gianfardoni

Cores buscando o espírito.

Por: Claudio Gianfardoni

 

Quando criança tive e vivi momentos em que eu percebia que existia uma grandeza no universo muito mais ampla do que a religião onde fui criado me permitia tocar. Aprendi desde cedo a temer a Deus. E como eu temia!

Ao mesmo tempo que minha mente e meu coração eram povoados de temor eu experimentava momentos peculiares onde eu tocava levemente algo inexplicável, fascinante.

Na escola ao invés de prestar atenção à aula eu preenchia páginas e mais páginas com desenhos de “olhos”. A aula terminava e eu dava conta de que eu estivera totalmente absorvido e distante de tudo o que acontecia ao meu redor.

Eu tinha apenas os “olhos” desenhados no caderno me observando, até que lá pelos onze anos de idade mirei meus próprios olhos no espelho muito de perto. Então começou o que eu chamava de “viagem”. Eu ia me distanciando, minha mente se projetando no espaço, viajando num nada, num nada cheio de emoções que eu não sabia traduzir. Isso tornou-se uma brincadeira secreta, só minha, um momento tão emocionante que eu não podia e nem tinha com quem compartilhar. Depois de uns poucos meses minha brincadeira cessou. Não conseguia mais fazer a minha ”viagem”.

O tempo foi passando. Me tornei um adolescente confuso, cheio de perguntas e sem respostas que me dessem paz. Me formei arquiteto e trabalhei cerca de seis anos nessa profissão. Casei. Apoiado pela minha esposa larguei o emprego mesmo sem saber o que faria da minha vida. Trabalhei durante três anos como marceneiro, arte que sem saber eu conhecia por ter, quando muito pequeno, observado meu avô que foi marceneiro.

De repente veio a dor. Minha esposa recebeu um diagnóstico de uma doença que poderia ser fatal. O chão se abriu para mim. Eu poderia perder a pessoa que eu mais amava. Descobri o inferno… ele era aqui… era um estado de espírito onde tudo o que reinava era a dor.

No meio desse redemoinho de sofrimento que parecia não ter fim, os milagres que eu já nem pedia e sim exigia começaram a se manifestar. Descobrimos que o diagnóstico estava errado, mas mesmo assim aquele mal traria sérias consequências.

Uma possibilidade surgiu, um tratamento com um medicamento que eu não teria condições financeira de comprar. Busquei em todos os lados conseguir o medicamento que só existia fora do Brasil. Exausto, numa última tentativa, aconteceu, simplesmente o medicamento veio até nós, de uma forma tanto inesperada quanto iluminada.

Como resultado do tratamento minha esposa se curou e tivemos nosso filho, coisa que a maioria dos médicos que procuramos dizia ser impossível. Mas mesmo assim minha dor permanecia. Fui buscar ajuda pois eu sabia que não tinha condições de receber meu filho que estava para nascer; o que eu queria oferecer era amor. Mas como? Dentro de mim só existia dor. Foi assim que comecei a praticar meditação Tibetana. Um universo, aquele que quando garoto eu havia vislumbrado voltou a se manifestar. Os “olhos”: o ponto, o centro, a mandala perfeita… a viajem.

Voltei a desenhar os olhos e com eles as faces a qual pertenciam. Eu havia aprendido a elevar minha consciência, a transcender a mente humana e tocar minha mente espiritual que é ampla, que percebe e se conecta com outras consciência que vibram em um padrão mais elevado.

Um novo trabalho, uma missão creio. Compartilho agora o resultado desse trabalho pois sei que assim como eu muitos estão através da fé, da sabedoria que o universo repleto de luz se oferece sem restrições, sem discriminação, nos mostrando que somos todos iguais e que diferenças são apenas ilusões.

Para isso pinto essas imagens, mandalas cuja intenção é de que elas sirvam como um instrumeto de inspiração e contato com os planos espiritual, como um instrumento… apenas um instrumento, pois o verdadeiro poder está dentro de nós.


Via: Facebook | Claudio Gianfardoni | Linha do Tempo | Post 1062167373884633

VIVENDO CONSCIENTEMENTE O MOMENTO PRESENTE…

Enlightenment_Vrindavan Das

A luz da consciência.

Por: Diogo Beltrame

 

Existe uma fórmula para curar a mente que ainda não foi compreendida nem pelo ocidente e nem pelo oriente. Aqui, no ocidente, as técnicas terapêuticas pregam a analise de todo o passado. A pessoa é estimulada a passar toda a sua vida numa peneira. Ela precisa analisar todo o seu passado, de cabo a rabo, até eliminar toda memória causadora do sofrimento, e esse não é o caminho. Analisar e compreender as causas tem lá a sua valia, mas não basta, até porque o passado é um buraco sem fundo e a pessoa precisaria de muitas vidas para resolver todos os problemas de uma única só vida; e enquanto fizesse isto outros novos problemas surgiriam e precisariam ser resolvidos em outras vidas adiantes. Isso é impossível de ser feito. Fazer isso é o mesmo que tentar secar uma geleira.

Não dá para mudar o passado. O passado não é mais algo em potencial e nem relativo, ele é um fato. O que aconteceu não pode ser mudado e, na melhor das hipóteses, só poderá ser entendido, mudando a sua percepção sobre ele e fazendo com que você consiga substituir a palavra sofrimento por aprendizado, não sendo isto ainda suficiente, pois em seu subconsciente ainda ficaria a mensagem de que aprendizados são difíceis, logo, sofríveis. E se algo é sofrível você tende a não querer fazer, ocasionando o bloqueio de qualquer outra oportunidade de aprender, seja lá o que for. Analisar significa entrar no problema, e para entrar nele você está dando energia para essa tal coisa, ou seja, alimentando aquilo que você não quer mais que viva. Portanto, você mesmo estará dando comida para o lobo mal do qual sente tanto medo. Entenda bem, compreender as causas dos seus problemas é importante. É impossível transcender algo que você não sabe o que é. Mas, tentar mudar o passado, ou fazer de conta que ele não foi tão ruim quanto você pensa é ilusão, é mentira. E na mentira nada se resolve.

É bem provável que a sua raiva atual esteja relacionada com algo que aconteceu em seu passado. A raiva tem que nascer em algum momento, e isso representa algo que já passou. Mas e daí? O que importa onde ela nasceu? E se essa raiva veio de outra vida? E se essa raiva veio de uma vida bem distante? Quantas regressões terão que ser feitas para se chegar até a causa principal dela?

Percebe o tamanho do buraco que você estará entrando?

Mais importante do que saber o “onde” algo surgiu, é aprender “como” lidar com ele. Isto é, estar consciente do que acontece com você e praticar o testemunho disto. Quando você é uma testemunha das energias que estão dentro de você, automaticamente estará consciente de cada uma delas, e não existe espaço para a consciência e para a raiva ocuparem simultaneamente. Só existe espaço para uma delas. Se você está consciente a raiva não pode estar presente. Se a raiva está presente você não está consciente. Onde tem consciência só existe consciencia. Consciência é luz, e na luz não existe escuridão. Nenhuma escuridão pode existir onde a luz está presente. A luz ilumina tudo, e o que está claro não pode ser ameaçador.

Torne-se consciente da sua raiva e ela irá embora. Torne-se consciente do seu medo e ele irá embora. Onde a consciência está presente nada pode existir que não seja ela mesma. Você só tropeça no escuro. No claro você não tropeça. A raiva, o ciúme, a insegurança e a avareza são peças jogadas num quarto. Se o quarto está no escuro você tropeça nelas, mas, se a luz está acesa, não.

Portanto, o caminho para a cura mental é a compreensão do que aconteceu e dos impactos disto em sua vida, mas, principalmente, da observação sem julgamento de tudo o que você sente. Ou seja, sendo uma testemunha de si mesmo, sendo aquele que está no alto de uma montanha observando tudo o que acontece nela, mas sem interferir na natureza que as acompanha.

E como estar consciente a partir da observação?

O passado é um peso morto. Ele é um fardo que você carrega junto de si, para cima e para baixo, como se fosse uma sombra.

É necessário que se encerre os ciclos vividos. Se você terminou um relacionamento, não traga mais ele para o seu momento presente. Se você brigou com alguém, ou se foi injustiçado, não traga essa briga ou a sensação de ser uma vítima para o seu agora. Toda vez que você se lembra da agressão que possa ter sofrido no passado, ao acessar essa memória, é você mesmo que está se agredindo, e não mais aquele que o agrediu. Não importa o que tenha acontecido ontem, ano passado, ou há dez anos atrás. Isso não é mais real e deve ficar lá trás, e não aqui. Não importa se o passado é bom ou ruim. Você teve ótimas e péssimas experiências, mas nenhuma delas existem mais, elas são mortas e devem ser liberadas. Você deve se desapegar de toda essa bagagem velha, pesada e inútil.

Trazer o passado para a sua vida é assassinar o momento presente, pois o passado é morto e nada que esteja morto pode tocar a vida. A vida existe, ela está acontecendo agora, mas ao trazer as suas memórias passadas para ela, você a transformou nesse mesmo passado. Você a matou. Você tirou a vida dela e perdeu mais uma oportunidade de experimentar essa vida.

Você fez muitas viagens deste que chegou aqui, neste planeta, nessa vida. A sua roupa está cheia de pó. Ela está suja, muito suja. Não é mais possível distinguir a roupa da sujeira, aparentemente elas são uma coisa só. A roupa é a mente. A poeira são as memórias. E não adianta mais tentar lavar essa roupa. Quando alguma coisa está encardida não adianta lavá-la, não adianta colocar uma série de produtos químicos para limpá-la, pois pode até ser que as manchas saiam, mas outras serão deixadas por causa dos produtos que foram usados para limpá-la e, por isso, continuarão sujas. Portanto não as lave, arranque essas roupas e jogue-as fora, simplesmente. Saiba que por trás dessas roupas existe algo. Talvez você tenha esquecido porque está muito acostumado a usar roupas. Você está identificado com essas roupas sujas e acha que elas são parte do seu ser, mas não são. Por trás das roupas existe você, e, mesmo que você se confunda com elas, elas nunca poderão ser você. O que você é não pode ser mudado por nada que o encubra.

Saiba que, para se abrir ao novo, é necessário que antes você abandone o velho. É necessário soltar as memórias, todas elas. Você vive julgando e rotulando tudo o que vê porque traz as memórias do passado, isto é, aquilo que você viveu e classificou naquela ocasião para o seu momento presente. Ou seja, traz as suas percepções para tudo aquilo que se apresenta em sua vida e, por isso, acaba deixando de ver o real para que, a partir da limitação criada pela sua crença, projete todas as suas memórias naquilo que presencia ou vive no momento atual, reproduzindo todas as mesmas situações desgastantes do passado e, muitas vezes, sem se dar conta disto. Se você teve um relacionamento difícil, tende a projetar esse mesmo relacionamento frustrante do passado em seu presente. Se você teve um chefe ordinário, tende a reproduzir essa mesma realidade em seu novo emprego. Não adianta mudar o cenário nem os personagens, você sempre vai atrair para a sua vida o que acredita ser real. A vida não acontece de acordo com o que você quer, ela acontece de acordo com aquilo que você é. A sua vida é o que você acredita ser. Você atrai para a sua realidade tudo que ressoa com seu campo vibratório. Portanto, não adianta querer fugir das experiências passadas negando-as e chamando-as de ruins, pois, enquanto a memórias estiverem ativas e com uma crença equivocada sobre determinado assunto, tudo se repetirá, até que você resolva curar e liberar.

A mente só identifica o que ela conhece, e o que ela conhece é aquilo que você viveu, seja essa experiência positiva ou negativa, portanto, a sua mente sempre irá buscar novas experiências que sejam similares às do passado. Esse é o papel da mente, e isso só muda quando você libera tais memórias entendendo que elas são apenas “memórias” e que, portanto, devem ser neutras.

O ser humano se tornou uma máquina de reproduzir o passado para o presente. Você se tornou incapaz de enxergar a realidade que simplesmente é. E, enquanto isso acontecer, a vida e o encanto virgem que caminha com ela não se mostrará a você.

Viver o momento presente é mais do que se fixar no agora e tentar não pensar. Ele é, antes de qualquer outra coisa, a alteração da sua percepção sobre o tempo.

Viver o agora é permitir que novas experiências entrem em sua vida sem distorcê-las de acordo com a sua percepção; é estar aberto para conhecer o novo, assim como uma criança o faz, tendo a oportunidade de voltar a se encantar com a simples, porém, bela e graciosa vida que se apresenta a cada instante diante de você.


Postado por Diogo Beltrame

Via: Diogo Beltrame | A luz da consciência.

PODEMOS COCRIAR UMA NOVA REALIDADE E UMA NOVA TERRA…

cocriando uma nova terra

ASSUMINDO A RESPONSABILIDADE

Mensagem de P’taah através de Jani King

 

Então, saiba que você cria a sua realidade de forma absoluta. É sua responsabilidade. Bem, você sabe que há momentos em que você cria algo tão horrível e tudo o que você quer dizer é: “Bem, tenho certeza de que não criei isto.” Mas a verdade é que você o criou. É chamado de cocriação, e na verdade, é grandiosa.

Assim, o primeiro passo no milagre deste procedimento mágico para transformar a sua realidade é assumir a responsabilidade. “Eu fiz isto!” Não é tão difícil quando você se acostuma a dizer: “Eu fiz isto! Eu criei isto de forma absoluta.” Esta é a parte fácil, hum?

Então, entenda a dor. Como dissemos antes, você a sente fisicamente no estômago. Bem, isto é porque a emoção, como dissemos, é simplesmente energia. Quando você está cheio de riso e alegria, a energia se move através do corpo. E quando você está sentindo um amor apaixonado pelo seu filho, ou o seu companheiro, os pássaros e as flores, etc, quando você está sentindo um amor apaixonado e intenso, de fato, esta energia tem um fluxo livre porque não há julgamento aí.

E assim a dor é criada pelo julgamento e o julgamento coloca uma tranca na energia. Ela não pode se movimentar. Você pode imaginar que a dor, vamos chamá-la de julgamento, é como uma garra mantendo a energia em seu estômago. Bem, como você alinha o julgamento? Como você o muda.

Bem, primeiro, depois de você assumir a responsabilidade que você o criou, é saber por que você o criou. Você criou a situação, absolutamente, para que você saiba que você é Deus. Você a criou para alinhá-la, para transmutá-la. E assim é, então, e isto é um pouco difícil, hum, abençoar as pessoas que cocriaram-criaram a situação com você. Agradeça e abençoe a própria situação.

E uma vez que você possa alinhar o julgamento, compreenda que até o julgamento que criou a dor é parte da criação. É também parte de Deus, senão não existiria.

E desta forma, tudo está alinhado e o julgamento, você pode dizer, dissolve-se em si mesmo, fundido com a energia. E você conhece a paixão, a intensidade do sentimento é tão poderosa que quando o julgamento é alinhado, é simplesmente a energia sem rótulo. Mas o poder dela a fará disparar através do seu coração e através do seu chacra coronário e neste instante, você conhecerá o êxtase. Você conhecerá a Unidade. Você conhecerá a não separação. Você saberá, de fato, que é um reflexo da divindade. Esta é a verdade universal mais poderosa.

Há outra coisa. Você não pode fazê-lo. Você não pode “fazer” isto. Você pode simplesmente permitir que isto ocorra. E, assim, é importante que você compreenda que realmente você é um ser humano e não o humano que faz aquilo que você é na maior parte do tempo que está acordado!

Assim, isto é chamado de transmutação grandiosa e maravilhosa da agonia para o êxtase. E saiba, amado, isto é a base para tudo. Todos estão muito ocupados, lutando, forçando e se movimentando para encontrar a iluminação, para serem “Mestres Ascensionados”, e você está procurando por tudo “lá fora”. Bem, você sabe que não há nada lá fora, nada. Está tudo “aqui”. Isto é o que você irá descobrir.

E, saiba, você fica tão apavorado com o sentimento que fará tudo o que for preciso, criará diversões maravilhosas para si mesmo… Você fará qualquer coisa, para que não tenha que sentir! E você é tão inteligente nisto! Você fará qualquer coisa, de modo que não tenha que sentir.

Bem, você vê que o que cria o seu universo são os seus pensamentos, a sua imaginação empoderada pela emoção. Assim, é uma surpresa que você fique doente do corpo, porque todos vocês têm toda esta dor presa durante eons.

Bem, agora é o momento de mudar isto. Por que é que você acha que nasceu aqui e agora? Este é um momento mais maravilhoso. O momento do fim de um grande ciclo e o início de um novo. E assim você nasceu aqui para se tornar o Zelador e o Guardião para ajudar a Terra, e acima de tudo, para ajudar a si mesmo a saber quem você é.

E quem você é, é surpreendente! Você é um ser espiritual grandioso, belo e multidimensional que se criou para a experiência nesta dimensão da realidade.

Mas você se esqueceu. Bem, está tudo bem. É tudo parte do jogo, o esquecimento. Até a dor, mesmo o que você considera como “morte”, é tudo parte do grande jogo apenas para que você saiba que é Deus.

Bem, sabe, é bem engraçado – aqui estão todos, correndo para tentar chegar onde vocês já estão! E tudo o que você tem a fazer é relaxar nisto, permitir isto. Tirar de sua cabeça, hum? Tirar de sua cabeça e colocá-lo em outro lugar.

Sua mente lógica, que é maravilhosa, é para ser o seu servo, não para ser o seu escravo. E assim é que você aprendeu a não usar a sua imaginação, a não confiar em seus sentimentos. Você aprendeu que a vida não deveria ser fácil. É uma grande luta e você deve trabalhar muito para ter sucesso.

Bem, a linha básica é que você é bem sucedido. E assim é que você pode se revelar em seu próprio conhecimento e não tem que ir a um seminário, ler outra palavra. Você não tem mais que lutar. Você pode simplesmente relaxar em quem você é e permitir o desdobramento.

Você é digno de todas as coisas, senão não estaria aqui. Toda a abundância, todo o amor, toda a alegria. Você é digno de tudo isto porque você é, de fato, uma faceta gloriosa da Criação. Assim, Mestre Grandioso, eu o saúdo.

Desperte, Humanidade.

Agora é o momento!

………………………………………………………………………………………………………………..….

Direitos Autorais:

Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 – 888-803-1777
Fax 760-366-0385
http://www.ptaah.com ptaah@ptaah.com

Fonte: P’taah | Weekly Quote Archive | June 21, 2010 – Jan 8, 2012
Traduzido por: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br


Via: Luz de Gaia | Assumindo a Responsabilidade – Mensagem de P’taah através de Jani King 06.05.17

APRENDENDO A ACESSAR O SAGRADO MASCULINO A PARTIR DO SEU FEMININO…

ardhanariswar-roop-of-shiva

Um texto sobre o masculino

1-icH5QmuGh0SKWXkYxOCv7w_(edited)

Por: Gustavo Tanaka

 

Eu sempre fui mais baixo que os outros.

Sempre fui muito menor que quase todos os meninos da minha idade.

Também sempre fui mais fraco. Não tinha tanta força física.

Meus primos gostavam de brincar de luta. Eu nunca gostei.

Eu nunca gostei de bater em ninguém e por isso deixava me baterem para não precisar bater. Até mesmo meus primos mais novos me venciam nessas brincadeiras.

Entramos na adolescência e meu corpo tinha menos pêlo que dos meus amigos.

Eu tinha menos libido e pensava em sexo menos que eles.

Eu gostava de escrever. Eu tinha um caderno onde escrevia. Mas diário era coisa de menina. Então eu escondia na gaveta. Não na primeira, mas na terceira gaveta, embaixo de um monte de pastas, pra não correr o risco de ninguém descobrir.

Todo esse cenário me fez me sentir menos homem, menos macho que os meus amigos.

Some a isso o fato de eu ser meio gago na infância e imaginem o resultado disso na minha relação com as mulheres.

Não conseguia me aproximar, não conseguia chegar em mulheres.

Com isso, demorei para dar o primeiro beijo e para ter a primeira relação sexual.

Minha primeira namorada foi aos 27 anos.

Tudo isso foi moldando um personagem em mim.

Eu precisava beber muito. Bebia todos os finais de semana para conseguir preencher um vazio e para ter coragem de me relacionar com mulheres. Bebia para me tornar mais macho que meus amigos. Bebia mais para dizer que eu aguentava mais.

E a minha fuga era o trabalho. Porque no trabalha eu era bom. Eu me sentia forte e capaz no trabalho. Então me tornei um workaholic. Trabalhava muito. Apenas para ganhar dinheiro e ter prestígio e reconhecimento. O trabalho era minha forma de autoafirmação.

Até que chegou um momento em que meu corpo não aguentou mais. Chegou uma hora que minha alma se cansou, disse “basta!”. A vida me derrubou no chão e me acordou.

Eu despertei.

E após esse despertar eu comecei a me desconstruir. Me desconstruir fez eu acessar sombras e traumas de infância. Como essas que eu descrevi agora. E ao olhar para essas sombras, eu ia me libertando delas.

Eu chorava, como choro agora enquanto escrevo esse texto. Minhas mãos tremem um pouco enquanto tocam as teclas do meu computador, com medo de compartilhar essa minha história.

Ter contato com as minhas sombras, com minha vulnerabilidade, com minhas vergonhas me fez acessar a coragem.

A coragem me deu força.

Força para entrar no meu caminho. Para ocupar o meu lugar. Para fazer o que eu vim aqui para fazer.

Aos poucos eu fui lembrando.

E quanto mais eu lembro, mais coragem eu tenho.

Porque tudo passa a fazer sentido. Porque as peças se encaixam e a vida se manifesta de uma forma perfeitamente mágica. Eu começo a ver que nenhum encontro é por acaso, que nenhuma situação acontece sem ser orquestrada e que todas as pessoas que cruzam meu caminho são mestres a me ensinar.

A me ensinar sobre mim mesmo.

A me ensinar sobre quem sou eu e o que vim fazer aqui.

Mestres a me lembrar de quem sou.

E hoje eu sei.

Sei que não sou nada daquilo que me construi. Não sou aquelas máscaras que usava. Não sou menor que ninguém. Não sou mais fraco que ninguém. Não sou menos homem que nenhum homem. Não sou menos capaz que nenhum ser humano.

Eu acesso o Sagrado Masculino à partir da minha vulnerabilidade. Eu acesso o Masculino à partir do meu Feminino.

Você não precisa fazer nada para provar que você é homem. Você já é. É só se permitir ser.

Se você está lendo esse texto é porque tem um chamado pra você aqui, escondido nas entrelinhas dessas palavras.

Um chamado que não é meu. É da sua alma.

A sua alma quer fazer o mesmo. Quer que você desperte. Quer que você se desconstrua. Quer que você entre no seu caminho e ocupe o seu lugar.

Eu estou aqui para te lembrar de quem você é.

Estamos juntos, como sempre estivemos. Ombro a ombro nessa jornada em busca do nosso espaço. Em busca de nós mesmos. E criar aqui na Terra o lugar que queremos viver.

 


Via: Gustavo Tanaka | Um texto sobre o masculino

A ELEVAÇÃO DAS ENERGIAS REQUER UMA BUSCA INTERIOR…

Galaxy-swirls-

Seu tesouro está dentro do seu coração

Canalizado por: Adriano Pereira

 

Amados, Filhos do Criador, é com alegria que volto para deixar algumas palavras de otimismo para vocês.

A Terra e todo vosso sistema solar avança velozmente aproximando-se do Sol central de Alcyone, aumentando assim as frequências das vibrações do planeta, refletindo sobre todos os reinos da Terra, sejam animal, vegetal, mineral, etérico.

Da mesma forma a humanidade avança em seu processo de elevação vibratória, refletindo por hora na ampliação das capacidades de percepção de todos.

A humanidade passa por um processo de despertar para uma nova realidade, novos padrões, uma nova vida.

Entretanto, esta fase inicial de transição provoca nos humanos um aumento da ansiedade e do aparecimento de certa inquietude em vossos corações.

Parece que todos estão insatisfeitos de alguma forma com suas vidas, e sentem que precisam mudar, mas não sabem bem por onde começar.

Convém esclarecer a todos alguns pontos, com a aproximação de vosso sistema solar do Sol central de Alcyone, ocorre um aumento incrivelmente grande do fluxo de energias puras e amorosas que chegam ao vosso planeta.

No Sol central de Alcyone, está localizada a Fonte das energias da criação de vosso sistema solar, de onde provém as energias que sustentam a vida, e que abastecem o coração e a alma de cada um de vocês com o amor e a luz necessárias para manterem o equilíbrio e o alinhamento que necessitam.

Esse acumulo de energias que chegam ao planeta incessantemente, se agregam as energias da Mãe Gaia e de todos e de cada ser humano, gerando uma sopa de energias interagindo entre si, que estão promovendo a limpeza planetária e a limpeza das energias do lixo emocional acumulado durante milênios ao redor da Terra, fruto dos angustiantes e ansiosos pensamentos provenientes do sofrimento de cada ser encarnado.

Assim como no Universo, no planeta Terra tudo também é pura energia, e por ordem do Criador Primordial, vosso planeta agora eleva-se por completo a um novo patamar vibratório, que apóia toda essa evolução da humanidade.

Ocorre agora a coincidência da elevação das energias do sistema solar, de vosso planeta e da humanidade, e esse é um fato raro no Universo, por isso desperta tanta atenção, e tanto apoio e ajuda de outras civilizações de outros recantos do Universo.

A Terra, passa por um esplêndido momento de expansão de Luz e Amor, que assim que concluído, vosso planeta brilhará por toda a Galáxia e a humanidade será saudada por todo o Universo.

Cada um de vocês e todos vocês escolheram estar aqui participando deste processo de despertar, ajudando o planeta a se limpar e a ancorar essas novas energias, e atuando para se tornarem almas mais evoluídas e mais conscientes de si mesmos.

Esse processo é infinitamente complexo, e por isso os trabalhadores envolvidos, tanto no plano material (terceira dimensão) como nos planos angélicos (quinta dimensão) trabalham incessantemente, unidos pelo coração para concretizar esse plano de trazer Luz e Amor para tudo e todos neste planeta.

O tempo corre e as providências urgem ações concretas para a materialização deste processo.

A humanidade envolvida no corpo físico da terceira dimensão, tem limites físicos e sensoriais, de forma que sua ajuda e apoio a este processo, provém das energias irradiadas pelo coração de cada um, que somadas às energias do restante da humanidade, dão forte impulso a esse processo de mudanças.

A medida em que os campos vibratórios do planeta e suas energias aumentam em intensidade e padrões, também os corpos físicos de toda a vida no planeta começa a sentir a influência direta destes novos padrões vibratórios.

Os corpos físicos, estão se adaptando lentamente a esses novos padrões, de forma que o vosso DNA também passa por mudanças, ainda imperceptíveis aos vossos microscópios, mas elas estão lá.

Para alguns, mais adiantados neste processo de elevação, as mudanças tem sido mais intensas e dramáticas, exigindo um grande esforço físico e emocional para manterem o controle e o equilíbrio.

O véu que encobria a humanidade está desaparecendo, e esses mais adiantados, aos poucos estão sentindo mais o contato com seus guias, mestres e espíritos familiares, de forma que esse contato hoje, ocorre praticamente nas 24 horas de seu dia, pois todos nós estamos aqui sempre prontos para auxiliá-los, sempre, e o fazemos com todo o Amor de nossos corações, gratos ao Criador por essa oportunidade.

A humanidade aos poucos passa a saber e a sentir, que nós estamos aqui para auxiliá-los, e dia a dia os humanos percebem que tudo o que precisam está dentro de si mesmo, escondido dentro de vossos corações, e essa é a grande tarefa que temos, de ajuda-los a reencontrarem-se consigo mesmos, e esse dia fica mais perto a cada momento que passa.

Toda a humanidade está evoluindo ao mesmo tempo, uns mais adiantados, outros caminhando ainda lentamente, mas também avançando.

Visto daqui, das dimensões superiores, a humanidade brilha mais intensamente a cada dia que passa, em um processo de evolução contínuo pela forte intenção de cada um de vocês.

Cada um de vocês são espíritos milenares, com vasto conhecimento acumulado fruto das experiências de milhares de vidas no plano material e também em outros planetas.

O véu que encobria a humanidade está desaparecendo, e esses mais adiantados, aos poucos estão sentindo mais o contato com seus guias, mestres e espíritos familiares. Vocês são especiais, vivendo uma experiência única, onde só existe uma possibilidade, vencer, e vencer juntos, todos vocês, por isso, olhem ao redor e encontrem as oportunidade de ajudar seus companheiros e se elevarem, pois todos irão vencer juntos.

O Amor e a Luz interior é a essência do Universo, é a matéria prima pela qual vocês foram criados, e todo esse Amor e essa Luz está dentro do coração de cada um de vocês.

Esforcem-se, façam uma viagem maravilhosa para dentro de si mesmo, e busquem os tesouros adormecidos dentro de vossos corações.

No corpo físico, não existe outro caminho que não seja, parar, sentar-se e meditar em silêncio, para então ir para dentro de vossos corações, reencontrar com sua alma, que o espera ansiosamente.

Assim como em qualquer atividade da vida, tudo exige preparo e treino, pois então, assim também será em vossa busca ao tesouro interior.

Não desanimem se nas primeiras tentativas encontrarem apenas o silêncio, ou pensamentos da vida. Não, é preciso treinar, insistir, para que em curto espaço de tempo, vocês reencontrem a sua alma.

E garanto a todos vocês, que os tesouros que os aguardam, são muito acima de qualquer das expectativas que possam ter.

E este tesouro, está dentro de você.

Agradeço a chance de transmitir essas palavras, agradeço ao Criador por seu Amor Incondicional por todos nós.

Seus Irmãos das Estrelas.

 


Escrito por Blog em fevereiro 16, 2017

Via: Espaço do Sol | Blog | Irmãos das Estrelas: Seu tesouro está dentro do seu coração 

AS TREVAS ESTÃO SENDO EXCLUÍDAS DO PLANETA, DANDO LUGAR À LUZ…

Northern lights over planet

TEMPESTADE ELETROMAGNÉTICA DE EFEITO AMPLIA A ASCENSÃO

Por: Diane Canfield
Março 02, 2017

Queridas belas almas,

Temos uma tempestade geomagnética ocorrendo, o que provavelmente vai ocorrer amanhã também. O vento solar está entrando em uma velocidade muito alta, causando a tempestade. Não tivemos  flares, nem qualquer consequência disso recentemente.

Hoje você pode ter se sentido caótico e com um pouco de raiva que vieram à tona. Quando essa sensação passou se transformou em uma sensação de paz e amor. Nós podemos transmutar estas energias agora à medida que passam através de nós. Nós temos agora os recursos para fazê-lo.

Atualmente somos testemunha de que as trevas estão sendo excluídas do planeta, assim como a luz está assumindo o seu lugar. Esta é parte integrante no processo da Ascensão, a luz aumentando influencia as coisas e a consciência antes de plena ascensão. Somente quando a escuridão for excluída  a LUZ será capaz de brilhar tão resplandecente quanto ela precisa para o processo da Ascensão a ponto de ser capaz de passar para o próximo nível de consciência e expansão.

Acabamos de passar pelo portal do eclipse e que nos trouxe mais perto de nosso objetivo. Muitos experimentaram a mudança que passamos em 22 de fevereiro. Embora eu estivesse doente e não pudesse postar sobre isso,  ainda  assim fui  capaz de sentir a onda de energia que entrou.

Todas essas ondas, tempestades geomagnéticas e upgrades nos preparam para subir ainda mais alto agora, bem  como a escuridão continua a vir à superfície e deixa o planeta.

Remover condicionamentos e programações agora é fundamental para o processo de Ascensão. Todo mundo tem programas de controle da mente que vem sendo executados e todos eles terão de ser removidos para sermos capazes de retornarmos ao nosso eu autêntico que é toda a finalidade da Ascensão. Eu adicionei a minha última entrevista abaixo onde eu falo sobre a remoção de programação, condicionamento e ilusões de nossa consciência.

Feb 6 ~ Charlotte View: Veil of illusion: How To Exit The Matrix. Diane Canfield

Eu amo todos vocês !

Em serviço e amor

………………………………………………………………………..

Diane Canfield
Professora da Ascensão, Médium Psíquica, Contato com Raças Estelares, Especialista em Ondas;
de Copyright © 2016 por Diane Canfield. Todos os direitos reservados. Você pode copiar e distribuir este material, desde o artigo completo em si está incluído www.dianecanfield.com
Siga-me no Facebook https://www.facebook.com/diane.canfield1


Fonte: Diane Carfield | Energy Update- Geomagnetic Storm in Effect Which Enhances Ascension
Traducao: Sonia L Pereira
Publicação : Mostradores da Luz – Somos do Futuro

Via: MOSTRADORES DA LUZ – SOMOS DO FUTURO | ATUALIZAÇÃO DE ENERGIAS – TEMPESTADE ELETROMAGNÉTICA DE EFEITO AMPLIA A ASCENSÃO

VOCÊS TODOS SÃO UM, E SE MUDAREM, MUDAM O MUNDO…

change

SÓ PODEM MUDAR A SI MESMOS, MAS QUANDO O FAZEM, O MUNDO INTEIRO MUDA!

 

Jesus

Jesus

 Mensagem canalizada por: John Smallman
em 27 de fevereiro de 2017

Na medida em que avançarem em 2017, as mudanças que estão acontecendo em todo o mundo, irão se intensificar e aumentar em quantidade, porque enormes alterações na forma de como os seres humanos interagem entre si, estão em andamento, enquanto se preparam para seus despertares.

Parte do processo, é o reconhecimento de que as maneiras pelas quais interagiam, deveriam mudar dramaticamente, se quisessem evitar a autodestruição numa escala maciça e planetária.

Mas a humanidade optou por despertar e, portanto, essa autodestruição em grande escala não mais acontecerá, por causa dessa escolha. No entanto, isso não significa que todos devem sentar, relaxar e assumir que tudo estará bem, que tudo estará divinamente cuidado. São vocês, a humanidade, que cuidará divinamente do mundo de questões importantes que devem ser resolvidas e tratadas, para que seus despertares possam continuar a progredir até o estágio em que ninguém seja deixado para trás, ignorado, julgado negativamente e depois abandonado.

Cada um de vocês – todos os seres humanos, independentemente de raça, religião, etnia, cultura, política, inteligência, saúde física ou psicológica, riqueza, competência no local de trabalho ou de fato quaisquer aspectos pessoais que possam ser usados para diferenciar qualquer um de vocês, são Filhos amados de Deus, criados perfeitos para desfrutarem da vida eterna em Unidade com o Criador.

O que Deus cria é eterno, perfeito e tem valor infinito. O que a humanidade fez, foi inventar o julgamento, numa tentativa insana de construir uma hierarquia de valores variáveis entre cada indivíduo, permitindo uma separação entre o bem e o mal ou do certo e errado e, então, tentar levantar alguns privilegiados ao nível de um deus – Um deus irreal que imaginou ter algo como uma forma humana superior a quem vocês pudessem aspirar a torná-lo – um juiz todo-poderoso e honrá-lo grandiosamente, enquanto descartando aqueles julgados de valor inferior ou inaceitáveis em qualquer escala de valor que escolheram para construir como um meio para fazerem essas avaliações.

Fizeram isso por infindáveis eras, desde que estabeleceram uma ordem social em suas sociedades tribais, sempre os levando à discordância, competição (como a história bíblica de Caim e Abel) e, em seguida, de violento conflito. Agora que vocês têm a habilidade técnica de tornarem seu belo planeta inabitável, devido ao despejo de toxinas em seus lagos, rios e oceanos, ou pelo uso destrutivo de explosivos nucleares na guerra global, é essencial que sejam tomadas medidas urgentes para assegurar que essas atividades insanas sejam levadas a um fim.

A grande maioria de vocês deseja viver em paz e cooperação, sem qualquer desejo de uma hierarquia de valores que os separe em grupos artificiais e díspares que competem entre si. No entanto, atualmente, devido à aceleração de seus processos de despertar, cada um de vocês tem enormes quantidades de “coisas” que surgem de uma só vez e que precisam ser reconhecidas pelo que são – antigas memórias de maus-tratos, amargura e ressentimentos que nunca lhes serviram, mas que têm insistido em levá-las consigo vida após vida e que parecem separá-los numa multidão de campos opostos.

Esse comportamento fez com que essas memórias ficassem profundamente enterradas dentro de vocês, muito abaixo do nível de suas consciências afloradas e, de lá surgem repentina e poderosamente, muitas vezes, fazendo com que reajam de forma impensada e talvez, também, violentamente em suas interações com os outros.

A maioria de vocês tem experimentado sentimentos poderosos e inesperados de intensa raiva, surgindo sem razão aparente e agido em conformidade no momento em que surgiram. Mais tarde, ao tomarem consciência de que eram inadequadas, foram envolvidos por um sentimento de culpa e, possivelmente, mais raiva do que aquela que sentiram então, novamente, serão descarregadas.

No entanto, agora, sabendo disso, quando essa raiva surgir dentro de vocês, apenas a reconheçam: “Estou sentindo (uma grande) ou (intensa)” raiva e deixem que ela flua através de vocês sem expressá-la. No início, isso pode ser muito difícil e, poderão se sentir incapazes de se conterem de expressá-la, todavia, na medida em que suas consciências crescem, verão que é apenas um sentimento ou uma emoção, verão que pode se tratar de nada externo, verdadeiramente, seja responsável por tais sentimentos e, então, poderão optar por apenas deixá-los ir porque não é de vocês, são apenas sentimentos que jamais e nunca puderam controlá-los.

Anteriormente, teriam rapidamente e seriamente procurado fora de si uma causa – o resultado da eleição, um projeto de lei inesperadamente grande, um comentário feito por alguém naquele momento ou anteriormente – e então justificado e culpado seus sentimentos sobre esse evento. E é claro que todos vocês tiveram a experiência de estarem zangados com algo que não afetou ninguém da mesma maneira, demonstrando claramente que toda a raiva é oriunda de suas próprias perturbações internas e, realmente, não tem nada a ver com eventos externos.

Quando surgir ira ou raiva, não procurem por uma causa, nem fora de si, nem de velhas lembranças – são apenas pensamentos em suas mentes – em vez disso simplesmente reconheçam-nos e observem como eles fluirão e se dissiparão. Todos vocês estão bem cientes de que a raiva não dura indefinidamente mas, também, estão conscientes de que podem prolongar esse sentimento de raiva, insistindo na sua causa aparente.

No entanto, a causa estará sempre dentro de vocês, surgindo como resultado de um autojulgamento negativo, doloroso e, possivelmente, completamente, inaceitável de um pensamento, palavra ou ação que, quase automaticamente projetaram para outra pessoa ou numa situação externa, a fim de escaparem dela.

A liberação de emoções ou sentimentos indesejáveis é conseguida reconhecendo-as: “Uau, isso é interessante… Intrigante… Perturbador… assustador… ” E descartá-los sem agir sobre eles ou julgá-los.

Como sabem, o Amor é completo em si mesmo e, não tem absolutamente nenhuma necessidade e não sustenta a raiva, a amargura, o ódio, ressentimento ou o desejo de restituição ou vingança. Na verdade, essas características extremamente divisórias do ambiente ilusório em que habitam fecham seus corações ao Amor. É por isso que é absolutamente essencial que, diariamente, vão para seus altares sagrados interiores, e abram seus corações para o Amor que lá reside a todo o momento e convidá-Lo a dissolver tudo aquilo a que estiverem apegados e que não esteja em perfeito alinhamento e harmonia com Ele.

Fazendo isso todos os dias com intenção e integridade, deixando ir todo julgamento e condicionalidade, trará grandes mudanças interiores a vocês. Ao fazerem isso, encontrarão a paz e contentamento na medida em que o Amor próprio e a auto aceitação crescem dentro de vocês. E, claro, porque todos são UM, ao se mudarem, mudam o mundo, que é o que tantos de vocês têm tentado fazer, exigindo ou forçando outros a mudarem.

Só podem mudar a si mesmos, mas quando fazem isso, o mundo inteiro muda!

Seu irmão amoroso,

Jesus.

 


Fonte: John Smallman | You can only change yourselves, but when you do the whole world changes!
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: JESUS – “SÓ PODEM MUDAR A SI MESMOS, MAS QUANDO O FAZEM, O MUNDO INTEIRO MUDA!” – 27.02.2017#more#more

ENCONTRANDO A LUZ DO AMOR ATRAVÉS DOS CONFLITOS FAMILIARES…

familia-tarsila-do-amaral-1925

Compreendendo as relações familiares

Mãe Maria-Chama Trina_Cláudio Gianfardoni

Mãe Maria

Canalizado por: Thiago Strapasson e Michelinha OM

 

Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.

Amados filhos, hoje trago a vocês a mensagem da humildade e da simplicidade como exemplo a ser observado nas manifestações de amor em volta de vocês diariamente.

Observem por breve instante em volta de vocês, todas as manifestações de entrega abnegada a serviço da sua paz e do seu equilíbrio.

Àqueles que são agraciados com a companhia de animais de estimação em seus lares, observem o amor que esses animais dedicam a vocês de forma a trazer o exemplo da simplicidade e da humildade, simplesmente estando presentes para os dedicarem o amor que vocês buscam dentro de vocês mesmos.

E aos filhos que possuem crianças em seus lares, que possuem outras pessoas em convívio, observem de forma atenta, meus filhos, o amor que esses também enviam a vocês diariamente, estando presentes em suas vidas, mostrando tantas lições para que vocês observem a si mesmos e sejam levados cada vez mais a se transformarem em pessoas melhores, mais compassivas e mais compreensivas.

Venho aqui lembrar a vocês de que estão rodeados de manifestações de amor e paz, de oportunidades de olhar para vocês mesmos através dessas relações, que trazem a vocês os exemplos de dedicação e inspiração para que possam ver em todas essas companhias, aquilo que falta em vocês, filhos.

A energia do amor está presente em todas as relações. Vocês não conseguem observar com os olhos físicos, amados, mas sentem os impulsos emocionais que são os avisos de que o coração está sendo tocado a despertar o chamado para o amor.

Nas relações que trazem aprendizados, lições e também lágrimas de superação de seus aspectos inferiores, todas estão presentes nas vidas de vocês para abrirem os seus corações à conexão com o amor.

É através das relações mais próximas que vocês são chamados a olhar para aquele Eu que vocês tentam esconder, dentro das aparências aceitas pela sociedade, filhos.

Eu, como mãe de Jesus, estive inserida nessa experiência, a observar a transformação de meu filho, que desde pequeno fora chamado pelas pessoas de nosso convívio de O Messias, daquele que veio para despertar a humanidade, para salvar a humanidade. Mas filhos, ele ainda estava fechado à essa realidade no coraçãozinho dele. Mas os chamados estavam presentes na vida dele, como repetições incessantes aos ouvidos dele já cansados de ouvir. Ele ainda não estava pronto para essa verdade, e assim saiu em busca de estabelecer outras relações, que acabaram por mostrá-lo o verdadeiro caminho a que veio a esse planeta.

Mas filhos, aquelas relações familiares mais próximas, dos irmãos, do pai e da mãe dentro do lar, estão sempre presentes para nos mostrar os aspectos que devemos superar, os quais muitas vezes ainda não estamos prontos a olhar. Mas que, depois da caminhada pela vida, retornamos para então podermos absorver aquele ensinamento, e então olharmos para dentro de nós a superar os últimos aspectos que nos prendem à vida de sofrimento.

Ao retornar ao lar, após a experiência no deserto, meu amado filho já era outro em personalidade, em atitudes e relacionamento com os irmãos no lar. A experiência que teve ao retornar de sua caminhada em busca do encontro com ele mesmo, foi transformadora na sua vida. Mas ainda era necessário algum período de convívio no lar, no berço da sua essência na vida material, e foi onde teve a oportunidade de ouvir essa mãe que tanto tentava falar-lhe ao coração. Foi quando ouviu os irmãos. Foi quando transmutou todas as relações familiares estabelecidas na matéria, para então seguir ao que foi destinado naquela encarnação. Foi onde encontrou forças e transmutou os aspectos que o mantinham preso ao velho Eu. E então saiu em sua jornada levando a palavra de Deus e a Verdade para todos em sua caminhada.

As relações dentro do lar, com os animais, com as pessoas, quando observadas com gratidão, com o sentimento de despertar do coração aberto a absorver todo esse amor, são simplesmente maravilhosas fontes de luz e aprendizado, que estão sempre presentes a nos dar o suporte necessário na nossa caminhada, mas que, para conseguirmos realmente absorver todo o amor contido nessas formas de energia presentes em nossas vidas, devemos abrir o chamado do coração, devemos estar despertos e com o sentimento de simplicidade, humildade e gratidão dentro de nós, a brotar para se tornar aquele novo ser que, com muita atenção, observará a absorverá a energia amorosa dessas relações.

É através das experiências que obtemos na caminhada pela vida, filhos, que estaremos preparados a observar, a sentir e a agradecer pelas nossas relações do lar, a sentir as energias benéficas que surgem desses aprendizados do lar e da transmutação dessas relações, do olhar às diferenças e do trabalho para que essas sejam aceitas com muito amor, transmutando aqueles aspectos que ainda restam dentro de nós após tantos aprendizados pela vida.

Eu os digo que de todas as relações que vivenciamos no berço familiar estão os indícios a nossa superação, aqueles aspectos que trouxemos com a missão de transmutar, de nos elevar em amor.

Pois o momento, filhos amados, é de transcender as relações familiares que por tanto tempo os mantiveram presos ao ciclo de encarnações. Relações essas que foram trazidas a vocês justamente para que pudessem aprender mutuamente como ter um olhar compassivo a partir de tudo aquilo que os restringia.

Eu sei meus filhos, que na família há muito amor, há muito carinho, mas há também muitos vínculos enérgicos que nos prendem a antigos hábitos, que nos colocam no círculo de restrição da matéria. Pois é no círculo familiar que estão os principais aspectos de nossa própria superação. Ali, apesar do amor que existe, estão os pontos que justamente nos prendem ao círculo de vidas.

O que necessitamos fazer é nos superar nesse círculo, transcender, para que possamos ao final nos encontrar livres de todo e qualquer aspecto que esteja vinculado a nossa memória cósmica e de vidas passadas. Superando as lições que nos impõe o círculo familiar estaremos a transcender os aspectos que nos vinculam à matéria e à antiga grade de sofrimento.

Cada encarnação, cada vida, é cuidadosamente planejada para que possa nos trazer um pouco mais de nossa própria restrição. Porque quando vieram a esse mundo vocês se estudaram, se analisaram, e concluíram justamente os pontos, os vínculos que necessitavam romper para se libertar da roda de vidas e vidas.

E na família, justamente, foi onde decidiram agregar um pouco mais dessa energia que necessitam superar em vocês mesmos, dos vícios interiores, para que justamente eles se sobressaiam, se ressaltem, e então todos possam conjuntamente se ajudar a superar aquilo que já era uma restrição interior, mas que agora necessita ser trabalhado para a liberação.

Atentem-se, filhos, aos costumes, as maiores restrições que afligem seu círculo familiar, pois ali terão um indício daquilo que precisam transcender dentro de vocês mesmos. Por isso, meus filhos, a compaixão, a paciência, o amor é tão exigido dentro da família de nascimento ou de criação, pois ali há espelhos a refletir seus próprios vícios interiores.

No âmbito familiar, amados, há, além do amor, tantas disputas entre os membros porque ali há justamente os irmãos que são capazes de tocar no nosso ponto mais profundo de dor, naquilo que nos recusamos a olhar dentro de nós mesmos. Há espelhos a nos apontar, são os mestres de nossa vida que, por isso, precisamos ancorar o entendimento, a compaixão, o olhar amoroso tão necessários, amados.

Foi, por isso, então, que meu filho Jesus voltou ao Lar após a peregrinação no deserto, pois ele veio se buscar, observar onde estava suas maiores dificuldades interiores. Mas teve humildade de o fazer com simplicidade, com compaixão, reconhecendo que as dores e dificuldade que vivenciava eram suas e não de seus irmãos. E nesse olhar ele se libertou para seguir seu caminho purificado, liberto de suas próprias restrições.

Ancorem esse exemplo, meus amados, e sempre que retornarem ao seu lar familiar, aproveitam a oportunidade de buscar suas aflições, seus medos, suas dores, mas, acima de tudo, busquem o amor, a compaixão, sempre conscientes que todo desafio, toda disputa, jamais é externa, mas sempre será interior no sentido de encontrarmos nossa própria libertação.

Estejam em paz, filhos, sou sua Mãe Maria e derramo sobre vós as minhas bênçãos de mãe amorosa estendendo o meu manto de proteção a iluminar os vossos caminhos.

Sou Maria sua Mãe

 


Canais: Thiago Strapasson e Michelinha OM – 18 de fevereiro de 2017
Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/ e http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/

Via: Verdade Transmutadora: Compreendendo as relações familiares – Mãe Maria

AS ALMAS ANTIGAS TENDEM A SER AS MAIS EQUILIBRADAS…

vidas-passadas

7 SINAIS DE QUE SUA ALMA REENCARNOU VÁRIAS VEZES:

Por: Higher Perspectives

 

1. Incrível intuição

Você tem os melhores instintos quando se trata de lidar com o mundo ao seu redor. Está tão sintonizado com o que é certo, que é difícil para você realmente se associar a algo que está errado.

Almas antigas são capazes de captar pistas faciais, expressões e podem empatizar com quase todos. As pessoas têm dificuldade em esconder suas emoções de você, e você sabe exatamente o que dizer ou fazer por elas.


2. Consciência

Almas antigas são alguns dos seres mais conscientes do mundo. Elas se deixam abertas a todas as possibilidades do universo, inteiramente autoconscientes do que está acontecendo. Mesmo que o mundo permaneça extenso, as almas antigas escutam os gritos da Terra, são capazes de sentir as emoções das pessoas e aceitar as coisas que nunca poderão mudar.


3. Sabe como atrair outras pessoas

Almas antigas têm uma compreensão muito profunda da Lei da Atração quando se trata dos interesses das pessoas. Isso faz com que você consiga as coisas que quer muito facilmente, uma vez que as pessoas são tão atraídas para você por razões que desconhecem.

Frequentemente, você se surpreende com a facilidade de atrair outros para sua presença.


4. O tempo não importa para você

O tempo é irrelevante para as almas antigas, simplesmente porque elas já passaram tempo suficiente em vidas passadas para que isso não importe mais.

Você sabe que tem tempo mais do que suficiente para fazer as coisas que quer, vá em seu próprio ritmo, e alcance seus objetivos de sua própria forma. O tempo não tem nada a ver com a sua agenda. Você é tão fluido quanto a água que bebe.


5. Pode lidar com deslocamento

Mesmo que as almas antigas não gostem de ser deslocadas ou colocadas fora de linha, ainda lidam com isso sem esforço e com graça. Preferem as pessoas e coisas com as quais estão familiarizadas.

Às vezes, pode até parecer que você nasceu na cultura, família ou corpo errado. As almas antigas têm conflitos com suas vidas novas às vezes, pois se sentem deslocadas no mundo.


6. Lembra-se de vidas anteriores

Há momentos em que você se encontra em um devaneio do que parece ser a vida de outra pessoa.

Almas antigas não podem deixar de sentir que estão constantemente lembrando experiências passadas ao longo do dia, tomando nota de certas pessoas que viram, lugares que foram, ou mesmo lembrando onde morreram antes de sua existência atual.


7. Pode tolerar muita dor

Como almas antigas experimentaram muitas adversidades em outras vidas, o desespero, a tristeza, e outras emoções horríveis não as afetam como antes.

Mesmo que você esteja sentindo o pior desgosto, ainda percebe que não há nada mais que possa fazer para superar a situação do que deixá-la ir, a fim de ser feliz novamente.

Você teve que deixar muitos outros irem e não gosta de reviver a experiência.


Fonte: Higher Perspectives | 7 Signs Your Soul Has Reincarnated Several Times
Traduzido por: Equipe de O Segredo
Postado por: Luiza Fletcher

Via: O Segredo | 7 SINAIS DE QUE SUA ALMA REENCARNOU VÁRIAS VEZES:

ASCENDER É RECUPERAR A CONSCIÊNCIA DE QUEM VOCÊ REALMENTE É…

ascensao

Ascensão Espiritual do Planeta e Humanidade-Conheça o processo e onde estamos agora….

 Por: Monicavox

A ascensão é a elevação da frequência vibratória dos nossos campos energéticos, até as oitavas mais elevadas de luz, é o processo de aumento do nosso quociente de luz interior, a fusão com nossa verdadeira natureza. Ascender é reconhecer nossa matriz divina e recuperar a consciência de quem realmente somos.

O processo de ascensão é nosso caminho de reencontro com o Plenum Cósmico/Deus, ao mesmo tempo que O trazemos para se manifestar em nossa personalidade. Neste aspecto podemos dizer que a ascensão é na realidade uma descensão, ou seja, é o processo de trazer a luz à nossa mônada (ou presença EU SOU) para se manifestar e expressar através da nossa personalidade. E com a manifestação da luz na Terra, estamos realizando nosso propósito divino no planeta.

O planeta Terra está passando atualmente pelo processo de ascensão planetária, que é um processo natural que ocorre a todos os planetas num estágio específico de sua evolução. Ao mesmo tempo em que sua frequência fica mais refinada e sua vibração vai chegando a oitavas superiores, os seres que habitam o planeta, também são modificados pela nova frequência.

Dessa forma, a ascensão pessoal é uma consequência da ascensão planetária e vice-versa. E é exatamente isso que estamos vivendo em nossos dias atuais. A ascensão pessoal ocorre com a participação ativa do indivíduo. Quanto mais consciência tiver o ser desse processo, mais ele pode acelerá-lo e à medida que mais pessoas vão despertando e se voltando para aceleração consciente do processo de ascensão, os seres humanos vão auxiliando o planeta em sua mudança e isso faz com que mudança de vibração possa ocorrer sem grandes complicações (cataclismos, desastres, acidentes causados pela natureza se reequilibrando, etc.).

Se a frequência dos habitantes também se eleva juntamente com a do planeta a mudança ocorre de forma harmônica e natural, pois os habitantes dão a sustentação energética que o planeta precisa. O processo de ascensão se encontra intimamente ligado com o processo de iniciação:  A palavra iniciação provém de uma raiz latina que significa começar. A iniciação pode ser considerada um novo começo, a transformação para uma nova forma de ser. Uma analogia utilizada pelo mestre Djwhal Khul (conhecido como “O Tibetano” e mestre de Mme Blavatsky), é que uma iniciação seria como a passagem através de um portal.

Existem duas maneiras pelas quais podemos definir uma iniciação espiritual – em termos do seu significado ou de sua mecânica subjacente. Se olharmos  para o significado interno de uma iniciação, uma boa maneira de  defini-la seria dizer que é um processo que nos torna “mais conscientes de nós mesmos como almas encarnadas”. A iniciação pode aumentar diretamente esse estado de consciência, ao passo que pode fazer como que esse estado evolua através da melhora de algum traço ou característica, por exemplo: a capacidade de experimentar o amor incondicional.

Se olharmos para as iniciações em termos de mecânica, uma boa definição é:

“Uma iniciação é como uma sequência progressiva de impactos direcionados de energia”.

Do ponto de vista holístico, a iniciação implica uma transformação permanente nos campos de energia dos nossos corpos sutis. È importante entender que a iniciação não está ligada ao aprendizado intelectual, mas é uma mudança permanente na nossa estrutura e portanto no nosso ser. Aqueles que se encontram numa jornada de autoconhecimento e enriquecimento espiritual, com certeza devem estar a experienciar algumas “dores” comuns deste processo.

Tornar-se mais consciente de Si, amadurecer espiritualmente, questionar padrões e paradigmas que até então considerava inquestionáveis, não é fácil e tem naturalmente o seu preço. Mas importa referir que este processo tem também a sua gratificação, pela qual vale todo o esforço: a gratificação de resgatar o seu verdadeiro EU e sentir-se mais pleno, sábio, verdadeiro e realizado.

Todos queremos isto não é verdade? Mas até que ponto estamos dispostos a trabalhar para atingir esta plenitude?

Se você se identificar com algumas das “dores” mencionadas aqui, mantenha-se firme e tenha fé. Todas as mudanças que sente que estão ocorrendo, dentro de si e à sua volta, são resultado de  tornar-se mais autêntico e conectado. A dor interior, a desorientação que se sente, são apenas catalisadores temporários que irão impulsioná-lo para o seu novo eu. Uma das formas mais fáceis de ultrapassar este processo é exercer o desapego e estar aberto às mudanças e ao fluxo natural da vida. Encare a realidade como ela se apresenta, a invés de ir contra ela.

Abaixo algumas das dores de crescimento mais comuns de ascensão espiritual:

Os amigos começam a distanciar-se

1 – O tornar-se mais espiritualmente conectado pode mudar muita coisa em nós muito rapidamente, afetando algumas das nossas amizades mais próximas.

2 – Alguns amigos começam a tratar-nos com distanciamento, hostilidade e alguns podem até tentar humilhar-nos, pelo fato de não se identificarem com a versão mais autêntica de nós mesmos.

3 – Atitudes como fofocar, reclamar ou discutir certos temas, começam a não fazer muito sentido para você e isto faz com que você sinta necessidade de se distanciar também. E isso pode ser mal recebido por alguns dos seus amigos, que já estão habituados a alimentar estes padrões comportamentais e estes passam a olhar para você como alguém estranho e fora do comum.

4 – Não se deixe abater. Tudo nesta vida tem um ciclo. Certas amizades são importantes num determinado período da nossa vida, mas numa outra fase, pode ser que tenhamos de abrir mão delas.

5 – Tudo o que podemos fazer é sermos fiéis a nós mesmos.

6 – Não temos o poder de convencer ninguém a pensar como nós e nem devemos fazê-lo. Sejamos apenas genuínos e sinceros e o Universo tratará de conectar-nos às pessoas que estão em maior sintonia com a nossa nova vibração.

Surgem os mal-entendidos na família

Alguns membros da nossa família poderão ficar muito confusos e desorientados pela mudança que vêm em nós. Para quem tem, por exemplo, pais muito religiosos, eles podem até acusar estas pessoas de se terem perdido e separado de Deus. Nestes casos, não tente discutir ou afrontar. Seja autêntico e assuma a responsabilidade pela energia que traz em cada conversa. Continue a ser você mesmo, até que o seu “novo eu” se torne mais familiar para os seus entes queridos. Lembre-se que fingir ser o que não somos, não nos faz bem nem a nós, nem a quem nos rodeia. Se a sua família realmente o/a ama, uma hora irá habituar-se a conviver com o seu verdadeiro EU.

Você começa, em certas ocasiões, a ser ridicularizado pela sociedade

Atualmente, enquanto que muitas pessoas estão num caminho espiritual consciente, há muitas pessoas que permanecem na escuridão sobre a sua verdadeira essência. O ser “diferente” da maioria pode trazer-lhe certos dissabores, como ser ridicularizado e criticado quando tenta abordar certos assuntos ou adotar certos comportamentos. O fato de se recusar a andar junto ao “rebanho” e ser considerado a “ovelha negra”, pode ser difícil e até fazer com que, por vezes nem tenha vontade de sair de casa. Nestes casos, não leve nada para o lado pessoal e continue a sua caminhada. Quem estiver vibrando na sua sintonia, irá juntar-se a você e estas sim, serão as pessoas certas para partilhar a sua vida nesta nova fase.

Surgem mudanças a nível profissional também

Quando há mudanças interiores desta natureza, até o seu emprego simplesmente pode deixar de ser uma boa opção. De repente, o trabalho torna-se frustrante, asfixiante e você passa a sentir-se vazio, insatisfeito e só de pensar em ir trabalhar, pode causar-lhe mal estar. Nesta fase, para alguns, uma mudança de carreira pode ser intencional e planejada, mas para outros, pode surgir através de uma demissão. Quando somos incompatíveis vibracionalmente com a forma como gastamos a maior parte das nossas horas, durante a semana, é apenas uma questão de tempo até que você ou o seu empregador decida que, no melhor interesse de todos, você deixe o seu trabalho. Uma transição repentina assim pode ser dolorosa. Mas acredite que nada acontece por acaso. Acredite que coisas melhores estão por vir. Renda-se ao Universo e Ele irá levá-lo exatamente para onde precisa de estar, tanto a nível espiritual, pessoal, como profissional.

Solidão

A solidão é um subproduto natural da ascensão espiritual. Assim como os nossos relacionamentos, empregos e estilos de vida mudam, também nós mudamos. Em tempos como estes, comece por valorizar a pessoa mais importante da sua vida: você mesmo! E poderá também aproximar-se de uma comunidade espiritual ou grupo de apoio se sentir necessidade.

Começar a adotar algumas práticas como fazer meditação, yoga, ou participar de retiros espirituais, poderá ajudar. O Universo irá prepará-lo com um novo cenário para apoiar o seu novo estilo de vida, mas terá de fazer esforço para atrair isso para você também.

Verá que quando encontrar pessoas no mesmo caminho, estas irão fornecer amizades e conhecimentos genuínos e edificantes. Você passará a ter menos amigos, é verdade, mas estes serão mais apropriados à sua nova vibração. Nesse meio termo, passe mais tempo consigo mesmo. Comece a praticar meditação e aprender a estar confortável consigo próprio. Aprender a estar sozinho é essencial para lidar com qualquer sentimento de perda que surgiu desde que começou a perseguir seu novo caminho. Encontrar o nosso verdadeiro Eu espiritual pode ser uma experiência gratificante e esclarecedora, contudo haverão sempre desafios de ajustamento.

Mas lembre-se sempre: você não está sozinho! Há muitos nessa caminhada. Seja paciente com o Universo e o resto irá encaixar-se. As dores de crescimento espiritual, são simplesmente sinais de que você está crescendo,  evoluindo e que está no caminho certo. Mantenha-se fiel a si mesmo. Quando você alinha as suas emoções, pensamentos e intenções, o Universo sempre conspira para que você possa ter a vida que você precisa…..

……………………..

Visão pessoal…

A nossa consciência cocriativa de massa está desempenhando um papel importante neste processo, mas precisamos de muito mais do que temos hoje para vermos as mudanças que queremos. Há componentes energéticos, cosmológicos e de consciência de massa para o que está ocorrendo em nosso sistema solar e a nossa consciência coletiva da humanidade está influenciando, mesmo que aos poucos, essa realidade; cada último ser humano no planeta está sendo um contribuinte importante neste processo, nenhum sendo mais importante ou especial do que outro. Essa é uma mensagem para caminharmos para a Unidade – a premissa central da série da Lei do Um (veja série de livros de David Wilcock). Entre os tópicos sobre a Ascenção que deve ser considerado, é o número chocantemente baixo de seres humanos que estaria pronta para a Ascensão se ela ocorresse no momento atual; seriam “menos de 300.000” que ascenderiam neste momento no tempo. Seriam apenas cerca de 0,0042 % – menos de um em cada 23 mil pessoas habitantes no planeta (resultado de se estar envolvido com apenas PÃO E CIRCO). Portanto, o trabalho é árduo e tempos difíceis ainda estão por vir, até podermos ter uma certa unanimidade quanto a conceitos básicos da existência humana; ainda estamos muito divididos, com muitos pré-conceitos, agarrados em velhos paradigmas, com crenças absurdas e cheias de culpa e misticismo. As religiões, apesar de estarem sendo questionadas, ainda são muito presentes na vida de muitos seres humanos e temos muita manipulação de massa que ainda é seguida conscientemente pelas pessoas; as vibrações que precisamos para um número maior de seres ascenderem ainda tem de ser muito trabalhada e muito conhecimento ainda está oculto; devemos sempre avaliar tudo isso com cautela, filtrar as notícias e canalizações disponibilizadas em vários veículos, principalmente na internet, onde sites pululam com informações nos levando a acreditar em soluções imediatistas e rendição de seres escuros como num passe de mágica, tomando o cuidado de observar nossos verdadeiros sentimentos a respeito do que lemos, não procurando lenitivo nestas informações para os nossos reais problemas, comodismo e falta de iniciativa para mudar as coisas…..os “tempos maravilhosos” só virão com a expressa e absoluta entrega do ser humano ao autoconhecimento antes de ver as maravilhas que estão por vir…trabalhemos antes para colher depois.

……………………..

Inspiração…
Manual Completo de Ascenção Cósmica – Dr. Joshua David Stone
A Lei do Um – The Synchronicity Key-ambos de David Wilcock

Monicavox


 

Via Ascenção Espiritual do Planeta e Humanidade-Conheça o processo e onde estamos agora…. – MONICAVOXBLOG

LIMPANDO RELACIONAMENTOS, SITUAÇÕES E MÁS LEMBRANÇAS COM ENERGIAS DE PAZ E SERENIDADE …

hooponopono

Ho’oponopono

Por Angela Mauro Peixoto

Ho’oponopono é uma expressão oriunda do Havaí, que significa: Ho’o – causa,  ponopono- perfeição, ou seja, trazer a perfeição para o que não está em ordem, tornar certo.

É uma prática curativa que consiste em repetir algumas palavras, que são como chaves de luz, cuja vibração tem o poder de limpar e curar situações desagradáveis pelas quais passamos e vivenciamos.

Esta prática foi criada pelos sábios Kahunas do Havaí, os Guardiões do Segredo, e transmitida à humanidade por sua representante e sacerdotisa (lapa’au) Morrnah Simeona, falecida em 1992.

Seu discípulo, o professor e psicólogo havaiano Ihaleakalá Hew Len é hoje o responsável pela divulgação desta prática de cura e paz.

A filosofia do Ho’oponopono consiste em repetir algumas palavras que acalmam o pensamento e limpam as emoções. Quando sofremos alguma injustiça, algum trauma ou algo que nos traga o sentimento da raiva ou indignação, é recomendado fazer o Ho’oponopono. Ele libera as energias negativas e põe em ordem o que antes estava desarmonizado.

É um sistema simples, mas muito profundo, que se baseia nos valores ensinados por Jesus e que são os pilares da paz no mundo: Humildade, Pureza, Gratidão, Amor.

Chaves de Luz Ho’oponopono:

Sinto muito
Me perdoa
Sou grato
Eu te amo

Ao repetir as palavras Sinto muito / Me perdoa / Sou grato / Eu te amo, estamos movimentando energias de paz e harmonia. Paz interior em primeiro lugar e, em consequência, paz exterior.

Mesmo que o aquilo que estamos vivendo seja algo impossível à primeira impressão de ser perdoado ou esquecido, o Ho’oponopono deve ser dito. Muitas vezes, sempre.

Ele age como uma vassourinha mágica que limpa sem cessar. Depois de alguns dias já estamos vendo e sentindo aquela situação de outra forma, mais branda ou positiva.  Já se torna possível perdoar, deixar para trás.

A insistência mental cessa, o turbilhão emocional se acalma.

A pessoa  ou situação em questão começa a ser transformada pela energia do amor, da gratidão, do perdão e da humildade, porque essas energia agiram em nós em primeiro lugar.

O Ho’oponopono transforma. Traz ordem mental, emocional, espiritual, física.

Dr. Ihaleakalá Len aconselha: “ Não pense muito sobre como esta prática vai agir. Simplesmente faça.”

Isto porque temos a tendência de procurar respostas, de racionalizar, quando o que precisamos fazer é simplesmente deixar Deus agir.

O Ho’oponopono faz isso: permite que Deus aja, que abra os caminhos para a perfeição em nossa vida.

Não espere, comece hoje a limpar os seus relacionamentos, situações e más lembranças da sua vida, através da energia da paz e da serenidade pela qual o Ho’oponopono trabalha.

Shanti!

Para saber mais: Ho’oponopono Brasil

Via:  Via Pax: Ho’oponopono


HO’OPONOPONO – ORAÇÃO ORIGINAL

Por: Regina Tavares

 

Ho’oponopono, Oração Original
Morrnah Namalaku Simeona

Divino Criador, Pai, Mãe, filho – todos em um.

Se eu, minha família, os meus parentes e antepassados ofendemos Sua família, parentes e antepassados em pensamentos, fatos ou ações, desde o início de nossa criação até o presente, nos pedimos o Seu perdão. Deixe que isto se limpe, purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute essas energias indesejáveis em pura LUZ. E assim é.

Para limpar o meu subconsciente de toda a carga emocional armazenada nele, digo uma e outra vez durante o meu dia as palavras-chave do Ho’oponopono.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem tenho dívidas pendentes. Por esse instante e em seu tempo, por tudo o que não me agrada de minha vida presente

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que eu fiz a eles antes, em alguma vida passada.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu quem pede perdão a esse alguém agora, por este instante, em todo o tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Por este espaço sagrado que habito dia-a-dia e com o qual não me sinto confortável.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Pelas difíceis relações das quais guardo somente lembranças ruins.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade, limpa em mim o que está contribuindo com minha escassez.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: Minhas memórias, eu te amo! Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim.

EU SINTO MUITO, ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO.

Neste momento, afirmo que TE AMO. Penso na minha saúde emocional e na de todos os meus seres amados… TE AMO.

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento.

SINTO MUITO, TE AMO.

Minha contribuição para a cura da Terra:

Amada Mãe Terra, que é quem Eu Sou…

Se eu, a minha família, os meus parentes e antepassados te maltratamos com pensamentos, palavras, fatos e ações desde o inicio de nossa criação até o presente, eu peço o Teu perdão deixa que isso se limpe e purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas, transmute estas energias indesejáveis em pura LUZ e assim é.

Para concluir, digo que esta oração é minha porta, minha contribuição, à tua saúde emocional, que é a mesma minha,  então, esteja bem. E na medida em que você vai se curando eu te digo que…

Eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho com você.

Te peço perdão por unir meu caminho ao seu para a cura.

Te agradeço por estar aqui para mim…

E TE AMO por ser quem você é.

Aloha!
Regina Tavares

Via: Ho’oponopono Mente Livre: HO’OPONOPONO – ORAÇÃO ORIGINAL

O AUMENTO DA ATIVIDADE SOLAR TRAZ À TONA SENTIMENTOS NEGATIVOS…

como-a-atividade-solar-afeta-a-terra

Raios  Solares  Afetam  Diretamente  a  Consciência  Humana

Por: Paul Lenda

 

Tudo dentro desta configuração densa da realidade que chamamos de Universo está interconectado. Através desta interligação, tudo afeta tudo. Desde a aurora das experiências espirituais humanas até as descobertas científicas atuais, a realidade da unidade e da interconectividade continuam a permear como um aspecto recorrente da existência dentro da vastidão do que chamamos de realidade. Estamos percebendo com uma convicção cada vez maior que esta mudança e transformação, seja na sociedade, na consciência ou em qualquer outra forma, é afetada diretamente por outros elementos do Universo que às vezes não conseguimos perceber, mas que têm a capacidade de nos afetar de formas transformadoras.

Estas conexões, que muitas vezes somos incapazes de perceber através do limitado campo da consciência humana, funcionam como portais bidirecionais e túneis através dos quais as partículas de energia e os campos percorrem. Esta afirmação parece ter saído de uma história de ficção científica, mas tem sido repetidamente provado ser uma parte genuína da nossa realidade. Em 2008 foi divulgado publicamente a existência de portais que conectam o campo magnético do Sol com a Terra. Um ano antes, os cientistas descobriram uma teia elaborada e vasta de filamentos cósmicos a centenas de milhões de anos-luz ligando as galáxias entre si. Não só o Sol e a Terra estão conectados um ao outro, mas também as galáxias que estão a anos-luz de distância. A distância não é obstáculo para a interconexão no nosso Universo.

Voltando ao Sol e à Terra, chegamos a uma conclusão muito significativa e importante. Que as chamas solares têm um efeito direto sobre tudo o que existe no nosso planeta azul… Até mesmo na consciência humana. Em 2008 foi identificado que as chamas solares afetam diretamente o estado mental e físico dos seres humanos e alguns anos mais tarde estamos vendo o quanto isto é verdadeiro. O sol tem um poder tão incrível que é capaz de enviar chamas solares para a atmosfera da Terra afetando seu campo de energia eletromagnética, bem como o campo de energia eletromagnética de cada pessoa.

Ao olhar para as profundas mudanças acontecendo na sociedade e na consciência, encontramos a glândula pineal como sendo de extrema importância. Sim, esta pequena glândula do nosso cérebro que é um laboratório de produção de DMT (dimetiltriptamina) age como um portal para as dimensões superiores, mas também regula o ritmo circadiano e a produção de melatonina que é responsável pelo sono… E é extremamente sensível aos campos magnéticos.

O caso das chamas solares que afetam diretamente a consciência humana é de extrema importância atualmente, já que podemos ver em tudo ao nosso redor e dentro da nossa vida as intensas mudanças e transformações que estão ocorrendo. Estas mudanças são intensificadas pelas forças eletromagnéticas atuando ao nosso redor. O cientista russo Tchijevsky, reuniu as histórias de 72 países começando em 500 AC e culminando em 1922. Ele construiu um índice de excitabilidade da massa humana, onde descobriu que 80% dos eventos humanos mais significativas ocorreram durante um período de 5 anos em torno do pico da atividade solar. O que esta descoberta nos mostra é que, quando a atividade solar geomagnética é mais intensa, aumenta a influência para afetar o nosso humor, padrões de comportamento, criatividade e tendências. Estamos passando por anos bastante interessantes.

Existe um outro lado positivo para o aumento da atividade do Sol. Períodos de aumento da atividade solar não apenas se correlacionam com a agitação social, mas também dão origem à inovação e criatividade na arquitetura, artes e ciência. As antigas estruturas sociais que não ajudam a humanidade a evoluir mais, são conscientemente substituídas por modelos mais adequados e sustentáveis. Acima de tudo, trata-se de um momento de oportunidades e de possibilidades de usar estas ondas de energia para criar avanços humanitários e um ambiente de vida sustentável para todos.

Uma maneira de cada um de nós contribuir é aumentar o equilíbrio emocional e a vibração dentro de nós mesmos. A harmonia e o equilíbrio são essenciais em tempos de caos. Isso nos capacitará como indivíduos, a usar estes influxos de energia em nosso benefício. Quando elevamos nossa vibração interna, podemos afetar positivamente nossas relações pessoais e nosso ambiente social, que também refletirá positivamente na consciência coletiva da humanidade.

Todos nós somos afetados de forma ligeiramente diferente por estas forças cósmicas como as chamas solares, razão pela qual uma pessoa pode ser afetada negativamente enquanto outra é afetada de uma forma positiva. Aqueles que têm escondido raiva, medo e ciúme terão seus campos de energia enfraquecidos. Nossos pensamentos ajudam a moldar e criar a nossa realidade, então não deve ser nenhuma surpresa que as emoções e sentimentos tóxicos que podemos manter dentro da nossa mente podem resultar no enfraquecimento de nossos campos de energia, tornando-nos mais vulneráveis aos efeitos negativos acionados pelos influxos da energia solar eletromagnética. Para não entrarmos em uma espiral tão descendente, devemos identificar as emoções negativas e resolvê-las. Se o nosso campo de energia eletromagnética estiver enfraquecido, torna-se mais provável que sejamos significativamente afetados pelo aumento da atividade solar.

O aumento da atividade solar traz à tona os sentimentos de ciúme, raiva e medo que estavam escondidos em nossa mente, não importa se estamos conscientes ou inconscientes deste processo. Se as pessoas não procurarem trabalhar a cura destas questões, elas aumentam de intensidade quando existe um período de maior atividade solar, como o que está acontecendo agora. Estamos vivendo um período difícil da nossa linha do tempo, mas não devemos ficar tristes com isto e sim usar este período em nosso benefício. Vamos usar este período de aumento da energia solar para criar grandes oportunidades para uma transformação social positiva… O mundo precisa dela mais do que nunca.

©Paul


 

Origem: Shift | How Solar Flares Directly Affect Human Consciousness
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: A Luz é Invencível | Raios Solares Afetam Diretamente a Consciência Humana

COM UM PÉ NA VIDA HUMANA E OUTRO NA DIMENSÃO DA ALMA…

entre-dois-mundos

HABITANTES DE DOIS MUNDOS: A MISSÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ

Jesus face

Jeshua

Canalizado por Pamela Kribe

 

Queridos amigos, eu sou Jeshua; amo todos vocês profundamente e respeito-os como são – respeito tanto o lado luz quanto o lado sombrio de cada um de vocês.

Invoco todos vocês, os portadores da nova consciência de hoje. Na minha vida, carreguei uma tocha de luz e quis compartilhá-la com a humanidade. Eu era um ser muito humano, exatamente como vocês. Sentia raiva e desespero, exatamente como vocês, mas também vivenciava momentos de conexão profunda com a minha alma. Estava me desenvolvendo no nível interno, exatamente como vocês. É importante que parem de me enxergar como um ser perfeito, um mestre que está acima de vocês. Sou seu irmão, seu amigo e não estou aqui para julgar nem fazer sermão. Desejo compartilhar meus sentimentos de companheirismo com vocês, portanto por favor sintam meu respeito por vocês.

Gostaria de dizer “Olá” para cada um de vocês individualmente, por isto peço que cada um sinta minha presença em seu coração… Você está pronto para mudar, pronto para aceitar quem você realmente é – um ser eterno, que viajou através do universo por muitas e muitas vidas. Entretanto, se acostumou a se fazer pequeno e a se avaliar pelos padrões da sociedade. Você pensa em si mesmo como mulher ou homem, como rico ou pobre, saudável ou doente, e se define nesses termos, mas é muito mais do que isso!

Você é tão livre! Mas a maior tragédia de se tornar humano na sociedade atual é que você perde o senso de liberdade. Há muitos séculos a Terra está envolvida numa atmosfera de medo e as pessoas se desconectaram do seu poder e criatividade originais. Quando você se sente separado da sua própria essência, começa a se comportar de acordo com a maneira “aceita” e então sai do seu equilíbrio.

Quando se desconecta da sua alma, você se sente básica e constantemente perdido, e forma-se um vazio, um buraco em seu coração, que você, então, começa a tentar preencher com coisas que estão fora de você. Tenta preenchê-lo com posses ou poder, ou se perde em visões de um relacionamento perfeito e romântico. Assim, você se torna viciado em tipos específicos de comportamento ou coisas. Mas o problema básico é que você se sente desconectado da sua própria essência, da sua alma.

O Trabalhador da Luz é um indivíduo que não consegue mais suportar a vida separada de sua alma. Ele sente uma espécie de anseio, uma espécie de saudade em seu coração, e à medida que fica mais maduro, começa a perceber que nada que vem do exterior pode preencher aquele buraco. E é por isto que os Trabalhadores da Luz passam a se interessar tanto pela espiritualidade; eles se tornam buscadores na senda espiritual. Começam sua busca porque se sentem feridos internamente, mas seus ferimentos não são apenas deles; a dor da separação é compartilhada por toda a humanidade, embora uma grande parte dela ainda esteja buscando soluções fora de si própria.

As almas dos Trabalhadores da Luz estão cientes de que a resposta se encontra no interior de si mesmos e, devido a esta percepção, eles estão destinados a ser professores e curadores. Mas muitos deles estão lutando com uma autoimagem muito baixa. Quando criança, o Trabalhador da Luz assimila muitos dos julgamentos de sua família e da sociedade em que é criado e pode sentir, por exemplo, que não consegue ser tão ambicioso quanto seus pais gostariam que ele fosse. Ele geralmente é muito sensível, possui talentos artísticos, é idealista, e precisa de momentos a sós consigo mesmo, para vivenciar o silêncio e a tranquilidade, de modo a se manter centrado.

Parte da missão da alma do Trabalhador da Luz é introduzir um novo tipo de consciência na Terra, mas para ser capaz de fazer isto, precisa acreditar firmemente em si mesmo. Precisa confiar na voz da sua própria intuição e nos seus sentimentos; não de modo egoico, do tipo “estou muito à frente de outras pessoas”, mas de um modo baseado no coração, valorizando e respeitando a si mesmo, porque é assim que seu coração consegue falar com você. A armadilha para o Trabalhador da Luz é ele se perder em sentimentos de inferioridade, descartando suas próprias necessidades e desejos. É preciso ter uma personalidade forte para ser capaz de se desconectar das ideias da sociedade e ser você mesmo.

E é isto que eu gostaria de enfatizar hoje: a importância de ser forte e autoconsciente. E isto tem a ver com a energia masculina em você. Quando vivi na Terra, há mais de dois mil anos atrás, muitas vezes precisava me isolar para me lembrar quem eu era. Havia muitas energias confusas ao meu redor, especialmente das expectativas das pessoas próximas a mim. Eu precisava me proteger disso para permanecer conectado com meu Eu Superior. Muitas vezes eu ia sozinho ao deserto, para me sentir realmente perto de Deus, do Espírito, e manter minha confiança.

O mesmo acontece com você. Você é um habitante de dois mundos: tem um pé na sociedade humana de hoje, e o outro pé na dimensão da alma, o reino de onde você veio. É preciso manter seu pé firmemente nessa dimensão, do contrário você fica paralisado e com medo devido à pressão da sociedade. Você precisa da sua energia masculina para dizer “não” firmemente às exigências e expectativas que não parecem apropriadas a você. Portanto, neste sentido, você deve ser um guerreiro, mas não um guerreiro que briga e luta com outras pessoas. Ser um guerreiro significa ser fiel a si mesmo, desconectar-se com frequência do mundo ao seu redor e ouvir os seus sentimentos, perceber suas sensações e confiar na sua orientação interior.

Peço-lhe agora que viaje comigo, em sua imaginação, para o deserto, e que vá lá durante a noite. A temperatura caiu e você vê o céu cheio de estrelas brilhantes. Imagine que está lá comigo, e sinta o mistério do imenso espaço à sua volta – sinta o mistério da vida. Encontre um lugar para sentar-se, relaxe e volte-se para dentro de si mesmo. O deserto é como uma passagem externa para o seu próprio templo interior, no qual você entra agora. Dentro desse templo, você se sente conectado com a totalidade da Terra e com todas as estrelas do Céu.

Você é um ser muito grande e vasto, e diz para si mesmo: “Eu aceito a minha grandiosidade; eu sou diferente; eu estou aqui para trazer uma nova consciência.”  Lembre-se de onde você veio: um lugar de sabedoria silenciosa, de onde foi chamado para descer à Terra nesta época. Você está aqui para curar seus ferimentos internos e também para oferecer um exemplo às outras pessoas. Peço-lhe que leve isto a sério.

Quando você está dentro do seu templo interior, há um guia ali que deseja lhe oferecer alguma ajuda ou conselho. Lembre-se que os guias são seus amigos – realmente! Vocês são almas muito afins, mas como eles estão do outro lado, enxergam as coisas com mais clareza do que você com seus olhos humanos. Quando permitir que seus guias se aproximem, reconheça-os como seus amigos e sinta uma sensação de familiaridade. Agora pergunte aos seus guias o que você precisa saber neste momento. Se estiver aborrecido ou triste com alguma coisa da sua vida, conte-lhes. Sinta que há muita ajuda e orientação neste lado, nesta dimensão.

Você é muito apreciado pelo que faz, e seus guias estão aí só para relembrá-lo de coisas que você já sabe. Antes de descer à Terra e encarnar nesse corpo, você era um ser muito consciente, então sinta-se conectado com seus guias, pois eles são os representantes da dimensão da sua alma.

Agora imagine que você sai do templo e traz a energia dele consigo para a Terra. Enquanto está sentado aqui nesta cadeira, nesta sala, permita que a energia do seu Eu Maior, da sua Alma, esteja totalmente com você, dentro do seu corpo, e esteja ciente de que o mundo precisa de você, o mundo precisa da energia particular da sua alma.

Gostaria de lhe agradecer pela sua coragem e perseverança. Respeito-o profundamente e, mesmo se você estiver confuso ou sofrendo, eu ainda posso ver sua luz brilhando intensamente. Estou aqui para lembrá-lo dessa luz e convencê-lo da minha confiança em você.


 

Fonte primária: Jeshua | Habitante de dois mundos: a missão do trabalhador da luz
Tradução: Vera Corrêa
veracorrea46@gmail.com

Via: Feminino Quântico: HABITANTES DE DOIS MUNDOS: A MISSÃO DOS TRABALHADORES DA LUZ (POR JESHUA)

UM ANO POTENCIALMENTE INOVADOR…

new-year-2017

Dicas para o início do novo ano – Comece 2017 com esperança

Por: Selácia

 

Agora é um momento perfeito para definir o tom energético para a forma como deseja começar 2017. Isto é feito com consciência e intenção, com você decidindo deliberadamente que tipo de experiência deseja ter. Sim, há muitas coisas estranhas acontecendo lá fora no mundo, mas você pode escolher conscientemente as suas respostas.

Um exemplo é a esperança. No núcleo do seu ser, você é esperançoso e cheio de luz. Esta parte sua pode superar qualquer desafio e permanecer confiante de que tudo ficará bem. Esta resposta de esperança tem uma energia palpável. Ela o eleva e lhe dá coragem para prevalecer e persistir. Ela o ajuda a ter sucesso, e a ver o sucesso mesmo no chamado fracasso. Quando você se conecta com esperança, de uma forma espiritual fundamentada, é como um elixir do céu.

Neste artigo, eu esboço algumas maneiras para se conectar com o seu próprio reservatório de esperança e se tornar mais desembaraçado para o que virá em seguida. Quando você ler, convide a sua sabedoria interior para lhe mostrar o que é relevante para a sua vida. Peça compreensão e um conhecimento do tempo divino em todas as coisas.

Grande parte da loucura e da incerteza de 2016 está continuando, enquanto ficamos no vazio de não termos conhecimento do próximo capítulo. Na verdade, como você deve ter notado, este vazio tem energias bem incomuns agora. Nós realmente não testemunhamos nada parecido com isto em nossas vidas. Tivemos acontecimentos imprevisíveis antes, mas o grande número deles que ocorrem simultaneamente é sem precedentes.

JANEIRO, UM MÊS FUNDAMENTAL

Em decorrência disto, o mês de Janeiro será fundamental na determinação de inúmeras novas direções. Isto está acontecendo lá fora em nosso mundo, mas, também, em nós mesmos. É vital que estejamos despertos para o processo e no comando de nossas próprias vidas. Não importa o quão incertas ou sombrias as coisas pareçam, devemos permanecer esperançosos e tomar medidas para criarmos novos inícios em nossas vidas.

Novos inícios estarão se revelando ao nosso redor, no mundo externo. Haverá provavelmente uma sensação grande de expectativa, intensidade e preocupação na sociedade, enquanto as pessoas respondem aos eventos.

Muitas coisas que estarão ocorrendo, estarão fora de nosso controle individual. Sobre o que temos controle, no entanto, é a nossa resposta. Não importa como ocorram coisas estranhas, a chave é encontrarmos o nosso equilíbrio e escolhermos o caminho elevado do espírito. Quando fazemos isto, conectamo-nos com a energia da esperança em nossa essência.

DESPRENDENDO MUITAS PELES

É bem provável que você sinta como se tivesse desprendido muitas peles neste ano. Foi um tempo de mega transformação, de liberação, e de experimentar novas abordagens para viver a sua melhor vida. Algumas de suas experiências podem ter tido uma recepção ou resultado indiferente. Outras podem ainda estar se impregnando, não ainda maduras. Outras ainda, podem estar totalmente formadas, mas não podem ainda ser manifestadas porque o momento não é ainda adequado.

O QUE ESTÁ ARMAZENADO PARA JANEIRO

Aqui estão alguns destaques do que está armazenado para Janeiro.

Primeiro, é o início de um novo ano, com a energia de novos inícios no ar. Isto, provavelmente, será diferente neste Janeiro por causa dos eventos imprevisíveis e tensões de não saber como as coisas se revelarão. Dicas pessoais: Preste atenção ao que está acontecendo, mas preste mais atenção na administração de sua própria energia e reações emocionais. Você pode precisar de mais sono ou de um reabastecimento mais frequente para se estabilizar, quando tanto stress está no ar. Faça o melhor que puder para evitar levar as coisas pelo lado pessoal, sendo um observador neutro. Retorne ao seu centro com frequência, para ser lembrado do que realmente lhe importa, e para sentir a esperança em sua essência.

Segundo, estaremos ainda no Mercúrio Retrógrado até a primeira semana de Janeiro. Isto significa rever questões, fazer uma revisão de planos e, ás vezes, refazer coisas quando elas não correram bem na primeira vez. É normal querer estar a toda a velocidade, à frente, enquanto o ano se inicia, mas com Mercúrio Retrógrado, isto, às vezes, pode ser mais como viajar em primeira marcha ou marcha neutra. Dicas de Mercúrio: tranquilize-se e respire com frequência. Lembre-se de que você é um ser quântico e que quando você está operando no modo quântico, o que precisa acontecer pode ser feito em um flash de tempo.  Não permita que atrasos aparentes o irritem. Confie na orquestração divina.

Terceiro, anote em seu calendário, a Lua Cheia de 12 de Janeiro. Esta será uma poderosa Lua Cheia em Câncer, com o potencial para dinâmicas desafiadoras e intensas emoções. Questões nos bastidores poderiam surgir inesperadamente. A melhor maneira para trabalhar com estas energias é permanecer ancorado e em seu coração. Esforce-se por ser paciente e tolerante. Se algo chegar a um ponto de ebulição, energeticamente, considere uma pausa para que não diga ou faça algo com que possa se arrepender mais tarde. Outras datas fundamentais de energia: temos alguns alinhamentos planetários tensos e o Sol entrando em Aquário em 19 de Janeiro, um dia antes da Posse Presidencial dos Estados Unidos, em 20 de Janeiro. Na semana seguinte, teremos a Lua Nova em Aquário, em 27 de Janeiro, ocorrendo no dia anterior ao início do Ano Chinês do Galo, no dia 28 de Janeiro. Do ponto de vista energético, será um mês de intensidade, catalisadores para a mudança e desafios em relação aos outros. Faça o melhor para permanecer em seu centro e reagrupe a sua energia com frequência. Reserve um tempo diariamente para ouvir a sua orientação interior sobre ações e tempo.

Ao entrar neste ano potencialmente inovador, lembre-se da grande cena do por que você está aqui. Lembre-se de seu papel como um agente de mudanças divino. Lembre-se de que você não é um turista acidental que está aqui por acaso.

Em um nível da alma, você tem um destino aqui durante estes tempos. O mundo precisa do seu amor, de sua consciência e de sua luz. Você, como um ser humano, precisa ter as conclusões e autorrealizações disponíveis por causa da vida agora. Em nenhuma outra vida até agora você poderia fazer e completar o que é possível agora. Valorize isto pela oportunidade que é. Em uma base diária, convide uma conexão tangível com a energia da esperança que existe em sua essência. Peça para ser guiado a viver a sua melhor vida.

 


 

Fonte: www.Selacia.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: Sementes das Estrelas: Selácia – “Dicas para o início do novo ano – Comece 2017 com esperança” – 30.12.2016

OS OLHOS  PROJETAM AS IMAGENS REFLETIDAS PELA VIDA QUE ACREDITAMOS SER VERDADE…

reflection

SEUS OLHOS NÃO SÃO OS OBSERVADORES DE SUA REALIDADE, ELES SÃO OS PROJETORES

Mensagem dos Guias Angélicos canalizada por: Taryn Crimi

 

Hoje gostaríamos de focalizar sua atenção em sua realidade holográfica, aquela que parece ser muito real, pois aparentemente ela fabrica os desafios que vocês encaram e os obstáculos que vocês precisam superar.

Agora, isto não é dizer que os obstáculos não existem, mas nós diríamos que eles existem a partir da sua perspectiva mental.

Vocês têm a capacidade de mudar o quadro a qualquer momento que vocês desejarem, só o que vocês precisam fazer é mudar seu foco.

Nós gostaríamos de dedicar esta mensagem para aqueles de vocês que estão necessitando de alguma refocalização para que as imagens que surgem em sua frente estejam mais alinhadas com o que vocês desejam ver.

Como nós dissemos muitas vezes, aquele que percebe é o responsável por determinar se qualquer experiência seja vista como positiva ou negativa.

Há muitos extremos em sua realidade e vocês são capazes de buscar tanto o positivo como o negativo em qualquer uma e em todas as circunstâncias.

Com certeza é fácil ficar absorvido em suas vidas cotidianas, nas lutas e dificuldades que cada um de vocês enfrenta sem qualquer dúvida.

Mas nós gostaríamos de lembrá-los de que vocês não são o corpo em que vocês caminham na Terra, vocês são alma ilimitada que procura se expressar de todos os modos possíveis.

Vocês não têm fronteiras ou limitações, somente aquelas que vocês se impõem.

Nós vemos muitos que ficam desapontados em sua busca de criar a vida que eles desejam manifestar; quando eles ficam tão envolvidos com o como seus sonhos serão manifestados que eles não conseguem ver que o obstáculo que temporariamente eles experimentam simplesmente é colocado no caminho para garantir que eles sejam redirigidos para um caminho mais direto e adequado para atingir sua destinação desejada.

O obstáculo não é o fim, queridos, ele simplesmente é um desvio para uma rota melhor.

Com muita frequência, muitos estão criando sonhos baseados no que eles consideram que podem realmente manifestar, ao invés do que eles verdadeiramente desejam criar para eles.

Essencialmente muitos se encontram planejando muito menos porque eles não ousam sonhar com mais.

Nós os lembramos de que só porque ainda não está aí não significa que não está vindo.

Não acreditem em tudo que vocês veem na sua frente, pois é projetado pelos pensamentos e medos que vocês mantêm em sua mente.

Alimentem seus sonhos por matar de fome os seus medos.

Os dois não podem permanecer no mesmo espaço, pois eles exigem vibrações opostas para se manifestarem.

Vocês precisam focalizar sua atenção firmemente na fé que vocês têm na sua capacidade de criar tudo que desejam criar para que os medos não tenham outra opção além de desaparecer.

É assim que vocês desmantelam as imagens holográficas de medo, pois elas não podem permanecer em seu caminho se vocês mantiverem tão atentamente seu foco no seu resultado desejado que nenhum outro resultado teria possibilidade de se manifestar.

Seus medos e preocupações que vocês têm para amanhã não estão aqui no seu agora.

Lembrem-se: não é tarefa sua determinar como seus desejos serão manifestados; vocês apenas precisam focalizar no que vocês desejam criar.

Virá se vocês permitirem que venha; precisa vir, pois a vida simplesmente é um espelho refletindo de volta para vocês tudo que vocês projetam nessa tela holográfica que atualmente vocês acreditam que é a sua realidade.

Ela é produzida por vocês.

Olhem além dos seus medos e focalizem sua atenção naquilo que vocês querem chamar para vocês.

Vocês podem começar agora mesmo a limpar as imagens na “tela” da sua vida que geram medo em vocês enquanto abastecem seus sonhos com sua fé de que vocês podem criar muito mais.

Queridos, lembrem-se: é só um sonho, então sonhem com algo grande!

Nós esperamos tê-los servido de alguma forma e que nossa mensagem encontre aqueles de vocês que mais precisam dela.

Em amor e luz

Nós somos seus Guias Angélicos

 


 

Copyright©2012-14 por Taryn Crimi. Todos os direitos reservados

Você pode compartilhar e redistribuir este material contanto que seu conteúdo seja copiado integralmente e sem alteração, seja distribuído gratuitamente e esta nota de direitos e o link sejam incluídos: http://Angelic-Guides.com

Fonte: Angelic Guides ! Your eyes are not the observer of your reality, they are the projectors
Tradução: Blog SINTESE

Via SINTESE: GUIAS ANGÉLICOS – SEUS OLHOS NÃO SÃO OS OBSERVADORES DE SUA REALIDADE, ELES SÃO OS PROJETORES