A TRANSFORMAÇÃO EM MASSA QUE DARÁ UM FIM À ILUSÃO DE SEPARAÇÃO…

luz da ascensao

Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

publicado em The Edge Magazine em 01 de Fevereiro de 2018

Por: Christine Day

 

Amados, nós os saudamos.

Os ventos da mudança têm fluído livremente, criando novos padrões de luz, dando nascimento a aberturas multidimensionais por todo o plano da Terra desde o Ano Novo. As frequências mais elevadas de Deus contidas nos raios do Sol têm fluído por seus sistemas energéticos e fazendo você reviver, rejuvenescendo você em um nível celular.

Esses raios expandidos têm criado um realinhamento em seu corpo através de uma ativação do que nós chamamos de “Essência da Ressurreição”. Esta frequência está agora fluindo pelo corpo físico e abrindo caminhos energéticos para outros aspectos dimensionais da sua câmara do coração. Esses novos padrões de luz estão criando revelações a partir da forma pura de Amor emanado do Sol, reabrindo um acesso para a sua consciência de luz divina.

A sua luz brilha mais forte dentro de você. Você contém uma iluminação única e com a ação dessas reaberturas você está sendo revelado ao seu Eu. Portas de entrada que estiveram fechadas em você podem agora ser acessadas. Você está se tornando um feixe de luz, que brilha a partir do seu coração para toda a humanidade.

Agora é a hora de desejar Soltar e mover-se adiante, não necessariamente sabendo ou compreendendo o seu processo. Este é um tempo de simplesmente confiar e tornar-se aquilo que você é a cada momento. Não olhando adiante nem para trás de você. Não tentando desvendar o que está acontecendo. Em vez disso, deseje alinhar-se com essa extensão da câmara do seu próprio coração e testemunhe o que está exatamente no momento.

Energia natural do coração

​Há um chamado do destino sendo feito a cada um de vocês para dar um passo adiante e permitir que a vastidão da energia natural do seu Coração flua em seu mundo. Haverá um entrelaçamento do “Amor” que você carrega naturalmente dentro do seu coração multidimensional para que flua para fora, emergindo para a humanidade.

As profecias do “Novo Amanhecer” nos diz que este é o tempo para a ilusão da separação terminar. Esse processo transformacional de tornar-se começa dentro do seu coração. Ele é feito para, em primeiro lugar, desenvolver-se dentro de você, e então o Amor irá transmitir-se naturalmente para outros.

As guerras internas que você criou dentro do seu eu através do autojulgamento e da autocondenação têm perpetuado a ilusão da separação, mantendo-a firme na existência em seu mundo. Vocês, como uma raça, têm vivido isto continuamente em seu cotidiano – e em suas próprias vidas. E então vocês estenderam esta separação para outros em seu mundo.

Transformação em massa

​A transformação energética em seu plano Terrestre, através do reposicionamento do Sol no momento do Ano Novo, contém um novo projeto de frequência para a transformação em massa, retirando a ilusão da separação em seu planeta. Cada um de vocês num caminho consciente tem um papel importante a fazer nessa fase transformacional. Cada um de vocês fez uma série de pré-acordos para sustentar “plataformas energéticas” que transportam uma série de modelos contendo aspectos do Amor. Isso é sustentado em um projeto energético que começará a ser ativado, mudando a ilusão da separação dentro do plano Terrestre nesta altura da transformação.

Esta jornada de construir a “plataforma” começa com você sustentando um espaço de Amor por si mesmo, durante um momento. Esta plataforma, a qual é destinada para ser construída energeticamente e então sustentada dentro do seu coração, conterá automaticamente um espelhamento. Isso pode ser comparado a você criar um caminho para outros seguirem, permitindo que eles se movam com facilidade através dos seus próprios processos de transformação, de autoaceitação e, definitivamente, de autoamor.

Você está sendo solicitado a começar este primeiro passo do processo ao desenvolver inicialmente dentro de você um momento de compaixão e paciência pelos seus traços humanos de imperfeição. Através da autointrospecção, olhe para um aspecto da sua jornada onde você mantém um julgamento contra o seu eu. Reveja a experiência a partir da perspectiva que você fez o melhor que você pôde no momento. Abra-se para a verdade, que na realidade não houve escolhas erradas, que cada escolha leva você a uma experiência perfeita de aprendizado.

Autenticidade da Verdade

​Há grande significância em abrir-se para esta autenticidade da Verdade. Ela alinha você ao potencial pleno de cada momento: cada escolha que você faz abre a experiência necessária. Você não pode condenar a si mesmo por nenhuma decisão que você tomou em sua vida!

Outra Verdade: Como um ser humano você é “perfeitamente imperfeito”. Compreenda que não é possível para você sempre fazer coisas perfeitamente, pois você sempre cometerá erros! Erros criam as experiências de aprendizado necessárias!

Ao abrir-se para essas verdades, abrace a si mesmo com Amor e Compaixão pelo sofrimento causado pelo seu autojulgamento. Então respire com a sua respiração consciente (para dentro e para fora pela boca) e Solte os velhos julgamentos de dentro de si. Ao abraçar-se com Compaixão por todo o sofrimento, por apenas um momento no tempo, cada célula em seu corpo conterá a marca daquele momento.

A cada momento em que você permite-se Soltar o julgamento, a “Energia do Soltar” torna-se cumulativa dentro das células. Uma base forte de autoamor irá desenvolver-se dentro de você, e isso levará você a uma experiência ainda mais profunda de Soltar os momentos de julgamento.

Você começará a construir a “plataforma” para terminar a separação dentro do seu coração. Este processo é um papel essencial para você desempenhar para si mesmo agora, acelerando o seu processo de iluminação. O novo padrão de luz no planeta contém a energia para dar suporte a você nesse processo de ressurreição; ele contém o projeto pronto para este seu novo desabrochar.

Um projeto sagrado

​Lembre-se que esta é a sua jornada, um projeto sagrado que será um processo de desabrochar passo a passo. Não é preciso que seja feito com perfeição. Você terá momentos nos quais você poderá abraçar a si mesmo com aceitação e outros momentos em que você voltará direto a um lugar de autojulgamento. Este é um componente natural da sua composição como um ser humano.

O que é importante é testemunhar os momentos nos quais você entra na separação consigo mesmo. Observar, “Ah, veja, estou julgando a mim mesmo agora”. Quando isso estiver realmente acontecendo, não distancie-se de si mesmo. Simplesmente abrace a si mesmo com Amor, sabendo que você não é perfeito em seu eu humano. Saiba que você nunca fará as coisas com perfeição! Cada vez que você reconhece a sua separação, você muda um aspecto do ciclo poderoso de separação, porque você está fazendo de forma diferente através do reconhecimento.

A sua jornada nunca foi a de saber corretamente e fazer tudo com perfeição. A jornada verdadeira é a respeito de autoaceitação da sua própria imperfeição! Autoaceitação é autoamor. Autoamor termina naturalmente o seu estado de separação dentro de si e leva você em direção à iluminação. Saiba que através da autoaceitação haverá uma construção e surgimento desse elemento de autoamor.

Ao progredir nesse caminho você sustentará firme esta plataforma desenvolvida de autoaceitação dentro das células do seu próprio coração. Você irá então ativar outro nível do seu caminho autorrealizado ao manter no lugar um aspecto ancorado desta “plataforma” para a humanidade. Entre todos vocês ativando esses caminhos haverá uma forte construção dessa “plataforma”, que irá finalmente transformar a consciência das multidões.

Percepção incorreta do ego

​Lembre-se, sempre haverá uma falta de percepção pela ilusão contida em sua mente do ego. O ego interpreta mal o que está verdadeiramente acontecendo no momento. Esta percepção incorreta cria um estado de separação em você naquele momento, distanciando você da Verdade e trazendo você a um lugar de sofrimento. Quando você está nesse estado de separação, você acredita que precisa de algo diferente do que está acontecendo exatamente naquele momento. A história da mente do ego diz a você que de alguma forma você é uma vítima, e naquele momento, você é levado para longe de se apropriar da sua própria criação da experiência.

Essas percepções incorretas do ego levam você para longe de tomar toda a responsabilidade pela sua criação. Em vez de abrir-se para o que está lá para você aprender e compreender sobre a sua própria vulnerabilidade humana, você se desconecta e é pego pela ilusão contida em sua mente do ego. Essas percepções incorretas na verdade separam você do seu coração, da Verdade que existe.

Este é o plano, que já está em andamento: o desenvolvimento gradual da autoaceitação, que é iniciado através do Amor de sustentar e abraçar a sua própria humanidade. Isso será conseguido através da ação consciente de primeiro aceitar tudo o que você experimentou e viveu em sua vida até este momento – e então desejar explorar a profundidade do que você suportou, experimentou emocionalmente, através dos muitos cenários que você criou e das escolhas que fez nesta vida.

Estado de separação

A separação é uma das maiores ilusões encenada dentro da sua experiência humana na Terra. O processo de fechar-se como um resultado do criticismo é um fator dominante acontecendo em seus grupos de família, comunidades e entre países individualmente em seu plano Terrestre. Esse estado de separação tornou-se uma característica básica da sua persona humana.

Um aspecto da transição em andamento na Terra é mais uma construção da “plataforma” para liberar esse elemento de separação dentro da comunidade. O seu coração pode tornar-se a âncora estabilizadora em sua vida diária, e você se torna uma testemunha nas suas interações com outros. A mente do ego se move rapidamente para o julgamento. O julgamento pode até ser um pensamento sutil sobre outra pessoa. (Por exemplo: “Olha só o que eles estão vestindo. Eles são tão barulhentos”). Conforme você faz esse julgamento, mesmo pequeno, um processo de separação imediato é ativado em seu próprio coração. Você constrói uma parede e uma energética é liberada em você e em direção a eles. Esta ação de julgamento interrompe o Amor e a Alegria em você.

Testemunhe a si mesmo junto aos outros, como a sua mente começa a quebrar a comunicação e a comunhão com os outros através desse julgamento. Torne-se consciente de quão suavemente a mente do ego quer quebrar a conexão para fechar-se para os outros nessas formas sutis.

Nunca há uma razão para fechar o seu próprio coração para outra pessoa. Você pessoalmente precisa que o seu coração esteja aberto para permitir que o Amor flua. Com o seu coração totalmente aberto, você acessa o seu Verdadeiro poder interior e sua vulnerabilidade. Vulnerabilidade é força e ela reside na vastidão do seu próprio coração.

Ninguém tem o poder de machucar você. Só a sua mente do ego pode escolher ser machucada por outro. A mente do ego não está alinhada com a Verdade do seu coração. A mente do ego contém percepções erradas da Ilusão. O seu coração contém o seu poder autêntico. O coração é o único caminho para a Verdade e o Amor.

Processo com sons sagrados

​Este é um tempo de grandes oportunidades para a autorrealização do seu coração. Nós trazemos uma série de Sons sagrados para dar suporte a você para construir a “plataforma” para a expressão da canção do seu próprio coração. Você é original. Ninguém tem as mesmas configurações de frequência nas células do Coração que você. Esses Sons são concebidos para ativar totalmente a sua originalidade das suas células do coração.

Aqui está o processo:

1.    Segure seu coração com ambas as palmas das mãos, use a respiração consciente e solte.
2.    Conecte sua consciência com os Raios do Sol.
3.    Use o primeiro Som, ESTAHN ENNN, e traga o Som para dentro dos Raios do Sol.
4.    Então traga o Som, ESTAHN ENNN, para dentro do seu coração.
5.    Use a respiração consciente para dentro do coração e solte.

Agora repita todos os passos (1-5) utilizando esses outros Sons.

Para a segunda rodada, use este Som: ENTAH ENNN.

Para a terceira rodada, use este som: DAHN ESTE.

​​Utilize este processo diariamente para a autorrealização da ativação da Essência original do seu coração. Tire um tempo para SER dentro do seu próprio coração e desenvolva uma âncora interna para a sua estabilização.

Você é aquele por quem você tem esperado! Nós testemunhamos você conforme você nasce.

Bênçãos,

Os Pleiadianos

……………………………………………………………………………………………………………………….………………

Direitos de autor 2017 Christine Day. Todos os direitos reservados.

Publicado originalmente em inglês no endereço:
http://www.edgemagazine.net/2018/02/a-pleiadian-message-activating-the-resurrection-essence/

Tradução para o português no endereço:
http://christineday.wixsite.com/portugues/Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

Tradução autorizada: Letícia Scarpa  (leticia@leticiascarpa.com.br)
Revisão do texto em português: Vilma Capuano (vilmacapuano@yahoo.com.br)

Via: Newsletters | Mensagens de Christine Day | Uma Mensagem Pleiadiana: Ativando a Essência da Ressurreição

 


Ouça também a mensagem através deste vídeo:

UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018

Publicado por Sementes das Estrelas – Áudio em 6 de fevereiro de 2018.

Via: UMA MENSAGEM PLEIADIANA – “ATIVANDO A ESSÊNCIA DA RESSUREIÇÃO” – 01.02.2018 – YouTube


 

CADA UM DE VOCÊS, TRANSFORMANDO-SE NO SEU EU MAIS ELEVADO, TRARÁ A REALIDADE DA ASCENSÃO PLANETÁRIA…

un-mundo-de-suenos

Nova  Era  de  Paz

sananda

Mestre Sananda

Canalizado em 12/11/2016 por: Michelinha OM
Mensagem recebida por psicofonia ao som do mantra Wah Yantee: Wah Yantee ~ Mantra for Intuition.


Estamos entrando em uma Nova Era de Paz.

A partir de hoje, Meus Filhos, inicia o nascimento de uma nova esperança em seus corações, no interior deste planeta, exalando para fora.

Dentro de cada um de vocês, está o sentimento de paz, de que tudo ficará melhor.

Passamos pelo momento mais intenso da abertura do Portal e, agora, vocês já sentem um alívio em seus corações.

Ao serem colocados diante de seus medos, do seu lado inferior, percebem que aquilo já não os atinge. Vocês superaram e transcenderam esse “eu” que fazia parte de vocês, mas que não contribuía para a sua libertação.

Vocês deixam para trás, a partir de agora, todas as angústias, todos os medos, toda tristeza e sentimentos de que não vão conseguir alcançar o seu objetivo.

Está claro, neste momento, diante de vocês de que um futuro novo se abre, um futuro de onde não será mais possível retornar.

Vocês entram numa área onde nunca estiveram. Vocês pisam em uma nova dimensão. Uma nova dimensão do seu Eu Interior, pois, aí, é o primeiro lugar da transformação.

Cada um de vocês transformando-se no seu Eu Interior mais elevado em dimensões superiores, trará a realidade da transformação planetária.

Portanto, Meus Filhos, aceitem esse novo ser que faz parte de vocês agora. Vocês já não voltam mais ao passado. Incorporam, neste momento, a nova realidade, a força, a paz, o equilíbrio que toma conta de todos vocês.

Estamos aqui com vocês, Meus Irmãos, para os trazer essa palavra de paz, para os envolver em nossa energia.

Estivemos sempre os observando ao longe, mas, neste momento, podemos nos aproximar de vocês, devido ao fato de terem feito a limpeza interna, aquela necessária para se tornarem mais puros e elevados.

Meus Filhos, nós não conseguimos abaixar a nossa vibração a um nível tão inferior. Vocês, neste momento, estão num novo patamar evolutivo, se elevam e, portanto, o contato conosco já é estabelecido.

Agora, estamos presentes nos seus dias, todo o tempo. Podem nos acionar sempre que necessitarem. Estamos irradiando o nosso Amor. Estamos irradiando a nossa Luz, envolvendo-os em nossa energia através dessa mensagem de paz.

Nessa mensagem de esperança, aonde ao ler essas palavras neste momento, poderão perceber que algo muda dentro de vocês. Não serão mais os exemplos de sofrimento. Este planeta já não é mais aquele que observávamos ao longe. Vocês superaram os mais difíceis obstáculos. Transcenderam a vocês mesmos.

Meus Irmãos, ao perceberem que os verdadeiros obstáculos são vocês e não os outros, dão um primeiro passo em direção a sua evolução. Vocês aceitam se melhorar. Vocês aceitam transcender o erro, transcender a sombra que, por vezes, ainda habita dentro de cada um.

Vocês escolheram esse caminho. Vocês passaram, por muito tempo, observando tudo a sua volta, julgando, culpando, encontrando motivos para justificar os seus erros do lado externo.

Neste momento, vocês se voltam para dentro de si mesmos e se purificam, aceitam quem são realmente. Olhem para os seus medos. Olhem para os seus defeitos. Não julguem, mas, simplesmente, olhem com muito Amor. Olhem com o coração aberto para dentro de vocês e deixem sair esses sentimentos que estão aprisionados. Porque, por vezes, vocês não aceitam o seu lado mais obscuro. Deixem que esse lado seja mostrado. Deixem que ele seja levado ao seu conhecimento para que possam trabalhá-lo.

Enquanto o lobo fica escondido na toca, não será possível deixar o ambiente mais seguro. Ele sempre estará escondido, esperando o momento de sair e atacar. Vocês não podem deixar isso acontecer, Meus Filhos. Permitam que ele saia. Deixem que ele mostre as suas garras, o seu olhar amedrontador. Olhem para ele. Acolham-no. Aceitem quem ele é e da forma que ele é e, então, fundam-se a esse seu lado, que, hoje, escondem.

Aceitem. Levem isso com vocês sempre. E, desta forma, terão controle absoluto desse seu lado, controle absoluto de suas energias, de todas: desde as mais puras até as mais sombrias.

Todos, Meus Filhos, todos vocês, passaram por muitas vivências, aonde tiveram necessidade de deixar sair somente o seu lado mais obscuro, para que tivessem, hoje, essa oportunidade de deixar, na sua frente, os seus “dois eu’s”, para observar que existem e acolhê-los com muito Amor para trazer o equilíbrio. Somente assim, Meus Filhos, poderão trazer o equilíbrio para vocês.

Estamos aqui, a irradiar a nossa energia em volta de vocês, para fazer o fechamento…

Podem nos chamar. Estaremos aqui. No momento em que aceitarem os seus dois lados, os acolherem no seu coração, ajudaremos a fazer o fechamento e a união desses “dois eu´s”, para que, definitivamente, estejam habitando o seu coração, protegidos e seguros.

Não tenham medo. Não tenham receio de que algo vai dar errado, pois agora, a escala evolutiva só sobe. Agora, vocês só caminham em destino a sua libertação, a sua felicidade, a sua evolução. Não haverá mais sofrimento. Haverá somente libertação e acolhimento de tudo o que vocês são.

Eu sou Mestre Sananda em nome de toda a Fraternidade de Mestres e de todos os trabalhadores deste planeta que estão contribuindo para a evolução de todos vocês, Meus Filhos.

Chamem-nos e estaremos todos a sua disposição, com muito Amor.

 


Fonte: Verdade Transmutadora
Transcrição: Angelica T. Tosta
Colaboração: Solange Yabushita

Via: Nova Era de Paz – Mestre Sananda » CORAÇÃO AVATAR

O MEDO É A ENERGIA QUE GERA TODAS AS DIFICULDADES HUMANAS…

medo

 É  hora  de  saber  a  verdade  por  trás  de  todos  os  medos (O amor é a “cola” que mantém todas as coisas juntas)

 

O Grupo Arcturiano

Canalizado por: Marilyn Rafaelle

Queridos, mais uma vez falamos de amor, porque o amor é a “cola” que mantém todas as coisas juntas. Como a ressonância do mundo está se tornando cada vez mais iluminada, vocês estão vendo e ouvindo mensagens e artigos sobre amor a partir de diferentes fontes, em todos os níveis de entendimento. A consciência mundial está começando a se abrir para o amor.

Vocês talvez devam se sintonizar à crença de que vocês já ouviram tudo que há para ser ouvido e de que sabem tudo que há para saber sobre o amor, e, de diversas maneiras, vocês estão corretos. As opiniões e os conceitos humanos não mais satisfazem o indivíduo capaz de aprender a partir do seu interior. Cada verdade profundamente escondida sobre o amor será revelada quando a consciência individual estiver preparada para recebê-la.

O amor, em seu nível mais puro, é simplesmente a interconectividade da Unidade. A percepção começa simplesmente como conhecimento intelectual, mas, quando vivida e praticada, finalmente se tornará um estado de consciência alcançado. Cada verdade percebida se tornam vocês porque vocês não são um corpo físico, vocês são consciência, uma consciência que formou um corpo físico para si, a fim de utilizá-lo na Terra.

Analisem os eventos de cada dia, reconhecendo aqueles que lhes deixaram sentindo algum desconforto. Em seguida, perguntem-se: “No que eu estava acreditando naquele momento que me levou a agir, falar as palavras ou sentir estas emoções?”. Vocês irão descobrir que vocês se esqueceram de viver de acordo com seu mais elevado nível de consciência.

Velhos hábitos são difíceis de superar, e vocês nunca precisam se culpar por escorregarem para um antigo sistema de crença. Em cada interação negativa, o amor é o componente deixado de fora. Amem a percepção de que cada um de nós existe dentro do Todo, independentemente das aparências que parecem negar isso.

Há ocasiões em que as palavras faladas ou ações tomadas devem ser firmes. Cada indivíduo compreende de acordo com seu nível de consciência e, portanto, o que se fala deve ser dito de um modo que o outro entenda. Como indivíduos despertos, quando precisarem falar firmemente ou tomar ações desagradáveis, porém necessárias, vocês irão fazer isso com a consciência que reconhece a centelha da Divina Luz dentro do outro. Se houver receptividade, esse reconhecimento poderá levantar a energia do outro e trazer para ele algum tipo de mudança.

O grupo Arcturiano deseja falar do medo porque ele é a energia que está por trás de todas as dificuldades humanas. Muitos medos se mantêm escondidos e irreconhecíveis, até que, em um determinado momento, algo no nível da consciência irá se alinhar com a energia do medo e se manifestar. O medo de que falamos não é aquele medo visto nas produções de terror e violência da mídia, mas sim uma hesitação silenciosa que afeta as atividades e escolhas diárias.

O medo se manifesta em todos os níveis: físico, mental, emocional e até espiritual. Na verdade, há somente uma energia que está sempre procurando se alinhar com si mesmo – a mesma vibração, a unidade (iguais atraem iguais). O medo é simplesmente um alinhamento (desencadeado por algum evento, palavra ou experiência do dia a dia) de uma energia com sua contraparte – aquelas crenças e experiências negativas etc. que ainda ressoam na memoria celular ou na consciência.

Há aqueles para os quais uma experiência do passado criou um medo tão intenso que ele está sempre presente. Essas são as fobias que atrapalham tantas vidas. Por conta de a luz espiritual estar fluindo cada vez mais intensamente neste momento, o medo em todas as suas formas está aparecendo para ser reconhecido e liberado.

É normal ter hesitação com novas experiências. A hesitação de que falamos é quando uma atividade normal é sempre acompanhada por um pé atrás, um retesamento ou resistência sem nenhuma razão consciente. Como estudantes da verdade, vejam essas experiências como mensagens que apontam a necessidade de uma análise mais aprofundada do seu próprio sistema de crenças. O medo está frequentemente disfarçado como senso comum, praticidade, conselho experiente, ou informação baseada em experiências pessoais ou de outras pessoas.

Uma hesitação normal é olhar antes de atravessar uma estrada ou optar por entrar em alguma área que não parece segura. Este tipo de hesitação é a orientação de seus guias e do Eu, a qual deve ser escutada. Mas estamos falando das ações diárias que são muitas vezes acompanhadas por preocupação, pensamentos negativos, dúvida, apreensão, inquietação, inflexibilidade e emoções irracionais que não tem nenhuma causa consciente.

No contexto humano, muitos desses sentimentos são aceitos como emoções humanas normais, mas chegou-se a um ponto na jornada espiritual que vocês estão prontos para ir mais fundo e ir além do irreal. O medo, em todas as suas formas, não é amparado por nenhuma lei e nunca foi uma parte da consciência divina. O medo é mantido em seu lugar por meio de falsas crenças que representam uma ideia de separação.

O cenário tridimensional oferece medicamentos, distração, terapia e todos os tipos de soluções para o medo. Essas coisas podem ser úteis para os que estão naquele nível de consciência, mas agora vocês estão prontos para ir mais fundo, para reconhecer sua Divindade e cortar o mal pela raiz de todos os medos restantes, a fim de se tornarem os seres livres e poderosos que já são.

Quando as emoções que refletem medo se manifestarem durante o seu dia, tirem um tempo imediatamente ou depois para examiná-los. “O que eu acredito que me faz sentir assim? É verdade?” – essa é a questão mais importante que um estudante espiritual pode fazer a si mesmo… “À luz da verdade, agora eu sei e aceito, é essa crença que eu estou permitindo que influencie e valide as minhas decisões, ações e escolhas?”.

Nunca se sintam culpados por sentirem esses medos, mas comecem a vê-los como ferramentas de consciência, pois eles apontam as crenças atuais e a memória celular que estão prontas para serem examinadas. Medos inexplicáveis, em geral, representam a memória celular – alguma experiência aterrorizante ou dolorosa de uma época em que a consciência da humanidade não era muito iluminada. Tirem um tempo para amar a si mesmos, falar com as suas células e enviar Luz para elas, dizendo-lhes que podem liberar toda a energia velha, porque isso tudo já acabou e não vai acontecer novamente.

Profundas experiências se tornaram uma parte de seu campo de energia, permanecendo na memória celular até que ela seja limpa. Atualmente, há muita compensação ocorrendo durante o sono, mas algumas coisas devem ser apuradas em um nível consciente, mesmo ocasionalmente, com a necessidade de serem revividas. As limpezas ocorrem geralmente durante um período de tempo, e as camadas energéticas surgem quando um indivíduo está preparado espiritualmente. É por isso que questões que acreditávamos estarem esclarecidas e resolvidas há muito tempo estão agora ressurgindo para muitos de vocês.

Peça ao seu Eu Superior e aos Seres de Luz para ajudá-los, para trabalhar através de vocês. Tentar fazer tudo sozinho é um conceito antigo que reflete separação – o seu Eu Superior é você, e não uma “coisa” separada. A energia da dualidade e separação inspira medo desde a infância. Os bebês nascem em meio a uma consciência mundana de medo. Uma crença de dualidade será sempre manifesta como pares opostos. A consciência tridimensional sempre terá coisas a temer, pois essa é a natureza da dualidade e da separação. No entanto, em um determinado ponto na evolução de todos, eles se movem além dos seus medos e crenças, e começam a viver a partir de um novo estado de consciência, aquele em que não há nada a temer porque eles sabem que existe apenas o UM.

Muitos ainda se agarram aos seus conceitos favoritos de medo, simplesmente por hábito, e porque o mundo os promove. Não estamos dizendo que você deve fingir uma consciência que ainda não alcançaram, pois isso seria muito humano. O que estamos dizendo é que é hora de saber a verdade por trás de todos os medos remanescentes, vendo-os por aquilo que são – conceitos e crenças –, enquanto, ao mesmo tempo, não sentem nenhuma culpa sobre a tomada de qualquer que sejam seus passos humanos, pois vocês podem ser guiados para ter o que for necessário para o seu atual estado de consciência.

Uma vez que alcançarem esse estado, a infinita recompensa de uma Divindade autossustentada e automantida se tornará sua sem esforço, manifestando-se na forma de ideias, criatividade, soluções, e uma abundância de tudo o que é necessário, porque essas coisas já estão dentro de vocês.

Nós somos o Grupo Arcturiano.


Fonte: Oneness of All – MAY 29, 2016

Tradução: Sementes das Estrelas / Cíntia Libório e Renata Sola
Revisão de texto: Amanda Cordeiro

Via: Sementes das Estrelas: O Grupo Arcturiano – “É hora de saber a verdade por trás de todos os medos (O amor é a “cola” que mantém todas as coisas juntas)” – 29.05.2016

OS ERROS TAMBÉM FAZEM PARTE DA APRENDIZAGEM QUE LEVA À SABEDORIA…

reflexoes-ao-espelho

A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar

Jesus face

Jesus

Canaliado por: John Smallman

O retorno da Humanidade à plena consciência, o despertar da ilusão, está prosseguindo em ritmo acelerado. Uma enorme e crescente conscientização de que a vida na Terra seguida de morte não é o destino final e que, na verdade o que está acontecendo na Terra é apenas um momento de passagem, de aprendizado da lição de que o Amor é tudo o que existe e que suas formas físicas são puramente veículos temporários ou residências que ocupam enquanto fazem isso.

Formas que são ideais para esta finalidade. Todavia, quando tiverem concluídos suas “pós-graduações”, como todos irão, não terão mais necessidade delas, porque é o estado natural de cada um de vocês, infinitamente ilimitado e preenchido de potencialidades além de seus sonhos. A alegria que irão experimentar na Realidade, em casa, na presença de Deus, é algo além que suas capacidades como seres humanos possam sequer conceber e é para isso que irão despertar.

Na Terra, como humanos, suas tarefas é simplesmente liberar qualquer coisa a que estejam se apegando e que não esteja em alinhamento com o Amor. E quando fizerem isso, mesmo que por um momento, sentirão uma enorme mudança em suas energias, um alívio dos encargos que parecem estar carregando.

Em algum momento, a maioria de vocês foi perdoada por algo que fez ou disse com a intenção de machucar o outro, e que mais tarde se arrependeu. E quando foi perdoado, foi como se um enorme peso tivesse sido tirado de seus ombros. Da mesma forma, quando liberarem qualquer ressentimento, amargura, raiva e ódio que tenha sido “curado”, se sentirão mais leves e alegria fluirá para substituir aqueles aspectos de desamor que descartaram.

Todo sofrimento e infelicidade flui de atitudes de julgamento que guardam e sentem necessidade de impor a outros, para faze-los pagar pelas dores que acreditam que tenham lhes causado. Mas a dor, o sofrimento, realmente são causados por suas crenças na percepção dos maus tratos causados por outros, mesmo muito tempo depois deles terem acontecidos.

Efetivamente continuam a se punirem por reterem em suas memórias coisas desagradáveis do passado, ou imaginando novos dissabores no futuro. Mas só existe o Agora! Então, vivam no Agora e vivem em paz, seus estados naturais.

Perdoar a si mesmo é essencial. Quase todo mundo tem sido inculcado com uma forte sensação de que seja suficientemente bom e que por isso deve constantemente se esforçar para melhorar a si mesmo. Imerso na ilusão, faz sentido para se tornar educado e aprender as regras sociais básicas que permitem interações agradáveis com os outros.

No entanto, na infância, muitos são desencorajados de fazer o que agrada a eles, de fazer aquilo que estão intuitivamente ou instintivamente atraídos e, em vez disso, são induzidos a estudar e aprender o que os seus “mais velhos e melhores” decidem ser apropriado para eles. Isto os leva a desconfiar de suas próprias orientações interiores e, consequentemente um conflito interno surge que, muitas vezes, leva tanto ao tédio ou depressão, ou para uma poderosa rebelião.

Agora, como adultos, precisam descartar esses deveres impostos e mostos, todos julgamentos negativos e culpas a que os levaram. São todos seres espirituais, com inúmeros amigos e mentores nos reinos espirituais aos quais podem chamar para a assistência e que, entusiasticamente esperam por essa chamada. Vão para dentro quando buscarem orientação. Lá irão encontrar recursos incríveis para ajudá-los a liberar tudo aquilo que não lhes serve mais.

Discutir as opções e possibilidades com amigos humanos pode ser muito útil, todavia, no final precisa tomar decisões com base em suas próprias intuições e orientações oferecidas por aqueles a quem chamam nos reinos espirituais, além de seus próprios sentimentos do que seja certo para vocês. Só vocês podem saber o significado e agirem de acordo e isso é tudo que estão convidados a fazer.

Todos os humanos cometem erros. Por estarem severamente limitados, suas capacidades de plena compreensão do mundo as suas voltas ou situações surgem. Erros são experiências de aprendizagem que levam à sabedoria. Portanto, não se julguem com severidade, em vez disso, gentilmente perdoem a si mesmos, aprendam com eles e não se recusem a admitir tê-los cometido.

A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar, pelo qual todos estão passando e, quando são totalmente honestos consigo mesmos, estarão em paz, porque, então, sabem que podem confiar em si próprios. Confiar em si mesmos e nos outros é muito importante. Sem essa confiança, constantemente estarão esperando cometer erros que, então, devem ser disfarçados, esperando o mesmo dos outros, gerando, assim, um estresse desnecessário. Com confiança, quando se comete erros perdoe-se a si mesmo e siga em frente.

Provavelmente, já devem ter notado que aqueles que são mais pacíficos, contidos e em paz consigo mesmos, são pessoas de honestidade e integridade, pessoas que intuitivamente sentem em que podem confiar. Confiança reflete confiança e desconfiança reflete desconfiança. A traição é uma consequência desta última.Quando for totalmente honesto consigo mesmo, quase sempre poderá intuir se alguém pode ser confiável ou não, o que torna a vida muito mais fácil.

Todos desejam ser amados e confiáveis, porque o Amor é o estado natural de cada um. Todavia, muitas vezes, por medo e resultado de más experiências anteriores, muitos optam por suspeitar, acreditando que este seja um curso prático para viver num mundo onde tantos são traídos diariamente. Entretanto, como a confiança leva à confiança, assim como suspeita leva a suspeita. Aquilo que se pensa esperar é o que irá experimentar. A suspeita bloqueia o Amor, porque não há confiança e, Amor e confiança são inseparáveis.

Como eu e outros canais continuamos a lembra-los: “São todos seres perfeitos, porque o que Deus cria só pode ser perfeito”. No entanto, imersos na ilusão como seres humanos, são, porque escolheram ser, severamente limitados em suas habilidades e capacidades. Escolheram esta experiência numa tentativa fútil de se separar da Fonte e, para provar que não tinham necessidade de Deus.

Foi só um jogo que escolheram jogar. Mas porque Deus lhes deu poderes iguais ao Seu quando os criou como seres divinos perfeitos, porque tudo o que Ele é, amorosamente compartilha com toda a Sua Criação, o jogo que inventaram, a ilusão que construíram,  lhes parece verdadeiramente real.

Para descobrirem essa irrealidade, envolvam-se com Amor e só com Amor, porque nada mais é real. Todos devem ter ouvido o ditado: “O Amor perfeito lança fora o medo”, que é uma verdade, porque não existe nada que não seja perfeito Amor. Qualquer coisa que não seja Amor é irreal, ilusório e, portanto, não durável.

Irão todos despertar em perfeito Amor, porque esse é o destino divino e inescapável. Então, liberem seus apegos a qualquer farisaísmo, ressentimento, amargura ou ódio passado que perdure doendo e, permitam-se despertar e se deleitarem com a alegria que se seguirá.

Seu amoroso irmão,

Jesus.


Fonte: Jesus through John | Total self-honesty is an essential aspect of the awakening process

Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: Jesus – “A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar” – 31.07.2016

Metas não alcançadas não são fracassos, mas sim, oportunidade de aprendizagem…

Compreender a sua alma e a manifestação

Muitos de nós vimos trabalhando em nossas capacidades de manifestação como parte de acessar o nosso poder. Às vezes, pode parecer como se as coisas apenas fluíssem para nós, e outras vezes, parece que estamos projetando e fazendo tudo o que podemos e não conseguimos NADA. Isso pode ser realmente frustrante e muitas vezes entramos em auto-depreciação, retirando-nos do fluxo, nossa mais elevada frequência da fonte.

Ao longo dos últimos anos, uma das principais coisas com que venho trabalhando diligentemente para manifestar era o meu desejo de ensinar, escrever e viajar. Quero ver o mundo todo, sentir a energia desses incríveis lugares e realizar workshops. Em alguns dias, eu estava manifestando de modo perfeito o ensino e parte da escrita, mas a viagem estava faltando.

Pedi para que me mostrassem o que eu não estava compreendendo, relativo à manifestação de viagens em minha vida, em uma noite antes de ir dormir. Uma das ferramentas que me ajuda muito nesta jornada é estabelecer uma intenção, quando vou dormir, para que me mostrem o que está faltando, que bloqueios posso ter e até quais os próximos passos a dar. Compreendam que, quando se estabelece a intenção antes de dormir, pode não acontecer de imediato que vocês recebam as respostas em seus sonhos. Tenham paciência, o que vocês precisam saber virá no momento certo para que compreendam e processem a informação. Tenho alguns clientes que não sonham, e para eles, eu digo para pedir que lhes seja mostrado o que pode estar faltando, onde estão mantendo resistência ou onde os próximos passos os conduzirão em seus momentos de vigília. O espírito vai favorecer, simplesmente temos que permanecer presentes e atentos para ver as mensagens.

Então, fui dormir com a intenção de receber uma maior compreensão e clareza, e dizer obrigado ao espírito é um eufemismo. Sonhei que minha família viajou à Índia, para uma simpósio de uma mulher acerca da cultura do estupro, tão predominante em nosso mundo. No caminho para casa, no aeroporto, minhas três filhas de 21, 18 e 7 anos foram na frente para conseguir algum alimento, antes do embarque. Meu marido e eu estávamos fazendo os arranjos, quando joguei fora um papel de que eu precisava. Cheguei até a lixeira, e fui imediatamente cercada pela polícia, que afirmou que eu e o meu marido plantamos uma bomba. Fomos mantidos em custódia, mas minhas filhas tiveram a permissão de partir. Três anos se passaram rapidamente, meu marido e eu fomos finalmente liberados. Minha família estava esperando no aeroporto, e embora eu estivesse em êxtase para vê-los, me sentia muito triste. A minha pequena estava agora com 10 anos, ela tinha mudado tanto assim como as meninas mais velhas, visto que foram forçadas a assumir a responsabilidade por sua irmã. Tudo mudara. Foi de revirar o estômago.

Sentei-me na cama, apenas soluçando e francamente um pouco chateada. O que me foi mostrado e por quê? Eu me acalmei, me centrei e falei com o meu aspecto superior, que simplesmente me perguntou: “O que a aborrece tanto neste sonho?” Respondi que era o fato de ter perdido tanto, principalmente com relação à vida da menor. Perdi os eventos escolares, os jogos de futebol americano, festas de pijama, aniversários e feriados. Disse-lhe que não queria perder nada. Que esses anos, com minhas filhas, eram preciosos e que já compreendi como eles passam rápido, como voaram com as minhas duas mais velhas. Ela então explicou-me que o meu desejo de viajar e ministrar workshops é algo bom, mas que o momento para buscar isso com despreocupação não é agora.

Minha alma sabia que, se eu tivesse manifestado exatamente o que eu estava pretendendo, eu não teria sido feliz… teria perdido muita coisa. O peso disso caiu sobre mim como um cobertor de chumbo. Graças a Deus eu não consegui tudo o que enviei para o universo, porque teria me deixado infeliz e vazia. Sim, eu poderia ter começado a viajar, percebido que não era o momento certo e mudado o curso, mas o espírito estava me poupando essa dor de cabeça.

Foi então que compreendi, que realmente a manifestação ocorre somente quando aquilo que queremos está em alinhamento com a alma. Que, enquanto o ser humano pode pensar que quer ir por um determinado caminho, que é no seu melhor interesse, a alma pode ter outro conhecimento. Pensem na alma como um observador na corrida de Nascar. O motorista vê as coisas a partir de sua perspectiva limitada, visto que só pode reagir ao que está à sua frente. Não percebe que há detritos na pista, depois da próxima volta, ou que um grande desastre acabou de acontecer, mudando tudo. É aí que o observador entra, ele está posicionado no alto para que possa ver toda a pista. Ele está em contato constante com o motorista proporcionando-lhe orientação acerca da estrada à frente.

A sua alma é muito parecida com o observador da Nascar. Nosso trabalho é criar e manter aberto o canal de comunicação com o nosso aspecto mais elevado. Cada um de nós tem um jeito próprio de receber comunicação, mas o que todas as maneiras têm em comum é a necessidade de se estar presente, consciente e confiante. A parte confiante pode ser difícil, porque o ser humano pode ficar realmente envolvido em ideias e desejos. Eu realmente, realmente quero viajar e ensinar, mas o momento não é agora. Pelo menos não no âmbito que eu imaginei. Se eu tivesse insistido em manifestar essa realidade, teriam me demonstrado de outras maneiras, que não é o meu bem mais elevado neste momento. Temos o livre arbítrio em todos os momentos e isso torna as coisas muito interessantes para todas as partes envolvidas. É a maior improvisação da galáxia. Nossa alma pode estar tentando nos comunicar, que se formos por uma determinada estrada, não seria para o nosso bem mais elevado nesse momento. Todavia, se não escutamos e avançamos com dificuldade por esse caminho, de qualquer maneira, a alma, então, provoca coisas (eventos, contratos com os outros etc.) para ajudar a nos mostrar onde a escolha não está em alinhamento com o aspecto mais puro. Assim, aprendemos, crescemos e ajustamos nosso rumo. É por isso que não existem erros, mesmo quando saímos do rumo pretendido, ainda estamos crescendo e aprendendo, até mesmo que as lições sejam simplesmente para ensinar que está certo mudar o seu modo de pensar.

À medida que nos fundimos com a nossa alma, o que acontece em camadas, não é incomum achar que os seus objetivos e sonhos mudam. Podem mudar em pequenas ou grandes formas, nosso trabalho é permitir-nos a liberdade para mudar sem julgamento ou sensação de que falhamos. Dez anos atrás, meu sonho era iniciar uma fazenda em que jovens em risco pudessem trabalhar com animais e receber verdadeiro amor incondicional deles. Comprei a terra e dentro de três meses fui atingida por um motorista bêbado e machuquei seriamente minhas costas. Ainda insisti e adotei muitos animais, durante todo o tempo, tentando descobrir como me curar, pagar a fazenda e começar esse programa para os jovens. Nada funcionava e eu estava em constante luta. Deixei a fazenda em 2012, poderia dizer que claudicando, porque estava financeiramente falida, fisicamente uma confusão de dor crônica e doença, e emocionalmente, eu estava com o coração partido, porque tive que vender meus queridos animais. Foi então que comecei minha jornada. Agora, quatro anos depois, embora a ideia de terapia assistida por animais ainda seja maravilhosa, não é o meu trabalho. Encontrei minha vocação (pelo menos até agora) e acho que não quero ser responsável por animais ou pelo trabalho de uma fazenda. Costumo fazer jardinagem, conservo alimentos e cozinho a partir do zero, mas esses dia me encontro sem mesmo querer cozinha, em absoluto. Quem eu sou, eu não sou quem eu era, e quem eu sou agora não é quem serei à medida que prossigo em minha jornada. Estou sempre mudando e me expandindo.

Podemos olhar as metas não alcançadas como fracasso ou podemos vê-las como uma oportunidade para a aprendizagem. Minhas lembranças da fazenda são maravilhosas. Não posso começar a dizer-lhes o quanto aprendi e como sou grata pela experiência. Toda primavera, desde então, eu não posso ajudar, mas me surpreendo que apenas há alguns anos, eu estava ajudando cabras e ovelhas em seus nascimentos. Compreendo agora porque não deu certo, não era onde eu era necessária e não exaltava a minha alma como este trabalho faz. Essa percepção me ajudou a não ver mais o desvio do objetivo original como fracasso, afinal de contas, a vida não se refere a descobrir quem somos e o que realmente nos atinge?

Permitam-se mudar, permitam-se crescer de todas as maneiras, e permitam-se confiar no que estiver acontecendo. Quando trabalhamos muito para manifestar um determinado resultado e nada acontece, confie que há coisa melhores para vocês no horizonte. Saibam que o seu aspecto superior tem o seu apoio em todas as coisas, ele/ela é o seu observador através da vida. Nosso trabalho é nos conectar à nossa orientação e cocriar o mundo que queremos.

Espero que isto os ajude a olhar a sua vida   e a manifestação de uma forma que vocês compreendam que não falharam, nem sequer uma vez, Vocês estão encontrando o seu caminho, a cada momento, passo a passo e não há nada de errado nisso.

Obrigada a todos que compartilham este trabalho. Significa o mundo. Envio-lhe a todos vocês, e a mim mesma, todo o amor com que possamos lidar.

Jenny Schiltz

Fonte: www.channelingthemasters.wordpress.com

Tradução:  Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Veja mais em: Sementes das Estrelas: Jenny Schiltz – “Compreender a sua alma e a manifestação” – 07.06.2016

Ser Feliz…

Por: Augusto Cury

 

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”. É ter humildade da receptividade.

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz. E, quando você errar o caminho, recomece. Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.
Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.


 

Via: RESILÊNCIA MAG – Ser Feliz – Augusto Cury