AKHENATON, UM VANGUARDISTA DE SUA PRÓPRIA ERA, O PRECURSOR DO CRISTO CÓSMICO NA ANTIGUIDADE…

AKHENATON: Arauto do Cristo Cósmico no Egito

A SON OF GOD---1

Baseado na Obra de Corinne Heline

Por: Alexandre David, um Probacionista Rosacruz

 

A Oitava Dinastia culminou na História Egípcia como um mundo poderoso. Sob o brilhante Faraó Amenophis III a dominação egípcia se estendia à Síria e Mesopotâmia. Tributos provenientes de cidades costeiras do Mediterrâneo enchiam rapidamente os cofres e a riqueza facilmente adquirida corrompia tudo que tocava.

Akhenaton não é lembrado pela riqueza, nem pelo poderio militar egípcio. Não valorizava nada disto, nem mesmo se contentava em predicar os cânones consagrados como verdade pela casta sacerdotal dominante. Viveu a vida de um sábio enquanto ocupava o trono.

A história das religiões nos informa que sempre quando uma nação atinge seu Zenith em prestígio e poder mundano, a religião dominante do referido período se cristaliza em formas convencionais quase totalmente desprovida de iluminação espiritual; e sempre um mensageiro é enviado pela Hierarquia Invisível para desobstruir o caminho. Segundo Corinne Heline, tal condição prevalecia naquele período, vindo Akhenaton promover uma nova era de pensamento espiritual.

Os primeiros reis Egípcios foram Iniciados pelos Mestres Atlantes que oficiavam os vários graus de Iniciação no Templo de Mistérios da Grande Pirâmide. Posteriormente um elaborado cerimonialismo foi desenvolvido e transmitido em benefício das massas, mas o verdadeiro trabalho iniciático estava reservado à linhagem sacerdotal e à casa real, sendo tais privilégios transmitidos hereditariamente. Os faraós primitivos eram portadores da luz espiritual, sendo chamados de “Filho do Sol”, que designa Horus encarnado. O Templo de Heliópolis era o centro focal desta antiga Escola Iniciática, cujas raízes procedem do período primordial do Egito.

Segundo a Escola de Heliópolis, “Aton ou o Sol é o corpo físico do Logos diretor de nosso sistema solar emanado do Logos Universal. O globo solar, fonte de luz, calor e vida, é o transmutador prodigioso que recolhe as vibrações transcendentes da Divina Fonte, criadora de mundos, e as transforma em forças mentais, vibrações construtoras do Cosmos e energias vitais, que verte sobre os astros opacos que a ele estão subordinados. Assim fecunda nossa terra, virgem e mãe, sem tocá-la nem manchá-la. O Sol é a imagem viva da Divindade. Resplandece com a ofuscante luz da Verdade Absoluta. É o Senhor da Natureza”.

Tais verdades sagradas, esquecidas pela grande maioria foi preservada por muito poucos na época da Oitava Dinastia. Um sacerdócio rival, que colocava a política acima da espiritualidade e praticava grotescas formas de magia e feitiçaria derivadas de antigos cultos remanescentes, usurpara o prestígio e o poder que formalmente detinha o Templo de Heliópolis. As injustiças e crueldades impostas ao povo estão reportadas no Livro do Exodus. O principal Templo consagrado ao Deus Amon localizava-se em Thebas. O culto ganhou ascendência com Amenhotep III, refém político do sacerdócio de Amon, que restaurou o Templo de Luxor e construiu muitos outros templos consagrados a Amon. O Templo de Karnac, o grande Centro Esotérico, que perpetuava a tradição oculta do período Atlante se tornaria a mais magnífica ruína do mundo. O sacerdócio de Amon gradualmente conferiu a si mesmo o título de Deus de Heliópolis e, como Amon-Ra, ascendeu à supremacia como o Culto do Estado.

O alto-sacerdote de Amon-Ra era geralmente o Grande Vizir (primeiro-ministro) do Egito e frequentemente ultrapassava o próprio rei em poder e prestígio. Sua corte comportava hierarquias de sacerdotes a ele subordinado, que recebiam extraordinários privilégios.

Foi no meio deste cenário decadente que, Akhenaton, um dos Irmãos Maiores foi enviado para reacender a tocha espiritual que havia sido apagada pela idolatria, pelo luxo e pelo abuso de poder tanto da Igreja quanto do Estado. Em seu estudo sobre a XVII dinastia (1375-1358), Arthur Weigall escreve:

“Akhenaton foi o primeiro ser humano que possuiu o sentido do divino; o primeiro que enquanto o fragor das guerras dominava o mundo, predicou a paz, a simplicidade e a honradez; o primeiro que professou o amor à Humanidade, e o primeiro que livrou seu coração da queda na barbárie.”

“Como um raio de ofuscante luz na noite dos tempos, Aton, O Sol, símbolo do Deus verdadeiro, destaca-se por um instante no seio da escuridão egípcia e, mais uma vez, desaparece prenunciando as futuras religiões monoteístas ocidentais. Poder-se-ia crer que o misericordioso o Deus todo-poderoso teria se revelado, por alguns instantes ao Egito. Nenhum homem cuja mente esteja livre de preconceitos poderá ignorar a íntima semelhança dos ensinamentos de Cristo na religião de Akhenaton, tanto quanto em Abraham, Isaac e Jacob. A fé do patriarca é a linear ancestralidade da fé Cristã; porém o credo de Akhenaton é seu protótipo isolado. O Altíssimo Deus por um instante revelou-se a Si mesmo ao Egito, onde foi mais claramente interpretado que o fora na Síria ou na Palestina antes do advento de Cristo”.

Segundo Corinne Heline, a preparação para o nascimento de um Grande Avatar deve começar com seus avós. Tal postulado está exemplificado na vida de Akhenaton, que teria sido escolhido para ocupar o trono através da mediação da Esfinge. A Grande Esfinge de Gizeh e a Grande Pirâmide eram câmaras iniciáticas sob a guarda dos sacerdotes de Heliópolis, sendo o alto sacerdote conhecido como “o Profeta Clarividente”. Thutmose IV, que reinou de 1420 a 1411 a.C., avô de Akhenaton foi consagrado pelos sacerdotes de Heliópolis como “Filho de Aton que purifica Heliópolis e satisfaz Ra”. Akhenaton foi ativo na restauração da Esfinge.

Após a transição de Thutmosis IV ao Oriente Eterno, seu filho Amenhotep III assumiu o trono (1411 a 1375), conduzindo o Egito ao pináculo da glória material. Durante o reinado destes dois Faraós, a corte do Egito atraiu grande número de homens sábios e instruídos; entre os quais Amenhotep – Filho de Hapu – venerado por gerações como um santo e porta-voz dos Deuses. Ele era um dos articuladores da restauração do Templo de Heliópolis. Com Amenhotep IV (Akhenaton), sua influência foi marcante. Outro homem sábio tinha o nome de Ywaa, tinha uma filha chamada Tiy, que casou-se com Amenhotep III, tornando-se a Rainha Tiy (Taia), a mais brilhante e famosa das rainhas egípcias e mãe de Akhenaton.

A influencia da família materna é muito clara na vida de Akhenaton. A mãe de Amenhotep III recebera uma visão anunciatória do Deus Amon, e seu filho justificou sua visão em todos os aspectos. Em vez de seguir os passos de seu tolerante e político pai, Amenhotep III, caminhou em outra direção influenciado pela família materna e amigos de procedência Síria. Tanto a rainha, quanto seu sogro estavam engajados na preparação do advento do Cristo Cósmico.

Cerca de 1300 anos antes da era cristã, Akhenaton protagonizou como Cristo, uma vida como portador de Luz, recebendo como troca traições e perseguições. A bondosa rainha Tiy e seu santo pai, prepararam o jovem para a nobre missão, aconselhando-o a restaurar o Santo Culto de Heliópolis preferencialmente ao Culto a Amon – que, apesar de patrocinar a Casa Real, nunca ganhou totalmente os corações dos devotos de Ra e Ptah.

Reportando-se aos registros akásicos, afirma Corinne Heline: “Ainda que suas ideias ultrapassavam as de sua época, não intimidou-se a afirmá-las e pô-las em prática. Ainda hoje as modernas nações encontram dificuldade de praticar a doutrina da fraternidade entre os homens acima dos sectarismos de nacionalidade. Akhenaton não foi apenas um vanguardista de sua própria era; ele foi o precursor de sucessivas eras. Seu ideal ainda não foi atingido, ainda que seu eco se repita na boca de muitos sábios.”

O intervalo compreendido entre os treze e quatorze anos, é sempre um tempo marcante na vida de um Grande Mestre, sinalizando a direção que irá escolher em seu caminho. Este significante período em sua vida brindou o casamento de Akhenaton com Nefertiti e sua ascensão ao trono.

Nefertiti significa a personificação da beleza. Esta bela e bondosa rainha foi uma alma madura e devota colaboradora no esplendido trabalho de Akhenaton pelo povo egípcio. Foi muito admirada tanto por seu nobre caráter quanto por sua rara beleza. Ela compartilhou toda a gloriosa carreira espiritual de seu marido e sua existência foi marcada tanto pela inteligência como pela bondade e devoção.

Akhenaton não desperdiçou nenhum tempo no exercício de sua missão. Como o Mestre Jesus, mediador do Logos Solar, se ocupou desde cedo nos “negócios do Pai”. Instituiu reformas baseadas nos princípios fundamentais do Culto Solar de Heliópolis, porém numa oitava acima ou numa nova espiral. No quinto ano de seu reinado, com apenas dezesseis anos, eliminou o antropomorfismo, destruindo as estelas erigidas em homenagem a Amon, sacrificando até as obras realizadas por seu pai. O Sol foi saudado como o símbolo de um Deus que amava todas as nações, que desejava a paz em vez de guerras, a irmandade entre as nações em vez de uma nação conquistar a outra. Seus hinos declaram que Deus é um Ser invisível que não pode ser representado por imagens; que Ele é o Deus de todas as nações; que Ele ama todos os homens em igual proporção; que Ele é o criador, preservador e misericordioso Pai da humanidade e de todas as criaturas viventes.

“Quão múltiplas são as tuas obras!
Elas estão ocultas aos homens,
Ó Deus único, a quem nenhum outro se compara.
Criaste a Terra segundo o teu coração.”

Sua implicação com a Verdade está registrada num de seus decretos: “ Este é o juramento que desejo proclamar, conforme a Verdade, e do qual, por toda a eternidade, jamais direi que é falso.”

Apesar de sua juventude, era sábio na sabedoria do espírito. Seu corpo era delgado e frágil, sua natureza era serena e gentil, seu temperamento era pensativo e estudioso. Adorava contemplar as belezas da natureza, e sua face se transfigurava em êxtase espiritual. Era reverenciado e adorado por seu povo, sendo chamado carinhosamente de “Senhor do Sopro da Doçura”

De dezessete aos dezenove anos devotou-se completamente à nova religião. Rompeu com o sacerdócio de Amon-Ra e decidiu mudar a Corte para um lugar virgem a beira do deserto, “que não pertencesse a algum deus ou deusa, príncipe ou princesa, e do qual ninguém pudesse reclamar a propriedade. Em 1370 a.C., assessorado pelo arquiteto Bek, construiu a nova capital em El Amarna, na planície de Hermópolis a uns trezentos quilômetros ao sul de Heliópolis, rompendo com a tradição religiosa de Tebas.

Reportando-se aos registros akásicos, Corinne Heline relata que“ nenhuma utopia visualizada em nossa presente época poderia exceder em beleza a adorável cidade construída pelo jovem rei e chamada Akhetaton (Horizonte do Sol), atualmente Tell-el-Amarna. Ela foi dedicada à Luz e a reverente comunhão com a natureza era essencial ao trabalho espiritual”

Ao inaugurar a nova cidade, o jovem Faraó declarou: “Aton meu Pai que concebeu esta cidade; nenhum nobre me conduziu à ela; nenhum homem em toda a face da terra me guiou; Aton, meu Pai, mandou-me contruí-la. A Cidade do Horizonte, como o Sol no céu será eterna. Aos 21 anos sua residência foi fixada em Akhetaton. Mudou seu nome para Akhenaton (Aquele a quem Aton se satisfaz ou glória de Aton) e acrescentou um título usado até a sua morte: “Vivendo na Verdade”.

Por cerca de quatro anos prosperou o novo regime. Na beleza e na paz de sua santa cidade, Akhenaton concentrou sua energia na causa de Aton, porém, impaciente com a lenta conversão de seu povo, usou seu poder como Faraó para forçar a devoção a Aton em todo o Egito, o que provocou o antagonismo dos cultos rivais, principalmente a conspiração do sacerdócio de Amon, que fora hegemônico .

Akhenaton foi um Iniciado nos Mistérios Solares. Tal Iniciação era uma prerrogativa dos Faraós, apesar de que nem todos eles atingissem a mesma expansão de consciência. Alguns instrumentavam os poderes conquistados para manter sua autoridade sobre a nação e adquirir cada vez mais fortuna. Akhenaton foi totalmente na direção oposta. Ele só desejava estabelecer a beleza, a paz e a fraternidade sobre a terra. Fez do Sol Alado o símbolo da manifestação do Verbo, exaltou o valor da Verdade e exigiu uma moral mais humanitária.

“As asas estendidas do astro mítico, da fênix – diz Schuré – se abrem horizontalmente. Duas serpentes entrelaçadas e enroladas ao disco se erguem ladeando-o com suas cabeças vigilantes. Este é o signo de Horus, o Verbo Solar, o Deus manifestado, o Apolo egípcio, símbolo capital e central desta religião que evoca o Deus que vive através do homem e da natureza. Seu curso ilustra as viagens da alma e a evolução do Universo. As duas serpentes, cujas cabeças se lançam fora do circulo do Infinito e que se encontram no caduceu do Hermes grego, personificam os dois movimentos do Espírito Eterno: sua aspiração e sua expiração. Uma insufla sua vida a todas as formas da matéria; outra, absorve às almas que retornam ao sol divino. O Sol alado de Horus só tem um significado. Sua voz viril ressoa com a língua universal dos símbolos e domina aos demais como acorde perfeito que sintetiza todas as harmonias, e diz: O Espírito é Um; a Alma, que anima a carne, é imortal, e sua vida através dos mundos se denomina Ressurreição”.

Akhenaton proibiu que Aton fosse idolatrado através de imagens. Simbolizou-o como um disco solar irradiando raios de luz . Dirigiu a atenção do povo ao “Calor que está no Sol”, que representa o Cristo Cósmico, o Espírito Invisível e interno do Sol, que existe atrás do esplendor externo do Sol. Ao círculo interno Akhenaton se refere ao Sol Espiritual, não como “Aton”, mas como o “Mestre de Aton”. Mais tarde substitui a palavra Calor por Resplendor

Akhenaton era tanto poeta quanto místico. Seus hinos podem ser comparados com os salmos de David, no Antigo Testamento. No Salmo XXIII, David canta: “O Senhor é meu pastor; nada me faltará”. Muito antes Akhenaton cantara: “Não há pobreza para quem descansa no coração do Senhor”. “Aton vivo ao lado do qual não há nenhum outro”.

“Os antigos Templos Egípcios eram lugares fechados com muitas câmaras subterrâneas. Akhenaton concebe o culto a Aton como uma religião de luz e seus Templos se tornam emblemáticos deste fato. Delicados e graciosos em estrutura, abertos em todos os lados à luz solar e irradiando cor e fragrância, tais estruturas exemplificaram o espírito do Faraó ensinando que o homem está mais próximo de Deus quando mais próximo da natureza. Na vasta área externa do Templo de Aton, decorada com os sete tons da escala cromática, eram observados os cerimoniais da aurora e do místico por do sol, oficiando o próprio Faraó o ritual. Na parte menor e mais interna do Templo eram oficiados os ritos mais esotéricos de consagração, oficiados pela Rainha Nefertiti”, relata Corinne Heline. Os modernos ocultistas atentos aos ritmos da natureza sabem que a polaridade das forças liberadas na aurora do Sol é positiva ou masculina enquanto aquelas relativas ao por do sol são negativas ou femininas.

Da mais antiga dinastia procede ao eco de um cerimonial solar: “Ó Senhor, Que é coroado o rei dos deuses, faça o espírito de minha alma glorioso; faça Senhor o espírito de meu coração divino.” “No impressionante Ritual da Litania Solar “, escreve Corinne Heline, “ que se refere ao trabalho dos nove graus dos Mistérios Menores, o alto-sacerdote, conduzindo uma estrela luminosa em cada mão, é seguido pelos aspirantes em uma procissão, cantando eles nove vezes em uníssono: “ Abra-me o Caminho da Paz , da Verdade e da Justiça“ “. O hino do sol poente era cantado em tonalidade menor, enquanto que o hino do sol nascente era cantado em tonalidade maior. O Coral Aleluia, de o Messias de G.F. Handel foi inspirado nestes majestosos e exultantes cantos que ecoam através dos séculos do Antigo Egito.

Com Akhenaton floresceram as artes e as ciências. Seu amor à natureza é comparado ao de São Francisco e seu sacerdócio inspirou a original Ordem fundada por São Francisco de Assis, que também pretendia restaurar a devoção ao Logos Solar, eclipsada pela opulência da Igreja Católica.

A universalidade de sua religião e a proibição da idolatria acabou provocando rebeliões internas, comandadas pelos sacerdotes tebanos e invasões externas, reduzindo o império a uma pequena faixa.

“Se algum homem deseja me seguir, que pegue a sua cruz e me siga”, disse Cristo a seus Doze Discípulos; porém tais palavras pertencem a todos os Grandes Mestres que foram enviados como portadores de Luz. Akhenaton também vivenciou a Agonia do Jardim do Gethsemane quando viu a bela e pacífica capital de Império, a cidade idealizada como a capital de um mundo governado e regulado pelo amor e sabedoria divina – cercada por forças malignas. O Egito não estava preparado para realizar seu sonho, amigos íntimos desertaram a cidade de amor e paz, muitos de seus soldados se juntaram aos exércitos inimigos e seus mais íntimos discípulos também dormiam, quando o Iluminado Mestre vivenciava sozinho seu Gethsemane.

Com o colapso do Império seu ardente coração cessou de bater, e sua missão terrestre como Mensageiro do Logos Solar, o Cristo Cósmico chegava ao fim.

Seu corpo mumificado depositado numa urna dourada foi colocado numa tumba em um monte especialmente preparada para ele. Aos seus pés foi colocado um de seus salmos:

“Eu respiro a doce fragrância que procede da boca do Senhor. Eu contemplo a Sua beleza todos os dias. É meu desejo poder ouvir a Sua doce voz, até mesmo nos ventos que sopram ao norte, que meus lábios possam ser rejuvenescidos, rejuvenescidos com vida através do amor a Ti . Dê-me Tuas mãos, cubra-me com Teu Espírito. Que eu possa recebê-Lo e viver por Ele. Confira eternidade ao meu nome que jamais perecerá.”

Pouco tempo após após a sua morte física seu trabalho foi destruído. Sua adorável cidade se tornava uma ruína e sua Corte retornava à Tebas , onde florescia novamente o culto a Amon-Ra e o poder de seu sacerdócio. Seu nome foi proscrito e sua memória amaldiçoada. Ele que tinha vindo com um sonho de fraternidade era lembrado como um herético e criminoso. O Karma Coletivo de um povo que rejeita um Mensageiro enviado pelo Governo Invisível é sempre muito difícil. Tanto a antiga quanto a história moderna registram de várias formas a lei inexorável por trás destes fatos. Como descreve uma profecia de Hermes, o Egito, a projeção dos céus, o santuário do mundo seria abandonado pelos deuses, e entregue a alienígenas, reduzindo-se sua gloriosa história a lendas sujeita a incredulidade dos homens…

Poucas almas sintonizadas com o espírito de amor de Akhenaton perpetuaram suas ideias nas tradições esotéricas e nas religiões monoteístas do Ocidente. O Departamento de Cura de Mt. Ecclesia construído em forma de cruz, com uma madala representando uma rosa ao centro, circundado por um pentagrama formado por folhagens e cercado de rosas, na Terra onde a Águia bate as suas asas, constitui um renascimento do culto ao Logos Solar, o Cristo Cósmico, que viria a se manifestar plenamente na terra através do Mestre Jesus, que foi preconizado em toda a sua glória pelo Glorioso Akhenaton, o Faraó do Sol.

“Acrescenta meu amor por Ti Senhor
Para que eu possa servir-Te de melhor forma cada dia.
Faça com que as palavras de meus lábios,
E as meditações de meu coração sejam gratas à Teus Olhos.
Ó Senhor, minha força, meu Redentor”

Esta oração dedicada pelo Mestre Max Heindel ao Cristo Cósmico tem seu protótipo nos Salmos de Davi, inspirados nos hinos de Akhenaton.

-Alexandre David

 


Via: AKHENATON: Arauto do Cristo Cósmico no Egito – Fraternidade Rosacruz

AS PROFECIAS DE PETER DEUNOV, QUE ESTÃO SE REALIZANDO AGORA, MAIS DE SETENTA ANOS DEPOIS…

Retrato de Peter Deunov_Lili Dimkova

Após 70 Anos, Profecia Está se Realizando – Entrada de Ondas Cósmicas de Energia

post-05-16-1

Por: Gregg Prescott, Editor de In5D.com

.

O que se segue é a profecia de Peter Deunov em relação ao fim da nossa civilização tal como a conhecemos e o início da Era de Ouro na Terra.Também conhecido sob o nome espiritual de Beinsa Douno, o mestre búlgaro Peter Deunov (1864-1944) era um ser de um nível muito elevado de consciência, ao mesmo tempo, um músico sem igual. Demonstrou isto durante toda a sua vida como um exemplo de pureza, sabedoria, inteligência e criatividade. Por anos ele viveu perto de Sofia onde estava sempre rodeado por inúmeros discípulos, pelo seu esplendor despertou para a espiritualidade milhares de almas na Bulgária, bem como no resto da Europa.

Alguns dias antes de sua partida para a outra dimensão, ele estava em um profundo transe mediúnico quando fez uma profecia extraordinária em relação à época perturbada que estamos atravessando hoje, uma profecia sobre o “fim dos tempos” e a vinda de uma nova Era de Ouro para a humanidade.

Aqui está este testamento profundamente comovente. É tão atual e vibrante que ficamos em duvida se estas palavras realmente foram ditas há mais de 70 anos atrás.

“Durante a passagem do tempo, a consciência do homem atravessou um período muito longo de escuridão. Esta fase que os hindus chamam de “Kali Yuga”, está à beira do seu final. Encontramo-nos hoje na fronteira entre duas épocas: a do Kali Yuga e a da nova Era que estamos entrando.

Uma melhora gradual já está ocorrendo nos pensamentos, sentimentos e atos dos seres humanos, mas todos vão em breve ser limpos pelo “fogo divino”. Para serem purificados e preparados no que diz respeito à nova Era. Assim, o homem vai se elevar a um grau superior de consciência, essencial para a sua entrada na nova Era. Isso é o que se entende por “Ascensão“.

Algumas décadas passarão antes de vir este “fogo”, que irá transformar o mundo, trazendo uma nova moral. Esta imensa onda vem do espaço cósmico e inundará toda a Terra. Todos aqueles que tentarem se opor serão retirados e transferidos para outro lugar.

Apesar dos habitantes do planeta não se encontrarem todos no mesmo grau de evolução, a nova onda será sentida por cada um. E esta transformação não vai tocar só a Terra, mas o conjunto dos cosmos inteiro.

A melhor e a única coisa que o homem pode fazer neste momento é voltar-se para Deus e se aperfeiçoar conscientemente, fazer sua reforma íntima para elevar seu nível vibratório, para ficar em harmonia com a onda poderosa que irá em breve submergi-lo.

Artigo relacionado: Por que Elevar a Sua Vibração Energética é Tão Importante

O “fogo” de que falo, que acompanha as novas condições oferecidas pelo nosso planeta, vai rejuvenescer, purificar, reconstruir tudo: a matéria será refinada, os vossos corações serão libertados da angústia, dos problemas, das incertezas e se tornarão luminosos, tudo vai ser melhorado e elevado, os pensamentos, sentimentos e atos negativos serão consumidos e destruídos.

Sua vida presente é uma escravidão, uma prisão difícil. Entenda sua situação e liberte-se dela. Digo-vos isto: saia da sua prisão! É muito triste ver tanto engano, tanto sofrimento, tanta incapacidade para entender onde a verdadeira felicidade se encontra.

Artigo relacionado: Como Sair da Matrix

Tudo o que está em torno de você em breve entrará em colapso e desaparecerá. Nada restará desta civilização nem sua perversidade. Toda a Terra será abalada e nenhum vestígio será deixado da cultura errônea que mantém os homens sob o jugo da ignorância. Os terremotos não são apenas fenômenos mecânicos, seu objetivo também é despertar o intelecto e o coração dos seres humanos, para que eles se libertem dos seus erros, de suas loucuras e para entenderem que não são os únicos seres do Universo.

Nosso sistema solar está atravessando uma região do Cosmos onde uma constelação foi destruída deixando sua marca na poeira. Esta travessia de um espaço contaminado é uma fonte de envenenamento, não só para os habitantes da Terra, mas para todos os habitantes dos outros planetas da nossa galáxia. Apenas os Sóis não são afetados pela influência do ambiente hostil. Esta região é chamada de “zona do décimo terceiro”, também chamada de “zona de contradições”. Nosso planeta está nesta região há milhares de anos, mas finalmente estamos nos aproximando da saída do espaço das trevas e estamos no ponto de atingir uma região mais espiritual, onde os seres mais evoluídos vivem.

Artigo relacionado: O Sistema Solar Está se Movendo Para Uma Nova Área de Vibração

A terra está agora seguindo um movimento ascendente e todos devem se esforçar para se harmonizar com as correntes da ascensão. Aqueles que se recusarem a se submeter a esta orientação vão perder no futuro a vantagem das boas condições que são oferecidas agora para se elevarem. Eles ficarão para trás na evolução e devem esperar dezenas de milhões de anos para a vinda de uma nova onda ascendente.

Artigo relacionado: Você Está Sofrendo Com Estes Sintomas da Ascensão?

A Terra, o sistema solar, o Universo, estão todos sendo colocados em uma nova direção sob o impulso do amor. A maioria de vocês ainda considera o amor uma força ridícula, mas na realidade, é a maior de todas as forças! O dinheiro e o poder continuam a ser venerados como se o curso de sua vida dependesse dele. No futuro, todos serão subjugados pelo amor e todos vão servi-lo. Mas será através do sofrimento e de dificuldades que a consciência do homem será despertada.

As previsões do profeta Daniel escritas na Bíblia se relacionam com a época que está chegando. Haverá inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo. Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra. Onde existe terra virá à água e onde existe água virá a terra. Deus é amor, não estaremos recebendo um castigo, mas sim um retorno do carma para os crimes perpetrados pelo homem desde a noite dos tempos contra a sua Mãe Gaia, a Terra.

Após estes acontecimentos, aqueles que passarem pelas provas, conhecerão a Era de Ouro, onde reina a harmonia e a beleza ilimitada. Então, mantenha a sua paz e a sua fé quando chegar a hora das mudanças, porque está escrito que nem um cabelo cairá da cabeça do justo. Não desanime, basta seguir o seu trabalho de aperfeiçoamento pessoal e reforma íntima.

Você não tem ideia do futuro grandioso que o espera. A Nova Terra chegará em breve. Em poucas décadas o trabalho será menos exigente e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas. A questão da relação entre o homem e a mulher será finalmente resolvida em harmonia, cada um terá a possibilidade de seguir suas aspirações. As relações dos casais serão baseadas em respeito e estima recíproca. Os seres humanos viajarão através dos diferentes planos do espaço e avançarão no espaço intergaláctico. Eles vão estudar rapidamente o seu funcionamento e estarão conscientes sobre o mundo Divino, em união com a mente do Universo.

Artigo relacionado: Estamos Vivendo o Momento Mais Importante na História do Universo

A Nova Era será a da sexta raça. Sua predestinação é se preparar para ela, para recebê-la e vivê-la. A sexta raça vai ser construída em torno da noção de fraternidade. Não haverá mais conflitos de interesses pessoais, a única aspiração de cada um será a de viver na Lei do Amor. A sexta raça será a do AMOR. Um novo continente será formado para ela. Ele vai emergir no Oceano Pacífico, de modo que o Altíssimo possa finalmente estabelecer o seu lugar neste planeta.

Artigo relacionado: As 20 Leis Universais

post-05-16-2 (editado)
Os fundadores desta nova civilização serão chamados de “Irmãos da Humanidade” ou também de “Filhos do Amor”, eles vão ser inabaláveis para o bem e representarão um novo tipo de humanidade. Vão formar uma família como um grande corpo, e cada povo irá representar um órgão neste corpo. Na nova raça, o amor se manifestará de uma forma tão perfeita, que o homem de hoje só pode ter uma ideia muito vaga.

Na Terra existirá por algum tempo um terreno onde ocorrerão lutas, mas as forças das trevas vão recuar e a Terra será libertada delas. Os seres humanos vendo que não há outro maneira vão se empenhar para seguir o caminho da Nova Vida, o da salvação. Alguns com seu orgulho sem sentido manterão a esperança até o fim de continuarem a manter na Terra uma vida condenada pela ordem divina, mas cada um vai terminar por entender que a direção do mundo não pertence a eles.

Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção verdadeira dos direitos da humanidade.

A luz, o bem e a justiça triunfarão, é apenas uma questão de tempo. As religiões devem ser purificadas. Cada uma contém uma pequena partícula do ensino dos mestres da Luz, mas estão obscurecidas pelo desvio incessante do ser humano. Todos os que acreditam terão que se juntar e seguir de acordo com o principal, que é a colocação do AMOR como a base de toda crença, seja ela qual for. O amor e a fraternidade são a base comum!

Artigo relacionado: Religião – O Maior Transtorno Mental do Mundo

A Terra em breve será varrida por extraordinárias ondas Cósmicas de energia. Em algumas décadas a partir de agora os seres que são ruins e que levam os outros a se desviarem não serão capazes de suportar a sua intensidade. Eles vão então ser absorvidos pelo “Fogo Cósmico” que consumirá a maldade que eles possuem. Então eles vão se arrepender, porque está escrito que “cada um na carne glorificará o Criador”.

Nossa mãe, a Terra, vai se livrar de homens que não aceitam a Nova Vida. Ela vai rejeitá-los como frutos danificados. Eles logo não terão mais permissão para reencarnar neste planeta, incluindo os criminosos. Só permanecerão aqueles que fizeram do amor a sua crença.

Não há qualquer lugar na Terra onde não foi derramado sangue humano ou animal, portanto, ela deve se submeter a uma purificação. E é por isto que certos continentes serão imersos enquanto outros vão surgir. Os homens não suspeitam dos perigos que os ameaçam. Eles continuam a perseguir objetivos fúteis, buscando o prazer fugaz. Bem ao contrário dos integrantes da sexta raça que estarão conscientes da dignidade da sua função e respeitosos com a liberdade de cada um. Eles vão se nutrir exclusivamente de produtos do reino vegetal. Seus pensamentos terão o poder de circular livremente como o ar e a luz dos nossos dias.

post-05-16-31 (editado)

As palavras “Se você não nascer novamente” se aplicam a sexta raça. Leia o capítulo 60 de Isaías onde se refere à vinda da sexta raça, a raça do AMOR.

Depois das tribulações, os homens deixarão de transgredir as leis Divinas e encontrarão novamente o caminho da virtude. O clima do nosso planeta será moderado em todos os lugares e as variações climáticas extremas não existirão mais. O ar vai voltar a ser puro, o mesmo acontecerá com a água. Os parasitas desaparecerão. Todos vão se lembrar de suas encarnações anteriores e sentirão prazer ao perceber que eles estão finalmente livres da sua condição anterior.

Da mesma maneira que procuramos nos livrar dos parasitas e das folhas mortas na videira, assim, agirão os seres evoluídos preparando os homens para servir ao Deus do Amor. Eles mostrarão aos seres humanos as melhores condições para crescerem e se desenvolverem e para aqueles que quiserem ouvi-los, eles dirão: “Não tenha medo! Em um pouco mais de tempo tudo vai ficar bem, você está no bom caminho. Vamos entrar no estudo de uma Nova cultura, trabalhando e preparando a consciência da Nova Terra”.

Graças ao AMOR e a FRATERNIDADE, a Terra se tornará um lugar abençoado, e isto não vai demorar. Mas antes, grandes mudanças acontecerão para despertar a consciência. Carmas acumulados durante milhares de anos devem ser resgatados. As ondas cósmicas de energia contribuirão para eliminar o carma da humanidade.

A libertação não pode mais ser adiada. A humanidade deve se preparar para grandes provas que são inevitáveis e estão vindo para pôr fim ao egoísmo.

Sob a Terra, algo extraordinário está se preparando. Uma revolução que é grandiosa, completamente inconcebível e se manifestará em breve na natureza. O Criador decidiu corrigir a Terra, e vai fazê-lo!

É o fim de uma época, uma nova Era vai substituir a antiga, uma Era em que o AMOR vai reinar sobre a Terra.”

Peter Deunov

Adendo In5D

Embora existam implicações religiosas neste artigo, a mensagem geral é bastante interessante.

Deunov afirmou que haverá “inundações, furacões, incêndios e terremotos gigantescos que varrerão tudo.” Isto já está acontecendo, especialmente terremotos. Há 20 anos era raro ver um terremoto acima de 5.0, mas atualmente 7.0+ são comuns.

Ele acrescentou: “Haverá revoluções, explosões ressoarão em numerosas regiões da terra” Revoluções vêm acontecendo desde 2008, quando Plutão entrou em Capricórnio:

Explosões assim foram ouvidas em todo o mundo desde então e foram chamadas de “estrondos sônicos”.

Deunov declarou: “Em poucas décadas, o trabalho será menos exigente, e cada um terá tempo para se consagrar as atividades espirituais, intelectuais e artísticas.” Em um pouco mais de duas décadas depois que Deunov fez a profecia em 1944, vimos o “verão do Amor” em 1967, que acendeu o fogo da revolução espiritual.

Outra coisa interessante que Deunov declarou: “A sexta raça será a do amor. Um novo continente será formado para ela. Ele emergirá do Oceano Pacifico” Recentemente nós aprendemos sobre uma nova ilha que se formou no Oceano Pacífico.

Ele menciona que os “Filhos do Amor” vão representar uma nova forma de humanidade, atualmente estas crianças são conhecidas como Crianças Índigo ou Cristal.

Deunov afirmou: “Uma nova cultura verá a luz do dia, ela vai se estabelecer em três fundamentos principais: 1) A elevação da mulher, 2) A elevação do manso e humilde, 3) A proteção dos direitos da humanidade” Quando ele se refere a “elevação da mulher” ele está se referindo aos ciclos masculino e feminino. De acordo com Drunvalo Melchizedek, estamos no fim do ciclo masculino e estamos iniciando o ciclo do Divino Feminino.

De acordo com Deunov, a religião será uma coisa do passado, bem como, todas as religiões vão seguir a uma única premissa: AMOR. Eu concordo totalmente com isso. Todos os textos religiosos devem ter apenas quatro longas palavras: “Ame a todos. Respeite a tudo.”

Ele fala sobre um “Fogo Cósmico” que limpará aqueles que são injustos, isto enfatiza o fato daqueles que têm trabalhado elevando sua vibração para ficarem prontos para esta transformação, enquanto aqueles que trabalham contra os melhores interesses da humanidade não ficarão mais conosco, eles não terão mais permissão para encarnar novamente neste planeta.

Artigo relacionado: Como Ascender Amando Você mesmo

Outra linha interessante aparece onde Deunov diz: “Os parasitas vão desaparecer”, o que parece ser uma referência aos arcontes que se alimentam de energia negativa.

A profecia de Deunov lembra muito o que estava escrito no artigo do David Wilcock – O Sistema Solar está se movendo para uma nova área de vibração:

O que se segue é um trecho de “O Caderno Marrom” Que é uma canalização de Walt Rogers Isso aconteceu na década de 1950.

Muito do que foi canalizado está provando ser verdadeiro na sociedade atual.

O homem em seu estado atual no planeta precisa mudar a fim de sobreviver. Muitas coisas acontecerão neste planeta. Portanto, o homem terá de mudar juntamente com o planeta.

Este sistema solar está se movendo para uma área no espaço onde as vibrações são muito mais elevadas. Isto causará muitas mudanças nas características do planeta. Também vai causar mudanças na população.

As vibrações do planeta se tornarão mais elevadas. Portanto, o homem terá que aumentar suas vibrações para poder existir no planeta. Estas vibrações só podem ser elevadas pelo pensamento das pessoas: tendo melhores pensamentos sobre tudo na criação, um pensamento mais espiritual, pensamentos que elevarão as pessoas da Terra para fora da escuridão e da lama em que viveram por tanto tempo.

Este planeta e o sistema solar estão se movendo para uma nova área de vibração no qual as condições que existem atualmente no planeta vão desaparecer.

Muitos, muitos planetas vivem como nós. No entanto, há outros que não são iguais, porque não têm a compreensão da vida como nós temos. Eles estão começando a entender, no entanto, um pouco mais lentamente do que os outros.

Nossa vida é uma maneira perfeita de viver. Temos tudo em abundância. Todo mundo é livre. Nós não tentamos governar um ao outro. Nossos filhos estão autorizados a expressar seus desejos e não os desejos dos pais como vocês os chamam. Cada pessoa não é governada por ninguém a não ser o Criador.

Todos nós seguimos o amor, o amor do Criador, o amor um pelo outro, o amor por tudo na criação. Temos uma maneira muito agradável de viver, não a existência monótona e egoísta mantida pelo seu povo na Terra.

Coincidência? Talvez… Mas é bem provável que não! Eu definitivamente sinto uma onda de energia entrando em nosso Sistema Solar e é responsável em parte, pelo processo de despertar atual, pois estamos deixando a energia da Era de Peixes e entrando na Era de Aquário.

Muitos já passaram por tanto, ou estão passando pela noite escura da alma, que pode ser emocionalmente devastador, mas pode ter certeza de que o seu crescimento espiritual saltará exponencialmente quando esta fase terminar!

©Gregg Prescott, M.S.

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Fonte: 70 Year Old Prophecy Is Happening – Rare Upcoming Opportunity With Incoming Cosmic Waves Of Electricity – In5D

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Via: Após 70 Anos, Profecia Está se Realizando – Entrada de Ondas Cósmicas de Energia | A Luz é Invencível

 


Ouça também o artigo através deste vídeo:

PROFECIAS – Revelações que estão acontecendo

Publicado por ESSENCIA AYAM EU SOU Mensagens de Luz em 21 de maio de 2019.

Via: PROFECIAS – Revelações que estão acontecendo – YouTube


A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA E O INÍCIO DE UMA NOVA CIVILIZAÇÃO COM  A AJUDA DOS EXTRATERRESTRES – PARTE FINAL…

Cosmic Information

TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

(O NASCIMENTO DE UMA NOVA CIVILIZAÇÃO)

(Continuação da Parte 3)

Por: Aldomon Ferreira

Capítulo VIII

QUANDO ACONTECERÁ A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA


Estabelecer datas exatas é algo muito difícil, pois as informações são obtidas de fontes espirituais onde o tempo funciona de maneira diferente em relação ao do mundo físico. No entanto, os espíritos conhecedores da relatividade temporal conseguem converter a data do calendário espiritual para a data correspondente ao calendário físico.

Mesmo tendo-me sido mostrada a transição do planeta, de início fiquei relutante em aceitar a data que a Hierarquia Superior indicava para os acontecimentos.

O que posso dizer a respeito da data é que está muito próxima.

Nos cataclismos não haverá lugares seguros nem dentro nem sobre a Terra.

Os que procuraram viver as leis de amor do Cristo, o que independe de religiões, não sofrerão, pois entregarão suas vidas nas mãos de Deus, e serão protegidos seja em corpo seja em espirito.

Os seres humanos que até a data da transição negligenciaram o aprendizado das leis de amor, verdade, justiça, humildade, caridade, pureza e todas as formas de altruísmo se verão abatidos por tamanha dor que nenhum nome poderia qualificar.

Mesmo que não estejam conscientes os habitantes da Terra, já foi iniciada a contagem regressiva para ocorrer a Transição Planetária. Os que quiserem se preparar para os acontecimentos que inevitavelmente assolarão a Terra, podem começar desde já a aplicar de maneira eficiente ao crescimento interno cada minuto de suas vidas, pois está perto o dia em que o tempo estará irrevogavelmente acabado.

Capítulo IX

TRANSITORIEDADE DA VIDA DO CORPO FÍSICO


O planeta Terra desde o início da vida humana vem recebendo informações do mundo espiritual de ser o corpo físico meramente uma roupa de carne que o espírito veste para poder evoluir em direção de sua essência espiritual.

A vida no plano físico da Terra constitui-se uma valiosa escola de aprimoramento espiritual, através da qual conseguimos transcender as emoções animalizadas e o materialismo, conquista esta que nos liberta da obrigatoriedade cármica de ter que reencarnar em corpos primitivos.

Na atualidade os continentes da Terra abrigam quase 6 bilhões de seres humanos encarnados, cuja maior parte é constituída de pessoas que ignoram que são seres espirituais que momentaneamente deixaram suas casas espirituais para mais uma descida ao mundo físico através da reencarnação; aqui chegando, acabam sendo escravizados pelo materialismo.

O materialismo é uma força tão sorrateiramente perigosa que até mesmo alguns daqueles  que acreditam que são seres espirituais se deixam conduzir por interesses puramente de ordem material, que os induzem a gastar quase 100% de seu tempo de vida física correndo atrás de um punhado de pó que toma diversas formas, seja como dinheiro ou patrimônios que inevitavelmente terão que deixar quando desencarnarem.

Os bens materiais  em si só deveriam ser aplicados exclusivamente para manter o corpo físico vivo e com saúde e para realizar parte das aspirações do espírito, se para isso se necessitar de recursos materiais. É preciso se ter a noção de que tudo que se consegue nos é cedido por Deus como empréstimo e que algum dia teremos que prestar contas de tudo que nos foi possibilitado.

Ao estarmos vivendo em um corpo de carne, precisamos ter em nossas consciências que algum dia teremos que devolver o corpo para ser consumido pela Terra, através da morte física, deixando para trás todas as conquistas materiais, só levando para outro plano as consequência de nossas ações e o que aprendemos.

O espírito antes de encarnar, leva uma vida no mundo espiritual compatível com o seu grau de evolução. A maneira de viver pode ser pacífica ou perturbada. O fator determinante é o que se pensa, sente e faz.

No mundo espiritual a pessoa tem a oportunidade de conviver com familiares, parentes e amigos de várias encarnações passadas, morando, estudando, trabalhando e se divertindo naquilo que for de maior preferência.

Existem cidades espirituais de diversos níveis, algumas são como precárias favelas localizadas em dimensões inferiores e cujos habitantes não evoluíram suficientemente para deixar de viver de forma agressiva.

Há cidades nos mundos espirituais mais sutis que são como paraísos, com uma infraestrutura jamais sonhada pelos habitantes do mundo físico, casas confortáveis e aconchegantes harmoniosamente situadas em quadras ornamentadas por jardins e lagos cuja beleza parece jamais se extinguir. Escolas, universidades, parques industriais e setores de lazer e turismo são usufruídos pelos habitantes destas cidades sem desigualdades, pois pelo grau elevado de amor adquirido todos vivem de maneira harmônica. O que produzem é tão abundante que não falta nada para ninguém. Os seres que desejam ir ou viver em  cidades como estas precisam apresentar em suas auras espirituais a quantidade suficiente de evolução no amor, senão não poderão lá entrar.

Quando alguém vive feliz no mundo espiritual e pela necessidade de evoluir é obrigado a encarnar, o ser por um lado, sente alegria por ter a oportunidade de adquirir mais amor através do mergulho no mundo físico, mas, por outro lado, sente a dor da saudade por ter que se afastar dos amigos queridos com quem convive no mundo espiritual há incontáveis milênios pois o espírito é imortal.

Quando o espírito reencarna, ele esquece seus amigos, seu lar, seu trabalho e lazer predileto, pois nem todos estariam preparados para lembrar do passado e continuar vivendo no mundo físico.

Há um programa de vida que é determinado no mundo espiritual, que preestabelece uma data precisa de quando a pessoa terá que desencarnar. No entanto, quando chega o momento de regressar para sua verdadeira casa que é a espiritual, novamente se vê diante da dor de ter que deixar para trás entes queridos. Assim que o espírito se encontra despido de sua veste carnal e recobra a lembrança de seus amigos de longas datas, seu coração transborda de júbilo.

Para que façamos nossa viagem de regresso a nosso lar espiritual com toda tranquilidade,  faz-se necessário estudar sobre a vida espiritual para saber o que vai encontrar lá fora.

Capítulo X

COMO SE PREPARAR PARA A TRANSIÇÃO


Sendo a vida física algo tão transitório, quem deseja de fato fazer bom uso dela precisará fazer esforços para vencer as sedutoras ilusões do mundo da matéria e do animalismo.

Os bons conselhos e orientações aliadas à luz da verdade, justiça e amor vão constituindo um roteiro seguro para aqueles que querem vencer a ilusão e viver de fato cumprindo as leis do Criador Absoluto.

Grandes seres já desceram por muitas vezes ao solo terreno com a missão sublime de levar a luz da evolução espiritual aos povos da Terra. Eram eles os iluminados de era como Antúlio, Abel, Krishna, Moisés, Buda e Jesus. Todos estes deixaram em suas épocas a grande mensagem de amor incondicional, que era consolidado com seus exemplos de seres sábios e unidos à divina presença do Deus Absoluto.

É desnecessário, no tempo em que vivemos, discutir religiões, mesmo que seja no intuito de salvar alguma alma “perdida”.

A humanidade da Terra ao longo de milênios, séculos e décadas teve a oportunidade de escolher trilhar os caminhos iluminados do Cristo. O momento presente é de definição, quem acredita estar do lado do Cristo agora terá que provar-lhe sendo um exemplo de amor e fé e se submetendo à justiça de Deus, o que independe de religião.

Bem se sabe que o espírito encarnado, para vencer determinado vício de caráter, com muito esforço leva décadas, séculos e até milênios, não é de uma hora para outra que alguém muda de barro para água cristalina. Os que aparentemente se transformam de forma brusca é porque há longo tempo vinha processando em seu interior a mudança.

O momento atual é de emergência, pede soluções rápidas. Um plano de esclarecimento coletivo foi elaborado no mundo espiritual por entidades de grande evolução com o intuito de diminuir o sofrimento dos encarnados e desencarnados durante esta fase de transição planetária.

O plano de ajuda é bem simples, consiste em oferecer informações que ensinem as pessoas a manterem uma permanente ligação com suas essências espirituais e com os espíritos evoluídos como o Senhor Jesus, que dirigem a evolução do planeta Terra.

Este contato interno com a divina presença é adquirido com conexão com a divindade, e é o que dará força para que os seres humanos consigam suportar os acontecimentos que se aproximam.

CONEXÃO COM A DIVINDADE

Requisitos:

Primeira etapa

Procurar conduzir os pensamentos, sentimentos e atitudes, com:

amor
justiça
verdade
humildade
perdão
altruísmo
mansidão
compreensão
caridade
tolerância
serenidade

Se estes requisitos não forem seguidos, mesmo que em grau inicial, não se conseguirá fazer com eficiência a

Segunda etapa

Falar à sua divina essência através da oração.

O poder de falar com a centelha espiritual, que é Deus no interior do ser humano, se consegue através da oração, que precisa ser verdadeiramente pensada e sentida.

Para orar, é preciso dirigir-se à divindade:

* admitindo verdadeiramente para si mesmo que existe um poder supremo que é Deus Absoluto que zela por toda vida
*  com humildade e gratidão pelo dom da vida que  recebemos permanentemente de Deus;
* com reconhecimento de todos os  erros por  você cometidos e suas limitações;
* chegando ao arrependimento de suas falhas, e não querer mais errar;
* pedindo que lhe ensine a corrigir seus erros e que tenha forças para não mais comete-los;
* demonstrando o desejo de aprender as leis de Deus para poder cumpri-las;
* submetendo-se à justiça do Criador, com  confiança e resignação;
* pedindo com sabedoria o que achar ser necessário para sua vida.

Escutar a divina essência através da meditação.

A meditação realizada logo após a oração é o meio pelo qual recebemos orientações da essência de Deus que em nós habita e nos mantém vivos, como também, para recolher a sabedoria e amor dos espíritos superiores da luz divina.

Logo após ter terminado sua oração, procure concentrar sua atenção no amor que envolve sua alma e pergunte à sua consciência o que fazer em relação a qualquer aspecto de sua vida. Se a orientação surgir nos seus pensamentos seguindo as leis de Deus, isto significa que a meditação está acontecendo.

Com a prática constante da conexão com a divindade, a pessoa ficará permanentemente ligada à sua essência e aos espíritos superiores e, quando acontecer a transição planetária, seja em corpo físico ou em espirito, a pessoa será amparada e protegida.

Vale frisar que, se alguém segue alguma religião ou filosofia que a liga a Deus, esta pessoa também estará preparada para a transição, mesmo que não saiba o que vai acontecer, pois o mais importante é estar ligado as forças superiores, que serão as únicas a quem poderemos recorrer.

Fim…


Direitos Autorais

Texto extraído do livro “TRANSIÇÃO PLANETÁRIA  O NASCIMENTO DE UMA NOVA CIVILIZAÇÃO” de Aldomon Ferreira.
Copyright © Aldomon SVCA 1996
SOCIEDADE DOS VOLUNTÁRIOS DO COMANDO ASHTAR – SVCA

Via: Cura e Ascensão – TRANSIÇÃO PLANETÁRIA


CONHECENDO A TOTALIDADE ATRAVÉS DE MEDITAR E AMAR AO MESMO TEMPO…

meditar e rezar

MEDITAÇÃO E AMOR

osho705 (editado)Por: Osho

“Toda a vida é feita de polaridades: positivo e negativo, nascimento e morte, homem e mulher, dia e noite, verão e inverno. Toda a vida consiste em opostos polares. Mas esses opostos não são apenas polares, são também complementares. Eles se ajudam um ao outro, dão apoio um ao outro.

Eles são como tijolos que formam uma arcada. Os tijolos de uma arcada têm que ser colocados uns contra os outros. Parecem estar um contra o outro, mas é por meio da oposição deles que a arcada é construída, que ela permanece firme. A resistência da arcada depende da polaridade dos tijolos colocados em oposição uns aos outros.

Esta é a polaridade máxima: meditação significa a arte de estar sozinho e amor significa a arte de estar junto. A pessoa completa é aquela que conhece ambas as artes e é capaz de se mover de uma para a outra com a maior facilidade possível. E exatamente como a inspiração e a expiração – não há dificuldade. Elas são opostas – quando vocês inspiram o ar, é um processo; quando expiram o processo é exatamente o oposto. No entanto, inspiração e expiração formam uma respiração completa.

Na meditação, vocês inspiram; no amor, expiram. Com o amor e a meditação juntos, sua respiração estará completa, inteira, total.

Durante séculos, as religiões tentaram atingir um pólo com a exclusão do outro. Existem religiões de meditação como, por exemplo, o jainismo e o budismo – são religiões meditativas, estão enraizadas na meditação. E existem religiões bhakti, religiões de devoção: o sufismo, o hassidismo – que estão enraizadas no amor. A religião baseada no amor precisa de Deus como o ‘outro’ a quem amar, a quem rezar. Sem um Deus, a religião de amor não consegue existir, é inconcebível – vocês precisam de um objeto de amor. Porém, uma religião de meditação consegue existir sem o conceito de Deus; essa hipótese pode ser descartada. Por isso o Budismo e o Jainismo não acreditam em Deus algum. Não há necessidade de um outro. A pessoa tem apenas que saber como ficar só, como permanecer silenciosa, como ficar quieta, como estar absolutamente calma e quieta dentro de si mesma. O outro tem que ser completamente abandonado, esquecido. Por isso, essas são religiões atéias.

Quando pela primeira vez os teólogos ocidentais entraram em contato com as literaturas budistas e jainistas, eles ficaram bastante confusos: como chamar de religião a essas filosofias atéias? Poderiam ser chamadas de filosofias, mas como chamá-las de religião? Isso era inconcebível para os teólogos, pois as tradições judaico e cristã consideram que, para alguém ser religioso, Deus é a hipótese mais fundamental. A pessoa religiosa é aquela temente a Deus, mas os budistas e jainistas dizem que não existe Deus; Assim a questão de temer a Deus não existe.

No Ocidente, durante milhares de anos, pensava-se que a pessoa que não acreditava em Deus era um ateu, não era uma pessoa religiosa. Mas Buda era ateu e religioso. Essa idéia soava muito estranha para os ocidentais porque eles nem sequer imaginavam que existiam religiões que tinha como base a meditação.

E o mesmo é verdadeiro para os seguidores de Buda e Mahavira. Eles riem da tolice das outras religiões que acreditam em Deus, porque essa idéia como um todo é absurda. É apenas fantasia, imaginação, nada mais; é uma projeção. Mas para mim, ambas são, ao mesmo tempo, verdadeiras.

Minha compreensão não está baseada em um único polo; minha compreensão é fluida. Eu saboreei a verdade de ambos os lados: eu amei totalmente e meditei totalmente. Esta é a minha experiência: a de que uma pessoa está completa só quando conhece os dois polos. Senão, ela é apenas uma metade; algo fica faltando nela.

Buda é uma metade – Jesus também. Jesus conhecia o que é o amor, Buda conhecia o que é a meditação; mas, se eles se encontrassem, seriam impossível se comunicarem entre si. Um não compreenderia a linguagem do outro. Jesus falaria sobre o reino de Deus e Buda começaria a rir: ‘Que absurdo é esse que você está dizendo? O reino de Deus?’ Buda diria apenas: ‘Cessação do eu, desaparecimento do eu’. E Jesus: ‘Desaparecimento do eu? Cessação do eu? Isso é cometer suicídio, o suicídio máximo. Que espécie de religião é essa? Fale do Eu Supremo!’

Um não entenderia as palavras do outro. Se alguma vez eles tivessem se encontrado, precisariam de um homem como eu como intérprete; caso contrário não haveria comunicação entre eles. Eu teria de interpretar de tal maneira que acabaria sendo infiel a ambos! Jesus falaria em ‘reino de Deus’, que eu traduziria por ‘nirvana’ – então Buda poderia entender. Buda diria ‘nirvana’ e, para Jesus, eu diria ‘reino de Deus’ – então ele poderia compreender.

Agora a humanidade precisa de uma visão total. Nós já vivemos com visões parciais por muito tempo. Essa foi uma necessidade do passado, mas agora o homem amadureceu. Os meus sannyasins têm de provar que podem meditar e rezar ao mesmo tempo; que podem meditar e amar ao mesmo tempo; que podem estar tão silenciosos quanto possível e que podem celebrar e dançar tanto quanto possível. Seu silêncio tem de se tornar a sua celebração, e sua celebração tem que se tornar o seu silêncio. Eu lhes dei a tarefa mais difícil que já foi dada a um discípulo, porque esse é o encontro dos opostos.

E nesse encontro, todos os outros opostos vão se fundir e tornar-se um: Oriente e Ocidente, homem e mulher, matéria e consciência, este mundo e o outro mundo, vida e morte. Todos os opostos vão se encontrar e fundir-se por meio desse encontro, pois essa é a polaridade máxima; ela contém todas as polaridades.

Esse encontro criará um novo ser humano – Zorba, o Buda. Esse é o nome que eu dou ao novo homem. E cada um dos meus sannyasins precisa fazer todos os esforços possíveis para se transformar nessa liquidez, nesse fluxo, de modo que os dois polos façam parte deles.

Assim, vocês terão sentido o gosto da totalidade. E conhecer a totalidade é o único meio para se conhecer o que é o sagrado. Não há outro meio”

OSHO, Autobiografia de um Místico Espiritualmente Incorreto

 


Via: Meditação e Amor – Osho Brasil

SE EM SEU PLANO DE ALMA FAZ PARTE SE TORNAR UM MISSIONÁRIO DA LUZ…

energia

ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE

Palestra - Plano de Alma (editado)

Palestra de Gabriel RL
inspirada por Mestre El Morya

 

INTRODUÇÃO:

As pessoas nascem, crescem, algumas delas, às vezes, nem cresceram tanto assim, e já conseguem observar a vida como ela está. E desde que tomam consciência de si mesmas e do mundo que as rodeia, elas começam a questionar. Elas têm muitas perguntas. Perguntam primeiro a si mesmas, depois aos pais, professores e demais pessoas ao seu redor. E, na medida em que vão crescendo, frequentando escolas, igrejas e demais instituições, as perguntas vão ficando cada vez mais complexas, e as dúvidas mais intensas e perturbadoras. As respostas, geralmente, não são satisfatórias.

Não satisfeita, o vazio interior da pessoa cresce e cresce. Na adolescência, a insatisfação toma proporções imensas e explode – o que leva muitos jovens a se perderem no mundo das futilidades, do alcoolismo e até mesmo das drogas mais pesadas.

Tem aqueles que acabam por, aparentemente, se satisfazer com as respostas dadas pelas igrejas que frequentam. Ora! Isso tudo é decorrência do que no íntimo, todos sabem. Todos sentem, no nível interno, que têm uma missão para cumprir na vida. E se embrenham por todos os caminhos possíveis em busca de esclarecimento para satisfazer esse desejo: descobrir e cumprir sua missão. Alguns vão passar toda sua vida nessa posição de “buscador” e nada vão encontrar. Outros, de uma forma ou de outra, vão descobrir que o que lhes preenche esse vazio interior, nada tem nada a ver com vida material. Felizes estes, que encontram a sua missão de alma – única coisa que vai lhes preencher o vazio existencial. – E ela se descobre “um missionário”.

A palavra missionário pressupõe algumas mudanças e/ou adequações para que a pessoa cumpra sua missão – única forma de encontrar a paz interior. Essas mudanças, muitas vezes, não são muito confortáveis à vida material, pois vão exigir disciplina e abnegação. Essa parte é muito difícil. É para os fortes e determinados. Quem não se sente forte e determinado o bastante para assumir isso, saiba que acima de qualquer sacrifício, está o bem estar e a paz interior alcançada por quem encontra e cumpre sua missão. É muito gratificante! Um verdadeiro prêmio dos Céus!

Saibam todos os buscadores que há muitas ferramentas disponíveis àquele que descobre sua missão de alma. Os missionários recebem da espiritualidade toda ajuda de que necessitam para seguir adiante com suas missões, basta que se abram para isso.

Gabriel RL é um desses abnegados missionários e tem experiência o bastante para tratar desse assunto, com maestria. Vamos ouvi-lo, então, nessa palestra em que, inspirado por El Morya, ele oferece uma indispensável ajuda aos buscadores e missionários.

Gratidão, Gabriel RL! Gratidão!

Solange Yabushita

—————————————————————————————————————————–

Apresentação: Solange Yabushita
Produção de vídeo: Davi Aguiar / https://www.daviaguiartes.com/

 


Via: Sementes das Estrelas: GABRIEL RL (PALESTRA) – “ANCORANDO E VIVENDO SEU PLANO DE ALMA E A RESPONSABILIDADE DO MISSIONÁRIO CONSCIENTE”

 

A ORIGEM DA ÁRVORE DE NATAL, PAPAI NOEL E OUTRAS TRADIÇÕES NATALINAS…

Christmas Tree_Jeremiah White

A Verdadeira História de Papai Noel e o Dia de Natal

Por: Jorge L Rodrigues

.

O Natal é uma festa dos Vikings que tem origem a uns vinte mil anos antes de Cristo.

Os vikings eram povos que habitavam a região da Península da Escandinávia no hemisfério norte em épocas antigas. A palavra viking origina-se do normando “vik” cujo significado mais provável é “homens do norte”.

Eram povos guerreiros, fato que impunha muito respeito na região. Eram temidos por fabricarem armas e escudos de metal e embarcações de guerra (drakar). Possuíam grande poder bélico e foi o medo deles que obrigou os europeus a construírem os enormes castelos de pedras.

Acreditavam em vários deuses ligados às forças da natureza como exemplo Freyja a deusa da fertilidade, do amor e também da morte. Odin, deus da sabedoria e da guerra. Thor deus do trovão filho de Odin e de Fjorgyn uma deusa da terra, ou a própria Terra.

Acreditavam também nas Valkirias, mulheres valentes que cavalgavam com Odin durante as batalhas.

O solstício de inverno é o dia em que o sol esta mais longe da Terra.

No hemisfério norte esta dada é no dia 24 de dezembro sendo que no hemisfério sul esta mesma dada é comemorada no dia 24 de julho onde deu origem as festas juninas.

No hemisfério norte era (é) muito frio sendo seis meses de dia e seis meses de noite e os Vikings tinham apenas três meses para armazenar comida, carnes, Nozes, castanhas, peixes, etc., para os seis meses de noite que era o inverno. Em uma temperatura de trinta graus abaixo de zero, a vida começa a perder para a morte e a luz perder para as trevas.

No dia vinte quatro de dezembro era o pior dia por ser o mais frio e o sol estar muito longe da Terra. Neste dia o Xamã da tribo acendia a fogueira e enfeitava o pinheiro que era uma árvore que mesmos no mais terrível inverno continuava verde com velas e fazia um ritual pedindo para os deuses que a luz vença as trevas, que a sabedoria vença a ignorância que a vida vença a morte, etc…

Neste ritual de poder e magia o Xamã escolhia um de seus melhores guerreiros para caçar um urso branco que era o símbolo da força dos Vikings para sacrificar e oferecer aos deuses.

O guerreiro saia sozinho no seu trenó puxado pelas renas com a gigantesca tarefa de caçar um dos animais mais fortes e perigosos do hemisfério norte que é o urso branco.

Quando o guerreio voltava com a barba branca e os cabelos cobertos de neve imediatamente ele tinha que tirar a pele do urso e se vestir com a parte dos pêlos branco por dentro e a vermelha por fora como o símbolo da força e do poder dos Vikigns em oferenda aos deuses.

No dia vinte quatro de dezembro era o pior dia por ser o mais frio e o sol estar muito longe da Terra. Neste dia o Xamã da tribo acendia a fogueira e enfeitava o pinheiro que era uma árvore que mesmos no mais terrível inverno continuava verde com velas e fazia um ritual pedindo para os deuses que a luz vença as trevas, que a sabedoria vença a ignorância que a vida vença a morte, etc…

Após o ritual os Vikings faziam grande festa com muita fartura de alimentos, músicas, danças, etc. Com o passar do tempo esta festa pagã foi crescendo e dominou toda a Europa.

Após o surgimento dos cristãos (seguidores de Cristo), a igreja se sentia incomodada com esta grande festa pagã e fez de tudo para acabar com ela. Foram todas as tentativas em vão, pois a cada ano que passava por mais que a igreja tentava acabar com esta festa mais ela crescia.

Desta forma e sem nenhuma chance de sucesso em acabar com a grande festa pagã, três séculos após o surgimento do cristianismo a Igreja passou a comemorar o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro e renomeou esta data como Dia de Natal.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

Saúde e sucesso

…………………………………………………………………………….

Via: A Verdadeira História de Papai Noel e o Dia de Natal

 


Assista, no vídeo abaixo, como Elke Maravilha, de origem nórdica, com seu jeito muito alegre e divertido, explica isso em detalhes em entrevista a Amaury Jr. em seu programa de televisão:

A VERDADEIRA ORIGEM DO “PAPAI NOEL” e do 25 de dezembro (por Elke Maravilha)

Publicado por Daniel Ximenes em 10 de dez de 2010.

Via: A VERDADEIRA ORIGEM DO “PAPAI NOEL” e do 25 de dezembro (por Elke Maravilha) – YouTube


O CAMINHO DA ESPIRITUALIDADE PODE NOS ENSINAR MAIS DO QUE PENSAMOS…

caminho

5 Erros Comuns Que Algumas Pessoas Cometem em Sua Jornada Espiritual

post-09-14-1 (edited)

Por: Fransiska Dewi

 

“Eu ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas já estou tão longe de onde eu comecei que estou orgulhoso disso”.
~Desconhecido

Assim como qualquer aluna, cometi erros ao longo da minha jornada espiritual.

Embora eu prefira ver os erros como oportunidades de aprendizagem, abaixo estão algumas coisas que aprendi a não fazer durante meus anos de meditação, desintoxicação de fins de semana e esforço constante para permanecer no lado divino da vida.

1. Procurando Respostas Externamente

Quando comecei a meditar regularmente, experimentei um aumento na intuição.

Incentivada por isto, sempre tentei encontrar sinais para guiar todas as decisões que tomei. Quando esperava ver 11:11, sentir uma borboleta no meu ombro, ou simplesmente encontrar um trevo de quatro folhas, eu estava buscando a resposta lá fora.

Fui de um professor espiritual para outro, tentando encontrar aquele que me daria a “resposta”.

Esta mentalidade “o Universo me deve uma explicação” paralisou-me de ser auto suficiente na determinação da direção de minha própria vida.

Você sabe o que realmente funciona? O trivial de sentar-se, fechar os olhos e se concentrar na respiração. Sim, a boa técnica antiga. Nosso coração sempre conhece a resposta, mas nossa mente muitas vezes está dispersa para escutar.

2. Pensando Estar Acima Dos “Não Iluminados”

Quando comecei no meu caminho espiritual, condenava aqueles que não meditavam.

Eu chegava a dar voltas para me afastar daqueles que não podiam manter conversas sobre energia positiva e a lei da atração. Pensava neles como infelizes mortais que nunca viveriam a vida completa que eu vivia.

Mas então conheci pessoas não espirituais que são mais positivas do que muitas pessoas espirituais que conheço. Embora nunca tenham um diário de gratidão, elas são felizes e contentes com sua vida.

Elas podem ter escolhido não caminhar conscientemente no caminho do amor, mas elas demonstram todos os aspectos de tê-lo em abundância.

Eu descobri que a espiritualidade não é sobre o quanto você sabe sobre chacras ou como sua dieta é livre da crueldade com os animais.

É sobre como você incorpora a positividade em sua vida, às vezes mesmo sem perceber.

3. Apego a Uma Prática Espiritual

Um ano atrás, comecei a participar de uma aula de meditação ambulante. Nós fomos convidados a praticar todos os dias, mas eu muitas vezes não conseguia fazer.

Então me sentia mal por mim mesma, finalmente deixei de fazer isto completamente porque eu não queria lembrar do meu fracasso.

Você já iniciou um ritual de meditação diária para reduzir sua ansiedade, e ficar ainda mais ansiosa nos dias em que não conseguia encontrar tempo para meditar? Comigo foi assim.

Quando confiamos em rituais para nos sentir melhor, às vezes nos tornamos demasiado apegadas a eles. Da próxima vez que você estiver fazendo sua meditação diária, pergunte a si mesmo, você está fazendo isso por amor próprio pelo medo de não fazê-lo?

Uma maneira fácil de responder a isto é observar se você está meditando como um ato de autocuidado ou então para se sentir bem em cumprir sua lista de tarefas.

A chave para práticas espirituais saudáveis é fazer para melhorar seu bem-estar, não como um senso de realização ou para elevar sua autoestima.

Você se lembra do clichê, mas que está dizendo uma verdade: “Quando você realmente ama alguém, você ama apesar de suas falhas, não só por causa de suas boas qualidades”?

Agora eu sinto o suficiente, apesar de não fazer meus rituais, não por causa dos meus rituais.

Então, se eu não dispor de trinta minutos para passar em silêncio hoje. Eu continuo sendo a criatura funcional e magnífica que sou.

Só que quando eu gasto os trinta minutos com o foco na minha respiração, ele aumenta o meu EU já maravilhoso.

4. Fazer Coisas Boas Apenas Para se Sentir Valorizada

Esta é apenas outra forma de anexo, embora de fora pareça muito positivo. Sim, seus arredores provavelmente se beneficiarão disto.

No entanto, você já ficou brava porque alguém rejeitou seu gesto agradável ? Se sim, então este é o seu problema.

Você se sentiu assim porque não estava fazendo isto por eles, você estava fazendo isto por você.

Talvez você esperasse que eles retribuíssem, ou talvez você estivesse usando eles como uma ferramenta para acumular um carma bom (dharma).

Eu também fui culpada nisso. Alguns meses depois do meu primeiro emprego fora da faculdade, eu realmente queria ser curada e queria “espalhar o amor”.

Eu enviava longos e agradáveis e-mails para meus colegas, o que acabou por ser ineficaz, já que demoravam muito para lê-los. Além disso, eu voluntariamente estava tentando ajudar as pessoas sem avaliar se a minha assistência iria beneficiar ou sobrecarregar.

No meu quarto mês, eu queria saber “Por que eu não sou amada por todos ?” Em retrospectiva, suspeitei que eles pudessem pressentir a minha falta de sinceridade e me senti desconfortável com isto.

A chave para fazer boas ações é lembrar que você está fazendo isto para os outros, portanto, seu foco deve ser sobre eles, não sobre você.

5. Pensando na Espiritualidade Como um Destino, Não Uma Jornada

Conheci muitos gurus espiritualmente iluminados, e nenhum deles afirmou que terminou de se melhorar. A espiritualidade é uma jornada longa e em constante mudança.

Eu costumava acreditar que, se eu fosse espiritualmente desperta, nunca mais me aconteceria alguma coisa ruim. Eu nunca me sentiria triste, só ficaria rodeada de pessoas agradáveis, e então a vida sempre seria positiva.

Eu não poderia estar mais errada. A espiritualidade não consiste em suprimir ou diminuir o seu lado escuro

A espiritualidade consiste em elevar sua atenção para um nível onde você sempre pode fazer a escolha consciente de fazer o que é certo, apesar do que acontece e do que está sentindo.

Ao longo da jornada espiritual, você finalmente aceita que sempre tem opções. E isto pessoal, é o verdadeiro significado da liberdade.


Origem: Humans Are Free
Fonte: Humans Are Free | 5 Common Mistakes People Make on Their Spiritual Journey
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: 5 Erros Comuns Que Algumas Pessoas Cometem em Sua Jornada Espiritual | A Luz é Invencível

TRANSFORMANDO VIDAS A PARTIR DA FÍSICA QUÂNTICA…

fisica-quantica_em-sua-vida

AMIT GOSWAMI – “DEUS NÃO ESTÁ MORTO”

Por: Victória Álvares

 

O físico indiano Amit Goswami foi, dos 14 aos 45 anos, materialista. Renomado na academia pelos seus trabalhos científicos e PhD em Física Nuclear, ele ensinou durante 32 anos na Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, e é professor emérito da instituição.

Mas, na metade da sua carreira, o cientista viveu um momento epifânico que o fez redirecionar todo o seu trabalho de pesquisa. Desde então, Goswami está envolvido em estudos que buscam conciliar ciência e religião.

A sua teoria de uma nova ciência contraria a ideia de que a origem de todas as coisas é a matéria e afirma que a consciência é a base de tudo que conhecemos e percebemos. Considerado um dos mais originais pensadores contemporâneos nessa área, Amit Goswami tornou-se mais conhecido no mundo a partir de 2004 ao participar e expor suas ideias no filme Quem somos nós?, mas também já causou polêmica nos meios acadêmicos e foi criticado.

Muitos o consideram como um cientista transformado por seu próprio trabalho. Atualmente, Amit Goswani faz palestras pelo mundo e dá aulas sobre ciência e vida espiritual em entidades e institutos dedicados a estudos religiosos e filosóficos nos EUA, Portugal e no Brasil.

Em visita ao Recife para participar do II Simpósio Internacional de Saúde Quântica e Qualidade de Vida, concedeu esta entrevista ao Diario.

“A consciência é a base de tudo”

O que é a Física Quântica e o que fez o senhor se interessar por ela?

Um dia eu estava numa conferência de onde eu saí muito chateado comigo mesmo, porque eu achava que a minha palestra não tinha sido boa o suficiente. Eu tinha a impressão de que as pessoas davam palestras melhor do que eu e ficava com uma certa inveja, e esse sentimento ruim ficava me incomodando. Em certo momento, deixei a conferência e, quando saí, senti o vento do mar batendo no meu rosto. Foi neste exato momento que eu pensei ‘Por que eu estou vivendo assim?’ Eu me dei conta de que a minha pesquisa e a minha vida estavam completamente separadas, que meus estudos não contribuíam em nada com a minha vida, e vice-versa. Então, decidi que queria integrar a minha vida e o meu trabalho. Este foi o início de uma longa pesquisa sobre a integração, que nos levou a um novo paradigma que pode integrar a ciência com a vida de todos os dias a partir da Física Quântica.

Como nós podemos identificar os princípios da Física Quântica no nosso dia a dia?

Os princípios quânticos estão muito mais presentes na vida das pessoas do que elas podem imaginar. Quando nós pensamos, ou temos uma intuição, por exemplo. A Física Quântica mostra que, diferentemente do que é afirmado pela ciência tradicional, a matéria não é a base de tudo, mas a consciência. A consciência é que é o fundamento de tudo o que vemos e percebemos e, portanto, nós podemos decidir as nossas próprias escolhas. A partir dos conceitos da Física Quântica nesta nova ciência, nós aprendemos como desenvolver a nossa criatividade e assim podemos trabalhar numa mudança de mentalidade da sociedade como um todo.

Todos nós podemos ser criadores do novo mundo porque a Física Quântica afirma que sempre existem várias possibilidades e nós podemos escolher aquilo que queremos para nós, assim como influir no nosso entorno. Nós podemos transformar as coisas na nossa vida, com sentimentos como o amor, e não precisamos nos destruir com emoções negativas. A nova ciência diz que, apesar dessas emoções negativas, nós podemos transformar as coisas. E nosso cérebro é capaz de criar novos circuitos na mente para superar esta negatividade. É isso o que eu ensino.

Como o senhor poderia resumir o paradigma desta nova ciência que o senhor vem difundindo?

Cada um de nós tem uma consciência e nossas mentes podem se comunicar se nossos cérebros estiverem num estado específico de concentração. A consciência diz que o mundo é cheio de possibilidades e que nós temos liberdade de escolha. Se nós aprendermos a escolher com criatividade, acessando esta interconectividade não-local que cada um de nós tem, que é um estado de consciência não-local, se nós aprendermos a dar um salto do nosso ego individual para essa interconectividade não-local, então nós podemos acessar essas ideias de criatividade e mudar as nossas vidas. Assim, se acessarmos esse estado, seremos mais responsáveis pelas nossas ações. E quando assumimos essa responsabilidade, podemos enfrentar todos os problemas que vêm nos perseguindo. Então “escolha” e “responsabilidade” são as palavras chaves desta nova ciência. Neste sentido, a nova ciência nos ensina a exercitar a criatividade.

Na sua teoria, o senhor também fala muito em espiritualidade. Qual é a sua opinião sobre o papel das religiões na sociedade?

Eu acho que a religião tem um papel importante, que é a consciência de que nós temos espiritualidade em nossas mentes e não devemos ter vergonha, pois tudo está integrado. Mas eu não acredito que Deus seja propriedade de nenhuma religião. Na minha opinião, Deus está em cada um de nós, é a nossa consciência individual. Neste sentido, a propriedade de uma religião é tirar Deus de dentro de nós mesmos. Para mim, a religião nos ensina como acessar Deus, a nossa consciência, mas Ele está disponível para qualquer um de nós, independentemente de religião, pela meditação, pela criatividade, etc.

O senhor ficou muito conhecido pelo filme Quem somos nós, que é inspirado no seu livro A física da alma. O que o senhor acha deste filme e do filme O Segredo, que aborda o mesmo tema?

A proposta do filme Quem somos nós? foi mostrar os fundamentos básicos da Física Quântica, que são as ideias de base da nova ciência. Este é um assunto que interessa muito às pessoas, por isso o filme se tornou muito popular. Quanto ao filme O Segredo, eu não acho que seja um filme ruim, ele tem uma boa mensagem. O problema é que ele não a desenvolve o suficiente. Faltam no filme as outras etapas do processo criativo, “fazer” e “ser” também são importantes. A Física Quântica é justamente baseada nesta combinação “fazer-ser”. E o filme pode dar a impressão errada de que basta desejar profundamente algo que isso vai se realizar, mas não é assim, isso não é suficiente. O processo criativo é que ativa esta consciência não-ordinária. Se você quer ser bem-sucedido, pense de maneira quântica e seja criativo.

A comunidade científica é conhecida por ser um espaço de confronto de ideias e debates. Mas, há anos, o senhor vem difundindo a sua teoria e nós não ouvimos muitos comentários da parte dos cientistas tradicionais sobre os estudos do senhor. Como o senhor explica isso?

Faz tanto tempo que a ciência tradicional é cética no que diz respeito a questões espirituais que o novo paradigma é, de certa forma, assustador para eles. Demora muito tempo para mudar um paradigma que é considerado verdadeiro e muitas pessoas, simplesmente, ainda não estão preparadas para fazê-lo. Eu entendo isso e respeito as dificuldades delas, mas eu tenho certeza de que, mais cedo ou mais tarde, a nova ciência vai prevalecer, porque ela é verdadeira. A teoria heliocêntrica de Copérnico, por exemplo, levou mais de 100 anos para ser levada a sério. Esta nova ciência, que vê a consciência como a base do ser, só surgiu em 1993. Eu tenho certeza de que a ciência vai um dia vencer seus preconceitos e reconhecer o novo paradigma.

Os seus livros fazem muito sucesso no Brasil e o senhor vem cada vez mais aqui? Como o senhor explica esta relação?

A primeira vez que eu vim ao Brasil foi em 1996 para uma conferência de psicologia em Manaus. Os brasileiros eram tão receptivos à nossa teoria de que a consciência é a base do ser que isso me tocou muito. Em 2007, o meu livro O universo autoconsciente foi lançado no Brasil e eu comecei a vir cada vez mais frequentemente para dar workshops e conferências. Foi assim que a minha relação com o Brasil foi se tornando cada vez mais próxima. Eu sou muito grato pela receptividade e pelo entusiasmo dos brasileiros com as minhas teorias e acho que o Brasil é um terreno muito fértil para a nova ciência. Eu sempre observei que os brasileiros são muito expressivos com relação ao que eles sentem, não apenas ao que pensam. Esta forma de ser é muito importante para entender a visão integralista entre pensamento e emoção, que é o caminho do futuro. Eu acredito que o Hemisfério Norte esteja talvez perdendo esta essência da integração e os brasileiros têm muito a contribuir com isso.

Saiba mais

Amit Goswami doutorou-se pela Universidade de Calcutá em 1964, mudando-se em seguida para os EUA, onde mora até hoje.

Após ensinar durante 32 anos no Departamento de Física da Universidade de Oregon, nos EUA, ele é hoje professor emérito da instituição.

Aposentado da vida acadêmica desde 2003, Amit Goswami dedica-se atualmente a realizar palestras pelo mundo divulgando suas teorias e o ativismo quântico.

O ativismo quântico acredita que o ser humano é capaz de mudar o mundo e a si mesmo a partir dos princípios da física quântica.

8 Livros traduzidos para o português

Em 2010:
– O ativista quântico

Em 2009:
– Evolução criativa das espécies

Em 2008:
– O universo autoconsciente
– Criatividade quântica
– Deus não está morto
– O médico quântico

Em 2005:
– A física da alma

Em 2003:
– A janela visionária

Em 2004, o filme Quem somos nós? (“What a bleep do we know?”) abordou as teorias do físico indiano e, desde então, Amit Goswami se tornou ainda mais conhecido.

Por Victória Álvares, especial para o DIÁRIO/RECIFE


Postado por Miguel Galli O Terapeuta Quântico

Via: O Terapeuta Quântico: AMIT GOSWAMI – “DEUS NÃO ESTA MORTO”

DEUS, SEGUNDO SPINOZA…

Baruch Spinoza

Baruch Spinoza

DEUS FALANDO COM VOCÊ

Publicado por Portal Humi

 

Baruch Spinoza foi um filósofo holandês do século XVII, um dos grandes racionalistas da Filosofia Moderna. Ele considerava a mente humana como parte do intelecto infinito de Deus.

 

Reflita nos ensinamentos desse texto chamado

“Deus de Spinoza”

 

“Para de ficar rezando e batendo no peito. O que eu quero que faças é que saias pelo mundo, desfrutes de tua vida. Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.

Para de ir a estes templos lúgubres, obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa. Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nas praias. Aí é onde eu vivo e expresso o meu amor por ti.

Para de me culpar pela tua vida miserável; eu nunca te disse que eras um pecador.

Para de ficar lendo supostas escrituras sagradas que nada têm a ver comigo. Se não podes me ler num amanhecer, numa paisagem, no olhar dos teus amigos, nos olhos de teu filhinho… não me encontrarás em nenhum livro…

Para de tanto ter medo de mim. Eu não te julgo, nem te critico, nem me irrito, nem te incomodo, nem te castigo. Eu sou puro amor. Para de me pedir perdão. Não há nada a perdoar. Se Eu te fiz… Eu te enchi de paixões, de limitações, de prazeres, de sentimentos, de necessidades, de incoerências, de livre-arbítrio. Como posso te castigar por seres como és, se sou Eu quem te fez? Crês que eu poderia criar um lugar para queimar a todos os meus filhos que não se comportam bem pelo resto da eternidade? Que tipo de Deus pode fazer isso?

Esquece qualquer tipo de mandamento, são artimanhas para te manipular, para te controlar, que só geram culpa em ti. Respeita o teu próximo e não faças aos outros o que não queiras para ti.

A única coisa que te peço é que prestes atenção à tua vida; que teu estado de alerta seja o teu guia. Tu és absolutamente livre para fazer da tua vida um céu ou um inferno. Para de crer em mim . . . crer é supor, imaginar.

Eu não quero que acredites em mim. Quero que me sintas em ti quando beijas tua amada, quando agasalhas tua filhinha, quando acaricias teu cachorro, quando tomas banho de mar.

Para de louvar-me! Que tipo de ‘Deus ególatra’ tu acreditas que Eu seja? Tu te sentes grato? Demonstra-o cuidando de ti, da tua saúde, das tuas relações, do mundo. Expressa tua alegria! Esse é o jeito de me louvar.

Para de complicar as coisas e de repetir como papagaio o que te ensinaram sobre mim. Não me procures fora! Não me acharás. Procura-me dentro… aí é que estou, dentro de ti.”

Estas palavras são de Baruch Spinoza, filósofo holandês que viveu em pleno séc. XVII. Este texto foi chamado de “Deus segundo Spinoza” ou “Deus Falando com você”.

……………………………………………………………………………………………………………

Você pode também ouvir o texto através do áudio:

icone_som.png  DEUS FALANDO COM VOCÊ

 


Via: Portal Humi – Autoconhecimento | DEUS FALANDO COM VOCÊ

YOGANANDA E SEU ECLÉTICO TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO ESPIRITUAL…

mestres e gurus

MEDITANDO COM YOGANANDA

Paramahansa Yogananda

 

Por: Paulo R. Simões


“O Homem não é importante pelo seu ego ou pela sua personalidade.
O Homem é importante porque, como alma, ele é parte de Deus.”


Amigos, Yogananda é um supremo amante de Deus. Este homem divino, hoje um Mestre Ascenso, deixou-nos um caminho trilhado para o coração de Deus.

“Aquele que nos criou deseja o nosso amor. Ele quer que nós o ofereçamos espontaneamente, sem o Seu pedido. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que nós o ofereçamos a Ele. Portanto, até mesmo o Senhor tem algo a conquistar, o nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não o dermos a Ele.”

– Paramahansa Yogananda

Vejam que Sabedoria: Deus, o Todo Poderoso, Aquele que a tudo possui, não tem o nosso amor, nem o de muitos de seus filhos neste mundo! Amar a Deus acima de tudo, é mais complexo do que podemos imaginar. Isto envolve pensarmos em Deus como se Ele fosse o nosso próprio ar, ao nos afogarmos no fundo do mar… Isto é amar a Deus. Querer a Deus mais do que qualquer coisa neste mundo!

Leia e estude cada palavra do Mestre Yogananda nesta página inteiramente dedicada a este adorador de nosso Deus Pai. Vamos aprender a amar ao Pai com quem soube amar e ensinar este amor como poucos neste mundo, o mestre Paramahansa Yogananda.

Vitória Sempre na Luz

 


MEDITANDO COM PARAMAHANSA YOGANANDA


VIVENDO NA TERRA

– Sua verdadeira personalidade começará a se desenvolver quando você, através da intuição profunda, for capaz de sentir que não é este corpo sólido, mas sim a divina e eterna corrente de Vida e Consciência que  flui dentro do corpo.

– Quando você olhar a criação, que parece tão sólida e tão real, lembre-se sempre de que são idéias na mente de Deus, cristalizadas em formas físicas.

– Não é necessário viver todo tipo de experiências humana para se alcançar a sabedoria suprema. Você deve ser capaz de aprender com a experiência dos outros. Por que envolver-se em um panorama de infindáveis experiências para enfim descobrir que nada neste mundo jamais poderá fazê-lo feliz?

– O mais sábio é aquele que busca a Deus. O mais bem-sucedido é aquele que o encontrou.


 A LIBERDADE

– Liberdade significa a capacidade de agir guiado pela alma, e não compelido por desejos e hábitos. Obedecer ao ego leva à escravidão; obedecer à alma leva a libertação.

– Até você agir, você é livre, mas depois que agiu, o efeito da ação o perseguirá, quer queira ou não. Essa é a lei do karma. Você é uma pessoa que pode agir com liberdade, mas quando realiza determinado ato, deverá colher os frutos desse ato. 

– A libertação do homem pode ser definitiva e imediata, se ele assim o quiser; não depende de vitórias externas, mas internas.

– O caminho que leva à libertação é o caminho do serviço, ajudando os outros. O caminho para a felicidade é o caminho da meditação e da sintonia com Deus. Derrube as limitações que seu ego lhe impõe; livre-se do egoísmo; liberte-se da consciência do corpo; esqueça-se de si mesmo; ponha fim a esta cadeia de encarnações; embeba o seu coração em tudo, seja uno com toda criação.

– Você nem sabe quão privilegiado é por ter nascido na forma de um ser humano. Nisso você é mais abençoado do que qualquer outro ser vivente. O animal não é capaz de meditar e comungar com Deus. Você tem a liberdade de procurar o Senhor e não a utiliza.

– A alma está presa ao corpo por uma corrente de desejos, tentações, problemas e preocupações, mas está sempre tentando libertar-se. Se você ficar puxando essa corrente que o prende à consciência mortal, qualquer dia a invisível Mão Divina intervirá, partirá os grilhões e você estará livre.

– Poder fazer de tudo o que se queira não é o verdadeiro sentido da liberdade de ação. Você deve examinar até que ponto  é livre e até que ponto está sendo influenciado pelos maus hábitos. Ser bom porque isto se tornou um hábito, também não é liberdade. Sentir uma tentação não é pecado, mas ser capaz de resistir e vencer a tentação é força. Isto é liberdade, porque você está agindo por livre vontade e livre escolha.

– Quando pelo discernimento e  ação correta o homem torra todas as sementes das más tendências acumuladas na mente, cada célula microscópica do cérebro torna-se um trono para um brilhante rei de sabedoria, inspiração e saúde, que canta e proclama a glória de Deus para as células inteligentes do corpo. Os homens que alcançaram este estado são realmente livres. Estes seres liberados não serão tocados pelo karma nas futuras encarnações. Quando reencarnam, fazem-no exclusivamente para enxugar as lágrimas daqueles que ainda estão presos ao karma. Estes mestres liberados estão aureolados por uma invisível luz curativa. Eles espargem, por onde passam, a luz da prosperidade e da saúde.

– Swami Sri Yukteswar disse a Paramahansa Yogananda: “liberdade da vontade não consiste em praticar ações de acordo com os ditames de hábitos pré-natais ou pós-natais, nem de acordo com os caprichos da mente. Ter uma vontade livre é agir de acordo com as sugestões da sabedoria e da livre-escolha. Se você sintonizar sua vontade com a minha (a vontade guiada pela sabedoria do guru), você achará a liberdade.”

–  Resolva que você não será mais afetado pelos problemas; que não será mais tão sensível; que  não será mais vítima de hábitos e humores; resolva que você será livre como um pássaro.

– Você não poderá ser livre enquanto não queimar as sementes das más ações passadas no fogo da sabedoria e no fogo da meditação.


A PRÁTICA DA PRESENÇA DE DEUS

– Certa vez, quando estava meditando, ouvi Sua voz sussurrando: “Tu dizes que Eu estou distante, mas é porque não te interiorizas.  É por isso que dizes que estou longe. Eu estou sempre aqui. Espia o teu interior e Me verás.  Estou sempre aqui, pronto para te saudar.”

– Quando meditares, mergulha tua mente em Deus. E quando estiveres trabalhando faze-o com todo o coração.  Mas assim que terminares, põe tua mente no Senhor. Quando aprenderes a praticar a Presença de Deus em todos os momentos em que estiveres livre para pensar Nele, então, mesmo no meio do trabalho, estarás consciente da comunhão divina. 

– Por onde quer que a tua mente perambule no labirinto das miríades de pensamentos mundanos, pacientemente leva-a de volta à lembrança do Deus interno. Com o tempo tu O acharás sempre contigo – um Deus que fala contigo na tua própria linguagem, um Deus que te observa de cada flor ou folha de grama.  E então dirás:  “Sou livre! Estou vestido com o manto diáfano do Espírito; estou voando da terra ao céu nas asas de luz”.  E que alegria consumirá o teu ser! 

– Deus é acessível. Falando com Ele e ouvindo Suas palavras nas Escrituras, pensando Nele, sentindo Sua presença na meditação, verás que gradualmente o irreal se torna real e o mundo que te parece real será percebido como irreal. Não há alegria igual a esta percepção.

– Embora eu esteja planejando e fazendo coisas neste mundo, tudo tem por objetivo agradar o Senhor.  Eu me ponho à prova, mesmo trabalhando, murmuro interiormente: “Onde estás, Senhor?” e o mundo inteiro se transforma.  Não existe nada mais além de uma grande Luz e eu sou uma pequena bolha naquele Oceano de Luz. Tal é a alegria da existência em Deus.

– Como é fácil preencher o dia com tolices e como é difícil ocupá-lo com atividades e pensamentos que valham a pena. Contudo, Deus não está muito interessado no que estamos fazendo, mas no que estamos pensando. Cada um tem uma dificuldade diferente, no entanto Deus não aceita desculpas. Ele quer que a mente do devoto esteja absorta Nele, apesar de quaisquer circunstâncias adversas.

– Reze a Ele: “Senhor, Tu és o Mestre da criação, por isto eu venho a Ti. Não desistirei jamais, até que fales comigo e me faças perceber a Tua presença.  Não viverei sem Ti.”

– Não pode haver desculpas para não pensar em Deus. Dia e noite, sussurrando por trás dos pensamentos, Deus! Deus! Deus!… Quer estejas lavando pratos, cavando uma valeta, trabalhando num escritório ou num jardim – qualquer que seja a tua atividade – diz internamente: “Senhor, manifesta-Te a mim! Tu estás aqui mesmo. Tu estás no sol. Tu estás na relva. Tu estás na água. Tu estás nesta sala.  Tu estás no meu coração”.

– Qualquer que seja a direção em que gires uma bússola, seu ponteiro indicará sempre o norte.  Assim é o verdadeiro yogue. Ele pode estar imerso em muitas atividades, mas a sua mente está sempre no Senhor. Seu coração canta sempre: “Meu Deus, meu Deus, o mais querido de todos!”.

– Quando vires um lindo por do sol, pensa contigo mesmo: “É Deus pintando o céu”. Ao fitar o rosto de cada pessoa que encontrares pensa interiormente: “É Deus que assumiu esta forma”. Aplica esta linha de pensamento a todas as experiências: “O sangue no meu corpo é Deus, a razão na minha mente é Deus, o amor em meu coração é Deus, tudo o que existe é Deus”.


PAZ E SABEDORIA

– Todos os dias, você deve sentar-se calmamente e afirmar com profunda  convicção: “Nascimento, nem morte, nem casa eu tenho; pai e mãe, não tenho também. Santo Espírito, Eu sou Ele. Eu sou a Felicidade Infinita.” Se você repetir sempre essas palavras, dia e noite, finalmente perceberá o que você realmente é: uma alma imortal.

– Tristeza, doença e fracasso são conseqüências naturais de transgressões das leis de Deus.  A sabedoria consiste em evitar tais violações e encontrar paz e felicidade em si mesmo, através de pensamentos e ações que estejam em harmonia com o seu verdadeiro Ser. Controle a sua mente com sabedoria, direcionando-a para os aspectos positivos da vida. Não se satisfaça com as gotas de sabedoria das escassas fontes terrenas; antes, busque a sabedoria desmedida das mãos de Deus, tão generosas e que tudo possuem.

– A paz é encontrada quando nos rendemos ao bem através da devoção. As pessoas que são amáveis, que praticam a quietude interior e que se deleitam com a meditação e com as boas ações, são realmente pacíficas. A paz é o altar de Deus; a condição na qual a felicidade existe.

– Concentre sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas (como na meditação), no ilimitado lago de paz. Sinta o eterno círculo de paz ondulante à sua volta. Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo. Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente. A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções.

– O indivíduo pacífico permanece calmo até quando necessita trabalhar; então ele passa à ação. E tão logo termina, volta ao seu centro de calma. Seja sempre calmo, como o pêndulo, que é imóvel, mas pronto para agir sempre que necessário.

– Se você quer viver em paz e harmonia, afirme a divina calma e paz, e irradie somente pensamentos de amor e boa vontade. Viva você mesmo uma vida de plenitude divina, de modo que todo aquele que cruzar o seu caminho seja ajudado só pelo fato de estar perto de você.

– Ser controlado pelas oscilações de humor é ser parte da matéria. Se você fixar a sua mente na resolução de nunca mais perder a paz, então você poderá alcançar a graça divina. Mantenha no seu íntimo um santuário secreto de silêncio, onde não será permitida a entrada das oscilações de humor, das aflições, das lutas ou da desarmonia. Todos os sentimentos de ódio, vingança e desejos em geral, devem ser deixados do lado de fora. Neste refúgio de paz, Deus lhe visitará.

– Quando você tiver paz em todos os movimentos do seu corpo, e paz em seus pensamentos e na sua força de vontade, e paz no seu amor, e paz e Deus em suas ambições, lembre-se: você conectou Deus à sua vida.

– Sê honesto contigo mesmo.  O mundo não é honesto contigo.  O mundo adora a hipocrisia. Quando fores honesto contigo mesmo encontrarás o caminho da paz interna.

– Quando nos tornarmos impregnados com a alegria de fazer os outros felizes, dando-lhes a paz Divina, saberemos então que Deus está Se expressando através de nós.

– Quando um enxame de preocupações invadir a sua mente, não se deixe afetar. Espere calmamente enquanto procura o remédio. Pulverize as preocupações com o poderoso antídoto da sua paz.


ATITUDE CORRETA

– Enquanto estivermos imersos na consciência do corpo, seremos como estranhos num país desconhecido. Nossa terra natal é a onipresença.

– Eu sabia o que queria, muito antes de ingressar na ordem monástica da SRF. Eu não vim por honrarias, nem por prazeres, nem por favores. Eu vim em busca de Deus.

– Algumas coisas me surpreenderam e até me desapontaram, mas eu continuei, passo a passo, até que um dia eu entendi completamente a relação Guru-discípulo. Eu entendi que se o Mestre não tivesse me disciplinado, mas ao contrário, houvesse me tratado com o que se chama de bondade, eu nunca teria me conhecido, nem teria conhecido as minhas necessidades espirituais.

– Evite olhar a vida de modo negativo. Por que baixar o seu olhar para os esgotos quando há encanto por todos os lados? Pode-se sempre achar alguma falha, mesmo nas maiores obras de arte, da música e da literatura. Mas não é bem melhor gozar seu encanto e grandiosidade? A vida tem um lado claro e outro escuro, pois o mundo da relatividade é composto de luz e sombras. Se você deixar que os seus pensamentos se ocupem com a maldade, você se tornará feio. Veja o bem em tudo e você absorverá a qualidade da beleza.

– Eu nada espero dos outros; logo, suas ações não podem se opor aos meus desejos.

– Quando disserem que você é bom, não relaxe, mas procure tornar-se melhor ainda. A sua evolução constante dará felicidade a você, para aqueles que estão a sua volta e a Deus.

– Não se ocupe com os defeitos dos outros. Use o pó mágico da sabedoria para manter limpas e impecáveis as dependências da sua própria mente. Pelo seu exemplo, outras pessoas sentir-se-ão inspiradas a fazerem sua própria faxina.

– Viva somente no presente e não no futuro. Faça hoje o melhor possível. Não se preocupe com o amanhã.

– Paramahansa Yogananda numa homenagem póstuma à Irmã Gyanamata: “Nunca presenciei nem ouvi a Irmã Gyanamata criticar alguém; nunca ouvi uma palavra áspera de seus lábios. Os discípulos que tiveram a felicidade de conhecê-la, sentiram uma nova inspiração e todos disseram: Ela realmente é uma santa.”


RENDER-SE  A DEUS

– A maior de todas as tarefas é lembrar-se de Deus. A primeira coisa a ser feita pela manhã é meditar Nele e pensar como você tem dedicado sua vida ao Seu serviço, de forma tal que, durante todo o dia, você estará cheio de Sua alegria.

– Não há outro caminho para alcançar o amor de Deus senão entregar-se a Ele. Domine a sua mente para que você possa oferecê-la a Deus.

– Amado Pai, quaisquer que sejam as provações que eu tenha que enfrentar, sei que representam o próximo degrau no meu desenvolvimento. Aceitarei de bom grado todos os testes, porque sei que tenho dentro de mim a inteligência para entender e a capacidade para vencer.

– Se Deus me dissesse hoje: “Volte para casa!”- sem qualquer hesitação eu deixaria todas as minhas tarefas aqui – organização, construções, metas pessoais – e me apressaria a obedecer-lhe. Tomar conta do mundo é responsabilidade de Deus. Ele é o fazedor, não você nem eu.

– No silêncio da noite, do âmago do meu coração clamarei: – “Fala Senhor, pois o Teu servo escuta”. Quando soar o toque para uma tarefa desagradável, eu responderei: – “Aqui estou Senhor, dá-me Tuas ordens.”

– Que cada ato da minha vontade seja impregnado com Tua vitalidade divina. Ornamenta com Tua bondade cada conceito pessoal, cada opinião, cada ambição. Ó divino escultor, molda a minha vida segundo o Teu plano!

– O Senhor sabe o curso dos nossos pensamentos. Ele não Se revelará enquanto não Lhe tivermos entregue o nosso último desejo terreno; enquanto não Lhe tivermos dito: “Pai, guia-me e possui-me”.

– Quando alguém me diz o quanto tem trabalhado para Deus, vejo a pobre situação em que se encontra o seu espírito. Aqueles que trabalham para o Senhor com a atitude correta, nunca pensam em termos de quanto eles estão fazendo para o Pai Celestial. Ao contrário, pensam apenas sobre quanto Deus está fazendo por eles ao dar-lhes um corpo com o qual podem prestar serviços aos outros, uma mente para pensar Nele e nas Suas maravilhas, e um coração para amá-Lo como seu Pai, seu Criador e único Benfeitor.

– Não importa quão duro seja o seu trabalho, nunca vá dormir sem dar a Deus uma profunda atenção. Você não morrerá; mas morra pelo Senhor, se necessário.

– Senhor, minhas mãos e meus pés estão trabalhando para Ti. Recebi um determinado programa de serviço para executar neste mundo, e tudo o que faço é para Ti. Entregue-se a Deus e você verá a sua vida transformar-se numa doce melodia. Se você procurar fazer tudo com a sua consciência voltada para Deus, você verá com alegria que cada dia Ele estará escolhendo determinadas tarefas para você executar.


PURIFICAÇÃO

– Renuncie à escravidão dos desejos da matéria. Enquanto você não tiver estabelecido seu domínio espiritual sobre o corpo, este será seu inimigo. Lembre-se disto sempre! Não tenha outro desejo senão o de proclamar o nome do Senhor, pensar Nele e cantá-lo todo o tempo. Que alegria! Poderá o dinheiro proporcionar-nos tal alegria? Não! Essa alegria vem somente de Deus.

– O reino da minha mente está enegrecido com a ignorância. Possa eu através de constantes chuvas de diligente auto-disciplina, remover do meu reinado de descaso espiritual os antigos escombros da desilusão.

– Ninguém poderá forjar o aço sem que o ferro tenha ficado incandescente. Do mesmo modo, as dificuldades da vida não são feitas para nos magoar. Todo aborrecimento e doença contém uma lição para nós. Nossas experiências dolorosas não são para nos destruir, mas sim para queimar as nossas impurezas, a fim de que a nossa volta ao Lar seja apressada. Ninguém está mais esperançoso pela nossa libertação do que Deus.

– A disciplina é a mesma, tanto para o aspirante iogue do ocidente, como para o do oriente. Ele deve vigiar-se para não dar uma atenção exagerada a assuntos da matéria. Se constatar que tem tempo para tudo, menos para Deus, deverá usar a vara da auto-discilpina. Por que ter medo? Você só terá a lucrar. Se o próprio homem não gritar e lutar pela sua salvação, você acha que outra pessoa o fará por ele?

– Ao praticar o bem, devemos sofrer às vezes. Para encontrar Deus, precisamos estar dispostos a sofrer. O que é suportar o desconforto da carne e a disciplina da mente para ganhar o consolo eterno do Espírito? A felicidade de Cristo em Deus era tão grande que ele não se importou em sacrificar seu corpo por Ele. O propósito da vida é alcançar essa imensa felicidade, que é encontrar Deus.

– Eu vim para medir o avanço espiritual, não somente pela luz que cerca o indivíduo quando ele medita ou pelas  visões que ele tem dos santos, mas pelo que ele é capaz  de suportar no dia a dia. A grandeza do Cristo não era apenas que Ele podia entrar em meditação e gloriosamente realizar sua unidade com o Pai, sua absoluta unidade, mas também aquilo que Ele podia suportar.

– Yoga é definido e científico. Yoga significa união da alma com Deus, através de métodos gradativos com resultados conhecidos e específicos. Ele ergue a prática da religião acima das diferenças dogmáticas. Meu guru, Sri Yukteswar, exaltava o Yoga; ele não indicava, entretanto, que a realização divina ocorreria imediatamente. “Você deve trabalhar duro por ela”, ele me contou. Eu trabalhei, e quando os resultados prometidos chegaram, eu vi que o Yoga é maravilhoso.

– Kriya Yoga é o verdadeiro “rito do fogo”, muitas vezes enaltecido no Gíta. O iogue arroja seus anseios humanos numa fogueira monoteísta consagrada ao Deus incomparável. Nesta autêntica cerimônia do fogo, todos os desejos passados e presentes são o combustível consumido pelo amor divino. A Flama Última recebe em holocausto a derradeira loucura humana e o homem se vê livre de escórias. Seus ossos metafóricos despojados de toda carne sensual, seu esqueleto carmico branqueado pelos sóis -sépticos da sabedoria, sem ofensas ao homem e ao Criador, ele se encontra limpo.


MENSAGEM PARA DEZEMBRO

– A celebração real do Natal é a realização interior da Consciência Crística. É de extrema importância para todo homem, qualquer que seja sua religião, que ele experimente dentro de si mesmo este “nascimento” do Cristo Universal.

– O universo é o corpo de Cristo: interiormente presente em toda parte, sem limitação, é a Consciência Crística. Quando você puder fechar os olhos e, através da meditação, expandir sua consciência até sentir o universo inteiro como seu próprio corpo, então Cristo terá nascido em você. Você concluirá que sua mente é uma pequena onda do oceano de Consciência Cósmica, no qual o Cristo habita. 

– A Self-Realization Fellowship iniciou a prática de dedicar um dia inteiro no Natal para adoração meditativa de Cristo, e essa idéia nunca morrerá. Do mesmo modo que nós, na Sede Central em Los Angeles, celebramos espiritualmente o nascimento de Jesus, dedicando um dia de meditação em 23 de dezembro, que todos os devotos do Cristo possam também dedicar esse dia  para a celebração do Natal Espiritual em profunda meditação.

Dediquem o dia 25 de dezembro como o Natal Social, participando das festividades natalinas com parentes e amigos. Um dos sinais mais encorajadores de um renascimento espiritual no mundo hoje é a boa-vontade dos cristãos em observar o nascimento de Jesus através de encontros para meditação longa. Com o tempo, esse costume deverá ser generalizado e adotado por todos os Cristãos – eu profetizo.


A MEDITAÇÃO

– O universo é o corpo de Cristo: interiormente presente em toda parte, sem limitação, é a Consciência Crística. Quando você puder fechar os olhos e, através da meditação, expandir sua consciência até sentir o universo inteiro como seu próprio corpo, então Cristo terá nascido em você. Você concluirá que sua mente é uma pequena onda do oceano de Consciência Cósmica, no qual o Cristo habita. 

– Pela meditação nós unimos a pequena alegria da alma com a grande alegria do Espírito. O ato da meditação não deve ser confundido com o ato da concentração comum. A concentração consiste em retirar a atenção de distrações e focalizá-la em qualquer pensamento em que estejamos interessados. A meditação é uma forma especial de concentração na qual libertamos a atenção da inquietude em nós e a focalizamos em Deus. A meditação é, portanto, a concentração que usamos para conhecer Deus.
– Lembre-se de que, quanto mais longa for a sua meditação, tanto mais você estará próximo do jubiloso contato com o silencioso Deus. A intensidade consiste em tornar a meditação de hoje mais profunda que a de ontem, e a meditação de amanhã mais profunda que a de hoje.

– Não diga: “Amanhã meditarei mais longamente”. De repente você verá que se passou um ano e você não realizou suas boas intenções. Ao contrário, diga: “Isto pode esperar, aquilo pode esperar, mas minha busca por Deus não pode esperar”.

– A mais destrutiva flecha da desilusão de Maya é a resistência à meditação, pois esta atitude nos impede de entrarmos em sintonia com Deus e com o Guru.

– As coisas essenciais devem ser postas em primeiro lugar. Ao acordar de manhã, medite. Se não fizer assim, o mundo o absorverá e você esquecerá Deus. À noite, medite, antes que o sono o convide. Estou tão fortemente enraizado no hábito de meditar que, mesmo deitado, estou meditando. Não durmo de forma usual. O hábito de estar com Deus tomou o primeiro lugar.

– Mesmo quando encontrar Deus faça uma meditação curta, mas tão intensa, que terá a impressão que passou muitas horas com Ele.

– Quanto mais você medita, mais pode ajudar os outros e mais profundamente estará em sintonia com Deus. As pessoas egoístas permanecem espiritualmente estagnadas, mas os altruístas expandem sua consciência. Quando achar a sua onipresença na meditação, você encontrará a Deus. Se Ele estiver satisfeito, toda a natureza trabalhará em harmonia com você. Aprenda a falar com Ele com toda sua alma.

– Por que Deus se revelaria facilmente a você? Você que trabalha duramente por dinheiro e tão pouco por Realização Divina! Os santos hindus dizem que se dedicássemos um período de 24 horas em contínua e ininterrupta oração, o Senhor apareceria a nossa frente ou se revelaria a nós de algum modo. Se devotarmos pelo menos uma hora diária em profunda meditação Nele, com o tempo Ele virá a nós.

– Não importa o que possa acontecer ao seu corpo, medite. Nunca se deite à noite sem antes ter comungado com Deus. O seu corpo lhe lembrará que você trabalhou bastante e necessita de repouso, mas quanto mais você ignorar as suas solicitações e concentrar-se no Senhor, tanto mais a sua vida será vibrante de alegria, como um globo incandescente. Então saberá que você não é o corpo.

– Não se lamente se você não vir luzes ou imagens na meditação. Aprofunde-se na percepção da Bem-Aventurança porque é nela que você encontrará Deus. Não procure só uma parte, mas o Todo.

– Quanto mais adoçante você puser na água, tanto mais doce ela ficará. Do mesmo modo, quanto mais você meditar com intensidade, maior será o seu progresso espiritual.

– Nenhum idioma humano será capaz de descrever a alegria que você descobrirá no silêncio, atrás dos portais da sua mente. Mas você precisa se converter; você precisa meditar e criar esse ambiente.


O ESFORÇO

– Tudo melhorará no futuro se você estiver fazendo um esforço espiritual agora.

– Praticar yoga é meio caminho andado. Mesmo que você não se sinta entusiasmado no início, se persistir na prática virá a sentir aquele enorme desejo por Deus, que é necessário se você quiser encontrá-lo.

– Por que não fazer o esforço? De onde vêm as coisas belas da criação que nunca cessam de se manifestar? De onde vem a inteligência das grandes almas, senão do reservatório do espírito Infinito? E se todos esses milagres que você vê à sua volta não bastarem para induzi-lo a procurá-lo, por que haveria Ele de revelar-se a você?

– Deus lhe deu a capacidade de amar para que você anseie por Ele, acima de tudo. Não faça mal uso do seu amor e do seu raciocínio. Não desperdice a sua concentração e inteligência em falsos objetivos.

– Muitas vezes ficamos sofrendo sem fazer uma tentativa para mudar as coisas; é por isso que não achamos paz e contentamento permanentes. Se perseverarmos no esforço, certamente seremos capazes de vencer todas as dificuldades. Precisamos fazer o esforço para sairmos da miséria para a felicidade e do desânimo para a coragem.

– Para persuadir Deus a dar-Se é necessário zelo firme, incessante. Ninguém pode ensinar este zelo a você. Você tem que desenvolvê-lo por si próprio. “Você pode levar um cavalo para a água, mas não pode fazê-lo beber.” Porém, quando o cavalo está com sede, ele procura a água com zelo. Então, quando tiver uma imensa sede pelo Divino, quando não der importância a nada mais – nem ao teste do mundo, nem ao teste do corpo – então Ele virá.

– Aqueles que não reservam tempo à sua religião não podem esperar saber tudo de uma só vez sobre Deus e sobre o futuro. Normalmente as pessoas não fazem o esforço, ou se fazem, o esforço não é profundo e sincero o suficiente. A noite deveria ser passada com Deus. Você dorme mais que o necessário, e assim desperdiça muitas horas valiosas. A noite foi feita para esconder todas as atrações do mundo e você deve, o mais atenciosamente possível, explorar o Reino de Deus.

– Todas as almas são iguais. A única diferença entre eu e vocês é que eu fiz o esforço. Eu mostrei para Deus que eu O amo, e Ele veio a mim. O amor é o ímã do qual Deus não pode escapar.

– Eu sempre acreditei que se eu tentasse com um pouco mais de esforço, poderia causar as circunstâncias que parecem estar acima do meu alcance. Saiba que ninguém, nem mesmo um mestre, pode fazer tudo por você . Você tem que fazer mais por si mesmo.

– Lembre-se: se você não encontra Deus é porque não está fazendo bastante esforço na sua meditação. Se, com um ou dois mergulhos, você não encontra a pérola, não culpe o oceano por isso. Culpe os seus mergulhos, pois você não está mergulhando bastante fundo. Se mergulhar bem fundo, encontrará a pérola da presença de Deus.

– Você deve aumentar a força do seu corpo e, em seguida, aumentar a força de sua mente. A melhor maneira para aumentar o poder mental é tentar realizar, cada dia, algo que valha à pena. Escolha alguma tarefa digna ou um projeto que lhe disseram ser impossível você fazer, e tente fazê-lo. Esforce-se, todos os dias, para realizar algo que você sempre pensou que não poderia realizar.

– Você deve fazer um grande esforço. Esqueça o passado e confie mais em Deus. Nosso destino não é predestinado por Ele; nem o carma é o único fator, apesar de nossas vidas serem afetadas pelos nossos pensamentos do passado e pelas nossas atividades do passado. Se você não está feliz com a maneira que a vida está se tornando, mude o padrão. Eu não gosto de ouvir pessoas atribuindo o fracasso do presente a erros do passado; fazer isto é preguiça espiritual. Ocupe-se e capine o jardim da sua vida.

– Todas as experiências sobre as quais eu lhes falei são cientificamente atingíveis. Se você seguir as leis espirituais, o resultado é certo. Se o resultado não vier, procure as falha do seu esforço. A intensidade em todas as suas práticas religiosas é o único caminho. Aqueles que não meditam regular e profundamente são impacientes quando meditam, e desistem depois de um curto esforço. Mas se você fizer um esforço maior dia após dia, a habilidade de aprofundar-se chegará. Eu não tenho que fazer nenhum esforço agora; o mundo inteiro some instantaneamente quando eu fecho meus olhos e olho fixamente no Centro Crístico (o olho espiritual, na testa, entre as sobrancelhas).


A CORRETA ATIVIDADE

– Se a sua mente está plenamente identificada com suas atividades, você não poder estar consciente do Senhor. Mas se você estiver interiormente calmo e receptivo a Ele enquanto está ativo exteriormente, então você está corretamente ativo.

– Somente você é responsável por si mesmo. Ninguém mais pode responder por seus deveres quando o ajuste final chegar. O seu trabalho no mundo – na esfera onde o seu karma, sua própria atividade passada, colocou você – pode ser realizado somente por uma pessoa: você mesmo. E o seu trabalho pode ser denominado um “sucesso” somente quando, de alguma maneira, servir aos seus semelhantes.

– Antes de iniciar um importante empreendimento, sente-se quietamente, acalme seus sentidos e pensamentos e medite profundamente. Você então será guiado pela grande força criativa do Espírito.

– Cumpra as pequenas e grandes tarefas com profunda atenção, lembrando que Deus o está guiando e orientando a cada esforço feito, visando alcançar um nobre objetivo.

– Eu assumo mais e mais tarefas, mas nunca me sinto sobrecarregado, porque eu faço tudo para Deus.

– Você nasceu para realizar uma missão divina, a sua reunificação com Deus. Entenda como isto é tremendamente importante. Não permita que o seu pequeno ego seja um obstáculo à conquista de sua meta divina.

– Se tivermos equilíbrio interno, poderemos desempenhar harmoniosamente os nossos deveres mesmo no mundo dos negócios. Poderemos realizar coisas admiráveis no mundo, sem necessariamente entrarmos em choque com os outros. Quando o nosso dia de trabalho terminar, poderemos voltar para dentro de nós mesmos a fim de estarmos novamente com Deus. Por fim, poderemos, com total consciência da presença Dele, cumprir os nossos deveres no mundo dos negócios. Se formos calmos e serenos, aconteça o que acontecer, sucesso ou aparente fracasso, nós continuaremos tranqüilos, tendo a certeza que a vontade de Deus está sendo feita.

– A sua nova atividade deverá ser a sua única preocupação agora. Não fique preso ao passado. Aceite as mudanças com equilíbrio e execute num espírito de liberdade divina quaisquer obrigações que surgirem no seu caminho.

– Primeiro medite e sinta a Presença Divina. Impregnado com a consciência de Deus, faça o seu trabalho. Agindo assim, você nunca se sentirá cansado. Se você trabalhar para o seu Querido Divino, a sua vida será plena de amor e energia.

– Seremos vistos neste palco da vida tantas vezes quantas forem necessárias, até nos tornarmos tão bons atores que seremos capazes de representar nossa parte com perfeição, e de acordo com a Vontade Divina. Então o Supremo Diretor dirá: “Você não mais precisará sair!” (Apocalipse 3:12). Você realizou de acordo com a minha vontade e cumpriu bem o seu papel. Você não perdeu a coragem. Agora você voltou para Mim, para ser uma coluna de imortalidade na mansão da minha Eterna Existência.


A PERFEIÇÃO

– Você está maltratando a alma ao mantê-la imersa na matéria, vida após vida, assustada com os pesadelos do sofrimento e da morte. Entenda que você é a alma. Lembre-se de que o Sentimento por trás do seu sentimento, a Vontade por trás da sua vontade, a Força por trás da sua força, a Sabedoria por trás da sua sabedoria, são o Senhor Infinito.Unifique o sentimento do coração com a razão da mente em perfeito equilíbio. No castelo de paz, afaste de si, sempre, a identificação com a posição no mundo e mergulhe na meditação profunda para entender a sua divina realeza.

– Não use seu tempo procurando coisas pequenas. Naturalmente é mais fácil obter outras dádivas de Deus do que a suprema dádiva dEle mesmo. Mas não se satisfaça com algo que seja menos do que o maior.

– Se os outros gastam o tempo com tolices, fique você refugiado em Deus. Você progredirá. Deixe o seu exemplo modificar a vida dos outros. Reforme-se a si mesmo e você reformará milhares.

– “Usando a chave de Kriya*, pessoas que não crêem na divindade de homem algum, contemplarão, por fim, a plena divindade de si mesmas.” * Kriya é uma palavra em sânscrito, cuja raiz é a mesma de kri (fazer, agir, reagir); a mesma raiz se encontra na palavra karma, o princípio natural de causa e efeito. Assim, Kriya Yoga é “união (yoga) com o Infinito por meio de certa ação ou rito (Kriya)”.

– A lua dissipa a escuridão do céu. Da mesma forma, uma alma que é treinada para conhecer Deus, uma alma na qual há a verdadeira devoção e busca sincera e intensa, dissipará a escuridão espiritual dos outros, onde quer que vá.

– Você deve transferir sua atenção do fracasso ao sucesso, da preocupação à calma, da agitação mental à concentração, da inquietude à paz, e da paz à divina felicidade interior. Quando você alcançar esse estado de Auto-Realização, o propósito da sua vida terá sido gloriosamente cumprido.

– Medite incessantemente e logo contemplar-se-á como a Essência Infinita, livre de todo tipo de sofrimento. Deixe de ser um prisioneiro do corpo; usando a chave secreta de Kriya, aprenda a escapar para o Espírito. 


O EQUILÍBRIO

– Os milhões de seres sobrecarregados por laços familiares e pesados deveres mundanos receberão nova inspiração de você, um chefe de família como eles. Mesmo levando vida mundana, o iogue que fielmente cumpre suas responsabilidades, sem apego ou motivação pessoal, trilha firmemente o caminho da iluminação. (…) Novo e doce alento de divina esperança penetrará nos áridos corações dos homens mundanos. Pelo exemplo de seu equilíbrio, eles compreenderão que a libertação depende mais de renúncias internas do que externas.

– Não é através de uma vida inconstante, mas através de uma vida regular e equilibrada, que você receberá as bênçãos dos Mestres. Assim, o mal nunca o usará como um instrumento.

– Trabalhar para Deus, não para si mesmo, é tão positivo quanto a meditação. Então, o trabalho auxilia sua meditação e a meditação auxilia seu trabalho. Você necessita do equilíbrio. Apenas com meditação, você se torna preguiçoso. Apenas em atividades, a mente se torna mundana e você se esquece de Deus.

– Para não impedir sua marcha para o progresso, não transforme coisas banais em importantes, nem se concentre em ninharias em detrimento daquilo que é realmente essencial. Ações meramente impulsivas, incompatíveis com tarefas verdadeiras, são indesejáveis.

– Quer esteja sofrendo nesta vida ou sorrindo em meio à opulência e o poder, a sua consciência deverá permanecer imutável. Se você conseguir alcançar o equilíbrio mental, nada poderá jamais feri-lo. A vida de todos os grandes Mestres mostra que eles alcançaram esse estado abençoado.

– Eu serei calmamente ativo, ativamente calmo. Não me tornarei preguiçoso, nem mentalmente fossilizado. Tampouco serei superativo, capaz de conquistar riquezas, mas incapaz de desfrutar a vida. Meditarei regularmente a fim de manter o verdadeiro equilíbrio.

– O material e o espiritual são duas partes de um único universo e de uma única verdade. Ao enfatizar uma parte ou outra, o homem falha em alcançar o equilíbrio necessário a um desenvolvimento harmonioso… Pratique a arte de viver neste mundo sem perder sua paz interior. Siga o caminho do equilíbrio para alcançar o maravilhoso jardim interior da Auto-Realização.

– Não confunda compreensão com um vasto vocabulário. Os escritos sagrados são benéficos para estimular o desejo de realização interna, se um versículo de cada vez for lentamente assimilado. Do contrário, estudos intelectuais contínuos podem resultar em vaidade, satisfação falsa e conhecimento indigesto.

– Embora você tenha que estar no mundo, não seja do mundo. Os verdadeiros iogues podem falar e se misturar com as pessoas, contudo suas mentes estão sempre absortas em Deus.

– “Milhões de pessoas vivem uma vida unilateral e morrem em estado imperfeito. Deus deu a cada um de nós uma alma, uma mente e um corpo, os quais devemos procurar desenvolver harmoniosamente. Se você viveu até hoje dominado pelas influências mundanas, não permita que o mundo continue lhe impondo as suas ilusões. Daqui por diante controle você mesmo a sua vida; seja o soberano do seu próprio reino mental. Medos, preocupações, descontentamento e infelicidade são resultados de uma vida não governada pela sabedoria.”


A CORAGEM

– Encare o medo de frente e ele deixará de perturbá-lo.

– Ensina-me a ser tenaz e prudentemente corajoso, em vez de freqüentemente amedrontado. Nada temerei além de mim mesmo, quando tento enganar minha consciência.

– Em educação, não se dá bastante ênfase à necessidade por coragem no caráter. Nós temos que aprender a suportar. E o único modo de aprender é suportando. Tendo coragem, vê-se o triunfo brilhante da alma sobre a carne.

– Não leve as experiências da vida tão a sério. Não deixe principalmente que elas o magoem, pois na realidade, nada mais são do que experiências de sonho… Se as circunstâncias forem ruins e você precisar suportá-las, não faça delas uma parte de você mesmo. Desempenhe o seu papel no palco da vida, mas nunca esqueça de que se trata apenas de um papel. O que você perder no mundo não será uma perda para sua alma. Confie em Deus e destrua o medo, que paralisa todos os esforços para ser bem sucedido e atrai exatamente aquilo que você receia.

– Eu rio de todos os medos, pois meu Pai-Mãe, amado Deus, está atentamente desperto e presente em toda parte, com o propósito deliberado de me proteger das tentações do mal.

– Ausência de medo significa fé em Deus: fé na Sua proteção, na Sua justiça, na Sua sabedoria, na Sua misericórdia, no Seu amor e na Sua onipresença… Para alcançar a Auto-realização, o homem tem que estar livre de medos.

– O devoto sábio deve ser prudente, nunca temeroso. Deve cultivar um espírito corajoso, sem contudo se expor imprudentemente a situações que possam despertar apreensões.

– Por Teu nome eu derramei meu sangue, e por Teu nome estarei sempre disposto a derramá-lo. Como um poderoso guerreiro, com os membros ensangüentados, o corpo machucado, a honra ferida e uma coroa de espinhos de escárnio, continuo a lutar sem desanimar. Minhas cicatrizes representam as rosas da coragem, incentivando-me a perseverar na batalha contra o mal. Posso continuar a sofrer golpes nos meus braços estendidos para ajudar os outros, e sofrer perseguição em vez de amor, mas minha alma aquecer-se-á sempre com os raios de sol das Tuas bênçãos, ó Senhor. És Tu quem comandas as batalhas do Teu soldado que conquista para Ti as regiões dos corações humanos oprimidos pela tristeza.

– Não tema nada, mas tente amedrontar o medo… Lembre-se, sejam quais forem os seus testes, você já tem dentro de si a força necessária para enfrentá-los. Deus não permitirá que você seja tentado além da sua capacidade de suportar.

– Agora eu sei que sou um leão de força cósmica. Em vez de rugir, sacudirei a floresta dos erros com reverberações da Tua voz onipotente. Em liberdade divina saltarei pela selva das ilusões terrenas e devorarei tanto as pequenas criaturas das preocupações, das incertezas, quanto as hienas selvagens da descrença. Ó Leão da Libertação, lança sempre através de mim o Teu rugido de coragem que tudo conquista.


COMO SUPERAR A TENTAÇÃO?

– A pior de todas as tentações é a inquietude. Ela é um mal porque mantém a sua atenção no mundo e faz com que você continue ignorando Deus. Se você meditar com regularidade, estará com Deus o tempo todo.

– O mal tem sua força. Se você aderir ao mal, ele tomará conta de você. Se você cometer um deslize, volte imediatamente para o caminho da retidão.

– Quando você permite que a tentação tome conta de você, sua sabedoria se torna uma prisioneira. O meio mais rápido de banir a tentação é dizer de imediato um “não” e sair daquele ambiente em particular; então raciocine mais tarde quando a calma e a sabedoria lhe voltarem.

– Os desejos são os mais infatigáveis inimigos do homem, pois ele não pode satisfazê-los. Tenha apenas um desejo: conhecer a Deus. Atender aos desejos dos sentidos não pode lhe trazer satisfação, porque você não é os seus sentidos. Eles são apenas os seus servos, não o seu Eu.

– A tentação não é nossa própria criação; ela pertence ao mundo de maya (ilusão), e todos os homens estão sujeitos a ela. Mas para poder nos tornamos livres, Deus nos deu a razão, consciência e força de vontade.

– Fazer algo moralmente ou materialmente errado não é a única forma de tentação. Esquecer a alma para se tornar muito envolvido com o corpo e seus confortos também é tentação.

– A tentação é um veneno coberto com açúcar; tem sabor delicioso, mas a morte é certa. A felicidade que as pessoas procuram neste mundo não dura muito. A Alegria Divina é eterna. Anseie pelo que é duradouro, e seja firme em rejeitar os inconstantes prazeres desta vida. Você precisa ser assim. Não deixe que este mundo o controle. Nunca se esqueça que o Senhor é a única realidade… Sua verdadeira felicidade está na sua experiência dEle.

– Você lutará melhor amanhã contra os maus hábitos do que hoje? Por que adicionar os erros de hoje aos de ontem? Você vai ter que se voltar para Deus alguma hora, então não seria melhor fazê-lo agora? Apenas se entregue a Ele e diga: “Senhor, sendo mal ou bom eu sou Seu filho. Você deve cuidar de mim.” Se você continuar tentando, você fará progressos. “Um santo é um pecador que nunca desistiu.”

– Lembre-se que, como um filho de Deus, você está dotado de uma grande força, maior do que jamais precisará para superar todas as provas que Deus lhe enviar.

– O antigo método ortodoxo é negar a tentação, suprimi-la. Mas você deve aprender a dominá-la. Não é pecado ser tentado. Mesmo que você esteja transbordando na tentação, você não é mau; mas se você ceder a tentação, você estará temporariamente preso nos poderes do mal. Você deve erguer em sua volta uma proteção de sabedoria. Não existe força maior para resistir à tentação do que a sabedoria. O completo entendimento colocará você numa posição em que nada poderá tentá-lo para aquelas situações que prometem prazer, mas que, no final, trazem apenas mágoa.

– Quando, devido aos nossos pensamentos errados, caímos no abismo do erro, devemos rezar: “Pai, não nos abandones aqui, mas ergue-nos através da força da nossa razão e da nossa vontade. E quando estivermos fora, se for a Tua vontade continuar a nos testar, faze-Te primeiro conhecido a nós, para que possamos entender que Tu és muito mais tentador que a tentação.


A SIMPLICIDADE

– Tudo tem seu lugar, mas não é bom quando você perde tempo à custa de sua verdadeira felicidade. Eu eliminei todas as atividades desnecessárias a fim de meditar e tentar conhecer Deus, de forma a poder estar dia e noite em Sua Divina Consciência.

– Na vida espiritual a pessoa se torna como uma criança – sem ressentimentos, sem apegos, cheia de vida e alegria.

– Não está errado dizer ao Senhor que desejamos algo, mas demonstramos maior fé dizendo simplesmente: “Pai Celestial, sei que Tu sempre Te antecipas às minhas necessidades. Sustenta-me de acordo com a Tua Vontade.”

– Eu canto um hino jamais entoado por nenhuma outra voz…  A Ti, Ó Espírito, eu não canto nenhuma ária intelectual, premeditada e disciplinada; somente a melodia espontânea do meu coração. A Ti não ofereço nenhuma flor de estufa, regada por emoções cuidadosas; somente as flores raras que crescem espontaneamente nos mais altos píncaros de minha alma.

– “Por que considerar importantes as coisas não essenciais? A maioria das pessoas se concentra no café da manhã, no almoço, no jantar, no trabalho, nas atividades sociais, etc. Simplifiquem a vida e coloquem a mente no Senhor.”

– Pensas que precisas disto e daquilo para ser feliz. Mas independentemente de quantos desejos sejam satisfeitos, jamais terás felicidade através deles. Quanto mais tiveres, mais haverás de querer. Aprende a viver com simplicidade. O Senhor Krishna disse: “Está plena de satisfação a mente daquele cujos desejos fluem para dentro de si mesmo. Este homem é como um oceano imutável, mantido cheio até as bordas pelos rios constantemente ali desaguando. Aquele que abre furos de desejos no seu reservatório de paz, deixando escapar suas águas, não é um muni”

– Meu Guru Sri Yukteswarji relutava em discutir os reinos superfísicos. Sua única aura ‘prodigiosa’ era a da perfeita simplicidade. Na conversação, evitava fazer referências surpreendentes; na ação era expressivo e livre.

– Deus provou que quando Ele está comigo todas as “necessidades da vida” tornam-se desnecessárias. Nesse estado de consciência tu te tornas mais saudável do que a maioria das pessoas, mais alegre, mais próspero sob todos os aspectos. Não procure as pequeninas coisas, elas te desviarão de Deus. Começa imediatamente as tuas experiências: simplifica a vida e sê um rei.

– Nós damos muita importância aos sentimentos, mesmo admitindo que os sentimentos certos são muito agradáveis. Que importância tem o que sentes? Aguenta a parte que te cabe desde que esta seja a vontade de Deus. Age corretamente e no devido tempo os sentimentos corretos de paz e alegria virão.

– É muito maravilhoso estar em sintonia com Deus e confiar implicitamente nEle, estando contente onde quer que Ele o coloque e o que quer que Ele lhe faça, aceitando tudo com humildade e devoção.


A “DEVOÇÃO”

– Desperte a devoção! Lembre-se das palavras de Jesus: “Graças te dou, ó  Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e aos instruídos e as revelaste aos pequeninos”.

– Deus diz: “Ao apelo devocional daquele que luta, reza e medita no sentido de Me conhecer em corpo, mente, e alma como Alegria penetrante e sempre nova – como a Felicidade sempre crescente da meditação – Eu respondo silenciosa e profundamente.”

– O Conquistador de Corações deseja apenas seu amor sincero. Ele é como uma criança: alguém oferece a Ele toda riqueza e Ele não se interessa; outro chora por Ele, “Oh Deus, eu Te amo!” e para o coração desse devoto Ele vai correndo.

– Não busque Deus com segundas intenções, mas ore a Ele com devoção – devoção incondicional, orientada, precisa. Quando seu amor por Ele for tão grande quanto o seu apego ao seu corpo mortal, Ele virá a você.

– Lembre-se, em sua vontade está a vontade de Deus. No seu coração, você não precisa amar nada além de Deus, que é um Deus “ciumento”. Se você O quiser, tem que ter a vontade para repelir de seu coração todo desejo, exceto o desejo por Ele.

– Oração na qual sua alma está ardendo de desejo por Deus é a única  oração efetiva. Você já orou assim, sem dúvida; talvez quando desejou algo muito gravemente ou urgentemente precisou de dinheiro – então você incendiou o éter com seu desejo. É assim que você deve desejar Deus. Fale com Ele dia e noite; você verá que Ele responderá.

– Ame-o, fale com Ele em todos os segundos de sua vida, em atividade e em silêncio, com sentimento de profunda oração, com o desejo incessante de seu coração; e você verá as imagens das ilusões se dissolvendo. Ele que está jogando esconde-esconde na beleza de flores, em almas, em paixões nobres, em sonhos, virá adiante e dirá: “Você e Eu fomos separados por muito tempo, porque Eu desejei que você me desse seu amor com toda boa vontade. Você é feito à Minha imagem, e eu quis ver se você usaria sua liberdade para Me dar seu amor.”

– Você não deveria se concentrar no pensamento de que existe carência de devoção, mas deveria se esforçar para desenvolvê-la. Por que ficar  triste pelo fato de que Deus não se apresentou a você? Pense no longo tempo que você O ignorou. Medite mais; aprofunde-se … mudando seus hábitos você despertará em seu coração a memória do Ser Maravilhoso que Ele é; e, conhecendo-O, não há nenhuma dúvida que você O amará.

– O coração do verdadeiro devoto sempre está dizendo: “Meu Deus, meu Deus, eu não quero ser enlaçado no ilusório drama de Tua criação. Não desejo participar disso, exceto para ajudar a estabelecer Teu templo nas almas dos homens. Meu coração, minha alma, meu corpo e mente – tudo Te pertence.” Tal devoção alcança Deus. Esse devoto conhece Deus.

– Não permita que mais ninguém conheça a profundidade do seu sentimento por Deus. O Mestre do Universo conhece o seu amor; não o exiba perante os outros, ou você o perderá.

– O Senhor é encontrado por meio de incessante devoção. Quando você desejar apenas o Doador, e não os presentes Dele, então Ele virá a você.


A GRATIDÃO

– Dar graças e louvar, abrem em sua mente o caminho para que o crescimento  e o alimento espiritual venham até você. O Espírito manifesta-Se em forma visível tão logo um canal seja aberto por onde Ele possa fluir. Você deve ser grato por tudo todo o tempo. Perceba que todo o poder de pensar, falar e agir vem de Deus, e que Ele está com você agora, guiando e inspirando.

– Todos os dias deveriam ser dias de ação de graças pelos presentes da vida: o brilho do sol, a água e as deliciosas frutas e verduras que são presentes indiretos do Grande Doador. Deus nos faz trabalhar, pois talvez assim mereçamos receber Seus presentes. O Todo-Suficiente não precisa de nosso agradecimento; mesmo que sincero, mas quando somos gratos a Ele, nossa atenção está concentrada, para nosso mais elevado benefício, na Grande Fonte de toda a provisão.

– As pessoas queridas prometem nos amar sempre; uma vez que, quando submergem no Formidável Sono, suas recordações telúricas são abandonadas, qual o valor de suas promessas? Quem, sem nos falar em palavras, nos ama eternamente? Quem lembra de nós quando todos os outros esquecem? Quem ainda estará conosco quando tivermos que deixar os amigos deste mundo? Somente Deus.

– Quando o verão da boa fortuna aquecer minha árvore da vida, ela  facilmente abrirá botões, com um perfumado desabrochar de agradecimento. Durante os meses invernais de desfortuna, Ó Pai, possam meus ramos desnudados continuarem exalando para ti uma secreta fragrância de gratidão.

– Em um de Seus aspectos, um aspecto muito tocante, o Senhor pode ser  colocado como um pedinte. Ele anseia por nossa atenção. O Mestre do Universo, ao qual o olhar de todas as estrelas, sóis, luas e planetas vibram, está correndo atrás do homem e dizendo: “Você não vai Me dar sua afeição? Você não vai Me amar? amar o Doador mais do que as coisas que Eu criei para você? Você não vai Me buscar?” Mas o homem diz: “Estou muito ocupado agora; tenho trabalho a fazer. Não posso gastar tempo a Te procurar”. E o Senhor diz: “Eu esperarei”.

– Nós estendemos nossas mãos para receber os presentes de Deus: a vida, o sol, o alimento e todas as outras coisas que Ele nos concede; mas mesmo quando as recebemos, não estamos conscientes do Doador. Se você amavelmente oferta presentes a alguém e então descobre que essa pessoa nunca pensa em você, quão magoado você se sentiria! Deus se sente dessa forma, também.

– Nada no mundo é tão divinamente embriagador quanto o meu amado Deus. Eu bebo incessantemente este Néctar. “Oh Vinho envelhecido de minha alma, bebendo-Te no oceano que há dentro de mim, percebo que És inesgotável. Tu és um céu repleto de felicidade que exibe todas as estrelas do universo, sempre pulsante no meu coração.”

– Sempre sussurre, no fundo de sua mente, uma silenciosa canção devocional de amor ao seu amado Pai Celestial e lembre-se que todas as suas habilidades são presentes dEle.

– Oh, Pai, quando eu era cego não encontrava nenhuma porta que levasse a Ti. Tu curaste meus olhos; agora descubro portas em todos lugares: os corações das flores, as vozes de amizade, as recordações de experiências adoráveis. A cada prece proferida, abre-se em mim uma nova entrada ao vasto templo da Tua presença.


OS HÁBITOS

– As suas inspirações passageiras, ou idéias brilhantes, não controlam tanto a sua vida como o fazem seus hábitos mentais diários.

– Bons hábitos são seus melhores amigos; preserve a força deles com estímulos de boas ações. Maus hábitos são seus piores inimigos; contra sua vontade eles lhe obrigam a fazer coisas que lhe machucam mais e mais. Eles são prejudiciais a sua felicidade física, social, mental, moral e espiritual. Deixe de nutrir os maus hábitos recusando-se a dar a eles qualquer tipo de alimento adicional de más ações.

– Bons ou maus hábitos precisam de tempo para adquirirem força. Maus hábitos poderosos poderão ser destronados pelos bons hábitos opostos se estes forem cultivados com paciência.

– Um mau hábito pode ser rapidamente modificado. Um hábito é o resultado da concentração da mente. Você tem pensado de uma certa forma. Para formar um novo e bom hábito basta concentrar-se na direção oposta.

– Através das dificuldades das lições do dia-a-dia, você verá claramente que os maus hábitos nutrem a árvore dos infindáveis desejos materiais, enquanto os bons hábitos nutrem a árvore das aspirações espirituais. Você deve concentrar os seus esforços, cada vez mais, no desenvolvimento saudável da árvore espiritual, para que um dia você possa colher os frutos maduros da realização do seu Eu divino.

– Seja cuidadoso com o que você decidir fazer conscientemente, pois, a não ser que sua força de vontade seja muito forte, será isto que você terá de fazer repetida e compulsivamente através da força influenciadora dos hábitos da mente subconsciente.

– Hábitos de pensamentos são magnetos mentais que atraem para você certas coisas, pessoas e condições. Enfraqueça um mau hábito, evitando tudo aquilo que o ocasionou ou que o estimulou, porém, sem se concentrar nele. Dirija então sua mente para bons hábitos e, firmemente, cultive-os até que passem a fazer parte de você.

– A verdadeira liberdade consiste no desempenho de todas as ações – na alimentação, leitura, trabalho e assim por diante – de acordo com o julgamento correto e escolha da vontade, e não compelido pelos hábitos. Coma o que deve comer e não necessariamente o que está habituado a comer. Faça o que deve fazer e não o que seus maus hábitos ditarem.

– Você só será uma pessoa realmente livre quando conseguir descartar-se dos maus hábitos. Você só será uma alma livre quando for um verdadeiro mestre capaz de comandar a si mesmo a fazer as coisas que devem ser feitas, mesmo sem querer fazer. Nessa força de auto-controle está a semente da liberdade eterna.

– Não continue a viver sempre do mesmo jeito antigo. Trabalhe a sua mente para que alguma coisa seja feita para melhorar sua vida, e então faça. Mudar sua consciência; é tudo o que é necessário fazer.

– Se você for capaz de se libertar de todos os tipos de maus hábitos e de fazer o bem porque quer fazer o bem e não meramente porque o mal traz tristeza, então você está verdadeiramente progredindo espiritualmente.


SOBRE A PACIÊNCIA E A PAZ

– Quando aramos o solo para o cultivo, precisamos de paciência para arrancar todas as ervas daninhas imprestáveis e esperar, mesmo que o solo pareça estéril, até que as boas sementes escondidas possam germinar e se transformar em plantas. Precisamos de mais paciência ainda para limpar  o campo de nossa consciência, coberto com as ervas daninhas dos apegos inúteis aos prazeres sensoriais, que são muito difíceis de serem erradicados. Porém, quando o campo da consciência estiver limpo e semeado com as sementes das boas qualidades, as plantas das nobres atividades brotarão, produzindo abundantemente os frutos da verdadeira felicidade. Acima de tudo, tenha paciência para buscar a comunhão com Deus através da meditação profunda e tornar-se consciente da sua alma indestrutível, escondida no seu perecível corpo físico.

– A verdade é que aquilo que você procura está com você o tempo todo, mais próximo que as mãos ou os pés. A qualquer momento você poderá ser elevado acima da matéria e da limitação pessoal. Espere pacientemente por Ele. 

– Não procure por uma flor no seu jardim espiritual todo dia. Plante a semente, regue-a com preces e com o empenho correto. Quando ela brotar, cuide da planta, arrancando as ervas daninhas da dúvida, da indecisão e  da indiferença que possam crescer em volta. Então, numa manhã você verá surgir, repentinamente, a sua tão esperada flor espiritual da Realização.

– Você é o seu próprio inimigo e não sabe. Você não aprende a sentar-se quietamente. Você não aprende a dedicar um tempo a Deus. E você é impaciente e espera alcançar o céu imediatamente. Você não consegue  isso lendo livros, ouvindo sermões ou praticando a caridade. Você só consegue isso se dedicar o seu tempo a Ele em meditação profunda.

– Concentre sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas (como na meditação), no ilimitado lago de paz. Sinta o eterno círculo de paz ondulante à sua volta. Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo. Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente. A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções.

– A paz é encontrada quando nos rendemos ao bem através da devoção. As pessoas que são amáveis, que praticam a quietude interior e que se deleitam com a meditação e com as boas ações, são realmente pacíficas. A paz é o altar de Deus; a condição na qual a felicidade existe.

– Viva integralmente cada momento presente e o futuro cuidará de si mesmo. Desfrute plenamente o milagre e a beleza de cada instante. Pratique a presença da paz. Quanto mais você fizer isto, mais você sentirá a presença desta força na sua vida.

– O indivíduo pacífico permanece calmo até quando necessita trabalhar; então ele passa à ação. E tão logo termina, volta ao seu centro de calma. Seja sempre calmo, como o pêndulo, que é imóvel, mas pronto para agir sempre que necessário.

– Se você quer viver em paz e harmonia, afirme a divina calma e paz, e irradie somente pensamentos de amor e boa vontade. Viva você mesmo uma vida de plenitude divina, de modo que todo aquele que cruzar o seu caminho seja ajudado só pelo fato de estar perto de você.

– Ser controlado pelas oscilações de humor é ser parte da matéria. Se você fixar a sua mente na resolução de nunca mais perder a paz, então você poderá alcançar a graça divina. Mantenha no seu íntimo um santuário secreto de silêncio, onde não será permitida a entrada das oscilações de humor, das aflições, das lutas ou da desarmonia. Todos os sentimentos de ódio, vingança e desejos em geral, devem ser deixados do lado de fora. Neste refúgio de paz, Deus lhe visitará.

– Quando você tiver paz em todos os movimentos do seu corpo, e paz em seus pensamentos e na sua força de vontade, e paz no seu amor, e paz e Deus em suas ambições, lembre-se: você conectou Deus à sua vida.

– Seja honesto consigo mesmo. O mundo não é honesto com você. O mundo adora a hipocrisia. Somente quando você for honesto consigo mesmo encontrará o caminho da paz interna.

– Quando nos tornarmos impregnados com a alegria de fazer os outros felizes, dando-lhes a paz Divina, saberemos então que Deus está Se expressando através de nós.

– Quando um enxame de preocupações invadir a sua mente, não se deixe afetar. Espere calmamente enquanto procura o remédio. Pulverize as preocupações com o poderoso antídoto da sua paz.


UM POUCO DE ESFORÇO

– Aqueles que não reservam tempo à sua religião não podem esperar saber tudo de uma só vez sobre Deus e sobre o futuro.

– Normalmente as pessoas não fazem o esforço, ou se fazem, o esforço não é profundo e sincero o suficiente.

– A noite deveria ser passada com Deus.

– Você dorme mais que o necessário, e assim desperdiça muitas horas valiosas.

– A noite foi feita para esconder todas as atrações do mundo e você deve, o mais atenciosamente possível, explorar o Reino de Deus.


A SOLIDÃO E O SILÊNCIO

– O caminho espiritual é como o fio de uma lâmina. Não é simples, na verdade. O isolamento é o preço da grandeza e da auto-realização. Quando estou só, estou com Deus. É o modo como você deve ser.

– Não se misture com outros tão estreitamente. Amizades não nos satisfazem, a menos que estejam enraizadas em amor mútuo ao Pai. Nosso desejo humano por atendimento amoroso por parte dos outros é, na verdade, o desejo da alma por unidade com Deus. Quanto mais procurarmos satisfazer esse desejo exteriormente, menos será provável encontrarmos o Companheiro Divino.

– Mantenha um diário da sua vida espiritual. Eu costumava registrar quanto tempo meditava e quão profundamente me concentrava. Busque a solidão tanto quanto possível. Não passe suas horas de lazer com outras pessoas em propósitos meramente sociais. O amor de Deus é difícil de se achar em companhia.

– “Estou indo às montanhas para estar sozinho com Deus”, informou um estudante a Paramahansa Yogananda. “Você não avançará espiritualmente dessa maneira”, Paramahansaji respondeu. “Sua mente ainda não está preparada para se concentrar profundamente no Espírito. Seus pensamentos irão se concentrar principalmente em recordações de pessoas e acontecimentos mundanos, mesmo que você permaneça numa caverna. O alegre cumprimento dos seus deveres mundanos, juntamente com a meditação diária, é o melhor caminho”.

– Enquanto você não tiver encontrado Deus, é melhor não se interessar por distrações. Buscar diversão significa esquecê-Lo. Primeiro aprenda a amá-Lo e conhecê-Lo. Então você pode fazer o que quiser, pois Ele nunca deixará os seus pensamentos.

– Não graceje o tempo todo com os outros. Seja feliz e jovial por dentro. Por que dissipar em conversa inútil as percepções que você ganhou? Palavras são como balas: quando você gasta sua força em conversas frívolas, seu estoque de munição interna é desperdiçado. Sua consciência é como um balde de leite: quando você a enche com a paz da meditação, deve mantê-la assim. Gracejos geralmente são falsas diversões que perfuram buracos nas laterais do seu balde e fazem com que todo o leite de sua paz seja derramado.

– Esteja só interiormente. Não siga vivendo a vida sem propósitos que tantas pessoas levam. Medite mais e leia mais bons livros… De vez em quando não há problemas em assistir filmes e ter um pouco de vida social, mas, na maior parte das vezes, permaneça sozinho e viva dentro de si mesmo… Aprecie a solidão; mas quando quiser misturar-se com outros, faça-o com todo o seu amor e amizade, de modo que essas pessoas não se esqueçam de você, mas sempre se lembrem que conheceram alguém que os inspirou e dirigiu suas mentes em direção a Deus.

– A verdadeira prática da religião é sentar-se quieto em meditação e falar com Deus. Mas você não atinge tal ponto de intensidade se não se concentrar o bastante, e é por isso que você permanece na ilusão.

– O silêncio habitual de Sri Yukteswar* era causado por suas profundas percepções do Infinito. Não lhe sobrava tempo para as inúmeras “revelações” que ocupam os dias dos instrutores sem percepção interna e externa de Deus. Dizem as Escrituras hindus: “Nos homens superficiais, o peixe dos pequeninos pensamentos provoca imenso tumulto. Nas mentes oceânicas, as baleias da inspiração mal encrespam a superfície.”

– Esteja com as pessoas em silêncio; não gaste tempo e energia preciosos em conversas frívolas. Coma em silêncio; trabalhe em silêncio. Deus ama o silêncio.

– Construa o seu ambiente interno. Pratique o silêncio! Eu me lembro da disciplina maravilhosa dos Grandes Seres. Quando nós falávamos e tagarelávamos, eles diziam: “Voltem-se para seu castelo interno”. Era muito difícil compreender isso, mas agora eu entendo o caminho de paz que nos foi mostrado.

– Meu silêncio, como uma esfera em expansão, propaga-se por toda parte. Meu silêncio propaga-se como uma canção de rádio, acima e abaixo, à esquerda e à direita, dentro e fora. Meu silêncio se espalha como um incêndio de bem-aventurança; os sombrios arbustos da tristeza e os altos carvalhos do orgulho estão todos se consumindo nas chamas. Meu silêncio, como o éter, tudo permeia, levando as canções da terra, dos átomos e das estrelas aos salões da Sua mansão infinita.

– Você deve sentar-se em silêncio antes de decidir sobre qualquer assunto importante, pedindo ao Pai as Suas bênçãos. Então, por trás do seu poder estará o poder de Deus; por trás da sua mente estará a mente dEle; por trás da sua vontade estará a vontade dEle.

– Das profundezas do silêncio, a fonte da bem-aventurança de Deus jorra  infalivelmente e flui sobre o ser humano.


O GURU E A OBEDIÊNCIA DO DISCÍPULO

– “Guru” do sânscrito “gu”, trevas; “ru”, o que dissipa. Aquele que dissipa as trevas.

– No início da nossa busca espiritual, é sábio comparar os vários caminhos e os vários mestres. Mas, uma vez que você encontrou o seu Guru, aquele cujos ensinamentos poderão conduzi-lo à Divina Meta, então a busca inquieta deve cessar. Uma pessoa espiritualmente sedenta não deve continuar procurando indefinidamente novas fontes; é preferível que ela vá à melhor nascente e beba diariamente de suas águas vivificantes.

– Se eu não estiver vendo vocês, lembrem-se que estou trabalhando por vocês em algum outro lugar. Estarmos juntos fisicamente não os ajudarão necessariamente. Vocês receberão mais meditando profundamente e regularmente. Eu não estou aqui para ajudá-los somente nesta vida, mas também além dela.

– Quero navegar o meu barco, muitas vezes Atravessar o golfo pós-morte, E retornar do meu lar no Céu para as praias da terra. Quero encher o meu barco Com aqueles que esperam, os sedentos que foram esquecidos, E conduzi-los ao opalino reservatório de alegria iridescente Onde meu Pai distribui A Sua paz liquefeita que sacia a sede de todos os desejos.

– Ó meu Guru! Se todos os deuses estão irados, e ainda assim tu estás satisfeito comigo, eu estou seguro na fortaleza do teu deleite. E se todos os deuses me protegem através das trincheiras de suas bênçãos, e ainda assim eu não receba a tua graça, sou um órfão, abandonado para definhar espiritualmente nas ruínas do teu desgosto.

– É porque Deus quer vocês que estou aqui, chamando-os a retornar ao Lar, onde meu Amado está, onde Cristo, Krishna, Babaji, Lahiri Mahasaya, Sri Yukteswarji e os outros santos estão. “Venham”, o Senhor está dizendo, “todos eles estão se regozijando em Mim. Nenhuma alegria mundana – o sabor do alimento, a beleza das flores, o passageiro prazer do amor material – pode se comparar às alegrias divinas do Meu Lar”. Há somente uma Realidade. É Ele. Esqueça tudo o mais.

– Quando alguém encontra seu guru deve haver devoção incondicional, porque ele é o veículo de Deus. O único propósito do guru é conduzir o discípulo à Auto-realização; o amor que um guru recebe de um devoto é oferecido a Deus.

– Eu nunca sentirei saudades de vocês quando partir, porque intimamente vocês todos estão comigo agora, e será assim para todo o sempre. Quer estejamos vivendo aqui ou na travessia dos portais da morte, estaremos sempre juntos em Deus.

– Sem um guru, o devoto comum não pode encontrar Deus. São necessários 25% de prática dedicada a técnicas de meditação, 25% de bênçãos do guru e 50% de graça de Deus. Se você permanecer firme em seus esforços até o fim, Ele aparecerá diante de você.

– O verdadeiro discípulo obedece ao seu guru implicitamente em tudo porque o guru é um homem de sabedoria e pureza.

– Quando permitimos que nossa vontade seja conduzida pela sabedoria de um mestre, cuja vontade está sintonizada com a vontade de Deus, o mestre busca guiar nossa vontade de tal modo que viajamos rapidamente no caminho de volta à divindade. A diferença principal entre um homem mundano e um santo é que o sábio sintonizou sua vontade à Vontade Divina.

– Às vezes estudantes me dizem: “Tal pessoa está fazendo melhor progresso espiritual do que eu. Por quê?” Eu respondo: “Ela sabe escutar.” Todos os homens seriam capazes de transformar suas vidas se ouvissem com profunda atenção as recomendações simples dispostas nos códigos éticos de todas as religiões. É o caroço de egoísmo presente no coração da maioria das pessoas que impede a atenta observação da sabedoria de todas as eras.

– Para estar em sintonia com a sabedoria do guru, a obediência é necessária. Não é escravidão seguir o desejo de um guru realizado em Deus, porque o desejo dele dá independência e liberdade. Um guru verdadeiro é o servo Divino, levando a cabo o plano de Deus para sua libertação. Perceba isto, e você sempre obedecerá, até que encontre a liberdade perfeita no Espírito.

– Sem realização em Deus sua liberdade é mínima. Sua vida é governada por impulsos, caprichos, humores, hábitos e pelo ambiente. Seguindo o conselho de um verdadeiro guru, e aceitando a disciplina dele, você emergirá gradualmente da escravidão dos sentidos.

. – É fácil para mim plantar a semente de amor ao Divino naqueles que estão sintonizados comigo. Aqueles que obedecem meus desejos estão em realidade obedecendo não a mim, mas ao Pai em mim. Deus não fala ao homem diretamente, mas usa o canal do guru e seus ensinamentos.

– Até mesmo os grandes mestres escutam humildemente os seus gurus, porque este é o caminho da retidão.

– Quando está pouco disposto a cumprir uma tarefa, você fica cansado desde o princípio e, quando está disposto, fica cheio de energia. Trabalhe sempre com boa vontade e você descobrirá que está sustentado pelo infatigável poder de Deus.


A INTROSPECÇÃO

– Um segredo para o progresso é a auto-análise. A introspecção é um espelho no qual se vê os recônditos da mente que, de outra forma, permaneceriam ocultos. Faça o diagnóstico de suas falhas e separe as suas boas e más tendências. Analise o que você é, o que deseja tornar-se e quais são as fraquezas que estão obstruindo o seu progresso.

– Todo o mundo deveria aprender a se analisar de forma desapaixonada. Anote diariamente seus pensamentos e aspirações. Descubra o que você é – não o que imagina ser ! – porque você quer se transformar no que deve ser. A maioria das pessoas não muda porque não vê as próprias falhas.

– Empenhe-se para transformar-se no que deve e quer ser. Mantendo a mente em Deus e em sintonia com a vontade dEle, você progredirá cada vez mais seguramente em seu caminho.

– É uma boa idéia ter um diário mental. A cada noite, antes de ir dormir, sente-se um pouco e rememore o dia. Veja no que você está se tornando. Você aprova o rumo que sua vida está tomando? Se ele não lhe agrada, modifique-o!

– Muitas pessoas desculpam suas próprias faltas mas julgam os outros severamente. Nós deveríamos inverter esta atitude, desculpando os erros dos outros e examinando severamente os nossos próprios erros.

– Tudo o que você percebe tem uma vibração relativa dentro de você. Quem é rápido em ver e julgar o mal em outras pessoas, tem a semente do mal dentro de si mesmo. O buscador de Deus, com o seu puro e alto tom vibracional, está sempre atento à fagulha divina em tudo aquilo que entra em contato, e a vibração de sua alma magnética gera uma maior intensidade vibracional àqueles que estão ao alcance do seu campo de vibração.

– Se você percebe que o seu dia está se tornando irritante, entediante ou agitado, então você sabe que está regredindo. O melhor teste é analisar a si mesmo e descobrir se você está mais feliz hoje do que esteve ontem. Se você se sentir mais feliz hoje, então você está progredindo; e este sentimento de felicidade deve continuar.

– É normalmente mais ou menos fácil analisar os outros e os classificar de acordo com a personalidade. É freqüentemente mais difícil virar a pesquisa para o interior com estrita honestidade, mas isso é o que você deve fazer para poder descobrir qual aperfeiçoamento ou mudança é necessária. Um dos propósitos em descobrir sua própria personalidade é saber como você afeta os outros. Consciente ou inconscientemente, as pessoas sentem sua personalidade, e a reação delas é uma pista.

– Olhe para dentro de si mesmo. Lembre-se, o Infinito está em todo lugar. Mergulhando profundamente na superconsciência, você pode acelerar sua mente através da eternidade; pelo poder da mente, você pode ir mais longe do que a mais longínqua estrela. O holofote da mente está plenamente equipado para lançar os seus raios de superconsciência até o mais interno recôndito canto no coração da Verdade. Use-o para fazer isso.

– Você sabe quando está agindo errado: todo seu ser lhe fala isso, e tal sentimento é a voz de Deus. Se você não O ouve, Ele fica quieto; mas quando você desperta espiritualmente, Ele o guiará novamente. Ele vê os seus bons e maus pensamentos e ações, mas o que quer que você faça, ainda assim você é filho Dele da mesma maneira.

– Ao seguir constantemente a voz interna da consciência, que é a voz de Deus, você se tornará uma pessoa verdadeiramente moralizada, um ser altamente espiritual, um homem de paz.


A RENÚNCIA INTERNA

– A renúncia é o sábio caminho trilhado pelo devoto que voluntariamente troca o menor pelo maior. Ele desdenha dos transitórios prazeres sensoriais pela posse das alegrias eternas. A renúncia não é um fim em si mesmo, mas prepara o terreno para o florescimento das qualidades da alma. Ninguém deveria temer os rigores da auto-negação; as bênçãos espirituais que se seguem são enormes e incomparáveis” 

– Engajar-se em ações sem o desejo pelos seus frutos é a verdadeira “tyaga” (renúncia). Deus é o Renunciante Divino, porque Ele conduz todas as atividades do universo sem apego a elas. Qualquer um que aspire à Auto-Realização seja um monge ou um chefe de família – deve agir e viver para o Senhor, sem ficar emocionalmente envolvido em Seu drama da criação. 

– Os santos dão ênfase à renúncia para que um forte apego material não nos venha a impedir de obter o reino de Deus. Renúncia não significa desistir de tudo; significa abandonar pequenos prazeres pela eterna bem-aventurança.

– A renúncia não é um fim, é um meio para se atingir um fim. O verdadeiro renunciante é aquele que vive primeiro para Deus, independentemente do aspecto exterior de sua vida. Amar a Deus e conduzir sua existência para satisfazê-Lo – isso é o que importa. Quando você proceder assim, conhecerá o Senhor.

– De coração renuncie a tudo, e perceba que você está apenas representando um papel no intrincado Filme Cósmico, um papel que mais cedo ou mais tarde deverá terminar. Você então o esquecerá como a um sonho. O nosso ambiente produz em nós a ilusão de aparente importância para os nossos testes e representações atuais. Levante-se acima dessa consciência temporal. Então perceba Deus interiormente para que Ele se torne a única influência na sua vida.

– Uma pessoa preguiçosa nunca encontra Deus. Uma mente frívola se torna a oficina do diabo. Mas pessoas que trabalham por uma vida sem desejos pelos frutos da ação, desejando apenas Deus, são verdadeiros renunciantes.

– Não há problema em aproveitar a vida; o segredo da Felicidade é não ser apegado à nada. Sinta o cheiro da flor, mas veja Deus nela. Eu mantive a consciência dos sentidos somente até o ponto em que, utilizando-a, eu possa sempre perceber e pensar em Deus. “Meus olhos foram feitos para observar tua beleza em todo lugar. Meus ouvidos foram feitos para ouvir tua voz onipresente”. Isso é yoga. União com Deus. Não é necessário ir até a floresta para encontrá-Lo. Hábitos mundanos nos deterão rapidamente onde quer que possamos estar, até que nos libertemos deles. O yogi aprende a encontrar Deus na caverna do seu coração. Onde quer que ele vá, ele carrega consigo a extática consciência da presença de Deus.

– O que eu não podia entender era por que todas as coisas que eram certas, que eram minhas, que não incomodavam ninguém, todos os pequenos e queridos direitos e privilégios, deveriam ser tirados de mim. Mas eles foram tirados assim por Deus. Ele estava me retirando de uma vida de dependência a pequenos confortos e me empurrando para uma vida que deveria ser vivida só para Ele.

– A renúncia não é negativa, mas sim positiva. Não significa desistir de nada, exceto a miséria. Ninguém deve encarar a renúncia como caminho de sacrifício. Ao invés, é um investimento divino, pelo qual nossos poucos centavos de auto-disciplina irão render um milhão de dólares espirituais. Não é sabedoria gastar as moedas de nossos velozes dias para comprar Eternidade?


O AMOR DIVINO

– O Senhor quer que nos libertemos desse mundo ilusório. Ele clama por nós, porque sabe quão difícil é para nós obter Sua libertação. Mas você tem apenas que lembrar-se que é Seu filho. Não tenha dó de si mesmo. Você é amado por Deus tanto quanto Jesus e Krishna. Você tem que buscar o Seu amor, pois isso traz a liberdade eterna, alegria sem fim e imortalidade.

– O maior romance é com o Infinito. Você não tem idéia de quão bela a vida pode ser. Quando você de repente encontra Deus em todo o lugar, quando Ele vem e fala com você e o guia, o romance do amor divino começou.

– O amor de Deus é a única Realidade. Nós devemos perceber esse amor de Deus  tão grande, tão alegre, que eu não poderia nem mesmo começar a lhe contar o quão grande ele é! As pessoas no mundo pensam, “eu faço isso, eu desfruto daquilo”. Todavia, qualquer coisa que estejam fazendo e desfrutando inevitavelmente chega a um fim. Mas o amor e a alegria de Deus que eu sinto não têm fim. Ninguém pode esquecer isso uma vez que tenha provado; é tão grande que ninguém pode querer nada além disso. O que todos nós realmente queremos é o amor de Deus. E você o terá quando alcançar profunda realização.

– Deus não nos diz que devemos querê-Lo acima de tudo porque Ele deseja que o nosso amor seja dado espontaneamente, e não sob “coação”. Ai está todo o segredo do jogo deste universo. Aquele que nos criou deseja o nosso amor. Ele quer que nós o ofereçamos espontanemente, sem Seu pedido. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que nós o ofereçamos. Portanto, até mesmo o Senhor tem algo a conquistar, o nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não o dermos a Ele.

– Ele é o mais próximo dos próximos, o mais querido dos queridos. Ame-O como um avarento ama o dinheiro, como um homem apaixonado ama sua amada, como um afogado anseia respirar. Quando você ansiar por Deus com intensidade, Ele virá a você.

– Todas as minhas perguntas foram respondidas, não pelos homens, mas por Deus. Ele é, Ele é. É o espírito dEle que fala a você através de mim. É do Seu amor que eu falo. Vibração após vibração! Como delicados zéfiros, Seu amor vem sobre a alma. Dia e noite, semana após semana, ano após ano, ele continua aumentando, você não sabe onde termina. E isso é o que vocês procuram, cada um de vocês. Você pensa que quer amor humano e prosperidade, mas por trás dessas coisas é o seu Pai quem está lhe chamando. Se você perceber que Ele é maior que todos os Seus presentes, você O encontrará.

– Desenvolva o amor de Deus de tal modo que eu possa ver em seus olhos que você está embriagado de Deus, e não perguntando, “quando eu terei Deus?” Quando você pergunta isso, você não é um devoto. O devoto diz: “Eu O tenho, Ele está me escutando; meu Amado está sempre comigo. Ele está movendo minhas mãos; Ele está digerindo minha comida; Ele está me observando através das estrelas.”

– Se, na escuridão, a mente nunca vacila, se o amor e a saudade nunca enfraquecem, então você provou a si mesmo que tem o amor de Deus.

– Quando o Senhor ordenou: “Não terás outros deuses além de mim, não farás para ti nenhum ídolo” (Ex. 20:3-4), Ele quis dizer que nós não devemos exaltar os objetos da criação acima do criador. Nosso amor pela natureza, família, amigos, deveres e posses não devem ocupar o trono supremo em nossos corações. Esse lugar pertence a Deus.

– O amor de Deus é tão envolvente que, não importa quais erros tenhamos cometido, Ele nos perdoa. Se nós o amarmos com todo o nosso coração, Ele limpa nosso karma.

– Deus entende você quando ninguém mais entende. Ele é o amante que sempre cuida de você, não importa quais os seus erros. Os outros dão afeição a você por um instante e depois o abandonam, mas Ele nunca o abandona. Em maneiras incontáveis, diariamente Deus busca o seu amor. Ele não lhe pune se você O recusa, mas você pune a si mesmo. Você percebe que “todas as coisas traem aquele que Me trai”.

– O amor de Deus não pode ser descrito com palavras, mas pode ser sentido quando o seu coração for puro e estável. Quando a sua mente e o seu sentimento se voltarem para o interior, você começará a sentir a Sua alegria. Os prazeres materiais são efêmeros, mas a alegria de Deus é eterna. É incomparável!


A HUMILDADE

– A humildade cresce com o entendimento de que Deus é o Executor, não você. Depois que você tiver percebido isso, como poderá orgulhar-se de qualquer feito? Guarde sempre em sua mente que, qualquer que seja o trabalho que você estiver fazendo, é o Senhor quem está agindo através de você.

– Conforme Jesus ensinou, “o maior homem é aquele que se considera o menor”. O verdadeiro líder é aquele que primeiramente aprendeu a obedecer aos outros, aquele que quer ser o servo de todos, aquele que nunca se coloca num pedestal. Aqueles que querem ser enaltecidos, não merecem a nossa admiração, mas aqueles que nos servem têm direito ao nosso amor. Não é Deus o servo de todos os seus filhos e, no entanto, pede Ele louvores? Não! Ele é grande demais para ser tocado por isto.

– Se o seu trabalho nesta vida é modesto, não se desculpe por isso. Orgulhe-se, porque você está executando a tarefa que lhe foi dada pelo Pai. Ele precisa de você exatamente nesse lugar; as pessoas não podem desempenhar, todas elas, o mesmo papel. Quando você trabalhar com o único objetivo de agradar a Deus, as forças cósmicas harmoniosamente lhe assistirão.

– Pouco conhecimento é algo perigoso, pois o devoto poderá sentir-se envaidecido, satisfeito consigo mesmo, falsamente supondo que Deus é aquilo que ele sabe. Há um provérbio que diz que antes da queda vem o orgulho. Uma pessoa que se admira dos próprios feitos tende a se privar de continuar seus esforços. (…)  Aquele que está livre da sensação de valor pessoal torna-se cada vez mais espiritualizado, até tornar-se um com Deus.

– A humildade é a manifestação de um coração compreensivo, e serve de exemplo de grandeza a ser seguido pelos outros.

– As chuvas da misericórdia Divina não se acumulam no topo das montanhas do orgulho, mas fluem facilmente para os vales da humildade.


O RELACIONAMENTO GURU-DISCÍPULO

–  Os Mestres, os Bons Pastores deste mundo, descem de seus altos planos espirituais e dedicam suas vidas à busca de discípulos que estão perdidos nas trevas. Eles os encontram em lugares desolados e perigosos, despertam-nos, erguem-nos em seus ombros divinos e os conduzem com alegria para um lugar seguro no aprisco divino. Eles os nutrem com alimento celestial e lhes dão para beber a água vivificante de tal forma que, se o homem comer desse alimento e beber dessa água, viverá para sempre. Eles lhes dão a força para se tornarem filhos de Deus. Eles dão suas próprias vidas, até o último grama de carne, até a última gota de sangue, para a redenção das ovelhas que atendem o seu chamado.

– É dever do guru e do discípulo serem leais um ao outro, não somente numa vida, mas em quantas vidas que se fizerem necessárias até o discípulo alcançar Deus. Aqueles que são cem por cento leais ao guru, podem estar certos da libertação e ascensão finais. Pode-se ter muitos professores, mas apenas um guru, que permanecerá como nosso guru mesmo em vidas futuras, até que o discípulo alcance a meta final da emancipação em Deus. Você deve sempre lembrar-se disso, uma vez que este relacionamento foi estabelecido.

– O treinamento espiritual que o Mestre me deu foi e é perfeito. O Guru não pode ser julgado (se é que ele é julgado) pelas regras que se aplicam a uma amizade entre iguais. Sempre estive consciente disto.

– A amizade que existe entre o guru e o discípulo é eterna. Há uma completa entrega, não existe coação, quando um discípulo aceita o treinamento do guru.  

– O meu corpo deixará de existir, mas o meu trabalho continuará. E meu espírito continuará vivo. Mesmo após a minha transição para o outro plano, continuarei trabalhando com vocês pela libertação do mundo com a mensagem de Deus. Preparem-se para a glória de Deus. Fortaleçam-se com a chama do Espírito.

– De Swami Sri Yukteswar ao seu discípulo Paramahansa Yogananda: “Serei seu amigo agora e por toda a Eternidade, quer esteja você no mais baixo plano mental ou no mais alto plano da sabedoria. Serei seu amigo mesmo se você errar, pois é ai que precisará da minha amizade mais do que em qualquer outra ocasião.”

– De Swami Sri Yukteswar a Paramahansa Yogananda, a quem apareceu em corpo físico no dia 19 de junho de 1936, mais de três meses após seu mahasamadhi (a última saída consciente do corpo de um grande iogue): “Não se lamente por mim (…) Você e eu sorriremos juntos, enquanto nossas duas figuras forem diferentes no sonho-maya* de Deus. Finalmente, mergulharemos unificados no Bem-Amado Cósmico; nossos sorrisos serão o Seu sorriso, nosso cântico de alegria, em uníssono, vibrará por toda a eternidade, irradiando às almas sintonizadas com Deus!”

– Meu guru me mostrou como usar o cinzel da sabedoria para fazer de mim um templo digno de receber a Presença de Deus. Cada homem pode fazer o mesmo, seguindo os preceitos de mestres divinamente iluminados.


A FORÇA DE VONTADE

– O homem, como imagem de Deus, possui dentro de si essa divina força de vontade que tudo realiza. Descobrir, através da meditação correta, como estar em harmonia com a Vontade Divina é a suprema obrigação do homem.

– Para criar a força de vontade dinâmica, proponha-se a fazer na vida algumas das coisas que você achava que não podia fazer. Tente tarefas simples primeiro. À medida que a confiança se fortalecer e a vontade tornar-se mais dinâmica, você poderá almejar realizações mais difíceis. Certifique-se de que escolheu bem, depois recuse se submeter ao fracasso. Empregue toda a sua força de vontade para dominar uma coisa de cada vez; não disperse suas energias, nem deixe algo pela metade para iniciar um novo empreendimento.

– Quando guiado pelo erro, a vontade humana nos ilude, mas quando guiada pela sabedoria ela está sintonizada com a Vontade Divina. O plano que Deus nos reserva é frequentemente obscurecido pelos conflitos da vida humana, e assim perdemos a orientação interna que nos salvaria dos abismos do sofrimento.

–  Você deve sempre ter a certeza, dentro da calma região do seu Eu interior, de que é correto possuir o que deseja e que está de acordo com os propósitos de Deus. Você pode então usar toda a sua força de vontade para alcançar o objetivo, mantendo, entretanto, a sua mente concentrada no pensamento em Deus –  a Fonte de todo poder e realização.

– A mente é a criadora de Tudo. Portanto, você deve guiá-la para criar apenas o bem. Se você se apega a um certo pensamento com força de vontade dinâmica, este finalmente adquire uma forma exterior tangível. Quando você é capaz de empregar sua vontade sempre para propósitos construtivos, torna-se o controlador de seu destino.

– Se você usar todos os recursos externos disponíveis, assim como suas aptidões naturais para vencer cada obstáculo em seu caminho, desenvolverá os poderes que Deus lhe deu — poderes ilimitados que fluem das forças mais recônditas do seu ser. Você possui o poder do pensamento e o poder da vontade. Utilize ao máximo essas dádivas divinas. 

– Qualquer que seja o que decidas fazer, tu és capaz de fazê-lo. Deus é a essência de tudo que existe e a Sua imagem está dentro de ti. Ele pode fazer qualquer coisa e tu também, desde que aprendas a te identificar com a Sua natureza inexaurível.

– Fortalece a tua força de vontade para que não sejas controlado pelas circunstâncias, mas sim capaz de controlá-las.

– O teu papel é despertar o desejo de realizar os teus objetivos legítimos. Aí então, põe a tua vontade em ação até que ela siga o caminho da sabedoria que te é indicado.

– Lembra-te: em tua vontade está a força toda-poderosa de Deus. Quando vem uma avalanche de dificuldades e tu te recusas a desistir, apesar de todos os obstáculos; quando a tua mente não vacila, aí então perceberás Deus te respondendo.

“Se queres sentir a orientação de Deus na tua vida, não percas tempo desperdiçando conversa com os outros. O silêncio é o altar do Espírito.”

“Se você pensar em Deus enquanto executa os seus deveres neste mundo, estará mentalmente unido a Ele.”


A COMPAIXÃO

– Para a realização divina, é necessária a compaixão para com todos os seres (daya), uma vez que o próprio Deus é transbordante desta qualidade. Aqueles que possuem um coração sensível podem colocar-se no lugar dos outros, sentir o seu sofrimento e tentar aliviá-lo.

– Ó Senhor de Compaixão, ensina-me a derramar lágrimas de amor por todos os seres. Possa eu vê-los como sendo o meu próprio ser – expressões diferentes de meu Eu divino.

– Eu desculpo facilmente as minhas faltas; deixa-me portanto, perdoar rapidamente as falhas dos outros. Abençoa-me, ó Pai, para que eu não inflija aos meus companheiros críticas inoportunas. Se eles pedirem o meu conselho, na tentativa de reformarem-se, possa eu oferecer-lhes sugestões inspiradas por Ti.

– Cada dia, tente ajudar a se reerguer, assim como você ajudaria a si mesmo ou a sua família, qualquer pessoa à sua volta que esteja física, mental ou espiritualmente enferma. Assim, seja qual for o seu papel no palco da vida, você saberá que o interpretou corretamente, sob a orientação do Diretor de cena de todos os destinos.

– A Tua divina luz está oculta, mesmo na criatura mais viciada e mergulhada nas trevas, esperando para brilhar quando surgirem as condições adequadas: andar em boas companhias e possuir o ardente desejo de auto-aperfeiçoamento.

– Nós Te agradecemos por nenhum pecado ser imperdoável, nenhum mal ser insuperável, pois o mundo de relatividade não contém absolutos.

– Inspira-me, ó Pai Celestial, para que eu possa despertar os Teus filhos desorientados para a consciência de sua pureza inerente, imortalidade e filiação celestial.

– Eu tratarei aquele que se considera meu inimigo como um divino irmão, escondido sob um manto de algum mal-entendido. Eu chorarei sinceramente ao lado desse manto com uma lança de amor, de forma tal que, vendo minha humildade, clamando por compreensão, ele não mais desprezará a oferta da minha boa-vontade.

– Que a feiúra da indelicadeza dos outros possam me impelir a me fazer belo com a bondade. Possam os modos grosseiros dos meus companheiros lembrar-me de usar palavras doces, sempre. Se pedras de mentes pecadoras forem arremessadas contra mim, permita-me enviar de volta apenas mísseis de boa-vontade. Assim como o jasmim deixa cair suas flores sobre as mãos que portam machados e que golpeiam suas raízes, assim, sobre todos aqueles que agem hostilmente contra mim, possa eu derramar flores de perdão.

– Que eu não aumente a ignorância dos pecadores com minha intolerância ou vingança. Inspira-me a ajudá-los com meu perdão, minhas orações e lágrimas de amor fraterno.

– Procure fazer coisas corajosas e amáveis que deixam de ser feitas pela maioria das pessoas. Dê presentes de amor e paz àqueles que os outros ignoram.

– Assim como os raios vitais do sol tudo vivificam, assim deve você também levar raios de esperança aos corações dos pobres e esquecidos, despertar a coragem nos corações dos desesperados e dar novo ânimo aos corações daqueles que se julgam vencidos.

– Se Deus não responde às suas preces é porque você não está sendo fervoroso. Se você Lhe oferece orações mecânicas, não pode esperar prender a atenção do Pai Celestial. O único modo de tocar Deus através da prece é pela persistência, regularidade e profundo fervor. Limpe a sua mente de toda negatividade, como o medo, a preocupação, a raiva. Então, encha-a com pensamentos de amor, serviço aos outros e alegre expectativa. No santuário do seu coração deverá reinar um poder, uma alegria, uma paz – Deus.


A ORAÇÃO

– Assim como você não pode transmitir uma mensagem através de um microfone danificado, também não poderá enviar preces ao Pai Celestial através de um microfone mental que esteja desarmonizado pela inquietação. É através da profunda tranqüilidade que você pode consertar seu microfone mental, aumentando a receptividade de sua intuição. Aí então você será capaz de efetivamente irradiar para Ele e receber as Suas respostas.

– A demanda pela resposta de Deus deve ser forte; preces não muito convincentes são insuficientes. Se você decide: “Ele vai falar comigo!”; se você se recusa a pensar diferentemente, sem se importar com os muitos anos em que Ele não respondeu; se continuar a confiar nEle, um dia Ele responderá.

– Se você conseguir, uma vez que seja, “quebrar o gelo” com o Senhor, e quebrar o Seu silêncio, Ele lhe falará freqüentemente. Mas no começo é muito difícil. Não é fácil travar relações com Deus porque Ele quer ter a certeza de que você realmente deseja conhecê-Lo. Ele envia testes para saber se o devoto quer realmente a Ele ou alguma outra coisa. Ele não lhe falará até que você O tenha convencido de que seu coração não abriga nenhum outro desejo. Por que deveria Ele se revelar a alguém cujo coração está cheio de desejos pelas Suas dádivas?

– Uma resposta satisfará todas as suas perguntas. Volte-se para Deus e impregne a sua consciência com a realização da Sua perfeição. Deixe sua fraqueza dissolver-se no pensamento reverente de Sua força. Não é necessário explicar as coisas a Deus, porque Ele sabe o que você precisa antes mesmo que você fale, e está mais pronto para dar do que você para pedir. Quando você estiver meditando, isole-se de tudo, exceto do pensamento absorvedor de Sua Presença super-protetora. Deste modo você tornar-se-á receptivo, e a cura fluirá através do seu corpo, mente e alma.

– A lei superconsciente do sucesso é ativada pelas preces do homem e pela sua compreensão da onipotência do Senhor. Não interrompa os seus esforços conscientes, nem confie totalmente nas suas habilidades naturais, mas peça ajuda divina em tudo o que você fizer.


A FELICIDADE

– Senhor, numa época de infortúnio ouvi a Tua voz dizendo: “O sol da Minha proteção brilha igualmente nas tuas horas mais brilhantes e nas mais sombrias. Tende fé e sorri! A tristeza é uma ofensa para com a natureza do Espírito, cheia de bem-aventurança. Deixa que a Minha luz, que transforma a vida, apareça através da transparência dos sorrisos. Se fores feliz, Meu filho, tu me agradas”.

– Lembre-se de que quando você está infeliz é geralmente porque não visualiza claramente as grandes coisas que decididamente deseja realizar na vida, e também porque não usa, com a perseverança necessária, a sua força de vontade, a sua habilidade criativa e a sua paciência, até que os seus sonhos sejam materializados.

– A felicidade depende até certo ponto de condições externas, mas principalmente de atitudes mentais. Para ser feliz é preciso ter boa saúde, uma mente equilibrada, uma vida próspera, o trabalho certo, um coração agradecido e, acima de tudo, sabedoria ou conhecimento de Deus.

– O riso do Deus infinito deve vibrar através do seu sorriso. Deixe que a brisa do Seu amor espalhe seus sorrisos nos corações dos homens. O seu fervor será contagioso.

– Você tem o poder de se ferir ou de se beneficiar. Se você não decide ser feliz, ninguém poderá fazê-lo feliz. Não culpe Deus por isto! E se decide ser feliz, ninguém poderá fazê-lo infeliz… Somos nós que fazemos da vida o que ela é.

– Uma forte determinação de ser feliz o ajudará. Não espere que as circunstâncias mudem, pensando falsamente que nelas reside o problema.

– Não faça da infelicidade um hábito crônico, afligindo assim você mesmo e os que o cercam. Sua felicidade é uma bênção para você e para outros.

– Se você possui felicidade, tem tudo; ser feliz é estar em sintonia com Deus. Esse poder de ser feliz vem através da meditação.

– Em vez de estar sempre esforçando-se por obter a felicidade pessoal, tente fazer os outros felizes. Servindo aos outros espiritual, mental e materialmente, você verá as suas próprias necessidades satisfeitas. Ao esquecer-se de si próprio no serviço aos outros, você verá que, sem procurar, a sua própria taça da felicidade estará cheia.

– Não pense que uma pequena alegria no silêncio é suficiente. Alegria é mais do que isso. Por exemplo, imagine que você está sendo punido, não lhe sendo permitido dormir quando está desesperadamente necessitado de descanso; e de repente alguém diz: “Está bem, pode dormir agora”. Pense na alegria que você sentiria no momento em que estivesse entrando no sono. Multiplique isto por um milhão! Nem mesmo isto descreveria a alegria sentida na comunhão com Deus.

– A verdadeira felicidade vem somente quando a sua vontade, guiada pelo discernimento da alma, escolher o bem ao invés do mal, a qualquer momento, em qualquer lugar, porque na verdade você quer o bem pelo bem. Então você será realmente livre.

– Buscarei diariamente a felicidade cada vez mais dentro da minha mente e cada vez menos nos prazeres materiais.


A LEALDADE

– A única forma de conquistar a salvação é ter completa lealdade a Deus. Este sonho da vida um dia será tirado de você; neste sonho, a única coisa real é o amor de Deus. Tudo o mais são falsos sonhos. Afaste-se deles. A cada minuto eu vejo o quanto isso é necessário. Ele me atou às tarefas da SRF, e então eu digo a Ele: “Eu trabalharei apenas para Ti.” Então eu me sinto dentro do Seu Supremo gozo.

– Vocês estão nesta casa de Deus e este é o seu lar. Deveriam se orgulhar do trabalho e ser leais a esse lar, para que a bênção de Deus possa fluir através de vocês. Aquele que não é leal à sua própria organização e ao trabalho que Deus lhe designou, não é leal a Deus. Embora eu seja bastante tolerante, mesmo assim vocês percebem que regularmente menciono somente a minha linha de Gurus: Babaji, Lahiri Mahasaya e Sri Yukteswar.

– Associem-se sempre àqueles que são leais a Deus e aos Grandes Gurus, e verão as suas vidas transformarem-se no mais elevado tipo de vida. Sejam sinceros às verdades dos ensinamentos da Auto-Realização e verão as suas vidas transbordarem com a glória do Espírito, com o fulgor do Todo-poderoso.

– Faço agora um voto sagrado: Jamais o sol do meu amor descerá abaixo do horizonte do meu pensamento em Ti. Jamais baixarei meus olhos para pousá-los em coisa alguma além de Ti. Nunca farei algo que não me faça lembrar de Ti.

– Verdadeiros devotos podem ser chamados de fanáticos em virtude da devoção a Ele. A única espécie correta de fanatismo é a lealdade a Deus – noite e dia, dia e noite, pensando nEle. Sem este tipo de lealdade é impossível encontrar Deus. Aqueles que não deixam de praticar a Kriya, que meditam longamente e oram intensamente a Deus encontrarão o cobiçado Tesouro.

– Deus está sempre te chamando através da flauta do meu coração. Eu te suplico – não O esqueça ! Nossos corpos podem perecer, mas permita que nossas almas cintilem para sempre como estrelas eternas no coração de Deus.

– Você descobrirá que tudo irá traí-lo se você trair sua lealdade a Deus. Portanto, não deixe nem uma gota de óleo cair da lâmpada da sua atenção no santuário do silêncio interior ao meditar diariamente, e ao cuidadosamente realizar suas tarefas no mundo.

– Deus está igualmente presente em todos, mas Ele está mais expresso no coração dos espiritualizados, pessoas leais que pensam apenas Nele. Através da sua lealdade a Deus você pode estabelecer sua unidade com Ele. Lealdade atrai a Atenção Divina. Assim, quando as tempestades da vida chegarem, e as ondas dos desafios baterem, você pode guiar o barco da sua vida até as praias divinas ao perceber Sua onipresença.


O PAI NOSSO DE YOGANANDA

Pai, Mãe, Amigo e Bem Amado Deus. . .

Que a pronunciação incessante e silenciosa do Teu
Sagrado nome, conduza-nos à Tua semelhança.

Inspira-nos, para que a nossa adoração as coisas materiais,
se transforme em adoração a Ti.

Que através da pureza de nossos corações,
possa Teu reino de perfeição vir
à terra e liberar todas as nações do sofrimento.

Que a nossa vontade se torne mais forte ao vencer os desejos mundanos e
sintonize-se afinal com Tua vontade perfeita.

Dá-nos o pão de cada dia, alimento, saúde e prosperidade
para o corpo; eficiência para a mente e sobretudo,
Teu amor e sabedoria para a alma.

É tua lei que diz:
“Com a mesma medida com que medirdes, também vos medirão”.

Que possamos perdoar aqueles que nos ofendem,
sempre atentos à nossa própria necessidade
de Tua imerecida misericórdia.

Não nos abandones no abismo das tentações em que caímos,
pelo mal uso que temos feito da razão que nos concedeste.

E quando for Tua vontade submeter-nos à prova, oh Espírito,
permite-nos compreender que Tu és muito mais fascinante
do que qualquer tentação terrena.

Ajuda-nos a livrar-nos das tenebrosas
cadeias do nosso único mal: não conhecer-Te.

Porque Teu é o Reino, o Poder e a Glória
pelos séculos e séculos.

Amém


O DISCERNIMENTO

– Lembre-se que encontrar Deus irá significar o funeral de todas as tristezas.

– A santidade não é estupidez! As percepções divinas não são incapacitadoras. A expressão ativa da virtude promove a mais aguda inteligência.

– O apego cega; ele empresta um halo imaginário de atração ao objeto de desejo.

– Seus bons hábitos ajudam-no nas situações habituais e familiares mas podem não ser suficientes para guiá-lo quando um novo problema surge. Então o discernimento é necessário.

– O homem não é um autômato, e portanto nem sempre pode viver sabiamente apenas seguindo regras fixas e rígidos preceitos morais. Na grande variedade dos problemas e eventos diários, nós achamos oportunidade para o desenvolvimento do bom julgamento.

– Não anuncie todos os seus segredos em seu desejo de ser honesto. Se você conta sobre suas fraquezas a pessoas inescrupulosas, elas vão zombar de você se em alguma ocasião futura desejarem feri-lo. Por que você deveria fornecer ‘munição’? Fale e haja de um modo que traga felicidade duradoura para você e para os outros.

– Lealdade a uma prática espiritual sem sinceridade e convicção é hipocrisia. Lealdade ao espírito de uma prática, mesmo sem se apegar à forma, é sabedoria. Mas não ter lealdade nem a uma prática espiritual, nem a um princípio, nem a um mestre, é degeneração espiritual. Submeta-se a Deus e ao Seu servo, e você verá a mão dEle trabalhando através de todas as coisas.

– Mantenha sempre vivo o seu discernimento. Evite aquelas coisas que não lhe trazem benefícios e nunca passe o seu tempo em ociosidade.

– Não fique mentalmente revisando seus problemas constantemente. Deixe-os descansar um pouco e eles podem se resolver sozinhos; mas cuide para não descansar muito, de modo que o seu discernimento se perca. Em vez disso, utilize esses períodos de descanso para ir fundo nas calmas regiões do seu Eu interior.

– Quando o homem se torna um pouco iluminado, compara as suas experiências relacionadas à criação material, reunidas no estado desperto, com suas experiências no sonho; e, entendendo estas últimas como meras idéias, começa a duvidar da existência substancial das primeiras. Seu coração então se torna propenso a conhecer a real natureza do universo e, lutando para clarear suas dúvidas, ele procura por evidências para determinar o que é a verdade. Nesse estado o homem é chamado Kshattriya*, ou um membro da classe militar, e o conflito descrito anteriormente torna-se seu dever natural, por meio do qual ele pode obter uma visão da natureza da criação e alcançar o real conhecimento dela.


A SABEDORIA

– O mais sábio é aquele que busca a Deus. O mais bem-sucedido é aquele que O encontrou.

– A sabedoria não é injetável de fora para dentro. A força e a extensão da sua receptividade interior determinam o quanto você poderá absorver do verdadeiro conhecimento e quão rapidamente.

– Não é necessário viver todo tipo de experiências humana para se alcançar a sabedoria suprema. Você deve ser capaz de aprender com a experiência dos outros. Por que envolver-se em um panorama de infindáveis experiências para enfim descobrir que nada neste mundo jamais poderá fazê-lo feliz?

– Esta vida é uma novela magistral escrita por Deus, e o homem ficaria louco se tentasse entendê-la apenas pela razão. É por isso que eu lhes digo para meditarem mais. Expandam a taça mágica da intuição, e então vocês serão capazes de reter o oceano da sabedoria infinita.

– O melhor que você poderá fazer para cultivar a verdadeira sabedoria é praticar a consciência de que o mundo é um sonho. Se houver fracasso, diga: “Isto é um sonho”. A seguir apague de sua mente a idéia do fracasso. Em meio a condições negativas, pratique o “oposto”, pensando e agindo de um modo positivo e construtivo.

– Quando você olhar a criação, que parece tão sólida e tão real, lembre-se sempre de que são idéias na mente de Deus, cristalizadas em formas físicas.

– Sua verdadeira personalidade começará a se desenvolver quando você, através da intuição profunda, for capaz de sentir que não é este corpo sólido, mas sim a divina e eterna corrente de Vida e Consciência que flui dentro do corpo.

– Numa única sentença, os rishis* escreveram coisas tão profundas que os comentadores eruditos se ocupam delas geração após geração. Controvérsias literárias intermináveis são para as mentes vagarosas. Qual pensamento seria mais rapidamente libertador que “Deus é” ou simplesmente “Deus”?

– Tristeza, doença e fracasso são consequências naturais de transgressões das leis de Deus. A sabedoria consiste em evitar tais violações e encontrar paz e felicidade em si mesmo, através de pensamentos e ações que estejam em harmonia com o seu verdadeiro Ser. Controle a sua mente com sabedoria, direcionando-a para os aspectos positivos da vida.

Não se satisfaça com as gotas de sabedoria das escassas fontes terrenas; antes, busque a sabedoria desmedida das mãos de Deus, tão generosas e que tudo possuem.

– Portanto, aquele que ouvir estas minhas palavras e segui-las, eu o compararei ao homem sábio que construiu a sua casa sobre uma rocha: E veio a chuva, subiram as marés, o vento soprou e se abateu sobre aquela casa e não a derrubou, porque estava construída sobre uma rocha. – Jesus Cristo, “Novo Testamento”

– Todos os dias, você deve sentar-se calmamente e afirmar com profunda convicção: “Nascimento, nem morte, nem casta eu tenho; pai e mãe, não tenho também. Santo Espírito, Eu sou Ele. Eu sou a Felicidade Infinita.” Se você repetir sempre essas palavras, dia e noite, finalmente perceberá o que você realmente é: uma alma imortal.


A EXPANSÃO:

– Cada minuto é uma eternidade porque a eternidade pode ser experimentada em cada minuto. Cada dia, hora ou minuto é uma janela através da qual você pode ver a eternidade.

– A vida é breve e, entretanto, sem fim. A alma é eterna, mas na curta estação desta vida você deve colher o máximo da imortalidade.

– Tudo é Deus. Tanto esta sala quanto todo o universo estão flutuando como num filme na tela da minha consciência… Eu olho para esta sala e vejo nada mais do que Espírito puro, Luz pura, Alegria pura. A figura de meu corpo e de seus corpos – e de todas as coisas desse mundo – são apenas raios de luz provenientes daquela única Luz Sagrada. Olhando esta Luz, não vejo nada além do Espírito puro.

– A eternidade se estende à minha volta, embaixo, acima, à esquerda, à direita, à frente, atrás, dentro e fora. De olhos abertos, vejo-me como um pequeno corpo. De olhos fechados, percebo-me como o centro cósmico ao redor do qual gira a esfera da eternidade, da bem-aventurança do onisciente espaço vivente.

– Enquanto estivermos imersos na consciência do corpo, seremos como estranhos num país desconhecido. Nossa terra natal é a onipresença.

– Eu O sinto transbordando em meu coração e em todos os corações, através dos poros da terra, do céu, de todas as coisas criadas. Ele é o eterno movimento da alegria. Ele é o espelho de silêncio no qual está refletida toda a criação.

– Aprenda a ver Deus em todas as pessoas, de qualquer raça ou credo. Somente quando começar a sentir sua unidade com todos os seres humanos é que você saberá o que é o amor divino; não antes.

– O Oceano do Espírito se transformou na pequena bolha da minha alma.  Seja flutuando no nascimento ou desaparecendo na morte, a pequena bolha da minha alma não pode morrer no oceano da percepção cósmica.  Eu sou consciência indestrutível, protegida no seio imortal do Espírito.

– Certo dia vi uma pequenina formiga subindo um monte de areia.  E pensei:  “A formiga deve estar pensando que está escalando os Himalayas!”  O montinho deve ter parecido gigantesco para a formiga, mas não para mim.  Analogamente, um milhão de anos solares podem representar menos de um minuto na mente de Deus.

– Devemos aprender a pensar em grandes termos: Eternidade! Infinito!

– Ó Espírito, ensina-nos a curar o corpo, revitalizando-o com Tua energia cósmica; a curar a mente com a concentração e alegria; a curar a doença da ignorância da alma com o bálsamo divino da meditação em Ti..

– O método mais eficaz para uma cura instantânea é a fé em Deus, absoluta e incondicional.
Fazer um esforço constante para despertar este tipo de fé é a maior e mais gratificante obrigação do homem.

– A Fonte Infinita é um dínamo infinito que embebe a alma sem cessar, com força, felicidade e poder. É por isto que é tão importante você confiar o máximo que puder na fonte infinita.


A CURA

– A mente é o comandante que governa o corpo. Devemos sempre evitar sugerir à mente pensamentos de limitações humanas, como doença, velhice e morte. Mais que isso, a mente deveria ser alimentada constantemente  com essa verdade: “Eu sou o infinito, que se tornou um corpo. O corpo como manifestação do Espírito, é o Espírito sempre cheio de juventude.”

– Obedeça as leis de Deus sobre higiene. A higiene mental que conserva a mente pura é superior à higiene física, mas esta última é importante e não deverá ser negligenciada. Mas não viva de modo tão rígido que, ao precisar sair dos seus hábitos costumeiros, você fique abalado.

– O corpo é um amigo traiçoeiro. Dê-lhe o que é devido; nada mais. Dor e prazer são transitórios; suporte todas as dualidades com calma, tentando, ao mesmo tempo, colocar-se acima do poder de ambas. A imaginação é a porta pela qual penetram tanto a enfermidade quanto a cura. Não acredite na realidade da doença, mesmo quando estiver doente; um visitante inadmitido baterá em retirada!

– Doenças físicas ou mentais renitentes tem sempre uma raiz profunda no subconsciente. A doença poderá ser curada ao arrancar-se suas raízes escondidas. É por isso que todas as afirmações da mente consciente devem ser suficientemente impressivas para permear o subconsciente, o qual, de volta, automaticamente influencia a mente consciente. As fortes afirmações conscientes têm assim uma reação sobre a mente e o corpo através do agente do subconsciente. As afirmações ainda mais fortes alcançam, não somente o subconsciente, mas também a mente super-consciente – o depósito mágico dos poderes miraculosos.

– “Devem os médicos proceder à sua missão de curar, aplicando à matéria as leis de Deus”, dizia Sri Yukteswar. Mas exaltava a superioridade da terapia mental e repetia com freqüência: “A sabedoria é o maior depurativo”.

– Reconhecerei toda doença como resultado das minhas transgressões contra as leis da saúde, e procurarei consertar o mal através da alimentação correta, comendo menos, jejuando, movimentando-me mais e pensando corretamente.


O ANO NOVO

– Escolha quais são os hábitos que você vai se desfazer neste Ano Novo. Decida-se sobre eles e siga a sua decisão. Determine-se a dedicar mais tempo a Deus: medite regularmente todos os dias e, uma noite a cada semana, pratique uma meditação mais longa, para sentir o seu progresso espiritual em Deus. Determine-se a praticar Kriya Yoga* diariamente e a controlar seus desejos e emoções. Seja um Mestre!

– Para o Ano Novo, meu maior desejo e prece é que você abandone os hábitos errados de pensar e agir. Não carregue os seus maus hábitos no Ano Novo. Você não precisa levá-los consigo. A qualquer momento você poderá ter que desprender-se do seu invólucro mortal e esses hábitos desaparecerão. Eles não lhe pertencem agora. Não os aceite! Deixe pra trás todos os pensamentos inúteis, tristezas passadas e maus hábitos. Comece uma nova vida!

-Com o alvorecer do Ano Novo, todos os portais fechados das limitações serão totalmente abertos, e eu passarei através deles para alcançar os vastos campos onde os meritórios sonhos da minha vida serão realizados. 


A ORAÇÃO DO ALIMENTO

“Pai Celestial, abençoa este alimento e santifica-o. Não deixes que a impureza da gula o macule. O alimento vem de Ti; e é para manter Teu templo. Espiritualiza-o. O Espírito ao Espírito volta. Nós somos as pétalas de Tua manifestação; mas Tu és a flor – sua vida, beleza e encanto. Permeia nossas almas com a fragrância de Tua presença!”

PARAMAHANSA YOGANANDA


 

Os Livros de Paramahansa Yogananda podem ser adquiridos em todo o Brasil através da livraria virtual Omnisciência Distribuidora.
http://www.omnisciencia.com.br/


Via: Grupo de Estudos Virtual – Eu Sou Luz – MEDITANDO COM PARAMAHANSA YOGANANDA

OS QUE JÁ BUSCAM A SINTONIA COM A ENERGIA DA NOVA TERRA…

light__110609

Auroville – A Cidade Universal

Por: Muito Além das Palavras e Sentidos

Conheça a Auroville, uma comunidade no sul da Índia, que busca a unidade entre os homens, investe em tecnologias sustentáveis e tem uma arquitetura contemporânea.

Auroville, é uma comunidade internacional, perto de Pondicherry, no Estado de Tamil Nadu, no sul da Índia, construída com o propósito de ser uma “Cidade Universal, onde todos, homens e mulheres, pudessem viver em harmonia, independente de nacionalidade, raça, crenças e politica, para realizar a unidade humana na diversidade.

Sua proposta urbanística é original  e desenvolve a cidade em forma de uma  espiral simbolizando a evolução humana e no centro se ergue majestoso o Templo de Matrimandir.

Atualmente, tem cerca de 4 mil e duzentos moradores originários de 45 países, inclusive do Brasil, além de muitos indianos que moram no local e trabalham nas mais diversas atividades. A população  cresce constantemente e não raro alguns dos seus milhares de visitantes, se apaixonam pelo lugar e filosofia de vida e alí permanecem.

O projeto de Auroville é reconhecido internacionalmente como o primeiro e contínuo experimento em unidade humana e transformação da consciência, com pesquisas sendo feitas para um desenvolvimento sustentável que responda às necessidades culturais, ambientais, sociais e espirituais da humanidade.

As pessoas podem se candidatar a serem moradores permanentes de Auroville. Para tanto, precisam marcar uma entrevista com o “Entry Group”, no final do seu período como hóspede para confirmar, oficialmente, a sua decisão.

Foi fundada dentro dos princípios da Yoga Integral, concebida e desenvolvida por Sri Aurobindo  e “A Mãe”. O conceito da cidade iniciou-se nos idos de 1930, porém foi em 1960 que a Associação  Sri Aurobindo em Pondicherry propôs o início da sua construção, nas formas pensada por eles. O projeto foi apresentado ao Governo da Índia, que deu sua autorização e encaminhou para a Assembléia geral da UNESCO. Em 1966, em uma resolução unânime, a UNESCO dava seu aval ao projeto, dizendo que  era  importante para o futuro da humanidade .

Templo de Matrimandir

Cidade universal, ponte entre o passado e o futuro, caminho de transformação… Auroville já mereceu incontáveis definições, na tentativa de sintetizar o que ela representa.

Há 40 anos plantada na região de Villupuram, no Estado de Tamil Nadu, a cidade que surgiu do sonho de um filósofo hindu, Sri Aurobindo, que perseguia o sentido da vida e acreditava que o caminho para conquistar a paz e o equilíbrio seria a união entre os homens.

Debruçada sobre a Baía de Bengala, que engloba quase 100 vilas espalhadas por uma área de 20 quilômetros quadrados, com uma população estimada em 4 mil pessoas originárias de mais de 45 países – apenas metade dos habitantes é indiana. “É um lugar onde se vive pacificamente, somando em vez de competir”.

Auroville simboliza a procura de liberdade, e a liberdade sempre desafia a ordem. O projeto só poderia acontecer na Índia, onde impera o caos, as buzinas não param de tocar, vacas e gente se misturam aos carros num trânsito de enlouquecer. Um país sem regras, palco da diversidade mais absoluta, em que a tecnologia de ponta convive com uma cultura riquíssima em tradições.

Se estivesse vivo, Sri Aurobindo, o grande pai dessa comunidade, com certeza concordaria. Ele mesmo definia a Índia como uma “divina anarquia”, um ambiente de extrema complexidade, que inspira viver intensamente a experiência humana.

Ele ainda dizia: “O homem tem de tomar consciência de seu ser interior e só depois se organizar espontaneamente, sem se submeter a leis externas a seu espírito”. O mestre, autor de vários trabalhos espirituais, defendia o direito de cada um identificar seus rumos, mas lembrava que para tanto é preciso se libertar da autoridade do ego. Auroville foi pensada como um cenário que estimulasse justamente essas conquistas.

“Auroville quer ser uma cidade universal onde homens e mulheres de todos os países possam viver em paz e progressiva harmonia acima de todos os credos, todas as políticas e todas as nacionalidades. O propósito de Auroville é realizar a unidade humana” ~ A mãe

Projetada para abrigar 50 mil pessoas, a comunidade de Auroville pretende continuar crescendo a base de novas fazendas que produzam comida orgânica, herbários e o fomento de energias renováveis.

Auroville é “o primeiro e único centro urbano dedicado à experimentação na unidade humana”, comprometido com as “necessidades culturais, ambientais, sociais e espirituais da Humanidade do futuro”, segundo um documento da organização.

Iluminada pelas idéias do filósofo indiano Aurobindo, sua companheira espiritual francesa, Mirra Alfassa, conhecida como “A Mãe”, pegou o bastão do pequeno “ashram” de Aurobindo e fundou a cidade de Auroville em 1968.

Segundo sua carta de fundação, cada habitante há de ser “servo sincero da Consciência Divina”, sem que exista uma chamada para abraçar uma fé determinada.

Os 4200 habitantes da cidade participam deste projeto coletivo administrado por um órgão, a Fundação Auroville, que tem o apoio do Governo indiano.

Em consonância com as idéias de Aurobindo, em Auroville não se pratica nenhuma fé “nem se faz nenhuma cerimônia religiosa que envolva sacerdotes”.

Tudo se baseia no sentido espiritual, na existência de uma divindade que sustente tudo, para detalhar que existe uma sala chamada “Nossa alma coletiva”, destinada à meditação.

No entanto, a ideia principal de Auroville não era apenas criar um centro espiritual, mas uma cidade exemplar na qual cada cidadão contribuísse com a comunidade e permitisse sua viabilidade.

O plano da cidade, “baseado na forma de uma galáxia em espiral”, tem quatro regiões onde se desenvolvem atividades industriais e culturais, segundo a Fundação Auroville, que dão trabalho para entre 4 mil e 5 mil pessoas e que geram US$ 2,5 milhões anuais para a economia local.

No centro de Auroville, meca para gente ávida por experiências espirituais, encontra-se uma estrutura enorme em forma de globo chamada Matrimandir ou “alma da cidade”, rodeada de jardins para facilitar a meditação.

Sua infra-estrutura inclui escolas de educação primária gratuita, centros de saúde com remédios tradicionais, albergues para acolher turistas e lojas com produtos locais.

No entanto, às vezes não é fácil viver neste grande experimento de vida comunal.

As pessoas têm que se adaptar a muitas coisas às quais não estão acostumadas. É preciso trabalhar muito. Em uma comunidade de apenas 4 mil pessoas é um pouco difícil conseguir fazer tudo.

Auroville segue se esforçando para chegar aos 50 mil habitantes, algo difícil já que muitos jovens abandonam a cidade após seus estudos, embora muitos também permaneçam por lá.

“Apesar de ter passado tantos anos aqui, ainda me parece tão maravilhoso que não entendo como as pessoas não têm vontade de voltar”, diz uma espanhola, que pensa em ficar em Auroville “para sempre”.

Vida real

Liberdade é o mantra. Mas que não se confunda Auroville com a ideologia do flower power dos anos 1960.

“A cidade não tem nada a ver com as antigas coletividades hippies, onde se vivia na ilusão, sem fundamentos nem propósitos”, afirma o professor de ioga Marco Schultz, de Florianópolis, Santa Catarina, que há mais de 12 anos lidera grupos de estudo em viagens a centros de peregrinação espiritual.

“Aos hippies faltava ética. Em Auroville se exercita a consciência”, diz. Além disso, havia naquelas tribos um desprezo visceral pelo conforto – considerado supérfluo – e pela produtividade. Nesse projeto não é pecado produzir, muito menos consumir. “A rotina é concreta”, afirma.

Para sobreviver é preciso trabalhar, pagar impostos (33% da renda vai para a comunidade) e estresse não é uma palavra rara. Em contrapartida, há a certeza de que se pode contar com o outro e que a ele devemos nossa solidariedade.

“A comunidade tem diretrizes pautadas no bem comum. A propriedade é coletiva e a administração cabe a um conselho composto por um representante do governo da Índia, um conselheiro internacional e os moradores. A proposta é colocar o ego a serviço da consciência e empenhado na busca pela unidade”, diz Schultz.

“Auroville não pertence a ninguém em particular, pertence à humanidade como um todo. Para se viver em Auroville é necessário ser o servidor voluntário da Consciência Divina. Esta cidade será o lugar de uma educação sem fim, de progresso constante, e de uma juventude que nunca envelhece; a ponte entre o passado e o futuro, um lugar de pesquisas materiais e espirituais”.  ~ A Mãe

Este é o caminho

Ali, vive-se na contramão do capitalismo. Crescer não é a prioridade. Qualidade de vida, isso sim é uma aspiração imediata. Apesar do tom esotérico, essa busca pela consciência não se atém a uma religião. Aliás, a proposta é a não religião que abriga todas as formas de fé sem impor nenhuma.

Há abertura para todos os homens de sabedoria, mas não se deve limitar a uma tradição religiosa. Não há gurus nem dogmas. “A Mãe é uma inspiração. Porém, a responsabilidade de nossas próprias ações é individual”, afirma Schultz.

Visitar o Matrimandir evidencia esse valor. A construção em forma de esfera, dourada, é um templo sem deuses, silencioso, que concentra uma energia feminina ligada à força da criação e a valores como compaixão, leveza e amorosidade. O único barulho é o da água corrente, que embala a meditação, prática hinduísta adotada como canal de autoconhecimento. “Para ser livre é importante entrar em contato consigo mesmo”, diz Schultz.

Centro de Jovens – Youth Centre

O Centro de Jovens (Youth Centre) de Auroville, é uma minicidade fundada e mantida por jovens.
Segundo  Auroville, o Centro de Jovens – ou  Peaceful City – é “um lugar onde jovens de todas as idades e origens podem se reunir coletiva e construtivamente pra relaxar, trabalhar, aprender e brincar em um ambiente seguro e voltado à natureza, longe das limitações da família, escola, e a sociedade estruturada em geral.”

Esse ambiente de convivência coletiva, era inicialmente uma resposta à burocracia e às regras cada vez maiores em Auroville. Nesse contexto, o Centro de Jovens surgiu como um espaço aberto e experimental.

Ao longo dos anos, várias casas na árvore foram construídas no Centro de Jovens colaborativamente, intensificando a ideia de um maior contato com a natureza.

Desafios

A calma  conectada  a comunidade imaginada pelo mestre, está em perfeita sintonia com a tecnologia, o design e a inteligência do mundo contemporâneo. Há um estímulo especial a práticas sustentáveis, como o uso de bambu na arquitetura e a ampliação das diferentes formas de energia solar.

Muitos quilômetros de floresta foram replantados, a fauna foi reintroduzida, o uso sustentável de água e energia virou prática, e há uma campanha constante para reciclagem e redução dos resíduos.

Nas escolas – são seis, atendendo crianças de todas as vilas –, a  pedagogia da livre escolha permite optar por matérias, de modo que cada aluno descubra seu potencial. Esportes e arte são altamente valorizados.

Apesar das concepções que regem a comunidade, Auroville enfrenta as mesmas questões de outras cidades do mundo. Surpreendentemente, há vestígios de violência e destruição.

O sonho de Aurobindo caminha lentamente, dependente de doações do governo da Índia, de ONGs e de pessoas de boa vontade. Para os otimistas, esses passos vagarosos representam uma nova percepção global. Ela enaltece a cidade-laboratório, em que se experimentam novos modelos de convivência e de vida urbana, tão necessários ante a falência em que as cidades se encontram.


 

Via: MUITO ALÉM DAS PALAVRAS E SENTIDOS: Auroville – A Cidade Universal

AS PROFECIAS AINDA TRAZEM UM ALERTA PARA A HUMANIDADE…

twosuns

Profecia Maia, o SEGUNDO SOL está chegando…

Por: Thoth3126 em 01/08/2016

dois-sois-estrelas-sistema-binário

Um corpo, um astro celeste misterioso e estranho se aproximará da Terra em breve. Este corpo cósmico (uma estrela Anã Marrom, um SEGUNDO SOL) iludirá os mais “sábios” astrônomos do planeta”

“Esgotaste teu tempo sobre a Terra, oh homem! Só os CONSCIENTES viverão a plenitude da Nova Era de Paz e Fraternidade Universal. Nenhuma religião (ou PARTIDO POLÍTICO) prevalecerá sobre o Conhecimento, todos sucumbirão…


“Emmanuel, através de Chico Xavier, respondendo a uma entrevista já publicada em livro nos diz que as profecias são reveladas aos homens para não serem cumpridas. Que elas são na realidade um grande aviso espiritual para que nos melhoremos e afastemos de nós a hipótese do pior caminho profetizado, caso nada façamos.


Edição e imagensThoth3126@protonmail.ch

Dos Livros de Chilam Balam, que registram os mitos, as profecias e a história Maia.

… O caminho da fraternidade foi violentado pela mentira que tu és, ó homem da Terra. O novo Ser humano será íntegro, por dentro e por fora, fazendo ressoar as energias cósmicas benfazejas, provindas de Hunab-ku (O Sol Central da Galáxia), o Deus único da Federação Galáctica”.

Para ser um Mago da Terra é preciso ser a Terra! Nenhum vestígio de medo. Nenhum vestígio de rancor. Nenhum vestígio de orgulho. Nenhum vestígio de autopiedade. Mas sim, todos os vestígios de Coragem, Auto-compreensão, Perdão e Amor Incondicional!  A Terra prevalecerá.

O jardim será renovado. O poder mágico dos kins será estabelecido. O túnel do tempo entre Terra e Urano será aberto. O voo mágico da gênese da Lua será completado. O Encantamento do Sonho Galáctico será, finalmente, penetrado com sucesso!

Profecia do Avatar Pacal Votan, no ano 683 d.C.:

Ó terráqueo, às vésperas do  Terceiro milênio, que o regozijo te habite e te instrua. Os Nove Senhores do Tempo dispuseram-se a dar-te o Ser da Nova Era por vir.  O Quinto Mundo, o da Sexta Era da Consciência, não mais admitirá uma humanidade senão galáctica. Não haverá mais tempo para aprender neste planeta. Teu tempo, Homo sapiens, esgotou-se.

Só o conhecimento profundo poderá te tirar desse caos onde te metestes. O Planeta Terra, tua casa por milênios, cansou-se de tuas fraquezas e de tuas promessas.Agora o tempo é zero.

Sacerdote-Maia-Tzolkin

Não mais haverá condescendência contigo. Está na hora de passares à Quarta dimensão e perderes esta ideia errada de tempo agonizando em ti.

Esgotaste teu tempo sobre a Terra. Só os eleitos viverão a plenitude da Nova Era de Paz e Fraternidade Universal. Nenhuma religião prevalecerá sobre o Conhecimento, todas sucumbirão (estrondosamente). O caminho da fraternidade foi violentado pela mentira que tu és, ó terráqueo.

O novo Ser será íntegro, por dentro e por fora, fazendo ressoar as energias cósmicas benfazejas, provindas de Hunab-ku (O Sol Central da Galáxia), o Deus único da Federação Intergaláctica.

A tumba de Pacal Votan foi encontrada embaixo do “Templo das Inscrições”, acima, em Palenque-México.

Não mais mancharás teu planeta. Terás de limpar a Terra de teus dejetos, se quiseres encontrar a paz que perpetuará o Ser da Nova Era.  O Mundo, ai de ti, terráqueo, jamais terminou, como sempre pensaste, pois não existe o Mundo, mas sim o Ciclo Temporal, por onde caminha a consciência.

O Ciclo católico/Cristão já cumpriu o seu destino e, agora, dará lugar ao Ciclo Ecumênico de Luz. O Novo Ser humano  será galáctico e trocará informações com os demais seres do Cosmos. Por isso atenta tu, ó terráqueo, para os verdadeiros mistérios da Vida e da Morte, pois não mais será possível te calibrares por esse calendário falso que usas.

Se não te calibrares com o  tempo certo, cairás nas profundas cavernas de Xibalba. Só tu poderás decidir. O novo tempo exigirá novo calendário. Não escaparás do Novo Tempo; quem tentar fugir perecerá. A Nova Humanidade será de paz e fraternidade, buscando fazer parte do todo, deixando a ideia de mundo para trás.

O Códice K, com a profecia de Pacal Votan.

O Cosmos é um só, assim todos farão parte do Todo. A calibragem deverá ser feita com o Novo Calendário Maia Galáctico que, em uma primeira instância, poderá ser o de Treze Luas, de vinte e oito dias cada mês. A Nova Era não será mais somente solar, mas sim Lunar, tendo a Mulher, a Mãe, a Terra, enfim a percepção (percepção do Sagrado Feminino, da Deusa) maia como centro do novo milênio.

O tempo e o espaço yang (masculino) cederão espaço e tempo ao yin (feminino-e assim haverá o equilíbrio). Este será o novo espaço – o da mulher, um espaço mais calmo e mais terno. Os que não estiverem dentro dessa concepção cósmica yin na Nova Era dificilmente vingarão no novo tempo.

Tu viverás um momento de Juízo Final, antes de atingires o Novo Ciclo, que se inicou no dia 21 de dezembro de 2.012 do calendário gregoriano. Antes disso, a Terra e as Legiões de Guerreiros Maias limparão o planeta dos espíritos menores e da poluição deixada pelos humanos. Para isso, os terráqueos que adotarem a nova ordem deverão ajudar no aprimoramento da Terra com a sua concentração mental e uma Nova Consciência. Não deverás temer, ó terráqueo. O medo não te trará as energias necessárias ao teu conhecimento. Precisarás desenvolver a mente da Quarta Dimensão e da Sexta Consciência Cósmica.

Nós, os Nove Senhores do Tempo, voltaremos para te ajudar, mas a principal ajuda deverá vir de ti mesmo.  Este Códice K é apenas o início do que virá. Muitos perderão suas vidas inutilmente, porque de inutilidades as construíram. Outros serão recompensados no Novo Tempo, no Tempo Itza, no Tempo Atlante, porque souberam comportar-se com pureza e espiritualidade.  Não haverá lugar no Novo Tempo apenas para o mundo material. O que tu vês hoje, terráqueo, é pura ilusão, por isso passarás pela agonia do fim da Grande Roda.  A mudança exterior só se dará com a transformação interior.

 

Hunab-Ku símbolo e representação do Sol Central da Galáxia para a Cultura Maia e o símbolo do Yin e Yang, o sagrado feminino e o masculino em equilíbrio, na cultura oriental.

A purificação virá e muitos perderão suas forças vitais por terem colocado a matéria no (trono) ápice de suas vidas (a matéria ocupa o espaço de Deus em suas vidas). O Novo Tempo exigirá novos sacrifícios para as purificações do planeta e da humanidade.

Nós, os Senhores do Tempo, somos também os Senhores da Noite, encarregados de levar para as mansões da penumbra os desequilibrados com a Nova Era. Se tu não alcançares  o dom de te tornares um Corpo de Luz, viverás nas Trevas ou em outro planeta ainda mais atrasado do que este, ó terráqueo.

Deverás abrir a mente ao Tempo Real, só assim chegarás à Quarta dimensão. A matemática maia é da Quarta dimensão e abrirá as portas da percepção dos números cósmicos. O tempo da Mente Cósmica já chegou e tu, terráqueo, não deste conta por isso: tempo é mental; espaço é físico. Se o calendário é um marcador de tempo, logo é um calibrador da mente. Se adotares o calendário de Treze Luas, o do Tempo Real Cósmico, tudo será mais simples.

A porta de entrada do Quinto mundo se abrirá para ti  e receberás ajuda de Pacal Votan, mas não te iludas, terás de te ajudar muito para alcançares a graça de seguir no Novo Tempo. A porta de entrada do Quinto Mundo começou a se abrir entre 1997 e 1998, o portal da Quarta Dimensão. Lá só entrou quem rechaçou o falso calendário, pois não marca o tempo cósmico nem  tempo algum.

tzolkin-hunab-ku

O Tzolkin do Calendário Maia

Abre tua mente, ó terráqueo, tu estás no final do Grande Ciclo de vinte e seis mil anos. A Terra percorreu todo o Zodíaco, enquanto tu a manchavas; sujavas tua casa, a Terra, com os teus detritos, conspurcando-a de todas as formas. Cuidado! Tu poderás ser eliminado pela própria Terra, se a continuares  maculando, se sujares a biosfera, como vens fazendo há tempos.

Haverão grandes crises nas instituições mundiais e a matéria será aviltada: em breve o dinheiro desaparecerá tal como o conhecemos e grandes empresas sucumbirão para sempre.

A Terra já entrou na Quarta Dimensão (21/12/2012) e, se tu não a seguires nesta rota, perecerás. O Planeta expulsará aqueles que não cumprirem o seu destino cósmico. Os sinais estão chegando e se fazem cada vez mais  presentes:  cataclismas, terremotos, tsunamis, furacões, doenças incuráveis, vírus mortais.

A Terra não te perdoará, se não alcançares o conhecimento cósmico. Por isso, terráqueo, eleva tua freqüência para a Quarta Dimensão, a freqüência 13:260 do Tzolkin, treze meses, duzentos e sessenta kins ou sóis, o fractal galáctico.

O Grande Sol Central da Galáxia, Hunab Ku.

Esta é a tua oportunidade de limpares tua Casa e fazeres vibrar tua mente na freqüência galáctica da natureza. A pacificação do que tu chamas mundo só virá com teu auxílio. A profecia já está em andamento desde 1987, se acelerando em 1993, mas o seu andar é lento. Espera-se a pacificação do mundo a partir de 1997, quando será estabelecida a Nova Espiritualidade Galáctico Terrestre. Se houver cooperação de ti homem, tu receberás de volta teus dons, teus poderes adormecidos por tua ganância, luxúria e estupidez.

Vamos repetir: antes de chegares ao final, terminará o dinheiro como tu o conheces e o usas ainda hoje. Todos os caminhos espirituais irão convergir e haverá mudanças radicais no planeta, que irá adquirir sua dimensão mental e todos se sintonizarão com a mente coletiva.

Terráqueo, estás à beira da Verdade, basta vibrares na freqüência do Tzolkin de 13:20, os treze números mágicos, os vinte signos sagrados. O tempo urge, ó terráqueo, correste tanto para ganhares a falsa moeda, agora terás de correr ainda mais para salvares teu planeta e a tua própria vida e alma.

O Códice K traz agora e sempre o vaticínio de vários Chilam Balam, embora o principal seja Pacal Votan, o Grande. Atenta, pois, terráqueo:

Um corpo/astro celeste misterioso se aproximará da Terra em breve. Este corpo celeste iludirá os mais “sábios” astrônomos; alguns pensarão tratar-se de um cometa enorme, outros, de objetos espaciais de outras galáxias. Este corpo celeste passará próximo da Terra e causará danos aos terráqueos. A missão desse corpo celeste, contudo, será a de limpar o planeta de todas as impurezas, humanas e inumanas (astrais).

Saiba mais no link:

  1. http://thoth3126.com.br/nemesis-uma-estrela-ana-marrom-companheira-de-nosso-sol/

A seguir um fac-símile de notícia publicada no The Washington Post, numa sexta-feira, em 30 dezembro, de 1983, página A1, com o seguinte título:

Um corpo celeste possivelmente tão grande como o gigantesco planeta Júpiter e, possivelmente, tão perto da Terra que seria parte deste sistema solar foi descoberto…

1983washingtonpost

A tradução da notícia acima: Por Thomas O’Toole, The Washington Post, da equipe de redação – sexta-feira 30 dezembro, 1983; Página A1.
“Um corpo celeste possivelmente tão grande como o gigantesco planeta Júpiter e, possivelmente, tão perto da Terra que seria parte deste sistema solar foi encontrado na direção da Constelação de Órion por um telescópio em órbita a bordo do satélite astronômico infravermelho dos EUA (Infrared Astronomical Satellite-IRAS). Tão misterioso é o objeto que os astrônomos não sabem se ele é um planeta, um cometa gigante, uma ”proto-estrela” próxima que nunca ficou quente o suficiente para se tornar uma estrela, uma galáxia distante tão jovem que ainda está em processo de formação de suas primeiras estrelas ou uma galáxia tão envolta em poeira que nenhuma das suas estrelas ainda é visível. “Tudo o que posso dizer é que não sabemos o que é”, disse em uma entrevista, o Dr. Gerry Neugebauer, o cientista chefe do IRAS para o JPL-Laboratório de Propulsão a Jato da Califórnia e diretor do Observatório Monte Palomar, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, a explicação mais fascinante deste misterioso corpo, que é tão frio que não lança luz e nunca foi visto por telescópios ópticos na Terra ou no espaço, é que ele é um planeta gigante gasoso tão grande como Júpiter e tão perto da Terra em 50 trilhões de quilômetros. Embora isso possa parecer uma grande distância em termos terrestres, é uma curta distância em termos cosmológicos, tão perto, de fato, que seria o corpo celeste mais próximo da Terra além do mais externo planeta Plutão. ”Se ele esta realmente tão perto, seria uma parte do nosso sistema solar,” disse o Dr. James Houck do Centro de Rádio Física da Universidade Cornell.

Sobre esse astro veja mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/eventos-incriveis-acontecendo-na-antartica/
  2. http://thoth3126.com.br/novo-telescopio-no-polo-sul-spt-south-pole-telescope/
  3. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  4. http://thoth3126.com.br/nazismo-os-arquivos-secretos-da-waffen-ss/

Aqueles não calibrados na freqüência 13:20 (aqueles que não evoluírem)  poderão ser banidos da Terra, indo viver neste corpo celeste atrasado e pleno de desgraças. O astro fará a Terra tremer, os mares invadirem continentes com imensos tsunamis, vulcões acordarem, territórios inteiros sumirem, prédios despencarem por causa de imensos terremotos.

Este corpo/astro celeste não poderá ser evitado, pois este será seu destino jamais modificado. Atenta, pois, o Juízo Final não manda aviso. Todos deverão pedir perdão  por seus atos contra a natureza, só o arrependimento te salvará, ó terráqueo.

Não haverá salvação, contudo, para os desequilibrados com o Tzolkin. Depois da passagem do corpo celeste, a Terra gozará de um período de paz e de harmonia. Antes disso, porém, muitas desgraças acontecerão. Sempre haverá céticos, mas estes não terão mais tempo para se arrependerem. Uma mudança radical te espera, terráqueo, atenta para o Novo Tempo.

A Tampa do Sarcófago onde estava o corpo de Pacal Votan. Se assemelha ao interior de uma espaçonave, uma espécie de foguete, com o próprio Pacal Votan sentado no assento do piloto. Esta pedra lavrada é motivo de muitas polêmicas desde que foi descoberta com a tumba em 1952.

O Novo Tempo será o fim da Era da Fé Cega e da Crença (n.T. – sistema religioso atual, cheio de dogmas e doutrinas espúrias para uma sociedade patriarcal e ao mesmo tempo castrada, sem reconhecimento do divino feminino sagrado e inventadas meramente pelo intelecto e a erudição dos homens); e o início da era do Saber e do Conhecimento (com o resgate da energia da deusa). A Era Itza não será mais uma era da Ilusão. E todos serão maias, porque ser maia não mais significará uma raça ou cor da pele; ser maia será ter amor no coração e no espírito.

A Cultura Solar e Lunar (masculino e feminino, Yin e Yang, em equilíbrio) Maia irá de novo florescer em benefício da humanidade. O Ciclo da Escuridão já terminou, ó terráqueo, virá agora a Era ITZÁ, e todos deverão entrar na Trilha da Luz Cósmica, se quiserem permanecer como uma espécie pensante. A raça humana terá de buscar o caminho da iniciação na Terra e no Céu; só assim conseguirá vislumbrar a luminosidade do Grande Espírito.

Hunab-ku (o Sol Central da Galáxia) brilhará como o relâmpago e atravessará os chacras dos terráqueos para fazer de cada humano um ser de luminosidade eterna”.

Como que para comprovar a profecia de Pacal votan, o novo telescópio NuSTAR- Nuclear Spectroscopic Telescope, gravou esta expansão violenta de energia emitida pelo supermassivo buraco negro (SOL CENTRAL) chamado de Sagitário A do Centro da nossa Galáxia Via Láctea no final de julho de 2012. A imagem de fundo mostra um amplo campo de visão, em infravermelho do centro da Galáxia. Inserções de zoom no buraco negro gravou como a energia se inflama desde o centro em repouso, explodindo para em seguida, desaparecer. O gás mais quente, localizado perto do buraco negro, pulsa como o ponto branco central visto nas imagens de raios-X. O gás um pouco mais frio fica associado com um gás remanescente de uma velha explosão de uma supernova nas proximidades e é responsável pela existência da nuvem circundante (DO RAIO) rosa. Foto: NASA / JPL-Caltech. (http://www.nasa.gov/mission_pages/nustar/main/index.html)

Os mestres reencarnados na Nova Era Itza imploram que a sagrada espécie humana desperte para o seu Destino Galáctico, como filhos e filhas da luz Cósmica. Mensagem do Avatar Pacal Votan, no ano de 683 d.C.(há 1.332 anos no passado)

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/o-cinturao-de-fotons-acelera-as-mudancas/
  2. http://thoth3126.com.br/os-maias/
  3. http://thoth3126.com.br/2012-o-cinturao-de-fotons-e-as-pleiades/

 

mascara-de-jade-de-pacal-votanMascara de Jade encontrada na tumba de Pacal Votan.

Inteiramente feita em mosaico de jade, esta máscara funerária de 24 cms. de altura, feita de jade, que representa o soberano de Palenque, Pacal Votan, (em maia Palenque significa Nah Chan Can, ou Casa da Serpente), estava colocada sobre seu rosto. De intenso colorido, seus olhos são bolas de nácar e a íris é de obsidiana; eles contém cerca de 200 elementos, pacientemente reconstruídos pela equipe do Arqueólogo Alberto Ruz Lhuillier.

As pupilas pintadas conferem à máscara uma expressão fascinante. Na boca, brilhava o amuleto da imortalidade, em forma de “T”, feito de pirita. É um amuleto protetor, que, no calendário de 13 luas, representa o selo Vento. A letra “T” também quer dizer TAO = verdade ou caminho.

Outro símbolo encontrado foi um palito vertical, representando o “yang”, positivo, masculino, branco, e um palito horizontal, representando o “yin”, negativo, feminino, preto, que representam o I Ching e, na Cabala, é a Árvore da Vida. (Postado em outubro de 2012).


Atualização em 05 de Março de 2016:

dinokraspedonA seguir citamos passagem de um livro (Contato com Discos Voadores, de Dino Kraspedon, páginas 33 a 37) publicado ainda em 1957, sobre encontros com extraterrestres vindos das luas de Júpiter, Ganimedes e Io, em que são feitas referências (há 59 anos atrás) à chegada deste SEGUNDO SOL ao nosso sistema solar:

“Em breve os terrestres terão outros problemas a resolver. Se até agora não tem solução para o problema dos três corpos, brevemente haverá maior dificuldade com a inclusão de um outro sol no nosso sistema. Agora são três; depois serão quatro corpos, representados pela Terra, dois sóis e o centro magnético.

P.— Não estou compreendendo bem o que você se está referindo. Que outro sol é esse que fará parte do nosso sistema?

  1. — É o que lhe estou afirmando: um outro sol penetrará, dentro em breve, no nosso sistema planetário, e teremos um invejável sistema de sóis duplos Aliás, essa é uma das razões porque aqui nos encontramos, além de vir preveni-los contra os perigos a que estão expostos com o advento da era atômica e de vir saudá-los.
  1. — Sim, eu quero saber quais os perigos a que estamos expostos com o advento da idade atômica, mas primeiro seria interessante ouvir mais a respeito desse novo sol.
  2. — Esse corpo é um monstro, que em breve poderá ser visto na direção (da Constelação) de Câncer, de luz apagada. A luz de um sol só passa a brilhar quando penetra num campo magnético secundário como o nosso. Penetrando no sistema, toma um movimento de rotação, deforma o espaço e gera correntes que lhe darão brilho. Se viesse luminoso, sua luz provocaria forte repulsão e seria desviado da sua rota. Sem brilho, ele sofre a pressão do nosso sol mas o seu momento cinético lhe garantirá a penetração no sistema solar. De inicio será uma luz avermelhada, depois azul. Após vencer a zona das grandes massas planetárias (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno), terá a oposição solar pela frente, mas na retaguarda terá o peso das grandes massas a impulsioná-lo por uma ação repulsiva. A repulsão contra os planetas, pela retaguarda, a sua luz brilhando e o volume de sua massa descomunal fará o nosso sol atual deslocar-se das proximidades do centro magnético, situando se mais longe. Então os dois sóis demarcarão as suas órbitas, ficando o de maior massa e menos luz mais próximo do centro (E sucederá naquele dia, diz o Senhor, que farei que o sol se ponha ao meio dia, e a Terra se entenebreça em dia de luz. (Amos: 8-9).

A penetração desse novo corpo foi predita por Nostradamus nas suas célebres Centúrias, II, quadra 41, onde se lê: “La grande estoille par sept jours bruslera. Nuee fera deux soleils apparoir”.

Traduzido, significa: Por sete dias a GRANDE ESTRELA brilhará, nuvem fará dois sóis aparecer.

Maldek

Vídeo de uma explosão solar, feito pela sonda STEREO da NASA, no dia 28 de novembro de 2013, que revelou a existência de um imenso objeto já dentro do sistema solar.

Dois sóis no sistema criarão problemas MUITO difíceis. Todos os planetas terão as suas atuais órbitas modificadas. Mercúrio cairá na zona hoje compreendida entre Vênus e a Terra. Vênus irá para o lugar que medeia entre a Terra e Marte. A Terra sentirá o efeito, antes que o novo sol  se coloque no seu lugar definitivo. À medida que esse corpo começar a brilhar, a pressão da luz fará com que a Lua se desloque da sua órbita e vá situar-se num ponto que passe à categoria de planeta. Com esse deslocamento conduzirá uma quantidade da massa etérea da Terra, que lhe garantirá uma estabilização de movimento. A Terra, por sua vez, sob a pressão combinada de dois sóis, irá se situar na zona hoje ocupada pelos asteroides (entre Marte e Júpiter).

Em suma, haverá um deslocamento geral de todos os corpos que povoam o nosso atual sistema solar. Plutão será lançado para fora, e vagará errante pelo espaço, até que um seio acolhedor o recolha. Um dos satélites de Marte será arrancado da sua atual posição e será projetado no espaço. De massa bastante densa, em vez de repelido será atraído para o interior. Sua trajetória será de tal forma que viria a constituir-se em novo satélite da Terra. Depende do sentido em que ele tomar contato com este planeta. Se isso se der contra o sentido de rotação da Terra, o choque provocado pelo encontro da sua massa com o éter fá-lo-á em pedaços; se for a favor, ficará ligado ao planeta.

sol-duplo-sistema-binário-maldek

Foto batida recentemente, em 24 dezembro de 2015, em infravermelho, do sol e do seu novo companheiro que ainda não esta completamente visível em nossa realidade tridimensional

A Terra não sofrerá com um choque contra, pois a sua camada etérea oferece proteção. Pelos nossos cálculos, apenas cairá uma chuva de pedras (meteoros) sobre a superfície deste globo, principalmente na zona compreendida pelo sul europeu, norte da África, Ásia Menor, o norte da América do Sul e o sul da América do Norte. O impacto transformará o atual esplêndido satélite marciano em pedacinhos de uns 20 kg cada um, que devastará as zonas acima descritas. Depois tudo se normalizara. Nós teremos um novo céu onde viajar, e vocês uma nova terra.

  1. — Quando será isso? Ainda levara muito tempo?
  2. — Será muito em breve, no fim deste século XX. A Terra começará o seu novo milênio com uma nova fonte de luz a iluminar os seus prados. Muitos desaparecerão para sempre do cenário terrestre, mas um pequenino rebanho restará, obediente às leis de Deus, e não haverá mais as lágrimas que aqui existem. Haverá paz e abundância, justiça e misericórdia. As almas injustas terão o castigo merecido, e só os bons terão guarida. Nesse dia o homem compreenderá o triunfo dos justos, e verá porque Deus não puniu imediatamente os maus. O Sol, que há de vir, será chamado o “Sol da Justiça”.  O seu aparecimento nos céus da Terra será o sinal precursor da vinda d’Aquele que brilha ainda mais que o próprio Sol.

maldek-secchi-imagem

  1. — E que tem a ver a vinda dos discos voadores (extraterrestres) à Terra com o Sol que há de vir?
  1. — Estudamos todos os efeitos que o seu aparecimento trará. Se nos fosse permitido, podíamos enviar, por meio de aparelhos apropriados, pulsações eletromagnéticas contra ele, e evitaríamos a sua entrada, fazendo que a sua luz acendesse fora do sistema. Mas evitar a sua Vinda seria querer nos opor contra à vontade de Deus e deixar que a injustiça aqui se perpetuasse. Quem está com a sua consciência tranqüila e em paz com o seu Criador nada precisa temer. Deixemo-lo vir.

Viemos com finalidade de estudos e também, para fazer um supremo apelo ao homem para que evitem a catástrofe e vivam em paz. A Terra não é o centro do sistema planetário, como antes pensavam, mas é o centro do mal. Se os homens se tornassem bons, talvez que o Criador tivesse compaixão. Evitem a guerra, porque pode dar-se o caso que o homem destrua o seu planeta com as suas próprias mãos evitando assim, que as forças da natureza o façam (em 2018). Não é difícil ser bom; é o bastante não fazer o mal.    O restante Deus suprirá.” (Fim de citação)


countdown-contagem-regressiva

Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos (os inconscientes e ignorantes), e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios*, mas como sábios”  –  Efésios 5:14-15

{Nota: Significado de Néscio: adjetivo, Característica de quem não possui (não desenvolveu) conhecimento, capacidade, sentido ou coerência. s.m. Sujeito ignorante, estúpido, incompetente, burro, incoerente, inepto e sem discernimento. (Etm. do latim: nescius.)}


Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  2. http://thoth3126.com.br/profecias-de-joao-um-cavaleiro-templario/
  3. http://thoth3126.com.br/poderosa-emissao-de-onda-de-energia-do-nucleo-da-terra-foi-gravado/
  4. http://thoth3126.com.br/pao-e-circo/
  5. http://thoth3126.com.br/emmanuel-a-separacao-comecou/
  6. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  7. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  8. http://thoth3126.com.br/brasil-o-territorio-sagrado-para-a-deusa-e-seus-filhos/
  9. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-regresso-do-planeta-x/
  10. http://thoth3126.com.br/carta-de-um-politico-da-noruega-sobre-2012/
  11. http://thoth3126.com.br/12-de-outubro-n-sra-aparecida-isis-e-o-brasil/
  12. http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
  13. http://thoth3126.com.br/novo-telescopio-no-polo-sul-spt-south-pole-telescope/
  14. http://thoth3126.com.br/profecia-maia-o-chamado-de-pacal-votan/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Thoth3126

 


 

Via: Profecia Maia, o SEGUNDO SOL esta chegando… | Thoth3126

A NOSSA SALVAÇÃO NÃO DEPENDE DE FILOSOFIAS, SEITAS OU RELIGIÕES…

 

amor-incondicional

Não Virá Nenhum “Salvador”

Por: Bernardo Sommer

Há pessoas que esperam por um messias, um salvador, ou algum tipo de “guia” para que haja uma mudança. Outras esperam por eventos exteriores de magnitude elevada. Em ambos os casos, o que existe é apenas uma tola fantasia mental. Não existe um salvador senão aquele que vive em cada ser humano deste planeta. Somente nós podemos mudar o nosso mundo, assim como somente você pode mudar a si próprio.

O que vai mudar se o seu messias retornar amanhã?

Você começará a amar a todas as pessoas do mundo? Você começará a amar aquelas que não são de sua mesma filosofia/religião? Você será feliz instantaneamente? Você deixará de julgar as ações de terceiros? Você aceitará as diferenças?

O mundo não vai se tornar magicamente belo, pacífico e cheio de felicidade. Nada pode mudar o mundo a não ser os seres que nele habitam. E ninguém pode fazer por nós aquilo que é de nossa responsabilidade. Ninguém pode nos fazer amar uns aos outros, ninguém pode nos fazer deixar de nos importarmos com as diferenças, ninguém pode nos fazer felizes. Apenas nós temos esse poder.

As pessoas esperam por um salvador para acreditar numa mudança, porque pensam que não são capazes de mudar a si mesmas sem uma condição exterior. Inventam desculpas para não saírem da zona de conforto de suas fugas mentais.

Mas se um “salvador” vier, nada irá mudar. As contas ainda precisarão ser pagas; você ainda sentirá dores físicas; você ainda precisará ir ao banheiro; você ainda pagará impostos; você ainda precisará trabalhar; você ainda terá problemas conjugais; você ainda terá de conviver com as mesmas pessoas de outrora. Nada irá mudar.

A mudança só pode acontecer individualmente no coração de cada um. Cabe a você aprender a amar outras pessoas, cabe a você aprender a aceitá-las como são, cabe a você encontrar a paz interior. Nada disso depende de outra pessoa senão de você.

Se você quer viver em mundo melhor, comece sendo uma pessoa melhor. Não espere por ninguém e por nada. Não espere por um mestre, um salvador ou uma nova era.

Faça acontecer agora!

Uma observação importante, não sou ateu, não me limito a nenhum tipo de rótulo, tenho minha visão particular sobre como as coisas funcionam e não pretendo impor ela a ninguém, por isso nem citei-a aqui. E por favor, não tomem esse post como um ataque a suas crenças. Não estou propondo que abandonem nada. Tentem absorver a critica feita e aplicá-la dentro do contexto da sua religião.

Gostaria de finalizar a reflexão com uma citação retirada de um seminário de Krishnamurti.

“Aqui está uma pergunta, uma pergunta fundamental: Seria a vida uma tortura?
O fato é que ela é como é; e o homem tem vivido nesta tortura séculos e séculos, desde a história antiga até os dias atuais, em agonia, em desespero, na tristeza; e ele não encontra uma maneira de sair disso. Portanto, ele inventa deuses, igrejas, todos os rituais, e todos esse absurdos, ou ele escapa de maneiras diferentes.
O que estamos tentando fazer, durante todas essas discussões aqui, é ver se não podemos trazer radicalmente uma transformação da mente, não aceitar as coisas como elas são, nem revoltar-se contra elas. Se revoltar não ajuda em nada. Você deve buscar entender isso, examinar essa questão, dar o seu coração e sua mente, com tudo o que você tem, para descobrir uma maneira de viver de uma forma diferente. Isso depende de você, e não de outra pessoa, porque nisso não há nenhum professor, nenhum aluno; não há um líder; não há guru; não há nenhum mestre, nenhum Salvador. Você mesmo é o professor e o aluno; Você é o mestre; você é o guru; você é o líder; VOCÊ É TUDO.
E entender isso é transformar o que é.

~ Jiddu Krishnamurti

Você Conhece Deus?

 


 

Veja mais em: DESPERTAR COLETIVO | Não Virá Nenhum “Salvador”

A TRANSFORMAÇÃO DO MUNDO COMEÇA EM VOCÊ…

mother_earth-father_sky

18 Sinais de Que Você Está Aqui Para Transformar a Consciência Humana

Por: Lissa Rankin

Por anos, muitas pessoas têm falado sobre “A Mudança”, esta misteriosa transformação da consciência humana, que está em andamento.

Desde o fim do calendário maia em dezembro de 2012, algumas pessoas tendem a trocar informações a distância sobre a evolução das espécies, a revolução do amor e outras mudanças aparentes, esperançosos mas difusos no que significa ser: humano. Quero tomar um minuto para ajudar todos nós a aterrarmos esta noção um pouco flutuante.

Veja se algumas destas coisas soam familiares:

  • Você tem uma visão de alguns aspectos de um mundo mais belo e você sabe que é o seu propósito sagrado ajudar a trazê-lo à existência?
  • Você sente que alguma coisa está fora de alinhamento no mundo e você quer ser uma parte da solução?
  • Você já experimentou um evento que alterou sua vida, mudando tudo para você e agora quer usar essa experiência para ajudar os outros?
  • Você tem uma ideia inovadora que pode fazer do mundo um lugar melhor?
  • Você se sente chamado a ajudar os outros, a curar, transformar, ligar, amar, criar, ter sucesso e prosperar?

Se você pensa assim. Eu tenho a sensação de que você é um de nós! Bem-vindo meu amigo, é o que Martha Beck chama de “A Equipe”. Em seu livro “Encontrando Seu Caminho em um Novo Mundo Selvagem“, Martha Beck define os membros da equipe pelas seguintes características.

Você pode não reconhecer todos os atributos, mas se você é um membro da equipe, é provável que você esteja balançando a cabeça concordando, muitos de vocês apresentam as características daquelas almas que encarnaram aqui neste planeta para facilitar esta mudança mística na consciência humana.

Veja se alguns desses traços da equipe ressoam com quem você é e como você se sente:

1. Uma sensação de ter uma missão específica ou propósito envolvendo uma grande transformação na experiência humana, mas sendo incapaz de definir o que esta mudança poderia ser.

2. Um forte sentimento de que a missão qualquer que seja, está chegando mais perto no tempo.

3. Uma compulsão para dominar certos campos, habilidades ou profissões, não só para a progressão na carreira, mas em preparação para esta missão pessoal parcialmente entendida.

4. Altos níveis de empatia, uma capacidade de sentir o que os outros sentem.

5. Um desejo urgente de diminuir ou evitar o sofrimento dos seres humanos, animais ou mesmo as plantas.

6. Solidão decorrente de um sentido de diferença, apesar de geralmente ter altos níveis de atividade social. Uma mulher resumiu este sentimento perfeitamente quando ela disse: “Todo mundo gosta de mim, mas ninguém é como eu”.

7. Altos níveis de criatividade, paixão pela música, poesia, ou artes visuais.

8. Um amor intenso pelos animais, às vezes um desejo de se comunicar com eles.

9. Início de vida difícil, muitas vezes com um histórico de abuso ou trauma de infância.

10. Intensa ligação com certos tipos de ambiente natural, como o mar, montanhas, ou florestas.

11. Resistência à religiosidade convencional, paradoxalmente acompanhado por um forte senso de propósito ou anseio espiritual.

12. Amor pelas plantas e jardinagem, a ponto de sentir-se vazio ou deprimido se não tem a oportunidade de estar entre as coisas verdes e/ou ajudá-las a crescer.

13. Sensibilidade emocional muito alta, muitas vezes levando a ansiedade, vícios, ou distúrbios alimentares.

14. Senso de intensa conexão com certas culturas, línguas, ou regiões geográficas.

15. Deficiência, muitas vezes (dislexia, autismo) em si mesmo ou em um ente querido. Fascínio com as pessoas que têm deficiência intelectual ou doença mental.

16. Personalidade aparentemente gregária, contrastando com uma profunda necessidade de períodos de solidão, a sensação de estar sendo drenado pelo contato social e sentir sua “energia” sendo retirada novamente.

17. Doença física persistente ou recorrente, muitas vezes grave, com sintomas que variam inexplicavelmente.

18. Devaneios (ou sonhos à noite) sobre a cura de pessoas doentes, criaturas, ou lugares.

Você! Você! Você!

Se você ler essa lista (como eu fiz) pensando “Checado, Checado, Checado,” você é definitivamente um de nós, um visionário, curandeiro, buscador de caminho na equipe. E o mundo precisa que você cumpra o seu propósito sagrado !

Como Martha escreveu:

“Se pessoas suficientes começarem a expressar sua verdadeira natureza no mundo incrivelmente interligado que estamos criando, o efeito cumulativo realmente poderia começar a curar a verdadeira natureza de…, bem, de tudo.”

O Karass

Em meu novo livro “A Anatomia de Uma Chamada” eu escrevi sobre os membros da equipe, mas também sobre o “Karass”, que é a própria forma especial de reunir uma equipe.

Em “Cama de Gato“, Kurt Vonnegut escreve sobre como o Criador organiza o mundo em unidades que ele chama de “Karass.”

Karass é uma unidade de seres encarnados cujo trabalho é executar as ideias divinas do Criador. Todos os membros de um Karass seguem um propósito coletivo sem problemas, embora muitos nunca sequer saibam que fazem parte de um Karass.

Mesmo que nunca se encontrem, eles trabalham juntos em harmonia, em um serviço impecável para executar a ideia divina do Criador. Tudo em suas vidas favorece o propósito perfeitamente, mesmo que possam estar acelerando o propósito inconscientemente.

Quando você encontrar alguém que é um membro do seu Karass, mesmo que ele possa não fazer sentido para você em um nível humano, você vai reconhecê-lo como um membro da família instantaneamente. Suas almas vão ressoar, mesmo que pareça não ter nada em comum no nível humano.

Isto é uma forma do Criador começar coisas importantes no mundo. Seu Karass é como um exército pacífico que foi ativado para trazer luz para o mundo.

Vonnegut compara o Karass com o seu polo oposto que ele chama de “O granfalloon.” O granfalloon é um grupo de pessoas que pensam que estão ligados uns aos outros de alguma forma, mas eles não têm nenhuma conexão espiritual.

Por exemplo, uma classe que se formou na universidade ou os integrantes de um partido politico ou os fãs de um cantor. Eles são completamente alheios uns aos outros quando se trata de sua finalidade de alma. Eles podem pensar que pertencem à mesma tribo, mas o vínculo é superficial, enquanto que a ligação entre os membros de um Karass é profunda e pura.

Membros do mesmo Karass são atraídos para a sua finalidade como elétrons em torno de um núcleo. Alguns vivem muito perto do seu propósito.

Alguns estão mais longe. Mas todos são atraídos pelo efeito de um magnetismo espiritual. Eles podem nunca se encontrar uns aos outros, ou podem ser casados entre si. Eles podem trabalhar no mesmo campo, ou eles podem ter carreiras muito diferentes. Mas suas vidas se encaixam no serviço a este propósito espiritual compartilhado.

Estamos todos aqui para um propósito desconhecido. Servir a este fim nos faz sentir realizados e enriquecidos. Mas se formos seduzidos para fora do nosso propósito por ambição, fama, dinheiro, ou uma busca do ego pelo conforto, nossa vitalidade é roubada de nós. Quando nos comprometemos com este fim que estamos aqui para servir, quando nos entregamos a servi-lo com grande impecabilidade, tudo começa a se encaixar.

10 Atributos de Visionários de Sucesso

Para ajudar os membros da equipe de apoio que estão a serviço do seu Karass eu escrevi um e-livro gratuito de como elevar o mundo: Um guia para visionários inspirados que você pode baixar como um presente. Estão incluídos neste livro os “10 Atributos de Visionários de Sucesso“, juntamente com dicas práticas para ajudar a cultivar cada um desses atributos.

Quando nos reunimos para apoiar uns aos outros, nós elevamos nossa missão compartilhada e ajudamos a elevar o mundo juntos.

Joseph Campbell disse:

“Então, isso é o que o destino é: Simplesmente o cumprimento das potencialidades das energias em seu próprio sistema”.

Ninguém forjou esse caminho para você porque o seu caminho é único. Ninguém pode prever onde o caminho vai acabar, porque cada torção e volta do caminho vai ser uma surpresa e tudo é possível. Mas uma coisa é garantida.

Quando você se compromete completamente com a realização do seu propósito, livre das ilusões do ego, forças invisíveis poderão ajudá-lo.

Minha nova palavra favorita é “pronoia”, o oposto de paranoia. É a crença inabalável de que tudo no Universo está conspirando para apoiá-lo e lavá-lo com bênçãos.

Se você foi chamado para servir em uma das ideias divinas do Criador, você não vai trilhar este caminho sozinho. As pessoas perfeitas vão aparecer para apoiar a sua viagem. As ferramentas que você precisa serão oferecidas a você.

Você receberá a oportunidade de aprender as lições que precisa aprender. E quando você olhar para trás em toda a sua vida, os triunfos, os desafios e tudo mais, você vai descobrir que estava preparado para esta tarefa durante toda a sua vida. Não há maior presente na vida do que isso.

Bênção para você em sua jornada,

©Lissa Rankin, MD


 

Origem: in5d.com

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Fonte: 18 Sinais de Que Você Está Aqui Para Transformar a Consciência Humana