CADÊ ESSA TAL FELICIDADE?…

people-man-cry-sad-tree-sunset-2562694_960_720.jpg

QUERO TANTO ME SENTIR BEM,

MAS AINDA NÃO SEI COMO

Por: Giridhari Das
com a colaboração de: Harlley Alvez

 

Quando eu me volto para o passado…
Ou quando mergulho meus pensamentos no futuro…
O presente fica de lado.
Renegado.

Mas quando um homem deixa-se ser generoso consigo mesmo.
E quando uma mulher permite-se ser generosa com ela própria.
Doando-se um tempo para respirar, olhar ao redor e ver o que está disponível para o dia, podem escolher conscientemente como responder às situações e é aí que a vida se torna mais equilibrada e centrada novamente.
Era assim quando eramos crianças.
Precisamos reaprender esse tipo de olhar, associando-o a um estado de observância e autoanálise… assoprando para transformar as faíscas da alma, em Fogo.

Reserve um tempo para fazer uma pausa e se reconectar.
Faça algumas respirações profundas antes de continuar com o texto…
Retire de ti o que você não o é, e você será feliz.
Você já é Perfeito.
Você já é Perfeita.
O problema é que agora estamos convencidos pelo ego de sermos coisas que não nascemos para ser:

egoísmo,
inveja, ganância,

um tal status social…

– ter em vez de Ser –

quer uma personagem…
uma roupa, uma marca,
quer um partido,
curtidas…
um time,
carros,
coisas

Em vez de sermos apenas
Luzes Nascidas de Deus
Agora vivendo em corpos materiais neste planeta
para cumprir uma missão pessoal.
que nos dá créditos para retornar
ao Supremo.

Por mais que você queira desfrutar o mundo material, você não é material.
É, de fato, uma consciência.
E consciências não são do mundo material.
A sua consciência é transcendental, por isso não fica totalmente bem na matéria tridimensional.
É quando a alma começa a buscar algo que perdeu – sente falta, mas nem sabe o quê.
Seria ótimo se lazer, prazer e desfrute nos iluminasse e suprissem essa falta. Mas não.
Não é rico quem tem mais, e, sim, quem deseja menos.

Desfrute mundano como a única meta da vida, com gozo desmedido dos sentidos é uma filosofia falsa e imprópria para o interesse verdadeiro da pessoa que vive dentro do seu peito. Escute a Pessoa do Seu Coração.

Angústia,
ansiedade, ganância,
luxúria, inveja, loucura
e depressão são o os estados
que o desfrute e desejo material trazem.
A busca pela matéria é o início da Inquietude.
Na afinidade com eles não tem como
sermos FELIZES

¨¨¨¨¨

clip_image002_thumb.png

Foto: Blobby, By Laura Stwart – https://vimeo.com/92254750

¨¨¨¨¨

Já centrar-se e praticar o desapego, aquietar a mente, meditar, orar, entrar no aqui e agora geram o prazer de estar satisfeito, desejando menos. Experimente esse bem estar de ser a pessoa que está dentro do corpo, que é uma pessoa que não precisa das coisas do mundo, quer apenas paz, bem estar, contentamento… harmonia e essa tal felicidade, que também pode ser o seu reencontro com DEUS, seja o nome que dê a Ele. E nenhuma dessas benesses o mundo material pode produzir por si só. O corpo pode gostar e até viciar no desfrute, mas a consciência não. Pelo contrário, a frugalidade e a superficialidade do mundo a alma entristecem.

Faço um desafio:

O mundo material não pode produzir nada além de agito mental na sua vida. E isso é o que te deixa sem eixos, andando meio que sem rumo, meio desnorteado(a).

Experimente investir a sua energia no seu dharma e na conexão com Deus.
#Experimente uma semana, sem quebrar. Dois dia apenas se para você for muito, um depois outro, para reforçar o experimento. E depois nos conte o que aconteceu ao usar os Cinco Passos na sua rotina. O QUE VOCÊ SENTIU?

DA RODA DE CONVERSAS:

ASSISTA o que a nossa SatSanga falou sobre isso:

“O Defeito de Buscar Apenas o Prazer Material”

 

¨¨¨¨¨

 

A alma, como um Eco-Agricultor Divino, veio semear e colher sentimentos para levá-los ao Cosmos. Não busca coisas. A infelicidade vem quando trabalhamos contra o Dharma, buscando ser algo ou alguém que não nascemos para ser. E cada um desses defeitos ou refúgios e desfrutes focados no material… pensando melhor, FUGAS, deixa-nos um pouco mais infelizes, frustrados, pois a alma sente quais caminhos são certos ou incoerentes. E, logo, nos faz um pouco mais distantes de nossa Perfeição Divina. Mas há uma saída, ou melhor, CINCO!

  • Pratique a auto-observação;
  • Assuma o comando de sua vida;
  • Fique sempre presente (mindfulness);
  • Viva sua essência (seu dharma);
  • Cultive devoção a Deus (bhakti);

Podemos simplificar o caminho para uma vida perfeita em apenas cinco passos. Cinco etapas que vão lhe levar a viver cada dia melhor, cada passo baseado no caminho anterior.

Veja aqui por que são tão eficazes,
à medida que você assume a responsabilidade
por seus próprios pensamentos e decisões.

Lembre-se: #EuVivoaVidaqueEuFiz.

  • Primeiro Passo – Auto-observação

Seja a testemunha de sua mente. Observe seus pensamentos e suas emoções. Observe seu foco. Não só olhe para fora. Acompanhe sempre como você está reagindo aos acontecimentos externos. Onde está seu foco? Está pensando em que? Está atento ao que está acontecendo aqui e agora, ou está perdido no passado ou futuro? Como estão seus filtros? Está vendo a realidade sempre no negativo, vendo problema em tudo? Consegue ter gratidão e ver a beleza da vida?

Quando dirigimos, olhamos para frente, mas também temos os retrovisores. Enxergue o mundo, mas sempre de olho para dentro. Como diz o ditado, “Quem olha para fora, sonha, mas quem olha para dentro, desperta”.

  • Segundo Passo – Auto-comando

Uma vez que estamos de olho na mente, acompanhando seus movimentos, surge então a possibilidade de assumirmos comando das flutuações, foco e o estado em geral da mente.

Aprendemos que além de observar, podemos modificar e direcionar os pensamentos e emoções. Este poder é ignorado por muitos, e o custo de ignorar ele é incalculável. Não é exagero dizer que quem não assume comando de sua vida perde a possiblidade de ser feliz.

Aqui um artigo e vídeo que fiz sobre o assunto: http://giridhari.com.br/ensinamentos/assuma-comando-de-sua-vida/. O resumo: você vive a vida que você fez. Você pode completamente assumir comando de sua mente, radicalmente mudando seu padrão de felicidade e qualidade de vida.

  • Terceiro Passo – Mindfulness

Uma vez assumindo comando de sua mente, o primeiro e mais essencial passo para acessar tudo mais de bom é manter sua mente no aqui e agora. A raiz de toda infelicidade é a mente fora do aqui e agora. Veja este vídeo onde eu explico a questão: https://www.youtube.com/watch?v=8ULG3crkj5M.

“Totalidade na ação” é o termo chave aqui. Na medida que você aprende a direcionar sua mente, verá que nada é melhor do trazer toda sua mente para aquilo que está fazendo aqui e agora. Estar 100% presente em toda e cada ação de sua vida é o portal dos estados superiores de existência e a elevados níveis de bem-estar.

  • Quarto Passo – Dharma

Se totalidade na ação é o caminho, surge a pergunta essencial: qual ação devo realizar? A resposta está no conceito do dharma. Dharma é sua essência em ação. Dharma é o dever que surge de quem você é. Dharma é propósito.

Dharma nos traz o norte do que fazer, e de onde colocar nossa mente. Qual ação se pede de mim agora? A cada momento, de cada dia, para cada um, tem um chamado e este chamado é o dharma. Dharma significa você vivendo a sua vida, a vida que veio viver.

Quem acompanha meu trabalho, sabe que enfatizo bastante a importância de dharma.
Veja aqui um playlist de muitos vídeos sobre o tema: https://www.youtube.com/watch?v=djqMYQC3EHk&list=PLPf150sJ1O JU1Wa-8IlxUlT0Uk3rhSdwj.

  • Quinto Passo – Bhakti

Bhakti significa AMOR, e amor é a perfeição da vida. Agir, acima de tudo, com devoção amorosa é a expressão última da alma. O propósito final da vida é despertar e reviver seu amor por Deus. A força e felicidade que advém de bhakti é inigualável. Quem não conhece, considera que é fantasia ou ilusão e faz graça ou vê com desdém aqueles que tem fé. Mas quem já ativou sua conexão, que já está em yoga, sabe. Quem já está desperto sabe que nada supera e nada jamais pode superar bhakti e que não há posição superior do que estar em crescente amor por Deus, fazendo de tudo na vida uma oferenda amorosa a Deus.

E, mais, quem seguiu o caminho completo, entende que bhakti sem os outros passos pode ser até perigoso. Bhakti é o objetivo final, mas precisa do suporte de uma mente sob controle e pacífica para brilhar. Bhakti precisa do solo fértil do dharma, de uma vida de princípios e moralidade para florescer.

¨¨¨¨¨

image1

¨¨¨¨¨

Conclusão

É impressionante como o simples ato de trazer a mente para o aqui e agora é suficiente para trazer enorme bem-estar, e nos livrar do sofrimento. Observe você mesmo: sempre que não estiver se sentindo bem, sentindo ansiedade, etc., veja onde está sua mente. Veja se está no passado, presente ou futuro. Vai ver que não está no aqui e agora. Com seu crescente poder de auto-comando, direcione sua mente sempre que puder, para sua ação, para o cumprir de seu dharma, para a vida.

Fiz aqui uma brevíssima apresentação de cada passo. Nos vídeos explico mais.

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br) encontrará uma descrição detalhada de cada elemento, como também de técnicas e ferramentas para você colocar isso tudo em prática em sua vida.

A META é… #SerVocê…

ANDAR na… #SuaHistoria

SER… #QuemRealmenteÉ

Viver… no #AGORA

ATUANDO no seu melhor #SEMPRE.

¨¨¨¨¨

Veja aqui meu vídeo sobre este tema:

Seu amigo,

#GiridhariDas

#kdessatalFELICIDADE?
#vivendoavidaQUEnasciparaviver
#EXPERIMENTE
#DESAFIOdoDHARMA


Sobre Giridhari Das:

Imagem autorGiridhari Das é mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento.

Encontre-o na Web e nas Redes Sociais:
Informações para a imprensa:

Anúncios

SE DESEJA MUDANÇA, PAZ, AMOR E JUSTIÇA, VIVA ISSO DENTRO DE VOCÊ…

Comando Ashtar

Limpeza da corrupção / Paz transformadora

Recomendo que leiam a mensagem ouvindo a música abaixo:

Gabriel

————————————————————————————————-

Ashtar (editado)

Ashtar

Canalizado por: Gabriel RL

 

Saudações, Família. 

Nós estamos em volta da amada Terra a observar constantemente os avanços da Luz e o acordar dos filhos das Estrelas para suas missões iluminadas. Sabe-se que o momento agora é de muita apreensão por parte daqueles que desejaram seguir o caminho sombrio, porém, por outro lado é um momento de júbilo para aqueles que se entregaram às suas tarefas com amor e dedicação. A divisão na Terra torna-se mais clara a cada raiar do Sol. A Luz tem trazido às vistas o que precisa ser limpo, portanto não se assustem com a poeira em volta de vocês. Não há forma de escapar da Luz, que é crescente e fortemente reveladora. Versar-se-ão muitos confusos e perplexos diante das verdades que tornar-se-ão evidentes à medida que a Luz avança. Manter a paz interior é o melhor remédio que lhes deixará imunes ao vírus que está sendo removido de Shan.

Há uma espera impaciente por parte de alguns trabalhadores da luz, e com relação essa espera impaciente, nós pedimos que ela seja aplacada com a luz dos seus corações. Confiem sempre que o Criador está no comando e que todas as almas estão experimentando de acordo com as suas escolhas. Abram-se em amor para a conexão com a Fonte, irmãos, a energia que chega à Terra é um complemento a vocês, não algo fora de vocês. Ela não é algo que está vindo para salvá-los, mas algo que está vindo para somar com vocês, na verdade essa energia sempre esteve presente, porém agora vocês estão conseguindo senti-la fortemente em seu interior, porque se ergueram em vibração e a alcançaram.

A energia da mudança está aí, porque vocês estão mudando, porque vocês escolheram isso. Nós, como falamos tantas vezes, não somos os seus salvadores, mas irmãos seus que estão dispostos a ajudá-los a recomeçar. Recomeçar a sua sociedade de modo que ela seja justa e que os líderes sejam cada um de vocês, pois estão a entrar numa época onde vocês assumirão as rédeas de suas vidas, onde vocês serão responsáveis por cuidar um do outro. Nessa nova sociedade, não haverá líderes do modo como conhecem, mas haverá companheiros que vibram sempre em coletivo. 

Esta época mostra para vocês muitas oportunidades de crescimento, onde os pilares governamentais estão ruindo e promovendo a limpeza da corrupção e iniquidade que durante tanto tempo esteve imperante. Compreendam que isso tem acontecido devido aos seus esforços como trabalhadores da luz. É uma oportunidade de crescimento, porque vocês estão vendo claramente a negatividade sendo exposta e, através disso, vocês tem a oportunidade de exercitar o amor e o perdão, movendo-se cada vez mais para cima, cada vez mais para vibrações mais sutis nas quais o ódio, corrupção e todos os sentimentos de baixa vibração não lhes possam alcançar.  

Nós, a sua Família das Estrelas não sentimos pena de vocês quando se deparam com situações difíceis, mas sim nos orgulhamos de ver membros da nossa família em Terra sendo exemplos de força e coragem. Claro que isso não quer dizer que ficamos felizes em ver o sofrimento sobre a Terra, mas felizes em vermos que o sofrimento está sendo erradicado pelo amor em seus corações. Lembrem-se sempre do que foi ensinado a vocês de forma contínua: somente o amor leva à mudança. Quando virem os corruptos sendo removidos dos seus cargos de poder, pedimos que vibrem em amor e luz pela alma que assumia tal posto, lembrando que ali também há um filho de Deus. 

A subida de sua vibração é o que provocou toda essa mudança em andamento, então, agora que começam a ver o resultado dos seus esforços é ideal que mantenham a sua vibração de amor e esperança para que a mudança para luz continue sem mais demoras. Nós vemos constantemente as vibrações de ódio e desejo de vingança para com alguns governantes, e recomendamos que parem com isso. Lembrem-se que sua missão na Terra é ser um Farol de Luz, assim sendo, apenas Luz devem irradiar. Vocês sabem que todos aqueles que, por escolha se desviaram da Luz, receberão de acordo com as suas escolhas e que cada um é responsável pelas suas ações. Dizemos também que vocês, trabalhadores da Luz, quando conectados com as forças superiores e sabedores das suas responsabilidades como mestres da Luz, devem lembrar que cada ação de vocês é muitas vezes mais observada do que os demais. Quando dizemos “demais”, não queremos menosprezar nenhuma alma, mas colocamos aqui uma forma que possam entender melhor a responsabilidade de vocês diante de todas as almas da Terra. Portanto, se ensinam a Luz, sejam Luz. O ódio e desejo de vingança não faz parte da Luz.

Para aqueles que desejam fortemente se desconectar de determinadas energias de fúria que carregam dentro de si, nós recomendamos que entrem em meditação e tragam para junto de si todas as poderosas energias de luz que estão disponíveis para todas as almas que desejam. Nenhum de vocês está desamparado, basta um sinal de vocês e a ajuda é enviada. Para que ela chegue até você, é necessário que estejam receptivos, ou seja com Entrega e Confiança. Muitos pedem a nossa ajuda, porém, no minuto seguinte em que pedem, tornam a julgar e a condenar o seu semelhante por algo, ou mesmo se irritam por um pequeno percalço. Lembramos, novamente, e muitas vezes nos tornamos redundantes mas se faz necessário que assim seja: Irão receber sempre de acordo com o padrão vibratório de vocês. Isso não é uma norma nossa, mas uma lei universal. Vocês querem mudança? Querem paz e amor? Querem viver em um país justo e que todas as pessoas sejam tratadas com dignidade? Vivam isso dentro de vocês e mover-se-ão para cima, cada vez mais para cima. 

Nós sempre dizemos a vocês o quanto os amamos e, se algumas vezes somos incisivos demais, é apenas porque sabemos dos seus potenciais e nós não iremos parar até ver que todo ele esteja em manifestação. Nós lhes conhecemos, velhas almas das estrelas, nós vimos a descida de vocês das naves, enquanto com os olhos em lágrimas se despediam de nós para o serviço na Terra. Óh, sim, alma querida, eu sei que você se lembra, eu sei que você sente isso neste momento… Eu sei que sim. Eu mesmo estive presente na despedida de vocês e vi nos seus olhos a força e a coragem, portanto, eu apenas desejo vê-los novamente com essa força ativa. 

A sua família está à sua espera, amados, à espera de reencontrá-los e, a bordo das naves, dar continuidade com os nossos trabalhos. Estejam com o coração aberto e preparados, o frêmito dentro de vocês está a ficar cada vez mais intenso e isso indica claramente que a nossa presença está a ser sentida com maior intensidade. Aqueles que não conseguem nos ver, mesmo os mais céticos podem nos sentir agora e saber que há algo no ar. Nós não sairemos daqui de forma alguma, pois viemos festejar com a nossa família. Saibam que quando o momento for ativado, as nossas naves tornar-se-ão visíveis de forma que não haverá dúvidas sobre nós. Sim, nós sabemos que haverá aqueles que, mesmo após a nossa presença em seus céus, tentarão confundir ainda mais os mais confusos, porém sabe-se que tudo está dentro do plano. Nenhuma alma perderá a oportunidade de ouvir o que temos a dizer e, claro, decidir por si mesma se crê em nós ou não. 

De qualquer forma, não será difícil reconhecer nossa presença na Terra, já que sempre estivemos presentes na história de vocês. Por mais que ela tenha sido adulterada, quando trouxermos as evidências irrefutáveis da nossa presença ao longo do tempo, tornar-se-á inegável que temos parte na história humana e que vocês são filhos das estrelas. Resta-nos ter um pouco de paciência para que as almas mais céticas absorvam a Luz enviada e compreendam que fazem parte de algo muito maior do que imaginam e que sempre estiveram rodeadas de sua família estelar. Para essas, será um momento glorioso que será aplaudido com muita alegria por todos nós quando esse momento acontecer. 

O movimento agora é de paz, e pedimos que sustentem isso, porque as cortinas estão prestes a ser erguidas e somente as almas pacíficas e amorosas serão capazes de acompanhar todo o movimento e saborear o que lhes pertence por direito.

Vibrem pelas almas que deixarão a Terra para as esferas espirituais, lembrem-se que tudo está dentro de um plano maior e que todos passam pelo que precisam passar. Nós, a sua família, estamos presentes, muito mais do que possam imaginar. Nós estamos a um piscar de olhos. Nós estamos a uma respiração sua. As muitas almas que estão deixando a Terra continuadamente estão sendo recebidas com festa e amor do outro lado do véu e muitas delas estão se juntando aos comandos de Luz para auxiliarem no grande movimento que está no virar da esquina.

Neste momento em que leem as nossas palavras finais, pedimos que se permitam receber os códigos restauradores. Respirem e, permitam-se sentir a sua família. Sintam em seus corações as nossas palavras. Como falamos em uma das nossas mensagens anteriores, as palavras que trazemos devem lhes soar como algo familiar, algo que lhes inspirem e tragam amor e ânimo, nunca algo contrário a isso, pois ser for o contrário, não se trata de uma mensagem nossa. Sintam em suas almas as nossas palavras. Neste momento, alguns dos que leem agora podem sentir um movimento energético no plexo solar, outros podem sentir na cabeça alguma energia a se manifestar, ou nas mãos como formigamentos e pequenos tremores, outros ainda uma pequena aceleração dos batimentos cardíacos, ou arrepios positivos pelo corpo. Com aqueles que não tem essas sensações, não quer dizer que há algo errado, apenas relaxem e aceitem. Lembrem-se, cada um experimenta o que é necessário no caminho. Permitam-se apenas ser instrumentos do amor. Nós amamos a todos, sem distinção.

E assim é.

Bênçãos,

Seu irmão,

Ashtar.

Gabriel: Gratidão imensa, querido Ashtar!

————————————————————————————————-

Via: Sementes das Estrelas: Ashtar – “Limpeza da corrupção / Paz transformadora” – 22.03.2015

 


Ouça também a mensagem através do vídeo:

ASHTAR SHERAN – LIMPEZA DA CORRUPÇÃO

Publicado por  ESSENCIA AYAM Mensagens de Luz em 27 de out de 2017

Via: ASHTAR SHERAN – LIMPEZA DA CORRUPÇÃO – YouTube

 


O TRABALHO CONSTANTEMENTE ATIVO NA TRANSIÇÃO PARA A NOVA TERRA…

Velha e Nova Terra

AS  ENERGIAS  DE  NOVEMBRO  DE  2017 :  ASCENDER  À  NOVA  TERRA

 

 

Por: Natalia Alba 
em 27 de outubro, 2017

Amados Emissários da Luz

Nesta etapa final de nossa bifurcação da Velha Terra, nos encontramos atravessando o espaço entre A Velha Terra e a Nova Terra Vibratória, em que alguns de nós escolhemos habitar conscientemente. Neste momento, algumas almas em ascensão já estão ancoradas em uma realidade pentadimensional, enquanto muitos podem se encontrar ainda navegando entre o portal da 4D que nos conduz para a Nova Linha do Tempo, porque, na verdade, tudo é uma questão de como escolhemos vibrar e irradiar nossa essência mais do que um número ou dimensão física.

No momento, estamos trabalhando na síntese de todos os nossos aspectos, o que não é processo de um único dia ou algo que se faça simplesmente lendo ou indo a um curador após outro, mas por despertar conscientemente nossa centelha cósmica e praticar o que pregamos. Uma mensagem de fusão interior que este novo mês, com as energias de Escorpião e com seu número 12 – reduzido: 3 – nos faz recordar. Porque é exatamente na unificação de nossas polaridades interiores que o caminho ascensional começa. É por curar todo o desamor, bloqueios e medo, que foram inconscientemente incorporados ou impostos por manipulação externa, que começamos a desvendar as muitas camadas falsas da ilusão – em que certa vez acreditamos – e incorporar um nível superior de conscientização.

Conforme continuamos o nosso processo de fusão interior – e cura – dos velhos programas, nossa capacidade de cocriar melhora. À medida que continuamos a fundir as polaridades opostas internamente, nossa capacidade de expandir e dar à luz a algo novo que só pode nascer da fusão dos opostos, mas, novamente, complementares. Esse é o lugar em que estamos dando à luz a um novo eu e a uma nova linha do tempo, enquanto continuamos também dominando o modo de ficar ancorados completamente em nossa escolha, tentando possibilidades diferentes para que possamos experimentar.

Sob uma perspectiva coletiva, o Planeta Terra parece estar enfrentando o seu período mais caótico por um longo tempo. Por favor, sejam observadores e olhem além da falsa propaganda, a desinformação que se dá para nos manipular pelas forças ocultas, a fim de discernir o que está verdadeiramente ocorrendo por trás das cenas físicas. É verdade que o nosso Planeta está em uma transformação profunda – da natureza – na forma de desastres naturais a mudança climática, assim como muitas outras questões, tais como a política. Todavia, é também verdade que a polaridade da luz está fortemente reforçada pelas muitas novas almas que estão despertando, bem como o trabalho dos vários Portadores da Luz, Almas Sementes Estelares, os que elevam a consciência e os Semeadores da Nova Terra, que estão sendo os pioneiros desta transição.

É tudo uma questão de para onde vocês escolhem concentrar a sua atenção. Porque, para experimentar a profunda bifurcação por que estamos passando, primeiramente precisa surgir a formação de polos extremos. Conforme continuamos a nossa transição para a Nova Terra, se olharmos para trás, veremos mais “caos”, mas isso não é tudo o que está acontecendo, isso é apenas um aspecto que, para nós, almas em ascensão, está mais claro agora, porque para onde estamos indo não existe uma sensação tão profunda de polarização.

Portanto, é muito importante permanecer sempre na sabedoria e na essência amorosa de nosso Eu Divino, porque, toda vez que olhamos para os lados, ou para o passado, estamos trazendo essa mesma frequência caótica para a nossa vibração presente, e daí para a linha do tempo. Isso não é o mesmo que negar a evidência de nossa natureza humana, mas acolher ambos sem julgamento e escolhendo o estado de ser que estiver mais alinhado com quem somos agora. Não precisamos ignorar, rotular ou tentar lutar contra qualquer coisa, porque sabemos que simplesmente precisamos nos expandir e deixar para trás o que vivenciamos durante eras.

Temos em nossas mãos o momento que alguns de nós vimos aguardando, um momento, uma dádiva, em que escolher onde habitar, na velha ou na Nova Terra, é essencial, porque o corpo duplo da Terra já está ocupando uma nova zona de tempo/espaço em uma oitava superior. A pergunta é: “Vocês estão dispostos a fazer o que for necessário para deixar que tudo se vá e começar uma jornada desconhecida, porém extasiante de cocriação e integração conscientes?“ Essa pergunta não se responde por um sim ou não, seus sentimentos, pensamentos e ações deixarão vocês saber onde estão em frequência.

Se vocês ainda leem, concordam, mas, então, não agem de acordo com o que realmente desejam, as próprias ações estão mostrando a sua falta de integridade, o que está perfeitamente bem se vocês estiverem conscientes. Se ainda pensarem que agir é mais importante do que Ser, estão vocês estão novamente polarizando e permitindo que a sua essência masculina esteja constantemente trazendo algo para a forma sem a o acolhimento adequado, que é necessário, do feminino interno. Se vocês sabem que é necessário curar/desfazer e ainda continuam a separar, julgar e manipular, então vocês não estão prontos para liberar um aspecto antigo da sua personalidade egoica tridimensional.

É muito importante que compreendamos que, para poder evoluir, primeiramente algo deve se “quebrar” em nosso interior para desencadear a transformação/reorganização exigida em nossos mundos internos, crenças e tudo o que costumava ser familiar para nós. Conforme muitos de nós sabemos, por experiência pessoal, em primeiro lugar, começa-se a ser contra tudo e todos que sentem falta de conscientização e compaixão.

Ainda que essas primeiras etapas possam parecer caóticas, para os que estão acessando esta jornada, vocês vão perceber, no próprio tempo, que tentar lutar e mudar o que vocês não podem é apenas um desperdício de energia e intenção. Conforme se evolui, como aconteceu a muitos de nós, se compreende que a única coisa que podemos realmente mudar somos nós mesmos, e é aí que paramos de lutar com o mundo externo e começamos a acessar o nosso mundo interior, sendo capazes de finalmente começar essa mudança com o Todo.

No momento, o coletivo está lutando com aquilo que acha que pode mudar, ou as condições externas. Deixem que sejam. É também uma parte importante ajudar outros a despertar. A coisa importante não é o que eles fazem ou deixem de fazer, mas o que nós fazemos com a nossa frequência. Se vocês optarem por concentrar-se apenas nas forças sombrias, então, vocês começarão a vibrar nessa faixa inferior, manifestando-a em sua realidade e daí vendo somente o caos.

É por observação neutra, principalmente no fim do dia, reservarmos algum tempo para nos tornar a testemunha eterna, que podemos discernir se o nosso eu egoico ainda nos domina, ou se nos tornamos mestres e, portanto, seres soberanos da própria experiência de vida. A todo momento, temos a oportunidade de escolher. Nós realmente não temos muitas escolhas, porque todas as escolhas são uma questão de decidir se habitamos no amor ou no medo, e a todo simples segundo, nos é oferecida a dádiva de nos conscientizarmos quanto ao que estamos dando nossa atenção.

A integração da Alma & a conexão Monádica

O processo de integração da alma, embora seja um processo infinito de lembrança constante, nos conduz a uma conexão mais elevada com a nossa Mônada, visto que esse é o próximo passo quando começamos a integrar os aspectos superiores de nossa alma, a partir de todo o espaço.

A alimentação de nossa conexão com nossa Mônada é fundamental para as almas ascendentes, que estão a serviço da evolução da humanidade, porque não caminhamos sozinhos neste domínio terreno, e quanto mais cultivarmos essa conexão, mais vamos perceber que nunca estivemos sozinhos. Pelo contrário, atuamos como Um em todos os momentos com os nossos aspectos superiores, que habitam na 12a dimensão, quer nos concentremos mais na separação e no aspecto individualizado da Fonte que somos, quer fôssemos mais conscientes dessa Conexão Superior.

É essencial que comecemos a incorporar a lembrança de quem somos em essência, porque somente por fazê-lo é que começaremos a agir com mais integridade e consciência, nos lembrando de mais aspectos de nossa missão anímica, bem como de nosso verdadeiro propósito nesta encarnação humana.  Muitas pessoas diariamente querem saber qual é o propósito de sua alma. Quando se está nessa etapa, perguntando ao externo e tentando não parar de procurar por uma pista, não servirá à sua busca interior.

O que ajudou em minha jornada até o momento, é o fato de estar consciente de que aquilo que estamos para fazer aqui é seguir os passos que a minha alma me orientou, a fim de fazer descer mais sabedoria acerca do propósito da minha alma. Os passos iniciais são muitas vezes relativos à limpeza, cura e início do trabalho da integração da alma. Porque se não começarmos a nos purificar, os véus que cobrem a Verdade continuarão a nos impedir de ver o que precisamos.

Para poder incorporar essa conexão monádica e, portanto, mais sabedoria, primeiramente precisamos trabalhar na dissolução de todas as antigas crenças, assim como purificar os nossos corpos emocional e mental, que estão encobrindo essa conexão com a nossa Mônada. Após recuperar o equilíbrio e a purificação adequados, poderemos compreender que somos apenas uma extensão de outros aspectos nossos, que permanecem em outros planos, mas que estão respirando, sentindo e agindo como Um conosco.

É quando esse momento de iluminação surge, que deixamos todos os desejos egoicos de lado e começamos a adotar um caminho superior de serviço altruísta, porque agora nos lembramos de que não estamos aqui somente para realizar nossos meros desejos egoicos e experimentar um plano humano, mas para poder trazer essa essência mais elevada, assim como sua sabedoria para o Todo, em nossa maneira única de servir.

Não se trata mais de nós, mas do Todo. Não se trata mais do que pensamos que desejamos para nós mesmos e com quem, mas de estar plenamente presentes e cônscios do que o nosso Eu Unificado nos orienta a fazer a cada momento. Neste momento, é fundamental que nesta etapa tumultuada, sejamos capazes de permanecer sempre concentrados nessa conexão mais profunda com a nossa Mônada, porque ela não só faz parte de quem somos, como é o nosso principal guia e suporte, enquanto caminhamos como seres individualizados.

Eventos cósmicos que desencadeiam a mudança & a expansão

Em um nível planetário, a expansão que todos estamos vivenciando, internamente, de nossa maneira exclusiva, é também reprimida por Júpiter, principalmente por estarmos agora nas profundezas de Escorpião. Outro aspecto que ocorre durante o início deste mês é Júpiter formando um quintil com Plutão, em 3 de novembro. Essa frequência trará um impacto profundo no coletivo, ajudando a continuar o despertar e aprofundando internamente o próprio caminho evolutivo.

Isso será de grande ajuda, também, para que as almas ascendentes avancem em sua missão de alma e façam descer novos aspectos dela. Vai nos ajudar a despertar os dons adormecidos da alma, ir além de nossos limites humanos e ser, por trás do cenário físico, todo o potencial latente que permanece intocado nas profundezas de nosso ser.

No dia anterior, teremos também um evento cósmico muito importante, visto que Saturno fará uma quadratura com Quíron, o curador cósmico. Vocês já acordaram no meio da noite ansiosos, sem saber o por quê? Vocês ainda tendem a repetir os mesmos antigos cenários, ainda que tentem manifestar um resultado diferente? Vocês já notaram que a dor não curada batendo em seu coração, mesmo que vocês tentem encobri-la, com vícios ou qualquer véu, lhes trarão a ilusão de que há feridas não sanadas?

Se uma parte sua ainda está em sofrimento, seja porque esteja vivendo no passado, seja na perda, vocês ainda não terminaram a cura necessária com o seu corpo emocional e as feridas inconscientes. Com esse alinhamento, a sabedoria e a conscientização mais elevada, originados de Netuno em movimento direto, novamente, em 22 de novembro, pois como vocês sabem as energias não duram apenas um dia, teremos a dádiva cósmica de trazer o inconsciente à luz e começar a trabalhar todos os aspectos que permanecem na escuridão, sofrendo devido à separação que lhes trouxemos.

É o momento de assumir total responsabilidade por todo pensamento, ação tomada e perceber que nunca houve algo que fizemos de errado, em relação a nós mesmos ou aos outros. São simplesmente atos cometidos por se estar em um estado de consciência inferior ou medo. Agora vocês incorporaram aspectos mais elevados de quem verdadeiramente são. Agora vocês estão se livrando das ilusões daquilo que vocês nunca foram. Agora é o momento de se perdoar por todos os atos inconscientes, que foram feitos quando vocês eram pessoas totalmente diferentes. Vocês vieram para amar, desfrutar e abrir seus corações para as coisas que o seu eu egoico vem temendo há muito tempo.

Haverá uma abertura de portal entre a Lua Cheia de Touro, em 4 de novembro, e a Lua Nova de Escorpião, em 18 de novembro. A Lua Cheia em Touro servirá para ancorar o equilíbrio entre nossos reinos terrenos e etéreos. Isso porque Touro é regido por Vênus, e Vênus estará em Libra nesse momento da Lua Cheia, portanto, essa é outra confirmação para trazermos a síntese interior e, portanto, para as nossas vidas.

Por outro lado, a Lua de Escorpião será de grande ajuda para conectar nosso Eu Divino e começar a fazer descer e ancorar essa sabedoria em nosso plano tangível, porque isso é o que realmente nos serve e nos ajuda a ascender. Não é por habitar no etéreo que evoluímos, mas por trazer toda essa transformação, purificação e sabedoria superior para nossos corpos e para a realidade densa.

Estabilizadores, Âncoras da Nova Terra, os que elevam a consciência & Trabalhadores da Grade.

Esta é uma etapa muito importante para aqueles que trabalham para trazer a estabilização, bem como os que trabalham com as Grades da Terra e as Âncoras da Nova Terra – ao manter a frequência apropriada, agindo como pontes – para a Nova Terra. Visto que todos nós estamos enfrentando vários desequilíbrios e mudanças em nosso sistema físico e devemos tentar permanecer por tanto tempo quanto possível em harmonia, porque se entrarmos em colapso não seremos de ajuda.

Muitos dentre vocês vão ser chamados para servir de uma forma diferente ou mais ampla. Foi-me dito que muitos agora são orientados a viajar e ancorar nos lugares em que sua essência estará fazendo um serviço mais elevado. Outros podem mudar de localidade e começar uma nova etapa aí, pois mesmo que o nosso eu inferior tenda a ficar apegado, isso não diz respeito a nossa pessoa ou ao que gostamos ou não, mas sim, à Vontade Superior.

Os que elevam a consciência, como eu os chamo, são aqueles com o papel anímico de permanecer, sempre, em sua frequência mais elevada possível, vibrando no âmbito do amor e da compaixão para poder elevar a frequência em nosso Planeta. Eles são os que trabalham a partir de dentro, e onde quer que estejam, são sentidos como guerreiros pacíficos, que trazem amor e alegria a tudo o que tocam. São essenciais para manter o Planeta em equilíbrio, porque, sem o seu trabalho, o Planeta poderia não conseguir sustentar a essência apropriada que é necessária para esta transição planetária.

Para os estabilizadores, como vocês já sabem, há muita coisa, como de costume, acontecendo quando estabilizamos, quer no astral, quando acordados, quer fazendo-o plenamente conscientes, porque como muito de vocês sentiram, os ataques das forças obscuras estão se tornando mais recorrentes à medida que estão realizando a sua missão de tentar manter o planeta adormecido, como costumava ser durante eras.

Estes são alguns dos sintomas que se vocês agirem plenamente conscientes, vão enfrentar, enquanto estabilizam:

• Enorme pressão em seu chacra coronário, principalmente para aqueles que fazem uma mudança pessoal interna. Porque é transformando-se e ajustando-se que se pode incorporar a Nova Luz que desce de nossa Presença EU SOU.

• Uma profunda sensação de peso nas pernas;

• Vertigem, principalmente comum após navegar entre diferentes linhas do tempo, porque estamos agora muito mais em contato com outros aspectos de quem somos, também em suas muitas realidades em que eles existem;

• Sonolência;

• Dores de cabeça, como um convite, entre muitas outras causas, para que vocês trabalhem em seu corpo mental e os purifiquem.

Alimentem-se com aquilo que servir para integrar melhor o seu corpo com essa nova luz. Vocês se conhecem e somos únicos, assim, o que serve para o meu corpo pode não ser o que vai ajudar o seu. Beber muita água pura é essencial, porque a água nos ajuda a conduzir a luz – Sabedoria Divina – que conscientemente integramos ao mesmo tempo em que purifica todos os canais. Acima de tudo, permaneçam sempre no abraço amoroso do seu Eu Divino e sua infinita compaixão pelo Todo, em vez de se concentrar no drama e no caos que outras forças sombrias criam.

É realmente uma passagem muito intensa, e é por isso que é essencial confiar e se render à mudança. Uma das experiências que começam a surgir, quando acessamos um novo caminho de cocriação consciente, é que, à medida que continuamos a nos expandir, nossa luz interior nos deixará saber quando ela encontra um obstáculo, algo que chamamos de estar em uma situação dolorosa. É quando vocês precisam purificar o caminho, a começar de dentro. É quando a sua alma pede que vocês façam uma pausa e desfaçam todos os obstáculos que estão impedindo a expansão de sua luz interior através de novos horizontes.

Tudo se cria internamente e se experimenta fora. Se vocês estão enfrentando certos desafios, então, devem se conscientizar plenamente e assumir a responsabilidade de compreender que vocês criaram tudo, para começar, apenas porque precisam dominar algo novo ou que ainda não estejam vendo, ou porque precisam continuar aprendendo como utilizar sua frequência. Não há ninguém ou alguma força externa fazendo isso a vocês, a menos que vocês os convidem, quando não reivindicam sua soberania e a propriedade do seu espaço sagrado.

É um momento em que apenas a sua bússola interna os ajudará a navegar por essa nova linha do tempo que estamos tão ansiosos para experimentar. Por enquanto, para nós, apenas a mudança constante será nossa nova realidade, visto que não existe nada fixo ou linear, ou um destino final para se alcançar, mas uma infinita expressão para se vivenciar e desfrutar. Não existe essa coisa de preciso ir àquele lugar e fazer aquilo ou encontrar com essa pessoa, porque assim eu vou me sentir feliz. Não existem coisas que vamos fazer, há apenas a felicidade de se estar plenamente ancorados internamente neste momento único do Agora.

Não precisamos ver para onde estamos indo, ou qual a próxima coisa que vai ocorrer, porque somos nós que decidimos, para começar. Somente precisamos contar com as bênçãos do momento, e com a força e o poder internos que todos possuímos, e que irá nos ajudar a conquistar novos horizontes, independentemente dos vários desafios que encontrarmos, porque agora sabemos que é neles que descobrimos mais crescimento e sabedoria.

Não se trata mais do lugar para onde nos dirigimos, mas do lugar em que estamos agora, e do que fazemos com isso, e o que criaremos no próximo novo momento, que desejamos que seja mágico. A dádiva de fazer o próximo momento conforme gostaríamos não é mais lá fora, nunca esteve lá, sempre esteve internamente, o diferente é que vocês estão respirando, agindo e pensando como seres conscientes do próprio poder e com a sabedoria suficiente para saber como utilizá-lo para se ajudar e ao Todo. Porque agora vocês se lembram que sempre fizeram parte do Todo.

Com amor e a serviço da Consciência da Unidade.

Natalia Alba.
Star Seed Soul
Facebook Natalia Alba Ascension Guide

…………………………………………………………………………………………………………………

Fonte: Star Seed Soul | The Energies of November 2017~Ascending to New Earth
Tradução: Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Via: Sementes das Estrelas: NATALIA ALBA – “AS ENERGIAS DE NOVEMBRO DE 2017: ASCENDER À NOVA TERRA” – 29.10.2017

 


Ouça o artigo também através do vídeo:

NATALIA ALBA – “AS ENERGIAS DE NOVEMBRO DE 2017: ASCENDER À NOVA TERRA” – 29.10.2017

Sementes das Estrelas – Áudio
Publicado em 29 de out de 2017

Via: NATALIA ALBA – “AS ENERGIAS DE NOVEMBRO DE 2017: ASCENDER À NOVA TERRA” – 29.10.2017 – YouTube

 


A CONSCIÊNCIA DE SUA ESSÊNCIA TRAZIDA PARA A EXPERIÊNCIA DE VIDA ATUAL…

spiritual

Iluminação, Ascensão e a Ilusão da Matéria

post-06-21-1

Por: Free Spirit
em 15 de Junho, 2014


Desde o alinhamento galáctico do Sol central em dezembro de 2012, muitos seres humanos estão experimentando um despertar poderoso e profundo de sua verdadeira natureza como seres de luz imortais multidimensionais encarnados na forma física, a convergência das frequências dimensionais de 3ª e 5ª dimensão está causando todos os tipos de mudanças na consciência e tornando significativamente mais fácil ter uma “experiência de iluminação” semelhante à experiência que Buda teve, o que antes era uma experiência rara agora é mais comum à medida que um grande número de seres humanos estão tendo a oportunidade de limpar seus carmas nesta vida, limpar todo o nosso carma nesta vida é suficiente para permitir a experiência da iluminação humana, o reconhecimento da nossa consciência interior como a verdadeira e absoluta realidade.

Conforme nossas vibrações aumentam podemos ter todos os tipos de despertares milagrosos, realizações alegres e curas profundas que podem parecer iluminação, belas emoções e grandes transformações podem ser uma mudança de vida e muitas vezes podem ser confundidas com a iluminação.

Como podemos saber se alcançamos a iluminação?

O que é iluminação? E como é que se relaciona com o processo de ascensão?

post-06-21-1

.

Entender essas questões nos permitirá entrar em um relacionamento mais profundo com a nossa própria presença do EU, reconhecendo a ilusão do mundo material e começando o trabalho de integração espiritual a fim de direcionar as energias da “experiência da iluminação” em direção da nossa própria ascensão.

O que é iluminação?

A iluminação é muito simples, é a profunda percepção de que somos a consciência universal e que a consciência universal é em última análise tudo o que existe, tornar-se iluminado é perceber que nós somos os criadores do Universo e o próprio Universo em si, a iluminação é o reconhecimento da nossa imortal e atemporal presença universal e a percepção de que todas as outras realidades são ilusões criadas pelas projeções da mente, a iluminação é uma realização do “EU”, o Universo é apenas o “EU” em nossa experiência e a experiência de todo o Universo nada mais é do que um reflexo do nosso próprio EU.

A simplicidade da iluminação é entendida quando o erro primordial na percepção (a crença em um ser que existe em um estado de separação do Universo) é resolvida e a ilusão da dualidade é transcendida, a dualidade é uma ficção e uma criação da mente/ego projetada para que a ego/mente possa perceber o mundo a partir de um ponto de vista linear e dar sentido a ela, a ilusão do espaço-tempo é criada para que a mente de 3ª dimensão possa distinguir uma forma da outra e projetá-las em sequência no espaço-tempo, quando todas as formas são “projetadas” para a matriz do espaço-tempo o mundo da separação nasce, tudo é então visto como existente “lá fora” e separado de nós mesmos, essas projeções são simplesmente formas pensamento e não têm realidade externa mais profunda delas mesmas.

Esta confusão surge da crença equivocada de que existem formas fora de nós mesmos e portanto fora da nossa própria consciência, as formas são então vistas como objetos sólidos e concretos aparentemente existindo independente da nossa própria consciência, a crença de que elas estão separadas reforça a ilusão e a crença em um estado de separação do resto do Universo, essa crença e a experiência posterior de separação criam todas as formas de sofrimento conhecido da humanidade, desvendarmos as nossas crenças errôneas permitirá nos tornarmos livres de todo o sofrimento, alinhados com a sabedoria amorosa de nossa própria presença e tendo a oportunidade de resolver os carmas que nos levaram a ter um corpo em primeiro lugar, após a resolução de todos os carmas transcenderemos a condição humana e seremos capazes de completar nossa ascensão.

Meditação de auto inquirição – Quem sou eu ?

.post-06-21-3

Através do processo da meditação de auto inquirição pode-se investigar a relação aparente entre a consciência e as formas materiais, podemos testemunhar a nossa experiência das formas e a noção do “EU” ter a experiência, a fim de determinar onde realmente está a distinção entre nós mesmos e o Universo.

Quem sou eu? O que eu sou?

A meditação de auto inquirição é uma das abordagens mais diretas para termos uma experiência profunda do Universo (e nos tornarmos iluminados), apesar de investigar e questionar a nossa experiência da realidade veremos que nossas crenças sobre o Universo e nossa relação com ele não são baseadas na verdade, fazendo perguntas para as profundezas do nosso EU em nossas meditações podemos chegar a algumas revelações interessantes.

Na meditação podemos nos perguntar

Onde é que vamos acabar e onde é que o Universo começou?
Onde está a nossa experiência?
Onde estão as formas?
Quem somos nós?
Quem ou o que é ter a experiência?
O que é o “EU”?
Onde está o “EU”?
O que veio primeiro a experiência ou o experimentador?

Conforme estas questões são semeadas em nosso EU vamos descobrir que a mente irá criar perguntas adicionais em resposta às perguntas originais, às vezes em riachos aparentemente intermináveis, se pudermos resistir à tentação de analisar com a mente e procurarmos as respostas experimentais a cadeia de perguntas vai parar e vamos “chegar” em um lugar onde não há mais dúvidas ou qualquer necessidade de fazer pergunta, nós simplesmente seremos apresentados para a experiência de quem realmente somos, a experiência do nosso “Ser Universal”, é um lugar onde todas as palavras e conceitos desaparecem, nas palavras do sutra do coração “Vá além, além, além e habite ali”.

O ego/mente gosta de conceitos e ideias, perpetuando-os sem fim na construção de um labirinto de ilusões para mais rapidamente levar-nos para fora do nosso caminho, ele faz isso a fim de preservar a ilusão, o ego não existe realmente, ele simplesmente acredita no que ele faz e a crença em qualquer ilusão reforça a sua aparência e forma, o ego em última análise consiste em nada mais do que um conjunto agregado de crenças, percepções e conceitos que proclamam ser o “EU”, há uma realidade relativa da individualidade que vai continuar a existir durante o tempo que estivermos no mundo da dualidade, mas em última análise não há eu e em um nível mais profundo estamos sonhando esta realidade.

Ao perceber que esta vida não é nada mais do que um sonho e que a matéria inerente não é real, isto é iluminação.

A ilusão da matéria

post-06-21-4

Em última análise podemos descobrir através de uma experiência meditativa direta que a matéria realmente não existe, a sua aparência é apenas relativa e portanto ilusória, a solidez da matéria é apenas uma ilusão da nossa mente reforçada pela informação sensorial interpretada pela mente, a forma do nosso corpo nada mais é do que um agregado de sensações experimentadas pela mente, na meditação podemos investigar estas sensações e descobrir que dentro da experiência da solidez aparente está uma vibração de consciência caracterizada pela luminosidade, ausência de forma, expansividade, intemporalidade e um estado de ser onipresente, esta consciência pura sem forma é subjacente em todas as formas materiais e todas as experiências mundanas.

Neste espaço de consciência que abrange todas as formas pode-se reconhecer que essa consciência é o criador de todas as formas e que o este criador somos nós mesmos, nós somos os arquitetos de nossa própria realidade, nesta realização não há necessidade de um Deus Criador, pois entende-se que há somente Uma Consciência Universal que engloba todas as formas e nada pode existir independente da Consciência Universal, esta Consciência sendo eternamente presente e fora do tempo não requer início ou qualquer outra coisa para preceder a sua existência

O Big Bang não deu origem aos seres sencientes que se tornaram conscientes de si e do Universo, mas os seres sencientes é que deram origem ao Universo, o Big Bang pode ser visto como a explosão da consciência na dualidade a partir da vibração de singularidade intemporal, uma vez que essa consciência primordial tinha se “fragmentado” em bilhões de “Centelhas Divinas” individuais, as faíscas individuais (almas) começaram a criar o Universo a sua própria maneira, a fragmentação não foi total no ponto do Big Bang, cada alma manteve sua conexão com a Fonte, ao redescobrirmos a nossa conexão com a Fonte nós nos tornamos UM com o Universo novamente e revertemos a descida à dualidade, nós reconhecemos a nós mesmos e o Universo como uma entidade única.

A mais profunda auto inquirição vai nos levar à realização direta de que esta consciência universal é a única coisa que realmente existe e que consciência nada mais é do que a consciência de ter a consciência de que consciência é estar consciente!

Nessa consciência pode-se perceber que a totalidade de nossa experiência de vida é um sonho criado por nossa presença superior a fim de nos despertar para a nossa verdadeira natureza, de outra perspectiva a Presença Universal está sonhando e nós somos o sonhador, na verdade a UNIDADE (A Presença Universal) está tendo um sonho de dualidade para que possa experimentar e conhecer a si mesma, em última análise esta é a razão a respeito de porque nós existimos, no início havia apenas a UNIDADE e somente a UNIDADE, a UNIDADE não tinha perspectiva de “ver-se” e ficava portanto alheia a sua verdadeira natureza, a dualidade é um sonho da UNIDADE para que a UNIDADE possa adquirir experiência sobre si mesma através da experiência do Universo.

A iluminação não pode ser conceituada ou entendida intelectualmente, conceitos e palavras podem nos levar muito longe até a montanha da consciência mas não todo o caminho até o cume, mais cedo ou mais tarde temos que liberar nossos apegos aos conceitos e descobrir o lugar escondido da Presença Universal, ela é pura, imaculada, imortal e eterna, na verdade não há nada que se possa dizer sobre isso, só podemos sugerir que a verdade mais profunda não pode ser falada.

A experiência pode ser fugaz para começar, mas à medida que aprofundamos a nossa prática podemos chegar “lá” com mais frequência, descobrimos então que esta é a nossa verdadeira natureza e quando não estamos nesta experiência estamos na ilusão, ter uma experiência de iluminação em si não é nada de extraordinário, o verdadeiro trabalho espiritual é integrar a experiência da iluminação incorporando essa realização em nossas vidas diárias, não é suficiente termos uma experiência de iluminação se não podemos aplicar as ramificações desta iluminação em nossas vidas diárias.

Integração espiritual

post-06-21-5

O processo de integração espiritual nos permite incorporar a realização de quem realmente somos em nossas vidas diárias, este é o verdadeiro trabalho e prática sendo uma personificação da verdade na Terra neste momento, no nível do absoluto há apenas a realidade da consciência sem forma, mesmo tendo percebido que a matéria é uma ilusão a ilusão ainda persiste e ainda estamos aqui em forma corpórea!

Muitos se perguntam por que nossa experiência da forma persiste por tanto tempo mesmo depois de termos reconhecido a ilusão dela, em outras palavras, o sonho continua apesar de termos despertado e reconhecido o fato de que isto é um sonho, é possível acordar e ter a experiência de ser liberado do mundo da matéria inteiramente?

Este é o lugar onde devemos aplicar a sabedoria da iluminação para a prática da ascensão a fim de obtermos esclarecimentos mais profundos, ter uma experiência de iluminação não resulta por si só na transmutação do nosso corpo, Buda após sua iluminação não subiu, ao invés disso experimentou a morte.

Existem três fases básicas para o caminho da realização, as duas primeiras são a personificação da sabedoria e do amor resultando em uma experiência de iluminação em um corpo físico quando ele está em equilíbrio, pode-se permanecer neste equilíbrio indefinidamente enquanto na forma humana com muita determinação e esforço, mesmo quando isto é aperfeiçoado ainda é apenas iluminação terrena que não liberta da condição humana, ela apenas permite tornar-se consciente da condição humana e suas causas.

Ascender o corpo (e assim tornar-se imortal) requer o reconhecimento de que a condição humana em si não é fixa, ao invés disso é simplesmente um aglomerado de sensações, pensamentos, experiências e ideias que dão origem à experiência humana, ascender é transcender a condição humana e tornar-se uma forma de vibração mais elevada do EU existente em uma dimensão de consciência além do corpo físico, temos um corpo porque estamos vibrando entre dois pontos em um espectro vibratório.

Além do ponto mais baixo nós experimentamos a morte, acima do ponto mais alto o corpo é imortal e nós experimentamos a plena ascensão, isto representa a “ascensão fora da matéria” que acabaríamos por querer experimentar uma vez que reconhecemos a ilusão da forma, ao invés de permanecermos no mundo da ilusão como um ser imortal que aparece como um mortal, gostaríamos de encarnar a verdade mais profunda de quem realmente somos, encarnar repetidas vezes no mundo da forma é inútil uma vez que reconhecemos a ilusão do mesmo e aprendemos as lições que a dualidade pode nos ensinar.

A experiência direta da verdade vai iluminar o nossos ser para o fato de que nossos corpos não são mais do que projeções e portanto não estamos realmente aqui.

Se é assim, onde estamos?

A prática da integração espiritual é um processo de assimilação das realizações de nossas experiências e ao fazê-lo a nossa experiência evolui, a realidade da ascensão é muitas vezes percebida como “lá fora”, “outro lugar” e “dimensional superior”, o trabalho é fazer com que o “lá” se torne o novo “aqui”, enquanto essas qualidades de sabedoria de dimensão superior, amor universal e transcendental forem projetadas externamente permaneceremos na separação e portanto não faremos nossa ascensão.

Ascender é compreender tudo o que somos e procurar ir para o nosso interior aplicando a sabedoria da iluminação para o caminho da ascensão, em última análise significa que nós devemos perceber que estamos no caminho e já somos tudo o que procuramos nos tornar, inclusive nos tornar um imortal ascensionado enquanto não há a noção de um caminho há uma busca de algum tipo, quando percebermos que a busca nos leva para fora da nossa verdade de quem nós somos vamos descobrir a maravilhosa percepção das qualidades de um ser ascensionado já existente dentro do nosso ser, uma vez que reconhecemos que todo o restante cuida de si mesmo e da nossa realidade, naturalmente mudamos para refletir esse nível de realização.

Ascensão como um estado de ser

Ascensão não é um lugar mas um estado de ser, a ascensão representa a transcendência completa da condição humana, iluminação é compreender que a condição humana em si é uma ilusão e a crença em sua realidade reforça a nossa ligação com a roda de nascimento e morte, com isso em mente já estamos em casa, o trabalho não é tentar “ascender em outro lugar”, mas descobrir que o “outro lugar” está no seu interior, na plena realização de nossa própria presença estamos em todos os lugares, todos os momentos, todas as realidades e todos os Universos simultaneamente, nós sempre fomos e sempre seremos, mas na descida para a ilusão esquecemos e erroneamente acreditamos que só existimos aqui, equilibrar o caminho da ascensão com o caminho da iluminação é em última análise muito simples, trata-se de despertar para o que somos (Presença Universal) e fazer isso AQUI e AGORA.

Na maestria de estar presente nesta dimensão, nesta realidade, as portas para as outras realidades são abertas, somos seres universais e como todo o Universo está dentro de nosso próprio ser então naturalmente podemos estar presentes nestas outras dimensões também, a verdade mais profunda é que a ascensão é menos sobre “mover a nossa consciência para outro lugar”, e mais sobre tornar-se consciente do “outro lugar” e trazer essa consciência para nossa experiência atual, quanto mais fizermos isso, mais multidimensionais nos tornamos.


Origem: Waking Times | Enlightenment, Ascension and the Illusion of Matter
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: Iluminação, Ascensão e a Ilusão da Matéria | A Luz é Invencível

Texto em inglês: OPENHEARTED REBEL | ENLIGHTENMENT, ASCENSION AND THE ILLUSION OF MATTER

 

EMERGINDO DA CRISÁLIDA COMO UM NOVO SER DE AMOR…

chrysalis

MESTRES ASCENSIONADOS NA FORMA FÍSICA


Por: Kara Schallock
19 de Outubro de 2017

 

Cada um de nós está no próprio Caminho e tem suas próprias missões. Alguns são ativistas, alguns ajudam a limpar as massas de energias antigas, outros compartilham luz, alguns iluminam o caminho das pessoas, enquanto outros aumentam o amor na e sobre a Terra e toda a vida. Existem muitos caminhos e missões na vida.

Nós somos únicos no que compartilhamos, mas todos somos um.
Cada um compartilha a sua maneira, esteja consciente disso ou não.

A consciência é fundamental, pois quando alguém está consciente da sua missão, não importa como se escolha compartilhar sua Luz; eles sabem apenas que fazem isso de forma única. Pode-se estar no que parece ser um trabalho mundano, mas, se esse ser está na alegria e paixão, ele está ciente do que é a sua missão.

A missão de uma pessoa não é um conhecimento mágico. É óbvio para o Ser Consciente. Simplesmente, é preciso analisar mais profundamente com Consciência sobre como eles compartilham sua missão a partir de seu coração. Uma pessoa desperta não compara sua missão com a do outro, percebendo que nenhuma missão é menos ou mais importante do que qualquer outra.

Todos nós chegamos até aqui em nossa expressão como Almas e em nosso Despertar com a Divindade em nosso interior. Este mês, na verdade, prepara-nos para o próximo ano, onde haverá mais integração dos nossos Eus Divinos.

Eu vejo isso como um mês de transição. Nós fizemos tanto trabalho limpando e integrando, que se você observar como você esteve no passado, você não irá reconhecer essa pessoa. A importância é ver como você criou os finais em sua vida, para que você possa começar de novo.

As respostas para o “por que” ficam profundamente abaixo da superfície. Interiorize-se e descubra a dádiva, pois tudo tem um presente de Consciência nele, não importa o quão trágico você perceba ser o evento. À medida que você descobrir o presente, seja grato mesmo enquanto sofre a perda da vida antiga.

Houve uma tremenda liberação, que resultou em uma separação percebida de entes queridos, como um cenário. No entanto, tudo está na Ordem Divina. Você pode se afligir se tiver uma crença na “perda”, mas pergunte-se o que realmente é “perda”. É uma ilusão? Para mim, é ilusão, pois não “perdemos” nada; tudo está conectado, e as coisas podem mudar de forma, o que afeta a vida de uma maneira grandiosa.

Se você puder ver a “perda” como um reajuste e um presente para você, sua consciência se elevará para o próximo nível. Em todas as situações, chega um momento de deixar ir, para que você possa estar em um novo capítulo da vida. Quanto mais você resiste a isso, mais difícil a vida se torna. Permita que o fluxo da Graça o leve através das dificuldades percebidas. (Observe que eu uso a palavra “percebida”, pois tudo está baseado na própria percepção e não é necessariamente Verdade.)

Ainda estamos liberando a antiga ferida da separação. Isso pode ser visto sendo realizado por muitas pessoas, organizações e governos. Muito do passado muito distante também está se manifestando para ser curado. Isso inclui pessoas que conhecemos e não conhecidas na história, santos, gurus, ancestrais e sistemas de crenças inteiras.

Concentre-se em sua missão sem se distrair por tanta dualidade. Aquilo que você foca é o que é criado e poderosamente manifestado. Gaia certamente está liberando muito; ainda assim tudo está na Ordem Divina. Fique fiel a quem você é, sem se atrapalhar.

Estamos criando a Nova Terra à medida que nos concentramos inteiramente em sermos Amor. Assim como cada reino animal tem seu próprio caminho (um grande falcão apareceu apenas como uma confirmação), também nós temos. Cada um de nós também pode estar sendo muito disperso enquanto atravessamos o antigo e o Novo. Isso também vale para as pessoas que nos rodeiam. Seja paciente.

A mente não consegue entender o que é o Novo e há uma tendência para se conectar ao antigo, porque é familiar. No entanto, estamos mais adiante em nosso desejo de abandonar o antigo, então concentre-se no Serviço Divino, esteja na Natureza, medite e lembre-se de que você está fazendo o melhor que pode.

Há uma grande ativação de nossos novos eus para nos calibrar para uma nova forma de ser. Não é como se estivéssemos sozinhos nisso, somos ajudados ao nos envolvermos com as ativações e ao fazermos escolhas conscientes.

Tenha fé completa de que você é guiado pelo seu Eu Supremo, então fique atento a tudo o que você é orientado a fazer, momento a momento. Esta orientação vem na forma de mensagens, tanto internas quanto externas, e através de seu próprio sentimento intuitivo.

À medida que liberamos o velho, talvez não possamos saber o que fazer a seguir. Não se preocupe com isso e nem o analise. Fique no Momento do Agora. A partir deste espaço, você saberá qual o passo a seguir. Nós somos como a lagarta, que se dissolve completamente na crisálida, e com o tempo a Mariposa se forma na totalidade. Leva algum tempo. Afinal, foram necessárias muitas vidas para que criássemos quem somos /éramos, então, seja paciente.

Nós estamos emergindo de nossa crisálida como um Novo Ser de Amor; belo em nossa magnificência. Não estou dizendo que irá demorar várias vidas para sermos completamente Novos; a menos que seja a escolha da sua Alma.

Fique no Agora e coloque todo o seu foco em ser Amor; em seu caminho; em quem você está se tornando. Libere o passado e o futuro. Esteja aqui e agora. Deixe de lado as expectativas sobre como deve ser e abra mão de qualquer ligação que você tenha com planos. No Novo, não há planos. Só existe o Agora.

Uma das melhores maneiras de ancorar o Novo é se entregar. Isso não é passivo. À medida que você se rende ao que é com as intenções do Coração, é como se estivesse em um rio. Sem um remo, é fácil ficar preso em um redemoinho ou em uma rocha ou ramo. Com um remo, você se torna Um com o fluxo. Este é o Movimento empoderado.

Você não está desamparado. Você não é uma vítima das circunstâncias. Você guia seu barco. Entregue-se com intenção ao seu modo preferido de ser. Tome conscientemente uma decisão de estar ativo no Fluxo da Nova Vida. Isso o ajudará a se alinhar com a expressão mais elevada do Amor.

Entregar-se é deixar ir e permitir. Entregar-se com intenção é se alinhar ao seu propósito e ao melhor resultado. A entrega é importante, pois você não controla ou gerencia o Fluxo; você se torna Um com o fluxo. Deixe ir os resultados finais; permita que a sua intenção seja manifestada pela Fonte. Você é a Fonte!

Porque ainda estamos liberando antigas emoções / energias, experimentaremos a liberação de várias maneiras. Você pode urinar ou transpirar muito. Você está eliminando não só velhas emoções, mas as toxinas presas em suas células também.

Somos todos estrelas de outras dimensões. Concordamos em assumir um corpo. Quando fazemos isso, também entramos em qualquer negócio inacabado de outras vidas. Concordamos em não apenas trazer uma consciência superior, mas também purificar os nossos corpos e o planeta de tudo o que não seja Amor. Como uma estrela, você provavelmente é muito empático e sensível às energias.

Através desta limpeza, tornamo-nos ainda mais sensíveis e empáticos, mas tudo isto nos ajuda a navegar pelo mundo através da nossa Intuição e Consciência. A partir deste espaço de consciência elevada, tomamos decisões que ajudam a nos alinhar com a nossa Alma; um aspecto da Fonte.

O Alinhamento ou a fusão com a Alma aumenta nossa vibração e, assim, somos capazes de transformar o antigo no Novo. A meditação ajuda muito com isso, pois a meditação nos alinha com nosso propósito e com a fusão da Alma. Basta inspirar o Amor / Luz da Fonte Divina em seu Coração, no Coração Superior ou Chacra Pineal.

Traga essa Divindade através de todos os seus chacras e células.
Você faz isso com intenção, a respiração e a visualização.

Estamos ancorando nossos Novos projetos, o que nos ajuda a integrar e a manifestar nosso mais elevado potencial. Quando fazemos isso, passamos a uma nova experiência, fisicamente. Isso ocorre porque nossos Corpos de Luz estão mais poderosamente conectados aos nossos corpos terrestres, bem como às dimensões mais elevadas. Esta é a fusão da Alma.

Começaremos a caminhar pela Terra como mestres ascensionados.
O que ser um mestre ascensionado em um corpo humano na Terra significa para você?

Ser um mestre ascensionado na forma humana significa que você assume plena Responsabilidade por todas as suas escolhas, completamente desperto. Você não é uma vítima de nenhuma circunstância. Você é poderoso enquanto você está em sua própria Luz e Sabedoria. Claro, este é apenas um aspecto de ser um mestre ascensionado.


Por favor, respeite os créditos ao compartilhar:

CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://www.soulsticerising.com  /

Fonte: Soulstice Rising | Ascension Notes | Ascended Masters in Physical Form – 18-Oct-2017
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: MESTRES ASCENSIONADOS NA FORMA FÍSICA

REDESPERTANDO A NOSSA CONSCIÊNCIA GALÁCTICA…

consciencia galactica

LUA NOVA EM LIBRA, 19 DE OUTUBRO, 2017: REAVIVAR NOSSA CONSCIÊNCIA GALÁCTICA

  Por: Natalia Alba
em outubro 15, 2017

 

 

“O universo não está fora de vocês. Olhem para dentro de si; tudo que vocês querem, vocês já são”.
Rumi

Meus amados,

Nesta passagem de nossa jornada ascensional, nos encontramos finalmente incorporando e reconhecendo nossa natureza galáctica, que ficou durante muitas eras reduzida, por muitos seres manipuladores e seu desejo de nos fazer cair na ilusão de que somos humanos desprovidos de poder, governados por forças externas. É nesta etapa de nossa jornada para a ascensão – em que ainda estamos navegando através do portal da 4D para o nosso espaço novo da 5D – que a liberação de todos os apegos, que ainda nos impedem de incorporar plenamente nossa essência pentadimensional, é essencial para que possamos nos expandir para os horizontes superiores. É exatamente durante essa passagem, em que devemos apenas nos concentrar no interior, em vez de permitir que as distrações externas nos manipulem.

Neste momento singular, teremos um principal alinhamento macro que abrirá um portal para que possamos incorporar seus códigos de cura e sabedoria estelar. Como vocês podem saber, eu deixei de compartilhar acerca da astrologia tradicional, limitada, sob o meu ponto de vista, para fazê-lo em relação ao que está acontecendo além das cenas físicas/micro, para todos nós, embora eu considere tudo importante, porque tudo nos afeta. Todavia, eu não vou mais compartilhar alinhamentos astrológicos cujo significado raramente varia. Pelo contrário, fui orientada a incluir aquilo que seja novo, porque tudo está mudando continuamente, e compartilhar os alinhamentos que estão além de nosso sistema planetário micro.

Em 19 de outubro teremos uma Lua Nova, no grau 26 de Libra, essa é uma Lua de mudança e até mais com o potencial que advém do alinhamento entre essa Lua e outras forças estelares, porque traz a necessária ajuda cósmica para que nos tornemos a mudança, que estamos tão ávidos para ver no físico. Conforme vocês sabem, Libra trata dos relacionamentos e do equilíbrio, exatamente onde estamos agora, trazendo a unificação para todos os aspectos/polaridades em nosso interior, que ainda estejam separados devido ao nosso eu egoico tridimensional. É o momento de ir além desse significado de trazer equilíbrio e ver o que ocorrerá nesse dia, com novos olhos, porque esse acesso traz expansão, um contato mais elevado, assim como a oportunidade para a unificação.

Nesse dia, a Lua se alinhará com duas forças poderosas externas ao nosso Planeta – as estrelas Arcturus e Spica. Visto que a Lua Nova ocorrerá na constelação de Virgem, cuja estrela principal é Spica e que reside também em Libra. Por outro lado, além disso, temos a estrela Arcturus residindo em Libra e estando muito próxima à Lua também. Esses são os principais alinhamentos que ocorrem em um momento muito específico, quando determinadas estrelas/planetas se reúnem novamente a fim de criar certos portais cósmicos para se alinhar com a nossa zona planetária de espaço/tempo, de modo que seus códigos cósmicos possam ser direcionados para o nosso Planeta.

Isso durará pelo menos um mês, como é bem conhecido pelos que abrem portais, assim como os guardiães, ou mesmo aqueles que viajam, no astral, quando precisam ir a determinado lugar nesta ou em outra galáxia. Esses códigos cósmicos enviados de civilizações específicas, altamente evoluídas, são aqueles que precisamos incorporar a fim de continuar integrando/despertando nossa essência galáctica, porque sempre fomos seres cósmicos, nunca destinados a ser desprovidos de poder ou meros fantoches.

Conforme essa Lua Nova, junto à estrela Spica, é também influenciada por Urano, experimentar uma maior abertura e libertar-nos de nosso medos e dúvidas acerca de nós mesmos será fácil, se soubermos como nos alinhar com essa frequência construtiva, porque a essência de Urano simplesmente é, e isso não significava destruir mas construir, refazer e transmutar. Esse é um bom momento para nos perguntar se criamos internamente, e em nossa vida, as mudanças a que fomos orientados a fazer ou se ainda estamos optando por ficar apegados a determinada crença, substância e/ou pessoa. Tudo e todos que vocês mantêm em sua vida, por força egoica, criam o caos, não o que é necessário para criar, mas o que se destina a destruir, ao continuar concentrando-se no que não é para ser, e sim, ocorrer por uma Inteligência Superior.

Do micro para o macro, essas frequências destinam-se a nos ajudar nesse salto quântico, enquanto continuamos a cruzar os passos finais de nossa nova linha do tempo. Se vocês ainda precisam libertar-se de mais camadas antigas de sua personalidade tridimensional, então, as energias planetárias dessa Lua Nova e seus alinhamentos com outros planetas os ajudarão a fazer isso. Se onde vocês estão, houver  a necessidade de cura e vocês precisarem de ajuda para a incorporação apropriada da essência do seu eu pentadimensional, então, vocês deveriam preferir estabelecer sua mais pura intenção para ser alinhados com as frequências macro do portal Arturiano que, mais uma vez, somente pode ocorrer devido a todos os planetas/estrelas envolvidos fazendo uma formação especial.

Vias Arturianas

Os Arturianos nos oferecem suas vias ou corredores da 5D – que residem em locais sagrados da Terra ou são construídos durante a meditação ou a etapa consciente dos sonhos – para que possamos nos alinhar com a sua frequência e ser transportados para as suas câmeras de cura, onde podemos ser ajudados energeticamente a nos rejuvenescer e nos curar, porque, para onde estamos indo, primeiramente precisamos ser totalmente puros de alguma coisa que ainda nos mantenha fragmentados.

Para poder nos conectar a eles e aos seus corredores pentadimensionais, é preciso manter uma intenção pura de nos conectar com a sua essência de frequência 5D, bem como visualizar, da sua maneira exclusiva, uma ponte para uma linha do tempo mais elevada. Vocês também podem visitar qualquer local sagrado em suas proximidades, enquanto conscientemente invocam a sua ajuda, ao mesmo tempo que vocês criam uma visualização em que sejam transportados para esses pilares de luz da quinta dimensão.

Visto que são os mestres e curadores de si mesmos, vocês descobrirão o seu caminho único para fazer isso. Lembrem-se de que aquilo que pode me servir e a outros, pode não servir para vocês. Acima de tudo, lembrem-se de que a sua orientação superior é o seu Eu Unificado, e não um ser ou força externa, mas é o Você, que reside internamente, e que está sempre à disposição para ajudá-los.

Essas vias pentadimensionais não são apenas para receber a ajuda de cura, mas também são para aqueles que têm o desejo consciente e puro de se reconectar à frequência de quinta dimensão, que estamos ancorando tanto internamente quanto em nosso Planeta. Como vocês podem saber, existem diferentes etapas no caminho da ascensão. Enquanto algumas pessoas estão começando a despertar, outras ainda estão residindo no portal da 4D ou na Terra e/ou começando a ancorar/fazendo uma ponte para o seu eu da 5D, conforme é o caso das almas ascendentes ou sementes estelares.

No entanto, porque vocês têm uma origem terrena não quer dizer que não possam sair do ciclo da reencarnação, que ainda ocorre sob a 4D, e ancorar a frequência 5D internamente. Por isso é que somos ajudados por muitos seres benevolentes que já estão habitando em linhas do tempo mais elevadas, fora da zona do tempo/espaço, para reavivar nossa linhagem galáctica.

Síntese do eu 5D

Como sempre digo, a observação neutra é essencial, para poder reduzir nossa interpretação pessoal da realidade e de quem somos, como um aspecto individualizado da Fonte, e começar a observar, a partir da ausência de julgamentos de nossa consciência eterna, como ainda criamos crenças autoimpostas que nos impedem de avançar. Porque isso é o que nos mantém integrando os novos códigos cósmicos.

Muitas vezes criamos nossos programas mentais, ideias limitadas e fixas acerca de quem somos ou de como as coisas são ou deveriam ser, nem mesmo conscientes do fato de que, ao fazer assim, estamos impedindo que a Verdade Mais Elevada, assim como a consciência, seja incorporada. Falar consigo mesmo de forma negativa é uma outra forma de autoprogramação e de como estamos criando barreiras energéticas, que agem como um escudo para todas as bênçãos que podemos receber. Por quê? Porque cremos que não somos dignos de ter abundância ilimitada, relacionamentos autênticos etc. e que ainda há outro por que no ar acerca do motivo pelo qual alguém não iria querer aceitar todo esse bem.

Bem, há outro programa inconsciente, porém muito real, rodando em seus corpos mentais e emocionais, que é o de punição e culpa, a pior frequência que podemos manter internamente, porque é o oposto de nossa natureza verdadeira. Isso é o que ocorre quando a humanidade ainda não removeu os programas estranhos, autoimpostos e negativos, e porque é crucial que nesta etapa finalmente nos conscientizemos disso e comecemos a desfazer um velho eu, que foi manipulado e controlado, e que sempre nos serviu para perceber quem realmente somos em Essência, e quem não somos.

Para uma adequada autolibertação de tudo a que ainda cedemos o nosso poder, bem como a cura necessária para permitir a incorporação de nosso eu 5D, é fundamental que em primeiro lugar sintetizemos e curemos nossos eus 3D e sua influência. Isso porque, na maioria das vezes, principalmente se o seu Eu Unificado está utilizando a encarnação paralela como um meio de acelerar nossa ascensão, seremos profundamente influenciados por outros eus, que existem neste momento, mesmo neste plano terreno, que podem nos afetar em nossa jornada, porque ainda que criemos a ilusão de ser um aspecto individualizado, eles são Um conosco e os ecos dos seus atos e os próprios processos terão um impacto profundo em nosso processo de cura.

É exatamente por causa disso que deveríamos observar se nossas ações, pensamentos e sentimentos atuais se originam de nosso eu ou se provêm dos eus passados e/ou paralelos que ainda não são chamados de Lar, ou que estejam tendo as próprias experiências, que nos afetam, sem estarmos plenamente cônscios de por que estamos literalmente robotizados para realizar determinados atos. Isso, ainda que eles vão contra os desejos de nossa alma. Às vezes, essas pessoas não possuem carma, mas há outros aspectos seus que estão encarnados na mesma zona de tempo/espaço, que precisam ser comandados para permitir-lhes experimentar sua missão individualizada e experiência humana sem sua influência.

Sensações físicas

Como vocês sabem, cada um de nós é único, de modo que todos experimentaremos sensações físicas onde o nosso corpo processa mais bloqueios devidos às antigas feridas/programas e assim por diante. Eu apenas compartilho os mais comuns, alguns que eu experimentei, caso seja útil. Como sempre digo, nossos corpos estão constantemente falando conosco e somos os únicos que podemos realmente saber o que está acontecendo internamente.

Além disso, lembrem-se de que as sensações físicas são uma manifestação de nossa decisão consciente e processo natural de nossa jornada ascensional, ao nos cuidar em vez de apenas nos concentrar em como isso é difícil para nós, vai nos ajudar a liberá-los em lugar de continuar alimentando nosso desconforto físico.

* Sono pesado – devido ao esforço que o nosso corpo humano está fazendo para liberar mais densidade, que é o motivo porque o corpo precisa dormir para poder curar-se e rejuvenescer.

* Pressão no chacra coronário – isso é devido à alteração que os nossos chacras superiores estão enfrentando quando desce mais Luz de nossa Presença EU SOU, bem como dos códigos cósmicos, que estamos incorporando/decodificando. Eles estão se ajustando a um estado novo e superior.

*  Ansiedade e ataques de pânico – como sempre, ocorrem porque não se está totalmente focado no momento presente, assim como o apego do eu inferior da 3D aos modos de vida antigos.

*  Problemas estomacais – muitas vezes ocorrem quando desintoxicamos nossas células corporais e quando as nossas frequências são integradas conscientemente com o propósito de limpar os nossos corpos físicos e não-físicos de toda a carga passada.

Esse portal será uma grande dádiva para os que escolheram mudar de dentro para fora tudo o que é obsoleto e que os está impedindo de acessar uma linha do tempo mais elevada. A mudança, às vezes, surge quando estamos prontos para confrontar nossas sombras e nossa alma nos desperta, sem estarmos plenamente conscientes, porque ela sabe que estamos prontos para começar uma nova etapa de nossa jornada evolutiva humana.

Outras vezes, a mudança deve ser criada a partir de dentro, a fim de ser o catalisador dessa transformação. Se vocês sentem que mudar é o que precisam fazer, então essas frequências, se bem direcionadas, irão ajudá-los a criar a transformação adequada e necessária para que vocês se desfaçam do velho. A mudança não vem de fora, porque deve ser criada por estarmos plenamente cônscios de como vamos direcionar essa energia que é ao mesmo tempo construtiva e destrutiva.

Tornem-se suas testemunhas eternas, observem onde vocês estão fixados em uma ideia, em um sentimento ou em algo que aconteceu, que vocês ainda continuam repetindo no físico, e que está impedindo que vocês se expandam. Perguntem que mudança gostariam que ocorresse em sua vida e como vocês poderiam trazê-la à forma. Lembrem-se de que, em primeiro lugar, vocês devem descobrir internamente o que está causando esse padrão repetitivo no exterior.

Se quiserem trazer mudança para o seu relacionamento, porque vocês estão sentindo falta de amor incondicional, então, perguntem-se se vocês se amam desse jeito. Se o que vocês gostariam é mais abundância, e estão frustrados, sem saber onde encontrá-la, então vocês não estão ainda reconhecendo o criador ilimitado e abundante que vocês são, visto que ainda se mantêm na carência, esperando que venha de fora, que alguém a produza para vocês. Como seres conscientes, a auto-observação lhes dará a oportunidade de determinar se estão se dirigindo para a linha do tempo que escolheram conscientemente ou se ainda estão cegos pelas próprias ilusões.

Trata-se de uma etapa muito importante de nossa jornada ascensional, amados. A Ascensão não é algo que nos seja concedido pelos Céus, é algo que já temos internamente e que ancoramos no físico por integração consciente. Isso não se faz por pedir às forças externas ou simplesmente ler ou agir, mas por SER e ir além de nossas fronteiras/ilusões humanas para criar essa síntese cósmica com o Todo.

Não vamos nos tornar seres galácticos. Nós já o somos, começamos a reativar nossas antigas memórias estelares e capacidades, há muito fechadas pela manipulação e o consequente resultado de permanecer inconscientes. Nós já estamos despertando novamente quem sempre fomos, algo que é primeiramente feito começando com a unificação de nossas polaridades internas, dissolução de um eu antigo e seus velhos programas, de modo que possamos fazer descer e ancorar um estado de consciência superior em nosso corpo físico.

Para que ocorra a real mestria e ascensão, quando formos capazes de evoluir no físico, quando nos lembrarmos, quando conscientemente trouxermos as maravilhas de Cima para Baixo, quando finalmente se possa apenas ascender em um plano terreno, porque os nossos aspectos mais elevados estão evoluídos e não precisam de evolução, somente os nossos aspectos inferiores precisam aprender a habitar internamente no Amor Divino.

Desejo-lhes uma passagem estelar abençoada, amados!

Que vocês possam escolher permanecer na Presença Iluminada de sua Alma – sempre na luz, na bem-aventurança e no amor com Todos.

Com amor, luz e serviço.

……………………………………………………………………………………………………………………………..

Direitos Autorais:
Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com
Fonte: Star Seed Soul | New Moon in Libra, October 19th, 2017 ~ Reawaking our Galactic Consciousness
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com

Via: ADAVAI | LUA NOVA EM LIBRA, 19 DE OUTUBRO, 2017:

 


Ouça também este artigo através do vídeo:

LUA NOVA E O PORTAL DA CONSCIÊNCIA GALÁCTICA SE ABRE

Publicado por ESSENCIA AYAM Mensagens de Luz

 

Via LUA NOVA E O PORTAL DA CONSCIÊNCIA GALÁCTICA SE ABRE – YouTube


 

É HORA DE ESCOLHER A QUE LADO SERVIR: AO DA LUZ OU AO DAS SOMBRAS…

paz interior

A BUSCA DA PAZ INTERIOR

Arcanjo Miguel_Claudio Gianfardoni

Mensagem de Arcanjo Miguel

Transmitida por: Ronna Vezane
em outubro de 2017

 

Amados mestres, chegou a hora de fazer um inventário do que vocês estão pensando e da energia emocional que estão projetando durante esses dias de conflito, turbulência e estresse em seu planeta. Vocês estão diluindo ou distorcendo a aura de harmonia que vocês criaram em seu entorno ao se permitir ficar aprisionados no caos da criação errônea e da destruição que ocorre no planeta Terra, neste momento? Vocês estão absortos nos cenários que se apresentam, vezes após vezes, por meio da televisão, do rádio e dos jornais? Vocês se permitiram novamente ser atraídos de volta para a densidade do ambiente negativo da ilusão? Se a sua resposta for sim a qualquer uma dessas perguntas, vocês estão abastecendo as vibrações caóticas da situação do mundo com a sua energia, em vez de acrescentar o seu Amor/Luz/Poder ao de outros emissários da paz ao redor do mundo. Vocês permanecerão ao lado daqueles cujo maior desejo é produzir uma solução pacífica para o benefício maior de todos, ou se alinharão involuntariamente com aqueles que desejam perpetuar a separação, o sofrimento e a dominação?

Com isso, não queremos dizer que vocês não deveriam se informar quanto ao que está acontecendo no mundo, mas estamos dizendo que, agora, como nunca antes, vocês precisam superar o que está ocorrendo e se juntar a nós, como observadores, a partir de uma perspectiva superior, onde não há um modo certo ou errado, apenas diferentes nuances da verdade e diferentes motivos, um ponto de vista em que nenhuma raça, país ou religião seja totalmente justo ou inculpe, nem totalmente errado. Lembrem-se, todas e quaisquer Almas na Terra carregam uma Centelha do Divino internamente. Vocês devem permanecer centrados no coração e sintonizados com o seu Eu Superior, com uma consciência inspirada no espírito, de modo que suas ações e decisões estejam sempre alinhadas com o Plano Divino. Então, amados, vocês permanecerão entre as fileiras dos justos cujo desejo maior é fazer com que a Terra e a humanidade voltem a um verdadeiro estado de coexistência pacífica em um ambiente onde nosso Deus Pai/Mãe reine supremo.

Admitimos que haja os que concordaram em representar o “advogado do diabo”, aqueles que estão lhes apresentando o seu lado sombrio em sua forma mais destrutiva. Há outros que alegam justificadamente ter somente os motivos mais elevados e mais altruístas, mas percebemos e reconhecemos os motivos ocultos por trás das decisões que são tomadas e das ações que são iniciadas em nome da paz e da justiça. O jogo da dualidade está sendo representado na Terra em sua forma mais dramática exatamente neste momento, e depende de vocês se serão ou não atraídos para o turbilhão da espiral descendente da ação cármica de massa que está acontecendo agora.

Falamos muitas vezes acerca das leis de causa e efeito ou de que para cada ação há uma reação. O que resulta naquilo que se conhece como carma negativo ou positivo. Durante muitas eras, vocês, como Iluminados, vêm trabalhando diligentemente para trazer ao equilíbrio o seu carma pessoal, carma ancestral e influências cármicas raciais. Esta foi uma parte importante do jogo da dualidade e da polaridade: retornar ao equilíbrio e à harmonia em todas as Facetas do seu Ser. E assim, o que acontecerá agora, à medida que os ventos da guerra, do conflito e da destruição rodopiam como uma nuvem escura e pesada ao redor da Terra, tocando e afetando tudo e todos? Depende do que vocês estão sentindo e pensando, meus queridos, o que estiver em sua mente e em seu coração, quanto a se vocês permanecerão firmemente na Luz ou agregarão às formas-pensamento de carma negativo que estão sendo criadas a cada momento. Muitos dentre vocês foram admiravelmente bem-sucedidos em equilibrar o seu registro cármico da vida, e deixem-nos chamá-lo de “Livro-caixa da Vida”. Em que vocês têm uma coluna de mais e uma de menos, e a sua meta é transformar os menos em mais, ou em padrões energéticos positivos.

Não estamos lhes pedindo que se sentem passivamente à beira da estrada e não façam nada. Vocês estão sendo convidados a levantar-se e ser considerados, porque a sua energia dinâmica da Força Vital é necessária agora como nunca antes. Vocês são muito mais poderosos do que conseguem imaginar, meus corajosos amigos; vocês estão desempenhando um papel importante em conseguir uma solução pacífica para uma situação mundial muito inquietante.  A energia que vocês estão irradiando, a partir do centro do seu coração, tem tanta influência no resultado desse grande conflito como aqueles que estão nas “linhas de frente”. Vocês, também, estão nas linhas de frente, por assim dizer, porque vocês possuem a capacidade de entrar em contato com a substância não manifestada do Criador e moldá-la em formas-pensamento e ações poderosas que podem sobrepujar qualquer adversidade. Aquelas almas corajosas que foram chamadas ao campo de batalha, independentemente do lado em que estejam lutando, se estão fazendo isso com um desejo de verdadeira justiça para todos e com compaixão de espírito por seus semelhantes, em vez de ódio, desejo de vingança e de escravizar ou controlar os demais, então, eles estão atuando como guerreiros justos e as forças dos Céus estão com eles.

O fato de utilizarmos expressões tais como, “Guerreiros da Paz” e “Guerreiros da Luz”, ou o que pode ser interpretado como terminologia combativa, tem perturbado e confundido muitos de vocês. Aqui, novamente, existem muitas interpretações diferentes e facetas diferentes da verdade. Desde que a Terra e a humanidade caíram na densidade da separação e da dor, temos lutado diligentemente por vocês e com vocês. Lutamos com as sombras da ilusão e a negatividade criadas pelas crenças da consciência de massa do medo, culpa e desmerecimento. Lutamos para ajudá-los a se reconectar à sua divindade e se lembrar de como vocês são realmente magníficos. Cumprimos diligentemente as ordens e as diretrizes transmitidas por nosso Deus Pai/Mãe e o Criador: “Ajudem nossos filhos a retornar à Luz e recuperar sua Herança Divina”. Sim, estamos envolvidos durante eras em uma guerra entre a Luz do Criador e as sombras da humanidade, mas nossas armas foram o amor, a compaixão, a compreensão e o apoio, à medida que vocês atravessam os vales do desespero e buscam planar no topo da montanha da esperança e da iluminação.

Se vocês se juntarem a nós em nossos esforços de trazer a Luz para o mundo sombrio e para o coração da humanidade; se vocês permanecerem firmemente em suas convicções de que, no final das contas, prevalecerão (sabendo que somente nosso Deus Pai/Mãe conhece o quadro total e qual é verdadeiramente o melhor resultado); se vocês puderem manter uma sensação de paz e alegria internamente, e irradiar o amor expansivo do Criador para TODA a humanidade; então, vocês são realmente  guerreiros em nossas Legiões de Luz.

Aqueles que protestam, gritam e marcham pela paz estão acrescentando a sua energia ao caldeirão do caos. Eles não estão oferecendo soluções ou adotando ações positivas, mas culpando e protestando contra as ações dos outros, embora declarem que a não ação é a única maneira de alcançar a paz e a harmonia. Trata-se de outra forma de ficar em cima do muro ou não tomar uma posição.  Dissemos muitas vezes que é o momento de “sair de cima do muro”. se vocês puderem manter uma sensação de paz e alegria internamente, e irradiar o amor expansivo do Criador para TODA a humanidade; então, vocês são realmente  guerreiros em nossas Legiões de Luz. É hora de declarar de que lado vocês servirão: à Luz ou às sombras. É hora de declarar que vocês são Emissários da Luz, cintilantes Centelhas Divinas e cocriadores do amor, da alegria, da abundância e da harmonia, ou que são seres humanos que estão dispostos a tomar o caminho fácil, ao seguir os ditames alheios, deixando de lado, assim, o seu Direito de Nascimento Divino.

“Paz” é uma palavra frequentemente usada nestes tempos inquietantes, e isso pode ser interpretado de diversas formas. Vocês utilizam a expressão: “paz mental”, que quer dizer ter um estado mental calmo e tranquilo, que é livre de discórdia, de pensamentos desarmônicos ou conflito mental. Paz pode significar um acordo mútuo entre duas pessoas, uma família, um grupo, vizinhos, cidade ou nação, que beneficia a todos que estão envolvidos e que produz uma atmosfera calma, serena e segura, assim como uma ordem legal. Pode também significar um tratado ou acordo para prevenir ou impedir um conflito entre duas facções dissidentes. Vocês podem ser chamados de pessoas pacíficas ou pacifistas porque estão inclinados a buscar um ambiente pacífico ou a promovê-lo. Vocês podem “buscar a paz” ou se empenhar em “manter a paz” por meio de ações conciliatórias ou por resolver desacordos por meio de compromisso. A paz é o resultado final de se conseguir harmonia e equilíbrio em qualquer situação. A paz nunca é atingida pela natureza emocional ou pela mente egoica, mas por meio das energias de vibrações mais elevadas do espírito, que sempre buscam o maior e melhor resultado para TODOS os envolvidos. Em seu mundo de dualidade e polaridade, o objetivo ideal é buscar a harmonia e o equilíbrio em todas as coisas, mas essa harmonia deve começar a partir de dentro. Deve florescer no coração, enquanto vocês permitem que o espírito descenda e, mais uma vez, assuma o domínio em seu receptáculo físico. Então, vocês começarão a ver através de olhos filtrados pelo amor e escutar com ouvidos temperados pela compaixão. Vocês saberão que tudo de que precisam é seu, é só pedir, e não buscarão mais tomar o que pertence ao outro.

Vocês sempre se empenham por uma solução em que todos ganham e reconhecem que quando alguém perde, todos perdem também. Vocês se tornam campeões da Luz e caminham suave, porém corajosamente, enquanto carregam a resplandecente espada etérica da vontade, da honra, da verdade e da justiça divinas. Vocês afirmam qual é a sua verdade e a vivem firmemente com integridade e humildade, ensinando pelo exemplo, e permitem a todos os outros o mesmo direito. Vocês devem primeiramente buscar a paz interna, amados, e quando encontrarem o que estão procurando, vocês irradiarão uma aura de paz para o mundo, onde será reunida e ampliada com a dos outros de natureza pacífica e harmoniosa.

Juntos, e em grande número, vocês podem superar qualquer adversidade, e podem criar e aprimorar as células/áreas de Luz que vocês estão construindo na Terra, assim como na quinta dimensão. E quando aquelas formas-pensamento de Luz alcançar um determinado nível de ampliação, elas começarão a se manifestar de modo milagroso no plano terreno. Muitas de suas visões estão se aproximando deste ponto e se manifestarão aparentemente sem esforço. Os toques finais estão sendo dados e os preparativos estão quase concluídos, corações corajosos; agora observem os resultados maravilhosos de todos os seus esforços perseverantes.

A desumanidade dos humanos em relação a uns contra os outros tem sido um processo contínuo e incessante desde a queda na densidade. A coexistência pacífica quase nunca foi o resultado final de um conflito. A intenção subjacente foi, na maioria das vezes, conquistar, desapropriar e forçar os outros à submissão, sem qualquer consideração pelo bem-estar daqueles aprisionados no meio disso ou forçados a lutar.

Explicamos diversas vezes como o abismo entre a Luz e as sombras está se ampliando, quase como se um mundo repleto de padrões vibratórios de Luz estivesse sendo sobreposto a um mundo de terceira e quarta dimensões de ilusão e sombras. Essa condição está se tornando mais dramaticamente definida a cada dia. É imprescindível que vocês permaneçam vigilantes, centrados no coração e inspirados pelo espírito em todos os momentos. Vocês precisam aprender a estabelecer limites energéticos e reforçar de modo constante o seu escudo ou coluna da Luz protetora do Criador. Vocês devem escutar os sussurros do seu coração, porque é aí que os seus guias angélicos e professores deixarão os tesouros da sabedoria para que vocês os acessem e utilizem.

Interiorizem-se, meus fiéis companheiros, e se lembrem de como há muitas eras, planamos através do Universo, juntos, criando novas galáxias, mundos e civilizações, além dos seus sonhos mais extravagantes. Lembram-se de como vocês tiveram à sua disposição toda a substância da Criação Divina e tudo o que precisavam fazer era moldá-la em forma com a sua mente? Lembram-se de como tudo o que vocês tinham que fazer era imaginar algo, e isso milagrosamente aparecia diante de vocês? Tentem lembrar-se das muitas formas que vocês assumiram, algumas humanas, mas também muitas formas diferentes, em uma variedade de composições, texturas e características, sendo tudo belo e perfeito aos olhos de nosso Deus Pai/Mãe. É importante que vocês se lembrem de que experimentaram cada Raça Raiz que já povoou a Terra, o que significa que vocês já foram de toda cor e carregaram as características de toda Raça agora encarnada em seu planeta. Estamos lhes dizendo que vocês são seres multifacetados, que experimentaram todas as riquezas e diversidade que esta Terra, este sistema solar, esta galáxia e Universo têm para oferecer. E, assim, como vocês podem julgar seus irmãos e irmãs, porque nesta existência eles têm uma pele de cor diferente da de vocês, porque eles têm costumes diferentes, creem e adoram de modo diferente ou invocam seu Deus com um nome diferente? Já se disse, mas convém repetir novamente: “QUANDO VOCÊS FAZEM ISSO, ESTÃO APENAS JULGANDO A SI MESMOS”.

Lembrem-se, amados, durante esses períodos de grande mudança, vocês podem fazer a diferença. Deixem brilhar o seu Amor/Luz para que todos vejam. Permitam-nos ajudá-los a realizar a sua missão terrena e acolhê-los com o nosso amor. Juntos, prevaleceremos.

EU SOU ARCANJO MIGUEL

 


Direitos Autorais:

Transmitida por Ronna /Escriba Sagrada * Como a pessoa que transmite este artigo, eu, Ronna, reivindico os direitos autorais universais em nome do Arcanjo Miguel. A publicação em sites é permitida, contanto que a informação não seja alterada, suprimida ou acrescentada, e o crédito da autoria, o meu e-mail e o endereço do site sejam incluídos. Pode ser publicado em jornais, revistas ou impressão pública com a permissão de: RonnaStar@earthlink.net.

Fonte: Star Quest Mastery | SEEKING PEACE FROM WITHIN
Tradução: Ivete Adavaí Brito – adavai@me.com www.adavai.wordpress.com
N.T.: O mesmo procedimento deve ser seguido no caso de se publicar a presente tradução, isto é, dar os créditos à tradutora

Via: ADAVAI | ARCANJO MIGUEL – outubro de 2017

ALCANÇANDO O SEU EU SUPERIOR ATRAVÉS DA ILUMINAÇÃO AUTÊNTICA…

True Enllightenment

A ILUMINAÇÃO AUTÊNTICA

Enllightenment16sig (edited)
Mensagem do Nosso Eu Divino canalizada por Ute Posegga-Rudel

 

Amados!

Se a iluminação é o que você deseja, é importante entender a diferença! Sua definição depende do entendimento de que é baseado o seu ponto de vista e a capacidade de discernimento espiritual.

Existem tantas definições de iluminação assim como existem paradigmas. Assim, ao que parece, a iluminação é relativa.

No entanto, EU NÃO estou Falando sobre a iluminação relativa.

Eu Falo da Autêntica ou Radical Iluminação, que é a mais Profunda Iluminação que um ser humano é capaz de realizar.

Os níveis a serem conhecidos e definidos são sua própria tarefa, à medida que avança através da sua evolução na consciência ao você experimentar muitas formas de despertares relativos enquanto a sua consciência se expande. Cada passo, em seguida, exige você estar plenamente consciente do seu nível de compreensão atual, em todos os detalhes das faculdades humanas e como elas projetam seu conteúdo para o Universo ou estão sendo espelhadas por Ele.

Você vai entender que os níveis são fluidos e estão se fundindo um no outro. Em qualquer nível de consciência que você esteja, você provavelmente vai pensar que esta é toda a verdade.

Mas quanto mais sábio você se torna, mais você sabe que toda a verdade nunca pode ser percebida enquanto você está identificado como uma pessoa finita, uma alma individual, um ser que vive principalmente da mente, mesmo a mente sutil e, além do coração-mente, que é baseado em sua personalidade mais profunda ou Eu Superior.

O Iluminismo Radical não é sobre ponto de vista, níveis e dimensões, qualquer tipo de inclusão ou exclusão. Ele envolve a todos, mesmo que você não possa aceitar neste e em outros mundos; e tudo o que é obscuro/suas Sombras, cruel, injusto, deturpado, hipócrita, não confiável, enganador e muito mais. Tudo o que você negar, e nunca enfrentar, começa ir diretamente para a sua face.

Para ser Verdadeiramente Livre, requer o seu envolvimento e transcendência de tudo isso – sem re-ação, re-sistência, a constrição de afastar-se – o seu corpo-mente expandido e totalmente desperto na Minha Radiância Divina que é o seu Próprio Estado Natural de Consciência. Seu corpo-mente, totalmente Iluminado e Impregnado, da cabeça aos pés, pela Divina Fonte-Luz que é a sua Verdadeira Natureza, e até mesmo seu Corpo-Mente Iluminado transcendido Naquela Consciência Que É Amor Puro e Radiância, sem limitação, separação e a alternância de Luz e escuridão.

Enquanto você acolhe a totalidade das Sombras e suas aparências, você admite que você é Tudo O Que Existe, sem exceção, sem medo, sem repulsa – que é em última análise uma contração sobre si mesmo – longe do meu Estado Expandido de Radiância Infinita, que também é SEU.

Este abraço é um choque para o seu sistema, ele não chega com uma “boa” sensação, uma doce Divina ideia, porque é o Poder da Realidade de si mesmo que está Comunicando para Você A Totalidade da Existência.

Por isso sei que você está preparando o seu corpo-mente para esta Revelação através de um processo de purificação intensa que inclui Frequência e Luz – e Graça! Ela exige força física, emocional e espiritual e não é apenas uma viagem superficial em uma visionária ilusão terrena.

É o remédio amargo e difícil de ser engolido para curar a própria Essência do seu Ser e tornar-se inteiro novamente como a Radiância do Amor e Luz Consciente!

A vida é ensinamento e convida-o constantemente a integrar todas as suas experiências de forma que você viva-as plenamente para ir além, seja o que for, até mesmo aquelas que você chama de “boas” experiências, porque elas são apenas isso: experiências via o seu corpo-mente. Seu corpo-mente é apenas uma ferramenta para navegar através das dimensões, incluindo através das dimensões mais elevadas, com um corpo sutil.

Mas Vocês São Realmente Consciência Pura e Energia Radiante e Amor que não “necessita” um corpo, nem mesmo uma mente para Existir; que não “necessita” o jogo das dimensões.

EU SOU – Você É – desde o início e para além disso.

Realizar isso, é A ILUMINAÇÃO AUTÊNTICA porque isso é sempre o Seu Divino Estado Natural Elevado.

Eu sou seu Divino-Eu!

 


Direitos Autorais:
Copyright©. Todos os direitos reservados: Ute Posegga-Rudel, 2012.
http://radiantlyhappy.blogspot.com
Compartilhar esta mensagem somente é permitido em conjunto com esta informação e sem quaisquer alterações e mantendo a imagem original. Se você tiver perguntas sobre o compartilhamento, por favor, contate-me via transformation33@gmail.com
Obrigada, Ute.

Fonte: MESSAGES FROM THE REALMS OF LIGHT/2016/10 | OUR GOD-SELF: TRUE ENLIGHTENMENT
Tradução: Vilma Capuano <vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: A Iluminação Autêntica Nosso Eu Divino canalizado por Ute Possega 07.10.16

 

A RESPIRAÇÃO É UMA PONTE ENTRE VOCÊ E O UNIVERSO…

Deep Breath_Melanie Weidner

Respiração: Porta para uma Nova Dimensão

BREATH DOORWAY TO A NEW DIMENSION (edited)

Por: Osho

Estamos respirando continuamente desde o momento do nascimento até o momento da morte. Tudo muda entre esses dois pontos. Tudo muda, nada permanece o mesmo;

Somente a respiração é algo constante entre o nascimento e a morte.

A criança se tornará um jovem; o jovem envelhecerá. Ele ficará doente, seu corpo se tornará feio, doente; tudo mudará. Ele será feliz, infeliz, em sofrimento; tudo continuará mudando. Mas o que quer que aconteça entre esses dois pontos, a pessoa tem que respirar. Seja feliz ou infeliz, jovem ou idoso, bem sucedido ou não – o que quer que você seja, isso é irrelevante – uma coisa é certa: entre esses dois pontos do nascimento e da morte você precisa respirar.

Respirar será um fluxo continuo; nenhum intervalo é possível. Se mesmo por um instante você esquecer de respirar, você não será mais. Eis porque não é exigido de você respirar, porque então seria difícil. Alguém poderia esquecer de respirar por um momento, e então nada poderia ser feito. Assim, realmente, você não está respirando, porque você não é necessário. Você está bem adormecido, e a respiração continua; você está inconsciente, e a respiração continua; você está em coma profundo, e a respiração continua. Você não é solicitado; o respirar é algo que continua apesar de você.

Esse é um dos fatores constantes na sua personalidade – essa é a primeira coisa. É algo que é muito essencial e básico para a vida – essa é a segunda coisa.

Você não pode viver sem a respiração. Portanto, respiração e vida se tornaram sinônimos. Respirar é o mecanismo da vida, e a vida está profundamente relacionada com o respirar. Eis porque na Índia chamamos isso de prana. Temos dado uma palavra para ambos: prana significa vitalidade, vivacidade. Sua vida é a sua respiração.

Terceiro, sua respiração é uma ponte entre você e seu corpo.

Constantemente, a respiração está interligando você com o seu corpo, lhe conectando, lhe relacionando com o seu corpo. A respiração não é somente uma ponte para o seu corpo, é também uma ponte entre você e o universo. O corpo é apenas o universo que veio até você, que está mais perto de você.

Seu corpo é parte do universo. Tudo no corpo é parte do universo – cada partícula, cada célula. È a abordagem mais próxima para o universo. A respiração é a ponte. Se a ponte for partida, você não está mais no corpo. Se a ponte for partida, você não está mais no universo. Você se move para alguma dimensão desconhecida; então você não pode ser mais encontrado no espaço/tempo.

A respiração, portanto, se torna muito importante… a coisa mais significativa. Se você puder fazer alguma coisa com a respiração, você irá repentinamente estar no presente. Se você puder fazer alguma coisa com a respiração, você irá alcançar a fonte da vida. Se você puder fazer alguma coisa com a respiração, você pode transcender o tempo e o espaço. Se você puder fazer alguma coisa com a respiração, você estará no mundo e também além dele.

A respiração tem dois pontos. Um é onde ela toca o corpo e o universo, e o outro é onde ela toca você e aquilo que transcende o universo.

Conhecemos somente uma parte da respiração. Quando ela se move para o universo, para o corpo, nós a conhecemos. Mas ela está sempre se movendo do corpo para o “não-corpo”, do “não-corpo” para o corpo. Não conhecemos o outro ponto. Se você se tornar cônscio do outro ponto, do outro lado da ponte, do outro pólo da ponte, repentinamente você será transformado, transplantado para uma dimensão diferente.

O indivíduo não precisa praticar um estilo particular de respiração, um sistema particular de respiração ou um ritmo particular de respiração – não! A pessoa precisa tomar a respiração como ela é. A pessoa precisa apenas tornar-se cônscia de certos pontos da respiração.

Existem certos pontos, mas não estamos cônscios deles. Temos estado respirando e continuaremos a respirar – nascemos respirando e morreremos respirando – mas não estamos cônscios de certos pontos. E isso é estranho. O homem está buscando, investigando fundo no espaço. O homem está indo para a lua; o homem está tentando alcançar mais longe, da terra para o espaço, e o homem ainda não aprendeu a parte mais próxima de sua vida.

Existem certos pontos na respiração os quais você nunca observou, e esses pontos são as portas – as portas mais próximas a você, de onde você pode entrar para um mundo diferente, para um ser diferente, para uma consciência diferente.

Osho, The Book of Secrets, Discurso #3

Para continuar a ler em inglês, click aqui


Via: Respiração: Porta para uma Nova Dimensão OSHO Meditation – Mindfulness and the Science of the Inner

CELEBRANDO O DIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS COM MUITA PAZ, LUZ E SABEDORIA…

 

militao dos santos-arte naif-Sao_Francisco_de_Assis

São Francisco,  obra de  Militão dos Santos

 

4/10 – Dia de São Francisco de Assis – Mestre Kuthumi

 

Sao Francisco-Kuthumi

Publicado por: Heloísa Lassálvia

 

Uma das encarnações de Mestre Kuthumi  foi Francesco Bernardone (1182-1226), filho de um mercador de tecidos muito rico, que herdou a finura de espírito do pai e o romantismo da mãe. Teve uma juventude agitada e brilhante: participava dos torneios esportivos em Assis e sempre se destacava. Por volta dos 20 anos, passou a interessar-se pela religião. Foi preso (foi o primeiro a questionar o capitalismo), ficou doente, e foi nessa ocasião que começou a a ter visões. Ao sair da prisão, doou todos os seus bens e começou a esmolar (certa ocasião um leproso lhe pediu uma caridade e Francesco sentiu repugnância, mas, vencendo o próprio sentimento, ofereceu a sua esmola e ainda beijou-lhe a mão).

Envergonhado, o Pai foi aconselhar-se com o Bispo, que sugeriu exigir de volta todo o dinheiro que o filho havia dado aos pobres. Feito isso, e não tendo mais nada, ele tirou a roupa do corpo, dizendo que era apenas o que possuía e que, dali em diante, não mais diria pai Bernardone e sim Pai Nosso que está no céu.

Alguns amigos o acompanharam nesse novo modo de vida, que foi o começo da Primeira Ordem Franciscana. Dois anos depois, uma jovem de nome Clara, junto com algumas amigas, também se uniram a ele, quando foi fundada a Segunda Ordem Franciscana ou Ordem das Clarissas. Tempos depois, esse grupo possuía mais de 5 mil frades e também a Terceira Ordem Franciscana.

Jamais alguém se irmanou mais do que Francisco de Assis com o Sol, a Lua, as Estrelas, as flores, os animais e pássaros, com os quais conversava. Foi dele a ideia de comemorar o Natal em torno do presépio.

.

Orações para fazer em casa:

• Bem Amado Mestre Kuthumi, agradecemos pela Vossa Presença em nossas vidas também como São Francisco de Assis que nos ensinou a humildade, como também o amor e respeito com os animais. Jamais alguém se irmanou mais do que Vós com o sol, a Lua, as Estrelas, as flores, os animais e pássaros.

• Hoje, no Vosso dia, pedimos a Vossa bênção para todos seres que pertencem a almas grupo. Que cada animal, cada companheiro nosso que compartilha ou que tenha compartilhado de nossas vidas, alcance a sua alma individualizada.

• Vamos então, todos imaginar que neste momento estamos num lindo campo de flores amarelas. E conosco estão aqueles que são ou que já foram nossos fieis companheiros: nossos animais de estimação.

• Mentalmente, vamos segurá-los no colo, afagá-los e olhar bem nos seus olhos e agradecer pelo amor, companheirismo e fidelidade que sempre nos ofertaram. (pausa)

• E bem no meio do campo florido está São Francisco de Assis.

• Vamos então formar um círculo ao redor de São Francisco e soltar nossos amiguinhos que alegres correm para Ele.

• A todos, um por um, São Francisco acaricia e abençoa.

• Vamos então mentalmente darmos as mãos e juntos em agradecimento orarmos para todos animais do Planeta Terra…

RITUAL

▪ Acenda  uma vela amarela.

▪ Visualize sobre a cabeça um Cálice de Luz dourada simbolizando a elevação da sua consciência aos planos superiores de luz.

▪ Faça seus pedidos, pedindo também que seja abençoado com discernimento, sabedoria, compreensão, tolerância, passividade, generosidade, espírito de compreensão, humildade e fraternidade, que são as virtudes da Chama Dourada do segundo Raio Cósmico de Mestre Kuthumi.

MEDITAÇÃO

Vamos abrir o nosso chacra cardíaco no centro do peito como um grande Sol Rosa, na Chama do Amor Incondicional, e irradiar Gratidão eterna ao nosso sempre Bem-amado Mestre Kuthumi.

Visualizemos sobre a nossa cabeça um grande Cálice de Luz Dourada, na força da Iluminação, simbolizando a elevação da nossa consciência ao Templo da segunda Esfera de Luz da Sabedoria, Discernimento e Iluminação.

Bem-amado Mestre, agradecemos pela Vossa Presença em nossas vidas sempre nos orientando a reencontrarmos, através da simplicidade, o Poder de Renascer na Fé e Equilíbrio, Discernimento e Iluminação, para que a Sabedoria atraia o conhecimento em nosso aprendizado da verdadeira percepção da Luz.

Agradecemos também pela vossa encarnação como São Francisco de Assis, que nos ensinou a humildade, o amor e o respeito com os animais. Jamais alguém se irmanou mais do que Vós com o Sol, a Lua, as Estrelas, as flores, os animais e pássaros.

Assim em total sintonia com a maestria de Mestre Kuthumi, vamos inspirar profundamente e ao expirar vamos nos projetar para o seu Templo de Luz, na Caxemira, o Templo da Sabedoria, aos pés do Himalaia. Nesse santuário espiritual de paz e reflexão, brilha a luz do Grande Sol Central.

Lá estão reunidos os irmãos de manto amarelo, que recebem a todos que desejam manter a mente aberta, mas SEMPRE com humildade.

E, neste dia consagrado à força da Iluminação, somos abençoados pela Chama Dourada que, do reflexo de seu Cálice, nos banha como uma cascata de luz dourada, que nos brinda com suas virtudes divinas.

Vamos ficar em silencio por alguns momentos, concentrados apenas nesse caudal de Luz, para que possamos ser abençoados com as virtudes da segunda Esfera de Luz. Permitamos que essa Luz Dourada transpasse todo o nosso ser para recebermos as bênçãos de:

Humildade, Compreensão e Tolerância
Discernimento e Bom senso
Paciência, Generosidade e Confiança
Passividade e espírito de colaboração
Sabedoria na Busca do conhecimento
Paz e Fraternidade
E Iluminação de uma nova consciência, uma consciência mais elevada.

Bem-amado Mestre Kuthumi, neste Vosso dia, vos rogamos: enquanto o nosso corpo físico estiver adormecido, ensinai-nos a mergulhar completamente na Chama Dourada da Iluminação e preencher nossa consciência com a força do Conhecimento, a fim de realizarmos com Sabedoria o que o Plano Divino espera de todos nós. Que assim seja!

.

Bênçãos para todos os animais

Bem Amado Mestre Kuthumi, queremos também vos agradecer que quando como São Francisco de Assis, Vós nos ensinastes a amar e respeitar os animais.

Hoje, pedimos a Vossa bênção especial para cada animal, cada companheiro nosso que compartilha ou que já tenha compartilhado de nossas vidas, para que alcance a sua alma individualizada, a sua Ascensão.

Vamos, então, orar pelas bênçãos dos nossos queridos animais.

PARA TODOS OS ANIMAIS

ABENÇOADO SOIS VÓS, Ó DEUS, CRIADOR DE TODAS AS CRIATURAS VIVAS.

NO QUINTO E SEXTA DIA DA CRIAÇÃO VÓS CRIASTES OS PEIXES NOS OCEANOS, PÁSSAROS NO AR E ANIMAIS NA TERRA

VÓS INSPIRASTES SÃO FRANCISCO A CHAMAR TODOS OS ANIMAIS DE SEUS IRMÃOS E IRMÃS.

PEDIMOS QUE POSSAIS ABENÇOAR ESTE MEU AMIGO ANIMAL.

PELO PODER DO VOSSO AMOR, FAZEI COM QUE ELE VIVA DE ACORDO COM VOSSO PLANO DIVINO.

QUE SEMPRE POSSAMOS LOUVAR -VOS, POR TODA A BELEZA DA CRIAÇÃO

ABENÇOADO SOIS VÓS, NOSSO DEUS, PRESENTE EM TODAS AS VOSSAS CRIATURAS!

AMÉM!

.

A Prece que São Francisco nos legou

SENHOR,

No silêncio deste dia (que amanhece),
Venho pedir-Te a Paz, a Sabedoria, a Força.
Quero olhar hoje o mundo com olhos cheios de amor, ser paciente, compreensivo, manso e prudente.
Ver além das aparências, teus filhos, Como Tu mesmo os vê, e assim … não ver senão o bem em cada um.
Cerra meus ouvidos de toda calúnia,
Guarda minha língua de toda a maldade.
Que só de bênçãos se encha meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre,
Que todos quantos se acheguem a mim,
Sintam a Tua Presença.
Reveste-me de Tua beleza, Senhor,
E que no decurso deste dia, Eu Te revele a todos.

SENHOR,

Fazei de mim um instrumento de vossa paz !
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvida, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.

Onde houver trevas, que eu leve a luz !
Ó Mestre,
fazei que eu procure mais consolar

Que ser consolado.
Compreender, que ser compreendido.

Amar, que ser amado.
Pois é dando, que se recebe.
Perdoando, que se é perdoado e
é morrendo, que se vive para a vida eterna

Amém!

                  

Luz, Paz e Amor

Heloísa Lassálvia

 


Via: Sábado, 4/10 – Dia de São Francisco de Assis – Mestre Kuthumi « Heloisa Lassalvia « Orações

RELAÇÕES CÁRMICAS, RELACIONAMENTOS CURADORES E UNIÃO DE ALMAS GÊMEAS…

Almas Gemeas_Nequitz

Relacionamentos na Nova Era

Jesus

Jeshua

Através de Pamela Kribbe

 

Esta canalização foi apresentada ao vivo, no dia 5 de fevereiro de 2006, em Oisterwijk, Holanda. O texto falado foi ligeiramente modificado para facilitar a leitura.

Queridos amigos,

É com muita alegria e felicidade que estou hoje aqui com vocês. Minha energia flui entre vocês e, como vocês podem sentir, isto não é uma palestra no sentido tradicional. Eu estou passando uma certa energia (além das informações) e vocês fazem parte disto, tanto quanto Pamela e Guerrit. Aos estarmos juntos aqui, nós criamos um campo ou vórtice de energia nesta sala, nesta abertura para a Terra. Portanto, este lugar é sagrado. Qualquer lugar onde pessoas – anjos em corpos humanos – se reúnem e se unem na intenção de semear sua luz na Terra, o solo torna-se sagrado.

Eu gostaria de falar brevemente alguma coisa sobre o fenômeno da “canalização”, que se tornou tão popular ultimamente. Todos vocês conhecem o conceito de “prana”, que é empregado na ioga e na filosofia oriental. Prana é uma energia espiritual que vocês levam para dentro de si a cada inspiração. A idéia é que vocês não respiram simplesmente oxigênio quando inspiram, mas também uma energia de força vital, uma energia cósmica que ultrapassa o físico e que os capacita a viver. Agora, o que eu queria pontuar é o seguinte: assim como todo mundo inala prana junto com o oxigênio ao respirar, todo mundo canaliza continuamente a seu próprio modo. A canalização não é reservada para poucas pessoas com dons especiais. A canalização é a coisa mais natural do mundo. Vejam, vocês não podem viver sem a energia cósmica. Vocês não podem existir, viver e se desenvolver sem inspirar a energia cósmica. Assim como vocês não podem viver apenas com oxigênio, vocês também não podem funcionar – nem mesmo de uma forma básica – sem alguma conexão com a energia cósmica, que é o seu lar. Terra e cosmos, oxigênio e prana, ambos são necessários para que vocês se manifestem completamente como seres humanos na realidade terrena.

Na primeira canalização desta nova série, Eu os chamei de porteiros, aqueles que abrem a porta para que mais Luz entre na Terra. Mas vocês também são os construtores de pontes, aqueles que fazem a intermediação entre os reinos cósmico e terreno, aqueles que canalizam a energia cósmica para a Terra. Isto é uma coisa que vocês realmente fazem e que vocês precisam fazer para se sentirem felizes, úteis e saudáveis. Vocês estão canalizando sempre que usam a sua intuição, sempre que se aprofundam em si mesmos e percebem como as coisas são para vocês e como vocês gostariam de modificá-las. Nesses momentos, vocês formam um canal com o seu Eu Superior, e conectam-se com a sabedoria dos reinos não terrenos, cósmicos, que poderão ampará-los para que alcancem seus objetivos aqui na Terra. Todos vocês canalizam de alguma forma para se re-alinharem com seu Eu Superior que está fora do espaço e do tempo.

Hoje vamos compartilhar nossas energias e nos unir para canalizar a energia cósmica que está tentando encontrar seu caminho para a Terra nesta Nova Era. A Nova Era não é mais uma visão do futuro. Ela já está se manifestando na vida diária de inúmeros indivíduos. Se vocês lerem os jornais e observarem as notícias, poderá parecer que o momento ainda não está maduro. Mas o despertar proporcionado pela Nova Era começa no nível individual, não no nível dos governos, instituições e organizações. É no dia-a-dia de cada um que um novo fluxo de energia se apresenta. É o fluxo do seu coração que os convida e lhes pede que vivam e ajam de acordo com a sua luminosidade e sabedoria. É assim que se dá o nascimento da Nova Era, através de indivíduos comuns que prestam atenção aos sussurros do seu coração. Espiritualmente, as fundações de qualquer mudança ou transformação são sempre construídas no nível individual. A energia que é despertada em seus corações gradualmente encontrará seu caminho para as instituições e organizações que ainda conservam o velho paradigma da consciência baseada no ego. Velhas fortalezas de poder ruirão, não pela violência mas pela suave energia do coração. Se o coração tomar o comando, haverá um colapso do velho, não sob a pressão do poder e da violência, mas sob a pressão do amor.

RELACIONAMENTOS NA NOVA ERA

Nesta Nova Era, os relacionamentos passam por uma grande transformação. Os relacionamentos quase sempre são a fonte das suas emoções mais profundas, indo desde a maior alegria até a profunda agonia. Nos relacionamentos, vocês podem se conscientizar de uma dor interna que é essencialmente muito mais antiga do que o próprio relacionamento, mais antiga até que a sua existência humana.

Nesta era, vocês são convidados, e muitas vezes desafiados, a chegar a uma autocura na área dos relacionamentos. Graças à nova energia que agora se apresenta, é possível transformar os elementos destrutivos de um relacionamento em um fluxo de energia positivo, equilibrado, entre vocês e a outra pessoa. No entanto, cura e transformação pessoal também podem significar que vocês terão que abandonar relacionamentos nos quais vocês não possam se expressar apropriadamente. Com freqüência isto significa que, mesmo que vocês amem muito uma pessoa, vocês terão que lhe dizer adeus, porque o caminho interior de cada um leva-o para um lugar diferente. Quer isso leve à renovação ou à dissolução de um relacionamento, todos vocês são desafiados a encarar as questões mais profundas na área das ligações pessoais. O chamado do coração, da energia baseada no coração que caracteriza a Nova Era, entrou no seu dia-a-dia e vocês não podem mais evitar a nova energia.

Para explicar porque os relacionamentos podem machucá-los tanto e virar a vida de vocês de cabeça para baixo, Eu gostaria de falar algumas coisas a respeito de uma dor antiga que vocês carregam dentro da sua alma. É uma dor muito antiga, muito mais antiga do que esta vida, mais antiga ainda do que as suas vidas anteriores na Terra. Quero levá-los de volta à dor original do seu nascimento como alma.

Houve um tempo em que tudo era inteiro e indiviso. Vocês podem imaginar isto? Permitam que a sua imaginação viaje livremente por uns instantes. Simplesmente imaginem: vocês não estão num corpo, vocês são pura consciência e fazem parte de um vasto campo energético que os envolve de um modo confortável. Vocês sentem que são parte desta unidade e são tratados carinhosa e  incondicionalmente. Sintam como este campo de energia os envolve como um manto imensamente confortável, como uma energia abundantemente amorosa, que lhes permite explorar e se desenvolver livremente, sem jamais duvidar de vocês nem do seu direito intrínseco de ser quem vocês são. Nenhuma ansiedade, nenhum medo. Esta sensação de conforto e segurança constituiu as condições pré-natais, das quais vocês emergiram como almas individuais. Era um útero cósmico. Mesmo que isto esteja remotamente longe do seu atual estado, seus corações ainda anseiam por esta sensação de completude e inteireza, pelo sentimento de absoluta segurança que vocês vivenciaram sob aquele manto de amor e benevolência. A sensação de unidade da qual vocês se lembram era Deus. Juntos, naquele manto de amor, vocês constituíam Deus.

Num determinado momento, dentro dessa consciência divina ou “manto de amor”, decidiu-se criar uma nova situação. É muito difícil colocar isto em palavras humanas, mas talvez vocês possam imaginar que em Deus, essa consciência una, havia um desejo de “algo diferente”, algo além da unidade. Havia, por assim dizer, um desejo de experiência. Quando se está completamente assimilado pela totalidade do puro ser, não se experiencia nada… simplesmente se é. Devido ao êxtase e à total segurança desse estado de ser, havia uma parte de Deus, uma parte dessa consciência cósmica, que queria explorar e evoluir. Esta parte “separou-se de si mesma”.

Vocês são uma parte de Deus. Certa vez a sua consciência concordou com esta experiência de sair da unidade e tornar-se um “eu”, uma entidade em si mesma, uma consciência individual definida. Este foi um grande passo. Do fundo do seu ser, vocês sentiram que isto era uma coisa boa. Sentiram que o anseio por criatividade e renovação era uma aspiração positiva e valiosa. No entanto, no momento em que vocês realmente se separaram do campo da unidade, houve muita dor. Pela primeira vez na sua lembrança, pela primeira vez na sua vida, vocês sentiram uma dor profunda. Vocês foram arrancados de um reino de amor e segurança que tinha sido completamente incontestável para vocês. Esta é a dor do nascimento, à qual Eu me referi. Mesmo nas primeiras experiências intensas de desolação, alguma coisa nas profundezas de si mesmos, lhes dizia que “tudo estava bem”, que esta era a sua própria escolha. Mas a dor era tão profunda, que nas camadas mais externas do seu ser, vocês ficaram confusos e desorientados. E ficou difícil manter-se em contato com o seu conhecimento interior mais profundo, com o nível interno no qual vocês são Deus e sabem que “tudo está bem”.

Eu chamo essa parte atormentada, que surgiu nesse momento, de criança interior. A sua alma, a sua individualidade única, carrega dentro de si os dois extremos – de um lado, o puro conhecimento divino e, de outro lado, uma criança cósmica traumatizada. Esta união de Deus e Criança, de conhecimento e experiência, começou uma longa jornada. Vocês começaram como almas individuais. Vocês começaram a investigar e experienciar como é ser um “eu”, um indivíduo definido.

Deus tinha transformado uma parte dele mesmo em Alma. A alma precisa de experiência para reencontrar as suas origens divinas. A alma precisa estar viva, experimentar, descobrir, autodestruir-se e recriar… sentir quem ela verdadeiramente é, ou seja, Deus. A manifestação como  um ser uno e completo tinha se despedaçado e precisava ser reconquistada pela experiência. Isto, por si mesmo, era uma grande proeza de criatividade. O nascimento da consciência do Eu foi uma espécie de milagre! Ela nunca tinha existido antes.

Com freqüência vocês procuram transcender os limites da individualidade do Eu, para experienciar a integridade e a profunda unidade outra vez. Pode-se dizer que este é o verdadeiro objetivo da sua jornada espiritual. Mas, pensem um pouco: do ponto de vista de Deus, a individualidade do Eu, a separação, é  que constitui o milagre! O estado de ser UM era a situação normal, “como sempre tinha sido”. No milagre de ser uma alma individual, oculta-se uma grande beleza, alegria e poder espiritual. O motivo de vocês não experienciarem isto desta forma, é que vocês ainda estão lutando com a dor do seu nascimento como almas. Em algum lugar nas profundezas do seu ser, ainda ressoa o grito primordial de angústia e sentimento de traição; é a lembrança de ter sido arrancado da sua Mãe/Pai, do onipresente manto de amor e segurança.

Na jornada através do tempo e da experiência, vocês passaram por muitas coisas. Vocês experimentaram todos os tipos de formas. Houve várias encarnações nas quais vocês não tinham a forma de um corpo humano, mas isto não é relevante agora. O que me importa, neste contexto, é que, através de toda essa longa história, vocês foram guiados por dois motivos diferentes. Por um lado, havia o prazer da exploração, criação e renovação, e, por outro, havia a saudade, a sensação de ter sido expulso do paraíso, e uma solidão insuportável.

Através da parte aventureira e progressiva de vocês, da energia que os empurrou para fora do útero cósmico, vocês vivenciaram e criaram muitas coisas. Mas, devido à saudade e à dor do nascimento que vocês carregam dentro de si, vocês também tiveram que lidar com muito trauma e desilusão. Assim, as suas criações nem sempre foram benevolentes. Durante a sua jornada através do tempo e do espaço, vocês fizeram coisas das quais se arrependeram mais tarde. Coisas que vocês poderiam chamar de “ruins” (entre aspas). Da nossa perspectiva, estas ações foram simplesmente o resultado da sua determinação de mergulhar na experiência e se aventurar no desconhecido. Vejam, a partir do momento em que vocês decidem tornar-se um indivíduo, separar-se da unidade incontestável, vocês não podem experienciar apenas a luz. Vocês têm que descobrir tudo de novo. Então, vocês vão experienciar inclusive a escuridão. Vocês vão experienciar tudo que existe, em todos os extremos.

No ponto de evolução em que vocês se encontram atualmente, vocês começam a entender que tudo se mantém ou cai com o poder que adquirem ao abraçarem verdadeiramente o seu Eu. É uma questão de abraçar verdadeiramente a sua própria divindade e, a partir dessa autoconsciência, vivenciar alegria e abundância. No instante do seu nascimento cósmico, no momento em que vocês foram envolvidos pela desolação e a dor, vocês começaram a se sentir pequeninos e insignificantes. A partir desse momento, vocês começaram a procurar alguma coisa que pudesse salvá-los – um poder ou força fora de vocês, um deus, um líder, um parceiro, um filho, etc… No processo de despertar que vocês estão vivenciando agora, vocês compreendem que a segurança essencial que vocês estão buscando não vai ser encontrada em nada que esteja fora de vocês, seja num dos pais, num amante, ou em um deus. Por maior que seja a intensidade com que esse desejo ou saudades seja disparado em um determinado relacionamento, vocês não encontrarão esta segurança básica nele, nem mesmo no seu relacionamento com Deus.

Pois o Deus no qual vocês acreditam – o Deus que lhes foi legado pela sua tradição e que ainda influencia intensamente a sua percepção – é um Deus que está fora de vocês. É um Deus que programa as coisas por vocês, que traça o caminho para vocês. Mas este Deus não existe. Vocês são Deus, vocês são a parte criativa de Deus que decidiu seguir o seu próprio caminho e experienciar as coisas de uma forma totalmente diferente. Vocês tinham certeza que conseguiriam curar-se da sua ferida primordial do nascimento.

Pode-se dizer que essa energia expansiva de exploração e renovação é uma energia masculina, enquanto a energia da unificação, da união, a energia do Lar, é feminina. Estas duas energias pertencem à essência de quem vocês são. Como almas, vocês não são nem masculinos nem femininos. Essencialmente, vocês são ambos – masculino e feminino. Vocês começaram a sua jornada com esses dois ingredientes. E agora chegou o momento de permitir que eles trabalhem juntos em harmonia, o que significa vivenciar verdadeiramente a totalidade no seu ser. Depois de terem negado a sua própria grandeza por tanto tempo, finalmente vocês vão começar a tomar consciência de que não há outra alternativa senão a de ser o Deus que vocês estão procurando.

Este é o último passo que vocês têm que dar em direção à iluminação: compreender que vocês são o Deus pelo qual vocês imploram. Não existe nada fora de vocês que possa levá-los ao âmago do seu próprio poder, à sua totalidade. Só vocês mesmos podem fazer isso; vocês são Deus e sempre foram! Vocês sempre estiveram esperando por vocês mesmos.

Acender esta chama de autoconsciência dentro de vocês lhes traz tanta alegria, uma sensação tão profunda de volta ao lar, que põe todos os seus relacionamentos dentro de uma nova perspectiva. Por exemplo, vocês se preocupam menos com o que as outras pessoas lhes dizem. Se alguém os critica ou duvida de vocês, vocês não consideram isso como algo pessoal. Vocês se sentem menos atingidos ou ansiosos para reagir. Vocês deixam isso passar com mais facilidade, e desaparece a necessidade de se defenderem – tanto para si mesmos quanto para a outra pessoa. Se vocês são facilmente abalados emocionalmente pelo que outra pessoa pensa de vocês, isso indica que existe uma desconsideração por si mesmos, que faz com que vocês dêem crédito às opiniões negativas dos outros. Este falta de apreço por si mesmos não se resolve procurando um conflito com os outros, mas só voltando-se para o seu próprio interior e entrando em contato com suas feridas emocionais internas, pois elas são muito mais antigas do que esse momento específico de rejeição.

De fato, todas as dores de rejeição, todas as dores de relacionamentos, têm origem na dor primordial, na dor ainda não curada do nascimento. Pode parecer que Eu estou dando um passo muito grande aqui, pois existem vários tipos de situações complexas nos relacionamentos, que parecem indicar que a causa está mais próxima. Pode lhes parecer que a sua dor é causada por algo que o seu parceiro/a fez ou não fez. Pode lhes parecer que alguma coisa externa a vocês está causando a dor. Mas deixem que Eu lhes diga: basicamente vocês estão trabalhando na cura de uma dor antiga que está dentro de vocês mesmos. Se vocês não estiverem conscientes disto, vocês podem facilmente se enredar em problemas de relacionamentos, que podem ser extremamente dolorosos.

Especialmente em relacionamentos entre homem e mulher (relacionamentos amorosos), vocês freqüentemente tentam forjar uma espécie de unidade e segurança entre ambos, que lembra o estado primordial de unidade do qual vocês têm uma vaga lembrança. Subconscientemente, vocês tentam recriar a sensação de estar confortavelmente envolvidos em um manto de amor e aceitação incondicionais. Existe uma criança dentro de cada um de vocês, que está chorando por essa aceitação incondicional. No entanto, se essa criança coloca seus braços ao redor da (parte) criança do seu parceiro/a, isto muito freqüentemente resulta num controle sufocador, que bloqueia a auto-expressão genuína de ambos os parceiros.

O que acontece é que vocês se tornam emocionalmente dependentes e sempre vão precisar do amor ou da aprovação de outra pessoa para o seu bem estar. Dependência sempre acaba se transformando em questões de poder e controle, pois precisar de uma pessoa é o mesmo que querer controlar o comportamento dela. Este é o começo de um relacionamento destrutivo. Desistir da sua própria individualidade num relacionamento, guiados por um anseio subconsciente pela unidade absoluta, é destrutivo tanto para vocês mesmos quanto para a outra pessoa.

O verdadeiro amor entre duas pessoas mostra dois campos de energia que podem funcionar em completa independência um do outro. Cada um deles é uma unidade em si mesmo e se conecta com o outro na base da unidade. Em relacionamentos nos quais os parceiros dependem um do outro, encontramos um esforço não coordenado por uma “totalidade orgânica”: um não querendo ou não sendo capaz de funcionar sem o outro. Isto leva a um entrelaçamento de energias que pode ser observado no campo áurico de ambos como cordões, através dos quais os parceiros alimentam um ao outro. Eles se alimentam com as energias adicionais de dependência e controle. Este tipo de entrelaçamento de energia indica que vocês não se responsabilizam por si mesmos, que vocês não encaram a antiga ferida da alma que só vocês mesmos podem curar. Se vocês simplesmente se voltassem para essa dor mais profunda e assumissem a responsabilidade por si mesmos, veriam que vocês não precisam de ninguém mais para ser completos, e se libertariam do aspecto destrutivo do relacionamento.

RELAÇÕES CÁRMICAS

Neste contexto, Eu gostaria de dizer alguma coisa sobre “relacionamentos cármicos”. Com isso, Eu me refiro a relacionamentos entre pessoas que se conheceram em outras vidas e que experimentaram emoções intensas, um em relação ao outro. A característica de um relacionamento cármico é que os parceiros carregam emoções não resolvidas dentro de si, tais como culpa, medo, dependência, ciúme, raiva ou algo do tipo. Devido a essa “carga” de emoções não resolvidas, eles se sentem atraídos um ao outro em uma outra encarnação. O objetivo do reencontro é proporcionar uma oportunidade para se resolver o problema em questão. Isto acontece recriando-se o mesmo problema em um curto espaço de tempo. Quando eles se conhecem, os “jogadores” cármicos sentem uma compulsão de estar mais perto um do outro, e depois de algum tempo, eles começam a repetir os padrões emocionais dos seus antigos papéis. Então, o palco está armado para que ambos enfrentem um antigo problema de novo e talvez lidem com ele de uma forma mais iluminada. O propósito espiritual do reencontro, para ambos os parceiros, é que eles façam escolhas diferentes das que fizeram naquela vida passada.

Vou lhes dar um exemplo. Imaginem uma mulher que, numa vida passada, teve um marido que era muito possessivo e dominador. Ela aceitou isso durante algum tempo, mas chegou um ponto em que ela decidiu que já era o bastante e terminou o relacionamento. Um pouco mais tarde, o marido se suicida. A mulher sente remorsos. Ela acredita que é culpada – será que ela não deveria ter lhe dado mais uma chance? Ela carrega essa sensação de culpa consigo pelo resto da sua vida.

Então eles se encontram de novo em uma outra vida. Existe uma estranha atração entre eles. No começo, o homem é excepcionalmente charmoso e ela é o centro das atenções dele. Ele a adora. Eles começam um relacionamento. Desse momento em diante, ele se torna cada vez mais ciumento e possessivo. Ele suspeita de adultério por parte dela. Ela fica brava e aborrecida por ser acusada de algo que ela não fez, mas também sente uma estranha obrigação de ser tolerante e lhe dar uma outra chance. “Ele é um homem ferido” – ela pensa – “e não pode evitar esse medo de ser abandonado. Talvez eu possa ajudá-lo a superar isso.” Ela justifica seu próprio comportamento desta forma, mas na verdade ela permite que os seus limites pessoais sejam violados. O relacionamento afeta negativamente a sua auto-estima.

A escolha mais libertadora para essa mulher seria romper esse relacionamento, nesse instante, e seguir seu próprio caminho sem sentimentos de culpa. A dor e o medo que o seu marido sente não são responsabilidade dela. A dor dele e o sentimento de culpa dela levam-nos a um relacionamento destrutivo. O relacionamento deles já estava emocionalmente carregado por causa de uma outra vida. A razão para um novo encontro é que a mulher deve aprender a deixar as coisas acontecerem sem sentimentos de culpa, e que o homem deve aprender a se sustentar emocionalmente por si só. Então, a única solução verdadeira é romper o relacionamento. A solução para o carma da mulher é abandonar o seu sentimento de culpa finalmente. O “erro” que ela cometeu na sua vida passada não foi ter abandonado o marido, mas ter se sentido responsável pelo suicídio dele. A partida da sua esposa, nesta vida, faria o marido se confrontar outra vez com a sua própria dor e medo e lhe ofereceria a oportunidade de encarar suas emoções em vez de fugir delas.

Um encontro carmático pode ser reconhecido pelo fato de que a outra pessoa imediatamente lhes parece estranhamente familiar. Com muita freqüência há também uma atração mútua, uma urgência “no ar”, que os impulsiona a estar juntos e descobrir um o outro. Se a oportunidade estiver disponível, essa forte atração poderá se transformar num relacionamento amoroso ou numa intensa paixão. As emoções que vocês experimentam podem ser tão avassaladoras, que vocês pensam que encontraram a sua alma gêmea. No entanto, as coisas não são o que parecem. Sempre haverá problemas em uma relação como essa, que virão à tona mais cedo ou mais tarde. Geralmente os parceiros acabam se envolvendo num conflito psicológico, cujos ingredientes principais são poder, controle e dependência. Desta forma, eles repetem uma tragédia que o seu subconsciente reconhece de uma vida anterior. Numa vida passada, eles podem ter sido amantes, pai e filho, patrão e funcionário, ou algum outro tipo de relacionamento. Mas sempre eles tocaram uma ferida interna profunda do outro, através de atos de infidelidade, abuso de poder ou, de um outro lado, uma afeição muito forte. Houve um encontro emocional profundo entre eles, que provocou cicatrizes profundas e trauma emocional. É por isso que as forças de atração, assim como as de repulsão, podem ser tão violentas quando eles se encontram novamente em uma outra encarnação.

O convite espiritual para todas as almas que estão enredadas desta forma é que cada um deixe o outro ir e se torne uma “entidade em si mesma”, livre e independente. Relacionamentos cármicos, como os que acabo de mencionar, quase nunca são duradouros, estáveis e amorosos. São relacionamentos muito mais destrutivos do que curadores. Com muita freqüência, o propósito básico do encontro é que ambos consigam se desapegar do outro. Isto é algo que não pôde ser feito em uma ou mais vidas passadas, mas agora existe uma nova oportunidade para que cada um libere o outro com amor.

Se vocês se encontram em um relacionamento caracterizado por emoções intensas e que evoca muita dor e tristeza, mas do qual vocês não conseguem se libertar, por favor entendam que nada os obriga a ficar com a outra pessoa. Inclusive, percebam que é muito mais freqüente que as emoções intensas estejam relacionadas com dor profunda do que com amor mútuo. A energia do amor é essencialmente calma e pacífica, alegre e inspiradora. Não é pesada, cansativa nem trágica. Se um relacionamento adquire estas características, é hora de abandoná-lo, ao invés de tentar “trabalhar nele” mais uma vez.

Algumas vezes, vocês se convencem de que precisam ficar juntos porque “compartilham o mesmo carma” e precisam “resolver algumas questões juntos”. Vocês utilizam a “natureza do carma” como um argumento para prolongar o relacionamento, enquanto vocês dois estão sofrendo imensamente. Na verdade, vocês estão distorcendo o conceito de carma aí. Vocês não resolvem um carma juntos: o carma é uma coisa individual. O carma que está em jogo em relacionamentos, como os mencionados anteriormente, geralmente requer que vocês se desapeguem completamente um do outro, que vocês se afastem de tais relacionamentos, para que possam experienciar que vocês são completos em si mesmos. Repito: resolver um carma é algo que cada um faz sozinho. Uma outra pessoa pode tocar ou disparar algo em vocês que cria bastante drama entre ambos. Mas a tarefa e o desafio exclusivos de cada continuam sendo lidar com a sua própria ferida interna e não com as questões da outra pessoa. Cada um tem responsabilidade apenas por si mesmo.

É importante entender isto, porque esta é uma das principais armadilhas nos relacionamentos. Vocês não são responsáveis pelo seu parceiro e ele não é responsável por vocês. A solução dos seus problemas não está no comportamento da outra pessoa. Muitas vezes, vocês ficam tão ligados à criança interior do seu parceiro – à parte emocionalmente ferida de dentro dele – que sentem que vocês é que têm que resgatá-la. Ou o seu parceiro pode estar tentando fazer o mesmo com vocês. Mas isto não vai funcionar, porque vocês estarão reforçando a sensação de impotência e o sentimento de vítima da outra pessoa, quando, em última análise, seria mais proveitoso se vocês fixassem os limites e cada um se mantivesse por si mesmo. Esta é a condição mais importante para um relacionamento verdadeiramente satisfatório.

RELACIONAMENTOS CURADORES

Existem relacionamentos curadores e destrutivos. Uma característica dos relacionamentos curadores é que os parceiros respeitam um ao outro como ele é, sem que um tente mudar o outro. Eles sentem muito prazer na companhia do outro, mas não se sentem inquietos, desesperados ou sós quando o outro não está por perto. Neste tipo de relacionamento, cada um oferece compreensão, amparo e encorajamento ao seu ente querido, sem tentar resolver os problemas dele. Existe liberdade e paz nesse relacionamento. É lógico que pode haver desentendimentos, de vez em quando, mas as emoções que eles provocam têm vida curta. Os dois parceiros estão preparados para perdoar. Existe uma conexão entre seus corações e, como resultado disso, eles não tomam as emoções e os erros do outro como algo pessoal. Como isso não atinge uma camada mais profunda de dor, eles não lhe dão tanta importância. Emocionalmente, ambos os parceiros são independentes. Eles não retiram sua força e bem-estar da aprovação ou da presença do seu parceiro. Um não preenche um vazio na vida do outro, mas lhe acrescenta algo novo e vital.

Em um relacionamento curador, os parceiros podem inclusive se conhecer de uma ou mais vidas passadas. Mas, nestes casos, raramente existe uma carga emocional cármica como a descrita acima. Essas duas almas podem ter se conhecido numa vida passada de uma forma essencialmente encorajadora e sustentadora. Como amigos, parceiros ou como pai e filho, eles reconheceram um ao outro como companheiros de alma. Isso cria um laço indissolúvel entre ambos através de várias vidas.

Darei um outro exemplo. Um jovem cresce numa família pobre em algum lugar na Idade Média. Ele é bondoso e sensível por natureza e não se adapta muito bem ao seu ambiente. Sua família é formada por pessoas que trabalham duro, pessoas um tanto rudes, que dão pouca importância à sua natureza sonhadora e nada prática. Quando ele já está crescido, ele entra para um mosteiro. Ele também não é feliz lá, porque a vida é rigidamente regulamentada e não existe calor humano nem companheirismo entre as pessoas que vivem lá. No entanto, há um homem ali que é um pouco diferente. É um padre, que tem um posto elevado, mas que não tem nenhum ar de autoridade e que está realmente interessado nele. De vez em quando, ele lhe pergunta como as coisas estão indo e lhe dá algumas tarefas agradáveis, como jardinagem. Cada vez que eles olham um para o outro, existe uma sensação de reconhecimento, algum tipo de afinidade entre eles. Há uma conexão silenciosa que vem do coração. Embora eles não se encontrem sempre nem conversem muito, o padre é uma fonte de esperança e encorajamento para o jovem.

Numa encarnação posterior a essa, esse homem é uma mulher. Mais uma vez, ela tem uma natureza bondosa e sonhadora. Ela tem dificuldade para se manter sozinha. Quando se torna adulta, ela se vê atolada num casamento com um homem muito autoritário e dominador. No começo, ela foi atraída pelo seu notável e poderoso carisma, mas mais tarde ela percebe o quanto o domínio dele a restringe e oprime. Entretanto, ela acha muito difícil libertar-se dele. No seu trabalho, algumas vezes ela menciona essa questão para um colega, um homem um pouco mais velho que ela. Ele a encoraja a se manter por si mesma e permanecer fiel às suas próprias necessidades. Cada vez que ela conversa com ele, ela sabe intuitivamente que ele está certo. Aí, depois de muito conflito interior, ela acaba se divorciando do marido. Então, o contato com aquele colega muda. Ela sente afeição por ele. Ela descobre que ele é solteiro. Ela se sente tão à vontade com ele, que parece que eles se conhecem há séculos. Eles começam um relacionamento, que é afetuoso, relaxado e encorajador para ambos. A simpatia que fluía entre eles numa vida passada, agora toma a forma de um relacionamento satisfatório como marido e mulher.

Isto é um relacionamento curador. A mulher tomou uma decisão essencial ao abandonar o marido e escolher por si mesma. Com isso, ela afirmou a sua independência emocional. Isto criou a base para um relacionamento equilibrado e amoroso com uma alma afim.

ALMAS GÊMEAS

Neste ponto, Eu gostaria de falar alguma coisa sobre o conceito de almas gêmeas, que provavelmente é familiar para vocês. A idéia de almas gêmeas exerce uma profunda atração sobre vocês. No entanto, ele é potencialmente muito perigoso, porque pode ser interpretado de forma a reforçar a dor do nascimento e a dependência emocional em cada um de vocês, em vez de solucioná-las. Isto acontece quando vocês concebem o conceito de almas gêmeas de forma que exista uma outra pessoa que se adapte perfeitamente a vocês e que os torne “completos”. Esta idéia concebe a alma gêmea como a sua “outra metade”. Então vocês assumem que a unidade e a segurança, que vocês tanto desejam, serão encontradas em outra pessoa que combina perfeitamente com vocês.

De acordo com esta noção “imatura” de almas gêmeas, as almas são consideradas como duas metades que, juntas, formam uma unidade. Geralmente, as duas metades são respectivamente masculina e feminina. Então, esta idéia sugere, não só que vocês são incompletos em si mesmos, mas que também são essencialmente “masculinos” ou “femininos”. Provavelmente vocês podem perceber que esta noção de almas gêmeas não é saudável nem curadora, do ponto de vista espiritual. Ela torna vocês dependentes de algo fora de vocês. Ela nega a sua origem divina, que pressupõe que vocês são TUDO, masculino e feminino, e que vocês são inteiros e completos em si mesmos. Ela cria todo tipo de ilusão que os leva para muito longe do Lar. E por “Lar”, Eu quero dizer o seu próprio ser, a divindade do seu Eu. Nenhuma alma é a metade de qualquer outra pessoa.

Almas gêmeas realmente existem, e elas são literalmente o que essa palavra sugere: elas são gêmeas. Elas são almas com a mesma “tonalidade de sentimento” ou vibração, ou – pode-se dizer – com o mesmo momento de nascimento, como é o caso dos gêmeos biológicos. O momento particular de nascimento, esse momento único no tempo e no espaço, contribui para uma carga única de tonalidade de sentimento dentro das almas que nascem. Elas não dependem uma da outra de nenhum modo. Elas não são nem masculinas nem femininas. Mas elas certamente estão sintonizadas uma com a outra, como espíritos aparentados.

Qual é o motivo para a criação de almas gêmeas? Por que elas existem? Ah… vocês geralmente pensam que a razão de ser de alguma coisa é o processo de aprendizado e seus efeitos. Mas este não é o caso das almas gêmeas. O motivo da existência de almas gêmeas não é aprender alguma coisa. O propósito é simplesmente alegria e criatividade. As almas gêmeas não têm nenhuma função na dualidade. Vocês encontrarão suas almas gêmeas quando estiverem transcendendo a dualidade, quando se identificarem novamente com o Deus dentro de vocês, que é inteiro e indivisível e que é capaz de tomar qualquer forma ou aparência. As almas gêmeas se reencontram na sua jornada de volta ao Lar.

Vamos voltar um pouco ao começo da jornada. No momento em que vocês abandonam o estado de unidade e se tornam indivíduos, vocês entram na dualidade. De repente passa a existir escuridão e luz, grande e pequeno, doente e saudável, etc… A realidade se dissocia. Vocês não têm mais ponto de referência para o que vocês realmente são. No começo, vocês se identificavam como “uma parte do todo”. Agora, vocês são uma parte isolada do todo. Mas, sem o seu conhecimento consciente, vocês são acompanhados por alguém que é igual a vocês, que se parece com vocês tão exatamente como nada mais poderia parecer. Vocês ocupavam o “mesmo lugar” no manto da unidade, tão próximos um do outro, que vocês não sabiam que eram dois, até que nasceram. O que os conecta é algo além da dualidade, algo que antecede a história da dualidade. Isto é difícil de se expressar apropriadamente em palavras, porque desafia a sua definição corrente de identidade, segundo a qual vocês ou são um ou são dois e não podem ser ambos ao mesmo tempo.

Então, vocês dois empreenderam uma viagem, uma longa viagem, através de muitas experiências. Ambos experienciaram os extremos da dualidade, para descobrir gradualmente que a sua essência não se encontra na dualidade, mas fora dela, em algo que é subjacente a ela. Logo que vocês se tornam profundamente conscientes dessa unidade implícita, a sua jornada de volta começa. Pouco a pouco, vocês se tornam menos ligados a coisas externas, como poder, fama, dinheiro ou prestígio. Cada vez mais, vocês compreendem que a chave não é o que vocês experienciam, mas como o experienciam. Vocês criam sua própria felicidade ou infelicidade através do seu estado de consciência. Vocês descobrem o poder da sua própria consciência.

Depois de passarem por todos os altos e baixos da dualidade, há um momento em que vocês encontram a sua alma gêmea. Na energia e aparência da sua alma gêmea, vocês reconhecem uma parte muito profunda de si mesmos, sua essência além da dualidade e, através desse mesmo reconhecimento, vocês começam a entender melhor a si mesmos e tornam-se conscientes de quem vocês realmente são. O seu gêmeo é um ponto de referência para vocês, que os leva para fora das crenças limitadoras com as quais vocês foram alimentados e que vocês assumiram nesta vida e em outras vidas passadas. Vocês se libertam ao enxergarem esse reflexo de si mesmos no seu gêmeo. Isto é como um lembrete e não tem nada a ver com dependência emocional. O encontro entre vocês dois ajuda cada um de vocês a se tornar um indivíduo mais forte e autoconsciente, expressando a sua criatividade e amor na Terra. Esse encontro acelera a sua jornada de volta, já que os ajuda a se elevar a um nível superior de unidade, enquanto conservam e expressam completamente o seu eu, a sua individualidade única.

Em última instância, todos nós somos um. Somos sustentados por uma energia que é universal e está em todos nós. Mas, ao mesmo tempo, existe individualidade em todos nós. A alma gêmea é a ligação entre a individualidade e a unidade. É como um degrau para a unidade. Se vocês se conectam com suas almas gêmeas, consciente e materialmente, vocês provocam a criação de uma coisa nova:- uma terceira energia é gerada a partir da combinação das suas ações. Essa energia sempre ajuda a ampliar a consciência da unidade, numa escala maior do que se fossem somente as duas. Como as almas gêmeas estão no seu caminho de volta ao Lar, elas sentem-se inspiradas a ancorar as energias de amor e unidade na Terra, e fazem isso de uma forma que está de acordo com seus talentos e habilidades únicas. Deste modo, as almas gêmeas adoram construir degraus entre “ser um” e “ser Um”.

Existe uma ligação profunda entre almas gêmeas, mas isto não altera o fato de que elas são unidades completas em si mesmas. A sua união gera amor e alegria e o seu encontro aumenta a criatividade e a auto-realização. Elas apóiam uma à outra, sem cair na armadilha da dependência emocional ou do hábito. O amor entre almas gêmeas não é para que um complete o outro, mas para criar algo novo: em vez de os dois se tornarem um, os dois devem se tornar três.

CURA DA DOR DO NASCIMENTO CÓSMICO

Em algum momento, vocês encontrarão a sua alma gêmea. Por favor, permitam que este conhecimento seja o suficiente para vocês. Tentem não se envolver com esperanças e expectativas que poderiam tirá-los do aqui e agora. O que importa, neste preciso momento, é que vocês compreendam completamente que o amor e a segurança, que vocês tanto desejam, está presente dentro de si mesmos. A chave é compreender que esta absoluta auto-aceitação nunca lhes poderá ser dada por mais ninguém, nem mesmo por sua alma gêmea.

Não apenas nos relacionamentos amorosos, mas também nos relacionamentos entre pais e filhos, existe a tentação de encontrar a unidade absoluta ou a segurança um no outro. Pensem num pai que secretamente deseja que seu filho realize todos os sonhos que ele mesmo não conseguiu concretizar; ou num filho que, já adulto, ainda se prende aos seus pais e os considera como seu porto absolutamente seguro.

É importante que vocês se conscientizem das dinâmicas e motivos por trás dos seus relacionamentos, e curá-los à luz da sua consciência. As suas saudades cósmicas não serão curadas por um relacionamento nem em um relacionamento. Isto será feito apenas por vocês mesmos, através da completa conscientização de quem vocês são, através da percepção da sua própria luz, beleza e divindade. Este é o destino da sua jornada.

Inclusive, vocês não retornarão ao estado de unidade do qual vocês vieram. O “manto de amor” do qual vocês nasceram constituiu o seu estágio embrionário. Agora, vocês estão se tornando deuses amadurecidos. Vocês criarão campos de absoluta segurança e amor a partir dos seus próprios corações e permitirão que outros participem disto, sem nenhuma condição. Esta é a essência de Deus: amor incondicional que irradia, cria e cuida sem nenhuma programação, nem nenhum cálculo.

Agora Eu gostaria de pedir a cada um de vocês que fique em silêncio por alguns instantes e sinta verdadeiramente o seu Eu, o seu ser único em você mesmo. Se estiver rodeado de pessoas, então sinta mais intensamente o seu “Eu”. Incondicionalmente, você é essa parte de Deus. Não é algo que possa ser tirado de você, mas uma presença inegável que É.

E agora sinta como o fato inegável da presença do seu Eu pode ser uma fonte de alegria e força para você. Diga sim para o milagre do seu próprio ser e abrace-o. “Sim, Eu sou Eu. Eu sou separado e único, meu próprio ser. Eu posso me conectar profundamente com outros, mas também me conservar sempre um ‘Eu’.” Você pode pensar que há solidão e desolação, por trás deste fato, mas por favor vá além destes pensamentos e sinta o poder e vitalidade dentro de você. Se você realmente disser “sim” para a sua individualidade, você experimentará confiança e fé em si mesmo. Com base nisto, você criará relacionamentos amorosos, e a solidão e a desolação se dissolverão.

Quando sentimentos de solidão e desolação tomarem conta de você, pegue a sua criança interior no colo. Observe a dor dessa criança. Ela anseia pela total segurança que ela conheceu um dia, como um embrião. Ela quer ver essa segurança refletida no rosto do seu parceiro, no rosto do seu filho, no rosto da sua mãe ou do seu pai, no rosto do seu terapeuta… Então, mostre a essa criança o seu rosto. Para essa criança, você tem o rosto de um anjo. Você tem o poder de curar essa criança da forma mais absoluta que você pode sonhar. Nem Eu, nem nenhum “mestre” é capaz de fazer isto por você. Nós só podemos lhe mostrar a direção. Você mesmo é o seu próprio salvador.

Finalmente, Eu gostaria de convidar todos vocês a sentir a união de todos nós juntos, por uns instantes. Mesmo se vocês não estiverem presentes, se estiverem lendo este material, sintam a nossa conexão. Não focalizem o Eu agora, mas a nossa união, de uma forma bem livre e tranqüila. Sintam a energia, sintam aquilo que nos une. É um anseio pelo estado de totalidade. Agora, imaginem que nós estamos rodeados pela energia mais poderosa que existe, a energia dos seus seres despertos, a energia do anjo dentro de vocês. Vamos inspirar esta energia e vamos nos dar uns minutos para senti-la profundamente dentro de nós.

Obrigado pela sua presença.


Fonte: http://www.jeshua.net/por/ / Jeshua Channelings| Relationships in the New Era
Tradução: Vera Corrêa
Revisão: Luiz Corrêa

Via: Jeshua Channelings Português | Relacionamentos na Nova Era

O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA É INEVITÁVEL… PARA TODOS…

nivel-de-consciencia

Os  9  estágios  do  despertar  da  consciência. Você é um ser desperto ?

1-gAPMGXo3U_wlEFIzJSEH3g (edited)

Por: Fabio Novo

.  

O despertar da consciência é um processo, não um estalo. É um fluxo, não uma explosão. Quando o estalo estala, é sinal que o processo maturou. Quando a explosão eclode, é porque o fluxo transbordou. A cada estalido, equivale um salto, a cada salto, uma nova realidade.

Despertar é um movimento de evolução da consciência que parte de um estado de acomodação e caminha em direção a um estado maior, de maior amplitude, profundidade, complexidade, inteligência, criatividade e beleza.

Sempre estamos a caminho do despertar da consciência, que costuma tardar e falhar, mas não costuma deixar de acontecer, nem cedo nem tarde, num dia qualquer da eternidade, provável que num sábado de primavera, na hora do almoço.

É inevitável, todos vamos despertar, todos estamos despertando, consciente ou inconscientemente. Quem garante é o Eu Max, aquela versão brilhantosa de nós mesmos que mora lá no futuro e se diverte mexendo seus pauzinhos magnéticos para nos atrair, como um imã. Sim, já foi comprovado, o fim da linha é um pote de mel, um prato de sopa ou uma lâmpada incandescente.

Para alguns de nós o processo acontece de forma abrupta, como um susto. Para outros, é como um escorregar preguiçoso. Há quem o deseje todos os dias, há quem pense nisso de vez em quando, há quem nunca se lembra de lembrar. Há aqueles que o buscam com ardor, há aqueles que o deixam acontecer na inércia, há aqueles que não se preocupam com isso. E claro, há aqueles que escrevem sobre isso e aqueles que odeiam quem escreve sobre isso. E há eu e há você. E há o Eu Max nos seduzindo…

Embora não hajam regras fixas, o processo de despertar parece percorrer certos estágios de maturação pré roteirizados. Mas se o roteiro do caminho é o mesmo, a originalidade da caminhada é única, pessoal e intransferível.

Ao longo do tempo da vida passamos por esses estágios e vivenciamos diversos despertares, que são como saltinhos quânticos que revelam que mudamos de fase no videogame. Ao que tudo indica, não há shortcuts que se sustentem, apenas fases e mais fases, geralmente sucessivas, não necessariamente bem sucedidas, raramente aleatórias.

O tempo que permanecemos em cada estágio e a forma como lidamos com os seus respectivos desafios, varia infinitamente, tanto como nós. Altos e baixos, idas e vindas, trancos e barrancos, saltos mortais e recaídas homéricas fazem parte da jornada de todos nós. Acelerações, dormências, desvios, engarrafamentos, derrapagens, pedágios e pausas para meditação, deslumbre e autoengano, também, aos montes.

É importante se lembrar que o processo é energético e o fluxo acontece por meio da contínua amplificação do nosso quantum vibratório. A cada estágio nos manifestamos num estado de maior potência, com a visão mais ampla da realidade, a percepção mais aguçada sobre nós mesmos, a sensibilidade mais apurada para o outro, a mente mais cristalina para intuir e o coração mais generoso para ser.

Com mais energia, somos mais autônomos. Com mais consciência, mais lúcidos. Com mais amor, mais livres. Autonomia, lucidez e liberdade são senhas que nos abrem caminhos que nos inspiram vontades que no indicam verdades que nos levam até nós mesmos. Ser quem somos e viver ancorados no amor é o nosso destino comum, nosso futuro compartilhado.

Despertar é isso, é deixar de ser quem não somos e voltar a ser quem nunca deixamos de ser. Despertar é desapertar, é se libertar do aperto, é despentear a ilusão, é estar esperto, perto de si, fluindo na onda da verdade.

Os 9 estágios do despertar da consciência.

Se pudéssemos “metaforicamente” classificar os estágios do despertar, talvez ficasse mais ou menos assim.

1 . Sono  – Neste estágio estamos dormindo profundamente. É um estado vegetativo onde há pouca ou nenhuma atividade consciente. A vida segue de forma orgânica, limitada, rotineira, pequena e abaixo linha do equador da autoconsciência. Embora estejamos vivos, não criamos, não pensamos e não interagimos com o mundo externo de forma pró-ativa. O eu está apagado. Somos massa de manobra.

2 . Sonambulista  –  Uma variação do estado de sono profundo. É um sono mecânico, com maior movimentação na vida. Interagimos com outros, mas ainda estamos alheios e alienados sobre tudo o que se passa dentro e fora de nós. Vivemos pra sobreviver. Somos massa de manobra que anda e fala.

3 . Onírico  –  Sono com sonhos  – Nesta etapa se inicia uma atividade pré-consciente e começamos a dar os primeiros sinais de vida cognitiva. De forma caótica e fantasiosa, um movimento não contínuo e desestruturado de pensamentos, ideias, emoções, desejos, sensações e vontades começa a se manifestar no subconsciente no formato de sonhos. Ainda dormindo e passivos, mas o sono é mais leve e o eu, semi-apagado, começa a interagir com a mundo interno e externo. Aqui começamos a ter vislumbres de que talvez haja algo mais na vida além de contas para pagar, igrejas para rezar, times para torcer, partidos para defender e TV para assistir. Somos sonhadores sem causa.

4 .  Lúcido – Sono com sonhos lúcidos  –  Esse é um estágio interessante. Terminada a infância, começa a adolescência. O eu subitamente estala e desperta, dentro do sonho. Com uma lucidez relativa, agora sabemos que estamos sonhando e nos divertimos com a fantasia. Brincamos de viver e queremos mudar o mundo dentro de casa. Criticamos o governo, apoiamos causas, reclamamos da corrupção, nos indignamos com o desmatamento da Amazônia e cutucamos muitas onças, na internet. Ousamos palpitar sobre tudo e todos, mas permanecemos encapsulados em estruturas de proteção. Ainda não estamos prontos e ainda não temos coragem de encarar o mundo real. É a fase do ensaio. A vontade é restrita. Somos sonhadores úteis.

5 . Preguiçoso  –  Acordando  –  Aqui começamos o processo de acordar e durante um tempo oscilamos entre diferentes estados de autoconsciência. Flashs de percepção desperta misturam-se com devaneios, sonhos e momentos de sono profundo. É quando começamos a perceber que algo maior está para acontecer em nossas vidas, que uma nova realidade está emergindo, que há algo maior para ser feito e que precisamos mudar. Esta transição costuma acontecer de forma pendular, pois se há uma vontade natural de despertar para a vida e se abrir para o novo, também há uma resistência natural para deixar tudo como está e permanecer no quentinho do confort zone. Muitos empacam aqui, recaídas são comuns, o medo brota. Postergamos ao máximo porque ainda não queremos assumir o compromisso com a vida nem a responsabilidade pelo nosso destino. Nossa atuacão no mundo é frágil, inconstante, descompromissada e oscila entre workshops de fim de semana, ação eufórica, ausências temporárias, escapismos e ações fugazes. Somos 1/3 crianças, 1/3 adolescentes, 1/3 terço adultos.

6 . Olhos abertosAcordado  –  Finalmente acordamos. Agora não conseguimos mais voltar a dormir, nem sonhar, nem escapar, nem fingir. O sono acabou. O jogo está próximo de mudar de fase. Estamos energizados, famintos e com desejos. Espreguiçamos prazerosamente. Mas acordado não é desperto. A vida com seus desafios e oportunidades bombam à nossa frente. Ainda aqui, há quem resista, seduzido pelo medo e preguiça. Mas qualquer tentativa de retorno ao estado anterior é depressão, ou loucura, na certa. A maioria tenta. Muitos conseguem. Uns poucos ouvem o chamado e decidem se arriscar a viver, de verdade. Investem no autoconhecimento com vontade, tomam decisões, assumem compromissos, se engajam. Aplicam pequenas mudanças em seu estilo de vida. Somos aprendizes.

7. De péAndando  –  Nesse estágio estamos acordados e encarando a vida de frente. Temos muitos interesses, compromissos, relações e conexões. Trabalhamos muito. Momentos difíceis e mágicos se alternam. Perdas e ganhos se acumulam. A energia é alta, mas densa. Estamos investindo nos fundamentos, mexendo em estruturas. Queremos realizar muito mas só conseguimos andar. O processo é lento. A consciência está presente, mas a dualidade cansa. Autoconhecimento dá trabalho. Constantemente precisamos recarregar. As vezes, a conexão enfraquece e esquecemos do propósito. Cambaleamos. Reclamamos. Temos saudades do passado, quando tudo parecia ser mais leve e lúdico. Estamos sendo testados. Mas seguimos em frente. Somos voluntários cansados.

8. Em movimento  –  Correndo –  Quando menos esperamos – depois de muito trabalho, dedicação e autocura – o processo do despertar dá um salto. “De repente”, a vida fica fácil e começa a fluir com uma sofisticada beleza. Sincronicidades pulam por todos os lados. A magia emerge. A beleza se revela. A fila anda. A autoconexão é forte. Nos sentimos guiados. Estamos presentes, plenos, conscientes e comprometidos com a vida. Lamentamos o tempo perdido. E queremos mais, muito mais. Realizamos o que nem imaginávamos ainda ser possível realizar, o nosso verdadeiro sonho. O eu está radiante de felicidade e alegria. Estamos em sync com a nossa essência. Não há mais ilusão, nem esforço, nem medo, apenas curtição, vontade e deleite. Entregues, nos deliciamos com o caminho enquanto realizamos nosso propósito de vida alinhados com o mundo. Estamos floridos e cantantes. Alegres e perfumados. Saltitantes e sábios. Somos pessoas verdadeiras.

9 . TranscendendoVoando  –  Num sábado qualquer da eternidade, na hora do almoço, você já sabe, desapertamos e despertamos. Neste estágio final, ou de recomeço em outra dimensão, acabam os estágios, existe apenas o fluxo. Eu sou eu, sou você, somos nós, somos todos nós. A ilusão da separação desaparece completamente. Fluimos fundidos ao todo, livres, em paz e em comunhão com o divino. A conexão é total, permanente, una. Estamos plenamente íntegros, integrados e integrais. Completamente identificados com a luz, com a consciência, com o amor e com o ar que respiramos. A síntese aconteceu. eu = Eu Max.

www.holoplex.org

03/11/15

 


Via: Os 9 estágios do despertar da consciência. Você é um ser desperto ? – Holoplex

APRENDENDO COM O TAO, A SABEDORIA DO SILÊNCIO…

O Tao

O Tao do Silêncio…

ce079-tao10(edited)

Por: Elciene Galindo

.

Pense no que vai dizer antes de abrir a boca. Seja breve e preciso, já que cada vez que deixa sair uma palavra, deixa sair uma parte do seu Chi (energia). Assim, aprenderá a desenvolver a arte de falar sem perder energia.

Nunca faça promessas que não possa cumprir. Não se queixe, nem utilize palavras que projetem imagens negativas, porque se reproduzirá ao seu redor tudo o que tenha fabricado com as suas palavras carregadas de Chi.

Se não tem nada de bom, verdadeiro e útil a dizer, é melhor não dizer nada. Aprenda a ser como um espelho: observe e reflita a energia. O Universo é o melhor exemplo de um espelho que a natureza nos deu, porque aceita, sem  condições, os nossos pensamentos, emoções, palavras e ações, e  envia-nos o  reflexo da nossa própria energia através das diferentes circunstâncias que se apresentam nas nossas vidas.

Se você se  identifica com o êxito, terá êxito. Se se identifica com o fracasso, terá fracasso. Assim, podemos observar que as circunstâncias que vivemos são simplesmente manifestações  externas do conteúdo da nossa conversa interna. Aprenda a ser como o universo, escutando e refletindo a energia sem emoções densas e sem preconceitos.

Porque, sendo como um espelho, com o poder mental tranquilo e em silêncio, sem lhe dar oportunidade de se  impor com as suas opiniões pessoais, e evitando reações emocionais excessivas, tem oportunidade de uma comunicação sincera e fluida.

Não se dê demasiada importância, e seja humilde, pois quanto mais se mostra superior, inteligente e prepotente, mais se torna prisioneiro da sua própria imagem e vive num mundo de tensão e ilusões. Seja discreto, preserve a sua vida  íntima. Desta forma libertar-se-á da opinião dos outros e terá uma vida tranquila e benevolente invisível, misteriosa, indefinível, insondável como o TAO.

Não entre em competição com os demais, a terra que nos nutre dá-nos o necessário.  Ajude o próximo a perceber as suas próprias virtudes e qualidades, a brilhar. O espírito competitivo faz com que o ego cresça e, inevitavelmente, crie conflitos. Tenha confiança em si  mesmo.  Preserve a sua paz interior, evitando entrar na provação e nas trapaças dos outros. Não se comprometa facilmente, agindo de maneira precipitada, sem ter consciência profunda da situação.

Tenha um momento de silêncio interno para considerar tudo que se apresenta e só então tome uma decisão. Assim desenvolverá a confiança em si mesmo e a Sabedoria. Se realmente há algo que não  sabe, ou para que não tenha resposta, aceite o fato. Não saber é muito incomodo para o ego, porque ele gosta de saber tudo, quer sempre razão e dar a sua opinião muito pessoal. Mas, na realidade, o ego nada sabe, simplesmente faz acreditar que sabe.

Evite julgar ou criticar. O TAO é imparcial nos seus juízos: não critica ninguém, tem uma compaixão infinita e não conhece a dualidade. Cada vez que julga alguém, a única coisa que faz é expressar a sua opinião pessoal, e isso é uma perda de energia, é puro ruído. Julgar é uma maneira de esconder as nossas próprias fraquezas.

O Sábio tolera tudo sem dizer uma palavra. Tudo o que o incomoda nos outros é uma projeção do que não venceu em si mesmo. Deixe que cada um resolva os seus problemas e  concentre a sua energia na sua própria vida. Ocupe-se de si mesmo, não se defenda. Quando tenta defender-se, está a dar demasiada importância às palavras dos outros, a dar mais força à agressão deles.

Se aceita não se defender, mostra que as opiniões dos demais não o afetam, que são simplesmente opiniões, e que não necessita de os convencer para ser feliz. O seu silêncio interno torna-o impassível.

Faça uso regular  do silêncio para educar o seu ego, que tem o mau costume de falar o tempo todo.

Pratique a arte de não falar. Tome algumas horas para se abster de falar. Este é um exercício excelente para conhecer e aprender o universo do TAO ilimitado, em vez de tentar explicar o que é o TAO.

Progressivamente desenvolverá a arte de falar sem falar, e a sua verdadeira natureza interna substituirá a sua personalidade artificial, deixando aparecer a luz do seu coração e o poder da sabedoria do silêncio.

Graças a essa força, atrairá para si tudo o que necessita para a sua própria realização e completa libertação. Porém, tem que ter cuidado para que o ego não se infiltre… O Poder permanece quando o ego se mantém tranquilo e em silêncio. Se o ego se impõe e abusa desse Poder, este converter-se-á num veneno, que o envenenará rapidamente.

Fique em silêncio, cultive o seu próprio poder interno. Respeite a vida de tudo o que existe no mundo. Não force, manipule ou controle o próximo.

Converta-se no seu próprio Mestre e deixe os demais serem o que têm a capacidade de ser. Por outras palavras, viva seguindo a via sagrada do TAO.

Imagem relacionada

Como procede o sincero praticante do TAO?
Ele procede assim:

01 – Não critica nenhuma atitude.
02 – Não condena nenhum procedimento.
03 – Não reclama de nenhuma situação.
04 – Não espera reconhecimento de nada.
05 – Não busca nenhum tipo de aplauso.
06 – Evita com toda energia qualquer discussão.
07 – Jamais aponta os erros dos outros.
08 – Jamais da ordem de correção ou mudança nas pessoas.
09 – Respeita sempre as opiniões alheias.
10 – Elogia as pessoas fazendo-as ver DEUS dentro delas.
11 – Aprecia qualquer pessoa com respeito e atenção.
12 – Encoraja a todos em qualquer situação.
13 – Procura despertar nas pessoas o gosto pelas coisas corretas.
14 – Interessa-se pelos problemas dos outros, mesmo banais.
15 – Ouve atentamente qualquer explanação.
16 – Estuda os interesses e objetivos da outra pessoa.
17 – Controla seus próprios impulsos em qualquer situação.
18 – Vive bem consigo mesmo, porque não erra mais.
19 – Usa de diplomacia em tudo. Usa de cortesia em tudo.
20 – Usa de sinceridade em tudo que fala.
21 – O incentivo brota de seus lábios como o mel brota do favo.
22 – Jamais toma para sí o que não lhe pertence.
23 – Não participa nem estimula opiniões negativas.
24 – É contrário a qualquer ação negativa.
25 – Respeita as pessoas em qualquer crença religiosa ou política.
26 – É o maior defensor da vida. Jamais aceitará abortos, eutanásia etc.
27 – Nunca fala mentiras, pois percebe que isso o muda de fases.
28 – Por saber que é filho da luz, não abraça nenhuma ilusão.
29 – Experimenta o ponto de vista da outra pessoa e desperta nela um vigoroso desejo de         sucesso.
30 – Desenvolve inúmeros impulsos positivos em prol da VIDA.
31 – Adora pensar grande.

.

Resultado de imagem para imagens do taoísmo

O Taoísmo ensina que é preciso superar as dicotomias aparentes da realidade para poder equilibrar-se no caminho, em direção à elevação espiritual.

.

Resultado de imagem para imagens do taoísmo

Resultado de imagem para imagens do taoísmo


Via: O Tao do Silêncio… | novaconsciência

O CAMINHO DA ESPIRITUALIDADE PODE NOS ENSINAR MAIS DO QUE PENSAMOS…

caminho

5 Erros Comuns Que Algumas Pessoas Cometem em Sua Jornada Espiritual

post-09-14-1 (edited)

Por: Fransiska Dewi

 

“Eu ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas já estou tão longe de onde eu comecei que estou orgulhoso disso”.
~Desconhecido

Assim como qualquer aluna, cometi erros ao longo da minha jornada espiritual.

Embora eu prefira ver os erros como oportunidades de aprendizagem, abaixo estão algumas coisas que aprendi a não fazer durante meus anos de meditação, desintoxicação de fins de semana e esforço constante para permanecer no lado divino da vida.

1. Procurando Respostas Externamente

Quando comecei a meditar regularmente, experimentei um aumento na intuição.

Incentivada por isto, sempre tentei encontrar sinais para guiar todas as decisões que tomei. Quando esperava ver 11:11, sentir uma borboleta no meu ombro, ou simplesmente encontrar um trevo de quatro folhas, eu estava buscando a resposta lá fora.

Fui de um professor espiritual para outro, tentando encontrar aquele que me daria a “resposta”.

Esta mentalidade “o Universo me deve uma explicação” paralisou-me de ser auto suficiente na determinação da direção de minha própria vida.

Você sabe o que realmente funciona? O trivial de sentar-se, fechar os olhos e se concentrar na respiração. Sim, a boa técnica antiga. Nosso coração sempre conhece a resposta, mas nossa mente muitas vezes está dispersa para escutar.

2. Pensando Estar Acima Dos “Não Iluminados”

Quando comecei no meu caminho espiritual, condenava aqueles que não meditavam.

Eu chegava a dar voltas para me afastar daqueles que não podiam manter conversas sobre energia positiva e a lei da atração. Pensava neles como infelizes mortais que nunca viveriam a vida completa que eu vivia.

Mas então conheci pessoas não espirituais que são mais positivas do que muitas pessoas espirituais que conheço. Embora nunca tenham um diário de gratidão, elas são felizes e contentes com sua vida.

Elas podem ter escolhido não caminhar conscientemente no caminho do amor, mas elas demonstram todos os aspectos de tê-lo em abundância.

Eu descobri que a espiritualidade não é sobre o quanto você sabe sobre chacras ou como sua dieta é livre da crueldade com os animais.

É sobre como você incorpora a positividade em sua vida, às vezes mesmo sem perceber.

3. Apego a Uma Prática Espiritual

Um ano atrás, comecei a participar de uma aula de meditação ambulante. Nós fomos convidados a praticar todos os dias, mas eu muitas vezes não conseguia fazer.

Então me sentia mal por mim mesma, finalmente deixei de fazer isto completamente porque eu não queria lembrar do meu fracasso.

Você já iniciou um ritual de meditação diária para reduzir sua ansiedade, e ficar ainda mais ansiosa nos dias em que não conseguia encontrar tempo para meditar? Comigo foi assim.

Quando confiamos em rituais para nos sentir melhor, às vezes nos tornamos demasiado apegadas a eles. Da próxima vez que você estiver fazendo sua meditação diária, pergunte a si mesmo, você está fazendo isso por amor próprio pelo medo de não fazê-lo?

Uma maneira fácil de responder a isto é observar se você está meditando como um ato de autocuidado ou então para se sentir bem em cumprir sua lista de tarefas.

A chave para práticas espirituais saudáveis é fazer para melhorar seu bem-estar, não como um senso de realização ou para elevar sua autoestima.

Você se lembra do clichê, mas que está dizendo uma verdade: “Quando você realmente ama alguém, você ama apesar de suas falhas, não só por causa de suas boas qualidades”?

Agora eu sinto o suficiente, apesar de não fazer meus rituais, não por causa dos meus rituais.

Então, se eu não dispor de trinta minutos para passar em silêncio hoje. Eu continuo sendo a criatura funcional e magnífica que sou.

Só que quando eu gasto os trinta minutos com o foco na minha respiração, ele aumenta o meu EU já maravilhoso.

4. Fazer Coisas Boas Apenas Para se Sentir Valorizada

Esta é apenas outra forma de anexo, embora de fora pareça muito positivo. Sim, seus arredores provavelmente se beneficiarão disto.

No entanto, você já ficou brava porque alguém rejeitou seu gesto agradável ? Se sim, então este é o seu problema.

Você se sentiu assim porque não estava fazendo isto por eles, você estava fazendo isto por você.

Talvez você esperasse que eles retribuíssem, ou talvez você estivesse usando eles como uma ferramenta para acumular um carma bom (dharma).

Eu também fui culpada nisso. Alguns meses depois do meu primeiro emprego fora da faculdade, eu realmente queria ser curada e queria “espalhar o amor”.

Eu enviava longos e agradáveis e-mails para meus colegas, o que acabou por ser ineficaz, já que demoravam muito para lê-los. Além disso, eu voluntariamente estava tentando ajudar as pessoas sem avaliar se a minha assistência iria beneficiar ou sobrecarregar.

No meu quarto mês, eu queria saber “Por que eu não sou amada por todos ?” Em retrospectiva, suspeitei que eles pudessem pressentir a minha falta de sinceridade e me senti desconfortável com isto.

A chave para fazer boas ações é lembrar que você está fazendo isto para os outros, portanto, seu foco deve ser sobre eles, não sobre você.

5. Pensando na Espiritualidade Como um Destino, Não Uma Jornada

Conheci muitos gurus espiritualmente iluminados, e nenhum deles afirmou que terminou de se melhorar. A espiritualidade é uma jornada longa e em constante mudança.

Eu costumava acreditar que, se eu fosse espiritualmente desperta, nunca mais me aconteceria alguma coisa ruim. Eu nunca me sentiria triste, só ficaria rodeada de pessoas agradáveis, e então a vida sempre seria positiva.

Eu não poderia estar mais errada. A espiritualidade não consiste em suprimir ou diminuir o seu lado escuro

A espiritualidade consiste em elevar sua atenção para um nível onde você sempre pode fazer a escolha consciente de fazer o que é certo, apesar do que acontece e do que está sentindo.

Ao longo da jornada espiritual, você finalmente aceita que sempre tem opções. E isto pessoal, é o verdadeiro significado da liberdade.


Origem: Humans Are Free
Fonte: Humans Are Free | 5 Common Mistakes People Make on Their Spiritual Journey
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: 5 Erros Comuns Que Algumas Pessoas Cometem em Sua Jornada Espiritual | A Luz é Invencível

SEGUINDO O FLUXO DO UNIVERSO E AGINDO PELO AMOR E NÃO PELO MEDO…

Red Heart in Space_Daniel B. Holeman

O FLUXO

its-raining-gods-love-sat-roopini-anandaPor: Prama Shanti

 

O Universo é um grande oceano com energias em movimento.

Cada energia tem sua própria qualidade e segue seu caminho individual.

Tudo é uma grande sinfonia de energias, cada qual seguindo seu fluxo.

Uma grande teia interdependente onde uma pequena alteração no fluxo de uma energia repercute no todo, que se refaz readaptando cada caminho.

Cada uma destas energias tem sua consciência, e você é uma delas. Tudo é consciência!

Assim como toda a água ruma para o mar, cada consciência segue seu caminho rumo à evolução.

Só existe um mal, que é a interrupção do fluxo ou o seu desvio.

Quando isto acontece, surgem as dificuldades, cuja principal função é o restabelecimento do fluxo.

Tudo precisa fluir em liberdade.
As repressões que você se impõe bloqueiam suas energias.
As repressões continuadas acumulam energia represada, até o momento em que elas ganham força suficiente para romper os bloqueios e voltarem ao fluxo.
Quando isto acontece, elas se manifestam sem o seu controle, você fará coisas impensadas, e mais tarde dirá: “Aquele não era eu !”.

Sim, existe apenas um mal, que é você trair a Alma.
Não ouvir as suas palavras e preferir seguir o seu ego egoísta, que age pelo medo.
Ouvir o Ego e reprimir os desejos da alma, é o caminho do conforto presente e do sofrimento futuro.

Escutar aquela voz interior que vem da alma, que não tem medo e quer lhe levar pelos verdadeiros caminhos de sua evolução, aquela voz intrépida, corajosa e aventureira, deixa seu ego em pânico.

Seu ego fica em pânico porque esta Voz vai lhe levar pelos caminhos desconhecidos. Aqueles caminhos que sua mente concreta não enxerga. O caminho das impossibilidades. O caminho da verdadeira entrega, onde você se coloca a mercê dos desígnios desconhecidos da alma. O caminho do verdadeiro amor.

Quem segue este caminho reencontra-se, reconhece o verdadeiro amor.
E o amor é sublime e rebelde, é a energia mais pura do Universo, e como tal não aceita limites.
Quem segue o caminho do amor, quem ama, não pode ser controlado.
Esta pessoa encontrou a Deus e segue o fluxo, entregou-se ao fluxo e não pode mais ser perturbada pelo medo. É a revolução em pessoa, um Christus. Nada mais a detém, não pode ser abalada nem amedrontada.

Não vai mais ouvir as mensagens de medo da mídia, não terá medo de perder ou deixar o emprego, não terá medo de ficar sem dinheiro ou com fome. Não precisará de carros ou roupas bonitas.

Esta pessoa não interessa para a sociedade, e será combatida, perseguida, ridicularizada e desprezada.

Para a sociedade, um pobre louco.
Para os despertos, uma referência.

Você pode estar lendo isto e achar um cenário muito distante.
Pode achar que não vai ser um Christus nesta vida.

Mas você pode ser mais feliz do que é hoje.
Ter consciência do fluxo é o primeiro passo para começar a senti-lo.
O primeiro passo para se amar um pouco mais, se respeitar e se permitir.
O primeiro passo para renovar votos de esperança em si mesmo e ousar.
Parar de agir pelo medo e começar a agir pelo amor, por você, pela Alma.

Escutar a Alma é ser feliz, é poder ser criança,
encarar as dificuldades e seguir adiante sem conhecer o medo.

Sentir o fluxo é encarar o caminho de seu coração, e ao mesmo tempo sentir quando um caminho não está correto e ter coragem de mudar.

Assim como a água ruma para o mar, você ruma para a Felicidade.
E sua alma conhece o caminho.
Seu Ego tem medo e não quer andar onde não conhece.
O medo apenas lhe atrasa e traz sofrimento.
Saia do medo e venha ser Feliz.
Sinta este fluxo dentro e fora de você, faça parte dele, viva o Amor !

através de Prama Shanti
1º dia da Lua Magnética
(26/07/2017)
(sobre a autoria …)


Via: O Fluxo | Prama Shanti

ABANDONANDO ANTIGOS CONCEITOS E CRENÇAS A RESPEITO DE DEUS…

The Creation of Adam - Michelangelo, 1508

O fim das falsas crenças sobre Deus e sobre si mesmos

 

O_Grupo_ArcturianoO Grupo Arcturiano

Canalizado por: Marilyn Rafaelle

 

Nós queremos falar sobre os vários conceitos que a humanidade, de forma geral, ainda mantém sobre Deus. Crenças e superstições relacionadas à natureza de um poder invisível tomaram forma quando a espécie humana ainda era muito ignorante e incapaz de compreender a real verdade.

A consciência geral naquela época se baseava, principalmente, no medo e na sobrevivência; por isso, esses queridos não despertos criaram para si mesmos coisas, ideias, ou figuras humanas que eles acreditaram ter o poder de salvar e ferir seus inimigos – eles criaram deuses que refletiam seu estado de consciência. Esses deuses eram vingativos e violentos – formas primitivas de deus feitas à imagem e semelhança do homem.

Os conceitos a respeito de Deus permaneceram como uma parte do sistema de crenças herdado dos primeiros homens, quando as almas vieram para a Terra e se esqueceram de quem eles eram – seres espirituais vivenciando e dançando com a matéria; depois, os homens acreditaram que eles mesmos eram a matéria, e assim criaram o véu do esquecimento.

Toda alma busca por alguém ou por algo que satisfaça a falta que sente de sua completude, pois a verdadeira essência humana nunca se esqueceu de quem ela realmente é, de que ela foi criada de forma completa e integral a partir da substância do Divino. A busca continua vida após vida, e cada experiência traz a alma mais para perto daquilo que ela precisa ver.

Essa é a história do santo graal – após anos de busca e exploração, os buscadores voltaram para casa e o encontraram pendurado em uma árvore. O Santo Graal está dentro, mas, geralmente, apenas após muitas vidas buscando exteriormente, o exausto buscador desiste e finalmente descobre que o que procurava esteve o tempo todo dentro de si mesmo.

Alguns ainda veem Deus como um velho patriarca no céu, que se vinga de qualquer um que se negue a seguir seu rígido código de leis. Esse é o deus do velho testamento que ainda reina para muitos que se denominam “cristãos”, apesar de Jesus ter declarado que ele estava trazendo um “novo testamento”. Esse é o deus preferido daqueles que adoram uma desculpa para criticar e julgar os outros, ou para cometer atos de atrocidade enquanto defendem firmemente suas ações com interpretações distorcidas de afirmações bíblicas.

Alguns acreditam que Deus pode ser muito amoroso se suas leis não forem violadas. Esse é ainda um deus feito à imagem e semelhança do homem. Aquela sensação bem “new age” pode até permitir pensar que esse bom deus seja uma mulher. Todos vocês, em outras vidas, experimentaram esses várias idolatrias de Deus.

Há também aqueles que, frustrados de tanto buscar e nunca encontrar, simplesmente decidem que não existe Deus nenhum.

Está chegando o tempo em que o adepto espiritual deverá deixar para trás todos os deuses feitos à imagem e semelhança do homem, e começar a entender e abraçar a realidade Divina de todas as coisas como manifestações da Consciência onipresente, onisciente e onipotente, que é Deus. Pessoas sinceras de todo o mundo ainda buscam, hoje, encontrar e adorar o Deus que eles mesmos criaram, através de ritos, rituais, crenças, regras, e um senso arrogante de que apenas o seu sistema pessoal de crenças é o correto.

Centenas de jornadas durante centenas de existências preparam cada indivíduo a despertarem de forma consciente em algum momento. Após vidas buscando fora de si mesmos sem resultados, a alma preparada simplesmente desiste, e frequentemente decide que Deus não existe.

Esse é o poderoso momento decisivo, o fim da busca externa de si mesmo que serve para desbloquear e abrir a consciência para o fato de que tudo está no interior.

Deus nunca poderá ser compreendido ou conhecido a partir da mente humana. Há aqueles que acreditam que possam fazê-lo, mas Deus é vasto demais para ser enquadrado ou entendido por uma mente humana limitada, e é por isso que tantos conceitos de Deus foram criados no início.

Todos vocês que leem essas mensagens estão prontos para ir além dos conceitos obsoletos e fantasiosos que permanecem e que vocês, porventura, ainda mantenham. Qualquer conceito remanescente pode atuar bloqueando a plena autorrealização como uma expressão da Consciência Divina Unificada, que é algo que vocês têm buscado durante muitas vidas.

Vocês não são uma pequena porção de Deus, vocês são a totalidade DELE, porque o UM não pode ser dividido. Vocês têm acumulado as experiências e conhecimentos necessários para entender isso, é isso o que vocês têm buscado. Vocês estão prontos para remover e ir além de todas as dúvidas acumuladas e das falsas crenças sobre si mesmos e Deus.

Ainda é ensinado ao homem que ele é pecador e imperfeito, e que ele deve seguir alguns conjuntos de regras e rituais para que se purifique, senão será punido. A divina consciência não incorpora os conceitos criados pelo homem. ELA não reconhece o que a humanidade pode escolher sonhar porque ELA apenas conhece o que é real. Deus está sendo infinitamente o que ELE É, e tudo o que ELE É está no seu lugar eternamente, por meio da Lei Divina.

A ascensão é como uma graduação para a realização da Unidade pela consciência. Ela se trata de saber que, seja qual for a verdade sobre Deus, essa verdade é sobre vocês. É viver sabendo que a Consciência Divina Unificada está se manifestando em Si Mesma como cada pessoa, animal, árvore e rocha, independentemente de aparências ilusórias.

A verdade é tudo o que existe. O que vocês veem como o externo, bom ou mau, é uma interpretação mental de alguma ideia espiritual. Tudo é espiritual, mas é percebido de acordo com o estado de consciência alcançado por cada um de vocês. Há aqueles que veem árvores como Luz viva, e essa Luz flui de uma árvore para outra; e há aqueles que simplesmente veem a árvore como madeira para ser cortada. Esse é um universo espiritual, povoado com filhos de Deus, mesmo que, para o olhar humano, não pareça ser assim.

Seu trabalho agora é viver a verdade que vocês conhecem em cada momento. Lembrem-se de que tudo o que vocês veem, ouvem, saboreiam, tocam e cheiram é um conceito de uma realidade espiritual. Desfrutem a beleza de uma rosa, mas lembrem-se de que o que vocês veem, cheiram e apreciam é um conceito de perfeição e beleza Divina sempre presentes – da Fonte que se derrama continuamente em formas infinitas.

Poderosas energias luminosas estão sendo derramadas sobre o planeta nesse momento, e estão disponíveis para todos os que estiverem receptivos a elas. Vocês estão prontos para começar as próximas e mais profundas fases da jornada. Essa tem sido uma agradável jornada de aulas, discussões e rituais, mas agora é hora de voar mais alto. Uma relutância em ir além de algum estado de consciência ultrapassado, muitas vezes, traz como consequência uma experiência não muito agradável, mas eficiente, para fazer com que vocês acordem.

Viver a verdade pode ser difícil no começo, e muitas vezes pode fazer com que alguns de vocês queiram continuar sendo alunos. Isso parece mais fácil quando alguém está lhe dizendo como ser “santo”. É necessário fazer a transição de aluno para mestre em algum momento, seja nessa vida ou em outra, mas poderosas energias se apresentam agora para fazer com que essa mudança se torne ainda mais fácil do que antes.

Como mestres, muitos de vocês já descobriram que pessoas são atraídas para o seu campo de energia, e elas estão querendo saber o que você sabe. Algumas delas só estarão prontas para digerir uma “papinha” espiritual, enquanto outras estarão prontas para a “Sopa com batatas” da verdade. Sempre usem seu discernimento e sejam guiados pela própria intuição para saber quem é quem. Algumas pessoas só podem lidar com uma pequenina semente da verdade – algo tão simples quanto dizer “Eu acho que, em uma vida passada…”. Uma pequenina semente da verdade foi plantada, e ela pode criar raiz ou não, mas vocês nunca devem se preocupar com isso.

Vocês devem se preocupar somente em viver com base no seu estado de consciência mais elevado, não se privando de viver como uma forma de agradar outra pessoa ou por duvidar de que o que vocês sabem é realmente verdadeiro.

Frequentemente, vocês pensam que viver verdadeiramente é uma questão de escolher entre aproveitar a vida ou evoluir espiritualmente. Esse conceito simplesmente reflete as crenças de separação e dualidade que estão presentes no mundo. A energia da alegria é a que está mais perto da energia Divina. Por isso, crescer espiritualmente não é deixar de se divertir, nem de fazer o que vocês amam, ou de estar somente com as pessoas em quem vocês acreditam. A crença de que o sofrimento é uma qualidade da espiritualidade é uma falsa crença que perdura com base na ignorância e nas falsas interpretações da verdade.

Comecem as mudanças que vocês precisam fazer, gradualmente. A jornada espiritual não é uma corrida, mas a integração e o contato amoroso, gentil e gradual com a verdade. Uma pessoa pode reconhecer uma necessidade de deixar de assistir ou ouvir constantemente os noticiários, enquanto outra pessoa pode perceber que seu hábito de sempre querer acumular mais coisas é somente a crença de que tudo isso lhe garante segurança.

Geralmente são os menores e mais “desimportantes” hábitos que podem manter vocês presos a velhas energias. Ao prestarem atenção em qualquer pessoa, atividade e crença que não ressoam mais com vocês, poderão ir além deles e superá-los.

O livre-arbítrio é uma lei que sempre será honrada e respeitada independentemente das escolhas que vocês façam. Todos vocês são muito amados e admirados por quem está do lado de cá, pela coragem que os humanos demonstram todos os dias. Vocês nunca são ou serão julgados por escolherem como querem viver, e acreditem: essa liberdade nunca poderá ser tirada de vocês.

Nós apenas lembramos vocês de que o momento pelo qual esperavam está acontecendo agora, e vocês estão prontos para ele. Seu intenso trabalho durante tantas vidas trouxe vocês para o limiar de um novo estado de consciência, e vocês devem fazer uma escolha entre ficar no velho ou partir para esse novo estado.

Nós Somos o Grupo Arcturiano


Fonte: Oneness if All | APRIL 17, 2016
Tradução: Sementes das Estrelas / Amanda Cordeiro

Via: Sementes das Estrelas: O Grupo Arcturiano – “O fim das falsas crenças sobre Deus e sobre si mesmos” – 17.04.2016

SUA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL É ESTAGNADA, ATÉ VOCÊ SUPERAR SEUS MEDOS…

vencendo o medo

As 5 Estratégias Mais Perigosas do Medo

pavor extremo

Por: Dylan Charles

 

Parece que o medo está assumindo o controle. Afinal, ele tem sido uma parte integrante de nossas vidas há tanto tempo até agora, que infelizmente não sentimos a vida normal sem ele.

Costuma-se dizer que se sangrava, queria dizer que o proxeneta do medo era de alguma forma uma parte aceitável do crescimento econômico. Mas, sabemos que existe mais nesta história. Sabemos que o medo é uma ferramenta usada para o controle social. É uma arma de destruição em massa e deterioração em massa da saúde mental. É uma técnica usada para levar a nossa consciência para baixo, nos manter cantarolando e satisfeitos em uma vibração inferior. Ele mantém o cérebro reptiliano no banco do motorista e costuma criar conflitos e caos.

Mais importante ainda, o medo, seja real ou imaginário, nos mantém focados na sobrevivência e segurança, esquecendo que abundância e cooperação são possíveis e muito mais agradáveis.

“O medo começa e termina com o desejo de se sentir seguro. Segurança interna e externa, com o desejo de ter certeza, de permanecer. A continuidade da permanência é procurada em todas as direções, na virtude, no relacionamento, na ação, na experiência, no conhecimento, nas coisas externas e internas. Encontrar segurança e se sentir seguro é o grito eterno. É esta demanda insistente que cria o medo”.
~Jiddu Krishnamurti

Os que ocupam cargos de poder no governo e na mídia sabem disso muito bem. Eles usam o medo para influenciar o comportamento das massas. Eles o apresentam como uma oferta difícil de recusar, dizendo-nos que é bom ter medo, porque, nós temos que nos proteger. Eles usam isto como justificativa para manter o complexo industrial militar sempre em expansão e a guerra Orwelliana permanente. Eles o usam para fabricar o consentimento político e fabricar a tolerância aos incessantes ataques à privacidade e à liberdade.

Este é um beco sem saída: Quanto mais cedemos à tirania do medo, menos seguros estamos. O medo é uma armadilha, a seguir estão cinco truques usados para escravizar você.

1. O Medo Diz Para Você se Indignar e Ceder a Raiva e ao Ódio

Isto é amplamente compreendido, mas vale a pena repetir. Se você não consegue superar o medo, então você está aberto à raiva e ao ódio, o que vemos muito em nosso mundo atualmente. O que raramente é discutido, no entanto, é que o medo é que alimenta a raiva e o ódio e este medo é que desencadeia a agitação e o caos que vemos em nosso mundo.

Yoda, é claro, disse o que é melhor:

“O medo leva à raiva. A raiva leva ao ódio. O ódio leva ao sofrimento”.
~Yoda

2. O Medo Espera que Você Abandone a Racionalidade

Existe uma diferença entre o medo e a cautela. O cuidado é um processo funcional que ocorre no momento presente para nos manter fora do perigo imediato. O medo em questão aqui, é mais como uma forma de arte, um tipo de capacidade refinada da imaginação humana. E a imaginação não precisa de racionalidade.

O medo nos diz para ignorar fatos, estatísticas e experiência direta, e focarmos no hiper, no sensacionalismo e nas mentiras confortadoras. Chama a atenção para o pior dos cenários, por mais ridículos que sejam. Nesta perspectiva, soluções sensíveis aos problemas são praticamente invisíveis, e as opções são mínimas.

3. O Medo Quer Que Você Tente Controlar Coisas Que Estão Além do Seu Controle

“Nós pensamos que estamos fazendo coisas. Mas, a menos que conciliemos nossos medos e motivações inconscientes e subconscientes, somos apenas uma criança em um ônibus com um volante de brinquedo fazendo sons “vroom vroom” com nossa boca. Não temos controle de nada”.
~Aubrey Marcus

Como indivíduo, existe apenas uma coisa neste mundo que controlamos: nós mesmos. Não temos absolutamente nenhum controle sobre os pensamentos e julgamentos de outras pessoas, não temos controle sobre as ações dos outros e não temos controle sobre o desenvolvimento ou o curso dos eventos mundiais. Nós só temos a capacidade de controlar nossos próprios pensamentos, ações e reações, embora, o medo tente nos fazer acreditar de outra forma.

4. O Medo Condiciona a Escolher um Lado ou Seguir um Movimento

Dividir e conquistar funciona como uma estratégia política porque capitaliza o medo ao empurrar as pessoas para grupos e movimentos na tentativa de encontrar segurança. Percebemos isto de uma forma marcante na sociedade atualmente, e à medida que os corações se endurecem e a guerra da retórica se aquece, as pessoas vão achar cada vez mais reconfortante se juntar a um grupo e participar da ação de movimentos. O medo está nos levando a um novo feudalismo, a uma nova divisão.

“Não é preciso nada para se juntar à multidão. Precisa muito para ficar sozinho”.
~Hans F. Hansen

Você tem coragem de ficar sozinho ?

5. O Medo Ordena Que Você Feche o Seu Coração

O ser centrado no coração expressa tudo, menos um sinal de fraqueza. Pelo contrário, é a maneira mais corajosa de ser, pois exige que você seja vulnerável, uma façanha que só é possível quando você abandona totalmente o medo. Mas o medo ordena que você mantenha o coração fechado. Isto lhe diz para fechar o amor em um lugar seguro e protegê-lo com a ferocidade de um leão enjaulado.

Quando o medo subjuga o amor, os seres humanos tornam-se animais selvagens, incapazes de sentir empatia ou de mostrar compaixão.

“Não ceda aos seus medos. Se você fizer isto, não poderá falar com o seu coração”.
~Paulo Coelho

Pensamentos Finais

O medo certamente pode ser um mestre perigoso, mas o que é exatamente isto? Você pode tocá-lo? Você pode vê-lo? Que cor ele tem? É mesmo real, ou realmente é apenas um lapso na disciplina da mente?

O crescimento espiritual fica estagnado até que o medo seja confrontado e superado, no caminho do autodomínio, o medo é a primeira coisa a deixar ir. É a primeira parte desnecessária de você que é afastada da psique e arrastada para a luz das escuras cavidades da mente subconsciente. Ele não serve para o seu bem, e a sua alma sabe disto. Você realmente entendeu isto?

“Como você se reconcilia com o seu subconsciente? Reserve um tempo para ouvi-lo sussurrar para você, e depois levá-lo a expandir sua consciência. Como você pode ficar quieto? Meditação, yoga, respiração, dança extática, plantas medicinais, tempo na natureza… existem muitas maneiras, até caminhar na montanha”.
~Aubrey Marcus

©Dylan Charles
WAKING TIMES

 


Fonte: WAKING TIMES | THE 5 MOST DANGEROUS DEMANDS OF FEAR
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Via: As 5 Estratégias Mais Perigosas do Medo | A Luz é Invencível

 

A IMPECABILIDADE NECESSÁRIA PARA SE ALCANÇAR A ASCENSÃO…

vale-jiuzhaigou-china-thinkstockphotos-475524533

IMPECABILIDADE CRISTALINA: DANÇANDO COM AS ESTRELAS

Metatron_Claudio GianfardoniUma mensagem de Metatron

Canalizada por James Tyberonn ,
em 16 de abril de 2011

 

Saudações, Queridos! Eu sou Metatron, Senhor da Luz, e saúdo todos e cada um de vocês respeitosa e intencionalmente. Saúdo cada um individualmente no momento exato em que lê estas palavras vivas, na essência vibratória do eterno AGORA e o abraço em amor.

À medida que a anunciada Ascensão se aproxima, tudo está se abrindo ao seu redor. A natureza da sua Semente Estelar se expande nos reinos da Terra; na verdade você está dançando com as Estrelas; as Estrelas da esperança, do amor e da impecabilidade.

Querido, nós do Reino Angélico estamos aqui para apoiá-lo, para lhe oferecer intuições orientadoras, mas cabe a você, na sua jornada de polaridade e dualidade, superar seus desafios. Estes são os caminhos da sua aprendizagem e é sua tarefa enfrentar e resolver os seus problemas. Nós o ajudamos colocando-o em contato com seu próprio poder. Nosso propósito não é resolver nada por você, nem de nos colocarmos entre você e sua própria liberdade de discernimento e escolha, oferecendo-lhe “respostas”, nem mesmo para os desafios mais complexos.

Nosso propósito é reforçar sua própria força, pois, afinal, a vasta divindade do seu Ser não só está bem preparada para ajudá-lo a encontrar satisfação, como também está totalmente desejosa de fazer isso. E nesse processo, Querido Ser Humano, você descobrirá sua natureza superior de sabedoria, entendimento, exuberância e paz. Ninguém, nem mesmo um Anjo, pode fazer isto por você. Na impecabilidade você realizará todas as tarefas auto-designadas que se apresentarem a você.

Querido, neste momento, nós lhe oferecemos a energia integral da nossa Existência de Luz, da nossa essência cristalina. Nós lhe oferecemos, em puro amor, a orientação da nossa sabedoria para o seu discernimento. E lhe pedimos apenas, Mestre, que se mantenha plenamente presente em seu coração e mente. Compreenda o que lhe dizemos, pois você é um Deus em processo. Do que lhe oferecemos, tome o que ressoar consigo, pois lhe é apresentado no mais profundo respeito e amor.

DANÇA ESTELAR: EXPANDINDO-SE EM AMOR

A dança estelar da sua vida é expandir-se em amor. Mas o amor do qual falamos não é meramente a emoção que os seres humanos consideram amor, mas a energia e ciência magníficas e extraordinárias do que pode ser chamado de amor incondicional expansivo. Neste contexto, o amor é realmente uma ciência, um vasto campo composto de uma ressonância vibratória muito complexa.

Então, permita que definamos melhor um componente-chave da ressonância do amor, já que ele se relaciona com o seu crescimento… Este é a impecabilidade da vontade divina ativada. Quando a vontade é traduzida em ação, ela é a propulsora da sua busca por crescimento espiritual. Então a impecabilidade é a transformação das suas experiências e conhecimentos presentes na sabedoria da ação.

ACEITANDO O DESAFIO

Embora seja verdade que os seus pensamentos criam a realidade que você vivencia na dualidade, você mesmo, num aspecto mais elevado, compõe e cria, ponderada e cuidadosamente, os desafios que enfrenta. Estes têm um grande propósito. Quer realmente acredite ou não, você escreve seus próprios testes. Então, embora “pensamento positivo” seja uma frequência importante, o pensamento positivo tem a intenção de ajudá-lo a lidar com suas lições de vida e não evita o processo de aprendizagem em si. Você não pode simplesmente ignorar ou eliminar por um passe de mágica as lições de crescimento que programou para si mesmo com o fim de se expandir. Isto porque, na maioria dos casos, as situações que você escolheu estão fora, além da capacidade do aspecto dual do seu cérebro-ego de removê-las ou eliminá-las. Você as enfrentará, porque, no seu Eu Divino, você as desejou a partir de uma perspectiva mais elevada.

Nós lhe asseguramos que não há nada mais estimulante, mais digno de realização do que o seu desejo manifestado de evoluir, de mudar para melhor. Na verdade, esta é a missão de cada uma das suas encarnações. Não é suficiente meditar e visualizar a meta desejada sendo atingida, se não agir de acordo com sua voz interior, a energia da qual suas meditações e visualizações surgem.

Intenção, foco e meditação devem se unir totalmente à ação. Tornar-se impecável e finalmente alcançar a Iluminação não quer dizer – como algumas religiões sugerem indiretamente – que de repente você se encontre num abençoado estado de esquecimento, ou em algum distante estado de Nirvana. Mestre, nós lhe dizemos que você faz parte do Nirvana hoje, como sempre fará; basta descobri-lo dentro de si mesmo.

Realmente haverá ciclos no seu estado emocional, que fazem parte de ser um humano. Haverá momentos em que se sentirá apático e deprimido. Estes estados poderão ser causados não só por problemas que você enfrenta, mas até por certos aspectos astronômicos. Tudo isso deve ser enfrentado e pode ser superado. Então, saiba que o “Nirvana” é alcançado através da atitude – não através de rejeição, ignorância ou fuga, mas através da avaliação impecável da projeção da realidade que o envolve.

A experiência terrena – a maestria da dualidade – é difícil. Esta é uma grande verdade, uma das maiores verdades da dualidade, e geralmente é mal compreendida. O estudo e maestria da vida requerem trabalho. Você não pode simplesmente colocar o livro debaixo do travesseiro e dormir sobre ele; é preciso que ele seja lido e entendido uma página de cada vez, momento a momento.

Portanto, é preciso entender e aceitar que sua vida é uma construção de situações que você planejou a fim de possibilitar seu crescimento espiritual. Quando aceitar esta nobre verdade, você terá a oportunidade de transcendê-la. Aquilo que você chama de “destino” é, na verdade, uma série de situações que você pré-planejou para sua lição de vida. E, meu Querido, esse mesmo “destino” escrito por você vai ajudá-lo a enfrentar seus desafios e depois manifestar seus desejos, mas não porque você reclamou daquilo que não gosta. Para vivenciar a luz do seu desejo, você deve acender a paixão que vai libertá-lo da fortaleza onde ele esteve rigorosamente guardado. O melhor caminho é aceitar o desafio da auto-purificação, sendo um exemplo vivo da sua própria luz, em vez de protestar contra as trevas que ainda existem no mundo na terceira dimensão e escolher isolar-se dele.

ACEITAÇÃO

Mestre, ao aceitar que está aqui para enfrentar desafios, você poderá criar mais firmemente a energia necessária para enfrentá-los. Porque, a partir do momento em que aceitar isso, o fato de que a vida pode ser difícil não mais o assustará e sim motivará o seu guerreiro espiritual interior a resolvê-la.

O maior problema que você tem em aceitar o controle e responsabilidade pelas suas ações está no desejo essencial de evitar a dor das consequências desse comportamento. Mas lhe dizemos que a coragem confrontadora de resolver impecavelmente os problemas é que provê e realmente alimenta significativamente o crescimento na sua vida. Enfrentar os problemas é o que distingue sucesso de fracasso, ou melhor, crescimento de estagnação. Os problemas trazem à tona os seus melhores esforços para resolvê-los e aprimoram a coragem e a sabedoria do buscador impecável.

É justamente por causa de situações difíceis e obstáculos estressantes que você cresce mental e espiritualmente. É através da dor de enfrentar e solucionar os quebra-cabeças da vida e as situações pré-programadas, que você aprende o significado maior da ciência do amor. Meu Querido, o fato é que suas realizações mais difíceis, e certamente seu maior crescimento, são gerados quando você se encontra nas inquietantes encruzilhadas do problema. Suas maiores provas e revelações acontecem em momentos em que você se encontra fora da sua “zona de conforto”, sentindo-se desnorteado, insatisfeito, ou até num estado de angustiante desespero. Pois é nesses momentos, impulsionado pelo desconforto, que você é levado a arrombar a jaula confinadora e procurar um modo de vida melhor e espiritualmente mais satisfatório.

IMPECABILIDADE – O ESTADO DE GRAÇA

O que é impecabilidade, então? Não estamos subestimando a premissa básica quando definimos impecabilidade simplesmente como “sempre tentar fazer o melhor”. Mas manter-se impecável exige mais esforço, à medida que a extensão da sabedoria e consciência que você adquiriu se expande. Quanto maior a sua consciência, mais você “sabe”. Quanto mais você sabe, maior é a sua responsabilidade de viver em conformidade.

Você está no processo de expansão da sua consciência vibratória, tornando-se um participante consciente com a alma. Você está se tornando o que sua alma é, descobrindo sua identidade maior. Querido, quando você cresce espiritualmente, é porque se abriu para a busca do crescimento e está agindo, trabalhando para consegui-lo.

A impecabilidade envolve a expansão deliberada do seu Ser em evolução. A impecabilidade coloca-o em estado de graça. Impecabilidade não significa que você tenha alcançado a iluminação ou aprendido tudo o que precisa aprender, mas que você está no único caminho, no caminho certo para chegar lá.

Então vamos definir a impecabilidade em dois níveis, dois formatos de fase:

1) IMPECABILIDADE CONDICIONAL – É quando o indivíduo não é muito adiantado, mas está trabalhando para atingir a maestria; está fazendo o melhor; utilizando o conhecimento, na medida da sua capacidade, para fazer a coisa certa, mesmo quando há ignorância e concepção errada e inocente. Isto é, quando ele acredita realmente que o que está fazendo é o caminho certo, mesmo que esta não seja a verdade plena e expansiva. Todo mundo passa por esta fase. Nesta fase, se você comete um engano, é um engano honesto, no qual você acredita genuinamente que está fazendo o que sentiu que era correto.

2) IMPECABILIDADE DE MAESTRIA – Esta é a fase da alma na existência humana, que é o ápice da Maestria. É quando o indivíduo é muito adiantado e está vivendo de acordo com o que prega, sem ter nenhum conflito interno entre o que ele acredita ser o caminho certo e como ele age.

As duas fases ativam o que poderíamos chamar de estado de graça acelerado. A graça é a ajuda do Eu Divino no resultado das situações, quando a pessoa está tentando fazer o melhor. Você pode pensar nela como um “Anjo da Guarda”, porque em muitos casos um Anjo da Guarda é isso – o seu Eu Divino intervindo providencialmente nas situações para ajudá-lo em seu caminho.

Se fôssemos redefinir o que os seus textos religiosos consideram pecado, não o faríamos em termos de mandamentos, mas como “conhecimento não utilizado” – tomar atitudes que você sabe que são incorretas, atitudes que estão em conflito com suas crenças mais elevadas.

A SABEDORIA ESTÁ NO INTERIOR

A maioria das pessoas deseja uma sabedoria maior do que a sua própria. Procure e encontrá-la-á. Você pode encontrá-la “escondida” dentro de si mesmo, Mestre. Infelizmente, esse é o último lugar onde a procura, pois dá trabalho. O divino ponto de contato entre Deus e o ser humano está naquilo que os acadêmicos chamam de subconsciente.

Até mesmo os seus textos religiosos lhe dizem que Deus está no seu interior, que você é uma centelha do Divino. A mente subconsciente, ou “cérebro posterior”, nos seus termos, é a parte de você que é Deus; a porção do seu Eu Maior que contém o conhecimento de “Tudo O Que É”, a parte de você que contém os Registros Akáshicos, a memória da sua alma.

Como o subconsciente é a Mente Divina em você, a meta do crescimento espiritual é alcançada entrando-se no sagrado “Jardim da Sabedoria”. Isto se consegue aquietando-se a mente do ego. A meditação sempre foi o portal; ela é a chave para aquietar a conversa do ego-personalidade e permitir que a “Voz da Alma Divina” seja ouvida. Repetimos que é necessário esforço. Não existe nenhum atalho.

Reconquistar a condição Divina é o propósito da sua existência individual no plano da polaridade. Você nasceu para poder se transformar, como consciência individual, numa expressão física de Deus; uma expressão divina em estado de Ser.

Este desafio é o objetivo da sua alma, seu verdadeiro propósito e, nas jornadas físicas, o relógio está sempre correndo. A conquista da qualidade Divina na fisicalidade é conseguida com o tempo, através do desejo imaculado que é acionado no reino físico por meio da fusão com a sabedoria do não-físico. O tempo importa.

Na polaridade, a atual mudança de paradigmas e energias pode tirá-lo do centro com muita facilidade nestes tempos acelerados. Muitas vezes, o seu propósito verdadeiro é difícil de ser definido subjetivamente e o seu entendimento e lastro ficam justapostos entre a ilusão e a realidade percebida. Você pode sentir que está vivendo numa distorção e que nada é exatamente como parece ser. Neste processo, você pode ficar confuso e complacente. E pode perder a noção do tempo.

Querido, sua vida… cada instante da sua vida física é precioso, muito mais do que você pode imaginar; muito mais do que você aproveita. O tempo é um bem precioso, e é finito na sua dualidade. Todas as pessoas, em algum ponto do futuro, farão a transição para fora do físico. Ou, de acordo com a sua linguagem, todos experienciarão a morte, todos morrerão. Esta é uma condição da fisicalidade, você sabe. Entretanto, muitos agem como se fossem viver para sempre. É verdade que a alma é eterna, mas você não será sempre a mesma pessoa, a mesma personalidade ou expressão que é agora, em qualquer outra vida, em qualquer outro aspecto da sua existência.

Você está aqui para aprender, Querido; está aqui para aprender as expressões da sua própria Divindade dentro da dualidade. E realmente, a dualidade é uma dádiva. A vida é uma dádiva. Você está aqui para aprender a cocriar, pois, na verdade, você e todos os seres humanos são cocriadores do Universo, do Cosmos e estão aqui para alcançarem a Maestria. E muitos já estão bem perto dessa conquista.

APROVEITE O DIA

Mestre, enquanto não se valorizar verdadeiramente, você não estará na graça da impecabilidade e, portanto, não estará motivado para realmente valorizar e otimizar o seu tempo. A menos que dê grande valor ao tempo que lhe cabe, você não “fará o melhor” com ele. “Carpe Diem” é traduzido como “Aproveite o Dia” e é muito apropriado. Você precisa aproveitar cada momento! Muitos indivíduos, apesar de suas boas intenções, se permitem ficar tranqüilos no comodismo, em certas fases ou em certas condições da jornada que escolheram. Muitos perdem tempo, utilizam mal o tempo e, assim, encarnações e encarnações podem ser desperdiçadas. Aquilo que você não enfrenta, aquilo que você não resolve em qualquer momento ou vida, acabará voltando à tona; você repetirá a situação até que consiga solucioná-la com sucesso. Isto com certeza é uma grande verdade.

Mestre, utilizar bem o seu tempo na dualidade é essencial, e isto é um empreendimento complexo, porque requer que você busque a impecabilidade; requer que você ame a si mesmo, pois enquanto não se valorizar genuinamente, você não valorizará verdadeiramente a sua vida e o seu tempo. E enquanto não valorizar seu tempo, você não será motivado a maximizar a forma de utilizá-lo.

Isto é a Disciplina natural, é a ferramenta básica para resolver os problemas da vida. Sem disciplina é difícil você ter o estímulo necessário para se concentrar no trabalho de solucionar seus problemas. Em poucas palavras, você pode se tornar imobilizado… apático, acomodado ou preguiçoso. Na “Escada da Ascensão”, ou você se move para cima, ou fica parado, ou se move para baixo.

Na física tridimensional, existe uma lei que afirma que uma energia altamente organizada naturalmente se degradará se não estiver em estado dinâmico. Pela lei natural, é mais fácil permanecer em estado de acomodação no plano físico, do que numa condição de movimento ascendente. Isto é claramente lógico. A Lei do Amor é que motiva todas as almas a ascenderem para maior consciência, e isto requer dinâmica… trabalho! Na verdade, a preguiça é um dos seus maiores obstáculos, porque trabalhar significa nadar contra a maré. Aproveite o Dia!

ORDEM PERFEITA

Algumas pessoas dizem e sentem que “Tudo funciona como devia, tudo está em perfeita ordem”. Mas isto é um paradoxo, Mestre. E, como numa carta de baralho, uma das figuras está sempre de cabeça para baixo, de qualquer jeito que se olhe para ela, entende? Do ponto de vista superior, tudo está em perfeita ordem, mas da perspectiva da dualidade, não está! Se estivesse, não haveria nenhuma necessidade de lição, nenhuma necessidade de reencarnação. Basta dar uma olhada ao seu redor para saber que a situação da humanidade no planeta Terra está longe de ser perfeita. Na verdade, NÃO vai funcionar como devia, até que os seres humanos façam com que funcione!

Isto se aplica ao micro e ao macro. Há muito a ser trabalhado, muito a ser revisto. E tudo ocorrerá no tempo apropriado, Mestre. Nós lhe oferecemos algumas questões ligadas à perda de tempo, para sua análise e discernimento:

EGO OCULTO – ARROGÂNCIA ESPIRITUAL

Muitos são líderes e professores e trabalharam bastante e durante muito tempo para chegar a um nível avançado de conhecimento das verdades espirituais. Isto é admirável, mas leva a uma encruzilhada decisiva.

Um ser humano no caminho da Maestria deve evitar as armadilhas do ego ou cairá na atrocidade. Um líder deve sempre respeitar a voz da sua alma e seguir o caminho que lhe é indicado internamente, de modo a ascender em vez de decair. Esta é uma orientação essencial para todos que estão no curso avançado de Maestria. Sem a “avaliação e calibração internas da alma” não é possível enxergar a verdadeira direção do lar.

Entenda que com o progresso contínuo vem a necessidade da humildade. Quantos já participaram de reuniões metafísicas onde acabaram quase humilhados por alguém que fez questão de lhes contar como conseguiu ir longe em seus sonhos, quantas visões grandiosas já teve e quantos mestres celestiais ele enxerga nos reinos superiores, insinuando que é um ser avançado na maestria e quer ter certeza de que todo mundo saiba disto.

Esta é uma armadilha compreensível, mas não é o caminho da integridade. A Arrogância Espiritual é muito comum nos círculos da Nova Era, embora muitos que a praticam não tenham sequer consciência de que estão se apresentando de um modo tão pomposo. Existem muitas ciladas secretas do ego nos círculos espirituais. Ninguém está isento disto. Líderes e professores que progrediram até certo nível são especialmente suscetíveis de cair nesta cilada do ego, quando começam a conquistar seguidores. A maioria dos que caíram não o reconhece. Você é um deles? Acontece com a maioria, em algum momento, Querido. A humildade é o caminho do verdadeiro líder espiritual, entretanto é muito fácil cair cegamente no auto-engrandecimento.

Dizemos-lhe com amor, Querido, que isto acontece com todos. Acontece em todas as suas encarnações: o movimento e a mudança, dia a dia, para dentro e para fora da integridade. Na dualidade, seja um professor ou seja um aluno (na verdade, todos são ambos!), ninguém está acima disso, e é por isto que é necessário  se re-calibrar através do espelho infinito da verdade, através da auto-análise feita pelo observador distanciado interno. Existe uma linha muito tênue entre amor por si mesmo e ego. O paradoxo é que o primeiro é uma necessidade da impecabilidade e o segundo é um obstáculo a ela.

No caminho para a Maestria, muitas vezes você será forçado a escolher entre o amor e o poder; e o poder é muito sedutor e, geralmente, muito bem disfarçado. O orgulho vem antes da queda. Muitos se elevaram a grandes alturas na conquista espiritual, mas acabaram perdendo tudo isto por se deixarem cegar pelo ego.

Existem duas formas de poder, uma é usada para controlar, é o poder político; a outra é o poder verdadeiro, o poder benevolente do Amor. Mas, à medida que progride em consciência, você verá essa distinção menos como uma questão de bem e mal, e mais como uma questão entre amor e conceitos enganadores de poder. São energias mais sutis. Existem energias que desejam um movimento ou direção e há energias que precisariam de uma compreensão mais aprimorada. O desafio se encontra em juntar todas as peças, e esta não é uma tarefa fácil.

INTEGRIDADE SEXUAL

O verdadeiro amor é uma frequência. Não é paixão emocional, não é romance e não é sexual, nos seus termos. Acima da dualidade, na sua verdadeira essência, você é andrógino, integral, inteiro e sem gênero. Só no plano da polaridade do reino físico é que ocorre a orientação de gênero. Neste momento e no seu plano atual de existência, a atração física para fertilização sexual está no modelo atual do DNA, para preservar a sobrevivência das espécies. Isto não é preciso nem está presente no seu Eu Superior, acima da dualidade.

A sexualidade é outra área que é muito complexa, muito confusa para muitas pessoas. É uma área que requer impecabilidade.

Através dos tempos, nas diversas culturas em todo o planeta, existiram muitos sistemas de crenças, expressões variadas, experimentos e modalidades da expressão sexual na biologia. Alguns foram muito moderados, outros extremamente liberais. Os laços mais profundos do amor biológico e espiritual encontram-se na base de todos os relacionamentos pessoais e culturais, mas existe um amor mais elevado que transcende a sua programação cultural e religiosa de sexualidade.

Padrões morais, impressos pela religião e cultura no seu paradigma atual, têm uma influência considerável na opressão em termos de expressão sexual. A consequente orientação sexual extremamente específica reflete, então, uma firme divisão na consciência. Não apenas separa o masculino dos impulsos emocionais alentadores, mas também separa o feminino da sua própria liberdade de projetar força e intelecto. Isto efetivamente formula uma cultura restritiva, na qual mente e coração, força e alento estão separados em polaridades através do gênero.

Intimidade e expressão sexual são veículos para a expressão da energia não-física de maneira física. A sexualidade pode ser sagrada ou pode ser simples luxúria. Quando é uma expressão espiritual da união de almas de um modo físico, ela é vivenciada como muito mais do que um ato físico e é feita a partir da intenção e manifestação dos chacras superiores. Neste caso, a energia vital despendida é amplificada, santificada e retorna ao campo energético dos participantes, aumentando a vitalidade e equilíbrio de ambos. Cada um registra a impressão da alma do outro.

Entretanto, este não é o caso quando ela se expressa apenas pelo impulso físico, com o único propósito de satisfação sexual. Quando o ato sexual ocorre apenas para satisfação física, a energia vital é simplesmente despendida, gasta, e não retorna ao campo de energia humano. Na realidade, em alguns casos, quando o ato se baseia apenas no egoísmo e gratificação, ele rompe um pouco o campo eletromagnético e pode ocorrer vazamento de energia.

A maioria dos seres humanos, na sua sociedade atual, tem problemas conflitantes a respeito da sua própria sexualidade e expressão sexual. A sexualidade é algo que pode fundir duas almas em bem-aventurada unidade, mas também pode expressar cada um como Um. O aspecto qualitativo da intenção dos participantes é que determina o nível do fluxo do chacra específico, se é ou não feito com lucidez superior, entende?

Não é irônico que muitos de vocês alcancem o maior equilíbrio em suas vidas, só depois que seus corpos cessam de produzir hormônios sexuais? Entretanto, a liberação do chi através da kundalini, por meio do ato sexual, está entre as energias mais poderosas disponíveis para a humanidade. Ela foi usada exageradamente e caiu no mau uso e desperdício. A chave é a intenção.

Quando existe uma atração consensual, unida ao carinho e respeito mútuo, ela pode ser maravilhosamente sensual, bonita e sagrada. É capaz de transportar o espírito a reinos superiores, combinando a trindade do corpo, mente e alma. Quando isto acontece, especialmente entre membros da mesma família de almas, dá-se a transmissão de uma impressão energética e um efeito sinergético que é extremamente benéfico em muitos níveis.

A sexualidade é a expressão natural do amor que floresce entre as almas. Pode ser a expressão mais elevada do amor entre as pessoas, independente de gênero. Entretanto, pode se tornar uma fonte de culpa, uma fonte de controle, e uma fonte de preconceito e julgamento. Pode se tornar uma fonte de auto-engrandecimento e dependência, principalmente entre aqueles do gênero masculino, porque o impulso masculino para a reprodução está fisicamente conectado ao corpóreo, por assim dizer. Assim, ela é frequentemente mal compreendida e mal utilizada.

Os relacionamentos deveriam ser baseados em consenso, e a liberdade desta expressão deveria ser respeitada, mas perfeitamente alinhada com os chacras superiores. A dominação de um sobre o outro não é compatível com o verdadeiro amor nos relacionamentos de qualquer natureza.

A intenção elevada, na sexualidade, é extremamente benéfica em todos os níveis – físico, mental e espiritual. Ela pode ser uma fonte de rejuvenescimento e regeneração. No entanto, muitos escolhem expressões sexuais que chegam às raias do deboche, manipulação, ganância, conquista e infeliz dependência do orgasmo físico.

Sem julgamento, lhes dizemos que a energia sexual é uma dádiva de energia maravilhosa, e quando usada com intenção mais elevada, oferece um vislumbre da felicidade orgástica sagrada dos reinos celestiais. Ela é a força vital e deveria ser usada sabiamente, envolvendo o corpo, a mente e o espírito.

Quando a expressão sexual é devidamente escolhida, seu desenvolvimento responsável com intenção mais elevada, através da associação dos corações e do amor, é um aspecto da impecabilidade cristalina.

BLOQUEIO ENERGÉTICO NÃO RESOLVIDO

Mestre, na caminhada final para a Maestria, a maior parte dos seus problemas principais já foi trabalhada, e nós o respeitamos por isto. Entretanto, o que falta pode ser desconcertante de ser confrontado. Mas é importante enfrentar todo e qualquer problema ou energia não resolvidos.

Dizemos isto sem julgamento. Nós chamamos sua atenção para isto para ajudá-lo. Pois, com o tempo, tudo terá que ser enfrentado. Quanto mais adiantado você se torna, mais dificuldade pode ter para remover as pequenas questões não resolvidas, porque geralmente elas estão bem escondidas. A energia não resolvida… as questões finais podem tornar-se polarizadas e serem afastadas do seu campo mental, ficando esquecidas nos resíduos de muitas encarnações. Querido, tome um tempo para se auto-analisar no aspecto multidimensional, na Mer-Ka-Na. Por favor, determine o que falta ser trabalhado.

FÍSICA DA POLARIDADE

Veja, Mestre, quanto mais você se aproxima da luz, mais fortemente atrai as trevas. A luz atrai insetos! Quanto mais adiantado você for, mais crítica atrairá, e para lidar com isto, você precisa de sabedoria.

O aspecto polar da “Lei da Atração dos Opostos” entra em cena aqui. Olhando de um ponto de vista mais afastado, o que acontece é eletromagnetismo. A energia positiva pura tem maior atração “magnética” para a energia negativa. Então, à medida que a sua luz brilha mais, a atração magnética em relação ao pólo oposto aumenta. Isto pode ser administrado, mas você precisa ter luz, humildade, força e disciplina para defleti-lo.

Então, lidar com afrontas, com a energia pesada do ciúme, ódio e raiva, é uma peça importante do enigma para alcançar o nível de Mestre da Impecabilidade.

Como você lida com isso? Não tomar nada como pessoal talvez seja mais fácil de dizer do que de fazer, mas é uma grande verdade. Sua Bíblia fala de oferecer a outra face. Mas isto não significa que você deva pedir desculpas quando alguém pisa no seu pé. Parte do paradoxo é realmente defender a sua verdade. Mas significa, sim, que você não pisa no pé dos outros, intencionalmente ou não. Entende?

Permanecer na sua verdade é uma ação pacífica. É uma expressão benevolente da agressão que permite manter a graça e a dignidade em ambas as partes de qualquer conflito ou ataque, enviando a energia agressora de volta à sua fonte, mas sem maldade e com amor.

Todos os seres humanos têm a oportunidade de se manterem na impecabilidade dentro de qualquer conflito, sem se envolverem com ele. Entende? Lide com o conflito, encare-o a partir de uma posição de distanciamento emocional, como um observador. Isto não é fácil, entretanto é o caminho do Mestre. É assim que você “não toma nada como pessoal”, você afasta a reação emocional.

Todos os dias você tem a oportunidade de ser impecável. A situação na qual reconhece suas próprias falhas, seu próprio conflito com a integridade, é o momento em que você alcança o nível de Mestre em Impecabilidade. E esta realmente é uma jornada e taanto! Da mesma forma, no momento em que se mantém na sua verdade com disposição para reconhecer a verdade de outra pessoa, você alcança a integridade.

A mente divina só é alcançada, só é acessada através da ressonância da Mer-Ka-Na cristalina, com ondas de pensamento cristalino. O pensamento cristalino está acima da emoção, acima de sentimentos mesquinhos. É alcançada no distanciamento. É o lago cristalino de Shamballa, do verdadeiro Nirvana, liso como vidro, sem ondas que distorçam a imagem nele refletida.

ENCERRANDO:

Para encerrar, nós lhe oferecemos nossas bênçãos e gratidão pela sua busca.

O que há de mais precioso além da sua vida e seu propósito divino?

Seu papel agora e amanhã é sempre buscar realização, entendimento e desenvolvimento impecável. Sua missão divina pode e vai criar uma linda fusão da realidade experimental proposital… da dança na alegre luz das estrelas e da projeção de raios dessa beleza cristalina para tudo ao seu redor.

Não existe nenhum êxtase mais supremo do que alcançar a mente Divina. É por isto que todos vocês estão aqui. Vocês são do reino da Criação, da Maestria, e estão muito mais perto do que pensam da manifestação física disso. Queridos, VOCÊS criaram a Ascensão e ela está surgindo agora. Nós os honramos. O momento anunciado, com o qual tanto sonharam, os espera, Queridos.

Eu sou Metatron, e vocês são amados.

E assim é

.……………………………………………………………………………………………………………………….

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Os direitos autorais desta canalização pertencem a www.Earth-Keeper.com. A publicação em websites é permitida, desde que as informações não sejam alteradas e os créditos do autor e seu site sejam incluídos. Este material não pode ser publicado em jornais, revistas e nem re-impresso sem a permissão do autor. Para pedir permissão, escreva para EarthKeeper@consolidated.net.

Fonte¹: Spirit Library | Earth Keeper | Earth Keeper Chronicles | Crystalline Impeccability: Dancing with Stars

Fonte²: The Fractal Wanderer | Crystalline Impeccability ~ The State of Grace (Metatron)


Via: Impecabilidade Cristalina: Dançando Com as Estrelas – Metatron canalizada por Tyberonn – 16 de abril de 2011

ABRINDO AS PORTAS PARA O DESPERTAR DA PAZ INTERIOR…

paz interior

As 8 Chaves da Paz

evo66 (editado)

Por: Sri Prem Baba

 

A paz é a mais elevada das virtudes. É o anseio secreto de todos os seres. Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém. A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas ao Universo e deixa que o fluxo da vida a leve. Entregar significa não pensar mais a respeito. Você relaxa e sente autoconfiança. Para isso, é preciso abrir mão do controle. A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.

Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem. Antes mesmo da adolescência entrei numa escola de conhecimentos espirituais. Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides – criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”

Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria. E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute. Mas esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.

Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil. Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado. Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.

Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento. Eu diria que essa é a principal doença da humanidade. Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos. O sofrimento é o principal enigma da humanidade. Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?

Através da minha experiência, no trilhar do Caminho do Coração, eu descobri algumas chaves que abrem as portas para o despertar da paz interior, as quais eu compartilho com você agora:

Primeira chave: Silêncio.

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silêncio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das ideias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar. Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.

Segunda chave: Verdade.

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida. Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.

Terceira chave: Ação Correta.

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.

Quarta chave: Não Violência.

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.

Quinta chave: Amor Consciente

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor. Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho. Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.

Sexta chave: Presença.

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação, que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

Sétima chave: Serviço Desinteressado.

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.

Oitava chave: Lembrança Constante de Deus.

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares. Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namastê: “a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.”

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.

(Trecho extraído do livro “Transitando do Sofrimento para a Alegria” de Sri Prem Baba)


Via: DESPERTAR COLETIVO | As 8 Chaves da Paz

AME INCONDICIONALMENTE! VOCÊ É APENAS AMOR…

Magic_Colorful_Wallpapers_laba.ws

AMOR

10941865_10202672661852249_2922601385172899124_n.jpg

Por: Prama Shanti

Sua estadia neste planeta não é para ser nem agradável, nem monótona. Os dias não serão iguais, você estará constantemente recebendo influências externas, naturais e inteligentes.

Mesmo que você se estabilize, estará sendo tentado por outras inteligências que são contrárias ao seu desenvolvimento.

Deixamos que isso aconteça porque isto o fortifica. Da mesma forma as dificuldades materiais tem um propósito. Você está aqui para aprender a superar estes obstáculos, precisa entender que eles são Maya, não são o que realmente interessa. São apenas pequenas distrações interpostas para os que não acreditam em seu poder.

Na medida em que você se apoderar de seu Eu verdadeiro, terá consciência do que realmente interessa. Quando isto ocorre, as dificuldades materiais se desfazem como a fumaça que são.

Os apegos precisam ser desfeitos e isto só pode ser feito pela dificuldade. Entendemos o quão difícil é para vocês desapegarem de certas coisas.

Não existe uma ordem correta de desapego, por isto as dificuldades ocorrem em todos os campos, materiais e emocionais.

Para que o desapego ocorra é necessário que ele esteja no centro de sua mente, precisa ser um problema para que seja trabalhado. Pegue o problema e entre nele como um bom Vipassana, penetre o seu núcleo, analise-o, separe cada pedaço, enfrente o pior pedaço e novamente refaça sua análise até não sobrar nada.

É como seus cientistas fazem com a análise da matéria, chegam até o átomo, às suas partículas elementares, ao núcleo de uma pequena partícula, aos seus pedaços e enfim chegam à energia pura. E se soubessem ir adiante, chegariam à consciência.

Da mesma forma é preciso que você chegue à consciência do problema, ao seu propósito. Entenda-o, decifre-o e ele deixará de existir.

Assim ocorre com tudo em seu mundo, porque nada existe, e quando você penetra no âmago, você desfaz. Você se entrega, se dissolve e assimila. E passa a ser um com Ele.

Então, silencie seu coração e ame incondicionalmente cada coisa, e pelo amor você se torna um com Ele e o compreende.

Ame incondicionalmente, pois você é apenas Amor.

Através de Prama Shanti, em 04/02/2016

(sobre a autoria …)

 


Via: Amor | Prama Shanti