WESAK, O GRANDE FESTIVAL DO ORIENTE REALIZADO NA LUA CHEIA DE MAIO…

Buda-Purnima-2018-abril

FESTIVAL DE WESAK

Por: Anjo de Luz

O Festival de Wesak marca o nascimento, iluminação e morte de Gautama, o Buda  e é o grande Festival de Encontro Espiritual do Oriente com o Ocidente.

Na lua cheia de Touro é realizada a celebração máxima do Budismo, o Festival de Wesak, no vale dos Himalaias, na India, em homenagem a Lord Gautama.

A palavra WESAK origina-se no Sânscrito e quer dizer MAIO.

Na realidade (maio ou wesak) em sua Lua Cheia é comemorado com um festival mundial, onde pessoas de todas as partes do planeta celebram a Vitória de Gautama.

Em cada Lua Cheia do ano, ocorre grande derramamento de Luz e de energias de Bênçãos para a humanidade. Assim sendo, ocorrem 12 ou 13 plenilúnios, com força energética especial que tem correspondência direta com o signo do zodíaco atualmente na época, porém o WESAK (MAIO) é um momento muito especial de Encontro de Anjos, Arcanjos, Mestres Espirituais, Elohins, Seres Extraterrestres Benevolentes, enfim Consciências Já Despertas e Evoluídas, jorrando Bênçãos à humanidade.

O Wesak é um momento especial pois renova nossas forças no sentido de acelerar nossa própria Iluminação e o ápice desse momento é quando a Lua Cheia de Maio surge no céu trazendo energia adicional e luminosa a cada pessoa que de puro coração se propor a renascer em si mesmo como a ave FENIX.

Este sagrado Momentum favorece a avaliação de nossas imperfeições mergulhando nos registros do subconsciente para descobrir e transmutar padrões rígidos e escravizantes que ainda possuímos em Liberdade, Felicidade e Iluminação.

PODEMOS NOS SINTONIZAR COM ESSE ACONTECIMENTO ESPECIAL ATRAVÉS DE: Meditações e orações; individuais ou em grupos, ou ainda rituais apropriados: Dois dias antes e dois dias depois fazer alimentação natural e no dia, jejum ou somente frutas. No lar ou no local aonde irá se dedicar às preces, podem-se colocar flores, incensos, velas, cristais e músicas com sons da natureza ou ainda com mantras.

MEDITAÇÃO NA LUA CHEIA – POR QUE MEDITAÇÃO NA LUA CHEIA?

Porque há ciclos no fluxo e refluxo das energias espirituais, com os quais os grupos, tanto quanto os indivíduos, podem conscientemente cooperar. Um dos principais ciclos de energia coincide com as fases da Lua, alcançando seu pico, sua maré alta, durante a Lua Cheia. Este é o tempo, portanto, em que a canalização da energia, através da meditação grupal, pode ser eficaz de maneira ímpar. Hoje, centenas de grupos de serviços se reúnem mensalmente para meditar, de maneira regular, no mundo todo, por ocasião da Lua Cheia. A Lua mesma não tem nenhuma influência sobre o trabalho, mas a sua esfera, plenamente iluminada, é indicativa de um alinhamento livre e desimpedido entre nosso planeta e o Sol, o Centro Solar, a fonte de energia para toda a vida na Terra. Em tais ocasiões, estando a Lua “fora do caminho” e o contato entre o Centro Solar e o Planeta Terra alcançando seu ponto máximo, o homem pode fazer uma aproximação bem definida a Deus, o criador, o Centro da Vida e da Inteligência.

O ritmo plenilunar é usado para determinar as datas das meditações já que determina o tempo mensal em que o impacto das divinas energias de Luz, Amor e Poder é mais forte e pode ser registrado pelos grupos e irradiado dentro da consciência humana.

wesak3 (editado)

MAIS SOBRE O FESTIVAL DE WESAK

Lua cheia de Buda (Touro)

O que deveria ser realizado em cada lua cheia de Touro?

1. A liberação de certas energias que podem afetar poderosamente a humanidade e que, se liberadas, estimularão o espírito de amor, de fraternidade e de boa vontade na Terra. Essas energias são tão definidas e reais como são as de que se ocupa a própria ciência que as chama de raios cósmicos.

2. A fusão de todos os homens de boa vontade no mundo em um todo integrado e com capacidade de resposta.

3. A invocação e a resposta de certos Grandes Seres, Cujo trabalho pode ser, e será possível, se o primeiro destes objetivos for atingido, graças à realização do segundo objetivo. Meditem nesta síntese dos três objetivos. Por que nome estas Forças Vivas são chamadas é inteiramente imaterial. Podem ser considerados como os vice-regentes de Deus, que podem e cooperarão com o Espírito de Vida e de Amor sobre o nosso planeta, aquele no qual vivemos, nos movemos e temos nosso ser. Certos pensadores podem considerá-los como os Arcanjos do Altíssimo, cujo trabalho tem sido possível pela atividade do Cristo e do Seu corpo de discípulos, a Igreja verdadeira e viva. Outros os considerarão como os Guias da Hierarquia planetária, que se encontram por detrás de nossa evolução planetária e que raramente tomam parte ativa exterior nas atividades do mundo, deixando isso para os Mestres de Sabedoria, salvo nos casos excepcionais como o atual. Qualquer que seja o nome pelo qual os chamemos, eles estão prontos para ajudar, se o apelo for feito com força e poder suficientes por parte dos aspirantes e discípulos no momento da lua cheia de Touro e da lua cheia de Gêmeos.

4. A evocação de uma atividade enérgica e concentrada do lado interno realizada pela Hierarquia de Mestres, essas  Mentes iluminadas à quais foi confiado o trabalho de direção do mundo. Deseja-se uma resposta e pode ser obtida entre os três grupos:

a. A expectante e (nesse momento) ansiosa Hierarquia – ansiosa porque nem mesmo Eles podem dizer como reagirá a humanidade, e se os homens serão suficientemente sensatos para aproveitar a oportunidade oferecida. Os Mestres  aguardam, organizados sob a direção do Cristo, o Mestre dos Mestres e Instrutor de anjos e homens. Ele foi instituído como o intermediário direto entre a Terra  e o Buda, Aquele que, por sua vez, é o intermediário consagrado entre a Hierarquia expectante e as forças atentas.

b. Novo Grupo de Servidores do Mundo, cujo objetivo é a paz do mundo, composto nesta época por todos os servidores sensíveis e consagrados da raça, que tem o propósito de estabelecer a  boa vontade na Terra, como a base para a futura vida e expansão mundiais. Originalmente, este grupo era formado por uns poucos discípulos aceitos e aspirantes consagrados. As suas fileiras foram abertas, ultimamente, a todos os  homens de boa vontade que trabalham ativamente por uma verdadeira compreensão, que estão prontos a se sacrificarem para ajudar a humanidade, que não veem  nenhuma linha de separação, mas têm, isso sim, o mesmo sentimento para com os homens de todas as raças, nacionalidades e credos.

c. As massas dos homens e mulheres que responderam às idéias que foram lançadas, e que reagiram  favoravelmente aos objetivos de compreensão internacional, interdependência  econômica e unidade religiosa.

À medida em que estes três grupos de pensadores e servidores se tenham contatado, quando os três grupos possam estar alinhados, ainda que momentaneamente, muito pode ser realizado; as portas da nova vida podem ser abertas para dar passagem ao influxo de novas forças espirituais. Tal é o objetivo e a idéia do Grupo.

Que importância tem para vocês, pessoalmente, esta lua cheia de Touro?

Parece-lhes ter suficiente importância para realmente significar tão grandes esforços a vocês?

Creem sinceramente que neste dia pode haver realmente uma liberação de energia espiritual suficientemente potente para mudar os assuntos do mundo, desde que os filhos dos homens desempenhem sua parte?

Acreditam realmente, e estão prontos na prática, a apoiar a crença de que nesse dia o Buda, em cooperação com Cristo e com a Hierarquia de Mestres Iluminados, mais a ajuda oferecida por alguns dos Tronos, Principados e Poderes da Luz, que são a correspondência superior dos poderes das trevas, estão prontos a executar os Planos de Deus, quando for dado o direito e a permissão dos homens?

A principal tarefa de vocês na atualidade, não é lutar contra os poderes do mal e as forças das trevas, mas despertar o interesse e mobilizar as Forças da Luz e os recursos dos homens de boa vontade e de inclinação correta no mundo atual. Não resistir ao mal, mas organizar e mobilizar o bem e assim fortalecer as mãos dos trabalhadores que estão do lado do direito e doar amor, para que o mal tenha menos oportunidades.

Se vocês tiverem fé no que lhes disse, – ainda que seja do tamanho de um grão de mostarda – se tiverem uma crença firme no trabalho do espírito de Deus e na divindade do homem, então esqueçam-se de si próprios e consagrem cada um de seus esforços, a partir do momento em que receberem esta comunicação, para a tarefa de cooperar no esforço organizado, a fim de mudar o curso dos assuntos mundiais, por meio de um acréscimo no espírito de amor e de boa vontade no mundo durante este mês.

ANTIGOS ENSINAMENTOS

Ensinamentos da Antiga Sabedoria consideram Wesak o momento mais significante do ano, quando um real evento celestial ocorre e se manifesta sobre a Terra. Considera-se que o Festival de Wesak seja um tempo em que o próprio Deus, transmitindo através de Buda e de Cristo, envia um benção para a Terra. Durante séculos tem sido celebrado na Índia e sempre ocorre na Lua Cheia de Buda. Durante esse tempo, a humanidade pode se alinhar completamente com forças espirituais que não estão à disposição em outras ocasiões do ano. A força dessa benção nos estimula espiritualmente e nos deixa mais preparados para servir completamente ao Plano Divino.

Próximo ao Nepal e rodeado pelas montanhas dos Himalaias, fica uma área de terra protegida. Um caminho, entre passagens estreitas, eventualmente se abre para um vale coberto de grama. Vários dias antes da Lua Cheia, buscadores espirituais entram no vale e aí montam tendas coloridas. Na parte norte do vale há uma grande rocha plana onde é colocada uma grande vasilha de cristal cheia de água. Logo antes da Lua Cheia, Cristo, os Senhores, os Mestres, os Arcanjos e os Iluminados que guiam o planeta Terra se reúnem ao redor dessa rocha para orar.

Poucos minutos antes do momento exato da Lua Cheia, pode se ver uma pequena luz no céu. À medida que ela se aproxima e cresce em claridade, a forma do Buda, com seu robe cor de açafrão e com as penas em posição cruzada, pode ser vista no céu.
wesak5 (editado)

No momento exato da Lua Cheia, Buda, suspenso sobre a rocha, estende sua mão em uma benção em direção a Cristo, que, representando a Humanidade, a recebe para distribuição. Então é pronunciada a Grande Invocação, enviando uma forte corrente de gratidão, da Humanidade para o Próprio Deus. Enquanto Buda envia sua Benção de Iluminação e Cristo envia sua Benção de Amor, a estrutura atômica e molecular da água se altera, recebendo uma infusão de Sabedoria. Ela é então distribuída em pequenas porções e levada ao mundo para ser compartilhada.

O Festival de Wesak é um momento poderoso de intenso serviço espiritual, feito da Humanidade para Deus e de Deus para a Humanidade, através de Buda e de Cristo. Durante os 8 minutos dessa celebração, o universo inteiro faz uma ligação unindo a humanidade com a Fonte da nossa criação, a que chamamos Deus. Os efeitos espirituais permanecem até o próximo Festival de Wesak.

O festival de Wesak ou de Vaisakha é o festival do Buda. É marcado pelo nascimento, iluminação e morte de Buda. Este festival é celebrado anualmente na lua cheia de maio; é o grande festival do oriente. Buda é o intermediário espiritual entre o centro onde a vontade de Deus é conhecida e a hierarquia espiritual.

O momento pleno de Wesak acontece na entrada da Lua Cheia em Escorpião, e o Sol em Touro, porém o Festival é celebrado dois ou três dias antes e dois ou três dias após o plenilúnio. Segundo o Mestre Ascensionado Djwhal Khul afirmou nos livros de Alice Bailey:

“Wesak é o maior evento no nosso planeta e o que tem o maior efeito sobre a humanidade. Nenhum custo é tão alto para ser útil à Hierarquia Espiritual por ocasião da lua cheia do Wesak. Nenhum preço é tão caro para ganhar-se iluminação espiritual e que é possível particularmente nessa época”.

A cerimônia de Wesak é originalmente comemorada no Vale Wesak, no Himalaia, onde é honrado o nascimento, morte e iluminação de Sidartha Gautama. Atualmente simboliza a consciência de Buda e Cristo ligando o Oriente com o Ocidente na fé. Esotéricos dizem que no Wesak encontramos a chave para abrir a porta entre Shambala e a Hierarquia com energias para transformar escuridão em claridade, o irreal para o real, a morte para a imortalidade, o caos para a beleza.

O amor Divino e a Sabedoria, são as energias mais fortes para aqueles que estiverem abertos para receber. Através de Buda a Sabedoria de Deus, através de Cristo o Amor manifestado na humanidade. Um tempo para alinhar os nossos chacras e células do corpo físico. Os dias do festival podem ser usados para dar nosso amor, beleza e compaixão para a nossa família, nosso grupo e para o Mundo.

O festival de Wesak, é reconhecido por muitos como um dia de impacto espiritual supremo. Este festival não é uma celebração comemorativa mas um presente, um evento vivo, uma cerimônia sagrada que ocorre a cada ano entre Buda e o Cristo. A hierarquia espiritual une-se enquanto uma benção é derramada em nosso planeta.

Esta cerimonia marca um ponto elevado do ano espiritual e serve para vitalizar a aspiração de toda a humanidade, a evolução humana, os caminhos como uma fonte de luz e do amor, inspirando e estimulando todos os esforços que promovem a harmonia humana e planetária.

O esforço cooperativo da humanidade ao invocar as energias da luz e do amor, trabalhando junta na meditação e nas preces no festival de Wesak, a preservação de uma quietude interior, a atenção focalizada, engloba os participantes nessa força espiritual, possibilitando uma expansão da consciência mais intensa do que em qualquer outra época do ano.

OS MANTRAS DA ALMA E DA MÔNADA

O Mantra da Alma foi transmitido pelo Mestre Ascensionado Djwhal Khul para a Terra, através de Alice Bailey. É um dos mantras mais poderosos do planeta e deveria ser recitado todas as vezes em que se iniciar algum trabalho espiritual.

MANTRA DA ALMA

Eu sou a Alma,
Eu sou a Luz Divina,
Eu sou Amor,
Eu sou Vontade,
Eu sou o Desígnio Imutável.

MANTRA DA MÔNADA

Eu sou a Mônada,
Eu sou a Luz Divina,
Eu sou Amor,
Eu sou Vontade,
Eu sou o Desígnio Imutável.

Ao recitar esses mantras, estaremos ativando nosso Eu Superior e a poderosa Presença do Eu Sou (Mônada).

A GRANDE INVOCAÇÃO

Essa oração foi ofertada pelo Senhor Maitreya, o Cristo Planetário, entre 1945 e 1950. É uma das orações mais poderosas jamais entregues aos Trabalhadores da Luz e ao novo grupo dos Servidores do Mundo. Existem uma versão longa e uma versão mais curta. Essas orações foram extraídas do livro de Alice Bailey – The Externalization of the Hierarchy.

VERSAO BREVE

Do ponto de Luz na Mente de Deus
Que a Luz se irradie para a mente dos homens.
Que a Luz desça sobre a Terra.
Do ponto de Amor no Coração de Deus
Que o Amor se irradie para o coração dos homens.
Que o Cristo retorne à Terra
Do centro em que a Vontade de Deus é conhecida
Que o propósito oriente as pequenas vontades dos homens-
O propósito que os mestres conhecem e a que servem.
Do centro do que chamamos de raça dos homens
Que o Plano do Amor e da Luz se realize
E possa ele selar a porta onde o mal habita.
Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra.

VERSÃO LONGA

 Que as Forças de Luz tragam a iluminação à humanidade,
Que o Espírito da Paz se faça presente em toda parte,
Que os homens de boa vontade de todos os lugares possam se unir num espírito de cooperação,
Que o perdão de todos os homens
Seja a linha mestra desta época,
Que o poder atenda aos esforços dos Grandes.
Assim seja, e ajude-nos a fazer a nossa parte.
Que os Senhores da Libertação fluam,
Que tragam auxílio aos filhos dos homens
Que o Cavaleiro do Lugar Oculto apareça,
E, ao chegar, salve.
Venha ó Poderoso,
Que as almas dos homens acordem para a Luz,
Que eles se unam na mesma intenção,
Que a ordem do Senhor possa se cumprir,
É chegado o fim do infortúnio!
Venha, ó Poderoso,
Agora chegou a hora de a Força Salvadora atuar.
Que ela possa se estender por toda a parte, ó Poderoso.
Que a Luz, o Amor, o Poder e a Morte
Possam cumprir o propósito daquele que há de vir.
A vontade de salvar está aqui,
O amor para continuar o trabalho está em todo lugar,
A ajuda ativa de todos aqueles que conhecem a verdade também está aqui,
Venha, ó Poderoso, e funda os três.
Construa uma grande muralha de proteção,
O domínio do mal tem de terminar.
Do ponto de Luz na Mente de Deus
Que a Luz se irradie para a mente dos homens.
Deixe que a luz desça sobre a terra.
Do ponto de Amor no Coração de Deus
Que o Amor se irradie para o coração dos homens.
Que o Cristo retorne à terra
Do centro em que a Vontade de Deus é conhecida
Que o propósito oriente a pequena vontade dos homens-
O propósito que os Mestres conhecem e a que servem.
Do centro do que chamamos de raça de homens
Que o Plano de Amor e de Luz se realize,
E possa ele selar a porta onde o mal habita.
Que a Luz, o Amor, e o Poder restabeleçam o Plano na terra.

…………………..

FAÇA SEU RITUAL

wesak8 (editado)

Em qualquer momento 12 horas antes e 12 horas após a LUA CHEIA você pode se sintonizar com todas as energias dos seres espirituais ao redor do mundo que participam do Festival Wesak.

Purifique-se com um banho de ervas, meditação ou um passeio na natureza.

Ouça músicas espirituais.

Faça um altar incluindo nele representações dos elementos fogo, terra, ar e água e também figuras ou imagens dos Mestres Ascensos, Buda, Cristo, Yogues ou Anjos.

Coloque flores no altar. Um quartzo rosa também é um bom elemento pois ele é um amplificador do Amor e Sabedoria, expandindo amor e beleza.

Coloque uma tigela de água em seu altar para que ela seja carregada com as vibrações de sua meditação, esta água servirá para usos futuros, aspergindo sobre pessoas e ambientes que precisam de purificação, ou mesmo ser jogada em um rio com a intenção de espalhar as energias do Wesak para todos os seres.

Faça orações, invocações de Luz, cante mantras.

Finalmente, faça a seguinte visualização, sozinho ou em grupo.

Visualize-se em um lindo vale, sinta o ar fresco da montanha e sinta seus pés pisando uma grama macia… Inspire profundamente procurando se relaxar, acalmando suas emoções e sua mente… Sinta a paz neste ambiente e dentro de você…

Procure então, com os olhos fechados, se interligar com todos os Trabalhadores da Luz e sinta a presença desses seres… participe então do chamado magnético que chega para todas Almas . Todos são chamados a reunirem-se no Amor e na Luz, criando então uma energia de paz que circunda todo o  Planeta como uma rede de luz.  Visualize a presença de seu Mestre, Arcanjos, e receba e transmita as poderosas energias espirituais que Eles enviam em benefício de toda a Humanidade .

Visualize essa energia em sua cabeça e no centro de seu coração.  Esse nivel de luz e amor chegam em sua Alma e em sua personalidade. Sinta-se banhado de Luz .

Conclua a visualização com um grande OM…

…………………..

Links visitados:
http://www.encontroespiritual.org/bmeditacao/bmeditacao_fasesdalua2014.html

Via Anjo de Luz | WESAK 2014


Anúncios

PARA A MELHOR LIGAÇÃO CORPO E MENTE: SO-HAM, O MANTRA UNIVERSAL…

so-ham meditation

SO-HAM

Por: 

So-Ham é um mantra utilizado desde a Índia antiga, hoje conhecido como o “Eu Sou”, cujo simbolismo é extremamente profundo.

Ele se manifesta através de nossa respiração. Quando inspiramos estamos em conexão com “So” que significa “Deus” e quando expiramos estamos em conexão com “Ham” que significa “Eu”. Repetimos este mantra todos os minutos de nossas vidas.

Com cada inspiração tomamos consciência de receber e de honrar o Eu. Com cada expiração tomamos consciência da ação de dar e de deixar ir.

A voz divina da natureza entoa ininterruptamente o som místico So-Ham. Este som sagrado é uma forma desdobrada de Om (o som primordial). O So-Ham é um aspecto sonoro da divindade e todo o universo ecoa sobre a vibração de So-Ham.

Aum So-Ham é um mantra que estava presente no inicio da criação e que irradia sua sagrada sinfonia a todos aqueles que se sintonizam com seu teor vibratório.

Apesar de So-Ham ser um desdobramento de Om, So-Ham também é Om. Om e So-Ham são apenas um mantra, que não é nem um nem outro, mas uma essência cósmica, ou como dizem alguns uma idéia-força.

Todo mantra tem a sua contraparte sutil, ligado a frequências mais elevadas do cósmico, que são portais para estados de consciência e planos de manifestação. Assim como todo mantra, So-Ham pode ser usado para elevar nossa energia e abrir nossa mente a diferentes realidades perceptivas.

So-ham significa literalmente – Eu Sou, eu sou existência, eu sou essência, ou seja, So-ham é a essência de cada pessoa, cada pessoa é So-ham, recordar da essência é descobrir So-ham.

Segundo as sagradas tradições filosóficas e religiosas da Índia, existem diversos importantes mantras. No entanto, So-ham é considerado por muitos sábios (rishis), yogues, grandes mestres (mahagurus) e vaidyas (médicos ayurvédicos) como sendo o verdadeiro, o melhor e o mais elevado de todos os mantras.

Tal mantra sânscrito relaciona-se com o som interior do próprio corpo humano, ou, mais precisamente, com a própria respiração. Por causa disso, e pelo seu profundo significado, é considerado o mantra supremo e universal.

Soham é o considerado o mantra da respiração.

Mantra Natural: É dito que o  mantra So-ham é um mantra natural, porque já faz parte da nossa natureza.

“Sooooo”  é o som presente na inalação, e é percebido pela mente enquanto inalamos.

“Hummmm” é o som da expiração e é lembrado pela mente junto à exalação.

Mantra Universal: O mantra So-ham é considerado um mantra universal devido ao fato da sua vibração fazer parte da respiração, princípio básico de todos.

Outros nomes ou designações: O mantra é também designado como Hamsa, Hansa, Sohum, So Ham, ou so Hum.

Eu sou isso: Enquanto a tradução em Inglês pode não ser tão importante quanto a qualidade da vibração do som, traduz-se Soham como “eu sou isso”. Quando lembrado várias vezes, ele declara: “eu sou isso que sou”. Repetindo o mantra Soham algumas vezes durante o dia pode ser uma prática muito útil.

A melhor ligação entre o corpo e a mente

A respiração é uma ponte entre o corpo e a mente. Ao tentar meditar é muito comum ter a tensão nos músculos e pensamentos ruidosos na mente. O sistema nervoso é o árbitro entre o corpo tenso e a mente barulhenta. Uma das melhores maneiras de regular o sistema nervoso e, por sua vez, o corpo e a mente, é através da respiração.

Tal fato é conhecido pelos Yogues há milhares de anos, e, recentemente, também passou a ser amplamente difundido pela comunidade médica moderna e psicológica.

Japa e Ajapa japa

A recitação de um mantra é chamado de japa. À medida em que a lembrança vem automaticamente, isso é chamado ajapa japa, o que significa que a repetição acontece sem esforço.

Swarodaya: Em sânscrito, a ciência da respiração é chamada de swarodaya. O significado de “swara” é uma onda de som, ao passo que swarodaya significa oceano.

Assim, a ciência da respiração é a ciência das ondas do som no oceano da consciência. Aquele som, “so-ham”, “so-ham”, nunca se repete, declarando: Eu sou isso, eu sou isso, eu sou isso, como as ondas sempre fluem no oceano da felicidade.

A palavra carrega de volta para o som

O som cria uma forma de onda, a forma de onda cria uma palavra, e a palavra tem um significado externo.

Ao começar com o sentido externo do mantra So-ham, a respiração “so-ham” volta através da forma de onda na qual ela veio.

Use o som, não a palavra

Para a meditação, pode-se começar usando a palavra e com sua tradução literal: “eu sou isso”.

Alguém poderia pensar que  “so-ham” pode ser ouvido através da passagem do ar nas narinas. No entanto, a experiência profunda, mais verdadeira para o estudante de meditação, é buscar o nível mais sutil do mantra So-ham, e ir para o som em si, permitindo que ele se torne o guia, levando mais atenção para dentro.

As palavras certamente têm o seu lugar em relação ao mundo externo, mas a vibração do som em si é uma forma mais sutil, que nos guia poderosamente para dentro.

A atenção é necessária: há uma habilidade que é de extrema importância para a meditação: treinar a atenção.

Isso significa desenvolver um relacionamento estável e ininterrupto com o “so-ham” da respiração, independentemente das outras atividades da mente.

Não se trata de reprimir os pensamentos, mas é como ouvir atentamente o sussurro de um querido amigo em uma sala lotada. É sua convicção de atenção que faz a voz clara, e não a eliminação das outras pessoas.

Da mesma forma, os pensamentos da mente podem se fazer presentes na sua vida, enquanto você ouve apaixonadamente o “so-ham”, no fluxo e refluxo da respiração, através dos corpos (denso e sutil), e da mente.

Ao treinar a respiração com mantra Soham, atentando para cima e para baixo do canal central de Sushumna, os chakras,  entram em alinhamento e equilíbrio.

Isto traz a mente a um estado agradável e pacífico, que é a preparação para o avanço nas profundezas da meditação. O mantra Soham é um método simples e direto que pode ser feito por praticamente todas as pessoas.

A energia espiritual latente da kundalini é desperta por meio da agitação do fogo da kundalini-shakti. A respiração é um meio de despertar o fogo.

Emitir a vibração “so-ham” continuamente é como soprar suavemente uma brasa. Aos poucos, e com certeza, o brilho se transforma em fogo, cada vez maior e mais brilhante.

Encontrar o som do silêncio

Todos esses sons, um após o outro, levam-nos para dentro, guiando-nos até onde o  silêncio emerge. O processo vem em etapas.

Na primeira, o mantra tem uma vibração bruta e significativa. Em seguida, há o sentimento associado, que é em si uma versão sutil do mantra. Então, há uma presença constante ou a consciência do mantra.

Finalmente, há o som sem som, a essência do mantra. Se alguém quiser saber o significado do som silencioso do mantra So-ham, só há uma maneira de fazê-lo: seguir o som para dentro, para até aquele lugar.

No interior, o significado é revelado na experiência direta.

Fonte:http://www.musicaindianabrasil.com/2011/01/o-mantra-da-respiracao-so-ham.html
https://hugolapa.wordpress.com/2009/07/17/o-mantra-so-ham/
http://www.vyaestelar.com.br/post/8157/soham-pranayama-o-supremo-mantra-da-respiracao

…………………………………………………………………………………………………..

Via: MUITO ALÉM DAS PALAVRAS E SENTIDOS: SO-HAM

 


Você pode praticar o mantra SoHam com a a técnica Trataka apresentada no vídeo abaixo:

Prática de Trataka com o mantra SoHam: Meditação de Yoga e Tantra

 

Trataka (1) é olhar fixamente, e é uma técnica de meditação tradicional de Yoga e Tantra.

SoHum (ou SoHam) é um Mantra Universal, já que está relacionado com a respiração e todas as pessoas respiram.

SoHum é uma palavra sânscrita que significa Eu Sou Isso, ou Eu Sou O Que Eu Sou.

Inspire ao som de So e expire ao som de Hum. Permita que os sons se repitam silenciosamente em sua mente, sem dizê-los em voz alta.

Há um total de 40 SoHum e repetições de respiração. A tempo de uma repetição é de 9 segundos por respiração, o que faz 6 2/3 respirações por minuto. Este ritmo é ideal para relaxamento e também para preparação para meditação profunda.

Respire como o diafragma, enquanto olha fixamente para o centro, silenciosamente lembrando So, na  inspiração e Hum. na expiração.


(1) Nota: Trataka é um termo sânscrito (em devanagari त्राटक), que significa fixar o olhar. é um exercício utilizado no yoga para limpar e tonificar os músculos dos nervos ópticos, assim como descansar à vista. Desenvolve a força de vontade e a intuição e favorece a meditação. Basicamente, os diferentes tipos de tratakas consistem em fixar o olhar em um ponto ou fazer certos movimentos de rotação, alongando músculos e nervos ópticos. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Trataka


 


Origem: Trataka gazing with Soham mantra: Yoga and Tantra meditation – YouTube
Publicado por yogabindu em 3 de dezembro de 2008
Tradução e Divulgação: Cida Pereira AFINIDADES ESPIRITUAIS


MUDRAS FÁCEIS E PRÁTICOS PARA VOCÊ UTILIZAR NO SEU DIA A DIA…

hand of  woman meditating in a yoga pose on beach

5 mudras poderosos para utilizar no seu dia-a-dia

yoga-rainbowsilhouette-450x450

Por: Ricardo Cardoso

 .

Sabe o que são Mudras?

Os mudras, resumidamente, são gestos de posição das mãos que podem aumentar nossa capacidade de captar energia durante a meditação.

Ajudam a entrar em estado de consciência e a equilibrar alguns centros energéticos.

A utilização de mudras é bem antiga, muito poderosa e utilizada por muitos sacerdotes.

Existem muitos tipos de mudras mas neste artigo vou mostrar os mudras mais eficazes:

“Meditação traz sabedoria; a falta de meditação deixa-o na ignorância. Saiba bem o que o conduz para a frente e o que o prende atrás, e escolha o caminho que o guie à sabedoria.”

Buda Mestre Ascencionado

Assim, o passo a passo para meditar consiste em:

1. Mudra Caracol

 .

Prática: A mão direita abraça o polegar da mão esquerda estendida tocando o dedo anelar da mão esquerda.

Benefício: Auxilia a resolver problemas de garganta, resfriados e inflamações.

2. Mudra do céu

Prática: Dobre os dedos médios pressionando para baixo os polegares deixando o restante dos dedos estendidos.

Benefício: Utilizado para superar ou melhorar relacionamentos e também ajuda a resolver problemas de ouvido.

  • Ele ajuda a aliviar dores e problemas no ouvido.
  • É o mudra da sabedoria e ajuda a ter claridade mental.

3. Mudra Mahasirs

Prática: Junte os dedos polegares, indicadores e médios.

Benefício: Mahasirs mudra é indicado contra dores de cabeça, porque ele elimina o estresse, favorecendo a circulação do sangue por isso.

  • É muito útil para a enxaqueca.
  • Alivia a fadiga ocular. Ela reduz a congestão de mucosas.
  • Alivia a dor nas costas.
  • Equilibra a energia.

4. Mudra Anjali

Screen-Shot-2017-08-03-at-2.10.05-PM-350x318

Prática: Junte as mãos uma contra a outra em frente o peito.

Benefício: Reduz estresse e ansiedade e utilizado para adoração.

Conhecido como mudra da prece/oração, representa o “salve a totalidade”. Transmite sentimentos positivos, cordialidade e boas intenções. Na Índia, este mudra é geralmente acompanhado pela palavra Namastê.

BENEFÍCIOS

  • Acalma a mente.
  • Alivia o estresse e a ansiedade.
  • Melhora a flexibilidade dos pulsos.
  • Diz-se que abre o coração.

4. Mudra da Sabedoria | JNANA MUDRA

jnana-mudra-450x300

Prática: Junte a ponta do polegar com a ponta do dedo indicador formando um círculo, estique os outros dedos.

Benefício: Este mudra ajuda a conectar-se com a sabedoria do Universo.

Quando o Jnana Mudra é praticado no coração, é algo maravilhoso. A mão está novamente no nível do coração, o dedo indicador e o polegar estão tocando, embora agora sejam direcionados para dentro e para cima. Assim, simplesmente simbolizam a sabedoria de Deus.

5. Mudra Ushas

yoga-ushas-mudra-22564873-468x466

Prática:

  1. Feche os dedos para que o polegar direito esteja acima da esquerda.
  2. O polegar direito deve empurrar o polegar esquerdo suavemente
  3. As mulheres devem ajustar a posição sempre tão ligeiramente para que o polegar direito esteja entre o polegar esquerdo e o dedo indicador.
  4. Mantenha esta posição por 15 minutos.

Benefício:

O Ushas mudra é usado para ativar energia no segundo chakra.
O segundo chakra, o chakra sacral, é o centro da criatividade e da sexualidade. Há energia no chakra que é vital para o prazer, o estado de alerta mental e para produzir essa atitude de “levantar-se e ir”.


Aconselho a todos a ver o artigo Como meditar corretamente.

Ricardo Cardoso


Via: 5 mudras poderosos para utilizar no seu dia-a-dia – Ascencionados

CONHECENDO A TOTALIDADE ATRAVÉS DE MEDITAR E AMAR AO MESMO TEMPO…

meditar e rezar

MEDITAÇÃO E AMOR

osho705 (editado)Por: Osho

“Toda a vida é feita de polaridades: positivo e negativo, nascimento e morte, homem e mulher, dia e noite, verão e inverno. Toda a vida consiste em opostos polares. Mas esses opostos não são apenas polares, são também complementares. Eles se ajudam um ao outro, dão apoio um ao outro.

Eles são como tijolos que formam uma arcada. Os tijolos de uma arcada têm que ser colocados uns contra os outros. Parecem estar um contra o outro, mas é por meio da oposição deles que a arcada é construída, que ela permanece firme. A resistência da arcada depende da polaridade dos tijolos colocados em oposição uns aos outros.

Esta é a polaridade máxima: meditação significa a arte de estar sozinho e amor significa a arte de estar junto. A pessoa completa é aquela que conhece ambas as artes e é capaz de se mover de uma para a outra com a maior facilidade possível. E exatamente como a inspiração e a expiração – não há dificuldade. Elas são opostas – quando vocês inspiram o ar, é um processo; quando expiram o processo é exatamente o oposto. No entanto, inspiração e expiração formam uma respiração completa.

Na meditação, vocês inspiram; no amor, expiram. Com o amor e a meditação juntos, sua respiração estará completa, inteira, total.

Durante séculos, as religiões tentaram atingir um pólo com a exclusão do outro. Existem religiões de meditação como, por exemplo, o jainismo e o budismo – são religiões meditativas, estão enraizadas na meditação. E existem religiões bhakti, religiões de devoção: o sufismo, o hassidismo – que estão enraizadas no amor. A religião baseada no amor precisa de Deus como o ‘outro’ a quem amar, a quem rezar. Sem um Deus, a religião de amor não consegue existir, é inconcebível – vocês precisam de um objeto de amor. Porém, uma religião de meditação consegue existir sem o conceito de Deus; essa hipótese pode ser descartada. Por isso o Budismo e o Jainismo não acreditam em Deus algum. Não há necessidade de um outro. A pessoa tem apenas que saber como ficar só, como permanecer silenciosa, como ficar quieta, como estar absolutamente calma e quieta dentro de si mesma. O outro tem que ser completamente abandonado, esquecido. Por isso, essas são religiões atéias.

Quando pela primeira vez os teólogos ocidentais entraram em contato com as literaturas budistas e jainistas, eles ficaram bastante confusos: como chamar de religião a essas filosofias atéias? Poderiam ser chamadas de filosofias, mas como chamá-las de religião? Isso era inconcebível para os teólogos, pois as tradições judaico e cristã consideram que, para alguém ser religioso, Deus é a hipótese mais fundamental. A pessoa religiosa é aquela temente a Deus, mas os budistas e jainistas dizem que não existe Deus; Assim a questão de temer a Deus não existe.

No Ocidente, durante milhares de anos, pensava-se que a pessoa que não acreditava em Deus era um ateu, não era uma pessoa religiosa. Mas Buda era ateu e religioso. Essa idéia soava muito estranha para os ocidentais porque eles nem sequer imaginavam que existiam religiões que tinha como base a meditação.

E o mesmo é verdadeiro para os seguidores de Buda e Mahavira. Eles riem da tolice das outras religiões que acreditam em Deus, porque essa idéia como um todo é absurda. É apenas fantasia, imaginação, nada mais; é uma projeção. Mas para mim, ambas são, ao mesmo tempo, verdadeiras.

Minha compreensão não está baseada em um único polo; minha compreensão é fluida. Eu saboreei a verdade de ambos os lados: eu amei totalmente e meditei totalmente. Esta é a minha experiência: a de que uma pessoa está completa só quando conhece os dois polos. Senão, ela é apenas uma metade; algo fica faltando nela.

Buda é uma metade – Jesus também. Jesus conhecia o que é o amor, Buda conhecia o que é a meditação; mas, se eles se encontrassem, seriam impossível se comunicarem entre si. Um não compreenderia a linguagem do outro. Jesus falaria sobre o reino de Deus e Buda começaria a rir: ‘Que absurdo é esse que você está dizendo? O reino de Deus?’ Buda diria apenas: ‘Cessação do eu, desaparecimento do eu’. E Jesus: ‘Desaparecimento do eu? Cessação do eu? Isso é cometer suicídio, o suicídio máximo. Que espécie de religião é essa? Fale do Eu Supremo!’

Um não entenderia as palavras do outro. Se alguma vez eles tivessem se encontrado, precisariam de um homem como eu como intérprete; caso contrário não haveria comunicação entre eles. Eu teria de interpretar de tal maneira que acabaria sendo infiel a ambos! Jesus falaria em ‘reino de Deus’, que eu traduziria por ‘nirvana’ – então Buda poderia entender. Buda diria ‘nirvana’ e, para Jesus, eu diria ‘reino de Deus’ – então ele poderia compreender.

Agora a humanidade precisa de uma visão total. Nós já vivemos com visões parciais por muito tempo. Essa foi uma necessidade do passado, mas agora o homem amadureceu. Os meus sannyasins têm de provar que podem meditar e rezar ao mesmo tempo; que podem meditar e amar ao mesmo tempo; que podem estar tão silenciosos quanto possível e que podem celebrar e dançar tanto quanto possível. Seu silêncio tem de se tornar a sua celebração, e sua celebração tem que se tornar o seu silêncio. Eu lhes dei a tarefa mais difícil que já foi dada a um discípulo, porque esse é o encontro dos opostos.

E nesse encontro, todos os outros opostos vão se fundir e tornar-se um: Oriente e Ocidente, homem e mulher, matéria e consciência, este mundo e o outro mundo, vida e morte. Todos os opostos vão se encontrar e fundir-se por meio desse encontro, pois essa é a polaridade máxima; ela contém todas as polaridades.

Esse encontro criará um novo ser humano – Zorba, o Buda. Esse é o nome que eu dou ao novo homem. E cada um dos meus sannyasins precisa fazer todos os esforços possíveis para se transformar nessa liquidez, nesse fluxo, de modo que os dois polos façam parte deles.

Assim, vocês terão sentido o gosto da totalidade. E conhecer a totalidade é o único meio para se conhecer o que é o sagrado. Não há outro meio”

OSHO, Autobiografia de um Místico Espiritualmente Incorreto

 


Via: Meditação e Amor – Osho Brasil

RESTAURANDO SEU DNA PELA PERCEPÇÃO DO SOLFEJO DE FREQUÊNCIA DE 528 Hz…

Healing Theta Waves

Sinal do Amor 528 HZ (Frequência de Ondas Cerebrais Binaurais-Teta de 6 Hz)

Por: Unisonic Ascension

O Sinal do Amor é um áudio de meditação de cura afinado em 528 Hz. O solfejo de frequência de 528 Hz é a frequência do amor para transformação e restauração do DNA. Há um som e cor especial do amor, de acordo com o Dr. Horowitz, um premiado pesquisador formado em Harvard. A transmissão na frequência sonora correta pode ajudar a abrir seu coração, induzir à paz e ativar a cura. “Nós sabemos agora que o sinal de amor, 528 Hertz, está entre as seis frequências criativas centrais do universo, porque a matemática não mente, a geometria da realidade física reflete universalmente essa música; esses achados têm sido independentemente procedentes, comparados e empiricamente validados, ” diz o Dr. Horowitz.

Música e vídeo de Jandy.

Para uma experiência de meditação profunda, use fone de ouvidos estéreos para estimular as Ondas Cerebrais Teta.

Embora esta faixa esteja na escala convencional, foi feito um ajuste na sintonia para que se harmonize com o C (dó) de 528 Hz. Também foi enriquecido com a frequência pura de 528 Hz: o Hertz do amor.

A frequência 528 refere à nota Mi na escala musical e resulta da frase “Mi-ra gestorum”, em latim significando “milagre”. Surpreendentemente, esta é a frequência exata usada por bioquímicos genéticos para restaurar DNA danificado – o código genético do qual a vida está baseada! A nota Mi-528 Hz refere-se ao chacra coronário. O Dr. Puleo sugere uma associação com a integridade do DNA.

A regular nota “C” (dó) que todos conhecemos nesta cultura (a qual é da escala diatônica das notas dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó), não é a “C” (dó) de frequência 528 Hz.

A nota “C” (dó) da escala regular vibra na frequência de 532.3 Hz.

A “C” (dó) de 528 Hz usada para restauração do DNA é parte de uma escala musical antiga chamada Escala de Solfejo.

A nota MI – 528 Hz – refere-se ao chakra coronário; Dr. Puleo sugere uma associação com a transformação e restauração da integridade do DNA.

…………………………………………………………………………………..

Batidas sonoras Binaurais fazem parte de um processo de sincronização cerebral cientificamente comprovado que gradualmente começou a ganhar reconhecimento a partir de um artigo intitulado “Batidas Auditivas no Cérebro”, do Dr. Gerald Oster, publicado na edição de Outubro de 1973 da revista Scientific American. (Nota das tradutoras: pelo Google, verificamos que o nome da revista é Scientific American Magazine e não, Scientific America).

Batidas Binaurais nas frequências Alpha, Teta e Delta proporcionam um som contínuo e relaxado, além de serem sinais de áudio que promovem conexões neurológicas saudáveis.  Estas novas experiências sonoras no cérebro desencadeiam uma explosão de novas conexões entre os neurônios. Através da repetição, estas novas vias neurais são exercitadas, se fortalecendo. E são as conexões cerebrais mais fortes que permanecem vivas. O processo rítmico Binaural é mais rápido, mais suave e mais eficiente do que a meditação. Após várias semanas de escuta contínua, o cérebro se torna mais sincronizado e começa a formar mais facilmente memórias permanentes em ambos os hemisférios.

Essas frequências Binaurais têm sido usadas para auxiliar em sonhos lúcidos, estados alterados de consciência e experiências fora do corpo. Com seu uso prolongado, a glândula pineal é ativada e energia positiva é direcionada ao córtex pré-frontal, fazendo das batidas Binaurais uma ferramenta verdadeiramente poderosa para o desenvolvimento de uma consciência mais elevada.

O Cérebro não se torna dependente das batidas sonoras Binaurais para relaxamento. Na verdade, com o tempo, o cérebro se torna mais resistente ao stresse. Com o desenvolvimento contínuo desse processo, mais estímulos Binaurais são recebidos pelo cérebro. Com a sincronização de sons Binaurais, as formas tradicionais de meditação tornam-se mais fáceis de aprender e implementar, sem a necessidade de anos de prática, como as meditações realizadas pelos Monges Budistas.


Fonte: Love Signal 528 Hz (Theta binaural beats 6 Hz) – YouTube
Tradução: Sementes das Estrelas / Flávia Grimaldi e Solange Yabushita

Via Sementes das Estrelas: Sinal do Amor 528 HZ (Frequência de Ondas Cerebrais Binaurais-Teta de 6 Hz)


 

MANIFESTE HABILIDADES DE PERCEPÇÃO EXTRASSENSORIAL ATRAVÉS DA MÚSICA…

Galactic Ascension

O PORTAL 2018

Conselhos Estelares da Luz

Por Solara An-Ra

 

Nós, os Conselhos Estelares da Luz estamos encantados por entrar neste portal com vocês, queridos membros da Terra – o Portal de 2018, na sua linha do tempo. Nós trazemos-lhes notícias que os excitarão além da medida – para aqueles de vocês que estão prontos para a mudança!

Para aqueles de vocês que temem a mudança – que estão relutantes em abandonar a segurança e deslizarem com a corrente do fluxo da vida para a nova realidade – vocês podem experimentar pensamentos e emoções sarcásticos ou duvidosos à medida que leem nossas palavras.

Mas sentirão uma excitação subjacente, no entanto, para as futuras possibilidades que descrevemos. E se você se permitir mover-se com essa excitação, você irá rapidamente dissolver a resistência que o retém.

Nossa notícia é essa – que suas habilidades para perceber o que antes foi invisível ou inaudível estão em 2018 catapultadas para a manifestação.

Em outras palavras, a hora é agora para essas habilidades de percepção extrassensorial se manifestarem em sua realidade. Será como se as habilidades que você tem em seu estado de sono – para experimentar outras realidades mundanas – estejam se cruzando em sua realidade DESPERTA conscientemente percebida.

Você experimentou a capacidade de VOAR em seus sonhos; se teletransportar; viajar através do espaço sem veículos, não? Você entrou em mundos de luz e cor que não são do seu reino 3-D, não?

E nós dizemos que você é capaz tanto de fazer e perceber muitas dessas coisas em seu estado desperto – conforme seu corpo de luz superior é ativado, e assim como você domina a capacidade de manter uma certa frequência de Luz à vontade.

Estes são os passos que você naturalmente atrai para esse período de tempo, pois é parte do seu processo evolutivo.

E você é ajudado na limpeza e abertura de seus chakras, como o guiamos na nossa recente “Meditação Diária Quântica para o Chakra”:

Música sugerida para os exercícios de som fornecidos:

LINK YOUTUBE

Coração de Gaia: por Ashana
Sons curadores: Jonathon Goldman
Uno: por Deuter

Existe uma especial habilidade extrassensorial de que desejamos falar agora, e a qual vamos ajudá-lo a dominar nesta mensagem. É a capacidade de usar o som como uma ferramenta de cura, transformacional e ativacional.

EXERCÍCIO DE SAUDAÇÃO / ATIVAÇÃO DE SOM:

Passo 1: Pedimos que você sintonize essa habilidade agora, ouvindo uma parte da música e percebendo o efeito que tem em você.

O seu campo áurico está se expandindo ou se contraindo enquanto você escuta? Você se sente aterrado ou centrado – ou você está sendo levado para uma vibração mais alta – ou ambos? Você sente suas emoções se elevando para a felicidade ou descendo em medo?

Esta é a sua primeira tarefa: aprender a sintonizar quando escuta uma música e observar cuidadosamente como suas emoções e energia estão sendo afetadas pelo som.

É uma meditação sobre o som – simplesmente para aprender a mudar seu humor, ou abrir seu chakras e campo de energia, ou curar partes do seu corpo, através da escuta e receber a música de uma maneira nova e mais consciente.

Isso o levará a ouvir música com mais frequência, a escolher a música com mais cuidado, a dançar mais espontaneamente e a se tornar consciente do efeito que as diferentes partes da música têm em sua mente, corpo e emoções.

Passo 2: Quando você encontrou uma ou mais partes da música que você gosta e achou edificante, feche seus olhos e veja se você pode perceber qualquer cor ou forma sendo criada pelos sons.

É possível abrir sua visão interna através da sua intenção e ver comprimentos de onda, vibração, geometria sagrada ou cor que está sendo gerada.

Esta é uma habilidade natural sua, você simplesmente não foi encorajado a fazê-lo.

Experimente este exercício quando em um grupo e veja o que surge – você será encorajado em seus esforços, pois vários de vocês experimentam formas e cores semelhantes criadas pela música.

Neste processo, você estará se lembrando de suas antigas habilidades Atlantes com o Som – aprendendo a ver e sentir o som, em vez de apenas ouvi-lo.

Passo 3: Agora você está pronto para usar o som como CURA ou força ativadora.

Você pode se treinar para fazer isso se você estiver disposto a praticar, e se você se sentir emoção ao ler nossas palavras. Confie que você tem essa habilidade, e você já está adiantado para a manifestação!

Comece experimentando com seus próprios sons – tanto através da tonificação com sua própria voz, quanto através da reprodução de instrumentos. Não importa se esta é a primeira vez que você tentou isso. Solte a sua autoconsciência e mova os sons.

Este exercício requer abertura, sensação de liberdade e experimentação.

Você pode começar com a intenção de usar sons para abrir, equilibrar ou reconectar chakras específicos – ou trazer luz / cor / energia para partes de seu corpo que estão fora de alinhamento.

Não espere obter o som certo imediatamente – apenas relaxe sua boca, deixe-a mudar de forma à medida que os sons saem, e experimente. Continue a abrir a sua visão interior para ver as vibrações, ondas, formas e cores que são criadas ou presentes nos sons.

Talvez o contexto mais incrível em que você possa usar essas habilidades sonoras está em curar qualquer aspecto do seu mundo 3-D, e, em particular, os aspectos do seu mundo natural que foram poluídos, resultando no sofrimento dos seres físicos – vegetais, minerais, animais e seres humanos.

Você pode, individualmente ou em grupos, se concentrar na dissolução da poluição ou contaminação em áreas específicas. Mesmo a poluição do inconsciente coletivo, que contém formas de pensamento e crenças prejudiciais à nossa sociedade, pode ser transmutada para a Luz através do som.

Se você está inspirado a trabalhar com o som dessa maneira, você será orientado sobre quando e como cantar / entoar / tonificar naquela parte do mundo, mantendo uma visão clara da poluição que está sendo dissolvida através do som que está sendo usado.

Até alguns minutos de som, juntamente com uma clara intenção, podem adicionar uma mudança para o Bem!

O que é essencial é que o som seja produzido com um coração aberto e feliz e com uma confiança absoluta de que a cura é possível – com a atitude de que o resultado desejado já está em andamento. É essa paixão; essa confiança; esse otimismo que permite que a magia se aconteça.

Isso é, naturalmente, verdadeiro no processo de manifestar todos os aspectos de suas vidas. É sua atitude que é importante e o grau em que você decide confiar no processo de desdobramento.

Quando você resiste à mudança e se concentra no que você não deseja, então você infalivelmente criará mais do mesmo. Semelhante atrai semelhante.

Quando você abraça o futuro com otimismo, ação, coração aberto e o desejo de ser útil, seu progresso é infalível e a magia se desenrola! Isto é o que desejamos para cada uma de vós almas queridas neste ano – essa magia se torna o tecido estrutural da sua realidade.

E assim é.

Namaste.

Com amor amor amor,
Solara An-Ra – Guardiã da Frequência para Gaia

………………………………………………………………………………………………………………………….

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com

Fonte: Solara An-Ra : Recent Channellings – Message for 2018
Tradução: Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: O PORTAL 2018 – De Coração a Coração

 


Ouça também a mensagem, com o acompanhamento do exercício sonoro, através deste vídeo:

O PORTAL 2018 – Conselhos Estelares da Luz

Publicado por Luz Das Estrelas em 8 de janeiro de 2018

Via: O PORTAL 2018 – Conselhos Estelares da Luz – YouTube


ALCANÇANDO O PERDÃO E A CURA ATRAVÉS DA MEDITAÇÃO…

cura e perdao

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO

Mensagem de Arcanjo Gabriel

Canalizada por: Shelley Young
em 21 de Novembro 2017

 

Queridos, se uma velha ferida continua com muita insistência, não é sinal de que você esteja regredindo.  É um sinal de que você está pronto para curá-lo de uma vez por todas. Isto é uma coisa maravilhosa!

Se for uma dor antiga que aconteceu por alguém, uma técnica efetiva e pelo meio da meditação, conectando-se com essa pessoa e expressando a ela como fez você se sentir. Às vezes, a coisa mais libertadora é poder falar sua verdade para o outro de uma maneira que é completamente segura de fazer.

Reunir através da meditação é uma ótima maneira de se fazer. Você pode até ficar surpreso ao receber informações sobre as feridas que eles carregam e que levaram a comportar-se daquela forma com você, para lhe dar uma compreensão mais profunda da situação.

Não estamos querendo que você prejudique ou ataque o outro por qualquer justificativa. Simplesmente mostrar-se sua verdade para ser ouvido e reconhecido. Preste atenção no que está acontecendo em seu corpo durante esse processo. Você poderá se surpreender ao ver que esta questão está ligada a algum desconforto em seu corpo físico. Isso será curado se estiver pronto.

Uma vez que você se permitiu dizer tudo que precisava, provavelmente sentirá uma liberação da energia que o manteve vinculado à situação. Você pode solicitar cicatrização em todos os níveis para ambos, e ver quaisquer Cordões, Carma ou Contratos que existiram entre vocês se dissipando e, em seguida, você pode vê-los simplesmente seguindo o caminho seguro que você procura há tanto tempo.

Isso mudará sua energia. 

Seja gentil consigo mesmo nos dias que se seguem. Peça assistência de seus Guias e Mentores, se você sentir que precisa, sabendo que eles sempre dispostos em ajudar você. Ame e comemore a cura e o empoderamento que criou para si mesmo para estar pronto e dar um passo adiante nesta próxima e bela expressão de si mesmo! 

~ Arcanjo Gabriel 

 


Direitos Autorais:
Shelley Young
Fonte: TRINITY ESOTERICS | 21 NOV DAILY MESSAGE ~ TUESDAY NOVEMBER 21, 2017
Tradução: Feliphe Gama (www.portalreinodaluz.com)

Via: Reino da Luz Reino da Luz | PERDOE POR MEIO DA MEDITAÇÃO – Mensagem Diária do Arcanjo Gabriel (21 de Novembro 2017)

PODEMOS INGRESSAR COM A MÃE TERRA EM UMA NOVA REALIDADE…

nova realidade

UM NOVO NORMAL

 Por: Alexandrian Kosmos
em 15 de outubro de 2017.

 

“A Escolha disponível em 19 de outubro de 2017”

A prática da Plena consciência (atenção) nos ensina a estar presentes no momento do AGORA – em plena consciência da nossa respiração – inspiração, expiração.

Não podemos alcançar um estado de atenção mental sempre que sobrecarregamos nossas mentes com pensamentos de preocupações, inquietações ou ansiedades cotidianas, pois só podemos atingir um estado de atenção consciente quando a nossa consciência está conectada com o ambiente atual neste momento de AGORA.

A maioria das pessoas tem dificuldade em alcançar uma presença no momento do AGORA, sendo absorvida por um amplo espectro de pensamentos persistentes de ontem, hoje e amanhã, antes de fazer uma pausa para relaxar no momento do AGORA!

Ninguém pode ser completamente criticado ou culpado, pois nossas sociedades dependem de uma contribuição de todos os seus inquilinos sociais através da sua obediente responsabilidade para alcançar um meio de apoio econômico para suas necessidades de comida, roupas e abrigo.

Nossas obrigações sociais, portanto, podem facilmente nos fazer esquecer de avaliar e monitorar nossa presença dentro das nossas situações cotidianas de espaço, tempo e movimento. Mas devemos lembrar que somos suscetíveis ao impulso da Mudança dentro do mundo físico e a única coisa que temos uma influência direta é a nossa resposta à Mudança. Devemos lembrar disso, queridos!

Com uma prática de Plena consciência (atenção) ou qualquer outra técnica de meditação que possamos incorporar nos nossos dias, a Mudança que está ocorrendo em nosso mundo não só ocorre em fragmentos gerenciáveis, mas também impede nossos Corações de entrar em um estado de indecisão!

Agora estamos nos mudando para um Novo Normal, queridos, conforme a Mãe Terra esteve neste caminho desde 28 de outubro de 2011, quando entrou pela primeira vez nos padrões da Quinta Dimensão do Universo.

Ela se tornou um Planeta Criador de Quinta Dimensão totalmente habilitado em 27 de março de 2017, e agora está em um processo de estabelecer uma Realidade inteiramente nova em seu corpo.

A humanidade agora tem uma Escolha – nos movemos com o impulso da Mudança da Mãe Terra ou tentamos manter a infraestrutura do nosso sistema social atual?

Em 19 de outubro de 2017, essa Escolha será dada a toda a humanidade individualmente – eu me movo com o impulso da Mudança da Mãe Terra ou tentarei manter meu status social dentro da infraestrutura do nosso sistema social atual?

Muitos não perceberão que essa Escolha exigirá uma consciência da sua conexão com o ambiente dentro deste momento do AGORA!

A Escolha disponível em 19 de outubro de 2017 não será como nenhuma das Escolhas “habituais” que fazemos diariamente, pois esta Escolha diz respeito à realização da nossa nova realidade na Quinta Dimensão – para mover com o impulso de Mudança da Mãe Terra ou não!

Não haverá outra Escolha oferecida mais tarde, uma vez que esta Escolha servirá para prolongar ainda mais a diferença entre a Vida na Terceira e Quarta Dimensão das Frequências Vibratórias da Mãe Terra, e a Vida dentro de um Novo Normal da sua nova Frequência Vibratória da Quinta Dimensão!

Nossos Corações e Almas estão naturalmente sintonizados com os movimentos de todo o Universo e mantêm o conteúdo absoluto do nosso Plano Divino dentro dele!

Se confiarmos e ouvirmos as orientações fornecidas pelo nosso Coração e Alma, nossa transição para o Novo Normal, iniciada pela Dimensão da Nova Realidade da Mãe Terra, fluirá através de nós em “fragmentos gerenciáveis”.

Nossos “fragmentos gerenciáveis” são compostos por momentos de “aha!” da percepção (insights) que recebemos e percebemos através dos nossos momentos de meditação.

À medida que nos lembrarmos, reunirmos e sincronizarmos nossas “peças gerenciáveis” em uma unidade de conhecimento, também começaremos a compreender as conexões – as conexões necessárias para entender como tudo se encaixa.

Quando falta uma prática como a Plena consciência para encontrar a conexão de nossos Corações e Almas dentro de todo o Universo, deixamos nossos caprichos e medos se tornarem nossos mestres, tornando-nos cada vez mais suscetíveis à persuasão dos outros.

A Escolha disponível em 19 de outubro de 2017 – para se mover com o impulso da Mudança da Mãe Terra, ou não – não será uma Escolha autônoma, mas o início de uma série de Escolhas que nos conduzem para a nossa participação no Novo Normal da Quinta Dimensão da Nova Realidade da Mãe Terra .

Nós não chegamos tão longe no processo evolutivo da Mãe Terra para a Quinta Dimensão apenas para ver as coisas acontecerem em torno de nós – estamos aqui com o propósito explícito de ReCriar a Mãe Terra para a Quinta Dimensão e esse Tempo é AGORA!

De 9 de novembro de 2017 a 10 de fevereiro de 2018, a Mãe Terra estará em um modo de Ativação com a sua Dimensão de Nova Realidade em evolução.

O que isso significará diretamente para nós, queridos, é que o que acumulamos durante os momentos de meditação de nossas vidas como “fragmentos gerenciáveis” será Ativar para Criar o Nosso Novo Normal através do impulso do processo de Mudança da Mãe Terra.

Se não possuímos uma prática semelhante à Plena consciência dentro do nosso repertório espiritual, não só continuaremos a distrair-nos com a desconstrução e o desmantelamento do nosso antigo mundo, mas também perderemos completamente o nosso Novo Normal que surge como uma Fênix que nasce das cinzas do antigo.

Vivemos dentro de uma realidade física onde o tempo, espaço e movimento podem facilmente distorcer o que nossos Corações e Almas conhecem, compreendem e entendem.

Se não podemos ver nossa conexão com o Universo, como chegaremos a enxergar como a humanidade está conectada?

Haverá muitas distrações ocorrendo no próximo ano através da desconstrução e desmantelamento do nosso antigo mundo. As muitas distrações resultarão do período “Grande Derretimento” da Mãe Terra, servindo para eliminar o uso de sua antiga Frequência Vibratória da Quarta Dimensão (até 27 de dezembro de 2018).

A Escolha disponível em 19 de outubro de 2017 – para se mover com o impulso da Mudança da Mãe Terra ou não – não estará concedendo a ninguém a capacidade de negar ou ignorar a existência desta Escolha, pois esta Escolha serve para iniciar um Novo Normal na Terra AGORA!

Levará um punhado de Almas que conhecem e compreendem o Poder inato dentro de seu Coração e Alma para escolher configurar o conteúdo integral de seu Plano Divino em movimento.

Se nos chamamos de Raios Azuis, Índigos, Sementes Estelares ou Trabalhadores da Luz, todos estaremos felizes em saber que agora estamos nos movendo para o espaço, o tempo e o movimento da Ativação da Mãe Terra em sua Nova Realidade da Quinta Dimensão.

Nossa próxima Escolha para expandir a Realização da nossa Nova Realidade ocorrerá em 15 de janeiro de 2019.

Até lá, todos teremos uma melhor compreensão e mais experiência no Novo Normal com a Frequência Vibratória da Quinta dimensão da Mãe Terra para permitir a finalidade da nossa próxima Escolha – iniciar a Ativação da nossa Nova Sociedade da Luz!

Não se trata dos pensamentos de ontem, hoje ou amanhã. É tudo sobre os “fragmentos gerenciáveis” acumulados de Conhecimento Espiritual que implementamos!

……………………………………………

.

Alexandrian Kosmos – Uma Cosmologia da Integração do Sistema Solar à Comunidade Universal. Usa a Astrologia do Futuro, Metastrologia, para prever o Fluxo das Energias Universais para o Trabalhador da Luz. A Metastrologia irá surpreendê-lo com a sua precisão e insight para a nossa entrada na 5ª D e Comunidade Universal.



Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Fonte: Alexandrian Kosmos | A New Normal
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: UM NOVO NORMAL

SUA MEDITAÇÃO PODE AFETAR O MUNDO…

meditation

VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO? MEDITE!

Por: Spirit Science

 .

A meditação de Plena Consciência vem tendo muitas boas notícias ultimamente pelo mundo, com cada vez mais pessoas começando a meditar diariamente e falando sobre todos os benefícios que acompanham a prática.

Uma nova pesquisa da Universidade de Waterloo, em Ontário, está descobrindo que um mínimo de 25 minutos de yoga e meditação diária pode aumentar a função cerebral, o controle emocional e os níveis de energia! Os benefícios incluem a liberação de endorfinas, aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro e foco reduzido em pensamentos repetitivos.

No entanto, além de tudo isso, ainda há um aspecto excepcional da meditação que tem um impacto profundo no modo como vemos o mundo, e esse é a relação entre meditações regulares e os padrões comportamentais da sociedade em geral.

A MEDITAÇÃO EM MASSA BAIXA O ÍNDICE DE CRIMINALIDADE

Em 1960, Maharishi Mahesh Yogi previu que, se apenas 1% de uma população se reunisse e meditasse junto, haveria um efeito benéfico em toda a população. Esta teoria foi posta à prova em 1976, quando se descobriu uma redução de 16% no índice de criminalidade, quando 1% da população local meditava em um grande grupo. Este fenômeno foi denominado “O efeito Maharishi “, que foi definido como a influência da prática meditativa sobre o ambiente social e natural em torno dos que meditavam.

Desde então, foram realizadas várias experiências que demonstraram ainda mais essa habilidade, gerando números inovadores na redução do crime e no apoio à saúde, bem como na influência positiva sobre a sociedade em geral. Talvez o que seja mais notável, e o que fornece mais evidências para esse efeito, é que ele é antecipadamente previsível, em todas as ocasiões.Menina meditando

Um dos estudos mais importantes realizados sobre este efeito ocorreu em 1993, quando um grande grupo em Washington DC conseguiu reduzir os crimes violentos em mais de 20% na cidade.

Um dos estudos mais recentes foi realizado entre 2007 e 2010. Durante este período, a Direção da Universidade Mararishi, em Iowa, criou um grupo de meditação suficientemente grande para influenciar os Estados Unidos como um todo. A análise estatística dos resultados mostrou uma diminuição maciça da taxa nacional de homicídios e crimes violentos urbanos, em relação ao período anterior de 2002 a 2006.

No total, a taxa de homicídios foi 21,2% inferior ao longo dos quatro anos. Com isso, os analistas estimaram que, aproximadamente, 8.167 mortes foram evitadas em função dessa mudança significativa.

Esta revelação nos últimos anos teve um efeito considerável em muitos cientistas do mundo, que estão se aproximando da teoria do campo quântico a partir da perspectiva de que a própria consciência pode ser algo muito maior do que jamais acreditamos que pudesse ser.

COMO VOCÊ PODE MUDAR O MUNDO

É fácil ficar sobrecarregado ao observar o estado do planeta; as coisas estão ficando realmente intensas no mundo, sejam desastres naturais ou dramas políticos, é claro que existe uma grande destruição no caminho. No entanto, esta nuvem escura tem um vislumbre positivo, porque há tanta informação chegando, que continua a revelar o nosso lugar no cosmos e a oportunidade com a qual nos deparamos, deveriamos escolher seguir por esse caminho.

Este conhecimento sobre meditação e seus efeitos sobre o mundo que nos rodeia é uma importante ponte entre o que o mundo é e como ele pode ser. Apenas 1% de uma população pode baixar os índices de criminalidade em 20%, então o que aconteceria se houvesse 5% de uma população em particular meditando?!

Agora, é lógico, há aproximadamente 7,4 bilhões de pessoas neste planeta, e assim levaria cerca de 74 milhões de pessoas meditando para ser 1% da população global, mas a equipe da universidade Mararishi sugere que não é necessário um 1% para fazer uma mudança no mundo, mas apenas a raiz quadrada de 1%, que é apenas cerca de 7.000 pessoas! Isso não é muito!

Em última análise, podemos nos transformar em catalisadores de mudanças em nossas próprias famílias, comunidades e além, simplesmente meditando.

Meditação

Pense nisso desta forma: quantas pessoas há em sua família? Em sua família imediata, talvez algo entre três e seis? Talvez um pouco mais, talvez um pouco menos. E o seu círculo social? Quem são seus amigos mais próximos e confiáveis? Quantos deles estão em sua vida? Esse número pode variar entre um e dez, e é claro que conhecemos muitas pessoas além disso também.

Digamos, por este exemplo, que você tenha 9 amigos e familiares próximos em sua vida; pessoas com quem você passa a maior parte do tempo ou com quem está mais conectado ocasionalmante.

Em relação a este pequeno grupo de pessoas em sua vida, você mesmo não é apenas 1% da população, mas quase 10%! Isso é notável, porque implica que, se você meditasse regularmente por uma quantidade significativa de tempo, esse seu pequeno círculo social poderia potencialmente ver uma diminuição maciça da negatividade geral em suas vidas! Estamos usando “negatividade geral ” aqui, simplesmente nos baseando no fato de que a maioria das pessoas em sua vida não sejam pessoas excessivamente violentas, mas para aquelas que são… isso pode ser particularmente útil!

Você vê, ao olhar para o mundo inteiro em larga escala, é fácil ficar sobrecarregado e pensar: “Eu sou apenas uma pessoa, como posso afetar todo o mundo?”. E quando você entra em meditação, a resposta se torna muito simples – comece com você, e com uma pessoa, e com um grupo e comunidade de cada vez.

O QUANTO DE MEDITAÇÃO É SUFICIENTE?

Esta é sempre uma pergunta comum, algumas pessoas querem saltar e começar a fazer horas a cada vez, e para outras, mesmo dez minutos podem ser difíceis de início. A partir de nossas experiências, definitivamente temos experimentado o benefício de meditar mais de uma a duas horas por dia, e para experientes mestres de meditação, isso não deve ser um problema. Para aqueles que estão apenas começando, nós encorajamos a criar um espaço para você meditar por pelo menos vinte e cinco minutos ao dia, e trabalhar a partir daí.

Galaxy MeditateIsso pode parecer muito, mas nós realmente queremos encorajá-lo a dar o máximo de si para levar a meditação a sério. Se é a única experiência espiritual que você deseja ter, na nossa visão é, de longe, a mais importante, devido não só aos efeitos que tem sobre sua própria saúde mental, emocional, física e espiritual, mas ao efeito que ela  tem no mundo em geral.

Se cada pessoa que lê este artigo meditasse pelo menos uma hora por dia todos os dias, haveria uma mudança de consciência bastante significativa, que poderia levar essa prática a se tornar cada vez mais conhecida no mundo!

Então, para responder a esta pergunta; O quanto de meditação é suficiente? Nossa resposta é que você nunca pode ter meditação suficiente! Além do mais, geralmente, quando você está meditando, você sabe quando já terminou.

Tente praticar meditação regularmente em sua vida e veja as mudanças que começam a acontecer! Como estamos todos basicamente conectados, isso não só expandirá sua própria consciência, mas ajudará nosso mundo a nível global, e até mesmo universal!

Fontes:
http://www.medicalnewstoday.com/articles/319333.php
http://www.dailymail.co.uk/health/article-4857548/Yoga-meditation-help-promotion.html
https://tmhome.com/benefits/study-maharishi-effect-group-meditation-crime-rate/
http://www.worldpeacegroup.org/washington_crime_study.html
http://www.nytimes.com/1993/08/01/nyregion/meditating-to-try-to-lower-crime-rate.html?mcubz=0
http://www.chopra.com/articles/how-meditation-benefits-everyone-around-you#sm.0001229qicviqdhezx02cykuhwp6d
https://nccih.nih.gov/health/meditation/overview.htm
http://articles.latimes.com/1986-05-08/news/vw-4487_1_square-root

 


Origem: You want to Change the World? Meditate! – Spirit Science Central
Tradução e Divulgação: Cida Pereira AFINIDADES ESPIRITUAIS

A IMPECABILIDADE NECESSÁRIA PARA SE ALCANÇAR A ASCENSÃO…

vale-jiuzhaigou-china-thinkstockphotos-475524533

IMPECABILIDADE CRISTALINA: DANÇANDO COM AS ESTRELAS

Metatron_Claudio GianfardoniUma mensagem de Metatron

Canalizada por James Tyberonn ,
em 16 de abril de 2011

 

Saudações, Queridos! Eu sou Metatron, Senhor da Luz, e saúdo todos e cada um de vocês respeitosa e intencionalmente. Saúdo cada um individualmente no momento exato em que lê estas palavras vivas, na essência vibratória do eterno AGORA e o abraço em amor.

À medida que a anunciada Ascensão se aproxima, tudo está se abrindo ao seu redor. A natureza da sua Semente Estelar se expande nos reinos da Terra; na verdade você está dançando com as Estrelas; as Estrelas da esperança, do amor e da impecabilidade.

Querido, nós do Reino Angélico estamos aqui para apoiá-lo, para lhe oferecer intuições orientadoras, mas cabe a você, na sua jornada de polaridade e dualidade, superar seus desafios. Estes são os caminhos da sua aprendizagem e é sua tarefa enfrentar e resolver os seus problemas. Nós o ajudamos colocando-o em contato com seu próprio poder. Nosso propósito não é resolver nada por você, nem de nos colocarmos entre você e sua própria liberdade de discernimento e escolha, oferecendo-lhe “respostas”, nem mesmo para os desafios mais complexos.

Nosso propósito é reforçar sua própria força, pois, afinal, a vasta divindade do seu Ser não só está bem preparada para ajudá-lo a encontrar satisfação, como também está totalmente desejosa de fazer isso. E nesse processo, Querido Ser Humano, você descobrirá sua natureza superior de sabedoria, entendimento, exuberância e paz. Ninguém, nem mesmo um Anjo, pode fazer isto por você. Na impecabilidade você realizará todas as tarefas auto-designadas que se apresentarem a você.

Querido, neste momento, nós lhe oferecemos a energia integral da nossa Existência de Luz, da nossa essência cristalina. Nós lhe oferecemos, em puro amor, a orientação da nossa sabedoria para o seu discernimento. E lhe pedimos apenas, Mestre, que se mantenha plenamente presente em seu coração e mente. Compreenda o que lhe dizemos, pois você é um Deus em processo. Do que lhe oferecemos, tome o que ressoar consigo, pois lhe é apresentado no mais profundo respeito e amor.

DANÇA ESTELAR: EXPANDINDO-SE EM AMOR

A dança estelar da sua vida é expandir-se em amor. Mas o amor do qual falamos não é meramente a emoção que os seres humanos consideram amor, mas a energia e ciência magníficas e extraordinárias do que pode ser chamado de amor incondicional expansivo. Neste contexto, o amor é realmente uma ciência, um vasto campo composto de uma ressonância vibratória muito complexa.

Então, permita que definamos melhor um componente-chave da ressonância do amor, já que ele se relaciona com o seu crescimento… Este é a impecabilidade da vontade divina ativada. Quando a vontade é traduzida em ação, ela é a propulsora da sua busca por crescimento espiritual. Então a impecabilidade é a transformação das suas experiências e conhecimentos presentes na sabedoria da ação.

ACEITANDO O DESAFIO

Embora seja verdade que os seus pensamentos criam a realidade que você vivencia na dualidade, você mesmo, num aspecto mais elevado, compõe e cria, ponderada e cuidadosamente, os desafios que enfrenta. Estes têm um grande propósito. Quer realmente acredite ou não, você escreve seus próprios testes. Então, embora “pensamento positivo” seja uma frequência importante, o pensamento positivo tem a intenção de ajudá-lo a lidar com suas lições de vida e não evita o processo de aprendizagem em si. Você não pode simplesmente ignorar ou eliminar por um passe de mágica as lições de crescimento que programou para si mesmo com o fim de se expandir. Isto porque, na maioria dos casos, as situações que você escolheu estão fora, além da capacidade do aspecto dual do seu cérebro-ego de removê-las ou eliminá-las. Você as enfrentará, porque, no seu Eu Divino, você as desejou a partir de uma perspectiva mais elevada.

Nós lhe asseguramos que não há nada mais estimulante, mais digno de realização do que o seu desejo manifestado de evoluir, de mudar para melhor. Na verdade, esta é a missão de cada uma das suas encarnações. Não é suficiente meditar e visualizar a meta desejada sendo atingida, se não agir de acordo com sua voz interior, a energia da qual suas meditações e visualizações surgem.

Intenção, foco e meditação devem se unir totalmente à ação. Tornar-se impecável e finalmente alcançar a Iluminação não quer dizer – como algumas religiões sugerem indiretamente – que de repente você se encontre num abençoado estado de esquecimento, ou em algum distante estado de Nirvana. Mestre, nós lhe dizemos que você faz parte do Nirvana hoje, como sempre fará; basta descobri-lo dentro de si mesmo.

Realmente haverá ciclos no seu estado emocional, que fazem parte de ser um humano. Haverá momentos em que se sentirá apático e deprimido. Estes estados poderão ser causados não só por problemas que você enfrenta, mas até por certos aspectos astronômicos. Tudo isso deve ser enfrentado e pode ser superado. Então, saiba que o “Nirvana” é alcançado através da atitude – não através de rejeição, ignorância ou fuga, mas através da avaliação impecável da projeção da realidade que o envolve.

A experiência terrena – a maestria da dualidade – é difícil. Esta é uma grande verdade, uma das maiores verdades da dualidade, e geralmente é mal compreendida. O estudo e maestria da vida requerem trabalho. Você não pode simplesmente colocar o livro debaixo do travesseiro e dormir sobre ele; é preciso que ele seja lido e entendido uma página de cada vez, momento a momento.

Portanto, é preciso entender e aceitar que sua vida é uma construção de situações que você planejou a fim de possibilitar seu crescimento espiritual. Quando aceitar esta nobre verdade, você terá a oportunidade de transcendê-la. Aquilo que você chama de “destino” é, na verdade, uma série de situações que você pré-planejou para sua lição de vida. E, meu Querido, esse mesmo “destino” escrito por você vai ajudá-lo a enfrentar seus desafios e depois manifestar seus desejos, mas não porque você reclamou daquilo que não gosta. Para vivenciar a luz do seu desejo, você deve acender a paixão que vai libertá-lo da fortaleza onde ele esteve rigorosamente guardado. O melhor caminho é aceitar o desafio da auto-purificação, sendo um exemplo vivo da sua própria luz, em vez de protestar contra as trevas que ainda existem no mundo na terceira dimensão e escolher isolar-se dele.

ACEITAÇÃO

Mestre, ao aceitar que está aqui para enfrentar desafios, você poderá criar mais firmemente a energia necessária para enfrentá-los. Porque, a partir do momento em que aceitar isso, o fato de que a vida pode ser difícil não mais o assustará e sim motivará o seu guerreiro espiritual interior a resolvê-la.

O maior problema que você tem em aceitar o controle e responsabilidade pelas suas ações está no desejo essencial de evitar a dor das consequências desse comportamento. Mas lhe dizemos que a coragem confrontadora de resolver impecavelmente os problemas é que provê e realmente alimenta significativamente o crescimento na sua vida. Enfrentar os problemas é o que distingue sucesso de fracasso, ou melhor, crescimento de estagnação. Os problemas trazem à tona os seus melhores esforços para resolvê-los e aprimoram a coragem e a sabedoria do buscador impecável.

É justamente por causa de situações difíceis e obstáculos estressantes que você cresce mental e espiritualmente. É através da dor de enfrentar e solucionar os quebra-cabeças da vida e as situações pré-programadas, que você aprende o significado maior da ciência do amor. Meu Querido, o fato é que suas realizações mais difíceis, e certamente seu maior crescimento, são gerados quando você se encontra nas inquietantes encruzilhadas do problema. Suas maiores provas e revelações acontecem em momentos em que você se encontra fora da sua “zona de conforto”, sentindo-se desnorteado, insatisfeito, ou até num estado de angustiante desespero. Pois é nesses momentos, impulsionado pelo desconforto, que você é levado a arrombar a jaula confinadora e procurar um modo de vida melhor e espiritualmente mais satisfatório.

IMPECABILIDADE – O ESTADO DE GRAÇA

O que é impecabilidade, então? Não estamos subestimando a premissa básica quando definimos impecabilidade simplesmente como “sempre tentar fazer o melhor”. Mas manter-se impecável exige mais esforço, à medida que a extensão da sabedoria e consciência que você adquiriu se expande. Quanto maior a sua consciência, mais você “sabe”. Quanto mais você sabe, maior é a sua responsabilidade de viver em conformidade.

Você está no processo de expansão da sua consciência vibratória, tornando-se um participante consciente com a alma. Você está se tornando o que sua alma é, descobrindo sua identidade maior. Querido, quando você cresce espiritualmente, é porque se abriu para a busca do crescimento e está agindo, trabalhando para consegui-lo.

A impecabilidade envolve a expansão deliberada do seu Ser em evolução. A impecabilidade coloca-o em estado de graça. Impecabilidade não significa que você tenha alcançado a iluminação ou aprendido tudo o que precisa aprender, mas que você está no único caminho, no caminho certo para chegar lá.

Então vamos definir a impecabilidade em dois níveis, dois formatos de fase:

1) IMPECABILIDADE CONDICIONAL – É quando o indivíduo não é muito adiantado, mas está trabalhando para atingir a maestria; está fazendo o melhor; utilizando o conhecimento, na medida da sua capacidade, para fazer a coisa certa, mesmo quando há ignorância e concepção errada e inocente. Isto é, quando ele acredita realmente que o que está fazendo é o caminho certo, mesmo que esta não seja a verdade plena e expansiva. Todo mundo passa por esta fase. Nesta fase, se você comete um engano, é um engano honesto, no qual você acredita genuinamente que está fazendo o que sentiu que era correto.

2) IMPECABILIDADE DE MAESTRIA – Esta é a fase da alma na existência humana, que é o ápice da Maestria. É quando o indivíduo é muito adiantado e está vivendo de acordo com o que prega, sem ter nenhum conflito interno entre o que ele acredita ser o caminho certo e como ele age.

As duas fases ativam o que poderíamos chamar de estado de graça acelerado. A graça é a ajuda do Eu Divino no resultado das situações, quando a pessoa está tentando fazer o melhor. Você pode pensar nela como um “Anjo da Guarda”, porque em muitos casos um Anjo da Guarda é isso – o seu Eu Divino intervindo providencialmente nas situações para ajudá-lo em seu caminho.

Se fôssemos redefinir o que os seus textos religiosos consideram pecado, não o faríamos em termos de mandamentos, mas como “conhecimento não utilizado” – tomar atitudes que você sabe que são incorretas, atitudes que estão em conflito com suas crenças mais elevadas.

A SABEDORIA ESTÁ NO INTERIOR

A maioria das pessoas deseja uma sabedoria maior do que a sua própria. Procure e encontrá-la-á. Você pode encontrá-la “escondida” dentro de si mesmo, Mestre. Infelizmente, esse é o último lugar onde a procura, pois dá trabalho. O divino ponto de contato entre Deus e o ser humano está naquilo que os acadêmicos chamam de subconsciente.

Até mesmo os seus textos religiosos lhe dizem que Deus está no seu interior, que você é uma centelha do Divino. A mente subconsciente, ou “cérebro posterior”, nos seus termos, é a parte de você que é Deus; a porção do seu Eu Maior que contém o conhecimento de “Tudo O Que É”, a parte de você que contém os Registros Akáshicos, a memória da sua alma.

Como o subconsciente é a Mente Divina em você, a meta do crescimento espiritual é alcançada entrando-se no sagrado “Jardim da Sabedoria”. Isto se consegue aquietando-se a mente do ego. A meditação sempre foi o portal; ela é a chave para aquietar a conversa do ego-personalidade e permitir que a “Voz da Alma Divina” seja ouvida. Repetimos que é necessário esforço. Não existe nenhum atalho.

Reconquistar a condição Divina é o propósito da sua existência individual no plano da polaridade. Você nasceu para poder se transformar, como consciência individual, numa expressão física de Deus; uma expressão divina em estado de Ser.

Este desafio é o objetivo da sua alma, seu verdadeiro propósito e, nas jornadas físicas, o relógio está sempre correndo. A conquista da qualidade Divina na fisicalidade é conseguida com o tempo, através do desejo imaculado que é acionado no reino físico por meio da fusão com a sabedoria do não-físico. O tempo importa.

Na polaridade, a atual mudança de paradigmas e energias pode tirá-lo do centro com muita facilidade nestes tempos acelerados. Muitas vezes, o seu propósito verdadeiro é difícil de ser definido subjetivamente e o seu entendimento e lastro ficam justapostos entre a ilusão e a realidade percebida. Você pode sentir que está vivendo numa distorção e que nada é exatamente como parece ser. Neste processo, você pode ficar confuso e complacente. E pode perder a noção do tempo.

Querido, sua vida… cada instante da sua vida física é precioso, muito mais do que você pode imaginar; muito mais do que você aproveita. O tempo é um bem precioso, e é finito na sua dualidade. Todas as pessoas, em algum ponto do futuro, farão a transição para fora do físico. Ou, de acordo com a sua linguagem, todos experienciarão a morte, todos morrerão. Esta é uma condição da fisicalidade, você sabe. Entretanto, muitos agem como se fossem viver para sempre. É verdade que a alma é eterna, mas você não será sempre a mesma pessoa, a mesma personalidade ou expressão que é agora, em qualquer outra vida, em qualquer outro aspecto da sua existência.

Você está aqui para aprender, Querido; está aqui para aprender as expressões da sua própria Divindade dentro da dualidade. E realmente, a dualidade é uma dádiva. A vida é uma dádiva. Você está aqui para aprender a cocriar, pois, na verdade, você e todos os seres humanos são cocriadores do Universo, do Cosmos e estão aqui para alcançarem a Maestria. E muitos já estão bem perto dessa conquista.

APROVEITE O DIA

Mestre, enquanto não se valorizar verdadeiramente, você não estará na graça da impecabilidade e, portanto, não estará motivado para realmente valorizar e otimizar o seu tempo. A menos que dê grande valor ao tempo que lhe cabe, você não “fará o melhor” com ele. “Carpe Diem” é traduzido como “Aproveite o Dia” e é muito apropriado. Você precisa aproveitar cada momento! Muitos indivíduos, apesar de suas boas intenções, se permitem ficar tranqüilos no comodismo, em certas fases ou em certas condições da jornada que escolheram. Muitos perdem tempo, utilizam mal o tempo e, assim, encarnações e encarnações podem ser desperdiçadas. Aquilo que você não enfrenta, aquilo que você não resolve em qualquer momento ou vida, acabará voltando à tona; você repetirá a situação até que consiga solucioná-la com sucesso. Isto com certeza é uma grande verdade.

Mestre, utilizar bem o seu tempo na dualidade é essencial, e isto é um empreendimento complexo, porque requer que você busque a impecabilidade; requer que você ame a si mesmo, pois enquanto não se valorizar genuinamente, você não valorizará verdadeiramente a sua vida e o seu tempo. E enquanto não valorizar seu tempo, você não será motivado a maximizar a forma de utilizá-lo.

Isto é a Disciplina natural, é a ferramenta básica para resolver os problemas da vida. Sem disciplina é difícil você ter o estímulo necessário para se concentrar no trabalho de solucionar seus problemas. Em poucas palavras, você pode se tornar imobilizado… apático, acomodado ou preguiçoso. Na “Escada da Ascensão”, ou você se move para cima, ou fica parado, ou se move para baixo.

Na física tridimensional, existe uma lei que afirma que uma energia altamente organizada naturalmente se degradará se não estiver em estado dinâmico. Pela lei natural, é mais fácil permanecer em estado de acomodação no plano físico, do que numa condição de movimento ascendente. Isto é claramente lógico. A Lei do Amor é que motiva todas as almas a ascenderem para maior consciência, e isto requer dinâmica… trabalho! Na verdade, a preguiça é um dos seus maiores obstáculos, porque trabalhar significa nadar contra a maré. Aproveite o Dia!

ORDEM PERFEITA

Algumas pessoas dizem e sentem que “Tudo funciona como devia, tudo está em perfeita ordem”. Mas isto é um paradoxo, Mestre. E, como numa carta de baralho, uma das figuras está sempre de cabeça para baixo, de qualquer jeito que se olhe para ela, entende? Do ponto de vista superior, tudo está em perfeita ordem, mas da perspectiva da dualidade, não está! Se estivesse, não haveria nenhuma necessidade de lição, nenhuma necessidade de reencarnação. Basta dar uma olhada ao seu redor para saber que a situação da humanidade no planeta Terra está longe de ser perfeita. Na verdade, NÃO vai funcionar como devia, até que os seres humanos façam com que funcione!

Isto se aplica ao micro e ao macro. Há muito a ser trabalhado, muito a ser revisto. E tudo ocorrerá no tempo apropriado, Mestre. Nós lhe oferecemos algumas questões ligadas à perda de tempo, para sua análise e discernimento:

EGO OCULTO – ARROGÂNCIA ESPIRITUAL

Muitos são líderes e professores e trabalharam bastante e durante muito tempo para chegar a um nível avançado de conhecimento das verdades espirituais. Isto é admirável, mas leva a uma encruzilhada decisiva.

Um ser humano no caminho da Maestria deve evitar as armadilhas do ego ou cairá na atrocidade. Um líder deve sempre respeitar a voz da sua alma e seguir o caminho que lhe é indicado internamente, de modo a ascender em vez de decair. Esta é uma orientação essencial para todos que estão no curso avançado de Maestria. Sem a “avaliação e calibração internas da alma” não é possível enxergar a verdadeira direção do lar.

Entenda que com o progresso contínuo vem a necessidade da humildade. Quantos já participaram de reuniões metafísicas onde acabaram quase humilhados por alguém que fez questão de lhes contar como conseguiu ir longe em seus sonhos, quantas visões grandiosas já teve e quantos mestres celestiais ele enxerga nos reinos superiores, insinuando que é um ser avançado na maestria e quer ter certeza de que todo mundo saiba disto.

Esta é uma armadilha compreensível, mas não é o caminho da integridade. A Arrogância Espiritual é muito comum nos círculos da Nova Era, embora muitos que a praticam não tenham sequer consciência de que estão se apresentando de um modo tão pomposo. Existem muitas ciladas secretas do ego nos círculos espirituais. Ninguém está isento disto. Líderes e professores que progrediram até certo nível são especialmente suscetíveis de cair nesta cilada do ego, quando começam a conquistar seguidores. A maioria dos que caíram não o reconhece. Você é um deles? Acontece com a maioria, em algum momento, Querido. A humildade é o caminho do verdadeiro líder espiritual, entretanto é muito fácil cair cegamente no auto-engrandecimento.

Dizemos-lhe com amor, Querido, que isto acontece com todos. Acontece em todas as suas encarnações: o movimento e a mudança, dia a dia, para dentro e para fora da integridade. Na dualidade, seja um professor ou seja um aluno (na verdade, todos são ambos!), ninguém está acima disso, e é por isto que é necessário  se re-calibrar através do espelho infinito da verdade, através da auto-análise feita pelo observador distanciado interno. Existe uma linha muito tênue entre amor por si mesmo e ego. O paradoxo é que o primeiro é uma necessidade da impecabilidade e o segundo é um obstáculo a ela.

No caminho para a Maestria, muitas vezes você será forçado a escolher entre o amor e o poder; e o poder é muito sedutor e, geralmente, muito bem disfarçado. O orgulho vem antes da queda. Muitos se elevaram a grandes alturas na conquista espiritual, mas acabaram perdendo tudo isto por se deixarem cegar pelo ego.

Existem duas formas de poder, uma é usada para controlar, é o poder político; a outra é o poder verdadeiro, o poder benevolente do Amor. Mas, à medida que progride em consciência, você verá essa distinção menos como uma questão de bem e mal, e mais como uma questão entre amor e conceitos enganadores de poder. São energias mais sutis. Existem energias que desejam um movimento ou direção e há energias que precisariam de uma compreensão mais aprimorada. O desafio se encontra em juntar todas as peças, e esta não é uma tarefa fácil.

INTEGRIDADE SEXUAL

O verdadeiro amor é uma frequência. Não é paixão emocional, não é romance e não é sexual, nos seus termos. Acima da dualidade, na sua verdadeira essência, você é andrógino, integral, inteiro e sem gênero. Só no plano da polaridade do reino físico é que ocorre a orientação de gênero. Neste momento e no seu plano atual de existência, a atração física para fertilização sexual está no modelo atual do DNA, para preservar a sobrevivência das espécies. Isto não é preciso nem está presente no seu Eu Superior, acima da dualidade.

A sexualidade é outra área que é muito complexa, muito confusa para muitas pessoas. É uma área que requer impecabilidade.

Através dos tempos, nas diversas culturas em todo o planeta, existiram muitos sistemas de crenças, expressões variadas, experimentos e modalidades da expressão sexual na biologia. Alguns foram muito moderados, outros extremamente liberais. Os laços mais profundos do amor biológico e espiritual encontram-se na base de todos os relacionamentos pessoais e culturais, mas existe um amor mais elevado que transcende a sua programação cultural e religiosa de sexualidade.

Padrões morais, impressos pela religião e cultura no seu paradigma atual, têm uma influência considerável na opressão em termos de expressão sexual. A consequente orientação sexual extremamente específica reflete, então, uma firme divisão na consciência. Não apenas separa o masculino dos impulsos emocionais alentadores, mas também separa o feminino da sua própria liberdade de projetar força e intelecto. Isto efetivamente formula uma cultura restritiva, na qual mente e coração, força e alento estão separados em polaridades através do gênero.

Intimidade e expressão sexual são veículos para a expressão da energia não-física de maneira física. A sexualidade pode ser sagrada ou pode ser simples luxúria. Quando é uma expressão espiritual da união de almas de um modo físico, ela é vivenciada como muito mais do que um ato físico e é feita a partir da intenção e manifestação dos chacras superiores. Neste caso, a energia vital despendida é amplificada, santificada e retorna ao campo energético dos participantes, aumentando a vitalidade e equilíbrio de ambos. Cada um registra a impressão da alma do outro.

Entretanto, este não é o caso quando ela se expressa apenas pelo impulso físico, com o único propósito de satisfação sexual. Quando o ato sexual ocorre apenas para satisfação física, a energia vital é simplesmente despendida, gasta, e não retorna ao campo de energia humano. Na realidade, em alguns casos, quando o ato se baseia apenas no egoísmo e gratificação, ele rompe um pouco o campo eletromagnético e pode ocorrer vazamento de energia.

A maioria dos seres humanos, na sua sociedade atual, tem problemas conflitantes a respeito da sua própria sexualidade e expressão sexual. A sexualidade é algo que pode fundir duas almas em bem-aventurada unidade, mas também pode expressar cada um como Um. O aspecto qualitativo da intenção dos participantes é que determina o nível do fluxo do chacra específico, se é ou não feito com lucidez superior, entende?

Não é irônico que muitos de vocês alcancem o maior equilíbrio em suas vidas, só depois que seus corpos cessam de produzir hormônios sexuais? Entretanto, a liberação do chi através da kundalini, por meio do ato sexual, está entre as energias mais poderosas disponíveis para a humanidade. Ela foi usada exageradamente e caiu no mau uso e desperdício. A chave é a intenção.

Quando existe uma atração consensual, unida ao carinho e respeito mútuo, ela pode ser maravilhosamente sensual, bonita e sagrada. É capaz de transportar o espírito a reinos superiores, combinando a trindade do corpo, mente e alma. Quando isto acontece, especialmente entre membros da mesma família de almas, dá-se a transmissão de uma impressão energética e um efeito sinergético que é extremamente benéfico em muitos níveis.

A sexualidade é a expressão natural do amor que floresce entre as almas. Pode ser a expressão mais elevada do amor entre as pessoas, independente de gênero. Entretanto, pode se tornar uma fonte de culpa, uma fonte de controle, e uma fonte de preconceito e julgamento. Pode se tornar uma fonte de auto-engrandecimento e dependência, principalmente entre aqueles do gênero masculino, porque o impulso masculino para a reprodução está fisicamente conectado ao corpóreo, por assim dizer. Assim, ela é frequentemente mal compreendida e mal utilizada.

Os relacionamentos deveriam ser baseados em consenso, e a liberdade desta expressão deveria ser respeitada, mas perfeitamente alinhada com os chacras superiores. A dominação de um sobre o outro não é compatível com o verdadeiro amor nos relacionamentos de qualquer natureza.

A intenção elevada, na sexualidade, é extremamente benéfica em todos os níveis – físico, mental e espiritual. Ela pode ser uma fonte de rejuvenescimento e regeneração. No entanto, muitos escolhem expressões sexuais que chegam às raias do deboche, manipulação, ganância, conquista e infeliz dependência do orgasmo físico.

Sem julgamento, lhes dizemos que a energia sexual é uma dádiva de energia maravilhosa, e quando usada com intenção mais elevada, oferece um vislumbre da felicidade orgástica sagrada dos reinos celestiais. Ela é a força vital e deveria ser usada sabiamente, envolvendo o corpo, a mente e o espírito.

Quando a expressão sexual é devidamente escolhida, seu desenvolvimento responsável com intenção mais elevada, através da associação dos corações e do amor, é um aspecto da impecabilidade cristalina.

BLOQUEIO ENERGÉTICO NÃO RESOLVIDO

Mestre, na caminhada final para a Maestria, a maior parte dos seus problemas principais já foi trabalhada, e nós o respeitamos por isto. Entretanto, o que falta pode ser desconcertante de ser confrontado. Mas é importante enfrentar todo e qualquer problema ou energia não resolvidos.

Dizemos isto sem julgamento. Nós chamamos sua atenção para isto para ajudá-lo. Pois, com o tempo, tudo terá que ser enfrentado. Quanto mais adiantado você se torna, mais dificuldade pode ter para remover as pequenas questões não resolvidas, porque geralmente elas estão bem escondidas. A energia não resolvida… as questões finais podem tornar-se polarizadas e serem afastadas do seu campo mental, ficando esquecidas nos resíduos de muitas encarnações. Querido, tome um tempo para se auto-analisar no aspecto multidimensional, na Mer-Ka-Na. Por favor, determine o que falta ser trabalhado.

FÍSICA DA POLARIDADE

Veja, Mestre, quanto mais você se aproxima da luz, mais fortemente atrai as trevas. A luz atrai insetos! Quanto mais adiantado você for, mais crítica atrairá, e para lidar com isto, você precisa de sabedoria.

O aspecto polar da “Lei da Atração dos Opostos” entra em cena aqui. Olhando de um ponto de vista mais afastado, o que acontece é eletromagnetismo. A energia positiva pura tem maior atração “magnética” para a energia negativa. Então, à medida que a sua luz brilha mais, a atração magnética em relação ao pólo oposto aumenta. Isto pode ser administrado, mas você precisa ter luz, humildade, força e disciplina para defleti-lo.

Então, lidar com afrontas, com a energia pesada do ciúme, ódio e raiva, é uma peça importante do enigma para alcançar o nível de Mestre da Impecabilidade.

Como você lida com isso? Não tomar nada como pessoal talvez seja mais fácil de dizer do que de fazer, mas é uma grande verdade. Sua Bíblia fala de oferecer a outra face. Mas isto não significa que você deva pedir desculpas quando alguém pisa no seu pé. Parte do paradoxo é realmente defender a sua verdade. Mas significa, sim, que você não pisa no pé dos outros, intencionalmente ou não. Entende?

Permanecer na sua verdade é uma ação pacífica. É uma expressão benevolente da agressão que permite manter a graça e a dignidade em ambas as partes de qualquer conflito ou ataque, enviando a energia agressora de volta à sua fonte, mas sem maldade e com amor.

Todos os seres humanos têm a oportunidade de se manterem na impecabilidade dentro de qualquer conflito, sem se envolverem com ele. Entende? Lide com o conflito, encare-o a partir de uma posição de distanciamento emocional, como um observador. Isto não é fácil, entretanto é o caminho do Mestre. É assim que você “não toma nada como pessoal”, você afasta a reação emocional.

Todos os dias você tem a oportunidade de ser impecável. A situação na qual reconhece suas próprias falhas, seu próprio conflito com a integridade, é o momento em que você alcança o nível de Mestre em Impecabilidade. E esta realmente é uma jornada e taanto! Da mesma forma, no momento em que se mantém na sua verdade com disposição para reconhecer a verdade de outra pessoa, você alcança a integridade.

A mente divina só é alcançada, só é acessada através da ressonância da Mer-Ka-Na cristalina, com ondas de pensamento cristalino. O pensamento cristalino está acima da emoção, acima de sentimentos mesquinhos. É alcançada no distanciamento. É o lago cristalino de Shamballa, do verdadeiro Nirvana, liso como vidro, sem ondas que distorçam a imagem nele refletida.

ENCERRANDO:

Para encerrar, nós lhe oferecemos nossas bênçãos e gratidão pela sua busca.

O que há de mais precioso além da sua vida e seu propósito divino?

Seu papel agora e amanhã é sempre buscar realização, entendimento e desenvolvimento impecável. Sua missão divina pode e vai criar uma linda fusão da realidade experimental proposital… da dança na alegre luz das estrelas e da projeção de raios dessa beleza cristalina para tudo ao seu redor.

Não existe nenhum êxtase mais supremo do que alcançar a mente Divina. É por isto que todos vocês estão aqui. Vocês são do reino da Criação, da Maestria, e estão muito mais perto do que pensam da manifestação física disso. Queridos, VOCÊS criaram a Ascensão e ela está surgindo agora. Nós os honramos. O momento anunciado, com o qual tanto sonharam, os espera, Queridos.

Eu sou Metatron, e vocês são amados.

E assim é

.……………………………………………………………………………………………………………………….

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@ig.com.br

Os direitos autorais desta canalização pertencem a www.Earth-Keeper.com. A publicação em websites é permitida, desde que as informações não sejam alteradas e os créditos do autor e seu site sejam incluídos. Este material não pode ser publicado em jornais, revistas e nem re-impresso sem a permissão do autor. Para pedir permissão, escreva para EarthKeeper@consolidated.net.

Fonte¹: Spirit Library | Earth Keeper | Earth Keeper Chronicles | Crystalline Impeccability: Dancing with Stars

Fonte²: The Fractal Wanderer | Crystalline Impeccability ~ The State of Grace (Metatron)


Via: Impecabilidade Cristalina: Dançando Com as Estrelas – Metatron canalizada por Tyberonn – 16 de abril de 2011

ABRINDO AS PORTAS PARA O DESPERTAR DA PAZ INTERIOR…

paz interior

As 8 Chaves da Paz

evo66 (editado)

Por: Sri Prem Baba

 

A paz é a mais elevada das virtudes. É o anseio secreto de todos os seres. Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém. A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas ao Universo e deixa que o fluxo da vida a leve. Entregar significa não pensar mais a respeito. Você relaxa e sente autoconfiança. Para isso, é preciso abrir mão do controle. A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.

Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem. Antes mesmo da adolescência entrei numa escola de conhecimentos espirituais. Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides – criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”

Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria. E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute. Mas esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.

Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil. Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado. Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.

Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento. Eu diria que essa é a principal doença da humanidade. Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos. O sofrimento é o principal enigma da humanidade. Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?

Através da minha experiência, no trilhar do Caminho do Coração, eu descobri algumas chaves que abrem as portas para o despertar da paz interior, as quais eu compartilho com você agora:

Primeira chave: Silêncio.

O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.

Um instante de silêncio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.

O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das ideias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar. Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.

Segunda chave: Verdade.

Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.

Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida. Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.

Terceira chave: Ação Correta.

Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.

Quarta chave: Não Violência.

A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.

A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.

Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.

Quinta chave: Amor Consciente

Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.

Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.

Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor. Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho. Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.

Sexta chave: Presença.

Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.

Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.

A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação, que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.

Sétima chave: Serviço Desinteressado.

Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.

Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.

Oitava chave: Lembrança Constante de Deus.

Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares. Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.

A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namastê: “a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.”

Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.

Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.

(Trecho extraído do livro “Transitando do Sofrimento para a Alegria” de Sri Prem Baba)


Via: DESPERTAR COLETIVO | As 8 Chaves da Paz

O TAI CHI, O YOGA E A MEDITAÇÃO PODEM RESTAURAR O NOSSO DNA…

tai-chi_yoga_meditacao

NOVA E SURPREENDENTE INVESTIGAÇÃO REVELA QUE A MEDITAÇÃO E O YOGA LITERALMENTE REPARAM O DNA

Por: Colaborama
Equipe do Preparem-se para a Mudança

()  (Tradução para o português de Portugal)

As actividades que promovem o equilíbrio tais como o Tai Chi, o yoga e a meditação são reconhecidas pela sua capacidade de promoverem uma sensação de bem-estar e reduzirem o stresse, mas poderão ter mais benefícios do que aqueles que aparentam? Embora esses exercícios sejam conhecidos por serem óptimas formas de relaxar, as novas investigações mostraram que os seus benefícios se estendem muito além dos efémeros. As actividades mentais e corporais de descompressão podem oferecer mais do que apenas benefícios mentais. Na realidade, essas actividades podem efectivamente criar transformações físicas ao nível molecular.

Um estudo recente liderado por cientistas da Universidade de Coventry e da Universidade de Radboud, mostrou que as intervenções sobre o corpo mental podem reverter as reacções moleculares no interior do seu ADN, em particular as que causam doenças e depressão.

A investigadora principal do estudo, Ivana Buric, do Centro de Psicologia, Comportamento e Realização da Universidade de Coventry do Brain, Belief e Behavior Lab, comentou:

“Essas actividades deixam aquilo a que chamamos de assinatura molecular nas nossas células, o que reverte o efeito que o stresse ou a ansiedade teriam no corpo mudando a forma como os nossos genes se expressam. Simplificando, as IMC [intervenções mente-corpo] fazem com que o cérebro guie os nossos processos de ADN ao longo de um caminho que melhora o nosso bem-estar”.

Buric também destacou que milhões de pessoas já estão a colher os benefícios de exercícios mentais como o Yoga e o Tai Chi, sem sequer perceberem o quanto essas actividades são verdadeiramente benéficas para os seus corpos. Buric afirma que, embora ainda seja necessário fazer mais estudos para verificar o alcance da intervenção sobre o corpo-mente, ela acredita que a sua pesquisa é um elemento fundamental para futuros esforços de investigação.

Publicado na revista Frontiers in Immunology, o seu estudo analisa mais de uma década de pesquisas sobre como as estratégias de intervenção sobre a mente-corpo podem afectar o comportamento do ADN. A expressão genética foi um ponto focal da investigação da equipa, pois a forma como os genes são activados para produzirem proteínas pode ter um impacto sobre todo o sistema. A composição biológica do cérebro, corpo e sistema imunológico pode ser afectada pela forma como as proteínas genéticas são expressas.

No total, a equipa analisou 18 estudos com um total combinado de 846 participantes. Os especialistas determinaram que, quando analisados ​​como um todo, os 11 anos de dados “revelam um padrão nas mudanças moleculares que acontecem ao corpo como resultado das IMC, e como essas mudanças beneficiam os nossos problemas mentais e físicos saúde.”

Sabe-se que quando uma pessoa sofre um evento que stressante, o seu corpo entra no que é frequentemente conhecido como a resposta de “fuga ou combate”. Este processo também desencadeia a produção de uma molécula que regula a expressão génica, conhecida como factor nuclear kappa B ou NF-kB.

“O NF-kB traduz o stresse activando genes para produzirem proteínas chamadas citoquinas que causam inflamação ao nível celular”, como explica o Science Daily.

Embora esta reação seja útil temporariamente, quando é consistente ao longo do tempo, pode ser bastante prejudicial e aumentar o risco de doenças como cancro e distúrbios como a depressão. Pode até acelerar o processo de envelhecimento.

No entanto, a equipa de investigação descobriu que as pessoas que praticam IMC regularmente apresentam uma redução na produção de NF-kB e citocinas relacionadas. Por sua vez, isso leva a uma diminuição e reversão da expressão genética pró-inflamatória. Em última análise, isso reduz o risco de doenças relacionadas com a inflamação.

Pesquisas anteriores sobre meditação e outras actividades similares também indicaram que esses exercícios podem ter efeitos de longo alcance sobre o cérebro e o corpo. Por exemplo, investigações recentes mostraram que a meditação pode ajudar a manter o seu cérebro jovem e, em média, reduzir a “idade do cérebro” em mais de sete anos. No início deste ano, uma equipa de investigadores da Universidade de Harvard também descobriram que o yoga pode gerar mudanças positivas na função metabólica.

Estas actividades sobre da mente-corpo são claramente uma força que deve ser tida em conta.


Fonte e Tradução: Prepare for Change | Nova e surpreendente investigação revela que a Meditação e o Yoga literalmente reparam o ADN

Prepare for Change (Portugal) 
Prepare for Change (Brasil)
Prepare for Change (Inglês)
Junte-se a comunidade Prepare for Change

Via: Sementes das Estrelas: NOVA E SURPREENDENTE INVESTIGAÇÃO REVELA QUE A MEDITAÇÃO E O YOGA LITERALMENTE REPARAM O DNA

SOBRE OS PRIMEIROS ENSINAMENTOS DE BUDHA…

Budha e os cinco monges

O PRIMEIRO SERMÃO DE BUDHA

Publicado por Nilza Garcia

INTRODUÇÃO AO BUDISMO

“Uma visão da doutrina budista através dos textos
Este é um trabalho de seleção e ordenação de textos
de vários autores e mestres budistas”

Karma Tenpa Darghye.

 

O primeiro sermão de Budha Shakyamuni foi dado aos cinco ascetas que estavam no Parque das Gazelas em Sarnath, Benares. Nesse sermão, Budha expôs os ensinamentos fundamentais do budismo: as quatro verdades nobres (sânsc. chatu-arya-satya).

Depois da Iluminação, Budha resolveu ensinar a Lei (Dharma).

Decidiu fazê-lo primeiramente a seus cinco antigos companheiros de ascetismo: Kyojinno, Makanama, Haba, Ashabajitto e Batara. Estes se encontravam então no Parque das Gazelas, em Benares. Para lá se dirigiu então o Perfeito, encontrando-os sempre entregues à prática do ascetismo. Quando Budha abandonara as mortificações, eles tinham tomado sua decisão por uma fraqueza e agora só se lembravam dele com desprezo.

Ao ver que Budha se aproximava, combinaram não se levantar para cumprimentá-lo e só falar com ele no caso de serem interpelados.

Budha aproximou-se deles calmamente. Embora fingindo indiferença, os cinco examinaram-lhe o semblante. Não viram nele quaisquer sinais de frustração ou arrependimento. O antigo companheiro mostrava-se calmo e solene.

Quando Budha chegou bem perto dos cinco, estes automaticamente se levantaram e o saudaram.

Budha então perguntou-lhes:

Porque vos levantais para me cumprimentar? Não tínheis combinado ficar indiferentes?

Os cinco começaram a se sentir pouco à vontade.

Estais cansado, Gautama? – perguntou um deles.

De agora em diante, não me chameis mais pelo nome. Eu agora sou Bhuda, o Desperto, o Pai de todos os seres.

Kyojinnyo, muito admirado disse:

Quando vos transformastes em Budha? Se abandosnaste o ascetismo por não consegui-lo, como tereis alcançado a Iluminação?

Kyojinnyo, não podeis julgar minha iluminação com espírito acanhado. O sofrimento físico traz perturbação à mente. O conforto físico traz apego às paixões. Nem ascetismo nem prazer permitem realizar o Caminho. É preciso abandonar esses dois extremos e seguir o Caminho do Meio. Este é o Óctuplo Caminho, composto de: Visão Correta, Pensamento Correto, Palavra Correta, Ação Correta, Esforço Correto, Intenção Correta e Meditação Correta. Aquele que praticar isso alcançará a paz espiritual e se livrará dos tormentos dos nascimento, da velhice e da morte. Eu pratiquei o Caminho do Meio e obtive a Iluminação.

As palavras de Budha encheram os cinco de grande alegria. Vendo que eles já estavam preparados para ouvir a Verdade, o Perfeito prosseguiu:

Como sabeis, a vida é plena de sofrimento: sofrimento de nascer, de envelhecer, de adoecer e sofrimento de morrer. Há ainda o sofrimento da separação dos entes queridos, o sofrimento de ser obrigado a permanecer ligado a algo que se detesta, o sofrimento de não se obter o que se deseja e o sofrimento de perder glórias e prazeres. Muitos outros há ainda. Os seres que têm forma e os que não têm forma, os de uma, duas, quatro ou mais pernas, todos os seres vivos, enfim, estão sujeitos ao sofrimento.

Esta é a Nobre Verdade da Origem do Sofrimento.

Os cinco concordaram com as palavras de Budha, que prosseguiu:

A fonte desse sofrimento é a idéia de existência de um “eu” substancial.

Todos os seres que se deixam prender à idéia de um “eu” tornam-se sujeitos a tais sofrimentos. O desejo, a cólera e a ignorância são também causados pelo “eu”. Estes três venenos são a origem de todos os sofrimentos. Todos os seres vivos que são presas desses três venenos estão entregues ao sofrimento. Tal é a Nobre verdade da Origem do Sofrimento. O sofrimento deve ser extraído. Se eliminares a idéia de “eu”, o desejo, a cólera e a ignorância e os sofrimentos cessarão. Esta é a Nobre verdade da Cessação do Sofrimento. Para se obter a cessação, é necessária a prática do Óctuplo Caminho. Esta é a Nobre Verdade do Caminho da Cessação do Sofrimento.

Os cinco não puderam deixar de concordar com o ensinamento do Perfeito, que continuou:

Amigos, prestai bastante atenção: primeiramente, é preciso conhecer a existência do sofrimento. Deve-se depois destruir a sua origem. Para isso, deve-se compreender que a cessação do sofrimento é possível. Para consegui-la, deve-se então praticar o Caminho. Eu conheci a existência do sofrimento, destruí a sua origem, compreendi sua cessação e pratiquei o Caminho. Assim obtive a Suprema Iluminação.

A Existência, a Origem, a Cessação e o caminho da Cessação do Sofrimento são as Quatro Nobres verdades. Sem conhecê-las, ninguém pode conseguir a Iluminação. Quem as compreender perfeitamente, pode-se libertar de todos os sofrimentos.

Após ouvir estas palavras, os cinco decidiram tornar-se discípulos de Budha. Para certificar-se de que eles realmente compreenderam as verdades que lhes haviam sido explicadas, o Perfeito perguntou-lhes:

Ó monges! Os fenômenos materiais, a percepção, as idéias, a vontade e a consciência são estáveis ou impermanentes? São ou não são sofrimentos? São ou não são vazios Têm ou não têm um “eu”?

Os cinco responderam:

Ó Venerável! Os fenômenos materiais, a percepção, as idéias, a vontade e a consciência são impermanentes, são sofrimento, são vazios e não têm um “eu”.

Budha então disse:

Já vos libertaste, já destruístes aquilo que dá origem ao sofrimento. Jamais voltareis a sofrer. Agora, em verdade, temos reunidos os Três Tesouros: O Budha, o Dharma, ou a lei ensinada pelo Budha, e o Sangha, ou a Comunidade dos discípulos que praticam a Lei (Dharma). Graças a esses Três Tesouros, meu ensinamento espalhar-se-á por todo o mundo e as pessoas lograrão obter a Libertação.

Os cinco discípulos, satisfeitos por ouvir tais palavras do Mestre, agradeceram e saudaram-no.

TEXTOS BUDISTAS E ZEN-BUDISTAS – Ricardo M. Gonçalves

 


Via: O PRIMEIRO SERMÃO DE BUDHA – Espirit book

ENTENDENDO MELHOR A IMPORTÂNCIA MILENAR DOS MUDRAS…

dharma chakra mudra

O que são Mudras?

mudras (editado)

Por: Joseph e Lilian Le Page

 

Mudras são gestos feitos com as mãos ou com o corpo, que nos permitem entrar em sintonia com frequências energéticas específicas dentro do nosso ser. A palavra Mudra é geralmente traduzida como gesto ou selo, e estes dois significados vão de encontro com a propriedade essencial dos mudras. Eles são gestos que selam ou captam uma frequência energética específica. A raiz da palavra Mudra deriva de duas palavras em sânscrito. A primeira é mud, que significa encanto ou prazer. A segunda é dru, que significa produzir, gerar. Os mudras, portanto, trazem à superfície o estado inato de felicidade sempre presente dentro de nós, esperando para ser descoberta.

Os mudras que serão explorados neste capítulo são aqueles usados tradicionalmente em práticas espirituais, mas os mudras também fazem parte da comunicação e da linguagem cotidianas. Usamos mudras todos os dias na forma de gestos feitos com as mãos, com o corpo e expressão facial, que transmitem significados e atitudes além das palavras. Esses mudras cotidianos apreendem uma modulação energética ou emocional e a transmitem aos outros. Exemplos disto são os gestos de cruzar os braços ou as pernas, que dão a impressão de defesa ou de proteção. Estas práticas intrínsecas de mudra são provavelmente a origem e a base da arte e da ciência do mudra.

A ORIGEM DOS MUDRAS

A prática de mudras num contexto espiritual tem suas raízes em antigas práticas do xamanismo no subcontinente indiano e também por todo o mundo. Muitas religiões apresentam mudras de alguma forma, como pode ser visto em estátuas e pinturas de Jesus, que normalmente o representam fazendo um determinado gesto com as mãos, ou seja, um mudra. O que torna a prática dos mudras ímpar no subcontinente indiano é o quanto foi desenvolvida e com que precisão “científica” tem sido elaborada e praticada.Os mudras fazem parte da religião e da cultura Védica na Índia desde os primeiros registros da história. As cerimônias religiosas descritas nos Vedas há 5.000 anos incluem gestos das mãos juntamente com a entoação de mantras. Sons (mantra) e gestos (mudra) eram usados pelos sacerdotes (Brahmins) para conectarem-se à terra e ao cosmos, e então canalizarem estas energias para o benefício temporal e espiritual da primitiva civilização Védica. Ainda hoje, os rituais Védicos na Índia continuam a usar o mudra em suas cerimônias religiosas. O mudra também é amplamente usado na dança clássica indiana chamada Bharata Natyam, que pode ser traduzida como o Teatro da Índia. Estátuas da primitiva civilização do vale do rio Indo, de 5.000 anos atrás, mostram dançarinos fazendo gestos com as mãos, como parte integrante da dança clássica. A dança clássica indiana requer anos de treino, não só dos movimentos e gestos da dança, mas também dos princípios psicocósmicos que a dança manifesta. A dança é uma metáfora da dança e do drama da vida, assim como da busca espiritual. Os mudras utilizados na dança permitem ao dançarino canalizar determinadas energias da vida e da espiritualidade e transmiti-las aos espectadores.

A ciência do mudra foi desenvolvida plenamente durante o período Tântrico, que atingiu seu ápice cerca de mil anos atrás. Assim como o primitivo xamanismo, no qual os mudras tiveram sua origem e evolução, o Tantra é matriarcal, com enfoque na deusa Shakti, um símbolo das poderosas energias psicoespirituais do Universo. Os mudras são veículos e portais para a conexão com estas energias do universo num nível mais profundo.

MUDRAS – CANAIS DE COMUNICAÇÃO COM A ENERGIA UNIVERSAL

Embora haja apenas uma energia-fonte, esta assume muitas formas e facetas, e através da prática de mudra, entramos em sintonia com as diferentes energias que compõem o universo. São estas energias que exploramos através da prática de mudra. Como analogia, podemos tomar as ondas de rádio. Todas as ondas se originam de uma mesma fonte da natureza, mas podem ser usadas para a comunicação com uma série de canais de informação diferentes, que acessamos pelo ajuste da frequência na qual sintonizamos estas ondas. Os mudras permitem que entremos em sintonia e que depois nos conectemos com todos os diferentes canais de energia que compõem o universo. As mãos funcionam como antenas que direcionam e canalizam as energias do universo para dentro do nosso ser, e o corpo torna-se um receptor para todos os diversos aspectos da energia universal. À medida que praticamos os mudras, nossos corpos tornam-se um microcosmo daquele aspecto do universo que cada mudra evoca.

SIMBOLISMO DOS MUDRAS

A prática do Mudra faz parte do Tantra, que é incrivelmente rico em simbolismo. Na verdade, há toda uma “linguagem secreta” usada para descrever e dar instruções sobre as práticas de Tantra, incluindo o mudra. Um exemplo disto é o conceito básico de polaridade. As correntes de energia têm um polo positivo e um negativo. No simbolismo Tântrico, estes polos são descritos na forma das divindades Shiva e Shakti. Shiva representa a consciência pura, ou a energia pura, em uma forma latente. Shakti representa a energia da natureza ou matéria em uma forma manifesta. A união dessas duas divindades, ou desses dois pólos, nos dá uma imagem completa da vida como uma dança ininterrupta da consciência e da natureza.

Os mudras que passaremos a explorar são ricos neste tipo de simbolismo. Seus nomes em sânscrito contêm indícios importantes dos efeitos de cada um deles. Muitos dos mudras são dedicados a vários deuses ou divindades. Estas divindades são, na verdade, a incorporação de várias energias do universo. Elas representam propriedades e potencialidades do universo dentro e além de nós mesmos. As várias divindades da tradição Védica são normalmente representadas ao se praticar os mudras. Estas divindades são as energias que animam todos os aspectos da vida, da mente e da consciência. Os mudras são canais de comunicação com essas energias.

MUDRA – PRÉ-REQUISITOS PARA SUA PRÁTICA

Como as energias despertadas pela prática de mudra são ao mesmo tempo sutis e poderosas, a prática precisa ser conduzida com respeito e cautela, assim como todas as outras práticas do Yoga. O veículo que recebe estas energias, o corpo, deve estar preparado através do Hatha Yoga, para que possa desenvolver a sensibilidade necessária para perceber os efeitos dos mudras, assim como a força para vivenciá-los e integrá-los adequadamente. Precisamos também escolher os mudras mais apropriados para o início de nossa exploração. Estes são, normalmente, os mudras que ativam e direcionam a respiração, e são os primeiros grupos de mudras apresentados neste capítulo.

À medida que nossa prática se desenvolve, descobrimos que o mudra, assim como asana ou pranayama, é uma ciência completa, que requer estudos em profundidade. Muitos dos mudras têm potencial para nos abrir para canais de energia desconhecidos, como se estivéssemos explorando planetas novos e ainda não descobertos, cada um deles com sua atmosfera e paisagem próprias. Devemos sempre nos aproximar destes novos ambientes energéticos com calma e cautela, deixando que nosso corpo seja o guia. Nos sentimos confortáveis ao praticar este mudra em particular? A prática deve ser sempre como uma chuva fina, que nos refresca e nos alimenta, e não como um temporal assustador, com relâmpagos e trovões, que nos faz ter vontade de correr para um abrigo.

TIPOS DE MUDRAS

Há vários tipos de mudras. Os mais comuns são os mudras com as mãos, e são estes que serão enfocados neste capítulo. Há também mudras que são executados com a cabeça e com os olhos e outros que são executados com o corpo todo. Algumas das posturas do Hatha Yoga também são consideradas mudras. Um exemplo disto é a Meia Postura sobre os Ombros, que é chamada de Viparita Karani Mudra. Este nome se refere ao estado energético especial que o praticante alcança quando permanece nesta postura por um longo período. Embora algumas posturas prestem- se melhor para a conexão com estes estados energéticos, quase toda postura do Yoga torna-se um mudra quando a vivenciamos tão profundamente a ponto de sentir sua qualidade energética inerente. Estas qualidades são como marcas próprias de energia, identidades energéticas, que cada postura possui. Cada uma delas é única e nos abre para uma faceta ou um aspecto diferente da vida.

Os mudras com as mãos são inigualáveis porque permitem uma exploração totalmente abrangente de um vasto espectro de energias do universo dentro do microcosmo do corpo. Ao nos conectarmos com essas energias durante a prática de mudra, nos tornamos muito mais habilitados a senti-las e a integrá-las na prática de asana, de meditação e na rotina diária.


Via: YOGA INTEGRATIVA | O que são Mudras?

A ESPIRITUALIDADE REVELADA ATRAVÉS DA ARTE…

Cores buscando o espírito - Claudio Gianfardoni

Obra de autoria de Claudio Gianfardoni

Cores buscando o espírito.

Por: Claudio Gianfardoni

 

Quando criança tive e vivi momentos em que eu percebia que existia uma grandeza no universo muito mais ampla do que a religião onde fui criado me permitia tocar. Aprendi desde cedo a temer a Deus. E como eu temia!

Ao mesmo tempo que minha mente e meu coração eram povoados de temor eu experimentava momentos peculiares onde eu tocava levemente algo inexplicável, fascinante.

Na escola ao invés de prestar atenção à aula eu preenchia páginas e mais páginas com desenhos de “olhos”. A aula terminava e eu dava conta de que eu estivera totalmente absorvido e distante de tudo o que acontecia ao meu redor.

Eu tinha apenas os “olhos” desenhados no caderno me observando, até que lá pelos onze anos de idade mirei meus próprios olhos no espelho muito de perto. Então começou o que eu chamava de “viagem”. Eu ia me distanciando, minha mente se projetando no espaço, viajando num nada, num nada cheio de emoções que eu não sabia traduzir. Isso tornou-se uma brincadeira secreta, só minha, um momento tão emocionante que eu não podia e nem tinha com quem compartilhar. Depois de uns poucos meses minha brincadeira cessou. Não conseguia mais fazer a minha ”viagem”.

O tempo foi passando. Me tornei um adolescente confuso, cheio de perguntas e sem respostas que me dessem paz. Me formei arquiteto e trabalhei cerca de seis anos nessa profissão. Casei. Apoiado pela minha esposa larguei o emprego mesmo sem saber o que faria da minha vida. Trabalhei durante três anos como marceneiro, arte que sem saber eu conhecia por ter, quando muito pequeno, observado meu avô que foi marceneiro.

De repente veio a dor. Minha esposa recebeu um diagnóstico de uma doença que poderia ser fatal. O chão se abriu para mim. Eu poderia perder a pessoa que eu mais amava. Descobri o inferno… ele era aqui… era um estado de espírito onde tudo o que reinava era a dor.

No meio desse redemoinho de sofrimento que parecia não ter fim, os milagres que eu já nem pedia e sim exigia começaram a se manifestar. Descobrimos que o diagnóstico estava errado, mas mesmo assim aquele mal traria sérias consequências.

Uma possibilidade surgiu, um tratamento com um medicamento que eu não teria condições financeira de comprar. Busquei em todos os lados conseguir o medicamento que só existia fora do Brasil. Exausto, numa última tentativa, aconteceu, simplesmente o medicamento veio até nós, de uma forma tanto inesperada quanto iluminada.

Como resultado do tratamento minha esposa se curou e tivemos nosso filho, coisa que a maioria dos médicos que procuramos dizia ser impossível. Mas mesmo assim minha dor permanecia. Fui buscar ajuda pois eu sabia que não tinha condições de receber meu filho que estava para nascer; o que eu queria oferecer era amor. Mas como? Dentro de mim só existia dor. Foi assim que comecei a praticar meditação Tibetana. Um universo, aquele que quando garoto eu havia vislumbrado voltou a se manifestar. Os “olhos”: o ponto, o centro, a mandala perfeita… a viajem.

Voltei a desenhar os olhos e com eles as faces a qual pertenciam. Eu havia aprendido a elevar minha consciência, a transcender a mente humana e tocar minha mente espiritual que é ampla, que percebe e se conecta com outras consciência que vibram em um padrão mais elevado.

Um novo trabalho, uma missão creio. Compartilho agora o resultado desse trabalho pois sei que assim como eu muitos estão através da fé, da sabedoria que o universo repleto de luz se oferece sem restrições, sem discriminação, nos mostrando que somos todos iguais e que diferenças são apenas ilusões.

Para isso pinto essas imagens, mandalas cuja intenção é de que elas sirvam como um instrumeto de inspiração e contato com os planos espiritual, como um instrumento… apenas um instrumento, pois o verdadeiro poder está dentro de nós.


Via: Facebook | Claudio Gianfardoni | Linha do Tempo | Post 1062167373884633

TRAZENDO UM POUCO DA SABEDORIA VÉDICA DA ANTIGA ÍNDIA…

Adi Shankara

O que é vedanta ou advaita vedanta?

Por: Jonas Masetti

Vedanta é o nome do estudo realizado a partir do final dos Vedas, que deu origem ao conceito popular de autoconhecimento. Na sua etimologia o termo vedanta possui dois significados: “aquilo que se encontra no final dos Vedas”, pois “anta” em sânscrito significa “fim” ;e também, “o conhecimento final”, já que a palavra “veda” também significa simplesmente “conhecimento”. Afinal o que é vedanta de fato?O tema do estudo recebe vários nomes pelos próprios Vedas, esses nomes indicam o que se esperar e também como realizá-lo. Ele é chamado de conhecimento final, pois trata do absoluto, aquilo que uma vez conhecido não deixa nada de fora. Em outras partes ele é chamado de atma jnanam o conhecimento do “eu”, da onde veio a expressão autoconhecimento.

O que é Vedanta Vyasa?

Veda-Vyasa autor marcante da tradição. Como em inglês o “eu” é chamado de “self” importamos a expressão conhecimento do “self” (atma jnanam) como autoconhecimento, embora não seja realmente a mais adequada. Isso porque dá uma idéia de que podemos adquiri-lo sozinhos ou automaticamente, mas muito pelo contrário, mesmo com professor, exige esforço e dedicação. Vedanta ainda vai apresentar como objetivo vários nomes: moksa, nirvana, brahma, atma labha, yoga, upanishads, nishreya, paramam padam e muitos outros. Todos esses nomes têm sentido figurado e dentro do estudo são vistos como sinônimos, fato que não é bem entendido para quem está de fora. O estudante inicia sua busca interessado em moksa, termo também consagrado como a “liberação”, e ao longo do processo de estudo descobre que de fato moksa é sua natureza fundamental e não algo para ser adquirido no tempo e espaço.

O estudo consiste em uma mudança cognitiva, a correção de uma visão sobre o mundo e si mesmo. Essa visão errônea é a causa do nosso sentimento de limitação, impotência e incompletude, que é básico em todo o ser humano. Os Vedas, nessa parte chamada de vedanta, se colocam como um meio de conhecimento para a natureza do “eu” que é livre e é aquilo que tanto buscamos. Esse conhecimento é obtido através de um método muito preciso acompanhado de um estilo de vida “de yoga” que visa preparar a mente do estudante. À essa exposição e à tradição de ensinamento onde ela está inserida, é dado o nome de vedanta.

Vedanta é uma religião?

Apesar de ser visto como religião por alguns, seja pela sua proximidade com o hinduísmo ou pelo desconhecimento geral sobre o tema, vedanta não é uma religião. É apenas um nome para um tema de estudo, como matemática ou geografia. Como esse tema não está disponível, tentamos enquadrá-lo em alguma categoria que já conhecemos, para poder lidar com ele. Vedanta não é uma religião, mas fortalece qualquer vínculo religioso que a pessoa já tenha. Quando o professor fala de Deus sempre usa termos que são comuns às religiões, sem entrar em questões de nomes ou sistemas de crenças. Contudo, esse estudo faz a pessoa incorporar valores e trazer a visão da ordem em que todo esse universo está inserido, deixando a pessoa com mais religiosidade. Não precisa ser hindu para estudar vedanta. Swami Vivekananda um dos primeiros a trazer a cultura védica para o ocidente possuía apenas 2 livros de bolso e um deles era a Bíblia. Deixando claro que seu compromisso não era religioso e sim com a verdade não oposta as religiões.

Vedanta é ciência ou filosofia?

Se não é proposto um sistema de crenças poderíamos concluir que é um estudo científico ou filosófico, porém esse também não é o caso. Eles têm como base a experiência dos objetos, mas não é possível elaborar teorias sobre algo que não seja tangível à percepção. A nossa realidade percebida é a base da ciência e do pensamento filosófico. Vedanta lida com a natureza do “eu”, que está por detrás das experiências e que nenhuma pode realmente tocar, por isso não se trata de uma filosofia. Seria como filosofar sobre um objeto que nunca foi visto e que não tem nenhuma conexão conosco. O que se poderia pensar sobre ele? O conhecimento proposto se dá pelo uso de um meio “externo” ao sujeito, que figurativamente funciona como um “espelho”.Assim como a olho não é capaz de ver a si mesmo, ninguém é capaz de “ver” o “eu”. Vedanta é como um espelho: funciona como um meio de conhecimento para aquilo que não podemos ver sozinhos.

Gloria Arieira O que é vedanta

“… Na parte final de cada um dos quatro Vedas encontram-se as Upaniṣads. A estas é dada a designação geral de Vedanta(…) não são um conhecimento teórico contido em livros, mas um ensinamento que deve ser ouvido…” (vidya mandir)

Glória Arieira

“… Na visão do Vedānta, você é a solução para o problema que você sofre. “Eu sou Brahman, a totalidade ”

Swami Dayananda

 

Quais são as diferentes linhagens de Vedanta?

Vedanta como vimos se refere apenas a uma porção dos Vedas para ser estudada. Se a pessoa estiver estudando com um professor tradicional o fim dos Vedas com o compromisso de encontrar a verdade por detrás das palavras, essa pessoa não pertence a nenhum grupo de fato, é apenas uma pessoa estudando um tema.

A classificação de diferentes linhas filosóficas vem das pessoas que ainda não ingressaram nos estudos ou dos acadêmicos contemporâneos. Vedanta em si é um tema, não possui realmente uma linhagem. Seria como dizer que matemática tem linhagens, se existe alguma linhagem ela não é do ponto de vista do tema, mas do professor de cada um.

Se pessoas tiverem pontos de vistas diferentes sobre o mesmo tema, assim como qualquer assunto, isso é algo para ser discutido e sanado. Como não estamos falando de uma filosofia, onde cada um pode ter uma interpretação, as técnicas para definição do que é dito pelos Vedas são muito precisas e estão contidas no próprio processo de estudo.

O que é Advatia Vedanta ou a não-dualidade de Shankara?

Um dos professores mais conhecidos hoje em dia é Shankara devido a sua obra de comentários sobre os textos tradicionais de Vedanta. Algumas pessoas atribuem a ele advaita vedanta, mas essa não é a visão que ele mesmo propõe nem aceita tradicionalmente. De fato esse termo advaita vedanta é desnecessário.

Vedanta não propõe advaita, o estudo revela advaita, o que é completamente diferente.

Advaita que pode ser traduzido como não dualidade está por detrás de todos, mesmo daqueles que se dizem dvaitins – dualistas. Se acreditamos que a realidade é o vazio, queremos então nos unir ao vazio; se Deus está em algum lugar queremos ir lá encontrar com Ele; se considerarmos que a resposta é alguma experiência na meditação; queremos ser “um” com essa experiência e para sempre… Existe alguém que não esteja de fato buscando advaita? Advaita, não é proposta, é apenas reconhecida.

Esse é o coração dos Vedas e da tradição védica pois trata do anseio básico do ser humano de se tornar completo, livre e em paz. Essa busca por ser um, inteiro, livre de mudanças é o que é chamado de advaita que é o tema de vedanta. Assim vedanta é um tema de estudo como qualquer outro que exige dedicação, tempo, interesse e um preparo. Esse preparo que envolve uma maturidade de vida é provido pela própria tradição védica através do que chamamos de uma vida de yoga.

OM TAT SAT


Conheça Vedanta com Jonas Masetti no Satsanga Online

Publicado em 9 de jul de 2014 por: Jonas Masetti

 


 

Fontes:
Vedanta.Life | O que é vedanta ou advaita vedanta?
YouTube | Conheça Vedanta com Jonas Masetti no Satsanga Online

EXERCÍCIOS PARA DESBLOQUEIO DA TERCEIRA VISÃO…

Open Your Third Eye

Despertar do Terceiro Olho: Sintonizando o Espírito

Por:  Cosmic ૐ Oneness

Third Eye Activation Mind's Eye Pineal Gland Opening Evolution

A meditação regular e uma atenção constante dos pensamentos, emoções, ações e fala abre nossos chacras, desenvolve o nosso sistema de orientação espiritual, o nosso centro psíquico, comumente chamado de “Terceiro Olho” ou o “Ajna Chakra (Ajna significa comandar). Com a prática, podemos aprender a usar isso em nossas vidas.A respiração controlada… permitindo respirações profundas e exale lento, oxigena o sangue e abre importantes centros de energia em nosso corpo que permite Prana / Chi… a força da vida fluir livremente… como que aproveitando as energias do universo e abrindo todos os canais para deixar a luz brilhar através deles…

Existem muitas formas e metodologias para abrir o Terceiro Olho compartilhada na Internet e em livros e vídeos amplamente visto por milhares a cada dia à medida que a percepção da nossa existência espiritual se expande, semeando a centelha de evolução dentro da nossa consciência… O primeiro passo para um despertar espiritual é uma elevação na visão de mundo a partir da separação de Unicidade e Unidade. À medida que esse entendimento se aprofunda o ego ou a falsa sensação de si mesmo desaparece, dando lugar a forma a uma nova descoberta de si como um com o infinito campo unificado de consciência, que conhecemos por vários nomes e em muitas formas e cores.

Aqui está um trecho do livro Meditação por Linda Williamson …

Canais de Poder…

Existem sete principais centros de energia dentro do corpo. Eles são chamados de “chakras”, a palavra sânscrita para roda, porque eles aparecem aos clarividentes como vórtices de luz. Os chakras estão situados em uma linha ao longo da coluna, começando com o chakra raiz, na base da espinha. O seguinte é o chakra sacral, no centro de reprodução, o plexo solar no umbigo, o coração, a garganta e a testa. O maior centro no alto da cabeça é chamado o lótus de mil pétalas.

À medida que uma pessoa começa a evoluir espiritualmente, os chakras começam a abrir e expandir, a partir do mais baixo para o alto. A expansão do plexo solar proporciona maior sensitividade e intuição. À medida que o coração se abre, somos capazes de dar e receber maior amor e compaixão. A expansão do centro da garganta dá início à capacidade criativa e auto-expressão, enquanto que a coroa nos conecta com as dimensões superiores de espíritos e com as deidades.

O terceiro olho sempre esteve ligado aos poderes psíquicos e de ocultismo. Retratado como um olho no meio da testa, o seu desenvolvimento dá a capacidade de ver com a visão interior. Este abrange muitas coisas: a clarividência, visão de espíritos, assistência remota ou visão de coisas em lugares distantes, e previsão do futuro. No nível mais alto, confere o dom do “insight” e do conhecimento espiritual.

Quando você começa a ver imagens vívidas e cores durante sua meditação, isso é um sinal de que seu terceiro olho está se desenvolvendo. Todas as práticas de meditação estimulam o desenvolvimento do terceiro olho, particularmente aquelas que envolvem visualização. O exercício seguinte é particularmente útil porque focaliza a atenção no ponto exato onde o terceiro olho está situado.

Abrindo o Terceiro Olho:

Namaste

Este é um exercício muito prático para ajudar a desenvolver o seu terceiro olho. Não insista em olhar para a vela se seus olhos começarem a cansar ou ficarem sensíveis. Lembre-se que o foco não é a vela, mas o seu terceiro olho.

Exercício: Meditação da Vela

1. Encontre uma vela de uma cor que você goste, talvez branco, dourado ou roxo uma vez que estas são cores espirituais. O quarto deve estar escuro. Coloque a vela sobre a mesa a cerca de um metro de distância de você, um pouco abaixo do nível dos olhos. Acenda-a e olhe fixamente para a chama. Acalme sua mente estabilize sua respiração.

2. Depois de alguns minutos, feche seus olhos. Você verá a imagem posterior da chama como um pequeno ponto de luz branca no seu olho da mente, o ponto entre os olhos físicos. Mantenha sua atenção fixa sobre esse ponto de luz. Não tente mover, controlar ou mudá-lo, aoenas observe.

3. A luz pode parecer mover para cima. Pode mudar de cor. Mantenha-a na sua visão interior pelo tempo que puder. Você pode se surpreender com o tempo em que a imagem permanece, por vezes sumindo e reaparecendo novamente. Quando ele desaparecer totalmente, abra os olhos e olhe para a vela de novo.

4. Repita o procedimento três vezes. A última vez, tente manter a imagem posterior estável, sem vacilar. Quando não puder mais vê-la, mantendo os olhos fechados, continue a observar o espaço onde ela estava. Esteja atento a todas as cores ou imagens que aparecem ali.

O terceiro olho tem vários outros nomes, incluindo “a sede da intuição”. Ao focar nesta área durante a meditação, nós obtemos uma consciência profunda e persistente de nossa intuição e discernimento. Com a prática regular, essa consciência pode alcançar nossas vidas diárias. Quando tomamos decisões ou enfrentamps situações difíceis, seremos capazes de tocar em nossa capacidade de julgamento – em vez de dependermos de fontes externas para obter respostas para nossos problemas.

O Chakra do Terceiro Olho é frequentemente bloqueado pelo ego, ou um senso de “eu” pessoal como uma entidade física separada. Dedicando-se à existência e à prática persistente você ajuda a criar uma maior consciência da terceira visão e a deixar a luz interior brilhar em uníssono com a intenção divina que dirige os nossos pensamentos, ações, emoções e palavras. O canto do OM com um fluxo de respiração controlada e relaxada é uma das mais antigas formas conhecidas para entrar em sintonia com o poder do terceiro olho, o ponto focal da intuição, o centro do nosso sistema de orientação espiritual, nos ajudando  a entrar em sintonia com toda e qualquer freqüência da consciência única, manifestada como muitas…

Despertando o Terceiro Olho Através da Respiração do Fogo

OBS: Para acionar a legenda clique na tela e depois no ícone legendas Legend Icon e em detalhes gear-icon, clique então em legendas CC e traduzir automaticamente e, em seguida, escolha português.


 

Fonte : PSYCHEDELIC ADVENTURE | Awakening The Third Eye : Tuning Into Spirit
Postado e Divulgado por: Carlos Rodrigues – O Erudito
Adaptação: Cida Pereira

Via: O Erudito | Despertar o Terceiro Olho: Sintonizando o Espírito

COMO O PROCESSO DE ASCENSÃO ESTÁ AFETANDO A SUA VIDA…

ascension-2

SINTOMAS DE ASCENSÃO ACELERADA

Por: Sandra Walters

Através da nossa perspectiva de mudança.

No meu último post eu listei sintomas básicos de Ascensão e a razão pela qual estamos experimentando essas mudanças em nossos corpos e vidas. Eles são os sintomas de despertar; as dores, os sofrimentos e as sensações que muitas vezes são mal diagnosticadas ou mal compreendidas.

A boa notícia é que você pode eliminar muitos dos sintomas iniciais, tornando-se consciente do processo de Ascensão e ouvindo o que seu corpo precisa neste momento transformador.

A má notícia é que, se você olhar para eles como problemáticos, em vez de transformar, eles vão demorar até que você preste atenção e faça algo para ajudar a sua fisicalidade.

SINTOMAS DE ASCENSÃO ACELERADA

Esta não é uma corrida, você não tem que ascensionar numa determinada data ou outra. É uma escolha consciente participar plenamente e apoiar o processo de Ascensão. Se você fez a escolha de estar ciente e ajudar o seu processo, alguns interessantes – e desafiadores – sintomas e situações podem surgir:

. Dígitos triplos: cada vez que você olha para um relógio digital, dígitos duplos ou triplos. 1:11, 2:22, 3:33, 4:44, 8:55 (apenas olhou, lá está), etc. Durante. Todo. O Dia. Isso pode ser divertido ou enlouquecedor dependendo de sua perspectiva. Isso apenas são os níveis mais Elevados dizendo “olá ou preste atenção”.

. Libertar-se de trabalhos restritivos, estilos de vida, pessoas desarmônicas ou situações. Algumas vezes é consciente, às vezes seu Eu Superior vai fazer isso por você.

. Desejo de simplificar os pertences, estilo de vida, hábitos.

. Aumento da consciência, experiências místicas, maior sincronicidade.

. Quebrando a falsa membrana entre o Plexo Solar e o Centro Do Coração. Você saberá quando isso ocorre.

. Sentimentos de enorme Alegria, Amor e Compaixão: quando os chakras inferiores e superiores começam a se unir.

. Subida completa da Kundalini: bem-aventurança torna-se uma ocorrência regular.

. Erupções cutâneas ocasionais, inchaços – purificação de emoção, toxinas, desequilíbrios.

. Seres em sua visão periférica; Véus flutuantes, figuras sombrias, objetos brancos.

. Ver partículas de luz o tempo todo.

. Vendo auras ou vórtices de energia em torno de plantas, animais, pessoas.

. Episódios de clarividência, clariaudiência, clarissenciência, sabedoria plena.

. Ruído de fundo, toque, ruído de tipo eletrônico ou tons nos ouvidos mais intensos, detectando mensagens dentro dos sons.

. Explosões de criatividade: recebendo inspirações criativas em uma taxa esmagadora.

. Impaciência: Você quer continuar com o processo mais rápido do que o seu corpo pode ajustar. É apenas a sua mente, preste atenção ao que está segurando você para ficar para trás e experimentar mais. Às vezes, a impaciência em si é o bloqueio.

. Os mestres começam a aparecer para ajudá-lo em sua jornada: pessoas, filmes, livros, eventos, Mãe Terra, Pai Sol, Família Estelar.

. Interesse no consumo de autoconhecimento e na criatividade: expressar a verdadeira natureza no trabalho e no “jogo”.

. Compreensão mais profunda das verdades espirituais.

. A perspectiva mais elevada se torna habitual: compaixão por todas as jornadas, honrando todos os caminhos.

. Abertura do terceiro olho, clarificação.

. Acesso Akashico: compreensão de suas jornadas passadas aqui, vendo as lições.

. Viagens em meditação tornam-se intensas e propositais: cidades cristalinas, geometria, matriz do trabalho, viagens no portal das estrelas.

. Sentindo a consciência do Observador ou da testemunha, separação das construções 3D.

. Desejo de servir vindo do coração.

. Compreensão profunda da jornada da Mãe Terra e da Humanidade.

. Desejo de domínio/mestria de sua consciência.


 

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar

Fonte: Creative Evolution | Accelerated Ascension Symptoms
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

 

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: SINTOMAS DE ASCENSÃO ACELERADA

A ESCALA DA CONSCIÊNCIA HUMANA…

escala-da-consciencia-humana

A ESCALA HAWKINS DA CONSCIÊNCIA

Por: muito alem

 

01

A medição e a determinação matemática de níveis de consciência dos seres humanos é um dos trabalhos pioneiros e mais interessantes do médico psiquiatra americano David R. Hawkins (1927-2012), trazidos ao público em grande parte no livro “Poder contra Força: Uma Anatomia da Consciência – Os Determinantes ocultos do comportamento humano” (Power vs Force: The Hidden Determinantes of Human Behaviour), de 1995.

Hawkins realizou várias pesquisas usando a Cinesiologia e relacionou os níveis de consciência em estratificações que contém algumas semelhanças com, por exemplo, as estruturas dos chakras do Yoga e dos latiaf do Sufismo (ou de outras escolas espirituais e abordagens psico-espirituais).

“No livro “Poder vs Força: Os Determinantes Escondidos no Comportamento Humano”, David Hawkins revela algumas propriedades fascinantes da consciência humana. Neste trabalho, ele criou e calibrou um mapa enormemente útil da consciência humana, um mapa que deveria, muito apropriadamente ser chamado de “Escala Hawkins da Consciência”.

Hawkins começou a sua prática de psiquiatria em 1952, e então descobriu o poder da Cinesiologia, a ciência que obtém respostas diretamente da mente subconsciente de uma pessoa através de um teste muscular.

A MENTE SUBCONSCIENTE

A mente subconsciente (ou inconsciente) é um segmento da sua gama total de consciência. A mente subconsciente armazena recordações e questões emocionais. Ela controla o sistema nervoso involuntário que administra sistemas como respiração, digestão e metabolismo.

Também está em comunicação com o universo como um todo. Em particular, está conectada com a mente global, ou inconsciente coletivo da humanidade.

Com a Cinesiologia, as mentes conscientes das pessoas são isoladas para que se recebam respostas claras diretamente das suas mentes subconscientes. Os testes são mecanicamente muito simples. Os indivíduos testados deixam um braço estendido horizontalmente ao lado do corpo enquanto a pessoa designada como testadora lhes diz para resistirem aos esforços para baixar o braço com cada pergunta. Se o braço permanece forte e fica horizontal, então a resposta da mente subconsciente do indivíduo é afirmativa. Se o braço se move para baixo devido à fraqueza, então a resposta é negativa.

Por exemplo, se testar um indivíduo para que resista enquanto alguém lhe diz: “Você tem um corpo humano”, o seu braço permanecerá forte. Se mudar a declaração para: “Você é um corpo humano” o braço ficará fraco, pois esta é uma declaração incorreta.

MAIS DO QUE UM CORPO FÍSICO

A razão para isto é que nós, como espíritos, apenas habitamos os nossos corpos físicos. Nós não somos os nossos corpos, embora o nosso ego tenda a considerar-nos apenas como aquele que nós vemos no espelho. A mente subconsciente sabe que a verdadeira resposta é: “Você tem um corpo humano”.

OS DOIS HEMISFÉRIOS

John Diamond, M.D., outro antigo investigador em Cinesiologia, observou casos onde os hemisférios direito e esquerdo do cérebro de uma pessoa  trabalhavam. O hemisfério esquerdo do cérebro normalmente é usado para pensamento analítico e atividade verbal, enquanto o hemisfério direito é usado para atividades intuitivas e artísticas e para a orientação espacial.

OS CAMPOS DE ATRAÇÃO DO SUBCONSCIENTE

Nos casos raros onde ambos os hemisférios estavam trabalhando igualmente juntos, John Diamond descobriu que a pessoa exibia uma criatividade que ele denominou como a funcionalidade mais alta de um ser humano.

O trabalho do Hawkins centra os níveis de consciência ao redor de valores-chaves fundamentais da vida humana, principalmente a Integridade e a Verdade, sinônimos entre si e capazes de carregar o ser humano por todos os níveis, até o da iluminação e o da não-dualidade — como os de Buda, que, segundo ele, sustentava o nível 1000.

Segue um trecho do livro, onde Hawkins faz relações entre supostos níveis de consciência e seus efeitos:

“Embora apenas 15% de toda a população do mundo esteja acima do nível crítico 200 de consciência, a força coletiva desses 15% tem o peso para contrabalancear a negatividade dos 85% restantes da população mundial. Devido ao fato da escala de força avançar logaritmicamente, um simples Avatar em um nível de consciência de 1.000 pode, na verdade, contrabalancear totalmente a negatividade coletiva de toda a humanidade. Um indivíduo que vive e vibra na energia do otimismo e da disposição de não julgar os outros (nível 300) irá contrabalancear a negatividade de 90 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força. Um indivíduo que vive e vibra na energia do puro amor por toda a vida (nível 500) irá contrabalancear a negatividade de 750 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força. Um indivíduo que vive e vibra na energia da iluminação, graça e paz infinita (nível 600) irá contrabalancear a negatividade de 10 milhões de pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força (aproximadamente 22 desses sábios estão vivos hoje). Um indivíduo que vive e vibra na energia da graça, do espí­rito puro além do corpo, num mundo de não-dualidade e unidade completa (nível 700), irá contrabalancear a negatividade de 70 milhões de pessoas que estão calibradas em níveis mais baixos de forca (aproximadamente 10 desses sábios estão vivos hoje).”  -Dr David R. Hawkins, em “Força e Poder”

David Hawkins descobriu que a Cinesiologia poderia ser uma avenida fascinante para o desconhecido, e ele começou a intuir o que ele chamou de “campos de atração no subconsciente”.

Campos de Atração são aquilo a que Carl Jung chamou arquétipos. Eles são criados pelos esforços de grupo de milhões de mentes no inconsciente coletivo e geram uma fascinação para as pessoas por causa do seu tamanho cumulativo.

O POTENCIAL DA CINESIOLOGIA

Justamente quando a sua atividade terapêutica se tornou excessiva, com cinquenta terapeutas e outros empregados trabalhando para ele, Hawkins abandonou tudo por uma vida de pesquisa. Em vez de tratar um paciente de cada vez, Hawkins quis descobrir como todos poderiam ser ajudados pela promessa e pelo potencial da Cinesiologia.

A sua pesquisa, durante vários anos, provou conclusivamente a mesma coisa que as novas físicas teóricas estão a começar a dizer: que tudo no universo está conectado. Com a Cinesiologia, ele confirmou que, para qualquer pergunta que for feita, se houver uma resposta em algum lugar do universo, ela chegará até si.

CALIBRAR OS NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA

Ele também montou um sistema de calibração dos níveis de consciência humana. Atribuindo os números de 1 ao infinito como uma possível escala de valores de consciência, ele logo percebeu que teria que utilizar o logaritmo dos números, em vez dos números simplesmente. Isto é porque o poder da consciência a níveis mais altos é muito vasto se comparado com o poder da consciência a níveis mais baixos.

Quando se utiliza um sistema logarítmico de base-dez, o número 4 não é apenas duas vezes maior que o número 2. O logaritmo de 4 é 10.000 contra o valor do logaritmo de 2 que é só 100. Um nível de consciência de 300 não é apenas duas vezes maior que o nível de 150, o nível de 300 significa 10 elevado a 300; ou seja, o número 1 com 300 zeros depois dele!

O NÍVEL CRÍTICO DE CONSCIÊNCIA

Além disso, Hawkins descobriu que o nível de consciência de 200 é um nível crítico. Uma média global de 200 ou mais é necessário para sustentar a vida neste planeta sem que ele afunde em uma eventual autodestruição.

Desde meados dos anos 80, ele informa que a média global da humanidade na sua escala, subiu um pouco acima do nível 200 crítico. Isto, é claro, representa outra descoberta que confirma a existência de uma mudança em curso no nosso nível de consciência.

Ele começou então a cogitar sobre quantas pessoas de mais alto nível de consciência estariam compensando as pessoas que vivem abaixo do nível crítico de 200. Por exemplo, considere que 800 milhões de pessoas no mundo têm fome, com muitas delas vivendo num nível próximo da miséria total. A consciência num estado de desespero atinge apenas um nível de 50 na escala. Até mesmo a raiva e o ódio atingem um nível mais alto de frequência que a depressão profunda experimentada por aqueles que vivem sem perspectivas de esperança.

“Portanto, aqui estamos, no planeta Terra, uma humanidade coletiva, nadando duramente através da vida para tentar manter o nosso queixo coletivo acima do nível crítico de 200, trabalhando pelo dia em que a fome e o desespero serão erradicadas de uma vez por todas do nosso mundo.” (…)

SERVIR É ELEVAR O NOSSO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA

“O que podemos fazer para ajudar? Conforme elevamos o nosso nível de consciência, contribuímos cada vez mais para a qualidade espiritual da mente global. Portanto, o nosso maior serviço à humanidade é, paradoxalmente, o desenvolvimento da nossa própria consciência.

Como exatamente é que isso pode ajudar o mundo? Voltando à ciência moderna e aos seus sistemas de numeração, juntamente com a preferência de hoje para resumos explicativos muito práticos, aqui está o resultados dos testes. 

Um indivíduo com um nível mais alto de consciência compensa o peso de muitos, muitos indivíduos que estão abaixo do nível crítico de 200. Abaixo do nível 200 estão os campos de atração da vergonha, culpa, apatia, aflição, medo, desejo, raiva e orgulho. Bem no nível 200 crítico vem a coragem e a sua habilidade para fortalecer o ego, para retirá-lo da condição de vítima inerente às mais baixas frequências.

A um nível de 300, uma pessoa elevou-se acima de muitas emoções de conflito para alcançar um certo estado de não-julgamento e sentir otimismo. Ao nível de 300, uma pessoa, dentro da mente global, compensa o peso de um total incrível de 90.000 pessoas que estão abaixo do nível 200. Tal é o poder de estados mais altos de consciência.

A um nível de 400, o indivíduo alcança uma atitude um pouco mais harmoniosa que traz aceitação e perdão. Além disso, ele ganha um raciocínio mais aperfeiçoado que traz compreensão e significado para a vida. Este não é um nível difícil de alcançar. Por exemplo, a perseguição do objetivo de um ensino superior e de uma profissão funciona ao nível 400, onde uma pessoa compensa o incrível peso de umas 400.000 pessoas que estão abaixo do nível 200.

Para alcançar o nível de 500, uma pessoa precisa de estar espiritualmente consciente. A este nível, o amor incondicional e o perdão incondicional ficam mais vivos e bem mais encaixados na nossa realidade. Aqui, uma pessoa contrabalança 750.000 pessoas que são abaixo do nível 200.

Quando uma pessoa praticou meditação longa e diligentemente o suficiente para atingir consciência de felicidade ao nível 600, ela está, naquele momento, contrabalançando 10 milhões de pessoas abaixo do nível 200.

Será preciso uma razão mais forte para desenvolvermos as nossas faculdades interiores? Veja apenas o nível maravilhoso de serviço que cada avanço no nível de consciência traz ao nosso mundo. E tudo isto apenas por ser o que se é, e por aquilo em que nos podemos tornar. Antes mesmo de começar a ajudar as pessoas fisicamente, ajudemos a fazer do mundo um lugar melhor através do nosso apoio e ação direta. Este nível maravilhoso de serviço é o efeito direto do nosso nível de consciência num mundo que tem sentido uma enorme fome, por tanto tempo, de pensamento espiritual e de energia espiritual.”

Um excerto do livro, “The Shift: The Revolution in Human Consciousness” de autoria de Owen Waters, Editora Infinite Being News.

“Todos nós caminhamos pela vida como um pacote constituído de corpo e mente. Enquanto todos nós estamos conscientes, o nível das nossas funções da consciência (que são subjetivas) variam de pessoa para pessoa. A realidade é imensamente complexada com sistemas solares, galáxias, luas e sóis, mas também com reações químicas, partículas, bactérias e ecologia. A vida esta toda em torno de nós, grandes e pequenos. Todos nós somos uma criação e nós estamos de alguma forma vivos em uma galáxia que é aparentemente sem vida. Sua consciência é um dom, ou um pouco de sorte como você pode achar. Consciência é sua capacidade de vigília para participar na vastidão da vida em vez de apenas ficar operando internamente, dentro de sua própria mente.”

-Mikey O’Connell

Nível de consciência é o estado em que o ser humano toma suas decisões diferente de emoções que são passageiras. Todos nós passamos por esses estados durante situações diferentes. Todos os dias. Em determinadas situações nós comportamos de maneiras diferentes.

Conforme o nível do ser humano, há níveis onde ele toma MAIS decisões na sua vida, tem um determinado comportamento, o que revela o seu verdadeiro nível de consciência NO MOMENTO.

Dr David Hawkins, médico psiquiatra, espiritualista, autor de inúmeros livros identifica três níveis de consciência: “consciência do medo, consciência moral-ética e consciência espiritual.

Por esses três níveis passam os sentimentos de vergonha, culpa, apatia, tristeza, medo, desejo, raiva, orgulho, coragem, confiança, neutralidade, vontade, aceitação, compaixão, prazer, razão, amor, alegria, paz, iluminação espiritual.” Especificamente no nível de consciência espiritual onde  atingimos intimidade com Deus, e o que Ele quer que façamos.

VERGONHA: É o estado mais baixo de consciência do ser humano, é o que tem menos energia. Uma pessoa com vergonha não toma decisões, não interage com outros seres humanos, e não tem experiências na vida, o que dificulta essa pessoa de aprender, por conta própria o que funciona ou o que não funciona.

Em seu nível mais sutil se manifesta como timidez, num nível extremo de vergonha a pessoa quer desaparecer, até suicidar-se. Pense nesse nível como o nível do extremo ódio pessoal.

CULPA: É um estado um pouco mais elevado que a vergonha, já que, para sentir culpa a pessoa tem que fazer alguma coisa. Uma pessoa com esse nível de consciência cria muito pouco, normalmente faz papel constantemente de vitima, culpa todos pelo seu fracasso,etc. Raramente tenta fazer alguma coisa nova, vive de recordações passadas de culpa e sente-se muito mal com isso. Pessoas extremamente religiosas vivem em culpa. Você pensa em si mesmo como um pecador, incapaz de se perdoar por transgressões do passado.

APATIA:   Vitimização e  ausência de esperança. O estado do desamparo aprendido. Muitos sem-teto estão presos aqui. Além de ser o estado que representa uma visão muito conveniente da sociedade, quando descrita como a sociedade da vitimização. As pessoas no estado de apatia, encontram-se paralisadas diante das circunstancia da vida.

DOR/SOFRIMENTO: É um estado de tristeza e perda perpétua. Normalmente você cai aqui quando enfrenta uma enorme perda na vida. Depressão.  Só está acima da apatia pois aqui você está começando a se livrar da paralisia pesada que existe na escalada. O sofrimento mexe e muda as pessoas, e muitas vezes lhe tira do estado de total apatia.

MEDO: Você vê o mundo como perigoso e inseguro. Você pode existir em um estado de paranoia, sob constante preocupação e estresse de sua realidade atual. Para subir acima deste nível geralmente requer algum tipo de ajuda. Superar o medo é algo que todos nós temos de lidar. Níveis de medo diferem de segurança geral ao medo da rejeição da sociedade. O medo é apenas uma crença interna. Cria-se medo de si mesmo quando você perceber as situações e eventos sendo uma ameaça para o seu bem-estar geral.

DESEJO: Uma pessoa nesse nível só tem ambições na vida. Vive de vícios, desejo, luxúria e consumismo. Nunca está satisfeita. Esses vícios e desejos pode ser por dinheiro, aprovação, poder ou mesmo a fama. Você pode ficar preso em um estado de materialismo e consumismo. Materialismo significa que você conecte-se a objetos físicos. Você é feliz quando tem o que quer, mas fica desesperado para adquirir o que quer quando não tem. Bens físicos têm um efeito sobre o bem-estar ou mal-estar emocional se você permitir.

RAIVA: A raiva é um nível de frustração, muitas vezes de não ter seus desejos cumpridos nos níveis mais baixos. Junto com a vergonha, e a culpa, formam uma tríplice aliança conhecida. Nesses níveis baixos as pessoas só criam alguma coisa na vida, se tiverem algum inimigo imaginário pra jogar sua raiva. Isso é uma motivação pra elas.
Este nível pode estimulá-lo à ação em níveis mais elevados, ou pode mantê-lo preso em ódio.
Haverá eventos em que nos sentiremos infelizes. Lidar com eles em um estado de raiva geralmente resulta em tornar-se ainda mais infeliz. Combater a resistência com mais resistência tende a condicionar a pessoa em uma espiral levando a níveis ainda mais baixos de consciência (retrocesso).

ARROGÂNCIA/ORGULHO: Esse é o estado de consciência predominante da humanidade atualmente. É totalmente dependente de circunstâncias externas (dinheiro, prestígio, etc), ou seja: é altamente vulnerável. Esse é o estado que leva ao nacionalismo, racismo e guerras religiosas.
Um estado totalmente irracional de negação e defesa.  Você se torna tão intimamente ligado as suas crenças que um ataque a elas se torna um ataque a você.

CORAGEM/OTIMISMO: Aqui o ego ainda existe mas há uma visão diferente sobre a vida, o individuo começa a olhar pra fora de si. Começa a se alinhar com a verdade, já não tem mais medo, está mais atento a situações da vida, mas está mais otimista, entende mais a verdade, o sofrimento dá um descanso. É o começo de um despertar espiritual. O primeiro nível de força real.
É aqui que você começa a ver a vida como desafiante e emocionante ao invés de opressora.  Você começa a ver seu futuro como uma melhoria sobre o passado ao invés de simplesmente a continuação do mesmo.

NEUTRALIDADE: Neutralidade é um nível de sistemas de crenças flexíveis, descontraídos, e desapegado. Aconteça o que acontecer, você vai estar firme em sua posição. Você não tem nada a provar. Você se sente seguro e convive muito bem com outras pessoas. Um monte de pessoas autônomas estão neste nível que é um lugar muito confortável. É também um nível de complacência e “preguiça”. Você está cuidando de suas necessidades, mas você não se esforça demais.

COMPLACÊNCIA: Neste nível, você começa a usar sua energia de forma mais eficaz.  Agora que você está seguro e confortável, você começa a usar sua energia de maneira mais eficiente. Só viver e deixar viver não é mais o suficiente. Pense nesse aqui como o nível do desenvolvimento da força de vontade e da autodisciplina. As pessoas daqui são os “soldados” da sociedade: eles fazem as coisas bem e não reclamam sobre quase nada.  É exatamente aqui que sua consciência se torna mais organizada e disciplinada.

ACEITAÇÃO/PERDÃO/COMPREENSÃO: Níveis elevados de espirito. Aqui já há um entendimento muito maior dos processos da vida, e da verdade, aqui há a verdadeira mudança, deixar de lado os velhos dogmas, viver com propósito.
Aqui acontece um movimento poderoso de energias e você acorda para as possibilidades de se viver proativamente. No nível da complacência você se torna competente e aqui você quer colocar suas habilidades para fazer algo bom. É aqui que você define e alcança metas.
Você começa a aceitar sua responsabilidade pelo seu papel no mundo. Você começa a ver a “grande figura” da sua vida mais claramente.

RAZÃO/CONTEMPLAÇÃO: Neste nível, você transcende os aspectos emocionais dos níveis mais baixos e começa a pensar mais claramente e racionalmente. Hawkins define este nível como a nível da medicina e da ciência. É o nível de consciência dos mestres. Os realmente desapegados. Os que estão em completa sintonia com a verdade, tem o corpo a mente e o espirito totalmente resguardado das desilusões da vida e do sofrimento dos níveis baixos. Olha-se o mundo como um todo para começar a fazer contribuições significativas.

Nesse nível  vive-se em estado de apreciação com tudo o que é. Não há guerra, não há sobrevivência, não há luta. Aceita-se o mundo e a sua realidade e a transformam através da experiência.

AMOR: A nível do amor incondicional há um entendimento permanente de sua conexão com tudo o que existe. No nível do amor você coloca sua cabeça e todos os seus outros talentos e habilidades a serviço de seu coração, e não suas emoções.
Esse é o estado em que você realiza seu verdadeiro propósito. Suas motivações nesse nível são puras e incorruptíveis pelos desejos do ego. É aqui o estado do serviço para a humanidade. Nesse nível você também começa a ser guiado por uma força maior do que você. É um sentimento de se deixar levar. Sua intuição se torna extremamente ‘forte’. Hawkins diz que esse nível é alcançado apenas por uma em 250 pessoas durante todo o seu tempo de vida.

Uma parcela mínima como 0,0001% vive nesse estado.

HUMOR/ALEGRIA: Este é um estado de felicidade penetrante e inabalável. Em outras palavras, o humor é o estado de consciência maior que o ego consegue atingir. É o inicio do desapego com a vida, de reconhecer como o mundo é e fazer piada com isso.
É o nível dos santos e dos mais ‘avançados professores de espiritualidade’. Só de estar perto de pessoas nesse nível faz com que você se sinta incrível. Nesse nível a vida é totalmente guiada pela intuição e sincronicidade (as coisas começam a acontecer por relação de significado). Não existe mais a necessidade de declarar metas ou de criar planos detalhados – a expansão da sua consciência permite que você opere sobre um nível muito mais elevado.

PAZ: Total transcendência. Hawkins diz que esse nível só é alcançado por uma pessoa em 10 milhões.

ILUMINAÇÃO: O nível mais alto da consciência humana, onde a humanidade se confunde com a divindade.
Iluminação como dizia os antigos mestres, é a união do ser com o todo. O fim do individualismo. O fim do eu. Fim do ego. O homem transcendental.
Extremamente raro. Só o fato de pensar sobre pessoas desse nível pode fazer com que você aumente seu nível de consciência. É aqui que acontece o estado da “Consciência Elevada” tão bem conhecido como “Super Consciência”. Você vê o mundo como ele realmente é. Indescritível.

Fonte:
http://saberdesi.blogspot.com.br/
http://worldgarbage.wordpress.com/2012/10/03/aprendendo-a-conhecer-sua-consciencia/

Postado por: muito alem em 17/05/2014


Via: MUITO ALÉM DAS PALAVRAS E SENTIDOS: A ESCALA HAWKINS DA CONSCIÊNCIA

UNIFICANDO O SEU CORAÇÃO À SUA CONSCIÊNCIA CÓSMICA…

meditatorheartblue_danielbholeman

 

O efeito da aglutinação: teoria e exercício

Mestras Kuan Yin e Rowena

Canalizado por: Thiago Strapasson e Michelinha OM

Queridos, vocês me perguntam o que seria esse nome completamente novo, e ficam tentando encontrar explicações a essa palavra, mas todas conectadas à sua mente.

A aglutinação, como trazemos aqui, é sim a primeira entre as 5 novas camadas as quais devem superar, mais um do que entendem como chacra, mas dessa vez, algo que está ligado não ao seu corpo físico, mas sim no seu campo áurico.

O seu campo áurico possui camadas de conexão com Eu Superior, e a primeira conexão é a da aglutinação.

Esse ponto, ou vórtice, é chamado dessa forma pois é aquele que une o sétimo chacra (da coroa), ao primeiro plano mais sutil de sua consciência.

E por isso, a primeira etapa a trabalhar para transcender a materialidade do corpo físico, é justamente estabelecer essa conexão, pois é a que abrirá as portas para o novo.

Vocês me perguntam então se a partir de agora poderiam considerar que já superaram todos os demais aspectos que os unem à malha energética, que estão ligados aos 7 pecados capitais e aos 7 chacras principais. Mas a resposta, filhos, é de que não estabeleceram ainda a desconexão completa desses aprendizados.

Conforme já trouxemos em outras canalizações, a sua experiência na matéria será sempre acompanhada de diversas oportunidades de trabalhar esses aspectos ligados ao corpo físico, até o momento do seu desencarne. Independente do estado ao qual já atingiu de ascensão.

Essa primeira etapa onde começamos a trabalhar um novo aspecto do seu Ser, é onde levará todos os demais já trabalhados, por isso, vimos novamente um breve resumo de todos os 7 já superados, mas que agora serão levados a um estado de compreensão diferente.

Eles todos serão elevados ao novo nível de experiência, onde trabalharemos a aglutinação.

Essa experiência trará a completa desconexão em sentidos físicos ao que estão até agora trabalhando dos 7 chacras. Já não sentirão mais os impulsos da matéria que vem sentindo. A limpeza torna-se completa.

Unimos todos eles à aglutinação para que sejam trabalhados em uma dimensão de compreensão diferente. Ainda faz parte de vocês, mas serão iluminados e elevados ao seu chacra que já está desconectado do corpo físico. Mas ainda assim ligado ao seu fio energético onde há todas as suas experiências, que é o seu DNA. Por isso, faz parte de você ainda, mas não do físico que é somente a sua experiência na matéria.

Com esse trabalho, desenvolveremos a aglutinação para que eleve todos os demais aspectos, para que passe a observar todas as reações ligadas aos 7 chacras como naturais do ser humano, mas já com a sensação de que não faz mais parte de vocês.

Esse é somente o início desse novo trabalho, mas é uma etapa muito importante, pois é a que desconecta você das sensações físicas, impulsividades, que permitirá que não seja mais levado com a onda energética que carrega tantas consciências todos os dias nesse planeta.

Passará a se perceber como um ser de luz, como parte do todo, mas não como uma marionete dessas energias que percorrem o planeta e que são criadas pelas formas pensamento de toda a humanidade.

Agregará em seu campo áurico uma nova energia, mas que deve ser praticada sempre com o coração aberto e muito amor. Elevando cada aspecto a esse nível de consciência.

Queridos, ao observar os comportamentos externos ligados aos 7 chacras de forma isolada e perceberem como eles funcionam, ao escolherem o não se envolver, e olhar amorosamente tudo isso como experiências, já estão desconectando-se dessas energias. Vocês já têm feito isso, colocado em pratica diariamente. Esses momentos são justamente quando já estão trabalhando a aglutinação.

A aglutinação nada mais é do que a união de todos os demais 7 aspectos em uma percepção só, aquela percepção de que tudo é somente uma experiência, e que desse ponto de vista, todos os demais aspectos são completamente iguais. Já não se identificam mais a nenhum deles, passam a observar somente como aspectos que fazem parte da vida na matéria, mas que juntos formam uma esfera energética que vibra mais ou menos em certos pontos dependendo da energia da pessoa que o carrega ou do ambiente.

Essa visão do todo, fará você perceber que já não se identifica mais com essas sensações, com esses comportamentos. Já está ligado e trabalhando a aglutinação.

Esse é somente o primeiro estágio e importante pois carrega toda essa bagagem, e portanto, nunca deve ser colocado em esquecimento. É um chacra que deve ser trabalhado sempre, praticando essa visualização de como tudo funciona. Treinando esse olhar de que todos os demais 7 aspectos estão unos em um só e representam algo já superado que é a experiência na matéria.

Em cada sinal que observarem nas suas mentes de conexão com algum dos 7 primeiros chacras, como já aprenderam no material publicado, que estão relacionados a comportamentos específicos, devem trazer a conexão da aglutinação e observar como um todo e não mais cada comportamento de forma isolada. Quando observarem e identificarem um pensamento relacionado aos 7 de forma isolada, simplesmente una-o à esfera de aglutinação, e lembre-se do que ele representa, que na verdade ele somente representa um dos comportamentos da matéria, que não é diferente dos demais e faz parte de toda essa experiência encarnacional já superada e unificada na aglutinação.

Traga esse pensamento a sua mente. Trabalhe sempre essa mentalização. Essa primeira etapa será de prática, onde poderá observar várias experiências acontecerem e onde será treinado a colocar tudo nessa ótica da esfera unificadora dos 7 aspectos que é a aglutinação.

Compreendem, meus amados filhos? Pois o ambiente que vivem é suplantado dia a dia, experiência a experiência. Mas a medida que se sutilizam, algo vai os deixando mais suaves ao próprio desenvolvimento. Vocês incorporam as bênçãos do amor as suas vidas e assim aglutinam as experiências.

Os pontos energéticos em seus corpos foram separados por corpos sutis, cada um ligado a um aspecto da experiência. Mas esses corpos energéticos foram vistos como se fosse cada qual único é distinto. É na verdade eram.

Pois vocês não os conectavam ao amor, a fala, a alimentação, o sexo, a própria alegria foram atividades desconectadas do amor, destruídas da ligação ao seu chacra cardíaco. Vocês não unificam seus corpos e pontos de energia a energia amorosa do coração, pois ele permanecia inerte, fechado, reprimido do propósito de alma.

Esses pontos de energia destruídos da ligação ao centro amoroso levavam à agressividade, a sensualidade, aos excessos na alimentação, à desconexão espiritual, pois se tratava de corpos em desequilíbrio.

Mas a medida que vocês unificam esses pontos de luz e seus corpos a energia amorosa do coração e se abrem ao sentir do propósito de alma vocês aglutinam a experiência na matéria a um único sentimento, o amor. É através do amor do coração que aglutinação ocorre é então vocês suplantam os vícios da matéria. Nesse estado a soberba se transforma na sabedoria e humildade, o tecnicismo no questionamento através do conhecimento, a luta em paz, a ira em fluxo e leveza e assim por diante.

Através do contato com o coração, com as emoções e sentimentos vocês conectam as experiências ao cardíaco, à chama de Deus guardada em seus corações e então as experiências se unificam progressivamente em completo entendimento.

A fala e destituída do revanchismo e é preenchida pela aceitação, a alimentação se tornará mais equilibrada e assim os vícios da matéria vão sendo integrados e iluminados pelo amor do coração. A vida se torna mais leve nesse estado.

A aglutinação é o primeiro passo à consciência cósmica porque através do amor estarão a elevar as experiências. Serão as mesmas experiências, mas agora sobre o enfoque da brandura, da autenticidade, da verdade interior. A luta fica mais leve e o coração se torna mais receptivo aos acontecimentos exteriores.

A aglutinação é a unificação dos pontos energéticos ao amor, ao coração.

Para isso sente-se, respire calmamente. Se puder coloque uma música suave em um ambiente bem calmo. Vá respirando e se aquietando.

Agora centre toda sua atenção em seu coração. Ele está se expandindo a ponto de irradiar seu estômago e sua laringe. Respire novamente e permaneça nesse estado irradiando de amor o plexo solar e o laríngeo. Você está mais suave.

Essa expansão continua agora atingindo o chacra frontal na testa e o ponto sacro abaixo do estômago. Nessa expansão atingimos o chacra coronário no centro de sua cabeça e a base. Permaneça por alguns minutos nesse estado de irradiação. Todos seus corpos são irradiadores por essa chama de amor, de paz. É uma grande luz que adentra ao seu coração a envolver seus corpos sutis. Vocês estão agora todos envolvidos por essa energia que parte do coração e unifica sua vibração. Sinta o alívio que essa aglutinação o traz. Você unificou suas energias e poderá se manter assim pelo tempo que for necessário.

E a medida que as experiências vierem você fará essa irradiação, sempre que sentir um desajuste interior procure se aquietar e se irradiar com a própria luz de seu coração.

Ao final unifique seu coração a um ponto de luz situado a um palmo de seu coronário, de seu coro cabeludo. Você está unindo o seu coração a seu corpo de luz deixando com que seu Eu Superior irradie todos seus corpos com amor. Você permite a unificação de seu coração à sua consciência cósmica e as experiências na matéria se tornam mais suaves. Elas continuam a existir, estão ali ainda mais agora você as vê sob uma ótica transcendente, irradiados pelo amor. Elas já não te arrastam, você as preenche de amor.

Unifique o seu coração a esse ponto de luz sob sua cabeça e deixe que ele purifique seu coração de toda magoa, de toda culpa, do rancor. Todos esses sentimentos inferiores estão sendo entregues ao seu eu superior para que ele os purifique, para que haja a transmutação de tudo a os aliviar.

Entregue e se vierem as lágrimas deixem as vir e o sinal da purificação, do desapego, da limpeza. E diga, eu permito a transmutação de todos meus medos, dos meus receios e te entrego de coração aberto meus sentimentos mais duros, mais escuros para que sejam preenchidos de amor.

Somos Kuan Yin e Rowena e os abençoamos nesse instante.

Canais: Thiago Strapasson e Michelinha OM – 28.Dez.2016

Colaboração: Lara Rosa Branca

Fontes: http://coracaoavatar.blog.br/ e http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/.


 

Veja mais em: CORAÇÃO AVATAR | O efeito da aglutinação: teoria e exercício – Mestras Kuan Yin e Rowena »