UMA VISÃO ALÉM DAS ILUSÕES…

alan-watts

Alan Watts

Por: Bernardo Sommer

Alan Watts foi um filósofo, escritor, orador e teólogo. Famoso por abordar de maneira lúcida e profunda as diversas mitologias e filosofias orientais de maneira descontraída e não dogmática, ajudou a popularizar o Budismo Zen no ocidente.

Se considerava um “Spiritual Entertainer“, titulo inventado por ele, pois ele não se considerava um mestre, guru, ou educador sobre espiritualidade, por transmitir a sabedoria do Zen de maneira descontraída, sem dogmas, e pelas conotações que esses rótulos carregam, conotações de autoridade sobre determinado assunto, autoridade que ele não julgava ter, tendo em vista que a verdadeira autoridade está dentro de cada um.

Se você diz que determinada pessoa tem conhecimento sobre tal assunto, e que a opinião dela faz sentido, essa é a SUA opinião, e é a SUA autoridade definindo isto como sua verdade. Watts apenas levantava questionamentos e duvidas que nos levam até determinadas conclusões, que não concluem nada necessariamente, apenas levantam mais questionamentos. Ficou conhecido como um intérprete e popularizador das ideias e filosofias orientais para o público ocidental.

Escreveu mais de vinte e cinco livros e muitos artigos sobre assuntos como identidade pessoal, a verdadeira natureza da realidade, consciência elevada, o sentido da vida, conceitos e imagens de Deus. Mas sempre se mantendo aberto e falando apenas do que é absolutamente observável por cada um.

Um dos meus filósofos preferidos da “atualidade”, eu absolutamente recomendo a TODOS que estão buscando entender a si mesmos e a realidade que estamos vivenciando.

Nada melhor para conhece-lo do que ver as perspectivas dele, expressadas por ele mesmo.

Abaixo alguns videos que recomendo para conhece-lo:

Introdução [Básico]

O Terrível Trote

Hora de Acordar

A Mente

Sociedade, Um Ciclo Perpétuo


A Existência é Estranha

O Verdadeiro Segredo Da Vida

O Que Você Esqueceu?

O Que Está Errado Na Nossa Cultura?

Dinheiro

A Arte da Meditação

Alan Watts Fala Sobre Zen


Você está sentado no meio de toda eternidade

A Ilusão do “Eu”

Alan Watts – Reality


Palestras completas na seguinte playlist

Nossa imagem do Mundo (1/104)

O Valor da Experiência Psicótica

Alguns livros publicados em Português:

  1. O Espírito do Zen
  2. Sobre o Tabu Contra Saber Quem Você É
  3. Filosofias da Ásia
  4. Cultura da Contra-cultura
  5. O Tao da Filosofia
  6. Taoismo: muito além da busca
  7. Mito e Religião
  8. O Significado da Felicidade

Via: http://despertarcoletivo.com/alan-watts/

Anúncios

O VERDADEIRO VOCÊ…

PortaldeMiryKaly

Tente imaginar o que é ir dormir e nunca mais acordar: 4min com a resposta de Alan Watts, áudio original

Por:  Nando Pereira (Dharmalog.com)

“Experimente e imagine que será como ir dormir e nunca mais acordar. Pense a respeito! As crianças pensam a respeito. Esta é uma das grandes maravilhas da vida. Como seria ir dormir e nunca mais acordar? E se você pensar o bastante, algo ocorrerá com você. Você descobrirá, entre outras coisas, que te colocará uma nova questão. Como foi despertar após nunca ter ido dormir? Isto foi quando nascemos. Veja, você não pode ter uma experiência do nada; a natureza abomina o vazio, Então, depois que você está morto, a única coisa que pode acontecer é a mesma experiência, ou o mesmo tipo de experiência de quando você nasceu.”

~ Alan Watts, trecho de “The Real You”

O filósofo britânico Alan Watts (1915-1973), autor de “The Way of Zen” e “The Book: On the Taboo Against Knowing Who You Are”, se perguntava desde criança para onde vamos quando morremos, ou o o que aconteceria se ele fosse dormir e não acordasse?

“A maioria das pessoas dá de ombros e diz que é assim mesmo, mas eu não era uma dessas pessoas que se contentava com um tipo de respostas dessas”, disse ele. O vídeo abaixo contém 4 minutos de um dos discurso de Alan Watts sobre esse assunto, em áudio original gravado e editados com imagens e música, cortesia de alanwatts.org e do canal TragedyandHope.

Watts fez várias discursos sobre a morte e há um capítulo inteiro do livro “The Essence of Alan Watts” dedicado ao assunto “Morte”, que pretendo traduzir algum trecho futuramente, pois explica e expande mais essa visão básica que ele apresenta muito brevemente neste discurso — incluindo esses detalhes da infância e também inventando um novo verbo, o “to I“, que seria algo como “eu-er” (a ação de ser “eu”).

Segue o vídeo (3min59seg) com legendas em português:

Via Tente imaginar o que é ir dormir e nunca mais acordar: 4min com a resposta de Alan Watts, áudio original – _ dharmalog