A LUZ INTERIOR DE TODOS BRILHARÁ COMO UM LINDO AMANHECER…

 

minha luz

E QUANDO ESTIVEREM PRONTOS, A LUZ SURGIRÁ NO ALVORECER

 

Jesus

Jesus

Canalizado por: John Smallman

O crescimento ou evolução espiritual é o caminho da humanidade para o seu despertar, que foi estabelecida por seu Pai Celestial, no instante em que optaram por experimentar a irrealidade da separação d’Ele.

Tal estado como a separação não existe, é apenas uma invenção, uma ideia imaginária, louca que, brevemente, lhes ocorreu e com a qual escolheram concordar. Agora, parece intensamente real enquanto lutam para despertar do profundo sono em que caíram para que fossem capazes de sentir e viverem a ideia da separação.

Porque serem todos eternamente UM com Deus, é inevitável que não despertem para o estado de eterna alegria em que o Pai amoroso os criou. Mas, como já disse anteriormente, o Amor  não  impõe, Ele aceita e permite. Ele honra  suas escolhas, sejam elas quais forem e espera com infinita paciência pelo momento em que escolham recebê-Lo em seus corações.

E a chegada e o reconhecimento desse momento, é uma escolha individual que toda pessoal  fará, porque a experiência contínua da separação, embora irreal, é muito dolorosa para ser suportada indefinidamente.

Profundamente, em cada um de vocês está o saber de que a vida como ser humano é uma experiência muito temporária e irreal e que este saber  perturba seu repouso e exige uma atenção, investigação. Não existe nenhum ser humano que em algum momento não tenha profundamente considerado o significado da vida e essa ponderação leva à intensa e muito poderosa percepção de que tem que haver um significado muito mais profundo do que a simples sobrevivência como ser humano. E é claro que existe!

Frequentemente, considerando que a experiência humana parece ser tão real, quando uma pessoa descobre ou permite sentir intuitivamente o interior, sabendo que  deve  haver uma inteligência espiritual muito mais alta que sua própria inteligência humana em sua consciência, o ego, então, encoraja essa pessoa a reconhecê-la,  todavia,  a coloca de lado tal sentimento, até que esta pessoa tenham tempo para pensar sobre isso mais profundamente.

Logo em seguida, as questões diárias e distrações da vida humana reassumem sua posição “legítima” como o foco principal de suas atenções e a investigação da possibilidade de uma herança espiritual ou identidade é adiada ou esquecida,  até a próxima vez em que  uma faísca intuitiva lampejar.

Sempre  haverá uma próxima vez, simplesmente, porque esta é a Vontade de Deus e as suas, quando acordarem. Até que despertem, receberão cutucões regulares de todos nós nos reinos espirituais, sugerindo que é hora de fazê-lo. E, então,  terão  consciência de tais cutucões e responderão apropriadamente… Quando se sentirem prontos. O sentimento de prontidão é um aspecto essencial do processo de despertar de cada indivíduo, porque, tendo livre-arbítrio – um aspecto intrínseco do Amor – nunca serão empurrados ou forçados a despertar.

No entanto, você receberá uma série contínua de cutucadas, ou experimentar eventos ou lições concebidas exclusivamente com a finalidade de ajudá-los a se tornarem conscientes desses beliscões intuitivos que se destinam a orientá-los para despertar.

E quando estiverem prontos, a Luz surgirá no alvorecer. Finalmente perceberão que a única razão significativa para viver a vida como um ser humano é encontrar o caminho de volta para a Realidade, seu eterno Lar espiritual, onde permanece para sempre juntos com a Fonte, a Suprema Sabedoria e Inteligência Infinita que, para muitos de vocês é mais felizmente expressada, em termos humanos, como Mãe/Pai/Deus.

Lembre-se, porém, de que as palavras são conceitos de comunicação tão limitantes e inadequados que podem e, frequentemente, causam divisões em campos opostos de facções guerreiras que lhe trazem apenas conflito, dor e sofrimento.

E, quando  conversarem com os  outros, precisam fazer uma parada para  ouvir o que eles dizem, em vez de saltarem para a conclusão de que  já sabem  o que eles estarão lhes dizendo. Muitas vezes, intensos mal-entendidos acontecem simplesmente porque as pessoas não ouvem o que está sendo dito, ou ouvem e falham completamente em entender o que o outro deseja comunicar com suas palavras.

Para cada um de vocês, as mesmas palavras podem e muitas vezes terem significados muito diferentes, em parte devido à multiplicidade de sentimentos que estão tentando expressar através de um vocabulário severamente limitado e, em parte devido às variadas formas de linguagem corporal que sempre acompanham suas palavras.

Ao conversar com alguém, escutem com seus corações e não com seus intelectos, porque o primeiro fornece um intenso campo de energia que está em completo alinhamento com o que a outra pessoa deseja expressar, enquanto o intelecto está sempre tentando decifrar ou traduzir as palavras ouvidas num conceito lógico e racional, porque ele nunca pode compreender plenamente ou entender o significado sincero do que estiver, realmente, sendo expresso.

E é claro que o que também estou dizendo é que, diariamente, precisam  ir para dentro e visitar a Luz que é o Amor de Deus que queima constantemente em seus sagrados altares, para que possam se lembrar de viver mantendo a intenção de seres amorosos em todas as interações com outro, não importa que forma a interação seja.

São todos UM com a Fonte, todos vocês e, consequentemente, na verdade, cada interação com outro é mais uma interação com um aspecto do outro eu. Assim, amando os outros, amem e honrem-se a si mesmos e amando-se, amam e honram os outros.

Quando caírem em erro ao julgar ou culpar o seu ou outro eu, então, assim que reconhecerem que isso aconteceu, imediatamente ofereçam o perdão, pois verdadeiramente  todos os erros são apenas um outro aspecto da ilusão, e que, portanto, são totalmente  irreais!

E o perdão é apenas uma libertação da culpa que a ilusão tenta impô-los, numa tentativa inválida de envergonhar e desonrá-los, para que se esqueçam ou permaneçam inconscientes de que são valorosos seres divinos de valor infinito.

Seu amoroso irmão,
Jesus.

 


Fonte: Jesus through John | And when you are ready the Light will dawn.
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge
Via: Sementes das Estrelas: JESUS – “E QUANDO ESTIVEREM PRONTOS, A LUZ SURGIRÁ NO ALVORECER” – 20.04.2017

ILUMINAÇÃO É O INFLUXO DE CONSCIÊNCIA DIVINA PARA A CONSCIÊNCIA HUMANA…

Cartas de Cristo

Cartas de Cristo – CONSCIÊNCIA UNIVERSAL

Deus o Criador

“Não existe tal coisa como o “castigo de Deus”, porque não existe um Deus individualizado pensando como um humano”.

.

Texto extraído do livro
“Cartas de Cristo”
Textos Complementares(1)

 

 

(Comentario: S. de Estr. Todos devem conhecer as Cartas de Cristo, os que buscam a iluminação e não as conhecem ainda, não perca tempo procure ler as Cartas, pois o tempo urge e Elas nos mostram o Caminho e a Vida. Todas estão publicadas neste blog desde que foram traduzidas para o português e publicadas pela Almenara Editorial assim como no site Cartas de Cristo. Posterior ao lançamento das Cartas foi ditado por Cristo através do canal, um complemento para um melhor entendimento e esclarecimento das Cartas e que agora transcrevo aqui o 1ª complemento de 17 complementos ditados).

FALHAS EM SEU PLANETA

Desta vez não vim para dizer belas palavras de encorajamento espiritual a fim de despertar os seus anseios espirituais.

Vim para alcançar sua vida cotidiana, com sua linguagem coloquial, para lançar Luz sobre aquilo que as pessoas estão diariamente fazendo para si mesmas, seus corpos, vidas, relações e para o planeta inteiro.

É com os seus pensamentos, que levam às palavras e às ações, que eu estou particularmente preocupado neste momento.

Povos de todas as raças e culturas – ouçam-me!

A maioria das pessoas que se põe a refletir compreende de que toda a tecnologia e extensa industrialização estão gradativamente matando o seu planeta.

Você reconhece isso.

Mas quando você acordará para a compreensão, irrefutável e de importância ainda mais vital, de que seus pensamentos, palavras e ações egoicas são igualmente destrutivos para o seu planeta?

Estas são formas de energia de consciência.

E formas de energia de consciência são precisamente aquilo do qual seu mundo é criado.

O seu mundo inteiro não é nada mais do que uma gigantesca forma de energia de consciência, composta de bilhões de formas de consciência individuais.

Estas provêm do – e apoiam-se no – vazio da Consciência universal, o qual você poderia chamar de “Deus”, que vem evoluindo desde o aparente nada até o seu estado atual, através do processo de seus próprios desejos e anseios.

Portanto, tente compreender que, diariamente, quando derrama a consciência de seu ego em seu mundo através de seus pensamentos, palavras e ações, você emite formas de consciência que são totalmente contrárias às Leis da CONSCIÊNCIA UNIVERSAL.

Você e bilhões de outras pessoas de pensamento semelhante estão criando uma força destrutiva em conflito direto com a sua FONTE de SER, a CONSCIÊNCIA UNIVERSAL, que sustenta e mantém toda a existência.

Inevitavelmente, ocorrem FALHAS NA ESTRUTURA DE SEU PLANETA e as pessoas experimentam tornados, terremotos, inundações e nevascas.

TODAS são manifestações físicas da violação da LEI UNIVERSAL, que é o AMOR UNIVERSAL que governa o mundo.

Isto indica que o amor de “Deus” se retirou do mundo?

Não!

Não existe tal coisa como o “castigo de Deus”, porque não existe um Deus individualizado “pensando como um humano”.

Isto é um mito que deve ser erradicado da mente das pessoas.

Porém, seu planeta e você mesmo foram individualizados desde a CONSCIÊNCIA UNIVERSAL, a qual é EM SI MESMA, uma Lei que eu repetia continuamente quando estava na Terra – a LEI da FÉ no bem e no mal.

A LEI da CONVICÇÃO.

Aquilo em que você verdadeiramente acredita, seja bom, ruim ou o indiferente, acabará por se manifestar em sua vida.

Portanto, esteja avisado e use este conhecimento para libertar-se da consciência mais destrutiva do mundo: a consciência egoica.

Ir a igreja não o ajudará.

O culto dominical não o libertará.

A sua única esperança de liberação do ego e da consciência destrutiva do mundo é seguir o CAMINHO de CRISTO.

Este é o CAMINHO que pessoalmente segui e vivi depois da total iluminação no deserto, iluminação esta que tornou-me capaz de voltar a Nazaré e empreender uma nova vida de cura, ensino e controle dos elementos.

Como os meus ensinamentos estavam em total oposição aos ensinamentos judaicos de punição e de um Jeová vingativo, fui crucificado.

Qualquer outra explicação para minha crucificação é falsa e totalmenteincorreta.

Antes de minhas seis semanas no deserto da Palestina, eu era um indivíduo ocioso que nada alcançava.

Depois de minha iluminação, fui o único guardião dos segredos da criação e da criatividade.

Minha iluminação está plenamente explicada na CARTA 1 e minha total percepção transcendente da verdade da existência em si, traçada no conjunto de minhas Cartas.

Estas são oferecidas livremente para todos os que tenham vontade e coragem de SEGUIR o meu CAMINHO CRÍSTICO, que conduzirá finalmente à iluminação, à liberação do ego e a entrada no Reino dos Céus.

A iluminação pode vir de várias maneiras.

Pode vir como uma experiência de um “clarão” na mente, que imediatamente transforma a percepção de sua FONTE de SER e a compreensão intelectual que você anteriormente tinha do mundo.

A verdadeira Iluminação é um influxo de Consciência Divina para a suaconsciência humana, o qual você nunca perderá e que transformará permanentemente as suas atitudes para com o Criador e sua vida em geral.

Ou então, através do estudo contínuo de minhas Cartas, breves momentos de extraordinária compreensão, breves momentos de lampejos de Luz entrarão em sua mente e mudarão sua visão interior, ou limparão as lentes através das quais você vê o mundo e julga a validade de suas opiniões e crenças.

Gradativamente, você se despojará das ilusões que antes o cegavam e perceberá que está alcançando domínio sobre sua mente e atos,adquirindo assim a integridade de cada aspecto de seu ser individual.

Seguir o CAMINHO de CRISTO, exposto em minhas Cartas, é um trabalho de tempo integral que conduz diretamente a liberação da ansiedade e do desejo.

Estude minhas Cartas e encontrará nelas minha Presença e o meu Amor.

 


 

Postagem e Formatação: Semeador de Estrelas

(1) N. E.: Todas as Cartas citadas nesta obra integram o livro “Cartas de Cristo a Consciência Crística manifestada”, publicado pela Almenara Editorial. O estudo das Cartas é fundamental para a plena compreensão dos textos deste livro).

Texto extraído do livro “Cartas de Cristo Textos ComplementaresPublicado pela Almenara Editorial – 2014.

* N. T.: Todas as Cartas e outros materiais recebidos de Cristo por este Canal foram, desde o princípio, postadas na internet, para facilitar a rápida difusão mundial da informação.

 


 

Via: SEMEADOR DE ESTRELAS: “Cartas de Cristo – CONSCIÊNCIA UNIVERSAL”

VOCÊS TODOS SÃO UM, E SE MUDAREM, MUDAM O MUNDO…

change

SÓ PODEM MUDAR A SI MESMOS, MAS QUANDO O FAZEM, O MUNDO INTEIRO MUDA!

 

Jesus

Jesus

 Mensagem canalizada por: John Smallman
em 27 de fevereiro de 2017

Na medida em que avançarem em 2017, as mudanças que estão acontecendo em todo o mundo, irão se intensificar e aumentar em quantidade, porque enormes alterações na forma de como os seres humanos interagem entre si, estão em andamento, enquanto se preparam para seus despertares.

Parte do processo, é o reconhecimento de que as maneiras pelas quais interagiam, deveriam mudar dramaticamente, se quisessem evitar a autodestruição numa escala maciça e planetária.

Mas a humanidade optou por despertar e, portanto, essa autodestruição em grande escala não mais acontecerá, por causa dessa escolha. No entanto, isso não significa que todos devem sentar, relaxar e assumir que tudo estará bem, que tudo estará divinamente cuidado. São vocês, a humanidade, que cuidará divinamente do mundo de questões importantes que devem ser resolvidas e tratadas, para que seus despertares possam continuar a progredir até o estágio em que ninguém seja deixado para trás, ignorado, julgado negativamente e depois abandonado.

Cada um de vocês – todos os seres humanos, independentemente de raça, religião, etnia, cultura, política, inteligência, saúde física ou psicológica, riqueza, competência no local de trabalho ou de fato quaisquer aspectos pessoais que possam ser usados para diferenciar qualquer um de vocês, são Filhos amados de Deus, criados perfeitos para desfrutarem da vida eterna em Unidade com o Criador.

O que Deus cria é eterno, perfeito e tem valor infinito. O que a humanidade fez, foi inventar o julgamento, numa tentativa insana de construir uma hierarquia de valores variáveis entre cada indivíduo, permitindo uma separação entre o bem e o mal ou do certo e errado e, então, tentar levantar alguns privilegiados ao nível de um deus – Um deus irreal que imaginou ter algo como uma forma humana superior a quem vocês pudessem aspirar a torná-lo – um juiz todo-poderoso e honrá-lo grandiosamente, enquanto descartando aqueles julgados de valor inferior ou inaceitáveis em qualquer escala de valor que escolheram para construir como um meio para fazerem essas avaliações.

Fizeram isso por infindáveis eras, desde que estabeleceram uma ordem social em suas sociedades tribais, sempre os levando à discordância, competição (como a história bíblica de Caim e Abel) e, em seguida, de violento conflito. Agora que vocês têm a habilidade técnica de tornarem seu belo planeta inabitável, devido ao despejo de toxinas em seus lagos, rios e oceanos, ou pelo uso destrutivo de explosivos nucleares na guerra global, é essencial que sejam tomadas medidas urgentes para assegurar que essas atividades insanas sejam levadas a um fim.

A grande maioria de vocês deseja viver em paz e cooperação, sem qualquer desejo de uma hierarquia de valores que os separe em grupos artificiais e díspares que competem entre si. No entanto, atualmente, devido à aceleração de seus processos de despertar, cada um de vocês tem enormes quantidades de “coisas” que surgem de uma só vez e que precisam ser reconhecidas pelo que são – antigas memórias de maus-tratos, amargura e ressentimentos que nunca lhes serviram, mas que têm insistido em levá-las consigo vida após vida e que parecem separá-los numa multidão de campos opostos.

Esse comportamento fez com que essas memórias ficassem profundamente enterradas dentro de vocês, muito abaixo do nível de suas consciências afloradas e, de lá surgem repentina e poderosamente, muitas vezes, fazendo com que reajam de forma impensada e talvez, também, violentamente em suas interações com os outros.

A maioria de vocês tem experimentado sentimentos poderosos e inesperados de intensa raiva, surgindo sem razão aparente e agido em conformidade no momento em que surgiram. Mais tarde, ao tomarem consciência de que eram inadequadas, foram envolvidos por um sentimento de culpa e, possivelmente, mais raiva do que aquela que sentiram então, novamente, serão descarregadas.

No entanto, agora, sabendo disso, quando essa raiva surgir dentro de vocês, apenas a reconheçam: “Estou sentindo (uma grande) ou (intensa)” raiva e deixem que ela flua através de vocês sem expressá-la. No início, isso pode ser muito difícil e, poderão se sentir incapazes de se conterem de expressá-la, todavia, na medida em que suas consciências crescem, verão que é apenas um sentimento ou uma emoção, verão que pode se tratar de nada externo, verdadeiramente, seja responsável por tais sentimentos e, então, poderão optar por apenas deixá-los ir porque não é de vocês, são apenas sentimentos que jamais e nunca puderam controlá-los.

Anteriormente, teriam rapidamente e seriamente procurado fora de si uma causa – o resultado da eleição, um projeto de lei inesperadamente grande, um comentário feito por alguém naquele momento ou anteriormente – e então justificado e culpado seus sentimentos sobre esse evento. E é claro que todos vocês tiveram a experiência de estarem zangados com algo que não afetou ninguém da mesma maneira, demonstrando claramente que toda a raiva é oriunda de suas próprias perturbações internas e, realmente, não tem nada a ver com eventos externos.

Quando surgir ira ou raiva, não procurem por uma causa, nem fora de si, nem de velhas lembranças – são apenas pensamentos em suas mentes – em vez disso simplesmente reconheçam-nos e observem como eles fluirão e se dissiparão. Todos vocês estão bem cientes de que a raiva não dura indefinidamente mas, também, estão conscientes de que podem prolongar esse sentimento de raiva, insistindo na sua causa aparente.

No entanto, a causa estará sempre dentro de vocês, surgindo como resultado de um autojulgamento negativo, doloroso e, possivelmente, completamente, inaceitável de um pensamento, palavra ou ação que, quase automaticamente projetaram para outra pessoa ou numa situação externa, a fim de escaparem dela.

A liberação de emoções ou sentimentos indesejáveis é conseguida reconhecendo-as: “Uau, isso é interessante… Intrigante… Perturbador… assustador… ” E descartá-los sem agir sobre eles ou julgá-los.

Como sabem, o Amor é completo em si mesmo e, não tem absolutamente nenhuma necessidade e não sustenta a raiva, a amargura, o ódio, ressentimento ou o desejo de restituição ou vingança. Na verdade, essas características extremamente divisórias do ambiente ilusório em que habitam fecham seus corações ao Amor. É por isso que é absolutamente essencial que, diariamente, vão para seus altares sagrados interiores, e abram seus corações para o Amor que lá reside a todo o momento e convidá-Lo a dissolver tudo aquilo a que estiverem apegados e que não esteja em perfeito alinhamento e harmonia com Ele.

Fazendo isso todos os dias com intenção e integridade, deixando ir todo julgamento e condicionalidade, trará grandes mudanças interiores a vocês. Ao fazerem isso, encontrarão a paz e contentamento na medida em que o Amor próprio e a auto aceitação crescem dentro de vocês. E, claro, porque todos são UM, ao se mudarem, mudam o mundo, que é o que tantos de vocês têm tentado fazer, exigindo ou forçando outros a mudarem.

Só podem mudar a si mesmos, mas quando fazem isso, o mundo inteiro muda!

Seu irmão amoroso,

Jesus.

 


Fonte: John Smallman | You can only change yourselves, but when you do the whole world changes!
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: JESUS – “SÓ PODEM MUDAR A SI MESMOS, MAS QUANDO O FAZEM, O MUNDO INTEIRO MUDA!” – 27.02.2017#more#more

O VERDADEIRO REINO DOS CÉUS NA TERRA…

jesus-en-la-sinagoga-14

As Cartas de Cristo

Por: Gilberto Antonelli
13 de outubro de 2014

 

Sempre fui fascinado por livrarias, bibliotecas, sebos e até banquinhas de livros usados e sempre com o mesmo objetivo: livros espíritas, metafísicos, de teosofia, antroposofia e orientais. Com o advento da internet passei a pesquisar blogs e vez ou outra me deparava com um material intitulado “As Cartas de Cristo: A Consciência Crística Manifestada”. Encontrei este material no blog “Somos todos Um” e como bom “caçador” ou “buscador” de mais conhecimentos fui lendo conforme o tempo me permitia.

Faz 2 anos que o livro foi lançado (a editora lançou em julho um outro livro chamado “Cartas de Jesus: Textos Complementares”) e permanecerá atual e fascinante conforme você for lendo ou relendo. Intuitivamente você vai recebendo as respostas. Às vezes elas chegam em formas fragmentadas e após algum tempo chegam o(s) complemento(s) para você montar seu quebra-cabeças.

A Almenara Editorial disponibilizou o livro completo para download no site que ela mantém denominado Cartas de Cristo e também vou disponibilizar mais alguns dados que não constam no site.

Jesus

Eis um pequeno conteúdo do site “Cartas de Cristo” sobre o livro:

“Quem Jesus realmente era e o que ele ensinava? Qual é a verdadeira natureza de Deus? Estas e outras fervorosas questões uma mulher inglesa certo dia se fazia, enquanto andava nas colinas de sua fazenda, implorando que o Universo lhe respondesse.

Pouco tempo depois vieram as respostas, de uma maneira completamente inesperada! Ao longo de 40 anos, Cristo diretamente purificou e desprogramou a mente dessa mulher, que havia sido educada em um convento católico. No ano 2000, com a idade de 80 anos, ela começou a transcrever, sob a direção de Cristo, os ensinamentos recebidos através dos anos de contato com Ele. Vieram à sua mente as nove Cartas.

Nas Cartas contidas neste livro, Cristo corrige as más interpretações de seus ensinamentos, explica as leis da existência, a origem do ego e revela os processos espirituais e científicos que governam a criação da matéria.

Cristo descreve a fonte de nosso ser e mostra como o espírito torna-se matéria.

Este é um incomparável tratado sobre a personalidade humana e suas possibilidades, para a compreensão de nosso mundo e de nossa função como seres humanos!”

Fonte: http://www.cartasdecristobrasil.com.br/cartas.php

Não deixe de ler e de acessar os sites. Agora vou postar uma entrevista traduzida com o canal que recebeu as instruções de Jesus e que não consta no site .

Entrevista com o “Canal” de “Cartas de Cristo” – A “Escriba” do Mestre do Amor

Saiba tudo sobre a vida da Senhora que mantém-se anônima e transcreve as Palavras dO Mestre do Amor!

Hoje compartilho com todos os queridos leitores de Amor e Paz, finalmente uma entrevista completa e por muitos tão esperada, com o “Canal” de as “Cartas de Cristo“, que consegui.

Isso mesmo: a senhora de 92 anos, que mantém-se anônima e reclusa, e que transcreveu os ensinamentos de Jesus nesta obra que já foi traduzida para 8 idiomas diferentes, e que vem sendo disponibilizada gratuitamente ao redor do mundo, para que cada vez mais e mais pessoas possam ter acesso a estas sagradas informações a respeito da “Consciência Crística” manifestada.

Com muita alegria consegui concluir este trabalho, cuja tradução me foi feita muito cuidadosa e carinhosamente por uma querida leitora, cujos créditos estão ao final desta entrevista, e aos quais já peço de antemão, que não sejam retirados, no caso de ser compartilhada.

Mas vamos lá então! O texto é longo, mas vale cada linha de leitura, para que possam conhecer mais a fundo, sobre a Vida desta senhora tão querida, a “Escriba” dO Mestre do Amor:

Nota: No texto original em inglês, o título da entrevista está como – Interview with the “Recorder” – no entanto como a tradução para “recorder” seria “gravador”, ao realizarmos a tradução para o português, o termo que melhor se encaixou e foi escolhido para substituir esta tradução foi “escriba“.

Entrevista com a “Escriba” – 29 de Maio, 2011

Na Edição 3 Volume 3 que contou com a seguinte resenha do livro: “Quando vi o título deste livro eu fiquei cético, mas quando eu li o livro, isto mudou.

Em 2000 uma mulher de 80 anos de idade, que tinha sido educada num convento católico restrito, recebeu palavras de Cristo. Ela foi dirigida a transcrever estas Cartas, compartilhá-las, e permanecer no anonimato.

Você poderia dizer que este livro corrige todas as interpretações realizadas a mais de 2000 anos. Esses ensinamentos são sobre como alcançar uma consciência mais elevada para permitir à “alma” ou “espírito”, substituir o ego.

As orientações apresentadas neste livro, se seguidos, criam um mundo maravilhoso. Eu recomendo a você lê-lo.”

Desde que caracteriza a resenha do livro, com a nossa curiosidade aguçada, decidimos fazer à “Escriba” algumas perguntas. Aqui estão suas respostas:

Pergunta: Poderia contar-nos sobre sua infância e juventude e como isto te conduziu ao encontro com Cristo?

Canal: Eu nasci na Inglaterra em 1919. Eu tenho agora 92. Meu pai era um advogado e prestou serviço diferenciado na Primeira Guerra Mundial, sendo premiado MC & Bar. Ele foi nomeado para o Serviço Colonial como um Juiz de Paz especial, mas morreu após três meses de serviço. Eu tinha dez meses de idade. Como resultado disso, minha mãe e eu vivíamos em situação precária, porque a sua pensão foi bastante reduzida, devido ao breve período de serviço de meu pai.

No entanto, quando eu tinha seis anos, minha mãe me mandou para um convento muito lindo em South Devon, e eu sempre acreditei que foi devido a muita oração por parte de minha mãe, que o Serviço Colonial concordou em nos ajudar, pagando minhas mensalidades escolares até eu completar o fim da minha escolaridade.

Eu tinha 20 anos quando a Segunda Guerra Mundial estourou e durante esse tempo eu fiz uma variedade de trabalhos, gerenciando NAAFI, trabalhando como secretária, líder do Clube da Juventude, e então, como professora qualificada de Fala & Arte. Parecia que eu era protegida de tomar parte ativa na guerra. No entanto, houve uma experiência que eu deveria relacionar em detalhes.

E assim aconteceu que, em 1940, após o terrível desastre de Dunquerque quando as forças francesas foram derrotadas e Hitler planejava invadir a Inglaterra, mas antes de tudo, ele decidiu enfraquecê-la destruindo as principais cidades e causando uma paralisia nacional.

Morávamos em uma pequena cidade, a cerca de 20 quilômetros de uma das cidades que levaria uma bateria de bombas, minas terrestres e bombas incendiárias. Nesta noite em particular, próximo das 21:00, o aviso de ataque aéreo soou e então minha mãe e eu puxamos um tapete debaixo de uma mesa de mogno pesado fazendo uma espécie de alcova. Nós achamos que isso daria um certo abrigo se a casa fosse atingida.

Nós já tínhamos experimentado ataques aéreos pequenos, em um dos quais os aviões alemães haviam circulado tão baixo sobre nossa casa no topo de uma colina, que a suástica era visível assim como o piloto. Houve muitas vítimas do bombardeio. Depois disso, eu descobri que eu não era heroína. Eu estava apavorada.

Nesta noite em especial, eu me sentei com a minha Bíblia nos joelhos, embora eu não pudesse lê-la, e eu tremia incontrolavelmente, rezando repetidamente: “Por favor Deus, não os deixe soltar suas bombas”. De repente, uma voz masculina profunda e amorosa penetrou minha mente dizendo: “Sua oração é muito tola. Os ‘meninos’ acima de você, que vieram da Alemanha, prometeram deixar cair suas bombas em seu país. Então eles vão soltá-las, assim como seus ‘meninos’ prometeram deixar cair suas bombas sobre a Alemanha. Ore, sim , mas para que quando eles lançarem suas bombas, eles o façam em locais ermos onde elas não vão fazer nenhum mal.

Imediatamente, toda a agitação parou, e eu comecei a orar como eu tinha sido dirigida. Nenhuma bomba foi lançada nas redondezas naquela noite, mas nos próximos 15 meses, houve três ataques menores, provavelmente por jovens que acharam seus alvos oficiais muito perigosos e por isso eles lançaram as bombas na Grã-Bretanha em nossa pequena cidade.

Este é o milagre. O primeiro ataque levava uma carga de bombas incendiárias, que caiu em uma pista de corrida pequena nos arredores da cidade. O segundo ataque nos trouxe uma carga de bombas que deveriam atingir um conjunto habitacional, mas errou o alvo inteiramente. A mina dirigida a uma estrada principal caiu em um pântano profundo. Um terceiro ataque nos trouxe duas bombas de grande porte que caíram em um campo agrícola no limite da cidade.

Algum tempo depois, descobri que o termo comum aplicado aos jovens da Batalha da Grã-Bretanha era “menino” porque muitos das tripulações tinham acabado de sair da escola e tinham vários deveres a bordo dos bombardeiros.

Esta foi uma experiência inesquecível, ainda está viva em minhas lembranças. Conforme fui crescendo e comecei a entender os ensinamentos de Jesus sob a orientação de Cristo, cheguei a ver que esta mensagem era profundamente significativa.

De modo algum quis imputar qualquer culpa ao “menino” alemão ou “menino” Inglês. Eles foram referidos em igualdade de condições, a mensagem especificamente me mostrou que haviam “meninos” que estavam simplesmente realizando um trabalho que tinham prometido a fim de servir o seu país. Eu tive a impressão de que a culpa não estava sendo imputada ao que eles estavam fazendo. E, claro, não havia um indício de qualquer sentimento humano, tais como ressentimento ou raiva. A única mensagem transmitida era de encorajamento para aceitar o que tinha que ser e para descansar com a certeza de que, se eu orasse por uma solução para o problema que não causasse mal a ninguém – a minha oração seria respondida. E assim foi.

Minha mãe ficou profundamente impressionada!

Minha mãe estava gravemente afetada com artrite, e quando a guerra acabou, o seu médico que estava prestes a imigrar para a África do Sul, sugeriu que ela deveria ir também. Eu a acompanhei.

Eu me apaixonei pela África do Sul, pelo país e o seu povo. Eu estabeleci-me no Cabo em um centro de escolas de inglês de padrão muito elevado, e ensinei Fala e Arte. Eu também me apaixonei profundamente e me casei com Aubrey, um ano depois de chegar à África do Sul. Tivemos três filhos e, em seguida, Aubrey ficou doente com úlceras. Foi decidido que ele deveria se aposentar antecipadamente com uma pensão minúscula e compramos uma fazenda.

Dentro de seis meses estávamos em sérias dificuldades financeiras. Tudo o que poderia dar errado em uma fazenda – deu errado.

Agora meu pobre marido não só tinha úlceras, mas também sofreu um colapso nervoso e recebeu tratamento de choque. Eventualmente, depois de três anos na fazenda, ele sentiu que não podia mais suportar a tensão da preocupação financeira e decidiu arrumar um emprego na Rodésia. Eu fui deixada para administrar a fazenda, embora eu não tivesse qualquer experiência. Quando Aubrey partiu, meus três filhos pequenos, todos menores de 6 anos, estavam doentes com sarampo. Nossa fazenda ficou isolada sem vizinhos, quando o rio vazou em enxurrada depois de uma tempestade.

Eu tenho que relacionar esses assuntos, porque foi realmente o fato de que eu tinha que administrar a fazenda, em circunstâncias muito difíceis, que levou diretamente para o meu contato com Cristo.

Assim que voltei para a fazenda depois de dar adeus ao meu marido no trem para a Rodésia, liguei para o veterinário e lhe pedi para investigar por que havia tão pouco leite das nossas 65 vacas.

Ele ficou chocado quando ele examinou o rebanho. Apenas uma vaca estava para ter novilho e provavelmente pulou a cerca para encontrar um touro. Dr. Evans disse que o nosso touro tinha a pele irregular e uma doença terrível, junto com o resto do rebanho e tornou-se infértil. Havia alguma dúvida se as vacas poderiam engravidar após a doença. Com a bondosa ajuda do meu vizinho também fazendeiro, eu encontrei rapidamente um touro Jersey excelente.

Eu estava sozinha na fazenda há dez meses e estava determinada a cultivar corretamente e novamente meu vizinho fazendeiro, que era bem sucedido, me guiou. Eu também tive a sorte de encontrar um homem que me contou o benefício que havia recebido ao estudar um pequeno livro Rosacruz, “Conscientemente Criando Circunstâncias”, que me ensinou que o “pensamento era uma poderosa força criativa”, e eu comecei a vigiar os meus pensamentos, mas, sobretudo, eu rezava diariamente para ajudar a lidar com 14 trabalhadores africanos, a plantação de tomates, abóboras e o cuidado com as vacas. Foi um ano muito feliz de realização notável, mas ele arruinou nosso casamento.

Era inevitável que, embora eu ainda amasse muito o meu marido, eu perdi o respeito por sua capacidade de administrar a fazenda corretamente. Ele retornou no final do ano e assumiu uma posição na cidade, e esperava retomar o controle da fazenda, mas eu disse que era melhor eu continuar já que eu havia aprendido tanto. Meu marido, naturalmente, se ressentiu extremamente. Consequentemente, havia uma atmosfera muito ruim de ressentimento em casa. Além disso, meu marido tinha se tornado muito negativo em pensamento e eu havia me tornado temperamental quando falava com ele. Como resultado direto, mais uma vez sofremos reveses, como várias chuvas de granizo que nos levaram mais fundo em dívida.

Chegou o dia quando eu bati no fundo do poço em desespero! Uma novilha New Jersey foi encontrada gravemente mutilada para fornecer carne para os trabalhadores, o rendimento de um dia de leite azedou no seu caminho para a fábrica e o meu lucro no mercado para 100 caixas de tomates perfeitos e sem mácula, mostrou que havia um excesso de oferta no mercado. O preço em que foram vendidos, só cobria o custo das caixas nas quais foram embalados, eu chorava desesperada e pedi a Jesus para me dar conforto a partir do Novo Testamento.

Abri a Bíblia e uma frase parecia estar escrita em negrito e atingiu em cheio. Não me lembro os detalhes do texto, mas com efeito dizia: “Você vai ser chamado para dar conta de toda palavra ociosa que você proferir”. Eu tinha esquecido completamente o ensino no livro Rosacruz que os nossos pensamentos e palavras criam nossas experiências.

Não, eu imediatamente interpretei o texto de acordo com o ensinamento da Igreja de punição e fiquei furiosa. Eu sou muito consciente das minhas limitações e sabia que eu tinha pensado e dito algumas coisas muito desagradáveis para o meu marido durante as nossas desavenças. Eu imediatamente senti que estava sendo julgado por minha raiva, quando eu estava no meu ponto mais vulnerável.

Eu joguei para o lado minha Bíblia, eu não podia acreditar que um Deus amoroso poderia entregar tal pronunciamento a uma mulher que estava lutando no dia a dia para salvar a fazenda para o seu marido e filhos. Eu descartei Jesus em meu pensamento e também a minha religião. Tornei-me um agnóstica.

No entanto, não foi fácil ter que fazer isso, porque eu estava tão ciente do maravilhoso trabalho da Inteligência Maior que permutava plantas, gado e a vida humana. Eu não poderia deixar escapar o pensamento de que deveria haver uma Causa Primeira – mas o que era a sua natureza?

Consequentemente, eu andava pelas colinas da fazenda, olhando para o céu, implorando por respostas:

– “Se há uma Causa Primeira, por favor, me revele a sua verdadeira natureza”.

Durante um ano, não houve resposta até que um ministro luterano alemão e sua esposa, Carl e Úrsula, veio me ver para me contar sobre Rearmamento Moral. Eu sabia do trabalho maravilhoso que este grupo tinha feito na Europa e por isso eu os ouvia.

Ensinaram-me a meditar e depender de Deus para todas as minhas necessidades e orientação especializada. Eu fiz a meditação, mas permaneci em silêncio em relação a minha não-crença em seu Deus. Muitos eventos estranhos ocorreram que me fez sentir que eu estava fazendo a coisa certa meditando. Comecei a fazer o meu melhor para perdoar o meu marido e recuperar o amor que nutria por ele anteriormente.

Chegou uma manhã, quando de repente eu estava desesperada para saber a verdadeira natureza da Causa Primeira. Chorei entrecortada e orei para me ser dita a verdade.

“Devo voltar para a Bíblia?”, eu perguntei. Uma voz respondeu, e disse-me para sentar no jardim em silêncio sozinha – e eu teria a resposta.

Eu fiz isso, levando caneta e livro comigo, e logo que me sentei a instrução começou.

Primeiro de tudo, foi-me dito que as nossas palavras são formas de energia, “palavras”, que estão conosco em nossas vidas. Em segundo lugar, que todo o amor dos pais que vimos na natureza e nos seres humanos, era a manifestação direta do Amor de Deus entre nós. Em terceiro lugar, que Deus não era um indivíduo, mas foi um imenso poder universal e eternamente presente nas galáxias de estrelas e na criação. Meu marido me viu logo após este esclarecimento e disse que podia ver a luz dentro de mim.

Três meses após, a iluminação novamente tocou-me, e com uma exclamação de surpresa, percebi completamente e totalmente, que a Causa Primeira, o Poder Divino por trás da Criação, estava definitivamente dentro de mim e dentro de todas as coisas. Esta realização total e absoluta deu-me uma perspectiva inteiramente nova sobre a vida. Se Deus, Inteligência Infinita / Amor estava dentro de mim, então eu poderia fazer qualquer coisa que eu quisesse fazer com a ajuda do Divino. Eu já não me via como uma vítima, mas como cocriadora com Deus.

Quando uma pessoa é totalmente iluminada, ela não busca mais conhecimento, porque ela está absolutamente certa que a ela foi mostrada a verdade. Tal pessoa se desloca de um ponto de vista de fé para aquele de convicção e de total confiança. Ela “sabe”.

Após esta experiência, minha vida mudou radicalmente. Fui levada para uma cidade a cerca de 70 milhas de distância e a começar um negócio. Meu marido teve que me permitir fazer isso porque ele tinha ido para a Rodésia para tentar encontrar uma nova vida para nós, e não tinha conseguido. Agora era a minha vez.

Isso foi em 1961, me foi dado £144 (libras) para iniciar um negócio de Consultoria Pessoal, que eu tinha sido claramente orientada para fundar, eu tinha que pagar as despesas de hotel, escritórios, móveis em HP, telefone, publicidade, etc… etc.

Por cinco anos, eu vivi uma vida emocionante preenchida com os milagres mais incríveis – ou sincronicidades, se você preferir, que estão agora a ser contadas em um livro intitulado “Minha Jornada Espiritual”.

Todo esse tempo, eu tinha andado com “Deus”, a Inteligência Infinita, e confiei Nele completamente para orientação e para a solução de todo e qualquer problema.

Eu trouxe meus três filhos para o meu apartamento-escritório e os enviei para colégios internos e a capacidade de pagar por estes, e suas roupas e tudo o mais, veio devidamente depois de seguir uma orientação clara.

Meu marido disse que não poderia oferecer nada para a manutenção das crianças. O caminho foi aberto para que eu pudesse assumir esta responsabilidade enorme quando me ofereceram um trabalho num grande Estúdio para Fala & Arte que eu assumi na parte da tarde.

Então, eu me deparei com um grande problema. Não há necessidade de entrar em detalhes, levaria muito tempo. Mas eu também tinha feito algum trabalho no Departamento de Crédito que eu não havia gostado. Então, como sempre, pedi orientação e três vezes ao acordar pela manhã eu senti que estava sendo dito a mim para desistir disto. No entanto, estava contribuindo enormemente ao meu orçamento e me era necessário. Finalmente, a chamada para desistir daquela posição foi tão forte, e eu tive que fazê-lo.

Eu tinha uma forte sensação de que eu deveria estar fazendo algum tipo de trabalho espiritual no meu tempo livre. Mas nada veio a mente, apesar de repetidos pedidos de orientação. Pela a primeira vez, senti que eu estava inteiramente por conta própria.

Uma noite, eu estava particularmente deprimida e desesperada. Rompi em lágrimas. Soluçando, de repente eu senti que devia chamar por Jesus para me ajudar, algo que eu não tinha feito desde o episódio na fazenda que me levou a tornar-me agnóstica. Mas agora, mais uma vez, eu estava desesperada, eu daria uma nova “chance” a Jesus! Eu gritei:

“Jesus, por favor, mostre o poder de Sua palavra às minhas orações. Que eu saiba, o que eu deveria estar fazendo!”

E imediatamente, senti Sua presença.

Pergunta: Como você sabia que era Cristo falando com você?

Canal: Fiquei muito emocionada e, em seguida, com medo. Será que eu estava delirando?

Jesus me deu um texto para que eu procurasse como uma confirmação de que ele estava realmente comigo: João. Cap.16. v20

Meu estado de espírito estava agora ainda mais perturbado. O que eu iria encontrar? Se o texto não tivesse absolutamente nenhuma influência sobre o que estava acontecendo neste momento, então eu saberia que eu não era nada, mas uma mulher fantasiosa dado a devaneios.

Os últimos cinco anos deixariam de carregar o forte cunho de verdade, como haviam feito em minha mente. Eu tinha acreditado nas bênçãos de Deus e na Sua assistência implicitamente. O que, eu me perguntava, era real e o que era ilusório?

Eu ainda tinha minha Bíblia, intocada, em minhas estantes e eu a peguei e procurei o texto com o coração batendo forte.

Encontrei João, então cap.16 e li o versículo 20:

“Em verdade, em verdade, você vai chorar e lamentar, mas o mundo se alegrará, você vai ficar triste, mas a vossa tristeza se transformará em alegria.”  (- Sim, eu pensei, era verdade, eu certamente vinha chorando e lamentando que eu não estava recebendo nenhuma orientação que eu vinha recebendo, mas agora minha tristeza seria transformada em alegria, se ficasse provado que verdadeiramente Jesus estava comigo).

21. “Quando uma mulher está em trabalho de parto, ela tem tristeza, porque a sua hora chegou, mas quando a criança nasce, ela não se lembra mais da aflição, pelo prazer de haver trazido uma criança ao mundo”.

22. “Então você tem tristeza agora, mas eu vos tornarei a ver e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria”. (- Sim, eu estava triste agora, mas se era verdade que Jesus estava comigo aqui nesta sala, certamente, ninguém iria tirar esta alegria de mim!).

23. “Naquele dia, você não vai pedir nada de mim, mas em verdade, se você perguntar qualquer coisa ao Pai, Ele dará a você em meu nome”. (- Como é verdade! Naquela época, quando eu estava separada de Jesus, eu não havia pedido nada a Ele desde o evento em 1959, mas eu ainda pedi ao Pai (Primeira Causa) e meu pedido foi certamente atendido – me foi dada a iluminação em 1961).

24. “Até agora, nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa”. (- E agora aqui estava Jesus, sentado na sala comigo e me dizendo que se eu pedisse, eu receberia para que a minha alegria fosse completa!).

25. “Eu falei disso a você em figuras (metáforas): a hora vem, quando eu já não falarei em metáforas, mas lhe direi claramente do Pai”. (- E aqui era uma promessa maravilhosa. Jesus me diria claramente sobre o Pai! Bem, desde 1959-1961, eu vinha implorando e rezando para que me fosse revelada a Verdadeira Natureza da “Causa Primeira”! Agora aqui estava Jesus dizendo que ele iria me dizer claramente sobre o Pai – o que para mim significava que Ele iria me dizer a verdade sobre a verdadeira natureza da Causa Primeira! Primeiro eu tinha recebido iluminação e sabia do fundo da minha alma que o Pai era Amor / Inteligência Universal, agora eu acreditava que me seriam dados os detalhes. Qualquer um que tenha lido “Cartas de Cristo” no livro “Cristo Retorna, Revela Surpreendente Verdade” vai concordar que isso é exatamente o que Cristo fez).

26. “Naquele dia, pedireis em meu nome, e eu não digo que eu rogarei por vós ao Pai, porque o próprio Pai vos ama”  …(-  Isso, obviamente, significava que eu iria entender a verdade sobre o Pai e que eu teria absoluta confiança em pedir qualquer coisa!).

Como poderia eu “não acreditar, que Jesus estava naquele quarto comigo?!”

E, naquele momento, eu não sabia que dentro de duas semanas eu estaria grávida de uma criança, metaforicamente falando, inspirada pelo próprio Jesus! Trazê-la para a realidade me deixou extremamente feliz e realizada.

“Estes seis versículos eram absolutamente precisos em todos os sentidos! Eu nunca tive mais motivos para duvidar da realidade da presença de Cristo e de Sua fala telepática para mim no futuro.”

Quando terminei de ler, eu deixei-me cair de joelhos em reverência, mas eu me senti como que sendo levantada para sentar e pedi a Jesus que tipo de trabalho eu poderia fazer para ajudar as pessoas a compreenderem que o dogma das Igrejas estava absolutamente errado. Ele disse que não iria me dizer à noite, porque Ele queria me reservar um fim de semana exclusivamente para a meditação, dez dias, portanto. Foi-me dito para retirar a o telefone do gancho e pedir aos meus filhos que não viessem da escola para me visitar.

Perguntei sobre a Fraternidade Branca e Jesus confirmou a sua existência. Pedi mensagens para quatro pessoas importantes para mim e como as respostas foram dadas, senti fortes rajadas de amor atravessando o meu ser. Esta foi a prova final daquela noite, de que Jesus estava comigo. Todas as mensagens provaram ser absolutamente precisas.

Quando o fim de semana especial chegou, eu fiz como me tinha sido ordenado e comecei a meditar na manhã de sábado e continuei durante todo o dia até 22:00.

Eventualmente, eu sentia minha cabeça como se tivesse sido bloqueada, como que por algodão. Percebo agora que a minha mente estava tão cheia de pensamentos elevados que o nível normal mundano da minha consciência havia sido bloqueado.

Não só isso, quando eu meditava, eu entrei em um profundo silêncio, toda a atividade mental acalmou, e assim minha consciência estava sendo levada para níveis espirituais mais elevados. Na época, no entanto, eu não tinha conhecimento do que estava acontecendo.

Na manhã seguinte, acordei cedo e fiz café, que eu coloquei na minha mesa de cabeceira, e depois recostei-me sobre os travesseiros, e imediatamente me senti como se minha mente, minha consciência, estivesse em um elevador, subindo muito rapidamente, até que, ao fechar os olhos, parecia que eu estava em um belo mundo de um azul muito, muito pálido e me senti em êxtase!

A alegria que Jesus tinha me prometido – era minha!

Fiquei nessa condição maravilhosa, até 10 horas, quando os meus filhos vieram bater à minha porta e eu tive que deixá-los entrar. No entanto, eles ouviram e se aquietaram distraindo-se entre eles mesmos, e eu me retirei para o meu pequeno quarto para continuar meditando.

Senti o contato com Jesus e perguntei que tipo de trabalho espiritual que eu deveria fazer. Me foi dito para iniciar um curso por correspondência e anunciá-lo gratuitamente, no Sunday Times. Isto era agora 1966 e o jornal tinha uma excelente coluna pessoal.

Perguntei sobre o que eu deveria escrever, Jesus respondeu prontamente, dando-me um texto: “O reino dos céus está próximo”.

Isso foi em 1966 – e agora em 2011, basicamente a mensagem de Cristo permaneceu a mesma.

Em suas cartas, Ele nos diz exatamente como superar os nossos egos, a fim de nos tornarmos os seres amorosos, atenciosos que precisamos ser, para sermos capazes de viver confortavelmente e com alegria na alta, pura, e amável Consciência Espiritual do Reino dos Céus.

Pergunta: Como você foi escolhida para se tornar a “escriba”?

Canal: Houve certas circunstâncias na minha vida, como o meu mapa astral, que me fez pensar se eu nasci para realizar esta tarefa, e também fui preparada pelas estranhas condições da minha educação e crescimento. Eu vivi uma vida completamente livre de quaisquer companhia ou parentes do sexo masculino até que eu completasse 22 anos.

Pergunta: Como você tomou nota do que estava sendo tido a você?

Canal: Quando cheguei à idade de cerca de 77 anos, senti uma tremenda necessidade de ter um computador e aprender a usá-lo. Sem mais nem menos, meu filho ofereceu-me seu velho computador e uma mulher anunciou aulas de Word Perfect.

Quando chegou a hora para eu digitar as palavras e pensamentos sendo ditadas para mim por Cristo, eu era capaz de usar o meu computador com competência. Quando as cartas foram concluídas em 2001, fui procurada por três mulheres amáveis que me convenceram e ajudaram a criar um website.

Esta foi a forma mais acertada, já que o Cristo tinha claramente me dito para dar suas “Cartas” ao público gratuitamente.

Eles apareceram em forma de livro cerca de cinco anos mais tarde, como resultado de petições por leitores para proteger os direitos autorais das “Cartas”.

Eu coloquei uma página no meu website (www.christsway.co.za) solicitando doações para imprimir e publicar as “Cartas” e dentro de três semanas tinha dinheiro suficiente para imprimir o livro em Inglês e Espanhol.

Dois anos atrás, fui abordada pelo editor das Edições Interkeltia, pedindo permissão para traduzir o livro para o francês e publicá-lo. Eu dei-lhe permissão e fiquei tão satisfeita com seu trabalho que lhe pedi para realizar a tradução, impressão e publicação do livro em tantas línguas quanto possível.

Neste curto período de tempo, ele completou traduções e assistiu tradutores para publicar suas próprias obras. Há quatro línguas em formato impresso e três traduções prontas para publicação.

Pergunta: Por que você se mantém anônima?

Canal: Foi-me dito por Cristo para permanecer anônima, porque livros foram escritos por pessoas que oferecem conhecimento espiritual elevado transmitido por Jesus, mas a mídia criou tanta publicidade para o autor, que o trabalho em si torna-se secundário para o escritor.

Cristo queria que suas “Cartas” fossem do conhecimento geral e o próprio Cristo considerado como o “seu” autor.

E é assim que o livro foi apresentado, recebido e reconhecido pelo público. A tradução francesa está em sua terceira edição em dois anos.

Acabo de receber esta mensagem de um dos meus correspondentes. Era para me lembrar das palavras de Cristo para me encorajar, no momento que dou esta entrevista. Gostaria de compartilhar com meus leitores:

– Com todo meu amor eu envio-lhe esta pequena passagem da Carta 6, na página 275: Este é o Cristo falando aos leitores em potencial de Sua Carta 6:

“Eu quero que você saiba que quando você embarcar nesta viagem com sinceridade verdadeira, eu estarei ao seu lado em qualquer eventualidade. É o meu maior desejo que você saiba que Eu estou com vocês e que estou enviando-lhe apoio e força em sua busca para se tornarem unificados com a sua Realidade Divina”.

Eu tenho recebido tantas mensagens confirmando que a presença de Cristo é sentida quando as pessoas meditam ou quando têm um problema que precisam resolver. Esta promessa é verdadeira.

Para finalizar, gostaria de acrescentar que eu e meu marido nos divorciamos, e depois ele retirou-se para um lugar tranquilo e estudou os ensinamentos de Jesus.

Ele foi maravilhosamente transformado num homem adorável, amoroso e atencioso e nós estávamos sincera e profundamente reunidos em mente e em coração antes dele morrer, três anos depois.

Quando Jesus esteve comigo pela primeira vez, pedi mensagens sobre quatro pessoas. Aubrey era uma delas e Jesus respondeu: “Não se preocupe com ele. Estou cuidando dele”.

E ele foi cuidado das formas mais surpreendentes.

“O Canal (A Escriba)”

Traduzido por Raquel Oliveira – The Salt Of The Earth 

para o Blog Amor e Paz Sem Fronteiras

Fontes: Christ Letters.com e True Blue Spirit Magazine

Espero que esteja gostando. Vou colocar a sequência ideal para melhor compreensão do livro e você pode optar por baixar diretamente no site “Cartas de Cristo” ou então ler, baixar ou imprimir nestes outros links:

Como Meditar

Oração para Meditação

Prefácio

Introdução

Sumário das Cartas

1ª Carta

2ª Carta

3ª Carta

4ª Carta

5ª Carta

6ª Carta

7ª Carta

8ª Carta

9ª Carta

Mensagem (áudio) do Canal e nossa relação com os ”veículos” da Consciência Divina

O livro foi traduzido para 10 idiomas, mas só localizei em 6 idiomas e estão disponíveis nestes links:

Inglês: http://www.christsway.co.za/dletters.php

Espanhol: http://www.caminodecristo.com/dletters.php

Francês: http://www.voiechristique.co.za/dletters.php

Italiano: http://www.viadicristo.co.za/dletters.php – Áudio: http://www.ufologia.biz/LdC/LdC.htm

Holandês: http://www.christuswijs.nl/dletters.php

Basco: http://www.caminodecristo.com/letterseusk.html

 

Meu muito obrigado!

Namastê!

Gilberto


Via: As Cartas de Cristo | Senhora de Sírius

PERCEBENDO A VIDA ATRAVÉS DE UMA VISÃO SUPERIOR…

uzenet

A elevação das experiências

 

Mestre Jesus

Canalizado por: Thiago Strapasson

 

Saudações minhas crianças,

Consideramos-vos os guardiões do novo tempo e da nova era, do amor de Deus a irradiar pelo planeta. Pois vocês foram aqueles que vieram para lembrar a todos desse sentimento e, assim, levantar a bandeira da humildade e da caridade aqueles corações que se fecharam aos meandros da matéria.

Mas hoje gostaria de lhes falar sobre uma experiência transcendental, que é a irradiação de sua cura a partir de si mesmo, para que possam se curar e a todos aqueles que se encontram ao seu redor. A partir desse contato interior profundo vocês irradiam a paz, a cura e o amor a todos os corações desejosos do acalentar maternal.

Eu sei que muitos de vocês simplesmente se questionam sobre os motivos de tantos percalços na vida, de tantas aventuras e desafios que se apresentam. Vocês olham ao lado e se perguntam onde se encontra esse amor que alguns vieram a falar? E eu vos digo que esse amor não se encontra nesse mundo, mas em seu coração. Embora repetitiva essa expressão vamos tentar compreendê-la.

Todo o amor parte de seu interior, por isso vocês não o veem externamente. É a partir de uma visão compassiva e superior que esse amor irradia ao mundo e transforma sua visão. Mas quando vocês imergem nesse mundo material, caindo nos vícios da matéria esse amor simplesmente se esvaia. Pois do mundo material não se vê uma visão amorosa da própria experiência. É um mundo limitado, circunscrito por aspectos que vocês não se identificam, não se encaixam.

Esse mundo de tantas restrições é o que possuem do solo, da imersão da consciência na matéria. Um mundo menor, onde o amor se reduz. Mas quando vocês elevam as mesmas experiências que os restringem, são as mesmas e elas não mudaram, mas sim a visão, o ponto do observador se altera. Vocês se elevam com a visão superior e então começam a ter vislumbres de quão bela é a vida na matéria, quão rica.

Nesse ponto vocês param e começam a observar a partir de um silêncio interior os conflitos existentes, o caos, as disputas e entendem o quão pequeno é esse mundo. Mas ao compreenderem isso vocês se elevam. É como se houvesse uma forte névoa no mundo que os bloqueia a visão e você imergem os olhos sobre essa cerração. Nesse momento são capazes de ter um vislumbre do atordoamento que grande parte das almas que vivem na terra se encontram. Elas estão atordoadas com a ilusão da vida, esqueceram-se de sua natureza divina. A névoa encobre seus olhares e então elas começam a se trombarem umas com as outras, a se empurrarem nesse jogo da ilusão.

Mas ao levantarem todas essas experiências por uma ótica mais elevada, vocês simplesmente não trombam mais porque estão acima dessa névoa. E acima dela você poderá observar quanto amor existe em meio dela. Pois quando olham ao meio desse nevoeiro a visão é curta, mas acima dele ela se estende e se amplifica, cresce, e o mundo fica mais belo. Pois meus amados há muito amor, há muito aprendizado, há purificação, há crescimento, há um entendimento superior que plaina a partir desse ponto mais elevado da vida.

Então vocês elevam essas experiências para acima de seu chakra coronário, elas são entregues ao seu eu superior e mais acima ele os apresenta uma visão superior da vida que se converterá na cura de suas experiências. E vocês descobrem algo mágico, que são a cura de sua própria vida. Vocês não precisam orar a Deus, aos santos, vocês são o próprio Deus, os santos dos milagres, aqueles que mudam a perspectiva da vida e então ela simplesmente se altera e resplandece na cura.

Vamos tentar os apresentar isso: quando entram nesse jogo da ilusão, imergem nessa névoa, a visão é curta e vocês só conseguem ver o caos e toda a dificuldade que aparece logo ali na sua frente. Mas quando elevam essas experiências ao seu corpo de luz ele os mostra a névoa e vocês passam a compreender porque tantos choques, tantos empurrões nessa vida. E eu os garanto que a vida se torna até um pouco engraçada, vocês têm aquele relâmpago mental de: como não vi isso antes?

Por qual motivo estamos trazendo tantos exercícios para que aprendam a elevar suas próprias experiências? Para receberem a visão superior da vida. E nesse ângulo ela se torna amorosa, compassiva de amor. Essa é a visão que traz a elevação das experiências ao seu nono chakra, após a aglutinação no oitavo.

Nós já lhes explicamos o significado da aglutinação, mas na projeção todas as suas experiências são vistas com alegria, aceitação e gratidão. Vocês elevam as experiências ao Ser de Luz e elas já não se apresentam sob a mesma ótica anterior. Já aglutinaram todos os comportamentos e experiências que já fazem parte da sua evolução e da sua história ascensional. Projetam, dessa forma, todas essas experiências para o seu corpo de luz divino que os mostrará de uma forma amorosa e compassiva a riqueza da experiência da vida.

É uma visão mágica da vida. E a partir dessa breve explicação vocês compreendem porque algumas pessoas são capazes de reconhecer a beleza da vida, enquanto outras se trombam em meio ao caos. Alguns privilegiados já se elevaram, já reconhecem esse amor a partir de seu corpo divino. E a vida se torna bela, amorosa, mas não porque ela se modificou, mas sim porque o olhar traz aceitação, compassividade, fluxo, confiança e fé em seu próprio Deus interior. Outras estão ali se trombando em meio a névoa, mas esses que elevam sua visão compreendem do que falamos nesse agora, da elevação das experiências em projeção ao corpo de luz.

E nesse aspecto cada restrição, cada aspecto da sua vida recebe esse processo de elevação individualmente e, assim, vocês o abrem à cura da vida. A cura da vida não está em nenhum tratamento, mas na abertura ao entendimento maior, à expansão, é que a vida se irradia de beleza e então tudo aquilo se cura, pois se modifica. Ela ainda está lá, da mesma forma, mas o fluxo, a permissão começa a os conduzir para algo mais suave simplesmente porque saíram da névoa e deixaram de resistir.

Em cada aspecto da sua vida já curado, já aglutinado e projetado em seu corpo de luz, vocês se tornam mais amorosos e compassivos e então o mundo ao seu redor também é visto assim porque seu foco se modifica. Quanto amor, quanta caridade, quanta ajuda existem em seu mundo. Mas o que vocês observam é o caos. Se discordarem peça uma simples informação a um desconhecido e veja como ele para a te ajudar. Chame um amigo a ir conhecer uma casa de caridade e veja a reação dele naquele local. Vocês percebem que é a visão que muda a vida?

Por isso meus filhos, a caridade é tão importante na vida, pois ela os conduz a essa visão para acima da névoa, onde passam a olhar o amor que existe. Mas não porque o mundo se tornou amoroso, mas sim porque descobriram o amor que guardam em seus corações.

Estejam em paz meus amados irmão, na paz profunda da elevação.

Sou seu irmão amoroso

Jesus

Canal: Thiago Strapasson – 07/01/2017
Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/
Colaboração: Ilza Barreto


Via: A elevação das experiências – Mestre Jesus » CORAÇÃO AVATAR

SE PERMITIREM O AMOR EM SUAS MUDANÇAS DE VIDA, A ALEGRIA IRÁ PREENCHÊ-LOS…

mudar_sempre

Deus, A Criação, Fonte, O Universo, sempre está ao seu lado.

Jesus face

Jesus

Canalizado por: John Smallman

Na medida em que vocês, maravilhosos Portadores e Trabalhadores da Luz estão se tornando cada vez mais conscientes, a humanidade está despertando! Não existe nenhuma possibilidade de este processo divino retroceder ou estagnar, pois estão despertando, justamente porque coletivamente escolheram fazê-lo.

O que puseram em movimento, com o enorme apoio daqueles nos reinos espirituais, não pode ser parado. Então regozijem-se, sabendo que todas as suas dúvidas e ansiedades são totalmente infundadas e continuem a reafirmar suas intenções de serem absolutamente amorosos a todo o momento, independentemente das situações ou interações em que estiverem envolvidos. O Amor muda tudo, portanto, sejam amorosos e observem com admiração o que acontecerá.

Praticamente, não existe ninguém na Terra que não esteja sentindo e experimentando os poderosos fluxos da energia divina que, agora, estão diariamente se intensificando. No entanto, muitos, têm a sensação de que não existe ninguém com quem possam falar sobre isso, mantendo silêncio, porque se sentem confusos e senão um pouco ansiosos, para que outros sugiram de que estejam equivocados ou mesmo beirando a insanidade.

Portanto, aqueles que estiverem lendo isso e a variada infinidade de outras edificantes e inspiradoras mensagens canalizadas que fluem para serem compartilhadas, contem por estarem conscientes e abertos para que os outros se sintam seguros em suas presenças, seguros o suficiente para começarem a compartilhar suas experiências inesperadas e profundamente comoventes. Experiências que, desesperadamente, desejam compartilhar e que irá, naturalmente, inspirá-los.

São todos UM, de modo que a partilha é um aspecto de suas verdadeiras naturezas, um aspecto já em curso e em constante fluxo. Abertos a isso, permitam-se sentir a alegria, a felicidade que a partilha libera em suas consciências.

A vontade de Deus para com toda a criação é a  infinita e eterna alegria! No entanto, como bem sabem, possuem o livre arbítrio. O livre arbítrio é a liberdade entre escolher em abrir o coração para permitir o Amor entrar ou se atrasar em abrirem seus corações, lutando, assim, contra sua entrada, basicamente, porque estão temerosos de que sejam inúteis ou inaceitáveis. Este é, precisamente, o significado da escolha entre estar aberto ou fechado, nada mais.

Se permitirem o Amor em suas mudanças de vida a alegria irá preenchê-los, independentemente, da situação pela qual estejam passando. Sim, o Amor pode trazer a paz e a uma intensa alegria, mesmo quando estão numa situação dolorosa, de medo, sofrimento e em estados em que lhes transmite a força e a coragem para seguirem em frente e, temporariamente, através destes estados de angustia. Profundamente, dentro de cada um, todos sabem que o Amor é tudo que é Real. Sabem que, tudo é ilusório e temporário, mas que, por causa de suas experiências de dor e sofrimento, como seres humanos, aprenderam a fechar ou bloquear seus corações, temendo mais experiências dolorosas. A condição humana se faz presente a todos vocês com situações muito dolorosas. Então, tentem se lembrar do que fizeram por suas livres vontades, optando por experimentar a vida como seres humanos e todas suas implicações, onde a lembrança é a saída, o caminho para a alegria e paz, na medida em que fazem a escolha de confiar e serem amorosos.

Surpreendentemente, entre vocês, existem muitos que têm lembrado e optado por serem confiantes e se envolverem apenas com Amor e muito poucos entre vocês que, pessoalmente, não tenha conhecido alguém que tenha feito isso e que, quase constantemente demonstra o Amor em ação. Em vez de olharem para eles e pensarem: “Uau, eu não poderia fazer isso”, saibam que, definitivamente, PODEM!  Apenas têm de optar e pretender fazê-lo. É fácil. A dificuldade está em suas percepções de que seja difícil. Essa percepção é dirigida pelo medo e é irreal!

Tudo que precisam fazer é: À noite, antes de dormir e, novamente, ao acordarem, terem a intenção de manter a reafirmarem suas intenções, em silêncio, a noite e pela manhã e sempre que ocorrer a vocês, durante o dia, até que, naturalmente, de repente, perceberem que suas experiências de vida inteira estão mudando para melhor. Suas experiências de vida irão melhorar, o humor, a alimentação e uma melhoria no relacionamento íntimo, porque o seus parceiros mudaram, ou mesmo o tempo!

Todas essas alterações, são devidas às suas intenções e decisões de seguirem com elas. Lembre-se que a intenção exige ação.  Ação que pode ser física ou na forma de como se relacionam com pessoas e situações, todavia, sempre como resultado da intenção daquilo que se esperava. Quando fazem uma intenção, todos nos reinos espirituais apoiam e incentivam vocês, uma vez que nunca estão sozinhos, por mais que, como seres humanos, pareça que estão. Estamos sempre com vocês e iremos ajudá-los, se e somente se, nos convidarem à fazê-lo.

Isso significa que precisam se descartar das expectativas de como isso irá acontecer. Como seres humanos, estão muito acostumados a fazerem as coisas em seu próprio país, seguindo um plano que a lógica e a razão sugere qual o caminho a ser seguido. Todavia, ao olharem para trás, sobre suas vidas, verão muitos casos em que as coisas não saíram conforme o planejado e como esperadas.

Isto, geralmente, é devido aos impulsos ou emoções, que os encorajaram a fazer algo inadequado, talvez, manipulação, não totalmente honesto ou terrivelmente egoísta, levando-os ao fracasso e decepção. Em vez disso, definindo a intenção para um resultado e, em seguida, entregar-se amorosamente a ela. Somente se envolvendo amorosamente é que irão experimentar a paz, o contentamento, mesmo que o resultado de suas intenções seja muito diferente daquela que escolheram imaginar que seria.

Existe somente O Agora! Então, aquilo que planejam, bem que pode não caber nesse espaço de tempo divino. Todavia, se permitirem, O Universo, A Fonte, Deus, sempre tem uma maneira de entender, perfeitamente, quais seus desejos e concretizá-los em suas vidas. E, muitas vezes, o caminho para esse resultado pode ser muito diferente daquele esperado.

Então, quando optarem por um resultado que gostaria de ver realizado, enquanto vivem normalmente suas vidas humanas, permitam que ocorrências ou situações inesperadas surjam e, em vez de julgá-las como etapas perdidas ou falhas, tratem-nas com Amor, como oportunidades divinas que foram cuidadosamente apresentadas a vocês, para ajudá-los a atingir seus objetivos de forma suave e muito mais facilmente do que tinham imaginado ser remotamente possível.

Deus, A Criação, A Fonte, O Universo, sempre está aos seus lados. Confiem, permitam e experimentem a verdade do que isso significa.

Seu amoroso irmão,

Jesus.

 


 

 

Fonte: Jesus through John | God, Creation, Source, the Universe, is always on your side
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: Jesus – “Deus, A Criação, Fonte, O Universo, sempre está ao seu lado” – 22.11.2016

GRANDES MUDANÇAS ESTÃO OCORRENDO E MOSTRARÃO QUE A VERDADEIRA NATUREZA HUMANA É O AMOR…

de008d442ec434637309cbee1c1fb6e3

A humanidade está pronta para a mudança

Jesus face
Jesus

Canalizado por: John Smallman

O processo de despertar da humanidade está se intensificando ainda mais, como, muito bem, podem ter notado. A necessidade de despertar está emergindo na consciência coletiva humana, na medida em que a dor e o sofrimento da ilusão, o sonho ou pesadelo no qual parece que, atualmente, têm suas existências, se tornam cada vez mais inaceitáveis.

Violentos e frequentes conflitos e desentendimentos em todos os níveis de sociedades de cada nação e cultura estão levando-as à exaustão e um desejo profundamente arraigado de paz. Aqueles que estiveram no controle por tanto tempo estão em desordem, na medida em que o poder que pensavam que tinham e eram proprietários se dissolve, deixando-os confusos e aterrorizados.

O pesadelo que muitos estiveram experimentando está chegando ao fim, enquanto uma era de paz, harmonia e cooperação criativa flui para substituí-lo. Será uma nova e suave era, muito diferente daquela para o qual, por muito tempo foram acostumados, na medida em que as pessoas se reúnem para  se juntarem no Amor e mudam completamente a forma de como a sociedade tem interagido por eras.

Habitação para os desabrigados e alimentação os famintos é a primeira prioridade para, então, em todo o planeta, ser iniciado o trabalho para reparar os danos que as grandes corporações internacionais têm causado com a mineração, perfuração, extração de madeira, despejo de resíduos tóxicos e pela agricultura em escala industrial e utilização de pesticidas e fertilizantes completamente inadequados.

A humanidade está pronta para a mudança! Grandes mudanças estão ocorrendo que irão alterar completamente a forma de como as pessoas interagem umas com as outras e com o planeta, o seu lar terreno. A verdadeira natureza de cada um é o Amor, sabem disso, todavia, coletivamente escolheram ocultar suas verdadeiras naturezas de si mesmos, a fim de jogarem o jogo da separação na ilusão, embora, os muitos jogos que puderam escolher, apenas fossem possíveis se, ativamente e de forma muito eficaz se esquecessem de quem eram. Fizeram essa escolha e, em seguida a renovaram, toda vez que optaram por encarnar como um humano neste belo planeta.

Tendo se esquecido de quem eram, ficaram alarmados – muitos de vocês hoje têm problemas de memória e, como seres humanos acham isso, no mínimo, inquietante e, às vezes, até mesmo aterrador – e temerosos por suas próprias sobrevivências. Desenvolveram um ego para aconselhar e protegê-los dos perigos que imaginaram-se rodeados você e programados para serem temerosos e desconfiados dos outros e do mundo em geral.

E esta falta geral de confiança os levou ao sigilo, traição e conflito, condições que são, agora, endêmicas em todo o coletivo humano e na maioria dos estados que surgiram como resultado direto do constante cuidado, que  parece ser sábio e sensato, enquanto vivem num ambiente aparentemente tão perigoso.

No entanto, os perigos de seu ambiente, não passam de cenários que inventaram para fazerem seus jogos interessantes e que podem removê-los a qualquer momento que optarem por fazê-lo. São todos seres de enormes poderes, de fato, nos termos de seu ambiente humano limitado. Seus poderes, quando cientes deles, são infinitos. Podem alterar o ambiente em que experimentam a vida e alterarem as experiências que lhes são apresentadas, conforme suas intenções.

Suas intenções são aquilo que, geralmente, pensam ou vivem, mas que, frequentemente, estão em níveis abaixo de suas consciências humanas conscientes. Por serem muito constantes e imutáveis são, principalmente, pautadas por um sentido subjacente de temor. Algo como a eletricidade que flui em suas casas e alimenta os aparelhos, e que vocês geralmente não sabem como é – embora estejam a usá-la quase constantemente – até ela falhar.

Esqueceram-se como são poderosos! A amnésia é um aspecto da ilusão, essencial às suas realidades aparentes. Se lembrassem de como são poderosos, a ilusão iria se dissolver no nada de onde a imaginaram existir. O processo de despertar da humanidade é um processo de se lembrarem quem são e os sinais do despertar estão a cercá-los, embora muitos ainda tenham optado por não vê-los.

A ilusão se tornou muito familiar e parece ser o lar natural de cada um de vocês. O ar que respiram, a água que bebem, o alimento que ingerem, são todos aspectos essenciais disso, que lhes permitem viver incorporados como formas contidas nela como seres humanos. Todavia, são muito mais do que suas formas humanas com as quais, temporariamente, estão identificados. Em termos humanos, inimaginavelmente muito mais!

Tornaram-se muito acostumados a pequenez. Veem-se como praticamente insignificantes no esquema maior das coisas, isto é, em relação ao Universo em que, atualmente, estão vivendo a vida  e que, também, faz com que fiquem com medo. Todavia, esse é um ambiente irreal que escolheram  construir e habitar!

Encontrando-se tão pequenos e limitados, imaginaram um ego, também, com uma inteligência muito limitada, como protetor competente, dando-lhe poderes pensando que, assim, pudessem responder instantaneamente às ameaças e perigos e mantê-los seguros. Por terem suas habilidades extremamente limitadas, frequentemente refugiam-se no medo para, em seguida, reagirem de forma inadequada ao que, verdadeiramente, são ameaças bastante irreais, resultando em conflitos.

Não são seus egos! Seus egos são como um sistema de orientação automático, que os mantém na direção para que sigam seus caminhos de vida humana e impeçam de colidirem com objetos, assim, libertando-os para pensamentos criativos e permitir que abram seus corações e se envolverem no campo do Amor, no qual têm suas existências eternas. No entanto, o ego continua a distraí-los em sua paz interior, chamando a atenção para algo que irá perturbar esta sensação de paz.

Quando estão em paz o ego se sente abandonado e fará, absolutamente, de tudo para chamar suas atenções. Sempre que sentirem medo, raiva, julgamento ou a ansiedade, é o ego que está controlando suas mentes e exigindo suas atenções.

Sempre que se tornarem cientes disso, respirem profundamente, lembrando-se que são filhos amados de Deus, eternamente seguros em seu divino abraço e tenham a intenção de abrirem seus corações e convidem o Amor de Deus para preenchê-lo. Fazer isso, apenas permite que a abundância do Amor divino verta em seus corações e lhes traga a paz.

Até que esse procedimento se torne automático, terão que refazer essa intenção em todos os momentos de tensão, quando o ego irá tentar mantê-los no temor, chamando-o para fora da paz que sempre mora dentro de cada um de vocês. E quando refizerem essa intenção, lembrem-se de que são seres divinos de enorme poder que não precisam temer nada!

Seu irmão amoroso,

Jesus.


Fonte: Jesus through John | Humanity is ready for change!
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: Jesus – “A humanidade está pronta para a mudança” – 30.10.2016

SEU CORPO TEM A CAPACIDADE DE SE EQUILIBRAR E CURAR A SI MESMO…

autocura

INCORPORAÇÃO

Jesus-face_thumb.jpg

Mensagem de Jeshua
canalizada por Pamela Kribbe,
setembro de 2016

Querido amigo, estou muito feliz de estar com você e poder juntar minha energia à sua.
Você é um ser radiante de luz e não tem ideia da força e beleza que demonstra diariamente em sua vida. Mesmo que, às vezes, o panorama seja sombrio e você se sinta exausto por tentar progredir na vida, você é sempre corajoso.

Você precisa estar consciente da incrível coragem e poder que demonstra dia após dia e saber que está constantemente trazendo mais e mais luz para a Terra, pelo simples fato de estar aqui. Ao se ancorar em seu corpo, você espalha sua luz pela Terra. Você é a Luz vivendo na Terra e seu corpo faz parte dessa incorporação.

Você encarnou aqui com um propósito, com uma intenção profunda. Está aqui com um propósito pessoal, para desabrochar internamente, para experimentar e conhecer profundamente cada parte do seu ser.

Mas também está aqui na Terra por este planeta, para inspirá-lo e nutri-lo com sua luz angelical. Seu corpo é composto dos mesmos elementos que compõem a Terra e os reinos vegetal e animal. Isto é o que você compartilha com eles; você não está separado da vida à sua volta.

O corpo é uma maravilha em si mesmo. Pense em todas aquelas células minúsculas que o compõem e em como elas conhecem suas funções distintas e, ao mesmo tempo, sabem como trabalhar em conjunto, como um todo unificado. Elas expressam um poder superior, e esse poder superior é você, a alma que vive em seu corpo.

Sua alma é a inspiradora e doadora da sua vida. Graças à escolha da sua alma, o corpo que ela escolheu para esta vida tomou forma, a forma deste corpo em particular, com tudo que lhe dá prazer e tudo que lhe é doloroso e penoso.

Observemos, então, este corpo e perceber a maravilha de estar encarnado, embora vivenciar essa incorporação nem sempre seja fácil para você. Um dos motivos da dificuldade de vivenciar a maravilha e a beleza do corpo é que a sua cultura é o resultado de uma tradição que se tornou alienada do corpo.

Na sua cultura, não é comum ver o corpo como uma inteligência viva, como um campo de consciência com o qual a alma individual está intimamente conectada. Há várias razões para este modo de enxergar o corpo não lhe ter sido ensinado e uma delas remonta a uma época anterior a Cristo.

Começou no tempo dos gregos, quando surgiu um tipo de pensamento que hoje chamaríamos de pensamento racional – uma forma de ver o mundo na qual o ego tornou-se central… o ego que vê a si mesmo como algo diferente do que ele percebe.

A natureza – e com ela o corpo – aos poucos foi sendo coisificada, isto é, começou a ser vista e tratada como algo puramente material e independente de você. Sendo externa a você pode, então, tornar-se objeto de estudo, e isto foi o início do desenvolvimento da ciência.

Mais tarde, na tradição ocidental do século XVII, surgiu a ciência moderna, aumentando ainda mais o dualismo entre a consciência do ego e o mundo do corpo e da natureza. Surgiu um dualismo no qual a matéria foi sendo cada vez mais vista como algo sem vida e o corpo como um pedaço de argila, por assim dizer, algo que não possui uma consciência viva.

O aparecimento da medicina só foi possível através do estudo objetivo. A alma, ou individualidade da pessoa, era considerada irrelevante. Pensava-se que ela não era importante, porque o corpo era visto como uma entidade material que era igual em todas as pessoas.

Esta visão objetiva da vida possibilitou a classificação de tipos de doenças e a invenção de remédios. Uma ciência completa pode se desenvolver com base em tal visão dualista do mundo. Não estou dizendo que este ponto de vista seja errado, mas que se tornou uma tradição em sua cultura, e ainda existe.

Nos tempos modernos, também podemos encontrar essa tradição, de uma forma bem diferente, na indústria de cosméticos. Veja como a beleza é vivenciada em sua cultura; ela tornou-se uma coisa objetiva.

Existe uma certa imagem de beleza que pode ser medida; tais e tais dimensões são ideais para um corpo feminino ou para um corpo masculino. A aparência e textura da pele, as características faciais, mesmo que mudem com o tempo, estão sempre sujeitas a uma avaliação objetiva, algo externo a você, do qual você depende para ser avaliado.

Doença e saúde também são julgadas nesses termos. Se um corpo está doente, é porque deve haver algo de errado com ele e, portanto, deve-se fazer com que volte a ficar bem. O corpo, visto desta forma, é como uma argila morta, ou algum tipo de mecanismo.

Assim, você está vivendo numa tradição dualista e aquilo que está mais próximo a você – o seu corpo, no qual você reside dia após dia – deixou de ser algo com o qual você está natural e intimamente conectado. Você se alienou dele.

Houve um tempo, muito anterior a este, em que o modo de enxergar as coisas na Terra era bem diferente. Sob o ponto de vista moderno, diríamos que as pessoas viviam numa espécie de era mítica, na qual acreditavam que tudo era conectado a tudo.

Podia-se conversar com as árvores, os animais, as plantas e todas essas criaturas não-humanas eram portadoras de alguma coisa significativa. A própria natureza era cheia de significado. Havia um fluxo de vida que percorria os animais, as árvores e as plantas e todos eles eram interligados.

Entretanto, havia também desvantagens nessa visão naturalista, porque as pessoas que acreditavam nela podiam vir a tornar-se vítimas daquilo que hoje chamamos de superstição e do medo; medo das forças da natureza e dos deuses que estavam escondidos por trás e dentro dela.

Esta foi uma tradição antiga. A ciência e o pensamento racional, na qual ela se baseia, puseram um fim a essa tradição. Infelizmente, a visão objetiva, científica levou a uma cisão esquizofrênica e nada natural na sua cultura e percepção de si mesmo.

Pense em como é diferente a visão na qual você é capaz de vivenciar continuamente o seu corpo a partir de dentro. Como ele está por dentro? Está com fome ou sede? Está se sentindo bem ou está tenso? Está sentindo prazer ou dor? Há uma sensação constante de como o corpo está se sentindo.

Do ponto de vista oposto, você olha para seu corpo e julga-o a partir de fora, do que ele deveria ser de acordo com uma imagem de corpo percebida externamente. O que o corpo deveria ser capaz de realizar? Em que ponto do seu desenvolvimento ele deveria estar? Qual deveria ser sua aparência? Ele satisfaz todos esses padrões externos que lhe são impostos?

Normalmente, quando está com alguma doença ou indisposição, você vai a um médico, que representa a tradição científica, objetiva do dualismo.

Um médico pode lhe dizer o que há de errado em você, que remédios estão disponíveis para isso, e qual é o prognóstico, baseado no tipo de queixas que você apresenta. No entanto, tudo isto é feito sem que você tenha se conectado, de alguma forma, com o campo de energia que é o seu corpo.

O médico também não presta atenção a esse campo energético e nem se conecta com ele. Simplesmente vê os sintomas, diagnostica-os, classifica-os e então determina onde eles se encaixam no quadro geral dos conhecimentos que ele adquiriu, de modo a poder tomar as medidas necessárias, baseadas nesse conhecimento.

Ao mesmo tempo, seu corpo oferece sinais constantes, que são exclusivamente para você e que nem sempre se enquadram nas regras e ideias gerais que você recebe de fora, como de um médico, por exemplo.

É extremamente importante que você desperte novamente para a percepção do seu corpo a partir de dentro e permita que ele seja o parâmetro para as medidas que você tome em relação a ele.

Quando estiver doente, ou indisposto, você precisa voltar-se para o seu interior e, a partir daí, encontrar as bases de como lidar com essa indisposição e sintomas. Só depois disso é que deve olhar para o mundo exterior, em busca de algo que lhe possa ser útil, como um médico, uma opinião ou algum artigo que você leia.

Entretanto, essas contribuições só vêm em segundo lugar. O que vem inicialmente é a conexão interna com seu corpo e, para isto, você primeiro precisa acreditar diferentemente daquilo que sua cultura lhe diz.

Precisa abandonar toda ideia de que o corpo é como um mecanismo, como matéria inconsciente. Precisa chegar a acreditar realmente que seu corpo pode ser seu guia; que ele pode lhe dar respostas; que ele possui uma inteligência natural e quer ser útil a você; que ele é divinamente inspirado.

Neste momento, quero lhe pedir que dedique uns instantes para se conectar intimamente com seu corpo.

Você pode fazer isto prestando atenção à sua respiração, sentindo como ela flui através do seu peito e abdome e, em seguida, dirigindo sua atenção aos seus pés. Leve sua consciência para as solas dos seus pés e sinta como eles tocam o solo.

Sinta, não apenas os ossos e pele dos seus pés, mas também o campo energético ao redor deles. Este campo não é perceptível imediatamente, mas logo poderá senti-lo. Talvez perceba um pequeno formigamento, ou alguma outra sensação. Mas seja o que for que consiga sentir, será útil.

Em seguida, observe suas mãos com a mesma atenção. Imagine que suas mãos estão cheias de consciência, que se torna perceptível graças à sua atenção.

Deixe sua percepção se estender para as pontas dos seus dedos, e sinta que há algo mais em suas mãos, além da simples forma material. Sinta uma presença vital, energética dentro e ao redor de suas mãos e poderá inclusive ver ou sentir um leve brilho.

Agora, peço-lhe que deixe sua atenção e consciência se estenderem por todo o seu corpo. Mas não transforme isto em um grande esforço – isto não é um exercício mental; é apenas o direcionamento da sua atenção para algo que já está aí.

Um corpo vivo não é uma coisa que você tenha que adquirir, nem é algo que tenha que merecer. Simplesmente sinta, da cabeça ao dedão do pé, o campo vivo que já o envolve. Tente perceber e sentir a totalidade do seu campo energético e corpo como uma entidade viva.

Imagine que esse fluxo silencioso de energia, que está sempre percorrendo todo o seu corpo, quer lhe dizer alguma coisa. A primeira coisa que seu corpo quer lhe contar é que ele é consciência, a luz vivente que deseja servir você.

Seu corpo está à sua disposição. Ele lhe dá a capacidade de se expressar e gostaria de estar a seu serviço. E, caso você esteja sofrendo de dor ou doença, vamos ver como isto surgiu.

O próprio corpo está sempre se esforçando para manter o equilíbrio. Todas as células do seu corpo são orientadas para esta finalidade; elas trabalham e constroem visando o equilíbrio. Mesmo quando você fica mais velho e seu corpo perde a vitalidade, todas as células continuam concentradas em criar equilíbrio.

É possível envelhecer de uma forma muito agradável, sem dor e esforço. Isto é possível graças ao próprio corpo, mesmo quando ele é geneticamente sobrecarregado. Existe uma energia vital tão incrivelmente poderosa em seu corpo, que lhe permite curar-se e voltar ao equilíbrio, mesmo que o desequilíbrio tenha sido extremo.

Tenha fé na capacidade que seu corpo tem de se equilibrar e curar a si mesmo; as forças da natureza são muito fortes! Basta olhar para o mar e o sol. Saiba que seu corpo é feito da mesma matéria viva e da mesma consciência que compõem esses elementos naturais.

Pense no oceano, sinta o eterno rolar das ondas e a renovação inesgotável em cada movimento – o poder de autolimpeza. Ou pense em um grande e velho carvalho que já aguentou de tudo: vento, chuva, sol… Seu corpo também é muito forte, pois é feito dos mesmos elementos.

No entanto, é verdade que o ser humano é um ser muito complicado.

Você, como alma, tem uma vasta experiência na realidade terrena, algumas das quais resultam em emoções negativas… ansiedade, tristeza, dor, raiva… assim você as chama. Estas emoções podem agir no corpo e, com o tempo, o corpo se desequilibra.

Emoções também são forças muito poderosas. A energia delas é muito forte e pode agir sobre o corpo, criando bloqueios em um nível energético. Entretanto, a consciência do seu corpo, que mencionei anteriormente, é útil para você nesse caso, porque ela vê a alma como seu mestre.

Quando a alma está vivenciando raiva constante, ou algum tipo de emoção depressiva, o corpo acaba absorvendo-a em sua consciência e rendendo-se a ela, por assim dizer. As emoções podem, então, apoderar-se do corpo e tomar a forma de indisposições ou doenças.

O corpo continua fazendo o máximo para restaurar o estado natural de equilíbrio, mas se as emoções forem muito penetrantes e a pessoa não tiver capacidade de senti-las completamente e transformá-las, então o resultado poderá ser uma doença.

É importante notar que a origem de uma doença é quase sempre emocional. O que cria o maior estrago no corpo são as emoções que você experimenta na vida, a dor espiritual que você acumula. E há razões para isto.

Não que haja algum julgamento externo sobre a emoção e sua reação a ela, mas é importante que você conheça suas emoções a partir do seu interior, para que seu corpo possa ajudá-lo a lidar com elas. Ao se conectar novamente com a consciência natural do seu corpo, que está sempre buscando o equilíbrio, você detecta quais as emoções que o estão deprimindo ou bloqueando.

Quero lhe pedir para fazer exatamente isto agora. Primeiro nós nos conectamos com o campo energético vivo do próprio corpo – a força subjacente que está sempre presente – e com a inteligência natural do corpo.

E agora, imagine que você tem também um corpo emocional. Na tradição esotérica, a consciência corporal tem sido chamada de corpo etérico, enquanto o corpo emocional tem sido chamado de aura, ou corpo astral, e é algo que se estende para além do corpo físico.

Imaginemos agora, por um instante, que existe um campo de energia ao seu redor, e que ele é composto das energias do seu humor e emoções, que estão sempre mudando. Imagine que esse campo energético se estende uns 3 pés [90 cm] para fora do seu corpo.

Vou lhe fazer algumas perguntas sobre esse campo e lhe peço que se atenha à primeira impressão que lhe vier à mente sem pensar a respeito dela.

Você está no meio desse campo de energia. Ele é pacífico ou há tensão dentro dele? Caso haja tensão, onde você sente que ela se localiza no seu campo de energia? À sua frente ou atrás?

Permita que sua atenção se dirija a esse ponto do seu corpo emocional, onde você sente tensão devido às pressões dos eventos externos da sua vida, e simplesmente deixe-a ser o que é. Não precisa tentar corrigi-la, simplesmente saiba que ela está aí.

Vá, então, para um lugar no seu corpo onde haja quietude e calma. Encontre esse lugar no seu campo de energia, onde você está em paz. Talvez algumas lembranças felizes surjam espontaneamente, de um momento em que você se sentia relaxado, ou de uma situação em que se sentiu feliz. Sinta essa energia por uns instantes.

Finalmente, imagine que você é um anjo magnífico. Esse anjo que você é está atrás de você e, com sua luz e suas asas, envolve a sua aura, seu corpo emocional, seu corpo físico e o campo etérico que ele contém.

Com respeito amoroso, você-anjo abraça o seu ser inteiro. E como este anjo magnífico que você é está cheio de sabedoria, compaixão e força, você se sente compreendido, amado e sustentado.

A personificação da sua alma – o seu corpo – quer que as coisas estejam bem com você.
Ele se esforça para manter o equilíbrio e harmonia e, em certo sentido, o orienta também.

E, do outro lado, há você-anjo, que cuida de você e que está incondicionalmente disponível para você sempre. Este ser angélico é o seu Eu Superior – este é você. E, no meio dos dois, está seu corpo astral, no qual as emoções podem ficar presas ou bloqueadas.

Tente aceitar este momento como ele é; simplesmente permita que seja como é. E tenha respeito por quem você é, porque você é o corajoso dentre os anjos, pois empreendeu esta jornada por si mesmo, embora não apenas para si mesmo.

Você veio aqui e desceu à mais profunda escuridão, tão convencido estava da luz que sustenta tudo no Cosmos; da luz que tudo permeia. O menor ramo e folha de uma árvore, o menor besouro e folha de grama, estão todos imbuídos da luz viva.

Sinta que tanto as forças da natureza quanto os poderes espirituais do céu estão com você para apoiá-lo nesta jornada, no caminho da transformação dos estados emocionais pesados em luz, conhecimento e entendimento. Você não está sozinho; estamos bem aqui ao seu lado.

E lembre-se que seu corpo é seu amigo, seu aliado e, junto com o você-anjo, deseja ajudá-lo a desabrochar. Aceite a verdade… que você é corajoso, que você é maturo, que você é um ser belo.

Acredite na sua própria riqueza e os tesouros disponíveis para você, e vivenciará mais descontração e relaxamento em seu corpo. Há cura para você, acredite nisto!

Jeshua

Pamela Kribbe
www.jeshua.net


Fonte: Jeshua.net | Embodiment
Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com 

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br  /  DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com

Via: ♥ De Coração a Coração ♥: JESHUA – INCORPORAÇÃO

OS ERROS TAMBÉM FAZEM PARTE DA APRENDIZAGEM QUE LEVA À SABEDORIA…

reflexoes-ao-espelho

A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar

Jesus face

Jesus

Canaliado por: John Smallman

O retorno da Humanidade à plena consciência, o despertar da ilusão, está prosseguindo em ritmo acelerado. Uma enorme e crescente conscientização de que a vida na Terra seguida de morte não é o destino final e que, na verdade o que está acontecendo na Terra é apenas um momento de passagem, de aprendizado da lição de que o Amor é tudo o que existe e que suas formas físicas são puramente veículos temporários ou residências que ocupam enquanto fazem isso.

Formas que são ideais para esta finalidade. Todavia, quando tiverem concluídos suas “pós-graduações”, como todos irão, não terão mais necessidade delas, porque é o estado natural de cada um de vocês, infinitamente ilimitado e preenchido de potencialidades além de seus sonhos. A alegria que irão experimentar na Realidade, em casa, na presença de Deus, é algo além que suas capacidades como seres humanos possam sequer conceber e é para isso que irão despertar.

Na Terra, como humanos, suas tarefas é simplesmente liberar qualquer coisa a que estejam se apegando e que não esteja em alinhamento com o Amor. E quando fizerem isso, mesmo que por um momento, sentirão uma enorme mudança em suas energias, um alívio dos encargos que parecem estar carregando.

Em algum momento, a maioria de vocês foi perdoada por algo que fez ou disse com a intenção de machucar o outro, e que mais tarde se arrependeu. E quando foi perdoado, foi como se um enorme peso tivesse sido tirado de seus ombros. Da mesma forma, quando liberarem qualquer ressentimento, amargura, raiva e ódio que tenha sido “curado”, se sentirão mais leves e alegria fluirá para substituir aqueles aspectos de desamor que descartaram.

Todo sofrimento e infelicidade flui de atitudes de julgamento que guardam e sentem necessidade de impor a outros, para faze-los pagar pelas dores que acreditam que tenham lhes causado. Mas a dor, o sofrimento, realmente são causados por suas crenças na percepção dos maus tratos causados por outros, mesmo muito tempo depois deles terem acontecidos.

Efetivamente continuam a se punirem por reterem em suas memórias coisas desagradáveis do passado, ou imaginando novos dissabores no futuro. Mas só existe o Agora! Então, vivam no Agora e vivem em paz, seus estados naturais.

Perdoar a si mesmo é essencial. Quase todo mundo tem sido inculcado com uma forte sensação de que seja suficientemente bom e que por isso deve constantemente se esforçar para melhorar a si mesmo. Imerso na ilusão, faz sentido para se tornar educado e aprender as regras sociais básicas que permitem interações agradáveis com os outros.

No entanto, na infância, muitos são desencorajados de fazer o que agrada a eles, de fazer aquilo que estão intuitivamente ou instintivamente atraídos e, em vez disso, são induzidos a estudar e aprender o que os seus “mais velhos e melhores” decidem ser apropriado para eles. Isto os leva a desconfiar de suas próprias orientações interiores e, consequentemente um conflito interno surge que, muitas vezes, leva tanto ao tédio ou depressão, ou para uma poderosa rebelião.

Agora, como adultos, precisam descartar esses deveres impostos e mostos, todos julgamentos negativos e culpas a que os levaram. São todos seres espirituais, com inúmeros amigos e mentores nos reinos espirituais aos quais podem chamar para a assistência e que, entusiasticamente esperam por essa chamada. Vão para dentro quando buscarem orientação. Lá irão encontrar recursos incríveis para ajudá-los a liberar tudo aquilo que não lhes serve mais.

Discutir as opções e possibilidades com amigos humanos pode ser muito útil, todavia, no final precisa tomar decisões com base em suas próprias intuições e orientações oferecidas por aqueles a quem chamam nos reinos espirituais, além de seus próprios sentimentos do que seja certo para vocês. Só vocês podem saber o significado e agirem de acordo e isso é tudo que estão convidados a fazer.

Todos os humanos cometem erros. Por estarem severamente limitados, suas capacidades de plena compreensão do mundo as suas voltas ou situações surgem. Erros são experiências de aprendizagem que levam à sabedoria. Portanto, não se julguem com severidade, em vez disso, gentilmente perdoem a si mesmos, aprendam com eles e não se recusem a admitir tê-los cometido.

A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar, pelo qual todos estão passando e, quando são totalmente honestos consigo mesmos, estarão em paz, porque, então, sabem que podem confiar em si próprios. Confiar em si mesmos e nos outros é muito importante. Sem essa confiança, constantemente estarão esperando cometer erros que, então, devem ser disfarçados, esperando o mesmo dos outros, gerando, assim, um estresse desnecessário. Com confiança, quando se comete erros perdoe-se a si mesmo e siga em frente.

Provavelmente, já devem ter notado que aqueles que são mais pacíficos, contidos e em paz consigo mesmos, são pessoas de honestidade e integridade, pessoas que intuitivamente sentem em que podem confiar. Confiança reflete confiança e desconfiança reflete desconfiança. A traição é uma consequência desta última.Quando for totalmente honesto consigo mesmo, quase sempre poderá intuir se alguém pode ser confiável ou não, o que torna a vida muito mais fácil.

Todos desejam ser amados e confiáveis, porque o Amor é o estado natural de cada um. Todavia, muitas vezes, por medo e resultado de más experiências anteriores, muitos optam por suspeitar, acreditando que este seja um curso prático para viver num mundo onde tantos são traídos diariamente. Entretanto, como a confiança leva à confiança, assim como suspeita leva a suspeita. Aquilo que se pensa esperar é o que irá experimentar. A suspeita bloqueia o Amor, porque não há confiança e, Amor e confiança são inseparáveis.

Como eu e outros canais continuamos a lembra-los: “São todos seres perfeitos, porque o que Deus cria só pode ser perfeito”. No entanto, imersos na ilusão como seres humanos, são, porque escolheram ser, severamente limitados em suas habilidades e capacidades. Escolheram esta experiência numa tentativa fútil de se separar da Fonte e, para provar que não tinham necessidade de Deus.

Foi só um jogo que escolheram jogar. Mas porque Deus lhes deu poderes iguais ao Seu quando os criou como seres divinos perfeitos, porque tudo o que Ele é, amorosamente compartilha com toda a Sua Criação, o jogo que inventaram, a ilusão que construíram,  lhes parece verdadeiramente real.

Para descobrirem essa irrealidade, envolvam-se com Amor e só com Amor, porque nada mais é real. Todos devem ter ouvido o ditado: “O Amor perfeito lança fora o medo”, que é uma verdade, porque não existe nada que não seja perfeito Amor. Qualquer coisa que não seja Amor é irreal, ilusório e, portanto, não durável.

Irão todos despertar em perfeito Amor, porque esse é o destino divino e inescapável. Então, liberem seus apegos a qualquer farisaísmo, ressentimento, amargura ou ódio passado que perdure doendo e, permitam-se despertar e se deleitarem com a alegria que se seguirá.

Seu amoroso irmão,

Jesus.


Fonte: Jesus through John | Total self-honesty is an essential aspect of the awakening process

Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

Via: Sementes das Estrelas: Jesus – “A honestidade total consigo mesmo é um aspecto essencial do processo de despertar” – 31.07.2016

MESMO TOMADOS PELA SOLIDÃO, NÃO ESTAREMOS VERDADEIRAMENTE SÓS…

conscious_universe_fondo1

Nunca os abandonarei

Jesus face

Mestre Jesus

Canalizado por: Michelinha OM

Estamos entrando em uma nova era de paz, equilíbrio e harmonia. Hoje não é mais como era antes. Estamos levando mais amor em todas as nossas palavras, nossas ações e sentimentos descomprometidos. Esses dias de hoje são abençoados pela energia do Amor e da paz, muito mais do que eram antigamente.

Estamos vivendo em uma nova era, meus amados. Hoje já é a paz e o Amor que irradia de vosso ser, e não mais os sentimentos inferiores que tomavam conta de vocês. Estão mais purificados, mais limpos, mais belos, irradiando muita Luz e purificando vocês mesmos e todos à sua volta.

Não há mais motivos para temer, não há mais como errar e não há mais como retroceder nessa linda iluminação dos vossos corpos. Estão banhados na luz crística definitivamente, e por mais que algumas vezes se deparem com situações que abaixariam vossas vibrações, poderão perceber que já não reagem mais como antes, e sim, terão atitudes novas mais puras e renovadas no Amor. Observarão em vocês mesmos uma paz, um equilíbrio e um zelo pelo seu ser, que antes não existia. Ou mesmo que existia, era de forma muito tímida, e agora é o que toma conta de todo o seu ser.

Meus amados, irmãos queridos, estou aqui trazendo essa Luz para vocês. Lembrem-se de chamarem pelo meu nome e poderei lhes trazer a segurança que precisam nesse início de aprendizado.

Eu sei que não necessitam da minha presença e do pensamento em mim para ancorar Luz e Amor em vocês, mas sei também que até conseguirem aceitar essa realidade, a minha presença lhes trará mais segurança. Portanto, lembrem-se de chamar-me. Assim estaremos juntos sempre nessa nova fase linda e pura de vossas vidas. Fico sempre feliz em atender aos vossos pedidos com muito amor porque os amo, meus pequenos focos de Luz abençoados! Nunca os abandonarei.

Com muito amor Do vosso irmão, Jesus Cristo.


Fonte: CORAÇÃO AVATAR  

Revisão de texto: Solange Yabushita

Via: Nunca os abandonarei – Mestre Jesus » CORAÇÃO AVATAR

Com o Despertar reconheceremos a Unidade com a Chama do Amor de Deus…

218162_399825003417466_1373008283_n_thumb.jpg

“Permitam que a consciência de Unidade com seu Pai e seu Amor infinito impregne a todos”

 

Jesus face

Mestre Jesus

Mensagem canalizada por: John Smallman

Estes são tempos inspiradores! Se evitarem seus fascínios com os principais meios de comunicações e sua dieta constante de desastres e catástrofes e olharem para as Boas Novas, ficarão espantados com a quantidade de coisas que estão lá fora à espera de sua descoberta.

A humanidade está despertando! O que quer que outros possam dizer – suas opiniões e temores – sobre a situação mundial, profundamente sabem em si mesmos que tudo está fluindo conforme tão divinamente planejado. Não estão sozinhos, abandonados e perdidos, seres pequenos e insignificantes à deriva no que parece ser um número vasto e infinito de universos inconscientes e indiferentes.

São filhos amados de Deus, eternamente envoltos no Seu abraço amoroso, um abraço do qual nunca estiveram separados. Sabem disso! Recolham-se, visitem seus santos altares, onde a chama do Amor de cada um queima continuamente, para lembrá-los de que a separação nunca aconteceu e para, suavemente, retornarem para o estado de vigília completa.

Estar desperto, plenamente consciente e totalmente vivo na presença de seu Pai, a experimentar a alegria! Uma experiência de alegria infinita e eterna que, como seres humanos imersos na ilusão, dentro do sonho, não podem imaginar.

Estar humano é incompreensivelmente limitante. Quando despertarem verão como limitados estavam e, então, entenderão porque que a vida humana era tão difícil. A confusão e caos por que suas mentes estavam passando todo o tempo em que estiveram na em forma humana, deixará bem claro por que tantas vezes se comportaram como se tudo fosse uma grave ameaça às suas sobrevivências.

Irão entender suas aparentes necessidades de tomarem ações preventivas para evitar catástrofes, catástrofes para as quais a mídia, constantemente, direciona suas atenções. Também, entenderão como nada do que experimentaram, enquanto humanos, realmente aconteceu. Enquanto continuamos dizendo a vocês, que estão apenas sonhando e, enquanto alguns desses sonhos possam ser absolutamente terríveis, eles são apenas sonhos. Quando despertarem, eles irão desaparecer muito rapidamente e serem esquecidos, pois não terão nenhuma necessidade de lembrar o irreal.

A irrealidade foi uma experiência da humanidade por eras sempre pareceu intensamente real, porque essa era a sua intenção coletiva quando a construíram. Lembrem-se, todos são UM e, quando Deus os criou, criou com tudo – com toda a alimentação, todo o potencial criativo e todo o Amor – que Ele é.

Por conseguinte, a ilusão que construíram, a fim de experimentar a separação foi extremamente convincente, numa infinidade vasta e magnífica de universos em que, então, individualmente mergulharam em inumeráveis, diferentes e fisicamente discretos. Imersos nela, tendo formas físicas pequenas e limitadas, em contraste com a vastidão e imenso poder do ambiente que os continham, o medo surgiu.

Junto com esse medo, veio a necessidade de ter um protetor e, assim, inventaram deuses, ídolos, a quem ofereceram obediência e sacrifício, na esperança de que eles iriam protegê-los dos inúmeros perigos que pareciam ameaçá-los de todos os lados – mau tempo, terremotos, erupções vulcânicas, animais ferozes, conflitos humanos intermináveis e doenças.

Efetivamente cederam seus poderes ao se recusarem a reconhecê-los. Deus é todo-poderoso e foi com ele que optaram por se separar para provarem que não precisavam dele e que, portanto, também escolheram se esconder ou renegar o seu poder.

Mas, vocês e Deus são UM, inseparáveis e tudo aquilo com o que Ele os dotou, nunca os deixaram pois, não há nada para que isso fosse destinado.

O despertar de cada um de vocês é o processo pelo qual irão recuperar tudo que descartaram. Nada foi perdido, apenas esconderam de si mesmos a Realidade pertencem. Caminham para o despertar, recuperando o que tinham descartado, seus Poderes, Unidade, que estiveram e estão lá para vocês o tempo todo, inalterados.

Pode recuperá-los, pelo recolhimento e reconhecimento de suas Unidades com a chama divina do Amor eterno de Deus, que está sempre presente em seus santos altares. Irão reconhece-las, abrindo seus corações e permitindo que o Amor flua e interiormente preenche-los.
Antes, porém, devem liberar suas necessidades e intenções de julgamento, condenação, imputação de culpa e, também, seus sentimentos altamente valorizados de ódio, ressentimentos e amarguras a que se recusam e que bloqueiam o Amor.

Então, na medida em que nós nos reinos espirituais, seus irmãos amorosos, continuamos a lembrá-los, é essencial que se recolham, pelo menos, uma vez por dia para estar em contato com Deus e a si mesmos. Deixem de lado seus fascínios e engajamentos com as distrações da ilusão, acalmem suas mentes egoístas e não prestem nenhuma atenção a elas, permitindo que a consciência de suas Unidades com seu Pai e do seu Amor infinito impregne a todos. É Vontade d’Ele e suas de, não só se tornarem conscientes da conexão inquebrável entre si, mas também que de experimentar a totalidade de ser UM, na paz completa e indizível de seus estados naturais.

E quando experimentarem (por pouco que seja), nunca esquecerão e suas intenções de serem amorosos a todo o momento na vida terrena, enquanto imersos na ilusão se tornarão constantes. Reconhecerão a consciência de Cristo em todas as pessoas com quem interagir, em vez de ver uma falta e possivelmente ameaçadora em outros indivíduos separados, dos quais tenham medo de confiar por temerem ser traídos, irão perceber que a traição é ilusória e, assim, seus medos se dissolverão.

Então, lhes digo mais uma vez: “Vão para dentro, recolham-se em seus santuários, pelo menos, uma vez por dia e estejam em paz, no abraço amoroso do seu Pai Celestial”. E, quando fizerem isso, irão descobrir que a vida diária fluirá muito mais suave, não importando os problemas que estiverem lidando, sempre num estado de paz, em vez de conflitos.

Outros, serão atraídos para a serenidade que expressarem e irão se juntar a vocês, numa expressão de Consciência Crística, em completa aceitação entre si, quando um contentamento doce irá preencher seus dias. Experimentem fazer isso, POIS REALMENTE FUNCIONA!

Seu amoroso irmão,
Jesus.

Fonte: Jesus through John

Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

 

Via Sementes das Estrelas: Jesus – “Permitam que a consciência de Unidade com seu Pai e seu Amor infinito impregne a todos” – 13.08.2016